Issuu on Google+

Janeiro/ Fevereiro| Ano 10 n° 48

Alimentação em Foco No calor, é preciso tomar alguns cuidados especiais com a alimentação, principalmente com o que se consome fora de casa Pág. 4 Confira algumas dicas para a hora de congelar alimentos Pag.5

ANS Altera rol de procedimentos Pág. 7

Plano de Assistência à Saúde do Aposentado da Vale Av. Calógeras, 30, loja H - Centro - Rio de Janeiro - CEP 20030-070


Editorial

InformePASA | Janeiro / Fevereiro de 2010 | www.planopasa.com.br

O impacto dos novos procedimentos Ampliação da cobertura mínima entra em vigor no meio do ano Este ano, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) editou um novo rol de procedimentos que valerá a partir de junho. Rol de procedimentos é a relação de coberturas obrigatórias para todos os planos regulamentados*. Na página 7, o jornal traz informações sobre o assunto, mostrando as principais mudanças ocorridas com o objetivo de ampliar o acesso dos usuários de planos de saúde a serviços e conquistas recentes da medicina. Se isso é claramente algo positivo, na medida em que permitirá aos usuários o acesso a mais

opções de exames e procedimentos, também trará, de forma inevitável, um aumento dos custos dos tratamentos. Hoje, não é possível quantificar esse acréscimo, pois só no meio do ano os procedimentos estarão liberados e, a partir de sua utilização, é que se poderá calcular o efeito nas contas dos planos. O PASA, naturalmente, está inserido nesse contexto e atento às mudanças e seus efeitos, buscando, como tem sido o foco de sua gestão, minimizar tanto quanto possível o impacto financeiro para os associados, pelo aproveitamento inteligente dos recursos.

(*) As mudanças não se aplicam ao Plano PASA, anterior à Lei 9656/98, que mantém as mesmas coberturas previstas em seu regulamento

Nesse sentido, mais uma vez, a participação dos usuários se mostra fundamental, na fiscalização dos serviços prestados, no combate a desperdícios, como exames refeitos sem necessidade, e no cuidado com a própria saúde. Pessoas que cuidam bem de sua alimentação e são física, mental e espiritualmente ativas estão menos propensas a doenças. Então, saber que novos recursos da medicina se encontram à disposição é muito bom, mas entender que eles geram custos e fazer a sua parte para ter uma vida saudável também é fundamental. Edécio Brasil – Presidente PASA

Aposentadoria: chance de realizar novos projetos O Dia do Aposentado, comemorado em 24 de janeiro, é mais uma oportunidade para o PASA celebrar com seus associados e amigos esta fase da vida que vem, a cada dia, sendo entendida como merece: uma oportunidade para a realização de novos projetos e para o desenvolvimento de talentos. Com mais tempo livre, a pessoa pode ficar

próxima daqueles que ama e colocar em prática desejos antigos. Nesta edição mesmo, entrevistamos o associado Newton Rezende, que lançou um livro sobre Carajás. Escrever, pintar, encenar, envolver-se em atividades comunitárias, ler, praticar esportes: há muito o que fazer na terceira idade, basta querer!

Cinto no banco de trás salva vidas Motoristas e passageiros precisam tornar a medida um hábito Demorou muito, mas o cinto de segurança “pegou” no Brasil. Já há alguns anos é difícil ver alguém dirigindo, ou mesmo o carona do banco da frente, sem cinto. O problema está no banco traseiro, onde mesmo crianças viajam soltas, apesar da exigência legal e de todas as recomendações dos médicos e órgãos que cuidam do trânsito. A razão para o uso de cinto de segurança na parte de trás do carro é muito simples: numa colisão, o corpo de quem está “solto” será projetado para frente, a uma velocidade proporcional a do automóvel. Então, se está atrás do motorista

ou do carona, o passageiro se machucará no impacto com o banco e ainda vai agravar muito os danos sofridos por quem está na frente. Se está na posição do meio, no banco de trás, terá grandes chances de ser arremessado contra o vidro. Segundo o Detran do Rio de Janeiro, a falta do cinto traseiro aumenta em cinco vezes o risco de morte para quem está na frente. Portanto, siga a lei e use o cinto de segurança onde estiver: na frente ou na parte de trás dos automóveis e, mesmo, nos ônibus. Proteja a vida.

