Page 1

portfรณlio p e d ro d i a s


sobre mim

FORMAÇÃO ACADÉMICA Licenciatura Design Gráfico no IADE, Escola Superior de Design e Marketing 1992-1996 FORMAÇÃO COMPLEMENTAR Curso de Design Gráfico assistido por computador, realizado na FLAG – Centro de Formação Apple Macintosh 1997 Curso de webdesign realizado na FLAG. 2007 Conhecimentos Inglês falado e escrito. Experiência corrente em Macintosh e PC, programas: Indesign, Photoshop, Ilustrator, Quarkxpress, Coreldraw, Dreamweaver

Plot Content Agency 2014 White Brand Services 2014 (Abril a Outubro) Projectos Especiais, Consultores de Marketing e Comunicação (Grupo Controlinveste) 2000 - 2012 Abril Controljornal 2000 (Janeiro a Outubro) Semanário Revistas 1997-2000 (Janeiro)

966 761 865 pmigueldias@gmail.com


brochuras & contas


pedro dias portfólio

Leonor de Almeida Director Geral IC R&D MES

>

tecnologia programa

Cliente Siemens Portugal

Materialização de ideias e conceitos em produtos que criem valor.

>04/05

“ Uma empresa que aposta na Inovação Tecnológica é

uma empresa em que, os

Produtos Brochura “Missão 2005” Brochura “Inovação Estratégica”

clientes vêem garantia de continuidade, dando-lhes

confiança, e demonstrando que, no futuro, a empresa vai continuar a existir e

a oferecer-lhes os melhores conselhos, soluções e produtos.”

"Queremos liderar a Inovação Tecnológica, com incidência nas tecnologias que impulsiona-

rão o crescimento de mercados, aquelas que terão impactos múltiplos em diferentes áreas de negócio e as que conduzirão a descontinuidades, sempre numa perspectiva de criação de Valor para a Empresa e seus Clientes."

Os Os dois doi do d vectores v ve vec vect vecto vector vectore eest es estr estra estrat estraté estratég estratégi estratégic estratégico estratégicos para p a IIn pa par Ino Inov Inova Inovaç Inovaçã Inovação T Te Tec Tecn Tecno Tecnol Tecnoló Tecnológ Tecnológi Tecnológic Tecnológica nna SSi Sie Siem Sieme Siemen Siemens são: s sã são „ Trendsetting Technologies „ Networking

Trendsetting Technologies

"Queremos inovar tecnologicamente, desenhando e desenvolvendo produtos que gerem negócio e que apliquem as tecnologias mais adequadas a cada caso."

Uma empresa que aposta na Inovação Tecnológica é uma empresa em que os clientes vêem garantia de continuidade, dando-lhes confiança e demonstrando que, no futuro, a empresa vai continuar a existir e a oferecer-lhes os melhores conselhos, soluções e produtos, de forma a optimizarem o seu negócio.

Há que, com base nas nossas competências locais, ganhar a dimensão mundial, através de, por exemplo, participar em grupos de decisão/trabalho, influenciando e definindo aspectos particulares de algumas tecnologias (por exemplo, através de contribuições para elaboração de “standards”).

Inovar tecnologicamente é uma forma de agir, no nosso trabalho, no dia-a-dia, não é uma acção transcendental que exija recursos infinitos e que não esteja acessível a todos.

ve lil or sã Neste Ne vector Nest Nes vecto vect vec v as a linhas lin linh linha o ori orie orien orient orienta orientad orientado orientador orientadora orientadoras ssão são:

„ Aquisição da visão global e conhecimento das tecnologias emergentes determinantes (“trendsetting technologies”), e entendimento da sua aplicabilidade, duma forma continuada e persistente ao longo do tempo.

„ Identificação sistemática de que novas tecnologias poderão gerar novas oportunidades de negócio e definição e validação das correspondentes oportunidades de negócio.

„ Criação efectiva de novos produtos, soluções e serviços, onde claramente se identifiquem Inovações Tecnológicas.

Networking

"Queremos que a Sociedade e os nossos colaboradores tenham a percepção que somos uma firma tecnologicamente inovadora. Queremos que os nossos colaboradores partilhem entre si o conhecimento..."

Não é suficiente ser inovador, há que conquistar a percepção da Sociedade, dos nossos clientes e dos nossos colaboradores, de que de facto o somos.

Temos de fazer parcerias ou acordos com os “best in class”, acedendo assim a novas formas de aquisição de conhecimento.

A experiência acumulada por cada um de nós, no dia-a-dia, é, quando partilhada, o ponto de partida para conseguirmos o nível de Inovação necessário à continuação do sucesso da Siemens; o todo é melhor que a soma das partes.

Se cada um tiver consciência, de qual o potencial de conhecimento que possui, e o aplicar em rede, teremos sucesso, na Inovação Tecnológica e no negócio; é o querer, sempre, fazer melhor.

orientadora são: ssã são orientado orientador or ori orie orien orient orienta orientad o llilin linh orientadoras linha a linhas vvect vecto ve vec Nest vector Ne N Nes Neste as

Externa Criar a percepção na Sociedade de que a Siemens é uma empresa Exter Extern Ex Ext Exte Externa: „E

inovadora, que ajuda a construir o futuro dos nossos clientes, fornecendo-lhes

as melhores soluções inovadoras para o seu negócio, num vasto leque de múltiplas áreas.

Int Inte Inter Intern Interna Interna: Utilizar o conhecimento existente “in house”, na discussão e elaboração de „ IIn

soluções inovadoras. A partilha de informação, entre várias áreas, é cada vez mais impor-

tante, para que se possam definir soluções globais excelentes. Criar também a percepção nos nossos colaboradores de que pertencem a uma empresa inovadora.


pedro dias portfólio

Resultados Líquidos I Net income

Crédito sobre Clientes I Customers loans

milhares de € I thousand € 45.000

42.899

40.000 35.000

38.739

milhares de € I thousand € 4.582.976

4.500.000 4.000.000

4.188.263 3.807.702

3.500.000

33.186

30.000

3.000.000

25.000

2.500.000

20.000

2.000.000

15.000

1.500.000

10.000

1.000.000

5.000

500.000 0

0 2003

2004

2003

2005

2004

Crédito Especializado I Specialised Credit

2005

Crédito Bancário I Loans

Estrutura Operacional I Operating Structures

Sede Social I Registered Office Av. António Augusto Aguiar, 132 - 1050-020 Lisboa Capital Social I Shared Capital €280.000.000 Cons. Reg. Com.: Lisboa I Companies Registry: Lisbon Matrícula N.º I Registration no. 8650 Pessoa Colectiva N.º I Taxpayer no. 504 687 069 www.bpn.pt

B Ba Ban Banc Banca C Co Com Come Comer Comerc Comerci Comercia Comercial C Co Com Comm Comme Commer Commerc Commerci Commercia Commercial B Ba Ban Bank Banki Bankin Banking

BP S.A. BPN BPN, S S. S.A 100%

BP CAYMAN BPN C CA CAY CAYM CAYMA L LT LTD LTD. 100%

B Ba Ban Banc Banca d de Investimento I In Inv Inve Inves Invest Investi Investim Investime Investimen Investiment I In Inv Inve Inves Invest Investm Investme Investmen Investment B Ba Ban Bank Banki Bankin Banking

BBANC BAN BANCO A E EF EFI EFIS EFISA EFISA, S S. S.A S.A. 100%

BP BRASIL, BPN B BR BRA BRAS BRASI BRASIL S S. S.A S.A. 80%

BP IMOFUNDOS, BPN I IM IMO IMOF IMOFU IMOFUN IMOFUND IMOFUNDO IMOFUNDOS S S. S.A S.A. 100%

G Ge Ges Gest Gestã Gestão d de Activos A Ac Act Acti Activ Activo A As Ass Asse Asset Management M Ma Man Mana Manag Manage Managem Manageme Managemen

BP GESTÃO BPN GE GES GEST GESTÃ G D ACTIVOS, DE A AC ACT ACTI ACTIV ACTIVO ACTIVOS S S. S.A S.A. 100%

C Cr Cré Créd Crédi Crédit Crédito EEspecializado Es Esp Espe Espec Especi Especia Especial Especiali Especializ Especializa Especializad S Sp Spe Spec Speci Specia Special Speciali Specialis Specialise Specialised Credit C Cr Cre Cred Credi

BP CRÉDITO BPN C CR CRÉ CRÉD CRÉDI CRÉDIT I IF IFI IFIC IFIC, S.A. S S. S.A 100%

S Se Seg Segu Segur Seguro Seguros I In Ins Insu Insur Insura Insuran Insuranc Insurance

RREA REAL E SEGUROS, S SE SEG SEGU SEGUR SEGURO SEGUROS S S. S.A S.A. 97%

C Co Cor Corr Corre Corret Correta Corretag Corretage Corretagem B Br Bro Brok Broke Broker Brokera Brokerag Brokerage

FFINC FIN FINCOR FINCO I - SGPS, S SG SGP SGPS S S. S.A S.A. 80%

BP IFI, BPN I S.A. IF IFI S S. S.A 100%

RREA REAL E VIDA V VI VID SEGUROS, S SE SEG SEGU SEGUR SEGURO SEGUROS S S. S.A S.A. 100%

Principais indicadores do Grupo BPN I Principal BPN Group indicators milhares de

Net income of EUR 42.9 million

05 Cliente Banco Português de Negócios Produto Brochura “Sintese de Actividade”

síntese da actividade summary of activity

The BPN BP Group G Gr Gro Grou reports a 10.7% increase in 2005 net income to EUR 42.9 million. Operating profit rose to EUR 55.4 million, corresponding to an improvement of 11.9%. The BPN B Group BP G Gr Gro Grou ended the year with net total assets of EUR 5.4 billion.

DEMONSTRAÇ DEMONSTR DEMONST DEMONS DEMON DEMO DEM DE DEMONSTRA DEMONSTRAÇÃ DEMONSTRAÇÃO I INCOME I IN INC INCO INCOM S ST STA STAT STATE STATEM STATEME STATEMEN STATEMENT Resultados operacionais (1) I Operating income (1) Resultados extraordinários I Net extraordinary items Resultados líquidos I Net income

B Ba Ban Banc Português PPo Por Port Portu Portug Portugu Portuguê de d Negócios N Ne Neg Negó Negóc Negóci Negócio Negócios, including Cayman and IFI, earned a net income of EUR 41.8 million. Banco This figure includes dividends of EUR 23.9 million received from its subsidiaries. Resources taken amounted to EUR 4 billion, while loans granted totalled EUR 3.6 billion (up 11.2%).

BALANÇ BALA BAL BBALAN BALANÇO A I BALANCE B BA BAL BALA BALAN BALANC SHEET S SH SHE SHEE Activo líquido I Net total assets Situação líquida I Equity Recursos totais de Clientes I Total customers resources Débitos para com Clientes (2) I Customers deposits (2) Obrigações em circulação I Bonds in issue Créditos sobre Clientes I Customers loans Crédito bancário (3) I Loans (3) Crédito especializado (4) I Specialised credit (4) Gestão de Activos e Fundos de Investimento I Asset Manag. and Investment Funds

B BP continued to expand its commercial network with the opening of 12 new branches, BPN closing the year with network comprising 203 branches, including the BPN Banque branches in France. In Investment Banking, Banco B Ba Ban Banc E Ef Efi Efis reports net income of EUR 2.6 million, an improvement of Efisa 51.3%. With net income of EUR 3.7 million, BPN B BP Gestão G Ge Ges Gest Gestã de d Activos A Ac Act Acti Activ Activo registered growth of 73.2%. For the third consecutive year, Standard & Poor's distinguished BPN’s Funds, attributing to BPN Conservador and BPN Renda Mensal the prizes for the "Best 2006 Fund" in the respective domestic funds’ categories. B Imofundos BP I Im Imo Imof Imofu Imofun Imofund Imofundo Imofundos, the BPN Group Real Estate Investment Funds, consolidated its second position BPN in the ranking of national fund managers, generating net income of EUR 5.8 million, or 28.4% more than in 2004. At the end of 2005, BPN B Imofundos BP I Im Imo Imof Imofu Imofun Imofund Imofundo had assets under management of EUR 1,081 million, giving it a market share of 13.2%. In Specialised Credit, BPN B Crédito BP C Cr Cré Créd Crédi Crédit posted an increase of 9.6% in its earnings, with net income reaching EUR 9.9 million.

RRÁCIOS RÁC RÁCI RÁCIO Á I RATIOS R RA RAT RATI RATIO Rendibilidade média dos capitais próprios (ROAE) I Return on average equity (ROAE) Rendibilidade média do activo (ROAA) I Return on average assets (ROAA) Cost to income Rácio de solvabilidade (BPN, S.A.) I Capital adequacy ratio (BPN, S.A.) SSEGU SEG SEGUROS SEGUR SEGURO E I INSURANCE I IN INS INSU INSUR INSURA INSURAN INSURANC Prémios de seguro Vida I Life assurance premiums Prémios de seguro Não Vida (5) I Non-life insurance premiums (5) NÚMERO N NÚME NÚM NÚMER Ú DE D COLABORADORES C CO COL COLA COLAB COLABO COLABOR COLABORA COLABORAD COLABORADO COLABORADOR COLABORADORE I NUMBER N NU NUM NUMB NUMBE O EMPLOYEES OF E EM EMP EMPL EMPLO EMPLOY EMPLOYE EMPLOYEE BPN (6) Área Seguradora I Insurance Area Grupo BPN I BPN Group NÚMERO N NÚME NÚM NÚMER Ú DE D AGÊNCIAS AGÊN AGÊNC AGÊNCI AGÊNCIA A AGÊ AG I NUMBER N NU NUM NUMB NUMBE O BRANCHES OF B BR BRA BRAN BRANC BRANCH BRANCHE Portugal e França I Portugal and France

(1)

I thousand

(3)

var.

2004

2005

05/04

49.553 (1.649) 38.739

55.447 (159) 42.899

11,9% n.a. 10,7%

4.869.354 298.841 4.010.290 4.007.800 2.490 3.807.702 3.071.163 736.539 1.284.579

4.788.767 330.735 3.742.428 3.722.428 20.000 4.188.263 3.421.281 766.982 2.005.480

5.361.832 352.420 4.126.690 4.086.650 40.040 4.582.976 3.804.941 778.035 2.470.621

12,0% 6,6% 10,3% 9,8% 100,2% 9,4% 11,2% 1,4% 23,2%

13,3% 0,8% 59,5% 10,6%

14,0% 0,8% 64,8% 10,9%

14,4% 0,8% 63,0% 10,3%

n.a. n.a. n.a. n.a.

131.063 92.594

153.400 111.863

179.084 122.212

16,7% 9,3%

1.272 331 2.277

1.334 375 2.449

1.399 380 2.563

4,9% 1,3% 4,7%

187

193

203

5,2%

Resultados antes dos resultados extraordinários e impostos sobre lucros; Income before net extraordinary items and corporate income tax; Inclui: Débitos para com Clientes e obrigações BPN Capital subscritas por Clientes; Includes: Amounts owed to customers and BPN Capital bonds subscribed by customers; Inclui: Valores referentes à actividade bancária do BPN em Portugal e França, BPN Cayman, Banco Efisa, BPN Brasil e BPN IFI; Includes: Figures relating to the banking operations of BPN in Portugal and France, BPN Cayman, Banco Efisa, BPN Brasil and BPN IFI; (4) Os valores do crédito a Clientes, do ano de 2005, referentes ao crédito especializado incluem os créditos titularizados no montante de 196.513 milhares de Euros; The customers loans’ figure for 2005 referring to specialized credit includes securitised debt in the amount of EUR 196,513 thousand; (5) Produção directa da Companhia sem resseguro aceite; The company's direct new business written, without reinsurance accepted; (6) Não inclui os Colaboradores do BPN, S.A. que estavam afectos ao BPN Serviços, ACE. Does not include BPN, S.A. employees who were seconded to BPN Serviços, ACE. (2)

In the Insurance area, the BPN Group – through Real R Vida Re Rea V Seguros Vi Vid S Se Seg Segu Segur Seguro - , earned R Seguros Re Rea S Se Seg Segu Segur Seguro and Real net income of EUR 7.6 million. Total new business written grew by 16.7% in the Life Assurance and 9.3% in Non-Life Insurance.

