Page 1

Informa&vo da Paróquia de Nossa Senhora da Candelária Ano VI :: Julho de 2013 :: Distribuição gratuita

Acessibilidade: Paróquia de Candelária faz sinalização de parte da Matriz, para facilitar acesso de pessoas portadoras de necessidades especiais às celebrações na Igreja. Confira entrevista com Jalbe Souza. Pág. 7 Santo do mês: Paróquia O Luzeiro traz Saúde: confira confira a investe em nota de Dom dicas para história de ministério de Jaime sobre prevenção de São Joaquim. música manifestações doenças. Pág. 4 infantil. Pág. 3 Pág. 2 Pág. 4


O Luzeiro

2

PALAVRA DO ARCEBISPO

Nas últimas semanas temos assistido - e até participado - das manifestações de milhares de irmãs e irmãos marchando nas ruas, de grandes e pequenas cidades, exigindo da classe política e dos gestores públicos da União, dos Estados e dos Municípios, maior compromisso com os interesses supremos da sociedade brasileira, no que diz respeito às políticas públicas mais elementares, como saúde, educação, segurança, transporte, entre outras, de qualidade e suficientes para a demanda da população, especialmente, a significativa parcela socialmente vulnerável.Das ruas irrompe o clamor do povo que já não suporta mais a imposição de humilhações e aviltamento da dignidade humana dos que precisam dirigir-se aos serviços de saúde, de educação, de segurança e de transporte público. O povo, com rasgos de desespero, manifesta sua indignação pelo descaso recorrente dos que nos governam, pela ausência de uma política pública de Estado de convivência com o semiárido onde habitamos, e para com os demais desafios de outras regiões. Causa-nos perplexidade assistir o retroceder da velha indústria da seca, verdadeira serviçal da corrupção que inibe o desenvolvimento do Nordeste, fonte perene de pilhagem da coisa pública, neste momento de mais um ciclo de seca.Temos convicção do direito que temos de expressar nossa insatisfação. O Brasil pertence aos brasileiros. Suas riquezas são fruto do trabalho árduo de todos os que labutam para construí-lo e fazê-lo mais próspero. A coisa pública está para servir às necessidades coletivas do povo brasileiro. As lideranças políticas investidas de cargos públicos, nas três esferas de poder do Estado, devem atuar como guardiãs diligentes de tudo o que está aos seus cuidados, como bons administradores do Bem Comum. Jamais como usurpadores dos bens e das esperanças do Povo. Esses atos insanos em nada contribuem para conquistarmos o que todos almejamos. A luta se dá e se funda no desejo de um Brasil melhor para todos. A violência só levará ao fracasso e, por conseguinte, fragiliza o Estado Democrático que conquistamos. Não nos esqueçamos que os adeptos do autoritarismo estão à espreita, também esperançosos de mais uma vez se apropriarem do Estado. Que nossas manifestações estejam repletas de cidadania, de atitudes de paz, de respeito, de tolerância, de zelo e extrema atenção pela sacralidade da vida e integridade física de cada pessoa. "A violência nega a ordem querida por Deus." A Paz é fruto da Justiça"(Is 32,17). No Deus da Paz e de todo bem!

Atendimento Individual (Pe. Júlio César): Terça a sexta-feira: 15hs às 16hs e 18hs às 19hs MISSAS

EXPEDIENTE

Pároco: Padre Júlio César Souza Cavalcante Vigário Paroquial: Padre Manoel Nunes Produção: Pastoral da Comunicação Reportagem: Aldair Santos/Diogo Smith / Luiza Gualberto Edição e Diagramação: Luiza Gualberto Revisão: Aldair Santos Colaboração: Aldair Santos/ Arturo Soares/ Cristina Freitas/ Francinésia Azevedo/ Jalbe Souza/ Jansen Júnior/ João Paulo Silva/ Micheline Medeiros/ Naira Solange/ Tertulina Cortez/ Agentes de pastorais, movimentos e serviços da Paróquia de Candelária Tiragem: 800 exemplares Impressão: Edu Gráfica

