Page 1

Agosto / Setembro / Outubro | Ano 15 n° 67

PASA CRESCE MUITO EM DOIS ANOS

Desde 2012, são mais 18 mil associados aos planos PASA Pág. 3

ANIVERSÁRIO E DATAS ESPECIAIS EM OUTUBRO Pág. 5

ASSOCIADO BOM DE BOLA Pág. 6

PASA – Plano de Assistência à Saúde do Aposentado da Vale Av. Calógeras, 30, loja H - Centro - Rio de Janeiro - CEP 20030-070


Editorial

Informe PASA | Agosto / Setembro / Outubro de 2013 | www.planopasa.com.br

Homenagem à Valia por seus 40 anos

Eustáquio Lott | Diretor-Superintendente da Valia Recebemos com alegria o convite desta parceira de tantos anos para falar, neste espaço, sobre os 40 anos da Valia, comemorados em setembro. Nascida da mesma matriz da PASA, a Valia começou a sua trajetória quando fundos de previdência complementar eram uma novidade no país. Enfrentando e vencendo momentos de expansão e contração da economia, inflação alta e significativas mudanças políticas, a Fundação chegou a 2013 com 111 mil participantes, 51 empresas patrocinadoras e cerca de 17 bilhões em investimentos, números que a colocam como sexto maior fundo de pensão brasileiro, no ranking geral, e o quinto em número de participantes. Para além dos números, temos a satisfação de saber que contribuímos de forma decisiva para a qualidade de vida desfrutada pelas milhares de pessoas que recebem hoje benefícios acumulados ao longo de décadas de trabalho. E sabemos que quem está na ativa terá a mesma oportunidade de usufruir de uma aposentadoria com confortos e realizações. Afinal – e este é mais um ponto que une PASA e Valia – a expectativa de vida cresce ano a ano, em função da evolução da medicina e dos cuidados que aprendemos a ter com nosso corpo e mente, e é preciso que estejamos preparados para aproveitar plenamente todas as fases de nossa his-

tória. Somente com planejamento financeiro e saúde podemos conseguir tudo o que almejamos e fizemos por merecer. Então, Valia e PASA podem se considerar instituições complementares, por ajudarem a viabilizar, cada uma em seu campo de atuação, um futuro melhor para os empregados do Grupo Vale e suas famílias. Essa parceria vem de longe, pois quando a PASA foi criada, a Valia, que já era “maior de idade”, deu suporte e apoio à Associação, naquele momento sem a estrutura e o time qualificado de que dispõe atualmente. A Fundação faz também o desconto em folha das mensalidades da PASA e está entre as empresas que oferecem os planos de saúde da Associação como um benefício possível a seus empregados, participando de campanhas de divulgação constantes para que eles conheçam as características desses planos e possam decidir-se pela adesão. Pessoalmente, sou associado PASA, desde a sua fundação. Continuaremos juntos nessa caminhada. A Valia, que se sente honrada com esta homenagem, destaca a importância de todos aqueles que construíram sua história durante estes 40 anos e está preparada para comemorar novas décadas de sucesso, com a certeza de que terá na PASA uma grande aliada, como sempre aconteceu.

Renovação do cartão PASA

A partir de dezembro, os usuários dos planos começarão a receber em suas residências o cartão PASA com validade renovada. Ao recebê-lo, é importante verificar se o nome e os dados pessoais estão corretos. Para atendimento na rede credenciada, basta apresentar o cartão com um documento de identidade. Em caso de dúvida, entre em contato com o Ligue PASA pelo 0800 7701 708.

Sem coparticipação em órteses e próteses

Uma boa notícia para os associados do PASA Plus: desde o dia 1º de outubro, não há mais cobrança de coparticipação nas órteses e próteses cobertas pelo Plano. Como muitos desses materiais têm custo elevado, a medida facilita a vida dos usuários, evitando gastos significativos em cirurgias.

