Page 1

ED IÇ Ã O 5 8

|

SEGU N DA- F EIR A , 1 5 D E JUNHO DE 20 0 9

|

W W W. J ORNALP L ACAR .C OM.BR (1 )

D E 2 ª A 6 ª FEIR A

CORINTHIANS

SELEÇÃO

Mano Menezes agradece trave e Felipe pelo 0 x 0 em Goiás. E o jejum de Ronaldo já chega a 40 dias

Brasil enfrenta o “enigma do Egito” e Dunga soca a mesa por causa de Kaká

PÁGS. 6 E 7

PÁG. 4

(2)

Deu certo, mamãe... Vaiado, Keirrison pediu colo e voltou infernal. Fez golaço, assumiu a artilharia e injetou ânimo para o jogo da Libertadores PÁGS. 8 E 9

(1 ) R ICAR DO R AFA EL / O P OP UL AR /FUTUR A P RE S S | (2) CE SAR GR EC O/ FOTOA RENA /FOLH A IMAG EM

3 X1


J O R NAL PL ACA R | S EGUNDA-FE IR A , 15 DE JUNHO DE 20 0 9

02 aquecimento OPINIÃO

FRASES

COPA DO BRASIL

(1 )

Por Sérgio Xavier 1ºJ 2ºJ

(1 )

CORINTHIANS

17/6

1ºJ 2ºJ IDA

2ºJ 1ºJ

1

CARACAS (VEN)

27/5

1

17/6 IDA

1

CRUZEIRO

2

0 DEFENSOR (URU)

NACIONAL (URU)

17/6 IDA

28/5

X 1

SÃO PAULO

18/6

VOLTA

1

X

VOLTA

28/5

X

GRÊMIO

27/5

IDA

PALMEIRAS

X

VOLTA

VOLTA

ESTUDIANTES (ARG)

1

18/6

(2)

CAMPEONATO BRASILEIRO

SÉRIE A CLUBE

SÉRIE B

P

J

V

E

D

GP GC SG

1

ATLÉTICO-MG

14

6

4

2

0

14

5

9

2

INTERNACIONAL 14

6

4

2

0

7

2

4

3

PALMEIRAS

11

6

3

2

1

9

7

2

4

VITÓRIA

10

6

3

1

2

5

4

1

5

SANTOS

9

6

2

3

1

14

11

3

6

FLUMINENSE

9

6

2

3

1

4

5

-1

7

GRÊMIO

8

6

2

2

2

7

4

3

8

CORINTHIANS

8

6

2

2

2

5

5

0

9

NÁUTICO

8

6

2

2

2

9

12 -3

10

CRUZEIRO

7

6

2

1

3

6

9

-3

11

FLAMENGO

7

6

2

1

3

6

13

-7

RANKING DOS ARTILHEIROS 1º 4 GOLS FELIPE Goiás MARCELINHO PARAÍBA Coritiba KLEBER PEREIRA Santos

WELDON Sport

ÉDER LUÍS Atlético-MG

CLUBE

P

J

V

E

D

GP GC SG

RANKING DOS ARTILHEIROS

1

GUARANI

16

6

5

1

0

11

5

6

2

BRASILIENSE

12

6

4

0

2

11

6

5

3

PONTE PRETA

11

6

3

2

1

11

5

6

4

VASCO

11

6

3

2

1

7

3

4

5

PORTUGUESA

11

6

3

2

1

9

7

2

6

D. DE CAXIAS

10

6

3

1

2

12

9

3

7

IPATINGA

10

6

3

1

2

12

9

3

8

BAHIA

10

6

3

1

2

8

5

3

9

BRAGANTINO

10

6

3

1

2

11

9

2

10

ATLÉTICO-GO

10

6

3

1

2

10

10

0

11

VILA NOVA

10

6

3

1

2

4

6

-2

12

AMÉRICA-RN

9

6

3

0

3

8

9

-1

13

PARANÁ

8

6

2

2

2

8

9

-1

14

FIGUEIRENSE

7

6

2

1

3

11

9

2

15

ABC

6

6

2

0

4

4

12 -8

16

FORTALEZA

4

6

1

1

4

10

14 -4

AMILTON Ipatinga

17

JUVENTUDE

4

6

1

1

4

8

12 -4

CAÍQUE Guarani

1º 8 GOLS EDIVALDO

Duque de Caxias

2º 7 GOLS BILL

Bragantino

3º 6 GOLS RAFAEL COELHO Figueirense 4º

12

SÃO PAULO

7

6

1

4

1

6

4

2

13

GOIÁS

7

6

1

4

1

11

10

1

14

SANTO ANDRÉ

7

6

1

4

1

10

9

1

15

BARUERI

7

6

1

4

1

9

8

1

16

BOTAFOGO

6

6

1

3

2

5

6

-1

17

SPORT

5

6

1

2

3

9

10

-1

18

CORITIBA

4

6

1

1

4

11

13 -2

18

SÃO CAETANO

4

6

1

1

4

2

7

-5

LUCIO América-RN

19

ATLÉTICO-PR

4

6

1

1

4

6

13

-7

19

CAMPINENSE

3

6

1

0

5

8

15

-7

FELLYPE GABRIEL Portuguesa

20

AVAÍ

4

6

0

4

2

6

9

-3

20

CEARÁ

3

6

0

3

3

7

11

-4

MÁRCIO MIXIRICA Ponte Preta

Libertadores

Sul-Americana

KEIRRISON Palmeiras

PEDRÃO Barueri

Rebaixamento

Acesso

SÉRIE A DATA

HORA

13/6

18:30 18:30 18:30

Ontem 16:00 16:00 16:00 16:00 18:30 18:30

5 GOLS FÁBIO JÚNIOR Brasiliense LUIZ CARLOS Fortaleza 5º 3 GOLS

Rebaixamento

SÉRIE B

6ª RODADA

18:30 SÉRGIO XAVIER, DIRETOR DA PLACAR, ESCREVE ÀS SEGUNDAS E QUINTAS-FEIRAS. E ACHA QUE ELANO É UM NOME FEIO

1º/7

LIBERTADORES

Leonardo Silva, zagueiro do Cruzeiro sobre o polêmico gol palmeirense

Já começa pelo nome. Elano. Seria um Heleno mal registrado pelo funcionário do cartório? Depois vem a questão de sua origem no futebol. Para quem não lembra, ele surgiu na mesma fornada de Robinho e Diego. Elano não é um driblador, não costuma pedalar. Joga simples. Virou o símbolo brasileiro da mediocridade. Como o próprio Dunga foi em 1990, tempo das invencionices táticas de Lazzaroni, mas também a época em que o Brasil começava a flertar com a modernidade do futebol. Dunga foi símbolo de uma maior preocupação com a defesa que tomaria corpo na Copa seguinte. Muitos não gostaram do novo estilo, poucos reclamaram quando a Taça desembarcou no Rio em 1994. Hoje Elano é o primeiro nome que nos vem à cabeça quando queremos xingar Dunga. “Também, um técnico que põe Elano no time não pode ir muito longe...”. Não é assim que falamos? Elano é considerado o meia fraco que está roubando a posição de um armador habilidoso. A imagem é essa. Mas será que Elano é esse demônio todo? Desconfio que o meia do Manchester City pague o alto preço de ser um dos prediletos de um técnico contestado (cá pra nós, Dunga fez por merecer por sua teimosia ao longo dos anos). Elano não tem a força para ocupar a posição de um volante. Desarma pouco, é mais de cercar. Mas possui outras qualidades. Tem boa velocidade, seu passe é aceitável, corre um bocado e, principalmente, tem um chute acima da média. No futebol moderno poucos podem se dar ao luxo de jogar com dois meias que não marquem. O Brasil precisa de um terceiro homem de meio campo combativo. Pedem Hernanes ou Ramires. Hernanes não tem a mesma mobilidade. Ramires não chuta como ele. Por isso, o ex-meia do Santos é um dos titulares absolutos da seleção. Elano já está na Copa 2010.

