Page 73

72

num pólo, intensificarem este mesmo pólo, para no centro, ao se encontrarem, promoverem a transformação súbita no pólo oposto. C. “Dimmerização”: z

Os pólos funcionam ainda como uma espécie de dimmer ou graduador de intensidades, que, na pesquisa de movimento, torna-se mais um parâmetro a ser aplicado. Assim, tem-se uma dada partitura de ação física, advinda de alguma experimentação, e nela se aplica um par de parâmetros como, por exemplo, lentorápido. Tal partitura mais rápida, ou mais lenta, vai apresentar desdobramentos da frase original que podem adequá-la melhor a um determinado contexto. Outros pares podem funcionar nesse propósito. Alguns tornam-se parâmetros mais concretos, como pesadoleve, e outros fornecem imagens mais abstratas, como densosutil, vaziocheio, contraçãoexpansão, altobaixo, curtolongo, tristealegre, etc. Com isso há a possibilidade de explorar cada partitura ou célula física com pares que agem de formas diferentes.

A idéia de usar os pares yin yang desta forma surgiu a partir da leitura do estudo de Ciane Fernandes sobre Rudolf Laban (2002). Laban e seus discípulos organizaram seu sistema de análise do movimento nesta relação dinâmica entre polaridades: teoriaprática, dançateatro, corpopalavras, leveforte, livrencontido, funçãoexpressão, internoexterno, entre outras. Para Laban, o espaço começa dentro do corpo (arquitetura do corpo) e este se expande para o espaço (arquitetura do espaço), conectados através de variações de combinações expressivas. Nesta “harmonia espacial”, interno e externo, e impressão e expressão, estão em constante diálogo e recíproca transformação nos percursos ou traços de energia. Esta harmonia fundamenta a expressividade do atordançarino, em ritmos, fraseados e ênfases diversas. Laban identificou quatro duplas de qualidades expressivas como norteadoras de movimento, a saber: fluxo (contido ou livre), peso (forte ou leve), tempo (acelerado ou desacelerado) e foco (direto ou indireto). Algumas destas duplas encontram aproximação na listagem acima, dos pares yin yang. Além disso, discípulos de Laban vêm estabelecendo diversas correspondências quaternárias aos fatores expressivos, inclusive com elementos da natureza. Assim,

Gipe cit 19 (tradução de artigo)  

Ciane Fernandes Tradução: Melina Scialom SEM PERDA DE MEMÓRIA: UMA EXPLORAÇÃO COREOGRÁFICA

Advertisement