Ciências Humanas

Page 1

ASSUNTO = ESTUDOS DE POPULAÇÃO (I. FARIAS BRITO) H12 - Analisar o papel da justiça como instituição na organização das sociedades. H14 - Comparar diferentes pontos de vista, presentes em textos analíticos e interpretativos, sobre situações ou fatos de natureza históricogeográfica acerca das instituições sociais, políticas e econômicas. PRÉDIO DO CONGRESSO NACIONAL As cúpulas ao lado das torres representam o Senado e a Câmara dos Deputados. Uma das funções das Constituições é definir o papel legal de cada poder instituído. Promulgada em 1988, a Constituição Cidadã, como passou então a ser reconhecida, estabeleceu a forma republicana, o sistema presidencialista, de caráter federalista e representativo. Observa-se, portanto, uma tripartição do poder em que os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário são independentes e equivalentes, devendo fiscalizar um ao outro. Sendo assim, no Brasil o Poder Executivo federal fica a cargo do Presidente da República. Já o Poder Legislativo, na mesma esfera, é composto por duas câmaras distintas – Câmara dos Deputados e Senado Federal – que têm representatividades diferentes. Sobre esse tema, assinale a opção correta. a) No Brasil, como vigora o sistema presidencialista, o Presidente da República é o chefe de Estado e o Presidente da Câmara é o chefe de governo, com os deputados federais representando as unidades da federação em um total de 513 representantes. b) No Brasil, o Poder Executivo é exercido pelo Presidente da República. Os deputados federais representam a população dos estados e são eleitos proporcionalmente em um total de 513. Já os senadores representam os estados da federação, na condição de 3 por estado, em um total de 81. c) No Brasil, o Presidente responde pela chefia do Poder Executivo e os estados autônomos são representados pelos deputados federais. O estado democrático foi de tal forma assegurada que tanto o Poder Legislativo quanto o Poder Judiciário são compostos a partir do voto direto, secreto e popular. d) O Poder Executivo se subordina ao Legislativo, já que este representa efetivamente a vontade popular. Os deputados representam os estados num total de 513 representantes e o Senado representa a população dos estados em um total de 81 representantes.

e) A função do Poder Legislativo limita-se à elaboração das leis, não sendo responsável pela fiscalização do Poder Executivo, o que cabe ao Poder Judiciário. No Brasil, o Congresso Nacional é composto por 513 deputados federais, com mandatos de 4 anos, e por 81 senadores, com mandatos de 8 anos ASSUNTO = PERÍODO COLONIAL E PRIMEIRO REINADO (IFPE) H 12 - Analisar o papel da justiça como instituição na organização das sociedades. H 14 - Comparar diferentes pontos de vista, presentes em textos analíticos e interpretativos, sobre situações ou fatos de natureza históricogeográfica acerca das instituições sociais, políticas e econômicas A Constituição Imperial de 1824 estabelece que o governo é monárquico, hereditário, constitucional e representativo (Artigo 3º) e que a pessoa do Imperador é inviolável e sagrada, não estando sujeita a responsabilidade alguma (Artigo 99). “Art. 98. O Poder Moderador é a chave de toda a organização política, e é delegado privativamente ao Imperador. (...) para que incessantemente vele sobre a manutenção da Independência, equilíbrio, e harmonia dos demais poderes políticos (...) dissolvendo a Câmara dos Deputados nos casos em que o exigir a salvação do Estado.” “Ora, dizei-se: não é isto uma farsa? Não é isto um verdadeiro absolutismo, no estado em que se acham as eleições no nosso país? (...) O poder moderador pode chamar a quem quiser para organizar ministérios; esta pessoa faz a eleição porque há de fazê-la; esta eleição faz a maioria. Eis, aí está o sistema representativo do nosso país!” Nabuco de Araújo, discurso ao Senado (17/07/1868), citado no Manifesto Republicano de 1870. A primeira e única Constituição brasileira do Império foi a de 1824. Após dissolver a Assembléia Constituinte, em 12 de novembro de 1823, D. Pedro I nomeou um Conselho de Estado composto por dez membros, o qual redigiu a Constituição, incorporando inúmeros artigos do anteprojeto do grupo conservador da Constituinte. A Constituição foi outorgada pelo Imperador em 25 de março de 1824. Estabelecia-se, assim, um sistema político calcado em diversas restrições ao pleno exercício do voto. A estruturação políticojurídica do Estado brasileiro foi fundamentada na


Carta Constitucional de 1824. Tomando por base os trechos acima apresentados e seus conhecimentos a esse respeito, assinale a opção correta.

liberais européias e refletia as aspirações absolutistas de D. Pedro I, que chegou a proibir o voto das mulheres, analfabetos e padres.

a) A Constituição de 1824, promulgada após amplos debates na Assembléia Constituinte, estabeleceu a Mextinção do Poder Legislativo, eliminando de seu texto o caráter representativo, sendo suas funções substituídas pelo Poder Moderador.

b) A Constituição de 1891 foi responsável por acabar com os resquícios do governo monárquico, como o Poder Moderador e o Senado Vitalício, permitindo ainda que a maior parte da população exercesse sua cidadania por meio do voto secreto para o executivo e legislativo, facilitando o trabalho dos “coronéis”.

b) Amparado juridicamente pela Constituição de 1824, o Imperador possuía poderes discricionários observados no uso do Poder Moderador, em que Ele podia dissolver a Assembléia, indicar ministros e nomear senadores vitalícios. c) O uso do Poder Moderador previsto na Constituição de 1824, embora concedesse amplos poderes ao Imperador, era submetido à análise do Judiciário, a quem cabia a prerrogativa final sobre as decisões políticas. d) No que se refere ao exercício do voto, a Constituição de 1824, embora não tenha permitido à grande maioria da população o direito ao voto por seu caráter censitário, favoreceu igualmente membros da aristocracia brasileira, não repercutindo, por parte deste segmento, críticas ao processo eleitoral durante todo o período monárquico. e) A estruturação jurídica prevista na Constituição de 1824, embora estabelecesse a novidade da tetra partição do poder, era harmoniosa, pois cabia ao Imperador no uso dos atributos do Poder Moderador e ao Conselho de Estado garantir o equilíbrio entre os poderes, como previsto no Art. 98 ASSUNTO = PRIMEIRO REINADO ATÉ ERA VARGAS (UFES) H24 - Relacionar cidadania e democracia na organização das sociedades “Democracia é a vontade da lei, que é plural e igual para todos, e não a do príncipe, que é impessoal e desigual para os favorecimentos e privilégios.” Ulysses Guimarães. A análise das Constituições brasileiras nos permitem entender um pouco do contexto em que foram elaboradas. Como o voto é o signo mais visível da cidadania, marque a opção que traz corretamente o dispositivo constitucional e o contexto em que foi gerado. a) A Constituição de 1824, única da fase monárquica, que trazia como novidade o Poder Moderador e o voto direto, não sofreu qualquer influência das ideias

