Revista PoloUm nº02

Page 1

Ano I - Nº 02 Revista do Núcleo de Tecnologias para Educação da Universidade Estadual do Maranhão A magazine from the Department of Techonologies for Education of Universidade Estadual do Maranhão

Estúdio amplo e moderno

leva qualidade aos alunos de EaD Large and modern studio offers quality to DE students

e mais: And more:

•INTERAÇÃO ENTRE ALUNOS DE CURSO A DISTÂNCIA Interaction between students of distance learning courses

• TEMPO DE INCLUIR Time to include


Editorial

N

o momento em que lançamos a segunda edição da nossa Revista PoloUm somos tomados por uma dupla alegria. A primeira delas relativa à inauguração da nova sede do Núcleo de

Tecnologias para Educação, o nosso UemaNet. E a segunda, por co-realizarmos no ano do quarto centenário da cidade de São Luís, o 18o Congresso Internacional da Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed). O pioneirismo da Uema com a oferta de cursos a distância no Maranhão, aliado ao seu constante esforço por inovação nesse segmento estão materializados hoje nesse novo espaço para desenvolvimento de instrumentos para mediação da aprendizagem em ações educacionais que venham a prescindir de algum recurso tecnológico, independente de serem a distância ou mesmo presenciais. O almejar e alcance desse nível estrutural não teria sido possível sem a decisiva participação da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – SECTEC e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, por meio da sua Diretoria de Educação a Distância. A essas instâncias governamentais, nosso reconhecimento e gratidão pelos investimentos realizados e, sobretudo, por depositarem em nós, a confiança no êxito do cumprimento da nossa missão. Destaque merecido para a nova estrutura e aparato tecnológico disponível em nosso novo estúdio. Certamente um avanço considerável em nossa trajetória evolutiva na mediação da aprendizagem pelas vias da tecnologia. Um espaço amplo, moderno e à altura do valor da educação para a nossa Uema, que sempre esteve imbuída por servir à sociedade maranhense, oferecendo formação educacional de excelência orientada para a cidadania, produzindo conhecimento e prestando serviços de qualidade, por meio de uma gestão participativa com responsabilidade social e ambiental. Por sua vez, alegra-nos também, tal como em 2009, quando sediamos o VI Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância (ESUD) em parceria com a Associação Universidade em Rede (Unirede), co-realizarmos agora em 2012, no mês de aniversário da capital maranhense, o Congresso Internacional da Abed com status de maioridade. A Uema reconhece a legitimidade e imprescindibilidade da Unirede e da Abed, consorciando-se a elas em prol da educação brasileira pelas vias da EAD. Ambas as entidades, por seus encontros periódicos e articulações, vêm propiciando ricas trocas e aprendizados para as instituições de ensino, além de cada vez mais, exercerem significativa influência sobre os destinos dessa modalidade educacional no Brasil. Sejamos todos bem-vindos! Prof. José Augusto Silva Oliveira Reitor da Universidade Estadual do Maranhão

2 | UemaNet • Revista PoloUm


Editorial

B

y the time we launched the second edition of our magazine, PoloUm, we are taken by a double joy. The first one is the inauguration of the new headquarters of the Center for Educational

Technologies, our UemaNet. And second, by co-accomplish in the year of the fourth centenary of the city of St. Louis, the 18th International Congress of the Brazilian Association for Distance Education (Abed). Uema is pioneering, by offering distance learning courses in Maranhão, together with its constant endeavor for innovation in this segment are now embodied in this new space for developing tools to mediate learning in educational activities that will waive any technological resource, regardless of being at a distance or present. The aim and scope of this structural level would not have been possible without the decisive contribution of the Secretary of Science, Technology and Higher Education - SECTEC and the Coordination of Improvement of Higher Education Personnel - CAPES, through its Board of Distance Education. To these government bodies, our recognition and gratitude for investments and especially for deposit in us the confidence in the success of fulfilling our mission. Distinction for the new structure and technological apparatus available in our new studio. Certainly a considerable advance in our evolutionary trajectory in mediating learning the by ways of technology. A spacious, modern and up to the value of education for our Uema, which has always been imbued to serve our society by providing educational excellence for citizenship, knowledge producing and providing quality services through a participatory management with social and environmental responsibility. In turn, we are glad too, as in 2009, when we hosted the VI Brazilian Congress of DE Higher Education (ESUD) in partnership with the University Network (Unirede), to coaccomplish now in 2012, in the month of anniversary of the capital city, São Luís, the ABED´s International Congress with all the acquired experience. The Uema recognizes the legitimacy and indispensability of Unirede and Abed, an association to them in favor of Brazilian education in the ways of DE. Both entities, and their periodic meetings and venture efforts, are providing rich exchanges and learning for educational institutions, and increasingly exert significant influence over the destinies of this type of education in Brazil. Welcome to all! Professor José Augusto Silva Oliveira Rector of the Universidade Estadual do Maranhão

UemaNet • Revista PoloUm | 3


Sumário

8 10 26 34

DEPOIMENTOS e AGENDA

OPINIÃO

MERCADO Caráter flexível faz mercado de EaD crescer cada vez mais CONVERSA FRANCA João Carlos Teatini destaca que o preconceito em relação a EaD é absolutamente improcedente

18

ENTREVISTA O presidente Abed, Fredric Litto, fala sobre a educação a distância no Brasil e Maranhão

4 | UemaNet • Revista PoloUm

36 44 48 52

EVENTOS UemaNet participa do ESUD 2012 TUTORIA O tutor na EaD é apenas um mediador? TECNOLOGIA Estúdio amplo e moderno leva qualidade aos alunos de EaD ACONTECEU Fique por dentro das principais ações do UemaNet

40

CAPACITAÇÃO UemaNet leva Curso de Tecnologias Educacionais para polos UAB


Content

8 10 26 34

TESTEMONIALS

OPINION

MARKET Flexible Characteristics makes flexible market DE grow increasingly YOU TALKS FRANK Jõao Carlos Teatini highlights that the prejudice against DE is absolutely unfounded

18

INTERVIEW The president of the Abed, Fredric Litto, talks about distance education in Brazil and Maranhão

36 44

EVENTS Highlights Moments of ESUD 2012 MENTORING Is the tutor in distance education only a mediator?

48

TECHNOLOGY Large and modern studio offers quality to DE students

52

YOU HAPPENED Be inside of the main actions of UemaNet

40

TRAINING UemaNet Course takes Educational Technologies Course to UAB Centers

UemaNet • Revista PoloUm | 5


Expediente

Revista do Núcleo de Tecnologias para Educação da Universidade Estadual do Maranhão

20

INCLUSÃO Cursos técnicos a distância da Uema qualificam profissionais para as demandas do mercado maranhense.

REITOR DA UEMA Prof. José Augusto Silva Oliveira VICE REITOR Prof. Gustavo Pereira da Costa COORDENADOR GERAL DO UEMANET Prof. Antonio Roberto Coelho Serra COORDENADOR ADJUNTO DO UEMANET Prof. João Augusto Ramos Silva ASSESSOR DE MARKETING E COMUNICAÇÃO Prof. Fabio Abreu Santos EDITORA Paula Lima REVISÃO Lucirene Ferreira Lopes REDATORES Paula Lima Talita Dias IMAGENS Ascom - UemaNet DIAGRAMAÇÃO Wedson de Sousa TIRAGEM 5 mil exemplares

CONTATO Núcleo de Tecnologias para Educação Campus Universitário Paulo VI - Tirirical CEP 65055-310 | São Luís - MA - Brasil www.uemanet.uema.br Tel.: 98 2106-8970 E-mail: ascomuemanet@gmail.com

30 6 | UemaNet • Revista PoloUm

INTERAÇÃO Gincana Acadêmica: uma forma de interação entre os alunos de cursos a distância


20

Expedient INCLUSION UEMA offers DE Technical courses to qualify professionals to market demands in Maranhão. A magazine from the Department of Techonologies for Education (UemaNet) of Universidade Estadual do Maranhão

RECTOR UEMA Prof. José Augusto Silva Oliveira VICE RECTOR Prof. Gustavo Pereira da Costa GENERAL COORDINATOR OF UEMANET Prof. Antonio Roberto Coelho Serra ASSISTANT COORDINATOR OF UEMANET Prof. João Augusto Ramos Silva ASSESSOR THE MARKENTING AND COMMUNICATION Prof. Fabio Abreu Santos PUBLISHING HOUSE Paula Lima REVISION Lucirene Ferreira Lopes REPORTERS Paula Lima Talita Dias IMAGES Ascom - UemaNet LAYOUT Wedson de Sousa IMPRESSION 5 mil exemplares

CONTACT Núcleo de Tecnologias para Educação Campus Universitário Paulo VI – Tirirical CEP: 65055-310 / São Luís – MA – Brasil www.uemanet.uema.br Telephone: 98 2106 8970 / 8974 E-mail: ascomuemanet@gmail.com

30

INTERACTION Academic Gymkhana a form of interaction between students of distance learning courses UemaNet • Revista PoloUm | 7


Depoimentos

MIVALDO ÁLVARES DE OLIVEIRA Coordenador do curso técnico em Contabilidade do Centro de Ciências Sociais (CCSA) e Aplicadas e Presidente da Associação dos Professores da Uema (Apruema)

JOSÉ SALGADO NETO Coordenador do curso técnico em Edificações do Centro de Ciências Tecnológicas (CCT)

ZAFIRA DE ALMEIDA Coordenadora do curso de Aperfeiçoamento em Educação Ambiental do Centro de Educação, Ciências Exatas e Naturais (CECEN)

DANIEL PRASERES Coordenador do curso técnico em Alimentos do Centro de Ciências Agrárias (CCA)

8 | UemaNet • Revista PoloUm

“A educação a distância é o futuro do Brasil. Ela veio propiciar um alcance maior para aquelas pessoas que não tinham condições de fazer alguns cursos e aprimorar seus conhecimentos. A EaD vem suprir e atingir um universo bem superior”.

“A Uema tem se destacado sobremaneira em relação a educação a distância, através do Núcleo de Tecnologias para Educação – UemaNet, que é um espaço da Universidade, onde existe um domínio da tecnologia a distância e é uma referência no Estado e porque não dizer no Brasil. Principalmente agora com a implantação de 13 cursos técnicos. O ensino técnico a distância é novo aqui e também estamos iniciando, aprendendo junto com os alunos. É uma via de mão dupla: alunos, professores e técnicos, toda a equipe está num processo de construtivismo, onde ambos só têm a lucrar”.

“Falarei aqui sobre o curso de Aperfeiçoamento em Educação Ambiental, que é mais um curso ofertado pela Universidade Estadual do Maranhão, por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação – UemaNet. Reafirmo a importância de cursos dessa natureza para inclusão da temática ambiental no cotidiano de estudantes, professores e demais integrantes da comunidade escolar, sendo essa uma importante contribuição para o aprimoramento da capacidade técnica em Educação Ambiental”.

Na medida em que avançam as tecnologias de comunicação virtual, como a Internet, o conceito de educação também se altera. As ferramentas do ensino à distância promovem um intercâmbio maior de saberes, possibilitando que cada professor colabore com seus conhecimentos específicos, no processo de construção do conhecimento, muitas vezes a distância. O Maranhão se beneficia porque pode qualificar mais pessoas em um menor espaço de tempo e com um investimento financeiro também menor. A Uema está fazendo a sua parte, ampliando suas fronteiras e colocando à disposição da sociedade toda a sua estrutura de laboratórios e professores qualificados. Sem dúvida, a Universidade está dando a sua parcela de contribuição para acelerar o desenvolvimento do Estado”.


Testemonials

MIVALDO ÁLVARES DE OLIVEIRA "Distance education is the future of Brazil. It came to reach those people who could not afford to take some courses and improve their knowledge. The DE comes to supply and achieve a universe far superior"

“The Uema has excelled greatly in relation to distance education through the Center for Educational Technologies - UemaNet, a branch of the University, that masters the DE technology and is a reference in the state and why not say in Brazil. Especially now with the deployment of 13 technical courses. The technical education distance is new here and we're also starting to learn togheter with students. It's a two-way street: students, teachers and the entire staff is in the process of constructing, where both can only gain."

I'll talk here about the course of Improvement in Environmental Education, which is another course offered by the UEMA, through the Center for Educational Technologies - UemaNet. Reaffirm the importance of such courses for inclusion of environmental issues in everyday life of students, teachers and other members of the school community, and this is an important contribution to the improvement of technical capacity in Environmental Education "

“As the virtual communication technologies such as the Internet move foward, the concept of education also changes. The distance learning (DE) tools, promote greater exchange of knowledge, allowing each teacher to collaborate with its expertise in the construction process of knowledge, often from a distance. Maranhão benefits from it, because more people can qualify in a shorter time and also with a smaller financial investment. Uema is doing its part, by expanding boundaries and making available to all of society the structure of laboratories and qualified teachers. Undoubtedly, the University is giving their share of contribution to accelerating the development of the state"

Coordinator of technical course in Accounting Center for Social Sciences (CCSA) and Applied Ciences, and President of the Association of Teachers of Uema (Apruema)

JOSÉ SALGADO NETO Coordinator of Technical Course in Construction at Sciences Center Technology (CCT)

ZAFIRA DE ALMEIDA Coordinator Course Improvement in Environmental Education Center Education, Exact and Natural Sciences (CECEN)

DANIEL PRASERES Coordinator of Technical Course in Food Center of Agricultural Sciences (CCA)

UemaNet • Revista PoloUm | 9


Referência Cursos e percursos Antonio Roberto Coelho Serra

do Núcleo de Tecnologias para Educação (Uemanet) da Universidade Estadual do Maranhão

Introdução Em sociedades baseadas no conhecimento, cujos processos de transformação estão em contínua marcha e decorrem em grande medida dos avanços das novas Tecnologias da Informação e da Comunicação – TICs, a qualidade e a inovação do sistema educativo, podem apresentar-se como pilares básicos de sustentação de todo o desenvolvimento sócioeconômico. Dentro dessa perspectiva, Mayor (1998, p. 46) declara que a educação é a chave do “desenvolvimento sustentável e autosuficiente – uma educação fornecida a todos os membros da sociedade, segundo modalidades de ensino e com a ajuda de tecnologias, de tal maneira que cada um se beneficie de chances reais de se instruir ao longo da vida”. As instituições de ensino constituem-se no espaço privilegiado para uma educação dirigida às exigências de nossos tempos. Dentro do processo de universalização e democratização do ensino, especialmente no Brasil, onde os déficits educativos e as desigualdades regionais e sociais são tão elevados, os desafios educacionais existentes podem ter, na educação a distância, um meio eficaz na mediação do ensinoaprendizagem e consequentemente, pode desempenhar um papel inestimável no desenvolvimento sustentável da sociedade. De acordo com Neder (1996) a educação a distância deve ser compreendida como uma modalidade de educação que permite o compartilhamento, o diálogo entre os sujeitos, na busca da construção de significados sociais, possibilitando a constituição, por isso mesmo, de um espaço, não necessariamente físico, de interlocução entre os sujeitos da ação educativa. Por esses atributos e especialmente por transcender às noções de tempo e espaço no contexto escolar tradicional, a Educação a Distância (EaD) parece configurar-se como uma alternativa inovadora no campo educacional. Tal possibilidade, segundo Figueiredo (2005, p. 55) tem amparo na visão Schumpeteriana, em que o conceito de inovação “não se restringe simplesmente a produtos e processos, mas envolve novas formas de gestão, novos mercados e novos insumos de produção”. Nesse particular, a Educação a Distância (EaD) desponta trazendo consigo novos métodos de ensino, novos modos de intermediação de conteúdos, diferentes configurações estruturais, ampla variedade de modelos de gestão, permanente incorporação de TICs e uma abrangência para alcance de pessoas, que jamais os instrumentos tradicionais de disseminação do conhecimento haviam proporcionado. Diante apenas desses indicativos, essa modalidade de ensino revela-se certamente como a maior inovação nesse campo desde o último século. Face a essas ponderações, tomou-se o tema da gestão da inovação e demarcou-se a trajetória de acumulação tecnológica do setor de EaD da Uema entre os anos de 1998 e 2012, a partir da aplicação do modelo de Kim (2005) ao campo

