Issuu on Google+

Informativo CETJ Nascer, Morrer, Renascer Ainda, Progredir Sempre, Tal é a Lei

www.cetj.org.br

Janeiro de 2012 - Ano VIII - nº 101

Editorial: “Assim como é em cima é embaixo” quação das instalações físicas; Climatização (ar condicionado) nas salas de passe e reunião mediúnica; modernização do Departamento de Informática; implantação do sistema de cartão débito/crédito e outros aperfeiçoamentos de pequena monta. Mas não foi só a parte material. No setor Mediúnico houve a ampliação dos estudos nas áreas mediúnica e sistematizada da Doutrina Espírita. Na área de atendimento fraterno foram criadas equipes para este atendimento e equipes para visitas e dar passe nos doentes em casa às quartas-feiras. Nas reuniões de tratamento espiritual às terças feiras – também houve um aumento significativo do número de assistidos com maior participação dos médiuns da Casa. Eventos importantes foram concretizados. Ampliou-se a participação da área de assistência social e atendimento às nossas assistidas. Nas reuniões de estudo das quartas feiras ocorreu um aumento do número de irmãos que fazem esses estudos devido ao empenho do Departamento de Doutri-

na. Registramos também considerável aumento de frequência de participantes das atividades da Infância e Juventude, bem como, no Grupo de Pais. Poderíamos enumerar várias outras realizações, mas todo aquele que frequenta o CETJ pode constatar as nossas realizações que representam o trabalho conjunto dos tarefeiros, associados e colaboradores. Foi sem dúvida um ano de grandes progressos guiados sempre pela espiritualidade. Porém o que fica de mais importante é o fato de que tudo acontece com o devido planejamento e sempre visando o aspecto mais importante do Espiritismo que é levar à humanidade os requisitos necessários ao seu progresso moral. Estamos profundamente gratos a todos vocês por frequentarem ou participarem de nossa Casa, dando esse testemunho de vontade em suas intenções de progredir espiritualmente. Com os nossos melhores votos de paz, desejamos a todos um ótimo Ano Novo. A Diretoria

Associe-se ao CETJ! Entregue a sua proposta até o dia 11/01, véspera da Reunião da Diretoria

Essa antiga frase de Hermes Trismegisto é muita significativa e vai muito além de nossa compreensão. Sabemos que tudo que existe em nosso Planeta, antes foi elaborado no plano espiritual que inspira os encarnados a efetivarem as mudanças necessárias ao progresso moral da humanidade. Tal feito se dá tanto nas grandes descobertas quantos nas mínimas transformações necessárias ao trabalho dos mentores espirituais. O CETJ vem, ao longo do tempo, se adequando às novas exigências tecnológicas tanto quanto ao bem estar dos frequentadores e associados em suas variadas atividades. Assim o ano de 2011 foi de pleno avanço em nossa estrutura material tais como: colocação de toldos para abrigar o público, reconstrução dos jardins; pintura dos prédios; aquisição de equipamentos para as transmissões das palestras públicas de domingo – via TV CEI; melhorias nas instalações de áudio; ampliação de espaços das atividades da Casa; compra de móveis visando à ade-

NESTA EDI ÇÃO : Resumo Financeiro / Livraria - Sugestões

2

Diante da Luta

3

Grupo de Pais - Um feliz Ano Novo não se deseja, se constrói

4

Resgates - ultima parte

5

Pomada do Vovô Pedro - Momentos Felizes

6

Atividades Casa / Aniversariantes

7

Palestras Públicas / GEMA / Encarte: Psicografia / Campanha do Natal - Agradecimento e Fotos

8

Centro Espírita Trabalhadores de Jesus - CETJ Avenida Teixeira e Souza, 448 - Centro - Cabo Frio - RJ - CEP: 28907-410 - Telefone: 2645.4468


2

Janeiro de 2012

Informativo CETJ

Livraria - Cultura Espírita Se você tem o hábito presentear parentes ou amigos em qualquer época do ano, o livro espírita é sempre uma boa opção! Além de ajudar a divulgação da Doutrina Espírita, dando um presente realmente útil, você estará também colaborando com as obras assistenciais do CETJ. Prestigie também o nosso Bazar que sempre oferece finas peças artesanais a preços bastante baixos. E para facilitar ainda mais... estamos aceitando no Bazar e na Livraria, Cartões de Crédito de diversas bandeiras.