c) Resultado da Revolução de 1930 e do avanço do populismo, a Constituição de 1934 consolida o voto secreto e extensivo às mulheres e tinha um acentuado conteúdo social com a regulamentação da legislação trabalhista e com a educação básica, que passou a figurar como obrigação do Estado. d) A Constituição de 1937 foi promulgada em meio a um clima de repúdio aos governos fascistas europeus que ganhavam força às vésperas da Segunda Guerra. Desprovida de ideais centralizadores e nacionalistas, abriu caminho para o golpe que destituiu Getúlio em 1945. e) A Constituição de 1967, ainda que seja frequentemente relacionada à legitimação do regime instaurado pelos militares em 1964, preservou a questão da cidadania através do voto, já que manteve o Congresso sempre aberto e com a realização de eleições diretas para os cargos do Executivo e do Legislativo. ASSUNTO = MEIO AMBIENTE UNIFOR H15 - Avaliar criticamente conflitos culturais, sociais, políticos, econômicos ou ambientais ao longo da história. H26 - Identificar em fontes diversas o processo de ocupação dos meios físicos e as relações da vida humana com a paisagem. LIXÃO DA MURIBECA. HÁ QUASE 25 ANOS ELE ESTÁ LÁ, [...] O RECIFE DESPEJA 1.900 TONELADAS DE DEJETOS NO LUGAR.


Foto: Juliana Leitão.Disponível em: <www.pernambuco.com/.../novela.shtml>Acesso em: 08/03/2010 A análise mais ampla sobre a problemática em foco nos leva a afirmar que a) para ser resolvida a problemática dos resíduos sólidos nas grandes cidades do mundo é preciso apenas uma política ambiental voltada para a reciclagem do lixo e da criação de aterros sanitários, ao lado de uma política social que crie cooperativas para empregar os catadores; b) a sociedade de consumo, tal como está estruturada hoje, é sustentável para a natureza e tem ao lado do consumismo desenfreado. c) a globalização tem aumentado o abismo social entre ricos e pobres; o mercado cada vez mais competitivo gera o desemprego, o consumismo e a impossibilidade de inserção dos miseráveis. A imagem de degradação humana, embora seja da região metropolitana do Recife, é comum a todas as grandes cidades do terceiro mundo; d) há como resolver a crise ambiental e a social do planeta sem que haja mudanças profundas na forma de pensar e de agir da sociedade global. e) conforme direitos humanos o que mais se tende a fazer é usar lixo orgânico como comida para os mais necessitados. ASSUNTO = MEIO AMBIENTE UFU H14 - Comparar diferentes pontos de vista, presentes em textos analíticos e interpretativos, sobre situações ou fatos de natureza histórico-geográfica acerca das instituições sociais, políticas e econômicas. H27 - Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e/ou geográficos Considere o texto a seguir.

O conceito de desenvolvimento sustentável tem ocupado uma posição central nas discussões sobre os modelos de desenvolvimento da sociedade mundial contemporânea, particularmente depois da publicação do relatório da Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, “Nosso Futuro Comum”, em 1987 (conhecido como Relatório “Brundtland”). As bases consensuais do desenvolvimento sustentável referem-se ao ideal de harmonizar o desenvolvimento econômico com a proteção ambiental e considera que “O desenvolvimento sustentável é aquele que atende às necessidades do presente se comprometer a possibilidade de as gerações futuras atenderem as suas próprias necessidades.” Assinale a alternativa que representa os princípios do desenvolvimento sustentável apresentados pelo Relatório Brundtland e que podem ser adotados como estratégia pelos países do mundo, inclusive pelo Brasil. a) Adotar tecnologias criadas em países desenvolvidos, onde a preservação ambiental e a distribuição da riqueza estão adequadas aos padrões sustentáveis. b) Enviar lixo para países subdesenvolvidos a fim de reduzir a pobreza. c) Investir no modelo de crescimento econômico quantitativo, tendo a renda como condição fundamental de desenvolvimento. d) Dar prioridade às políticas sociais de redução da pobreza, de aumento de oferta de empregos, de conservação da biodiversidade e de geração de novas oportunidades e atitudes. e) Promover maior liberalização da economia, pois o mercado é o melhor mecanismo de otimização do uso dos recursos, particularmente os relacionados com o ambiente. ASSUNTO = PRESERVAÇÃO UFU H26 - Identificar em fontes diversas o processo de ocupação dos meios físicos e as relações da vida humana com a paisagem. H27 - Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e/ou geográficos. “É importante esclarecer que a preocupação com questões ambientais no âmbito internacional voltouse primeiramente àquelas relativas às regiões de


interesse comum de alguns países, ou conjunto deles, como as águas internacionais, a Antártida, o espaço aéreo, regiões costeiras e recursos aquíferos e pesqueiros [...] Contudo, com o advento da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano em 1972 e a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento em 1992, as regras internacionais sobre a proteção do meio ambiente se multiplicaram e tornaram-se cada vez mais abrangentes, voltadas para um tratamento global dos problemas ambientais.”Feldmann, Fabio, in: Entendendo o meio ambiente, volume I, SMA-SP.O século XX assinalou o despertar da questão ambiental, como algo considerado essencial para o futuro do planeta. No seu interior, alguns aspectos de alcance global foram mais marcantes que outros. Assinale qual das afirmativas abaixo é correta. a) Um dos marcos do ambientalismo no século XX foi a identificação dos países mais pobres como as áreas onde a chamada degradação ambiental é mais grave, em função da enorme emissão de gases poluentes e do uso excessivo de matérias-primas naturais. b) A questão das mudanças climáticas teve como alvo o combate à poluição atmosférica, buscando evitar a concentração dos gases do efeito estufa na atmosfera, que estariam contribuindo para a diminuição da temperatura média no planeta. c) O risco de destruição da camada de ozônio, ameaçada pela liberação de gases produzidos pelo ser humano na atmosfera, sem por em perigo a vida na terra, pois essa camada não tem nenhuma utilidade. d) A defesa da manutenção da diversidade biológica, a busca de meios de utilização sustentável de seus componentes e a repartição justa dos benefícios derivados da utilização dos recursos genéticos não têm sido causas essenciais do ambientalismo. e) Os protestos contra a retirada irracional das coberturas vegetais e a mobilização em defesa de espécies animais e vegetais ameaçadas de extinção (as baleias, o urso panda, a Amazônia, por exemplo) são marcas bem evidentes do ambientalismo.