10 | UemaNet • Revista PoloUm

da educação. A aplicação do modelo em três fases de Linsu Kim Tendo como base, o setor industrial nos países em desenvolvimento, Kim (2005) descreve como se aplica o modelo de aprendizado tecnológico baseado nos estágios de aquisição, assimilação e aperfeiçoamento. Em suma, o modelo retrata que esses países não dispõem suficientemente de capacitação tecnológica para assegurar um processo autônomo de inovações, em função disso, adquirem tecnologia desenvolvida, testada e aprovada em países avançados. Kim (2005) demonstra que a produção nesses países, no ciclo inicial, se resume apenas a uma tarefa de montagem de componentes vindos de fora e em função disso, ainda requer a assistência técnica externa para solução de determinados problemas. Na medida em que adquirem experiência e assimilam a tecnologia importada, essa é disseminada e aplicada por outras organizações para outros produtos através da engenharia reversa (montagem de produto seguindo um caminho inverso). Tal prática contribui para criação de uma base de recursos tecnológicos e de know-how em pesquisa e desenvolvimento suficientes para que os pesquisadores busquem por inovações. Diante dessa configuração, percebe-se que a capacitação tecnológica inclui não somente a capacidade de assimilação de um conhecimento existente (para imitação), mas principalmente a capacidade de criar um novo conhecimento (para inovação). Até a chegada a fase de aperfeiçoamento e geração, pode ocorrer diversos ciclos de aquisição por meio de transferência tecnológica e de assimilação, através dos esforços de aprendizagem. Fez-se, portanto, o delineamento da trajetória de acumulação de capacidade tecnológica do Núcleo de Tecnologias para Educação – UemaNet, a partir da aplicação do modelo em três fases de Kim (2005). Embora essa referência tenha sido desenvolvida em um contexto diferente, o setor industrial de países em desenvolvimento, buscou-se sua aplicação para o segmento educacional. Para tanto, procedeu-se a uma análise sucinta com base em recortes selecionados do pensamento de Kim, manifesto em enunciados relativos a cada uma das fases do modelo. A fase da Aquisição Consiste basicamente na aquisição de tecnologias estrangeiras maduras face a falta de capacidade interna para estabelecer as operações produtivas. Na presente aplicação, essa etapa relaciona-se com a contratação dos serviços de consultoria e materiais didáticos impressos desenvolvidos pela


Reference Courses and pathways of the UEMA´s Center for Educational Technologies (Uemanet)

Introduction In knowledge-based societies, whose transformation processes are in continuous motion and derive largely from advances in new Information Technologies and Communication ICT, quality and innovation of education systems can present as pillars of support all socio-economic development. Within this perspective, Mayor (1998, p. 46) declares that education is the key to "sustainable and self-sufficient - an education provided to all members of society, in ways of teaching and with the help of technologies, such a way that each benefits from real chance to educate themselves throughout their lives”. Education institutions constitute the privileged space for an education geared to the demands of our times. Within the process of democratization and universalisation of education, especially in Brazil, where the educational deficits and the regional and social inequalities are so high, the existing educational challenges may have, in distance education, an effective mediation in the teaching-learning and consequently, can play an invaluable role in the sustainable development of society. According to Neder (1996) distance education must be understood as a form of education that enables sharing, dialogue among individuals in the pursuit of the construction of social meanings, allowing the constitution, therefore, of a space, not necessarily physical, of dialogue between the subjects of educational action. For these attributes and especially by transcending the notions of time and space in the traditional school setting, the Distance Learning (ODL) seems to configure itself as an innovative alternative in the educational field. Such a possibility, according to Figueiredo (2005, p. 55) has support in the Schumpeterian view, in which the concept of innovation "is not restricted simply to products and processes, but involves new management, new markets and new production inputs". In particular, the Distance Learning (ODL) emerges bringing new teaching methods, new modes of intermediation content, different structural configurations, a wide variety of management models, permanent incorporation of ICTs (Information and Communication Technologies) and a scope to reach people who never traditional instruments of knowledge dissemination had provided. Given these indicative only, this mode of education proves certainly as the greatest innovation in this field since the last century. Given these considerations, the theme of innovation management was taken and it drew attention to the trajectory of technological accumulation sector of UEMAs EAD between the years 1998 and 2012, applying the model of Kim (2005) to the field education. The application of the model in three stages Linsu Kim

Antonio Roberto Coelho Serra

Based on the industrial sector in developing countries, Kim (2005) describes how to apply the model of technological learning based on the stages of acquisition, assimilation and improvement. In short, the model depicts that these countries do not have sufficient technological capabilities to ensure an autonomous process of innovations, as a result, acquire technology developed, tested and approved in advanced countries. Kim (2005) shows that production in these countries, the initial cycle, just comes down to a task of assembling components from outside and as a result, still requires external technical assistance for solving certain problems. Insofar as gain experience and assimilate imported technology, that is spread and applied by other organizations for other products by reverse engineering (product assembly following a reverse path). This practice contributes to creating a resource base and technological know-how in research and development sufficient for researchers to seek for innovations. Given this configuration, it is clear that the technological capability includes not only the assimilation capacity of an existing knowledge (for imitation), but mainly the ability to create new knowledge (for innovation). Until the arrival phase of improvement and generation, may occur several cycles of acquisition through technology transfer and assimilation, through the efforts of learning. There was, therefore, the delineation of the trajectory of technological capability accumulation of the Núcleo de Tecnologias para Educação – UemaNet, from the application of the model in three phases Kim (2005). Although this benchmark has been developed in a different context, the industrial sector of developing countries, we sought their application to the educational segment. For this purpose, we proceeded to a brief analysis based on clippings Kim´s selected thought, manifest in statements relating to each of the phases of the model. Phase of Acquisition It basically consists in the acquisition of foreign technologies mature face a lack of internal capacity to establish productive operations. In the present application, this step relates to the hiring of consultancy services and printed instructional materials developed by the Universidade Federal do Mato Grosso - UFMT. In 1998, Uema resorted to UFMT, a pioneer in offering distance higher education courses in Brazil and with the best evaluation grade (A) on the MEC National Course Examination, called the "provão", for the deployment of its first distance education course, the Teacher Training course in high school. At the time, all the training and qualification of the technical staff, teachers and tutors to work in this type of education was made by professionals that University. Besides the acquisition of training,

UemaNet • Revista PoloUm | 11


Referência Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT. Em 1998, a Uema recorreu à UFMT, pioneira na oferta de cursos superiores a distância no Brasil e com a melhor avaliação, conceito (A) pelo MEC no Exame Nacional de Cursos, o chamado “provão”, para implantação do seu primeiro curso a distância, o curso de Formação de Professores em nível médio. À época toda a formação e qualificação da equipe técnica, professores, bem como tutores para atuarem nessa modalidade de ensino fora feita por profissionais daquela Universidade. Além da aquisição dos treinamentos, a Uema adquiriu também todo o conjunto de publicações didáticas relativas ao curso para distribuição entre os seus estudantes. Com o fundamento de Lall (1982), Bell & Pavitt (1993, 1995), Leonard-Barton (1998) e Figueiredo (2001), pode-se dizer que a Uema adquiriu ou acumulou apenas parte de uma capacidade tecnológica instalada na UFMT. Sobre os materiais didáticos impressos adquiridos, esses apenas sintetizavam o produto da operação de um complexo sistema tecnológico em desenvolvimento no estado de Mato Grosso. Quanto à consultoria, a Uema obteve somente orientações relativas à uma dimensão do tecido organizacional, estratégias gerenciais, procedimentos e rotinas organizacionais. Faltava ainda a incorporação das dimensões relativas ao sistema técnico-físico e ao chamado capital humano decorrente do conhecimento e qualificação das equipes de trabalho. Diante dos componentes tecnológicos até então disponíveis, a Uema passou simplesmente a reproduzir a experiência bem sucedida da UFMT, principalmente seguindo seu modelo de gestão de curso e aplicando seus materiais instrucionais. A fase da Assimilação Na sequência, feitas as aquisições, Kim (2005, p.143), demonstra que “a tarefa tecnológica imediata consiste na implementação da tecnologia estrangeira transferida para fabricar produtos cuja tecnologia e mercado foram testados e comprovados alhures”. Nessa fase, o autor coloca que “as tecnologias de produção e de projeto dos produtos são rapidamente difundidas”. Passados dois anos da experiência de reprodução do modelo da UFMT, uma vez tendo seguido cabalmente as diretrizes de trabalho para a área e havendo amplo espaço para atuação, face ao déficit de professores sem formação no Estado no Maranhão, a Uema sentiu-se apta para implementar mais ações educacionais de natureza a distância. Com essa perspectiva, criou o seu Núcleo de Educação a Distância – Nead, estruturado à semelhança do sistema técnico e físico do setor correspondente na UFMT. Através da estruturação do Nead foi possível iniciar o processo de imitação por engenharia reversa, como previa Kim (2005, p.143) ao estimar que através da assimilação de “tecnologias importadas, as empresas locais tornam-se capazes de desenvolver produtos afins através da imitação por engenharia reversa, sem transferência direta de tecnologias estrangeiras”. Esse contexto aplica-se ao processo de decomposição dos materiais didáticos importados, para análise da sua estrutura, desenho e composição. Desta maneira, a Uema passou paulati-

12 | UemaNet • Revista PoloUm

namente a desenvolver seus próprios fascículos impressos para uso nos cursos. A experiência inicial se deu com a elaboração de “coletâneas de textos” e mais tarde com a elaboração propriamente dita de conteúdos. A consolidação desse aprendizado se deu no curso de Licenciatura em Magistério das Séries Iniciais do Ensino Fundamental, primeiro curso superior a distância da Uema, responsável por seu credenciamento junto ao Ministério da Educação para oferta de cursos nessa modalidade de ensino. Kim (2005, p. 143) chama a atenção que “o aumento da concorrência por parte dos novos integrantes estimula os esforços técnicos locais de assimilação das tecnologias estrangeiras com vistas a produzir bens diferenciados”. Na esteira da Uema, outras instituições de ensino locais passaram a reproduzir os modelos de trabalho importados da UFMT. O dinamismo do setor e as pressões das demandas existentes fizeram com que a Uema diversificasse seu portfólio de atuação e passasse a oferecer novos cursos em diferentes níveis. A fase de Aperfeiçoamento Para Kim (2005, p. 144) “A assimilação relativamente bem-sucedida das tecnologias de produção em geral e uma crescente ênfase na promoção de exportações, juntamente com o aumento da capacidade do pessoal das áreas da engenharia e de pesquisa científica levam a um aperfeiçoamento gradual da tecnologia”. O processo de aperfeiçoamento do Núcleo de Educação a Distância, hoje Núcleo de Tecnologias para Educação (UemaNet) segue basicamente o roteiro enunciado. Tal assimilação e consequente aperfeiçoamento parece ser reflexo da capacidade de aprendizagem tecnológica do quadro de pessoal do UemaNet. Ao longo dos anos, desde a fase de aquisição, com a consultoria e os treinamentos básicos à época, progressivamente foram feitos investimentos tanto para aumento do contingente dos funcionários, como principalmente para sua qualificação especializada nos diversos segmentos do trabalho com a educação a distância. A condição atual do corpo técnico do UemaNet tem permitido diversos tipos de “exportação”. Muitos são os setores da própria instituição que recorrem aos seus saberes para desenvolvimento de alguma atividade mediada por tecnologia educacional e não raras vezes outras instituições de ensino superior ou centros de formação buscam na experiência e capacidade instalada do núcleo algum tipo de auxílio ou orientação para consecução dos seus propósitos. Tais recorrências se dão em função dos “produtos” desenvolvidos e disponíveis hoje, possivelmente como resultados de um “esforço tecnológico interno”, que para Lall (1982, 1987), aperfeiçoa-se com o domínio de novas tecnologias, adaptáveis às condições locais e exportadas para outros contextos. Esta parece ser uma evidência do razoável nível de aperfeiçoamento a que chegou o UemaNet em sua trajetória cumulativa de 14 anos. No estágio atual, o núcleo tem sido capaz inserir-se independentemente em diversos projetos de âmbito nacional, a exemplo de cursos aprovados e financiados no âmbito da Universidade Aberta do Brasil e da Rede e-tec Brasil, programas desenvolvidos no âmbito do Ministério da Educação.


Reference the Uema also acquired the full range of educational publications relating to the course for distribution among its students. Based on Lall (1982), Bell & Pavitt (1993, 1995), Leonard-Barton (1998) and Figueiredo´s fundament, (2001), it can be said that the Uema acquired or accumulated only part of a technological capability installed in UFMT. On the printed instructional materials purchased, they synthesize only the product of the operation of a complex technological system under development in the state of Mato Grosso. As for consulting, Uema got only one dimension guidelines for tissue organizational, managerial strategies, procedures and organizational routines. There was still lacking the incorporation of aspects relating to technical- physical system, and the called human capital, due to the knowledge and skills of work teams. Given the technological components available so far, the Uema spent simply playing the successful experience of UFMT, especially following his course management model and applying their instructional materials. The phase of Assimilation Further, the acquisitions made, Kim (2005, p.143) shows that "the immediate technological task consists in the implementation of foreign technology transfer to manufacture products whose technology and market were tested and proven elsewhere." At this stage, the author states that "production technologies and product design are rapidly disseminated." Two years of experience playing the model UFMT, once having fully followed the working guidelines for the area and with ample space for work, and in face of a deficit of untrained teachers in Maranhão State, the Uema felt able to implement educational activities more likely to distance education. With this perspective, created its Center for Distance Education - Nead, structured similarly to the technical system and the corresponding physical sector at UFMT. By structuring Nead was possible to start the process of reverse engineering by imitation, as predicted Kim (2005, p.143) estimate that by the assimilation of "imported technologies, local companies become able to develop related products through imitation by reverse engineering without direct transfer of foreign technologies". This context applies to the decomposition process of instructional materials imported for examination of their structure, design and composition. Thus, the Uema passed gradually develop their own booklets printed for use in the courses. The initial experience was with the preparation of "collections of texts" and later with the development of content itself. The consolidation of this learning took place in the Bachelor of Teaching in the early grades of elementary school, first Uema´s college graduate course, responsible for its accreditation with the Department of Education to offer courses in this teaching modality.

Kim (2005, p. 143) points out that "increased competition from new members stimulates the technical efforts of local assimilation of foreign technologies in order to produce differentiated goods." After Uema, other local educational institutions began to play the working models imported from UFMT. The dynamism of the sector and the pressures of existing demands caused Uema to diversify its portfolio of work and started to offer new courses at different levels. Phase Improvement For Kim (2005, p. 144) "A relatively successful assimilation of production technologies in general and an increasing emphasis on export promotion, along with increased staff capacity in the areas of engineering and scientific research lead to a gradual improvement of the technology". The process of improving the Center for Distance Education, today Núcleo de Tecnologias para a Educação (UemaNet) basically follows the script statement. Such assimilation and consequent improvement seems to be a reflection of the technological learning capacity of staff of UemaNet. Over the years since the acquisition phase, with the advice and basic training at the time, investments were made progressively increased both, the contingent of officials, as well as a specialist qualification in work with various segments of distance education. The current condition of the UemaNet staff has allowed various types of "export". There are many sectors of the institution who use their knowledge to develop some activity mediated by educational technology and not infrequently other higher education institutions or training centers seek the experience and capacity of UemaNet, some kind of assistance or guidance to achieve their purposes. Such recurrences occur depending on the "products" developed and available today, possibly as a result of a "domestic technological effort", which to Lall (1982, 1987), with perfect mastery of new technologies, adaptable to local conditions and exported to other contexts. This seems to be evidence of reasonable level of improvement attained by the UemaNet in its cumulative career of 14 years. At the current stage, UemaNet has been able to insert itself independently on multiple projects nationwide, such courses approved and funded under the Universidade Aberta do Brasil (Open University of Brazil) and Rede e-tec Brasil (Brazil e-tec Network) both programs developed under the Department of Education. Final Thoughts UemaNet adopts Figueiredo´s thinking (2003) to say that the trajectory of accumulation of technological competence of the Center for Educational Technologies - UemaNet is fundamentally influenced by the nature of their learning processes over time. It appears that the Uema´s whole dynamic work, once

UemaNet • Revista PoloUm | 13


Referência Considerações finais Adota-se o posicionamento de Figueiredo (2003) para dizer que a trajetória de acumulação de competência tecnológica do Núcleo de Tecnologias para Educação - UemaNet é influenciada fundamentalmente pela natureza de seus processos de aprendizagem ao longo do tempo. Constata-se que toda a

dinâmica de trabalho da Uema, uma vez assimiladas as tecnologias importadas envolvidas na oferta dos seus cursos a distância, evoluiu ao longo dos anos, juntamente com os investimentos em seu quadro de pessoal especializado – responsáveis diretos pelo aperfeiçoamento gradual das tecnologias para mediação de processos com vistas à aprendizagem (Figura 1).

