Issuu on Google+

NEWS

Informativo - 2012 - ano 2 - Edição nº08 - Setembro

PISO encontra solução para viagens corporativas de seus associados

O

PISO fez recentemente uma parceria com a Busca Viagens, agência especializada em viagens corporativas, para melhor atender seus associados e permitir que eles viajem sem preocupações e sempre com os melhores preços e opções de hospedagem. A sociedade garante para os associados do PISO descontos de até 27%. A agência tem hoje ferramentas inovadoras, principalmente no que diz respeito à economia, controle e prazo para pagamento. A parceria existe desde outubro do ano passado, porém, a efetivação do convênio veio só em maio deste ano. Segun-

do Denise Zanini, secretária executiva da Consinco, os benefícios são muitos. “O que mais gostei foi a independência que tenho para o gerenciamento das viagens. Tudo é feito online, então, a mobilidade é muito maior”, comenta. Denise enfatiza que a parceria está sendo vantajosa financeiramente e conta que, por causa das facilidades, a demanda por viagens corporativas tem aumentado. “Para melhor atender nossos parceiros-clientes, a Busca Viagens conta com as mais avançadas tecnologias presentes no mercado de viagens corporativas, possibilitando assim a melhor gestão dos gastos turísticos das empresas”, ex-

plica Danilo Crepaldi, representante da empresa de Turismo. Danilo costuma dizer que eles não vendem somente passagens aéreas e hotéis. “Na verdade, a agência vende serviços, comodidade, praticidade, economia, gestão em viagens, pois passagem e hotel qualquer pessoa pode comprar hoje através da internet. Por isso,falamos que trabalhamos com soluções em viagens”, explica. Outra grande vantagem é a independência que o cliente adquire, pois ele mesmo pode gerenciar sua conta online, assim como a Consinco faz.

Entre os serviços oferecidos pela Busca Viagem estão: • Reserva e emissão de passagens aéreas; • Reserva de hotéis; • Locação de veículos; • Documentação de viagem; • Atendimento emergencial 24h/7 dias por semana; • Receptivo nos principais aeroportos; • Locação de Helicóptero; • Fretamentos; • Eventos; • Controle e resgate de passagens perdidas.


Editorial

A importância do recurso humano em nossas organizações

N

este informativo vamos tratar de um assunto de fundamental importância em nossas empresas, o recurso humano. O PISO, desde sua fundação, se preocupa em trabalhar ações voltadas para o desenvolvimento de pessoas. Prova disso é que, em 2009, sentiu a necessidade de estruturar um grupo focado em atividades estratégicas em RH. O resultado foi tão positivo que movimentou a Associação com diversas atividades. A pesquisa de salários, benefícios e recompensas, realizada neste ano, foi um dos trabalhos com a maior adesão de empresas da história do PISO. O resultado foi apresentado em reunião com os empresários no dia 10 de agosto. Todos tiveram a oportunidade de refletir sobre sua estrutura organizacional, percebendo que o salário não é o suficiente para fidelizar o colaborador, porém é o fator mais oneroso. Uma política de benefício estruturada, transparência e clareza entre colaborador e empresário, boas práticas de RH, aliado a um ambiente de trabalho agradável,

é decisivo na hora do profissional analisar opções do mercado de trabalho. Outra área de sucesso dentro de nossa entidade é o Banco de Talentos. As matérias veiculadas na imprensa local por meio de nossa Assessoria de Imprensa e as visitas e palestras realizadas por empresários do PISO em Universidades de Ribeirão Preto e região, têm colaborado para o grande número de currículos que chegam diariamente em nosso site, num universo, como todos sabemos, carente de mão-de-obra especializada. Hoje o empresário que ainda não possui uma estrutura de RH, consegue contratar profissionais por meio do nosso Banco de Talentos. As universidades e cursos técnicos colaboram de maneira fundamental para completar o ciclo desta rede. É nesse universo acadêmico que buscamos os profissionais que serão contratados ou que formaremos através de cursos de formação profissional complementar. Durante esses anos em que estive a frente da Associação, sempre procurei estimular a busca e troca de experiência voltada para

o desenvolvimento de pessoas, que são elementos fundamentais no desenvolvimento das empresas. O PISO tem por meta gerar resultados em todos seus projetos técnicos, sendo este um importante diferencial. A busca pela melhoria do processo de software, as certificações em MPS.BR e o desenvolvimento de indicadores com o objetivo de melhoria de desempenho e produtividade, são exemplos destas iniciativas. Contudo o nosso crescimento só será sustentável se tivermos em nossas organizações, colaboradores empenhados e satisfeitos. Na área de serviços a qualidade da mão-de-obra é fator preponderante de sucesso.

Grande abraço, Flávio de Barros, Presidente.

