Page 188

187

A Lemniscate: LMA e a história do Corpo Um diálogo entre fluxo livre e contido na obra e durante seu processo criativo criou a base para a transição entre as duas seqüências analisadas (A e A'), permitindo que o peso forte emergisse gradualmente. Durante o processo criativo da obra, o fluxo contido (secura, instabilidade) foi gradualmente permeado pelo fluxo livre (água, mobilidade), assim, processos defensivos (com fluxo controlado subliminar) tornaram-se estados de aprendizagem (com fluxo livre subliminar). Desta forma “fazer charme”, veemência, e “pressa para evitar” (préexpressividades defensivas de leve, forte e rápido) tornaram-se “com facilidade”, “atirando-se” e “exploração e busca” (pré-expressividades de aprendizagem para leve, forte e indireto/flexível), permitindo o desenvolvimento de Sem Perda de Memória. A Lemniscate ou Anel de Moebius não só representa a dinâmica entre duas qualidades do mesmo fator de expressividade, como forte e leve, livre e controlado, mas também a dinâmica entre dois fatores diferentes como fluxo e peso, e até entre cada uma destas qualidades. No terceiro semestre do programa do certificado (junho-agosto de 1994), descobri outro lado do meu fluxo controlado, relacionado à minha delicadeza, e diferente do lado apertado sem suporte respiratório nem forma fluida. Olhando para a seqüência A, a primeira vez que minhas mãos tocam o chão, quase não consegui diferenciar o fluxo controlado, um cuidado extremo, de um toque delicado. Se o fluxo controlado do meu padrão habitual não me deixava respirar e me relacionar com as pessoas, este mesmo fluxo controlado, combinado com peso leve, facilita a expressão de uma qualidade suave (delicada), o que fornece uma maneira especial e íntima de relacionar com as pessoas. A Lemniscate também representa a dinâmica entre as diferentes categorias do Corpo, Expressividade, Espaço e Forma. A transformação do meu fluxo controlado inicialmente aconteceu permeando-o com forma fluida e suporte respiratório, indo para baixo (sustentação do chão). Este relacionamento se desenvolveu em fluxo livre, e depois em peso forte, o que trouxe mais interações entre corpo e espaço, além de qualidades de forma tridimensional (volume do

Gipe cit 19 (tradução de artigo)  

Ciane Fernandes Tradução: Melina Scialom SEM PERDA DE MEMÓRIA: UMA EXPLORAÇÃO COREOGRÁFICA

Advertisement