Page 1

Ano I - Edição nº 10 - Outubro de 2010

Distribuição exclusiva nas unidades da Padaria Brasileira e Brasileira Express

Estética

PILATES GARANTE BELEZA E SAÚDE AO CORPO

Hora do cochilo EMPRESAS VENDEM A SONECA DA TARDE

Turismo

MERGULHE NO CLIMA TROPICAL DA PRAIA DE TOFO

JOVENS DA GERAÇÃO Y Vivendo na agilidade do videogame


2

Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

3

Alguns chamam de material didático. Nós preferimos chamar de manual de instruções para a vida. O Anglo sempre inovou: criou os primeiros fascículos teóricos, as primeiras coleções de exercícios, os primeiros simulados, o “Anglo Resolve”, com soluções e comentários dos vestibulares das maiores universidades do Brasil, e a apostila-caderno, que revolucionou o mercado de material didático. O Sistema de Ensino do Anglo é projetado para que haja total continuidade entre um nível e outro. Assim, estudar numa escola que tenha a mesma proposta pedagógica, da Educação Infantil ao Ensino Médio, só traz vantagens para o aluno. O Colégio Singular é, há vários anos, a maior escola do Sistema Anglo em nível nacional. Traga seu filho para estudar conosco e compreenda por que aprender de verdade é diferente de ir à escola. Afinal, ensinar, ajudar a aprender e contribuir para a formação da cidadania sempre será nossa marca, nossa paixão.

singular

Infantil - Fundamental - Médio

www.singular.com.br

Santo André São Bernardo São Caetano 4990 2000

4330 4822

4221 2300


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

EDITORIAL

6

Comportamento do jovem nos deixa otimistas

ESPAÇO DO LEITOR

As ciências denominadas não exatas, tais como sociologia, psicologia e antropologia, apresentam estudos cada dia mais sofisticados e que oferecem grande precisão às teses apresentadas. O comportamento humano - individual ou de um grupo -, em diversas circunstâncias, apresenta previsibilidade quase matemática. A busca pela exatidão, pelo previsível é algo inerente da humanidade, uma de suas obsessões. Aquilo que é previsível pode ser controlado, e a busca do homem é o controle de tudo que o afeta. O estudo sobre comportamento de grupos sociais ganhou nível de ciência com as teses até hoje polêmicas de Karl Marx, que foi o primeiro a classificar as pessoas em estratos sociais. Marx com Weber e Durkheim são considerados os pais da sociologia, uma ciência que assume importância vital neste século. Entender o que se passa em todos os níveis da teia social é fundamental para várias atividades, particularmente na formulação de políticas públicas. A matéria desta edição que apresenta um retrato da Geração Y nos mostra a importância do estudo de grupos sociais. Dentro de poucos anos, os líderes políticos, empresariais e os formadores de opinião serão desta geração. O que pensam e como agem hoje definirá o seu comportamento no futuro, com certeza. Otimismo foi o que senti ao ler a matéria. O jovem da Geração Y tem uma grande preocupação com o bem estar da sociedade, em todos os seus aspectos. Espero que esta seja também a impressão dos nossos leitores. Boa leitura! Carlos A. B. Balladas

Uma história na Brasileira Quero relatar um fato interessante que ocorreu comigo na Padaria Brasileira. Certo dia, resolvi fazer uma surpresa para um grupo de amigos “dinossauros”, que frequenta a padaria de manhãzinha. Logo que abre, religiosamente, eles estão lá tomando os seus cafezinhos. Assíduos frequentadores do Parque Celso Daniel, chegam para suas caminhadas ao amanhecer. Quando dava tempo, eu também caminhava com eles,

às vezes também tomava café, porém eles nunca permitiam que eu pagasse. Então, tive a idéia de fazer uma surpresa. Fui à padaria na hora do habitual café. Chegando lá, entrei pelos caixas. Uma mocinha atenciosa veio me atender e perguntou: o senhor esqueceu alguma coisa? Eu disse: quero fazer uma surpresa, pagando os cafezinhos destes velhinhos que frequentam a padaria todos os dias. Neste momento, ela alertou:

Nesta Edição 6 Editorial 8 Estética Mulheres de força 12 Decoração Verona habita o tempo e o espaço do design europeu 18 Consumo Com um pé no verão 20 Comportamento Sono sem culpa 22 Lazer Mini-corrida para gente grande 26 Comportamento Geração Y : cérebro com mil conexões

Carlos A. B. Balladas Publisher Carla G. Ferreira Marina Schmidt Reportagens Elaine Bosso Luz Diagramação Rodrigo Fonseca Tratamento de Imagens Ney Euphrausino Mariangela Cunha Ricardo Razuk Publicidade A revista Dia Melhor é uma publicação da CABB Editora Ltda. Distribuição gratuita nas lojas da Padaria Brasileira e Brasileira Express. Tiragem desta edição: 8.000 exemplares. Fale conosco: Avenida Utinga, 413 Santo André - S.P. CEP 09220-610 Tel. (11) 4463-3222 diamelhor@diamelhor.com.br

30 Casamento Dança dos casais 32 Solidariedade Noivos transformam dança em cena de cinema 34 Conto Amor Platônico 36 Artigo 37 Turismo Tofo: beleza dentro e fora do mar 40 Brasileira

