Page 1

ORNAL DA CIDAD J E

Jornal da Cidade

17 ANOS

Escrevendo nossa história

1ª quinzena de abril de 2011

UM J ORNAL

DE

QUALIDADE

1

17 ANOS

Escrevendo nossa história

ARCOS-MG - N O 236- 1ª QUINZENA DE ABRIL DE 2011 - CIRCULAÇÃO: ARCOS, LAGOA DA PRATA E JAPARAÍBA

ACE e Caixa assinam convênio que beneficia associados

A

ACE (Associação Comercial e Em presarial de Arcos) e a Caixa Econômica Federal assinaram nesta terça-feira, 12 de abril, na Casa de Cultura, convênio, que beneficiará todos os associados da entidade na concessão do crédito Aporte Caixa com taxas e condições diferenciadas. Na oportunidade, além do presidente da ACE, Ivan Fontes, falou o Superintendente Regional da Caixa, Constan-

tino Dias Neto, que ressaltou a parceria com a ACE, parabenizando a instituição pela nova logomarca e enfatizando a importância da marca na credibilidade e reconhecimento da instituição. A Caixa ao completar 150 anos neste ano de 2011, tem a sua logomarca associada à história do pais, desde o império até a padronização visual hoje existente. Além disso, informou aos presentes sobre a preocupação com a inclusão, proporcionada pela Cai-

xa, ao fazer investimentos em acessibilidade em todas as suas unidades, tais como: empregados treinados em libras, piso tátil, guichê rebaixado para atendimento aos cadeirantes, dentre outras coisas. Em seguida o Gerente Regional da Caixa, Rogério Antônio Vida Gomes, falou sobre os benefícios do convênio para o produto Aporte Caixa e a promoção para o credenciamento de estabelecimentos para vendas com cartão de crédito

VEJA MATÉRIA COMPLETA NA PÁGINA 09

Aniversário do João Julio O cirurgião dentista João Julio Cardoso completou 40 anos no dia 06 de abril e comemorou-o em grande estilo.O happening aconteceu na quarta-feira, 06 de abril, e contou com o mundo político e representantes dos vários segmentos sociais de Arcos.

VEJA MATÉRIA COMPLETA NA PÁGINA 09

P A Constantino Dias Neto, Superintendente Regional da Caixa. Em pé, Ivan Fontes, presidente da ACE

Arcos tem uma nova opção para degustação Foi inaugurada a Churrascaria Sr. Bacalhau Um público diversificado composto de autoridades, imprensa, profissionais liberais e vários segmentos sociais, marcou presença na inauguração da Churrascaria Sr. Bacalhau, localizada no centro de Arcos, Avenida Governador Valadares, quase esquina com Rua Joaquim Murtinho. Pág: 12

Ademilson Silva (Grilo) e João Ferreira (Gringo)


2

1ª quinzena de abril de 2011

Um arcoense na terra do Tio Sam CXXXVII Disneylândia

O ano era de 1996. Mês de julho, ocasião em que o verão americano é tão quente a ponto de fritar ovo no asfalto. Este cronista, que nunca havia ido nem no Paraguai, aventurava por terras americanas. Tudo era deslumbrante, mas havia o medo. Peculiar de todo ser humano equilibrado. A língua era estranha apesar de que o cronista arranhava o inglês e era a maior nação do planeta onde eu me encontrava. Nova York me fascinou desde a descida no Aeroporto John F. Kennedy. O nome sempre me deslumbrou e nunca dantes pensara em estar, um dia, neste magnífico aeroporto. Um dos maiores do mundo e com charme de metrópole. Confesso aos fiéis leitores deste minifúndio de papel, que este cronista estava “meio acaipirado”, tal era a adrenalina no momento e confesso que comecei a olhar para cima. Para aqueles arranha-céus. Eu estava em Nova York, a capital do mundo. No hotel, o New York inn, havia uma reserva. E quem disse que os nossos nomes estavam lá! O atendente, um americano de meia idade, passou folha por folha de um caderninho e não achou nossos nomes. Eu, porém, com olhos de lince (ou sorte mesmo?) havia visto en passent os nossos nomes, no meio do caderninho. Um caderninho surrado mesmo. Não era coisa chique. O cara só falava inglês, é claro, e por sorte eu o fiz entender que ele havia “comido barriga”, havia saltado os nossos nomes. Ele voltou o caderninho do começo e (Eureca), nossos nomes estavam lá. Minha adrenalina estava a mil neste momento, mas fiquei feliz. O Clovis Veloso tem razão. Hotel 5 estrelas nos Estados Unidos perde para o 5 estrelas brasileiro. Nosso hotel não era cinco estrelas, no máximo 3 estrelas e olha lá! Mas quebrou um grande galho. Ele fica no centro de Manhatan. E a Disneylândia?

Muitos de vocês, leitores, devem, neste momento, estar perguntando. O cronista sai de Nova York, a capital do mundo e não é capital do estado de Nova York - a capital do estado de Nova York é Albany - e vai direto para o estado da Califórnia. Mais propriamente em Los Angeles, a capital. Linda. Ensolarada. Beautiful. O estado da Califórnia é um dos mais prósperos do também próspero Estados Unidos da América. A Disneylândia da Califórnia é a primeira Disney dos Estados Unidos. A Disney de Orlando, na Flórida, veio depois e é mais moderna ainda. Quando adentrei na Disney a adrenalina veio a mil. Lindo. Pretty. Beautiful. Parecia estar no paraíso. Eu, de cara, vi em um tablado, um show com o Pato Donald, a Cinderela e o Pateta, dançando. Era aniversário de quarenta anos do Pato Donald. Olhei para cima e vi um bando de meninos japoneses tomando coca-cola. Eles estavam em excursão, lógico. Todos vestidos iguaizinhos. Estava até bonito. O sol estava de rachar. Eu estava de calça de linho, sapatos e camisa colorida. Camisa de turista. Faltou-me, naquele momento, somente uma cervejinha gelada ou um chope. Bebida alcoólica ali, nem pensar! Eu poderia tirar o meu cavalinho da chuva. Já estava ciente disto. Andei de montanha russa, com um medo danado.Andei de submarino com um metro d´agua sobre minha cabeça - não gostei nada daquilo e quase me sufoquei -, andei de barco. Daquele barco da época da colonização americana e o rio era fundo, porém limpo. Ficava dentro da Disneylândia, que era uma fazenda grande pra caramba. Foi comprada e feito aquele império de sonhos. Vi, além das personagens já citadas, o Gedeão. Ele passou perto de mim. Foi outra adrenalina!

