Issuu on Google+

A REVISTA VIDA FAZ PARTE INTEGRANTE DO JORNAL O PAÍ S. NÃO PODE SER VENDIDA SEPARADAMENTE.

ADEUS, ROQUE SANTEIRO OLÁ, PANGUILA

GOLFE LUANDA

HUMMER A PAIXÃO DE AKWÁ

Vida ida

&Hamilton

1 Obama

O PAÍS EM REVISTA

Karina Silva

a namorada de Angola OS SEGREDOS NUNCA REVELADOS DA TOP MODEL

PÁGINA 18

14 de Novembro de 2008

A biografia de dois campeões que são o orgulho do continente africano Página 42

PIMM’S


O PAÍS EM REVISTA

Vida

sumário 14.11.2008

a abrir 04 Foto da semana 05 Site da semana breves 06 Diga 33 08 Livro 10 Exposição pessoas 12 Diáspora Embaixadores da pintura Conheça as histórias de Zabila e Zizi Ferreira, dois pintores angolanos radicados em Portugal.

14 Perfil A lenda de Cabo Ledo Amílcar Queiroz foi pára-quedista, mergulhador e dono de pescaria. Agora vai criar o Cabo Ledo Surfing & Fishing.

cá dentro 18 Karina Silva “A fama não é tudo na vida” O lado humano da manequim angolana do momento que vai lançar uma marca de roupa, com o seu nome, em 2009.

24 Reportagem Adeus, Roque Santeiro… Olá; Panguila O Roque Santeiro é um ícone do país. Vai ser transferido para o novo mercado, moderno e funcional, de Panguila.

36 Golfe Tacadas no “brown” O campo do Morro dos Veados está instalado num local magnífico, mas as condições deixam muito a desejar. Há um projecto de remodelação que aguarda luz verde.

lá fora 42 Biografia Obama & Hamilton Dois vencedores que são o orgulho do nosso continente.

44 Lewis Hamilton Campeão do mundo aos 23 anos O britânico Hamilton, de origem jamaicana, é o mais jovem piloto a vencer o título mundial de Fórmula 1.

48 Barack Obama O predestinado A biografia do novo Presidente dos Estados Unidos. Ele viveu a sua infância em Jacarta, Honolulu e Los Angeles .

52 Barack Obama O dia seguinte O mundo emocionou-se com a eleição de Obama. Eis o relato escrito de como a victoria foi vivida em Harlem.

boa-vida 58 Restaurante Bem-vindo ao PIMM’S Casimiro Quintas é o fundador do PIMM´S, o restaurante favorito para almoços de negócios em Luanda.

62 Automóvel O rei dos jipes Os Hummer estão a ser criticados pelos ecologistas nos Estados Unidos. Akwá, um fã da marca, está preocupado.

64 Shopping Uma selecção para apreciadores Montra de vinhos, azeites e cigarrilhas para acompanhar as refeições. Os preços e onde pode comprar os produtos.

opinião 56 Coisas da vida Obama é nome da história Por José Kaliengue

66 A fechar Faltam estrelas no céu Por Luís Fernando

1 4 D E N OVE M B RO D E 20 0 8

3


cá dentro

capa



1 4 d e n ove m b ro d e 2 0 0 8


uma marca chamada Karina A grande novidade da top model para 2009 é a criação de uma marca própria. A KS irá estrear-se com uma linha de roupa e produtos de merchandising - tais como uma boneca Karina. os produtos serão vendidos, sobretudo, em Angola, estando em estudo a possível entrada no mercado sul-africano. A modelo comemora este ano dez anos de carreira.

Karina Silva

TOP MODEL ANGOLANA COMEMORA DEZ ANOS DE CARREIRA

“A fama não é tudo na vida” Aos 5 anos de idade , os colegas de escola chamavam-lhe “magricelas”. Hoje, aos 23, Karina Silva é a grande referência da moda angolana e uma manequim em rápida ascensão internacional