ASSUNTO = PRESERVAÇÃO UFPI

H23 - Analisar a importância dos valores éticos na estruturação política das sociedades. H30 - Avaliar as relações entre preservação e degradação da vida no planeta nas diferentes escalas. A lei moral seria objetiva, contendo uma condição válida para a vontade de qualquer ser racional. Essa lei, chamada por Kant “imperativo categórico”, formula-se nos seguintes termos: “age de tal maneira que o motivo que te levou a agir possa ser convertido em lei universal*”. Esta seria estabelecida somente pela razão, o que leva a conceber a liberdade como postulado necessário da vida moral. (*) Lei universal: aquela que pode ser aplicada a todos os seres humanos. Adaptado de: Os pensadores, Kant I, Vida e obra, com consultoria de Marilena de Souza Chauí. São Paulo: Abril Cultural, 1980. A partir do fragmento acima, avalie os três comentários a seguir. I. Todo ser humano livre, fazendo uso exclusivo de sua racionalidade, pode avaliar se a sua conduta pode ser seguida por todos os outros (e, portanto, é ética) ou não; II. Respirar sem moderação, ou seja, consumir o máximo de oxigênio que for possível para respirar, é uma conduta antiética, pois não pode ser estendida a todos os seres humanos; III. Fazer uso irrestrito da água potável, algo que provavelmente seria considerado ético no século XVIII, em que Kant viveu, hoje seria considerado imoral, segundo a definição kantiana. Podem ser considerados corretos: a) apenas I. b) apenas II. c) apenas III. d) apenas I e II. e) apenas I e III. ASSUNTO = ÉTICA E MORAL UFMG H20 - Selecionar argumentos favoráveis ou contrários às modificações impostas pelas novas tecnologias à vida social e ao mundo do trabalho. Quino é um dos cartunistas sul-americanos de grande repercussão no cenário mundial, principalmente pelas tiras de jornal e histórias em quadrinhos da famosa personagem Mafalda. O cartunista argentino expressou a opinião dele em relação aos rumos da educação e valores da atualidade através do cartum.


(Enem em fascículos 2012). Observe esta sequência de quadrinhos do cartunista argentino:

e da virtude não são mais essenciais para se viver na sociedade capitalista contemporânea. ASSUNTO = INDUSTRIALIZAÇÃO UFPEL H 17 - Analisar fatores que explicam o impacto das novas tecnologias no processo de territorialização da produção. H18 - Analisar diferentes processos de produção ou de circulação de riquezas e suas implicações sócio espaciais. ”(...) Se antes a natureza podia criar o medo, hoje é o medo que cria uma natureza mediática e falsa, uma parte da natureza sendo apresentada como se fosse o todo.” SANTOS, Milton. 1992. “ Nestes aproximadamente duzentos anos de industrialização do planeta, a produtividade de bens materiais e seu consumo se deu de forma bastante acelerada. Como esse processo de industrialização desrespeitou a dinâmica dos elementos componentes da natureza, ocorreu uma considerável degradação do meio ambiente.”

Em conformidade com a tirinha do argentino Quino, relacionando-a com a ética, a história do pensamento ético e a moral na sociedade contemporânea, julgue os itens a seguir e marque o que estiver correto. a) A ética tem a sua base conceitual na palavra moral. Apesar de ética e moral significarem hábitos e costumes, no sentido de normas comportamentais que se tornaram habituais, a ética engloba uma reflexão crítica acerca dos alicerces de um sistema de costumes de uma pessoa, grupo ou sociedade. b) Os códigos de ética contribuem para orientar o comportamento de pessoas, grupos e organizações e devem refletir tanto os valores passados como os vigentes das sociedades humanas. c) Ética designa o conjunto dos princípios, normas, imperativos ou ideias morais de uma época ou de uma sociedade determinadas. d) Os códigos não deixam dúvidas quanto às questões que envolvem interesses particulares, as quais podem ser priorizadas em detrimento daquelas de interesse público. e) No cartum, o autor demonstra sua desilusão com o rumo deste século no que diz respeito a valores e educação, no entanto defende que o estudo da ética

MENDONÇA, Francisco – Geografia e Meio Ambiente. Essa degradação se deve: I. ao desenvolvimento da ideologia do consumismo pós-anos 50; II. à explosão demográfica, no contexto socioeconômico-político do século XVII; III. à transformação crescente dos minérios para atender às necessidades do homem; IV. ao avanço acelerado da sociedade urbana e industrial. Com relação às afirmativas anteriores, pode-se dizer que estão corretas: a) as afirmativas II, III e IV. b) as afirmativas I, II e III. c) as afirmativas I, III e IV. d) as afirmativas I e II. e) todas as afirmativas. ASSUNTO = MEIO AMBIENTE UFF H26 - Identificar em fontes diversas o processo de ocupação dos meios físicos e as relações da vida humana com a paisagem. H27 - Analisar de maneira crítica as interações da


sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e/ou geográficos. Acerca da importância da biodiversidade brasileira, o Secretário do Conselho de Gestão do Patrimônio Genético do Ministério do Meio Ambiente afirmou: ”Os números da biodiversidade brasileira impressionam. Dentro dos países mega diversos, o Brasil ocupa o primeiro lugar, fruto de sua extensão territorial e posição geográfica. Estima-se que o país possua entre 15% e 20% do total de espécies de seres vivos da Terra. Apesar do gigantismo, pouco se conhece sobre a biodiversidade brasileira, pois apenas 10% das espécies conhecidas foram catalogadas.” Fazendo-se uma análise dos dados apresentados e dos interesses que envolvem a questão, pode-se afirmar que: a) a existência de um grande patrimônio genético ainda pouco conhecido garantirá ao Brasil uma posição econômica hegemônica entre as nações no século XXI. b) a biodiversidade brasileira só poderá ser mantida a partir de políticas que impeçam a exploração dos recursos florestais brasileiros, especialmente na Amazônia. c) a garantia de que a biodiversidade brasileira e mundial poderá ser explorada de forma racional depende do cumprimento do Protocolo de Kyoto, assinado em 1997. d) a riqueza de nossa biodiversidade eleva a importância do Brasil no cenário mundial, no que se refere às questões ambientais e, também, nos aspectos econômicos. e) o atraso da pesquisa científica, no Brasil, demonstra a necessidade de gerenciamento da biodiversidade existente por parte de países mais desenvolvidos. ASSUNTO = MEIO AMBIENTE UEM H26 - Identificar em fontes diversas o processo de ocupação dos meios físicos e as relações da vida humana com a paisagem. H27 - Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e/ou geográficos. A Amazônia e seus habitantes vêm sendo expostos ao modelo de desenvolvimento preconizado pela

sociedade ocidental, que é o responsável, segundo a maioria dos críticos, pela crise ecológica que hoje é reconhecidamente uma questão de sobrevivência para a humanidade. “E foi exatamente no seio dessa população que emergiu uma voz [Chico Mendes (1944-1988)] que revolucionou o debate sobre o modelo de desenvolvimento e juntou duas questões, isto é, ecologia e justiça social”. GONÇALVES, C. W. P. Amazônia, Amazônias. São Paulo: Contexto, 2001, p. 171. Assinale a proposta de modelo de desenvolvimento alternativo para a Amazônia, inspirada pelo movimento social liderado pelo seringueiro Chico Mendes. a) Área de Proteção Ambiental: área em geral extensa e com ocupação humana, possuindo elementos abióticos, bióticos e culturais importantes, tendo como objetivos proteger a biodiversidade, disciplinar a ocupação e garantir a sustentabilidade no uso dos recursos naturais. b) Reserva Extrativista: área usada por populações tradicionais, cuja base econômica é o extrativismo, complementado por agricultura de subsistência e criação de pequenos animais, tendo como objetivo básico proteger os meios de vida e a cultura dessas populações, bem como o uso sustentável dos recursos naturais. c) Floresta Nacional: extensa área pública coberta por florestas com o predomínio de espécies nativas, tendo por objetivo usos diversificados e sustentáveis de seus recursos, como a pesquisa científica, que serve para o desenvolvimento de métodos e técnicas de manejo e exploração sustentável. d) Reserva Biológica: área destinada à preservação integral da biota e outros elementos naturais, sem a interferência humana e mudanças ambientais, à exceção de medidas de recuperação de ecossistemas alterados ou ações de manejo, voltadas para a preservação do equilíbrio ecológico. e) Parque Nacional: área pública que tem por objetivo a preservação dos ecossistemas brasileiros de grande relevância ecológica e beleza paisagística, utilizados para a pesquisa científica, a educação e o conhecimento da natureza, a recreação em ambientes naturais e o turismo ecológico. ASSUNTO = MEIO AMBIENTE UFS