EXPEDIENTE CONSELHO EDITORIAL: Ricardo Gruba, Esdras Domingos de Abreu, Adriana Campos, Roberto Rovigatti, José Sávio Barros, Jorge Luiz Moraes e Pedro Paulo Berardinelli / JORNALISTA RESPONSÁVEL: Veronica Pinheiro / ANALISTAS DE COMUNICAÇÃO: Suely Tavares, Ederson Soares e estagiária Luana Scorza / REDAÇÃO: Tempero Comunicação / PROJETO GRÁFICO, DIAGRAMAÇÃO, REVISÃO E EDIÇÃO: Estúdio Carbono / CONTATO: (21) 2139-5700 (r.5724/ 5719) / Fax: (21) 2240-5625 / Carrier: 821-4979 / 4373

2


Fique Atento Números do segundo trimestre Seguem abaixo os números da PASA no segundo trimestre, consolidados e por plano, para conhecimento e avaliação de todos os associados:

Informe PASA | Agosto / Setembro / Outubro de 2013 | www.planopasa.com.br

DESEMPENHO DOS PLANOS PASA • ACUMULADO 2o TRIMESTRE DE 2013 PLANOS MÉDICOS FAMILIARES

PASA

PASA Plus

TOTAL

Receitas

R$ 29.243.600,00

R$ 42.858.800,00

R$ 72.102.400,00

Despesas

(R$ 33.884.495,84)

(R$ 53.161.274,63)

(R$ 87.045.770,47)

(R$ 30.203.900,00)

(R$ 48.578.600,00)

(R$ 78.782.500,00)

(R$ 3.680.595,84)

(R$ 4.582.674,63)

(R$ 8.263.270,47)

(R$ 4.640.895,84)

(R$ 10.302.474,63)

(R$ 14.943.370,47)

Custo assistencial

RESULTADO OPERACIONAL* Receita de contribuição

R$ 81.540.600,00

Despesa médicohospitalar/odontológica

(R$ 86.679.000,00)

Resultado parcial

(R$ 5.138.400,00)

Receita convênios Vale

R$ 33.406.070,00

Despesas adm./operacionais (R$ 28.865.900,00) Resultado acumulado 2º trimestre de 2013

(R$ 598.230,00)

Despesas adm./operacionais Resultado PLANOS ODONTOLÓGICOS

Dent PASA

Dent PASA Plus

TOTAL

Receitas

R$ 162.500,00

R$ 679.100,00

R$ 841.600,00

Despesas

(R$ 175.786,28)

(R$ 521.618,72)

(R$ 697.405,00)

(R$ 112.500,00)

(R$ 355.400,00)

(R$ 467.900,00)

(R$ 63.286,28)

(R$ 166.218,72)

(R$ 229.505,00)

(R$ 13.286,28)

R$ 157.481,28

R$ 144.195,00

Custo assistencial Despesas adm./operacionais Resultado

* Planos médicos/odontológicos + convênios Vale PLANOS MÉDICOS INDIVIDUAIS Receitas Despesas Custo assistencial Despesas adm./operacionais Resultado

PASA Brasil

PASA Carioca

PASA Mineiro

PASA Capixaba

PASA Brasileirinho

TOTAL

R$ 3.025.800,00

R$ 549.300,00

R$ 1.687.200,00

R$ 844.900,00

R$ 2.489.400,00

R$ 8.596.600,00

(R$ 1.426.783,16) (R$ 330.717,36) (R$ 1.657.228,62) (R$ 1.277.367,23)

(R$ 3.507.378,16) (R$ 8.199.474,53)

(R$ 1.211.700,00)

(R$ 290.700,00)

(R$ 1.479.100,00)

(R$ 1.189.300,00)

(R$ 3.257.800,00) (R$ 7.428.600,00)

(R$ 215.083,16)

(R$ 40.017,36)

(R$ 178.128,62)

(R$ 88.067,23)

R$ 1.599.016,84

R$ 218.582,64

R$ 29.971,38

(R$ 249.578,16)

(R$ 770.874,53)

(R$ 432.467,23) (R$ 1.017.978,16)