Créditos desta edição: Capa foto: Istockphoto. Estética – Texto: Carla Guedes Ferreira. Fotos: Paulo Duraes e Mônica Fernandes. Decoração – Texto: Rosi Corsini. Fotos: Rosi Corsini e divulgação Abitare il Tempo. Consumo - Texto: Marina Schmidt. Comportamento – Texto: Marina Schmidt. Fotos: Divulgação. Lazer – Eduardo Kaze. Fotos: Divulgação. Comportamento – Carla Guedes Ferreira. Fotos: Istockphoto e divulgação. Casamento – Texto: Marina Schmidt. Fotos: Paulo Duraes e divulgação. Solidariedade – Texto e foto: Carla Guedes Ferreira. Conto – Texto: Pedro Fabiano. Ilustração: Rodrigo Fonseca. Artigo – Texto e foto: Edilson Caldeira. Turismo – Texto: Eduardo Kaze. Fotos: Waldemar Oliveira divulgação. Brasileira – Textos e fotos: MP & Rossi. Dia Melhor Indica – Textos: Eduardo Kaze. Fotos: Divulgação.

Outras publicações da editora

42 Dia Melhor Indica 50 Por que sou Brasileira?

www.pfinal.com.br

lha lá, vem vindo um. Apressado, disse: ele não pode me ver, pois é surpresa. Tirei uma nota de cem reais e entreguei a ela, e pedi para dizer que foi um admirador. Não cobre o café deles, amanhã eu passo aqui e pego o troco. No outro dia fui lá saber qual foi a reação deles. Foi pum grande barato, um dizia: já sei, foi o fulano; o outro, foi o beltrano, e virou aquela alegria e a dúvida: quem será?

Mas a coisa não acabou por ai, perguntei à moça quanto ficou e que eu estava buscando o troco. Moço – ela afirmou - dei o troco pra eles. Ficaram muito contentes, até dividiram a bolada ai na calçada. O legal disto é que até hoje eles não sabem, e nem imaginam, quem é o cara que pagou a conta para a turma. Luiz Carlos Lozano (por e-mail)

Queremos sua opinião sobre a Dia Melhor. Mande sugestões à Redação pelo e-mail diamelhor@diamelhor.com.br. Você também pode acompanhar a revista Dia Melhor e outros produtos da editora no portal www.pfinal.com.br.


SeuExpedito

A saúde da sua equipe é uma delas. O Plano PME* da Unimed ABC é perfeito para o pequeno e médio empresário de toda a região. Além de poder contar com ampla rede credenciada no Grande ABC, você e seus funcionários estarão cobertos pela maior cooperativa médica do mundo.

Consulte seu corretor. Ou ligue 4432-1180. www.unimedabc.com.br

*Para pequenas e médias empresas com, no mínimo, 2 e, no máximo, 49 vidas.

ANS nº 34527-0

Sua empresa terá muitas conquistas.


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

ESTÉTICA

8

Mulheres de força S

aúde e estética são conceitos que frequentemente andam juntos, mas que raramente proporcionam tantos benefícios conjuntos como ocorre no Pilates. A modalidade de exercícios trabalha respiração, concentração e movimentos de forma coordenada e garante beleza, bem-estar e equilíbrio entre corpo e mente. Os exercícios da técnica, que ganhou destaque nos últimos anos graças à adesão de artistas, proporcionam tanto a harmonia estética do corpo como a reabilitação de pessoas que precisam fortalecer os músculos, corrigir a postura ou conquistar maior flexibilidade corporal. “Todas as práticas de atividades físicas colocam o corpo em movimento, porém os resultados esperados são diferentes para cada atividade. O grande diferencial é que o Pilates busca a perfeição do movimento sem gerar sobrecarga nas articulações, além de trabalhar força e alongamento ao mesmo tempo”, explica a fisioterapeuta e sócia-proprietária do Studio Fly Pilates, Fernanda Fernandes Simioni, 28 anos. Por causa das fortes dores

nas costas ocasionadas pela profissão, a dentista Juliana Ferreira Sobral, 28 anos, desistiu das sessões de RPG (Reeducação Postural Global) e recorreu ao Pilates. “Decidi fazer para corrigir minha postura, mas estou gostando bastante, pois ajuda a melhorar a força muscular, a definição e as dores também”, destaca. “No começo foi difícil, mas a cada aula fazemos um exercício diferente, então não fica cansativo. É uma superação todos os dias”, conta. Para a fisioterapeuta Carolina Torres Teramatsu, 25 anos, da Academia Councontinua


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

10

O Pilates ajudou a dona de casa Leonice, portadora de mal de Parkison, a fortalecer os músculos e realizar pequenas atividades, que antes não conseguia fazer sozinha.

tours, um dos principais atrativos da atividade é alternância de exercícios, que fazem com que a modalidade não se torne cansativa e continue trazendo bons resultados, o que mantém o aluno motivado a praticar o Pilates por longos períodos. “Dificilmente as pessoas param. A não ser por casos excepcionais, como doença na família, ou então pessoas que realmente começam e percebem que não possuem o perfil do Pilates e aí param”. Os resultados, revela Carolina, podem ser notados em pouco tempo, tanto na melhora do condicionamento físico quanto na reabilitação ou na estética, com cerca de dez sessões, geralmente são recomendadas duas por semana, já se percebe a diferença. “Percebi uma melhora tanto na minha forma física como na minha postura. Já fiz musculação, aeróbica e ioga, cada um tem sua vantagem, mas de todas as atividades que pratiquei acho o Pilates bem melhor”, afirma a dentista Vanessa Ferreira Sobral, 30 anos, que começou a praticar o Pilates por sugestão da irmã, Juliana. Os exercícios, avalia Vanessa, promovem relaxamento após um dia de trabalho, treinam a concentração e

melhoram a disposição e o ânimo, mas, acima de tudo, são uma ótima maneira de manter o corpo em forma. “Eu ouvi falar que a Madona pratica Pilates, ela tem aquele corpo escultural”, brinca. As vantagens da prática fazem com que o Pilates conquiste, cada dia mais, novos adeptos. “É gratificante trabalhar com Pilates, pois as pessoas conseguem reconhecer que é um método eficaz e tornam-se muito fiéis”, revela Fernanda.