Paróquia Nossa Senhora da Candelária Av. Marechal Rondon, 1859, Candelária - Natal/RN Contatos: 3615-2851/ 3615-2852 www.paroquiadecandelaria.com.br Twitter: @PNSCandelaria facebook.com/PNSCandelaria E-mail: paroquia@paroquiadecandelaria.com.br comunicacao@paroquiadecandelaria.com.br

Matriz: Terça a sexta: 17hs Quinta: 08hs, 17hs Sábado: 19hs30min Domingo: 07hs, 17hs e 19hs30min Todo dia 02 de cada mês às 12hs Capela Mãe Peregrina: Terça, quarta e sexta: 06hs Sábado: 19hs Domingo: 16hs Comunidade Menino Jesus: 16hs30min do 1º sábado do mês Comunidade Rainha da Paz: 16hs30min do 2º sábado do mês Missa das crianças: No 1º

www.paroquiadecandelaria.com.br

Julho/2013

Dom Jaime Vieira Rocha, arcebispo metropolitano de Natal

domingo de cada mês, às 17hs

Horário de funcionamento das Secretarias Secretaria Pastoral Responsável: Iolanda Terça a sexta: 15hs às 21hs Sábado: 14hs às 21hs Domingo: 15hs às 21hs

Secretaria Paroquial Responsável: Fá$ma Galvão Terça e quinta: 8hs às 11hs e das 15hs às 18hs30min Sexta: 15hs às 18hs30min Sábado: 08hs às 11hs e das 15hs às 19hs

Sacris$a Responsável: Sônia Terça a sexta: 16hs às 20hs Sábado: 17hs às 21hs Domingo: 07hs30min às 10hs e das 16hs às 21hs


O Luzeiro

Julho/ 2013

MÚSICA

3

Paróquia de Candelária investe em ministério infantil de música Grupo de canto conta com aproximadamente 20 crianças e adolescentes. Ensaios acontecem as quartas, no salão paroquial

C

Por Luiza Gualberto

omo forma de estimular a participação das crianças nas celebrações eucarísticas, a Paróquia de Nossa Senhora da Candelária criou um ministério de música infantil, que tem como coordenadores, o casal Antonio e Socorro Costa. O grupo se reúne semanalmente, as quartas, no horário das 19h, para ensaiar os cânticos da missa, referente a cada tempo litúrgico. A missa de responsabilidade do grupo é a do 1º domingo de cada mês, no caso, a missa das crianças, às 17h, na matriz. De acordo com Antonio, o grupo é aberto à participação de qualquer criança. “Basta a criança comparecer às reuniões. É importante frisar que a criança ou adolescente que pretenda tocar algum tipo de instrumento, já tenha noção musical, pois não temos suporte

para este tipo de aprendizado”, ressalta. O coordenador também destaca que a importância da criação de um ministério de música infantil, partiu da necessidade de um espaço voltado para esse público. “Também era um sonho compartilhado pelo nosso pároco em formar uma equipe de canto, composta por crianças, para assumir especialmente os cantos litúrgicos da missa das crianças”, frisa. Atualmente, o grupo conta com aproximadamente 20 crianças e adolescentes.

Fotos: Arturo Soares

Ministério de música infan*l da Paróquia de Nossa Senhora da Candelária, conta com aproximadamente 20 crianças e adolescentes

Crianças durante o momento da celebração eucarís&ca

Foto: Arquivo pessoal

Antonio e Socorro Costa coordenam o grupo

O Luzeiro quer saber a sua opinião! Envie sugestões para o e-mail:

comunicacao@paroquiadecandelaria.com.br www.paroquiadecandelaria.com.br

ANUNCIE AQUI!