R$ 397.125,47

PASA cresce muito em dois anos Desde 2012, são mais 18 mil associados aos planos PASA Este ano, até setembro, mais de 8 mil empregados do Grupo Vale fizeram a adesão aos planos PASA. Desde 2012, são mais 18 mil associados de todas as áreas nas empresas, que seguiram o exemplo do presidente Murilo Ferreira e decidiram garantir uma assistência médica de alto nível para si e suas famílias. Uma das principais razões para a escolha dos empregados é a indicação que recebem, dos atuais usuários dos planos PASA, sobre a qualidade do atendimento. Quando perguntam e comparam com as alternativas oferecidas pelo mercado, avaliando custos, coberturas, rede credenciada e índices de satisfação, escolhem a PASA. Então, como novas adesões são fundamentais para o crescimento da Associação, a participação dos associados, buscando divulgar os planos entre os empregados ativos, muitas ve-

Murilo Ferreira, Diretor-Presidente da Vale zes vizinhos e amigos, fará toda a diferença. O elogio do usuário satisfeito com o serviço utilizado é sempre a propaganda mais eficiente.

Na PASA, todos estão voltados para essa divulgação. Equipes visitam empresas do Grupo nos diversos estados, mensalmente, para fazer um trabalho de esclarecimento que tem se mostrado muito eficiente e produtivo. Há empregados da ativa que não conhecem bem as características dos planos, como a possibilidade de inscrever familiares sem direito à AMS como agregados, o Doutor PASA, o PASA Saúde, a não existência de carência diferente para doenças preexistentes, e, quando são informados, decidem imediatamente aderir. Outras empresas do Grupo têm procurado a PASA para oferecer os planos a suas equipes, o que também comprova a qualidade dos serviços e nos ajudará a atingir nossa meta, que é a de fazer da PASA uma Associação que seja referência na assistência à saúde. Contamos com você para fazer a PASA mais forte. 3


Viva Melhor Bom sono faz bem à saúde

Qual é a quantidade de sono ideal para uma pessoa? A resposta a esta pergunta não é simples, pois envolve diversos fatores, incluindo a idade. Crianças dormem muito, às vezes mais de 12 horas por dia. Adolescentes precisam em média de 9 horas. A maioria dos adultos necessita de 7 a 8 horas, mas algumas pessoas podem ficar bem com 5, outras com 10 horas. Já as mulheres grávidas após o terceiro mês podem precisar de mais horas de sono do que o normal. Ou seja: faixa etária e características pessoais influenciam de forma determinante no que se pode considerar um bom período de descanso. Quem se sente sonolento durante o dia provavelmente não teve tempo de sono suficiente e precisa compensá-lo. Se não fizer isso, corre o risco de lidar com consequências como falta de memória, irritação, depressão e queda do sistema imunológico. A privação do sono também traz perigos. Dormir ao volante e dirigir com baixa coordenação e atenção ocasionam com frequência acidentes, muitas vezes graves. Nova pesquisa Ainda está em fase de pesquisa, mas cientistas americanos acreditam ter descoberto que dormir ajuda a repor um tipo de célula do cérebro, elevando a produção de células que produzem uma substância estimuladora 4

conhecida como mielina, responsável por proteger o circuito neural. Publicado na revista científica “Journal of Neuroscience”, o estudo, que visa entender a ação do sono na reparação e no crescimento do cérebro, além de sua ação no combate à esclerose múltipla, foi feito apenas com ratos. A equipe liderada de cientistas da Universidade de Wisconsin afirma que a taxa de crescimento das células produtoras de mielina dobrou enquanto os ratos dormiam. O maior aumento se deu durante o período associado ao sonho chamado de REM, ou "movimento rápido dos olhos".

“As pessoas com dificuldade para dormir devem criar hábitos que facilitem esse processo” Então, mesmo em fase de testes, esse é mais um motivo para buscar uma noite tranquila de sono. As pessoas com dificuldade para dormir devem criar hábitos que facilitem esse processo. Entre as medidas recomendadas, estão: evitar alimentação imediatamente antes de dormir, sobretudo de comidas pesadas; não ligar a TV ou usar dispositivos eletrônicos, como jogos, que estimulem a mente e dificultem o relaxamento; ler livros quando se prepara para deitar ou já está deitado; não usar iluminação forte; e não fazer exercícios à noite.

