Page 1

Mercofrio 2016: Ideias para um futuro melhor Mercofrio consolida-se como evento mais importante do setor de HVAC-R

Entrevista: Presidente Seminário de ASHRAE Chapter Brasil Refrigeração para Wili Hoffmann Supermercados é uma das atrações


Simulando Construindo Verificando Apresentações Acadêmicas Conferências HVAC & R Mini Cursos Prêmio ANPRAC Centro de Eventos FIERGS

13, 14 e 15 de setembro

Nesta edição:

Seminário de Refrigeração para Supermercados

em 13 de setembro

Patrocínio Congresso:

Patrocínio Seminário de Refrigeração:

Apoio:

Apoio:

Realização:

2

ASBRAV Fones/Fax: (51) 3342.2964 | 3342.9467 | 9151.4103 E-mail: asbrav@asbrav.org.br

Revista ASBRAV

Escritórios Regionais Santa Catarina: asbrav.sc@gmail.com Paraná: asbrav.pr@gmail.com

/asbrav

@asbrav

www.asbrav.org.br


Mercofrio: palco para qualificação e atualização Estamos vivendo, com muita expectativa e intensidade, a realização de mais uma edição do Congresso Internacional de Ar Condicionado, Refrigeração, Aquecimento e Ventilação - Mercofrio 2016, nos dias 13, 14 e 15 de setembro, na Fiergs, em Porto Alegre. Para a ASBRAV, o 10o Mercofrio representa a consolidação de uma iniciativa que é a maior e mais importante do segmento de HVAC-R do sul do país. Ela possibilita a multiplicação e aperfeiçoamento dos profissionais do setor refrigerista, disponibilizando informações relevantes sobre o que está sendo produzido, as técnicas e os avanços em matéria de equipamentos. Estamos convictos de que esta edição será, novamente, um sucesso. Não medimos esforços para apresentar temas atrativos, mesclando desenvolvimento e sustentabilidade. O Seminário de Refrigeração é uma importante novidade que apresentaremos no Mercofrio em 2016, numa iniciativa apoiada pela Associação Gaúcha de Supermercados (AGAS). A tradição de ser o grande palco para debates qualificados e atualização sobre o que há de novo no segmento, está garantida em mais uma edição do Mercofrio. Desta forma, reafirmamos o compromisso da ASBRAV em promover a qualificação profissional e a constante busca por soluções e alternativas que viabilizem o fortalecimento do mercado que representa. Contamos com a presença de todos os profissionais do setor refrigerista do sul do país no 10o Mercofrio 2016! Hani Lori Kleber Presidente da ASBRAV 4

Revista ASBRAV

DIRETOR IA EXECUTIVA Gestão 2015/2016 Presidente: Hani Lori Kleber 1º Vice-Presidente: Eduardo Hugo Müller 2º Vice-Presidente: Luiz Afonso Dias 3º Vice-Presidente: Paulo Fernando Presotto Diretor Secretário: Luiz Alberto Hansen Diretor Tesoureiro: Adão Webber Lumertz Diretor Adm. Financeiro: Luiz Afonso Dias Diretor de Patrimônio: Adão Webber Lumertz Diretor Associativo: João Henrique S. Santos Diretor Relações Institucionais/Congresso Mercofrio: Mário Alexandre Möller Ferreira Diretor de Representação Local SP: Luiz Carlos Petry Diretora da Qualidade, Gestão Empresarial e Inovação: Madeleine Schein Diretor de Ensino e Treinamento: Paulo Otto Beyer Diretor Técnico: Ricardo Vaz de Souza Diretora Social: Janaína Costa Diretor Setorial Ar Condicionado: João Carlos Antoniolli Diretor Setorial Refrigeração: Marcelo Marx Diretor Integração Regional: Sérgio Helfensteller Diretor Regional SC: Arivan Sampaio Zanluca Diretor Regional PR: Alexandre Fernandes Santos CONSELHO DELIBERAT IVO Gestão 2015/2016 Presidente: Gilmar Luiz Pacheco Roth Secretário: Telmo Antonio de Brito Conselheiros Titulares: Carlos Lima, Carlos Rodrigues, Cesar Augusto Jardim De Santi, Márcio José Pereira Hoffchneider, Marcos Kologeski, Ricardo Albert e Rodolfo Rogerio Testoni Conselheiros Suplentes: Marcela Marzullo Schneider, Mario Antônio Reis de Oliveira e Rodrigo Miranda CONSELHO EDITOR IAL REVISTA ASBRAV Jornalista Responsável: Marcelo Matusiak (MTB 10063) Redação: César Moraes, Francine Malessa, Mariana da Rosa e Giovanni Andrade Colaboração: Almir Freitas Cristiane Paim, Eliane de Oliveira Silva, Guilherme Chiarelli Gonçalves, Hani Lori Kleber, Luiz Afonso Dias, Márcio José Pereira Hoffchneider, Rafael Leal Guimarães, Ricardo Vaz de Souza e Telma Rosa COMITÊ SETORIAL ASBRAV NO PGQP Presidente: Luiz Alberto Hansen Coord. Geral: Bruna Lazzarotto Coord. de Capacitação: Roberta Vieira Coord. de Avaliação: André Helfensteller Secretária Executiva: Cristiane Paim

assessoria@asbrav.org.br (51) 3342-2964 / 3342-9467 (51) 9151-4103 / 9151-4104 Sede porto alegre RS Rua Arabutan, 324 Bairro Navegantes Porto Alegre/RS CEP 90240-470 ESCRITÓRIO REGIONAL DE SANTA CATAR INA E-mail: asbrav.sc@gmail.com ESCRITÓRIO REGIONAL DO PARA NÁ E-mail: asbrav.pr@gmail.com

www.asbrav.org.br


Uma lição de inovação para enfrentar a crise Case de sucesso da Fruki marcou a comemoração do aniversário de 21 anos da ASBRAV

Palestra marcou aniversário da ASBRAV Foi do mercado extremamente competitivo do refrigerante que veio uma lição importante para inovar e enfrentar o cenário econômico atual. O evento marcou os 21 anos da ASBRAV com o Case Fruki - Gestão, Inovação e Qualidade. A diretora Administrativa e de Recursos Humanos da Bebidas Fruki, Aline Eggers Bagatini contou que desde 2002, quando começou a implantação do programa de Qualidade houve um salto grande na gestão. Nesse período a empresa passou a investir em melhoria contínua. Tornou-se uma prática buscar melhores referenciais e o resultado foram saltos em número de clientes, faturamento e market share. Um dos fatores de sucesso é o investimento em Planejamento Estratégico, que é desenvolvido e discutido anualmente.

8 10 13 14 15 18 30 34

Trox do Brasil completa 40 anos com nova campanha Frigelar comemora 50 anos Eficiência energética e otimismo para reverter a crise Multivac torna-se pioneira em processo de produção na América Reymaster recebe certificação de qualidade Mercofrio se consolida como evento mais importante do setor de HVAC-R Artigo Técnico: Chillers em Série Obra Destaque: Shopping Pátio Batel, em Curitiba Revista ASBRAV

5


Qualificação do setor refrigerista na pauta da ASHRAE Chapter Brasil Novo presidente, Wili Hoffmann, que tomou posse em julho de 2016, fala sobre iniciativas que incrementam conhecimentos dos profissionais do segmento O empresário Wili Colozza Hoffmann assumiu em julho a presidência da ASHRAE Chapter Brasil, buscando implementar a atuação da entidade junto aos seus associados e impulsionar o fortalecimento do setor de HVAC&R no país. Segundo ele, é um grande e prazeroso desafio estar à frente de uma sociedade que acredita no bem-estar apostando em tecnologias sustentáveis para o desenvolvimento do ambiente. Nesta entrevista para a Revista ASBRAV, Wili Hoffmann fala um pouco sobre as projeções futuras da ASHRAE e as ações que pre- Novo presidente aponta iniciativas de qualificação dos profissionais do setor tende colocar em prática. Região XII que mais se desen- contribuir, como uma associação ASBRAV - Presidente, quais os volveu no último ano. Isto torna técnica, para a criação de saíprincipais desafios de sua gestão a nossa gestão ainda mais de- das e soluções que se viabilizem a frente da ASHRAE Chapter Bra- safiadora, mas tenho certeza de neste tipo de ambiente hostil. que com a estrutura que vem sil? Nosso mercado vem se atualisendo montada nos últimos anos teremos condições de avançar zando tecnologicamente e disHoffmann - A ASHRAE é uma põe de muitos profissionais com associação centenária de engen- ainda mais. competência suficiente para suheiros. Apesar de ser uma asASBRAV - De que maneira a prir a demanda. Porém, estamos sociação norte-americana, tem associados em muitos outros ASHRAE Chapter Brasil observa vivendo um momento de ameapaíses. O ASHRAE Chapter Bra- o desenvolvimento do mercado ça de soluções do tipo "one fits all" (um se encaixa em todos), sil vem melhorando muito desde brasileiro? pois sabemos que a complexia sua criação em 2002 pelo esHoffmann - O mercado dade dos sistemas, diversidades forço dos que me antecederam como gestores. Entre outros prê- brasileiro vem sofrendo os pro- climáticas do país e condições mios de reconhecimento, fomos blemas na economia. Contudo, de conforto, demandam conhepremiados como o Chapter da acreditamos que temos muito a cimento técnico para ajustar as 6

Revista ASBRAV


melhores soluções. Isso, ao mesmo tempo que é uma ameaça, também é uma oportunidade de desenvolvimento. ASBRAV - Especificamente falando sobre as tecnologias sustentáveis para o desenvolvimento do ambiente, o Brasil tem mostrado avanços nesta área?

sentam uma qualificação de grande envergadura para os profissionais do setor refrigerista. Existem planos de intensificar esse processo reconhecimento mundialmente com padrão de excelência, possibilitando que mais profissionais possam se distinguir e ganhar vantagem competitiva no mercado?

Hoffmann - A necessidade de sistemas de refrigeração e climatização em todos os setores da economia é notória. Para fazer estes sistemas funcionarem é necessário grande quantidade de energia. A ASHRAE, como associação técnica, está preocupada em fomentar o conhecimento dos profissionais ligados à área em três vertentes. Na eficiência no uso da energia com a obtenção do mesmo resultado do ponto de vista de satisfação dos usuários. No uso de energia limpa (baixa emissão) para isto e na substituição dos fluídos refrigerantes dos sistemas e equipamentos (baixo GWP e ODP). O Brasil está engajado e atualizado nesta empreitada. O engenheiro Francisco Dantas, de Recife, por exemplo, recebeu o prêmio na etapa regional da ASHRAE "Regional Technology Award" pelo projeto Riomar Recife Shopping Mall e avançou para a etapa nacional da ASHRAE. Seu projeto foi premiado pela qualidade técnica e aplicação de conceitos de uso racional de energia.

