Page 1

Março / Abril | Ano 11 n° 61

Nova seção traz números do PASA Pág. 3

Relatório Anual mostra retrato do PASA em 2011 O encarte com o Relatório Anual leva aos associados um panorama das realizações do Plano no ano passado

Plano de Assistência à Saúde do Aposentado da Vale Av. Calógeras, 30, loja H - Centro - Rio de Janeiro - CEP 20030-070


Editorial

Informe PASA | Março / Abril de 2012 | www.planopasa.com.br

Ano de desafios a cumprir Nesta edição, sai encartado o Relatório Anual do PASA, com o detalhamento das ações do Plano durante 2011 e de seus números. Como os associados poderão ver, há muitas notícias positivas, como a inauguração de mais uma Clínica PASA Saúde, em Itabira, a criação de uma Central de Relacionamento própria e o aumento da profissionalização do PASA, por meio de uma reestruturação organizacional em curso. Esse conjunto de medidas visa ampliar os mecanismos de controle do Plano, com o oferecimento de serviços próprios, por exemplo, e ao mesmo tempo dotar o PASA de mecanismos de crescimento de suas receitas. Assim, será possível evitar que se repita o déficit ocorrido em 2011, motivado sobretudo pelo aumento da utilização e a inflação médica, sempre maior do que a inflação média do país, como se poderá ver na página 3. O aumento de custos de exames complexos e a incorporação de novos procedimentos são exemplos de questões que impactaram nas contas. É importante ressaltar, contudo, que o déficit ocorreu depois de quatro anos seguidos de superávit e não trouxe qualquer problema estrutural para o PASA, impedindo apenas que suas reservas fossem ampliadas, o que é o ideal para a saúde financeira do Plano.

Nesse caminho de aperfeiçoamento da gestão e dos controles do Plano, contamos com a participação decisiva dos associados. Nossos canais institucionais, como a Ouvidoria e os escritórios, estão à disposição para esclarecimentos, e a equipe que administra o PASA trabalha em colaboração com seus fundadores – Vale, Aposvale e Sindicatos – para a tomada de medidas em benefício do conjunto dos usuários. Estas instituições são as legítimas representantes dos interesses dos associados junto ao PASA e as instâncias para apresentação de demandas e propostas. Hoje, um dos nossos grandes desafios é o crescimento no número de adesões de empregados do Grupo. Você, que já utiliza o Plano, pode e deve ser seu maior divulgador, mostrando aos jovens que ingressam na companhia a importância de contarem com a segurança de um atendimento de alto nível para si e suas famílias. Se em 2011 o PASA completou 20 anos sendo motivo de orgulho para aqueles que o idealizaram, nas próximas décadas temos tudo para fazer com que o Plano se torne uma operadora de saúde referência para o mercado e seus associados. O Relatório Anual completo está disponível no site. Acesse www.planopasa.com.br.

O pasa deseja um feliz

dia das mães! ❦

Paulo Cesar Jóca Presidente do PASA

Um viva às mães do PASA! Maio é o mês do Dia das Mães, data muito imporante ao PASA. Afinal, nossas associadas são em grande número mães e avós, pessoas inspiradoras que deram a seus filhos e netos o carinho, a sensibilidade e a cultura que lhes permitiram se tornar o que são. A essas mulheres batalhadoras e talentosas, que precisam cuidar da saúde para continuar a iluminar o caminho de quem passa por suas vidas, nossos parabéns e o desejo de que tenham um domingo inesquecível em família.

