Issuu on Google+

Julho/Agosto | Ano 11 n° 57

Tecnologia facilita a vida em todas as idades Pág. 6

PESQUISA REVELA SATISFAÇÃO COM O PASA Levantamento realizado com usuários mostra que a maioria aprova os serviços oferecidos Pág. 7

Plano de Assistência à Saúde do Aposentado da Vale Av. Calógeras, 30, loja H - Centro - Rio de Janeiro - CEP 20030-070


Editorial

Informe PASA | Julho/Agosto de 2011 | www.planopasa.com.br

Sua opinião é fundamental Nesta edição, uma matéria na página 7 apresenta os principais resultados de uma pesquisa de satisfação realizada com os usuários PASA. Esse levantamento é muito importante para conhecer a opinião de associados, dependentes e agregados sobre o serviço oferecido, de maneira a aperfeiçoar a gestão do Plano. Os resultados gerais foram amplamente positivos, o que nos deixa ainda mais motivados a seguir no caminho traçado. Mas não é somente por meio da pesquisa que o usuário pode se manifestar sobre o PASA. Nosso site, um dos temas da matéria especial sobre os 20 anos do PASA, é um canal para ouvir suas opiniões, que podem ser enviadas para a Ouvidoria. Sabendo o que você pensa sobre a rede credenciada e nosso atendimento, por exemplo, ganhamos mais instrumentos para fazer um PASA como você deseja.

Este número também traz, entre outros assuntos, um balanço dos dois primeiros Encontros de Aposentados ocorridos este ano, em Vitória e Itabira; uma ótima notícia sobre a importância da combinação “arroz e feijão” para a saúde dos dentes; e uma entrevista com uma associada bastante conectada à tecnologia. O jornal cumpre, assim, sua missão de transmitir informações que possam contribuir para a melhor utilização possível do Plano e para a qualidade de vida dos leitores. E nestas páginas também esperamos contar com sua opinião. Sugira pautas de matérias, associados a entrevistar, temas de saúde a abordar. Pelo e-mail pasa@vale.com sua sugestão chega diretamente ao setor responsável pelo jornal. Sua participação, como sempre, é fundamental.

Adriana Campos Gerente Geral de Operações e Gestão Corporativa

Soltando a voz nos corais

Participante do PASA premiada Conceição Maria Gomes da Fonseca, analista de seguridade da Valia que é participante do PASA, foi a vencedora da Categoria Vale do Prêmio de Música Brasileira. Ela recebeu a notícia em grande estilo, durante uma cerimônia que aconteceu no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Para um veículo de comunicação da Vale, ela disse: “na hora em que falaram meu nome, eu podia ter desmaiado e levantei como se fosse uma estrela. Não sei explicar realmente como cheguei lá cima. É gratificante, pois eu canto há muito tempo. Sei que agrado

a algumas pessoas, porém tantas assim foi demais, inacreditável. Foi algo que nunca senti na vida.” Sua relação com a musicalidade vem da infância: seus pais sempre gostaram de música e diziam que ela cantava já no berço. “Estou sempre cantando. As pessoas no trabalho falam uma palavra e eu imediatamente interpreto alguma música. Cantar está dentro do meu ser”, afirma. O prêmio foi entregue pela diretora-executiva de Recursos Humanos e Serviços Corporativos da Vale, Vania Somavilla, e pela atriz e apresentadora do evento Regina Casé.