H26 - Identificar em fontes diversas o processo de ocupação dos meios físicos e as relações da vida humana com a paisagem. H27 - Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e/ou geográficos. O Financial Times, de Londres, notificou que a “Young & Rubicam”, uma das maiores agências de publicidade do mundo, divulgou a lista das dez griffes mais reconhecidas por 45.444 jovens e adultos de dezenove países. São elas: “Coca-Cola”, “Disney”, “Nike”, “BMW”, “Porsche”, “Mercedes-Bens”, “Adidas”, “Rolls-Royce”, “Calvin Klein” e “Rolex”.Na chamada “sociedade de consumo”, não basta só consumir o necessário, mas, se possível, também o supérfluo, comportamento que acabou por conferir às relações do homem com o ambiente um caráter extremamente agressivo. A ONU, ao contrário, tem incentivado um desenvolvimento sustentável, ou seja, estratégias econômicas destinadas a promover o crescimento da riqueza social por meio de modelos capazes de evitar a degradação ambiental e a exaustão dos recursos naturais.

políticos, econômicos ou ambientais ao longo da história.. Leia. Texto I QUINZE DE NOVEMBRO Deodoro todo nos trinques Bate na porta de Dão Pedro Segundo. “— Seu imperador, dê o fora que nós queremos tomar conta desta bugiganga. Mande vir os músicos.” O imperador bocejando responde: “Pois não meus filhos não se vexem me deixem calçar as chinelas podem entrar à vontade: só peço que não me bulam nas obras completas de Victor Hugo”. Murilo Mendes. História do Brasil. Poemas. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1994 p. 169. Texto II

Observe as práticas apresentados a seguir e tomando como base os itens e seus conhecimentos, assinale a alternativa que contempla somente práticas consideradas ecologicamente corretas. a) Reutilização e reciclagem de materiais; Manutenção da cobertura vegetal; Utilização de energia alternativa: solar, biomassa etc. b) Desmatamento e destruição de espécies; Agricultura biológica ou orgânica; Assoreamento de rios; c)Utilização de agrotóxicos; Pesca predatória; Monoculturas prolongadas;

O poema e a charge anteriores retratam importante momento de ruptura da história do Brasil. Sobre este episódio, assinale a alternativa verdadeira.

d) Lançamento de partículas químicas nos rios; Lançamento da CFCs na estratosfera; Degradação e erosão dos solos;

a) A charge refere-se à Princesa Isabel que ao assinar a Lei Áurea agravou a crise do império que culminou com o golpe republicano, e o poema, ao mencionar Deodoro, destaca a atuação dos militares nesse processo.

e) Nenhuma das alternativas contem somente práticas consideradas ecologicamente corretas. ASSUNTO = SEGUNDO REINADO E INDEPENDÊNCIA UERJ H15 - Avaliar criticamente conflitos culturais, sociais,

b) O poema e a charge referem-se à abdicação de D. Pedro I, em que sua filha, a Princesa Isabel, ainda menor de idade, foi comunicada que não poderia assumir o trono.


c) O texto e a charge mostram o caráter revolucionário da Proclamação da República, destacando a importância dos militares, que após violentos combates conseguiram a expulsão imediata da Família Real do Brasil. d) O texto e a charge referem-se à Independência do Brasil em que a aristocracia rural insatisfeita com a possibilidade de ser governada por uma mulher decidiu retirá-la do trono, diante do debilitado estado de saúde do Imperador. e) A charge demonstra o grande prestígio de que desfrutava a Princesa Isabel, herdeira do trono, que ao assinar a Proclamação da República seria homenageada por uma parada militar sem perceber que com isso perderia o trono. ASSUNTO = INDADE ANTIGA I. FARIAS BRITO H19 - Reconhecer as transformações técnicas e tecnológicas que determinam as várias formas de uso e apropriação dos espaços rurais e urbanos. H27 - Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e/ou geográficos. O conceito de Revolução Neolítica foi criado pelo arqueólogo australiano Gordon Childe para designar o processo caracterizado pelo início da sedentarização dos primeiros grupos humanos, graças ao descobrimento da agricultura e à domesticação de animais. Segundo alguns autores, o homem passou de parasita a sócio da natureza. A sedentarização levou à formação de aldeias e à necessidade de organização e divisão do trabalho. As relações sociais se tornaram mais complexas e o resultado foi o surgimento de classes sociais, leis escritas, religião, governo e estado, que originaram as primeiras civilizações. Acerca da Revolução Neolítica, assinale a alternativa que explica corretamente o termo em destaque no enunciado. a) O homem deixou de ser coletor e viver do que retirava da natureza e passou a utilizar os recursos naturais para reproduzir elementos da própria natureza em seu benefício. b) A humanidade passou a viver exclusivamente do que a natureza lhe oferecia, tornando-se dependente dos recursos naturais e sem atuar no ambiente de modo a alterar sua estrutura.

c) Com o surgimento das primeiras civilizações o homem passou a intervir na natureza, por exemplo alterando o curso de rios, sem contudo agredi-la, ao reconhecer a parceria entre ambos. d) No processo de formação das primeiras civilizações, foi fundamental a simbiose entre o homem e a natureza, através de rituais religiosos que possibilitaram o conhecimento das técnicas agrícolas. e) A passagem de uma economia coletora para uma economia produtora permitiu o aumento da expectativa de vida e o crescimento das populações que passaram a viver da agricultura e da pecuária. ASSUNTO = ATIVIDADES ECONÔMICAS UEM H6 - Interpretar diferentes representações gráficas e cartográficas dos espaços geográficos. H7 - Identificar os significados histórico-geográficos das relações de poder entre as nações.

“...O mercado doméstico reagiu positivamente ao discurso do presidente Bill Clinton, que afirmou que os Estados Unidos apoiam a concessão de uma linha de crédito de 15 bilhões de dólares, pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), para a América Latina, caso haja uma piora da economia dos países da região.” D. P – Economia.

