Page 182

181

Na peça, a seqüência A evolui na seqüência A', sua versão transformada. A comparação não estabelece a seqüência A como uma amostra compulsiva repetitiva e a seqüência A' como uma transformativa repetitiva. Na peça, a compulsão repetitiva (padrões de movimento ou preferências) é colocada dentro da estrutura transformativa. As duas seqüências devem ser vistas como parte de um processo contínuo no Anel de Moebius, onde padrões compulsivos retornam, mas a cada vez sendo reconstruídos de uma maneira distinta (transformados). Uma comparação entre estas duas seqüências demonstrará como jogar com o peso passivo e ativo (em sua maioria nas transferências de peso) e ritmo lento, progredindo gradualmente num movimento tridimensional no espaço, com o uso da rotação com expressividade abundante, conexões corporais e forma tridimensional. Meu padrão de ênfase vertical para cima, muito fluxo controlado (não me deixando perceber meu peso forte e enraizado), foi inicialmente trabalhado no processo criativo e na obra através da exploração compensatória para baixo, acompanhado da forma fluida e suporte da respiração. Porém, o processo me levou a explorar gradualmente a tridimensionalidade do corpo e espaço através da Forma e da Expressividade. Ir em direção à tendência oposta de meus padrões altos iniciais foi uma transformação inicial, porém não completa, pois a dimensão linear manteve-se. Para transformar meu padrão inicial alto, era necessário tornar-me tridimensional, como o Anel de Moebius. A seqüência A tem três longas frases, duas com fraseado uniforme e uma acentuada (embora uniforme antes e depois do acento). A uniformidade não quer dizer estabilidade. Ao contrário, a uniformidade da seqüência A é rica em explorações de movimento que pouco a pouco se desenvolvem em uma integração maior entre Corpo, Expressividade, Espaço e Forma. As transições entre as frases são feitas através da desaceleração. Isto implica em seu principal tema: expandir o tempo até sua ausência. Conecto-me com meus sentimentos e sensações, permitindo desenvolver cada movimento no ritmo necessário. A seqüência A' tem duas grandes frases e uma frase curta, com fraseado acentuado, mantendo a uniformidade entre os acentos. Variações de Expressividade deixam as transições mais claras e dinâmicas que na seqüência A. Na seqüência A' as transições entre as frases são feitas através de impulsos

Gipe cit 19 (tradução de artigo)  

Ciane Fernandes Tradução: Melina Scialom SEM PERDA DE MEMÓRIA: UMA EXPLORAÇÃO COREOGRÁFICA

Advertisement