Resumo Financeiro de Novembro de 2011 Recebimentos

R$

Mensalidade de Associados

4.670,00

Divulgação de Livros Espíritas

1.666,00

Doações p/ Lanche Fraterno

1.219,00

Doações

3.079,00

Bazar

720,00

Pechincha

2.455,00

Outras Receitas

126,705

Pagamentos Compra de Mantimentos p/ Doação

2.897,54

Tarifa Bancária

27,00

Diversos (mat.escritório, manutenção, etc)

88,20

OI e PROLAGOS

472,97

AMPLA

315,65

Alarme

204,16

Salários e Encargos Sociais

2.807,13

Despesas com Lanches

586,00

Informativo

336,00

Contador e Livros Fiscais

480,00

Reembolso Palestrante

280,00

Doação Emergencial

108,00

Compra de Livros

1.154,20 Manutenção e Patrimônio

Resumo

M.Obra, Material Geral

Recebimento

13.935,70

Pagamentos

9.756,85

e Jardinagem

Saldo

4.178,85

Total:

1.903,73

Composição da Diretoria - Biênio 2010/2012

Atenção! A Livraria e o Bazar informam que as compras acima de R$ 50,00 poderão ser parceladas em 2 vezes através do Cartão de Crédito. Atenção! A livraria fica aberta de segunda a sextafeira no horário de 14h30 às 17h; nas quartas-feiras de 19h30 às 21h30 e aos domingos de 17h30 às 19h30. Já a biblioteca funciona nas quartas-feiras de 19h30 às 21h30; nas quintas de 14h30 às 17h e aos domingos de 17h30 às 19h30.

Marcio S. Alves

Presidente

Aristarco Acioli

Vice-Presidente

Helena M. F. Monteiro

1º Secretário

Ciro Meliande

2º Secretário

Paulo Jorge dos Santos

Diretoria de Informática

Flavio Scali

Diretoria de Patrimônio

Luiz C Abreu

1º Tesoureiro

Alexandre Sirieiro

2º Tesoureiro

Ciro Melliande

Depto. de Doutrina

Marcio S. Alves

Depto. de Divulgação

Helena F. Monteiro

Depto. de Mediunidade

Dejanira Martins Gomes

Depto. da Mocidade Espírita

Augusta Faria dos Santos

Depto. de Evang. da Infância Setor Ass. Social Espírita

Maria José Fernandes Ribeiro

Setor Ass. às Gestantes

Maria Aline Terra

Setor de Bazar e Costura

Gregório Monteiro

Assessor Jurídico


Informativo CETJ

Janeiro de 2012

Aniversariantes de Janeiro de 2012

Atividades da Casa Domingos 18h às 19h30: Reunião pública com palestra e passe. Nomesmo horário: entretenimento das crianças a cargo do Grupo de Recreação Infantil Tudo é Amor (GRITA). Segundas-feiras 14h às 17h: Tarefas de corte e costura e bazar; 14h30 às 17h: Pechincha; 15h às 16h30: Reunião de desenv. Mediúnico; 20h às 21h30: Reunião de desenv. Mediúnico; 20h: Reunião de estudo da mediunidade. Terças-feiras 14h30 às 17h: GEMA - Atendimento às gestantes; 19h45 às 21h30: Reunião de tratamento Espiritual. Quartas-feiras 15h às 17h: Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita (ESDE); 15h às 17h: Grupo de Visitas a Enfermos Milota Cabral; 20h às 21h30: Bazar; 20h às 21h30: Reunião pública e passe. No mesmo horário, entretenimento das crianças a cargo do GRITA. Quintas-feiras 14h30 às 17h: Bazar e Tarefas de corte e costura 14h30 às 17h: Pechincha; 15h às 17h: Plantão de passes; 18h30 às 20h: Estudo das obras de André Luis (Os Mensageiros); 19h: Montagem das bolsas de alimentos; 20h às 21h30: ESDE. Sextas –feiras 20h às 21h30: Reunião mediúnica de desobsessão; 13h30: Primeiras e terceiras sextas-feiras de cada mês, preparação dos legumes para a sopa a ser servida aos irmãos assistidos pela Casa. Sábados 16h às 18h: Evangelização infantil e reunião da Mocidade Espírita; 16h às 18h: Reunião do Grupo de Pais; 10h às 11h30: Primeiros e terceiros sábados de cada mês, atendimento aos irmãos cadastrados da Casa, com distribuição de sopa e bolsa com alimentos. Desde agosto/2010, o CETJ fica aberto de segunda a sexta-feira, de 8 às 12h, e de 14h às 17h, para as atividades de venda de livros, pagamento de mensalidades, recebimento de doações e informações. Informe da Tesouraria