Professor de Matemática do 2º grau E. E. Berenice de Magalhães Pinto. Advogado. Editor do Jornal da Cidade.

Jornal da Cidade

Toninho Sampaio Comenta

CURIOSIDADES II NOMES Uma coisa difícil que deveria merecer mais atenção dos pais é quanto à colocação de nomes nos filhos. Existem pessoas que carregam por toda a vida um nome que as constrange e que é causa de muito sofrimento. Às vezes, até um belo nome não seria aquele que o filho gostaria de ter, se pudesse escolher. Minha filha, Daniela, quando criança sempre disse que gostaria de se chamar Raquel. Existem nomes que servem de motivo a piadas, outros que são interessantes, sem deixar de ser fora de propósito. Outros ainda que são homenagens a figuras públicas e a artistas. Eu conheço uma moça que se chama Walita, igual ao liquidificador lá de casa e um rapaz que se chama Arno. Fora essa bobagem que inventam, e que certamente não é verdade, como o cidadão que se chama Um Dois Três de Oliveira Quatro ou aquele que se chama Rolando Scadabaxo, existem nomes que são reais, muitos dos quais eu conheço as pessoas. Uma senhora de Lagoa da Prata tem o nome de Libertina. Será que seus pais sabiam o real significado da palavra? Tem outro que se chama Waldisney, numa alusão a Walt Disney. Um amigo meu tem nomes interessantíssimos para a família inteira. A começar por ele que se cha-

ma Cekys Cejássimo Bruk. Segundo ele, Monsenhor Alfredo não aceitou o nome, razão por que ele foi batizado como Antônio. Vejamos os nomes do restante da família: os irmãos são Billy Dioy Bruk e Liron Blakon, que tem um filho que se chama Poll Érik, uma irmã se chama Shirley Mac Laine e outro irmão Pena Kidy. Os filhos do Pena se chamam Diego Delavega, Patrik Dumon e Maicon Naxti. Conheço outra família daqui de Lagoa da Prata, cujo pai se chama El Natan, sua esposa se chama Rossimone e os filhos El Nachara e Harrison. Uma menina, que durante muitos anos trabalhou em minha casa, em Belo Horizonte e que hoje trabalha com minha filha Daniela, tem um filho que se chama Stanley Kevyn. Eu tenho uma amiga daqui, a senhora Alexina. Tem aqui um Maikel Jékysson e uma Angelina Jolie. Por falar em Maikel, este nome é escrito de muitas maneiras: Michael, Maicon, Maikel, Maike. No seriado Bonanza existia a mocinha que se chamava Sue Hellen, daí surgiram várias Suelen por aí. Nomes que são alusivos a datas, como Natal, para quem nasce no dia 25 de dezembro, Pascoal, para quem nasce na páscoa, Julio para quem nasce no mês de julho, Augusto, para quem nasce em agosto e até Paixão para quem nasce na Sexta-Feira Santa. Papai ti-

nha um colega que se chamava Setabril Nossete, numa referência ao dia, mês e ano de seu nascimento: sete de abril de mil novecentos e sete. Como se vê, o nome é uma escolha dos pais que certamente o fazem na melhor das intenções, muito embora nem sempre acertem, como tudo na vida. SUSPEITO É muito comum vermos no noticiário policial a palavra suspeito. suspeito, de acordo com o Dicionarista Aurélio, é o cidadão de quem se desconfia que tenha feito algo, que inspira desconfiança, de cuja existência ou verdade não se tem certeza. Nos jornais e telejornais, eles usam o termo de forma equivocada. Um bandido foi apanhado, quando roubava uma loja, a mão armada. A polícia o prende com a boca na botija. Os repórteres o classificam como suspeito. Ora, suspeito uma pinóia! Foi pego com a mão na massa é ladrão mesmo. Assim também um assassino confesso, pego em flagrante, não é suspeito, é assassino. Meu filho, advogado, diz que não se pode chamar um sujeito de assassino ou ladrão, enquanto ele não for condenado. Então ele vira suspeito, embora tenha sido pego em flagrante e confessado o crime. Para que serve o dicionário? É mole ou vocês querem mais?

E’MAIL Tenho recebido muitos e’mails em que os remetentes não têm cuidado com certas normas que servem para nos proteger, tanto aos remetentes quanto aos recebedores. Vamos a elas. Ao reenviar um e’mail tenha o cuidado de mandar com cópia oculta, CCO, assim você evitará espalhar os endereços de seus contatos. Apague todos os contatos que vieram junto à mensagem. Apague sempre as expressões: Re, Enc. Fwd, que vêm logo ao lado no título da mensagem, não aceite nem envie mensagem, cujo conteúdo venha a palavra Spam. Não envie mensagem sem título ou sem assunto. Certamente quem a receber não vai sequer abrir. Evite sinalizar o seu gosto pessoal com palavras como: Lindo! Maravilhoso! Pois esta é a sua opinião, que nem sempre será a do recebedor. Não tente influenciar o seu contato. Evite enviar mensagens de mau gosto e grosseiras. Nem todo mundo gosta disso. Não force seus amigos com correntes da fortuna, da sorte, com orações, pedidos de ajuda para pessoas que nem sempre existem. Lembrese, cada pessoa tem suas próprias convicções e muita coisa que se diz na internet não passa de mentira e engodo. Tenha cuidado com seus amigos.


