Page 1

Volume 1, edição 1 PGFM—INFORMATIVO

PGFM—INFORMATIVO OCIAN PRAIA CLUBE FUTEBOL DE MESA


PÁGI NA 2

PGFM—INFORMATIVO

1ª COPA REI DE FUTEBOL DE MESA SAIU NA ÚLTIMA QUINTA FEIRA (18) O CAMPEÃO DA 1ª COPA REI DE FUTEBOL DE MESA, REALIZADO NO DEPARTAMENTO DO OCIAN PRAIA CLUBE COM A PRESENÇA DE 8 BOTONISTAS DO PRÓPRIO GRUPO. A COMPETIÇÃO FOI DISPUTADA EM 2 TURNOS, O CAMPEÃO DO 1º TURNO GARANTIA A VAGA NA FINAL E SENDO O MESMO CAMPEÃO DO 2º TURNO SE CONSAGRAVA CAMPEÃO DO TORNEIO, ELSON ATÉ QUE TENTOU SENDO O CAMPEÃO DO 1º TURNO QUE FOI SUPER DISPUTADO E ONDE VENCEU O BOTONISTA MARCIO PELO SALDO DE GOL. JÁ NO 2º TURNO QUE FATUROU FOI O BOTONISTA EDUARDO CHEGANDO A FINAL COM A VANTAGEM DO EMPATE. MAS NUNCA VENCE O MELHOR, MESMO COM A VANTAGEM SENDO DO ATLETA EDUARDO, ELSON NÃO DEIXOU BARATO E FOI PRA CIMA ABRINDO 2 Á 0 NO PRIMEIRO TEMPO E TOMANDO A FRENTE DA SITUAÇÃO E NO MEIO DO SEGUNDO TEMPO EDUARDO DIMINUIU A DIFERENÇA MAS NADA PODE FAZER E DEIXOU O TITULO ESCAPAR. DESTAQUE FOI TAMBÉM PARA O ATLETA VICTOR ONDE CHEGOU PERTO DO SEU PRIMEIRO TITULO NO FUTEBOL DE MESA DO OCIAN. A CLASSIFICAÇÃO FICOU ASSIM: 1º ELSON 2º EDUARDO 3º VICTOR 4º MARCIO 5º THIAGO 6º BETÃO 7º GUILHERME 8º DÉRCIO PARABÉNS A TODOS NO DIA 3 DE OUTUBRO ACONTECEU O PRIMEIRO AMISTOSO FORA DO CLUBE OCIAN, ONDE PARTICIPARAM OS SEGUINTES ATLETAS. GUILHERME LEMOS, VICTOR, DÉRCIO, MARCIO, THIAGO E EDUARDO LEMOS DESTAQUE DA EQUIPE OCIAN FORAM, DÉRCIO MARCANDO 3 PONTOS E EDUARDO LEMOS SOMANDO 4 PONTOS. O RESULTADO NÃO FOI O ESPERADO PELA EQUIPE, DISSE EDUARDO LEMOS, “ ACHEI QUE NEM IRIAMOS SOMAR PONTOS PELA EQUIPE ESTA EM FORMAÇÃO E MUITOS SÃO INCIANTES, FIQUEI SURPRESO E EMOCIONADO PELO RESULTADO DE NOSSO TRABALHO”. EDUARDO LEMOS PROCURA REFORÇOS A EQUIPE PARA 2013 ONDE AINDA VÊ SUA EQUIPE COM ALGUNS PONTOS FRACOS, COMO A FINALIZAÇÃO. RESULTADO FINAL DO AMISTOSO: CLUBE 2004 64 X 07 OCIAN PARCIAIS DE 15X03, 16X01, 18X00 e 15X03

PG—FUTMESA


VOLUME 1, EDI Ç ÃO 1

PÁGI NA 3

PROJETO “ PORQUE FUTEBOL DE MESA NAS ESCOLAS” Ao apresentar um projeto com essa finalidade pode-se já ver nos rostos das pessoas um ar de preocupação e preparando-se para uma saraivada de criticas. Trata-lo como se fosse uma disciplina, talvez pareça loucura, uma vez que seria uma matéria não muito ortodoxa para introduzi-la em uma escola. A ideia básica de se levar Futebol de Mesa até as escolas reside no fato de considerarmos ele um esporte pedagógico, porque auxilia no desenvolvimento das demais disciplinas curriculares. Quem não precisa, por exemplo, adquirir um bom raciocínio para entender matérias mais complexas Qual de nós não tem necessidade de ter precisão nos cálculos matemáticos? Sem contar ainda que o Futebol de Mesa oferece um ambiente ímpar para desenvolvermos nossa criatividade, sendo ainda um excelente meio de recreação, para fazer novas amizades e pode influir de forma significativa na formação do caráter dos jovens. Enumeramos abaixo alguns dos atributos que o Futebol de Mesa pode auxiliar a desenvolver:

A atenção e a concentração; A coordenação motora; A emoção, a fantasia; O julgamento; O planejamento A imaginação e a antecipação; À vontade de vencer; A paciência e o autocontrole; O espírito de decisão A coragem; A lógica, o raciocínio; A criatividade; A inteligência; A organização metódica. Portanto, a ideia de levar o Futebol de Mesa até o ambiente escolar se deve ao fato do mesmo ser um aguçador da mente, funcionando como um forte suporte pedagógico às demais disciplinas curriculares. Numa visão pratica, o Futebol de Mesa poderá responder a uma das preocupações fundamentais do ensino moderno: dar a possibilidade de cada aluno progredir segundo seu próprio ritmo, valorizando assim a motivação pessoal do jovem. Enfim, numa época onde o sonho confesso de uma revolução pedagógica é aquele de eliminar a barreira professor-aluno, é preciso reconhecer no Futebol de Mesa esta virtude: ele não aceita nem o respeito da idade e nem aquele da sapiência do professor. A pratica do Futebol de Mesa pode inverter a relação professor-aluno, colocando em nível de igualdade as hierarquias instituídas na sala de aula. O Futebol de Mesa ensinado metodicamente poderá se constituir em um sistema de estimulação intelectual, capaz de aumentar o Q.I. dos jovens. O aluno poderá adquirir através da aprendizagem e prática do Futebol de Mesa, um método de raciocínio e de organização das relações abstratas e dos elementos simbólicos. Temos a certeza que o Futebol de Mesa despertará um grande interesse dos jovens, e eles mesmos passarão a ensinar espontaneamente, este esporte aos outros colegas.

Futebol de Mesa e a pedagogia Analisaremos a seguir o Futebol de Mesa relacionando-o com estas três áreas do conhecimento: Ciência, Esporte e Arte.

01. Ciência Não está errado afirmar que o Futebol de Mesa é um jogo, mas se não acrescentar nada a esta definição ela torna-se vazia pela sua pobreza de espírito. Devemos dizer que é um jogo que educa o raciocínio desenvolvendo algumas capacidades intelectuais do indivíduo. O Futebol de Mesa pode ser investigado por áreas como a psicologia, a pedagogia, entre outras; podem ser tomados como modelo para estudos nos mais diversos campos, pois estimula o desenvolvimento de habilidades cognitivas e as operações do intelecto. Desperta o espírito reflexivo e crítico ampliando a capacidade para a tomada de decisões, dando ao jovem, uma pauta ética para a aquisição de valores morais, melhorando a segurança pessoal e a autoestima. Desenvolve a atenção e a capacidade de concentração através de uma atividade lúdica proporcionando prazer ao praticante. Torna-se sensível, pois, sua relação com a ciência.


VOLUME 1, EDI Ç ÃO 1

PÁGI NA 4

02. Esporte O aspecto esportivo do Futebol de Mesa pode ser notado tanto por seu comportamento competitivo, em forma de torneios, campeonatos, como por constituir uma "ginástica mental", o qual pode ser complemento da ginástica e de outras modalidades de atividade física que o indivíduo necessita para sua saúde corporal. É notória para os praticantes de Futebol de Mesa a situação em que se devem imaginar as novas posições que derivarão da jogada que se faz. Porque cada jogada prevê uma contra jogada do adversário, e cada plano deve ser feito sem que se toque nos botões, sendo comum o jogador imaginar como chegará ao gol adversário, e ao resultado final da partida e julgar se aquele final é vantajoso para ele ou para o adversário. Não é casual que os jogadores de botão pratiquem outros esportes como tênis, futebol, natação, etc., porque no Futebol de Mesa é necessária uma grande preparação física, além de psíquica. No nível técnico e no seu treinamento, o botonista deve ser tão disciplinado quanto um pugilista, porque seu combate, menos violento no campo dos músculos, resulta muito exigente no campo das ideias. No momento em que um botonista participa de um torneio se converte em um desportista e vive os momentos épicos das vitórias ou sofre os dissabores da derrota como qualquer outro dedicado às mais diversas modalidades esportivas, porque alcança a maior dimensão do ato de ganhar ou de perder.

03. Arte A maioria dos botonistas, ao realizar uma jogada planejada, experimenta a satisfação estética similar à sentida ante uma obra mestra da pintura ou da música. Os artistas mostram normalmente pouco interesse pelas atividades que exigem o pensamento lógico em demasia. Não negam a sua importância, mas não gostam que a lógica amarre o seu estilo. No Futebol de Mesa existem situações em que o botonista orienta-se apenas por princípios gerais. Ao pautar-se por esses princípios gerais o jogador de botão reduz as opções drasticamente a algumas a serem consideradas. Ocorre que mesmo com essa seleção prévia, ele precisa usar sua imaginação, sua intuição por assim dizer, para encontrar o melhor lance.

“A impossibilidade de conhecer o melhor lance que eleva o Futebol de Mesa de um jogo lógico para uma arte, tornando-se um meio de expressão individual”. Conclusão Adotando a hipótese que as inteligências podem ser desenvolvidas e considerando o que foi exposto sobre as possíveis contribuições do Futebol de Mesa no âmbito escolar, parece-nos correto propor este jogo para os jovens. Se considerarmos as três esferas analisadas anteriormente (a ciência, o esporte e a arte) importantes na educação do indivíduo, parecem sensatas apresentar o Futebol de Mesa como candidato a estimulá-las e desenvolvê-las, haja vista que uma mesa e um time de botão têm custo reduzido e muita durabilidade. Fonte: Google

Informativo Ocian - Outubro/12  

Noticias do Ocian Praia Clube Futebol de Mesa. Boa Leitura

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you