Page 1

Boletim Informativo do Colégio Evangélico Alberto Torres - Lajeado/RS - Ano 13 - Nº 53 - Novembro de 2012

CEAT inicia 2013 em nova estrutura Alunos apresentam projeto em Feira de Ciências

CEAT nas Férias com inscrições abertas

Ceat Região Alta realiza 1ª Gincanat


EDITORIAL

Querida e importante comunidade escolar e leitores do Jornal Expressão do CEAT!

Divulgação

2

Cedelinho para conhecer Lajeado Os alunos da 2ª série do Ensino Médio fizeram uma saída de compo para reconhecer a estrutura dos bairros de Lajeado e algumas regras do Plano Diretor do município. “Fomos até a parte nova da Rua Benjamin Constant, passamos por áreas industriais e bairros populares”, afirmou o professor Fernando de Oliveira. Tudo isso a bordo do Cedelinho! Divulgação

Divulgação

Trazemos a todos uma nova edição do Jornal Expressão da nossa escola, este que é um dos nossos meios de comunicação. Além da comunicação, o nosso Jornal tem como objetivo principal valorizar aquilo que constitui a nossa escola. Portanto, nele encontramos, essencialmente, registros das ações pedagógicas e seus resultados junto aos nossos alunos. Assim compreendemos o que se desenvolve na sala referência de cada turma e também em outros ambientes e situações de aprendizagens oportunizadas a partir do Projeto Pedagógico do CEAT. Num trabalho realizado a várias mãos, ao longo dos 120 anos do colégio, este projeto tem como missão promover educação de qualidade, alicerçada nos princípios cristãos, onde conhecimento, cultura e tecnologia estão a serviço da vida. Esta, sendo a missão da nossa escola, é também a de cada um de nós, a de cada um que faz o CEAT: profissionais da educação, pais, alunos e membros da mantenedora. Com isso, estabelecemos o nosso objetivo. Para atingirmos os resultados, ou seja, efetivarmos a nossa missão, sabemos do quanto dedicação, seriedade e comprometimento se fazem necessários. No processo de execução do projeto e, como podemos ler no Expressão, destacamos o quanto o CEAT prima pelo estudo, consolidando-se como uma escola forte e referência na educação. Além do currículo obrigatório, que é a nossa base, apresentamos, no Expressão, várias atividades complementares e optativas ao currículo, para as quais o aluno do CEAT é convidado e motivado a participar, assim como ações desenvolvidas comunitariamente pela comunidade escolar. Concluindo este ano letivo, inauguraremos o prédio novo do colégio, o qual somará significativamente ao processo pedagógico junto ao trabalho da educação básica e oportunizará a abertura de novos serviços, como o CEAT Idiomas, e também a oferta de cursos na área profissional, com vistas à qualificação. Este abrigará novos ambientes de aprendizagem, dentre eles um bloco com laboratórios para diferentes áreas do conhecimento e um auditório com capacidade para receber 500 pessoas. O projeto traz consigo um conceito sustentável no conjunto das instalações. Desejamos uma boa leitura e que tenhamos uma excelente conclusão deste ano em que comemoramos o 120º aniversário no colégio. Desejo um abençoado Natal em Família e um 2013 repleto de realizações!

Rodrigo Ulrich, Diretor do CEAT

Novembro/2012 - CEAT

Escolinha de Artes realizou exposição Foi realizada, em outubro, a exposição “Cores, flores e amores”, produzida pelos alunos da Escolinha de Arte do Ceat, no espaço de arte do prédio 09 da Univates. Organizada pela professora e artista plástica Liane Paaschen, a mostra reuniu experiências dos alunos com pintura, escultura e desenho. Segundo Liane, as obras são resultado da experimentação dos alunos com a mistura de cores. “As crianças perceberam que o desenho de flores se repetia constantemente ao fazermos misturas de cores. Para completar o tema, eles criaram esculturas com os animais de estimação de sua preferência, ou os seus amores”, afirmou ela.

Expediente Expressão é o boletim informativo do Colégio Evangélico Alberto Torres - CEAT Rua Alberto Torres, 297 | CEP 95900-000 Lajeado - RS Fone: (51) 3748-7000 E-mail: imprensa@ceat.net Site www.ceat.net Diretor: Rodrigo Ulrich Redação e editoração: Nicole Morás (MTB 16.372) Revisão: Lilian Spohr Tiragem: 2.000 exemplares Impressão: Gráfica Lajeadense


CEAT - Novembro/2012

APPA

CEAT inaugura Rua Professor Altmann

Para quem sempre incentivou a música na escola, a inauguração da rua em sua homenagem não podia ser diferente. Ao som dos pássaros e do Conjunto Instrumental do Ceat, a rua em homenagem ao ex-diretor Friedhold Altmann foi inaugurada no último sábado, 27, na presença dos seus herdeiros, Renate, Werner e Walter. De acordo com o diretor da escola, Rodrigo Ulrich, muitos dos legados do Professor Altmann ainda estão no Ceat. “Mesmo sem estar presente entre nós, ele continua ensinando e eu quero aprender com ele”, afirmou Ulrich, acrescentando que foi Altmann quem projetou regionalmente o Ceat através de iniciativas como o Livro Ouro que registra doações de todo o Vale do Taquari para a construção do prédio localizado na Rua Bento Gonçalves. As curiosidades da sua trajetória foram anunciadas por alunos, como sua crença no poder de transformação da música, citação que deu espaço para a apresentação do Conjunto Instrumental. Representando a família, Renate Schreiner agradeceu a todos que apoiaram a ideia da nomeação da rua. “Há 63 anos, nesta mesma época, quando eu tinha dois anos, fomos

Nicole Morás

a Cruzeiro do Sul, onde meu pai recebeu o convite para assumir a direção da escola”, lembrou ela. Renate lembrou ainda o esforço de seu pai em oferecer educação qualificada e fundamentada na fé luterana, especialmente aos filhos de pequenos agricultores. A Rua Professor Altmann tem acesso pela lateral do Parque Histórico e pela Rua Bento Rosa, onde antes eram as ruas B e D, pertencentes ao Bairro Hidráulica. Biografia Friedhold Altmann nasceu em 1911, na Linha Frank, hoje município de Westfália. Foi professor e diretor do Ceat de 1950 a 1982. Ele também foi membro do Conselho Distrital do Distrito Eclesiástico Alto Taquari da IECLB, membro do Conselho Diretor da IECLB, foi vereador por três legislaturas pelo PTB e PMDB. O ex-diretor também foi sócio-fundador do Rotary de Lajeado e foi integrante e presidente do Conselho Municipal de Educação e Cultura por vários anos. Professor Altmann recebeu o título de cidadão lajeadense em 30 de agosto de 1985.

Utilização dos espaços físicos acompanha crescimento dos alunos A área física do Ceat supera os 40 mil metros quadrados, nos quais há uma ampla área verde e uma estrutura completa de ensino com espaços como complexo esportivo e laboratórios. Um dos grandes diferenciais da escola são seus pátios, utilizados nos momentos de recreio e em atividades dirigidas. Para organizar o aproveitamento destas áreas, há uma escala de uso que busca privilegiar a todas as turmas. De acordo com a coordenadora pedagógica das Séries Iniciais, Lisnéia Schrammel, há uma ampliação dos espaços de vivências para além da sala de aula. Esse movimento tem início no Berçário, de modo que os bebês participam de atividades em uma área coberta restrita às turmas até dois anos de idade, onde há piso e brinquedos adequados para a faixa etária. Para os alunos da Educação Infantil há um pátio mais amplo e também são realizados piqueniques e passeios à área verde, ampliando a relação dos pequenos com a escola. Os alunos das Séries Iniciais desfrutam do Parque de Madeira e outras áreas abrigam os alunos nos recreios. Ainda segundo Lisnéia, estes espaços constituem ambientes importantes para realização de atividades como as coleções de materiais realizadas pelas turmas de 1ª série. 3