Mercado

Resultados da pesquisa salarial são apresentados aos empresários

Empresários do mercado de TI analisam números da pesquisa salarial em evento realizado pelo PISO

Empresas associadas ao PISO passaram por uma pesquisa salarial no primeiro semestre de 2012 visando identificar como estão as práticas de remuneração e recompensa no mercado regional de Tecnologia da Informação (TI), visando valorizar este que é um importante pilar de sustentação das organizações: o colaborador. No último dia 10 de agosto, a empresa de consultoria Bertoldi Nagao apresentou os resultados

Expediente

do trabalho em um evento que reuniu empresários do setor e que durou todo o dia. “Em comparação a outros setores, o mercado de TI está mais à frente. Nota-se nas empresas uma preocupação maior com a remuneração”, afirma Alex Bertoldi, consultor de gestão em desenvolvimento e diretor da BN. A pesquisa demonstrou que existe um modelo de cargos, porém, as práticas de recompensa estão defasadas em relação ao que há de melhor no mercado. A partir destas informações, os empresários poderão reavaliar suas políticas. Para suprir qualquer descompasso, o consultor orienta sobre a possibilidade da utilização de mais benefícios aos colaboradores. “As empresas podem adotar modelos de remuneração variável”, complementa. A Vórtice Sistemas, por exemplo, está passando pelo processo de revisão de cargos e salários e utilizará todas as informações

nos ajustes da Política de Remuneração e Plano de Carreira da empresa. “Além de ser uma balizadora, a Pesquisa foi bastante abrangente e trouxe algumas reflexões sobre como estão sendo tratadas questões trabalhistas tais como a devida alocação de funções de liderança, remuneração fixa e variável, premiações, entre outras que podem auxiliar numa maior maturidade do setor”, garante Célia Felipe, gerente Comercial e de Marketing da empresa. Para o presidente do PISO, Flávio de Barros, a pesquisa foi bem mais além de tabulações de salários e programas de benefícios. “O trabalho possibilitou uma radiografia das práticas de RH nas empresas e, com base nestas informações, poderemos desenvolver ações que contribuam para a melhoria das práticas de RH para as empresas e seus colaboradores”, conclui.

O PISO News é uma publicação do Polo Industrial de Software de Ribeirão Preto direcionada a associados. Coordenação Geral: Flávio de Barros, presidente - Apoio editorial: Andresa Cantolini Zamoner Jornalista Responsável e editora: Lívia Komar (MTB: 45.945) Redação: Lívia Komar, Jessica Amorim e Mariana Nakane - Diagramação: Mariana Nakane

Produção: Plano A Comunicação Empresarial PISO - Rua Aureliano Garcia de Oliveira, 185 - sala 15 - Ribeirão Preto-SP - Fone: (16)3236-5445 - Fax: (16)3236-5442 - contato@piso.org.br


Eventos

Palestra trata da eficácia da comunicação na gestão de projetos

A

Paulo Cardozo enfatiza a importância da Comunicação para uma platéia do universo de TI

conteceu no dia 22 de Agosto, no Espaço Empresarial do Novo Shopping, a palestra “Comunicações em projetos – Superando barreiras”, que faz parte do programa “Eventos Técnicos” do PMI São Paulo. Na ocasião, o especialista em Marketing Paulo Cardozo discursou sobre os princípios da gestão de projetos utilizando como base as melhores práticas publicadas no PMBOK. O tema esteve em pauta tendo em vista que gerentes de projetos gastam a maior parte do tempo com comunicação. A palestra trouxe à tona fundamentos da gerência da comunicação pautadas no PMBOK, discutindo meios de levar à prática as informações ali publicadas, permitindo aos gerentes não só elaborar um plano de comunicação adequado, mas sim, garantir uma comunicação mais eficaz. Empresários e colaboradores das empresas associadas ao PISO estiveram presentes.

Gartner em Ribeirão Entidades se reúnem para troca de experiências Na manhã do dia 24 de agosto, o diretor de Desenvolvimento de Negócios do Gartner, Celso Roberti, ministrou palestra no Centro de Informática do Campus da USP em um evento que abordou o desenvolvimento e arquitetura Cloud. Além disso, o encontro foi uma importante oportunidade para os empresários da área de Tecnologia da Informação conhecerem o aconselhamento fornecido pelo Gartner, uma das mais renomadas empresas de consultoria em TI de todo o mundo.

Novos associados O PISO conta com três novas empresas associadas: Dotplex Sistemas, que fabrica software sob demanda para os estados de São Paulo e Minas Gerais, Zolp, do Grupo da TTI do Brasil, que fabrica sistemas para empresas aéreas e Coda, que desenvolve sistemas para o setor público. Com o ingresso das três, o PISO soma agora 42 associadas da região de Ribeirão Preto.

Aconteceu em 28 de agosto um encontro com membros de entidades ligadas à área de TI, para troca de experiências no mercado de Tecnologia. O evento, que aconteceu no auditório do CIESP, em Ribeirão Preto, recebeu o presidente do CTRA, de Araçatuba, José Valtair; o presidente da APETI de

São José do Rio Preto, Rafael Derrico; o coordenador do Polo Francano Marcos Pimenta e o presidente do PISO, Flávio de Barros. O Polo Industrial de Software de Ribeirão Preto apresentou a pesquisa salarial feita entre as empresas associadas, que se tornou referência no mercado.