Jornal da Cidade

1ª quinzena de abril de 2011

3

Rodovia estadual recebe nome de arcoense com quem teve os filhos cance social tendo sido Vitória, Gláucio, José, An- membro do Rotary Club Aderbal Teixeira Amorim tônio, Aderbal,Rosa Celi- de Arcos, pertencente ao “Bandico” na, Getúlio, Lúcio, Antoni- Distrito Rotário n.º 4.560, eta, Maria do Socorro, e um dos fundadores da serviços médicos à comuJoão Carlos, Caio Nelson Sociedade Recreativa de nidade local e da região. e Luiz Gustavo. O abne- Arcos - Arcos Clube, em Foi professor no primeigado Bandico, foi da Loja 1967, e da Associação ro Colégio Comercial da Maçônica Vigilantes do Atlética Arcoense, sua pai- cidade, lecionando "ConOeste em Arcos, sendo xão no futebol, fundada tabilidade Pública", tendo, obreiro assíduo e de em 1939. ainda, por mais de 30 Bandico atuou como anos, servido como Segrande valor, com grandes trabalhos realizados. serventuário da justiça, cretário da Câmara MuniO escritório (agência) da sendo tabelião, porém, cipal de Arcos, da qual reCaixa Econômica Estadu- como político nato, per- cebeu, com aprovação al - MinasCaixa foi inaugu- correu os caminhos que unânime, por todos os Verado em 1940, anexo à produziam o progresso readores, o título de Cidacoletoria, tendo “Bandico” de Arcos, sua missão em dão Benemérito da cidacomo Gerente por vários vida. de de Arcos, tendo, ainDeputado Antônio Carlos Arantes visita Câmara Municipal de Arcos e leva expediente anos de profícuo labor e Participou ativamente, da, por deliberação da do DER-MG comunicando o novo nome da estrada ao Vereador Wilmar do Criolodedicação à nobre fun- com outros não menos ab- edilidade, sido agraciado Presidente do Pode Legislativo e ao servidor e ex-Vereador Bakana. negados arcoenses, na fun- com ter o seu nome serção. Humanista por natureza, dação da Santa Casa de vido para denominar o MG-170 que liga que leva Arcos a Pains. arcoense Luciano Gontijo sempre atuou à frente de Misericórdia, que vem, até salão nobre da referida O projeto de Lei que para ser seu chefe de gaArcos a Pains,com projetos de relevante al- hoje, prestando relevantes Câmara 18 km de exten- deu origem a Lei foi de binete, e desde o último são, passando pela "Boca autoria do Deputado Pau- mês de fevereiro ele se da Mata", Belocal, CSN, lo Piau (PMDB), hoje De- encontra na assessoria do "Corumbá", e outras em- putado Federal, aprovada parlamentar que já mostra presas e indústrias da re- em 2 turnos por unanimi- trabalho político em Arcos. gião recebeu nos últimos dade na Assembléia Le- Depois de 16 anos de tradias placas de identifica- gislativa de Minas Gerais. balho com o deputado feEmbora a Lei tivesse deral Paulo Piau, Luciano ção do Departamento de sido sancionada em 2004, Gontijo que é neto do exEstradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) somente agora em 2011, prefeito Bandico, continucom a seguinte expres- foi possível a colocação ará ajudando o progresso são: “Estrada Aderbal Tei- de placa de identificação de Arcos, agora trabalhanpor questões operacio- do com outro parlamentar. xeira Amorim Bandico". O então Governador nais do DER-MG segunFigura exponencial, Aécio Neves (PSDB), do informações dadas Aderbal Teixeira de Amohoje Senador da Repúbli- pelo diretor-geral do ór- rim, ou simplesmente ca, em julho de 2004 san- gão, Engenheiroº José "Bandico", nasceu em 21/ cionou a Lei n.º Elcio Montezi ao deputa- 8/10, em Arcos, e faleceu 15.267,concedendo o do estadual Antônio Car- também no município e 3/ nome do Ex-Prefeito de los Arantes (PSC). 5/77. Bandico foi casado Placa em frenta a CSN sendo visitada por Luciano Gontijo e Getúlio Gontijo, neto e O deputado Antônio com Rosa Gontijo de AmoArcos por duas gestõs filho do Ex-Prefeito Bandico (1944 e 1947) a estrada Carlos Arantes convidou o rim, D. Rosita, falecida,

A

Início da MG-170 (Arcos-Pains) próximo ao Posto Teixeirinha (Texaco)

Saída do distrito do Corumbá é outro local onde a placa foi fixada.


4

1ª quinzena de abril de 2011

Jornal da Cidade

Veterinária São Francisco de Assis Jóse Aparecido da Silva Médico Veterinário CRMV-MG 3620

Rua Joaquim Murtinho, 551 - Centro - (esquina com expedicionário) Arcos - Tel. (37) 3351-4697

Dr. João Júlio Cardoso Ortodontista CRO-MG 20835

Aparelhos fixos e removíveis Rua Getúlio Vargas, 139 - Sala 05 - Centro Tel.: (37) 3351-2838 - e-mail:jjorto@yahoo.com.br


Jornal da Cidade

1ª quinzena de abril de 2011

5

Sindicato dos Trabalhadores Rurais

As dez primeiras casas estarão sendo entregues momento estão sendo construídas cinco casas na comunidade de São Domingos, duas na comunidade de Cristais, duas na Ilha e uma na comunidade do Sobradinho. Geraldo “Criolo”, que completou 54 anos no domingo, 10 de abril, declarou ao JC sua satisfação em ter conseguido este projeto através do “Minha casa minha vida”, menina dos olhos da presidenta Dilma Roussef. Ele também conseguiu junto ao deputado fede-