Receitas Acumuladas do 1º Semestre de 2011 1684 1303 6170

8109

27615

8469

Recup Despesas Associados

Livraria Lanche Pechincha

13936

22170

7

Doações Bazar Juros

Dias: 1) Matheus dos Santos Gouveia 2) Carlos Eduardo F. Albuquerque 3) Augusto César Ferreira de Azevedo, Octávio Fontes, Danielle O. Tavares, Marco Antonio T. da Silva, Marta da Silva Mourão Rosa e Fátima Brandão Mendes 4) Pérola A. Jorge Ferreira e João Miguel de Andrade Nunes Souza 5) Dione Wedeli Venceslau, Ivana Nazaré F. Cardoso, Felipe de Sá V. Pereira, Artur Luís Mendes de Oliveira, Daniel dos Santos Rosas e Paulo César Mendes de Oliveira 7) Luiz Alexandre de Souza Costa 9) José Carlos F. Albuquerque, Deolindo Mourão Gonzaga Rosa, Daniela Monteiro de Oliveira, Sarthadhara J. Gavinho Geraldo e Juliana 10) Junia da Rocha S.T. da Silva 11) Nathália Parga Calheiro, Ciro Cunha Melliande, Daniela Nogueira, Ricardo José Rosa da Silva e Luiz Antonio Gandini 12) Marven Quintão de Souza 13) Alexandre Pires Sirieiro, João Pedro Agualuza de Paula Loureiro, Marinete Lessa e Suzi Andrade Valverde 14) Maria Ventura Silva Ximenes, Fátima P.Dias de Freitas, Raimundo Nazaré Oliveira Estevam e Tamara Dias de Carvalho 15) Isabelle Figueiredo Tavares 16) Marcelo Monteiro Moraes 17) Nanci Guimarães Neves 18) Eidga Maynard do Lago e Laura Rocha S.T. da Silva 19) Ludmila Loures Barbosa, George de Souza Pereira, Martha Célia Zanette e Jorge Lucas C. Ferreira 20) Maria Sebastiana Fontes Chaves e Sebastiana Z. da Silva Dias 21) Ana Luisa B. Daltro Ramos e Maria Helena J. Ribeiro 22) Branca da Cunha Silva do Nascimento, Eduardo Vito Barbosa de Souza, Adriana Antunes da Costa, Ana Lucia Capela Fernandes, Renato Pontes Silva e Valeska Corrêa de Lima 23) Paula Ghetti Barbosa, Paulo César Claudino 24) Vera Regina Lima Salgado, Silvia Garcia de Oliveira, Carlos Filipe L. Gomes e Diva Maria de Souza Pereira 25) Ana Maria dos Santos, Fernando Candeia, Larissa Zanette Costa, Caio César de Pinho Porto e Terezinha do Carmo Costa 26) Luiz Carlos Rosa Pinto e Wilson César Lima Vieira 27) Paolo Veiga Sirieiro e Lenise Luz Resende 28) Roseiara Zwetsch 29) Laureliz Azambuja da Rocha, Eliana Maria V. de Almeida, Abigail Leite Lima e Aline Maria Borges C.L. Abrante 30) Tiago Binato Neves, Frederico Sapha Olivieri e Juruá Miranda e Silva 31) Rafaela Costa Teixeira de Souza, Micaele da Silva Lúcio Reis, Italo de Oliveira Silva, Luiz Carlos José Teixeira e Eliane T. Werneck Pinto Enviamos a todos fraternais votos de Muitas Felicidades e Feliz Aniversário! Obs: Por favor, informe à Direção da Casa caso observe alguma incorreção de datas ou nomes


Informativo CETJ

8

Janeiro de 2012

PROGRAMAÇÃO DA CASA Palestras Públicas Domingo 18h Dia 01 08

Palestrante

Origem

Tema

Renato Rodrigues

Centro Espírita Trabalhadores de Jesus

O Espírita na Sociedade

Eder Freyre

S. E. Amor e Caridade São Gonçalo – RJ

O Poder da Fé

Paulo Jorge

15 22 29

Gênese Espiritual

Centro Espírita Trabalhadores de Jesus

Edmundo

Casa Renê Pessa - Cabo Frio - RJ

Tolerância

Greice Azambuja

Casa Renê Pessa - Cabo Frio - RJ

Para que serve a reencarnação?