INSTITUCIONAL

Novembro/2012 - CEAT

Alunos apresentam projeto em Feira de Ciências divulgação

O lego é um dos recursos pedagógicos utilizados com a s turmas da 4ª à 6ª série de 8 anos do Ceat com o objetivo de proporcionar momentos nos quais os alunos aprendam a trabalhar em equipe, na busca de soluções criativas e ideias novas para situações-problema. Orientados pela professora Isabel Bundrisch, os alunos realizam montagens relacionadas aos estudos de sala de aula. As descobertas dos alunos não ficam apenas na escola. Eles foram exibidos a outras escolas durante a realização da II Feira de Ciências da Univates, que tem por objetivo despertar novos talentos para a área de pesquisa. Os alunos da 6ª série de 8 anos apresentaram o trabalho “MOVIMENTOS DA TERRA E DA LUA: observando fenômenos”, realizado através da montagem de um planetário com o objetivo de compreender as fases da Lua, a partir das posições da Terra e do Sol. “Com o projeto, os alunos puderam diferenciar movimentos de rotação e de translação e identificar aspectos dos movimentos destes astros no cotidiano”, explica Isabel. Já a 6ª série de 9 anos apresentou o projeto “Educação mediada por novas tecnologias: alternativas no ensino da matemática”, no qual há uso das montagens com lego para a compreensão das medidas de peso através de balanças. Para chegar aos resultados esperados, o grupo discutiu quais os tipos de balança existentes e sua precisão e descreveu como são obtidos os pesos na balança de pratos. “O conteúdo foi abordado também através de conceitos de equação do 1º Grau, o qual trabalha com igualdades. Assim, a balança auxiliou na criação e resolução destas equações”, acrescentou a professora. Além dos aspectos pedagógicos, os projetos apresentados na Feira de Ciências também evidenciam habilidades desenvolvidas com a atividade, como a busca pela autossuficiência, capacidade de autoavaliação, criatividade, iniciativa, raciocínio lógico e tecnológico.

Baile de 120 anos anunciou realização da Festa da Alegria Nicole Morás

Assim como nos desfiles da Festa de Inverno, as lanternas foram o motivo principal da decoração do Baile de 120 anos do Colégio Evangélico Alberto Torres (Ceat), numa releitura da tradição de 45 anos da escola. O evento, realizado no sábado, 27, reuniu ex-alunos, ex e atuais professores, pais de alunos e demais membros da comunidade escolar. Após o jantar, foi realizada uma chamada a formandos da escola desde a década de 1940, assim como dos professores que integram ou já integraram o corpo docente da escola para um registro. A música dos 120 anos do Ceat foi cantada pela aluna Júlia Mattielo, acompanhada ao teclado por João Koefender. Como em festa de aniversário não pode faltar bolo, este foi conduzido por representantes da Comissão Organizadora do Baile, e as velas foram apagadas por ex-alunos formandos da primeira turma de Comercial Básico da escola, em 1945. Para dar continuidade aos festejos, foi lançada uma reedição da Festa da Alegria que será realizada a partir de 2013 para celebrar o dia do ex-aluno do Ceat. A ex-professora Marlene Ahlert apresentou a novidade em nome dos comendadores que serão responsáveis pela organização deste evento. O baile dos 120 anos do Ceat seguiu com a apresentação da banda Voga, que animou o público, especialmente com interpretações de músicos como Michael Jackson, Elvis Presley e Shakira. Também participaram do evento o Conjunto Instrumental do CEAT e alunos do Grupo de Teatro da escola.

Você foi ao Baile e quer guardar este registro? As fotos do evento já estão disponíveis na Foto Flash - Rua Júlio de Castilhos, 853. Informações pelo telefone 51- 3714-2814. 4


Nicole Morás

INSTITUCIONAL

29 duplas do Ceat classificadas na OMU Ocorre no dia 05 de dezembro, às 14 horas, no auditório do prédio 7 da Univates, a premiação das duplas classificadas na 15ª Olimpíada Matemática da Univates (OMU). Entre as 15 melhores provas de cada série, as três melhores foram classificadas em primeiro, segundo e terceiro lugares e receberão medalhas. O Ceat teve 29 duplas entre os melhores colocados, com destaque para Regulo Ludwig Bonfiglio e Vicente Mallmann Grabin, da 5ª série, que obtiveram o melhor desempenho entre os participantes da escola. Já os alunos da 3ª série do Ensino Médio, Henrique Malmann Gräbin e Lucas Hennemann Perin, conquistaram, pelo segundo ano seguido, a primeira colocação na prova. Para o diretor do Ceat, Rodrigo Ulrich, a OMU é um dos indicadores que a escola usa para avaliar o trabalho. “Verificar um excelente resultado neste e nos últimos anos tem nos sinalizado que as ações previstas no nosso projeto pedagógico estão sendo realizadas com excelência”, afirmou ele, acrescentando que outros dois fatores determinantes identifica-se no empenho dos alunos juntamente com uma atuação qualificada dos professores. O Ceat Região Alta também teve uma dupla classificada: Quelly M. Mattos e Bianca Formentini, da 5ª série; e Igor Vuadem e Helian Altevogt (ao lado) receberão menção honrosa pela dupla ter conquistado a melhor nota da escola. Outra competição matemática na qual um aluno do Ceat se destacou foi a Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM). Vicente Lenz,da 6ª série A, foi o único classificado do Vale do Taquari para a terceira fase da OBM, considerando todos os níveis da competição.De um número inicial de 10 mil estudantes inscritos para a primeira fase na região, apenas Vicente obteve classificação após a segunda prova para a última etapa.

Vicente Lenz

Duplas da 5ª série

Dupla do Ceat Região Alta

Duplas da 8ª série

Turmas do CEAT realizam Ações de Natal As ações de Natal das turmas de Educação Infantil e Ensino Fundamental serão em benefício da Instituição Pella Bethânia, de Taquari, que atende mais de 150 internos, entre idosos e pessoas com deficiência. A instituição completou 120 anos em 2012, assim como o CEAT, e está vinculada à Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil (IECLB). De acordo com a coordenação pedagógica da escola, a proposta é que cada turma prepare uma cesta ou caixa, enfeitando-a como um presente, colocando nela as doações oferecidas. A instituição aceita doações de agasalhos, material de higiene e alimentos não perecíveis. Já a Ação de Natal das turmas do Ensino Médio será voltada para doações em benefício da pequena Bianca Ohlweiler, irmã do aluno Maikel, da turma 21C, e sua família. Bianca sofreu paralisia cerebral ao nascer e necessita de cuidados em tempo integral. O dia a dia de Bianca pode ser melhorado com a nossa ajuda. Por isso, o Ceat propõe que as turmas se engajem na doação de fraldas tamanho XG ou com contribuições espontâneas que serão revertidas na compra de um aparelho de ar condicionado, que será instalado na sua residência, pois Bianca está sempre numa cama, na cadeira de rodas ou no colo dos familiares. As caixas de recolhimento de fraldas estarão no hall de entrada do Ensino Médio. As contribuições em dinheiro poderão ser colocadas na urna que se encontra na recepção, com a funcionária Janaína. No Ceat Região Alta, as doações serão para o Hospital Roque Gonzales. Para isso, a escola irá realizar a Noite Cultural, no dia 06 de dezembro, a partir das 19h30, no Centro Comunitário. A entrada para o evento é um quilo de alimento não perecível.


EDUCAÇÃO INFANTIL

Novembro/2012 - CEAT

Caixa dos Desafios estimula aprendizagem sobre quantificação de forma descontraída divulgação Nas turmas de Educação Infantil, o interesse dos alunos é explorado pedagogicamente através de projetos que variam de turma para turma e são renovados a cada ano. Nesse sentido, a turma do Nível 4A aproveitou sua curiosidade nata para se lançar no mundo dos desafios. Com isso, foi realizado o projeto Caixa dos Desafios, que tem como objetivo desafiar as crianças com situações do dia a dia, desenvolvendo maior atenção, raciocínio, tornando-os mais confiantes. De acordo com a professora Neiva Rodrigues, a cada novo desafio, a turma procura se esforçar e uma brincadeira se transforma em trabalho sério. “Primeiramente a “CAIXA” foi apresentada para a turma e as crianças tiveram várias ideias sobre ela e o que poderia haver dentro. Após todos se familiarizarem com a palavra “desafios”, a cada terça-feira surgiam novos desafios”, descreveu a professora. Alguns exemplos são os diversos materiais explorados, desde livros, bolhas de sabão, flores e tantos outros. Agora o projeto está em um segundo momento, no qual cada criança leva a Caixa para casa e a família deve criar um novo desafio, registrar no livro e colocar na caixa objetos para a contagem do grupo. “Percebo que o grupo cresceu como equipe, e que a resolução dos desafios não é um problema, e sim uma diversão’, finaliza Neiva.