Hoffmann - A ASHRAE disponibiliza programas de certificação de profissionais nas áreas de Building Energy Assessment Professional (BEAP), Building Energy Modeling Professional (BEMP), Commissioning Process Management Professional (CPMP), High-Performance Building Design Professional (HBDP), Healthcare Facility Design Professional (HFDP), Operations & Performance Management ProASBRAV - As certificações fessional (OPMP). Qualquer proofertadas pela ASHRAE repre- fissional de engenharia pode se

candidatar a estas certificações, por meio de uma prova sobre o assunto escolhido. Estas provas são feitas na língua inglesa e podem ser realizadas aqui no Brasil,desde que exista demanda suficiente, ou nos Estados Unidos. É preciso aqui diferenciar a necessidade que temos com relação à certificação de profissionais técnicos de campo que trabalham com sistemas de refrigeração no seu dia a dia. Existe uma grande preocupação no que diz respeito à substituição dos fluidos refrigerantes pois as alternativas que temos são produtos que apresentam algum tipo de toxicidade ou flamabilidade, demandando então um cuidado especial quanto à segurança destes profissionais e dos sistemas. A ASHRAE tem colaborado com esta questão. ASBRAV - Qual a sua expectativa em relação a esta edição do Congresso Internacional de Ar Condicionado, Refrigeração, Aquecimento e Ventilação? Hoffmann - O Mercofrio tem sido um evento importante para o setor no Brasil. Nossa expectativa é que seja um sucesso no processo de difusão de conhecimento e que venha a contribuir com o desenvolvimento do setor e do país. O alto nível técnico dos profissionais e acadêmicos que participam do evento contribui muito para que isto aconteça.

Revista ASBRAV

7


Arnaldo Basile assume presidência da ABRAVA

Trox do Brasil completa 40 anos com nova campanha Campanha comemorativa interna e externa, apresenta uma nova identidade visual alusiva aos 40 Anos

Foco no treinamento e na capacitação de profissionais. Este é um dos projetos da nova diretoria da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar-Condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA), que tomou posse no dia 23 de junho para a gestão 2016-2019. A posse ocorreu no salão nobre da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP). O engenheiro mecânico Arnaldo Basile Júnior assumiu a presidência da associação, que representa 400 associados Comemoração e identidade visual especial para marcar a data que empregam mais de 230 mil A mudança no visual é a pri- instalada na Cidade Industrial profissionais e faturam R$ 32 bi- meira etapa de uma sequência de Curitiba (PR), com uma área lhões, juntos. de ações que serão realizadas construída de 15.500 metros em comemoração aos 40 anos quadrados. A Central de Vende Brasil. Dentre elas uma das das da TROX do Brasil está loTrane participa de mais relevantes será o projeto calizada na cidade de São Paulo seminário Roadshow TROX Brasil 2016, e contempla uma rede de repreA Trane, líder global no for- que por sua vez contemplarão sentantes localizada nas princinecimento de soluções e serviços eventos técnico-comerciais nas pais regiões do Brasil. de conforto interior e uma marca principais cidades do Brasil com da IngersollRand, participou do o propósito de estreitar o relacioO rigor técnico, a qualidade Seminário sobre Sistemas de namento com os clientes em to- que é salvaguardada por um Água Gelada, em São Paulo. dos os cantos do país e garantir extensivo programa de GaranMatthew Chmielewski, líder de a manutenção do compromisso tia e Controle da Qualidade, a aplicação e apoio a projetistas de qualidade e inovação trazidos experiência internacional, vêm da Trane, apresentou possíveis em cada produto. permitindo a TROX do Brasil a aplicações, benefícios e o papel ocupar um lugar de liderança dos chillers nesse tipo de climaA TROX do Brasil foi fundada também no Brasil. tização. Além disse, mostrou três em 1975, tendo o início de suas cases que utilizam o sistema de atividades em julho de 1976. resfriamento dedicado de ar ex- Conta hoje com mais de 400 terno. funcionários e possui sua fábrica 8

Revista ASBRAV


2016

20 a 23 de setembro Centro de Convenções Rebouças São Paulo, Brasil

Trilhando novos caminhos •

50 palestras técnicas com renomados especialistas;

•6

mesas redondas discutindo:

vestimentas, nanotecnologia, biotério, métodos rápidos; • Curso

com certificação internacional;

• keynotes - Anne Marie Dixon - Gordon Farquharson - Markus Keller O Simpósio ISCCBRAZIL2016, o maior evento mundial na área de controle de contaminação e tecnologia de salas limpas, é a oportunidade de encontrar os principais especialistas do mundo desse setor e também empresas fornecedoras e usuários.

Junte a sua Marca! A imagem de sua empresa estará associada à tecnologia de ponta, alinhada com a sustentabilidade global.

versando sobre: - Tendências atuais e futuras em áreas limpas; - Thinking outside the Box: da limpeza do ar a contaminação do produto; - Novas Normas, Orientações GMP,

Acesse o hotsite do evento para informações:

www.isccbrazil2016.com

Realização:

Em Cooperação:


Sistema de Gerenciamento Remoto A matriz do Instituto de Oncologia do Vale (IOV), localizada em São José dos Campos (SP), investiu no gerenciamento remoto para controle das geladeiras de armazenamento exclusivo de medicamentos. A solução encontrada foi o software Sitrad, desenvolvido pela FullGaugeControls, adotado em 2010 pelo IOV. Circuito Nacional do Setor Elétrico

Está agendada para outubro mais uma etapa do Circuito Nacional do Setor Elétrico (CINASE). O evento reúne profissionais e estudantes da área elétrica. A etapa XXVI do CINASE será realizada em Curitiba (PR), nos dias 13 e 14 de outubro. Manoel Gameiro assume diretoria da Samsung A Samsung apresentou o novo diretor da divisão de Ar-Condicionado, conhecida como System Air-Conditioning - SAC. Manoel Gameiro passa a coordenar as atividades da marca na América Central e América do Sul. Gameiro é formado em Engenharia Mecânica pela Faculdade de Engenharia Industrial - FEI (Brasil) e possui mais de 30 anos de experiência. 10

Revista ASBRAV

Frigelar comemora 50 anos Empresa gaúcha celebra cinco décadas de atuação no setor olhando para o futuro, com investimentos em capital humano e inovação, buscando prestar um atendimento cada vez melhor aos seus clientes

Primeira loja da Frigelar, em Porto Alegre, inaugurada em 1971 e hoje A Frigelar nasceu em Porto Alegre em 1966, sob o comando do empresário Oswaldo Fiss e sua esposa Iara Fiss, atuando como prestadora de serviços de assistência técnica da marca Frigidaire. O intenso crescimento levou a empresa, em 1971, a comercializar, também, peças, componentes e equipamentos para refrigeração e condicionadores de ar, inaugurando sua primeira loja na capital gaúcha.

quando completa 5 décadas de existência, é a maior e mais tradicional fornecedora do segmento do Brasil. De acordo com o seu diretor, Alexandre Fiss, filho dos fundadores da empresa, a Frigelar possui uma trajetória repleta de desafios e, também, de conquistas. - Temos muito orgulho em fazer parte do desenvolvimento da refrigeração no Brasil, de estar diariamente ao lado dos refrigeristas e de levar conforto e tecnologia aos lares e empresas do país - lembra o dirigente.

Um novo processo de incremento dos negócios fez com que a Frigelar, a partir de 1983, passasse a dedicar-se exclusivamente à revenda de peças, câmaras frigoríficas e condicionaA estrutura que a Frigelar posdores de ar, oferecendo soluções de altíssima qualidade para o sui, com uma fábrica de Câmaras Frigoríficas e pontos de venda mercado. e distribuição espalhados por 10 Há 50 anos a Frigelar Comér- estados brasileiros lhe permite cio e Distribuição trabalha pela oferecer ao mercado uma larga refrigeração e pelo conforto da oferta de produtos, transformanfamília brasileira. Com paixão, do-a em sinônimo de qualidade dedicação e trabalho árduo, a em climatização e refrigeração. pequena loja cresceu, e, hoje,


Com a redução nas vendas, cresce a procura por serviços de manutenção Diretor da ASBRAV, Luiz Alberto Hansen, observa um incremento da busca por esta atividade profissional e alerta que qualificação e conhecimento técnico são fundamentais para conquistar e fidelizar clientes Nos últimos anos o ar condicionado transformou-se em um bem essencial para os brasileiros. A estabilidade que a economia do país teve até o final de 2014 contribuiu para o aumento da venda principalmente nos grandes centros urbanos do Brasil. Com a crise econômica estabelecida desde os primeiros meses de 2015 ocorreu um incremento dos serviços de manutenção dos equipamentos, uma vez que a redução do poder de consumo da população brasileira gerou a queda nas vendas. Para o secretário da ASBRAV - Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação, Luiz Alberto Hansen, fazer a manutenção periódica não é uma questão, apenas, de consertar eventuais desgastes nos aparelhos, mas, também, uma necessidade, na medida em que possibilita a limpeza do filtro e demais partes do equipamento onde possa existir a concentração de fungos, bactérias e

Qualificação dos profissionais ajuda a conquistar e fidelizar clientes ácaros prejudiciais à saúde.

espaços de tempo, pois isso contribui para manter a qualidade - Especialmente em espaços do ar no ambiente - aponta Luiz comerciais, com grande con- Alberto. centração de pessoas, é exigida Torna-se fundamental que os a manutenção periódica dos equipamentos de ar condicio- profissionais do setor procurem nado, inclusive com legislação agregar diferenciais aos serviços específica da Agência Nacional que oferecem. Hansen enfatiza de Vigilância Sanitária (Anvisa) que a qualificação dos profispara isso. Nas residências, tam- sionais que prestam este atenbém recomendamos a realiza- dimento deve ser permanenteção de manutenção em curtos mente aprimorada.

www.asesdaweb.com.br -web sites QUE SE ADAPTAM A TODOS OS DISPOSITIVOS

DESCONTO ESPECIAL PARA

- Projetos personalizados

ASSOCIADOS

- criação de conteúdo para mídia sociais 12 Revista ASBRAV - desenvolvimento de marcas - campanhas no google comercial@asesdaweb.com.br | Fone 51 3557-7740


Eficiência energética e otimismo para reverter o cenário econômico A grande vantagem para o setor neste ano é a mudança do perfil do consumidor feito desde 2010 sobre o mercado brasileiro de ar condicionado. O diretor de Marketing da Daikin-McQuay lembra que o objetivo é compartilhar a visão do mercado e o cenário no qual o setor está inserido. O evento já foi sediado em Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Salvador, Recife, Fortaleza e três vezes em São Paulo. O Market Meeting tem a finalidade de auxiliar os diretores de empresas a tomarem decisões baseadas em fatos do setor. Conforme o estudo, o mercado residencial registra em torno de 90% do consumo de ar condicionado de conforto no Brasil. Otimismo contra a crise. Essa é a forma com que Gerson Robaina, diretor de Marketing da Daikin-McQuay Ar Condicionado Ltda, empresa líder mundial no segmento, encara o cenário de negócios mesmo que isso entre em contradição com a projeção de vendas de 2015 e 2016: enquanto a aposta é de crescimento das vendas e procura por produtos de alta eficiência energética, o cenário de crise do país, trouxe uma queda de 24% na projeção total.