Com relação ao comportamento do FMI, anterior à 54ª Assembleia Anual FMI-BID, ocorrida na última semana de setembro de 1999, é correto afirmar que: a) o FMI é um instrumento financeiro controlado pelos países pobres, principalmente a Ìndia. b) o FMI auxilia a estabilização da economia capitalista mundial, evitando grandes oscilações no valor das diversas moedas dos países desenvolvidos.


c) o FMI fiscaliza políticas de saúde e de desenvolvimento. d) o FMI prega a independência monetária internacional e a estabilidade das moedas. e) o FMI, nos países com instabilidade econômica, fiscaliza a implementação de políticas públicas sociais, com consequente diminuição dos focos de pobreza ASSUNTO = ATIVIDADES ECONÔMICAS UEPB H7 - Identificar os significados histórico-geográficos das relações de poder entre as nações. H9 - Comparar o significado histórico-geográfico das organizações políticas e socioeconômicas em escala local, regional ou mundial.

ASSUNTO = SOCIEDADE UNESP H11 - Identificar registros de práticas de grupos sociais no tempo e no espaço. H13 - Analisar a atuação dos movimentos sociais que contribuíram para mudanças ou rupturas em processos de disputa pelo poder. Em relação à multiplicidade de interpretações e enfoques sobre o que são movimentos sociais, considere: a)Os movimentos sociais são sempre de confronto político. Na maioria dos casos eles têm uma relação com o Estado, seja de opção, seja de parceria, de acordo com seus interesses e necessidades;

Com o fim da Guerra Fria e com o avanço do processo de globalização, um conjunto de transformações vem ocorrendo nas estruturas de poder mundial. Como reflexo desse processo, algumas organizações internacionais criadas no pósguerra, como a ONU, o FMI e o BIRD, vêm perdendo importância, enquanto outras parecem adquirir maior peso na definição das grandes questões mundiais, como o G-8, o G-20, a OMC e a OCDE. Sobre essas novas organizações, é correta a seguinte opção:

b)Os movimentos sociais podem ser definidos como ações coletivas negativistas que, vitoriosas ou fracassadas, resultam em nenhuma transformação.

a) O G-8 é o grupo formado pelas sete economias mais ricas do mundo desenvolvido: Estados Unidos, Japão, Alemanha, França, Itália, Reino Unido e Canadá, acrescido da Rússia. Teve um papel importante na discussão de medidas para o enfrentamento da recente crise econômica mundial.

e)Os movimentos sociais são ações coletivas de caráter capitalista, construídas por atores sociais pertencentes a classes sociais altas.

b) O G-20 é o grupo das nações mais pobres do mundo, que exibem os piores indicadores econômicos e sociais. Tem tido um papel fundamental no debate de temas como o endividamento externo, a concentração mundial da riqueza e a fome. c) A OMC (Organização Mundial do Comércio), formada por cerca de 150 nações, não interfere e nada na supervisão dos acordos comerciais. d) A OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), busca promover políticas que assegurem a liberação de produtos ilícitos. e) O G-4 é formado por Brasil, Japão, Índia e Alemanha, que pleiteiam o fim Conselho de Segurança.

c)A análise sobre os movimentos sociais não pode ser separada da análise de classe social e pode resumir os movimentos a algo determinado pelas classes; d)O movimento social refere-se à ação dos homens na história para resolver problemas íntimos.

ASSUNTO = SOCIEDADE E BRASIL UFS H14 - Comparar diferentes pontos de vista, presentes em textos analíticos e interpretativos, sobre situações ou fatos de natureza histórico-geográfica acerca das instituições sociais, políticas e econômicas. A Revista Feminina, de 1920, publicou um decálogo dirigido às mulheres casadas, orientando-as para uma vida “do lar” com honra e respeito. Eis alguns de seus itens: I. “Ama teu esposo acima de tudo na terra e ama teu próximo da melhor maneira que puderes; mas lembra-te de que tua casa é de teu esposo e não de teu próximo.“ III. “Espera teu esposo com teu lar sempre em ordem e o semblante risonho; mas não te aflijas excessivamente se alguma vez ele não reparar nisso.”


VI. “Lembra-te sempre que te casaste para partilhar com teu esposo as alegrias e as tristezas da existência; quando todos o abandonarem, fica tu a seu lado e diz-lhe: ‘Aqui me tens! Sou sempre a mesma!’” X. “Se teu esposo se afastar de ti, espera-o; se tardar em voltar, espera-o; ainda mesmo que te abandone, espera-o! Porque tu não és somente sua esposa; és ainda a honra de seu nome. E quando um dia ele voltar, há de te abençoar.” M. Maluf e M. L. Mott. “Recônditos do mundo feminino”. In: Sevcenko (Org.). História da vida privada no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. v. 3, p. 371-372, 395-396. Os Mandamentos das Mulheres Casadas, citados anteriormente, revelam que as mulheres brasileiras, no início do século XX: a) viviam em uma sociedade matriarcal, pois cabia a elas ditar as normas no plano doméstico, cuidando do lar, do esposo e dos filhos segundo seu próprio critério. b) tinham uma importante posição ao lado do marido, no lar e nos negócios, devendo honrar o nome de seu esposo, o que apontava para a igualdade de gêneros. c) eram totalmente submissas ao marido, devendo cuidar da melhor maneira possível do lar e dos filhos, o que caracterizava uma sociedade patriarcal. d) não deveriam suportar em silêncio os problemas da vida, mas compartilhar suas dificuldades com os amigos, pois os amigos são “o próximo”. e) tinham, em geral, uma vida de trabalhos domésticos pesados, embora algumas rompessem com essa submissão para se dedicar à política. ASSUNTO: MANIFESTÇÕES UFSJ H3 - Associar as manifestações culturais do presente aos seus processos históricos. H4 - Comparar pontos de vista expressos em diferentes fontes sobre determinado aspecto da cultura. Leia a notícia veiculada em 11 de abril de 2011. LEI CONTRA BURCA ENTRA EM VIGOR – COM DETENÇÕES Entrou em vigor hoje, na França, a lei que proíbe o uso do véu islâmico integral em lugares

públicos.Trata-se da veste feminina que cobre o corpo dos pés à cabeça, inclusive o rosto e no caso da burca, até os olhos são dissimulados por tela que permite a visão. Três mulheres vestidas com o hijab e vários manifestantes da associação Touche pas à ma Constitution (Não toque na minha Constituição) que protestavam contra a lei, foram detidos em frente à Catedral Notre-Dame, em Paris.Rachid Nekkaz, líder da associação, convocou os participantes pela Internet: “Convido todas as mulheres livres que querem usar o véu nas ruas para engajarem-se em desobediência civil.” (...) A lei que proíbe o hijab, a burca, mas também máscaras e capuzes que escondem o rosto, entra em vigor no momento onde um debate público sobre o “lugar do Islã e a laicidade” foi proposto pelo governo de Nicolas Sarkozy. http://veja.abril.com.br Os valores republicanos, laicos e contrários ao fundamentalismo são utilizados como justificativa para a lei retratada no texto. Além disto, os defensores da lei afirmam que dentro de seu país deve ser respeitada a cultura local e não estrangeira. Novamente as redes sociais foram palco de intensas discussões, bem como serviram para divulgar manifestações. É importante lembrar que foi da França que emergiram para o mundo os valores da liberdade, igualdade e fraternidade, tão importantes para os países ocidentais, o que demonstra uma série de contradições na referida lei. De acordo com a leitura anterior e partindo de seus conhecimentos, assinale a opção correta. a) A lei representa um desrespeito aos valores do liberalismo individual, plenamente presentes no Ocidente e em países muçulmanos. b) O choque entre as culturas francesa e ocidental é responsável pela intolerância da lei e o governo pretende diminuir a influência estrangeira no país. c) Os manifestantes são exclusivamente estrangeiros, defendem a liberdade religiosa e criticam a política de intolerância do governo francês. d) As medidas repressivas demonstram a intolerância do governo francês a uma prática comum a todas as mulheres muçulmanas. e) As manifestações contra a lei representam uma reação ao desrespeito aos direitos civis garantidos pela Constituição francesa.