VOLTA

INTER

6ª RODADA

7ª RODADA JOGO

São Paulo 1 x 1 Santo André

DATA

20/6

Sport 0 x 1 Atlético-PR Botafogo 2 x 0 Santos Coritiba 5 x 0 Flamengo Fluminense 0 x 0 Grêmio Goiás 0 x 0 Corinthians Atlético-MG 3 x 0 Náutico Inter 0 x 0 Vitória Palmeiras 3 x 1 Cruzeiro Barueri 3 x 1 Avaí

21/6

HORA

16:10

JOGO

Vitória

x

Botafogo

16:10 Santo André

x

Sport

16:10

x

Palmeiras

Atlético-PR

DATA

HORA

9/6

21:00

12/6

7ª RODADA JOGO

Ipatinga 0 x 3 Portuguesa

21:00

Brasiliense 3 x 0 Bahia

21:00

Paraná 3 x 3 Ceará

Avaí

x

Fluminense

18:30

Grêmio

x

Goiás

18:30

Náutico

x

Coritiba

16:10 São Caetano 0 x 2 Ponte Preta

18:30

Cruzeiro

x

Barueri

16:10

18:30

Flamengo

x

Internacional

16:10 D. de Caxias 4 x 1 América-RN

18:30

Corinthians

x

São Paulo

16:10

18:30

Santos

x

Atlético-MG

21:00

21:00 16:10

ABC 1 x 0 Vila Nova Bragantino 3 x 2 Campinense

JOGO

Ceará

x

21:00

Portuguesa

x

Brasiliense

21:00

Juventude

x

Bragantino

21:00

Figueirense

x

Paraná

21:00

Vasco

x

D. de Caxias

16:10

Ponte Preta

x

Guarani

16:10

Vila Nova

x

Atlético-GO

16:10 Campinense

x

Fortaleza

19/6

Guarani 0 x 0 Vasco Atlético-GO 3 x 2 Figueirense

HORA

Amanhã 21:00

Fortaleza 3 x 2 Juventude

18:30

13/6

DATA

20/6

21:00

São Caetano

Bahia

x

Ipatinga

21:00 América-RN

x

ABC

(1 ) ED MA R MELO /FUTUR A PR E S S | (2)

A “ERA ELANO”

IDA

ELE (O AUXILIAR ALTEMIR HAUSMANN) DISSE QUE, SE A BOLA NÃO TIVESSE ENTRADO, ELE ABANDONARIA A BANDEIRA

2ºJ 1ºJ


s e g u nda- f e ir a , 1 5 d e j u n h o d e 2 009 | j o r nal p l acar

03 sobe

imagem

q

q

aquecimento desce

(1 )

®Marcelinho

®Dunga

Marcelinho Carioca está falando em pendurar as chuteiras em seis meses ou depois do Paulistão do ano que vem. Depois do golaço que fez sábado contra o São Paulo, batendo de primeira no ângulo, pode parar agora, que vai continuar bonito na fita.

Dunga ficou zangado e bateu na mesa durante a entrevista coletiva de ontem na África do Sul. Ele se estressou com a desorganização dos jornalistas egípcios e com as perguntas para Kaká sobre sua ida para o Real Madrid. O representante da Fifa já tinha avisado que esse assunto era proibido.

(1 ) JOHN MAC DOUGALL /AFP

®Guga Foi um jogo de exibição, mas quem viu vibrou e se emocionou. Relembrando a final de Roland Garros de 1997, Guga e o espanhol Sergi Bruguera se enfrentaram no sábado diante de 5 000 pessoas em Florianópolis. O brasileiro venceu de novo (7/6 e 6/4).

®Flamengo

SÓ MAIS UM POUQUINHO A croata Blanka Vlasic salta para garantir o segundo lugar no salto em altura ontem durante o meeting de Berlim

Três falhas do goleiro Bruno ajudaram o vicelanterna Coritiba a humilhar o Flamengo no Couto Pereira: 5 x 0. A goleada enrolou a corda no pescoço do técnico rubronegro Cuca, que já andava perdido com os sumiços de Adriano em dias de treino.


j o r nal pl aca r | S EGUNDa-fe ir a , 15 de junho de 20 0 9

04

seleção

1963

foi o ano do último confronto entre Brasil e Egito, no Cairo. A seleção venceu por 1 x 0, gol de Quarentinha. Antes, os países haviam se enfrentado três vezes — o Brasil venceu todas.

Kaká faz Dunga socar mesa (1 )

Técnico ficou bravo ao perguntarem sobre o Real outra vez para o craque aos jogadores, que até teriam motivos para reclamar — o treino de reconhecimento do gramado do Free State Stadium, em Bloemfontein, foi cancelado pela Fifa por conta do frio e da chuva que castigaram o local. “O campo é bom”, disse Kaká. “Mas foi constrangedor para os organizadores, porque alegam que não costuma chover no inverno aqui. Depois que jogamos no Centenário, não teremos problema.” Dunga, claro, foi mais rabugento: “Vamos ver se o gramado solta em função da chuva. Uma das coisas boas do jogador brasileiro é se adaptar a campos ruins”. O veto da Fifa fez com que o time treinasse no Seisa Ramabodu Stadium. O Brasil vem com força total para a partida. A equipe que sairá jogando deve ser a mesma que jogou contra Uruguai e Paraguai.

Técnico: Dunga 1 13 3 4 6 5 8 7 10 11 9

Júlio César Daniel Alves Lúcio Juan Kleber Felipe Melo Gilberto Silva Elano Kaká Robinho Luís Fabiano

6

1

4

5

10 9

8

3

k

11

13

Técnico: Hassan Shehata 1 El Hadary 6 Hani Said 20 Gomaa 4 Ahmed Said 7 Fathi 17 Ahmed Hassan 8 Abd Rabbou 9 Zidan 14 Moawad 22 Aboutrika 21 Raouf

Egito é um enigma

Brasil

7

Egito

7 20

21

8

9

4

22

17 14

Perguntar ofende? Para o técnico Dunga, parece que sim — ainda mais se a pergunta for sobre o Real Madrid e para Kaká...

1

6

Hoje • 11h00 • Bloemfontein (África do Sul) • J: Howard Webb (ING) • TV: Globo, Band e Sportv

O Egito, adversário de estreia do Brasil na Copa das Confederações, é um mistério para os jogadores brasileiros. “A gente não conhece muito o Egito. Quando chegar mais próximo do jogo, o Dunga deve nos mostrar um vídeo”, declarou Robinho, ontem, 24 horas antes do jogo de hoje. O Egito, 40º no ranking da Fifa, é o atual campeão africano. Seu maior craque é o atacante Zaki, do Wigan, mas, para a sorte dos brasileiros, ele foi cortado por lesão. Nas Eliminatórias para a Copa do Mundo, ocupam a lanterna de um grupo que conta com Argélia, Zâmbia e Ruanda.

Desvendando o adversário Zidan

El Hadary (2 )

28 anos - Atacante Clube: B. Dortmund (ALE) Jogos pelo Egito: 21 Gols pelo Egito: 6 Um dos maiores jogadores da história do futebol da... Dinamarca! Quando se transferiu para a Alemanha, teve o número da camisa no Midtjylland aposentado.

Ahmed Hassan (2)

36 anos - Goleiro Clube: Sion (SUI) Jogos pelo Egito: 85 Escolhido melhor goleiro das últimas duas Copas Africanas das Nações. Em 2006, após empates no tempo normal e na prorrogação, defendeu os pênaltis que garantiram o título.

(2)

34 anos - Zagueiro Clube: Al Ahly (EGI) Jogos pelo Egito: 154 Gols pelo Egito: 26 Símbolo do Egito, foi eleito melhor jogador da Copa Africana das Nações em 2006. Fundamental nas três conquistas continentais egípcias na década.

(1 ) R icar do Nogueir a /F olha Imagem | (2) divulg a çã o

O

time para a Copa 2010 está praticamente montado, assim como a vaga na África do Sul parece garantida. Mas nada acalma Dunga, que ontem voltou a destilar ironia e agressividade durante a coletiva da seleção. O técnico da seleção brasileira chegou a socar a mesa quando Kaká foi questionado sobre sua ida ao Real Madrid. Até mesmo perguntas sobre o Egito, adversário de hoje na estreia na Copa das Confederações, na África do Sul, desagradaram o comandante. “Quando o Brasil joga e ganha é assim: antes do jogo o adversário é forte. Depois, o adversário é fraco. E quando a gente perde a gente é ruim. A gente nunca é bom”, disparou ao ser questionado sobre a força do adversário. A irritação não chegou


s egunda- f eira , 1 5 de jun h o de 2 009 | j o r nal p l acar

4

05

pontos É a meta do técnico do Iraque, o sérvio Bora Milutinovic, para se classificar no grupo A. Ele crê na vitória espanhola sobre a África do Sul e na de seu time contra a Nova Zelândia.

Itália pega os EUA

(1 )

A

O italiano Pirlo (centro), durante treino da seleção de seu país

tual campeã mundial, a Itália estreia hoje na Copa das Confederações diante dos Estados Unidos, às 15h30, no estádio Loftus Versfeld, na cidade de Pretória. O jogo é válido pelo grupo B, o mesmo do Brasil. O treinador Marcello Lippi não terá o zagueiro-capitão Fabio Cannavaro, destaque da

última Copa do Mundo, que não melhorou de uma contratura muscular na panturrilha direita. Legrottaglie, companheiro do defensor na Juventus, entra para fazer dupla com Chiellini. O ponto forte da Azzurra é o entrosamento do meiocampo, que conta com a base campeã na Alemanha: Andrea Pirlo (herdeiro da braçadeira de Cannavaro),

Gennaro Gattuso, Daniele De Rossi e Mauro Camoranesi. Do lado norte-americano, a equipe comandada por Bob Bradley vive uma situação confortável nas Eliminatórias da Concacaf, onde ocupa o segundo lugar no hexagonal final. Sem falar do retrospecto recente: perdeu apenas dois dos últimos 13 jogos (oficiais e amistosos).

Azzurra? Vai assistir à partida? Não se assuste ao ver Itália trajada como um verdadeiro Uruguai. Não entendeu? É que o time vai vestir uma camisa azul clara, igual à usada nos dois primeiros títulos mundiais conquistados em 1934 e 1938. Pasmem: calções e meias serão de cor marrom.