EXPEDIENTE CONSELHO EDITORIAL: Paulo Jóca, Esdras Domingos de Abreu, Adriana Campos, Dr. José Sávio Barros e Jorge Luiz Moraes / JORNALISTA RESPONSÁVEL: Veronica Pinheiro / ANALISTAS DE COMUNICAÇÃO: Suely Tavares e Giulia Novello / REDAÇÃO: Tempero Comunicação / REVISÃO E EDIÇÃO: Kohav Comunicação / PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO: Kohav Comunicação / CONTATO: (21) 2139-5700 (r.5724/ 5719) / Fax: (21) 2240-5625 / Carrier: 821-4979 / 4373

2


Fique Atento

Informe PASA | Março / Abril de 2012 | www.planopasa.com.br

Nova seção traz números para o associado O Informe PASA, a partir desta edição, trará sempre números para facilitar o entendimento dos associados sobre a situação do Plano e as ações tomadas para sua evolução. Nesta seção inaugural, cinco tabelas mostram o crescimento da inflação médica × os índices de reajuste dos planos, as receitas e despesas consolidadas de 2011 e as receitas e despesas de cada um dos planos.

As despesas médico­ -hospitalares subiram 45% a mais do que o percentual de reajuste entre 2000 e 2011 e, no ano passado, os planos PASA, PASA Plus, PASA Capixaba, PASA Brasileirinho e DentPASA tiveram receitas menores do que suas despesas.

Evolução dos Valores PASA Período 2000 a 2011

Reajuste Contribuições

248%

Aumento Despesas Médico-hospitalares

293%

Nota: No período de 1998 a 2001 não houve reajuste das contribuições.

Resultado PASA - 2011

Desempenho dos Planos PASA - 2011

Receita de contribuição R$ 134.510.900,00

Planos Médicos Grupo Familiar

Planos Familiares

PASA

PASAPlus

TOTAL

Receita Despesas Resultado

R$ 58.314.300,00 (R$ 63.682.600,00) (R$ 5.368.300,00)

R$ 67.975.800,00 (R$ 71.701.900,00) (R$ 3.726.100,00)

R$ 126.290.100,00 (R$ 135.384.500,00) (R$ 9.094.400,00)

PLANOS ODONTOLÓGICOS

Planos Odontológicos Receita

Dent PASA R$ 257.000,00

Dent PASAPlus R$ 1.065.000,00

TOTAL R$ 1.322.000,00

Despesas Resultado

(R$ 322.000,00) (R$ 65.000,00)

R$ 917.600,00 R$ 147.400,00

R$ 1.239.600,00 R$ 82.400,00

Despesa Médico-hospitalar

(R$ 135.337.100,00)

Resultado Parcial

(R$ 826.200,00)

Receita Administração AMS

R$ 31.986.000,00

Despesas Adm/ Operacional

(R$ 36.218.200,00)

Resultado Apurado 2011

(R$ 5.058.400,00)

Nota: Em 2011, a despesa médico-hospitalar foi maior que a receita de contribuição.

PLANOS MÉDICOS INDIVIDUAIS

Planos Individuais Receita

PASA Brasil R$ 2.336.500,00

PASA Carioca R$ 475.400,00

PASA Mineiro R$ 1.552.800,00

PASA Capixaba R$ 824.000,00

Despesas Resultado

R$ 1.878.000,00 R$ 458.500,00

R$ 285.300,00 R$ 190.100,00

R$ 864.600,00 R$ 688.200,00

(R$ 1.117.800,00) (R$ 2.032.200,00) (R$ 293.800,00) (R$ 322.100,00)

PASA aperfeiçoa sua estrutura Em sua busca de maior profissionalização para enfrentar os desafios da área da saúde, o PASA vem empreendendo mudanças administrativas. Agora, o Plano dispõe de três diretorias – Diretoria de Planejamento e Operações; Diretoria Técnica de Saúde; Diretoria Administrativa e Financeira – e um presidente com dedicação exclusiva, o que permite uma organização mais eficiente das tarefas que se traduzirá em melhores serviços e maior controle. Veja como ficou o organograma do PASA em 2012:

Conselho Deliberativo Compliance

Diretoria de Planejamento e Operações »»Novos Produtos »»Mkt e Divulgação »»Central de Relacionamento »»Processamento de Contas »»Gerências Regionais »»Comunicação »»Estatística »»Relação com Unidas