AS FASES DO SONO Durante o sono, alternam-se ciclicamente estágios leves e profundos. Cada ciclo dura, em média, 90 minutos, e é composto dos seguintes estágios: • Estágio 1 – Transição entre o estado de vigília e o sono, chamado de semiconsciência. Pode durar de segundos a sete minutos e corresponde a cerca de 5% a 10% do tempo de repouso. Pode ocorrer a cada reinício do sono, nas trocas de estágio, durante toda a noite. • Estágio 2 – Início do sono não REM, ainda considerado leve, mas nessa fase é mais difícil acordar. É o estágio mais longo, ocupando de 45% a 55% do tempo de repouso. • Estágio 3 – O metabolismo cerebral torna-se mais lento, começando a produzir ondas que marcam o início do sono profundo e o processo de recuperação fisiológica. Dura de 3% a 5% do tempo, passando rapidamente para o estágio 4. • Estágio 4 – Sono profundo, de ondas cerebrais lentas (delta). Nesse estágio ocorre diminuição da frequência cardíaca e da pressão arterial, a respiração torna-se constante e regular e há produção de hormônios. Corresponde a cerca de 20% do tempo de sono.


Informe PASA | Agosto / Setembro / Outubro de 2013 | www.planopasa.com.br

Só assine guias preenchidas

Os prestadores de serviço credenciados aos planos PASA recebem a orientação de só apresentar guias devidamente preenchidas para assinatura dos usuários. No caso de solicitação em contrário, o associado deve lembrar ao profissional que é preciso preencher a guia, para que seja possível confirmar, por meio da assinatura, os serviços prestados. O Fale Conosco do site www.planopasa.com.br está à disposição para que comunicações a respeito do assunto sejam feitas à PASA.

Central de Relacionamento faz dois anos

A Central recebeu decoração especial, além de bolo e sorteio de brindes A Central de Relacionamento PASA com associados e credenciados comemorou dois anos de existência no mês de setembro. Essa estrutura própria da Associação, localizada no Rio de Janeiro, melhorou o atendimento às demandas e dúvidas dos usuários desde que foi criada, diminuindo o tempo de espera em ligações e ampliando a capacidade de resolução de questões relacionadas a uma série de temas, como informações sobre coberturas e localização de credenciados. O Ligue PASA funciona todos os dias, durante 24h, pelo 0800 7701 708.

Mês de aniversário e de datas especiais para a PASA

Outubro é sempre especial para a PASA, pois quatro datas marcantes são comemoradas durante o mês. No Dia do Idoso, 1º de outubro, a Associação aproveitou para festejar todos aqueles que tanta contribuição deram à sociedade e agora desfrutam de uma nova fase da vida, também repleta de projetos e realizações. A Clínica PASA Saúde de São Luís, por exemplo, preparou ações para marcar a data durante uma semana, e já no primeiro dia recebeu uma manifestação afetuosa que deixou todos orgulhosos. Os associados Maria do Carmo Almeida Oliveira e Mário de Jesus da Costa Oliveira assinaram um bilhete que dizia: Em 18 de outubro festejou-se o Dia do Médico e, em 25, o Dia do Dentista, duas catego-

rias profissionais de fundamental importância para a PASA e seus associados, sem as quais seria impossível oferecer um atendimento humano, cuidadoso e de qualidade. A todos, nossos parabéns e agradecimentos! No dia 23, a Associação fez 22 anos, o que é motivo de orgulho para seus fundadores e símbolo de uma caminhada de sucesso. Entre as marcas de 2013 está o crescimento do número de associados. A última edição do Informe PASA no ano trará os números consolidados, mas até setembro já eram mais 8 mil novos empregados do Grupo Vale e familiares a contarem com a cobertura de um plano de saúde que trata seus usuários de forma personalizada, porque cada um deles faz também parte de sua história.