A aplicação do modelo de Kim (2005), embora não tivesse sido concebido para o fim aqui proposto, demonstrou ser apropriado à contextualização dada neste trabalho. As fases estruturadas revelaram nuanças relevantes para a análise da trajetória, a exemplo do procedimento de engenharia reversa para construção de materiais didáticos impressos para os cursos do núcleo. Seguindo o indicativo de Figueiredo (2003), verificou-se a partir da formação, acumulação e sustentação da competência tecnológica para diferentes funções tecnológicas, que a consistência da trajetória do UemaNet, segue em parte os esforços internos para domínio de novas tecnologias, mas também baseia-se fortemente em posicionamentos políticoinstitucionais da Uema. O registro da evolução das competências tecnológicas permitiu verificar a velocidade (ou taxa) de

acumulação, isto é, o tempo necessário para alcançar certo nível de capacidade tecnológica (Figura 2). As evidências desse estudo mostram que o UemaNet, tendo se empenhado em acumular capacidades inovadoras a partir de diversos processos de aprendizagem, alcançou um nível estrutural suficiente para tornar-se uma referência nesse segmento educacional. A performance do núcleo poderia ser apontada em razão da conjugação de forças internas e institucionais, com o momento por que passa a EaD no Brasil. Razão pela qual, admite-se que a sustentação e aprimoramento do desempenho inovador do Núcleo de Tecnologias para Educação da Uema para a próxima década, dependerá em alto grau das mobilizações para incorporação de novas tecnologias, seja por desenvolvimento próprio ou mesmo por aquisição.

14 | UemaNet • Revista PoloUm


Reference assimilated to the imported technologies involved in offering their distance learning courses, has evolved over the years, along with investments in its specialized staff - directly responsible for the gradual improvement of technologies for mediation processes with a focus on learning (Figure 1).

The use of the model of Kim (2005), although it was not designed for the purpose proposed, here shown to be appropriate, given the context in this work. Structured phases revealed nuances relevant to the analysis of the trajectory, such as the procedure for the construction of reverse engineering printed

Figure 1 - Trajectory of the accumulation of technological competence of UEMA in DE

instructional materials for core courses. Following the indication Figueiredo (2003), it was found from the formation, accumulation and technological expertise to support the different technological functions, the consistency of the trajectory of UemaNet, follows in part the internal efforts to master new technologies, but also relies heavily on the politicalinstitutional placements of Uema. The record of the evolution of technological skills showed the speed (or rate) of accumulation, i.e., the time required to reach a certain level of technological capability (Figure 2). The evidences from this study show that UemaNet, having

been engaged in accumulating innovative capabilities from various learning processes, reached a structural level sufficient to become a reference in this educational segment. The performance of UemaNet could be singled out because of the combination of institutional and internal forces, with the time passing by the EAD in Brazil. Reason, it is assumed that support performance improvement and innovative of Uema´s UemaNet for the next decade, will depend to a high degree of mobilization to incorporate new technologies, either by itself or by developing acquisition.

UemaNet • Revista PoloUm | 15


Referência Indicative of the accumulation of technological competence of UEMA in EaD

REFERÊNCIAS BELL, M; PAVITT, K. Technological Accumulation and Industrial Growth: Contrast Between Developed and Developing Countries. In: Industrial and Corporate Change, v.2, n.2, p.157210, 1993. BELL, M; PAVITT, K. The Development of Technological Capabilities. In: Ul Haque, I.; Bell, M.; Dahlman, C; Lall, S.; Pavitt, K., Trade, Technology and International Competitiveness, Washington, DC: The World Bank, 1995, p.69-101. FIGUEIREDO, Paulo N. Acumulação tecnológica e inovação industrial: conceitos, mensuração e evidências do Brasil. São Paulo em Perspectiva (ISSN: 0102-8839), 19 (1), 2005, p. 5469. FIGUEIREDO, Paulo N. Aprendizagem Tecnológica e Performance Competitiva. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getulio Vargas, 2003. FIGUEIREDO, P. N. Technological Learning and Competitive Performance. Cheltenham, UK; Northampton, MA, USA: Edward Elgar Publishing, 2001. KIM, L. Da Imitação à Inovação: A Dinâmica do Aprendizado Tecnológico da Coréia; tradução de: Maria Paula G. D. Rocha, Campinas, SP: Editora UNICAMP, 2005.

16 | UemaNet • Revista PoloUm

LALL, S. Technological Learning in the Third World: Some Implications of Technology Exports. In Stewart, F.; James, J. (Org), The Economics of New Technology in Developing Countries. Londres: Frances Pinter, 1982. LALL, S. Learning to Industrialise: the Acquisition of Technological Capability by India. Londres: Macmillan, 1987. LEONARD-BARTON, D. Nascentes do Saber: Criando e Sustentando as Fontes de Inovação. Tradutoras: Heloísa Beatriz Santos Rocha e Thereza Christina Vicente Vianna. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getulio Vargas, 1998. MAYOR, F. Preparar um futuro viável: ensino superior e desenvolvimento sustentável. In: Conferência mundial sobre o ensino superior. Tendências de educação superior para o século XXI. Anais da Conferência Mundial do Ensino Superior. Paris: 1998. NEDER, Maria Lúcia C. Avaliação na Educação a Distância: significações para definição de percursos. In: PRETI, O. (Org.). Educação a Distância: inícios e indícios de um percurso. Cuiabá: EdUFMT, 1996. p. 75-94. Extraído e adaptado de SERRA, Antonio Roberto Coelho; SILVA, João Augusto Ramos e (Org.). Por uma Educação sem distância: recortes da realidade brasileira. São Luís: EDUEMA, 2008.


Reference

Structure linked to the pro-rectory of graduate studies Reproduction of guidelines and resources of the UFMT Centralized decisions and Reviews Multidisciplinary Basic Team Formation (7 members)

Course in High School 3 Graduate Courses (4500 students/ 125 tutors Structure Linked to the pro-rectory of graduate studies Greater specialization and division of work Start of production process of teaching materials; Decisões e avaliações centralizadas/Centralized decisions and evaluations Increased multidisciplinary team (30 persons);

Dialogue Strong emphasis on the printed booklet Sporadic use of videoconferencing (teacher-tutor) Presencial Tutoring

Dialogue Strong emphasis on the printed booklet Use of teleconferencing (teacher – student) Presencial Tutoring Use of a VLE (moodle)

Autonomy -1 1 Weekly Meeting Strong dependence on tutoring and printed booklet Frequency Drive Contro

Autonomy 1 Weekly Meeting Strong dependence on tutoring and printed booklet Frequency Drive Control

REFERENCES BELL, M; PAVITT, K. Technological Accumulation and Industrial Growth: Contrast Between Developed and Developing Countries. In: Industrial and Corporate Change, v.2, n.2, p.157210, 1993. BELL, M; PAVITT, K. The Development of Technological Capabilities. In: Ul Haque, I.; Bell, M.; Dahlman, C; Lall, S.; Pavitt, K., Trade, Technology and International Competitiveness, Washington, DC: The World Bank, 1995, p.69-101. FIGUEIREDO, Paulo N. Acumulação tecnológica e inovação industrial: conceitos, mensuração e evidências do Brasil. São Paulo em Perspectiva (ISSN: 0102-8839), 19 (1), 2005, p. 5469. FIGUEIREDO, Paulo N. Aprendizagem Tecnológica e Performance Competitiva. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getulio Vargas, 2003. FIGUEIREDO, P. N. Technological Learning and Competitive Performance. Cheltenham, UK; Northampton, MA, USA: Edward Elgar Publishing, 2001. KIM, L. Da Imitação à Inovação: A Dinâmica do Aprendizado Tecnológico da Coréia; tradução de: Maria Paula G. D. Rocha, Campinas, SP: Editora UNICAMP, 2005.

Improvment

1 Course in High School 1 Graduate Course (1,250 students/ 36 tutors)

Assimilation

Acquisition

Figure 2 - Indicative of the accumulation of technological competence of UEMA in EaD

5 improvement courses 8 Graduate Courses (4500 students/ 125 tutors); 6 Post-Graduate Courses 13 Undergraduates Courses (16,000 students; 1,200 tutors) Structure Linked to the Rectory Mastering processes of production of teaching materials Decentralized decisions and evaluations Tighter integration with science centers Base structure functional and divisional (150 persons) Dialogue Complementarity of medias (printed booklet; VLE; Web Conference; Video Classes; Podcasts) Presential and distante Tutorial Call Center Autonomy 1 Monthly Meeting Interdependence among students Collaborative learning Rigid Control of evaluations

LALL, S. Technological Learning in the Third World: Some Implications of Technology Exports. In Stewart, F.; James, J. (Org), The Economics of New Technology in Developing Countries. Londres: Frances Pinter, 1982. LALL, S. Learning to Industrialise: the Acquisition of Technological Capability by India. Londres: Macmillan, 1987. LEONARD-BARTON, D. Nascentes do Saber: Criando e Sustentando as Fontes de Inovação. Tradutoras: Heloísa Beatriz Santos Rocha e Thereza Christina Vicente Vianna. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getulio Vargas, 1998. MAYOR, F. Preparar um futuro viável: ensino superior e desenvolvimento sustentável. In: Conferência mundial sobre o ensino superior. Tendências de educação superior para o século XXI. Anais da Conferência Mundial do Ensino Superior. Paris: 1998. NEDER, Maria Lúcia C. Avaliação na Educação a Distância: significações para definição de percursos. In: PRETI, O. (Org.). Educação a Distância: inícios e indícios de um percurso. Cuiabá: EdUFMT, 1996. p. 75-94. Excerpted and adapted from SERRA, Antonio Roberto Coelho; SILVA, João Augusto Ramos e (Org.). Por uma Educação sem distância: recortes da realidade brasileira. São Luís: EDUEMA, 2008.

UemaNet • Revista PoloUm | 17


Entrevista

Fredric Litto “A Abed como sociedade científica, nos seus 18 anos, tem seguido uma linha absolutamente de inclusão social em que nós abrigamos e convidamos a fazer parte instituições públicas e privadas, órgãos empresariais e governamentais, que praticam ou queiram entrar na área de educação a distância”.

Em entrevista à Revista PoloUm o presidente da Associação Brasileira de Educação a Distância - Abed, Fredric Litto, fala sobre a educação a distância no Brasil e Maranhão Revista PoloUm - Qual o cenário da EAD hoje no Brasil? Fredric Litto - O ensino a distância é um processo que vem tomando espaço em todo o mundo, por ter flexibilidade, liberdade e também crítica em ambientes que podem ser acessados de qualquer lugar, desde que tenha o equipamento correto. Existem datas citadas por vários autores que demonstram historicamente fatos do Ensino a Distância e as vantagens que ela apresenta, pois existem formas de comunicação, técnicas de ensino, metodologias de aprendizagem, processos de tutorias, entre outros fatores que facilitam o estudo e a aprendizagem significativa. E olhando pelo aspecto histórico estamos chegando atrasados. Mas mesmo assim houve uma rápida assimilação das tecnologias e formas pedagógicas de ensino, que é uma das vantagens de quem chega atrasado. Mas os bem sucedidos são os pioneiros. Então, atualmente, o cenário no Brasil é extremamente otimista, porque existe uma demanda reprimida de pessoas que procuram o ensino superior para melhorar seus conhecimentos, seu currículo na procura de novos cargos, novas responsabilidades. E o Brasil aos poucos está atendendo essa demanda reprimida. As perspectivas não poderiam ser melhores. A Universidade Aberta do Brasil, que é gratuita, oferece, aos poucos, a possibilidade aos alunos que antes eram excluídos do tradicional ensino superior e agora eles vivem outra realidade. Nós estamos torcendo para que a Universidade Aberta do Brasil cresça positivamente para atender todos os cantos do país e todas as áreas de conhecimento. Revista PoloUm - E com toda a sua experiência na EaD, como o senhor ver a educação a distância no Maranhão? Fredric Litto - Estou sempre visitando o Maranhão, creio que desde 1972. Venho para participar dos mais variados eventos na área da Educação. E o Maranhão era um dos pioneiros no Brasil na educação a distância. O Estado já foi um dos líderes na EaD. Qual o livro que fala sobre acontecimentos relacionados à educação a distância que não menciona o Maranhão? Na década de 70

18 | UemaNet • Revista PoloUm

tínhamos o telecurso, telepostos e, assim, por diante. Mas, na década de 80, teve uma queda e somente na década de 90 até os dias atuais é que estamos tentando correr atrás do prejuízo porque muitos dos profissionais de educação a distância, por falta de investimento da parte governamental, seguiram outros rumos. Mas, o Importante é que a EaD no Maranhão está se desenvolvendo rapidamente e o melhor: COM QUALIDADE. A Universidade Estadual do Maranhão com seus 36 polos e sua experiência tem sido uma aliada muito forte para a educação. E a Abed, com suas possibilidades, cada vez mais usufruirá dos talentos das experiências dos profissionais daqui para transmitir as boas práticas desenvolvidas às outras partes do país que estão entrando na EaD um pouco mais tarde. Revista PoloUm - Qual o maior entrave para a disseminação da educação a distância? Fredric Litto - A mentalidade conservadora. Ela revela uma visão estática do mundo. O mundo mudou, a escola não mudou. Mas tem de mudar. A resistência vem de diversos setores: dos empregadores, das faculdades de Educação. E a formação é um ponto nevrálgico da Educação. É preciso travar uma guerra contra a ignorância, contra o conservadorismo. Em outros países do mundo a educação a distância é uma realidade. É possível fazer cursos de graduação, mestrado, doutorado. Trata-se de uma possibilidade de democratizar o acesso à Educação. Além disso, o aluno brasileiro de cursos a distância é assíduo. Em todo o Brasil as faculdades mantêm uma postura conservadora. Elas se apoiam muito na figura do professor como o grande estimulador na sala de aula, mas não é mais assim. Estamos numa sociedade pluralista, em que só a cabeça do professor não é mais suficiente para o aluno. Por isso, eu acho que com o tempo esse conservadorismo vai deixar de existir. Os alunos estão pedindo isso, estão impacientes com os professores atrasados.


Interview

Fredric Litto "ABED as scientific society, in its 18 years, has followed a line of absolutely inclusion in that we shelter and invite to be part, public and private institutions, business and government agencies, who practice or want to enter the area of distance education".

In an interview with the magazine PoloUm president of the Brazilian Association of Distance Education - ABED, Fredric Litto, talks about distance education in Brazil and Maranhão Magazine PoloUm – How does the DE look in Brazil today? Fredric Litto - Distance learning is a process that has been taking space in the world, because it has flexibility, freedom, and also critical in environments that can be accessed from anywhere, provided you have the correct equipment. There are dates mentioned by several authors that demonstrate historical facts of Distance Education and the advantages it offers, as there are forms of communication, teaching techniques, learning methodologies, processes tutorials and other factors that facilitate the study and meaningful learning. And looking at the historical aspect we are getting late. But still there was a rapid assimilation of technologies and pedagogical forms of learning, which is one of the advantages of starting late. But successful are the pioneers. So, currently, the scenario in Brazil is extremely optimistic because there is a pent-up demand of people seeking higher education to improve their skills and their resume in finding new jobs, new responsibilities. And Brazil is slowly providing for the pent-up demand. The outlook could not be better. The Open University of Brazil, which is free, offers, gradually, the opportunity to students that were traditionally excluded from higher education and now they live in another reality. We're hoping the Open University of Brazil grows positively to provide knowledge all over the country and all academic areas. Magazine PoloUm - And with all your experience, how do you see the Distance Education in Maranhão? Fredric Litto - I'm always visiting the state of Maranhão, I think since 1972. I come here to participate in various events in the area of Education. And Maranhão was one of the pioneers in Brazil in distance education. The state has been a leader in distance education. What is the book that talks about events related to distance education that does not mention the state of Maranhão? In the

70s we had the telecurso, telepostos and so forth. But in the 80s, we had a lack in DE and only in the 90s to the present days is that we are trying to do damage control because many of the professionals in distance education looked for others areas, based on the lack of investment from the government. But the important thing is that DE in Maranhão is developing rapidly and, better yet, with QUALITY. The Maranhão State University with its 36 centers and their experience has been a very strong ally for education. And ABED, with its possibilities, increasingly will enjoy the talents of the experiences of professionals here to pass on the good practices developed to other parts of the country that are entering the DE a little late. Magazine PoloUm - What is the biggest obstacle preventing the spread of distance education? Fredric Litto - The conservative mentality. It shows a static view of the world. The world has changed, but the school has not. But it has to change. The resistance comes from several sectors: employers, colleges of education. And training is the nerve of Education. We must wage a war against ignorance, against conservatism. In other countries, distance education is a reality. It is possible to undergraduate, masters, doctorate. This is an opportunity to democratize access to education. Furthermore, the Brazilian student of distance learning has a good attendance. Throughout Brazil colleges maintain a conservative stance. They rely a lot on the figure of the teacher as the major stimulator in the classroom, but not anymore. We are a pluralistic society, in which only the head teacher is no longer sufficient for the student. So I think with time this conservatism will cease to exist. Students are asking for it, are impatient with unprepared teachers.