ASSUNTO: GUERRA FRIA UEM H7 - Identificar os significados histórico-geográficos das relações de poder entre as nações. H8 - Analisar a ação dos estados nacionais no que se refere à dinâmica dos fluxos populacionais e no enfrentamento de problemas de ordem econômicosocial.

tornaram a única potência a possuir armas nucleares e resolveram destruir seu arsenal.

Leia o texto a seguir.

c) Inicialmente houve uma crença coletiva internacional de que se viveria uma nova era de paz, mas a realidade foi marcada por uma expansão de conflitos locais motivados por rivalidades étnicas, políticas e religiosas, além de conflitos ligados ao crime organizado e fundamentalismo religioso.

O FIM DA URSS

b) O surgimento de uma Nova Ordem Mundial marcada pelos confrontos étnicos e fundamentalistas permitiu a expansão da corrida armamentista a diversos países que passaram a utilizar armas nucleares em seus confrontos.

d) A Nova Ordem Mundial que surgiu logo após o fim da URSS foi caracterizada pelo desmoronamento de regimes autoritários, como o cubano, o chinês e o norte-coreano, que perderam a sustentação da URSS que garantiam a sua sobrevivência. e) A expansão do terrorismo e do crime organizado geraram tensões internacionais entre países tradicionalmente aliados, como EUA, Inglaterra e França, que assumiram posições antagônicas acerca de tais questões. http://warneroliveira.com.br 25/12/1991: Um dos momentos mais importantes da história, a renúncia de Mikhail Gorbachev, levou ao fim da União Soviética. Com isso, a Rússia ficou com todo o poder bélico do antigo bloco: o arsenal militar da extinta URSS é capaz de destruir o mundo centenas de vezes. Em seu discurso, Gorbachev agradeceu quem o apoiou, reconheceu erros, lamentou o processo que levou ao fim da URSS e disse que não se arrependia de nada que fez durante o seu governo. Ele fez uma análise dos seus seis anos no poder, recordou o sucesso da Perestróika e falou do final das tensões da Guerra Fria.Após o discurso e o fim da União Soviética, a bandeira vermelha socialista foi tirada do mastro e substituída pela bandeira da Rússia no Kremlin.

ASSUNTO: GUERRA FRIA UFES H16 - Identificar registros sobre o papel das técnicas e tecnologias na organização do trabalho e/ou da vida social. H20 - Selecionar argumentos favoráveis ou contrários às modificações impostas pelas novas tecnologias à vida social e ao mundo do trabalho. Observe a imagem.

http://g1.globo.com/ O fim da URSS marcou o fim da Guerra Fria e o início de uma nova era. Assinale a opção correta.

http://veja.abril.com.br

a) Com o fim da URSS foi afastada definitivamente a hipótese de uma Guerra nuclear, pois os EUA se

A Revolução Industrial foi caracterizada pela introdução de máquinas no processo produtivo. Houve desemprego estrutural e o resultado foi uma


grande redução de salários, além do aumento da exploração dos trabalhadores, submetidos a jornadas de trabalho que podiam chegar a 16 horas diárias. Houve ainda exploração do trabalho feminino e infantil, sobre os quais podemos afirmar que: a) as operárias do sexo feminino e as crianças recebiam melhores salários por sua juventude e capacidade de trabalho maior que a dos homens idosos. b) crianças e mulheres estavam submetidos a jornadas de trabalho equivalentes a dos homens e recebiam, em geral, salários menores. c) a introdução das primeiras leis trabalhistas garantiram a proteção do trabalho feminino e infantil e salários dignos das tarefas executadas. d) a divisão do trabalho nas fábricas era idêntica às Corporações de Ofício, nas quais as crianças atuavam exclusivamente como aprendizes. e) não havia diferenças salariais em virtude do sexo e da idade, mas sim de acordo com a qualificação, que garantia melhores remunerações. ASSUNTO: PERIODOS PÓS-GUERRAS UFF H6 - Interpretar diferentes representações gráficas e cartográficas dos espaços geográficos. H7 - Identificar os significados histórico-geográficos das relações de poder entre as nações. O texto a seguir refere-se ao trecho do discurso pronunciado pelo então Ministro das Relações Exteriores, Embaixador Luiz Felipe Lampreia, quando da abertura dos trabalhos da 50ª Assembleia Geral das Nações Unidas, em 25/09/02. [...] a maioria das estruturas das Nações Unidas ainda são aquelas desenhadas há cinquenta anos. Naquele momento, o mundo entrava em uma nova fase de política de poder que já não mais se aplica. [...].Novas realidades exigem soluções inovadoras. Expectativas acrescidas requerem compromissos mais fortes.Nada é mais emblemático da necessidade de adaptar as Nações Unidas às realidades do mundo pós-Guerra Fria do que a reforma do Conselho de Segurança. [...]. MOREIRA, J.C; SENE, E. de. Geografia para o Ensino Médio: Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: Scipione, 2002, p. 230.

Sobre a posição dos Estados Unidos no Conselho de Segurança da ONU, pode-se afirmar que esse país: I. defende a ampliação da sociedade civil e dos parlamentos nas decisões referentes ao cumprimento da Declaração Universal dos Direitos Humanos; II. defende, caso seja aprovada a expansão do Conselho de Segurança, que a indicação dos novos membros seja feita pelos países do continente ou da região que representam; III. é favorável à entrada, como membros permanentes, do Brasil, de outros representantes dos países subdesenvolvidos e, ainda, do Japão; IV. tem adotado posições unilaterais, colocando em risco o prestígio e a própria existência das Nações Unidas.Dentre as afirmativas acima, estão corretas apenas: a) I e II b) II e IV c) I e III d) I e IV e) II, III e IV ASSUNTO: MORAL E ÉTICA UFF H7 - Identificar os significados histórico-geográficos das relações de poder entre as nações. H9 - Comparar o significado histórico-geográfico das organizações políticas e socioeconômicas em escala local, regional ou mundial. Leia o texto a seguir. Uma notável virada na história do casamento teve início na década final do século XX, com a institucionalização oficial do casamento homossexual, ou “parceria”. [...] O reconhecimento da homossexualidade como forma legítima de sexualidade foi parte da revolução sexual do ocidente. Ela está agora descriminalizada onde era ainda um delito, e em 1973 foi retirada da lista de desordens mentais da Associação Psiquiátrica Americana. Em 1975, a Comissão de Serviços Civis dos EUA retirou sua interdição à contratação de homossexuais. Logo, a discriminação dos homossexuais é que passou a ser considerada um delito.A igualdade em relação à “orientação sexual” esteve nas normas para a nomeação de prefeitos na Holanda na década de 1980, por exemplo. Grande avanço internacional foi sua inclusão na Constituição Sul-Africana pós apartheid[em 1996]. [...] Entretanto,