O Luzeiro

4

Julho/ 2013

DE OLHO NA SUA

Por Tertulina Cortez Farmacêutica/ Bioquímica

SAÚDE

O inverno está chegando e, com ele, as doenças do frio: previna-se! A temperatura começa a dar sinais de que o inverno está chegando, e traz junto com ele uma série de doenças chatas, que geralmente aumentam a sinfonia de espirros e o consumo de lenços de papel, mas podem trazer complicações bem mais graves. A “culpa” da proliferação das doenças de inverno não é só frio. Mudanças de hábito decorrentes dele também favorecem os problemas respiratórios. A hidratação também é importante para manter as mucosas úmidas e auxiliar na barreira que elas criam contra os microorganismos. Os banhos não devem ser muito prolongados (mais de 20 minutos) e a temperatura deve variar entre os 29° a 37°. Por melhor que possam parecem os banhos escaldantes, eles causam o ressecamento da pele. Outro hábito nada saudável, é que as pessoas tendem a ficar dentro de casa se "escondendo do frio" com portas e janelas fechadas. Quem mata a academia no inverno também está mais sujeito às doenças. Os exercícios físicos, sobretudo os aeróbicos, como nadar, correr e caminhar, são especialmente importantes no frio, porque aumentam a capacidade respiratória. Por fim, o último conselho: a auto-medicação é perigosa. Analgésicos, antialérgico, descongestionante, antitérmicos e até vitamina C não devem ser tomados sem prescrição médica. Vamos lá, nada de preguicinha no inverno. A saúde deve estar sempre em dia.

Abínio Arruda C o r r e t o r d e Im ó v e i s

(84) 9461-2046

ANUNCIE AQUI!

Por João Paulo Siva

Santo Joaquim – 26 de julho

S

da época. Viveram em Nazaré, procedendo e caminhando segundo as leis do Senhor. Com retidão e sinceridade agiam com grande perfeição sem a menor falta. Todos os anos dividiam suas rendas em três partes: a primeira ofereciam ao Templo de Jerusalém para o culto do Senhor; a segunda distribuíam aos pobres; e com a terceira sustentavam-se honestamente. Deus lhes aumentava os bens temporais, porque os distribuíam com tão generosa caridade. Viviam também na mais completa paz e união sem a menor rusga entre si. Sant’Ana era em tudo submissa à vontade do esposo, e o homem de Deus, por sua vez, antecipava-se para conhecer a vontade da esposa, confiando nela e não ficando decepcionado. Deste modo viveram em tão perfeita caridade, que em toda a vida jamais discordaram, deixando um de querer o mesmo que o outro. Estes santos passaram casados vinte anos sem ter nenhum filho, até Sant’Ana conceber, de modo maravilhoso, a única filha, destinada a ser a Mãe do Salvador e Redentor da humanidade.

ão Joaquim morava em Nazaré, povoado da Galiléia, onde tinha família e parentes. Sempre foi homem justo e santo. Possuía compreensão de muitas passagens das Escrituras e dos antigos profetas. Com oração contínua e fervorosa, pedia o cumprimento das promessas divinas. Era homem humilíssimo e puro, de costumes santos e suma retidão, de incomparável modéstia e honestidade. Em virtude de uma inspiração recebida em sonho, São Joaquim pediu Sant’Ana São Joaquim, rogai por por esposa. E o casamento realizou-se, obedecendo nós! ambos às disposições rituais

www.paroquiadecandelaria.com.br


Julho/ 2013

OPINIÃO

O Luzeiro Por Jalbe Souza

A importância da inclusão social

É

difícil pensarmos que pessoas são excluídas do meio social em razão das características físicas que possuem, como cor da pele, cor dos olhos, altura, peso e formação física. Já nascemos com essas características e não podemos, de certa forma, ser culpados por tê-las. Desta forma é proposto o paradigma da inclusão social. Este consiste em tornar toda a sociedade um lugar viável para a convivência entre pessoas de todos os tipos e inteligências na realização de seus direitos, necessidades e potencialidades. Inclusão social é um conjunto de meios e ações que combatem a exclusão aos benefícios da vida em sociedade, provocada pela falta de classe social, origem geográfica, educação, idade, existência de deficiência ou preconceitos raciais. É oferecer aos mais necessitados oportunidades de acesso a bens e serviços, dentro de um sistema que benefi-

cie a todos e não apenas aos mais favorecidos no mundo em que vivemos. A inclusão está ligada a todas as pessoas que não têm as mesmas oportunidades dentro da sociedade. Mas os excluídos socialmente são também o s