PASA Brasileirinho R$ 1.710.100,00

Diretoria Executiva Presidência

Jurídico

Diretoria Técnica de Saúde »»Programas de Qualidade de Vida »»Relação com Entidades de Classes (Conselho, Anvisa, CRF, Anap) »»Gestão de Rede »»Pasa Saúde

TOTAL R$ 6.898.800,00

R$ 6.177.900,00 R$ 720.900,00

Conselho Fiscal Ouvidoria

Diretoria Administrativa e Financeira »»RH »»Finanças / Investimentos »»TI »»Suprimentos/Aquisições »»Relações Institucionais »»Planejamento Estratégico »»Controladoria »»BSC 3


Viva Melhor Massagens ajudam a aliviar dores musculares Quem tem dor muscular aguda ou crônica deve procurar um médico, pois é preciso descobrir suas causas para tratá-la. Problemas como estresse diário, ocasionado pelas pressões no trabalho, em família, etc., somados à má postura, são fatores que fazem as fibras musculares ficarem tensas, contraindo-se e sofrendo pequenas lesões, que geram a dor. Uma das formas de aliviar a dor muscular é a massagem, já que o movimento das mãos sobre a área atingida ajuda a relaxar, desembaraçar e tirar a tensão dessas fibras. O calor no local da massagem também contribui, na medida em que melhora a circulação sanguínea, aumentando a oxigenação no músculo. Com a fricção, os vasos ficam dilatados e o músculo mais bem nutrido e relaxado, assim a dor é aliviada. Além disso, a massagem estimula receptores espalhados pelo corpo, que reagem à temperatura, à pressão e ao toque. Esses estímulos são enviados ao cérebro, que responde com um comando para que os músculos relaxem. Contudo, a massagem pode não dar resultados quando a origem da dor é outra. Em alguns casos, é até contraindicada, pois pode mascarar proble-

mas mais graves ou piorar a dor. Pessoas com lesões musculares e problemas circulatórios graves não devem receber massagem. O mesmo vale para quem tem infecções, febre ou lesões na pele. Como sempre, é melhor prevenir do que remediar. Fique atento a ações no dia a dia que evitam o aparecimento de dores: »» Ao pegar um peso no chão, agache-se. Dessa forma, a pressão não fica toda na coluna e suas pernas ajudam a mover o objeto. »» Quando for instalar pias, evite colocá-las muito baixas, obrigando-o a curvar-se para lavar a louça, por exemplo. O ideal é que você fique sempre ereto. »» Ajuste o monitor e a cadeira de modo que você não tenha que inclinar a cabeça para olhar o computador. »» Evite ler na cama, pela posição desconfortável. Dê preferência à poltrona. »» Para enxugar os pés após o banho, use o apoio do vaso sanitário ou sente-se para secá-los. »» Quem varre a casa deve lembrar de dobrar os joelhos para alcançar os locais de mais difícil acesso.

Escolha certa para a escova de dentes A escolha de uma escova de dentes está sempre ligada ao padrão de conforto do usuário. Nem sempre o que se adapta a uma pessoa funciona bem para outra. Mas, de um modo geral, os especialistas dizem que a escova ideal deve ter a cabeça pequena (para atingir todas as partes dos dentes), cerdas macias com pontas arredondadas e tufos concentrados (que limpem bem e não machuquem a gengiva ou desgastem os dentes) e um cabo confortável para o manuseio.

4

Os dentistas também recomendam dar preferência às escovas fabricadas por empresas tradicionais, que costumam ser de melhor qualidade. As escovas elétricas, com cabeças rotativas, são uma boa opção, mas devem ser usadas intercaladas com a escova tradicional para que a pessoa não perca a habilidade da escovação. Outro aspecto importante a ser observado é o momento certo de trocar de escova. Isso deve acontecer sempre que as cerdas estiverem tortas e amassadas, ou até no máximo 90 dias de uso. Nesse estado, elas não higienizam adequadamente e ainda podem prejudicar a gengiva.