Uma das tendências apontadas por Robaina é o crescimento das vendas e procura de produtos eficientes. Esse aumento contrapõe-se com a projeção total das vendas do setor, que estima uma queda de aproximadamente 24% em relação ao ano passado. Entre os anos de 2014 e 2015, o percentual de queda foi o mesmo.

A vantagem destacada pelo diretor é a mudança de perfil do consumidor residencial e corporativo, que está disposto As expectativas de Robaina têm a comprar os produtos de alta sido apresentadas em Market eficiência energética. O cenário Meetings, ciclo de palestras no do setor do ar condicionado está Brasil, com base em um estudo

em crise, segundo o diretor de Marketing, mas as vendas de splits Inverter estão proporcionalmente aumentando. Além disso, percebe clientes fazendo contas de payback para decidir sobre a aquisição de produtos e escolha de sistemas eficientes para obras maiores. A sociedade , conforme o estudo apresentado pela Daikin, está pressionando o INMETRO por itens cada vez mais eficientes e há um aumento de procura por Certificação LEED, que tem o intuito de incentivar a transformação dos projetos, obras e operação das edificações e tem foco na sustentabilidade de suas atuações. Outro fator é o crescimento do VRF sobre os demais produtos de engenharia (Package e Chiller). Pequenas empresas, segundo o estudo, têm solicitado aos fabricantes treinamento e capacitação técnica para a instalação de VRF. A Daikin foi fundada no Japão, em 1924. Conta com mais de 56 mil colaboradores no mundo e possui divisões de negócios, além do ar condicionado, nas áreas de óleo hidráulico, sistemas de defesa, fluidos refrigerantes e fluorpolímeros. Revista ASBRAV

13


Multivac inova e torna-se pioneira em processo de produção na América Latina Investimento foi de mais de R$ 1 milhão e traz benefícios ecológicos com eliminação de HCFC Seguindo as diretrizes tratadas no Protocolo de Montreal, a Multivac fez um grande investimento na sua linha de produção visando reduzir os danos na camada de ozônio. A partir dessa mudança, seus sistemas de dutos em painéis pré-isolados passam a ser produzidos com pentano, ao invés de utilizar HCFC 141B como agente expansor de espuma de PU. A Multivac é a primeira empresa da América Latina a

pentanizar a linha de produção do HCFC. Ao mesmo tempo, desses produtos. este upgrade na nossa linha de produção permite termos mais Desde 2014 trabalhando nesse flexibilidade nos produtos proaprimoramento, o investimento duzidos - explica. ultrapassou R$ 1 milhão e foi concluída em março deste ano. Com a linha atualizada, a MulDe acordo com o diretor da Mul- tivac está pronta para atender os tivac, Robert van Hoorn, essa clientes do Brasil e do exterior, mudança representa um maior com mais ecologia e altos pacuidado com o meio ambien- drões de qualidade. te para atender demandas do mundo atual. - O principal beneficio é o lado ecológico pela eliminação

" O outro lado da moeda é que o pentano é explosivo, então boa parte do investimento foi destinado as adaptações da fábrica para aumentar a segurança e eliminar o risco de explosão" Alexandre Fernandes Santos


Reymaster recebe certificação de qualidade ISO 9001:2015 Empresa recebeu o Selo após auditoria realizada pelo Instituto Bureau Veritas Brasil. Este é o quarto ano consecutivo - A nova norma exigiu uma que a empresa atesta sua quali- maior participação dos líderes dade aos padrões internacionais no processo de qualidade, demonstrando através de seus da norma. processos uma análise dos risA ISO 9001 registrou modifica- cos e oportunidades diretamente ções significativas em 2015: au- ligados à estratégia e à direção mentou as exigências para sua da empresa - relata a analista da obtenção ao avaliar mais deta- Qualidade da Reymaster, Maria lhadamente processos ligados Cristina Nicolau Zanutto. ao meio ambiente e à análise de Bom para a empresa e prinriscos das empresas. O foco no cliente e para a administração cipalmente para os clientes. Seda empresa foram mantidos, gundo a analista, o Selo ISO mas direcionados estrategica- 9001 garante ao cliente o melmente, prevendo a geração de hor atendimento. resultados. Busca-se agora sus- A certificação demonstra que tentabilidade do negócio. a empresa está sempre em sin-

tonia com as expectativas dos clientes, buscando aperfeiçoar processos sempre no intuito de melhor atendê-los - conclui. Com a certificação, a Reymaster tornou-se uma das primeiras empresas do país a possuir a NBR ISO 9001 em sua nova versão, que foi lançada em outubro de 2015.

BerlinerLuft abre a sede no Distrito Industrial Alvorada/Viamão Expandindo seus negócios, a BerlinerLuft inaugura uma nova sede no Distrito Industrial Alvorada Viamão. A fábrica tem capacidade para 200 funcionários, mas ainda não está em funcionamento. A inauguração da sucursal foi realizada em cerimônia no dia 27/07.

cimento no segmento de ventilação industrial. BerlinerLuft é uma multinacional alemã, fundada em 1989,

com foco na área de sistemas de ventilação e ar condicionado. A empresa possui sedes na Alemanha, Polônia, Áustria, México e no Brasil.

O processo de construção foi iniciado em 2012, durando quatro anos no total. A expectativa da empresa é abrir uma gama de novos negócios, como mais clientes e um cresRevista ASBRAV

15


ASBRAV lança site com novos conteúdos e visual moderno

Um novo portal voltado para a divulgação de conteúdos do setor refrigerista da região Sul do Brasil está no ar. Desde o início do mês de agosto, a ASBRAV - Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação dispõe de um novo site, com uma interface moderna, funcional e organizada para melhor atender os usuários. Além de servir aos associados e profissionais do setor que a ASBRAV representa, o portal também é uma das principais fontes de informação sobre novidades, ações, eventos e cursos de qualificação. Entre os conteúdos é possível conhecer a programação e informações sobre o Mercofrio, evento que acontece entre os dias 13 e 15 de setembro. Acesse http://asbrav.org.br/ e confira.

16

Revista ASBRAV

Qualidade do Ar interior Palestra foi voltada a profissionais da área de ar condicionado e refrigeração, empresários do setor e estudantes

Palestra apresentou formas de fazer a melhor gestão do ar interno A gestão da qualidade do ar interno tem se mostrado cada vez mais necessária visto que as pessoas passam 80% do seu tempo em ambientes fechados. Este foi o tema da palestra promovida pela ASBRAV - Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação, na noite de 11 de agosto ministrada pelo engenheiro mecânico, consultor técnico da Sictell/Sicflux e membro do departamento nacional de qualidade do ar interior - Qualindoor, André Zaghetto de Almeida.

fácil esconder a qualidade do ar - comenta Almeida.

- Hoje, temos diversas normas, especificações e indicações para a qualidade do ar, porém, não são seguidas porque não há vigilância e a partir do momento que não há vigilância e as normas não se tornam leis, é muito

André Zaghetto de Almeida

A gestão da qualidade do ar é cada vez mais importante, devido aos malefícios que ambientes mal ventilados trazem para a saúde, como a síndrome do edifício doente.

"A forma mais simples de tratar

este ar é a ventilação, porém, isso não significa apenas injetar o ar no ambiente, é preciso filtrá-lo, fazer com que se misture e fazer a sua gestão"

Na ocasião, Almeida apresentou também as normas da qualidade do ar interior, exemplificando com acessórios e sistemas, como exaustão de garagens.


Alterações nas normas de filtragem

Inovadora solução para a automação de máquinas split

Palestra realizada na sede da ASBRAV, em Porto Alegre, apresentou principais mudanças previstas

Palestrante José Augusto Senatore falou em evento na capital gaúcha As mudanças previstas na Norma 16401, a respeito dos sistemas de ar condicionado do Brasil, adaptando as alterações da norma de filtros internacional, proporcionará, pela primeira vez, que o usuário perceba a qualidade do ar que está respirando. Em palestra na sede da ASBRAV o engenheiro mecânico, integrante da comissão de estudos especiais da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e gerente técnico para a América Latina da AFF - American Air Filter, José Augusto Senatore, explanou sobre as alterações que devem ocorrer. O evento abordou, também, formas para diminuir o custo total do sistema de ar condicionado usando filtros bem projetados, além de apresentar um comparativo entre filtros com as mesmas tecnologias mas com rendimentos diferentes.

- Uma das principais alterações é que atualmente temos uma classificação para distinguilos, e a partir de então, somente a eficiência vai ser levada em conta - cita Senatore. O engenheiro explica que o sistema em vigor não permite uma relação direta com o ar que se está respirando. - O usuário vai poder ver que o ar externo é ruim, filtrá-lo e transformar o ar interno em algo bom - completa o palestrante. Em fase de revisão, a norma 16401 e os aspectos que ela aborda, como conforto térmico, filtragem e renovação de ar, também integra a programação do Mercofrio 2016 - 10o Congresso Internacional de Ar Condicionado, Refrigeração, Aquecimento e Ventilação, que ocorre nos dias 13, 14 e 15 de setembro, no Centro de Eventos da Fiergs.

