Page 67

66

A investigação prática sobre a qual se debruçou esta tese foi dividida em duas etapas. A primeira etapa da pesquisa foi experimentada por atores em formação, a segunda consistiu na construção de um espetáculo solo onde atuo como atriz. Os estudantes envolvidos na primeira etapa estavam cursando, em sua maioria, entre o terceiro e o quinto semestre do curso de interpretação teatral, na Universidade Federal da Bahia. Durante os quatro meses do primeiro semestre letivo de 2005, com dois encontros semanais de duas horas de duração cada, práticas, noções, teorias e imagens da sabedoria taoísta, alimentaram as dinâmicas que foram realizadas com os alunos matriculados na disciplina Técnica de Corpo para Cena III. O processo foi dividido em quatro fases. Num primeiro momento a experimentação dos contrastes yin yang norteou as dinâmicas, dirigidas para a experimentação de parâmetros de movimentos. Em seguida foram os arquétipos ligados aos trigramas do I ching que fomentaram as aulas, e se voltaram mais para a construção de estados, ou entidades, como procurei chamar em aula evitando o termo personagem que poderia gerar construção excessivamente psicológica por parte dos alunos. Na terceira fase, foram construídos textos poéticos partir de exercícios de escrita solta, por meio de livre associação em estado de imersão, com estímulos oriundos do I ching. Os materiais escritos foram confrontados entre si, ainda em estado bruto, e ganharam novas formas. A partir daí, num último momento, os acervos expressivos gerados no processo criativo foram vasculhados e atualizados visando à re-contextualização de ações físicas que dialogassem com os textos criados. Por falta de recursos técnicos apropriados, não há registros visuais adequados dessa etapa da pesquisa. A segunda etapa consistiu em um processo criativo que visava desde o início à construção de um espetáculo. Tal experimentação resultou no espetáculo solo Traços ou Quando os alicerces vergam, dirigido e iluminado por André Amaro, acompanhado ao vivo pelo músico Lupa, e com cenário e figurino de Malu Fragoso. Nesse estágio da pesquisa nos debruçamos inicialmente sobre alguns contrastes yin yang, criando um repertório expressivo que paulatinamente foi se desdobrando e sendo aproveitado e transformado ao longo do levantamento das

Gipe cit 19 (tradução de artigo)  

Ciane Fernandes Tradução: Melina Scialom SEM PERDA DE MEMÓRIA: UMA EXPLORAÇÃO COREOGRÁFICA

Advertisement