EXPEDIENTE CONSELHO EDITORIAL: Esdras Domingos de Abreu, Adriana Campos, Dr. José Sávio Barros e Jorge Luiz Moraes / JORNALISTA RESPONSÁVEL: Veronica Pinheiro / ASSISTENTES DE COMUNICAÇÃO: Priscila Drummond e Aline Nascimento / REDAÇÃO: Tempero Comunicação / REVISÃO E EDIÇÃO: Resh Comunicação / PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO: Resh Comunicação / CONTATO: (21) 2139-5700 (r.5724/ 5719) / Fax: (21) 2240-5625 / Carrier: 821-4979 / 4373

2


Fique Atento

InformePASA | Janeiro / Fevereiro de 2010 | www.planopasa.com.br

Encontro de Aposentados volta em 2010 Evento é promovido conjuntamente pelo PASA, Aposvale, Valia e Vale Este ano, os Encontros de Aposentados e Pensionistas da Vale voltarão a acontecer, reunindo amigos, oferecendo serviços e proporcionando uma troca de informações entre aqueles que fizeram a história da companhia, além de entretenimento e diversão. Estarão presentes, como nas edições anteriores, o PASA, a Aposvale, a Valia e a Vale, com estandes e profissionais para atender os participantes.

Em Governador Valadares, o Encontro está marcado para o mês de abril. Em breve, você terá acesso a mais informações sobre o evento em sua cidade, incluindo a programação. Todos os associados receberão cartas-convite e haverá divulgação de cartazes e banners nas sedes da Aposvale e nos escritórios do Plano e da Valia.

Cartões chegam em abril Os novos cartões dos planos regionais (PASA Carioca, PASA Capixaba, PASA Mineiro, PASA Brasil e PASA Brasileirinho) serão enviados aos associados em abril, com validade até 31 de maio de 2011. É importante notar que são cartões exclusivos dos planos novos, não incluindo os planos PASA e PASA Plus.

Comprovante de pagamentos para imposto de renda segue pelo correio O PASA entregará nas casas dos associados, até o dia 30 de abril, os comprovantes de pagamentos efetuados para fins de Imposto de Renda.

Quem não receber essa comunicação dentro do prazo deve telefonar para o Ligue PASA, no 0800 7701 708, e solicitar seu comprovante.

Titulares dos planos PASA e PASA Plus recebem Regulamentos atualizados em casa Desde o início deste ano, os Regulamentos atualizados dos planos PASA e PASA Plus estão sendo enviados às casas dos associados, porém apenas os titulares dos planos recebem a publicação. Quem, por acaso, não tiver recebido até o final de março deve entrar em contato com o escritório do PASA mais próximo, para confirmar a atualização de seu endereço.

Microscópicas Segunda via de boletos pela internet Em outubro de 2009, o PASA implantou um serviço que atende aos pedidos de muitos associados: a emissão da segunda via dos boletos bancários pela internet, já noticiada aqui. Como se trata de uma novidade, vale a pena ressaltar mais uma vez. Para usar o serviço, basta acessar www. planopasa.com.br e imprimir os boletos que por qualquer motivo não chegaram até você. No site está explicado o passo a passo para o acesso à segunda via, que é simples e rápido.

Caminho judicial deve ser última opção O acesso à Justiça é um direito constitucional que todo cidadão brasileiro tem e deve exercer quando se sentir lesado. Contudo, o caminho judicial é custoso para todas as partes e nem sempre traz os resultados esperados. Por isso, caso haja alguma insatisfação com o PASA, antes de procurar a Justiça, é interessante que o associado entre em contato com o Plano e explique os motivos de sua insatisfação, para que tenha seu problema resolvido ou saiba, de forma bem detalhada, as razões que impedem o atendimento de sua demanda. Além do acesso direto aos escritórios, o Plano dispõe de uma Ouvidoria preparada para responder às diversas solicitações no menor prazo possível. O associado fala com o ouvidor pelo www.planopasa.com.br ou pelo telefone (21) 2220-5036.

Atualize sempre seu endereço Para receber qualquer comunicação do PASA o associado deve estar sempre com o endereço em dia. É comum que pessoas se mudem e esqueçam de avisar as empresas que se relacionam com elas, o que pode gerar problemas, como uma inadimplência sem que o associado saiba do que se trata. Por isso, mantenha seu endereço atualizado, o que pode ser feito pela área de Ouvidoria, no site www.planopasa.com.br, ou pelo 0800 7701 708, telefone do Ligue PASA à disposição 24h por dia, de domingo a segunda.

