Issuu on Google+

DE’Qúecas N O V O S   F I TA D O S   D O   C U R S O   D E   E N G E N H A R I A   Q U I M I C A

U N I V E R S I D A D E   D E   C O I M B R A Q U E I M A   D A S   F I T A S     2 0 1 2


DAS

QUEIMA FITAS 2012

“Para  tudo  hĂĄ  um  tempo,  para  cada  estudante‌um  momento.â€? Cabra  toca,  começam  os  primeiros  acordes  da  Serenata  Monumental,   vĂŞ-­se  o  mar  de  negro  na  praça  da  SĂŠ  Velha  e  torna-­se  impossĂ­vel  nĂŁo   sentir  jĂĄ  saudade  de  algo  que  ainda  nĂŁo  acabou. A  tradição  única  e  eterna,  o  passado  e  presente  desta  cidade  misturam-­ -­se,  apoderam-­se  dos  nossos  coraçþes  e  sabe-­se‌isto  Ê  Coimbra. É   nesta   cidade   do   conhecimento,   que   a   Queima   das   Fitas   se   assume   com  o  culminar  de  sĂŠculos  de  HistĂłria  e  tradição  acadĂŠmica.  Comple-­ tando  113  anos  de  existĂŞncia  Ê,  e  serĂĄ  sempre,  a  maior  festa  acadĂŠmica   portuguesa.  A  saudade,  o  desgosto  e  a  “esperança  de  um  dia  cĂĄ  voltarâ€?   URPSHPGRVSHLWRVGRVÂżQDOLVWDVTXHVHXQHPHFRQWHPSODPHVWHVHQ-­ timento  único  e  inexplicĂĄvel  que  se  vive  em  Coimbra,  na  Queima  das   Fitas.   Cada  momento  tem  o  seu  encanto,  cada  canto  tem  a  sua  histĂłria.  A  nos-­ talgia  da  Serenata  Monumental,  o  “glamourâ€?  do  Baile  de  Gala,  a  alegria   do   cortejo‌   tudo   marca   de   forma   irreversĂ­vel   o   estudante   que   passa   por  esta  “cidade  de  Pedro  e  InĂŞsâ€?.  A  Queima  das  Fitas  vive  de  cultura,   desporto,  tradição,  mas  acima  de  tudo  de  momentos  marcantes,  pois  sĂŁo   estes  os  que  nunca  serĂŁo  esquecidos. “Hoje  Coimbra,  AmanhĂŁ  Saudade!â€?

Saudaçþes  AcadÊmicas A  Comissão  Central  da  Queima  das  Fitas  2012


O tempo passa. Passam os dias e os anos. Passam as dificuldades. Passam as noites de estudo. Passam as noites boémias. Passam as angústias e os medos. E o que fica? Ficam as alegrias. Ficam as memórias das horas passadas com amigos. Fica a esperança. Fica a saudade. Fica o conhecimento. Fica Coimbra. Aqui chegamos sem nada e daqui sairemos Homens. Mais que Homens formados pelas “lentes” e pelas “sebentas”, sairemos formados pela mãe Coimbra: pelas badaladas da velha cabra que nos despertam, pelas cordas de uma guitarra que nos embalam, pela moca, colher e tesoura que nos educam, pela capa que nos proteje, pela Queima das Fitas que nos ensina a palavra “companheiro”. Cada momento nesta cidade enche o nosso vazio e cada rua e lugar marcam a nossa história. Cada percurso que percorremos e meta que alcançámos nos recordam as dificuldades que tivemos que ultrapassar e as recompensas que obtivemos. E esta nova condição para nós – a de novos fitados de Engenharia Química – não é excepção. Tal representa, antes de mais, o nosso percurso académico. Representa ainda as nossas vivências. Mas representa também a esperança no futuro, que as nossas fitas brilhando ao Sol nos fazem esperar com alegria. Mas não fizemos esta caminhada sozinhos. Por isso agradecemos àqueles com quem convivemos estes anos: Aos nossos Pais Aos nossos Familiares Aos nossos Amigos Aos nossos Colegas Aos nossos Professores Aos nossos Patrocinadores A todos aqueles com quem tivemos o prazer de partilhar experiências. Para alguns é a primeira Queima das Fitas, para outros é a última, mas para todos, é COIMBRA. Saudações Académicas, Os novos fitados de Engenharia Química.


Caros estudantes de Engenharia Química A vida é pautada por momentos marcantes, que devem ser vividos e sentidos com intensidade, tirando partido da energia benéfica que deles advém. Exemplo solene, a nível individual e coletivo, é a Queima das Fitas, em particular na academia coimbrã, sendo o primeiro símbolo da fronteira entre a vida de estudante em exclusividade e a vida mais ativa do ponto de vista profissional. Em Coimbra aprendem a pensar e a raciocinar, a viver e a sentir, a ouvir e a saber emitir opinião própria. A vossa formação é multidisciplinar para fazer face a um Mundo em permanente evolução. Os desafios que vos esperam são muitos e grandes, mas também são extraordinárias oportunidades para desabrocharem o melhor que há dentro de vós. Deem liberdade à imaginação para ganharem a vida ao mesmo tempo que contribuem para um Mundo melhor. Sejam autoconfiantes mas com a humildade própria dos grandes seres, sejam empreendedores mas solidários com os mais desfavorecidos, sejam audazes mas sempre eficientes, económicos e respeitadores dos diversos ambientes que vos rodeiam. Nós somos os grandes decisores e os timoneiros da nossa própria vida. Que a preguiça, o medo ou qualquer outro nevoeiro não vos impeça de traçar o rumo, para não desperdiçarem os ventos favoráveis. Para todos os meus sinceros votos das maiores felicidades para serem os agentes da mudança, que espero e desejo venham a ser. Um abraço Jorge M. Santos Rocha Diretor do DEQ/FCTUC