O setor missionário Sant’ana, da Paróquia de Nossa Senhora da Candelária, está em festa. Até o próximo dia 26, o setor celebra a festa da padroeira, com o tema “Com Sant’ana, mãe e mestra, celebramos o ano da fé!”. A programação teve início no dia 1º, com a peregri-

nação da imagem da santa pelas residências do setor, que contou ainda com a recitação do terço mariano. No dia 21, vai acontecer uma manhã de missão, com adoração ao santíssimo sacramento, que será realizada na rua Santa Efigência. Já no pe-

que não possuem condições financeiras dentro dos padrões impostos pela sociedade, além dos idosos, os negros e as pessoas com necessidades especiais, como cadeirantes, deficientes visuais, auditivos e mentais. Existem as leis específicas para cada área, como a das cotas de vagas nas universidades, em relação aos negros, e as que tratam da inclusão de pessoas com defi-

ciência no mercado de trabalho. Nossa cultura tem uma experiência ainda pequena em relação à inclusão social, com pessoas que ainda criticam a igualdade de direitos e não querem cooperar com aqueles que fogem dos padrões de normalidade estabelecidos por um grupo que é a maioria. E diante dos olhos deles, também somos diferentes. É bom lembrar que as diferenças se fazem iguais quando essas pessoas são colocadas em um grupo que as aceite, pois nos acrescentam valores morais e de respeito ao próximo, com todos tendo os mesmos direitos e recebendo as mesmas oportunidades diante da vida, por isso, cabe a todos nós, darmos nossa parcela de contribuição para que através de ações de inclusões sociais possamos dar exemplos de cidadania, ética e amor ao próximo, respeitando as diferenças de cada um.

Estudo Bíblico

A Paróquia de Nossa Senhora da Candelária, no bairro Candelária, em Natal, realiza estudo bíblico, todas as quintas, a partir das 19h30, no Centro Pastoral da Igreja matriz. Entre os temas de estudo, estão o Catecismo da Igreja Católica. A participação no estudo é gratuita e aberta a todo o público.

Inscrições abertas para Oficina de Oração e Vida

Inicia-se no próximo dia 06 de agosto, no Salão das Pastorais, as Oficinas de Oração e Vida da Paróquia Nossa Senhora da Candelária. As inscrições podem ser feitas com Dona Socorro pelo telefone 8845-7653, ou ainda, com o Diácono Marcos pelos telefones 3231-4776 ou 8836-5540. As oficinas têm como finalidade buscar o relacionamento com Deus como um amigo e enfrentar com sabedoria e serenidade os desafios do dia-a-dia através da oração.

Setor missionário celebra festa de Sant’ana ríodo de 23 a 25 de julho, vai acontecer o tríduo festivo, às 19h30, com a seguinte programação: dia 23, tema: “Na fé, Sant’ana concebeu a mãe do Salvador”; dia 24, tema: “Sant’ana, exemplo de fé”; dia 25, tema: “Como Sant’ana, queremos viver a fé em família”.

www.paroquiadecandelaria.com.br

5

No dia 26 de julho, encerrando a programação, vai acontecer a celebração eucarística, presidida pelo pároco, padre Júlio César, às 19h30, no Lizete Buffet, que fica situado na rua Manoel de Abreu, 1836.


6

O Luzeiro

EVENTOS PAROQUIAIS

Jovens participam da missa de envio

Foto: Divulgação

Um grupo de 31 jovens da Paróquia de Nossa Senhora da Candelária, que vai à Jornada Mundial da Juventude, participou de missa de envio, no último dia 30 de junho. A celebração fez parte

dos preparativos para participar da Jornada, que ocorre no Rio de Janeiro, de 23 a 28 deste mês. Uma mistura de ansiedade e emoção permeia o sentimento no grupo de jovens que vão à Jornada.