UemaNet • Revista PoloUm | 19


Inclusão

Tempo de incluir Cursos técnicos a distância qualificam profissionais para as demandas do mercado maranhense

A

tualmente, o Maranhão vive um boom de investimentos de empresas privadas e estatais na área industrial, principalmente nos setores de energia, portos, petróleo e gás. Cerca de R$ 100 bilhões, dos quais 85% são provenientes de grandes grupos nacionais e internacionais. Número que dá ao Estado o maior volume de investimentos privados per capita do Brasil. O resultado é a transformação de seu cenário socioeconômico. Por aqui aportaram a fábrica de celulose do Grupo Suzano (Imperatriz), a refinaria Premium I da Petrobras (Bacabeira), a exploração de gás (bacia do Parnaíba), a termoelétrica de Eike Batista (Santo Antônio dos Lopes), entre outros investimentos por mais municípios do Maranhão. De acordo com o secretario de Estado do Desenvolvimento, Indústria e Comercio, Maurício Macedo, o grande desafio do Governo do Estado é fazer com que estes investimentos - da ordem de R$ 100 bilhões para os próximos cinco anos - cheguem a todas as regiões do estado, traduzindo-os em riqueza para os maranhenses através da melhoria dos indicadores sociais. As novas unidades de negócios demandam por mão de obra qualificada. Para fazer a inserção da população local no mercado, o Governo do Estado conta com o programa de capacitação Maranhão Profissional, que abrange empresas e instituições de ensino. Visando ampliar a quantidade e melhorar a qualidade da formação profissional dos maranhenses, para suprir as demandas por contratações dos empreendimentos implantados e em fase de implantação no Estado, o programa conta com vários níveis de educação: formação inicial e continuada; capacitação técnica e tecnológica; graduação e pósgraduação. Dentre as instituições de ensino tem-se a Universidade

20 | UemaNet • Revista PoloUm

Estadual do Maranhão – Uema, que recentemente, por meio do Núcleo de Tecnologias para a Educação (UemaNet), passa a contribuir para o programa com a implantação de 13 cursos técnicos – modalidade a distância – da rede e-TEC/Brasil. São eles: Alimentos, Contabilidade, Controle Ambiental, Edificações, Guia de Turismo, Informática, Manutenção Automotiva, Meio Ambiente, Meteorologia, Planejamento de Gestão em TI, Redes de Computadores, Segurança do Trabalho e Serviços Públicos. E qual é o perfil desse aluno dos cursos técnicos que ocuparão as vagas profissionais naqueles e outros investimentos? Segundo pesquisa realizada, entre os mais de 52 mil candidatos inscritos no processo seletivo Pacep/e-TEC 2012: 60,42% são mulheres e 39,58% homens. Com idade entre 1821 anos (26,71%), 22-25 anos (22,95%), 26-29 anos (17,80%), acima dos 30 anos (28,31%), e com menos de 18 anos (4,24%). Cerca de 78,80% dos alunos cursaram todo o ensino médio em escola pública e 62,19% concluiu o ensino médio não profissional. Agora por que escolheram o curso técnico a distância? Os dados indicam que 39,61% acreditam que podem ter uma vaga garantida no mercado de trabalho. Já 46,12% por vocação, afinidade e realização pessoal; 11,05% por ser possível conciliar o exercício da profissão com outros afazeres, enquanto 2,77 buscam boa remuneração. Em mais da metade dos casos, a renda familiar desses alunos fica entre 1 e 3 salários mínimos (52,73), para outra grande parte, vive-se até com 1 salário mínimo (34,45%). E o índice de alunos provenientes de famílias com ganham mais de 3 salários é pouco: de 3 a 5, 10,36%; de 5 até 10, 2,08% e mais de 10, 0,37%. Por outro lado, a maioria dos alunos (54,02%) utiliza a Internet como meio de comunicação para se manter atualizada, seguido da Televisão (35,31%).


Inclusion

Time to include Technical DE courses to qualify professionals to market demands in Maranhão

C

urrently, Maranhão is experiencing a boom in investments in the private sector companies and state run companies in the industrial area, mainly in the energy, ports, oil and gas. About $ 100 billion of which 85% are from large national and international groups. Number that gives the state the largest volume of private investment per capita in Brazil. The result is the transformation of their socioeconomic scenario. Investing here are the pulp mill of Suzano Group (Imperatriz), the Premium I refinery of Petrobras (Bacabeira), gas exploration (Parnaíba Basin), the thermoelectric Eike Batista (Santo Antônio dos Lopes), among other investments by most municipalities in Maranhão. In accordance with the Secretary of State for Development, Industry and Commerce, Maurício Macedo, the great challenge of the State Government is to make these investments - in the order of US$ 100 billion over the next five years - to reach all regions of the state, translating them into wealth for maranhenses, by improving social indicators. The new business units demand for skilled labor. To make the insertion of the local workers in the market, the State Government has established the training program called, Professional Maranhão, which covers businesses and educational institutions. Aiming to increase the quantity and improve the quality of professional training of Maranhão, to meet the demands of projects deployed and under implementation in the state, the program has several levels of education: initial and continuing training, technical training and technology; undergraduate and postgraduate.

Among the educational institutions are the Maranhão State University - UEMA, through Center for Educational Technologies (UemaNet) shall contribute to the program with the qualification of manpower through 13 technical courses - mode DE, e-TEC/Brasil network. They are: Food, Accounting, Environmental Control, Buildings, Tour Guide, Computer, Automotive Maintenance, Environment, Weather, Planning Management in IT, Computer Networking, Workplace Safety and Public Services. And what is the profile of the student technical courses that will occupy the vacancies in those professional and other investments? According to research conducted among over 52,000 candidates in the selection process Pacep / E-TEC 2012: 60.42% are female and 39.58% male. Aged 18-21 years; (26.71%), 22-25 years; (22.95%), 26-29 years; (17.80%), above the age of 30 (28.31%), and less 18 (4.24%). Approximately 78.80% of all students attended high school in the public school and 62.19% completed high school unprofessional. Now why did they choose the technical course distance? The data indicate that 39.61% believe they can have a guaranteed place in the labor market. Since 46.12% by vocation, affinity and personal fulfillment; 11.05% to be possible to reconcile the profession with other chores, while seeking good pay 2.77. In over half of cases, the family income of those students is between 1 and 3 times the minimum wage (52.73), to another largely lives up to with 1 minimum wage (34.45%). And the rate of students from families with more than three minimum wage is less: 3 to 5, 10.36%; 5 to 10, 2.08 to 10% and more, 0.37%. Moreover, the majority of students (54.02%) use the Internet as a

UemaNet • Revista PoloUm | 21


Inclusão

“Escolhi o curso técnico a distância, primeiramente pela facilidade de acesso e por não ter disponibilidade de tempo, pois trabalho no comércio. Além da Uema ser um grande referencial. Aproveito, ao máximo, todas as ferramentas disponibiliza das no AVA. Criei uma rotina de horário para estudar”, revela Agda Mulato.

Ao que os números indicam, os alunos estão familiarizados com um dos principais aparatos tecnológicos para os cursos técnicos: Internet. A maioria acessa todos os dias (42,28%) contra 2,41 que nunca acessa. Nos dias úteis, o percentual é de 16,90%; três vezes por semana, 20,03%; e aos finais de semana 18,39%. No entanto, 72,10% nunca fez um curso técnico presencial ou a distância. Apenas 12,37% fizeram e concluíram algo curso nessa modalidade. Entres as características que devem ter os alunos de Educação a Distância (EaD) estão: disciplina, maturidade e autonomia. A coordenadora adjunta da Rede e-TEC Brasil/UEMA, Eliza Flora Muniz, elenca as três características essenciais para o bom desempenho no curso. Segundo ela, o aluno que escolhe a Educação a Distância (EaD), deve ter vontade e querer estudar. Em segundo, é fundamental ter disciplina nos estudos e isso requer a dedicação a um período de estudo, no mínimo, de duas horas por dia. Ele também tem que gostar de ler e participar das atividades no ambiente virtual. Para tanto, o ideal é ter familiaridade com as mídias, assim o aprendizado torna-se mais fácil e prazeroso. E o terceiro ponto é o foco, ou seja, lutar pelo objetivo que deseja alcançar. “O aluno de EaD estuda a distância, mas não sozinho. Existe o conjunto de mediação do processo de ensino-aprendizagem. Ou seja, apesar de não ter o professor em sala de aula, há todo o aparato e monitoramento com tutores, equipe pedagógica, material didático, ambiente virtual. Também se faz fundamental os encontros presenciais nos polos, eles servem para validar a socialização entre os colegas. E o ambiente virtual é um facilitador dessa interação constante entre alunos, tutores e professores”, conclui a coordenadora.

22 | UemaNet • Revista PoloUm

A auxiliar administrativo e aluna do curso técnico a distância de Edificações do e-TEC Brasil/UEMA, Agda Mulato, corrobora com os percentuais do perfil do estudante de EaD. Com 34 anos e sem estudar há 17 anos, ela conseguiu, recentemente finalizar o Ensino Médio através da certificação de proficiência do Enem. E foi essa conclusão que permitiu Agda a participar do processo seletivo (Pacep 2012) do curso técnico, em janeiro. “Escolhi o curso técnico a distância, primeiramente pela facilidade de acesso e por não ter disponibilidade de tempo, pois trabalho no comércio. Além da Uema ser um grande referencial. Aproveito, ao máximo, todas as ferramentas disponibilizadas no AVA. Criei uma rotina de horário para estudar”, revela Agda. E o empenho da estudante não para por aí, sua próatividade beneficia tanto ela quanto seus companheiros de curso. “Quando estou online, aproveito para interagir com os colegas via e-mail e via celular, pois a cada encontro presencial pego os telefones para lembrar aqueles colegas que não estão postando no AVA, que não estão acessando o ambiente e ajudo a tirar dúvidas nas atividades. Utilizo o café virtual como um diário dos encontros presenciais, para aqueles que não puderam comparecer não fiquem alheios às atividades desenvolvidas nos encontros”, ressalta. A EaD é uma alternativa viável para quem não pode estar no ensino presencial, sobretudo, o aluno trabalhador. Mesmo sendo a distância, não há prejuízo em relação ao presencial, porque funciona no sistema híbrido com aulas teóricas a distância, práticas presenciais (cumprindo a carga horária exigida pela legislação, incluído as avaliações) e o estágio supervisionado.


Inclusion

"I chose DE technician course, primarily because it is ease to access and for not having available time, because I work as a seller. Besides, UEMA is a great reference. I take the maximum of all the tools available on the VLE. I created a routine time to study", says Agda Mulato.

communication medium to keep updated, followed by television (35.31%). As the numbers indicate, the students are familiar with one of the leading technological devices for technical courses Internet. Most accesses every day (42.28%) against 2.41 that never accesses. On weekdays, the percentage is 16.90%, three times per week, 20.03%, and 18.39% weekends. However, 72.10% never took a course technical classroom or distance. Only 12.37% have completed something and progress in this modality. Among the characteristics that the DE student must have, are: discipline, maturity and autonomy. The assistant coordinator of the Network eTEC Brazil/UEMA, Eliza Flora Muniz, lists the three characteristics essential to good performance in the course. She said the student who chooses Distance Education (DE), must be willing and want to study. Second, it is essential to have discipline in school and it requires dedication to a period of study at least two hours per day. He also has to like to read and participate in activities in the virtual environment. Therefore, the ideal is to have familiarity with the media, so learning becomes easier and more pleasurable. And the third point is the focus, i.e. fighting for the goal you want to achieve. The DE students are far, but not alone. There is a set of mediating the teaching-learning process. That is, despite not having the teacher in the classroom, there is the whole apparatus and monitoring with tutors, teaching staff, teaching materials, virtual environment. It also makes the fundamental face meetings at the centers, they serve to validate socialization among peers.

And the virtual environment is a facilitator of this constant interaction between students, tutors and teachers", concludes the coordinator. The administrative assistant and student of distance technical construction course, and the e-TEC Brazil/UEMA, Agda Mulato, corroborates the percentages of student profile DE. With 34 years without studying for 17 years, she managed recently finished high school through certification of proficiency Enem. After this accomplishment, allowed Agda to participate in the selection process (Pacep 2012) in January. "I chose DE technician course, primarily because it is ease to access and for not having available time, because I work as a seller. Besides, UEMA is a great reference. I take the maximum of all the tools available on the VLE. I created a routine time to study", says Agda. And the student's commitment does not stop there, its proactivity benefits both, she and her fellow students. "When I'm online, I take the opportunity to interact with colleagues via email and via phone, because after every meeting, I grab the phone and call those who are not attending the accessing and posting on the AVA environment and help to clear doubts with their activities. I use the virtual tool daily to meet for those who could not attend, that they do not stay unrelated to the activities developed in the meetings". she says. The DL is a viable alternative for those who can not be in classroom teaching, especially the student worker. Even with the distance, there is no harm in relation to the face method, because the hybrid system works with the distance lectures, classroom practices (fulfilling the workload required by law, including assessments) and supervised trainee.

UemaNet • Revista PoloUm | 23


Inclusão

24 | UemaNet • Revista PoloUm


Inclusion Uma dica para o aluno que deseja iniciar um curso livre é analisar se possui o perfil do aluno de EaD para evitar o desperdício de tempo e dinheiro. Também é recomendável checar a reputação da instituição.

A tip for students who want to start a free course is to analyze whether the student has the profile of distance education to avoid wasting time and money. It is also advisable to check the reputation of the institution.