Consulta à rede credenciada PASA pelo celular Associados PASA, assim como seus familiares, podem consultar a rede credenciada pelo celular. O aplicativo “Saúde PASA” (para usuários dos planos da Associação) está disponível gratuitamente nas lojas virtuais da Apple e Google. Quem possui BlackBerry versão 6 ou superior deve acessar redecredenciada.mobi/pasa no navegador. Em caso de dúvida, entre em contato com a Central de Relacionamento: 0800 7701 708. 5


Você Aqui

Informe PASA | Agosto / Setembro / Outubro de 2013 | www.planopasa.com.br

Futebol marca a vida de associado mineiro Há muitos empregados da Vale que, além de carreiras na empresa, tiveram desempenho profissional relevante em outros campos. Em Minas Gerais, para pelo menos dois associados da PASA o futebol foi também marcante em suas trajetórias. Como são histórias ricas, dividiremos em dois capítulos, o segundo na próxima edição. Nesta, falaremos sobre Vicente Paula Lage. Casado, pai de cinco filhos e avô de dois netos, esse associado de 80 anos, morador de Belo Horizonte, esteve por mais de 30 anos na Vale, onde começou a trabalhar ainda adolescente, em Itabira, mas também atuou como jogador, treinador e teve cargos de gestão no futebol. Sua passagem nas quatro linhas se iniciou como ju-

venil no Valeriodoce, no tempo em que empregados da Vale que eram jogadores se dedicavam exclusivamente ao time. Mais tarde, já dirigindo a equipe, foi escolhido o melhor treinador do Campeonato Mineiro, em 1969, quando o Valeriodoce terminou na terceira colocação. Ele treinou ainda o Nacional, de Manaus, América Mineiro, Atlético Mineiro, Cruzeiro e Uberlândia, com o qual foi campeão da Taça CBF. No Atlético, esteve à frente de um dos maiores times já formados no clube, no qual estavam escalados nomes consagrados como os de Reinaldo, Nelinho, Paulo Isidoro, Éder e Luisinho, todos com passagem pela seleção brasileira. “Com o Galo, onde fui também supervisor e gerente de futebol, viajei para a Eu-

Vicente, à esquerda, ao lado de Oliveira, do Atlético Mineiro, e do holandês Johan Cruyff, um dos maiores jogadores do mundo

Vicente ao lado da esposa Iene

O ex-treinador e jogador de futebol Vicente Paula Lage, à direita, reunido com a família

Vicente, à direita, técnico de um dos maiores times da história do Atlético Mineiro

6

ropa, disputei e ganhei um torneio chamado 709, enfrentando grandes adversários: o Ajax, da Holanda, e também o Atlético de Bilbao e o Atlético de Madri, ambos da Espanha. Sabe quem era o treinador do Ajax? Nada menos que o Cruyff! Com o Cruzeiro, conheci toda a América do Sul. Nos primeiros tempos, ainda no Valeriodoce, levava minha esposa comigo em várias viagens”, recorda Vicente. Hoje aposentado inclusive do futebol, ao qual se dedicou até 2008, o associado curte o merecido descanso em família, com a saúde equilibrada, fazendo caminhadas e visitando com frequência seu sítio, que fica a 60km da capital mineira. Tranquilo e com muita história para contar.