2003 44.140 (4.436) 33.186


pedro dias portfólio

mercados petrolífero e do gás natural

relatório e contas

2004

+

3,4

O consumo de produtos petrolíferos em Portugal registou em 2004 uma ligeira subida de 0,5 milhões de toneladas, com o consumo total a rondar os 14,4 milhões de toneladas, cerca de 3,4% face ao ano anterior

mercados petrolífero e do gás natural

63 63

relatório e contas 2004

relatório de gestão

IInves Inve Inv Investimento Investiment Investi Invest Investime Investim Investimen n

O montante de investimento dispendido no ano foi essencialmente

R Rá Rác Ráci Rácio Rácios FFinanceiros Fi Fin Fina Finan Financ Finance Financei Financeir Financeiro

canalizado para: No ano de 2004 o investimento da Galp Energia, em termos agregados, ascendeu a cerca de 367,4 milhões de euros, o que repre-



sentou uma quebra de 27% face ao montante investido em 2003.

P Projectos Proj Pro Project Projec Proje Projecto r EEstratégicos, Es Est Estr Estra Estrat Estraté Estratég Estratégi Estratégic Estratégico Estratégicos envolvendo: 

A conclusão das infra-estruturas de aprovisionamento, arma-

EBITDA / Juros Líquidos

zenagem e transporte de GN - Terminal de GNL, Armazenagem Essa quebra teve maior expressão no negócio do Aprovisionamento

Subterrânea e gasodutos de ligação do Terminal ao sistema rede

e Transporte de GN (-76%), devido à conclusão dos principais inves-

de transporte de GN em alta pressão;

timentos nas infra-estruturas de aprovisionamento, armazenagem e



transporte de Gás Natural.

Dívida Líq.(*) / EBITDA

Gearing Dívida Líq. (*) / Cap. Próprio com Int. Min. Autonomia Financeira

A construção do parque de Armazenagem do Caniçal na



Apenas o investimento na actividade de Exploração & Produção (Oil)

32 e 33).

10,8

Unidades de Negócios

2002

Galp ARL

43,3

Galp Retalho

70,4

Galp Empresas (*)

O ROE de 2004 atingiu os 18,8% apresentando um crescimento apreciável (+10,8 p.p em dois anos) e coloca a Galp Energia com um nível de rentabilidade similar ao dos seus peers.

8,3



A racionalização e desenvolvimento da rede de postos do Retalho



O desenvolvimento do mercado de Gás Natural - através da

investimento na construção do novo "Parque de Enchimento de

4,5

Sines", por via de uma maior eficiência operacional;

5,0

3,3

1,1

503,2

367,4

Total Proporcional

443,9

466,8

336,9

Total Consolidado

426,7

466,3

335,0

os desafios de desenvolvimento e crescimento que se lhe deparam no futuro.



G Ge Ges Gest Gestã I In Int Inte Integ Integr Integra Integrad d Risco R Ri Ris Risc Gestão Integrada de

O desenvolvimento do mercado do GPL, para o qual contribuirá o

26,8 74,9

11,1

491,3

de Dívida Liquida/Capitais Próprios situou-se em 75%, reflectindo

tos de Cogeração; 

22,8 39,5

7,4

Outros

25 25

13,8

A Galp Energia tem definida uma política de gestão integrada do risco com o objectivo de assegurar uma rentabilidade mínima dos

A optimização/melhoria do rendimento da Refinaria de Sines,

capitais empregues, minimizando a volatilidade dos resultados da

designadamente através da conclusão do projecto de "Revamping da Destilação de Vácuo I"; 

31%

uma estrutura de capitais sólida que permitirá à empresa enfrentar

da conversão de clientes para GN e da implementação de projec-

64,8

43% 75%

28%

em termos de rácios financeiros, em face do acréscimo de 28% do

expansão das infra-estruturas de transporte e distribuição de GN,

57,2

31,0 93,3

1,7 x

53%

EBITDA e de um ligeiro decréscimo de 2% dos Juros Líquidos. O rácio

a nível ibérico, integrando os negócios fuel e non fuel;

2004

126,7 112,1

14,8 16,3

Total Agregado

relatório e contas 2004

66,2 13,0

154,8 170,8

Galp Gás - GPL Exploração & Produção (***) Geração & Cogeração

relatório de gestão

2003

108,7

Galp Transgás (**) Galp Gás - GN (**)

18,5 x

2,9 x 112%

25%

Em 2004, a Galp energia voltou a apresentar melhorias substanciais

P Projectos Proj Pro Project Projec Proje Projecto r d de Expansão E Ex Exp Expa Expan Expans Expansã de d Actividade A Ac Act Acti Activ Activi Activid Activida Actividad Actividade, orientados para:

(milhões de euros)

+

2004

14,2 x

58%

A aquisição da empresa BP Enertica, filial do Grupo BP de venda e distribuição de combustíveis ao domicílio em Espanha.



2003

7,8 x 3,8 x

* Inclui suprimentos e empréstimos entre empresas do grupo

registou um acréscimo (+90%) face a 2003, associado sobretudo ao desenvolvimento da actividade de pesquisa em Angola (Blocos 14,

2002

137%

( )

Madeira;

O desenvolvimento da actividade de E&P - em especial no que diz respeito à exploração e desenvolvimento do Bloco 14, em Angola.

Empresa, resultante do comportamento das variáveis exógenas. O

Cash Cas Ca FFlow Fl Flo e Financiamento F Fi Fin Fina Finan Financ Financi Financia Financiam Financiame Financiamen Financiament d Investimento do I In Inv Inve Inves Invest Investi Investim Investime Investimen Investiment

risco associado resulta das actividades físicas do negócio e por conseguinte é função do comportamento das variáveis exógenas e da

O cash flow liberto pela Galp Energia permitiu reduzir a dívida do

relação entre estas.

( )

* Em 2004, inclui o investimento financeiro na aquisição da BP Enertica

(

**) Valores incluem TPE´s e Juros



(

***) Inclui investimento financeiro nos blocos do Brasil

P Projectos Proj Pro Project Projec Proje Projecto r de d Conformidade, CConformidade designadamente os orientados para o Co Con Conf Confo Confor Conform Conformi Conformid Conformida Conformidad

Grupo em 433 milhões de euros. (milhões de euros)

cumprimento das especificações Auto-Oil, e para a Modernização

Cliente Galp Energia

margem de refinação que não está coberta pela margem de comercialização, assumindo a empresa o risco do negócio integrado.

P Projectos Pro Proj Proje Projec Project Projecto r de d Substituição S Su Sub Subs Subst Substi Substit Substitu Substitui Substituiç Substituiçã / Manutenção M Ma Man Manu Manut Manute Manuten Manutenç Manutençã realizados nas duas Refi-

tal de cada uma das empresas, o investimento realizado em 2004

narias, salientando-se a "Substituição de Pipelines" na Refinaria

representou um esforço financeiro da ordem dos 336,9 milhões de

do Porto, a conclusão do "Estudo de Flexibilidade das Linhas Flue

A gestão do risco incide sobre o comportamento dos preços dos produtos petrolíferos (commodity risk), sendo o risco associado ao momento de fixação do preço de compra e do preço de venda

Gas da unidade FCC" na Refinaria de Sines, e os investimentos

euros (92% do investimento total agregado).

(time lag risk) analisado numa óptica do próprio negócio.

executados no âmbito da Paragem Geral programada da RefinaCerca de 91% do investimento agregado de 2004 foi realizado

ria de Sines.

O Grupo Galp Energia durante o ano de 2004 continuou a imple-

em empresas em que a Galp Energia detém uma participação maioritária no capital, pelo que o montante de investimento reflectido nas contas consolidadas ascende a cerca de 335,0 milhões de euros.

78 78

Produto Relatório e Contas 2004



relatório e contas 2004

performance económica e financeira



P Projectos Proj Pro Project Projec Proje Projecto r de d Racionalização R Ra Rac Raci Racio Racion Raciona Racional Racionali Racionaliz Racionaliza Racionalizaç Racionalizaçã / Reestruturação, R Re Ree Rees Reest Reestr Reestru Reestrut Reestrutu Reestrutur Reestrutura Reestruturaç Reestruturaçã Reestruturação com destaque para a "Substituição de Tubagens no Terminal Leixões".

O principal risco da Galp Energia encontra-se na margem de refinação. A política de gestão deste risco assenta na gestão da

do Parque de Perafita e sua adequação às normas de segurança. Ajustando pela participação (%) que a Galp Energia detém no capi-

mentação da sua política de gestão da exposição do valor dos cash Dívida Líquida 2003

Cash Flow Operacional

Cash Flow Investiment

Subsidíos recebidos

Dividendo s

Juros líquidos e impostos

Outros

Dívida líquida 2004

Cash disponível para reduzir dívi-

flows ao comportamento das variáveis exógenas que o determinam. Assim, e à semelhança do que fez em 2003, continuou-se a

performance económica e financeira

relatório e contas 2004

79 79


newsletters


pedro dias portfólio

newsletter

interna da ES Viagens

check-in

Mega Camião Top Atlântico

>>>

Publicação>Trimestral Lugar>nº3 Partida>Junho 2004

percorre o país

editorial

notícias

Francisco Calheiros Caros Colegas,

A minha primeira e mais importante

é inestimável, o pesar de todos nós é profundo, a saudade será eterna. Fica a lembrança de uma amiga e uma das melhores profissionais desta casa.

Novidades nesta edição, entre outras, a mega acção promocional da Top

Atlântico - um Road Show de um mega

camião, que muitos tiveram oportu-

agência de viagens líder do mercado português esteve presente em várias localidades de Portugal com um mega camião que foi o centro de várias acções de animação envolvendo o público.

O camião consistiu numa completa agência de viagens móvel, na qual estavam disponíveis todas as informações sobre os vários destinos Top Atlântico e onde os visitantes foram convidados a experimentar viajar na maior. A quem visitou o camião, a Top Atlântico ofereceu ainda um cheque-viagem no valor de 20 euros.

Para além do camião, esta acção contemplou a actuação de alguns alunos da Operação Triunfo.

Viajar na maior agora com o novo Cartão Top Atlântico A Top Atlântico aproveitou ainda esta acção para apresentar ao mercado o seu novo produto de venda a crédito, o

Cartão Top Atlântico. Com este novo cartão, viajar vai ser ainda mais fácil. Os clientes Top Atlântico poderão agora viajar e pagar a sua viagem entre 3 a 6 meses sem juros. Uma oportunidade única, oferecida pela Top Atlântico.

Mudança de Instalações O Desafio (quase) final!

Cliente Espírito Santo Viagens

Foi em de Maio que fizemos as últimas mudanças para o Edifício ES Viagens.

Depois do Mundo Vip, pioneiros do Grupo, seguiu-se a TA DMC, a CWT, a Direcção de Operações, a Tagus. Em Maio, Começaram a chegar os primeiros colaboradores da ESV Consultoria e Serviços; a 17 de Maio, DAF e a Administração da holding juntaram-se ao Grupo dos novos moradores.

Passado uma semana, chegou a ATR. Só falta a Netviagens. Cá os esperamos!!!

Produto Newsletter “Check-in”

Espírito Santo Viagens

galardoada na Noite Galileo

notícias

Top Atlântico na sede da ES Viagens

(continuação)

Rute Rapaz, Directora Coordenadora da Top Atlântico responsável

pela nova agência, explica-nos, em jeito de entrevista, algumas das novidades deste projecto.

Que tipo de serviços poderão ser encontrados

palavra vai para a nossa querida Ana Diogo. A perda humana e profissional

A Top Atlântico lançou uma nova campanha promocional que percorreu todo o país. De 30 de Abril a 14 de Maio, a

Fala comigo!

>Edição ES Viagens >Grafismo Projectos Especiais - Consultores de Comunicação, S.A. >Produção Projectos Especiais - Consultores de Comunicação, S.A. >Impressão Heska Portuguesa S.A.

nidade de ver, ainda estacionado no

Parque Nações -, e ainda a aposta nas

novas tecnologias, com o arranque

do To por tugal.com, e com a nova

imagem da CWT na Internet.

A nossa mudança para o novo Edifício

ES Viagens também vem em destaque. Estamos na fase final desta transição.

A nossa nova casa está já pratica-

mente toda habitada. Num novo Edifício que, não tenho dúvidas, traz consigo melhores condições de trabalho, procuraremos agora limar as ares-

tas de dificuldades que só são detectáveis com a equipa toda instalada.

A união num mesmo espaço das áreas

centrais das várias participadas vai ajudar-nos a fortalecer o espírito de

Grupo e a melhorar a prestação dos nossos serviços.

na loja da Top Atlântico, na Expo? > Li com interesse o nº2 da nossa newsletter. Verifico que na lista de recém-chegados não está a minha secretária Dora Lourenço (entrou a 22 de Dezembro de 2003). Na minha opinião devíamos criar um cantinho para salientar datas e acontecimentos na vida de todos nós: o aniversário, o casamento, o nascimento dum filho, a doença de um de nós etc. Sei que somos muitos e se calhar o espaço dificilmente o permite ou eventualmente não estará dentro da filosofia para que foi criada a newsletter, mas não quis deixar de expressar a minha opinião. Unidos seremos mais fortes. Juntos na Maior. Carlos Luís > Verdadeiramente atónito(s), merece a Ana que escreva o seguinte em nome da ATR e em meu nome: A Ana Diogo foi a pessoa que sempre teve disponibilidade para a ATR. Recebeu-me sempre, fazia, encaminhava, tratava… Foi das pessoas que facilitou a integração do então Grupo Top Atlântico (agora ES Viagens), ajudando a acabar com o "eles" e o "nós". Dizer o quê? Felipe Torrado > Fale com a Check-In: Newsletter ES Viagens Fala Comigo - Fax: 21 892 57 09 Contamos convosco!

A loja da Top Atlântico na Expo, também por estar instalada no Edifício da Espírito Santo Viagens, englobará um conjunto de serviços

algo diferente das outras lojas TA. Para além do balcão de atendimento ao público em geral, particularmente direccionado para a

venda de lazer, vamos ter disponíveis 2 postos de Internet onde os clientes poderão aceder e pesquisar a programação do Mundo Vip, do A Espírito Santo Viagens foi galardoada no 12º Aniversário do Galileo Portugal com 3 Prémios e viu

ainda o Vice-presidente da holding Espírito Santo Turismo, Dr. Manuel Fernando Espírito Santo, ser distinguido com o "Prémio Personalidade do Ano".

A ES Viagens foi distinguida nos Prémios Imprensa, uma organização conjunta do Galileo e da Turisver, na categoria Agente de Viagens, entregue a Raul Gonçalves, Director Geral da Net Viagens.

O Galileo entregou ainda à Espírito Santo Viagens, pela sua excepcional produção no ano de 2003, dois prémios:

Prémio Hotéis + Prémio Galileo +

> Em cima da esquerda para a direita: Marisa Gorjão, Teresa Taveira, Rute Rapaz, Fátima Gonzalez, Carla Xavier, Paula Serra > Em baixo da esquerda para a direita: Maria Correia, Carla Pacheco, Rui Batista, Isabel Sousa, Mónica Freire

Mundo Vip sorri com

Prémio Publituris

ES Viagens em grande nos Prémios Publituris

Reconhecido pelo sector na votação dos Prémios Publituris, face a

19 de Maio ao fim da tarde, arrecadando quatro galardões:

agradecer a todos os seus clientes.

A Espírito Santo Viagens esteve em grande na Gala dos Prémios Publituris 2003, que decorreu dia - Melhor Agência Corporate - Top Atlântico Viagens e Turismo. - Melhor Agência de Receptivo - Top Atlântico DMC.

- Melhor Agência Centro - Top Atlântico Viagens e Turismo. - Melhor Operador Turístico - Mundo Vip.

Parabéns a toda a equipa ES Viagens. Os Prémios são vossos!

uma concorrência importante (lembramos que os outros nomeados

foram Abreu/Club 1840, Soltour e Soltrópico), o Mundo Vip decidiu O operador turístico da ES Viagens recebeu da Publituris o Prémio de

Melhor Operador Turístico 2003, vendo assim reconhecida a sua capacidade de programação e venda. Na edição seguinte da Revista

todos puderam ler o Obrigado do Mundo Vip aos agentes de viagem e

foi com o sorriso da alegria da vitória que o Mundo Vip iniciou a época alta de vendas: as férias de Verão.

