Issuu on Google+

Jornal O Graal Noticias - Edicao Especial JUNHO 2012 - Jornalista Responsavel Jarice Braga

O Brasil vive um momento histórico e como maçom, chefe de família e trabalhador, não poderia simplesmente ligar a televisão e vivenciar todos os últimos acontecimentos calado e de cabeça baixa para ver o resultado final. 180 do Supremo Conselho Administracao Enyr de Jesus da Costa e Silva


Jornal O Graal Noticias - Edicao Especial JUNHO 2012 - Jornalista Responsavel Jarice Braga

O Brasil vive um momento histórico e como maç om, c he fe de família e trabalhador, não poderia simplesmente ligar a televisão e vivenciar todos os últimos acontecimentos calado e de cabeça baixa para ver o resultado final. Assim sendo, resolvemos fazer essa edição especial mostrando nosso repúdio a tudo que fere os preceitos maçônicos, como a falta de integridade e a opressão à liberdade; e nossa solidariedade a todos aqueles que amam o nosso País e por ele lutam, mostrando que “o sol da liberdade, em raios fúlgidos, Brilhou no céu da pátria nesse instante” em que o gigante acordou, trazendo a “paz no futuro e gloria do passado”, lutando incessantemente contra as injustiças e demonstrando que “se ergues da justiça a clava forte, verás que um filho teu não foge a luta”, e que “entre outras mil, és tu, Brasil, ó Pátria amada!”. Todos nos temos a certeza que o principal motivo para os protestos, que estão acontecendo por todo o País, não é um simples reajuste das tarifas de transporte. Trata-se de um protesto nacional contra a corrupção generalizada, contra roubos e desvios patrocinados pela Copa, contra a volta da inflação, contra uma desastrosa política econômica, contra o descaso com a saúde pública e os famigerados planos de saúde privados, contra o péssimo sistema de transporte público, contra a ausência de investimento na educação, contra a fome, contra a miséria, contra o desemprego, contra a dificuldade de ter a casa própria, contra a impunidade de políticos condenados que continuam em suas cadeiras no Congresso Nacional, quando deveriam estar na cadeia. Enfim, contra o governo que “pacificamente”, está destruindo a Nação Brasileira. Acorda Brasil!!   Como a história é sempre negligenciada, os governante s e sque ce ram que a Revolução Francesa foi deflagrada pelo

180 do Supremo Conselho Administracao Enyr de Jesus da Costa e Silva

Fotos internet


Jornal O Graal Noticias - Edicao Especial JUNHO 2012 - Jornalista Responsavel Jarice Braga

preço do pão. Por conseguinte, tanto o Governo Estadual como o Municipal ou mesmo o Federal, afirmaram que não havia condições de reduzir a passagem de ônibus, trem ou metrô. E novamente a história foi repetida, era apenas R$0,20 e era apenas a ponta de um enorme iceberg. Consequentemente, depois de protestos que encheram as ruas de várias cidades brasileiras, os governantes voltaram atrás e fizeram uma redução imediata tentando com isso, ou melhor, acreditando com isso que o povo iria se calar diante de tanta corrupção e de tanta truculência policial, fato que remeteu o povo a pensar na ditadura de 1964, o que segundo estudos antropológicos motivou a população nacional a triplicar sua presença nas ruas. Além disso, o povo foi informado que a Prefeitura iria compensar a diminuição das passagens com verba retirada da saúde pública. Mas não parou por aí, o Governo também publicou que o custo da Copa do Mundo de 2014 deve ultrapassar a previsão lançada em abril deste ano, estimado no valor de R$25,5 bilhões e que em uma nova estimativa, o Ministério do Esporte afirmou que o custo das obras podem chegar na casa dos R$28 bilhões. Um total desrespeito ao povo brasileiro, que tem tanta s prioridades a serem sanadas. Não podemos deixar de registrar as vaias à Presidente Dilma na inauguração da Copa das Confederações, no estádio Mané Garrincha em Brasília. Foi uma sincera e oportuna ma nife sta çã o do descontentamento do povo brasileiro, que não aguenta mais tantas improbidades administrativas no trato da administração pública. Temos que levar em consideração que os jogos somente são assistidos por torcedores de alto poder aquisitivo, visto o preço dos ingressos serem inacessíveis a população de baixa renda, o que reforça a frase popular “Não queremos a Copa do Mundo, queremos saúde, educação e