(1 ) A LE X A ND ER JO E /a fp | (2) G IANLUIGI GUERCIA /AFP

(2)

Dia da Fúria contra a Nova Zelândia

Iraque aterroriza seleção de Joel

k

k

Deu a lógica. A seleção espanhola, atual campeã europeia e tida como melhor do planeta, fez 5 x 0 na Nova Zelândia, ontem, no estádio Royal Bafokeng, em Rustenburg. O time do técnico Vicente Del Bosque, invicto desde o dia 15 de novembro de 2006, o equivalente a 33 partidas, poderia ter aplicado uma goleada daquelas, pois já vencia o adversário por três gols de diferença em míseros 17 minutos. Fernando Torres, centroavante do Liverpool, empurrou as

três pelotas para as redes do goleiro Moss. Aos 24min, o lateral Capdevilla serviu Cesc Fábregas, que fez mais um. Daí para frente, a Espanha, que não tem o contundido Marcos Senna, atuou em ritmo de treino. Veio o segundo tempo e a equipe fez o quinto logo no terceiro minuto: Torres caiu pela ponta e cruzou para Villa, que aproveitou a furada do zagueiro Boyens para fechar o caixão neozelandês. A Espanha pega o Iraque quarta. A Nova Zelândia enfrenta a África do Sul.

Fernando Torres em ação: três dos cinco gols foram dele

Não chegou a ser um desastre, mas a estreia do técnico brasileiro Joel Santana na Copa das Confederações, em casa, deixou muito a desejar. No jogo de abertura do torneio, ontem, no estádio Ellis Park, em Johanesburgo, a África do Sul ficou em um empate sem gols com o frágil Iraque. Os Bafana Bafana, como são conhecidos os boleiros do selecionado africano, sentiram muito a ausência do meio-campista Steven Pienaar, do Everton-ING,

que começou o duelo no banco de reservas por estar mal fisicamente. Mas o “Papai Joel” atribuiu o mau resultado ao adversário, comandado pelo lendário Bora Milutinovic, que teria abusado das faltas. Questionado por um jornalista americano, Joel gastou o inglês. “Você sabe quanto tempo de jogo teve no primeiro tempo? 30 minutos! O time adversário só quis parar o jogo”, resmungou. Na quarta-feira, a África do Sul pega a fraca Nova Zelândia.


j or nal pl aca r | S Egunda-feir a , 15 de junho de 20 0 9

06

corinthians

39

dias sem gols é o jejum de Ronaldo com a camisa do Corinthians. A última vez que o Fenômeno balançou as redes foi contra o Atlético-PR, no dia 6 de maio.

Trave e Felipe salvaram Goiás manda duas no poste, goleiro pega muito, mas equipes não saem do 0 x 0

O

Corinthians conseguiu um sofrido empate em 0 x 0 contra o Goiás, no Serra Dourada, pela sexta rodada do Brasileirão. Com uma postura bastante defensiva, a equipe treinada por Mano Menezes precisou agradecer à trave e ao goleiro Felipe por não sofrer gols. Com três zagueiros, o Corinthians teve Diego no papel de lateral-esquerdo. Enquanto isso, Wellington Saci, em mais um jogo pífio, mais ajudava o Goiás do que o Corinthians. Apesar da pressão, os goianos não saíram em vantagem por causa da trave. Em bola levantada na área, Felipe viu o cabeceio de Amaral bater no poste e no travessão antes de a zaga afastar. Pouco depois, Iarley recebeu na área e mandou no pé da trave. A experiente dupla de ataque do time da casa, aliás, deu trabalho à zaga corintiana. Ronaldo, por sua vez, jogou pouco e já está há cinco partidas sem marcar. No segundo tempo, Mano Menezes tirou Saci e colocou Boquita. O Goiás, porém, continuava melhor. A única oportunidade do Timão foi impedida pelo augoiás corinthians

0 0

14/6/2009 – Serra Dourada (Goiânia – GO) J: Wagner Tardelli (SC) R: R$ 407 895 P: 16 337 CA: Rafael Tolói, Ernando, Felipe, Douglas, Dentinho, Cristian, Boquita, Jean e L. Euzébio CV: Nenhum G: Nenhum GOIÁS: Harlei (5,5), Ernando (5,5), Leandro Euzébio (5,5), Rafael Tolói (6), Vitor (6,5), Amaral (5,5), Fábio Bahia (5) (Everton 10/2º (5,5)), Felipe Menezes (5,5) (Rafinha int. (6)), Júlio César (6), Iarley (5,5) e Felipe (6). T: Hélio dos Anjos CORINTHIANS: Felipe, Diogo, Renato, Jean, Diego, Cristian, Elias, Douglas, Wellington Saci (Boquita int.), Dentinho (Marcelo Oliveira 16/2º) e Ronaldo (Otacílio Neto 27/2º). T: Mano Menezes

tt

t

Gols do corinthians no seu celular: Envie mensagem com o texto GOLTIMAO para 22745 NOTÍCIAS: envie mensagem com o texto NOTTIMAO para o 22745

Você só paga R$0,10 por mensagem recebida.(exceto TIM: R$0,35 por dia)

(1 )

Obrigado, Felipe! No segundo tempo, o goleiro corintiano fez ao menos três grandes defesas, garantindo o empate para o Timão contra o Goiás no Serra Dourada

xiliar, que marcou impedimento inexistente em passe de Elias para Boquita. Depois disso, quem se destacou, mais uma vez, foi Felipe. O camisa 1 fez três defesas importantes garantin-

do o 0 x 0. “Fiz a minha parte, mas não vou me empolgar. Sei que se eu não for bem no próximo jogo, ao invés de receber tapinhas nas costas vou levar é pontapé”, comentou o goleiro.

atuações CORINTHIANS Felipe Garantiu o empate com defesas e uma dose de sorte

7

Renato Mostrou mais segurança

6

Jean O pior da defesa. Por pouco não arruma confusão Diego Ótimas antecipações e bons desarmes Diogo Fraco defensivamente, também não ajudou no apoio

5,5 6 5

Cristian Jogou bem. Correu bastante e tentou puxar o ataque 6 Elias Errou muitos passes e não foi bem na defesa Douglas Irregular, como sempre. Errou muitos passes

5,5 5

o Wellington Saci Quase entregou um gol para o Goiás 4,5 k Boquita Entrou bem. Melhorou a marcação 5,5 o Dentinho Pouco efetivo, não conseguiu jogar pelas pontas 5,5 k Marcelo Oliveira Um bom desarme e mais nada 5,5 o Ronaldo A bola não chegou e ele tampouco foi buscá-la 5 k Otacílio Neto Não mudou a dinâmica do jogo. Pouco ajudou 5

‘Ele me chamou de neguinho’

k

O volante Elias acusou o atacante Felipe, do Goiás, de racismo. “Minha queixa é contra o número 11 (Felipe). Nem sei o nome desse b... Ele ficou me chamando de ‘neguinho’. O juiz escutou e ainda veio me pedir desculpas”, afirmou Elias ao site globoesporte.com. “Ele (Elias) diz que eu escutei isso. Mas não escutei nada”, desconversou o árbitro Wagner Tardelli. Felipe disse que não foi racista. “Eu disse ‘calma, neguinho, você está muito nervoso’. Eu falo isso de maneira carinhosa. O Victor, que é negro, perguntou se ele queria ser chamado de branquinho.”

(1 )

Elias em campo: atacante do Goiás teria feito ofensas racistas


S E G U N DA- F E IR A , 1 5 D E J U N H O D E 2 009 | J O R NAL P L ACAR

32

07

anos tem o ex-volante corintiano Zé Elias, que anunciou sua aposentadoria ontem, após disputar o Campeonato Austríaco pelo Altach. “Zé da Fiel” foi revelado pelo Timão, em 1993.

PONTO DE VISTA Por Mauro Cezar Pereira

FELIPE, MURICY, DUNGA E O DRAMA DE CUCA

De novo, Ronaldo passa em branco Sem ritmo, atacante pouco pegou na bola em Goiás

(3)

O

atacante Ronaldo teve desempenho discreto ontem. Jogando desde o início da partida para ganhar ritmo, visando a final da Copa do Brasil, contra o Inter, o Fenômeno pouco pegou na bola, atrapalhado pela postura defensiva do time. A última partida em que Ronaldo participou foi contra o Vasco, no dia 3 de junho. Se daquela vez o craque perdeu um gol feito, contra o Goiás a torcida não pôde reclamar do atacante. A bola mal chegou aos seus pés. Com isso, Ronaldo já está há cinco jogos sem marcar. A última vez que o craque balançou as redes foi contra o Atlético-PR, no segundo jogo das oitavas da Copa do Brasil, em 6 de maio. “Tenho certeza de que quarta ele vai estar voando. Se a nossa equipe voltar a colocar a bola em qualidade para ele na frente, ele vai ter grande chance de concluir bem”, disse o técnico Mano Menezes.

(1 )

®O Corinthians sofreu e... sofreu. Mas não perdeu. Graças a Felipe, em jornada semelhante às de 2007.

(1 ) DA NIEL AUGUSTO JR ./ FOTOA RENA /FO LHA IMAGEM | (2) CA RLO S C O STA /FUTUR A PR E S S | (3 ) RENATO P IZZUT TO

®Ronaldo segue pálido, sem marcar e com a silhueta inchada. Se não for decisivo nas finais da Copa do Brasil contra o Inter, será questionado. Um jogador que embolsa 1,1 milhão de reais mensais no Brasil tem que se pagar com atuações de nível e gols e mais gols. Não tem sido assim. ®O São Paulo segue tropeçando e empatou pela segunda vez seguida com um time que veio da série B. Mas ainda há tempo para a recuperação. A questão é: a receita de Muricy Ramalho se desgastou de vez?