EXEMPLO DE DESAFIO Quantas maçã estão maduras? Quantas estão verdes? Quantas caíram no chão? No total são quantas maçãs? E se eu tirar 3 maçãs, quantas ficarão na árvore?

Forma divertida de estudar o alfabeto Uma forma diferente de aprender sobre o alfabeto foi idealizada pela turma do Nível 5A, da professora Karin Pulita, no Ceat, que criou o boneco “Alfabetinho” ou “Betinho”, como é carinhosamente chamado. A iniciativa faz parte do projeto “Conhecendo as Letras , que tem m por objetivo facilitar a assimilação das letras do alfabeto e interagir de maneira lúdica com a leitura ra e escrita. “Enquanto brinca, a criança vai tendo contato com as letras do alfabeto, de forma puramente ramente lúdica, o que oportuniza a caminhada na construção do processo de letramento, sem pretensão de alfabetizar a criança”, explica a professora. O boneco é feito de pano, quase da altura das crianças e pode trocar de roupa. A sua camisa é toda com letras do alfabeto e há um zíper na barriga e, dentro dela, há uma porção de letras de madeira para as crianças brincarem O “Betinho” também carrega uma mochila onde há um pijama, um jogo chamado Bingo das Letras, o livro Alfabeto Monstruoso - com muitas rimas envolvendo as letras do alfabeto - e uma lousa para escrever, desenhar. “E o Diário do Alfabetinho onde cada criança registra como foi visita do boneco na sua casa”, acrescenta Karin.

‘‘

a

“É um excelente trabalho, a família se diverte e ensina junto, e para a Isadora foi um aprendizado muito bom, pois brincando e aprendendo ao mesmo tempo é ótimo, para estimular sem estar forçando. O trabalho em conjunto para o desenvolvimento de cada criança é maior. Um trabalho maravilhoso.” ( pais da Isadora Schmidt )

6


CEAT - Novembro/2012

EDUCAÇÃO INFANTIL

Os espaços explorados pelos bebês do Berçário divulgação

Assim como você viu na página 03, o Ceat dispõe de diversos ambientes que são explorados pelos alunos em diferentes atividades e estágios da vida escolar. E tudo começa no Berçário, quando os bebês começam a criar vínculos com a escola e a interação deles com o ambiente é cuidadosamente pensadas pelas professoras, já que a presença de materiais e brinquedos apropriados e mobiliário adequado trazem informações importantes para a criança que está aprendendo a interagir num espaço educativo. “Se percebemos que os bebês precisam de apoio para aprender a andar, o que posso promover para tanto? Caixas recheadas de jornal, encapadas com lindas imagens, para que possam empurrar é uma dentre tantas possibilidades”, avaliam as professoras Jane Ritt e Luciane Scherer. Nas salas de aula do Berçário, há também um espaço destinado para brinquedos emborrachados, no qual as crianças desenvolvem a percepção espacial ,o equilíbrio, a coordenação motora ampla e as mais variadas sensações, como subir e descer, balançar, encaixar, esconder-se entre outros. O espelho também é um aliado ao desenvolvimento infantil para que as crianças conheçam e se conscientizem sobre sua imagem. “Por meio das brincadeiras que faz em frente a ele, a criança começa a reconhecer sua imagem e as características físicas que integram a sua pessoa”, acrescentam as professoras. E já que é nesta idade que eles engatinham e exploram o chão, uma possibilidade é investir em materiais como tapetes especiais presos ao chão para não escorregar, feitos de plástico bolha, e.v.a e papel ondulado, exemplificam. “Enfim, as propostas para o brincar vão partir do que conhecemos a respeito do que as crianças já sabem e precisam aprender. Baseado nestes conhecimentos, começamos a inventar e reinventar os espaços dentro e fora da sala de aula”, finalizam as professoras.

‘‘

Espelho é uma das formas de autoexploração e de descoberta do ambiente

“Todo ambiente se define pelo conjunto de relações das pessoas entre si e com o espaço físico. Toda e qualquer proposta de criação de um ambiente lúdico precisa considerar muito quem ocupa tal ambiente, como ocupa, o que faz e como interage.”

divulgação

COMO PINTORES... No Ateliê de Artes, as crianças do N3A ouviram uma linda história sobre o artista Monet. Depois, como pintores, seguiram para o pátio do Bloco II e realizaram uma bonita obra de arte...Veja a turma do Maneco Caneco pronta para pintar o sete!

7


ENSINO FUNDAMENTAL

Novembro/2012 - CEAT

Lanche saudável é estimulado no CEAT Alinhado com a proposta de alimentação saudável, que tem início na Educação Infantil através do estímulo ao consumo de frutas e verduras nas refeições realizadas na escola, o lanche também é um dos cuidados das turmas das Séries Iniciais do Ceat. Segundo a coordenadora pedagógica Lisnéia Schrammel, os pais são orientados sobre como proceder na escolha dos alimentos enviados à escola. A partir do segundo semestre, as turmas da 1ª série podem comprar seus lanches, uma vez por semana, na cantina da escola, que também oferece opções de cardápio saudável. Além da saúde, a iniciativa também auxilia na exploração matemática através de situações problemas do cotidiano. “Os alunos passam a lidar com questões como o troco antes mesmo da sistematização dessa abordagem matemática”, explica Lisnéia. A partir da 6ª série, o tema também é explorado nas aulas de Educação Física nos projetos de café da manhã e lanche saudável, reforçando a proposta. Através de atividades de pesquisa e em parceria com a nutricionista do Ceat, Ana Paula Dexheimer, os alunos aprendem sobre os nutrientes e a importância das refeições.

fotos Nicole Morás

Lanche de alunos da 1ª série C é repleto de frutas

4ª série realiza pesquisa com os Projetos Individuais A autonomia do aluno é um dos valores do Ceat, trabalhado através de diversos projetos ao longo da vida escolar do aluno, como o projeto de pesquisa da 4ª série. Chamado de Projeto Individual, a atividade contempla os interesses individuais de cada aluno, pois permite que ele tenha acesso a diferentes formas de construir conhecimento, não se limitando apenas a recebêlos através das informações dadas pelo professor. De acordo com a professora Lizete Kronbauer, o estudante observa, pesquisa, registra e compartilha seu objeto de estudo expondo-o, recontando-o, narrando-o através de diferentes linguagens. Além disso, acrescenta a professora Maria da Glória Roos, os alunos entram em contato com estratégias de organização de um projeto de pesquisa, como por exemplo a estruturação da justificativa. O trabalho é orientado pela professora e trabalha habilidades como leitura e compreensão, performance para a apresentação, oralidade e desinibição. Realizado anualmente, as apresentações das 4ªs séries de 2012 tem início na segunda quinzena de novembro.

Alunos da 4ª série A

Alunos da 4ª série B

Grupos de teatro estreiam suas peças Estrearam, em outubro, os espetáculos dos três grupos de teatro do CEAT, dirigidos pela professora Cristiane Schneider! Os alunos das 5ª e 6ª séries apresentam a peça “O Show do Ano”, organizada por eles. O grupo de 7ª e 8ª séries exibiu o texto escrito pelo aluno Maurício Schneider, “Desventuras da Família Silva”. Fechando as estreias, a turma do Art&Manha, formada por alunos do Ensino Médio, revelou “O Fantástico Circo dos Sonhos” - um emocionante roteiro criado pelo próprio grupo, e redigido pela aluna Juliana Colombo. Atribuem-se aos criativos artistas os figurinos, a produção e a trilha sonora. A pré-estreia da peça aconteceu na ATESE, encontro de teatro da Rede Sinodal. Os grupos do Ceat de Lajeado e da Região Alta também participaram da Intesi (ao lado), outro evento da Rede Sinodal.

