Page 1

Uma Igreja Viva à serviço do Deus Vivo.

Pr. Edgard Barreto Antunes

Organizada em 24 de Setembro de 1922

Tel: 3474-4739 / 2667-3858 Site: www. pibni.org.br E-mail: pibni@pibni.org.br Rua Cel. Francisco Soares, 472, Centro CEP: 26.220-032 - Nova Iguaçu – RJ /pibnovaiguacu

O Cristão e o Carnaval Boletim Dominical - 11 de fevereiro de 2018 - Número 662 - Ano XX

“A mim tudo é permitido, mas nem tudo convém.” (I Co 6.12) Como o cristão lida com a cultura do carnaval, principalmente no Brasil? O carnaval é uma festa oriunda do paganismo da Grécia, entre os anos 600 a 520 a.C., onde os gregos realizavam seus cultos de gratidão aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção. A palavra “carnaval” está relacionada com a ideia de deleite nos prazeres da carne. A expressão “carnis valles” formou a palavra “Carnaval”. Do latim “carnis” significa carne e “valles” significa prazeres. Ainda que, na idade média, a igreja Católica tenha aproximado à festividade popular ao cristianismo, numa tentativa de espiritualizar aquilo que já nasceu com propósitos pecaminosos, dizendo que a festa poderia ser celebrada antes; e depois, o povo se consagraria no período da quaresma, da 4ª feira de cinzas até a Páscoa. O cristão verdadeiro se esmera por ter as Escrituras Sagradas como sua regra de fé e prática de vida. Ele considera as Escrituras como infalível. E através das Escrituras Sagradas sabemos que Deus não muda. Ele é o mesmo ontem, hoje e será eternamente (Hb 13.9). E assim, como Deus não muda, a Sua Palavra também não muda. Deus mesmo é que diz: “Eu velo sobre a minha Palavra para cumpri-la” (Jeremias 1.12); e diz também: “Passarão o céu e a terra, porém as minhas Palavras não passarão” (Lc 21.33). Se a definição original de carnaval é “prazeres da carne” ou “o que vale é a carne”, então o cristão não deve ter interesse em nada que esta festa possa representar. Já percebeu que no carnaval as pessoas retiram Deus de sua vida e vão viver a ilusão do mundo? Vivem a falsa alegria e a falsa felicidade e se entregam cegamente ao pecado? Na verdade, a alegria falsa durante o carnaval se transforma em muitos la

Programa Semanal

Segunda à Sábado: Culto de Oração - 7:00 Quarta: Culto de Oração e Doutrina - 19:00; Mães Unidas em Oração - 17:30 Domingo: Escola Bíblica Dominical - 9:00; Culto de Adoração - 10:15; Culto Evangelístico - 18:45 1º Sábado: União de Homens - 08:00; Culto ao Ar Livre - 10:00; Culto da Juventude - 19:30


mentos após o carnaval. Então, este tempo passa ser um tempo de infelicidade que pode durar muito, dependendo das conseqüências dos atos cometidos durante o carnaval. Muitas famílias são desfeitas, filhos são abandonados, casais se separam, há um aumento significativo de jovens que consomem álcool e drogas de toda espécie, provocando acidentes e males contra a própria vida e de pessoas alheias, e assim por diante. Logo, o verdadeiro cristão não pode aceitar a falsa alegria e, também, ter interesse em viver a fantasia da falsa ilusão que esta festa mundana trás. O Apóstolo Paulo diz em 1ª. Coríntios 6.12: “A mim tudo é permitido”, mas nem tudo convém. “Tudo me é permitido”, mas eu não deixarei que nada me domine. Portanto, o melhor que o cristão pode fazer durante esta festa pagã é buscar espiritualidade, perseverando na oração, na leitura da Bíblia e na proclamação do evangelho da Graça de Cristo. Eu particularmente não estou de acordo que se façam blocos e escolas de samba com a desculpa de evangelizar. Acho que isto é um engano. Pois, num ambiente onde a luxúria, a libertinagem, a prostituição e outros males se destacam, não podemos participar. A Palavra é clara: “Que comunhão pode haver entre a luz com as trevas? Que harmonia pode haver entre Cristo e Belial? Que há de comum entre o crente e o descrente? Que acordo há entre o templo de Deus e os ídolos?” (II Co 6.14-16). Para proclamar que Jesus Cristo é o único caminho para Deus e que salva o homem do inferno, não precisamos participar da mesma roda de escárnio. Pr. Sérgio Lourenço