Quarta-feira - 20h Dia 04

11

18

25

O Livro dos Espíritos

O Evangelho Segundo o Espiritismo

Flávio Scali

Olívia Sá

Escolha das Provas (It.261 a 266)

Quem é minha mãe e quem são meus irmãos (Capítulo XIV, itens 5 a7)

Alexandre Sirieiro

Ciro Meliande

Escolha das Provas (It. 267 a 273)

A parentela corporal e a parentela espiritual (Capítulo XIV, item 8)

Marcos Jung

Gíldice

As relações no além túmulo (It. 274 a 278)

A ingratidão dos filhos e os laços de família. (Capítulo XIV, item 9)

Beth Sanchez

Vultos do Espiritismo José Petitinga

“Adere ao trabalho e aprendes a servir”.

“O Essencial” – Emmanuel por Francisco Cândido Xavier Departamento de Doutrina - doutrina@cetj.org.br

Programação do GEMA - Gestante, Esperança, Maternidade e Amor Reinício das Atividades 1ª terça feira de fevereiro de 2012 “A família é a base fundamental sobre a qual se ergue o imenso edifício da sociedade” Emmanuel


Janeiro de 2012

Diante da luta

Na busca de sua plenitude psicológica, o ser humano se depara com duas forças antagônicas que atuam em seu crescimento. Uma delas dominadora provém do ego. É consequência de impulsos e instintivos de conservação com origem nas faixas primitivas da evolução do princípio espiritual vinculadas, principalmente, ao prazer e ao desejo. A outra força possui características de solidariedade, tolerância e amor. Provém do self, do princípio inteligente que atinge a razão e então, prepara-se para a nova fase da intuição. Somatório de experiências evolutivas são aquisições do deus interno. Jung, psiquiatra suíço fundador da psicanálise analítica, identificando em a criatura humana estas forças antagônicas, diz que qualquer manifestação de um dos lados desencadeia a reação contrária, o outro lado da questão. É comum, por exemplo, pensamentos negativos em momentos de alegria, com receio de que aquele momento acabe. Acontece muitas vezes vislumbrarmos uma queda quando projetamos um ideal, de sentir

Informativo CETJ

ciúme quando estamos amando, de haver receio de perigo quando vivemos felicidade. São os dois lados naturais que auxiliam na formação do ser que se transforma. É através da comparação dos opostos que passa a valorizar o lado positivo de sua essência, optando pelo exercício do bem em suas ações. Para Jung “a felicidade perderia seu significado se ela não fosse equilibrada pela tristeza”, portanto a idéia não é fazer desaparecer um dos lados, já que ambas são partes importantes da formação psico-emocinal e social do indivíduo, mas promover a aquisição do perfeito equilíbrio entre estas polaridades que se opõem em constante luta interna: a do consciente, vigilante; e o inconsciente, adormecido; a da razão e do sentimento. Segundo Joanna de Angelis, Jesus que compreendia bem a alma humana e via a dualidade expressa em nossas atitudes recomendava a todos o amor em nível profundo de forma que este fosse além do consciente e atingisse o inconsciente também. A desarmonia entre os pólos desequilibra sentimentos e induz a fortes emoções que levam a doenças do corpo físico. Resistir na separação dos lados ou negar e dissimular o aspecto negativo leva a transtornos neuróticos, a sentimento de culpa ou de inferioridade que poderiam ser evitados com a busca interior e a aceitação de quem

3

se é. “Quem olha para fora sonha, quem olha para dentro desperta.” mais uma afirmativa de Jung induzindo ao esforço no autoconhecimento. Aceitação dos opostos é recurso salutar para harmonização do ser. Devemos ter consciência do lado sombrio e educar nossos impulsos de desejo e prazer, aprendendo a controlálos e não a ser controlados por eles. Por isso se diz que “um mal se transforma em um grande bem”. Podemos aceitar os impulsos primitivos, mas nunca acomodar com suas manifestações. A luta entre o ego e o self é, portanto processo de crescimento, de evolução que ocorre por etapas, “a escada ascensional não possui o último degrau sempre havendo patamares mais altos...” (Joanna de Angelis). O caminho para a aquisição desta totalidade está no aprendizado dos ensinamentos de Jesus quando o Mestre ensina a amar a si mesmo, ter autorespeito, ter auto-aceitação. Identificar as tensões entre os pólos propicia ainda compreender as limitações de outras pessoas auxiliando no perdão que por sua vez é remédio para muitos males físicos. O bem e o mal que existem em nós têm a mesma fonte, o curso das experiências vividas pelo princípio inteligente.