Busque sempre usar uma escova nova, com as cerdas retas (foto abaixo). Se as cerdas ficarem tortas e/ou amassadas, como na foto à esquerda, já é hora de aposentar a escova e comprar uma nova.


Vista cansada pode melhorar com treinamento

Uma pesquisa realizada por Uri Polat, especialista em olhos da Universidade de Tel Aviv, abriu uma nova perspectiva para quem tem presbiopia, ou, como é conhecida popularmente, “vista cansada”. Segundo esse trabalho, realizado com 30 voluntários entre 40 e 60 anos na Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, é possível treinar o cérebro de forma que ele perceba a informação ainda que ela venha embaçada, o que permitiria a leitura sem óculos, no caso específico da presbiopia, além de aumentar sua velocidade. Para entender o conceito usado pelo cientista, é preciso compreender como a vista cansada ocorre. A presbiopia é a degeneração da visão de curto alcance que acontece naturalmente com a idade, ocasionada pela perda da elasticidade na lente do olho, o cristalino, o que dificulta focar em objetos próximos. Esta lente precisa mudar de comprimento e de formato toda vez que o olho mira em algo diferente, flexibilidade que se perde com o tempo. A presbiopia afetaria algo em torno de 80% das pessoas com mais de 42 anos. Com a multiplicação de gadgets, computadores, games, iPads e iPhones, o problema pode começar a aparecer mais cedo. Segundo Uri Polat, não há cura para essa deterioração, mas é possível treinar o cérebro para compensar a deficiência. Assim, os participantes do estudo conduzido por ele realizaram exercícios visuais específicos pelo menos três vezes por semana, por 30 minutos em cada uma das sessões, que consistiam em olhar para a tela de um computador e perceber o momento em que apareciam os chamados “padrões Gabor”, pequenos desenhos

quadrados, em preto e branco, considerados básicos para o sistema visual. Os participantes tinham que olhar fixamente para a tela e discernir o momento em que um desses padrões aparecia. Com o tempo, os exercícios se tornavam mais complexos, com diversos padrões aparecendo simultaneamente, sempre por frações de segundo. Segundo os pesquisadores, o esforço visual para a percepção dos desenhos estimula o córtex visual, a área do cérebro especializada no processamento de imagens. Com o tempo, o cérebro aprende a focar nos padrões com mais clareza e rapidez. Ao final de três meses de trabalho, Polat comparou a visão dos participantes com a de sete jovens com visão perfeita e três adultos com presbiopia que não praticaram os exercícios. Os resultados, publicados na revista especializada “Scientific Reports”, foram surpreendentes: todos os 30 voluntários passaram a ler de perto perfeitamente, sem a ajuda de óculos bifocais, alguns deles na mesma rapidez dos jovens. Os três adultos que não se exercitaram, por sua vez, apresentaram piora na visão de curto alcance. O que ocorreu, na verdade, não foi nenhuma cura no olho, mas sim o aumento da capacidade do cérebro de decodificar a imagem que recebe, mesmo que borrada, uma compensação para o enrijecimento do cristalino. Vale lembrar que outros problemas de visão ocorridos com a idade, como catarata e glaucoma, não podem ser corrigidos dessa forma. Como toda pesquisa recente, esta também precisará de mais estudos para confirmação. De qualquer maneira, é uma boa notícia para quem tem presbiopia, caso de fato seja cientificamente referendada.