Club Med e, claro, da Top Atlântico, obtendo informações diversas sobre os destinos que pretendem visitar.

A loja engloba ainda um departamento de Private de Turismo, para a

venda de viagens de lazer, organizadas à medida de cada cliente e um outro dedicado ao atendimento Private de Empresas direccionado para viagens de negócios que saiam dos valores standard da sua política de viagens.

A loja tem também uma nova imagem?

A imagem desta loja dá continuidade à nova imagem corporativa da

Top Atlântico que, através de um conjunto de conjugações estéticas, procura transmitir aos clientes que a visitam aquela que é a assinatu-

ra da empresa: "Viaje na maior". Na maior rede de agências nacional,

na maior organização de turismo do país, na agência que oferece maior oferta e melhor atendimento. A loja é muito apelativa em termos de imagem e por isso esperamos que convidativa a todos os que

por aqui passam e queiram adquirir viagens. Para além disso todos os colaboradores estarão com um novo uniforme desenhado para a Top Atlântico.

Que novos conceitos de serviço irão ser aplicados pela primeira vez nesta loja?

De facto, a loja da Expo irá servir de experiência para um conjunto de novos conceitos de serviço que pela primeira vez estarão a ser utiNeste Mundo não existem anjos, mas, se existissem, estava eleita a pessoa certa - a ANA DIOGO.

A sua partida deixou saudades em todos nós, o sorriso, a

lizados na rede TA. Para começar, um novo conceito de balcão, tal

como já tínhamos falado. Um balcão com atendimento simplificado, vocacionado claramente para a venda de pacotes de lazer. A loja

estará aberta à hora de almoço e 7 dias por semana, permitindo aos

palavra amiga, simpatia, honestidade e profissionalismo

clientes TA dirigirem-se à sua loja na Expo também ao fim-de-semana.

muita falta.

da com um plasma que estará durante todo o dia a promover o pro-

eram algumas das suas virtudes, das quais todos sentimos "- Ana, que sejas feliz onde estás, nós nunca te esquecer-

emos.

Um abraço deste teu amigo"

Luís Guedes - Director Coordenador - Top Atlântico

À semelhança de alguns outros balcões, esta loja estará ainda equipaduto Top Atlântico.


pedro dias portfólio

FRONTDESK HOTEL ALTIS • ALTIS PARK HOTEL • ALTIS SUITES • ALTIS BELÉM HOTEL & SPA • ALTIS AVENIDA HOTEL • ALTIS PRIME

FRONT DESK

33

R E V I S TA A LT I S H OT E L S PORTUGAL No Bspa by Karin Herzog encontra relaxamento, novas experiências e tratamentos especiais

Editorial Fernando Martins PRESIDENTE CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO ALTIS HOTELS

Chegámos a 2011, mais um ano repleto de desafios e oportunidades para os Altis Hotels. A estratégia do grupo mantém-se ambiciosa e 2011 será um ano de consolidação. Após os sinais de crescimento e o aumento das receitas em 2010, o grupo pretende fortalecer a sua oferta completa de qualidade na cidade de Lisboa. Uma excelente notícia para 2011 é a entrada do Hotel Altis, Altis Prime, Altis Park e Altis Suites na prestigiada cadeia internacional Great Hotels of the World. Uma novidade que muito nos orgulha, pelo reconhecimento da qualidade e capacidade de oferta destes hotéis. O Altis Prime tem recebido excelentes críticas nacionais e internacionais, pelo seu novo conceito de home Business hotel. Quanto às remodelações, após o Altis Park,

ANO 11 I JANEIRO - MARÇO 2011

APÓS OS SINAIS DE CRESCIMENTO E O AUMENTO DAS RECEITAS EM 2010, O GRUPO PRETENDE FORTALECER A SUA OFERTA COMPLETA DE QUALIDADE NA CIDADE DE LISBOA. o Hotel Altis terá até Agosto, metade dos quartos e o hall de entrada completamente renovados. Também o Altis Belém continua a inovar e aliou o Bspa à marca suíça Karin Herzog. O Altis Avenida, que excedeu as expectativas de ocupação no ano de abertura, prepara-se agora para surpreender com um novo conceito de cozinha portuguesa contemporânea, no Restaurante Rossio. Aproveite mais uma FrontDesk para ficar a par das novidades do Grupo Altis e aceite o convite para visitar os restaurantes dos nossos hotéis que oferecem a todos os leitores um voucher de desconto nesta edição. Até à próxima FrontDesk!

Altis Prime

Altis Park Hotel apresenta nova identidade Após as obras de remodelação dos 180 quartos, 15 suites e do auditório, o Altis Park Hotel apresenta uma nova identidade que pretende transmitir a actualidade, design e qualidade desta unidade. Criada pela Mad Design, a nova identidade do Altis Park Hotel complementase e conjuga-se na perfeição com as diferentes identidades dos hotéis do Grupo Altis.

Altis Park Hotel has a new identity

Altis Hotels nas Redes Sociais

Bspa by Karin Herzog Primeiro spa da marca suíça em Portugal O Bspa do Altis Belém Hotel & Spa aliou-se à marca suíça Karin Herzog, líder mundial em cosmética avançada com oxigénio, para a primeira abertura de spa exclusivo da marca em Portugal. No Bspa by Karin Herzog pode agora encontrar relaxamento e resultados visíveis através de novas experiências e tratamentos especiais com os produtos inovadores da marca suíça. Neste espaço de tranquilidade junto ao rio, o spa destaca os novos tratamentos faciais avançados de oxigénio e os faciais de chocolate, e para o

corpo, os vários rituais de assinatura. Para potenciar o total de 1000m2 do spa, estão agora disponíveis mais espaços de terapia, novos rituais e massagens para realizar a dois e terapias inovadoras como o Watsu (Shiatsu na água), aulas de Yoga, Tai-Chi Chuan e Chi-Kung, que vão realizar-se no sundeck “SkySpa”, com uma fabulosa vista para o Tejo.

O Grupo Altis Hotels Altis já está presente no Facebook e no Youtube. Em www.facebook.com/AltisHotels pode saber todas as novidades do grupo, ver fotos e filmes dos hotéis e deixar os seus comentários e sugestões. O Grupo Altis Hotels tem também um canal no Youtube (www.youtube.com/user/ AltisHotels) onde estão disponíveis vários vídeos dos hotéis Altis. Visit Altis Hotels on Facebook and Youtube

Feitoria vence “Três Garfos” no concurso gastronómico Lisboa à Prova

O restaurante Feitoria do Altis Belém Hotel & Spa foi um dos vencedores do concurso gastronómico “Lisboa à Prova”, que distinguiu o restaurante dirigido pelo Chefe Cordeiro com “Três Garfos”, o galardão máximo do evento, apoiado pelo Turismo de Lisboa. A Cafetaria Mensagem recebeu o prémio “Dois Garfos”. Para eleger a melhor cozinha tradicional, do mundo e contemporânea da cidade de Lisboa, o júri do concurso - já na 4.ª edição - avaliou, durante seis meses, 200 estabelecimentos de restauração. Os restaurantes premiados farão parte do "Guia Gastronómico da Cidade de Lisboa", a publicar em 2011.

da Chanson Père & Fils

No dia 16 de Março, o restaurante Feitoria recebe um novo jantar vínico, desta vez da Chanson Père & Fils. A Chanson Père & Fils foi fundada em 1750 e é conhecida pelos seus vinhos puros, profundos e com grande capacidade de envelhecimento. No dia 16 será possível assistir a uma prova de vinhos Master Class e degustar um jantar

especial elaborado pelo Chefe Cordeiro verdadeiramente inspirado na selecção de vinhos da Chanson Père & Fils Borgonha – O “terroir” dos melhores brancos do mundo”.

Feitoria receives on the 16th March, a wine dinner from Chanson Père & Fils

receita especial para o Dia dos Namorados

Feitoria won "Three Forks" in the gastronomic competition “Lisboa à Prova” and Cafetaria Mensagem won the “Two Forks” award

 Cafetaria Mensagem recebeu o prémio “Dois Garfos”

A convite da Nespresso, o Chefe Cordeiro esteve no passado dia 28 de Janeiro, na Boutique Nespresso do Colombo na companhia de Maria João Bastos, para preparar uma receita especial para o Dia dos Namorados. Com a ajuda da actriz, o chefe preparou uma

Paixão doce de chocolate com pimenta Szechuan, doce de leite condensado e espuma de morangos silvestres, que foi alvo de reportagem do Fama Show e Visão Gourmet. Chef Cordeiro prepares special recipe for Valentine's Day

Lounge Caffé do Altis Prime

Ficha Técnica

o local ideal para uma refeição descontraída

Propriedade, Direcção e Administração: ALTIS HOTELS PORTUGAL Rua Castilho, 11 - 1269-072 Lisboa Telef.: 21 310 60 00 Fax: 21 310 62 62

Jazz Nights no Bar 38º41’ com Patrícia Vasconcelos

 O Altis Prime com o conceito de Home Business Hotel é o sexto projecto hoteleiro do Grupo Altis Hotels e tem disponíveis 78 apartamentos totalmente equipados com as mais modernas tecnologias e com todos os serviços de um hotel de luxo.

 Maria Júlia Valente-Rodrigues  Raul Martins e Rui Pego e Cristina Jorge Carvalho

Todas as segundas sextas-feiras do mês, o Bar 38º41’ do Altis Belém Hotel & Spa apresenta noites de Jazz. A partir das 22.30h, Patrícia Vasconcelos actua ao vivo acompanhada de Alexandre Dinis ao piano e Ruben Santos no trombone. Venha assistir a um excelente concerto intimista, enquanto saboreia uma bebida acompanhada por uma magnífica vista para o rio Tejo. As próximas jazz nigths são : 11 Março, 8 Abril, 13 de Maio, 17 de Junho e 8 de Julho.

HOTEL ALTIS • ALTIS PARK HOTEL • ALTIS SUITES • ALTIS BELÉM HOTEL & SPA • ALTIS AVENIDA HOTEL • ALTIS PRIME

Crocante de cogumelos com espargos salteados

Preparação: P Pr Pre Prep Prepa Prepar Prepara Preparaç Preparaçã Preparação Pica-se a chalota e os alhos finamente, levam-se ao lume com azeite bem quente. A seguir

Impressão: C.E.G Estúdios Gráficos Periodicidade: Trimestral Tiragem: 3.500 exemplares

Check in >>

Receita do Chef Carlos Marques Restaurante Rossio | Altis Avenida Hotel

Ingrediente Ingredient Ingredien Ingredie Ingredi Ingred Ingre Ingr In Ing Ingredientes: Ingredientes 4 folhas de massa Filo; 400 Gr de cogumelos frescos; 200 Gr de espargos verdes frescos; 5 Gr de tomilho; 1 chalota; 2 dentes de alho; 100 ml de azeite extra virgem; 50 ml de vinho branco; 250 Gr de natas p/ cozinhar; 50 Gr de farinha; Sal e pimenta qb; Salada mista de alfaces

Redacção e Execução Gráfica: BAN - Comunicação e Marketing, Lda. Av. João Crisóstomo, 30 - 6ºEsq 1050-127 Lisboa

colocam-se os cogumelos previamente lavados e laminados e posteriormente os espargos escaldados e laminados, reservando-se as pontas, junta-se as folhas de tomilho. Refresca-se com o vinho branco, adiciona-se as natas e a farinha, envolve-se bem até a farinha se encontrar bem cozinhada, tempera-se com sal e pimenta qb. Estendem-se as folhas de massa filo e dispõe-se o creme anteriormente preparado e arrefecido e enrola-se sob a forma de um charuto. Leva-se ao forno previamente aquecido a 200 ºC aproximadamente 6 minutos, retira-se e emprata-se usando as pontas dos espargos. Sugere-se como acompanhamento uma mistura de alfaces.

Javier Limon um dos mais consagrados produtores e compositores espanhóis, esteve hospedado no Altis Belém onde efectuou entrevistas de promoção do lançamento do CD «Mujeres de Agua». Este trabalho reúne temas tradicionais de doze famosas cantoras, entre as quais a fadista Mariza, e composições originais de Javier Limón, onde o flamenco se cruza com o fado, a música grega e sefardita, árabe e turca, num CD dedicado às mulheres iranianas proibidas de cantar. A agência Best Models escolheu o Altis Belém para lançar o seu calendário 2011. A agência lançou o desafio a doze personalidades de diversas áreas para criarem cenários de resposta à pergunta “Qual é a sua visão de moda?” que, depois de fotografados, ilustram cada mês do ano. Fernanda Young, escritora, actriz, argumentista e apresentadora de televisão brasileira, esteve no Altis Prime onde concedeu uma entrevista para TV Globo Internacional. A actriz actr actri act a ac Sónia Són Só S Sóni B Ba Bal Bala Balac Balacó esteve também no Altis Prime para uma produção e entrevista da revista Caras onde fala sobre os novos projectos em Londres.

Javier Limon, one of the most famous Spanish composers and producers, stayed at Altis Belém, where he gave interviews promoting the release of the CD "Mujeres de Agua." This work combines traditional themes of twelve great singers, among them the Portuguese singer Mariza, and original compositions by Javier Limón, where flamenco meets Fado, Greek and Sephardic music, Arabic and Turkish, on a CD dedicated to Iranian women who are not allowed to sing. Best Models agency chose Altis Belém to launch the 2011 calendar. The agency issued the challenge to twelve personalities from different areas to create scenarios to answer the question "What is your vision of fashion?". Fernanda F Fern Fer Ferna Fernan Fernand e Y Yo You Youn Young, Young writer, actress and television presenter in Brazil, stayed at Altis Prime where she gave an interview for Globo TV Balacó International. Sónia S Só Són Sóni B Ba Bal Bala Balac Balacó, a Portuguese actress was also at Altis Prime for an interview for Caras magazine where she talks about the new projects in London. F Fe Fer Fern Ferna Fernan Fernand Fernanda Y You Youn Young Yo

têm acesso ao terraço com sundeck e jacuzzi, localizado no último piso com vista panorâmica sobre a cidade, assim como ao Health Club, piscina aquecida e a todos os serviços do Hotel Altis. O projecto de design de interiores do Altis Prime é assinado pelo atelier CJC- Cristina Jorge de Carvalho que deu a todo o espaço um estilo contemporâneo e sóbrio, onde

predomina o conforto, funcionalidade e versatilidade.

FRONTDESK F FRON FRO R FRONT 1

Produto Newsletter

Restaurante Rossio com nova equipa e conceito

The Altis Prime is a concept of Home Business luxury Hotel with a total of 78 Apartments, lobby area with a lounge bar, one adaptable high-tech conference room, a rooftop terrace with jacuzzi and solarium and private parking Every second Fridays of the month, 38º41’ Bar at Altis Belém Hotel & Spa presents Jazz nights. Beginning at 10.30 p.m., Patrícia Vasconcelos performs live with Alexandre Dinis in the piano and Ruben Santos in the trombone. Come and enjoy an excellent intimate concert, while tasting a drink accompanied by a wonderful view of the river. FRON F FRO R FRONT 5 FRONTDESK

O Restaurante Rossio, situado no 7º piso do Altis Avenida Hotel tem uma nova equipa e uma carta totalmente renovada. Com uma vista excepcional sobre Lisboa, a equipa do restaurante inspirou-se na cidade e nos

sabores tradicionais portugueses para apresentar em 2011 um novo conceito de cozinha portuguesa contemporânea. O Chefe Carlos Marques está à frente deste projecto que pretende

4

www.altishotels.com

Lounge Caffé at Altis Prime is the perfect spot for a relaxed meal

Cliente Grupo Altis

Open Veteranos no Altis Park Hotel O Altis Park Hotel recebeu os participantes do Open de Veteranos de Lisboa, que decorreu nos dias 4, 5 e 6 de Fevereiro nas Olaias. O Open de Ténis contou este ano com as categorias + 35 Masculinos, +45 Masculinos, +55 masculinos e +45 Femininos, Singulares e Pares, num total de 102 inscritos, de vários clubes nacionais. Altis Park Hotel received Lisbon’s Open Veterans

FRONTDESK FRON F FRO R FRONT

Lounge Caffé do Altis Prime, é um espaço trendy ao ritmo de Lisboa, o spot ideal que oferece um menu variado de sugestões saudáveis e saborosas sem hora marcada. Aqui pode encontrar uma grande variedade de saladas, sanduíches gourmet, bem como outras alternativas mais sofisticadas. Menu de almoço com a escolha de uma salada ou sanduíche, sobremesa, sumo natural e café por € 13. Se preferir passar pelo Lounge Caffé para beber uma bebida, existem deliciosos sumos naturais e um completo serviço de bar.