F

ato inédito conse guiu o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Arcos, Geraldo Rodrigues Teixeira - Geraldo “Criolo”-, ao conseguir uma verba para construção gratuita de cinquenta casas para os associados do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Arcos. Este convênio foi assinado junto à Caixa Econômica Federal, contrato de número 03228265=36, assinado no dia 29 de dezembro de 2010. Dentre os associados do sindicato, que tiveram prioridade e preencheram todos os requisitos exigidos, os 10 primeiros contemplados já estão com suas construções dentro do cronograma previsto e, segundo o presidente do sindicato,

“as construções estão com 60% de sua estrutura pronta e brevemente estarão concluídas”, salientou. Segundo Geraldo “Criolo”, a diretoria do sindicato tem lhe dado todo apôio e todos caminham com um só objetivo, o de beneficiar, cada vez mais, os associados, que a cada dia se aderem mais à classe. Com o slogan “mais forte podemos mais”, Geraldo “Criolo” segue em frente e afirmou, ao JC, que na construção das casas, as dez primeiras das cinquenta conseguidas, a Prefeitura Municipal entrou com a contrapartida da mão de obra. Serventes e pedreiros destas construções são por conta da Prefeitura Municipal. Das comunidades beneficiadas. Em primeiro

ral Paulo Piau um trator mecanizado, com todos os implementos, cuja licitação já foi feita e o valor R$ 128 000, 00 já está liberado. Está à disposição na Caixa Econômica Federal. Além disto existe convênio com todas as especialidades dentro da medicina conseguida com os médicos de Arcos, convênio com a Funerária Bom Pastor e, segundo o presidente do sindicato, “nosso convênio com a Santa Casa de Arcos está em fase bastante adiantada”, concluiu. Foto de Arquivo

Diretores da FETAEMG e presidente Geraldo “Criolo” reunido com a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rurais em sua sede na rua Olinto Fonseca

Da direita para esquerda: 1.. Tarcísio - Gerente Regional de Negócios com o Governo - CEF; 2.. Solange - Técnica Bancária - CEF; 3.. Constantino - Superintendente Regional - CEF; 4.. Geraldo (Criolo) - Presidente do Sindicato Rural de Arcos; 5.. Carlos - Secretário de Planejamento - PMA; 6.. Dayse - Arquiteta - CEF; 7.. José Ronilson - Supervisor de Habitação - CEF.


6

1ª quinzena de abril de 2011

Jornal da Cidade

Editorial Vai dar Certo

Geraldo “Criolo” soprou velinhas O eficiente presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Arcos, Geraldo Rodrigues Teixeira Geraldo “Criolo”- soprou velinhas no domingo, 10 de abril. Foram, ao todo, 54, e o simpático irrequieto Geraldo “Criolo” só não deu a tradicional festa devido à quaresma. Ele prometeu aos amigos a comemoração logo quando terminar a quaresma. Geraldo “Criolo” hoje, é uma personalidade conhecida, dentro da comunidade de Arcos, como um líder nato. Sem preguiça, batalhador, respeitado junto à FETAEMG (Federação dos Trabalhadores do Estado de Minas Gerais) e reconhecido como o presidente que revolucionou o Sindicato dos Trabalhado-

res Rurais de Arcos. Geraldo “Criolo”, fato inédito, conseguiu a liberação de cinqüenta casas populares para associados do sindicato. Destas, dez já estão com o cronograma de construção em dia e serão entregues em período breve. O fato inédito em Minas Gerais se traduz pela ca-

racterística deste convênio. Ele foi feito através do “Minha casa minha vida”, menina dos olhos da presidente Dilma Roussef. Conseguiu também para o sindicato, um trator agrícola completo, com todos os implementos. Tudo para o associado do sindicato onde é presidente.

Geraldo “Criolo” na Vertical FM ao lado de Dr. Maurício Andrade

Dizem que prudência e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. É muito cedo para vaticinar um futuro para o semáforo de quatro tempos, que será colocado na BR 354, na região nevrálgica chamada “Pulo do Gato”, onde trafegar ultimamente é uma verdadeira aventura. Tal o perigo do local para veículos e pedestres. Professor Roulien Ribeiro Lima foi muito feliz

em um de seus programas, o Cara-a-Cara, líder de audiência no domingo, quando afirmou que muitas administrações passaram e ninguém sequer tentou resolver o crucial problema. Sobrou para a atual administração. Tão bem conduzida pelo prefeito Claudenir José de Melo “Baiano”, que não corre de desafios, não tem preguiça e tem fôlego de gato. O DENIT, órgão res-

ponsável pelas rodovias federais, autorizou a colocação dos semáforos no local. Para isto é necessário fazer “alguns ajustes” nos canteiros da rodovia. É uma questão de física. Semáforo funciona com o binômio tempo aliado à velocidade. Vamos vaticinar de forma positiva e acreditar que vai dar certo. E vai dar! Dimas Rodrigues

Catão Vermelho para o amigo Todos, em Arcos, sabem a rivalidade entre as equipes da Associação Atlética Arcoense e Ypiranga Esporte Clube. Pois bem. No sábado, 09 de abril, disputavam os dois times rivais a semifinal da Copa Terezinha Moreira Gontijo. Era categoria até 15 anos e o Ypiranga iniciou ganhando o jogo. Depois, de virada, a equipe da Associação acabou ganhando a partida por 5 a 4. A adrenalina porém, não foi o jogo em si, foi a expulsão do simpático Euler Nery, auxiliar técni-

co do Ypiranga, por reclamação. O Nery, neste dia, estava impossível. Quem estava apitando o jogo? Nada mais do que Adriano da Cemig, um juiz enérgico e firme em suas decisões. Conforme tem que ser um juiz que se preze. O não menos simpático Adriano teve que dar “cartão vermelho” para o Euler Nery por reclamação, ele que estava à beira do gramado e de um ataque de nervos. Nery levou cartão vermelho do amigo de ban-

cada do programa “Momento do Esporte”, da Vertical FM, um programa que vai ao ar na segunda, terça e quarta-feira e tem bombado de audiência. O bom de tudo isto é que após o jogo Euler Nery, que sumiu após a expulsão, apareceu e se convenceu, através do juiz Adriano, que não haveria outra solução senão expulsá-lo de campo naquele momento. Tudo terminou em uma boa cervejinha gelada com tira-gosto.