O método

Quando desenvolveu o método da “contrologia”, o alemão Joseph Pilates elaborou mais do que uma atividade física. Para ele, mente e corpo precisam estar equilibrados para garantir o controle físico. Ele estava certo. Durante anos, o método que hoje carrega seu nome foi aplicado a públicos distintos – desde prisioneiros da Primeira Guerra que conseguiram, após iniciarem a prática dos exercícios, se manterem saudáveis durante uma epidemia mortal de gripe, aos bailarinos nova iorquinos que, muitos anos depois, descobriram que a técnica era ideal para treinar regularmente o corpo. Os resultados jus-

tificam a importância que a atividade ganhou com o passar do tempo. Longe de ser apenas a sensação do momento no que há de mais eficiente para modelar o corpo, os exercícios propostos por Pilates vão além da estética. Na verdade, a harmonia corporal, visível na musculatura bem definida, é reflexo de benefícios que não podem ser medidos numa fita métrica. “Eu sofro de mal de Parkison e precisava fortalecer os músculos, não conseguia nem cortar uma cebola, um tomate. Há um ano, por solicitação médica, comecei a praticar o Pilates e agora já voltei a fazer muita coisa que antes eu não fazia”, conta a dona de casa Leonice Fanin Tarsitani, de 69 anos. Além de garantir a reabilitação, os exercícios resultaram em emagrecimento, melhora na postura, disposição e agilidade. “Eu não conseguia andar rápido, agora já consigo”, revela. Não é à toa que o método promove tantos benefícios. Elaborado sob seis princípios fundamentais, o Pilates consegue trabalhar todo corpo. Concentração e controle são estimulados em exercícios continua


Tel.: (11) 4996-3131 - grafica@astudioa.com.br


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

12 Depois de iniciar as aulas de Pilates, Leila Aparecida diz que não sente mais tantas dores provocadas pela hérnia de disco.

que devem ser feitos lentamente e com muita atenção, observando o recrutamento de cada músculo envolvido na realização dos movimentos. A prática também estabelece que os exercícios sejam feitos com fluidez, de forma continuada e ritmada, e precisão, buscando sempre o alinhamento corporal. O grande diferencial da modalidade é incorporar a respiração ao desenvolvimento dos exercícios – a inspiração é feita durante a preparação para o movimento e a expiração no momento da execução. Esses cinco aspectos se amparam em um, que é o principal elemento do Pilates: o centro de força, onde se originam cada movimento. É a partir da região do abdômen, parte inferior das costas e glúteos que todos os exercícios são realizados, proporcionando alinhamento e simetria do corpo. Leila Aparecida Rostichelle Ament, de 56 anos, também descobriu as vantagens de coordenar os movimentos “Eu comecei a prati-

A dentista Vanessa Sobral, recorreu ao Pilates para corrigir a postura.

Expansão do mercado car o Pilates há cinco meses e já na terceira semana eu parei de tomar remédio para hérnia de disco. Eu tomava quase todo dia e agora eu tomo uma vez por mês, quando dá uma dorzinha, mas dor forte mesmo acabou.

As mudanças de conceito na área de bem-estar e fitness aumentaram a procura pelo Pilates, com o mercado aquecido e o crescente número de interessados em praticar a atividade, as academias estão investindo nesse serviço. Inaugurada no ano passado, na Vila Assunção, em Santo André, a franquia da Contours, academia exclusiva para o público feminino, das sócias e proprietárias Rosaine Vertematte e Susi Tombalato, já conta há três meses com aulas de Pilates. “Decidimos investir, porque é uma modalidade que está crescendo bastante, embora no ABC ainda seja uma novidade. As mulheres estão aderindo à técnica, especialmente depois de algumas atrizes declararem que estão esculpindo o corpo fazendo o Pilates”, diz Rosaine. As fisioterapeutas Fernanda Fernandes Simioni, 28 anos, e Patrícia Voltolini Guilhen, 29 anos, de Santo André, também notaram a ausência de espaços no ABC que oferecessem a modalidade. “Após muitos anos trabalhando em São Paulo com o método Pilates, sentimos que nossa cidade necessitava de mais espaços e abrimos um pequeno Studio na Vila Assunção, onde a procura foi considerável”, lembra Patricia. O crescimento expressivo do mercado na região incentivou as sócias a também expandirem seus negócios. “O espaço ficou pequeno e decidimos ampliar não só o Studio como os serviços, pois somos fisioterapeutas e temos uma série de técnicas para oferecer. O Studio Fly Pilates agora está em um espaço maior e confortável, com mais aparelhos e mais serviços”, destaca Fernanda. Diferente das academias, na maioria dos estúdios que oferecem o Pilates as aulas são individuais ministradas por fisioterapeutas ou educadores físicos com especialização em Pilates.