Profissionais do setor refrigerista gaúcho lotaram o auditório da ASBRAV na noite de 14 de julho para acompanhar, atentamente, o lançamento da nova e inovadora solução da AGST Controles e Automação. Coube ao sócio-fundador e diretor Comercial da AGST, José Dário Silveira D'Ávila, apresentar o sistema Conflex Light, um moderno controlador de design slim, que integrado a discretos módulos de interface (IrCom) permite realizar a comunicação com os equipamentos de climatização através da mesma tecnologia utilizada em controles remotos sem fio. - A AGST está atenta ao forte crescimento da adoção de equipamentos Mini Split (inclusive Inverter) na climatização de ambientes críticos. Por isso, estamos apresentando ao mercado este sistema de automação inovador, com alta praticidade e eficiência destacou José D'Ávila. Revista ASBRAV

17


Mercofrio chega à décima edição e se consolida como evento mais importante do setor de HVAC-R Tradicionalmente reconhecido por proporcionar debates qualificados, evento tem como novidade, em 2016, Seminário de Refrigeração para Supermercados equipamentos. Estamos otimistas e temos a certeza que teremos um congresso de muita qualidade - destaca a presidente da ASBRAV, Hani Lori Kleber. Com um público formado por professores, arquitetos, projetistas, consultores técnicos e acadêmicos, o Mercofrio traz quatro temas de acordo com o ASHRAE Handbooks: Fundamentos; Sistemas e Equipamentos de Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação; Aplicações de Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação; e, Refrigeração. AiPúblico do evento é formado por professores, arquitetos, projetistas e connda para Hani, três assuntos são sultores técnicos recorrentes nas edições do MerMultiplicação e aperfeiçoa- gresso, com o objetivo de trazer cofrio, como a qualidade do ar mento do conhecimento. Este profissionais, técnicos e usuários interior; o consumo energético; é o objetivo da 10ª edição do de sistemas de refrigeração. A e, fluídos refrigerantes. Congresso Internacional de Ar atividade deve atender principalCondicionado, Refrigeração, mente a área supermercadista, Aquecimento e Ventilação - Mer- contando com o apoio da Assocofrio 2016, principal evento da ciação de Supermercados do Rio ASBRAV - Associação Sul Brasilei- Grande do Sul (AGAS). ra de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação, - Ao chegar nesta edição que ocorre nos dias 13, 14 e 15 podemos avaliar o quanto o de setembro, no Centro de Even- Mercofrio se consolidou como o tos da FIERGS, em Porto Alegre. maior e mais importante evento do segmento de HVAC-R do sul A principal novidade neste do país. Além da troca de conheano é o Seminário de Refrigera- cimento podemos acompanhar ção para Supermercados, que o que está sendo produzido, as ocorre no primeiro dia do Con- técnicas e quais os avanços dos 18

Revista ASBRAV


10 aspectos importantes do Mercofrio 2016

1 3 5 7

Sob o tema "Simulando, Construindo e Verificando", a 10ª edição marca tanto a evolução do setor refrigerista quanto da realização do Congresso, conforme aponta o diretor da ASBRAV, Mário Alexandre Ferreira

15 palestrantes nacionais e internacionais abordam temáticas como as tendências da sustentabilidade; controle de ar condicionado em ambientes críticos; Internet das Coisas (conjunto de tecnologias integradas) entre outros.

Seminário de Refrigeração: É um evento inédito no Brasil, com o objetivo de criar um fórum de debate entre fabricantes, instaladores e usuários, com temas totalmente focados para o setor supermercadista.

Comissão Organizadora: Anderson Rodrigues (ASBRAV/Artécnica); Cristiane Paim (ASBRAV); Eduardo Müller (ASBRAV/Trane); Enio Bandarra (UFU/ANPRAC); Fernando Pozza (ASBRAV/ Daikin); Hani Lori Kleber (ASBRAV/ Kleber Representações); João Carlos Antoniolli (ASBRAV); João Pimenta (UnB/ANPRAC); Luiz Afonso Dias (ASBRAV/ Klift); Marcelo Marx (ASBRAV/Delta Frio); Márcio Hoffchneider (ASBRAV/ JCI Hitachi); Mário Alexandre Ferreira (ASBRAV/ Projetos Avançados); Maurício Carvalho (ASBRAV/ AirSide); Professor Dr Paulo Beyer (ASBRAV/ UFRGS); Paulo Presotto (ASBRAV/ ASHRAE Chpater Brasil); Ricardo Albert (ASBRAV/ Albert Engenharia); Telma Rosa (ASBRAV).

2 4 6 8 9 10

Apresentação de 41 trabalhos científicos nos níveis de graduação, mestrado e doutorado. Segundo o engenheiro mecânico, professor e doutor, Paulo Otto Beyer, é uma oportunidade de se aprofundar sobre temas relevantes. Público: Durante os três dias, o Congresso do Mercofrio reúne cerca de 300 pessoas, entre público participante, palestrantes, empresários e profissionais do setor refrigerista. Representação em 3 cidades: Florianópolis, Curitiba e Porto Alegre. Porto Alegre atua como uma grande anfitriã de profissionais, acadêmicos e empresários de todo o país durante o Congresso. Mini Cursos: 1. "Sistemas de resfriamento evaporativo", ministrado pelo professor da Universidade de Brasília (UnB), João Pimenta. 2. Ar Condicionado Central - Expansão Direta Prof. Engº Ademilson Xavier

Patrocinadores do Congresso: Armstrong; Daikin; Danfoss; Frigelar; Heatex; Johnson Controls; Midea Carrier; Sulgas; Trane.

Patrocinadores do Seminário: Deltafrio; Emerson Climate Technologies; Forane refrigerantes; Frigelar; Ziehl-Abegg. Apoiadores: ABCM; ABEMEC-RS; ABIAF; ABRAVA; ANPRAC; ASHRAE; Chillventa; CREA-RS; GBC Brasil; PUC-PR; SDCC; Sindratar; UFRGS; UFU; UnB; AGAS. Revista ASBRAV

19


Seminário de Refrigeração para Supermercados é uma das atrações Iniciativa conjunta da ASBRAV e da AGAS ocorre no dia 13 de setembro na FIERGS, em Porto Alegre, buscando a e disseminar o conhecimento sobre novidades e soluções no setor evento inédito no Brasil, o diretor do Grupo Setorial Refrigeração da ASBRAV, Marcelo Marx, pontua que o evento conta com uma sinergia muito grande entre os organizadores. - Contarmos com a parceria da AGAS é um fator que nos possibilita acreditar que o seminário será um grande sucesso - salienta Marcelo Marx. O evento terá, entre outros temas de grande interesse, a discussão em torno dos gastos com energia elétrica, que hoje representa o segundo item de custo fixo dos estabelecimentos, atrás apenas da folha de pagamento.

Sistemas de refrigeração são fundamentais nos supermercados O 10o Congresso Internacional de Ar Condicionado, Refrigeração, Aquecimento e Ventilação - Mercofrio 2016 terá uma grande e atraente novidade neste ano. É o Seminário de Refrigeração para Supermercados, voltado para profissionais, técnicos e usuários destes sistemas.

frigerantes, entre outros. - Esperamos possibilitar ao setor supermercadista uma oportunidade ímpar de acompanhar o ciclo de vida dos sistemas de refrigeração. Queremos criar um importante espaço de discussões entre fabricantes, instaladores e usuários, com foco específico neste segmento, um dos principais usuários de sistemas de refrigeração em todo o país destaca o 3o vice-presidente da ASBRAV e um dos idealizadores do seminário, Paulo Fernando Presotto.

A iniciativa, que conta com o apoio da Associação Gaúcha de Supermercados (AGAS), busca promover e disseminar o conhecimento, por meio de palestras específicas de refrigeração co-mercial e apresentação de produtos e aplicações com foco em inovação, eficiência energéTambém integrante tica, boas práticas e fluidos re- comissão que organiza 20

Revista ASBRAV

da este

- Ter condições de observar as novidades e soluções tecnológicas para reduzir este tipo de custo já é um grande atrativo para participar do seminário. Eficiência energética será um tema muito presente no encontro - reforça Marcelo Marx. O Seminário de Refrigeração para Supermercados será realizado no dia 13 de setembro, no Salão de Convenções da Fiergs, a partir das 8h.


Simulando - Construindo - Verificando Centro de Eventos FIERGS

13, 14 e 15 de setembro

PROGRAMA PRELIMINAR CONGRESSO MERCOFRIO 2016 DATA

13/09 Terça-feira

14/09 Quarta-feira

LOCAL

FIERGS - Salas D 300 - 3 andar

FIERGS - Salão de Convenções

FIERGS - Salão de Convenções

A partir das 08h00 - Credenciamento

A partir das 08h00 - Credenciamento

A partir das 08h00 - Credenciamento

08h30 - 09h Solenidade de Abertura

08h30 - 09h15 Francisco Dantas - ASHRAE BR Condicionamento Passivo

08h30 - 10h Sessões Técnicas Apresentações Acadêmicas

15/09 Quinta-feira

09h00-09h45 Terry Townsend - ASHRAE DL What’s Hot in Sustainability 09h45-10h00 Prêmio ANPRAC

10h - 10h30 - Coffee Break

10h00-10h30 - Coffee Break 10h30 - 11h15 Gilberto Dantas - JCI Controle de Ar Condicionado em Ambientes Críticos Estudo de Caso: Túnel Acelerador Sirius

MANHÃ

10h30 - 12h30 Sessões Técnicas Apresentações Acadêmicas

11h15-12h Márcio Pires de Paiva – SULGÁS Benefícios do uso de GN em Climatização Mario Sérgio de Almeida - MSA GHP – Casos de Sucesso 12h00-12h30 - Mesa Redonda

INTERVALO ALMOÇO

12h30 - 14h - Intervalo para Almoço 14h - 15h30 (atividades simultâneas) Sessões Técnicas Apresentações Acadêmicas Minicurso 1 - Parte 1 Sistemas de Resfriamento Evaporativo João Pimenta - UnB

TARDE

14h00-14h45 William Sandoval – TRANE A Internet das Coisas (IoT) Smart Devices - O que significa e os impactos para Sistemas HVAC e Automação Predial

Minicurso 2 - Parte 1 Ar Condicionado Central Expansão Direta Ademilson Xavier

14h45-15h30 Leandro Antunes Pereira ARMSTRONG Novas Tecnologias de Controle para Centrais de Água Gelada

15h30-16h00 - Coffee Break

15h30-16h0 - Coffee Break

16h00-18h00 (atividades simultâneas) Sessões Técnicas Apresentações Acadêmicas Minicurso 1 - Parte 2 Sistemas de Resfriamento Evaporativo João Pimenta – UnB Minicurso 2 – Parte 2 Ar Condicionado Central Expansão Direta Ademilson Xavier

NOITE

12h30 - 14h - Intervalo para Almoço

18h00 - Encerramento 1º Dia

16h00-16h45 Luciano Marcato - DAIKIN Centrais Térmicas Eficientes 16h45-17h30 Miha Kavcic - DANFOSS Soluções Eficientes e Tendências em HVAC

17h30-18h00 - Mesa Redonda

18h00 - Reunião Jantar ASHRAE

Patrocínio: Patrocínio Congresso:

Apoio: Apoio: Realização:

Realização: Realização:

09h15-10h00 Guido Petinelli Simulação Termoenergética e Verificação 10h00-10h30 - Coffee Break 10h30-11h15 Knud Foldschack - HEATEX Energy Recovery Ventilation with Air-to-Air Heat Exchangers 11h15-12h Terry Townsend - ASHRAE DL Steps Toward Achieving Advanced Performance in Existing Buildings 12h00-12h30 - Mesa Redonda 12h30 - 14h - Intervalo para Almoço 14h00-14h45 Cristiano Brasil – MIDEA CARRIER Da Arte do Invisível na Capela Sistina a Força do Rio Grande nos Eventos Esportivos 14h45-16h45 Painel FRIGELAR NORMA 16401 Roberto Lamberts - UFSC Conforto Térmico Wili Hoffmann - CB55 / CE138 Filtragem de Ar Mario Sérgio de Almeida - DNPC Renovação de Ar 16h45-17h15 - Mesa Redonda

17h15-18h00 Solenidade de Encerramento Coquetel


Solução integrada e inovadora Trane para atender as necessidades de climatização de cada edificação. O lançamento no portfólio TVR™ LX, sistemas de fluxo de refrigerante variável Trane, é uma nova solução testada que integra as unidades evaporadoras dos sistemas divididos Trane e as unidades condensadoras TVR™ LX. Com apenas um único ponto de contato para interligação, kit TVX, reunimos eficiência energética, flexibilidade, qualidade do ar interior e conforto para sistemas simples e integrados.