o que é interessante nesse nosso contexto particular são as reivindicações de gays e lésbicas pelo direito ao casamento e a aceitação parcial de suas exigências. O maior progresso aconteceu no norte da Europa [...]. [...] as parcerias de mesmo sexo foram inicialmente institucionalizadas na Escandinávia como tantas outras coisas da moderna mudança da família.Desde 1970, as autoridades suecas reconheciam alguns direitos gerais de coabitação dos parceiros do mesmo sexo, reconhecimento sistematizado em 1987 no Ato dos Coabitantes Homossexuais. A primeira legislação nacional sobre parcerias registradas entre casais do mesmo sexo foi aprovada na Dinamarca, em 1989, e serviu de modelo para outros países escandinavos. Na Holanda, a lei sobre parcerias registradas está em efeito desde 1998, na França desde 1999, abrangendo também relações pessoais solidárias que não apenas homossexuais. [...] No Brasil, um projeto de lei do Partido dos Trabalhadores, então na oposição, foi apresentado antes das eleições de 2002, mas não foi ainda votado. O casamento não está desaparecendo. Está mudando. THERBORN, G. Sexo e poder: a família no mundo, 1900-2000.São Paulo: Contexto, 2006. p.329-331.) Os direitos dos homossexuais relatados no texto constituem-se em demandas expostas pelos: a) “clássicos” movimentos operários organizados em vários países desde o século XIX, voltados para os problemas de classes sociais, direitos trabalhistas, participação política e sindical, fortemente impulsionados pelos líderes sindicais. b) “tradicionais” movimentos religiosos da América Latina e outros países no século XX, voltados pela humanização das relações sociais, direitos humanos, inclusão social e política, fortemente impulsionados pelos líderes eclesiásticos. c) “recentes” movimentos sociais surgidos em vários continentes na década de 2000, voltados para a manutenção dos direitos civis, fortalecimento do casamento como instituição familiar sólida e eficaz na preservação da estrutura social patriarcal. d) “modernos” movimentos sociais surgidos em todo o mundo na década de 1930, voltados para a consolidação dos laços de solidariedade, união e civilidade, fortemente impulsionados pelos líderes do sindicalismo corporativo.

e) “novos” movimentos sociais surgidos em vários países a partir dos anos de 1960, voltados para os problemas identitários de grupos, gênero, etnias e políticas do corpo, fortemente impulsionados pelas ativistas feministas. ASSUNTO: GRÉCIA ANTIGA E QUESTÕES SOCIAIS ATUAIS UFF H11 - Identificar registros de práticas de grupos sociais no tempo e no espaço. Leia o texto a seguir. “Mirem-se no exemplo Daquelas mulheres de Atenas Vivem pros seus maridos Orgulho e raça de Atenas.” Chico Buarque de Holanda Da civilização grega aos nossos dias, as mulheres passaram a ocupar um espaço maior na sociedade. Sobre o papel da mulher ao longo da História, assinale a alternativa correta. a) As mulheres cretenses e espartanas, ao contrário das atenienses, gozavam de prestígio e de liberdade na sociedade; até mesmo aprendiam a ler e escrever tanto quanto os homens. b) Na sociedade romana, a mulher tinha direitos iguais aos do homem, até mesmo no plano político; isso explica a presença de algumas imperatrizes, como Cleópatra, na chefia do Estado Romano. c) “Acorda Maria Bonita / Acorda vai fazer o café (...)”. Nestes versos de uma canção clássica da música brasileira, encontramos a prova de que à companheira de Lampião cabiam apenas tarefas domésticas. d) Margaret Thatcher, primeira-ministra do Reino Unido de 1979 a 1990, uniu as chefias do Estado e do governo, assumindo funções até então reservadas à rainha Elizabeth II. e) Benazir Bhutto, duas vezes primeira-ministra do Paquistão, foi favorecida pelo fato de seu país ser o mais progressista, dentro do mundo islâmico, no tocante aos direitos das mulheres. ASSUNTO: SEGUNDA QUERRA MUNDIAL UFF H27 - Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e/ou geográficos.


“O pedaço da terra mais disputado do mundo talvez seja a terra de Canaã. Este lugar, hoje chamado de Israel, ocupa uma faixa bem estreita entre o mar Mediterrâneo e o rio Jordão. Canaã é pequena, contendo uma área bem menor que o estado de Sergipe e menos de uma metade dos metros quadrados de Alagoas. Mesmo assim, esse território tem sido almejado e contestado desde a antiguidade.” <http://profjoaodehistoria.wordpress.com/2010/02/08/ sobre-o-conceito-de-historia/>. Acesso em 08 de julho de 2011. Qual o significado da “Terra Prometida” para o povo judeu? a) Corresponde a uma terra sagrada, pois foi dada por Deus a Abraão e sua descendência.

– Desculpem! Posso chamar a vossa atenção para o fato de que a Guerra do Médio Oriente já acabou?Na legenda do canhão: “Preço da Gasolina”. In Revista do ACP de Set./Out. 1967, apud: http://sentidosdavida.blogspot.com/2004_09_01_arch ive.html, acesso em 12 de julho de 2011. A charge foi publicada entre setembro e outubro de 1967, alguns meses após o fi m da Guerra dos Seis Dias (6 a 11 de junho de 1967) e faz uma crítica: a) ao aumento do preço da gasolina por parte das grandes distribuidoras, justificado por um conflito que já havia cessado. b) à inflação gerada pela Crise Global do Petróleo, ocasionada pela redução da produção do produto em virtude da Guerra dos Seis Dias.

b) Foi a terra conquistada aos Palestinos e onde foram sepultados os principais patriarcas hebreus.

c) à Crise Mundial do Petróleo, quando a OPEP determinou a proibição da produção do produto enquanto não houvesse um cessar-fogo.

c) Significa respeito aos mortos no holocausto, sendo um território que foi doado pela ONU após a Segunda Guerra.

d) ao desrespeito pela memória das vítimas da Guerra dos Seis Dias, que lutavam pela redução do preço dos combustíveis.

d) Refere-se à terra concedida pelo deus Alá a seu povo em troca de sua fidelidade ao monoteísmo.

e) ao descaso da população mundial com o aumento do preço dos combustíveis, em virtude de um conflito no Oriente Médio.

e) Tem um significado místico, pois foi ali que Jesus Cristo viveu seu calvário, sendo crucificado e ressuscitando após três dias. ASSUNTO: CONFLITOS UFF H7 - Identificar os significados histórico-geográficos das relações de poder entre as nações. H8 - Analisar a ação dos estados nacionais no que se refere à dinâmica dos fluxos populacionais e no enfrentamento de problemas de ordem econômicosocial. Analise a charge e assinale a opção correta.