Norma de Souza Serpa, aposentada da Vale e esposa de Alexandre Claudio de Souza, participante do PASA, mora no Rio de Janeiro e canta em três corais: no da Vale, no da Aposvale e no da associação de moradores do condomínio onde mora, na Barra da Tijuca. Ela conta que sempre gostou de cantarolar, desde pequena, e fazia isso inclusive no trabalho, quando estava na Docenave. “Depois que me aposentei, tive tempo para me dedicar aos corais. Como toda mulher, estava acostumada a realizar várias tarefas, por isso hoje consigo cantar em três lugares e ainda faço teatro na Aposvale e fora da associação, com o mesmo professor. É sempre possível conciliar tudo. Fico um pouco ansiosa quando há mais de uma apresentação no mesmo dia, mas no final dá tudo certo”, diz. O coral da Vale está aberto a ex-empregados da empresa. Para participar, basta comparecer, segunda ou sexta-feira, às 12h30, a um ensaio, que é realizado na Av. Presidente Wilson 231, 7º andar, no Centro do Rio (na Valer). Os associados da Aposvale devem acessar o site www.aposvale.org.br para saber como participar do coral da entidade.

EXPEDIENTE CONSELHO EDITORIAL: Elisabete Teixeira, Esdras Domingos de Abreu, Adriana Campos, Dr. José Sávio Barros e Jorge Luiz Moraes / JORNALISTA RESPONSÁVEL: Veronica Pinheiro / ANALISTAS DE COMUNICAÇÃO: Priscila Drummond e Aline Nascimento / REDAÇÃO: Tempero Comunicação / REVISÃO E EDIÇÃO: Kohav Comunicação / PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO: Kohav Comunicação / CONTATO: (21) 2139-5700 (r.5724/ 5719) / Fax: (21) 2240-5625 / Carrier: 821-4979 / 4373

2


Fique Atento

Informe PASA | Julho/Agosto de 2011 | www.planopasa.com.br

Encontro de Aposentados: grande público em Vitória e Itabira

Neuróbica na Aposvale de Vitória

Os dois primeiros Encontros de Aposentados e Pensionistas da Vale, realizados em Vitória (dia 13 de julho, no Centro de Convenções) e Itabira (dia 3 de agosto, na Arfita), foram um sucesso de público, reunindo, juntos, mais de 6500 pessoas. Em ambos, houve palestras da Vale, da Aposvale (que apresentou também seu coral) da Valia e do PASA. Ao final da fala do diretor do PASA, Esdras Abreu, a plateia cantou um parabéns em homenagem aos 20 anos do Plano, com direito a bolo. Aí foi a vez do lanche, seguido da grande atração da noite: o grupo paulista Demônios da Garoa, que entoou uma série de canções muito conhecidas do público, como “Trem das Onze”. Veja fotos das duas festas e você, que é de Governador Valadares, já pode se agendar, pois no dia 28 de setembro será a vez da cidade receber o Encontro.

No dia 22 de setembro, será realizada, por meio de uma parceria entre Aposvale do Espírito Santo e PASA Saúde, uma palestra sobre “Neuróbica”. Para quem não conhece o termo, a Neuróbica busca estimular o hábito de pensar e agir, incentivando novas práticas de vida para estimular zonas cerebrais “adormecidas”. Isso ajuda a aguçar a atenção, a observação e a curiosidade, além de desenvolver a concentração e a memória. A palestra, ministrada pela doutora Gilma Pimentel de Avelar, acontecerá às 14h no Auditório Genilson Pimentel, na sede da Aposvale (Rua Duque de Caxias, 299, Centro).

Nas fotos acima, associados participam do Encontro de Itabira

Acima, a equipe do PASA comemora os 20 anos do plano no Encontro de Vitória. Ao lado, o grupo Demônios da Garoa

Ligue PASA agora tem central exclusiva

Desde o dia 6 de setembro, o Ligue PASA dispõe de uma central exclusiva, localizada no Rio de Janeiro. Isso permite um atendimento ainda mais personalizado, na medida em que os profissionais têm foco único no Plano e podem, assim, absorver com mais facilidade o conceito de qualidade definido pelo PASA. O número e o horário de atendimento, contudo, continuam os mesmos. Ou seja: o serviço está disponível 24 horas por dia, nos sete dias da semana, pelo 0800 7701 708.