3


Viva Melhor

Evite alimentos “perigosos” no calor Com altas temperaturas, risco de intoxicação alimentar aumenta Com o calor, o risco de consumo de alimentos deteriorados aumenta muito, sobretudo em locais como praias, onde os produtos circulam por horas no sol nas mãos dos vendedores e têm procedência desconhecida. Há grande oferta nas areias, além das bebidas: sacolés, cuscuz, camarão, queijo coalho, empadas, frutas, sanduíches “naturais”, etc. Um levantamento feito pelo Ministério da Saúde entre os anos de 1999 e 2008 apontou 117 mil brasileiros doentes por intoxicação alimentar, sendo que 64 morreram. E estes são números que levam em conta atendimentos contabilizados pela rede pública, há certamente um contingente bem maior de pessoas atingidas. Entre os maiores vilões das intoxicações estão ovos, frutos do mar, enlatados, maionese, queijos e frutas vendidas em potes. Até a água de origem

duvidosa é perigosa. O problema pode ter diversas causas, como bacteriana, por salmonela ou estafilococos presentes no preparo sem higiene e pela deterioração dos alimentos, ou, ainda, pelas toxinas de uma bactéria que se forma em enlatados ou em alimentos mal conservados e causa o botulismo. Pode, ainda, ser viral (menos comum), ou causado por toxinas químicas encontradas em alguns alimentos, como cogumelos. Entre os sintomas de intoxicação alimentar estão diarréia, dores abdominais, vômitos, febre e dor de cabeça. O caminho, nesses casos, é procurar rapidamente um médico e seguir suas recomendações. O ideal, porém, como sempre, é evitar o problema, consumindo apenas alimentos de fonte confiável e cuidando da higiene em seu preparo. Fuja das tentações, principalmente no verão.

Boca seca é problema comum em idosos Seu dentista pode prescrever formas de combater o ressecamento É muito comum que pessoas idosas se queixem de ressecamento e diminuição do fluxo salivar, cujo nome científico é xerostomia. O problema pode ter causas naturais, como o envelhecimento, ou ser desenvolvido por doenças como diabetes e hiper tensão, e até mesmo por medicamentos utilizados para combater outras doenças. Com a redução da saliva, a mucosa fica ressecada e frágil e a língua pode apresentar rachaduras, nas quais os restos de alimentos ficam depositados, for mando o sabur ro e gerando mau hálito. Isso favorece o aparecimento de cáries, pela falta de saliva, e leva também a dificuldades para mastigar e engolir a comida, o que dificulta a digestão completa. Ao sentir a boca seca com frequência, a pessoa deve procurar seu dentista, que buscará descobrir as causas do desconfor4

to e, a par tir daí, indicará o tratamento cor reto para cada caso, utilizando gel, creme dental, enxaguatór io, raspador de língua, medidas que vão melhorar a umidade e textura da língua e da muco-

sa. Como prevenção, pode-se diminuir os r iscos associados à xerostomia usando os produtos adequados, mantendo uma ótima hig iene bucal e visitando regular mente o dentista.


Congelar alimentos sem risco Nos grandes almoços de domingo, a maioria das famílias usa a velha máxima: “É melhor sobrar do que faltar”. Assim, quem está na cozinha capricha no tamanho dos pratos, o que gera, quase sempre, muitas sobras. E mesmo no dia a dia nem sempre se consegue calcular exatamente qual será o consumo de comida. Por isso, congelar alimentos está entre os hábitos do brasileiro. Mas é preciso garantir que as comidas guardadas não apresentem riscos à saúde, seguindo algumas recomendações, como: - conserve os alimentos congelados numa temperatura de -18ºC, por no máximo três meses; - nunca recongele os alimentos; - as frutas devem ser limpas e os caroços devem ser retirados. Utilize porções na quantidade exata que você irá consumir, de preferência na preparação de bolos, tortas, etc.; - para congelar hortaliças é necessário usar uma técnica chamada branqueamento, que conserva melhor suas características e diminui a proliferação de bactérias. O branqueamento é, na verdade, a lavagem correta das hortaliças, com a separação das partes estragadas, seguida da fervura e imediata colocação em água fria, de maneira que haja o choque térmico; - as carnes devem ser limpas e ter suas partes não comestíveis (como a gordura) retiradas. O ideal, também, é congelar nas porções que serão consumidas; - os seguintes alimentos não devem ser congelados: ovo com casca, maionese, chantilly, iogurte, banana, pêra, verdura de folha, pudins em geral, tomate, batata, pepino, salsão, creme de leite, queijos cremosos, macarrão sem molho, cremes engrossados; - por fim, para descongelar, os alimentos devem ser colocados no refrigerador, em forno de micro-ondas ou à temperatura ambiente por, no máximo, 4 horas, sempre em embalagem adequada.