®No duelo dos ex-Palestras, o Palmeiras priorizou o Brasileiro. O Cruzeiro pensou primeiro na Libertadores e levou só três titulares. Levou a melhor o time paulista. Tal decisão, de ir com tudo no torneio doméstico, não denunciaria

um certo desânimo quanto à competição internacional? O Cruzeiro precisa empatar com o São Paulo no Morumbi. O Palmeiras, a priori, tem que vencer o Nacional no Uruguai.

®Dunga terá tempo para treinar a seleção na Copa das Confederações. Mas dificilmente o fará. A rotina preguiçosa no dia-a-dia do time da CBF agora tem até uma bela desculpa, o final de temporada europeia e a maioria dos atletas no final da linha. Mas é preciso corrigir erros e reduzir a dependência de Júlio César e suas espetaculares atuações.

®O Flamengo perdeu por 5 x 0 para o Coritiba uma semana depois de o Sport virar de 0 x 2 para 4 x 2 em oito minutos. A diretoria decidiu manter Cuca. Acertou nessa, pois se alguém no elenco estiver disposto a derrubálo, talvez desista. O problema é a própria cartolagem rubronegra, incapaz de se impor à nova primadona, Adriano.

MAURO CEZAR ESCREVE TODAS AS SEGUNDAS NESTA COLUNA. E, COMO FÃ DO ESPORTE E COMENTARISTA DA ESPN BRASIL, VAI COM O FUTEBOL ONDE O FUTEBOL ESTIVER

Com Ronaldo isolado em campo, a bola pouco chegou no ataque corintiano ontem, contra o Goiás

Mano curte empate sem gols

SEM-PULO

k

®Sucesso

O técnico Mano Menezes comemorou o empate sem gols com o Goiás, no Serra Dourada. “Considero o resultado justo e muito bom para nós”, disse após o jogo. O Corinthians foi pressionado pelo Goiás todo o jogo e só não foi derrotado graças ao goleiro Felipe e à trave. “Temos de festejar o empate. Vamos descansar e começar a pensar no Internacional”, disse Mano Menezes já projetando a final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, no Pacaembu.

(2)

Hélio dos Anjos, do Goiás, desejou boa sorte ao adversário de ontem, Mano Menezes. “Boa sorte na decisão. Você está merecendo.”

®Ingressos

Para Mano Menezes, resultado ontem foi “justo e muito bom”

Sobraram apenas 5000 ingressos para o jogo contra o Inter. Os bilhetes podem ser encontrados no Pacaembu e no ginásio do Ibirapuera.


j o r nal pl aca r | S Egunda-feir a , 15 de JUNHO de 20 0 9

08

hoje o palmeiras foi favorecido, mas já foi prejudicado em outras vezes

palmeiras

Keirrison comanda a virada verde

Vanderlei Luxemburgo

(1 )

Verdão sai perdendo no Palestra, mas consegue virada pela 3ª vez em casa

t

Gols do palmeiras no seu celular: Envie mensagem com o texto GOLVERDAO para 22745 NOTÍCIAS: envie mensagem com o texto NOTVERDAO para o 22745

Você só paga R$0,10 por mensagem recebida.(exceto TIM: R$0,35 por dia)

os gols 24’ do 1ºT

®0 x 1 Bernardo cobra falta, a bola desvia na barreira e mata o goleiro Marcos. 33’ do 1ºT

®1 x 1 Cleiton Xavier cruza e encontra o zagueiro Marcão sozinho. Ele cabeceia, a bola bate no travessão e na linha. O juiz deu o gol. 38’ do 1ºT

®2 x 1 Keirrison acerta grande chute de fora da área e faz um golaço. 13’ do 2ºT

®3 x 1 Cleiton Xavier é lançado em profundidade. Ele avança e rola para Keirrison fazer sem goleiro

palmeiras

atuações palmeiras

cruzeiro Marcos Não teve culpa no gol do Cruzeiro Maurício Ramos Inseguro, precisa ter mais calma na zaga

5,5 5

Marcão brigou muito na zaga e foi o autor do primeiro gol do Palmeiras na importante virada de ontem

3 1

14/06 – Palestra Itália (São Paulo- SP) J: Leandro Vuaden (Fifa-RS)

Danilo Discreto, não foi muito exigido

5,5

R: R$ 356 776 P: 11 214

Marcão Mostrou raça e abriu o caminho para a virada

6,5

Henrique, Mozart

CA: Wanderley, Marcão, Leonardo Silva,

Wendell Importante no apoio, quase marcou gol de placa

7

G: Bernardo (24/1), Marcão (33/1), Keirrison

Pierre Importante na marcação, mas fez muitas faltas

6

(38/1 e 13/2)

Cleiton Xavier Decisivo mais uma vez nas assitências

6,5

o Diego Souza Apagado, criou pouco no meio k Mozart Entrou no fim e ainda foi amarelado

5,5 s/n

Armero Corre muito, mas continua afoito na marcação

5,5

o Keirrison Balançou a rede duas vezes, uma delas um golaço 7,5 k Ortigoza Não teve tempo para mostrar serviço s/n o Willians Voltou bem ao time. Veloz, abriu espaços 6,5 k D. Sacconi Só correria 5

Palmeiras: Marcos, Maurício Ramos, Marcão, Danilo, Wendell, Pierre, Cleiton Xavier, Diego Souza (Mozart 40/2), Armero, Keirrison (Ortigoza 40/2), Willians (Deyvid Sacconi 14/2). T: Vanderlei Luxemburgo Cruzeiro: Fábio (6,5), Jancarlos (5,5), Gustavo (5,5) (Leonardo Silva 29/1 (5)), Léo Fortunato (6), Sorín (4,5) (Jonathan 31/1 (5)), Henrique (5), Marquinhos Paraná (6), Elicarlos (5,5), Bernardo (6,5), Wanderley (5) (Dudu 21/2 (5)), Wellington Paulista (5,5)

A bola não entrou, chiam cruzeirenses (1 )

k

Os jogadores do Cruzeiro reclamaram da arbitragem do gaúcho Leandro Vuaden. A principal queixa foi em relação ao gol de empate do Palmeiras. No cabeceio de Marcão, a bola não chegou a ultrapassar a linha totalmente, mas o auxiliar validou o lance. “A arbitragem nos prejudicou. Estávamos na frente e , em um erro, eles empataram e viraram”, disse o atacante Wellington Paulista.

(1 )

Além de validar primeiro gol, Vuaden não deu um pênalti em Bernardo

(1 ) renato pizzut to |

teu no travessão e voltou na linha. O juiz validou o gol, mesmo a bola não entrando totalmente. A virada chegou ainda na primeira etapa: Keirrison, de primeira, um golaço. Na volta do intervalo, em outro lance polêmico, o ataque palmeirense foi lançado em profundidade. O bandeira marcou impedimento do K9, mas Cleiton Xavier foi quem pegou, e o juiz deixou o lance seguir. O meia rolou para o camisa 9, que teve o trabalho de rolar para as redes. “O importante é que tivemos força para reagir e com força emocional. Sair atrás sempre é complicado porque pode acontecer de não conseguirmos virar”, analisou Luxa.

tt

O

palmeirense viu o time tomar um gol e, pela terceira vez no Brasileirão, ter que correr atrás do placar em casa. Ontem, contra o Cruzeiro, no Palestra Itália, não foi diferente: o Verdão sofreu o primeiro em um lance de azar e empatou em outro, de sorte (e com uma ajudinha da arbitragem). A virada foi construída em dois gols de Keirrison, alvo das vaias da torcida domingo passado, contra o Vitória. A fórmula verde, no entanto, mudou. O time começou pressionando, mas esbarrava na boa atuação do goleiro Fábio. Em uma das poucas vezes em que os mineiros foram ao ataque, Bernardo cobrou falta e teve sorte: a bola desviou na barreira e enganou Marcos. O gol não abalou o time. Em lance polêmico, Marcão cabeceou, a bola ba-


S E G U N DA- F E IR A , 1 5 D E J U N H O D E 2 009 | J O R NAL P L ACAR

23

13 09

gols marcou Keirrison nesta temporada. Além dos quatro do Brasileiro, o artilheiro do Palmeiras no ano anotou 13 no Campeonato Paulista e outros seis pela Libertadores.

Colinho da mãe funcionou Conselhos de dona Alzira surtiram efeito, e K9 vai das vaias à artilharia

N

(1 )

Keirrison comemora um de seus dois gols ontem: aplausos, fim da seca e liderança na artilharia do Brasileirão, com quatro gols

ada melhor do que fazer gols para acabar de vez com a desconfiança da torcida. E foi isso que Keirrison fez na partida de ontem, em dose dupla, contra o Cruzeiro. Vaiado na partida contra o Sport, domingo passado, o atacante viajou para Curitiba e escutou os conselhos da mãe, dona Alzira. E o K9 fez as pazes com as redes. O primeiro deles, aos 38min do primeiro tempo, foi no mínimo ousado. “Foi uma bola que veio alta e eu tentei. O mais importante é não ter medo de errar e, graças a Deus, consegui acertar um belo chute e fazer o gol”, afirmou o centroavante, um dos artilheiros do campeonato com quatro gols. Keirrison ainda faria o terceiro do Palmeiras, aos 13min do segundo tempo. Vanderlei Luxemburgo, que gostou da atuação do artilheiro, analisou a relação dele com a torcida. “O que criou essa instabilida-

A BOLA VEIO ALTA E EU TENTEI. O MAIS IMPORTANTE É NÃO TER MEDO DE ERRAR Keirrison, sobre o segundo gol

de do Keirrison com a torcida foi uma interferência externa. Ele precisa definir se vai ou se fica. Se quer jogar no Palmeiras somente até o meio do ano ou se quer ficar até o ano que vem. O que ele quer? Participar do projeto do Palmeiras ou apenas usar o clube como trampolim?”