Capacidade de 5 a 50 toneladas de refrigeração. Aplicação ideal para ambientes com grande carga térmica e ocupação, em edifícios novos ou retrofit de sistemas HVAC existentes. Design flexível com montagem vertical, horizontal ou insuflamento para o piso. Opcionais como Caixa de Mistura e Filtros de G4 até HEPA A3 garantem a qualidade do ar interior. Suporte técnico Trane para elaboração de projetos especiais.

Acesse trane.com.br para saber mais sobre o sistema TVR™ LX ou entre em contato com o time de vendas Trane. ©2016 Ingersoll Rand


Por que os equipamentos condicionadores de ar no Brasil somente são disponibilizados na tensão elétrica de 220V? Interessante, antes de mais nada, atentar-se para o fato de que a potência elétrica é calculada em função da tensão e da corrente. Considerando-se constante o valor da potência, pois é inerente ao equipamento, tensão e corrente possuirão valores inversamente proporcionais. Significa que um equipamento conectado a uma rede elétrica cuja tensão seja de 220V irá demandar uma corrente elétrica de menor valor que a demandada por outro equipamento conectado a uma rede 110V ou 127V. No Brasil há diferentes níveis de tensão secundária trifásica de energia elétrica, 220V OU 380V. Do ponto de vista do fabricante, produzir equipamentos projetados para operar em rede elétrica de tensão monofásica 110V ou 127V tem custo maior que produzir equipamentos para monofásica 220V, por razões de economia de escala. Comercializar equipamentos destinados a dois ou mais níveis diferentes de tensões elétricas obrigaria 24

Revista ASBRAV

ao fabricante segmentar a linha de produção, o que acarretaria maiores custos. Como atender, então, aos residentes nas regiões com diferentes níveis de tensão da rede elétrica? A solução deu-se pela simples estratégia de poder-se obter, em qualquer das duas redes trifásicas, uma tensão de 220V; ou de duas fases (220V trifásica), ou entre fase e neutro (380V trifásica). Desta forma, um equipamento 220V monofásico pode ser aplicado em todas as regiões do país, trazendo benefícios tanto para os fabricantes quanto para o consumidor final.

Ricardo Vaz de Souza* Diretor Técnico da ASBRAV Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação


Saúde e Bem-estar: o “hot topic” das construções sustentáveis Um dos dados levantados por estudo desenvolvido recentemente pelo WGBC (World Green Building Council) comprova que despesas com funcionários, incluindo salários e benefícios, representam 90% dos custos operacionais de uma empresa. Diante deste cenário os executivos tem priorizado buscar resposta à pergunta: Como o meu prédio afeta as minhas pessoas?

em coletar de forma anônima através de questionário online, respostas sobre os fatores: qualidade do ar e ventilação, conforto térmico, iluminação, qualidade acústica, ocupação de espaços e ergonomia, áreas verdes e vistas, aspecto e percepções, localização e transporte e facilidades e conveniências. Este primeiro projeto de pesquisa compreendeu a coleta de respostas de mais de 270 ocupantes de escritórios Considerando a grande rele- certificados LEED CI, totalizando vância do tema, o Green Build- quatro diferentes empresas. ing Council Brasil (GBC Brasil) está desenvolvendo uma pesComo resultado, foi forneciquisa, que conta com a parce- do ao edifício ou escritório um ria do IPT (Instituto de Pesquisas relatório completo, por meio Tecnológicas), que tem como ob- do qual a empresa será capaz jetivo principal a análise de es- de identificar oportunidades de tudos de casos nacionais a fim melhorias em seu ambiente. Ainde verificar, através de métricas da há possibilidade de participaperceptivas e físicas, como o am- ção do segundo projeto de pesbiente sustentável nos escritórios quisa (edifícios não certificados), brasileiros influencia a saúde e o os interessados devem entrar em bem-estar dos colaboradores. contato com o GBC Brasil pelo e-mail: mairamacedo@gbcbraPara a obtenção da métrica sil.org.br perceptiva foi aplicado um questionário aos ocupantes de ediA métrica física será realizada ficações que foram certificadas pelo IPT em algumas das emprepela ferramenta internacional sas participantes. Esta métrica LEED (Leadership in Energy and será alcançada por medições, Environmental Design) na cat- como a iluminância no posto de egoria CI (Commercial Interior ) trabalho, nível de ruído externo e atualmente o questionário está interno, medições de temperatusendo aplicado aos edifícios não ra, umidade e velocidade do ar e certificados. Esta etapa consiste radiante média.

Coordenadora de Relações Institucionais e Governamentais do GBC Brasil, Maíra Macedo

Revista ASBRAV

25


Cursos para o setor refrigerista no Paraná ganham incremento com expansão dos laboratórios da ETP Escola Técnica Profissional de Curitiba, parceira da ASBRAV, amplia sua área laboratorial

Palestra traz pauta da eficiência energética em Centrais de Tratamento de Ar

Laboratório de Câmara Frigorífica com Painel Didático da Danfoss O diretor da ETP e diretor regional da ASBRAV no Paraná, Alexandre Fernandes Santos, destaca que a expansão laboratorial reforça o conceito do "conhecimento em ação", possibilitando aos profissionais de HVAC/R do Paraná a busca pelas melhores práticas de manutenção e instalação. A ampliação da estrutura destinada ao ensino nas áreas de refrigeração e ar-condicionado facilita a formação de profissionais com maior capacidade resolutiva e qualificação, deixando-os aptos a encarar um mercado de trabalho cada vez mais exigente. 26

Revista ASBRAV

A área conta com o Laboratório de Automação, utilizado para aulas que necessitam de softwares e computadores, envolvendo conteúdos de automação e programação, e o Laboratório de Refrigeração, que conta com diversos equipamentos, como manômetros digitais e kits de split inverter, preparados para realizar o balanceamento. O Laboratório de Câmara Frigorífica foi montado em parceria com a Danfoss Brasil, que forneceu o painel didático que reúne válvula de expansão eletrônica, inversores de frequência e quadro de automação.

Com uma abordagem voltada para a eficiência energética, ocorreu em junho a palestra "Benefícios da Recuperação de Energia Incorporada às Centrais de Tratamento de Ar", no auditório da Escola Tecnica Profissional, em Curitba-PR. O evento foi promovido pela a ASBRAV em parceria com a Airside. O palestrante foi o engenheiro e diretor técnico da Airside, Maurício Carvalho. Voltado para profissionais do setor refrigerista, foram discutidas as formas para aumentar a eficiência energética e diminuir custos desde o projeto até a operação.


Tecnologia reduz até 40% o consumo anual de energia em equipamentos de expansão direta do tipo VRV Palestra em Florianópolis/SC destacou a tecnologia VRT, que traz mais economia e eficiência Focando nos benefícios trazidos pela tecnologia VRT (Variable Refrigerant Temperature), a palestra "Novas Soluções e Tecnologias Aplicadas em Equipamentos de Expansão Direta do Tipo VRV" trouxe conteúdos importantes para os interessados no tema. O evento promovido pela a ASBRAV em parceria com a Daikin, ocorreu na noite de 4 de julho no auditório da FIESC Vice-presidência Sudeste, em Florianópolis. O principal objetivo foi difundir informações referentes as tecnologias para tornar os equipamentos VRV da Daikin mais econômicos em consumo de energia e custo de manutenção, dando ênfase na tecnologia VRT. Os sistemas VRT trazem uma redução de consumo anual de

"É mais barato, eficiente e rápido investir em eficiência energética do que investir na geração e distribuição de energia" Engenheiro de aplicação da Daikin e palestrante do evento, Fernando Pozza

Palestra abordou novas soluções e tecnologias em equipamentos energia elétrica de 25 a 40 %, aumentando a vida útil, operando melhor e com diferenças de pressão menores. Além disso, essa alternativa proporciona elevada confiabilidade e reduzidos custos com manutenção e troca de peças. Essa tecnologia já está incorporado a linha do VRV INOVA, comercializado no Brasil pela Daikin.

O público foi composto por engenheiros, projetistas, estudantes, técnicos de instalação e manutenção de sistemas de climatização assistiu a fala do palestrante. Profissionais de diferentes cidades como Joinville e Balneário Camboriú, qualificaram o debate com questionamentos de alto nível durante o evento.