3


Viva Melhor Baixa imunidade está ligada a vários fatores Além de atingir quem hereditariamente tem mais propensão ao problema, a baixa imunidade pode ocorrer com pessoas sem essa característica em determinados momentos de suas vidas, por uma série de fatores, como uso de medicamentos que suprimem a imunidade, exposição à radiação, quimioterapia, má alimentação, uso de drogas, consumo de álcool, excesso de exercício físico, estresse prolongado, doenças que levam a uma grande perda de proteínas, doenças crônicas, deficiências de vitaminas e falta de repouso adequado. Para saber se a imunidade está realmente baixa é preciso procurar um médico. Mas existem alguns sinais que merecem atenção. A Fundação Jeffery Modell e a Cruz Vermelha Americana criaram uma lista, a partir dos diagnósticos realizados, que dá mais elementos aos profissionais para investigar se existe o problema. São dez itens. Ganham especial atenção, os pacientes que tiveram ou têm:

Varizes atingem também os homens Apesar de ser um problema mais comum em mulheres, as varizes atingem também muitos homens. Há estudos segundo os quais 20% das pessoas que sofrem do mal são do sexo masculino. Por isso, também entre homens é preciso ficar atento e tratar as varizes se elas ocorrerem, para evitar inchaço nas pernas, hemorragias e escurecimento e endurecimento da pele. A genética é um dos fatores de risco para o aparecimento das varizes, mas não o único. Quem passa muito tempo sentado ou muito tempo em pé tem mais risco de apresentar o problema. Para preveni-lo, o ideal é alternar essas situações. Se, por questões profissionais, isso não é possível, mexa os pés quando estiver sentado e faça exercícios para fortalecer os músculos da perna. Uma vez constatada a existência das varizes, procure logo um médico para saber como tratar-se, sem esperar que os vasos fiquem maiores e mais grossos. 4

1. duas ou mais pneumonias no último ano; 2. oito ou mais otites no último ano; 3. estomatites de repetição ou monilíase por mais de dois meses; 4. abscessos de repetição ou ectima; 5. um episódio de infecção sistêmica grave: ­meningite, osteoartrite ou septicemia; 6. infecções intestinais de repetição ou diarreia crônica; 7. asma grave, doença do colágeno ou doença ­autoimune; 8. efeito adverso ao BCG e/ou infecção por ­micobactéria; 9. quadro clínico associado à imunodeficiência; 10. história familiar de imunodeficiência. Como sempre, apenas o seu médico pode avaliar se esses tópicos estão ou não associados à baixa imunidade.

Hospitais de Vitória lançam campanha educativa Objetivo das instituições é evitar que prontos-socorros sejam procurados sem necessidade Três hospitais credenciados do PASA na Grande Vitória – Meridional, Vila Velha Hospital e Vitória Apart – lançaram uma campanha no Espírito Santo alertando as pessoas para algo que o PASA também vem mostrando frequentemente: a necessidade de procurar os prontos-socorros apenas em casos de urgência e emergência. Uma pesquisa feita pelas instituições mostrou que 80% das pessoas que se dirigem aos prontos-socorros não estão enquadradas nessa situação e poderiam ter agendado consultas, evitando se submeter à superlotação.

Quem não tem um problema mais grave acaba esperando demais pelo atendimento, já que é preciso dar prioridade às reais emergências. De qualquer forma, para minimizar os problemas em relação ao atendimento em seus prontos-socorros, os hospitais anunciaram melhorias estruturais.


Arroz e feijão para um sorriso saudável Uma boa notícia para quem gosta e mantém a dieta tradicional do brasileiro: pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) descobriram que a combinação de arroz e feijão seria capaz de potencializar a ação do flúor na saúde bucal, ou seja, faria bem para os dentes. Segundo a pesquisa, a preparação do arroz e do feijão com água tratada com flúor faz com que os grãos absorvam o elemento químico. Durante o cozimento, os alimentos funcionariam como uma espécie de esponja para o flúor. Para chegar a essa conclusão, os cientistas mediram a presença de flúor na saliva de quem come arroz com feijão e perceberam que, em média, essa presença é quatro vezes maior do que a verificada em pessoas que não se alimentam da dupla. Essa diferença positiva garante uma presença contínua de flúor na boca, protegendo os dentes das cáries.