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

13

Verona habita o tempo e o espaço do design europeu Acima, o projeto da Carboom Room (sala de carbono) do arquiteto Aldo Pitillo, foi desenvolvido com fibra de carbono, material bastante resistente, assim como o aço. Abaixo, acessórios e tecidos apresentados durante a feira, que serão tendências na decoração.

R

equinte foi a palavra de ordem em Verona, na Itália, entre 16 e 20 de setembro. Pautada pelo bom gosto, a Abitare il Tempo reuniu empresas dos segmentos têxtil, móveis e profissionais em um evento marcado pela sofisticação, conforto, elegância e tecnologia em decoração de interiores,

consolidando a cidade como uma das principais vitrines do design europeu. Apesar de não causar grandes impactos no Brasil, a crise financeira mundial ainda afeta países europeus. Reflexo deste cenário, a feira Abitare il Tempo deste ano ficou um pouco menor, mas isso não abalou continua


14

Acima, espaço contempla decoração floral e sobriedade de cores e tendências suaves. Ao lado e abaixo, o projeto Out Home, área externa da casa, criado por Roberto Semprini, é um espaço integrado que leva a sala para o jardim.

sua credenciais. Confirmando as tendências de sua antecessora, a Feira de Milão, que ocorreu em abril, a Abitare il Tempo concentrou 600 expositores, 75 deles estrangeiros vindos de 20 países diferentes. Não faltou diversidade nos oito pavilhões de exposição. Neste ano, outro motivo para engrandecer o evento foi

a comemoração aos 25 anos da feira. Para marcar a data, o design italiano Alessandro Mendini ficou responsável pela concepção da mostra Abitare l’Utopia, composta por jóias, roupas, móveis fragmentos de arqueologia contemporânea, além de obras de arte, relícontinua


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

15


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

16

quias, instrumentos musicais e estátuas de mármore. Nesta edição, os tecidos, representados por empresas de renome da Europa, ocuparam uma posição de destaque, assim como as soluções para iluminação e uma variedade de objetos de decoração. A preocupação com a sustentabilidade está presente nos trabalhos apresentados por Simone Micheli, Green Frame House, Nicola Ponti e Antonina Astori.

Verona

A cidade de Verona, palco da Abitare, é conhecida mundialmente como a mais romântica da Itália. Histórica, Verona possui a Arena Romana mais bem conservada de toda a Itália do século 1 d.C., que hoje funciona como um teatro a céu aberto. Palco de lutas entre gladiadores e feras, hoje funciona praticamente o ano todo com vários consertos de rock e óperas famosas.

Acima, a suíte do Hotel de Massimo, Maurizio, Mireill e Papipos, foi inspirada no Império Romano. ao lado, a decoração luxuosa conta com elementos artísticos que impõem a nobreza do espaço. Abaixo, suíte do casal une conforto e modernidade.


17

www.abyarabrprontos.com.br

LM&C7

VENHA CONHECER A LOJA SANTO ANDRÉ O ENDEREÇO CERTO PARA VOCÊ REALIZAR O SEU MELHOR NEGÓCIO!

CASAS 66DORMIÓRIOS DORMIÓRIOS

66DORMIÓRIOS DORMIÓRIOS

VILA GUIOMAR - R$ 650.000

VALPARAÍSO - R$ 680.000

CAMPESTRE - R$ 750.000

VILA SCARPELLI - R$ 800.000

CAMPESTRE - R$ 900.000

300m² á.t., sobrado a. padrão á.serv., arms. emb. banh/box, bar, churr.,circuito interno de tv desp.,liv. 2 ambs. mobil. - piscina RA 157084 - f: 4085-6100

292m², 3 sts. 1 master c/closet e hidro, 6 vgs., liv. 2 amb. porcel. taco dorms., and. sup. c/ espaço p/ Jacuzzi, e quintal, elev. panor RA 180764 - f: 4085-6100

400m²,3 dorm.,2 stes., 5 vgs., sl. 2 ambs. c/ bar, quintal, churr., forno pizza, dep. empr.,escr., coz. e dorms. planej., ót.local. RA 230273 - f: 4085-6100

SOBRADO tipo LOFT, porcelanato, amplo liv., sl. jant. conjugado c/ coz. plan. c/ ilha, sanca, moderno, acbto 1ª. c/ churrasq. RA 217432 - f: 4085-6100

260m², 3 suítes., sac., 4 vagas, 3 WC's, porcel., coz.americ,qtos tacão, sl. c/ lar., churrasq, quarto empr.+á.serv. e sala para jogos. RA 234162 - f: 4085-6100

APARTAMENTOS

JD. STELLA- R$ 235.000

JD BELA VISTA- R$ 320.000

VALPARAÍSO - R$ 350.000

VALPARAÍSO - R$ 405.000

V. ASSUNÇÃO - R$ 440.000

Fte., 2 vgs., ensol., 3 dorms.,(ste), liv. 2 ambs. c/ sanca e sacada, coz. plan., aquec. central, cond. bx, defronte corredor trólebus. RA 235102 - f: 4085-6100

70m², 2 dormitórios, 2 vagas, armários planejs. na cozinha e dormitórios, condomínio baixo, lazer completo. Ligue! RA 235152 - f: 4085-6100