NOVOS  FITADOS  DE  ENGENHARIA  QUÍMICA  UC Ana  Rita  Duarte  Gomes Ana  Rita  Silva  Varelas André  Alexandre  Lopes  Gonçalves Andreia  Patricia  Duarte  Santos Carolina  Tavares  Pinheiro Daniel  Teixeira  Marcos David  Terreiros  da  Fonseca  Lopes Dina  Francisco  Domingues Dina  Patricia  Jesus  Batista Fábio  Luís  Ribeiro  Branco Joana  Cardoso  Azevedo João  Miguel  Carrageta  dos  Santos Margarida  Neves  Fernandes Maria  de  La  Salete  Gomes  Pereira 0DUWD6R¿D1XQHV&RHOKR Pedro  Daniel  de  Oliveira  Sobral Rui  Miguel  Minhos  Churro Sónia  Filipa  Xavier  Mendes Tânia  Cristina  Santos  Sintra 7kQLD6R¿D1HYHV0DUTXHV Teresa  Maria  Correia  Pita  Marques


Ana  Gomes

Ana  Varelas

André  Gonçalves

Andreia  Santos

Carolina  Pinheiro

Daniel  Marcos

David  Lopes

Dina  Domingues

Dina  Batista


Fábio  Branco

Joana  Azevedo

João  Santos

Margarida  Fernandes

Maria  Pereira

Marta  Coelho

Pedro  Sobral

Rui  Churro

Sónia  Mendes


Tânia  Sintra

Tânia  Marques

Teresa  Marques


Ana  Rita  Duarte  Gomes


Ana  Rita  Silva  Varelas


André  Alexandre  Lopes  Gonçalves


Andreia  Patricia  Duarte  Santos


Carolina  Tavares  Pinheiro


Daniel  Teixeira  Marcos


David  Terreiros  da  Fonseca  Lopes


Dina  Francisco  Domingues


Dina  Patricia  Jesus  Batista


Fábio  Luís  Ribeiro  Branco


Joana  Cardoso  Azevedo


João  Miguel  Carrageta  dos  Santos


Margarida  Neves  Fernandes


Maria  de  La  Salete  Gomes  Pereira


0DUWD6R多D1XQHV&RHOKR


Pedro  Daniel  de  Oliveira  Sobral


Rui  Miguel  Minhos  Churro


Sónia  Filipa  Xavier  Mendes


Tânia  Cristina  Santos  Sintra


7kQLD6R多D1HYHV0DUTXHV


Teresa  Maria  Correia  Pita  Marques


Agradecimentos Pastelaria  Flôr  da  Gala   Super  Talho  Martins   Cafetaria  Príncipe  Real   Restaurante  o  Casarão    Junta  de  Freguesia  de  Póvoa  de  Midões Supermaco   Intermarché  de  Tábua Ana  Gil   Maria  Jordão   Maria  Irene  Jordão  das  Neves   Lourigasol Intermaché  de  Soure Churrasqueira  Pérola  dos  Frangos Eurosebal Blocosisor,  Comércio  de  Materiais  de  Construção  Civil,  Lda   (Ponte  de  Sor) Farmácia  Varela  Dias  (Ponte  de  Sor) António  Barradas  Dias  -­  Máquinas  agrícolas  (Ponte  de  Sor)  Café  Gomes  (Ponte  de  Sor) DISTRISABUGAL  Supermercados,  Lda Abílio  das  Neves  Rodrigues(Materiais  de  Construção  &   Transportes  de  Aluguer) Talho  Flor  do  Nabão


Padaria/  Pastelaria  NabĂŁo CafĂŠ  Manecas O  Cortiço O  “Tachoâ€?  da  AvĂł MĂłveis  RuiMy  –  OlĂ­vio  Castilho  AndrĂŠ,  Alcains Cervejaria  “o  Alpendreâ€?  ,  Alcains MĂłveis  Esteves,  Alcains Cabeleireiras  Infante,  Alcains AntĂłnio  Carrega,  Mediador  de  Seguros,  Direcção  Comercial   Centro,  Alcains 0DQXHOGRV6DQWRV%DUDWDÂł3LVFLOLWD´2ÂżFLQDH5HSDUDomR de  AutomĂłveis,  Alcains   Manuel  JosĂŠ  Domingues  Francisco,  Unipessoal,Lda VirgĂ­lio  F.Franco Restaurante  Rui  dos  LeitĂľes,  Coimbra Macoimbra CafĂŠ  Lagoa Centro  de  copias  CopiArcos Papelaria  AdriĂŁo,  Lda  -­  Mangualde


Dedicat贸rias



ENG QUIMICA DE'Qúecas v2