Curtas de TI

Governo investirá R$ 500 milhões para estimular a indústria de software O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação anunciou em 20 agosto o investimento de R$ 500 milhões no programa TI Maior que visa estimular o desenvolvimento e a produção de software no país. Além disso, 50 mil profissionais da área de TI deverão receber cursos por meio do programa de incentivo.

De acordo com o Governo, o programa também prevê a redução de impostos para as empresas que queiram produzir semicondutores e tablets no Brasil, bem como a desoneração da folha de pagamento. O Brasil possui nove mil empresas desenvolvedoras de software e o objetivo do MCTI é ampliar esse número.


Entrevista

Empresa do mês

E

sta edição do PISO News traz a Utilsoft Soluções em Gestão Empresarial como a empresa entrevistada do mês. O presidente e fundador João Duarte, fala um pouco sobre a história da organização que oferece software para micro e pequenas empresas há 24 anos. Além disso, Duarte analisa o mercado de TI e a atuação do PISO na região de Ribeirão Preto. Como a Utilsoft surgiu? A Utilsoft Iniciou suas atividades em 1988 com o desenvolvimento da solução EmpresaUtil para Gestão Empresarial e Automação Comercial. E, ao longo da sua história, vem ampliando e evoluindo esta solução. Qual é o principal mercado de atuação da Utilsoft? A Utilsoft atua em todo o território brasileiro, oferecendo software de Gestão Empresarial e Automação Comercial para Micro e Pequenas Empresas. Quais as dificuldades que a empresa enfrentou para se manter no mercado?

Atualmente há uma grande diversidade de soluções sendo oferecida a qualquer preço. E, na maioria das vezes, os clientes não sabem avaliar a qualidade da solução oferecida. Atualmente, a empresa trabalha em algum projeto? Se sim, especifique. Atualmente estamos trabalhando em versões das nossas soluções para apresentar resultados gerenciais e operacionais em dispositivos móveis, equipados com IOS (Iphone´s e Ipad’s) e os equipados com Android e Windows8. Na sua opinião, como o PISO influencia as atividades das empresas? Desde a sua criação, o PISO tem ajudado as empresas a se capacitar tecnicamente e gerencialmente. Grande prova de disso é a quantidade de empresas associadas certificadas pelo MPS-BR. Mas, tem ponto muito importante que vale a pena ser destacado: o PISO tem procurado reunir as empresas para resolver problemas comuns por meio de grupos de trabalho. Este trabalho provocou uma saudável aproximação entre os empresários, que

antes viam um ao outro apenas como concorrentes. Hoje há trocas de ideias e parcerias que beneficiam a todos. O que deve ser melhorado no setor de TI em Ribeirão Preto e região? Hoje há um déficit muito grande de mão-de-obra especialmente nas áreas técnicas mais especializadas, como os cargos de programadores e consultores. Qual a análise que a empresa faz da importância do PISO para a profissionalização da área? Podemos dizer que a indústria de software de Ribeirão Preto tem duas fases: antes do PISO e depois do PISO. Antes do PISO, ninguém sabia que aqui existia uma indústria limpa tão grande aqui em Ribeirão Preto. Ninguém mesmo, nem os próprios empresários da área sabiam do tamanho desta indústria, muito menos o poder público e a população. Hoje, o PISO é uma referência regional e participa de quase tudo o que acontece sobre desenvolvimento de software na região.

Talentos do PISO

Uma campeã sobre patins

A

Ana Carolina: a paixão pelo Hóquei e o bi-campeonato

na Carolina Romero é uma campeã. A consultora interna da Consinco é também atleta de um esporte pouco difundido no Brasil, o hóquei, e seu time, o Náutico, fez bonito no Campeonato Brasileiro, conquistando o bi sobre seu rival Sport, em julho deste ano. Natural de Sertãzinho, Ana sempre teve paixão por patinação artística, tanto que começou a patinar com apenas quatro anos. Aos 16, começou a praticar Hóquei e não parou mais. Depois que ela se mudou para Ribeirão Preto, após cursar Processamento de Dados e estar ingressa no curso de

Direito, ficou difícil praticar o Hóquei com frequência que fazia, mesmo assim ela não deixa o treino de lado. “Eu costumo ir para Sertãozinho pelo menos duas vezes por semana jogar no Docão ou no Patinódromo. O importante é não ficar parada”, comenta. Experiente em campeonatos, Ana já participou de dois mundiais: na Argentina em 1998 quando ficou em quarto lugar, e no Chile em 2008, em nono lugar. Os campeonatos mundiais acontecem a cada dois anos, os femininos em anos pares e masculinos em anos ímpares. Agora resta só esperar o Campeonato Mundial desse ano, que vai ser em Novembro em Recife – PE.


Informativo Polo Industrial de Software - PISO