UemaNet • Revista PoloUm | 25


Mercado

Caráter flexível faz mercado de EaD crescer cada vez mais

O

s resultados mensurados dos cursos a distância cada vez mais imprimem credibilidade à essa modalidade educacional. As instituições de ensino que investem na EaD colhem bons frutos sempre. E, para os especialistas da área, a tendência é que o mercado cresça cada vez mais. A verdade é que estar incluído na sociedade do conhecimento é hoje uma necessidade cada vez mais presente na vida dos cidadãos. Dominar e ter acesso à informação enquanto mediador simbólico do saber sistematizado ocupa lugar de destaque na sociedade moderna, na qual a fusão dos métodos educativos com as modernas tecnologias torna-se essencial na formatação de novos paradigmas educacionais. É nesta nova configuração que se sustentam os pressupostos da educação a distância. O caráter flexível, a expansibilidade e, em alguns casos, o baixo custo da EaD pela economia de escala, permitem que o aluno possa aprender e ter acesso ao conhecimento em qualquer parte do país. Para quem mora longe de uma universidade ou não pode ir à aula todos os dias, ela é ideal. Por isso, tem conquistado tanto espaço. De 2000 para cá, cresceu 270% em números de alunos no país, segundo a Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed). As características da modalidade atraíram um público que tinha disposição para realizar um curso superior, mas não o fazia por falta de tempo, dinheiro ou IES próxima a sua residência, que oferecesse determinada graduação. Hoje, há diversas opções para essas pessoas em termos de graduação, desde as tradicionais, até as tecnológicas de menor duração. Crescimento O Núcleo de Tecnologias para Educação da

26 | UemaNet • Revista PoloUm

Universidade Estadual do Maranhão, UemaNet, intermédia hoje cursos a distância para cerca de 15 mil alunos, distribuídos em 36 polos de apoio presencial em cursos de Graduação (Pedagogia, Pedagogia Complementação, Filosofia, Formação Pedagógica e Administração Pública), Especialização (Educação do Campo, Gestão Pública, Gestão Pública Municipal, Gestão em Saúde, Inspeção Escolar e MBA em Operação de Serviços Financeiros), Aperfeiçoamento (Educação Ambiental, EJA na Diversidade, Gênero e Diversidade na Escola, Mediação em EaD, Estatuto da Criança e do Adolescente) e cursos técnicos (Alimentos, Contabilidade, Controle Ambiental, Edificações, Guia de Turismo, Informática, Manutenção Automotiva, Meio Ambiente, Meteorologia, Planejamento e Gestão de Tecnologia da Informação, Rede de Computadores, Segurança do Trabalho e Serviços Públicos). Estes últimos entraram recentemente no portfólio de oferta do Núcleo. O coordenador geral do Núcleo, Prof.Roberto Serra, atribui o crescimento da EaD no Estado a diversos fatores. “Um deles é a demanda reprimida que há no Maranhão. As faculdades concentram-se em locais populosos e os lugares mais distantes sentem carência de ensino. São pessoas que não tiveram oportunidade de estudar ou que sentem necessidade de obter respaldo acadêmico para avançar profissionalmente. Esse último grupo tem na EaD um grande aliado, pois têm dificuldades para se locomover e pode dedicar qualquer horário que esteja sobrando a seus estudos", pontua. O que torna a modalidade atraente Na modalidade a distância os alunos interagem recebendo e compartilhando conhecimento com professores sem estarem necessariamente no mesmo espaço físico. Há, contudo,


Market

Flexible Characteristics makes flexible market DE grow increasingly

T

he results of the measured distance education courses increasingly show credibility to this type of education. Education institutions that invest in DE always reap good fruit. And, for the specialists, the trend is that the market will grow even more. The truth is that being included in the knowledge society is a necessity today, in the lives of citizens. Mastering and access information while symbolic mediator of systematized knowledge occupies a prominent place in modern society, in which the merging of educational methods with modern technology becomes essential in shaping new educational paradigms. Is in this new setup, that underpins the assumptions of distance education. The flexible characteristics, expandability, and in some cases, the low cost of DE, allow the student to learn and have access to knowledge anywhere in the country. For those who live far from a university or can not go to class every day, it is ideal. No wonder it has conquered space. Since 2000, grew 270% in numbers of students in the country, according to the Brazilian Association of Distance Education (Abed). The characteristics of the sport attracted an audience that was willing to hold a college degree, but did not do so for lack of time, money or IES (College Education Institute) near their residence, which offers undergraduate course. Today, there are several options for these people in terms of graduation, from the traditional to the fast pace technological course. Growth The Center for Educational Technology at the State University of Maranhão, UemaNet, today intermediate distance courses to around 15,000 students, distributed in 36

32 | mUoloP atsiveR • teNameU

centers in support classroom with Undergraduate courses, Post Graduate, Improvement and technical courses. The latter have recently entered the UemaNet´s offering portfolio. The general coordinator of the Center, Prof. Roberto Serra, attributes the growth of distance education in the state to several factors. "One is that there is pent-up demand in Maranhão. Colleges focus on populated areas and the most distant places are left without education. These are people who have not had the opportunity to study or who feel the need to get academic support to advance professionally. This last group has a great ally in DE because they have trouble getting around and can dedicate any time that is left to their studies", he points out. What makes DE attractive In the distance mode students interact receiving and sharing knowledge with teachers without necessarily being in the same physical space. There are, however, variations in the shape and intensity of interaction. But is the DE via internet, also known as online learning, which has made the it more attractive and effective. The virtual chats or only chats, counting the use of webcams, plus discussion forums, can approximate students, tutors and teachers, giving speed and increasing the interactivity between all involved in this process. "There is an intense work to keep our students connected and active. It is a constant finding. The professionals in this area, especially tutors, work on this universe dynamic and exciting, "says the coordinator of the mentoring course Pedagogical Training, Maria Eliane Pereira. Virtual Environment

UemaNet • Revista PoloUm | 27


Mercado variações na forma e intensidade de interação. Mas é a EaD via internet, conhecida também como ensino online, que tem tornado a modalidade mais eficaz e atraente. Os bate-papos virtuais ou chats, contando inclusive com o uso de webcams, além dos fóruns de discussão, aproximam alunos, tutores e professores, dando rapidez e aumentando a interatividade entre todos os envolvidos nesse processo. “Há um trabalho intenso para mantermos nossos alunos conectados e atuantes. É um constante descobrir. Os profissionais dessa área, principalmente os tutores, labutam muito nesse universo dinâmico e apaixonante”, fala a coordenadora de tutoria do curso de Formação Pedagógica, Maria Eliane Pereira. Ambiente Virtual O Moodle, como uma tecnologia digital, está sendo utilizado com grande sucesso pelo UemaNet. Para o coordenador de Tecnologia, Informação e Comunicação do Núcleo, Lúcio Campos, tal modalidade de ensino está cada vez mais conquistan-

28 | UemaNet • Revista PoloUm

do o seu espaço frente a uma sociedade brasileira carente de informação e conhecimento. “Com as novas tecnologias de Informação e Comunicação, o aluno não se sente mais tão distante assim dos colegas e do professor. Todos os nossos cursos estão disponíveis no ambiente virtual de aprendizagem. O aluno participa de fóruns, chats, comunica-se com o tutor através de emails ou telefone, assiste aos vídeos e ler os textos disponibilizados”, destaca Lúcio. Ele, ainda, explica que após realizar sua matrícula, o estudante cria uma senha de acesso à sala de aula virtual, onde ele vai encontrar um moderno sistema de ensino, baseado em videoconferências, mural de recados, equipe de tutores disponíveis, enquetes interativas, artigos, exercícios de fixação, bate-papo com recursos de áudio, texto ou vídeo, conteúdo em PDF para impressão, animações em flash, biblioteca, interação dos alunos e com os professores nas atividades ao vivo, entre outros. “Os alunos têm acesso a todo o conteúdo, de qualquer parte do país, sem sair de casa”, enfatiza.


Market Moodle, as a digital technology is being used with great success by UemaNet. For the coordinator of Technology, Information and Communication Center, Lucio Campos, this type of education is increasingly finding its space in front of a Brazilian society thirst of information and knowledge. "With the new technologies of Information and Communication, the student no longer feels so far from peers and teacher. All our courses are available in the virtual learning environment. The student participates in forums, chats, communicate with the tutor via email or phone, watch the videos and read the texts available", said LĂşcio. He also explains that after performing their enrollment, the student creates a password for access to the virtual classroom, where he will find a modern education system, based on videoconferencing, message board, team of tutors available, interactive polls, articles, exercises fixation, chat features audio, video or text, PDF content for print, flash animations, library, interaction with students and teachers in

live activities, among other features. "Students have access to all content, from anywhere in the country without leaving home", he emphasizes. As used to say, the magnificent Paulo Freire "the student must be the active agent in the process of knowledge acquisition, while the teacher is the passive". And in DE, there are tools to make this idea applied in its fullness. The assistant coordinator of the Center, Prof. JoĂŁo Augusto Silva reinforces the statement: "I believe that the interactions and content available in distance courses are sufficient to put them in minimally equal footing with any other traditional course. There are already strong indications that this type of courses students can earn an above the classroom courses, as it suggests that the tools used in distance education are effective and could be also used in any contexts of teaching or learning".

UemaNet • Revista PoloUm | 29


Interação

Gincana Acadêmica: uma forma de interação entre os alunos de cursos a distância fácil perceber que a característica principal de um aluno da educação a distância (EaD) é a autonomia. Ele é o principal protagonista de todo um processo estudantil, pela horizontalidade na relação professor-aluno, pelo desenvolvimento da colaboração, etc. Mas, a falta de didática do professor, o pouco relacionamento dos tutores, a falta de afetividade, ausência de atividades interessantes podem fazer com que esse aluno pare no meio do caminho ou nem chegue até lá. E esse, com certeza, é um grande desafio para as instituições que trabalham com a EaD. E foi pensando nisso que o Polo, em Porto Franco, onde a Uema realiza os cursos de Pedagogia, Pedagogia Complementação, Filosofia e Formação Pedagógica, realizou no último mês de julho, a I Gincana Acadêmica: Intercursos de Integração, com o tema “Educação a Distância”. O objetivo focou não só a diminuição da evasão, mas, principalmente, despertar nos alunos a importância da integração entre si, universidade e comunidade de seu entorno e região. “A ideia foi integrar os alunos, tutores, professores e também a comunidade, porque a comunidade também tem que se beneficiar e se beneficiou”, disse a Coordenadora do Polo UAB Porto Franco, professora Noélia Macedo. Para o aluno Josué Sá de Carvalho foi um evento gratificante. “Faltava essa interação entre os cursos, entre os alunos. E essa gincana uniu muito a gente. E, ainda, conseguimos integrar a comunidade. Essa foi uma ação muito importante. Atitudes como essa não tem preço”, ressaltou.

É

30 | UemaNet • Revista PoloUm

As atividades A ação foi dividida em quatro eixos temáticos: acadêmico, cultural, social e ambiental. O primeiro eixo envolveu atividades com o intuito de complementar e melhorar a qualidade da formação dos alunos da graduação, visando a propagação da tríade universitária Ensino, Pesquisa e Extensão. Nesse eixo, cada equipe escolheu dois subtemas e produziu artigos, que foram expostos em pôsteres. O cultural envolveu atividades que desenvolveram a percepção da importância dos valores culturais, morais e éticos. Esse foi um eixo mais leve e lúdico, dividida em duas etapas: o resgate das comidas típicas da região e a apresentação de uma dança junina da cidade, finalizando com o “Desfile do Jeca”, como forma de valorizar o sertanejo na sua mais profunda essência. O eixo social foi o mais emocionante para todos os envolvidos. Aqui eles tiveram contato direto com a comunidade localizada nos arredores do Polo, e puderam sentir suas dificuldades e necessidades. “As tarefas solidárias visaram mostrar que a inclusão social de todos os cidadãos depende de ações conjuntas de toda a sociedade”, explicou a professora Noélia, coordenadora do Polo. Foram duas etapas: um brechó com os mais variados produtos (sandálias, roupas, bijuterias, cama, mesa e banho). Os alunos conseguiram vender tudo e o dinheiro arrecadado foi utilizado para a realização da segunda etapa: compra de cestas básicas para as comunidades menos favorecidas. Foram 400 cestas básicas, que beneficiaram a população de três vilas: Lobão,


Interaction

Academic Gymkhana a form of interaction between students of distance learning courses

I

t is easy to see that the main feature of a student of distance education (DE) is autonomy. He is the main protagonist of a whole process, horizontality by the teacher-student relationship, developing the collaboration, etc.. But the lack of didactic teacher, what little relationship of tutors, lack of affection, and lack of interesting activities can cause the student to stop halfway or even give up. And that certainly is a big challenge for institutions that work with the DE. And was thinking about that, that the Polo, in the city of Porto Franco, where Uema conducts courses in Pedagogy, Pedagogy Complementation, Philosophy and Pedagogical Training, held in late July, the 1st. Academic Gymkhana: Integration intercourse, with the theme "Distance Education." The objective focused not only decrease evasion, but mainly awaken in students the importance of integration between themselves and the university community and its surrounding region. "The idea was to integrate students, tutors, teachers and also the community, because the community also has to take advantage and benefited", said the coordinator of UAB Porto Franco Polo, Professor Noelia Macedo. To the student of Josué Sá de Carvalho was a rewarding event. "Lacked the interaction between the courses, among students. And this contest brought us together. And also, we got the community integrated, too. This was a very important action. Attitudes like this is priceless". he added.

Activities The action has been divided into four thematic areas: academic, cultural, social and environmental. The first axis involved activities in order to complement and enhance the quality of training for undergraduate students aiming to spread the university triad, Teaching, Research and Extension. In this axis, each team chose two sub-themes and produced articles, that were exposed to posters. The cultural involved activities that developed the perception of the importance of cultural, moral and ethical values. This was a lighter shaft and playful, divided into two stages: the rescue of the typical foods of the region and presenting a folk dance, common in the city, ending with the "Parade of Jeca", as a way to enhance the backcountry in its deepest essence . The social axis was the most exciting for everyone involved. Here they had direct contact with the community located on the outskirts of the UemaNet headquarter, and could feel their difficulties and needs. "The tasks of solidarity aimed to show that the inclusion of all citizens depends on joint actions of all society", explained Professor Noélia, coordinator of UemaNet. There were two stages: a thrift store with a wide variety of products (shoes, clothes, jewelry, bed and bath). Students were able to sell everything and the money raised was used to perform the second step: buying food baskets for disadvantaged communi-

UemaNet • Revista PoloUm | 31


Interação

Expansão e Carmelina. Nessa segunda etapa o desafio não era somente ir à comunidade e entregar as cestas básicas, mas descobrir uma forma de envolver os moradores. E as equipes conseguiram. “Os alunos conseguiram unir as vilas em uma tarde de muita interação com o apoio de vários profissionais da área da saúde, que ofereceram serviços como: pesagem de crianças, corte de cabelo, aplicação de flúor, aferimento de pressão, palestras sobre prevenção de gravidez e DST'S. Além, claro, de inúmeras brincadeiras para as crianças. Foi um momento de descontração e de muita emoção. Uma ação realmente gratificante”, destacou a coordenadora do Polo emocionada. O último eixo foi totalmente voltado para as questões ambientais de forma dinâmica e interativa relacionadas à conscientização da qualidade de vida e respeito ao meio ambiente. Cada grupo ficou com um tema e usou a criatividade sobre como trabalhar cada assunto. E as ideias não poderiam ter sido melhores. A primeira equipe trabalhou com o tema “A reciclagem dos resíduos sólidos urbanos: uma alternativa aos problemas do meio ambiente”, com alunos da APAMI, uma instituição que trabalha com crianças carentes. Os alunos da equipe mostraram para esses pequenos como fazer uma coleta seletiva de resíduos sólidos e o que pode ser feito com o material recolhido. O segundo grupo ficou com o tema “Benefícios do plantio de árvores para o clima e qualidade de vida dos portofranquinos”. O grupo tentou mostrar a importância das árvores, e para isso simulou piqueniques na Beira-rio da cidade, aliando o lazer ao meio ambiente. E finalizaram a ação plantando pés de Ipês às margens do rio Tocantins, que banha Porto Franco. Com o terceiro tema “Rio Tocantins: o impacto do desenvolvimento – preservação ou extinção” foi organizada uma palestra ministrada pelo Promotor de Justiça de Imperatriz, Dr. Jamilson Cirqueira de Sousa, que mostrou os impactos negativos e positivos das usinas hidrelétricas construídas ao longo do Rio Tocantins. A última equipe, que ficou com o tema “Preservação da Lagoa dos Muricis: sua importância para o equilíbrio do ecossiste-

32 | UemaNet • Revista PoloUm

ma do município de Porto Franco”, fez um trabalho de conscientização com a comunidade que vive em torno da lagoa, mostrando a importância de preservar a mesma. Encerraram o eixo apresentando um vídeo sobre o tema escolhido. Os próprios alunos produziram o vídeo. É como diz a professora Noélia: “É possível sim ter calor humano em um ambiente virtual. É possível sim interagir mais com os alunos e fazer com que eles interajam entre si. Atenção, carinho, cuidado, motivação, socialização, importância, valor, cumplicidade e, acima de tudo, comunicação. A questão é: levar sempre em consideração todas essas palavras”.