Lisboa, a perfeita combinação entre a comodidade de uma casa com serviço de hotel. O Altis Prime tem disponíveis 78 apartamentos - 8 Studios, 59 Deluxe Suites, 10 Premium Suites e 1 Penthouse, totalmente equipados com as mais modernas tecnologias e com todos os serviços de um hotel, disponíveis 24 horas por dia. Todos os clientes

Responsabilidade Social Altis Hotels No âmbito da remodelação do Altis Park Hotel e do Hotel Altis, o grupo Altis Hotels doou mobiliário, roupa de cama, turcos e artigos decorativos ao Banco de Bens Doados, à Cruz Vermelha Portuguesa e ao CPJ (Centro de Promoção Juvenil). After the renovation processes from Altis Park and Hotel Altis, the Group donated some materials for charities

Chefe Cordeiro prepara

 Maria João Bastos e o Chefe Cordeiro

Bspa from Altis Belém is an exclusive spa from the Swiss brand Karin Herzog, and has now available new treatments and products

Altis Belém promove parceria com o Museu de Arte Popular O Altis Belém apoiou o I Ciclo de Conferências do Museu de Arte Popular, que decorreu em Lisboa (Belém), a 20 e 21 de Janeiro. Durante as várias conferências discutiu-se a arte e etnografia do regime do Estado Novo e a interpretação do espólio «rico e histórico» que o país herdou. Até Maio de 2011 estará patente no MAP a Exposição Temporária, Os Construtores do MAP – Um Museu em Construção. Altis Belem promotes partnership with the Popular Art Museum

FRON F FRO R FRONT 2 FRONTDESK

Novo conceito de home business hotel em Lisboa

O Altis Prime, hotel de apartamentos com serviço de luxo do Grupo Altis, localizado na principal artéria financeira e comercial da cidade, junto ao Marquês de Pombal e Avenida da Liberdade, encontra-se em funcionamento desde Setembro de 2010. Este é o sexto projecto hoteleiro do Grupo e apresenta um novo conceito na cidade de

bre breve breves brev br

Feitoria recebe Jantar Vínico

surpreender os visitantes com sabores únicos e autênticos enquanto sente a verdadeira Alma de Lisboa num cenário inspirado no glamour dos anos 40. Como novidade, o restaurante Rossio apresenta também novos e variados menus executivos ao preço de 20,00€ por pessoa (entrada, prato e sobremesa) ao almoço. Durante todo o dia será também possível aproveitar este magnífico espaço para tomar uma bebida ou uma refeição mais leve, no interior, ou na esplanada com vista sobre a cidade. Rossio restaurant has a new team and a new cuisine concept

J Ja Jav Javi Javie Javier L Li Lim Limó Limón e Mariza Ma Mar Mari Mariz M

Promoção válida até 31 de Maio após a apresentação deste voucher no Restaurante. Desconto de 10% no total da factura.

MARÇO I MARCH MÚSICA I MUSIC O Orq Orqu Orque Orques Orquest Orquestr r Bu Bue Buen B V Vi Social Vis Vist S So Soc Soci Socia Cl Clu Club C Orquestra Buena Vista Club® F Feat Fe Fea Om O Oma Omar P Po Por Portu Portuo Portuon Portuond Port Feat. Omara Portuondo 12 March (09.30pm) Coliseu dos Recreios For further details contact: 21 324 05 80

C Cr Cri Cris Crist Cristi Cristin B Br Bra Bran Branc Cristina Branco 31 March (09.00pm) São Luiz Teatro Municipal For further details contact: 21 325 76 40

HOTEL ALTIS Grill D. Fernando coffee shop rendez-vous ALTIS PARK HOTEL Restaurante Navegadores ALTIS BELÉM HOTEL & SPA Restaurante Feitoria Cafetaria Mensagem

DESCONTO EM TODOS OS RESTAURANTES DO GRUPO

FEIRAS E CONGRESSOS I FAIRS AND CONGRESSES BTL 2011 BT 2 20 201 – Bolsa B Bo Bol Bols Internacional I In Int Inte Inter Intern Interna Internac Internaci Internacio Internacion Internaciona BTL d Turismo T Turis Tur Turi Turism Tu de 23-27 February FIL - Feira Internacional de Lisboa/AIP For further details contact: 21 892 15 00 MÚSICA I MUSIC U Violino Um V Vi Vio Viol Violi Violin no n Telhado Tel Te Telh Telha Telhad T From 27 February (Wednesday to Saturday - 09.30pm; Sunday – 05.00pm) Teatro Politeama For further details contact: 21 324 55 00

S Só Són Sóni Sónia B Ba Bal Bala Balac Balacó

B Be Bes Best M Mo Mod Mode Model Models

VOUCHER DE DESCONTO ALTIS HOTELS

LISBON AGENDA FEVEREIRO I FEBRUARY

ALTIS AVENIDA Rossio Restaurante Bar Terraço ALTIS PRIME Lounge Caffé

BAILADO I BALET R Ro Rom Rome Romeu e Julieta Ju J Jul Juli Julie Juliet C Co Com Compan Comp Compa Companh Companhi Companhia Na Nac Naci Nacio Nacion Naciona Nacional N d Bailado de B Ba Bai Bail Baila Bailad 17 March – 03 April (Thursday to Saturday – 09.00pm; Sunday – 04.00pm) Teatro Camões For further details contact: 21 892 34 70

ABRIL I APRIL BAILADO I BALET Dom Do Quixote Quixot Q Qui Quix Quixo Qu – Royal Ro Roy Roya R Czec Cz Cze Czech C B Ba Bal Ball Balle Ballet 02 April (09.30pm) Coliseu dos Recreios For further details contact: 21 324 05 80 MÚSICA I MUSIC Gotan Project G Go Got Gota P Pr Proj Proje Projec Pro 8 April (10.00pm) Coliseu dos Recreios For further details contact: 21 324 05 80

A Moura An Ana M Mo Mou Mour e a Frankfurt Fran Fr Fra Frankfu Frank Frankf Frankfur F Radio Ra Rad Radi R Big B Band Bi B Ba Ban 16 April (09.30pm) Coliseu dos Recreios For further details contact: 21 324 05 80 FRONTDESK FRON FR FRONT FRO

6


pedro dias portfólio

Cliente Vodafone Produto Newsletter “Mundo Vodafone”


pedro dias portfólio

11 11

agosto 2006

Valor

BES

novembro 2006

npvembro 2006

BA BANC BAN BANCO E ES ESP ESPÍ ESPÍR ESPÍRI ESPÍRIT ESPÍRITO S SA SAN SANT SANTO 4

www.bes.pt

BA BANC BAN BANCO ESPÍRIT ESPÍRI ESPÍR ESPÍ ESP ES E ESPÍRITO S SA SAN SANT SANTO 7

304,7 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2006

Newsletter Ne Newslette Newslett Newslet Newsle Newsl News New do d Accionista A Ac Acc Acci Accio Accion Accioni Accionis Accionist do d Banco B Ba Ban Banc Espírito E Es Esp Espí Espír Espíri Espírit Santo Sant San Sa S

Resultados do Grupo BES aumentam 46,5%

Nos primeiros nove meses de 2006 o Grupo BES registou um resultado líquido consolidado de 304,7 milhões de euros, o que representa um crescimento homólogo de 46,5% e corresponde a uma rendibilidade dos capitais próprios (ROE) de 15,2%.

12 12

novembro 2006

Valor

BES www.bes.pt

Newsletter Ne Newslette Newslett Newslet Newsle Newsl News New do d Accionista A Ac Acc Acci Accio Accion Accioni Accionis Accionist do d Banco B Ba Ban Banc Espírito E Es Esp Espí Espír Espíri Espírit Sant Santo S Sa San

Resultados Re Resultado Resultad Resulta Result Resul Resu Res do d Grupo G Gr Gru Grup BES BE B no 1ºº semestre de 2006

B e CCré BE BES Cr Créd Crédi Crédit AAg Agr Agri Agric Agrico Agricol Agricole uma parceria para o sucesso da Banca-Seguros em Portugal

A recuperação da economia portuguesa e da confiança das empresas e dos consumidores contribuíram para o desempenho positivo do Grupo durante os primeiros nove meses do ano. O produto bancário cresceu 12,9%, face ao período homólogo do ano anterior, para 1 233,0 milhões de euros. Para este resultado contribuíram quer o resultado financeiro, quer o comissionamento. O resultado financeiro atingiu o valor de 614,3 milhões de euros, traduzindo um crescimento homólogo de 14,9%, beneficiando do desenvolvimento da actividade, bem como do aumento verificado nas taxas de juro. Os resultados do comissionamento totalizaram 426,8 milhões de euros, representando um crescimento homólogo de 8,3%. A evolução

O PRODUTO BANCÁRIO ATINGIU 1 233,0 MILHÕES DE EUROS, UM CRESCIMENTO HOMÓLOGO DE 12,9%.

do comissionamento tem por base o progresso da política de qualidade de serviço prestado e no consequente aumento do nível de equipamento dos Clientes. A prestação de serviços bancários a Clientes tem vindo a assumir um papel cada vez mais significativo, contribuindo actualmente com cerca de 35% do produto bancário total. Os resultados de operações financeiras e diversos atingiram 191,9 milhões de euros, valor superior em 17,9% ao do período hómologo do ano anterior. A manutenção dos resultados de mercados positivos na componente accionista reflecte uma adequada gestão do risco e um

Ao nível dos Clientes Particulares e Negócios, o trimestre manteve uma elevada dinâmica de crescimento nos segmentos de maior valor: os Clientes Afluentes - BES 360 obtiveram um crescimento homólogo de envolvimento financeiro de 10% e os Clientes Negócios apresentaram um crescimento de 13%.

bom aproveitamento do ambiente positivo que caracterizou a maioria dos índices accionistas mundiais. No que respeita à componente cambial e de taxa de juro, a menor volatilidade dos mercados europeus e americanos que também se reflectiu numa maior estabilidade dos mercados emergentes, permitiu a concretização de ganhos de posições tomadas em períodos anteriores e reforçadas no decurso do terceiro trimestre de 2006, entre as quais se enquadra a venda de um lote de acções da Bradespar que teve um impacto de 9 milhões de euros no resultado líquido.

Os custos operativos apresentam um aumento de 7,9% face ao período homólogo do ano anterior, que se deve à ocorrência de alguma sazonalidade nos custos com pessoal no exercício de 2005. Quando comparados com os valores médios de 2005, que corrigem o referido comportamento sazonal, os custos operativos evidenciam um aumento de 1,7%. O Grupo BES continua a apresentar ganhos sustentados de produtividade e eficiência, o que se reflecte na redução significativa do rácio

Neste contexto, as principais iniciativas lançadas no trimestre visaram reforçar os níveis de captação de Clientes, (melhorando a proposta de valor de produtos-âncora),

fomentar o cross-selling e prosseguir a lógica de enfoque em Clientes e sectores de maior valor. Neste sentido, foram lançados 2 novos produtos: Conta-Serviço BES 100% para os Clientes Mass Market e Conta-Serviço BES

360 para os Clientes Afluentes. Foi revista a oferta de Crédito à Habitação reforçando a sua competitividade em particular para Clientes que concentrem no BES uma parte relevante da sua relação bancária, introduzindo a possibilidade de acesso a períodos prolongados com spread promocional nulo.

O crescimento no segmento empresas decorre da retoma da actividade económica, impulsionada pelo bom desempenho e pela diversificação geográfica das exportações, mercê da crescente aposta no apoio do Grupo BES à internacionalização das empresas portuguesas. Fruto da estratégia de proximidade de relacionamento com os Clientes e da introdução de produtos e serviços inovadores foi possível aumentar em 17% o número de

O CRÉDITO A EMPRESAS AUMENTOU 16% EM TERMOS HOMÓLOGOS, ASCENDENDO EM SETEMBRO DE 2006 A 23,8 MIL MILHÕES DE EUROS.

Crédito Cr Crédit Crédi Créd Cré a Clientes C Cl Cli Clie Clien Client Cliente 38 974

34 335

Clientes fidelizados. Em termos de crédito especializado, as actividades de locação financeira e de factoring têm-se revelado muito dinâmicas, com a produção global do negócio a registar um crescimento de 14%, mantendo a Besleasing e Factoring o segundo lugar no ranking do mercado nacional (em ambos os produtos).

40 886

O internet banking de particulares - BESnet tem vindo a reforçar, ao longo de 2006, a sua implantação na base de Clientes. O número de utilizadores ultrapassou os 800 mil em Setembro, um crescimento de 8,0% face ao mês homólogo do ano anterior.

Set 05

Mercados em Perspectiva

Milhões de euros

novembro 2006

BA BANC BAN BANCO E ES ESP ESPÍ ESPÍR ESPÍRI ESPÍRIT ESPÍRITO S SA SAN SANT SANTO 5

Forte recuperação no 3ºº trimestre

Produto Newsletter “Valor BES”

Set 06

e Institucionais Banca Ba de Banc Ban d Em Empresas E Emp Empr Empre Empres Empresa Institucio Institucion Instituciona Institucionai Ins Inst Insti Instit Institu Instituc Instituci IIn O sucesso de uma estratégia vencedora novembro 2006

por Rodrigo Pinheiro, Director Equities, ES Investment

Como esperávamos, os mercados accionistas

recuperaram as perdas registadas no 2º tri-

Resultados Re Resultado Resultad Resulta Result Resul Resu Res do d Grupo Gr Gru Grup G BES BE B no 3ºº trimestre de 2006

Ed BE Re 2ª 2 Edição Ediçã Ediç Edi E do d BES B Revelação: Revelação Revelaçã Revelaç Revela Revel Reve Rev R Conheça os vencedores

Milhões de euros

44 818

A banca de investimento continuou a apresentar níveis de performance positivos, com o produto bancário total a crescer 32% face ao período homólogo do ano transacto, atingindo os 112,4 milhões de euros.

BA BANC BAN BANCO ES E ESP ESPÍ ESPÍR ESPÍRI ESPÍRIT ESPÍRITO SA SAN SANT SANTO S 1 18

Cliente Banco Espírito Santo

Set 06

Set 05

Re Recurso Recurs Recur Recu Rec Recursos T Tot Tota Totai Totais d CCl Cli Clie Clien Client Cliente Clientes To de

mestre do ano e encontram-se, em alguns casos, em máximos históricos. Na Europa verificou-se uma forte recuperação de todos os mercados. Destacamos o Eurostoxx 50, com uma valorização de 5,1% no trimestre e

Qualidade Qu Qualidad Qualida Qualid Quali Qual Qua de d Serviço Serviç S Se Ser Serv Servi

A excelência como prioridade

de 5,7% no ano, o DAX com uma valorização de 5,7% no trimestre e 10,2% no ano, o IBEX 35, +12% no trimestre e +19,9% no ano e o PSI 20, que se valorizou cerca de 8,5% no trimestre, estando a subir 19,8% no ano.

Nos Estados Unidos, o S&P 500 valorizou-se

5,3% no trimestre, estando ligeiramente negativo no ano, enquanto o Nasdaq subiu 4% no trimestre e está a perder 4,5% no ano (ambos em euros).

Esta boa performance dos mercados accionistas ficou-se a dever, principalmente, a dois factores: i) descida acentuada do preço do petróleo - de um máximo de USD 77 por barril em Julho para cerca de USD 62 por barril no final de Setembro - uma queda de quase 20%, o que veio

cost to income de 56% em 2005 para 53,3% nos primeiros nove meses de 2006.

O Grupo tem vindo a implementar um conjunto de acções com o objectivo de promover a melhoria da qualidade dos activos e a manutenção, em níveis controlados, do custo do risco. Para esta evolução contribuiu o aperfeiçoamento dos sistemas de controlo e de pre-

venção dos riscos, o direccionamento dos créditos para os segmentos de clientes e produtos com menor risco e o reforço dos meios afectos à recuperação. A sinistralidade, medida

pelo peso do crédito vencido há mais de 90 dias no crédito total, evoluiu favoravelmente para 1,21%, comparando com 1,45% em Setembro de 2005. A respectiva cobertura por provisões aumentou para 207,9% que compara com 189,9% em Setembro 2005.