8

Divulgação


CEAT - Novembro/2012

ENSINO FUNDAMENTAL

Pais e alunos integrados no debate sobre adolescência Nicole Morás

Uma introdução sobre o que é a adolescência foi realizada, na última semana, com as turmas da 6ª série do CEAT, no evento “Adolescer”, na parceria do Ceat com a Unimed. As apresentações e discussões levantaram temas como as principais transformações que ocorrem neste período, o corpo em mudança e as diferenças entre amizade, ficar e namorar. De acordo com a orientadora educacional do Ceat, Laura Elter, o destaque do evento ficou por conta da participação dos pais, que discutiram junto com seus filhos sobre as temáticas, abordando como tudo ocorria quando eles entraram na adolescência. “Os profissionais da Unimed foram os mediadores neste contexto após a leitura de textos de apoio e de uma apresentação geral. Em grupos, pais e filhos falaram também sobre o relacionamento familiar nesta etapa da vida”, disse Laura, explicando que a atividade faz parte de uma preparação para o projeto Adolescência que é desenvolvido de forma mais aprofundada com as turmas de 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental. “A iniciativa auxilia ainda a fortalecer a parceria entre pais e escola”, acrescentou a orientadora educacional.

Jamboree integra alunos O Dia das Crianças motivou algumas atividades no Ceat, como o Jamboree, realizado com as turmas da 5ª série, 6ª série de 9 anos e 6ª série de 8 anos. De acordo com a professora Rosane Isse, jamboree é um encontro de grupos de pessoas, no qual acontece uma atividade com o objetivo de integração e novas amizades. As atividades deste Jamboree foram realizadas o livro, como são conhecidas as quadras cobertas da escola, no dia 11 de outubro, como o jogo de Pic Bandeira. 'Os alunos gostam muito deste jogo, pois ele é um jogo de estratégias, velocidade e agilidade”, disse Rosane. Foram formados 6 grupos de cada série, observando o mesmo número de meninas e meninos em cada grupo e por ordem alfabética.

Divulgação

Turmas ampliam aprendizagem com viagens de estudos Divulgação

Para colocar em prática as aprendizagem de sala de aula e obter novos conhecimentos, as turmas do Ceat participam de viagens de estudos ao longo do ano, como a criançada da 2ª série que foi para o Zoológico, em Sapucaia do Sul. De acordo com a vice-diretora, Rosângela Von Mühlen Maciel, as viagens de estudo têm o objetivo de contribuir para um melhor aproveitamento dos assuntos desenvolvidos em aula. Para tanto, cada viagem, é planejada conforme os conteúdos trabalhados na turma e prioriza o contato mais próximo do estudante com a realidade, enfocando a pesquisa. No Ceat Região Alta, essa iniciativa também é realizada. Veja para onde nossos alunos foram em 2012: 1ª série - Sítio Pedagógico Paraíso - Santa Cruz do Sul (CEAT Lajeado e Região Alta) 2ª serie– Zoológico, em Sapucaia do Sul - (Lajeado e Região Alta) 3ª série - Quinta da Estância Grande, em Viamão (Lajeado e Região Alta) 4ª série - Tour por Lajeado e visita às empresas Furki e Docile (Lajeado); e Ilópolis (Região Alta) 5ª série - Tour por Porto Alegre (Lajeado); e Ilópolis (Região Alta) 6ª série de 9 anos - Instituto Martim Pescador, em São Leopoldo; Museu de Ciências e Tecnologia da PUC e Planetário 3D, em Porto Alegre - (Lajeado e Região Alta - e turmas de 6ª série de 8 anos)

Turmas de 2ª série no Zoológico 6ª série de 8 anos – Ceclimar, em Tramandaí - (Lajeado) 7ª série - Fundação Thiago de Moraes Gonzaga,-Territórios Negros: Afro-brasileiros, em Porto Alegre - (Lajeado e Regiãso Alta); e Moinhos do Campo Centro de Lazer, em Bom Retiro do Sul - (Lajeado) 8ª série – Viagem das 8as

9


PRINCIPAL

Novembro/2012 - CEAT

CEAT inicia ano letivo de 2013 em novo espaço O início do ano letivo de 2013 será realizado no novo prédio do CEAT, o qual está na fase final de construção dos 13 mil metros quadrados, distribuídos em 7 andares, entre dois subsolos de estacionamento e cinco pisos. Entre os espaços planejados, além do auditório, está um restaurante, biblioteca, laboratórios, administração e salas de aula. O prédio foi projetado com um viés sustentável, de maneira a aproveitar melhor os recursos naturais disponíveis como iluminação, diminuindo a necessidade de outras fontes de energia. Além da preocupação com a eficiência energética, um dos diferenciais da obra é o Telhado Verde, um jardim sobre o telhado das edificações mais baixas, como biblioteca e auditório, o que funciona como isolante térmico e acústico, além de contribuir na absorção da água das chuvas. A fim de planejar a organização interna dos futuros laboratórios que estarão disponíveis no novo prédio do Ceat, os professores da escola fizeram uma visita à edificação no mês de setembro. De acordo com o diretor Rodrigo Ulrich, já há alguns itens planejados, mas “agora é o momento que precisamos da orientação, do olhar do professor da área”, explicou ele. Para isso, os professores visitaram a nova estrutura e fizeram suas sugestões, como materiais e recursos que devem ser disponibilizados nos novos espaços. Conforme explica Rodrigo, a ideia é que os docentes e funcionários estejam envolvidos na organização de outras áreas. “ Faremos isso com outros laboratórios e também com as salas de aulas”, garantiu ele. O novo prédio do CEAT que agora ganha forma é resultado de um trabalho realizado nos últimos cinco anos por membros de uma comissão responsável pelo planejamento, orçamento e acompanhamento da obra, presidida por Rudolfo Goldmeier. Segundo ele, o novo prédio foi pensado para o futuro. “Estive na inauguração do edifício do Ensino Médio, em 1953, que está sendo utilizado até os dias atuais. Agora faremos a inauguração deste prédio visando os próximos 50 anos”, afirmou Goldmeier. Além dos espaços destinados às atividades já realizadas, serão reservadas algumas salas específicas para o CEAT Idiomas, uma novidade da escola aberta à toda a comunidade interessada em participar de aulas de línguas estrangeiras – alemão, inglês e espanhol. Coordenada pela professora Karla Bertoglio, esta iniciativa vai ao encontro do planejamento estratégico do Ceat e também atende a uma demanda verificada junto a lideranças locais.

CEAT SE TORNA CENTRO EXAMINADOR DO PEARSON TEST OF ENGLISH Em outubro, o CEAT assinou um contrato com a Editora Pearson, o qual credencia a escola como um Centro Examinador do Pearson Test of English (PTE), uma prova de proficiência para certificação de nível em Língua Inglesa com validade internacional. De acordo com o diretor do Ceat, Rodrigo Ulrich, a novidade vai ao encontro do diferencial da escola em oferecer iniciativas voltadas à aprendizagem de línguas estrangeiras, como já ocorre com a aplicação de testes em Língua Alemã. “A partir de agora, teremos professores participando de treinamentos para iniciarmos a aplicação destes testes no próximo ano”, afirmou ele. Segundo o diretor, esta novidade será oferecida não só para alunos da escola, mas também para a comunidade em geral, estando diretamente relacionada ao CEAT Idiomas, que contempla cursos de Alemão, Inglês e Espanhol a partir de 2013. 10

EXPOSIÇÃO DOS TERCEIROS Antes mesmo da inauguração, o novo prédio do Ceat já recebeu seu primeiro evento. O lançamento do CD dos terceiros e a exposição de arte foram realizadas no dia 09 de novembro, no pátio coberto. As obras apresentadas foram inspiradas em Meredith Monk, orientados pelas professoras Fabiana Hunecke e Márica Lange.