Interaction

ties. They bought 400 food baskets, which benefited the population of three villages: Lobão, Expansão and Carmelina. But in this second stage the challenge was not only to go to the community and deliver the baskets, but figuring out a way to involve residents. And the teams succeeded. "Students were able to unite the villages in an afternoon of much interaction with the support of various health care professionals who provided services such as weighing children, haircut, fluoride application, pressure measurement, talks about pregnancy prevention and STD's. In addition, of course, numerous games for children. It was a moment of laughter and emotion. An action really rewarding",

said a thrilled coordinator of the project.. The last axis was totally focused on environmental issues in a dynamic and interactive awareness-related quality of life and respect for the environment. Each group got a theme and used creativity on working each subject. And the ideas could not have been better. The first team worked with the theme "Recycling of municipal solid waste - an alternative to environmental problems" with students APAMI, an institution that works with underprivileged children. Students team showed how these small to make a selective collection of solid waste and what can be done with the collected material. The second group was given the theme "Benefits of planting trees for the climate and quality of life of citizens of Porto Franco". The group tried to show the importance of trees, and for this simulated picnics in Riverside City, combining the leisure environment. And ended the action Ipês planting feet on the river Tocantins, bathing Porto Franco. With the third theme "Rio Tocantins: the impact of development - preservation or extinction" was organized a lecture given by the District Attorney of the City of Imperatriz, Dr. Jamilson Cirqueira de Sousa, who showed the negative and positive impacts of hydroelectric dams constructed along the Tocantins River. The last team, which was themed "Preserving Lagoon Muricis: its importance to the balance of the ecosystem in Porto Franco" did an awareness work with the community living around the pond, showing the importance of preserving it. Ended the axis showing a video on the topic chosen. Students themselves produced the video. It's like she says Noélia: "You can instead have warmth in a virtual environment. It is indeed possible to interact more with the students and make them interact with each other. Attention, affection, care, motivation, socialization, importance, value, complicity and, above all, communication. The question is: always take into consideration all these words".

UemaNet • Revista PoloUm | 33


Conversa Franca

João Carlos Teatini destaca que o preconceito em relação a EaD é absolutamente improcedente

O

Diretor de Educação a Distância da CAPES, João Carlos Teatini, concedeu entrevista à Revista PoloUm, produzida pelo Núcleo de Tecnologias para Educação da Uema, o UemaNet. Confira os pontos que foram discutidos. Teatini falou que o atraso da educação a distância no Brasil, não é em termos de qualidade, mas de investimento e de políticas públicas. “O primeiro Projeto de Lei, vislumbrando a criação da Universidade Aberta do Brasil no Congresso Nacional, foi de 1962 e, no entanto, somente em 2006 o Sistema Universidade Aberta do Brasil foi criado. Dessa maneira, com o investimento federal, hoje, a UAB conta com 101 instituições públicas entre universidades e institutos federais e universidades estaduais, o que é uma raridade e 220 mil alunos de formação inicial e continuada e cada vez esse número vem crescendo mais. A demanda hoje é muito maior do que a oferta, o que torna o cenário da EaD altamente positivo”. Destacou também a meta da UAB. “Por enquanto, a prioridade é a formação de professores pela carência que o país tem. Mas, superado o problema emergencial da formação de professores nós vamos ter praticamente em todas as áreas, investimentos para a formação profissional via educação a distância”. O professor é bastante enfático quando fala sobre o preconceito em torno da EaD. “Eu vejo esse preconceito como absolutamente improcedente. Eu classificaria como do tipo 'Não vi e não gostei'. E, digo mais, ele vem de um lado de

34 | UemaNet • Revista PoloUm

quem não conhece a modalidade e de outro lado de um elitismo exacerbado nas universidades. Na Universidade os professores ou pesquisadores elitistas, que não querem sair do seu trono, onde têm toda comodidade e recursos para as suas pesquisas, acreditam que vão ser prejudicados e não vão. O maior exemplo disso é a CAPES, que é a responsável pelo sistema nacional de pós-graduação. De 2003 para 2012 o orçamento passou de 500 milhões para 3,5 bilhões, ou seja, aumentou sete vezes. Então, quando a educação a distância veio para a CAPES não houve nenhum prejuízo para a pesquisa e pós-graduação. Muito pelo contrário, os programas só aumentaram. Então, esses professores que de um ponto de vista elitista acham que vai haver prejuízo para as suas atividades não tem o menor motivo para esse receio”. E quando esse preconceito vem dos próprios alunos? “Quanto aos alunos, que tem esse tal preconceito, digo que aqueles que se graduaram em educação a distância tem tido sucesso em todas as áreas. Por exemplo, no último concurso da EMATER (Órgão da Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul) tinha 150 vagas e 70% foram preenchidas por tecnólogos formados pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em um curso a distância. Então, nós temos exemplos em todo o país de profissionais excelentes formados na educação a distância”. Enquanto uns acham que existe uma competição entre a modalidade a distância e a presencial Teatini discorda categoricamente. “Não há nenhuma competição entre uma modalidade e a outra. Educação a distância e educação presencial são complementares. Cada estudante vai ver a forma de estudar conforme as suas condições”. A verdade é que não adianta criar novas tecnologias se não despertarmos o interesse do aluno por esse conhecimento. “Essa questão é muito importante, porque os alunos de hoje são muito diferentes. Eles são nativos digitais. A maior parte dos alunos mesmo em bairros carentes sabem manusear um computador e, às vezes, vão para uma sala de aula e o professor não tem nenhuma intimidade com as ferramentas da informática. O brasileiro tem muita facilidade com isso. Basta ver, por exemplo, a facilidade com que o telefone celular foi assimilado no país. A questão da urna digital. A questão também da automação bancária. O Brasil é líder mundial no setor. Portanto, o que nós temos é que potencializar essas ferramentas e propiciar que a internet seja acessível pra todos e com boa velocidade. É disso que precisamos. E não é questão de recursos porque o Brasil tem recursos para isso”.


Frank Conversation

João Carlos Teatini highlights that the prejudice against DE is absolutely unfounded

T

he Director ofCAPES´s Distance Education office, João Carlos Teatini, gave an interview to the magazine PoloUm, produced by the Center for Educational Technologies of Uema (UemaNet). Check the items that were discussed. Teatini said that the delay of distance education in Brazil, not in terms of quality, but investment and public policy. "The first Bill, envisaging the creation of the Open University of Brazil in Congress, and in 1962 was, however, only in 2006 the Open University System was established in Brazil. Thus, with federal investment today, UAB has 101 public institutions, from universities and federal education institutes, states universities, which is a rarity and 220 thousand students for initial and continuing education, and this number keeps growing even more. The demand today is much greater than the supply, which makes the scenario of DE highly positive”. He also emphasized the goal of UAB. "For now, the priority is to train teachers for the shortage that the country has. But after overcoming that shortage, we will have investment in all areas to prepare professionals via DE”. Professor Teatini is quite emphatic when he talks about the prejudice surrounding the DE. "I see this prejudice as absolutely unfounded. I classify as type 'I did not see and did not like.' And, what's more, it comes from those who do not know the modality and from an exacerbated elitism in universities. At universities, professors or researchers elitists who do not want to leave their thrones, having all amenities and resources for their research, believe they will be harmed by DE, but they will not. The biggest example is the CAPES, which is responsible for the national post graduate system. From 2003 to 2012 the budget increased from 500 million to 3.5 billion, ie, increased sevenfold. So when the DE came to CAPES, there was no problem whatsoever to researches and graduate programs. Rather, the programs only increased. So these teachers, from an elitist point of view think their activities will be impaired, has not the slightest reason for this fear". But when this prejudice comes from the students themselves? "The students who have such a prejudice, I have to tell them, those who graduated in distance education has been successful in all areas. For example, in the last contest of EMATER (Body Farm Bureau of Rio Grande do Sul) had 150 positions and 70% vacancies were filled by trained technologists from Universidade

Federal do Rio Grande do Sul, in a distance learning course. So we have examples around the country of excellent professionals trained in distance education" . But, while some think that there is a competition between the classroom and DE mode, Teatini categorically disagrees. "There is no competition between one mode and another. Distance education and classroom education are complementary. Each student will see how to study according to their conditions” . The truth is that there is no point in creating new technologies if we do not awaken student interest by this knowledge. "This issue is very important because today's students are very different. They are digital natives. Most students in poor neighborhoods even know how to handle a computer and sometimes go to a classroom where the teacher do not know the tools of information technology. Brazilians have show familiarity with the technology. Just see, for example, how the cell phones have been assimilated in the country. The issue of digital voting electronic urn. The automation of the banking system. Brazil is a world leader in the sector. So what we have to do is to leverage these tools and provide that the internet is accessible to everyone and with good speed. That's what we need. And it's not a matter of resources because Brazil has resources for that".

UemaNet • Revista PoloUm | 35


Eventos

Principais momentos do ESUD 2012 O Núcleo de Tecnologias para Educação da Universidade Estadual do Maranhão - UemaNet participou do IX Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância – ESUD 2012, que aconteceu em Recife-PE, com o tema "Educação a Distância: Semeando Cidadania”. Foram três dias, de 19 a 21 de agosto, de discussões sobre os rumos, problemas e melhorias da educação a distância.

Na abertura do evento, a Reitora da Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE, Maria José de Serra, enfatizou que “a educação a distância veio facilitar a construção de um mundo mais igual para todos, levando o acesso à educação em geral para as pessoas que não eram possibilitadas de usufruir desse direito”. Na oportunidade, o Diretor Geral da RNP – Rede Nacional de Pesquisa, Nelson Simões, ministrou a palestra “Ciberinfraestrutura para Educação e Pesquisa”.

No primeiro dia, os congressistas tiveram a oportunidade de participar de minicursos como: Planejamento colaborativo nas nuvens; Metodologia para Desenvolvimento de objetos virtuais de aprendizagem; Projeto de Gestão de EaD: das boas práticas às parcerias; Ambientes Virtuais de Aprendizagem Participação e Interação; Avaliação de Wiki LV no LMS Moodle; O uso de Novas Tecnologias na Educação Empreendedora.

Assuntos como EaD e For mação Profissional, Políticas de EaD e Cidadania e EaD, Comunicação e Cidadania fizeram parte de mesas redondas com a participação de renomados profissionais da área de educação a distância.

36 | UemaNet • Revista PoloUm


Events

Highlights Moments of ESUD 2012 The Center for Educational Technology at the State University of Maranhão - UemaNet participated in the IX Brazilian Congress of DE Higher Education – ESUD 2012, held in Recife-PE, with the theme "Distance Education: Sowing Citizenship". Three days, August 19-21, there were discussions about problems, directions and improvement of distance education.

At the opening event of the Rector of the Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE, Maria José de Serra, emphasized that "distance education has facilitated the construction of a more equal world for all, bringing access to education in general, to people who were not enabled to enjoy this right." On the occasion, the Director General of RNP - National Research Network, Nelson Simões, gave a lecture on "Cyber-infrastructure for Education and Research".

On the first day, the participants had the opportunity to attend short courses such as Collaborative Planning in the Cloud; Methodology for Development of Virtual Learning Objects; EAD Project Management: Good Practice Partnerships; Environments Virtual Learning Interaction and Participation; Assessment of LV Wiki in Moodle LMS; Use of New Technologies in Education Entrepreneur.

Issues suc h as Distance Education and Professional Training, Policies in EAD and EAD Citizenship, Communication and Citizenship took part in workshops with the participation of renowned professionals in the field of distance education.

UemaNet • Revista PoloUm | 37


Eventos Professores, colaboradores e tutores do UemaNet apresentaram trabalhos científicos, com os seguintes temas: Ÿ Relações entre tutores no curso de Administração Pública da UEMA: formação de uma grande equipe; Ÿ O curso de Mediação em EaD na capacitação de tutores: uma experiência da Universidade Estadual do Maranhão através do Núcleo de Tecnologias para Educação; Ÿ A necessidade do estudo do usuário da informação no ensino a distância: um estudo de caso do curso a distância de Licenciatura em Filosofia da UEMA; Ÿ Pesquisa Acadêmica e Desenvolvimento: uma experiência do curso de Especialização em Educação do Campo na modalidade a distância; Ÿ A dimensão acadêmica e científica na função do tutor: uso de ferramentas e trilhas de superação; Ÿ Desafios do ensino da Filosofia na Uema: experiências do ensino de Filosofia na modalidade a distância; Ÿ Educação a Distância: Dificuldades e possibilidades no curso de Especialização em Educação do Campo no Maranhão.

A presidente da Associação Universidade em Rede – UNIREDE, Lúcia Franco, destacou a importância do Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância – ESUD 2012: “O evento tem a conotação científica e é uma oportunidade pra compartilhar as evoluções, o desenvolvimento, as aplicações, as dificuldades daqueles que trabalham com a educação a distância e como nós temos resolvido os problemas que esbarramos”.

O Diretor de EaD da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, João Carlos Teatini, explicou, entre outras questões, o papel do tutor na EaD: “O tutor precisa demonstrar compromisso com o desenvolvimento da autonomia do aluno ao criar possibilidades de superação das dificuldades de administrar o tempo de estudos e a capacidade investigativa”.

38 | UemaNet • Revista PoloUm


Events Teachers, staff and tutors of UemaNet presented scientific papers on the following topics: Ÿ Relations between tutors of UEMA´s Public Administration: 'forming a great team' course. Ÿ DE Mediation Course in training tutors: a experience of Maranhão State University through the Center for Educational Technologies; Ÿ The need for the study of user information in distance education: a case study of distance education course Bachelor of Philosophy UEMA; Ÿ Academic Research and Development: A experience of the specialization in Rural Education in distance mode; Ÿ The academic and scientific dimension in the function of tutor: use of tools and trails overrun; Ÿ Challenges of teaching Philosophy at UEMA: Experience in teaching Philosophy of teaching as a DE course; Ÿ Distance Education: Problems and possibilities in the course of Specialization in Rural Education in Maranhão.

The president of the University Network UNIREDE, Lúcia Franco, highlighted the importance of the Brazilian Congress of Higher Education DE - ESUD 2012: "The event has a scientific connotation and is an opportunity to share developments, applications, the difficulties of those who work with distance education and how we have solved the problems that we run at".

The Director of Distance for CAPES, João Carlos Teatini explained, among other issues, the tutor's role in distance education: "The tutor must demonstrate commitment to the development of learner autonomy to create possibilities for overcoming the difficulties of time management studies and investigative capacity".