Como usar bem seu plano Site é espaço de relacionamento

O espaço do Plano na internet é uma maneira muito eficaz para a obtenção de informações de forma rápida e completa. Se o associado quer encontrar um credenciado, por exemplo, pode procurar por especialidade ou região, o que facilita sua busca. Há um enorme banco de dados no site com notícias e dados voltados à prevenção de doenças, que inclui até mesmo receitas de pratos saudáveis e nutritivos. Entre muitas outras possibilidades, os usuários podem consultar os regulamentos de seus planos e entrar em contato com a Ouvidoria. Sempre que precisar, ou mesmo quando quiser apenas saber quais são as últimas novidades, visite www.planopasa.com.br. 5


Você Aqui

Informe PASA | Março / Abril de 2012 | www.planopasa.com.br

Bailes para dançar no ritmo da alegria

Associada do PASA no Rio de Janeiro, Heloisa Reis é uma mulher que tornou a dança um motivo de alegria para a própria vida e para a vida de muitas outras pessoas. Após ficar viúva, ela passou um tempo sem vontade de fazer nada e, então, aceitou a sugestão de um amigo recente para organizar um baile. Desse primeiro, outros mil bailes já foram realizados em praças de alimentação de shoppings da cidade, e há meses em que 20 eventos acontecem, com uma média de público de 500 pessoas. “Eu imaginava que os bailes me fariam bem e me tirariam da solidão, mas acabei fazendo bem para um número muito maior de pessoas. Algumas senhoras não tinham ânimo para sair de casa, para se arrumar, e agora se enfeitam para dançar, para ver as amigas que fizeram lá. Gente que agora tem companhia para ir ao cinema, ao teatro, para viajar. Gente que voltou a ser alguém, como aconteceu comigo quando comecei essa história”, conta Heloisa. Nos “Bailes da Helô” há sempre uma banda tocando ao vivo e dançarinos a postos para convidar as senhoras desacompanhadas. “É bom porque elas chegam acanhadas, dizendo que não sabem dançar. Eles as convencem, ensinando os passos lentamente até que elas adquiram confiança. Algumas se empolgam tanto que decidem fazer aulas de dança de salão”, afirma. A associada diz que essa atividade a torna muito feliz: “Fico com meu coração e minha mente preenchidos. Sinto que, com o baile, levo alegria por onde passo. Já fui testemunha de pessoas que chegaram tristes e saíram contentes. Fui até madrinha de casamento de casais que se conheceram no baile. O melhor é perceber o enorme carinho que essas mulheres demonstram por mim. Esse é o grande barato e faz muito bem para minha autoestima. Além disso, dançar faz bem para a mente e para o 6

Heloisa Reis (no centro, na foto do alto) e os bailarinos se divertem com o público nos bailes.

corpo, não deixa de ser um exercício físico. E melhora a qualidade de vida”. Carioca, integrante da Agenda das Mulheres Brasileiras de 2012, mãe de três filhos e avó de cinco netos, Heloisa tem outras formas de aproveitar seu tempo, além dos bailes. “Adoro ir à praia, passear pelos shoppings da região, ir ao cinema e jantar com meus netos. Já dancei muito, adoro dançar, mas hoje prefiro deixar os salões para minhas convidadas brilharem. Fico só nos bastidores”, garante. Quem quiser fazer parte dessa festa pode acompanhar a programação dos bailes em www. bailedahelo.com.br ou entrar em contato por bailedahelo@gmail.com.


Em Sintonia

Informe PASA | Março / Abril de 2012 | www.planopasa.com.br

Chance de lutar contra a obesidade

Evoluçãodafrequênciadeexcessodepeso,VIGITEL2006a2011 2006

2007

2008

2009

2010

2011

60 50

43 43 44

49 47 48

47 48 49

51 52 52 40

39 38

40 %

O Dia Mundial da Saúde, celebrado recentemente, em 7 de abril, é sempre mais uma chance para reflexão da sociedade. Se há muitas notícias a festejar – o crescimento constante da taxa de longevidade, por exemplo (em 2050 haverá 400 milhões de pessoas no mundo com mais de 80 anos, segundo a Organização Mundial da Saúde) –, também existem motivos de preocupação. A obesidade é um deles. O Ministério da Saúde divulgou em 10 de abril dados alarmantes sobre o sobrepeso entre os brasileiros. Segundo o levantamento oficial, cujo nome é “Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas”, o número de pessoas acima do peso no país subiu de 42,7%, em 2006, para 48,5%, em 2011. A incidência é maior entre os homens (52,6%, em 2011) do que entre as mu-

Excessodepesoeobesidade

42

44 45

30 20 10 0

Total *

Masculino *

Feminino *

*p<0,05

Evolução do excesso de peso, segundo o estudo do Ministério da Saúde (p. 20).