Utilize o

08000 260 911

Como usar bem seu plano Consulta em pronto-socorro: sem direito a retorno

Se o arroz e o feijão já eram indicados por equilibrar carboidratos e proteínas em sua composição, agora ainda são receitados para um sorriso saudável.

Nem todo mundo sabe, mas a consulta médica realizada em prontos-socorros não dá direito a retorno, como acontece em consultórios. Além disso, quando o pronto-socorro é procurado entre 19h e 7h, ou aos sábados, domingos e feriados, o valor cobrado é 30% maior. Mais motivos, somados à conveniência e ao conforto do agendamento prévio, para você se dirigir ao consultório do seu médico, que terá mais tempo para examiná-lo e poderá acompanhá-lo e conhecer melhor seu histórico e características.

O atendimento é rápido e gratuito. E você conta com um excelente serviço de esclarecimento médico por telefone prestado por profissionais experientes.

DoutorPASA

orientações 24 horas, sete dias por semana. www.planopasa.com.br 5


Você Aqui

Informe PASA | Julho/Agosto de 2011 | www.planopasa.com.br

Aplicando a tecnologia no dia a dia A associada Yukie Kimura de Mello e Alvim, de 58 anos, está entre aquelas pessoas que se mantêm em dia com as novidades tecnológicas e aproveitam os benefícios que elas podem trazer. Ex-empregada do grupo Vale, onde ficou por 19 anos, sempre na área de alumínio, Yukie teve a chance de aprender sobre recursos da computação e, desde que se aposentou, passou a ensinar outros aposentados a usufruir da tecnologia. Casada e moradora de Copacabana, no Rio de Janeiro, ela tem muitos alunos nas imediações de sua casa. “É comum que pessoas da Terceira Idade ganhem de filhos e netos computadores, mas num primeiro momento reajam ao equipamento, imaginando que é muito difícil usá-lo. Procuro entender quais são seus interesses e mostro como o processo é intuitivo. Com a internet, elas descobrem como se relacionar com amigos, novos e antigos, de diversas formas, além de visitar sites variados, acumulando conhecimento e, com certeza, tornando o mundo melhor”, explica. A associada lembra que a maior parte dos alunos usa caixas eletrônicos e que o princípio do computador doméstico é o mesmo. Ou seja: se conseguem se relacionar com a tela, os ícones e as senhas, conseguirão lidar com os programas instalados em seus micros. “Cada aluno que se interessa pela computação tem alguma preferência temática: se o objetivo é viajar, ensino como comprar passagens e reservar hotéis pesquisando valores de cada companhia, acumulando ou resgatando milhas; se faz fotos e filmes, mostro como usar um programa de edição desse material; se gosta de escrever poesias, explico como funciona um programa de edição de texto; se ama culinária, a pessoa aprende a navegar para encontrar novas receitas. Um início agradável faz toda a diferença no aprendizado final, quando o aluno passa a entender os fundamentos dessa máquina maravilhosa”, garante.

Yukie não só utiliza a tecnologia cotidianamente em sua vida como também ensina pessoas da Terceira Idade a utilizar recursos como Internet, Skype e MSN.