ASSUNTO: CONFLITOS UFLA H7 - Identificar os significados histórico-geográficos das relações de poder entre as nações. H8 - Analisar a ação dos estados nacionais no que se refere à dinâmica dos fluxos populacionais e no enfrentamento de problemas de ordem econômicosocial. Nas últimas décadas se tornaram constantes os noticiários sobre atentados e conflitos no Oriente Médio. Os motivos alegados foram variados, com destaque para o “ressentimento ilimitado” dos países árabes contra Israel. Esse ressentimento deve-se, segundo as palavras do ex-secretário de Estado norte-americano Henry Kissinger, a três aspectos: 1. o religioso, firmado nos preceitos do Corão, que considera o povo israelense indigno; 2. o político, centrado na criação do Estado de Israel e nas sucessivas derrotas dos árabes nos confl itos armados desde 1948; 3. o socioeconômico, derivado da criação de uma sociedade moderna e ocidentalizada em Israel, a


qual acentuou as diferenças entre israelenses e árabes.

a) a porção do globo que mais importa petróleo é o Oriente Médio, região carente deste recurso.

Além desses aspectos, existem questões relacionadas mais diretamente com a constituição de uma sociedade de Moda, que servem de entrave à paz na região. Assinale a opção que melhor se enquadra nesse aspecto.

b) o Japão consome petróleo principalmente da Rússia, em função da proximidade geográfica.

a) Há uma preocupação dos líderes muçulmanos com a influência da religião ocidental na população muçulmana, que poderia continuar decaindo no Oriente Médio.

d) a Venezuela é um importante exportador de petróleo para os EUA.

b) Na visão dos muçulmanos, sobretudo os fundamentalistas, os valores culturais ocidentais levariam a uma corrupção dos fundamentos do islamismo.

ASSUNTO: FONTES DE ENERGIA UFJF H6 - Interpretar diferentes representações gráficas e cartográficas dos espaços geográficos. H27 - Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e/ou geográficos.

c) Os líderes políticos do Oriente Médio demonstram preocupação com a influência das democracias liberais ocidentais, que podem corromper a orientação política islâmica.

c) a Europa é importante exportadora de petróleo em função da grande quantidade de países produtores.

e) segundo o mapa, o Brasil é um grande exportador de petróleo.

d) As manifestações das mulheres muçulmanas contra o uso da burca e por maior integração à moda demonstram a influência da cultura ocidental e diminuem o poder da religião. e) A estrutura da economia ocidental é contrária aos valores muçulmanos e não é aceita pelos grupos fundamentalistas que dominam os países árabes. ASSUNTO: FONTES DE ENERGIA UFJF H6 - Interpretar diferentes representações gráficas e cartográficas dos espaços geográficos. H27 - Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meio físico, levando em consideração aspectos históricos e/ou geográficos. Considerando a geopolítica do petróleo e os dados da figura abaixo, em que se observam os grandes fluxos de importação e exportação desse recurso energético de origem mineral, pode-se afirmar que:

A partir dos dados, é possível aferir com segurança que: a) os maiores produtores mundiais de petróleo são membros da Opep. b) os países árabes são os maiores produtores mundiais de petróleo. c) observa-se uma coincidência entre os países produtores, exportadores e importadores de petróleo. d) os grandes importadores mundiais de petróleo não são grandes produtores.


e) os principais exportadores não figuram dentre as maiores economias mundiais, fato mais comum entre os importadores ASSUNTO: FONTES DE ENERGIA UFJF H6 - Interpretar diferentes representações gráficas e cartográficas dos espaços geográficos. H27 - Analisar de maneira crítica as interações da sociedade com o meiofísico, levando em consideração aspectos históricos e/ou geográficos Os setogramas mostram a Produção Energética Mundial em dois momentos distintos: 1973 e 2005.

A partir da observação dos gráficos e dos seus conhecimentos, pode-se afirmar que: a) no contexto da produção energética mundial, entre os dois momentos analisados, a energia nuclear teve uma diminuição em seus índices porque sua construção e operação apresentam altos custos, com elevada emissão de gases de efeito estufa. b) atualmente, a fonte de energia renovável que mais aumenta a produção é a eólica, devido ao funcionamento mais limpo e mais confiável, apesar da média emissão de gases. c) a grande queda na produção de energia a partir do petróleo ocorreu nesse período devido à redução das reservas petrolíferas mundiais e o crescente desenvolvimento de novas tecnologias de energias não renováveis, como a geotérmica e o biocombustível. d) o rápido aumento da produção de energia de fontes não renováveis, como a solar, hidráulica, marés, correntes marítimas e biomassa, deve-se ao fato de não gerarem poluição e risco de grandes acidentes. e) a redução de energia produzida pelo carvão mineral deve-se, entre vários fatores, ao fato de

provocar elevada emissão de gases de efeito estufa e contribuir para a ocorrência de chuva ácida.

H14 - Comparar diferentes pontos de vista, presentes em textos analíticos e interpretativos, sobre situações ou fatos de natureza histórico-geográfica acerca das instituições sociais, políticas e econômicas. Leia o fragmento de texto a seguir: “Teria orgulho, sim, e estava seguro de que um dia teria mesmo esse orgulho, se a luta e o sofrimento fossem não para preservar um Brasil onde muitos trabalhavam e poucos ganhavam, onde o verdadeiro povo brasileiro, o povo que produzia, o povo que construía, o povo que vivia e criava, não tinha voz e nem respeito, onde os poderosos encaravam sua terra apenas como algo a ser pilhado e aproveitado sem nada darem em troca, piratas de seu próprio país; [...] teria orgulho se essa luta tivesse sido, como poderia ser, para defender um Brasil onde o povo governasse, um grande país, uma grande Pátria, em que houvesse dignidade, justiça e liberdade!” RIBEIRO, J. U. Viva o povo brasileiro. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984. • Os escritos de Karl Marx refletem o seu interesse pelas mudanças do tempo moderno, principalmente as obras ligadas ao desenvolvimento do capitalismo e a seus principais elementos: o capital e a mão de obra assalariada. Nesse sentido, pode-se utilizar esse recorte de texto do clássico de João Ubaldo Ribeiro para exemplificar o conceito de: a) mais-valia, que, ao desvalorizar o trabalho, aumenta o valor do produto e gera diferenças sociais. b) luta de classes, as quais, no capitalismo, estabelecem desigualdades e relações de antagonismo e exploração. c) dominação, em que a economia mecanicamente determina todas as demais esferas da sociedade. d) trabalho visto como a única força capaz de fazer um grupo se sobrepor ao outro, impondo a sua vontade como verdade. e) alienação, em que os operários não percebem o produto final como resultado do seu trabalho por causa das desigualdades sociais.