As participações accionistas relevantes da carteira de “Activos Disponíveis para Venda”

Decomposição da conta de resultados Resultado Financeiro + Serviços a Clientes = Produto Bancário Comercial + Resultados de Operações Financeiras e Diversos = Produto Bancário - Custos Operativos = Resultado Bruto - Provisões Líquidas de Reposições = Resultado Antes de Impostos e Minoritários - Impostos e Interesses Minoritários = Resultado do Exercício

A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS BANCÁRIOS A CLIENTES CONTRIBUI ACTUALMENTE COM CERCA DE 35% DO PRODUTO BANCÁRIO TOTAL.

Banco de Portugal) passasse de 4,7% em Dezembro de 2005 para 7,0%, no final deste

os ganhos potenciais antes de impostos a atingirem o montante total de 501,7 milhões de euros, que compara com 472,1 milhões de euros

de 2006.

registaram uma significativa valorização, com

em Dezembro de 2005.

trimestre.

O rácio de solvabilidade total aumentou de 12,3% em Dezembro para 13,4% em Setembro

Produto Pr Produt Produ Prod Pro Ban Banc Bancá Bancár Bancári Bancário BBa

Um destaque particular para o papel decisivo

das operações internacionais, que contribuíram

com 57,9 milhões de euros para o resultado líquido consolidado, tendo o resultado operacional originado no exterior aumentado 33,7%

1 092

1 233

em termos homólogos.

A operação de aumento de capital proporcio-

nou um aumento directo dos fundos próprios em 1 367 milhões de euros, factor fundamental para que o rácio Core Tier I (de acordo com

Set 05

2005 20 200

534,8 394,2 929,0 162,8 1 091,8 608,9 482,9 232,8 250,1 42,1 208,0

Setembro Setem Setemb Setembr S Set Sete Se

Set 06

Milhões de euros

Milhões de euros

2006 2 20 200

614,3 426,8 1 041,1 191,9 1 233,0 657,2 575,8 166,0 409,8 105,1 304,7

V Var Va % 14,9 8,3 12,1 17,9 12,9 7,9 19,2 -28,7 63,9 149,6 46,5


livros


pedro dias portfólio

Temos vontade.

Cliente Banco Espírito Santo Produto Livro “Temos Equipa” 28

29


pedro dias portfólio

Temos objectivo. baliza. s.f. conjunto formado por dois postes verticais ligados por uma trave de 52

madeira ou de metal, que têm presa a si uma rede onde fica retida a bola. 53

Para mim o futebol é... “...paixão e fantasia. Para mim o futebol é surpresa e espectáculo, é um fenómeno unânime que não separa ricos e pobres e aproxima gente desavinda. O futebol é simples. Seja jogado pelo menino que dá os primeiros passos e tenta chutar a bola que é colocada à frente dos pés, seja envolvido de grande pompa num estádio repleto de adeptos, numa grande final internacional. É encantador. O futebol evoluiu muito nos últimos anos. Modernizou-se, criou novos negócios e tornou-se numa indústria que se estende muito para lá do terreno de jogo. Hoje é comum falar-se em milhões, mas continua a não ser possivel encontrar um preço para uma finta, um remate fantástico ou uma jogada de classe. O encanto não é material. O encanto do futebol é inebriante e existe para ser sentido

Cliente Banco Espírito Santo

e saboreado. É precisamente por ser de quem o ama que o futebol é tão especial. É um desporto de todos, sobre o qual todos falam, no qual os mais novos se imaginam a marcar golos e os mais velhos a treinar e a desenhar estratégias. O Mundo é redondo, tal qual o sonho. O futebol é uma bola em movimento, é uma mistura

Produto Livro “Temos Equipa”

de instintos.” Jorge Nuno Pinto da Costa

Dirigente Desportivo

48

49


pedro dias portfólio

Cliente Federação Portuguesa de Futebol Produto Livro Campeonato da Europa 2012


revistas


pedro dias

ww www.flypga.com www.flypga.co www.flypga.c www.flypga. www.flypga www.flypg www.flyp www.fly www.fl www.f www. www

portfólio

I LIFESTYLE LIFESTYL LIFESTY LIFEST LIFES LIFE LIF LI

PORTO SPLIT PERSONALITY

I REVISTA DE BORDO DA PGA PORTUGÁLIA AIRLINES

Não são propriamente “novinhos em folha”. Mas exploram, ambos, novas abordagens ao conceito de espaço comercial. Embora se situem em lados opostos da cidade Invicta, partilham uma vista deslumbrante sobre o Douro. I Neither is brand new. But they both explore new concepts in sales. And despite being located on opposite sides of the city, both provide a breathtaking view of the River Douro.

ga. m ga.c ga.co g ga . .fly .f .fl ww .flyp www

MAIO I JUNHO

2006

I Nº

95

Texto João Mestre Fotos Ricardo Bento

PRAIAS DE CHARME BAZAAR

LIFESTYLE LAS PORTO, DUP ES PERSONALIDAD PORTO,

74 I PORTUGÁLIA AIRLINES I 2007

DUPLAS PERSONALIDADES 75

LIFESTYLE ITY SPLIT PERSONAL

DESTINO MÁLAGA COM OLHOS DE VER

DESTINATION MALAGA A CITY TO OBSERVE AND ADMIRE

ESCOLHAS FILIPE SOARES FRANCO

ESCOLHAS FRANCISCO JOSÉ VIEGAS

CISCO CHOICES FRAN AS JOSÉ VIEG

I FACES F FAC FACE A & PLACES PLACE PLAC PLA PL P

CHOICES FILIPE SOARES FRANCO

RED BULL AIR RACE

TO JULH O I AGOS

2007

I Nº

102

IA PGA PORT UGÁL BORD O DA I REVIS TA DE

AIRLI NES

CHARMING BEACHES

Cliente Portugália Airlines Produto Revista “Magazine PGA”

O PORTO acolhe (a 1 de Setembro) a Red Bull Air Race, uma competição em que os pilotos mais talentosos do mundo se enfrentam numa corrida aérea de velocidade, precisão e habilidade. O objectivo é seguir uma rota cheia de desafios no céu no menor tempo possível. Voando sozinhos contra o relógio, a velocidades que podem alcançar 400 km/h, os pilotos devem executar voltas apertadas num slalom. A primeira Red Bull Air Race aconteceu no Air Power, em Zeltweg (Áustria), em 2003. O evento teve grande sucesso. As Air Races subsequentes aconteceram na Hungria, Inglaterra e Estados Unidos, até chegarem ao formato actual: as Red Bull Air Race World Series, iniciadas em 2005. Este ano, a competição conta com a participação de 14 pilotos e decorrerá em 12 cidades ao redor do mundo, entre as quais o Rio de Janeiro, Londres, Budapeste ou San Diego. E, é claro, o Porto. PORTO welcomes (on September 1st) the Red Bull Air Race, a competition in which the most talented pilots in the world face each other in an air contest based on speed, precision and skill. The aim is to navigate a challenging race course in the sky, in the fastest possible time. Flying alone against the clock, at speeds that can reach 400 km/h, the pilots have to carry out tight turns though a slalom course. The first Red Bull Air Race took place at the Air Power, in Zeltweg (Austria), in 2003. The event was very successful. The next Air Races took place in Hungary, England and the United States, until they reached their current formula: the Red Bull Air Race World Series, begun in 2005. This year the competition includes the participation of 14 pilots and will take place in 12 cities around the globe, including Rio de Janeiro, London, Budapest and San Diego. And of course Porto.

O AROL GALEG E A CORUNHAACOFRUÑA GALICEAN LIGHTHOUS

Para saber mais: / For further information: www.redbullairrace.com.

50 I PORTUGÁLIA AIRLINES I 2007

51


pedro dias portfólio

02

CTT JANEIRO CORREIOS FEVEREIRO DE MARÇO PORTUGAL 2005

I ENTREVISTA ANTÓNIO A ANTÓ ANT ANTÓNI ANTÓN N G GO GON GONÇ GONÇA GONÇAL GONÇALV GONÇALVE GONÇALVES DA D CUNHA C CU CUN CUNH I I FILATELIA TRAN TTRANS TRA TRANSPORTES TRANSPO TRANSP TRANSPORT TRANSPOR TRANSPORTE R P PÚ PÚB PÚBL PÚBLI PÚBLIC PÚBLICO PÚBLICOS I MALA M MAL MALA-PO MALA-P MALAMALA-POST MALA-POS A - BONS B BO BON V VE VEL VELH VELHO VELHOS TEMPOS T TE TEM TEMP TEMPO I I MEMÓRIAS MALA-POSTA I DESTAQUE PAYS P PAY PAYSHOP PAYSHO PAYSH A E EXPANSÃO EM E EX EXP EXPA EXPAN EXPANS EXPANSÃ I RIBE RIB R RIBEIR RIBEI I DO D PORTO P PO POR PORT I I CÓDIGO POSTAL RIBEIRA I APOSTA QUALIDADE QUAL Q QUA QUALIDA QUALID QUALI QUALIDAD U CTT C EXPRESSO CT E EX EXP EXPR EXPRE EXPRES EXPRESS I I LIVRO A ASSISTÊNCIA A AS ASS ASSI ASSIS ASSIST ASSISTÊ ASSISTÊN ASSISTÊNC ASSISTÊNCI EM E PORTUGAL P PO POR PORT PORTU PORTUG PORTUGA NA N IDADE I ID IDA IDAD MÉDIA M MÉ MÉD MÉDI I

ao encontro de uma nova dimensão Encontro de Quadros

ctt

índice 

34.

01

OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO 2004

 destaque

ctt a nova imagem

44.

60.

acttual c ctt t ual ua

memórias mem m memór memó memóri memória e Charles Lindbergh,

do logótipo dos CTT.

56.

64.

aposta apos apost a apo p Correio Verde, um produto

28.

Carlos Horta e Costa,

COORDENADOR EXECUTIVO BRUNO VIL VILÃ VILÃO BBRU BRUN R VI V

60.

de conveniência.

entrevista entrevist entrevis entrevi entrev entre entr en ent

68.

Presidente do Conselho

perfil perfi perf per pe

de Administração

Maria João Bastos.

68.

dos CTT.

COLABORAÇÃO CCOM COMU COMUN COMUNI COMUNIC COMUNICA COMUNICAÇ COMUNICAÇÃ O IN I COMUNICAÇÃO INT INTE INTER INTERN INTERNA D CTT DO DOS CT C

máscara

20.

1520-2004 – Evolução

PROJECTO GRÁFICO JOSÉ JO GONÇALVES JOS GGO I PROJECTOS PROJECTO PROJECT PROJEC PROJE PROJ PR PRO EESPECIAIS, ES ESP ESPE ESPEC ESPECI ESPECIA ESPECIAI ESPECIAIS S S. S.A S.A. GON GONÇ GONÇA GONÇAL GONÇALV GONÇALVE

72.

34.

EDIÇÃO E COORDENAÇÃO EDITORIAL PROJECTOS PROJECTO PROJECT PROJEC PROJE PROJ PRO PR ES E ESP ESPE ESPEC ESPECI ESPECIA ESPECIAI ESPECIAIS ESPECIAIS, S.A. S. S.A S PAGINAÇÃO PROJECTOS PROJECTO PROJECT PROJEC PROJE PROJ PRO PR ES EESPECIAIS, ESP ESPE ESPEC ESPECI ESPECIA ESPECIAI ESPECIAIS S.A. S. S.A S

iniciativa iniciativ iniciati iniciat inicia inici inic ini in

sselo sel selos e co com c estilo e es est esti estil

TEXTOS ALBERTO ALBERT ALBER ALBE AL ALB PI PIM PIME PIMEN PIMENT PIMENTA PIMENTA; P C CR CRI CRIS CRIST CRISTI CRISTIN CRISTINA L DUARTE DU DUA DUAR DUART D I IS ISA ISAB ISABE LE LEN LENC LENCA LENCAS LENCAST LENCASTR LENCASTRE L J JO JOÃ M ME MES MEST MESTR MESTRE P PA PAU PAUL ISABEL LENCASTRE; JOÃO MESTRE; PAULO M ME MEN MEND MENDE MENDES

CTT – uma missão social.

A linguagem inovadora

76.

da Moda.

FOTOGRAFIA EDUARDO EDUARD EDUA EDUAR ED EDU MO MOT MOTA MOTA; M G GO GON GONÇ GONÇA GONÇAL GONÇALO A AL ALM ALME ALMEI ALMEID ALMEIDA ALMEIDA; J JO JOS JOSÉ C CR CRU CRUZ PEDRO P PE PED PEDR MÓNICA; M MÓ MÓN MÓNI MÓNIC MÓNICA R RI RIC RICA RICAR RICARD BE BEN BENT BENTO B CRUZ; RICARDO BENTO; G HOME; GR GRE H HO HOM HOME F FO FOT FOTO FOTOT FOTOTE FOTOTEC FOTOTECA I IM IMA IMAG IMAGE IMAGEO IMAGEON GREY FOTOTECA; IMAGEONE

PRÉ-IMPRESSÃO PRÉ-E-PRESS PRÉ-E-PRES PRÉ-E-PRE PRÉ-E-PR PRÉ-E-P PRÉ-EPRÉ-E PRÉPRÉ PR

8.

IMPRESSÃO HHES HESK E PO P HESKA POR PORT PORTU PORTUG PORTUGU PORTUGUE PORTUGUES PORTUGUESA PUBLICIDADE DIRECÇÃO DIRECÇÃ DIRECÇ DIREC DIRE DI DIR DE D COMUNICAÇÃO C CO COM COMU COMUN COMUNI COMUNIC COMUNICA COMUNICAÇ COMUNICAÇÃ E IMAGEM I IM IMA IMAG IMAGE D CTT DO DOS C CT

Uma nova imagem para um grupo empresarial preparado para os desafios do séc. XXI. Do logótipo ao vestuário de serviço, passando pelas lojas ou pela frota automóvel, a imagem dos renovados CTT.

PERIODICIDADE TTRIMESTRAL TRI TRIM TRIME TRIMES TRIMEST TRIMESTR TRIMESTRA R

Do sagrado ao profano, a é um elemento comum às mais diversas culturas desde o amanhecer dos tempos.

e o Medicamento.

acttual c ctt t ual ua

DIRECTOR M MIG MIGU MIGUE I MIGUEL SA SAL SALE SALEM SALEMA S G GA GAR GARÇ GARÇÃ GARÇÃO

ctt

40.

destaque d des desta dest destaq destaqu e

26.

EDIÇÃO PROJECTOS PROJECTO PROJECT PROJEC PROJE PROJ PRO PR ES E ESP ESPE ESPEC ESPECI ESPECIA ESPECIAI ESPECIAIS ESPECIAIS, S.A. S. S.A S

I ENTREVISTA ISABEL ISABE IISA ISAB S LOURENÇO L LO LOU LOUR LOURE LOUREN LOURENÇ I I DESTAQUE PORTUGAL PORTUGA PORTUG PORTU PORT PO POR E SELOS EM S SE SEL SELO 2 20 200 2005 I I REPORTAGEM CTT CT EXPRESSO E EX EXP EXPR EXPRE EXPRES EXPRESS I SE SELO SEL C CO COM MÚSICA M MÚ MÚS MÚSI MÚSIC I I FILATELIA SELOS I MEMÓRIAS A TELEGRAFIA T TE TEL TELE TELEG TELEGR TELEGRA TELEGRAF TELEGRAFI ELÉCTRICA E EL ELÉ ELÉC ELÉCT ELÉCTR ELÉCTRI ELÉCTRIC EM E PORTUGAL P PO POR PORT PORTU PORTUG PORTUGA I I CÓDIGO POSTAL ÓBI Ó ÓBIDOS ÓBID ÓBIDO B I INICIATIVA REDUZIR, REDUZIR REDUZI REDUZ REDU RE RED REUTILIZAR R RE REU REUT REUTI REUTIL REUTILI REUTILIZ REUTILIZA E RECICLAR R RE REC RECI RECIC RECICL RECICLA I

A Farmácia

pioneiro do correio aéreo.