126m²,1 ste., 2 vgs. seps., living em tábua larga, lazer c/ piscina churr., sl. festas e salão de jogos. Localizado em rua arborizada. RA 217668 - f: 4085-6100

110m²,3 dorms., 1 ste., 2 vgs., arms. coz. e dts., var. gourmet, pisc., churr. c/ forno de pizza, brinquedot, Jacuzzi, sl. ginástica RA 226953 - f: 4085-6100

160m², 3 dorm., 1 ste., liv. p/2 ambs. c/ sac., piso t. corrida em todas áreas quentes,coz. e lav. c/ arms. plan., 2wcs,escr.,wc. emp. RA 230936 - f: 4085-6100

B. JARDIM - R$ 485.000

B. JARDIM - R$ 580.000

JD. BELA VISTA - R$ 690.000

B. JARDIM - R$ 710.000

B. JARDIM - R$ 1.500.000

114m²á.ú., a.alto, 3 dorms.(suíte c/hidro dupla), amplo liv. com var., lav., coz. plan., wc empr., 2 vgs. Excel cond. c/lazer compl. RA 220914 - f: 4085-6100

150m²,cob. nova,3dorms., 1 ste. 2 vgs., sl. 2 ambs., jardim inv., churr. e pisc., lavand. externa, porcel., acabto de 1ª s/ cond. RA 229400 - f: 4085-6100

Amplo, liv. 3 ambs, t. largas, lav., 4 dorms., 1 ste. master c/ sacada, copa coz. plan., lav., dep. empr., var., dep subsolo,churr. e forno RA 235493 - f: 4085-6100

Seminovo, 168m²á.ú., 4 dorms. (3 stes/hidro), amplo liv. c/var. gourmet, mobil., 3 vgs., cond. compl., jto. Parque Celso Daniel. RA 223334 - f: 4085-6100

254m², 4 dorms., 4 stes., 4 vagas, sala 4 ambientes, arms. planejados na cozinha e dorms, apto. alto padrão, lazer completo. RA 235501 - f: 4085-6100

Srs. Proprietários CADASTRE SEU IMÓVEL P/ VENDA Temos corretores especializados para trabalhar a venda do seu imóvel. www.abyarabrprontos.com.br

ou ligue: 11 4085 6100

• Crédito imobiliário • Avaliação criteriosa • Atendimento personalizado Rua Gonçalo Fernandes, 219 - Jardim Bela Vista - f: 11 4085-6100 Lojas Abyara Brokers: Loja Campo Belo | 11 3076-4400 Loja Jardins | 11 3076-1444 Loja Morumbi | 11 3075-9800 Loja V.Mariana | 11 3614-7700

Loja V.N.Conceição | 11 3614-7700 Loja Jundiaí | 11 4522-0505 Loja Litoral | 13 3131-2200 Loja São Caetano | 11 4228-7778 Loja Campinas | 19 3045-9800

Segunda a sexta das 9h às 19h sábados, das 9h às 16 h domingos, das 9h às 14 h


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

CONSUMO

18

Com um pé no verão

Confira as cores e os modelos que vão te levar à estação mais quente do ano.

Bolsa Todo Dia O modelo da Imaginarium tem poucos detalhes, mas pode ser combinada com visuais diversificados, garantindo facilidade no uso do dia-a-dia.

Bolsa Matelasse Toy Outro modelo da Imaginarium aposta na irreverência combina à sofisticação. A bolsa preta ganha um tom divertido com a bolsinha em formato Toy que serve de porta-celular.

Sandálias rasteiras As sandálias da Ala, inspiradas nos gladiadores gregos, abusam do trançada como elemento estético e garantem, ainda, muito conforto aos pés.

Sapatos neon Tons fortes e vibrantes foram presenças constantes nas coleções primavera-verão que dominaram os eventos de moda do meio do ano. O Scarpin Ala, disponível em cores variadas, dá um toque diferenciado ao visual.

Sapatilhas Ainda em alta, as sapatilhas ganharam novas cores e alternativas de uso. Agora elas invadem os escritórios mais descolados e as clássicas vão a jantares e reuniões formais.

Tornozelos cobertos A Via Marte aposta na sofisticação da sandália de salto que contorna a região do tornozelo e deixa o pé à mostra. Sandália de salto Atenta a tendência dos trançados, a Zats criou uma sandália sofisticada com salto detalhes que realçam o modelo.


COMPORTAMENTO

20

Sono sem culpa

N

ão é novidade que uma soneca durante o dia pode fazer milagres. Cada vez mais surgem estudos comprovando o que há muito tempo ficou conhecido como “sesta”, aquele descanso seguido de um sono rápido logo após o almoço, hábito comum em países europeus. Como tudo na vida, para que o efeito desta prática seja positivo é preciso que haja limites e alguns cuidados. “Vinte minutos é o período ideal. O cochilo não deve passar de 30 minutos, para que a pessoa não entre nos estágios mais profundos do sono, porque quando a gente vai para a fase mais pesada do sono é mais difícil acordar e a sensação ao levantar é de cansaço, de indisposição”, alerta a neurologista especializada em doenças do sono, Rosa Hasan, coordenadora do Ambulatório do Sono da Faculdade de Medicina do ABC. O sono diurno traz benefícios, como melhora na concentração, na atenção e na disposição. Quem respeita o pedido do corpo para uma pausa durante o dia e dedica um tempo curto à soneca