Maryane Medeiros - CETJ


4

UM NÃO

Informativo CETJ

Grupo de Pais FELIZ SE

ANO

NOVO

DESEJA,

SE

CONSTRÓI

Janeiro de 2012

Amor criou, reportando-nos ao

a nossa jornada e todas as opor-

bem, ao belo, ao perfeito.

tunidades que nos são ofereci-

Esse

da

das, desde o despertar de um

nossa jornada, que se repete

novo dia, em sua alvorada de

ano a ano, como sinaleiro de luz

luzes e paz, revigorando a nossa

nos lembram quem realmente

vontade e alimentando o nosso

somos, a nossa origem.

espírito.

Por

momento

isso,

especial

somos

Já se permitiram despertar e

abraçados, acarinhados, lembra-

pisar no solo, observando o céu,

dos, e assim também somos

respirando profundamente o ar

renovados através dos presentes

da manhã, bem cedinho, abrindo

cósmicos que recebemos dos

os braços em comunhão com a

nossos amigos espirituais.

vida?

O Natal já passou, mas rogamos

O ano novo também é o lume de

Em raros momentos eu me

para que a semente do Cristo já

força

o

permiti fazê-lo. Agora percebo

esteja germinando em nossos

espocar dos fogos pirotécnicos

quantos presentes ignorei nessa

corações.

de luzes e cores, enfeitando os

minha jornada.

É o nascimento da Boa Nova, o

céus

nossos

Para sermos melhores e vibrar-

nascimento do homem compro-

corações saltarem de alegria e

mos em consonância com a

metido com a reforma íntima que

esperança renovadoras.

Vida,

irá influenciar o seu meio e

Se pudéssemos enxergar com

respeitá-la, comungar nas suas

ajudar na obra de Jesus.

os olhos espirituais, nos ajoelha-

manifestações naturais.

É obra que nos beneficia, que

ríamos em êxtase ante as mara-

Mais um ano se descortina para

utiliza os materiais mais nobres

vilhas irradiadas para o nosso

a nossa aprendizagem, e deve-

na construção das virtudes que

planeta, nesse momento.

mos aproveitar dia a dia a encar-

geram um planeta renovado, em

A espiritualidade superior está

nação tão desejada, que favore-

luzes, cores e bem aventuran-

sempre

ce o entendimento e acerto com

ças.

nossa renovação.

nossos irmãos, o resgate do

Os presentes que a espiritualida-

E esse momento de encerramen-

passado, a aplicação do amor

de superior nos dá, fortalecem o

to de mais um ano, apesar de

que cobre uma multidão de

nosso espírito e nos lembram a

todas as mazelas que ainda

pecados.

nossa herança divina e compro-

pululam em nosso meio, apesar

Um feliz Ano Novo não se dese-

misso com a fraternidade.

da anestesia a que nos permiti-

ja, se constrói.

O nosso aniversário é também

mos,

nossos

Ficam aqui os nossos melhores

uma data renovadora, oxigenan-

sentidos e nublando a nossa luz,

votos de renovação para mais

do nosso corpo, estreitando os

ainda é a culminância de todo o

um período da nossa jornada,

laços com os nossos amigos

trabalho de amor do nosso Pai.

lembrando

espirituais que só desejam o

Essa culminância também acon-

amigo e bem feitor Allan Kardec:

nosso bem e nossa evolução.

tece em nosso aniversário, mas

“É pela educação, mais do que

E trabalham com amor para que

especialmente pelo aniversário

pela instrução que se transfor-

sejamos vitoriosos em nossa

do nosso irmão Maior, nosso

mará a humanidade.”

programação divina.

Modelo

Paz e alegria a todos!