UemaNet • Revista PoloUm | 39


Capacitação

UemaNet leva Curso de Tecnologias Educacionais para polos UAB

O

rientar profissionais da Universidade Estadual do Maranhão para o emprego de Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) em contextos educativos na sociedade contemporânea. Esse foi o objetivo do Curso de Tecnologias Educacionais realizado pelo Programa de Formação de Competências, que aconteceu nos polos assistidos pelo Núcleo de Tecnologias para Educação da Universidade Estadual do Maranhão – UemaNet. Os participantes aprenderam sobre algumas TICs Ferramentas de Apresentação (Prezzi e Power Point), de Comunicação (Google Talk, Twiter, Facebook e Skype) e de Informação (Google acadêmico, bibliotecas virtuais, tradutores e blogs). “Diversas são as tecnologias utilizadas na educação. Hoje se usa a tecnologia desde o giz e lousa, passando pelo imprescindível livro didático, às tecnologias digitais. A educação flexível ocorre não só na “escola”, mas em casa a partir de um computador de mesa, em qualquer lugar com um smartphone ou tablet conectado à internet. A Tecnologia Educacional pode ser compreendida como a aplicação de recursos tecnológicos diversos em prol do desenvolvimento do processo educativo”, diz a coordenadora do Programa de Formação de Competências, Prof.ª Fátima Rios. Ela também destaca a importância do curso levado aos polos, coordenados pela Uema/UAB. “Com o foco no

40 | UemaNet • Revista PoloUm

desenvolimento do nosso estudante, fomos ao encontro do anseio de muitos professores e tutores na Uema diante dos desafios provocados pela educação intermediada pelas tecnologias”. E completa: “Desenvolver habilidades com as TICs é uma necessidade de todos, não só para os que experimentam a EaD. Observa-se que nem todo curso dispõe de uma disciplina nessa direção, por isso o Uemanet oferta ao corpo docente da Uema, nos centros e polos, o Minicurso sobre TICs, que em São Luís acontece regularmente na chamada Quinta Digital, toda quinta-feira, nos horários alternativos das 15 às 17h e das 18:30 às 21h, num dos Laboratórios de Informática do Uemanet, basta o interessado agendar pelo telefone +55 (98) 21068970/8974 e comparecer”. Confira alguns depoimentos sobre o que o curso significou para professores e tutores: “Foi uma iniciativa muito boa do UemaNet. Nós já tínhamos acesso no uso das tecnologias, mas agora tutores, professores e alunos se aperfeiçoaram mais ainda. Então, o Núcleo está de parabéns” - Coordenadora do Centro de Estudos Superiores de Colinas/Uema, Maria Helena Ribeiro Pereira. “Essa formação é importante porque me dá subsídio para fortalecer o meu trabalho e segurança para orientar os meus


Training

UemaNet Course takes Educational Technologies Course to UAB Centers

G

uiding University Graduated Professionals for the use of Information and Communication Technologies (ICTs) in educational contexts in contemporary society. That was the goal of the Educational Technology Course conducted by Programa de Formação de Competências (Skills Training Program), which happened at the centers assisted by the Center for Educational Technologies of the State University of Maranhão - UemaNet. Participants learned about some ICT - Presentation Tools (Prezzi and Power Point), Communication (Google Talk, Twiter, Facebook and Skype) and Information (Google scholar, virtual libraries, translators and blogs). "Several technologies are used in education. Today it uses technology from the chalk and blackboard, through the essential textbook, to digital technologies. A flexible education occurs not only in the "school", but at home from a desktop computer, anywhere with a smartphone or tablet connected to the internet. The Educational Technology can be understood as the application of various technological resources for the development of the educational process”, says Program Coordinator Skills Training, Prof. Fátima Rios. It also highlights the importance of the course led to the centers, coordinated by Uema / UAB. "With our focus on our students development, we went to meet the yearning of many teachers and tutors in Uema, facing the challenges caused by

education mediated by technology." She adds: "Developing ICT skills is a necessity for everyone, not just for those involved with DE. Observe that not every course has a subject on that direction, so the UemaNet offers to all Uema´s faculty, centers and poles, the fast course on ICTs, which happens regularly in São Luis, every Thursday, called Quinta Digital, in alternative schedules, from 15:00 to 17:00 hours and from 18:30 to 21:00 hours, in the Computer Labs of Uemanet. Those with desire to take it, need to schedule by calling +55 (98) 21068970/8974 and attend”. Check out some testimonials about what the course meant for some teachers and tutors: "It was a very good initiative of UemaNet. We already had access to the use of technology, but now tutors, teachers and students have improved even more. So the Center is to be congratulated"- Coordinator of the Center for Advanced Studies in Colinas / Uema, Maria Helena Ribeiro Pereira. "This training is important because it gives me the opportunity to work confidence and to guide my students within this new context - digital, which is necessary for completion of the course (DE) chosen by them, especially in our county where the access is still restricted. Being a student or not, the

UemaNet • Revista PoloUm | 41


Capacitação

alunos dentro desse novo contexto – digital, que é necessário para a realização do curso (EaD) escolhido por ele, especialmente, em nosso município onde o acesso ainda é restrito. Você sendo estudante ou não, as tecnologias fazem parte de nossas vidas” - Tutora presencial do Curso de Pedagogia no Polo de São Luís Gonzaga do Maranhão, Denise Miranda. “Essa formação é super importante, o conteúdo é bem amplo e rico. E nessas ações percebemos o quanto o UemaNet se preocupa com a capacitação dos tutores, professores e alunos. Com isso, estamos quebrando o paradigma de que a Educação a Distância pode ser de qualquer jeito, o professor longe e eu aqui. Sempre digo que o curso a distância é mais presencial do que a própria modalidade. Por isso, a importância em estar familiarizado com os aparatos tecnológicos” - Coordenadora do Polo UemaNet em Bacabal, Wanilde Viana. “O crescimento demasiado da tecnologia nos dias atuais é algo inegável, enquanto que, o bom profissional, deve estar sempre atualizado. Portanto, a Uema, por meio do UemaNet, que são responsáveis pelas ofertas dos cursos a distância, sabem das dificuldades que alguns dos nossos alunos possuem com essas ferramentas. Este curso de Tecnologias voltadas para a Educação veio ao encontro dessa nova perspectiva e de como as redes sociais, devem ser usadas de forma pedagógica, visando o conhecimento do aluno e a interação do mesmo com realidades distintas” Coordenadora do Polo de Açailândia, Ana Rita Bezerra Silva. “Acho de grande responsabilidade social o curso de tecnologias voltadas para educação, oferecido pelo Programa de Formação de Competências UemaNet, pois

42 | UemaNet • Revista PoloUm

consolida as ações sócio educativas e interativas do processo de aprendizagem, quando proporciona um nivelamento dos usos dessas tecnologias para a dinâmica de ensino e aprendizagem” - Economista e tutor presencial de Administração Pública do Polo Imperatriz, Larlô A. Macêdo. “A educação se faz e se dá através de boa vontade na aplicação dos 'saberes e fazeres'. Com certeza, a educação necessita de todas as 'boas vontades' tanto institucionais quanto por parte dos cursistas para que aconteça com êxito. E, indubitavelmente, o curso de Tecnologias Educacionais, veio dirimir dúvidas de forma simples objetiva e eficaz, contribuindo para evolução pessoal e profissional dos professores, tutores e cursistas que dele tiveram a oportunidade de participar. E, que venham mais, tão bons, iguais a este” - Tutora presencial do curso de Licenciatura em Pedagogia do Polo Porto Franco, Profª Leane Macedo.


Training

technologies are part of our lives"- Tutor of the School of Education at São Luis Gonzaga do Maranhão, Denise Miranda. "This training is very important, content is wide and rich. And by these actions, we realize how much UemaNet cares about the training of tutors, teachers and students. With this, we are breaking the paradigm that, the Distance Education can be anyway, the teacher away and I am here. I always say that the distance course attendance is actually more present than distant. Therefore, the importance of being familiar with the technological devices"- Coordinator at UemaNet Center, in Bacabal, Wanilde Viana. "The growth of technology nowadays is something undeniable, and a good professional should always be updated. Therefore, UEMA through the UEMANET, which are responsible for offering distance learning courses, know the

difficulties that some of our students have with these tools. This course focused on Technology Education came to meet this new perspective and how social networks should be used in a pedagogical way, targeting the student's knowledge and interaction with different realities"- Coordinator of Açailândia Polo, Ana Rita Bezerra Silva. “I think of it as of great social responsibility the technologies for education course, hosted by UEMANET, by consolidating the socio educational and interactive learning process, while providing a leveling of the uses of these technologies for dynamic teaching and learning "- Economist and tutor attendance of Public Administration of Polo Empress, Larlô A. Macêdo. “Education is made and given through good will by the application of 'knowledge and practices'. Surely the education needs all 'good intentions' both institutional and by the course participants to make it happen successfully. And undoubtedly, the course of Educational Technology, came dispel doubts simply objectively and effectively, contributing to personal and professional development of teachers, tutors and students, who had the opportunity to participate. And, keep them coming, good like this one."Prof. Leane Macedo, Tutor, Degree in Pedagogy, UemaNet Center in Porto Franco.

UemaNet • Revista PoloUm | 43


Tutoria

O tutor na EaD é apenas um mediador?

B

asicamente, a modalidade Educação a Distância (EaD) está constituída sob a tríade: aluno, professor e tutor (a distância ou presencial), amparados pela tecnologia educacional. Não menos importante que o professor, o tutor é um agente educativo, ou seja, um educador com funções relevantes no processo de aprendizagem. Existem diversas denominações para caracterizar a função desse agente: facilitador, mediador, estrategista, arquiteto cognitivo, dinamizador da inteligência coletiva, entre outros. Alguns especialistas consideram-no como intérprete do curso, responsável por dar sentido ao conteúdo do curso ou às disciplinas e transmiti-lo aos alunos. E é nesse ponto estratégico que mora o grande desafio: a tradução dos conteúdos e como estabelecer uma relação saudável e produtiva com os alunos. No processo, o tutor funciona como uma fonte de estímulo e incentivo aos alunos, como uma espécie de catalisador. A sua importância é tamanha que seu papel não se encerra aqui. Em determinados momentos, ele pode vir a atuar até como administrador, uma vez que ele faz a gestão e o controle do modo de aprendizagem, por exemplo, acompanha quantas vezes o aluno entrou no ambiente virtual de aprendizagem e acessou o conteúdo. Outro desafio é que a cada experiência há o requisito de uma tutoria própria, uma vez que não existe um padrão engessado de tutor que se aplica a qualquer curso ou disciplina. Culturalmente, o Brasil ainda é um país melhor adaptado ao ensino presencial, em que se estabelece um vínculo com a figura do

44 | UemaNet • Revista PoloUm

professor, uma relação próxima e afetiva. Na EaD, cabe ao tutor quebrar esse paradigma de que a relação educacional no ambiente virtual é fria. Por isso, é imprescindível o estabelecimento da relação de empatia, estímulo e ânimo entre Tutor-Aluno, para que ele particularize o estudante no processo do curso. Para tanto é necessária a presença constante do tutor para acompanhar o processo de aprendizagem individual de cada aluno. Assim, é possível perceber as diferenças, harmonizá-las e integrar o grupo incentivando a colaboração, além do feedback a cada atividade proposta. A somatória dessas funções importantes fez com que a coordenadora de tutores do curso de pedagogia UAB-UEMA, intermediado pelo Núcleo de Tecnologias para Educação (UemaNet), Kate Lis Varão, realizasse um estudo de caso com 16 tutores a distância desse curso para analisar o processo de mediação promovido por eles, de forma a identificar as lacunas existentes em relação às funções de pró-atividade; os desafios apresentados no cumprimento do papel de orientador/incentivador e a observância de exigências de qualidades e habilidades específicas das práticas docentes. A coordenadora explica o resultado encontrado nesse estudo de caso, que foi apresentado no Esud 2012, em Recife (PE): “Com a pesquisa, chega-se a reflexões sobre o professor-tutor e a mediação feita por intermédio do AVA Moodle, destacando-se as principais diferenças entre suas atividades e aquelas atribuídas ao professor de cursos presenciais, além da discussão das


Mentoring

Is the tutor in distance education only a mediator? B

asically, the Distance Education (DE) system is incorporated under the triad of student, teacher and tutor (distance or face), supported by educational technology. No less important than the teacher, the tutor is an educator or an educator with relevant functions in the learning process. There are several denominations to characterize the function of this agent: facilitator, mediator, strategist, architect cognitive, and promoter of collective intelligence, among others. Some experts consider him as an interpreter of course, responsible for giving meaning to the content of the course or courses and to pass it on to students. And this is the great strategic challenge: the translation of content and how to establish a healthy and productive relationship with students. In the process, the tutor acts as a source of stimulation and encouragement to the students, as a kind of catalyst. Its importance is such that their role does not end here. At times, he might even act as administrator, once he makes the management and control of the learning mode, for example, tracks how many times the student entered the virtual learning environment and accessed the contents. Another challenge is that each experiment is the requirement of a own tutoring, since there is no standard of that applies for any current subject or course. Culturally, Brazil is still a country better adapted to classroom teaching, which establishes a link with the figure of the teacher that is close and affectionate. In distance education, it is his role to break this paradigm that the educational relationship in the virtual environment is cold.

Therefore, it is essential to establish the relationship of empathy, encouragement and morale between Tutor-Student, so that he can particularize it to the student in the process of course. To do so, requires the constant presence of the tutor to accompany the learning process of each individual student. So you can see the differences, to harmonize and integrate the group encouraging collaboration, and feedback to each proposed activity. The sum of these important functions made the coordinator of the pedagogy course tutors UAB-UEMA, offered by the Center for Educational Technologies (UEMANET), Kate Lis VarĂŁo, conduct a case study with 16 distance tutors to this course, to analyze the mediation process promoted by them in order to identify gaps in relation to the functions of pro-activity, the challenges in fulfilling the role of counselor / motivational and compliance requirements of specific qualities and skills of teaching practices. The coordinator explains the results found in this case study, which was presented at ESUD 2012, in Recife (PE): "Through research, we arrive at the reflections on the teacher-tutor and mediation made through the Moodle VLE, highlighting the key differences between its activities and those assigned to the teacher courses, beyond the discussion of the difficulties emerging in the function of tutor, which requires appropriate strategies to overcome the geographic and temporal distance between teacher and

UemaNet • Revista PoloUm | 45


Tutoria

dificuldades emergentes na função de tutor, que requer estratégias adequadas para superar a distância geográfica e temporal existente entre professor-aluno. Portanto, buscou-se responder a questões pontuais, como: Qual o papel do tutor na dimensão acadêmica e científica no Curso de licenciatura em Pedagogia? Quais as funções decorrentes do papel do tutor face às dificuldades apresentadas pelos alunos? Como eles se percebem enquanto orientador da aprendizagem, avaliador e incentivador dos alunos?”, esclarece Kate Varão. De acordo com a coordenadora, as constatações decorrentes da análise do questionário aplicado junto aos 16 tutores a distância do Curso de Pedagogia dão conta de que os conhecimentos necessários ao tutor não são diferentes daqueles que o docente precisa ter, visto a importância do domínio de conteúdo, a organização conceitual que é contemplada a partir da sua formação teórica aliados aos procedimentos metodológicos no âmbito pedagógico-didático e o conhecimento geral sobre os diversos contextos educacionais. Além da dimensão ética e política, visando o alcance das finalidades, propósitos e dos valores educativos, sem esquecer as suas raízes históricas e filosóficas e da formação geral e prática de uso dos espaços tutoriais. “A função acadêmico-pedagógica da tutoria é exercida no cotidiano, por meio das atividades sistemáticas favoráveis à criação de novos hábitos de estudos não só no aluno, mas também no tutor, que busca novas formas de capacitação e formação continuada necessárias ao pleno exercício da tutoria”, complementa Kate Varão.

46 | UemaNet • Revista PoloUm


Mentoring

student. Therefore, we sought to answer specific questions such as: What is the role of the tutor in the academic and scientific dimension course degree in Pedagogy? Which functions under the role of the tutor face the difficulties presented by the students? How they perceive themselves as learning mentor, motivator and evaluator of students", explains Kate VarĂŁo. According to the coordinator, the findings resulting from the analysis of the questionnaire administered to 16 tutors from the distance of the Education Course realize that the knowledge needed to tutor are no different from those that teachers need to have, given the importance of the content domain the conceptual organization that is contemplated from its theoretical allies within the methodological procedures pedagogical-didactic and general knowledge about the various educational contexts. Besides the ethical and political dimension, aiming to reach the goals, purposes and education values, without forgetting its historical and philosophical roots and practices of the general training and use of tutorial spaces. "The academic and pedagogical function of mentoring is exercised in everyday life, through the systematic activities in favor of establishing new habits of study not only for the student, but also for the tutor, seeking new forms of training and continuing education, necessary for the full exercise of mentoring", adds Kate VarĂŁo.

UemaNet • Revista PoloUm | 47


Estúdio amplo e

moderno leva qualidade aos alunos de EaD

A

Universidade Estadual do Maranhão – Uema, por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação – UemaNet, passa a dispor agora de um amplo e moderno estúdio, com equipamentos de áudio e edição de última geração. “Esse é mais um significativo passo para consolidação da nossa atuação em prol de uma educação flexível e intermediada por tecnologias. Esse é mais um instrumento de suporte educacional estruturado pelo UemaNet e colocado à disposição de toda a comunidade acadêmica”, diz o coordenador geral do Núcleo, Prof.Antonio Roberto Serra.

48 | UemaNet • Revista PoloUm

Segundo o responsável técnico pelo projeto do estúdio, Edson Amorim, a ideia quando foi pensado o estúdio era dotar o Núcleo de uma estrutura de áudio e vídeo que pudesse suportar toda a demanda pedagógica. “Projetamos e construímos esse estúdio com alta tecnologia FULL HD desde a captura do vídeo, do áudio à produção e edição, que suporta uma demanda, que só aumenta a cada dia. Nós nos preocupamos com cada detalhe, nos preocupamos com o todo, com a qualidade e com a excelência do resultado do que produzimos”, conta Amorim.


Large and

modern studio takes quality education to DE students

T

he State University of MaranhĂŁo - Uema through the Center for Educational Technologies - UemaNet, now has now a large and modern studio with cutting edge audio and editing equipment. "This is another significant step towards consolidating our operations in favor of a flexible education, mediated by technology. This is one more support tool for structured educational, provided by UemaNet and made available to the entire academic community", said the general coordinator of the Center, Prof. Antonio Roberto Serra.