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CCAR CARL CARLO A HO H HOR HORT HORTA E COSTA C CO COS COST CARLOS M MA MAN MANU MANUE B BA BAP BAPT BAPTI BAPTIS BAPTIST MANUEL BAPTISTA G GO GON GONÇ GONÇA GONÇAL R RO ROC ROCH GONÇALO ROCHA V VE VER P PI PIN PINT T TE TEI TEIX TEIXE TEIXEI TEIXEIR VERA PINTO TEIXEIRA FRAGOSO L CENTENO LU LUÍ C CE CEN CENT CENTE CENTEN F FR FRA FRAG FRAGO FRAGOS LUÍS

06

56.

Vencer o desafio.

Novas lojas CTT.

PROPRIEDADE CT CORREIOS CO C COR CORR CORRE CORREI CORREIO DE D PORTUGAL, P PO POR PORT PORTU PORTUG PORTUGA PORTUGAL S.A. S S. S.A CTT R DE RU D S. S JOSÉ, J JO JOS JOSÉ 2 RUA 20 LISBOA 1 11 116 1166 11661166-0 1166-00 L LI LIS LISB LISBO 1166-001 Nº P PE PES PESS PESSO C CO COL COLE COLEC COLECT COLECTI COLECTIV N 500077568 5 50 500 5000 50007 500077 5000775 50007756 PESSOA COLECTIVA

CTT JANEIRO CORREIOS FEVEREIRO DE MARÇO PORTUGAL 2006

6.

editorial editoria editori editor edito edit ed edi

DEPÓSITO LEGAL 2221 2211 22118 221185 221185/ 221185/0 2 221185/05

4

REVISTA CTT CORREIOS DE PORTUGAL OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO 2004

40.

b breves bre breve brev r Notícias

sselo sel selos e co com c aroma a ar aro arom

do universo CTT em poucas palavras.

A Viticultura em Portugal.

80.

44.

opinião opiniã opini opin opi op

código códig códi có cód po pos post posta postal p

Alberto Pimenta -

1200-Lisboa (Chiado).

Qualidade, uma obsessão

5

REVISTA CTT CORREIOS DE PORTUGAL OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO 2004

dos Correios de Portugal.

selos com estilo 

Cliente CTT

A abertura da sociedade portuguesa aos tempos modernos, no correr da década de 70, trouxe a oportunidade, a liberdade de criar, forçar as barreiras do estabelecido e do socialmente convencionado, a várias vertentes da vida cultural nacional.

TEXTO JOÃO MESTRE

moda portuguesa

FOTOGRAFIA GONÇALO ALMEIDA

Deu-se, assim, o despoletar de uma nova vaga de criatividade – desde então, vários estilistas têm vindo a impor a qualidade e a criatividade das suas propostas, primeiro a nível nacional, e posteriormente extra-fronteiras. A Moda tem

Percurso da criação “made in Portugal”, desde o pós-Revolução de 1974 até aos dias do amanhã

vindo a ganhar crescente atenção, desenvolvendo o seu próprio espaço no nosso país. Criadores em busca da novidade, da fuga ao monótono, ao rotineiro, rumam à criação de uma linguagem universal,

A LINGUAGEM INOVADORA DA MODA

ALEXANDRA MOURA

ANA SALAZAR

Com as suas criações, assentes num estilo urbano

Pioneira da Moda em Portugal, estreou-se na década

baseado em detalhes artesanais e nas matérias puras,

de 70, desenvolvendo uma nova filosofia no conceito

a estilista lisboeta tem sido uma presença assídua nos

de vestir. Abriu a sua primeira loja em 1972 e, dois

certames nacionais de Moda, com a ModaLisboa

anos depois, lança a sua marca. Mais de duas décadas

à cabeça.

depois, continua a ser uma referência incontornável na Moda Portuguesa.

agora levada aos quatro cantos do mundo através desta emissão filatélica dos CTT. Com design gráfico de Vasco Marques,

Sofia Martins e Luiz Duran, e fotografia assinada por Gonçalo Almeida, esta emissão miniatura de 10 selos (cada

FILIPE FAÍSCA

JOÃO BRANCO LUÍS SANCHEZ

um com valor facial de 0,45€).

Do seu curriculum ressaltam a presença na edição de 1991

Os seus nomes já não são propriamente desconhecidos

A peça filatélica contempla

da Bienal de Jovens Criadores da Europa do Mediterrâneo,

no circuito da Moda nacional. Após a sua primeira

é composta por uma folha

Produto Revista CTT

34

REVISTA CTT CORREIOS DE PORTUGAL OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO 2004

criações artísticas de Alexandra

em Valência; a criação de guarda-roupas para espectáculos

apresentação conjunta, na 7ª edição do concurso

Moura, Ana Salazar, Filipe

(Teatro Nacional São Carlos, Teatro Nacional D. Maria II

Sangue Novo, a dupla formada em Design de Moda

Faísca, João Branco/Luís

ou o Centro Cultural de Belém, entre outros);

pela FAL foi convidada a participar em "A Moda por

Sanchez, José António

ou a colaboração com Ana Salazar, iniciada em 1993.

uma Causa".

Tenente, Dino Alves, Luís Buchinho, Osvaldo Martins, Alves/Gonçalves e Fátima Lopes.

35

REVISTA CTT CORREIOS DE PORTUGAL OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO 2004


pedro dias portfólio

Cliente O JOGO Produto Revista“Guia I e II Ligas”


pedro dias portfólio

03 PERFIL FALADO

JANEIRO FEVEREIRO 2010

_ €2,50

luir tentara concmais es Nepal, onde ida para o conquista dos 14 cum andoAntes da part jecto de ficial – tornda Hiso seu megaprodo sem oxigenio arti alpinista Garcia imo mun dec o do altos portugues e za –, Joao -se o primeiroançar tamanha proe s futuros, como a desafio toria a alc e de outros falou deste Antarctida a pe. travessia da

PEDRO MOREIRA

um profissional da gestão no sector da cultura

M

I

L

L

E

N

N

I

U

M

M

A

G

A

Z

I

N

E

JOÃO GARCIA

NAVIO ESCOLA SAGRES

os preparativos para a volta ao mundo

raveldas neves Admoim H em

MAR˙O ABRIL 2011

TEXTO

_ €2,50

16.magazine

JOÃO

MEST

RE

FOTO

GRAF

ÍS IA LU

RR DE BA

OS

janeiro/fevereiro 2010

MALCOLM GLADWELL A GRANDE Directo ao assunto: perfil

de um “rock star” da DÉCADA literatura de não-ficção M

Cliente Millennium bcp Produto Revista Millennium Magazine

I

L

L

E

N

N

I

U

M

UM CASO ESPECIAL

UM CASO ESPECIAL

JOSÉ MOURINHO

ESPA˙O 50 anos em órbita

POL NIA NO TRILHO DO INICIATIVA BISONTE MOVIME NTO MILROTEIRO NIOBRAGA 20.magazine

março/abril 2011

março/abril 2011

magazine.21

Dias Ilustração: Pedro

A ÚLTIMA 10 MONTANHA


pedro dias po ó o

 PESSOAS,

SONHOS, LUGARES E IDEIAS.

M A G A Z I

d ec o

N E

NEVE

MÉRIBEL & COURCHEVEL DESIGN

BÁRBARA COUTINHO ACTUAL

DANIELA

CIDADES VERDES

MERCURY ´

AÇORES

FURNAS LAKE VILLAS

O QUE É QUE ESTA BAIANA TEM?

 PESSOAS, SONHOS, LUGARES E IDEIAS.

A

DIRECTO

0 7 I NOVEMBRO 07 N NO NOV NOVE NOVEM NOVEMB NOVEMBR / DEZEMBRO D DE DEZ DEZE DEZEM DEZEMB DEZEMBR 2009 2 20 200

NELSON CUNHA DANIELA AS ONDAS DO SR. MEGA FM MERCURY

LUIS FIGO A VIDA DEPOIS DA GLÓRIA

07 0

>

Pr Preç Pre Preço €2,50 2 2, 2,5 2,50

AVEIRO

conteúdos

ARTES NOVAS

I novembro, dezembro 2008 I

04

FICHA T CNICA

propriedade tmn tm I director luís lu aavelar luí av ave avel avela I sub-director samuel samue samu sam sa carvalho ccarvalh ca car carv carva carval an rrita ri cardoso rit c ca car card cardo cardos projecto project projec proje proj pro pr especiais eespeciai es esp espe espec especi especia I coordenação tmn ana I edição projectos I projecto gráfico josé jjos o ggonçalves go gon gonç gonça gonçal gonçalv gonçalve / projectos p pr pro proj proje projec project projecto e es esp espe espec especi especia especiai especiais projecto project projec proje proj pro pr eespeciais es esp espe espec especi especia especiai I design projectos I coordenação projectos especiais joão jjoã o m me mes mest mestr mestre carlo carl car ca alves, aalves al alv alve cláudia c cl clá cláu cláud cláudi carvalho, c ca car carv carva carval carvalh carvalho I colaboradores carlos f fr fre fred frede freder frederi frederic frederico garcia, g ga gar garc garci garcia j jo joã joão aale al alex alexa alexan alexand alexandr alexandre alexandre, j jo joã joão m me mes mest mestr mestre mestre, j jo joã joão p po pomb pombe pombei pombeir pombeiro pombeiro, pom n nu nun nuno s sa san sant santi santia santiag santiago I fotografia casa cas ca da d imagem i im ima imag image / jjúpiter, jú júp júpi júpit júpite júpiter cor c co corb corbi corbis / vmi, v vm vmi dora d do dor nogueira, n no nog nogu nogue noguei nogueir nogueira feriaque, f fe fer feri feria feriaq feriaqu feriaque foto f fo fot fotob fotoba fotoban fotobanc fotobanco fotobanco, josé j jo jos ventura, v ve ven vent ventu ventur ventura n nu correia, nun nuno c co cor corr corre correi correia paulo p pa pau paul sousa s so sou sous coelho c co coe coel coelh / volta v vo vol volt ao a mundo m mu mun mund / evas e ev eva evasõ evasõe evasões evasões, pedro p pe ped pedr loureiro, l lo lou lour loure lourei loureir loureiro ricardo r ri ric rica ricar ricard b be ben bent bento I jjoã o mestre me mes mest mestr m projecto project projec proje proj pro pr especiais, eespeciais es esp espe espec especi especia especiai an ana a queiroz qu que quei queir queiro q e lima, l li lim lima c cr cri cris crist cristi cristin cristina p pa pai pais l lo lop lope lopes I I revisão joão I publicidade projectos p pré&p pré& pré&press pré&pr pré&pre pré&pres r llis lisg lisgr lisgrá lisgráf lisgráfi lisgráfic i I impressão lisgráfica I I pré-impressão pré periodicidade tri ttrime trimestral trim trimes trimest trimestr trimestra r 4 40. 40.00 40.0 0 ex eexemplares exe exem exemp exempl exempla exemplar exemplare I tiragem 40.000 I ERC Registo nº 125286 1 125 12528 1252 2 I Projecto Project Projec Proje Pr Proj Pro Es E Projectos Especiais, Consultores de Esp Espe Espec Especi Especia Especiai Especiais C Co Con Cons Consu Consul Consult Consulto Consultor Consultore d Comunicação C Co Com Comu Comun Comuni Comunic Comunica Comunicaç Comunicaçã S S. I S.A S.A. Rua João da Silva nº 20, 1900-271 Lisboa I tel.: 21 844 07 09 I geral@projectosespeciais.pt I

JORDÂNIA

UM OÁSIS NO MÉDIO ORIENTE

 PESSOAS, SONHOS, LUGARES E IDEIAS.

50

TRAÇO

DIRECTO

26

POR FIM O ÓSCAR

4

Ganhou G Ganho Ganh Gan a tud tudo tu t no n FC F Porto, P Po Por Port Porto s su sur surp surpr surpre surpree surpreen surpreend surpreende surpreendeu a Europa, E Eu Eur Euro Europ Europa ofereceu o of ofe ofer ofere oferec oferece d campeonatos do doi dois c ca cam camp campe campeo campeon campeona campeonat campeonato a Chelsea ao C Ch Che Chel Chels Chelse a ag ago agor quer q qu que vencer v ve ven no de e agora venc vence n Inter I In Int Inte d M Mi Mil Milã Milão Perfil de nato Milão. P Pe Per Perf Perfi d um u líder l lí líd líde n na nat q qu que que, face f fa fac à actual a ac act actu actua crise c cr cri cris dos d do mercados fin fi f mercado mercad merca merc mer me m financeiros, até já se

84 8 ideias com design

16 16 serviço de primeira, com michelle de brito

8 86 6 computadores ultraportáteis

26 26 josé mourinho: anatomia de um vencedor

88 88 downloads legais a preço justo

34 34 domótica: viver na casa do futuro

90 90 gadgets & acessórios hi-tech

42 42 zé diogo e a música do acaso

92 92 volkswagen passat cc

50 50 glamour em são paulo, a terra da neblina

9 98 8 raça e razão, na golegã

62 62 casa velha do palheiro: charme britânico

102 10 entretanto

70 70 gourmet, com mafalda pinto leite

10 108 até já! 108

74 74 o traço premiado de andré carrilho

110 11 josé luis peixoto e o seu t

traço

ANATOMIA DE UM VENCEDOR

92 06 protagonistas 06

74

ANDR CARRILHO A ARTE DE TRABALHAR PARA O BONECO

2008

Preço €2,50

JOS MOURINHO

2008

Produto Revista T Magazine

KATE WINSLET , NOVEMBRO , DEZEMBRO

Cliente TMN

05 I MAIO / JUNHO 2009

MAGALHÃES

'

AN AN DR D CA C

RR R

IL I

HHO

C Co Con Conv Conve Conver Convers Conversa c co com u um “ “s “se “sel “self “self“self-m “self-ma “self-mad “self-made m ma man man” q não qu que n alinha nã a al ali alin alinh e em d di dis disc discu discur discurs discurso discursos d de der derr derro derrot derroti derrotis derrotist derrotista derrotistas derrotistas.

NOVEMBRO , DEZEMBRO

MALLU

retrato

NUNO RIBEIRO LOPES

5


pedro dias portfólio

O NT O SC DE DE

€ 36

S LE VA

DE

EM

+

Sabores

dia-a-dia ÁGUA E INFUSÕES

UI CL IN

sabe bem !"#$%&'(!!!

NÚMERO 32 I JULHO/AGOSTO 2016 I 0,50€

Mediterrânicos 17

CHÁ VERDE COM FRUTOS VERMELHOS E MANJERICÃO

16

sem leite

sem glúten

vegan

15 MIN. + TEMPO PARA REFRIGERAR 4 PESSOAS | ●

LIGAÇÃO PERFEITA ENTRE A TERRA E O MAR EM PRATOS

água 1,2l lima 1 (80g) mistura de frutos vermelhos 100g chá verde 2 saquetas manjericão fresco 2 hastes

50

Receitas de Verão SOPAS FRIAS ESPETADAS SALADAS GELADOS ...

INFUSÃO DE CAMOMILA COM ABACAXI E HORTELÃ

grelha

acompanhe com um vinho branco bem fresco

sem leite

sem glúten

vegan

5 MIN. + TEMPO PARA REFRIGERAR | 4 PESSOAS | ●

O NT O SC DE DE

UI

s CL le va

IN

Número 32 | Bimestral | Julho/Agosto 2016

sabe bem faz bem!

NÚMERO 26 I JULHO/AGOSTO 2015 I 0,50€

!"#$%&'

INFUSÃO DE CIDREIRA COM ALECRIM E NECTARINAS

PROPOSTAS PARA OS MELHORES GRELHADOS DESTE VERÃO

infusão de cidreira 2 saquetas alecrim 2 hastes nectarinas 2 (220g) água 1l

sem leite

Copo e garrafa, Depósito da Marinha Grande. Guardanapo, Zara Home

Na

Lombinho de porco no espeto com mexilhão

1 Coloque as saquetas de cidreira num jarro resistente ao calor, junte-lhe o alecrim lavado e as nectarinas cortadas em gomos. 2 Adicione a água a ferver e deixe em infusão até arrefecer. Retire as saquetas de chá e o alecrim e leve ao frigorífico para refrescar.