revitaliza as energias para as tarefas diárias e, de quebra, garante uma melhor produtividade em todas as ações, sejam relacionadas ao estudo ou ao trabalho. A restauração promovida pela sesta já não é mais apenas uma manifestação cultural, virou um negócio rentável. “Hoje, há espaços, especialmente em São Paulo, dedicados exclusivamente a isso, em que as pessoas pagam para ter a soneca. Aqui no ABC ainda não soube de nenhum”, afirma Rosa. O ideal, ela reforça, “é que as próprias empresas ofereçam essa possibilidade aos seus funcionários”. Todo mundo pode e deve usufruir de uns minutinhos diários de descanso, o alerta fica apenas para os insones. “O sono durante o dia não deve ser usado para compensar as perdas de uma noite não dormida”, ressalva a neurologista.

Não tem preço

Sem cobrar nada mais dos freqüentadores de seu restaurante, Salete Ebone, 47 anos, proprietária do Bello Bello, localizado em São Paulo, oferece uma

Restaurante oferece espaço aconchegante aos clientes para um cochilo após o almoço

cortesia aos clientes à moda da casa: uns minutinhos de descanso após o almoço. No Espaço Soneca, no piso inferior, tuffons (colchões japoneses) individuais ocupam uma sala aconchegante. O ambiente foi criado em 2002, dois anos após da aquisição do restaurante, que pertencia ao ator Miguel Falabela. A iniciativa, que encanta os clientes, surgiu da própria experiência pessoal da proprietária. “Eu sou descendente de italianos e minha família trouxe essa prática que é muito comum por lá”, conta. “Além disso, eu morei muito tempo no Rio Grande do Sul, onde nós tínhamos o hábito de fechar o comércio para um descanso após o almoço. E quando eu cheguei a São Paulo estranhei bastante”. Na cidade que não para, é raro encontrar oásis como esse. “Há dias em que o espaço é bastante disputado”, revela Salete, pioneira na proposta. “Eu sou a única que oferece um espaço para o cliente descansar”. O convite está feito: depois de uma ótima refeição, nada melhor do que uma boa e merecida soneca. “Quem usa ama”, brinca Salete. Os clientes agradecem!


CRECI 82.812

IMÓVEIS

Rua das Figueiras, 755 - B. Jardim - S. A. PABX.: (11) 4994-1003 carismaimoveis@uol.com.br www.carismaimoveis.com.br

CONVÊNIO 14235-2

www.carismaimoveis.com.br

Ap. S/Cond. 117 m² AU Campestre 3 dorm, 1 st, wc soc, sl "L", coz c/ ae, as, 2 vg par. R$ 275 mil - Ref. 6324

Sobr. 162 m² ac. Novo -Vl Marina 3 st, 1 master c/ closet, wc, sl 2 amb porc, lav, qtal c/chur, 2 boiler, Ilum. nat. 4 vg. R$ 540 mil. Ref. 6379

Sobr. NOVO - 300m² AC B. Jardim 3 st, sl.3 amb. lav. copa/coz. d.empr.c/as.c/wcqtal.c/piscina 6 vg. R$1.060. mil - Ref. 1134

Duplex - AU 85 m² - B. Jardim 1 st c/ae. e hidro, sl 2 amb, coz. plan., lvb., wc, as., 2 vg. L. Completo. R$ 480 mil Ref. 6001

Ap. 150 m² AU Vago-B. Jardim 3 st c/arm, closet, 1 c/sac, sl 3 amb, c/terr, coz plan., as c/wc, 2 vagas. R$ 550 mil Ref. 6373

Ap. Au 107m² Novo. B. Jardim 3 dorm, st c/sac, sl 2 amb c/sac,lvb, coz c/ter gourmet, 2 vg E. prop R$ 400 mil . Ref. 6363

Sobr. 182m² Ac Sta Maria 3dorm, 1st c/sac, cp/coz, as, ent lat, qtal, 2 vg R$ 350 mil Ref. 6353

Apto. AU 133m² B. Jardim 3dorm. 1st, sl 2amb c/ ter gourmet, lvb, coz, as, wc soc, 2 vg. Andar Alto Vista rivilegiada R$585 mil Ref. 6348

Ap.-130 m² au B. Campestre 3 st. sl 3 amb. com tacão, lavabo escr. coz. ampla, desp. 2 vg. R$ 485 mil Ref.6384

Ap.-U 112 m² B.Jardim Lazer, 3 dorm, 1 st c/arm, sl 3 amb c/sac, coz. plan, d.emp, 2 vg. R$ 450 mil Ref. 6176

Apto.123m² AU. B. Jardim 3 st c/ ae, sl 3 amb, coz. porc e ae, lvb, desp, as c/ porc e wc, 2 vg. R$ 530 mil. Ref. 6335

Cob. S/ Cond 160 m² Au-Jardim 3 dorm,1 st,, sala 2 amb, coz. porc, wc. porc, as, qtl. c/chur, pisc . 2 vg. R$ 530 mil. Ref.6403

Sobr, - AC 180 m² - Vl. Gilda 3 dorm c/ ae, 1 st c/ sac, sl 2 amb, ampla coz, lav, a. serv c/ wc, ent. lat, qtal. 2 vg. R$ 360 mil - Ref. 6181 Apto. 132 m² au Mobiliado Campestre 3 st. closet c/arm.tacão , wc. c/ box e arm. sl com sanca e tacão, coz. c/ae.,lav. as., 3 vg. R$ 580 mil Ref.5891