Como usar bem seu plano A importância de escolher bem seu médico A decisão sobre qual será o profissional que vai cuidar de sua saúde é extremamente importante. Para tomá-la com segurança, vários aspectos devem ser levados em conta. A indicação de amigos ou parentes costuma ser um bom critério, mas outras questões devem ser consideradas, como sua comodidade. A qualificação do profissional no que diz respeito a cursos e especializações também é relevante, assim como a empatia gerada nos encontros com ele, na medida em que esta será uma relação de confiança que exigirá cumplicidade e sinceridade. 5


Você Aqui

InformePASA | Janeiro / Fevereiro de 2010 | www.planopasa.com.br

Associado lança livro sobre Carajás Newton Rezende, que teve posição de liderança no projeto, conta como tudo aconteceu Em dezembro de 2009, o engenheiro de minas e associado Newton Pereira de Rezende, morador do Rio de Janeiro, recebeu amigos que prestigiaram o lançamento, no Clube de Engenharia, de “Carajás – Memórias da Descoberta”. O livro, fruto de um intenso trabalho de quatro anos, que envolveu pesquisas em várias fontes e depoimentos de geólogos e profissionais que participaram do projeto, além das lembranças do próprio autor, tem mais de 300 páginas, com farta documentação. “Escrevi o livro por entender que era muito importante que as pessoas conhecessem a verdadeira história desse que é o maior distrito ferrífero do mundo. Havia muitas versões sobre a descoberta de Carajás, mas sempre incompletas, e achei que deveria tratar do assunto com profundidade e da forma mais objetiva e direta possível, de modo que qualquer interessado, leigo ou não, pudesse entender como tudo ocorreu”, explica Newton Rezende. Newton Resende, ao lado da esposa Maria do Carmo, também escritora

“Tão importante, porém, quanto as questões legais e políticas que envolvem uma riqueza tão grande quanto a de Carajás é recordar a dimensão humana do projeto, em plena região amazônica, que envolveu a coragem e determinação de tantos homens e contou com a participação decisiva das Forças Armadas” O associado, antes de trabalhar na Vale onde presidiu a Valesul Alumínio e a Urucum Mineração, tornando-se depois consultor -, foi vice-presidente da Companhia Meridional de Mineração, empresa autora da descoberta de Carajás que era controlada pela norte-americana US Steel. Nessa condição, e como responsável técnico junto ao Departamento Nacional de Pesquisa Mineral, órgão do governo federal, ele teve acesso a todas as etapas do processo, inclusive a posterior criação da Amazônia Mineração (AMZA), empresa controlada pela CVRD em associação com a Meridional-US Steel para exploração da área. ���Guardei muitos documentos em casa, o que me ajudou na pesquisa. Cheguei a me encontrar com o ministro da Minas e Energia para ajudar 6

a definir como se daria a utilização do distrito mineral. Tão importante, porém, quanto as questões legais e políticas que envolvem uma riqueza tão grande quanto a de Carajás é recordar a dimensão humana do projeto, em plena região amazônica, que envolveu a coragem e determinação de tantos homens e contou com a participação decisiva das Forças Armadas”, destaca Newton. O associado, que é pai de 11 filhos, avô de 19 netos e bisavô de três bisnetos, com mais um a caminho, fez 90 anos no dia 13 de fevereiro e continua, como mostra o lançamento de seu livro, muito produtivo. “Sigo as recomendações do PASA e seus médicos, que sempre ressaltam a importância de nos mantermos em atividade física e intelectual. Não só eu como minha esposa Maria do Carmo, que é escritora e foi fundamental na produção de minha obra, digitando, me estimulando e contribuindo para a revisão do conteúdo, acreditamos que realizar projetos é parte integrante de uma boa saúde”, afirma. Ele também credita a produção do livro, que tem acabamento caprichado, ao apoio dos filhos, e conta que tem recebido pedidos de

exemplares de pessoas das mais diversas formações, o que comprova o amplo interesse que um tema como Carajás desperta. Como não há condições de distribuir a tiragem por todo o país, o livro pode ser encontrado, no Rio, na Livraria Prefácio, em Botafogo (Rua Voluntários da Pátria, 39), ou pedido pelos telefones (21) 2238-1116 e 2278-4595 para envio por Sedex, a qualquer cidade.