(2)

Jogadores vão com moral ao Uruguai

(1 ) R ENATO P IZZUT TO | (2) FÁBIO BR AG A /FO LHA IMAGEM

k

Além dos três pontos conquistados e de subir para a terceira posição no Brasileirão, os jogadores do Palmeiras fizeram questão de ressaltar a importância da vitória contra o Cruzeiro para o jogo da Libertadores contra o Nacional, na quarta, em Montevidéu. “Se jogarmos igual hoje contra o Nacional, a chance de sairmos classificados é grande”, disse Cleiton Xavier. “Sabemos que é outra competição, mas incorporamos um espírito de superação , que é que vamos precisar no Uru-

guai. Hoje foi uma prévia do que vamos encontrar na quarta-feira.” O Verdão precisa vencer ou empatar em dois gols ou mais — empate em um gol leva a decisão para os pênaltis. Luxemburgo acha que o ambiente melhora para a partida decisiva. “Foi uma vitória importante porque cria um ambiente mais propicio para jogarmos futebol”, disse o treinador. “Nosso time já mostrou que sabe jogar fora na Libertadores. Vencemos o Colo-Colo e conseguimos a vaga contra o Sport, no Recife”, lembra Keirrison.

SEM-PULO ®Lesões O Cruzeiro saiu do Palestra com dois jogadores lesionados. O lateral Sorín saiu com um incômodo na coxa e o zagueiro Gustavo saiu chorando devido a uma torção no joelho direito. Eles não jogam quinta, contra o São Paulo, pela Libertadores.

®Xodó

HOMENAGEM Antes da partida, o Palmeiras homenageou alguns jogadores que conquistaram em 1999 a Libertadores: Alex, Evair, Galeano, Cléber, Júnior Baiano, Sérgio e Veloso, além de Marcos

Obina foi aplaudido pela “turma do amendoim”. Mesmo sem entrar em campo, ele recebeu o carinho dos palmeirenses.


J O R NAL PL ACA R | S EGUNDA-FE IR A , 15 DE JUNHO DE 20 0 9

São santos paulo

vez em seis rodadas que o ataque do Santos não balançou as redes no Campeonato Brasileiro. A falta de gols resultou na primeira derrota da equipe na competição e no primeiro triunfo do Botafogo.

Defesa é a quinta pior (1 )

Mesmo sem marcar gols ataque ainda é o melhor, mas zaga do Peixe complica BOTAFOGO SANTOS

2 0

13/6/2009 – Engenhão (Rio de Janeiro – RJ) J: Evandro Rogerio Roman (Fifa-PR) R: R$ 83 208 P: 6 535 CA: Victor Simões, Roberto Brum e Léo G: Batista (36/2º) e Laio (42/2º) BOTAFOGO: Renan (6), Alessandro (5,5), Emerson (6), Leandro Guerreiro (5,5), Eduardo (5,5), Fahel (5) (Renato 24/2º (5,5)), Léo Silva (6) (Thiaguinho 33/2º (6)), Batista (7), Lucio Flavio (5,5), Tony (5) (Laio 17/2º (6,5)) e Victor Simões (5,5). T: Ney Franco SANTOS: Fábio Costa (5), Pará (4,5), Fabão (3,5), Fabiano Eller (5), Léo (5), Roberto Brum (5,5), Rodrigo Souto (4,5) (Roni 37/2º (s/n)), Paulo Henrique (5,5), Molina (4,5) (Neymar 19/2º (5)), Madson (5) (Róbson 31/2º (5)), Kléber Pereira (5). T: Vágner Mancini

®Sereias

GOLS DO SANTOS NO SEU CELULAR: Envie mensagem com o texto GOLPEIXE para 22745 NOTÍCIAS: envie mensagem com o texto NOTPEIXE para o 22745

no segundo gol no Botafogo e não vive sua melhor fase. Domingos, reserva imediato, já mostrou desequilíbrio diversas vezes e nunca se firmou. Apesar de tudo isso, não devem chegar reforços. Já no ataque, que marcou 14 gols e tem Kleber Pereira brigando pela artilharia, nomes de peso como Morientes e Vieri já foram cogitados, junto com Neto Baiano (Vitória), Leandro (ex-São Paulo) e Luan (São Caetano). E a diretoria já deixou claro que a contratação de mais um atacante é necessária. Vai entender...

VOCÊ SÓ PAGA R$0,10 POR MENSAGEM RECEBIDA.(EXCETO TIM: R$0,35 POR DIA)

®Léo O lateral-esquerdo levou o terceiro cartão amarelo diante do Botafogo e não enfrenta o Atlético-MG, no domingo. Triguinho, seu reserva, está machucado. Pará pode ser o substituto.

▼▼

O

ataque santista segue liderando as estatísticas do Brasileirão, com 14 gols, mas a defesa está complicando. O Peixe já foi vazado 11 vezes e, no sábado, contra o Botafogo, no Engenhão, a zaga falhou nos gols da derrota por 2 x 0. Apesar dos números, os santistas seguem à procura de atacantes, mas esquecem da defesa. O zagueiro Fabiano Eller chegou a ter seu nome especulado em uma troca com o São Paulo. Fabão, parceiro na zaga titular, falhou feio

SEM-PULO

Zagueiro Fabão falhou feio no segundo gol do Botafogo

O time feminino do Santos bateu o Bragança por 7 x 0. Com o resultado, as Sereias da Vila se mantiveram na liderança do grupo 11 do Paulista, com 12 pontos em quatro jogos.

(1 ) RU DY T RINDADE /FU T U R A PRE S S

10


S E G U N DA- f e ir a , 1 5 de J U NH O de 2 009 | j o r nal p l acar

Acho difícil acontecer de novo. Meu desejo é a gente achar logo a regularidade

São paulo

André Dias, sobre uma virada idêntica à de 2008

11

Atacantes dão chilique André Lima e Dagoberto reclamam de Muricy. O Tricolor estaria sem comando?

O

(1 )

Muricy é observado por Washington, no empate contra o Santo André, no sábado: atacantes não escondem mais o descontentamento com as decisões do comandante

são paulo santo andré

1 1

(2)

(2)

(2)

(2)

É uma piada. Não dá para ser sacado com apenas cinco minutos de jogo

Quando ando pelas ruas, as pessoas perguntam por que não sou titular. Isso me cansa, incomoda. Como diz o Muricy, ele escala e não precisa dar explicação para ninguém

13/6/2009 – Morumbi (São Paulo – SP) J: Guilherme Cereta de Lima (SP) R: R$ 250 427 P: 8 995 CA: Jean, André Dias, Borges, Élvis, Cesinha, Fernando, Marcelinho Carioca e Escobar G: Marcelinho (27/1º) e Borges (38/2º) SÃO PAULO: Denis (6), Jean (5) (Dagoberto 16/2º (5,5)), Jean Rolt (5,5) (Arouca 31/2º (s/n)), André Dias (6), Richarlyson (6), Eduardo Costa (6), Hernanes (5,5), Marlos (5), Jorge Wagner (5,5) (Junior Cesar int. (5,5)), Borges (6) e Washington (5). T: Muricy Ramalho SANTO ANDRÉ: Neneca (6), Cicinho (5,5), Cesinha (6), Marcel (6), Arthur (5,5), Fernando (5,5), Ricardo Conceição (5,5), Marcelinho Carioca (6,5) (Rodrigo Fabri 45/2º (s/n)), Elvis (5,5), Pablo Escobar (5,5) (Rodriguinho 47/2º (s/n)) e Antônio Flávio (5,5) (Dionísio 35/2º (s/n)). T: Sérgio Guedes

®Hernanes O jornal italiano Gazzetta dello Sport comparou o camisa 10 tricolor, pretendido por Milan e Inter de Milão, ao rossonero Pirlo. t

Gols do SÃO PAULO no seu celular: Envie mensagem com o texto GOLTRICOLOR para 22745 NOTÍCIAS: envie mensagem com o texto NOTTRICOLOR para o 22745

tt

(1 ) A dr iano Vizoni/Futur a Pr ess | (2) divulga çã o

SEm-PULO

Você só paga R$0,10 por mensagem recebida.(exceto TIM: R$0,35 por dia)

Nosso time está sendo previsível, sem criatividade. A gente toca muito de lado. Falta chegar mais à frente, respeitar menos o adversário e ir para cima. Só assim vamos voltar a vencer Dagoberto, sábado, obre a postura do time

Pedi desculpas. Não fiz por mal. Posso garantir que não tive chilique. Estava chateado com as coisas que estavam acontecendo no campo André Lima, que jogou 11 vezes em 2009, depois de chutar a bandeirinha de escanteio no sábado