Aniversariar é festejar a vida

Nazareth.

sagrada que o nosso Pai de

Reflitamos profundamente sobre

e

e

festejamos,

renovação

fazendo

como

os

trabalhando

embotando

e

Guia,

para

os

Jesus

a

de

necessitamos

senti-la,

do nosso querido

Jaquelini Azeredo - CETJ


5

Resgates – última parte (continuação do publicado nos meses de outubro e novembro) A situação era complicada. Nosso irmão vivera sob uma atmosfera mental condicionante e, apesar dos auxílios terapêuticos de Venâncio, era necessário uma ação mais incisiva. Tirá-lo do mundo mental em que se enclausurara exigiria o concurso de forças ainda maiores mas nosso digno Tarefeiro já contava com experiências anteriores e, dessa forma, invocou solene e humildemente, a ajuda das Entidades Superiores para o auxílio que se fazia imperativo naquele momento. Diante disso explicou Venâncio aos seus auxiliares: o que vocês vão presenciar agora é uma apelação aos Espíritos mais poderosos. Preciso que vocês vibrem em pensamentos elevados mentalizando a imagem do Cristo Redentor para que possamos entrar em contato mental com essas Entidades Superiores. A ação teria que ser rápida e Venâncio pronuncia algumas palavras desconhecidas – como se fossem mantras – e entre os três tarefeiros formou-se uma névoa radiante de uma luz branca salpicada de pontos azuis irradiantes que proporcionou a formação de um portal. Não seria possível fazer todo trajeto de volta à Colônia nas condições precárias que se encontrava nosso irmão errante, razão pela qual tornou-se necessário esse recurso, explicou Venâncio aos Tarefeiros Ezequiel e Euclides. Dirigindo-se ao enfermo, Venâncio lhe orienta a estender as mãos em direção a Ezequiel e Euclides para que iniciem a caminhada em direção ao Portal. Mas ele reluta em sair do local

Informativo CETJ

dizendo que não podia abandonar “seus pares”. A estranheza tomou conta de Ezequiel que perguntou: Como pode, Venâncio, alguém querer ficar em um ambiente tão sórdido? E que pares são esses que não os vejo ? Com sua calma habitual, Venâncio esclarece: ainda temos muito que aprender com a “mente do espírito”. Mente é vida e o que pensamos é concreto. No caso dele ainda vê os campos por onde transitou em sua última encarnação. Posso verificar que são paisagens fúnebres que remetem a um saudosismo inútil fruto do apego ao Planeta e as suas circunstâncias. Precisamos agir com autoridade. Os três agentes da luz tocam em seu periespírito frágil e imediatamente o conduz ao portal de uma simples e pequena igreja. Os uivos se ouvem por toda parte. Entidades das travas aparecem reclamando o que eles entendem como sendo a sua posse, são espíritos subjugadores. Mas nada consegue superar a luz e os quatro cruzam o portal rumo à Colônia. Uma viagem que pareceu como horas ao socorrido durou um “piscar de olhos” para os Tarefeiros. Imediatamente conduzido ao hospital da Colônia, nosso irmão iria se submeter a um tratamento intensivo de delicado, pois as chagas do pensamento e da emoção corroem o corpo espiritual de tal maneira que são necessários vários procedimentos reparadores, além de uma doutrinação eficiente. Quanto trabalho os encarnados dão à espiritualidade ao chegarem às outras dimensões! No escritório do encarregado pelo Departamento de Socorro, este recebe os três tarefeiros e os saú-

Janeiro de 2012

da. Venâncio declara a missão por cumprida e Ezequiel e Euclides agradecem mais uma oportunidade de aprendizado. Nosso nobre Diretor do Departamento então esclarece: este irmão tinha o nome terráqueo de Gerald. Espírito rigoroso, já havia transitado pelas experiências negativas da ganância e da corrupção e, em sua última encarnação, honesto e dedicado às “coisas” de Deus, lhe faltava domar o gênio impulsivo, imprimido à sua personalidade lições de Temperança e Justiça Divina. È o que vai fazer em sua próxima vida na Terra, mas isso exigirá o tempo de recuperação em nossa Colônia. Deverá encarnar no Brasil, país que está sob forte pressão das Entidades que o controlam para que volte a cumprir o papel que lhe foi destinado. De repente naquele ambiente confortável e de suprema harmonia, cruza uma entidade luminosa que, com sutileza, olha o Diretor e lhe envia um raio de luz como que a comunicar algo. O fato se dá em segundos. Venâncio, se mantém sereno e Ezequiel e Euclides ficam assustados pela repentina e extasiante visita. Ezequiel questiona Euclides: o que será isto? “Uma luz que cruza o espaço? E você caro leitor, o que diria?” Impresso na mente dos dois Tarefeiros estagiários ficou a imagem de um homem de sorriso largo, portando óculos escuros, cuja cabeça comporta um boné. De fato, os trabalhadores de Jesus nunca param de trabalhar! Esperamos que todos tenham compreendido a imensa Lei do Amor contida nas três partes dessa história. Muita paz. Alexandre Sirieiro - CETJ