Capa da apresentação da pesquisa “Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas”.

lheres (44,7%), mas crescente nos dois casos. E já há, entre o total da população, 15,8% de obesos, ou seja, pessoas que tem risco alto de contrair ou agravar doenças em função de acréscimo de peso. A pesquisa apontou também as razões que levaram a esse quadro. Apenas 30,9% dos brasileiros comem frutas e verduras cinco ou mais vezes na semana, como indica a Organização Mundial da Saúde (OMS). Além de consumirem menos alimentos saudáveis do que deveriam, 34,6% co-

mem carnes gordas e 29,8% bebem refrigerantes frequentemente. Essa má alimentação, somada ao sedentarismo, amplia o problema. Então, é hora de mudar, para evitar que o país se junte a nações como o Chile, Argentina e Estados Unidos, que já ultrapassaram os 20% de obesos entre seus habitantes. Basta, para isso, escolher bem o que consome e praticar exercícios físicos regularmente, com acompanhamento médico. Afinal, nunca é tarde para tomar o rumo certo.

Cai o número de fumantes no país A mesma pesquisa que apurou o aumento do número de pessoas com sobrepeso constatou um fato positivo: caiu a quantidade de fumantes no Brasil. O percentual de fumantes era de 16,2%, em 2006, e passou para 14,8%, em 2011. Se levarmos em conta que, em 1989, quando começaram as fortes campanhas e medidas contra o cigarro, os brasileiros que se declaravam fumantes chega-

vam a 34,8% da população, é possível perceber uma tendência constante e vigorosa de queda, que pode ainda ser bem maior, como comprovam as diferenças regionais. Em Maceió, apenas 7,8% das pessoas fumam, enquanto no Rio de Janeiro esse percentual é de 14,1% e, em Porto Alegre, de 22,6%. Se você fuma, faça como um entre quatro fumantes no país e pare. Se conhece alguém com o vício, incentive-o a mudar de postura. A saúde de todos agradece.

7


Quadrinhos Por quê? O peso vai ficar menor?

Não, mas você vai pressionar menos a coluna e sua perna ajudará a levantá-lo.

Deve ser por isso que fico cheia de dor, levanto tudo de qualquer jeito.

RESPOSTA

SORTEADO

PERGUNTA Por que é prejudicial à saúde ter uma má postura?

Postura é fundamental!

Então tenha uma postura de amigo e me ajude a levantar aqui! thiago lima

Calma aí, não se esqueça de agachar.

Informe PASA | Março / Abril de 2012 | www.planopasa.com.br

NOME MATRÍCULA PASA CIDADE /ESTADO TELEFONE E-MAIL

Jorge Medeiros Abrahão, usuário do PASA em Cabo Frio – RJ, foi o sorteado da última edição e ganhou uma ventilador de torre com controle remoto.

Corte esta tira na linha pontilhada e envie para Av. Calógeras, 30/9º andar, Centro, Rio de Janeiro, CEP:20030-070, aos cuidados do setor de Comunicação do PASA, ou entregue pessoalmente em um dos escritórios PASA. Caso a sua resposta esteja certa, você participará de um sorteio para ganhar um máquina de café expresso e terá seu nome divulgado na próxima edição do Informe. MANTENHA SEU ENDEREÇO SEMPRE ATUALIZADO

8

Informe 61 - 2012  

Relatório anual mostra retrato do PASA em 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you