Washington, que deixou o gramado com a língua afiada depois de ser substituído contra o Avaí, em 7/6, aos 5 minutos do segundo tempo

Borges, sobre a reserva contra o Cruzeiro, em 26/5

São Paulo de 2009 pode não ter encrenqueiros como Adriano, Carlos Alberto e Fábio Santos, como em 2008, mas os “pacatos” atacantes do time deixam claro que estão insatisfeitos com o técnico Muricy Ramalho. Às vésperas do jogo decisivo da Libertadores, contra o Cruzeiro, os incidentes continuam se sucedendo. No empate de sábado com o Santo André (1 x 1), foi a vez de o centroavante André Lima, que marcou apenas três gols no ano, mostrar descontentamento. Ao perceber que não iria entrar, chutou a bandeirinha de escanteio. “Pedi desculpas. Posso garantir que não tive chilique. Estava chateado com as coisas que estavam acontecendo no campo. Mas nunca ofendi ninguém e nunca reclamei de nada. Falta um mês para acabar o meu contrato e não seria agora que faria isso”, afirmou o camisa 19, que assegura que o clima no Tricolor é bom. “Não tem nada de ambiente ruim. É o melhor possível”, emendou. Dagoberto (quatro gols), que mesmo tendo integrado o time tricampeão brasileiro em 2008 também vive na reserva, afirmou no final da partida que o Tricolor está sendo previsível. A nova onda de insatisfação segue um roteiro iniciado com Borges. Após a derrota para o Cruzeiro, o avante (12 gols na temporada) disse que não entendia por que não era titular. Depois, Washington (16 gols), substituído contra o Avaí, deixou o gramado xingando quem quisesse ouvir. Enquanto Muricy não se pronuncia, o superintendente Marco Aurélio Cunha afirma que as reclamações são normais, afinal “o São Paulo não é uma igreja”.

Bruno Favoretto


j o r nal pl aca r | s egunda-fe ir a , 15 de junho de 20 0 9

12

Juninho Paulista virou gestor do Ituano. O ex-jogador do São Paulo e do Palmeiras se comprometeu a ficar cinco anos no cargo. O clube está na série D do Brasileiro.

pelo brasil

Lanterna arrasa Fla e Cuca Desfalcado de quatro titulares, Coritiba vence a primeira, e de goleada: 5 x 0

invicto

do goleiro Bruno, que deixou a bola batida por Marcos Aurélio passar por baixo de suas pernas. Nem a ausência do argentino Ariel, expulso com o flamenguista Airton, abateu o alviverde. O segundo tempo começou com um gol relâmpago: aos 30 segundos, Bruno Batata marcou. Dezessete minutos depois, ele de novo, após rebote do goleiro flamenguista: 4 x 0 Coxa. Aos 31min, Renatinho completou após outra rebatida de Bruno. “De cinco gols sofridos, falhei em três. Saio de cabeça baixa, humilhado e ferido. Tomei gols que não costumo tomar”, disse Bruno após a fraca atuação. misto frio

5 0

coritiba flamengo

(1 )

14/6/2009 – Couto Pereira (Curitiba-PR) J: Wilson Luís Seneme (Fifa-SP) R: R$ 334.760 P: 20.623 CA: Pedro Ken, Leandro Donizete, Rodrigo Heffner, Felipe, Leozinho, Juan, Everton CV: Ariel, Felipe e Airton G: Wellington (contra, 7 /1º), Marcos Aurélio (41/1º), Bruno Batata (30s/2º e 17/2º) e Leozinho (31/2º) CORITIBA: Vanderlei; Cleiton, Rodrigo Mancha, Felipe; Rodrigo Heffner, Leandro Donizete, Pedro Ken (Jaílton), Renatinho, Guaru (Leozinho); Marcos Aurélio (Bruno Batata) e Ariel Nahuelpán T: René Simões FLAMENGO: Bruno; Welinton, Ronaldo Angelim, Aírton, Everton Silva; Toró, Ibson, Everton, Juan (Fierro); Josiel (Aleílson) e Adriano T: Cuca

TaHenim qui ea ad dolortinit iusci ero do dolore dolore dolore ver sustrud diam quisl ex er iustrud tat.

desanimado

virada

enfim

SéRIE b

Galo detona Inter perde Só Coritiba Barueri faz Furacão o Náutico a liderança anima o Flu 3x1 no Avaí vence a 1ª

O Dérbi vem aí

k

k

O Atlético-MG goleou o Náutico no Mineirão, na estreia de Márcio Bittencourt como técnico do Timbu. Os gols de Júnior, Diego Tardelli e Márcio Araújo levaram o Galo à liderança do Brasileiro, com 14 pontos. atlético-mg náutico

3 0

k

Com a cabeça na final da Copa do Brasil, o Inter poupou os titulares contra o Vitória. O mistão colorado melhorou com as entradas de Taison e Andrezinho, mas foi insuficiente para o time se manter na liderança, agora do Galo. inter vitória

0 0

k

O Maracanã assistiu a um fraco 0 x 0 entre Flu e Grêmio. O time gaúcho dominou no começo e perdeu boas chances. Na etapa final, o Flu melhorou, mas não marcou. A alegria do Flu foi a goleada do Coxa contra o Flamengo. fluminense grêmio

0 0

k

Parecia que o Avaí conseguiria sua primeira vitória. No início, abriu o placar com Marquinhos, de falta. Mas o Barueri foi pra cima e conseguiu a virada, com gols de Ewerthon, Pedrão e Marcos Pimentel. barueri Avaí

3 1

k

Na estreia de Paulo Baier, vaiado pela torcida do Sport, o Atlético-PR obteve a sua primeira vitória no campeonato. O Sport dominou, desperdiçou chances, mas quem resolveu foi o zagueiro artilheiro Rafael Santos. sport atlético-pr

0 1

14/6/2009 - Mineirão (B. Horizonte - MG)

14/6/09 - Beira-Rio (Porto Alegre - RS)

14/6/2009 - Maracanã (Rio de Janeiro - RJ)

14/6/2009 - Arena Barueri (Barueri - SP)

13/6/2009 – Ilha do Retiro (Recife – PE)

J: Francisco Carlos Nascimento (AL)

J: Célio Amorim (SC)

J: Jose Henrique de Carvalho (Aspirante

J: Willian Marcelo de Souza Nery (RJ)

R e P: não disponíveis

R: R$ 218 730 P: 17 302

J: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA - MG)

Fifa-SP)

R: R$ 11 780 P: 1 288 pagantes

CA: Júnior, Diego Tardelli, Welton

CA: Adriano, Rosinei, Vanderson,

R: R$ 239.747,50 P: 16 270 pagantes

CA: Fernandinho, Márcio Careca,

R e P: não disponíveis

Felipe, Werley, Asprilla, Aílton, Eduardo,

Robson, Uelliton, Victor Ramos,

João Vítor, Muriqui e Léo Gago

Gladstone, Gilmar CV: Thiago Feltri,

Anderson Martins, Danny Moraes

CA: Diguinho, Maxi López, Tcheco, Túlio,

Vagner e Derley

CV: Uellinton

Douglas Costa e Herrera

CV: Émerson

G: Júnior, 13/1º, Diego Tardelli, 18/2º e

INTERNACIONAL: Michel Alves,

CV: Douglas Costa

G: Marquinhos (7/1), Ewerton (17/2),

Bolívar, Sorondo, Danny Morais e

FLUMINENSE: Ricardo Berna, Diogo

Pedrão (38/2) e Marcos Pimentel (40/2)

SPORT: Magrão, Moacir, Durval, César,

Márcio Araújo 38/2º ATLÉTICO: Aranha; Carlos Alberto,

Marcelo Cordeiro; Maycon, Glaydson,

(Maicon, 41/2º), Edcarlos, Luiz Alberto

Barueri: Renê, Xandão (João

Bruno Teles (Guto 31/2º), Hamilton,

Werley, Welton Felipe e Thiago Feltri;

Rosinei (Andrezinho15/2º) e Giuliano;

e João Paulo; Wellington Monteiro,

Vítor int), André Luís e Leandro

Sandro Goiano, Fumagalli, Luciano

Renan, Jonílson (Tchô, 40/2º), Márcio

Talles Cunha (Tayson 8/2º) e Alecsandro

Marquinho (Leandro Amaral, 17/2º),

Castán; Éder (Marcos Pimentel int),

Henrique, Ciro e Weldon (Vandinho int.).

Araújo e Júnior; Éder Luís (Kléber, 34/2º)

(Leandrão 34/2º). T: Tite

Carlos Eduardo (Diguinho, 28/1º) e

Ralf, Everton, Thiago Humberto

VITÓRIA: Viafara, Apodi, Wallace,

Conca; Thiago Neves e Fred. T: Carlos

e Márcio Careca; Fernandinho e

T: Emerson Leão

e Diego Tardelli (Alessandro, 34/2º). T: Celso Roth

Anderson Martins, Victor Ramos;

Alberto Parreira

Pedrão. T: Estevam Soares.