Jornal da Cidade

Notas do Pejora

1ª quinzena de abril de 2011

Grande Verdade I

cola do Rio de Janeiro tre, especialista em cu- não obriga Essa violência exalinária. Riqueza a valer é saú! ! ! ! cerbada de e saber. ! ! ! ! Uniformes Doença ! ! ! !

Hideraldo do PT

Dimas Rodrigues dimasjc@oi.com.br

Senhor Bacalhau

7

Foi quem cantou na inauguração do “Senhor Bacalhau” no dia 07 de abril. Ele e o violão somente. O moço ensaiou um repertório diferente para apresentar no dia. Ele, que adora cantar música sertaneja, neste dia cantou música popular brasileira. O Hideraldo, presidente do PT de Arcos, é eclético e canta bem.

Este veio para ficar. Inaugurado no dia 07, quinta-feira, já existia quase uma centena de reserva para o dia seguinte. No domingo, 10 de abril, a hora do almo! ! ! ! ço tinha mais de uma centena de pessoas. O Possante “Senhor Bacalhau” é esA inauguração do “Sepecializado em peixes, nhor Bacalhau” porém, é uma churrascaO aniversário do Dr. ria. Vale a pena ir lá con- João Julio Cardoso ferir. Fica na Avenida O casal Caio e Irene Governador Valadares, Rosa quase esquina com Rua ! ! ! ! Joaquim Murtinho.

!

!

!

!

Mídia regional Além do JORNAL DA CIDADE, de Arcos, dois jornais de Formiga marcaram presença e um deles foi o TRIBUNA FORMIGUENSE do jovem Danilo. O site Tembase.net, de Arcos, também marcou presença. Paulo Roberto Jr. (Paulinho Rouxinol Junior) e Luciano Ribeiro, cunhados do Gringo, ficaram lá o tempo todo. Eles são irmãos da doutora Magui. O Luciano Ribeiro morou em Portugal e conhece boa parte da Europa quando de sua estada por lá. O João Ferreira Gringofala cinco idiomas, é português, marido da doutora Magui e tem vasta experiência internacional. O moço é mai-

Grande Verdade II

escolares

- A água silenciosa é Em toda história política de Arcos a atual admia mais perigosa nistração é a única em ! ! ! ! que se preocupou em Berenice no JEMG proporcionar, ao aluno Os alunos da Escola das escolas municipais, Estadual Berenice de uniformes escolares. Magalhães Pinto ruma- Prefeito Claudenir José ram para Lagoa da Pra- de Melo “Baiano’’ prota no dia 13 de abril, meteu e está cumprinocasião em que iriam do. Desde o ano passaparticipar da primeira do. Outra coisa inédita etapa do JEMG (Jogos da atual administração, Estudantis de Minas que dotou a cidade de um Hospital Municipal e Gerais) na categoria futinaugurou a Agência do sal e handball, masculiINSS. no e feminino. A galera é treinada pelo compe! ! ! ! tente professor de eduQue saudade de cação física, Remaclo você do Couto, e sob suas O programa líder de mãos a escola tem obtiaudiência aos domingos do bons resultados nos eventos esportivos de na Alternativa FM, capitaneado pelo Ismeraldique participa. no Beirigo e Anderson, ! ! ! ! com apresentação de Grande Verdade III Lidiane Silva, estará hoQuem aconselha, menageando André Fer-

reira. André era filho do conhecido Armando Ferreira - da banca de jornais - e Duca. Com certeza o programa irá bombar de audiência conforme tem acontecido. ! ! ! !

Jornalista Tadeu Nunes Participou do programa líder de audiência da Vertical FM, o Cara-aCara, no domingo, 10 de abril. Os ouvintes gostaram do equilíbrio e elegância do jornalista Aurélio Tadeu em responder as perguntas a ele formuladas. Com certeza ele se saiu muito bem. O jornalista Aurélio Tadeu Nunes de Sousa é o atual proprietário da Radio Cidade AM 1290, de Arcos.

Notas do Pejora !

!

!

!

Pejorativo

Essa chacina na es-

!

!

!

!

Prefeitura de Arcos anuncia as atrações da Festa do Trabalhador 2011 A Festa do Trabalhador deste ano promete muita diversão e novidades. Depois do sucesso do evento, que voltou as suas origens, em 2009 e 2010, a equipe de organização trabalha para acertar os últimos detalhes. Pelo segundo ano consecutivo, a “Praça de Eventos” vai ser palco de artistas renomados e lugar de diversão gratuita dos trabalhadores. A abertura da festa, na sexta-feira, 29 de abril, fica por conta do AraKe-

tu. Sábado, 30 de abril, a dupla sensação do sertanejo universitário, Rick e Ricardo. E para encerrar as comemorações de 1º de maio, matinê no domingo com Freasa. Haverá sorteio de vários prêmios para os trabalhadores. A Festa do Trabalhador é uma realização da Prefeitura de Arcos e conta com o apoio do comércio e indústrias locais. Novidades Este ano a Festa do Trabalhador vai apresen-

tar muitas novidades. No domingo pela manhã, será realizada em parceria com a rede de supermercados ABC, uma prova de corrida rústica. À tarde, será montada a rua do lazer para as crianças se divertirem. Palhaços, brincadeiras e várias camas elásticas estarão à disposição do público infantil. No fim do dia, o show com a Banda Freasa vai encerrar a festa em clima de matinê.


8

1ª quinzena de abril de 2011

AGUIDA DOS SANTOS LAGE.