CEAT - Novembro/2012

PRINCIPAL

Análise de mobiliáio garante mais conforto aos alunos Além do projeto voltado para as necessidades da escola, o mobiliário do novo prédio do Ceat também está sendo planejado com base em princípios ergonômicos para melhorar a qualidade de vida de alunos e professores. Para isso, a fisioterapeuta Lydia Koetz elaborou um relatório a pedido do Ceat com as melhores indicações, o que é uma ação inovadora. “Na Fisioterapia se discute muito em relação ao uso de mochilas e da postura dos escolares, entretanto é a primeira vez que um escola entra em contato comigo para a aquisição de classes e adequações ergonômicas”, afirma Lydia. Como explica a fisioterapeuta, o mobiliário ergonomicamente projetado serve como dispositivo para uma postura considerada adequada. “Hoje as empresas já planejam os mobiliários pensando na

altura média da população, entretanto 5% da população são mais baixos ou mais altos em comparação aos demais, portanto a necessidade de se adequar o mobiliário para todos os estudantes. Com isso, o maior benefício para os estudantes é a possibilidade de terem o seu “posto de trabalho” (a classe e cadeiras) adequadas às suas medidas antropométricas”, esclarece ela. Já que os alunos passam pelo menos um dos turnos do dia na escola, é importante observar o modo como sentam, leem e escrevem durante a aula. “Deve-se evitar aquelas posturas em que senta-se somente sobre uma perna, com o tronco girado e os braços apoiados na classe são prejudiciais para a postura. Neste sentido, o mobiliário, somado ao autocuidado com a postura, é fundamental”, finaliza ela.

O QUE É ANALISADO: Além da antropometria (medidas) dos estudantes, são consideradas as indicações de adequação da macroergonomia, ou seja, um método que observa o ambiente como um todo, como a disponibilização das classes de forma perpendicular às janelas e a altura das bancadas indicadas pela ABNT, pensando sempre no cuidado com a saúde da coluna. Na mesa/escrivaninha: o espaço para as pernas assim como o espaço para trabalhar sobre a mesa. Na cadeira: a altura do assento, o local de posicionamento da coluna vertebral

DICAS PARA SEGUIR EM CASA: - na hora de sentar, o correto é colocar as costas no encosto da cadeira; as pernas devem ficar bem apoiadas no chão; deve-se evitar apoiar o peso somente sobre uma perna ou sentar sobre ela. - Na hora de ler, apoie o livro de forma que ele fique posicionado na frente dos seus olhos. “É importante evitar a flexão (dobrar) o pescoço para ler”, destaca Lydia. - Na hora de usar o computador, observe se a tela fica na altura dos seus olhos, assim como o teclado e o mousepad devem ter o apoio para manter os punhos neutros.

SERVIÇOS TERCEIRIZADOS Alguns espaços do novo prédio serão destinados a serviços terceirizados. A cantina, o restaurante e o estacionamento estarão disponíveis para locação. Informações pelo e-mail info@ceat.net.

CONHECENDO O NOVO PRÉDIO DO CEAT Professores de Ciências, Química, Física e Biologia participaram de uma reunião com a direção da escola a fim de planejar a organização interna dos futuros laboratórios que estarão disponíveis no novo prédio do Ceat. Outros espaços também devem ser projetados com a participação de funcionários.

Os alunos também conheceram o novo prédio do Ceat. Recebidos pelo arquiteto e fiscal da obra, Joner Ferreira, as turmas da Educacao Infantil ao Ensino Médio fizeram uma visita guiada para conhecer a localização de espaços como a biblioteca e laboratórios.

11


ENSINO MÉDIO

Novembro/2012 - CEAT

Canequito premia melhores curtas Divulgação

As três turmas da 1ª série do Ensino Médio compraram a ideia e se esmeraram para que o trabalho de curtas metragens, realizados nas aulas de Artes Cênicas, aparecesse bem na telona. Os alunos produziram curtas, e alguns foram selecionados para concorrer ao “Canequito” - uma premiação realizada com uma caneca ilustrada com claquete de cinema. No dia 22 de outubro ocorreu o “grand finale”, no qual os jovens receberam muito mais do que uma caneca personalizada, já que os alunos descobriram o prazer de atuar. A professora Cristiane Schneider também se deleitou ao perceber o impacto do projeto, considerado uma brincadeira séria. “Eles curtiram muito poder fazer e se verem na telona. Pessoas tímidas se revelando...isso é fantástico! Estimula a criatividade, a interação e a socialização dos estudantes, e é uma forma de os jovens se tornarem espectadores críticos”, afirmou ela. Através do projeto, os estudantes da 1ª série do Ensino Médio aprendem a manusear com os equipamentos, se inteiram da montagem de vídeos e da construção de imagens. “Isso, no futuro, os ajudará a serem melhores espectadores”, garantiu a professora. Os vídeos premiados foram avaliados por integrantes do curso de Comunicação Social da Univates. MELHOR CURTA “Faroeste Moderno”

MELHOR ATRIZ Rafaela Zagonel: “Ataque das Joelmas”

MELHOR EDIÇÃO “Ataque das Joelmas”

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE Jéssica Heisler: “Pode ser sua última vez”

MELHOR TRILHA SONORA “Faroeste Moderno”

MELHOR FIGURINO “Índia”

MELHOR ATOR Bernardo Borchardt em: “Faroeste Moderno”

MELHOR CARTAZ “As mentiras que as mulheres contam”

MELHOR ATOR COADJUVANTE Henry Felipe Klein Grizotti em: “Pode ser sua última vez”

DESTAQUE “Eriberto” para Gabriel Peiter Nicole Moras

Sobreviventes do holocausto emocionaram alunos do CEAT O relato de três sobreviventes do Holocausto no painel “Compromisso moral e lições de solidariedade” emocionou alunos, professores e comunidade que lotaram o Centro Comunitário, em setembro. Mediado pela professora Ieda Gutfreind, o evento teve início com o relato de Curtis Stanton, alemão judeu, com passagem por campos de concentração durante a II Guerra Mundial. Com datas precisas e sem anotações, Stanton relembrou a perseguição dos nazistas aos judeus, os trabalhos forçados e a falta de condições a que eles eram submetidos. “Lembro de quando chegamos à estação com um montão de gente e subimos em vagões de gado, sem comida e sem bebida por dois dias, até que chegamos ao gueto de Lodz”, descreveu. Da Holanda, Johannes Melis lembrou de como sua família, que era católica, abrigou e ajudou a esconder judeus até serem descobertos e perseguidos. Por último, Bernard Kats falou que considera sobrevivente uma pessoa que não consegue lidar com o passado, tanto que ele participou de psicoterapia por 20 anos sem conseguir pronunciar uma única 12

palavra sobre sua experiência durante a II Guerra Mundial. Da sua história pessoal, contou sobre o tempo que morou com a irmã em uma família que acolhia refugiados em uma granja. “Fomos doutrinados. De repente, troquei de nome, sobrenome e de cidade-natal”, afirmou ele. Fernanda Lenz, que realizou intercâmbio na Alemanha pelo Ceat, disse ficar imaginando os lugares que visitou no contexto dos relatos. O evento foi realizado com o apoio do Instituto Cultural Judaico Marc Chagall e do B’rai B’rith Brasil.


CEAT - Novembro/2012

ENSINO MÉDIO

Duas miniempresas ressaltam o empreendedorismo dos alunos da 2ª série do EM

Turma 22A – Miniempresa PERSONALITÉ S.A/E Presidente: Pedro Engster Diretor de produção: Bruna Zanoni Ruthner Diretor de marketing: Tábata Faleiro Diretor de finanças: Luana Maria Schneider Diretor de RH: Otávio Correa Diefenbach Advisers: Angela Maria dos Santos Mallmann; Luis Antônio Mallmann e Tiago Kappes.