Cob. au 176 m² Bela Vista c/Lazer 3dorm, 2 st,1 master, sl c/var. gourmet, ofurô, coz. c/as., wc social e adega, 4 vg R$ 650 mil. Ref. 5898

Apto.-Au 100 m2. B. Jardim 3 dorm, 1 st c/ sac., sl 2 amb c/ sac., wc soc, lav, coz., as., 3 vg R$ 440 mil Estuda Proposta Ref. 5832

Ap 169 m² Au Jardim 4 dorm, 2 suites, 1 c/closet, wc, sl 4 amb com sacada copa/coz.,3 vg R$ 800 mil. Ref. 6372

Sitio - Nazaré Paulista - Área 11,4 Ha. Casa Sede c/3 dorm, 1 st, 3 sl, 1 c/ lar, coz., wc soc., td. avaran., pisc. Casa caseiro c/2 dorm, sl, coz., wc e lav. Pomar, horta org. de 500 m2, 2 lagos c/cachoeira. R$ 395 mil - Ref. 5851

Apto Novo 165 m² AU Campestre 3 st, 1 c/closet, sl ampla c/ lar. e ter gourmet, lav.coz. gde, as., 3 vg. R$ 650 mil Ref. 6391

Apto. S/Cond. AU 100 m² Vl. América 3 dorm, 1 st, sl 2 amb c/sac, coz. plan, a.s, qtl, 2 vg. R$ 240 mil. Ref. 5990


LAZER

22

Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

Mini-corrida para gente grande

Q

uem pensa em corridas com carrinhos guiados por controle remoto, lembra logo de uma brincadeira de criança. Não é o caso do trabalho desenvolvido pela Associação de Automodelismo Rádio Controlado do ABC (AARC). Localizada na altura do número 6000 da Avenida dos Estados, em Santo André, a pista é uma das mais bem estruturadas do Brasil. De cara, já é possível ouvir o ronco dos motores dos carros miniaturas. A impressão é de realmente estar num microcosmo. À esquerda, logo após a entrada da pista, competidores preparam seus carros sobre grandes bancadas – diga-se de passagem, a técnica não deve nada a utilizada nos carros grandes. São centenas de peças que os “mecânicos” desmontam, lubrificam e limpam, utilizando uma infinidade de ferramentas. Testes de motor, calibragem, suspensão... tudo é uma redução do que seria realmente uma corrida de, por exemplo, Fórmula 1. “As regras são muito parecidas com as de uma corrida comum. Temos


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

23

Em via reta, carrinhos podem atingir até 100 quilômetros por hora.

o treino livre de manhã, depois a tomada de tempo, semifinal e final”, conta o conselheiro da AARC, Marcelo de Souza, o Marcelão. Logo à frente da “área de mecânica”, um Pit Stop reúne as equipes de suporte, que, sem perder o caráter comunitário da associação, é normalmente formada por amigos dos competidores. As regras são basicamente as mesmas das grandes corridas. Após certo número de voltas, o carrinho deve se encaminhar ao box para reabastecer. O combustível dura, em média, cinco minutos. A estrutura é tão próxima das competições em grande escala, que em dias de campeonato as corridas contam, inclusive, com um narrador que aponta

quem está à frente, quem deve voltar ao box e etc. “O campeonato interno nosso tem mais competidores que o campeonato paulista ou o brasileiro. Dependendo da etapa, são 60, 70 pilotos correndo”, conta o presidente da associação, Roberto de Figueiredo (Betão). A prática não é barata, mas os iniciantes não precisam se desesperar. É possível exercer o hobby sem ter de comprometer a poupança: o custo médio de um carrinho iniciante – chamado RTR ou Ready to Run – gira em torno de R$ 1.500.

Associação

Há pouco mais de quatro meses, o terreno onde está localizada a pista foi cedido

oficialmente pela Prefeitura à associação. “Depois de quase 4 anos de lutas, idas e vindas, desencontros, reuniões e conversas, conseguimos o direito de uso do terreno”, conta Betão. Hoje, cerca de 150 corredores associados aceleram na pista. Alguns carrinhos passam dos 100 quilômetros por hora, quando em via reta. A AARC é uma entidade sem fins lucrativos, como afirma Betão. “Fazemos parte da diretoria, mas trabalhamos de graça, só pelo hobby. Tudo que entra de dinheiro, de diárias, mensalidades e patrocínios, é investido na estrutura da pista”, diz ele, apontando as diversas reformas feitas nos

últimos quatro anos, como a área de pit-stop, a cobertura do box e os banheiros.

Serviço

A pista pode ser utilizada em horários distintos por associados e diaristas. Para os sócios, de segunda a quinta-feira e sábados, das 7h às 21h; domingos e feriados das 9h às 19h. Os não associados podem usar o espaço somente aos sábados e domingos. Para correr, você pode pagar o trimestre, que é R$ 90; o semestre, que é R$ 150; ou anuidade, que é R$ 270; a diária é R$ 20. Para saber mais, acesse o portal www.aarcdoabc.com.br.