Jornal da Cidade

FRASES DO MÊS

Serviço Social

ad-lage@bol.com.br

A Violência Continua Quando irá parar este círculo de violência que só cresce a cada dia? Estamos vivendo na era informatizada, tecnologia cada vez mais modernizada, que nos trás tantos benefícios. Seus recursos facilitam a solução de muitas coisas, que sem elas não seria possível. Como nem tudo é perfeito existe o fator preocupante de como e quem faz uso desta modernização, se estão sendo usadas ou colocadas em prática em seu melhor contexto. Nem todos estão preparados para assimilarem o que tem de melhor dentro das informações contidas em

seu meio. Partindo do princípio que vale qualquer coisa para se obter êxito no que se propõe... vale crimes, tráfico, corrupção, violência gratuita, crimes bábaros sem nenhuma justificativa, “mesmo porque matar não justifica!” Analisando os fatos ocorridos, chega-se a conclusão de que a estrutura familiar ainda é a melhor forma de educar, impor valores, fé e respeito, saber separar o que é real do ilusório e evitar que as coisas percam de vez o controle. Para que não vivamos restritos a um mundo do NADA, onde: Nada é certo Nada é feito para mu-

dar (concreto) Nada é confiável Nada é verdadeiramente importante. E em nada vai se transformando o pouco daquilo que ainda acreditamos. Vale pensar que tudo pode se transformar para pior ou para melhor, depende de como as pessoas conduzirão e utilizarão o que tem em seu poder. O mundo está carente cada vez mais de amor, a começar pelo amor a si mesmo e só depois compartilhar com os outros, porque não podemos ofertar aos outros aquilo que não possuímos em nós mesmos.

O Leopoldo Correia colocou sal no meu doce. Prefeito Claudenir José de Melo “Baiano”, na quarta-feira, 6 de abril. Esta frase foi dita na festa de aniversário do vice-prefeito Dr. João Julio Cardoso.

Eu estou com uma de minhas “asas” quebradas. Da simpática e espirituosa D. Iva Cardoso, esposa do ex-vice prefeito Antonio Luís Cardoso e mãe do vice-prefeito atual, Dr. João Julio, aniversariante. D. Iva levou um tombo na casa da vizinha, Iberita, e fraturou um dos braços.

Domingo sem o programa Cara-a-Cara não é domingo. João Gonzaga, assessor do prefeito Baiano.

A praça mais afetiva do interior de Minas Gerais é a Praça Floriano Peixoto. É onde fica a Igreja Matriz. Padre Tonhão, no programa Cara-a-Cara, na Vertical FM.

Estão querendo criticar o prefeito Baiano pela colocação do semáforo (de quatro tempos) no Pulo do Gato. Ele está tentando minimizar aquele crucial problema. O problema é antigo e nenhum prefeito, que o antecedeu, sequer cogitou em resolvê-lo. Professor Roulien Ribeiro Lima, no programa Cara-a-Cara, líder de audiência aos domingos. Programa da Vertical FM.

Agradeça ao prefeito Baiano, no jornal, o belíssimo trabalho que ele fez nos Bairros Eldorado e São José. O asfalto e aquela Praça embelezaram e valorizaram aquele lugar. Professor Valdo dos Reis Silva, morador no Bairro Eldorado, para o editor do JC, professor Dimas Rodrigues, na Escola Berenice de Magalhães Pinto, no dia 13.04.11, frase ouvida pelo professor Erasmo presente no momento.


Jornal da Cidade

1ª quinzena de abril de 2011

9

Associação Comercial lança nova logomarca e razão social

N

Em evento com assinatura de contratos, a entidade apresentou mudanças ao empresariado presente no evento

a terça-feira dia 12/04, a Associa ção Comercial de Arcos reuniu na Casa de Cultura empresários e convidados para o lançamento da nova logomarca da entidade e razão social. Além disso, foi assinado um contrato com a Caixa Econômica Federal e o proferimento de uma palestra. O evento teve início com uma apresentação da APAE – Associação de Pais e Amigos dos excepcionais, seguido de explanação sobre as mudanças ocorridas na entidade pelo presidente da ACE, Ivan Fontes. Assim, A razão social ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE ARCOS, ACE, substitui a razão ASSOCIA-

ÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL, AGROPECUÁRIA E DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ARCOS, ACIA. A troca de termos se dá apenas por unificação com as outras entidades e fortalecimento da marca, porém a ACE continuará representando todos os seguimentos antes expressos na razão social. Esta mudança se deu pela padronização da nomenclatura e logomarca utilizada pelas Associações Comerciais do estado. Com iniciativa da Federaminas e orientação da CACB – Confederação das Associações Comerciais do Brasil, ela visa unificar e fortalecer o nome do sistema. A logomarca, nas cores verde e amarela, dá

uma nova identidade visual ás entidades do Sistema Federaminas e reforça alguns conceitos básicos presentes desde a fundação da entidade estadual, como o associativismo, o cooperativismo, a unidade e diversidade e os objetivos únicos que movem as mais de 390 Associações Comerciais que integram a federação. A nova logomarca foi feita pensando nos valores físicos e emocionais da entidade, como o acolhimento aos empresários de diversos segmentos, o associativismo, a ética e a transparencia na gestão. Com a adoção da nova marca haverá a padronização da identidade visual, facilitando e otimizan-

do a comunicação, e o fortalecimento das entidades do Sistema Federaminas. Com a unidade proporcionada pela marca haverá uma identificação imediata e o reconhecimento do sistema em qualquer parte do Estado, o que se torna essencial visto a extensão territorial de Minas Gerais. Com o sistema forte, cada uma das Associações Comerciais terá mais força, cada uma em sua cidade, e assim, em todo estado. Quando

aparecer a marca ACE, todas serão favorecidas e estarão sendo representadas e divulgadas ao mesmo tempo. Isso facilitará e mostra ainda mais a força da classe empresarial. Em seguida, Ivan Fontes e o superintendente Regional da Caixa Econômica Federal - CEF, Constantino Dias Neto, assinaram o convênio Aporte Caixa, sendo precedido pela palestra “Novo mercado: adquirência para credencia-

mento de estabelecimentos – Bandeira Cielo e Master com o objetivo de reduzir a inadimplência”, com Rogério Antônio Vida Gomes, gerente Regional da CEF. Após a palestra, os presentes participaram de um coffe-break no hall da Casa de Cultura e também receberem o Kit Empresarial, composto com material para orientação e auxilio nas atividades comerciais.