A utilização de equipamentos Ao final do evento, os presencom esta tecnologia contribui tes participaram de um café forpara postergar o investimento necido pelos organizadores do do governo em geração e distri- evento. buição, bem como disponibiliza demanda elétrica para novos consumidores e investimentos. Revista ASBRAV

27


Setor refrigerista espera que a economia brasileira volte a crescer 2o vice-presidente da ASBRAV, Luiz Afonso Dias, destaca que os sinais de reação são positivos diminuição do volume de negócios. Desde meados de 2014 o setor refrigerista sente essa queda, seja na redução da produção dos equipamentos, seja nos pedidos efetuados pelo comércio. Os anos de 2015 e de 2016 realmente não foram bons para o nosso segmento, portanto, projeções mais animadoras para 2017 são sempre bem-vindas afirma Luiz Afonso. Na avaliação do dirigente da ASBRAV, a chegada dos dias mais quentes também poderá ser um aspecto importante no incremento das vendas do setor de HVAC-R. Segundo Luiz AfonLuiz Afonso Dias espera retomada da economia em 2017 so Dias, as empresas precisam Os tímidos sinais de reação que ra de Refrigeração, Ar Condicio- planejar seus próximos passos, a economia brasileira começa a nado, Aquecimento e Ventilação, gerindo com qualidade seus proapresentar no final do terceiro se- Luiz Afonso Dias, espera que cessos de gestão e de produção. mestre de 2016, geram perspec- estes indicadores que apontam tivas um pouco melhores para o a retomada econômica do país, - É um momento em que fidelipróximo ano. A melhora do ín- venham, efetivamente, a se con- zar clientes faz toda a diferença. dice de confiança do consumidor cretizar. Para ele, isso é um fator Com a redução do poder de e do empresariado, além da re- fundamental para que as empre- consumo da população, o mertomada, ainda que pequena, da sas do setor de HVAC-R, tanto da cado ficou suscetível as variações atividade industrial, são aspec- indústria quanto do comércio, de comportamento dos clientes. tos que mostram uma tendência possam recuperar seus indicado- Por isso, cada vez mais se torna mais animadora, inclusive com res em matéria de vendas e de essencial realizar um plano de projeções, para 2017, de um geração de empregos. ação a longo prazo, trazendo crescimento do Produto Interno segurança para o empreendi- Como a economia brasileira mento e a capacidade de passar, Bruto (PIB) brasileiro, na ordem de 1,2%, após dois anos consec- está enfrentando uma das pio- sem grandes sobressaltos, por res crises da história do país, períodos de oscilações como os utivos de queda acima dos 3%. e os bens que o setor fabrica e que vivemos atualmente - destaO 2o vice-presidente da comercializa são duráveis, existe ca Luiz Afonso. ASBRAV - Associação Sul Brasilei- um fator que acaba gerando a 28

Revista ASBRAV


ASBRAV há 20 anos trabalhando para o fortalecimento do setor de HVAC-R Refrigeração

Ar-Condicionado

Ventilação

Aquecimento

Parceiros Parcerias e cooperção técnica com entidades de ensino do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, bem como outras entidades representativas do setor

Mecânico de Ar-Condicionado e instalação, Cursos Projeto de Ar Condicionado e Simulação de Edificações, Curso Técnico de Refrigeração e Climatização em parceria com o Senai-RS. Mais de 4 mil alunos capacitados

Nossos parceiros no crescimento e desenvolvimento do setor. Descontos em cursos, eventos, Congresso Mercofrio e mais

Associados

Cursos

Palestras técnicas, Gestão Empresarial, Seminários, Workshops, fóruns com assuntos relevantes para o segmento

Palestras

Associe-se e venha fazer parte desta história ASBRAV – Sede Rua Arabutan, 324 – Porto Alegre/RS Fones: (51) 3342.2964 | 3342.9467 | 9151.4103 asbrav@asbrav.org.br Escritórios Regionais Santa Catarina: asbrav.sc@gmail.com Paraná: asbrav.pr@gmail.com

/asbrav

@asbrav

www.asbrav.org.br


Chillers em Série Centrais de Água Gelada com menor custo e maior eficiência

José Elias Orth* Quando um projeto energeticamente eficiente é rejeitado devido à contenção de gastos – algo comum em tempos de recessão econômica – cabe ao projetista ser criativo para entregar mais por menos. Períodos de economia desfavorável naturalmente motivam empresas e profissionais a reinventar, aprender e buscar novas formas de desenvolver seus projetos.

Sistemas de água gelada compõem uma parcela significativa do custo de implantação e operação em indústrias, comércio e varejo. Logicamente, espera-se um potencial muito grande para a redução de custos operacionais por meio da eficiência energética. O que muitos não esperam é que um projeto eficiente pode reduzir até mesmo os custos iniciais de instalação, gerando economia e benefícios visíveis desde o primeiro momento.

Consumo de Energia e Custo Total de Proprie- mo ou em indicadores únicos, como sua eficiência dade: em carga total (COP) ou parcial (IPLV). O projetista precisa estar ciente do consumo de energia global A adoção de valores típicos do AHRI Standard, do sistema como um todo, e a análise deve levar tidos como Regras de Ouro, como o T de 5.5°C em consideração as condições climáticas e o renos trocadores e a Saída de água gelada a 6.7°C, gime de operação. podem induzir ao desperdício. Ao iniciar os cálcuCom boas práticas de projeto e conceitos atulos para um novo projeto de Central de Água Ge- alizados é possível reduzir em até 10% os custos lada (CAG) que visa o conforto térmico, convém iniciais e ainda aumentar a eficiência do sistema adotar valores diferentes como ponto de partida, – até certo ponto. A partir disso, passa a ser nemais adequados a um projeto moderno, simples e cessário adquirir equipamentos e controles de eficiente. A partir de tais valores, apresentados na melhor desempenho e maior custo. Tabela 1, busca-se a combinação ideal. A Figura 1 apresenta uma curva que ilustra investimento correlacionadoa eficiências globais típicas de CAG, em kW /TR. Quanto menor o consumo específico e menor o investimento, melhor. Figura 1 - Correlação Investimento x Eficiência Global de uma CAG.

O principal é adotar diferenciais de temperatura maiores: com o aumento do T, reduz-se drasticamente a vazão de água e a potência de bombeamento. Adicionalmente, há uma redução dos custos iniciais: menor diâmetro da tubulação e isolamento, tamanho das motobombas, torres de É neste ponto que uma análise do TCO (Total resfriamento, infraestrutura, entre outros. Da mesma forma, um equívoco muito comum Cost of Ownership, ou Custo Total de Propriedade) em projetos de toda natureza é selecionar cada se faz necessária para determinar até que ponto equipamento com base apenas em seu ponto óti- faz sentido aumentar os investimentos. “O TCO é 30

Revista ASBRAV


o indicador mais significativo para o cliente, pois informa qual terá sido o custo total do sistema ao final de um período específico”, explica Diogo Angelo Stradioto, gestor executivo de projetos de eficiência energética da EDP. O indicador considera custos de aquisição, manutenção, operação, financeiros, entre outros. A figura abaixo ilustra o caso real de uma CAG de 1200TRs de um shopping Center, evidenciando o custo inicial da instalação tradicional versus uma eficiente, com custos acumulados de energia ao longo de 15 anos. Obteve-se uma redução de 4% no investimento inicial e 15% no consumo de energia. É uma economia de R$19.5M que, convertido em valor presente, representaria metade do investimento inicial. Figura 2 - Correlação Investimento x Eficiência Global de uma CAG.

água mais baixa no evaporador e mais alta no condensador, por exemplo, aumenta o lift. Buscando reduzir esse esforçodos compressores, entra o arranjo de chillersem série, com a água gelada passando por dois chillers, um após o outro. Um dos circuitos de refrigeração é beneficiado com um Liftreduzido, pois a água gelada é apenas pré-resfriada no chiller a montante, com seu resfriamento concluído no chiller a jusante. Dado um circuito de água gelada de 5 a 15°C, com chiller A e B em série: 1) Água entra no chillerA a 15°C; 2) Sai do A, entra no B a 9.7°C; 3) Sai do B a 5.0°C; O chiller A nessa condição é capaz de produzir mais refrigeração (53% do total), ou seja, o chiller B terá menor carga e ambos ganham eficiência. Figura 3 – Arranjo Paralelo (esq.) e em Série (dir.). Cortesia: Trane.

ARRANJO HIDRÁULICO EM SÉRIE A mera utilização de um maior T na água gelada, além dos benefícios citados, cria outras oportunidades, das quais uma se destaca por elevar a eficiência e minimizar a penalidade de utilizar água em menor temperatura: chillers em série. No ciclo de refrigeração o compressor tem de elevar o gás refrigerante da baixa à alta pressão. Quanto maior a diferença de pressão (lift) entre sucção e recalque, maior a energia necessária para efetuar esse trabalho. O lift diretamente proporcional à diferença de temperatura do refrigerante no condensador e evaporador. Saída de

Compressores centrífugos se beneficiam muito de reduções no lift, aumentando significativamente sua capacidade e eficiência – por vezes, é possível até mesmo reduzir o tamanho do equipamento. O arranjo pode ser feito com chillers a ar, com compressores parafuso ou até mesmo com três equipamentos. Porém não é recomendável sua aplicação em sistemas de vazão constante, com baixo T, ou ainda em chillers que controlam sua capacidade por meio do número de compressores. Outros cuidados simples precisam ser tomados, como criar um by-pass de manutenção entre cada chiller, permitindo a operação individual.

Revista ASBRAV

31


SÉRIE-CONTRAFLUXO A evolução do conceito é ter condensadores a água em série também, porém com sentido de água de condensação contrário ao de água gelada. Tal arranjo é chamado de série-contrafluxo (SCF) e reduz o lift em ambos os chillers, pois o chiller "B" terá menor temperatura na saída do condensador. É importante ressaltar que as temperaturas devem ser determinadas com cuidado, sobretudo em regiões de TBU elevada. Figura 4 – Arranjo em Série-Contrafluxo NaTabela 2, há um comparativo simples, considerando os seguintes casos: chillers em paralelo com valores padronizados, com valores recomendados, com evaporadores em série e, por último, em série-contrafluxo. O exemplo considerou uma CAG de 1500 TRs de condensação a água e trocadores de 1 passe, mas o mesmo pode ser feito de forma economicamente viável em sistemas menores. A primeira opção, além de ter maior consumo, tem maior custo inicial devido a bombas e torres maiores. As demais têm custos semelhantes: o arranjo SCF tem menor custo nos equipamentos, mas requer uma automação mais robusta.