Em Sintonia

InformePASA | Janeiro / Fevereiro de 2010 | www.planopasa.com.br

ANS divulga novo rol de procedimentos Relação, que está publicada integralmente no site da agência, passa a valer em junho O novo rol de procedimentos mínimos editado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) valerá a par tir de 7 de junho e contemplará uma série de questões, da incorporação de moder nas tecnologias ao aumento do número de consultas de alguns profissionais. Como se trata de uma medida voltada para os planos regulamentados, a deter minação da ANS não se aplica ao plano PASA, que foi criado anTe c n ologia em exames Entre os procedimentos que serão incorporados, destacam-se: Marcapasso multissítio, utilizado no tratamento de insuficiência cardíaca refratária. Pet-scan oncológico, indicado em casos de câncer pulmonar de células não pequenas e linfomas. Oxigenoterapia hiperbárica, indicado quando o aporte de oxigênio traz efetivos benefícios, em situações como gangrenas e algumas intoxicações e lesões traumáticas.

tes da Lei 9656/98. Os associados a este plano continuam com acesso aos mesmos ser viços. Já quem utiliza os demais planos (PASA Plus, PASA Brasil, PASA Brasileirinho, PASA Capixaba, PASA Carioca e PASA Mineiro), inclusive os odontológicos (DentPASA e DentPASA Plus), deve conferir as mudanças, que estão disponíveis para consulta em www.ans.gov.br e são resumidas a seguir: Transplante de medula óssea Indicado para tratamento de leucemias e outras doenças hematológicas, o transplante de outros doadores estará também disponível.

Odontologia A colocação de coroa e bloco e outros 15 procedimentos passarão a ser oferecidos.

Saúde mental Exames de laboratório Mais 17 tipos de exames laboratoriais passarão a ser oferecidos aos usuários, como dosagens de anticorpos para diagnóstico, voltadas para doenças como diabetes.

Cirurgias torácicas Para tornar o procedimento menos invasivo (sem necessidade de abertura da caixa torácica), 26 tipos de cirurgias por vídeo no tórax entrarão no rol obrigatório.

E x a mes de genética Também voltados para leucemias, serão liberados novos exames para orientação do tratamento de alterações cromossômicas.

Não haverá mais limitação no atendimento em hospital-dia, como alternativa à internação hospitalar.

Mais consultas Serão ampliadas as consultas anuais em fonoaudiólogos (de 6 para até 24), nutricionistas (de 6 para até 12), terapeutas ocupacionais (de 6 para até 12) e psicólogos (de 12 para até 40). O gerente geral de Saúde do PASA, José Sávio Bar ros, afir ma que o novo rol será impor tante para ampliar as chances de sucesso do diagnóstico e tratamento dos usuár ios. “O rol estabelece algumas situações específicas para utilização desses procedimentos”, ressalta ele.

Guarde com você os principais telefones de contato com o PASA e ligue sempre que precisar

7


Quadrinho

LUIZA SANTOLONI

InformePASA | Janeiro / Fevereiro de 2010 | www.planopasa.com.br

Por Aí Auditorias odontológicas em Vitória Os usuários dos planos odontológicos em Vitória devem ficar atentos aos horários de auditoria no PASA em Tubarão. Para os tratamentos ortodônticos (aparelho), as auditorias no local acontecem de segunda a sexta, das 8h às 11h, com o Dr. Chrysosthomo Valiatti. Essas mesmas auditorias podem ser agendadas, ainda, no consultório da Dra. Karla Leão, pelo telefone

(27) 3314-1793. Nos demais procedimentos que exigem auditoria, a avaliação realizada em Tubarão deve ser programada para a parte da tarde, com atendimento feito pela Dra. Lucilene Gomes. Vale lembrar, ainda, que além das auditorias em Tubarão há auditores odontológicos credenciados em toda a Grande Vitória que também poderão realizar este trabalho.

RESPOSTA

SORTEADO

PERGUNTA Por que os alimentos consumidos na praia podem causar intoxicação alimentar?

NOME MATRÍCULA PASA

CIDADE /ESTADO

TELEFONE

E-MAIL

Jandira Clarisse P. Monteiro, usuária do PASA em Abaetetuba (PA), foi a sorteada da última edição e ganhou um Faqueiro Aço Inox com 72 peças.

Corte esta tira na linha pontilhada e envie para Av. Calógeras, 30/9º andar, Centro, Rio de Janeiro, CEP:20030-070, aos cuidados do setor de Comunicação do PASA, ou entregue pessoalmente em um dos escritórios PASA. Caso a sua resposta esteja certa, você participará de um sorteio para ganhar um Rádio Portátil com reprodução de MP3 e terá seu nome divulgado na próxima edição do Informe. MANTENHA SEU ENDEREÇO SEMPRE ATUALIZADO

8


/informe48