Aniversário do João Julio O cirurgião dentista João Julio Cardoso completou 40 anos no dia 06 de abril e comemorou-o em grande estilo. Pessoas adultas e mirins, dos vários segmentos sociais, marcaram presença na noite e comemorou, com o simpático aniversariante, vice-prefeito de Arcos, o seu aniversário, que teve presença do prefeito Baiano, prováveis candidatos às próximas eleições municipais, a família Cardoso, elementos da imprensa escrita e falada e até o Lourival de Pains, convidado do aniversariante. Veja, abaixo, flashes do happening.

Fotos Jornal Espaço Livre


10

1ÂŞ quinzena de abril de 2011

Jornal da Cidade


ENTREVISTA

Jornal da Cidade

1ª quinzena de abril de 2011

Conseguimos a implantação de uma Academia ao Ar Livre, que atende aos bairros Olaria, Nova Morada e Alvorada, além de ter repassado R$ 10 mil para o Cesec do município e fizemos a entregas de material esportivo a clubes esportivos da cidade.

assessor do deputado federal e ex-ministro Carlos Melles (1994-1996),hoje Secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas. Ainda agrego em meu curriculum a diretoria-geral da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso (20032004) e assessor do governador Aécio Neves (2005-2006). Além disso, pude presidir o Consórcio Intermunicipal de Preservação das Bacias dos Rios São João e Santana e a Agência de Desenvolvimento Sustentável do Sudoeste Mineiro (Adebras). Como Arcos foi inserida em seu mandato? Dos 74.542 votos que tive nas eleições do ano passado, 208 votos me foram confiados por eleitores de Arcos, através de um trabalho em parceria com meu primo que é Vereador na cidade, o Presidente da Câmara, Vereador Wilmar Arantes, mais conhecido como Wilmar do Criolo. A partir daí venho me empenhando em conhecer as demandas e necessidades

da população arcoense, tanto que nomeei como meu chefe de gabinete um arcoense, o Luciano Gontijo, de família conhecida da cidade, filho do Getúlio do Bandico e sobrinho do advogado Dr. João Carlos, meus amigos de anos, que me cobram a um bom tempo para iniciar um trabalho em Arcos, e agora poderei de forma mais veemente ter uma atenção especial ao município. O senhor já tem trabalho prestado a Arcos ? Sim, um bom trabalho mas que pretendo aumentar. Quando a Magda Fontes foi Secretária de Saúde do município me demandou muito e pude contribuir com a cidade. Conseguimos aparelhos auditivos para 14 pacientes da cidade ao valor de R$ 7 mil reais cada um, chegando a R$ 100 mil reais só nesta área. Além de várias cirurgias, internações, exames, consultas e medicamentos que pudemos dar apoio. A área da saúde foi uma ação marcante que prestei para Arcos no meu primeiro mandato.

de ano. Estamos apoiando o Prefeito Baiano na liberação de verbas na Secretaria de Educação para quadra esportiva na E. E. Maricota Pinto e quadra esportiva, reformas e ampliações na E.E. da Vila Boa Vista. Estou em contato pessoal com o Secretário de Esportes Braulio Braz para continuidade do programa "segundo tempo" em Arcos, que foi desenvolvido com muita competência na quadra do bairro Cruzeiro. Já disponibilizamos materiais esportivos a clubes esportivos de Arcos e apoios aos centros comunitários me foram apresentados pelo Vereador Wilmar do Criolo e já determinei a minha assessoria que as incluam nas indicações ao orçamento de 2011 que irei trabalhar junto ao governo do Estado. Passei para a secretária de governo de Arcos, Magda Fontes, o nosso contato direto para ajudar nas questões de saúde em Belo Horizonte e apresentei dois projetos na área dos direitos difusos, meio ambiente e preservação e defesa do pa-

trimônio histórico, artístico e cultural de Arcos junto ao Governo do Estado. O que a população arcoense pode esperar do senhor? Compromisso e trabalho. Sempre que sou procurado por uma liderança de uma cidade que me apresenta demandas para iniciar um trabalho naquela cidade verifico primeiro se "dá liga" ou seja se está na minha região geográfica de atuação e se o perfil de atividade do município vão ao encontro de minha bandeira de atuação política. Arcos está no CentroOeste, região que atuo e o município tem um solo privilegiado com uma vocação para o calcário e a agricultura. Sou produtor rural e continuo neste mandato presidindo a Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial da Assembléia Legislativa e sou membro efetivo da Comissão de Minas e Energia. Pretendo assim aumentar minha atuação política em Arcos junto aos meus parceiros e amigos do município, uma parceria sólida com Arcos que agregarei ao meu mandato

Ofício do DER-MG dirigido ao Deputado Antônio Carlos Arantes comunicando a instalação das placas na MG-170 Arcos-Pains (Bandico)

Qual a sua história profissional e política? Sou produtor rural e desde jovem já inicieu meu trabalho na agropecuária. Pude aprender muito com o homem do campo, que vive da sua produção, que alimenta a sua família e a de milhões de brasileiros. Fui ainda coordenador do Programa de Renovação da Cafeicultura Regional em 17 municípios e conselheiro administrativo da Cooparaíso. Estou em meu segundo mandato consecutivo como deputado estadual (2007-2011 e 2011-2015), sendo que no mandato de 2003 a 2007 fui suplente e assumi o mandato por 40 dias. Tenho uma boa experiência política já que fui prefeito do município de Jacuí por três mandatos (1989-1992, 1997-2000 e 2001-2002). As minhas principais regiões de atuação política são Sudoeste, Sul e Centro-Oeste de Minas. Sou ex-presidente da Associação de Produtores Rurais do Mato Dentro e Jacuí, além de ter sido