Nicole Morás

Divulgação

O incentivo ao empreendedorismo é uma das ações do Ceat para alunos do Ensino Médio, em uma iniciativa realizada desde 2002 que prevê a realização do programa Miniempresa, da Junior Achievement, na escola. Com diversos produtos premiados, o projeto tem conquistado cada vez mais alunos, tanto que este ano a escola formou duas miniempresas – uma voltada para cada turma da 2ª série do Ensino Médio. A iniciativa proporciona aos alunos a experiência prática na criação de uma empresa e sua administração, já que os produtos são todos fabricados pelos alunos, que escolheram produzir almofadas terapêuticas e uma capa térmica para garrafas. A miniempresa Personalité, da turma 22A, é composta por 15 alunos, que realizam encontros semanais sempre às quartas-feiras. Orientados por advisers, o grupo está utilizando neoprene para produzir o Keep Cold, o qual funciona como isolante térmico para manter a temperatura do líquido presente em garrafas de vidro, de plástico, ou até mesmo latinhas. “Pode ser utilizado no trabalho, estudo, viagens, passeios e em outras diversas situações. O resultado é a praticidade de conservar a temperatura da bebida seja ela qual for, além de impedir que o líquido molhe o local onde se encontra o recipiente”, afirma a diretora de Marketing, Tábata Faleiro. Já a miniempresa Termocomfort, da turma 22B, está investindo em um produto voltado para a qualidade de vida. “Nosso produto é uma almofada terapêutica que funciona tanto com calor quanto com frio, podendo ser usada no micro-ondas ou no freezer, para ser aplicada em áreas como lesões e para relaxamento muscular, por exemplo. Uma vantagem dela são as tiras para amarrá-la em qualquer parte do corpo”, descreve o presidente da Termocomfort, Eduardo Poletti. A miniempresa conta com 23 achievers – como são chamados os alunos - e os advisers, profissionais responsáveis pela orientação das atividades. Para Tábata, participar do Junior Achievement está sendo uma ótima oportunidade de aprender o funcionamento de uma empresa, desde pensar a respeito do nome da mesma e qual será o produto comercializado até a forma de vendê-la. ”Além disso, é possível exercitar o papel de presidente, diretor e funcionário, o que ajuda na convivência e na aceitação de diferentes críticas”, afirma.O projeto, além de agregar prática aos alunos, auxilia na inserção ao mercado de trabalho. “Eu sei que estou ganhando muito nesse projeto, pois nessa empresa, mesmo que seja uma empresa em pequena escala, nós somos apresentados para o mercado, e assim adquirimos conhecimentos que, no futuro, serão extremamente importantes para a nossa carreira”, avalia Eduardo.

Turma 22B – Miniempresa TERMOCOMFORT S.A/E Presidente: Eduardo Poletti Diretor de produção: Caroline Reolon Scariot Diretor de marketing: Rodrigo Araujo Barbosa Diretor de finanças: Augusto Cardoso Agostini Diretor de RH: Julio Pedro Rippol Filho Advisers: Ãngela Gimenes, Silvana Reolon, Cibele Lenz e Julio Ripoll

13


REGIÃO ALTA

Novembro/2012 - CEAT

CEAT Região Alta realizou 1ª Gincanat Divulgação

O Ceat Região Alta realizou, nos dias 26 e 27 de setembro, a 1ª Gincanat, uma gincana organizada por uma comissão de alunos e professores. As equipes foram formadas por estudantes da 5ª série do Ensino Fundamental à 2ª série do Ensino Médio, que realizaram tarefas pedagógicas e de cunho social, além de atividades voltadas à cultura e ao esporte. De acordo com o diretor do Ceat Região Alta, a 1ª Gincanat teve como objetivo proporcionar momentos de integração, socialização e cooperação entre os alunos através de atividades motivadoras que incentivaram o trabalho em equipe e o respeito mútuo. ”Foi um momento no qual todos se empenharam na realização e cumprimento de todas as tarefas solicitadas, com respeito aos demais. Os alunos tiveram que lidar com questões como responsabilidade e organização. Foi uma atividade de alegria para todos os participantes. Foi vencedora da 1ª Gincanat a equipe: “A rocha”; em segundo lugar, a equipe: “Oryons” ; em terceiro lugar, a equipe: “Equitwo”.

Divulgação

VIII Oktoberfreundfest O grupo de danças folclóricas do Ceat Região Alta participou da VIII Oktoberfreundfest, realizada em Roca Sales de 19 a 21 de outubro. Os cerca de 15 alunos que participam da atividade extraclasse apresentaram as coreografias ensaiadas durante o ano, nos encontros realizados semanalmente. De acordo com o professor Andreas Hamester, o grupo tem 6 danças ensaiadas atualmente. “A participação do grupo em eventos como este enaltece o valor cultural da dança folclórica na preservação da identidade de um povo, dos imigrantes que colonizaram e deixaram seu legado para a gente”, afirma ele.

3ª série pesquisou a origem do planeta, vulcões e dinossauros Divulgaçao

A turma da 3ªsérie, juntamente com a professora Marenita Wolf, envolveu-se no estudo sobre o nosso planeta. Os alunos demonstraram grande curiosidade no decorrer do ano em relação ao surgimento do planeta, sobre a vida dos dinossauros e como um vulcão entra em erupção. Em função disso, a professora orientou um estudo sobre a origem do planeta, refletindo sobre as diferentes teorias segundo a religião, a ciência e os mitos da história. Os alunos assistiram a documentários sobre a teoria do Big bang, conversaram com a pastora Margane sobre a criação do mundo e puderam conhecer alguns mitos da criação do mundo segundo alguns povos na história, num momento de conversa com a professora Deise Stomorwski. “Criamos um espaço na sala de aula denominado Vale dos Dinossauros, onde cada criança confeccionou seu dinossauro e pesquisamos algumas curiosidades sobre a vida desses animais. Também construímos pequenos modelos de vulcões e realizamos a experiência da erupção, após estudarmos sobre os vulcões”, afirmou a professora Marenita. O projeto foi de grande importância para as crianças, despertando bastante sua curiosidade e interesse, “Durante este estudo, elas puderam refletir sobre a necessidade de preservarmos o planeta em que vivemos”, conclui ela. 14


REGIÃO ALTA

CEAT - Novembro/2012

As histórias que encantam os alunos do Nível 4 Os alunos do Nível 4 da “Turma dos Brinquedos” demonstraram muita curiosidade e interesse nos livros expostos na sala, criando como hábito deixar livros embaixo da classe ou pegar um livro para leitura imediatamente após o término de atividades. Para aguçar ainda mais o gosto, a professora Bruna da Rosa fez a leitura de diversas histórias entre elas: “Camilão, o comilão, de Ana Maria Machado. Como gostaram muito do desfecho da história, a turma do nível 4 representou-a com um lindo piquenique na sala de aula. As joaninhas também despertaram a atenção dos alunos nas suas atividades de pátio ou em casa, por isso, eles receberam uma visita especial. Dessa vez foi uma personagem, “A Joaninha” que não era de verdade, mas contou para o Nivel 4 a grande descoberta que fez. Através da história “A descoberta da Joaninha” de Bellah Leite Cordeiro, eles desvendaram o mistério: a Joaninha descobriu que para ficar bonita e se divertir não é preciso se enfeitar toda. Basta ter um coração bem alegre, que essa alegria de dentro deixa a gente bonita por fora! E as leituras com a professora Bruna continuam encantando esta turma.

Divulgação

Vem brincar com a gente? Durante o 2º Reinventando a Infância, os papais e mamães da turma do Nível 2/3 foram convidados a brincar na sala de seus filhos (as). De acordo com a professora Juliana Lutke, a proposta da atividade iniciou com a ideia de compartilhar uma brincadeira de infância e foi sendo ampliada para a narração de histórias, entoação de músicas e até mesmo a realização de brincadeiras livres com as crianças. Exemplos disso: a mamãe Sílvia Vuaden contou uma história sobre a importância da escovação dos dentes e a mamãe Janara Dal Pian também promoveu a brincadeira da estátua e até participou de uma roda cantada. “Está sendo uma atividade muito prazerosa e divertida. As crianças demonstram muita alegria em receber uma visita especial na sala, e as mamães tem a oportunidade de conhecer ainda mais a sala de seus filhos (as) e aproximar-se do cotidiano escolar”, afirmou a professora.