Julho/2013

Padre Manoel Nunes celebra aniversário de ordenação O padre Manoel Nunes, vigário paroquial da Paróquia de Nossa Senhora da Candelária e reitor da capela da Mãe Peregrina, no bairro Latino, comemora no próximo dia 15 de agosto, 26 anos de ordenação sacerdotal. Ele assumiu as funções na paróquia, desde o ano de 1995.

www.paroquiadecandelaria.com.br


O Luzeiro

Julho/ 2013

7

Matriz de Candelåria recebe sinalização de acessibilidade

H

O Luzeiro conversou com Jalbe Souza, que Ê cadeirante e passou a utilizar o espaço. Ele conta que iniciativa contribui de forma positiva para participação nas celebraçoes

ĂĄ cerca de trĂŞs meses, a ParĂłquia de Nossa Senhora da CandelĂĄria, passou a contar com uma novidade para pessoas com deficiĂŞncia fĂ­sica. SĂŁo as faixas de sinalização para cadeirantes, que estĂŁo afixadas na Igreja matriz. A medida tem como objetivo, facilitar a acomodação deste pĂşblico, favorecendo uma melhor participação nas celebraçþes. AlĂŠm da sinalização, a matriz tambĂŠm conta com rampas de acesso Ă Igreja, bem como, a plataforma elevatĂłria, no Centro Pastoral, o que facilita tambĂŠm, a locomação do pĂşblico idoso. A reportagem de “O Luzeiroâ€? conversou com Jalbe Souza, que integra a Pastoral da Comunicação na ParĂłquia e utiliza o espaço. Ele falou sobre a importância desta ação e contribuição para a participação nas missas e eventos paroquiais. O Luzeiro: Pra vocĂŞ, o que representou essa iniciativa da ParĂłquia?

Fiquei muito feliz ao tomar conhecimento da reserva de vagas na Paróquia para ajudar e facilitar a participação de Portadores de Necessidades Especiais (PNE´s) nas celebraçþes eucarísticas. Representa maior conscientização da real necessidade de tornar acessível todos os lugares em que os PNE´s desejam e efetivamente possam ir,respeitando o direito de ir e vir de cada um de nós e espero que as demais Igrejas sigam o exemplo da Paróquia Nossa Senhora da Candelåria.Agradeço a Pe. Júlio CÊsar pela valorosa iniciativa.

O Luzeiro: Que melhorias essa ação trouxe para a sua participação nas celebraçþes?

A ação da reserva de vagas para portadores de necessidades especiais participarem das missas,trouxe alÊm do cumprimento e da implementação da acessibilidade, um maior conforto e segurança para os que de alguma forma tem dificuldades para locomover-se. Com isso, terão maior visibilidade para acompanhar e participar de toda a celebração de forma mais efusiva e igualitåria aos demais.

Na foto, Jalbe u*liza o espaço reservado para cadeirantes.

Espaço para cadeirantes facilita o acesso do público com deficiência sica às celebraçþes www.paroquiadecandelaria.com.br


O Luzeiro

8

ACONTECEU

Fotos: Aldair Santos e Arturo Soares

Arraiá Paroquial, realizado no dia 15 de julho, na quadra de esportes do Bairro Latino

Visita do assessor nacional da Comissão Episcopal da Juventude, da CNBB, padre Carlos Sávio, no dia 12 de maio

Julho/2013

Paróquia de Candelária sedia reunião do clero

Foto:Luiza Gualberto

Clero da Arquidiocese de Natal, com o arcebispo, D. Jaime

A Paróquia de Nossa Senhora da Candelária sediou no último dia 18 de junho, a reunião do clero da Arquidiocese de Natal. O tema abordado durante o encontro foi o documento de estudos 104, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), “Comunidade de comunidades: uma nova paróquia”, e contou com a assessoria dos padres Paulo Henrique e Bianor Júnior, além das considerações do arcebispo metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha.

www.paroquiadecandelaria.com.br

O Luzeiro Julho  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you