Page 87

86

interpretações que os dançarinos apresentam ao mover um mesmo motif5. Mesma Coisa parte da idéia de que mesmo que estejamos nos referindo a uma mesma coisa, nada é sempre a mesma coisa, pois nossa recepção e, sobretudo interpretação dos dados sempre será diferente, não só porque somos diferentes uns dos outros, mas também porque nunca estamos no mesmo estado físico emocional em tempo e espaço. Assim, uma mesma motivação pode desdobrar em várias possibilidades. Nos anos 60 a idéia de mover-se a partir de tarefas, chaves, dicas foi mobilizadora de um contexto que configurou o que Yvonne Rainer6 acabou chamando de dança pós-moderna. Estas tarefas tinham origens diversas, imagens, perguntas, desenhos, sons, padrões e tratamentos dados a estes movimentos, tudo visando novas formas de composição em dança, propostas inicialmente por Robert Dunn7 na Judson Dance Theatre8 e por Ann Halprin9, fora dela. Dentre estas tarefas, havia trabalhos com desenhos, figuras, como motivações para o movimento. Uma idéia que não se dissocia da outra, cria associações. Considerando que somos seres em constante estado de movimento, portanto de transformação, vemos que nossa percepção de mundo se transforma a cada nova informação. Uma vez transformado este estado de percepção, transformamos o fluxo de nosso pensamento/ação. Alteramos nosso estado corporal. Transformamos, modificamos nossa recepção/reação. A palavra água, num primeiro momento, pode nos fazer pensar, por exemplo, em um copo de água. Num segundo momento, numa torneira aberta. No momento seguinte em chuva, em rio, em mar. E depois disso ainda, fazer associações com outros líquidos. 5

Ao trabalharmos com movimentos grafados em símbolos, estamos lidando com uma mediação de formas expressivas e inicia-se um processo de “tradução/criação” desta informação.

6

Yvonne Rainer foi a mais polêmica dos coreógrafos da Judson Dance Theatre. Autora do manifesto do não,manifesto paradigmático do movimento de dança por ela chamado de pós-moderna. Desde 1973 ela parou de coreografar e desenvolve um trabalho em cinema e vídeo.

7

Compositor, aluno de John Cage e pianista nas aulas de Merce Cunningham.

8

Movimento criado por artistas que fizeram a oficina de composição com Dunn. Locados na Judson Church, esta igreja acolheu o movimento destes artistas e teve seu nome agregado ao movimento.

9

Halprin trabalhou inicialmente na costa oeste americana, seu trabalho causou impacto em NY por trazer idéias que vinham sendo compartilhadas por artistas do leste. A colaboração sempre esteve presente em seu trabalho.

Gipe cit 19 (tradução de artigo)  

Ciane Fernandes Tradução: Melina Scialom SEM PERDA DE MEMÓRIA: UMA EXPLORAÇÃO COREOGRÁFICA

Advertisement