Page 1

Produtor secreto

Ele quer deixar para trás a produção atual de 50 litros/dia e profissionalizar-se como produtor de leite. A mulher está animada e comprometida. Área eles têm, instalações também. Falta orientação. É o que a Mundo do Leite e seus parceiros irão proporcionar, oferecendo assistência técnica especializada ao casal. Você vai poder acompanhar o passo a passo deste projeto pioneiro e inovador a partir da edição de Outubro/Novembro nas páginas da revista e inspirar-se. Acompanhe!


Capítulo 7

Azulou! Depois de alimentar as planilhas de controle com os dados do mês de agosto, o técnico da Cooperideal que dá assistência na propriedade do nosso produtor secreto ergueu os olhos do notebook e anunciou: azulou! Fica fácil imaginar o entusiasmo que tomou conta de todos ao redor da mesa com a revelação que os números trouxeram. A palavrinha mágica resumia o resultado de um ano de trabalho. Mas não teve mágica; teve, sim, muito erro, correção de rota, empenho do produtor e de sua mulher em corrigir os equívocos e paciência do técnico em retomar a cada visita os fundamentos da produção de leite com foco profissional. O resultado foi que depois de 12 meses pela primeira vez sobrou dinheiro no bolso – ou melhor, no pasto.

Vamos entender como se deu a passagem do vermelho pro azul. Com as vacas em lactação que tinha, mais cinco novilhas adquiridas no início de julho e que pariram no mesmo mês, o produtor elevou sua produção diária para 150 litros e chegou ao final de julho com mais de 4.000 litros produzidos. Com uma ajudazinha do preço, que foi melhorando ao longo do tempo, deu pra pagar todas as contas e sobrou algum. Mas sobraram, principalmente, as vacas secas de qualidade duvidosa, resultantes de uma compra equivocada, e seus bezerros, que agora estão disponíveis para descarte. Com produção estabilizada até o final do ano, há tempo para vender e comprar com tranquilidade, para alojar novilhas ou vacas jovens e prenhas nos novos piquetes que estão sendo preparados e virar o ano com produção crescente.

Próximos passos: • Além da compra de novas reses, o técnico

recomendou a colocação de brincos em todas as vacas, para facilitar o controle. Com o aumento das vacas em lactação, os descartes e a entrada de novas vacas no rebanho, conhecê-las pelo nome vai ficando cada vez mais complicado. • Fazer um novo exame de toque, para identificar as vacas prenhas. • Fazer novos exames de brucelose e tuberculose.

A revista Mundo do Leite e seus parceiros estão proporcionando assistência técnica especializada a um produtor de leite com o propósito de mostrar que a atividade é rentável quando gerida de forma profissional. Acompanhe o passo a passo deste projeto pioneiro inovador páginas da revista e no Portal DBO. Inspire-se! Mundo edo Leite – nas fev/mar 2018

A

• Dar início à segunda ordenha, já

recomendada na visita anterior mas ainda não realizada por necessidade de contratação de um colaborador. O produtor estima que o leite da segunda ordenha pagará a mão de obra adicional. • Com o retorno das chuvas, acertar a altura do pasto nos piquetes com roçadeira e dar início à adubação.


Está sendo um grande aprendizado. Lidar com os piquetes, saber a hora certa de colocar e tirar os animais, talvez tenha sido o maior desafio. Anotar as datas de parição, desmama, cobertura, controle leiteiro, chuvas, temperatura, no começo a gente pensa que é coisa desnecessária e que dá muito trabalho. Mas agora já dá pra ver por que tem que fazer. Já consigo planejar. Errei muito, tomando decisões sem pensar lá na frente, mas com a ajuda do técnico felizmente conseguimos ir corrigindo. Ainda tem muito que aprender, mas já não estamos no zero. Minha meta pro próximo ano é no mínimo dobrar a produção.” Depoimento do produtor

Realização

Apoio

Patrocínio Mundo do Leite – fev/mar 2018

B

Produtor Secreto: um ano de luta para produzir leite (Parte 7)  
Produtor Secreto: um ano de luta para produzir leite (Parte 7)