O DIA-A-DIA MAIS SABOROSO E SAUDÁVEL

DOSE

Energia Gorduras das quais saturadas

MULHER

HOMEM

% do VDR

% do VDR

19kcal

1%

1%

0,0g

0%

0%

0,0g

0%

0%

Hidratos de carbono

4,0g

dos quais açúcares

4,0g

4%

3%

0,5g

2%

2%

Fibra Proteínas

0,6g

vegan

infusão de camomila 2 saquetas água 5dl abacaxi fresco 1 rodela (100g) hortelã 2 hastes cubos de gelo 500g

PREPARAÇÃO 1 Ferva a água. Lave e corte a lima em rodelas ou gomos finos e coloque-os num jarro resistente ao calor. Adicione a mistura de frutos vermelhos e as saquetas de chá verde.

PREPARAÇÃO 1 Ferva a água, introduza as saquetas de camomila na água e deixe em infusão durante 5 minutos.

DOSE

Energia Gorduras das quais saturadas Hidratos de carbono dos quais açúcares

11kcal

MULHER

HOMEM

% do VDR

% do VDR

1% 0%

0%

0%

0%

3%

2%

1%

1%

2,5g

Proteínas

0,1g

SOMOS água Fundamental para o equilíbrio do organismo, a água é uma das principais fontes de vida. Tenha-a sempre por perto, use e abuse, sobretudo nos dias quentes de Verão

DOCES

SANGRIAS BRINDE AO CALOR

Seja responsável. Beba com moderação.

até 2 porções

Ricos em gorduras e açúcares, devem ser consumidos em dias festivos

Carnes vermelhas e processadas têm muita gordura saturada. Devem ser consumidas ocasionalmente, assim como as batatas devido ao seu alto índice glicémico

CARNE VERMELHA CARNE PROCESSADA

Vinho

no máximo 1 porção

Consumo moderado: no máximo 2 copos/dia (homens); 1 copo/dia (mulheres)

BATATAS

até 3 porções

CARNE BRANCA

2 porções PEIXE E PESCADO

A água constitui 52% a 66% do peso corporal de um adulto, tendo funções na digestão, na regulação da temperatura corporal, na protecção dos órgãos, articulações e eliminação de impurezas. É ainda muito importante para o desenvolvimento celular, contribuindo para um bom equilíbrio iónico do organismo, e fundamental para a concentração, memória e saúde da pele.

no máximo 2 porções

SEMANALMENTE

Sangria da Costa Azul

Nos fornecedores proteicos animais dê preferência ao peixe. Os de origem vegetal combine-os com cereais, conseguindo maior valor proteico.

OVOS

2 a 4 porções LEGUMINOSAS SECAS

pelo menos 2 porções

pelo menos 2 porções

Sentir sede já é um sinal de desidratação. Sintomas como dores de cabeça, cansaço, digestões difíceis, obstipação e muita concentração de urina (cor intensa e com cheiro) são uma consequência da falta de água.

LACTICÍNIOS

PRONTO A LEVAR SANDUÍCHES E SALADAS DELICIOSAS

Cliente Pingo Doce Número 26 | Bimestral | Julho/Agosto 2015

Produto Revista Sabe Bem

Fornecem proteínas de excelente qualidade, vitaminas e minerais, como o cálcio e o fósforo. Prefira os magros. As ervas aromáticas, as especiarias, o alho e a cebola são nutricionalmente interessantes, dando ainda um sabor único aos pratos e permitindo a redução de sal. Frutos secos, oleaginosas, azeitonas e sementes fornecem uma gordura benéfica para a saúde, proteínas, vitaminas, minerais e fibra.

Sangrias

FRUTA FRESCA

Sabores

Mediterrânicos

Produtos de origem vegetal que oferecem um grupo alargado de nutrientes, proporcionando saúde e bem-estar.

3 a 5 doses HORTÍCOLAS

no mínimo 4 porções

DIFERENTES SUGESTÕES DE FRESCURA PARA BRINDAR AO CALOR

ÁGUA E INFUSÕES

1,5 a 2 litros por dia

água e infusões

2 porções

OLEAGINOSAS, AZEITONAS, SEMENTES

1 a 2 porções ERVAS AROMÁTICAS, ESPECIARIAS, ALHO, CEBOLAS

PÃO, MASSAS, ARROZ (DE PREFERÊNCIA INTEGRAIS)

6 doses AZEITE

1 a 3 porções

DESCANSO ADEQUADO

DIARIAMENTE

A ÁGUA DEVE SER O HIDRATANTE DIÁRIO DE ELEIÇÃO. BEBA 1,5 A 2 LITROS, O QUE SE TRADUZ EM CERCA DE 8 COPOS POR DIA

BIODIVERSIDADE E SAZONALIDADE.

ACTIVIDADE FÍSICA REGULAR

CONVÍVIO

dos quais açúcares

Mediterrânicos

ÁGUA E infusões

receitas

MARISCO UM FESTIVAL DE SABORES

das quais saturadas Hidratos de carbono

Sabores

Elemento-chave da dieta mediterrânica, a água é essencial para a saúde. Hidratar o organismo diariamente é, por isso, fundamental. Através da pirâmide abaixo, conheça ainda os princípios deste padrão alimentar, considerado um dos mais saudáveis do mundo, e viva ainda melhor

CEVICHE SIMPLICIDADE COM A TRADIÇÃO DOS ANDES

Energia Gorduras

2,5g 0,3g

DIETA MEDITERRÂNICA

47

DOSE

0%

0,1g 0,0g

Fibra

dia-a-dia ÁGUA E INFUSÕES 14

2 Junte a água a ferver no jarro e passados 5 minutos retire as saquetas de chá. Deixe arrefecer completamente e leve ao frigorífico para refrescar. Sirva com folhas de manjericão.

2 Retire as saquetas e adicione o abacaxi, previamente descascado e cortado em pedaços pequenos. Pressione um pouco a polpa do abacaxi com uma colher de pau para libertar os sucos. Junte a hortelã e os cubos de gelo e mexa.

PREPARAÇÃO

(&)*+&%%,-*.$'

sem glúten

10 MIN. | 4 PESSOAS | ●

Copo e garrafa, Depósito da Marinha Grande

OS MELHORES GRELHADOS DO VERÃO

Surf and turf

FILOSOFIA DE VIDA

Privilegie a actividade física, no minímo 30 minutos diários, e o convívio à mesa. Utilize alimentos tradicionais e da época, praticando uma cozinha simples e frugral.

O DIA-A-DIA MAIS SABOROSO E SAUDÁVEL

PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL DA HUMANIDADE Em 2103 a UNESCO classificou a Dieta Mediterrânica como Património Imaterial da Humanidade, na sequência de uma candidatura conjunta de Portugal, Croácia, Chipre, Espanha, Marrocos, Itália e Grécia.

PRODUTOS TRADICIONAIS E AMIGOS DO AMBIENTE. ACTIVIDADES CULINÁRIAS.

O ideal é prevenir sempre. As necessidades variam consoante vários factores, nomeadamente a temperatura ambiente e a actividade física. Quanto mais elevadas forem as perdas de água e de minerais através da transpiração, maior será a necessidade de consumir líquidos. Em média um adulto deve ingerir 1,5 a 2 litros de água por dia. É fundamental ter atenção às crianças e idosos, a quem é mais difícil detectar os sinais de desidratação. Actue sempre de forma preventiva: mesmo que não peçam, ofereça-lhes água.

FONTES DE HIDRATAÇÃO Alguns alimentos são uma boa ajuda no processo de hidratação, como fruta fresca, legumes, sopas, leite ou sumos de fruta naturais caso não haja problemas de controlo de peso. Consuma-os sempre como complemento e não como substitutos da água. Evite os refrigerantes pois, apesar de serem ricos em água, têm açúcar

ESPECIALMENTE NO VERÃO, HIDRATE-SE MESMO QUE NÃO SINTA SEDE

adicionado, o que contribui para o excesso de peso. Já as bebidas alcoólicas promovem a desidratação, por isso após o seu consumo aconselha-se a ingestão de bastante água. Sendo totalmente isenta de calorias, a água é o hidratante preferencial. Para quem a água é um problema, tisanas, infusões e águas aromatizadas, sem açúcar, são uma opção saudável. A acompanhar um prato, como digestivo no fim da refeição, para beber ao longo do dia, são várias as opções para as introduzir na sua dieta. Entre gengibre, hortelã, dente-de-leão, erva-cidreira, caneleira, anis, funcho, etc., são muitas as ervas e especiarias que pode combinar com os seus frutos preferidos.

15

13kcal

MULHER

HOMEM

% do VDR

% do VDR

1%

1%

0,1g

0%

0%

0,0g

0%

0%

2,4g 1,6g

2%

1%

Fibra

1,2g

5%

5%

Proteínas

0,3g


ilustrações


pedro dias portfólio

3.º CONGRESSO INTERNACIONAL NOVOS CAMINHOS

NO 6 INVERNO 2016 €1

LISBOA E PORTO

Upgrade no Bloco Operatório

DESPORTO

Como pensam os campeões

CÉREBRO O QUE SE PASSA LÁ DENTRO?

Cliente O Jogo e Lusíadas Produto Capa de revistas


pedro dias portfólio

PARQUE NACIONAL DO GERÊS

Garrano selvagem

P

arque Nacional da Peneda-Gerês, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, fazendo fronteira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga (concelho de Terras de Bouro), Viana do Castelo (concelhos de Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca) e Vila Real (concelho de Montalegre) numa área total de cerca de 72 000 hectares. É uma das maiores atracções naturais de Portugal, pela rara e impressionante beleza paisagística e pelo valor ecológico e variedade de fauna (veados, cavalos selvagens, lobos, aves de rapina) e flora (pinheiros, teixos, castanheiros, carvalhos e várias plantas medicinais). Estende-se desde a serra do Gerês, a Sul, passando pela serra da Peneda até à fronteira espanhola. uma das maiores atracções naturais de

2. ÁGUIA REAL O Parque Nacional da Peneda Gerês, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, fazendo fron teira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga celho de Terras de Bouro), Viana do Castelo (con celhos de Melgaço, Arcos de Valde vez e Ponte da Barca) e Vila Real (concelho de Montalegre) numa.

1

3

2

14 15

4

3. VEADO DO GERÊS O Parque Nacional da Peneda Gerês, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, fazendo fron teira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga celho de Terras de Bouro), Viana do Castelo.

PARQUE NACIONAL DO GERÊS

4. GARRANO SELVAGEM O Parque Nacional da Peneda Gerês, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, fazendo fron teira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga celho de Terras de Bouro), Viana do Castelo (con celhos de Melgaço, Arcos de Valde vez e Ponte da Barca) e Vila Real (concelho de Montalegre) numa.

----------

PERCURSOS

----------

PARQUE NACIONAL DO GERÊS

GUIA DE RESERVAS E PARQUES NATURAIS

Espigueiros

HISTÓRIA, FLORA, FAUNA PAISAGEM HUMANA

-------------------HISTÓRIA, FLORA, FAUNA, PAISAGEM HUMANA, PERCURSOS, ROTEIRO --------------------

O

Parque Nacional da Peneda-Gerês, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, fazendo fronteira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga (concelho de Terras de Bouro), Viana do Castelo (concelhos de Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca) e Vila Real (concelho de Montalegre) numa área total de cerca de 72 000 hectares. É uma das maiores atracções naturais de Portugal, pela rara e impressionante beleza paisagística e pelo valor ecológico e variedade de fauna (veados, cavalos selvagens, lobos, aves de rapina) e flora (pinheiros, teixos, castanheiros, carvalhos e várias plantas medicinais). Estende-se desde a serra do Gerês, a Sul, passando pela serra da CIDADE MAIS PRÓXIMA BRAGA

//

COORDENADAS

12

13

O Parque Nacional da Peneda-Gerês, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, fazendo fronteira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga (concelho de Terras de Bouro), Viana do Castelo (concelhos de Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca) e Vila Real (concelho de Montalegre) numa área total de cerca de 72 000 hectares. É uma das maiores atracções naturais de Portugal, pela rara e impressionante beleza paisagística e pelo valor Inclui trechos da estrada romana que ligava Braga a Astorga, conhecida como Geira. No parque situam-se dois importantes centros de peregrinação, o Santuário de Nossa Senhora da Peneda, réplica do santuário do Bom Jesus de Braga, e o de São Bento da

Porta Aberta, local de grande devoção popular. O Parque Nacional da Peneda-Gerês, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, fazendo fronteira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga (concelho de Terras de Bouro), Viana do Castelo.  Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca) e Vila Real  concelho de Montalegre  numa área total de cerca de 72 000.

HISTÓRIA, FLORA, FAUNA PAISAGEM HUMANA É uma das maiores atracções naturais de Portugal, pela rara e impressionante beleza paisagística e pelo valor ecológico e variedade de fauna (veados, cavalos selvagens, lobos, aves de rapina) e flora (pinheiros, teixos, castanheiros, carvalhos e várias plantas medicinais). Estende-se desde a serra do Gerês, a Sul, passando pela serra da  Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca) e Vila Real  concelho de Montalegre  numa área total de cerca de 72 000.

No parque situam-se dois importantes centros de peregrinação, o Santuário de Nossa Senhora da Peneda, réplica do santuário do Bom Jesus de Braga, e o de São Bento da Porta Aberta, local de grande devoção popular. O Parque Nacional da Peneda-Gerês, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, fazendo fronteira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga (concelho de Terras de Bouro), Viana do Castelo (concelhos de Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca) e Vila Real (concelho de Montalegre) numa área total de cerca de 72 000 hectares. HISTÓRIA, FLORA, FAUNA PAISAGEM HUMANA O Parque Nacional da Peneda-Gerês, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, fazendo fronteira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga (concelho de Terras de Bouro), Viana do Castelo (concelhos de Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca) e Vila Real (concelho de Montalegre) numa área total de cerca de 72 000 hectares. É uma das maiores atracções naturais de Portugal, pela rara e impressionante beleza paisagística e pelo valor Inclui trechos da estrada romana que ligava Braga a Astorga, conhecida como Geira. No parque situam-se dois

importantes centros de peregrinação, o Santuário de Nossa Senhora da Peneda, réplica do santuário do Bom Jesus de Braga, e o de São Bento da Porta Aberta, local de grande devoção popular. O Parque Nacional da Peneda-Gerês, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, fazendo fronteira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga (concelho de Terras de Bouro), Viana do Castelo.  Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca) e Vila Real  concelho de Montalegre  numa área total de cerca de 72 000.

HISTÓRIA, FLORA, FAUNA PAISAGEM HUMANA É uma das maiores atracções naturais de Portugal, pela rara e impressionante beleza paisagística e pelo valor ecológico e variedade de fauna (veados, cavalos selvagens, lobos, aves de rapina) e flora (pinheiros, teixos, castanheiros, carvalhos e várias plantas medicinais). Estende-se desde a serra do Gerês, a Sul, passando pela. É uma das maiores atracções naturais de Portugal, pela rara e impressionante beleza paisagística e pelo valor ecológico e variedade de fauna (veados, cavalos selvagens, lobos, aves de rapina) e flora (pinheiros, teixos, castanheiros, carvalhos e várias plantas dos, cavalos selvagens, lobos, aves de.

 Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca) e Vila Real  concelho de Montalegre  numa área total de cerca de 72 000.

TOME NOTA. O Parque Nacional da Peneda-Gerês, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, fazendo fronteira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga (concelho de Terras de Bouro), Viana do Castelo.

22 23

GUIA DE RESERVAS E PARQUES NATURAIS

41° 43' N 8° 09' O //

ÁREA

GESTÃO INSTITUTO DA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E DA BIODIVERSIDADE

70 290

HECTARES

CIDADE MAIS PRÓXIMA BRAGA

//

COORDENADAS

41° 43' N 8° 09' O //

ÁREA

GESTÃO INSTITUTO DA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E DA BIODIVERSIDADE

70 290

HECTARES

PARQUE NACIONAL DO GERÊS

Produto Guia Natutal

HISTÓRIA, FLORA, FAUNA PAISAGEM HUMANA

PARQUE NACIONAL DO GERÊS

----------

PARQUE NACIONAL DO GERÊS

FAUNA

---------------------------------------------------------------------

1. LOBO DO GERÊS O Parque Nacional da Peneda Gerês, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, fazendo fron teira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga celho de Terras de Bouro), Viana do Castelo (con celhos de Melgaço, Arcos de Valde vez e Ponte da Barca) e Vila Real (concelho de Montalegre) numa.