Texto Waldney Oliveira Fotos Rosiel d’Assumpção

Karina Silva nasceu na província de Benguela, a 22 de Junho de 1985, no Bairro de Kalohombo. Descendente de pai catetense e mãe cabo-verdiana, Karina, ainda criança, deslocou-se para Luanda, onde fixou residência. Marçal foi o primeiro bairro que a acolheu, mas foi no município da Maianga que passou a maior parte da sua adolescência. A “magricelas” — nome por que era chamada pelos colegas de escola — fez a sua primeira aparição no mundo da moda aos 5 anos de idade, posando para uma sessão fotográfica na ilha de Luanda. Aos 6 anos fez o primeiro desfile de moda patrocinado pela sua mãe na escola primária onde estudava (Zona Verde, Maianga). O seu talento já era evidente. Desde criança que ela sempre

foi muito exigente com a indumentária. Karina fazia questão que a sua mãe a vestisse apenas de mini-saias com folhos coloridos. Tal vocação tão precoce pela carreira de modelo não é de estranhar. Afinal Karina descende de uma família ligada à moda. O seu pai, Dino Carvalho, é um ex-modelo, além de estilista e designer. A sua mãe, Fátima Silva, foi ex-misse Cabo Verde. E a sua irmã, Tânia Carvalho, também foi manequim.

UM TALENTO PRECOCE

Na vida de Karina Silva tudo aconteceu muito cedo. Aos 13 anos, fez o curso de moda na África do Sul onde teve bom aproveitamento e quatro meses depois foi tutora desse curso. Aos 14 anos voltou para

1 4 d e n ove m b ro d e 20 0 8

19


cá dentro

capa

Angola onde começou por trabalhar com os promotores de moda Lau “Gordo”, Lizete Pote, Kayaya Júnior e Karina Barbosa. Com a abertura da Agência de Modelo Mangos Model, de Valdo Oliveira e Karina Barbosa, surgiu a oportunidade de começar a sua carreira internacional. Aos 15 anos foi convidada para participar no Moda Lisboa e no Portugal Fashion Week. “Foi nesses palcos que ganhei autoconfiança e decidi dar



Vida

1 4 d e n ove m b ro d e 2 0 0 8

continuidade à minha carreira de manequim”, frisa. Desde então os êxitos sucedem-se. Em Angola foi capa em todas as revistas de moda. Internacionalmente foi capa da revista masculina GQ e participou em inúmeras produções de moda para revistas femininas. Nos certames da especialidade foi segundo lugar do concurso Model of the Word de 2006 — entre cerca de 200 candidatas de todo o mundo —

e ostenta prémios como: Melhor Corpo da África Austral, Melhor Corpo e Pernas da Moda Lisboa, Fashion UK, e South African Fashion Week. Em Angola foi cinco vezes eleita a Manequim do Ano (2001, 2002, 2004, 2005 e 2008).

CARREIRA INTERNACIONAL

A rápida ascensão de Karina não passou despercebida às agências internacionais. Karina foi requisitada na

África do Sul pela Net Work, Tri Di, Storm e Omodels. Em Portugal pela Central Models e Best. Em França pela Mary Gaultier e Ricard Gay e em Itália pela Beauty. No continente africano Karina desfilou na África do Sul, Moçambique, Etiópia, Nigéria e no Quénia. No que respeita aos estilistas, Karina trabalhou com nomes sonantes como Stella McCartney, Dolce & Gabbana, Ralph Lauren, Paul Smith, Ives Saint Laurent,


acção social no passado dia 31 de outubro, Karina Silva apadrinhou mais uma festa para crianças desfavorecidas, uma actividade que vem realizando todos os anos desde 2002. nesta iniciativa, que decorreu no jardim de miramar em Luanda, Karina juntou músicos e figuras conhecidas — como o ex-futebolista Akwá - para um animado lanche com jogos e brincadeira. Para as crianças — como se vê na foto à esquerda - foi uma festa!

Versace, Fátima Lopes, Miguel Vieira, Nuno Gama, Martin Clark e Dark Ivan. Ao nível da publicidade, Karina foi a imagem televisiva da Nokia internacional na África do Sul, e foi o “rosto” de campanhas publicitárias como a das chinelas havaianas, do jogo da sorte “A Rapidinha” e da marca desportiva Adidas. Em Portugal a sua popularidade está em alta. Foi convidada de honra da última edição da Moda Cascais e do

Porto Fashion Week. Nesta, a modelo angolana foi o maior alvo da imprensa internacional que afunilou os bastidores para fotografar e entrevistar a nossa modelo, que passou em directo nos canais de televisão RTP e TVI.