transporte”, confirmando que estamos presenciando um Brasil que virou uma propriedade particular de indivíduos que se apoderaram do poder, e fazem de tudo para ali permanecerem de um modo inatingível pela justiça. A maior demonstração de insatisfação do povo bra sileiro, é a quantida de de manifestantes nas ruas das principais capitais do País. Manifestações que nem sempre são pacíficas, mas que mostram o cansaço e o enorme sofrimento que a população vivencia pela falta de respeito a sua cidadania. O brasileiro também apresenta um novo perfil, não quer ser

conhecido como o cidadão “deitado eternamente em berço esplendido”, mas como o cidadão que luta por seus direitos para mudar sua realidade diária obrigatória de tentar sobreviver sem saúde, sem educação e sem trabalho. Desta forma, a grande maioria do povo brasileiro não consegue paga r uma moradia decente, uma educação favorável aos seus filhos, muito menos pagar um plano de saúde, fato que o submete as atrocidades de hospitais sem o mínimo de condições para um atendimento digno. Entretanto, o brasileiro tem que pagar impostos que pagam, dentre outras coisas,

180 do Supremo Conselho Administracao Enyr de Jesus da Costa e Silva


Jornal O Graal Noticias - Edicao Especial JUNHO 2012 - Jornalista Responsavel Jarice Braga

o salário daqueles homens truculentos que batem e transgridem seus direitos civis, como o de ir e vir, garantido pela Constituição de 1988, e que esta sendo transgredido pela FIFA, que determina e manda até onde os brasileiros podem andar em nosso próprio País. Enquanto isso, os Direitos Humanos só se manifestam para defender bandidos. E os patriotas, ativistas que são oprimidos brus ca mente , ninguém de fe nde e s ão humilhados em todos os sentidos, obrigados a presenciar o abuso do poder crescente, um desrespeito à cidadania brasileira. Presenciamos os políticos viverem no luxo, enriquecendo sem trabalhar e a população, que é a geradora de toda essa riqueza, sendo torturada psicologicamente por ter que assistir o desperdício de dinheiro em beneficio dos seus opressores. Então, o povo perde a paciência, e sua revolta é denominada vandalismo, contida por balas de borracha e violência. São ditos vândalos, ma s sã o fruto da ignorância , sã o os brasileiros aos quais o Governo negou educação. E mais uma vez a história prova, que se conseguimos chegar a uma reforma democrática, foi graças a centenas de vândalos que morreram ou foram torturados, denominados arruaceiros e comunistas pelo Governo da época da ditadura. E neste contexto está inclusa nossa atual Presidente da República, que foi uma ativista armada, lutando por ideais de liberdade, e que hoje serve de exemplo para a população. Então acorda Brasil!! O medo é o princípio de ser dominado, assim convoco os Irmãos a uma reflexão de nossos ideais, de todo conhecimento que herdamos, visto que a responsabilidade repousa nas me ntes detentoras de conhe cime nto. Lembrando sempre que a dignidade moral é o resultado mais alto da escada de Jacó, sendo “Deus e minha justiça” nossos lema que nos leva ao axioma do maçom: “justo e perfeito”. Enyr de Jesus da Costa e Silva – Soberano Grande Comendador

O medo é o princípio de ser dominado, assim convoco os Irmãos a uma reflexão de nossos ideais, de todo conhecimento que herdamos, visto que a responsabilidade repousa nas mentes detentoras de conhecimento. Lembrando sempre que a dignidade moral é o resultado mais alto da escada de Jacó, sendo “Deus e minha justiça” nossos lema que nos leva ao axioma do maçom: “justo e perfeito”. Enyr de Jesus da Costa e Silva – Soberano Grande Comendador

180 do Supremo Conselho Administracao Enyr de Jesus da Costa e Silva


O GRAAL