According to the technician responsible for the design studio, Edson Amorim, the idea was conceived when the studio was to provide the core structure of a video and audio that could support the entire educational demand. "We designed and built this high-tech studio with FULL HD, from capturing video, audio production and editing, which supports a demand, that increases every day. We care about every detail, we are concerned with the whole, with the quality and excellence of the result of what we produce", says Amorim.

UemaNet • Revista PoloUm | 49


O estúdio é composto de um amplo ambiente acústico visando qualidade de excelência de áudio. São dois ambientes. Um de fundo infinito para usar cenários virtuais e o outro de fundo real branco para usar a criatividade no cenário, com cenografia real não virtual. Há também uma cabine técnica de comando e uma sala de edição. Todos os ambientes equipados com iluminação, câmeras, monitores, teleprompters, lousa digital. Enfim, com todas as tecnologias mais avançadas e necessárias para a produção e transmissão em real time de videoaulas. Os professores da Uema, que trabalham com EaD, foram capacitados para ministrar aulas em frente às câmeras e todos perceberam, logo no início, que a modalidade a distância proporciona sim interação entre aluno e professor, devido às ferramentas que o ambiente oferece, favorecendo o aprendizado. “O estúdio é só parte das ações em termos de tecnologia usada para incrementar os cursos a distância e a formação de profissionais que o Maranhão tanto necessita, especialmente com os novos investimentos que estão chegando ao Estado. O novo estúdio reúne o que há de mais avançado em termos de tecnologia para fazer chegar a todos os cidadãos maranhenses a qualificação necessária, com geração de conteúdo via Internet, telas de interatividade e diversos recursos multimídias”, afirma o coordenador de Desenho Educacional do UemaNet, Prof.Mauro Caruzzo. O início do sonho agora realizado A caminhada da Uema para estruturação do estúdio para gravação de videoaulas começou em 2006, quando os professores Antonio Roberto Serra e João Augusto Silva resolveram colocar à disposição do então Núcleo de Educação a Distância (Nead), hoje Núcleo de Tecnologias para Educação (UemaNet), suas filmadoras pessoais de uso doméstico. “As primeiras experiências nem de perto podem ser comparadas ao nível de qualidade técnica do que está sendo produzido hoje, mas já tínhamos consciência, mesmo com toda a precariedade, que estávamos inaugurando uma nova e importante mídia para aprendizagem dos nossos alunos. A partir desses primeiros passos, fomos paulatinamente fazendo investimentos nesse segmento, adquirindo novos equipamentos, adaptando espaços e contratando profissionais qualificados para a produção cada vez melhor dos nossos vídeos”, relata Prof.Roberto Serra. Dois outros locais abrigaram esses ensaios de estrutura técnica para produção de videoaulas, o primeiro deles numa

50 | UemaNet • Revista PoloUm

pequena sala adaptada na antiga sede do núcleo e o outro, ainda em funcionamento por causa da grande demanda, na sala master da Biblioteca Central do Campus da Uema em São Luís. Segundo o Coordenador Adjunto do Uemanet, Prof. João Augusto Silva, “Foram fundamentais essas experiências iniciais para que amadurecêssemos e chegássemos ao nível de excelência que nos encontramos hoje. Possivelmente, com a equipe, os recursos físicos e técnicos disponíveis, nossas produções não deixarão a dever para nenhuma outra instituição educacional no Brasil”.


The studio consists of a wide acoustic environment aiming at quality and excellence of audio. There are two environments. An infinite background to use virtual sets and other real background blank to use creativity in the scenario, with real not virtual scenography. There is also a cabin and a technical command editing room. All environments equipped with lights, cameras, monitors, teleprompters, digital whiteboard. Anyway, with all the latest technology, necessary for the production and transmission of video

classes in real time. Teachers of Uema, working with distance education, were trained to teach classes on camera and everyone realized, early on, that the distance mode provides rather interaction between student and teacher, due to the tools that the environment offers, favoring learning "The studio is only part of the actions taken in terms of the technology used to improve distance learning courses and training professionals that is much needed in Maranhão, especially with the new investments that are coming to the state. The new studio combines the most advanced in terms of technology to reach all state citizens with the necessary qualification, generating content via Internet, interactive screens and various multimedia features", said the coordinator of the Educational Design UemaNet, Prof. Mauro Caruzzo. The beginning of the dream come true The walk from Uema for structuring the studio for recording video classes began in 2006, when teachers Antonio Roberto Serra and João Augusto Silva decided to make available to the, then, Center for Distance Education (Nead), today Núcleo de Tecnologias para Educação (UemaNet), their personal camcorders. “Early experiences can not nearly be compared to the level of technical quality of what is being produced today, but we had already aware, even with all the precariousness that we were inaugurating a major new media for teaching our students. From these first steps, we were slowly making investments in this segment, acquiring new equipment, adapting spaces and hiring qualified professionals to produce ever more of our videos", says Prof. Roberto Serra. Two other sites harbored these tests technical infrastructure for production of video lessons, the first of them adapted a small room in the former Uema´s headquarters, and the other still in operation because of high demand, the master room of the Central Library on the UEMA campus in São Luis. According to the Deputy Coordinator Uemanet, Prof. João Augusto Silva, "these initial experiments were fundamental to reach the level of excellence that we have today. Possibly, with the staff, technical and physical resources available, our productions will be second to none in the education field in Brazil".

UemaNet • Revista PoloUm | 51


Você

O

Núcleo de Tecnologias para Educação – UemaNet, tem como missão dar suporte tecnológico e logístico aos cursos à distância e presenciais, oferecidos pela Universidade Estadual do Maranhão, no que diz respeito ao desenvolvimento e à produção de mídias educacionais. A partir desta perspectiva, surgiu então a necessidade da implantação da Biblioteca Paulo Freire, que é capaz de oferecer, nos mais variados tipos de suportes, informações satisfatórias, para que os alunos atendidos pelo Núcleo, bem como

?

Sabia

toda a comunidade em que está inserido, sejam alcançados pelo avanço da pesquisa e das ciências. “O que pudermos fazer para atender a necessidade dos usuários da unidade de informação nós faremos, porque o setor nasceu exatamente com esse objetivo para ser um espaço de estudo e informação seja físico ou virtual”, diz a Bibliotecária Kátia Soares. O espaço conta com uma variedade de livros e, ainda, fascículos de Psicologia, Educação, Pedagogia, Administração, Filosofia, Religião, Sociologia, entre outros, além de vídeoaulas.

principais cias n ê r e f n o c b e w realizadas

íngua o da L n i s n E o logia d Metodo Tedesco, da esa ria Teresa Portugu la Profª Doutora Ma iro (UERJ). Presentes ne pe Ministrada Estadual do Rio de Ja Na ocasião, A Profª s. e d no a lu id a rs e s ve discussão Uni s, tutore re o ss locou em fe co ro p o sc e d Te estavam Por que se e escrever? aria Teresa Doutora M o o que é ensinar a ler que falamos, hoje, em r m questões co erspectiva textual? Po ue: “A nossa função p q a u um zo ti m a e nf e la ir formas, fa ainda a El )? ãs, é constitu iferença d (s a o d nt ci o m co d letrame s, r o professore ossam faze pública com e metodologias que p z mais surgem novas ve d estratégias o”. E completou: “Cada os alunos da escola, ã d ra a a d p para o ci nsinamos e nós não e exigências ”. cidadania mas para a

ológicas s Metod III Reflexõe lo pesquisador titular e o p ir a le d si a o Bra Ministr ação Institut nd f. Fu ro a P d , r) E) (IBG (senio e Estatística a fi ra st ra g le o a e p G de rdim, a de Ponte Ja de reflexão Dr. Antonio d a portunid e pesquisa, e foi uma o e ção teoria s sobre a rela ibilidades e conexõe ss o o p d a u ri oferece tica e teo entre a prá específicas gico. fazer socioló

52 | UemaNet • Revista PoloUm


Did you

?

know T

he mission of the Center for Educational Technologies - UemaNet, is to give technological and logistical support to classroom and distance learning courses, offered by the State University of Maranhão, in respect to the development and production of educational media. From this perspective, there arose the need to introduce the Library Paulo Freire, who is able to offer, in various types of media, information satisfactory to the students served by the Center, as well as the

community to which he belongs, are achieved by advancing research and science. "What we can do to meet the needs of users of information unit we will do, because UemaNet was born exactly for this purpose to be an space for study and information whether physical or virtual," says Librarian Katia Soares. The space includes a variety of books, and also issues of Psychology, Education, Education, Management, Philosophy, Religion, Sociology, among others, plus video lessons.

Major Web Confe rencing held

Methodo logy of Teachin Languag g Por tu e guese Presented b y Prof. Maria Teresa Tede of Rio de Ja sco, th ne students. On iro (UERJ). Presents were e State University the occasion, teachers, tuto brought up rs the Prof. M for discussio a ria Teresa Te and n questions read and wri lik e “What is to desco te? Why spe ak in a textu teach to we speak to a l pe da "Our job as y in literacy (s)?” She a rspective? Why do lso emphasi p zed that: strategies, m ublic teachers, as citize ns, is to bui ethodologie s that can m ld forms, citizen." She ake added: "Inc reasingly, ne a difference to the and we do not teach st udents to sc w requirements arise UemaNet giv hool, but for es lecture on citizenship." Methodolog ical Reflectio ns.

Methodo Conducted b logical Reflectio y n the Brazilia the senior researc her III s n Institute o , of f G Statistics (IB GE), Prof. D eography and r. Antonio Po Jardim, the lecture was nte an opportun reflect on th ity to e relationshi p between th and researc eory h, a specific conn nd offered possibilities and ections betw een practice theory to soci and ology.

UemaNet • Revista PoloUm | 53


, ncia – Abed ação a Distâ – uc o D Ed çã a e a E d uc a a Rumos d da Associação Brasileir o de Tecnologias para Ed mbém o e no Núcle sentes ta O president ou palestra, Estavam pre os Formiga e tr . is l” in si m ra , B o tt Li no Fredric da EaD Abed, Marc is bre “Rumos xecutiva da smo os cursos presencia e a ri tá UemaNet, so e cr e se s m a sa té ui e a sq e nt que pe vice-preside s. Na ocasião, ele falou . “Todas as agem é ia nc tâ is d a ho iz s Beatriz Mart r pequenas atividade et, a aprend ui ou via intern dicional. Porque, no cl g in in m rn a a ri e -L ve e de de sistema tra ação , em cursos e do que no fessor! É uma comunic ernt mostram que ne a rm e p ro nte e O p omina a conv mais consiste m é dono do show? o na lousa, d nd ve e para ue re q sc l, e ia e pior ambient à frent presenc O ca . fi ia e nt nc ê ce ri o e p od ncia, sua ex assivo”, afirmou ele. unilateral – sua inteligê lp e ra p st a o p m , um o saçã o se tem nd ua q é m e aprendizag

poraneicontem a n o s io no relig ferência Fenôme u web con o z li a re a contemtânci dade sofia a dis fenômeno religioso na Ivone o il F e d o O curs sobre o Doutora s filosóficas a pela Professora religião foi “Percepçõe d a e ministr lou qu a ”, fa e d ra a o id ss e n fe , a tecnolopro pora cibernética ocasião, a ra a u N lt . cu tema ra a a s, o rb Ge : “Esse é um ue s human is re a m se s o it lo u e m p e q inventada s religiosos orâneo em e os espaço do contemp mundo, dada n u m e ss e n gia expand o o nte complex teriam menos espaço n se verifica é extremame s e ue q iõ o g li s a re s M ea nte. ter, hoje, se previa qu e ascendente e cresce e passa a u q d a , d te li n a n re o e a raci no dif um fenôme justamente relevância”.

de versidade r, da Uni e re b b ra so g g ne ia in ie B rênc E-Lear n web confe or Thomas e ut a d o g D u in o r tr rn o is a e ss in -L m anha, O profe definiu e m r le o A ss fe ra a ro a d p p sen formações a ocasião, o Diusburg/Es e distribuir in significado de -Learning. N e d a m e ir s ne ia a nc m ê a um ém o Experi atizou tamb Entre elas: “É nf e s. a e El como se ele rm . fo r” e s a vári nhecimento apreend co m e o a d ss o no p s lu a a , ou seja, sã que as pesso r não significa enc her o teresse dele âncias nas in o r a a in rt ns e ensinar. “E as discrep ssário desp lde. É nece ue quebrem licou. E, completou: “A q s a ic g ó fosse um ba g ações peda ber e não saber”, exp r pode ajudar, mas sa necessárias sso ssoa, o profe pode simplesmente gnitivas entre estruturas co ue partir da própria pe nã ssor o mq no. O profe rer”. lu a o d educação te ir rt a m que p m que que o interesse te aprender'. O aluno te ue q dizer 'tu tens

usical: Educação M na o çã a ic un ssora ação e Com a pela profe Música re Tecnologias da Inform em a distância, ministrad do Maranhão, b l g a A palestra so ra o ensino e aprendiza ade Estadua a Universid ica ser ofertado também a d p s a a ic nt e ús m M a m o ús e ferr ra M a ra e p d tu is hoje Licencia s do curso os disponíve m a do curso de , discutiu possibilidade te rr s fe nó s a ue ura entas q ue com Risaelma Mo eia foi discutir as ferram tância, pois sabemos q universidades, id agem a dis scolas, das distância. “A o e aprendiz to além dos muros das e i realmente apresentar in ns e o d o fo process emos mui . . A intenção possuímos ir prio ensino a professora ró se p is o d mentas que d ”, a ia ic nc m â tâ in is d d a a e ss ampliando e a o curso na modalidad ri ce e nt co a o com

54 | UemaNet • Revista PoloUm


Direction The president of DE o Fredric Litto, f the Brazilian Associatio gave a lectur n e at the Cent of Distance Education UEMANET on ABED, er for Educa "Directions o tiona f Dis the vice presi dent and exe tance Education in Brazil." l Technologies cutive secreta Beatriz Mart Also present ry of ABED, hos. On the Marcos Form were occasion, he courses shoul iga and said d in Learning cour clude distance activities. that even the small class room "All the resea ses or online learn rc h the traditiona l system. Beca ing is more consistent and shows that in euse, in the cla teacher! It's permanent th a one-way a communicatio ssroom, who owns the show n in blackboard n - the teach at the front, d ? The er is writing ominates the his experienc conversation, o e. The worst shows his inte n the environment passive role, lligence, for learning "he said. is when you have a

Religiou s phenom enon in contemp o The DE course raneity of Philosophy held web conf ca l Pe rc e p ti o ns a b o ut erence on "Phi losophicontemporane th ity", taught b e re li g io us p he no m e no n in y Professor Iv occasion, the one Gerbara tea .O cyber culture, cher said that religion wa s invented by n the technology ex more: "This is p a nd s th e religious sp humans, an aces world in which extremely complex topic in the contem and religions have porary given rationa p re dicted that in lity and grow less space wo ing upward. just a differe rld, But nt phenomeno n, which is havi what is happening is ng relevance today."

E-Lear nin g Professor Dr. Thomas Bieneg raber, Germany, gave a web conferen University of Diusburg / Es occasion, the pr sen in ce on Experie ofes nces in e-Lear ning. On a way to distrib sor defined e-learning in man y ways. Among ute information them: "It is so that people sized the signi can learn. He al ficance of teac so emphahing. "Teaching student of know does not mean ledge as if it w filling the ere a bucket. interest, ie peda It is necessary gogical actions to raise his are necessary to cognitive struct ures brea he added: "Edu between knowing and not know k the discrepancies in cation has to st ing." he explaine art from the ve help, but intere d. And ry person, the st must come fr teac her can om the student. 'you have to lear The teac her ca n." The student ha n not just say s to want to."

Music A lecture on Info rm for teac hing an ation and Communication Tech d distance lear nologies in Mus ning, taught by ic Education: to State University ols teac her's Degre of MaranhĂŁo, Ri e in Music from saelma Moura, course also be the discussed the po offered at a di ssibilities of Mus stance. "The id available toda ea ic y for the proces s of teac hing an was to discuss the tools we ha know that with d learning at a ve the tools we po distance, becaus ssess, we can go universities, expa e we fa nding the dyna mic of teac hing r beyond the walls of sc hools, present the cour se as would happ itself. The intent ion en in the distance , "says the teac he was really to r.

UemaNet • Revista PoloUm | 55