----------

GUIA DE RESERVAS E PARQUES NATURAIS


pedro dias portfólio

onde jogar

mexe-Te

A modalidade está disponível de norte a sul de Portugal... Não tens desculpa!

l e d a P

c ou l a

ra

u

OS M A”. D TI ÚL MO E U OS A . N O D S Q DA SH RT ARE ÁPI S A P R U O PO SQ ES E A EM AR OLA D E O E “ UET ZAG PLIC A B . S D I I AQ D LT O? AR NI O TÉ TUT E R REN MU RED ENT D P G IM O E O STA GO A E D R S R E E NT O O JO A D ZEN S. O XPE E E E OU L, SS , FA AÍ NT IST DE ME TO O P ES PO QU O PA RO EN E N POD P Z A ON D A TIM DAD DE N FA S, C OS M I R L O O M CO IVE DA E AN ALA OU D O SAB F O EG IT A M A. CH MU S D PAR E PO A M NC CA NU

O que é?

Benefícios físicos... e não só

O padel é um desporto de raquete, jogado a pares num campo retangular com dez metros de largura e 20 metros de comprimento, uma rede a meio e murado lateralmente por paredes de vidro ou alvenaria. A superfície do campo pode ser em relva sintética, alcatifa ou betão poroso.

De onde vem

Porque faz tanto sucesso O padel é uma modalidade de equipa que pode ser jogada por pessoas de qualquer idade e diferentes graus de preparação física, sendo por isso um desporto muito procurado por famílias. Por ser jogado num campo pequeno e não exigir grande técnica, torna-se mais acessível, fácil de aprender e sobretudo divertido, uma vez que a bola nunca está parada.

•Fortalece os músculos dos braços e pernas; •Estimula a coordenação motora e melhora a agilidade; •Ajuda a gastar calorias (1 hora de padel gasta 800 calorias); •Promove o convívio e o espírito de equipa; •Convida à diversão e à participação em torneios; •Fomenta o trabalho de aperfeiçoamento desde a primeira experiência; •Estimula a competição e pode ser praticado a diferentes níveis.

NORTE TOP-PADEL FLUVIAL, PORTO TOP-PADEL INDUSTRIAL, PORTO CLUBE DE TÉNIS E PADEL BOM SUCESSO, PORTO SPORT CLUB DO PORTO QUINTA DE MONSERRATE SPORT CLUB, MATOSINHOS PRORACKET SQUASH & PADEL, MATOSINHOS PADELOVERS, MATOSINHOS MAR PADEL, MATOSINHOS TOP-PADEL QUINTA DO FOJO, VILA NOVA DE GAIA TOTAL PADEL, OLIVEIRA DO DOURO QUINTA DE MONSERRATE INDOOR, BRAGA INDOORPADEL VILA DO CONDE INDOORPADEL PÓVOA DE VARZIM CLUBE DE TÉNIS DE AVEIRO

Regras do jogo 1. O serviço é feito por baixo e não pode ser feito acima da cintura.

2. No serviço a bola deve bater primeiro no chão atrás da linha de fundo. Deve ser cruzado, passar a rede e acertar dentro da zona de recepção do campo do adversário.

CENTRO WEPADEL, ADÉMIA WEPADEL S.JERÓNIMO, COIMBRA TÉNIS CLUBE DO CHOUPAL, COIMBRA PROTENNIS & PADEL CLUB, COIMBRA CLUBE DE TÉNIS DE POMBAL, POMBAL ULTRA PADEL CLUB, LEIRIA CETLEIRIA ALPADEL CLUB, LEIRIA VALE PARAÍSO PADEL CLUB, NAZARÉ PADEL CLUB TORRES NOVAS CLUBE DE TÉNIS DE SANTARÉM PADEL VISEU MY PADEL CENTER, MAFRA

3. Após o serviço, e passada a rede, a bola não deve tocar na rede metálica que limita o campo antes do segundo ressalto. Caso contrário, é falta. 4. A pontuação é igual à do ténis, ou seja, para ganhar um jogo é preciso ganhar quatro pontos seguidos (i.e 15-0, 30-0, 40-0 e jogo). 5. O jogador que responde não pode fazê-lo diretamente em vólei. 6. É permitido aos jogadores sair do campo e devolver a bola enquanto não ocorrer o seu segundo ressalto.

SUL CLUBE VII, LISBOA NACIONAL PADEL, LISBOA CLUB INTERNACIONAL DE FOOT-BALL, LISBOA PADEL CAMPO GRANDE, LISBOA LAMBERT CLUB, LISBOA PADEL SPOT OLAIAS, LISBOA PADEL SPOT EXPO, LISBOA LX INDOOR PADEL, LISBOA CLUBE DE PADEL, LISBOA LISBOA RACKET CENTRE, LISBOA PADEL BENFICA, LISBOA SÃO JOÃO TÉNIS CLUBE, LISBOA GRUPO DESPORTIVO E CULTURAL DO BANCO DE PORTUGAL, LISBOA ITS ARENA – PADEL, LISBOA ALUMNI CATÓLICA, LISBOA SPORTING CLUBE DE PORTUGAL, LISBOA SALDANHA PADEL, LISBOA RACKETS PRO EUL, LISBOA PADEL SPOT LINDA-A-VELHA, LINDA-A-VELHA QUINTA DA MOURA, CAXIAS IPC, INDOOR PADLE CENTER, CARNAXIDE ASSOCIAÇÃO FUNSPORTS, CARNAXIDE CLUBE DE TÉNIS DO ESTORIL, ESTORIL CARCAVELOS TÉNIS, CARCAVELOS QUINTA DOS LOMBOS PADEL, CARCAVELOS QTA DA MARINHA RACKET CLUB, GUINCHO INDOOR 6 CLUBE PADEL, CASCAIS ROCK4PADEL VALTENIS COUNTYRY CLUB, ALCABIDECHE VALTÉNIS COUNTRY CLUB, SINTRA PADEL SPORTS CLUB, SINTRA PADEL FACTORY, SINTRA PADEL INDOOR CORROIOS PADELMODE, CORROIOS AQUAFITNESS RACKET CLUB, CHARNECA DA CAPARICA TRÓIA RACKET CLUB, TRÓIA VILA MARIA, CASTELO DE VIDE

PERFIL FALADO

luir tentara concmais es Nepal, onde ida para o conquista dos 14 cum andoAntes da part jecto de ficial – tornda Hiso seu megaprodo sem oxigenio arti imo alpinistao Garcia mun dec o do s e es alto portugu za –, Joa -se o primeiro nçar tamanha proe s futuros, como a desafio toria a alca e de outros falou deste Antarctida a pe. travessia da

raveldas neves Admoim H em

ÉVORA SPORTS CENTER, ÉVORA ZMAR ECO CAMPO RESORT, ZAMBUJEIRA DO MAR ALGARVE TENNIS AND FITNESS CLUB, ALMANCIL ALGARVE TENNIS ACADEMY, VILAMOURA MYCENTER - SPORTS & WELLNESS, FARO CENTRO DE TÉNIS DE FARO PADEL CLUBE VRSA, VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO

Dicas úteis Tens uma agenda difícil nem sempre compatível com a dos teus amigos ou família? Existem diversos grupos, online e no Facebook, onde podes combinar partidas com outros fãs. Não queres parecer um totó? Ninguém nasce ensinado... mas manter a distância de um metro em relação às paredes para conseguir apanhar os ressaltos é uma boa dica para iniciados.

TEX

ILHAS CENTRO DE PADEL E LAZER, FUNCHAL

16.magazine

O

20€

MEST

RE

janeiro/fevereiro 2010

que precisas:

Raquete desde

ÃO TO JO

Bolas desde

4€

três bolas

Campo

20€

hora em média

Ténis

adequados

a pisos sintétcos

Equipamento

1 parceiro

de desporto

e 2 adversários

Entrevista FILIPA JARDIM DA SILVA

16

MONTEPIO JOVEM

MONTEPIO JOVEM

PSICÓLOGA CLÍNICA E FORMADORA

17

aCorda

sinais a que deves estar atento

Isolamento

Durante semanas não está disponível para brincadeiras, jogos, conversas ou uma simples saída. Olhar triste e cabisbaixo, comportamento mais “parado”.

A tUa

perda de vitalidade e apatia perante o que o rodeia

amiga está

O teu amigo/a está sempre cansado/a e sem vontade para fazer seja o que for.

sentimentos de desvalorização ou desespero

Fica atento se ouvires muitas vezes frases como “ninguém gosta de mim” ou “para que é que eu vim ao mundo?”.

Alteração do apetite

Perder o apetite ou passar a comer muito, sem explicação aparente.

rimida? dep Fica atento a estes sinais

Cliente Momtepio, Millennium bcp

É normal pensarmos que os problemas acontecem só aos outros. sobretudo aos adultos. mas, como vais perceber ao longo da tua vida, isso não é verdade. se achas que a depressão é coisa de gente grande, lê este artigo. pode ajudar-te a repensar a forma como olhas para os outros, mas também para ti próprio.

Produto Artigos de revistas 6

MONTEPIO JOVEM

Durante muito tempo, a depressão na infância e adolescência foi desvalorizada. Era um tema tabu, um assunto de adultos que não fazia sentido enquadrar na saúde dos mais novos. Hoje sabe-se que a depressão pode surgir em qualquer altura da vida. Na verdade, 10% da população mundial pode já ter tido, ou vir a desenvolver ao longo da vida, episódios de depressão. Nas crianças e jovens, 20% dos casos ocorrem entre os nove e os 20 anos. A boa notícia é que esta é uma condição que pode ser tratada. Porém, nem sempre é fácil perceber quando alguém que nos é próximo está deprimido. Afinal, tristeza não é sinónimo de depressão (qualquer um pode estar triste e chorar para exprimir esse sentimento sem estar deprimido). Mas como este é um problema que pode tornar-se grave caso não seja tratado – e porque, enquanto dura, causa grande sofrimento – fica a saber quais os sinais a que deves estar atento e também a melhor forma de reagir. Claro que é preciso ter bom senso. Qualquer destes sintomas (ou alguns deles em conjunto), só são sinais de depressão se forem persistentes durante algum tempo. Se os observares apenas durante um ou dois dias, o mais provável é que o teu amigo esteja a ter uma semana mais complicada. Fica atento!

desinteresse por atividades antes apreciadas, desleixo com a aparência, cansaço constante. Dores de cabeça ou de barriga exacerbadas antes de qualquer acontecimento novo. Aumento da sensibilidade (irritação ou choro fácil).

condutas agressivas e anti-sociais. problemas de socialização ansiedade queda no rendimento escolar

O que podes fazer

“quando os amigos apoiam, abraçam, brincam e conversam – e não fazem o contrário, ou seja, julgam, gozam e deixam de parte – esse comportamento tenderá a ter um enorme impacto positivo”

a sério. Não os desvalorizes e ajuda-o/a Leva os sentimentos do teu amigo(a) a expressá-los e a compreendê-los. de que goste, mas não pressiones! Encoraja-o(a) a desenvolver atividades elogia-lhe as capacidades (para o Ajuda-o(a) a recuperar a auto-estima: e para a dança, informática, o que for!), desenho, para a escrita, para o desporto, para enfrentar a situação. os pequenos passos que está a dar Dá-lhe atenção e mostra que te interessas. Dá-lhe carinho. um familiar ou outro adulto que lhe Se achares necessário, alerta um professor, casos, é muito importante mas, em alguns seja próximo. A ajuda dos amigos é necessária intervenção profissional.

A depressão entre crianças e jovens é comum? Infelizmente estima-se que a prevalência da depressão infantil tenha aumentado nos últimos anos, tal como a depressão nos adultos. Quais os sinais a que os amigos devem estar atentos? Alterações no sono, no apetite, no humor e no comportamento deverão sempre ser acompanhadas com atenção pela família, contexto educativo e amigos. Uma criança ou adolescente deprimido tende a isolar-se mais, a evidenciar maiores níveis de irritabilidade e/ou apatia, altera as rotinas diárias com a desistência de algumas atividades antes sentidas como prazerosas, há maior expressão física e emocional de esforço permanente (parece que nada o entusiasma). Além disso, podem surgir queixas físicas associadas (como dores de cabeça ou dores de barriga) a par das modificações no padrão de apetite e sono. Para que uma criança possa ser diagnosticada com depressão é necessário que vivencie um ou mais episódios depressivos, durante pelo menos quinze dias, com a presença de cinco ou mais sintomas. Como é que se distingue a tristeza ou a irritabilidade de um dia menos bom de uma manifestação de depressão? Sobretudo pela conjugação de mais sintomas de forma mais persistente no tempo, nem sempre com relação com circunstâncias do momento presente. Há frases que sejam particularmente denunciadores de que algo não está bem? Expressões verbais repetidas como “ninguém gosta de mim”, “sou uma porcaria”, “se desaparecesse era melhor” evidenciam uma baixa auto-estima e um enorme mal-estar. Comportamentos de violência para com outros também são particularmente denunciadores de que algo está a contribuir para uma perda de controlo e aumento de zanga. O que podem fazer os amigos para ajudar? Perante a alteração mais persistente no tempo de comportamentos e da expressão de verbalizações mais preocupantes será sempre essencial alertar-se um adulto. Quando os amigos se dão com os pais da criança em questão poderão encontrar formas de dar algumas dicas da sua preocupação. Se por um lado notamos o medo das crianças em perder a confiança do seu amigo, ao denunciar o seu mal-estar, é importante que as crianças sejam ensinadas que pedir ajuda não é trair. Os amigos podem ser amigo. Um dos maiores antídotos da depressão infantil é o suporte da rede social. E quando os amigos apoiam, abraçam, brincam e conversam – e não fazem o contrário, ou seja, julgam, gozam e deixam de parte – esse comportamento tenderá a ter um enorme impacto positivo. O apoio dos amigos pode ser suficiente para resolver a situação ou é sempre necessária intervenção profissional? Muitas vezes, sobretudo quando a depressão infantil é detetada precocemente, o apoio da família e amigos é eficaz na resolução do problema. Por vezes, este apoio é acompanhado por algumas alterações das dinâmicas relacionais e do estilo de vida, a par do envolvimento da comunidade educativa Noutros casos, quando a depressão é camuflada e se prolonga mais no tempo, a intervenção profissional é fundamental, sobretudo para se garantir que não reincidirá.

MONTEPIO JOVEM

7

FOTO

GRAF

ÍS IA LU

RR DE BA

OS

Dias Ilustração: Pedro

A origem do padel remonta aos finais do século xix e aos navios ingleses. Sem espaço para praticar ténis convencional, a tripulação jogava uma espécie de ténis num campo reduzido e protegido. Mas a sua invenção é atribuída a um norte-americano, Frank Beal. Em 1924, este piloto e ativista civil levou o “ténis de alto mar” para os parques municipais de Nova Iorque. A regulamentação final das dimensões do campo e do regulamento universal do padeltennis foram definidas em 1969, quando Enrique Corcuera construiu o primeiro campo de padel num hotel de Acapulco no México. O jogo foi depois trazido para a Europa pelo príncipe espanhol Afonso de Hohenlohen. Hoje, o padel é praticado por 2 milhões de espanhóis e é a segunda modalidade mais praticada na Argentina, a seguir ao futebol.

do


imagem corporativa


pedro dias portfรณlio

Cliente Controlinveste Produto Identidade e imagem corporativa


pedro dias portfólio

Cliente Cosmos, Viagens e Turismo Aplicação do logótipo e desenvolvimentoi do estacionário da marca.


pedro dias portfólio

Cliente Cosmos, Viagens e Turismo Aplicação do logótipo e desenvolvimento do estacionário da marca.


pedro dias portfĂłlio

Cliente SportmultimĂŠdia Produto Identidade e imagem corporativa


pedro dias

www.sportmultimedia.pt

www.sportmultimedia.pt

portfĂłlio

Versos

Frente

Cliente SportmultimĂŠdia Produto Identidade e imagem corporativa

www.sportmultimedia.pt

www.sportmultimedia.pt

www.sportmultimedia.pt


digital


pedro dias portfĂłlio

Cliente SportmultimĂŠdia Produto Site


pedro dias portfรณlio

Cliente Anuรกrio Relรณgios & Canetas Produto Micro site


pedro dias portfรณlio

Cliente Pingo Doce Produto E-letters


pedro dias portfรณlio

Cliente Pingo Doce Produto Infografias

Portfolio  
Advertisement