Divulgação

CEAT INTEGRAL Tem novidade no Ceat Integral do Ceat Região Alta! A partir de 2013, os alunos que frequentam o Ceat Integral poderão almoçar na escola! Aguarde!

ANÚNCIO GRÁFICA LAJEADENSE

15


REGIÃO ALTA

Novembro/2012 - CEAT

CEAT Região Alta participa do Seminário da Água fotos divulgação

No dia 03 de outubro, o CEAT Região Alta participou do “Seminário Regional da Água”, realizado no CTG Tropeiros da Amizade, como parte da XIX Semana Interamericana da Água e da XII Semana Estadual da Água. Neste seminário foram apresentados diversos projetos ambientais, além de duas palestras que abordavam o tema do encontro. O Ceat Região Alta esteve representado pelo projeto “Pequenas ações grandes resultados” que está sendo realizado na disciplina de HMA por alunos de 7ª e 8ª séries. O projeto tem como objetivo conscientizar a comunidade sobre a preservação ambiental. “Ele conta com três etapas: o recolhimento de garrafas PET, a montagem de móveis e objetos e, por fim, a entrega de um adesivo, um folder e uma flor para a comunidade”, descreveu o professor João Carlos Siebert.

Encontro de danças O Ceat Região Alta participou do Encontro de Danças da Rede Sinodal de Educação, com o grupo de Danças Estilo Livre Infantil e o grupo Infanto-Juvenil. De acordo com a professora Leocardia Stapenhorst, a programação começou à tarde com a realização de oficinas, seguidas das apresentações dos 24 grupos de escolas da RSE. O grupo de Danças Estilo Livre Infantil do Ceat Região Alta dançou ao som de “Eenie Meenie” - e o grupo Infanto-Juvenil apresentou coreografia para as músicas “Te viso, te anuncio” e “Only Girl in the world”. “Ambos os grupos foram muito aplaudidos, arrancando elogios do público presente”, destacou Leocardia. O encerramento foi com um grande número estrelado por todos os participantes, das escolas de Roca Sales, Lajeado, Estrela, Teutônia, Venâncio Aires, Santa Cruz do Sul e Cachoeira do Sul. O evento foi realizado no dia 13 de setembro, no Colégio Teutônia, em Teutônia.

Pesquisa incentiva prática de esportes A prática esportiva e seus efeitos para o organismo estão sendo analisadas pela professora de Educação Física do Ceat Região Alta, Leocardia Stapenhorst, na sua pesquisa “ Nível de atividade física, hipertensão arterial e prevalência de obesidade em crianças e adolescentes de Roca Sales/RS” para a Pós-Graduação em Fisiologia do Exercício e do Desporto do Centro Universitário Univates. De acordo com Leocardia, o projeto tem como objetivo principal: identificar o nível de atividade física, a pressão arterial e a prevalência de obesidade/sobrepeso entre os alunos do Ensino Fundamental (6ª série de 9 anos e 6ª e 7ª séries de 8 anos) do município de Roca Sales/RS, dentre eles o CEAT Região Alta. Para isso, a coleta de dados está sendo realizada através de questionários e medição de peso e altura dos alunos a fim de identificar o Índice de Massa Corporal (IMC) e a pressão arterial. “Os alunos estão sendo incentivados à realização regular de atividades físicas por um tempo de três meses para analisarmos os efeitos da atividade sobre a pressão arterial e peso destes. Ao final dos três meses de estudo, os alunos serão novamente pesados, medidos, sendo também aferidas a pressão arterial e obtenção de peso e altura”, explicou ela. 16


CEAT - Novembro/2012

CULTURA

Professores e funcionários do CEAT assistem à peça de teatro no seu dia divulgação

O Colégio Evangélico Alberto Torres presenteou seus professores e funcionários no dia 15 de outubro, com a apresentação da peça “Quem pensa não casa”, do grupo Teatral “Tira o Dedo do Pudim”, de Encantado. A apresentação reuniu representantes do Ceat Lajeado e do Ceat Região Alta e foi realizada no Centro Comunitário, em Lajeado, como uma atividade pelo Dia do Professor e Funcionário, celebrado na mesma data. Na abertura, o diretor Rodrigo Ulrich destacou o objetivo da instituição de disponibilizar aos seus colaboradores diferentes oportunidades que vão ao encontro do valor que cada um tem desempenhando as suas funções na escola. “O profissional da educação, ou seja, quem trabalha em escola, tem um compromisso bastante amplo e significativo à sociedade. E os profissionais do CEAT estão atentos a isto, contribuindo para a formação de pessoas. Ao mesmo tempo em que parabenizamos e homenageamos, queremos agradecer a todos os colaboradores do CEAT de Lajeado e da Região Alta pelo que desempenham diariamente na instituição”, afirmou ele. A peça voltada para o público adulto apresentou cinco histórias sobre o relacionamento de casais com muito humor, sendo encenada por Daniel Burghardt, que é professor de teatro do Ceat Região Alta, e Angela Reale, mãe de ex-alunos da escola. Para Janaína Mânica, o evento foi uma ótima ideia para marcar a data. “Foi uma programação bem descontraída, na qual todo mundo ficou bem à vontade”, afirmou a funcionária.

Hora do Conto estimula a imaginação e o gosto pela leitura

fotos Nicole Morás

Voltou a ser realizada no Ceat a Hora do Conto na Biblioteca! Uma vez por mês, no seu horário destinado à Biblioteca, as turmas são surpreendidas por uma caracterização especial por parte da auxiliar de biblioteca, Adriana Magagnin. Com lupa, boina e bigode: foi assim que Adriana contou aos alunos a história de Sônia Junqueira e Eva Furnari, “O mistério da Lua”. A Hora do Conto foi realizada inicialmente com as turmas da Educação Infantil, mas logo foi ampliada também para as Séries Iniciais do Ensino Fundamental. De acordo com a coordenadora pedagógica da Educação Infantil, Cláudia Horn, a intenção da hora do conto é despertar nas crianças o gosto pela leitura e o prazer em ouvir histórias infantis. “Essa prática potencializa a imaginação, a criatividade e traz novos elementos para o jogo simbólico. Além da sala de aula e da área verde, a Biblioteca Infantil é um excelente espaço para este momento”, destaca ela. Histórias contadas no segundo semestre: “O mistério da Lua”, de Sônia Junqueira e Eva Furnari “Brincando nas nuvens”, de Nye Ribeiro e André Neves “A vaca que botou um ovo”, de Andy Cutibill e Russell Ayato

17


ESPORTES

Novembro/2012 - CEAT

ONASE: as olimpíadas também aconteceram aqui Abertura, tocha olímpica, campeões. Assim como nos Jogos Olímpicos de Londres, a 48ª Olimpíada Nacional da Rede Sinodal de Educação (ONASE) foi um grande evento realizado entre os dias 18 e 20 de outubro, no CEAT. Com mais de 260 atletas, de 19 delegações, esta foi a maior edição do evento de esportes individuais realizados até então, que teve como campeão geral o Colégio Teutônia, com 550 pontos, conforme anunciado no encerramento do evento, após a realização das últimas provas. De acordo com o diretor do Ceat, Rodrigo Ulrich, a realização da ONASE marca a instituição essencialmente em dois aspectos: resgate da característica comunitária da instituição, quando se envolveram, de forma voluntária e espontânea, alunos, professores, funcionários e pais da comunidade escolar, e também como um impulso interno no processo de estruturação das modalidades de atletismo e xadrez com vistas especialmente às próximas edições da ONASE e também às olimpíadas de 2016 que ocorrerão no Brasil. “Queremos que a partir da ONASE tenhamos mais alunos praticando esportes, já que este é um dos compromissos do CEAT para com a comunidade”, garantiu ele. Nas pistas, as provas de revezamento foram as mais celebradas pelo público, que viu a equipe da casa conquistar a terceira colocação na prova de revezamento 4x250m masculino infantil por milésimos de segundos. Na Sala de Música do CEAT, foram a concentração e o silêncio que contribuíram para as melhores jogadas de xadrez. Independente da modalidade, não faltou garra aos atletas que buscaram se superar e estabeleceram novos recordes para a competição, como Gui-lherme Trentini, do Colégio Teutônia, que chegou à marca de 1,86m no salto em altura masculino. Na disputa feminina da mesma prova, foi Luana Pereira, do Instituto de Educação Ivoti, que estabeleceu o recorde de 1,61m na categoria infantil. Já no arremesso de peso masculino infantil, Víctor Zilli, do Colégio Sinodal, estabeleceu novo recorde da prova com a marca de 16.41m. Entre os espectadores, Lari Lindemann aproveitou o fato de que as provas foram realizadas na escola da filha para prestigiar o evento. “Procuro acompanhar sempre, desde que a Suélen jogava vôlei, tanto que estivemos na 47ª ONASE, no Paraná, ano passado. É importante.”, afirmou ele. Na arquibancada, turmas desde o Nível 2 da Educação Infantil do CEAT torceram pelos atletas da casa, com o exemplo de que desde cedo a participação de alunos em eventos esportivos e incentivada. Para a presidente da comissão organizadora da 48ª ONASE, Rosane Koefender Isse, o maior legado de a escola sediar este evento é o estímulo para que mais alunos comecem a treinar. “Já temos diversos alunos comentando que querem participar das próximas edições da ONASE”, comemorou ela. A próxima Onase será realizada em 2013 com jogos coletivos, nas modalidades de basquete e voleibol.