Em regiões de clima frio, é possível substituir a operação do chiller a montante por trocadores de calor e torres de resfriamento, obtendo Free Cooling; Da mesma forma, a instalação de Variador de Velocidade em um dos chillers deve ser estudada; É possível subdividir ainda mais o liftutilizando chillers com dois circuitos de refrigeração, postos em série internamente; Recuperação de calor para fornecimento de água quente, aproveitando-se das temperaturas mais elevadas no condensador do chiller à jusante. Primário Variável: não só recomendado, é fundamental. Reduz-se a vazãomantendo o T entre chillers, reduzindo drasticamente a potência de bombeamento. Com a lógica de controle adequada, é possível trabalhar de forma ainda mais eficiente com tanques de termoacumulação e controle de demanda elétrica. CONCLUSÃO

Dispor trocadores em série, tanto evaporador como condensador, traz diversos benefícios: maior capacidade, maior eficiência, menor custo inicial e operacional. Mas, antes de tudo, é recomendável se aprofundar no assunto. O arranjo em série aumenta a complexidade do projeto, especialmente no que tange ao controle e automação. Os benefícios nas etapas posteriores, no entanto, mais do que compensam a dificuldade no projeto. E na opinião de Francisco Redondo, diretor da Arclima Engenharia, não há o que discutir: “Nossa primeira instalação de chiller em série tem 20 anos SINERGIA e hoje não tenho uma obra sequer em shoppings que não seja assim. Não é economicamente viável Por disponibilizar água gelada a diferentes tem- fazer de outro jeito.” peraturas e operar com um retorno de água gelada mais quente, háforte sinergia com outras ações de eficiência utilizadas em projetos térmicos avançados, como: - Série com 3 chillers, fornecendo água gelada a, por exemplo: - 4°C para um sistema dedicado de ar externo / Projetista Sênior; Eng° Mecânico desumidificação; APS Soluções em Energia – Grupo EDP - 10°C para serpentinas de conforto térmico; jose.orth@apsengenharia.com.br - 18°C para vigas frias, piso e teto radiante. 32 Revista ASBRAV


Painéis elétricos garantem climatização no Shopping Pátio Batel, em Curitiba

Sustentáveis e econômicos


Controlar o resfriamento de grandes ambientes em horário de maior movimento, suportar altas correntes e proporcionar economia energética, estas são as principais características dos painéis elétricos, produtos que têm se tornado uma referência em projetos de climatização pelo Brasil. A Engerey Painéis Elétricos, empresa que atua há mais de 14 anos no desenvolvimento de projetos e montagem de painéis elétricos, foi a responsável pela instalação de cinco unidades no sistema de climatização do Pátio Batel, em Curitiba, um dos mais modernos shoppings do Brasil. Para atender a área de mais de 20 mil m², que compreende um espaço para 200 lojas, praça de alimentação, 8 salas de cinemas e restaurantes, foi elaborada uma central de água gelada, controlada por um sistema de automação que aciona e opera os "chillers", bombas e torres de resfriamento, além de ligar o ar-condicionado.

Sistema conta com cinco painéis elétricos instalados

- Nós utilizamos uma solução totalmente Engerey, adaptando uma tecnologia alemã para desenvolver estes painéis. Nós fizemos todos os cálculos de curto circuito e refrigeração para o funcionamento efetivo do equipamento - explica o gerente comercial da Engerey, Meneghetto Alberti. Os painéis elétricos utilizados, de acionamento de motores e inversor de frequência, suportam uma corrente de 2.500 amperes, apresentando, ainda, aspectos que auxiliam no controle do resfriamento do ambiente em horários de grande movimento, liberando 1.600m³ de água gelada por 3 horas/dia.

Devido ao controle térmico utilizado no desenvolvimento dos painéis, os equipamentos funcionam apenas quando necessário. Os inversores de frequência oferecem, também, uma precisão e economia de energia. Ainda entre as funcionalidades dos painéis está a estocagem da temperatura da água após o horário de funcionamento; abertura e fechamento de válvula de balanceamento; e, o controle da pressão, ajustando a vazão de ar gelado. Os dispositivos contam com sensores nos ambientes onde estão instalados, enviando comandos através de controladores digitais interligados ao sistema de automação. Revista ASBRAV

35


Cursos GBC Brasil O GBC Brasil é uma ONG que fomenta a Indústria da Construção Sustentável no Brasil. Parte de um movimento mundial com mais de 100 GBCs, somos os responsáveis pela certificação Internacional LEED, que é utilizada em 157 países, sendo que o Brasil esta entre os TOP 4. "Temos certeza que a continuidade desta parceria com a ASBRAV, instituição consolidada no mercado nacional, contribuirá para que o GBC Brasil atinja seu objetivo estratégico de criar uma forte rede colaborativa, atuante na transformação do mercado da construção civil e cultura da sociadade, em direção a sustentabilidade." Felipe Faria - Diretor Executivo do GBC Brasil

Cursos com parceria:

Data: 28 e 29/10 O Curso: Apresentará de uma forma clara e didática todas as ações

LEED NC e CS

Novas Construções e Envoltória

necessárias para a obtenção desta certificação junto ao USGBC, com a discussão de todos os pré-requisitos, créditos e pontuações que levarão a construção a obter o certificado Internacional LEED NC v3 ou v4 para novas construções em grandes reformas, bem como apresentar o sistema LEED CS v3 ou v4 de certificação direcionada a edifícios comerciais, sua aplicação e as vantagens mercadológicas da pré-certificação.

Local: Rua Arabutan, 324 - Navegantes - Porto Alegre, RS Investimento: R$ 660,00 para membros GBC Brasil e ASBRAV Data: 09 e 10/12

Como se tornar um LEED GA (Green Associate)

O Curso: O curso oferece um panorâma geral sobre a Indústria da Construção Sustentável no Brasil e prepara o profissional para realizar a prova de LEED Green Associate, certificado reconhecido internacionalmente.

Local: Rua Arabutan, 324 - Navegantes - Porto Alegre, RS Investimento: R$ 660,00 para membros GBC Brasil e ASBRAV

Todas as inscrições devem ser realizadas pelo website: gbcbrasil.org.br

Construindo um futuro sustentável


il

m al

a:

ão a ,

a

ACEL AR CONDICIONADO ECOLÓGICO ACJ ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO ACMASUL SISTEMAS DE VENTILAÇÃO

(51) (51) (51)

3211-4530 3041-4845 3013-4289

CONCEITO TÉCNICO PROJ PLAN ASSES CONFORTARE AR CONDICIONADO CONSTARCO ENGENHARIA E COMÉRCIO

(51) (51) (11)

3221-2137

JOHNSON CONTROLS BE DO BRASIL

(51)

2102-6200

3311-0000

JOSÉ HAROLDO CARVALHO SALENGUE

(51)

2121-9114

3933-5000

JOSÉ RADZIUK

(51)

3341-7548

(51)

3731-1111

ACÚSTIKA SUL ENGENHARIA

(51)

3344-1188

CURTIS CONSULTORIA

(51)

3028-2945

JOSÉ RENÊ FREITAS GASSEN

ADEMIR SILVA

(51)

3347-7079

DAIKIN MCQUAY AR COND DO BRASIL

(51)

3237-3050

JULIANO NOETZOLD

(51)

9225-8009

AERODUTO AR CONDICIONADO

(51)

3343-4983

DAMIANI CLIMATIZAÇÃO

(41)

3074-1144

JÚLIO CÉSAR SILVA DA SILVA

(51)

3367-1059

AGRAZ REFRIGERAÇÃO

(51)

3751-2691

DANNENGE SOLUÇÕES DE ENGENHARIA

(48)

3333-3002

JULIO ZIMMERMANN

(51)

3712-2941

AGST CONTROLES E AUTOMAÇÃO

(51)

3343-8875

DÁRIO DA ROSA CRUZ

(51)

3741-7929

KLEBER REPRESENTAÇÕES

(51)

3341-9171

AIR CLEAN - M C PEREIRA & CIA

(51)

3426-1676

DELEON DOS REIS VITH

(51)

3529-5062

KLIFT SERVIÇOS DE CLIMATIZAÇÃO

(51)

2117-7855

AIR COOL MANUTENÇÃO E INSTALAÇÃO

(51)

3478-4323

DELTAFRIO IND DE REFRIGERAÇÃO

(51)

3536-1551

KLIMA ENGENHARIA

(47)

3206-6772

AIR DATUM ENGENHARIA

(51)

3326-1933

ECCOSYSTEMS SOLUÇÕES AMBIENTAIS

(51)

3307-6597

KLIMASUL – JB & MP COM REPRES

(51)

4103-0525

AIR SHOP EQUIP CONFORTO TÉRMICO

(51)

3094-2888

EDUARDO GUS BROFMAN

(51)

3331-6615

LC PETRY COM IMP EXP

(51)

3470-0505

AIRSIDE IND COM PROD CLIMATIZAÇÃO

(51)

3473-6258

EGON WERNER BECKER

(51)

3259-1695

LF WOLMANN

(51)

3414-5460

ALBERT ENGENHARIA

(51)

3342-3905

EJR ENGENHARIA

(51)

3346-1205

LG ELETRONICS DA AMAZONIA

(51)

3206-0210

ALCIDES CAMINHA LEITE

(55)

9105-0612

ELETRO AR SUL

(51)

3340-1247

LINDOMAR VIEIRA DA COSTA SILVA

(51)

3673-1570

ALEXANDRE TOCCHETTO

(51)

3357-2225

ELETROCON RS INSTAL E MANUTENÇÃO

(51)

3034-6434

LUCIANO LOPES SIMÕES

(51)

3086-4035

AMANDA LAMIM DOS SANTOS EPP

(47)

3323-3277

ENCLIMAR ENGENHARIA CLIMATIZAÇÃO

(44)

3371-2841

LUZITANA AR CONDICIONADO

(51)

3343-2099

AMBIENTALIS ANÁLISES DE AMBIENTES

(48)

3028-3069

ENGE REPRESENTAÇÕES TÉCNICAS

(51)

3737-7751

LUIZ ANTONIO PICOLLI JR

(51)

3208 1316

AMILLPASSOS REFRIGERAÇÃO INDL

(51)

35815-456

ENGEMESTRA ENG MEC E SEG TRAB

(51)

3061-3935

M. CESA COMP AR COND REFRIG

(51)

3338-7439

ANDERSON RODRIGUES

(51)

3212-3490

ENGENHAR CLIMATIZAÇÃO

(51)

3594-7830

MAGNUS RECUP DE COMPRESSORES

(51)

3473-3540

3342-5433

MARCELO FOSCHIEIRA CHRISTINI

(51)

3237-5209

3334-3100

MARCELO GOMES CAJU

(51)

3062 0193

3557-6001

MARCELO MACIEL DE SANTA HELENA

(51)

3279-7563

(41)

3045-5825

ANNEMOS TECNOLOGIA DE RESFRIAMENTO ARCONET ARMACELL BRASIL

(51) (41) (12)

3319-1944 3032-4390 3648-6900

ENGETÉRMICA AR CONDICIONADO EPEX IND COM DE PLÁSTICOS ERA DO GELO CLIMATIZAÇÃO

(51) (47) (51)

ARMANT AR CONDICIONADO

(51)

3085-8050

ESCOLA TÉCNICA PROFISSIONAL

(41)

3332-7025

MARCHIORI COMÉRCIO DE SERVIÇOS

ARMAX AR CONDICIONADO COM SERV

(51)

3339-2931

EUROCABLE BRASIL IMP EXP

(51)

3375-8200

MARCO ANDRE RIBEIRO HORBACH

(51)

3473 1340

ARNOLDO CARLOS GONÇALVES BESKOW

(51)

3222-8966

FABIO VARGAS DA SILVA

(51)

3401 2477

MARCIO ELAUTÉRIO DE FREITAS

(51)