MARCA PRÓPRIA

Mas a grande novidade da top model para 2009 é a criação de uma marca própria. À semelhança do que fazem tantas personalidades

mediáticas pelo mundo fora — tais como Oprah Winfrey ou Martha Stewart — a marca KS irá estrear-se com uma linha de roupa e outros produtos de merchandising tais como uma boneca Karina. Os produtos serão vendidos, sobretudo, em Angola. Está em estudo a possível entrada no mercado sul-africano. “A ideia da marca KS foi uma iniciativa da Speedlight — uma empresa privada de capital angolano. Questionada

sobre o valor que costuma cobrar pela sua presença em desfiles ou sessões fotográficas ela respondeu que esses assuntos são tratados pelos seus agentes da Speedlight. Por contraponto a esta vertente comercial, Karina já provou ter também um grande coração. No passado dia 31 de Outubro ela apadrinhou mais uma festa para crianças de orfanatos, uma actividade que vem realizando desde 2002.

1 4 d e n ove m b ro d e 20 0 8

21


cá dentro

capa

Karina segundo Karina “É uma pessoa simples, muito à vontade, não tem dificuldade em adaptar-se a novos meios e culturas, adora viajar e ama muito o dinheiro. Sentimental, entusiasmada e muito solidária às causas nobres.”

NA PRIMEIRA PESSOA Conheça a mulher que está por detrás da modelo em 45 perguntas directas. Sente-se realizada profissionalmente? Ainda não. Antes o meu sonho era trabalhar fora do país. Agora que já o faço, pretendo ir mais além. Com que idade entrou para o mundo da moda? Entre os 12 e 13 anos de idade. O seu trabalho é valorizado? Hoje, sim, sinto-o valorizado. Qual foi o seu primeiro trabalho de grande realce? Moda Lisboa, em 2002. Quem a influenciou para o mundo da moda? O meu pai, Dany de Carvalho, e a minha irma Tânia de Carvalho. Teve formação em moda? Sim. Dos 12 aos 13 anos de idade fiz o curso básico de moda na África do Sul no qual, mais tarde, também fui professora. Os familiares apoiaram-na? Muito. O meu pai hoje não está muito ligado à minha carreira, mas a minha mãe é a minha maior fã. Com que manequim nacional tem orgulho em trabalhar? Actualmente é a Nikita. Mas tive grande orgulho em trabalhar com a Sara Chirimbimbi. Infelizmente ela não continuou no mundo da moda. De certeza que teria muito futuro. E internacional? Sofia Baessa e Claudeth Paola. E quais os estilistas? Internacional é a Fatima Lopes. Nacional tiro o chapéu à Lizete Pote, por ser uma das mais antigas. Da nova geração é o Avelino com a marca Missende Como defines a Karina Silva? É uma pessoa simples, muito à vontade, não tem dificuldade em adaptar-se a novos meios e culturas, adora viajar e ama muito o dinheiro. Sentimental, entusiasmada e muito solidária às causas nobres Quem foram os maiores impulsionadores para o mundo da moda? Kayaya Junior. Karina Barbosa



Vida

1 4 d e n ove m b ro d e 2 0 0 8

Dez anos de carreira… qual é o segredo? Muita simplicidade e estar consciente de que a fama não é tudo na vida. Tenho os pés bem assentes no chão. Não deixo que a fama me suba à cabeça. A moda em Angola? É uma criança que ainda está em fase de crescimento A moda em África? Quando se fala de moda em África, fala-se somente da África do Sul. Mas acredito que brevemente Angola também será uma grande referência. O que prefere fazer fora das passarelles e dos estúdios? Dormir (risos). Aproveito para me organizar e fazer contactos para novos trabalhos Como é o seu dia-a-dia? Desenhando e vendo TV. Os meus canais preferidos são o AXN e o National Geographic. Trajes preferidos? Muito sensual e simples ao mesmo tempo. Não gosto do “normal”, uso o atraente. Sabe cozinhar? Muito. Graças à Deus sou boa cozinheira. Vivo sozinha há dez anos, por isso, aprendi a cozinhar muito cedo. Lavar e engomar o que prefere? Lavar. Engomar não é comigo (risos). A Karina teve um dos namoros mais comentados de Luanda. Terminado o romance com Manuel Policárpio, que tipo de relação têm hoje? O Manuel Policárpio é um homem maravilhoso, muito amavél, de uma simpatia contagiosa. Ele consegue transmitir o que é o amor a qualquer pessoa. Fácil de se apaixonar e difícil de largar. A vida tornou-nos naquilo que somos hoje: bons amigos. Quem é o dono do seu coração? O meu coração está ocupado, mas a minha vida não. Gosto muito de alguém, mas não estou com essa pessoa.