Nicole Moras

Atletas do CEAT

Cerimônia de abertura

Professores e funcionários da organização Colocação Geral 1º: COLÉGIO TEUTÔNIA 2º: INST. EDUC. IVOTI 3º: INST. EVANG. NOVO HAMBURGO 4º: COLÉGIO MAUÁ 5º: COLÉGIO SINODAL 6º: CEAT 18

7º: PASTOR DOHMS 8º: COL. DR. BLUMENAU 9º :COL. CONSUL 10º: COL. B. RIO BRANCO 11º :FREDERICO JORGE LAGEMANN 12º: COL. E. JARAGUÁ

13º: COL. DOROTHEA 14º: SINODAL DA PAZ 15º: COL. CONVENTOS 16º: SIN. PROGRESSO 17º: CEP PANAMBI 18º: COL. IPIRANGA 19º: SINODAL SALVADOR


CEAT - Novembro/2012

ESPORTES

Atletas do Ceat participam de evento nacional

fotos divulgação

Aluna do CEAT, Júlia Eidelwein conquistou a medalha de prata na prova combinada do pentatlo nas Olimpíadas Escolares de 12 a 14 anos, realizada em setembro, em Poços de Caldas-MG. Júlia é atleta da equipe Aava/Ceat/Construtora Diamond e integrou a delegação gaúcha de atletismo que competiu no maior evento escolar do país, onde estiveram reunidos atletas de todos os estados brasileiros. Além de se consagrar vice-campeã brasileira na modalidade, Júlia garantiu automaticamente uma vaga para os XVIII Jogos Sul Americanos Escolares, que acontece em dezembro, em João Pessoa, na Paraíba, o que é um fato inédito para um atleta do atletismo do Vale do Taquari. Já o atleta Yan Barbieri participa das Olimpíadas Escolares de 15 a 17 anos, que ocorre a partir do dia 25 de novembro, em Cuiabá. A vaga para o campeonato nacional foi conquistada no Campeonato Estadual Caixa de Atletismo de Menores, realizado nos dias 29 e 30 de setembro, na SOGIPA, em Porto Alegre, quando Yan atingiu a marca de 14,52m em arremesso de peso e sagrou-se campeão estadual.

Júlia conquistou vaga para o sul-americano

Yan participa das Olimpíadas Escolares de 15 a 17 anos

Times de basquete do CEAT foram vice-campeões do estadual estudantil Na terça-feira, 23 de outubro, o Ginásio do Ceat recebeu os jogos finais do Campeonato Estudantil do Rio Grande do Sul, na categoria sub17 masculino. A equipe da casa, DOCILE/CEAT/BIRA, conquistou a segunda colocação depois de enfrentar as equipes Notre Dame, de Passo Fundo; São José, de Pelotas; Marista São Luís, de Santa Cruz do Sul; Colégio Sinodal, de São Leopoldo; e Colégio Santo Antônio, de Porto Alegre – única equipe a derrotar o seletivo de Lajeado. No final de semana anterior, no dia 21 de outubro, foi a vez da equipe feminina sub 17, PERFEYSOM/CEAT/ BIRA, conquistar o vice-campeonato da mesma comeptição, em jogos realizados em Porto Alegre. A equipe de Lajeado enfrentou os times do Colégio Farroupilha, Colégio Mauá e Colégio Sinodal. De acordo com o técnico Ubirajara Hertzer, a destaque do time foi a atleta Laura Giovanella Kraemer, cestinha da fase final com 46 pontos e uma média de 15,3 pontos por partida. Resultados finais sub 17 masculino: CEAT 64 X 14 COL. NOTRE DAME (PASSO FUNDO) CEAT 68 X 21 COL. SÃO JOSÉ ( PELOTAS) CEAT 53 X 22 COL. MARISTA SÃO LUÍS ( STA. CRUZ) CEAT 38 X 08 COL. SINODAL ( SÃO LEOPOLDO) CEAT 31 X 47 COL. STO. ANTONIO ( PORTO ALEGRE)

Resultados finais sub17 feminino: CEAT 44 x 30 Colégio Farroupilha (Porto Alegre) CEAT 41 x 25 Colégio Mauá (Santa Cruz do Sul) CEAT 29 x 38 Colégio Sinodal (São Leopoldo)

19


CONTRACAPA

Novembro/2012 - CEAT

CEAT nas férias é opção para alunos no período de recesso escolar Quem disse que nas férias não há crianças na escola? Pensando nas famílias que não tem com quem deixar suas crianças, o Ceat realiza semestralmente o Ceat nas Férias, um projeto to que proporciona momentos de lazer e diversão para alunos da escola durante os recessos de verão o e de inverno. O projeto é voltado para alunos do Nível 2 da Educação Infantil à 1ª série do Ensino o Fundamental e contempla a realização de atividades nas diversas áreas da escola, como a elaboração ração de lanches na cozinha da Educação Infantil. Os grupos também acessam recursos como a biblioteiblioteca da escola, o contato com a natureza na área verde e recursos pedagógicos como computadores dores e a Sala de Música. O Ceat nas Férias é realizado nos turnos da manhã e da tarde, com opção o de turno integral com almoço na escola. Quem participou da última edição de verão foi a aluna Ana Flávia Orlandini, que frequentou o Ceat nas Férias após voltar de viagem com a família. ília. Segund Segundo ela, é legal participar do projeto, pois eles podem brincar, há livros à disposição e colegas de turma. “Adoro tomar banho de mangueira, o que não fazemos muito quando tem aula”, explicou ela. Para as próximas férias, haverá grupos para os períodos de 17 a 21 de dezembro; de 14 a 31 de janeiro; e de 01 a 15 de fevereiro. As inscrições estão abertas e devem ser realizadas até o dia 14 de dezembro. Mais informações estao disponiveis na secretaria da escola, pelo telefone 3748 7000 ou pelo e-mail info@ceat.net. Para o Ceat nas Férias do Ceat Região Alta, informe-se pelo 37532211 ou pelo e-mail regiaoalta@ceat.net.

CEAT NAS FÉRIAS

VOLTA AS AULAS

de 17 a 21 de dezembro; de 14 a 31 de janeiro; de 01 a 15 de fevereiro.

18 de fevereiro de 2013

Nosso facebook mudou! Para saber tudo sobre o CEAT, curta a página facebook.com/ColegioEvangelicoAlbertoTorres

20

CEAT, 7ª melhor escola do Rio Grande do Sul no ENEM 2011! Parabéns aos nossos ex-alunos, professores e familiares!

Veja mais informações em www.ceat.net.

Expressão Novembro 2012  

Edição Número 53 do Jornal Expressão do CEAT.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you