6

Para citar exemplos, ela conta que dá aulas a uma senhora de 89 anos que, hoje, faz conferências pelo Skype e MSN (programas que permitem realizar conversas gratuitamente, com som e imagem, por meio da internet) com a maior tranquilidade. Dessa forma, economiza em ligações e pode falar com quem deseja, sem se preocupar. Um outro aluno de 83 anos agora viaja com tíquete eletrônico, comprado por ele mesmo via internet. “O planejamento financeiro da sua aposentadoria para visitar filhos que moram em outros estados está mais bem controlado usando uma planilha, incluindo a geração de gráfico mês a mês”, afirma Yukie. Pessoalmente, a associada não é fã das redes sociais, como o Facebook, por considerá-las “um pouco invasivas”, mas explica como aproveitá-las e estimula os alunos interessados. Em sua casa, onde passa cerca de três horas diárias na inter-

net, ela prefere participar de jogos interativos e de ação, além de testar novos produtos que ainda entrarão no mercado. “Faço parte do grupo de desenvolvedores da Microsoft e lido com os novos programas da empresa”, diz. A internet também é acessada pela associada para muitos outros fins, inclusive quando o assunto é a praticidade de utilizar serviços sem sair de casa: “Visito o site do PASA para ver a lista de credenciados, quando preciso. Também já emiti a segunda via de boleto bancário por meio dele e fiz meu recadastramento. Minhas compras de eletrodomésticos, e-books e supermercado são feitas pela internet”. Yukie incentiva todos os usuários, de qualquer idade, a aproveitarem as facilidades que a computação e a internet trazem, deixando seu e-mail ykmello@gmail.com à disposição de quem quiser conversar sobre o assunto.


Qualidade no atendimento: foco permanente do PASA A questão da qualidade no atendimento aos usuários foi sempre uma preocupação do PASA nestes 20 anos. Esse foco está presente no dia a dia em todas as áreas do Plano, desde o cuidado em credenciar apenas profissionais e empresas capazes de prestar um serviço de alto nível até o treinamento para a equipe responsável pelo atendimento nos escritórios e por telefone. Existem, portanto, aspectos visíveis para os usuários em termos de qualidade e ações que acontecem internamente, mas que possuem a mesma importância. A boa gestão financeira e administrativa, por exemplo, permite que haja recursos para o investimento na estrutura de atendimento. E há, também, marcos especiais, que merecem destaque ao longo dessa trajetória. Em 1994, foi editado o primeiro Informe PASA. O jornal, ao chegar a todos os associados, distribui um conhecimento que serve para esclarecer dúvidas, ajudá-los a utilizar melhor o Plano e contribuir para a prevenção de doenças, entre muitas outras funções.

1994 2004 2002

Em 2002, o Ligue PASA, serviço de atendimento telefônico que informa sobre questões como localização de credenciados e solicitação de segunda via de cartão, foi lançado, primeiro em Minas Gerais, Sergipe e Bahia, e, no ano seguinte, em todos os locais de atuação do Plano. Em 2009, o Ligue PASA passou a funcionar apenas com o 0800, ou seja, o serviço tornou-se inteiramente gratuito. O site do PASA foi criado logo em seguida, em 2004, para ser uma inesgotável fonte de informação e serviços, na medida em que recebe atualização semanal. Pela internet é possível encontrar credenciados, ter acesso aos regulamentos dos planos, saber horários de perícias nos estados, ler os relatórios anuais, conhecer as últimas novidades e, entre tantos outros usos, imprimir a segunda via de boletos, funcionalidade disponível desde 2009. Em 2007, os associados, inclusive os empregados ativos do Grupo inscritos no PASA, passaram a contar com o Doutor PASA, um serviço de aconselhamento médico gratuito por telefone capaz de esclarecer os usuários sobre temas relevantes como segunda opinião médica, bulas e dosagens de medicamentos, interpretação de exames e alimentação saudável. planopasa.com.br

E, também em 2007, entrou em operação a Ouvidoria do PASA, canal para esclarecimento de dúvidas, reclamações, elogios e sugestões que funciona tanto por telefone quanto pela internet. Relembre abaixo como entrar em contato e escolha a melhor opção para sua demanda: Ligue PASA – Atendimento 24h por dia, sete dias na semana, pelo 0800 7701 708. Doutor PASA – Atendimento 24h por dia, sete dias na semana, pelo 08000 260 911. Ouvidoria – Atendimento pelo telefone (21) 2220-5036 ou pelo site www.planopasa.com.br. Escritórios – Em www.planopasa.com.br, ou no encarte deste jornal que traz os últimos credenciamentos e descredenciamentos, é possível saber telefones e endereços das unidades PASA.