Vicente, de branco à esquerda, como técnico do Valeriodoce


Em Sintonia

Informe PASA | Agosto / Setembro / Outubro de 2013 | www.planopasa.com.br

Câncer de pele é o mais comum no país DHA • Os cuidados com a pele devem ser principalmente a higiene, tanto da pele em si quanto do ambiente que a cerca, reduzindo-se assim exposição a agentes infecciosos. É preciso evitar traumas, exposição solar excessiva e a agentes químicos e físicos de modo geral que podem modificar a estrutura, o pH e a permeabilidade da pele. A pele é o maior órgão do nosso organismo, além de uma delicada e importante barreira ela é uma estrutura orgânica de proteção imunológica. IP • Há outros cuidados que devemos tomar? DHA • A tríade clássica de cuidados com a pele – higiene, hidratação e proteção solar – pode ser ampliada com cuidados direcionados para determinados tipos de pele, principalmente nos indivíduos atópicos (com pele seca e sensível). O cuidado com a redução à exposição solar tem que ser necessariamente precoce. Estima-se que 80% de toda a radiação solar que nos atinge ocorrem no período da infância e adolescência. Por ser um mal de grande incidência, o câncer de pele tem sido tema frequente na mídia. O programa Bem Estar, da Rede Globo, por exemplo, fez uma reportagem recentemente sobre o assunto lembrando que se trata do tipo de câncer mais comum no país, com mais da metade dos diagnósticos da doença e 120 mil casos novos por ano. Existem três tipos de câncer de pele: o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma. Os dois primeiros representam 95% do total dos casos, porém o melanoma é o mais perigoso por trazer maior risco de morte. A doutora Heloíza Aragão, formada pela Universidade Federal do Maranhão e médica da Clínica PASA Saúde de São Luís, aborda

nesta entrevista diversos pontos sobre a doença, com ênfase em como preveni-la: Infome PASA • Que sinais uma pessoa pode perceber em seu corpo que a levem a procurar um dermatologista? Dra. Heloíza Aragão • O aparecimento de qualquer sinal ou lesão onde antes não havia nada e que não regride espontaneamente em até um mês ou que, pelo contrário, se modifica merece atenção e uma consulta ao dermatologista. Na grande maioria das vezes se trata de um problema simples, de fácil resolução. IP • Quando uma pessoa deve começar a ter cuidado com a pele? Desde que nasce?

IP • Há pessoas com mais risco, por conta da cor da pele, por exemplo? DHA • Há pessoas com maior chance de ter câncer de pele UV dependente (relacionado diretamente com a exposição solar), o mais comum, principalmente as de pele clara que não bronzeiam e apenas ficam com a pele vermelha. Nos outros tipos de câncer primário ou secundário (metástases) isso não é determinante. IP • As chances de cura de um câncer de pele são mesmo muito maiores quando a doença é detectada no início? DHA • Em todos os tipos de câncer de pele primário a chance de cura total é muito grande quando retirado precocemente, podendo ser maior que 90%, sem necessidade de outras cirurgias.

Outubro Rosa Outubro é o mês da campanha de conscientização do câncer de mama e do colo do útero. Nas Clínicas PASA Saúde de Vitória e São Luís, eventos informaram e estimularam as usuárias quanto ao exame clínico e à mamografia, que é o melhor método para se diagnosticar a doença em fase inicial, com 90% de chance na cura. O

exame deve ser feito a partir dos 35 anos de idade e, ainda que não seja detectado qualquer tipo de alteração na mama, a usuária deve realizar o exame periodicamente. Não é necessário se preocupar com a dose de radiação emitida durante o exame, pois ela é desprezível para o corpo se não realizada frequentemente. 7


Quadrinhos Preocupado com os dentes?

Com a saúde bucal. Afinal, a saúde começa por onde?

Pela boca, tem razão.

É complicado entrar para o plano?

RESPOSTA

SORTEADO

PERGUNTA Por que a campanha de adesão é importante para a PASA?

NOME MATRÍCULA PASA CIDADE /ESTADO TELEFONE E-MAIL

Paulo Miled Costa Zugaib, usuário da PASA de Salvador – BA, foi o sorteado da última edição e ganhou um forno micro-ondas.

Corte esta tira na linha pontilhada e envie paraAv. Calógeras, 30/9º andar, Centro, Rio de Janeiro, CEP:20030-070, aos cuidados do setor de Comunicação da PASA, ou entregue pessoalmente em um dos escritórios PASA. Caso a sua resposta esteja certa, você participará de um sorteio para ganhar uma cafeteira expresso e terá seu nome divulgado na próxima edição do Informe. MANTENHA SEU ENDEREÇO SEMPRE ATUALIZADO

8

Que nada, passe lá na PASA que você resolve isso num instante.

ANA FELIX

Pronto, sou o mais novo associado do DentPASA!

Informe PASA | Agosto / Setembro / Outubro de 2013 | www.planopasa.com.br

Informe PASA - 67  

PASA cresce muito em dois anos