9976-7960

ARSA CONSULTORIA COM REPRES

(51)

3332-1820

FÁTIMA ROSALI SILVEIRA ALFONSIN

(51)

3672-1091

MARCUS VINÍCIUS SIMIONI

(51)

3208-2958

ARSELF AR CONDICIONADO

(51)

3337-3434

FERNANDO DE ANDRADE MANIQUE NETO

(51)

3496-9838

MAURO CÉSAR RABUSKI GARCIA

(51)

3022-1493

ARTECH CLIMATIZAÇÃO

(51)

3033-2912

FLÁVIO RIBEIRO TEIXEIRA

(51)

8424-3645

MAURO ULLMANN CLIMAT REFRIG

(51)

3013-5141

ARTETEC ARQUITETURA E ENGENHARIA

(51)

3341-4934

FRIGELAR COMÉRCIO E INDÚSTRIA

(51)

3314-8919

MEDEIROS ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO

(51)

3012-7644

BARELLA ENGENHARIA

(54)

3314-8755

FRIO DO VALE

(51)

9606-6209

MERCATO AUTOMAÇÃO - SMART SOLUÇÕES

(51)

3032-1777

BDS AR CONDICIONADO

(51)

3337-3355

FRIZA COM MAT ELET HIDRÁULICOS

(51)

3462-1519

MONOFRIO - HBSR REFRIG DE LÍQUIDOS

(51)

3458-1222

BELTERM CLIMATIZAÇÃO

(51)

9115-1572

FULL GAUGE CONTROLS

(51)

3475-3308

MONTÉRMICA REFRIG E AR CONDICIONADO

(51)

3435-4007

BERDES SERVIÇOS

(51)

3279-1283

GBF IND COM EQUIP INDUSTRIAIS

(51)

3352-0333

MP AUTOMAÇÃO

(51)

3551-0737

BERLINERLUFT DO BRASIL

(51)

3589-3912

GIRELLI

(41)

3349 2964

MRI ENGENHARIA

(51)

3471-5532

BRY-AIR BRASIL CLIMATIZAÇÃO

(41)

3698-2222

GLAUCO MORGANTI DA COSTA FERREIRA

(41)

7817-8411

NEOCLIMA AR CONDICIONADO

(51)

3061-5040

CARAVAGGIO REFRIG E SERVIÇOS

(55)

3421-1941

GLOBUS SISTEMAS ELETRÔNICOS

(51)

3205-0555

NILTON LUIS BATISTA CALEGARI

(51)

3344-5334

CARLOS ALBERTO BRIGEIR DA SILVEIRA

(51)

3443-4560

GM AR CONDICIONADO

(51)

3451-1600

NOVUS PRODUTOS ELETRÔNICOS

(51)

3323-3600

CARLOS ERNESTO OSTERKAMP

(51)

3036-6060

GOOD SERVIÇOS DE CLIMATIZAÇÃO

(41)

3667-2010

OCTO REFRIGERAÇÃO E ELÉTRICA

(51)

3428-7065

CASC COM INST AR CONDICIONADO

(51)

3273-0525

GUSTAVO ARGENTINI

(51)

9192 2658

PAULO DE TARSO FONTOURA DA SILVA

(51)

3221-6766

3366-2733

PAULO OTTO BEYER

(51)

3308-3928

3472-8732

PAULO RENATO DOS REIS

(51)

3028-1460

3012-3842

PAULO RENATO PEREZ DOS SANTOS

(51)

3320-3584

CARLOS ALBERTO BRIG DA SILVEIRA CERT ENGENHARIA CEZAR AUGUSTO B RAIMUNDO

(51) (51) (51)

3443-4560 3711-7889 3223 8697

HEATEX BRASIL TROCADORES DE CALOR HEITOR MACHADO VICARI JÚNIOR HITACHI AR CONDICIONADO DO BRASIL

(47) (51) (51)

CLEMAR ENGENHARIA

(48)

3331-3000

IMARCON PRESTADORA DE SERVIÇOS

(51)

3446-2597

PAULO VELLINHO (SÓCIO HONORÁRIO)

CLIMA SHOP QUALIDADE AR INTERIOR

(48)

3028-2825

INSTATEC INDÚSTRIA METALÚRGICA

(51)

3061-3968

PERTILE AR CONDICIONADO

(51)

3464-1201

CLOVIS FERNANDO VASQUEZ AMARO

(51)

9164-8667

INTERTECH

(21)

2426 3044

PETINELLI

(41)

3029-2289

COLD FRIGOR - RER SISTEMAS TÉRMICOS

(51)

3074-9997

ISOTERM INSTALAÇÕES

(51)

3465-5530

PLANIDUTO AR CONDICIONADO

(51)

3336-2633

COLDAR ENGENHARIA E COMÉRCIO

(51)

3343-3315

JOÃO CARLOS BIDEGAIN SCHMITT

(51)

3209-4342

PRODEPRED AUTOMAÇÃO

(51)

3477-1302

COLDBRAS

(51)

3303-2222

JOAPE IND EQUIPAMENTOS AMBIENTAIS

(51)

3205-2555

PROJELMEC VENTILAÇÃO INDUSTRIAL

(51)

3451-5100

PROJETOS AVANÇADOS ENGENHARIA

(51)

3330-6400

Revista ASBRAV

37


PROTÉRMICA CLIMATIZAÇÃO

(48)

3015-4659

SOCLAM AR CONDICIONADO

(51)

3217-1948

URANUS AR CONDICIONADO

QUAD CLIMA – QUADRANTE SOLUÇÕES

(51)

3086-4312

SPM ENGENHARIA

(51)

3332-1188

VALAYR WOSIACK (SÓCIO HONORÁRIO)

QUIMITEC QUÍMICA INDUSTRIAL

(41)

3668-2055

SPRINGER CARRIER

(11)

5585-2199

R7 SERVIÇOS DE CLIMATIZAÇÃO

(47)

3328-2808

SR REFRIGERAÇÃO E MANUTENÇÃO

(51)

3261-4874

RECOM RECUP DE COMPRESSORES RECOMSERVICE SUL REFRIGERAÇÃO CAPITAL

(51) (51) (51)

3343-9254 3065-6701 3326-2366

SUL CLIMA ENGENHARIA

(51)

SUL FRIO REFRIGERAÇÃO

(55)

SULCESAR REPRESENTAÇÕES

(51)

(51)

3222-8654

VERTICON SERVIÇOS E COMÉRCIO

(51)

3118-0173

VIDALAR PROJETOS INSTALAÇÕES AR COND

(49)

3319-9300

3032-1129

VITOR REFRIGERAÇÃO

(51)

3561-2534

3026-2170

VOLTYS SOLUÇÕES EM CLIMATIZAÇÃO

(54)

3435-1279

3337-1857

VRF ENGENHARIA DE CLIMATIZAÇÃO

(41)

3073-5701

YBEMAC AR CONDICIONADO

(51)

3337-7390

REFRIGERAÇÃO DE CONTO

(51)

3336-1920

SUPERMERCADOS GUANABARA

(51)

3230-1200

REFRIGERAÇAO DUFRIO COM IMP

(51)

3778-7555

TEC AR COM DE AR CONDICIONADO

(51)

3032-5452

REFRIGERAÇÃO ELÉTRICA D’LUX

(51)

3476-5786

TECNOENGE AR CONDICIONADO

(51)

3347-6328

REFRIGERAÇÃO TUDO FRIO

(51)

3443-8845

TECNOLÓGICA CONFORTO AMBIENTAL

(48)

3240-0505

REFRIMAK PEÇAS E SERVIÇOS

(51)

3473-6388

TELCO EQUIP DE REFRIGERAÇÃO

(51)

3354-6797

RIMA ENGENHARIA

(51)

3337-8989

TELEINFORMÁTICA SUL

(51)

3084-0620

RODOLFO THOZESKI KRAMM

(51)

3423-4280

TEMPCONFORT ENG DE CLIMATIZAÇÃO

(51)

3362-6427

ROGER MERG SARAIVA

(51)

8131-9604

TERMOPROL ZANOTTI DO BRASIL

(51)

3341-4805

Lucio Albino Amaro da Silva

RONALDO MULLER

(51)

3047-3323

TESTO DO BRASIL INSTRUMENTOS MEDIÇÃO

(19)

3731-5800

Maicon Aurelio

RONI DE LIMA SANTOS

(51)

3319-7275

TESTONI IND E COM – GTA DO SUL

(51)

3341-4411

Ademilson dos Santos Xavier

(51) 8575-0797

S & P BRASIL VENTILAÇÃO - OTAM

(51)

3349-6363

TIAGO JOSÉ BULLA

(51)

3231-2144

Refrigesa

(51) 9905-9711

SÃO CARLOS AR CONDICIONADO

(51)

3473-9417

TIMÓTEO FERNANDES DE SOUZA

(51)

8122-0623

Fernando DUTRA DEL CASTILLO

(53) 3235-9020

SCHEIN GESTÃO EMPRESARIAL

(51)

3337-1118

TOSI INDÚSTRIA E COMÉRCIO

(11)

4529-8900

Noe Rodrigues Soares Dutra

(51) 34581002

SERRAFF IND TROCADORES DE CALOR

(51)

3716-1448

TOTALINE - PEÇAS EQUIP REFRIG AR COND

(51)

3337-4466

Beto Refrigeração

(51) 3416-0900

SICTELL IND COM PROD ELET METAL

(47)

3452-3003

TRANE INGERSOLL RAND

(51)

3337-1188

Doctor Clima

SILVIO DE MACEDO MARQUES

(51)

3391-6502

TROMPOWSKY REPRES COMERCIAIS

(48)

9185-9494

Rodrigo Saibro

SÓ FRIO IND COM DE REFRIGERAÇÃO

(51)

3261-9282

UDO ADOLF

(51)

9985-3254

Climatiza

( 51) 3557-289 (51) 8579-5040

(51) 3557 8384 (51) 3469 8183 (51) 30599090

Setembro Seminário de Refrigeração para Supermercados Data: 13/09

Outubro Mercofrio na FIERGS, em Porto Alegre (RS) Datas: 13/09, 14/09 e 15/09

38

Revista ASBRAV

Curso GBC Brasil - LEED NC e CS Datas: 28 e 29/10

EnergyPlus 2 Soluções Ativas (RS) Datas: 23/09, 24/09, 14/10 e 15/10

EnergyPlus 2 Soluções Ativas (Curitiba - PR) Data: 21/10, 22/10, 18/11 e 19/11

Novembro EnergyPlus 3 - Soluções Passivas (Porto Alegre - RS)


Revista Asbrav - Especial Mercofrio  
Revista Asbrav - Especial Mercofrio  
Advertisement