2009

2007 2007

Pesquisa aponta satisfação com o PASA Entre 27 de maio e 13 de junho, o Instituto Gerp fez uma pesquisa para aferir o grau de satisfação dos usuários PASA nos diversos estados de atuação do Plano. Foram entrevistados titulares, dependentes e agregados, 71% deles acima de 40 anos, e os resultados apontam para a aprovação dos usuários em relação aos serviços prestados. Do grupo pesquisado, 79% haviam utilizado o PASA entre uma e 12 vezes nos últimos 12 meses, o que dá à amostragem maior relevância. Esse levantamento servirá como subsídio para que o PASA faça aperfeiçoamentos nos tópicos em que os usuários indicaram a necessidade de melhorias. “Ficamos felizes com os resultados gerais e estamos atentos para as oportunidades de prestar um serviço ainda me-

lhor, com base nas informações recolhidas”, afirma a diretora-presidente do PASA, Elisabete Teixeira.

satisfeita (82%) com o Plano, enquanto o número de pessoas nada satisfeitas é pequeno, de 2%.

Veja os principais resultados: *Cardiologistas, ginecologistas e clínicos gerais foram os profissionais mais procurados por esse público, que, em sua maioria (65%), vai a médicos regularmente. Para escolher os profissionais, os entrevistados disseram ouvir parentes e amigos (37%) ou privilegiar a qualidade do serviço (30%).

*Sobre o atendimento recebido no PASA, os quatro itens pesquisados – agilidade no retorno, solução de problemas, qualidade das informações prestadas e cordialidade – tiveram notas médias acima de 4, numa escala de 0 a 5. Para a rede credenciada, as notas variaram entre 3,33, para o tempo necessário ao agendamento das consultas, e 4,22, para a confiança nos médicos.

*No que diz respeito ao PASA, a razão mais apontada para satisfação foi o bom atendimento. De forma geral, a maior parte se diz muito satisfeita ou

*De uma forma geral, a maioria dos entrevistados acha que o PASA é melhor ou muito melhor do que a concorrência (59%).

7


Quadrinhos E o que você está vendo aí?

Aqui tem sinal liberado de internet, aproveitei para navegar perto da natureza.

Estou procurando um credenciado no site do PASA.

É pratico e rápido. No site você ainda imprime segunda via de boleto e encontra muita informação importante.

RESPOSTA

Empresto, mas só depois da sua caminhada. Nada de esquecer do exercício!

SORTEADO

PERGUNTA Cite um serviço à disposição no site do PASA

Bacana, então me empreste um pouco.

É fácil de achar?

NOME MATRÍCULA PASA CIDADE /ESTADO TELEFONE E-MAIL

Fernando Antônio Uliana, usuário do PASA em Vila Velha - ES, foi o sorteado da última edição e ganhou um kit cama de casal com edredom, lençóis e fronhas.

Corte esta tira na linha pontilhada e envie para Av. Calógeras, 30/9º andar, Centro, Rio de Janeiro, CEP:20030-070, aos cuidados do setor de Comunicação do PASA, ou entregue pessoalmente em um dos escritórios PASA. Caso a sua resposta esteja certa, você participará de um sorteio para ganhar um Hidromassageador para pés e terá seu nome divulgado na próxima edição do Informe. MANTENHA SEU ENDEREÇO SEMPRE ATUALIZADO

8

thiago lima

O que você está fazendo com esse computador aqui no parque?

Informe PASA | Julho/Agosto de 2011 | www.planopasa.com.br


Informe PASA - 57