Espaço

de Oração

Lívia Viana Mariotini Valim; Rogério Thiago Lopes (cirurgia); Ricardo Moraes Fernandes (internado no Fátima); Waldir Azeredo Fortunato (fez cirurgia); Marlene Santos; José Gilson (cirurgia no coração); Ruth Batista Assumpção (saúde); Silvio Barreto Assumpção (saúde); Laci de Souza (membro da IB do Rancho Novo, internada no Hospital Pronil em estado grave); Haroldo Vieira Soares (pai do diácono Sander Vieira, foi atropelado e está internado no Hospital da Posse); Ana Ribeiro (aguardando cirurgia); Pastor Paulo Vicente (Pastor da PIB de Hortolândia - São Paulo); Márcio Sillas de Lima (fez cirurgia); Antônio de Jesus Chaves; Cândido Marinho; Marly Cunha de Oliveira; João Batista Calixto; Rone Sabino de Oliveira; Rosilaine da Silva de Jesus (bebê nasceu e passa bem); Severina Ribeiro da Silva. Falecimento: Geraldo Cipriano da Silva, pai do funcionário Josias Silva, faleceu dia 07/02. Pedidos da Caixinha: Rafael Andrade Paixão, Helen Krauzer, Adenir de Oliveira (pede orações por Márcia Rego, internada no hospital das Clínicas); Eliane Pinheiro de Oliveira, Thais Rodrigues; Ivanildo Hespanhol; João de Almeida e esposa Adriana de Almeida; Reginaldo Trigo (pede orações por Teresa e José Mercês); Cristina, João Carlos, José Carlos, Victor, Luís Antônio, João Jaguaraçu.


Aniversariantes Dia 11 - Roberto Batista da Silva; Rosangela da Silva; Ana Lucia Campos dos Santos Bacellar. Dia 12 - Gracinda de Freitas Magalhães; Joaquim de Souza Barbosa; Alexandre Palmeira de Souza; Luciana da Silva Domingos; Érica da Costa Martins; Camila de Oliveira Brito; José Paulo de Souza; Ana Paula Torquato Rodrigues Primo; Valéria Baliza dos Santos A. Dia 13 - Cristiane Ferreira Martins; Ângela Maria da Silva; Denise de Souza Silva; Suzilady Geara Reis; Gerson de Andrade; Anderson Ferreira Simões. Dia 14 - Edgard Barreto Antunes; Marlene Azevedo dos Santos Pimentel; Valdelice Silva Santos; Ricardo Felisberto Chaves; Luciane Candido dos Santos; Nadia Almeida de Andrade. Dia 15 - Carlos Alberto Moreira; Suzana da Silva Correia; Eva Ferreira Coutinho; Davi Felicíssimo Ferreira; Carlos Alexandre Cravo de Azeredo; Danio Dias Bertão; Virgínia Maria da Silva Oliveira. Dia 16 - Andrea Lyrio Santos. Dia 17 - Luciane De Moura Lisboa; Márcia Cristina Lopes Clem; Márcia Cristina Bello Da Silva; Célia Regina De Moura Cruz.

#EuSouAIgreja “Porque quem sou eu, e quem é o meu povo, para que pudéssemos oferecer voluntariamente coisas semelhantes? Porque tudo vem de ti, e do que é teu to damos.” 1 Crônicas 29:14 Ajude na construção do edifício de Educação Religiosa e contribua para o futuro da nossa igreja. A contribuição pode ser feita nos cultos durante o momento destinado a obra, na tesouraria da igreja, por depósito ou transferência bancária. Conta Prédio de Educação Cristã - Banco Itaú - Agência: 9355 - C/C: 09142-3 CNPJ 28.715.936/0001-18 Conta Dízimos e Ofertas - Banco Itaú - Agência: 8166 - C/C: 14828-1 Uma das outras formas de nos ajudar é auxiliando a igreja na economia. Evite deixar luzes acesas sem necessidade e observe se a torneira está devidamente fechada depois de usá-la. Com cada um de nós fazendo sua parte, ao final teremos um grande resultado.


PIBNI

em Ação

Boletim PIBNI 11/02/2018  
Boletim PIBNI 11/02/2018  
Advertisement