Informativo CETJ

6

Pomada do Vovô Pedro Momentos Felizes

Janeiro de 2012

pomada.

relação

de

pensamentos

que

Nesse momento, de forma muito estabelecemos, de forma inexpli-

Depoimento de um casal de tare- emocionante e difícil de descre- cável, foi o de profunda comoção feiros do CETJ, que participou da ver, tivemos intimamente a clara como se estivéssemos ungidos confecção da Pomada do Vovô percepção da responsabilidade e da mesma piedade e compaixão Pedro em outubro de 2011, na dimensão do trabalho em que de Nossa Senhora, Mãe SantíssiEscola Espírita Cristã Maria de estávamos envolvidos.

O segundo momento foi provoca- prol da humanidade, visando aca-

Nazaré , Campos-RJ. Identificamos marcantes

na

dois

ma, à frente do seu trabalho em

momentos do pelo profundo efeito causado lentar e acalmar as dores de

nossa

ida

a pelo eflúvio fluídico energético no todos nós.

Campos, no 6º Polo de Confec- ambiente e em consequência nos De certa forma, é a proposta da ção dessa famosa Pomada.

participantes, quando da prece Pomada do Vovô Pedro para

O primeiro ocorreu logo no início em forma de canto, como uma quem

conhece

a

sua

linda

dos trabalhos, após a leitura da rogativa aos espíritos, no sentido história. página do Evangelho, sua respec- de que o ponto ideal de confec- Flávio e Elizabeth Sanches tiva interpretação e prece inicial ção da pomada fosse atingido. invocativa dos espíritos que tra- Nesse momento culminante, o balham na elaboração fluídica da sentimento que nos dominou e a

Divulgue para os seus contatos que desde o dia 30/10/2011, as Palestras realizadas aos domingos às 18h, aqui no Centro Espírita Trabalhadores de Jesus, estão sendo transmitidas pela TV CEI (INTERNET ). http://www.tvcei.com/portal/ No horário da Palestra na página principal: Escolha um canal Ou acesse o site do CETJ: www.cetj.org.br e de lá mesmo faça o link para o programa

Eventos ao vivo 1 - TVCEI 24h 9 - Canais de áudio 10 - Canal Harmonia 11 - Comunhão Espírita 12 - União Espírita Mineira 13 - ICEB 16 - CEERJ

clique aqui


Informativo CETJ

Janeiro de 2012

Psicografia Saudade Queridos amigos. Queridos irmãos. Agradeço a Deus mais essa oportunidade de estarmos juntos com o pensamento no bem, no sucesso e na prosperidade da nossa Casa tão amada. Não pensem, meus amigos, que o tempo faz com que nos esqueçamos ou nos afastemos daquilo e daqueles que mais amamos. A saudade não diminui, e apesar da consciência de que a forma de trabalharmos ser outra, a nossa vaidade ainda nos faz doer. A saudade aumenta à medida que tomamos consciência da nossa impossibilidade de realizações, da nossa incapacidade ou impotência em termos em nossas mãos as rédeas da direção. Mas, ao mesmo tempo, nos traz o ensinamento Cristão de respeito e tolerância que ainda preciso cultivar. E o mais importante: saber que tudo acontece, independente de nós. Sem que possamos deter a marcha necessária das mudanças em direção ao crescimento. A saudade bate mais forte nestes dias em que as pessoas estão mais suscetíveis à mensagem do Mestre Jesus, e é claro por

motivos

óbvios que me

Encarte Especial

envolvem neste período.

sempre pronto a nos ajudar.