Existem projetos e recursos em andamento para beneficiar o nosso município? Levei o Prefeito Baiano ao Secretário Carlos Melles, de Transportes e Obras Públicas, e saímos otimistas com o anúncio da liberação de R$ 1 Milhão para asfaltamento na cidade, duas pontes e 21 mata-burros para a ona rural do município. Entreguei pessoalmente ao Governador Antônio nastasia no final do mês de março fotografias que a Prefeitura de Arcos me enviou mostrando a necessidade urgente da liberação deste recurso principalmente para recuperação das avenidas Laura Andrade e Governador Valadares, além de outros pontos críticos, ocasionados pelas fortes chuvas deste início

11


12

1ª quinzena de abril de 2011

Jornal da Cidade

Sr. Bacalhau

Dimas Rodrigues

O Preto Azul

cronista irá fa zer um breve comentário sobre o futebol arcoense, que para nosso orgulho está voltando aos tempos áureos. O cronista diz tempos áureos, porém, o futebol dos anos sessenta, setenta e até na década de oitenta, noventa, não volta mais. Não tem mais aquela performance, aquele glamour, mesmo porque o torcedor hoje tem mais opções. Hoje o torcedor tem outro perfil e os gostos são múltiplos. Divide-se o tempo com um bom programa de televisão, internet, piscina, lazer, um bom programa de rádio (eureca) e até viagens. Hoje tudo mudou e a tecnologia bate à nossa porta. O mundo está mais virtual e a globalização tornou o torcedor mais exigente. Já não se criam mais tantos ídolos locais. Eles passaram a ser estaduais, nacionais e até internacionais. Em Arcos bomba Copa Alterosa, Copa Terezinha Moreira Gontijo, Copa Arcos de Futebol (troféu Supergás), tudo ao mesmo tempo. Haja atleta. O cronista acredita, que numa dessas o Palmeirinha do Ita emplaque. A nível estadual o futebol mineiro está com equipes na série A do futebol Brasileiro. Atlético, Cruzeiro e América, que esteve visitan-

do as séries C e B durante um longo tempo. Agora a equipe alviverde voltou e voltou bem. O artilheiro Fabio Junior, 33 anos, tem mostrado futebol para jogar em equipes da qualidade de um Atlético e Cruzeiro. O homem sabe fazer gols. E futebol é gol. O quadrangular do mineiro já se delineia: são os três grandes da capital e mais uma equipe do interior. O time do Cruzeiro, agora, ganha fácil do Estudiantes de La Plata. Goleou em Minas Gerias, na Arena do Jacaré em Sete Lagoas, e goleou de 3 a 0 dentro da Argentina na quartafeira, 13 de abril. O Estudiantes virou freguês do time do goleiro Fabio. Pena que o Cruzeiro não o tenha vencido quando mais precisava. Na final da Libertadores da América, em 2008, dentro de casa. Dentro do Mineirão. Deixou, na ocasião, que o time de Veron levasse o caneco e derrotasse o Cruzeiro diante de uma multidão de milhares de pessoas e diante de dois governadores: Aécio Neves- que é cruzeirensee José Serra. Eu tenho a impressão que o presidente Zezé Perrela “soltou os cachorros”, naquela noite, dentro do vestiário do Mineirão. A história ainda irá revelar. Onde estão Vagner, Magrão e Jonathan, que pediram “bicho diferenciado” para os titulares caso ganhassem a competição. Como se tivesse ganho. Deu no que deu. O espírito de Veron venceu a ganância.

I

Inaugurada uma nova churrascaria em Arcos

naugurada no dia 07 de abril, quinta-feira, com presença de autoridades, imprensa de Arcos e região- e representantes de todos os segmentos sociais, a Churrascaria “Sr. Bacalhau”, ao que tudo indica, veio para ficar. Com garçons e garçonetes atenciosos e bem vestidos, várias qualidades de peixes e variada qualidade de carnes, os convidados dos sócios proprietários João Ferreira o Gringo- e Ademilson Silva - o Grilo - puderam degustar de tudo isto, regado á cerveja no ponto, vinho, refri, tudo no capricho. A noite conspirou a favor com uma temperatura amena e o ambiente, com isto, foi dos mais agradáveis. Teve gente que se esqueceu da hora e teve que sair às pressas, tão favorável era o ambiente do Sr. Bacalhau. Vale a pena visitá-lo, na Avenida Governador Valadares, quase esquina com Rua Joaquim Murtinho.

Caio e Irene Rosa A arquiteta arcoense Irene de Sousa Rosa marcou presença na inauguração do “Senhor Bacalhau” na quintafeira, 07 de abril, na Avenida Governador Valadares, em Arcos. Acompanhada do marido, o italiano Caio, muito simpático. Descobri, na ocasião, que o casal está morando em Arcos. A conversa estava tão boa, regada a um bom peixe, com cerveja geladíssima, que fomos os últimos a sair. Tudo free, ou seja, 0800, conforme diz o brasileiro na boa gíria. Os garçons e garçonetes foram impecáveis, os sócios-proprietários João Ferreira “o Gringo” e o Grilo, tiveram uma performance brilhante, capitaneados pela doutora Magui Ribeiro Roberto Ferreira. Dimas Rodrigues - Notas do Pejora

Marcou presença Na inauguração do “Senhor Bacalhau”, no dia 07 de abril, a representante do Ministério Público de Arcos, Dra. Rosiley de Fátima, e o marido Dênio Dutra, advogado e professor no curso de Direito. Dimas Rodrigues Notas do Pejora

Jornal da Cidade - 236  

Notícias de Arcos

Advertisement