NÁUTICO: Eduardo, Gladstone, Vágner

Vanderson, Uelliton, Robson

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Thiego, Leo,

Avaí: Eduardo Martini, Michel

e Asprilla; Sidny (Dinda, 35/2º), Johnny,

(Magal 28/2º), Leandro Domingues;

Rafael Marques e Fábio Santos; Adilson,

(Ânderson int), André Turatto, Emerson

Derley, Aílton (Kuki, 13/2º) e Anderson

Roger(Edson, 36/2º) e Adriano(Carlos

Túlio, Souza e Tcheco; Alex Mineiro

e Uendel; Léo Gago, Marcos Winícius,

Baier (Wesley 21/2º), Márcio Azevedo,

Santana; Carlinhos Bala e Gilmar. T:

Alberto, 37/2º). T: Paulo César

(Douglas Costa, 17/2º) e Maxi López

Marquinhos e Muriqui; Lima (William

Patrick (Fransérgio 30/2º) e Rafael

Márcio Bittencourt

Carpegiani

(Herrera, 29/2º). T: Paulo Autuori

22/2) e Luis Ricardo. T: Silas.

Moura. T: Waldemar Lemos

CA: Paulo Baier, Chico, Fumagalli, Raul, Valencia, Rafael Souza G: Rafael Santos (35/2º)

ATLÉTICO-PR: Vinícius, Rhodolfo, Antônio Carlos, Rafael Santos, Raul (Zé Antônio 24/2º), Valencia, Chico, Paulo

Os campinenses terão um programa especial no próximo fim de semana. Ponte Preta e Guarani, dois dos três times com melhores campanhas na Série B do Brasileirão, se enfrentam em um clássico que promete muitas emoções. O Bugre lidera a competição, com 16 pontos, e manteve 100% de aproveitamento até a última rodada, quando empatou com o Vasco sem gols jogando em casa, no sábado. Nem com a vantagem de um jogador a mais no segundo tempo (Carlos Alberto foi expulso) o Guarani conseguiu marcar. Já a Macaca chega embalada pela vitória de 2 x 0 contra o São Caetano, no ABC. Márcio Mexerica e Danilo Neco marcaram. Com o resultado, o time chegou aos 11 pontos e está em terceiro. O clássico entre os times de Campinas acontece no sábado, às 16h, no Moisés Lucarelli.

(1 ) D enis Ferr eir a Net to/F utur a P re s s

O

Coritiba — um time sem quatro titulares, lanterna do campeonato e com dois jogadores expulsos — goleou o Flamengo ontem por 5 x 0 e conseguiu uma série de proezas: deixar a lanterna, vencer a primeira partida no Brasileirão, manter a sina de o rubro-negro não vencê-lo há 11 anos em casa e, de quebra, ameaçar o cargo de Cuca, técnico do rival. Adriano teve uma atuação apagada, enquanto o Coxa, objetivo, marcou nas duas vezes em que foi ao ataque no primeiro tempo. Primeiro, com Rodrigo Heffner, que bateu para Wellinton marcar contra. Depois, com a colaboração


www.revistarunners.com.br

+ĂˆOBTCBODBT

A revista para vocĂŞ correr e viver melhor. 5SFJOBNFOUPt/VUSJĂŽĂ?Pt'JUOFTTt.PUJWBĂŽĂ?Pt$BMFOEĂˆSJPEFDPSSJEBT


j o r nal pl aca r | s egunda-fe ir a , 15 de junho de 20 0 9

14 mais esportes

4,68

metros foi a marca alcançada por Fabiana Murer no salto com vara, no Golden League de atletismo de Berlim. Medalha de bronze pra ela.

(1 )

vôlei

Novatos se assustam na estreia Brasil de Bernardinho perde o primeiro set mas despacha a Polônia na Liga mecei mal, não coloquei tudo o que eu sabia em quadra. Não estava conseguindo atacar e o Bruno ficou desestabilizado, achando que a culpa era do seu levantamento.”. Apesar de perder saques e boas chances de ataque, Murilo foi o melhor pontuador da partida (16 pontos). No domingo, o Brasil entrou diferente. Mais seguros, os jogadores mantiveram o volume de jogo e erraram poucos saques. Os pontos de bloqueio – incomuns na Era de Ouro do vôlei masculino – são um sinal da nova característica da equipe. O meio-de-rede Lu-

cas, com seus 2,09 m de altura, e o oposto Rivaldo, com 2,02 m, formaram um muro para o ataque polonês. Thiago foi o maior pontuador (14 pontos). Mesmo com a dupla vitória, Bernardinho põe os pés no chão. “Não podemos criar qualquer ilusão. Este começo foi uma montanha, mas temos muitos ‘Himalaias’ a serem escalados”, disse. Os grandes adversários nas próximas fases são Bulgária, França, Itália, Holanda, China e Rússia. Os próximos jogos são contra a Finlândia, dias 19 e 20 de junho, em Brasília, às 10h.

Barbara Heckler

O bloqueio gigante é um dos pontos fortes da nova geração comandada pelo vitorioso Bernardinho

Meninas conquistam título invicto

k

A seleção feminina de vôlei derrotou a Itália ontem na final do Torneio de Montreux, na Suíça, e se tornou campeã tendo perdido apenas um set em toda a competição. As meninas comandadas por José Roberto Guimarães bateram Alemanha, China, Polônia (que venceram o único set) e Holanda. Contra a Itália, mais um 3 x 0 (25/17, 25/18 e 25/23). De 44 confrontos com as italianas, o Brasil venceu 36 – uma delas nas Olimpíadas de Pequim, de onde voltamos com a medalha de ouro. Um dos destaques foram os bloqueios de Carol Gattaz, especialmente no jogo contra a China.

(2)

basquete

Fla a uma vitória do caneco

k

As seleção brasileira feminina venceu 15 sets e perdeu apenas um durante todo o campeonato

Após perder a segunda partida das finais para o Brasília, no sábado, o Flamengo recuperou-se ontem e abriu vantagem de 2 x 1 contra o time do Distrito Federal na disputa do título da primeira edição do NBB. Os mais de 13000 torcedores que foram à Arena da Barra viram um time diferente da derrota de sábado. Liderado pelo ala Marcelinho, que fez 35 pontos, o Flamengo venceu por 99 x 78. O quarto jogo será domingo, às 12h, em Brasília, e um novo triunfo garante o bicampeonato aos cariocas.

sem-pulo ®Le Mans O brasileiro Jaime Melo, ao lado de Mika Salo e Pierre Kaffer, venceu a tradicional 24 Horas de Le Mans. Bruno Senna, estreante na prova, abandonou após uma série de acidentes.

®Na areia Juliana e Larissa derrotaram Vivian e Ângela por 2 x 1 e faturaram a etapa de Vitória do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia pela segunda vez. A dupla já havia vencido o torneio em 2005.

(1 ) Ayrton Vigno l a /Folh a Imag em | (2) D ivulg ação/ CBV

D

epois de um susto – e derrota – logo no primeiro set, a seleção masculina se achou em quadra e venceu o primeiro obstáculo de sua escalada rumo a mais um título da Liga Mundial. Em dois jogos – no sábado (23/25, 25/18, 25/10 e 25/19) e no domingo (25/20, 25/20 e 25/15) no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo –, o novo time de Bernardinho venceu a Polônia e a ansiedade dos novatos. E dos veteranos também. Murilo saiu insatisfeito com sua primeira atuação como capitão do time. “Co-


S E G U NDA- F E IR A , 1 5 D E J U N H O D E 2 009 | J O R NAL P L ACAR

Gustavo Kuerten enfrentou o espanhol Sergi Bruguera em partida amistosa disputada sábado na Passarela do Samba Nego Quirido, em Floripa. Guga venceu com parciais de 7/6 e 6/4.

15 mais esportes

TÊNIS

Coadjuvantes fazem a festa Sem Nadal e Federer no caminho, Andy Murray e Tommy Haas vencem torneios pré-Wimbledon

A

proveitando as ausências dos dois principais tenistas do circuito (Rafael Nadal e Roger Federer), o britânico Andy Murray venceu o americano James Blake e conquistou ontem o torneio de Queen’s, disputado na Inglaterra. De quebra, colocou fim a um tabu que já durava 71 anos: desde 1938, um britânico não vencia o torneio inglês. Na Alemanha, Tommy Haas, apoiado por seus compatriotas, bateu o sérvio Novak Djokovic, sagrando-se campeão do torneio de Halle. Murray, atual número três do ranking, quebrou o tabu ao derrotar Blake por 2 sets a 0 (7/5 e 6/4). Em Wimbledon, ele espera

NA TV 9h

Redação Sportv

10h

Pontapé Inicial

11h

Brasil x Egito

11h45 Globo Esporte 13h

Bandsports News

14h

Arena Sportv

14h

Bate-Bola

14h

Planeta EXPN

14h

Por Dentro da Bola

15h30 EUA x Itália

manter o bom desempenho na grama e não se sentir pressionado pela conquista em Queen’s. “A expectativa é grande. Mas, se eu continuar focado no meu trabalho, quando o torneio começar isso não será problema. Sempre boto pressão em mim para jogar bem – um jogo de cada vez.” Em Halle, o favorito Djokovic mostrou que não está mesmo em boa fase. Após cair na terceira fase em Roland Garros, o sérvio era favorito na Alemanha. Mas encontrou um Haas com muita vontade de dar a volta por cima e foi derrotado na final por 2 sets a 1 (6/3, 6/7 e 6/1). Haas chegou a ser o número dois do mundo em 2002, mas várias lesões atrapalharam sua carreira.