Mas os amigos que ainda me

Lembremos que as decisões no

sustentam, me acalantam para

plano material nos pertencem,

que possa erguer a cabeça e

mas requeiram sempre a orienta-

entender a insignificância que

ção daqueles amigos espirituais

sou ante o Trabalhadores de

que dirigem esta Casa e que

Jesus.

muito se felicitam em poder con-

Continuemos trabalhando firmes,

tribuir para que os caminhos se-

resolutos, para que as pedras

jam mais retos.

que encontremos no caminho

Infelizmente, quando encarna-

sejam modificadas em verdadei-

dos, não possuímos a idéia da

ros brilhantes de amor, a serem

quantidade de amigos espirituais

utilizados no fortalecimento e

que zelam por nossa Casa. Nós

crescimento da nossa Casa.

não temos a dimensão da impor-

Queridos companheiros, não es-

tância deste nosso pequenino

moreçam em seus esforços para

núcleo, e do que estamos sendo

cristalizarem a divulgação da

preparados

nossa doutrina que, em sendo o

mos nas áreas da cultura e so-

Consolador Prometido, vem nos

corro.

esclarecer e fortalecer para a

Meus amigos, queridos amigos.

nossa realidade. A verdade é

Já me regozijo com a oportunida-

que não devemos só acreditar,

de de poder compartilhar deste

mas termos a certeza de que

convívio. Mas peço ponderação.

esta é a nossa realidade. E só

Justiça e firmeza para estes no-

sabemos defender aquilo que

vos rumos. E, se me permitem,

cremos. E creiamos verdadeira-

ninguém é imprescindível nesta

mente que o Amor encobre a

engrenagem justa e azeitada.

multidão de pecados.

Novos trabalhadores estão sur-

Tenhamos o pensamento firme e

gindo para nos substituir, enfer-

reto no bem, mas também enten-

rujados e baios que somos.

damos que a austeridade se faz

Todos estamos só atuando pelo

necessária nos momentos de

Cristo, nesta transição.

instabilidade

Que Deus nos abençoe a todos.

e

desconfiança.

para

desenvolver-

Não deixem os comentários me-

Que nosso querido Dr. Bezerra,

nos felizes os conduzirem a im-

de amor incondicional a nós,

paciência e insensatez.

seus tutelados, possa nos ajudar

Razão sempre.

neste grande empreendimento

Peçam a ajuda do nosso querido

de caridade e muito trabalho.

Dr. Bezerra, que não por acaso é

Do amigo Beto

o nosso Patrono, e que estará

recebida em: 23/12/2011


Janeiro de 2012

Informativo CETJ

Encarte Especial

Campanha do Natal Comovidos, agradecemos a todos os associados,

pudéssemos aproveitar parte desses recursos,

tarefeiros, e frequentadores do CETJ pelo sucesso

instalações adequadas para transmissão das

da Campanha do Natal 2011.

nossas palestras realizadas aos domingos, pela

Conseguirmos extraordinário volume de doações

INTERNET, através da TVCEI.

financeiras, incluindo brinquedos, que possibilita-

Fruto desse esforço pioneiro na Região dos

ram não só a melhoria da Bolsa de Alimentos que

Lagos, o CETJ cumpre e amplia o principal objeti-

são distribuídas às 100 famílias assistidas pela

vo de sua existência que é divulgar a Doutrina

nossa Casa, como também permitiram que

Espírita.

para investir em equipamentos eletrônicos e

Composição das Bolsas de Alimentos 1ª distribuída no primeiro sábado de dezembro Arroz, Feijão, Fubá, Açúcar, Óleo, Macarrão, Farinha de Mandioca, Sabão, Café, Sal, Lata de Sardinha, Lata de Milho Verde, Biscoito de Chocolate, Leite Condensado, Fósforo, Refrigerante 2ª distribuída no terceiro sábado de dezembro Arroz, Feijão, Fubá, Açúcar, Óleo, Macarrão, Farinha de Mandioca, Sabão, Café, Sal, Lata de Sardinha, Lata de Milho Verde, Biscoito Recheado, Panetone, Frango Congelado, Goiabada, Chocolate, Lata de Ervilha, Lata de Salsicha Linda embalagem!

2ª Bolsa

Tarefeiras (homenageando todos os que participam desse trabalho)

Saudação Natalina

Outra parcial

Parte do público

Evangelização


INFORMATIVO CETJ (2012-01)