Casamento? Quero muito. O casamento é um sonho. Só se faz uma vez na vida. É um laço que criamos para nunca desfazer. Filhos? Quero ter seis. De preferência gémeos ou trigémeos, em dois ou três partos. Qual a relação com os seus colegas fora das passerelles? Tenho apenas com uma delas que é, em simultâneo, a minha melhor amiga O que pensa de Nayma Mingas, manequim internacional? Muito simpática. É alguém por quem tiro o chapéu. Nayma Mingas fez-me ver que vale a pena levar a carreira a sério Tatiana Durão, manequim angolana BBA 2007? Creio que ainda tem muito para aprender no mundo da moda. Deveria dar mais valor ao que ela é, pois é uma excelente modelo Micaela Reis, segundo lugar no Miss Mundo 2007? Muito bonita como misse. Joana Bunga, representante de Angola no Face of África 2008? Não a conheço pessoalmente. Lesliane Pereira, Miss Angola 2008? Tiro-lhe o chapéu. É das mulheres mais bonitas do país. Três manequins angolanos? Nikita, porque tem muito potencial. Vanda Pinto, pela espontaneidade, e a Letícia que é uma modelo internacional. Três manequins internacionais? Naomi Campbel , Aliyah e a Alec Wek. Línguas faladas, nacionais e internacionais? Umbumdu, português, inglês, francês, zulu e italiano. Do russo somente as palavras básicas. Se fosse convidada à participar no Big Brother África (BBA)? Eu não aceitaria. Aceitaria posar nua? Talvez um dia. Mas somente o

nu profissional e por um bom contrato financeiro. Que pensa dos eventos de moda em Angola? Já houve muitos mais. Hoje os poucos que existem têm mais qualidade. Devemos investir mais na moda, apostando na nova geração Qual o melhor evento de moda? Gala Moda Cabinda, onde participam manequins vindos de agências de todo o país Eventos de sonho? Los Angeles Fashion Week Revistas angolanas de moda? A Chocolate, única em Angola. Faz excelentes produções de moda. O que sentiu quando obteve o segundo lugar do concurso Model of the Word 2006 entre cerca de 200 candidatas? Esse concurso abriu várias portas. Aprendi muito sobre moda e a cultura de vários países. Sinto-me orgulhosa porque pude passar a imagem de que Angola não é só guerra, ao contrário do que muitos pensavam. O que aconselha a quem quer apostar numa carreira na moda? Que tenham a certeza daquilo que realmente querem. Ser modelo não é um hobbie, mas uma profissão. Nunca juntem a moda com a droga ou a prostituição. O que faz para manter a linha? Não faço ginástica nem tenho restrições alimentares Que conselho de saúde dá às jovens manequins? Tenham cuidado com a alimentação e com o corpo. Vai mesmo criar uma linha da roupa em Angola? Sim. Será a marca Karina Silva. Criaremos uma linha de roupa e a boneca Karina. O que é que gostaria de ser daqui a dez anos? Uma empresária com muito dinheiro e muito solidária, sempre disposta a ajudar o próximo.


BILHETE DE IDENTIDADE Nome completo Ana Karina da Silva Carvalho Naturalidade Benguela Data de nascimento 22 de Junho, 1985 Estado civil Solteira Prato preferido Cachupa Perfume Jean Paul Gaultier Calçado Calço 41 (mas já houve desfiles em que até usei o 37) Cor Preta Estilista Fátima Lopes Manequim Nikita País dos sonhos Ilhas Maurícias Lua-de-mel Em um hotel fechado (don´t matter where is it) Animal de estimação Gato Filme Ana Carolina (filme antigo a partir do qual saiu o meu nome) O que mais preza nos angolanos O companheirismo O que mais despreza A inveja País que gostaria de conhecer Ilhas Maurícias Viver Sempre em Angola

MEDIDAS Altura 1,80 m Cintura 62 Anca 92 Sapatos 41 Cabelo Castanho Olhos Hazel

1 4 d e n ove m b ro d e 20 0 8

23


Revista Vidas - O País