15h30 Zona de Impacto

(1 )

2

17h30 Tá na Área 18h30 Bate-Bola 19h15 Carlos Barbosa x Joinville (Futsal) 21h

Bem, Amigos!

21h

Linha de Passe

23h

Bandsports News

23h30 Sportv News 23h30 Sportscenter PROGR AMAÇÃO SUJEITA A ALTER AÇÃO

LEITOR TORCEDOR COMENTE AS MATÉRIAS EM WWW.JORNALPLACAR.COM.BR EMAIL: JORNALPLACAR@ ABRIL.COM.BR

VICTOR CIVITA (1907-1990) Editor: Roberto Civita

Fundador:

Presidente Executivo:

Jairo Mendes Leal Conselho Editorial:

< ;@x ÁF ,.   s   H L8IK8$= < @I 8 #(';< A L E? F ;< ) ''0   s   N N N% A F IE8 CG C 8:8 I %: F D % 9 I

PALMEIRAS

ELIMINATÓRIAS

Mãe de Keirrison dá bronca no Verdão e pede para ele ir embora logo do Brasil

Brasil X cavalo paraguaio

3 anos para pagar dívidas

PÁG. 7

PÁG. 4

PÁGS. 12 E 13

CORINTHIANS

Roberto Civita (Presidente), Thomaz Souto Corrêa (Vice-Presidente), Giancarlo Civita, Jairo Mendes Leal, José Roberto Guzzo Diretor de Assinaturas: Fernando Costa Diretora de Mídia Digital: Fabiana Zanni Diretor de Planejamento e Controle:

Auro Luís de Iasi

Diretora Geral de Publicidade:

Thaís Chede Soares

EXCLUSIVO Muricy garante:

O britânico Murray quebrou um tabu que já durava 71 anos

vou ‘Eu salvar o

Diretor Geral de Publicidade Adjunto:

Rogerio Gabriel Comprido

Diretor de RH e Administração:

Hernanes

MOTOGP

Rossi vence em final eletrizante

A diretoria acha que o volante é um caso perdido e se arrepende de não ter feito negócio em 2008. Mas o técnico tricolor compra a briga

Dimas Mietto

Diretor de Serviços Editoriais:

Alfredo Ogawa

Diretora Superintendente: Elda Müller Diretor de Núcleo: Marcos Emílio Gomes

PÁG. 5

Diretor de Redação: Sérgio Xavier Filho

k

(1 ) A DRIA N D ENNIS/AFP | (2) LLUIS G ENE /A FP

(2)

O italiano infernal ultrapassou o espanhol Jorge Lorenzo na última curva

O italiano Valentino Rossi deu show e venceu a sexta etapa da MotoGP, ontem, no circuito da Catalunha. Com uma manobra impressionante, na última curva, o octacampeão mundial ultrapassou o espanhol Jorge Lorenzo e conseguiu sua segunda vitória no campeonato. Lorenzo e Rossi, ambos pilotos da Yamaha, duelaram por todo o fim de semana. No grid de largada, o espanhol ficou na pole e o italiano veio logo atrás. Desde o início da corrida os dois andaram praticamente juntos, com o australiano Casey Stoner, da

Ducati, sempre por perto. Nas últimas cinco voltas, Rossi e Lorenzo trocaram de posições várias vezes. O italiano arriscou na última curva, mergulhando pelo lado interno da pista, e conseguiu a vitória. O cronômetro registrou diferença de apenas 0s095 entre os dois. Após seis corridas, a classificação é a mais acirrada da história da MotoGP. Três pilotos estão empatados com 106 pontos: Valentino Rossi, Jorge Lorenzo e Casey Stoner. Eles também têm o mesmo número de vitórias, com dois primeiros lugares cada.

Quitar uma dívida gigantesca de 103 milhões de reais até 2012? Como quitar uma dívida desse tamanho pagando um valor de 1,1 milhão por mês a apenas um jogador? Esse mesmo jogador recebe 80% do arrecadado por patrocínio! Cada jogo do Corinthians no Pacaembu vale 280 mil, por birra do presidente, que alugava o Morumbi por 35 mil reais por jogo. Isso é ser esperto? Acho que não! Fernando, no site, sobre o Corinthians.

Editor Executivo: José Vicente Bernardo Editores: Marcelo Monteiro e Marcos Sergio Silva; Editor de Arte: Alex Borba; Repórteres: Anselmo Caparica, Bruno Favoretto, Frederico Machado; Designers: Eduardo Ianicelli, Everton Prudêncio e Marcelo Max; Tratamento de imagem: Heber Alvares; Estagiário Lucas Bettine (texto); Colaborador: Fernando Poffo (texto) Coordenação: Silvana Ribeiro; Atendimento ao leitor: Sandra Hadich PLACAR Online: Bruno D’Angelo (diretor), Marcelo Neves

(texto) e Douglas Kawazu (webmaster) Colaboradores: Ari Magatti e Bruno Roberti (texto); Leandro Castro (design), Eduardo Baldan (programação) www.placar.com.br

Em São Paulo: Redação e Correspondência: Av. das Nações Unidas, 7221, 5º andar, Pinheiros, CEP 05425-902, tel. (11) 3037-2000, fax (11) 3037-5597 Publicidade São Paulo www.publiabril.com.br Classificados tel. 0800-7012066, Grande S. Paulo tel. (011) 3037-2700 JORNAL PLACAR é uma publicação diária da Editora Abril com distribuição de segunda-feira a sexta-feira em São Paulo, pelo sistema de distribuição do Jornal Destak. PLACAR não admite publicidade redacional. IMPRESSO NA TAIGA Gráfica e Editora

Av. Dr. Alberto jackson Byington 1808, Cep 06276-000, Osasco, SP

TIRAGEM 80.000 EXEMPLARES AUDITADA PELA BDO TREVISAN

Presidente do Conselho de Administração:

Roberto Civita

Presidente Executivo: Giancarlo Civita Vice-Presidentes: Arnaldo Tibyriçá, Douglas

Duran, Marcio Ogliara, Sidnei Basile www.abril.com.br


J O R NAL PL ACA R | S EGUNDA-FE IR A , 15 DE JUNHO DE 20 0 9

Guia 2009 do Brasileirão

16 ARQUIVO Temas inesquecíveis retratados em quatro décadas de PLACAR

• O mais completo! • Já nas bancas

PALPITE PLAC

AR SAIBA ATÉ ONDE O SEU TIME PODE CHEGA R ESTE ANO

FICHAS COM PLETAS

HISTÓRICO DE 680 JOGADORES SÉRIES A E B, COM FOTO, TEMPODAS CONTRATO, O DE PÉ QUE ELES CHUTAM...

NOVIDADE!

+

RAIO-X DOS ESTÁD DE CADA ÁRBITR IOS E O PERFIL PODER XINGAR O PARA VOCÊ MELHOR

GRÁ

TIS TABELAS GRAN E DESTACÁVEI S DAS SÉRIE DES SAEB

Ah, se ele fosse brasileiro… Em 1998, em tempos de escassez na lateral-direita da seleção brasileira, o paraguaio Arce confirmava a fama de melhor da posição em atividade no país

A

conteceu num campo de várzea do interior do Paraguai. O 15 de Mayo, de Paraguary, tem uma falta na intermediária. Quem se apresenta para cobrar é o camisa 10 do time. Mirrado, 15 anos de idade apenas, o garoto ajeita a bola. O chute sai forte – muito mais do que se poderia esperar de um menino franzino daqueles – e acerta em cheio a cabeça de um dos grandalhões

que formava a barreira. A confusão é geral. O jogador atingido sai de campo dire-

to para o hospital mais próximo. Naquele ano (1986), o time de Paraguary sagrouse campeão, pela primeira e até hoje única vez, do torneio que reúne os clubes de menor expressão do Paraguai. Quanto ao garoto da camisa 10, muito ainda se ouviria falar dele. Era um tal Francisco Arce Rolón – o Arce do Palmeiras e da seleção paraguaia, dono de um chute poderoso e capaz de correr o campo todo durante os 90 minutos.

A carreira profissional começou no Cerro Porteño. No início de 1995, o Grêmio procurava um lateral-direito. Com Carpegiani, Arce passara a jogar como ala e foi logo aprovado pelo técnico do Tricolor gaúcho, Luiz Felipe Scolari, que, no começo deste ano, o indicou ao Palmeiras e a quem o jogador credita a noção de marcação que diz ter adquirido desde que passou a atuar no futebol brasileiro.

PLACAR - 10/1998

LATERAL DE VERDADE: Além de um fôlego invejável, o paraguaio consagrou-se no Brasil graças ao chute forte e certeiro

Quatro Rodas em dose dupla

Quatro Rodas de junho descobriu – e conta – tudo sobre o segredo da VW, o novo FOX, e ainda as novidades sobre Honda City, Gol Turbo e outros grandes lançamentos que vão chegar ao mercado. E se você está pensando em comprar ou trocar de carro, está nas bancas também a edição especial Melhor Compra 2009. Mais de 650 modelos de carros novos e usados, nacionais e importados avaliados pela Quatro Rodas.

JÁ NAS BANCAS!

www.quatrorodas.com.br

(1 ) RE PRODU Ç ÃO

(1 )

[Title will be auto-generated]  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you