COMPORTAMENTO

Geração y:

cérebro com mil conexões Geração multifacetada, filhos dos baby-boomers cresceram e dominaram mais do que o videogame

F

ormada por jovens nascidos entre o final da década de 1970 e o início dos anos 90, marcada pela prosperidade econômica e avanços da tecnologia, especialmente com a chegada do videogame, computador, internet, celular e TV a cabo, a denominada Geração Y começa a ingressar no mercado de trabalho e na cadeia de consumo. Filhos dos chamados baby-boomers – pessoas que nasceram após o fim da 2ª Guerra Mundial e que viveram sob inúmeros conflitos, lutando continua


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

26

Empresas precisam ser mais ágeis para se comunicar com a Geração Y, explica o consultor de marketing Sérgio Cabral.

Renato Trindade destaca que os valores que permeiam a Geração Y são velocidade, liberdade, consumo, individualidade e tecnologia.

Roselake explica que devido ao bombardeamento de informação, os Y’s questinonam tudo e querem respostas rápidas.

pela quebra de paradigmas sociais, religiosos e políticos – os ainda jovens da Geração Y representam a mudança aspirada por seus pais. Estes jovens conheceram um mundo com menos guerra e conflitos, com países já sob regimes democráticos. Alguns, ainda muito jovens, acompanharam um episódio importante da história semelhante a uma batalha de guerra, o ataque de 11 de setembro às torres gêmeas de Nova Iorque. A família típica dessa geração é constituída por poucos membros: pais com nível superior e mães que trabalham fora de casa. “Os pais sempre investiram fortemente na educação desses jovens, que desde a infância fizeram cursos, viagens, oficinas e atividades educativas que desenvolveram sua autoestima e combatividade”, esclarece Rita Amaral, doutora em antropologia social pela Universidade de São Paulo (USP) e pesquisadora do Núcleo de Antropologia Urbana da entidade. Criados num mundo menos pautado por ideologias, políticas e estabilidade econômica, os Y’s estão mais preocupados com questões como a preservação do meio ambiente, causas sociais, carreira, estética e bem-estar.

jovens, o termo Y ou Millenials foi criado pela sociologia do consumo e pelo marketing para classificar um grupo de pessoas de classe média alta, que mantêm uma relação com o mundo fortemente mediada pela tecnologia digital, não importando se pertencem a tribo dos vegans, emos, clubbers, punks, pagodeiros, góticos ou surfistas, explica a antropóloga. Desde criança, o estudante de engenharia Cleiton Pires de Almeida, 27 anos, de Santo André, sempre foi apaixonado por tecnologia. No começo dos anos 90, ganhou seu primeiro videogame, considerado de alta definição para a época. “Adoro games, principalmente os jogos de estratégia”, conta. Sempre antenado às novidades e tendências do mundo tecnológico, Almeida também tem facilidade para lidar com celulares, internet e computador. “Aos 15 anos ganhei meu primeiro computador, era um Pentium 166. Resolvi seguir os passos do meu irmão e cursar o ensino médio técnico na área de informática”. Assim como Cleiton, o administrador de empresas de Santo André, Carlos Saviolli Morgon, de 27 anos, também adora jogos eletrônicos. Teve posse do primeiro videogame aos sete anos, e aos 14 anos foi presenteado com um computador. Proprietário de um restaurante, sempre que sobra um tempo reúne os amigos para uma partida de game. “Gostaria de fazer isso mais vezes, porém minhas atribuições diárias impedem”, conta. “Assim que chego em casa, tomo um banho, janto e vou para frente do computador, fico jogando, entro no MSN, ouço música e vejo televisão,

tudo ao mesmo tempo”, declara. Segundo Rita, por estarem sempre ligados a algum meio digital, como telefones celulares, IPods, notebooks, players de música e vídeo, pen-drives e GPS, os jovens da Geração Y usam uma linguagem com expressões próprias (torpedo, e-mail, download, MSN, twitter, etc.) e são fortemente influenciados pelos seus pares. “Estarem sempre plugados quer dizer que estão, permanentemente, susceptíveis a serem bombardeados por mensagens, inclusive publicitárias”. Os interesses desses jovens não só em relação às novas tecnologias são reflexo de uma personalidade versátil, como destaca a antropóloga. “Emocionalmente são inconstantes, em permanente busca de reconhecimento e fama. Sua atenção é difícil de prender, entediam-se com facilidade, exigem imediatismo e a mudança não os assusta. Ao contrário, está a distância de um clique”. “Os Y’s têm muitas opiniões e elas mudam muito rápido. Não são fiéis às grifes. Preferem a opinião dos amigos que fazem entre os vários grupos que frequentam. E são criativos. Não de maneira ordenada e fácil de compreender, mas na lógica do non sense, sem limites. Este é o público de parte significativa da internet. Acreditam em espiritualidade, mas não são religiosos”, completa Rita.

Inovadores e revolucionários

Devido à familiaridade com a tecnologia, essa nova geração desenvolveu competências e características diferentes das anteriores. Por isso, entendê-los requer sensibilidade e respeito. Inspirado no livro Geração X, de Douglas Coupland, romance sobre os sonhos, planos e visão de mundo de um grupo de

Carreira e mercado de trabalho

Diferentes das gerações anteriores, os Y’s, por serem conhecidos como multitarefa, realizam várias coisas ao mesmo tempo, estão sempre buscando novos desafios e oportunidades. “Como do-


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

27

Insatisfeito com o mercado de trabalho, Carlos Saviolli abandonou a carreira de gestor hospitalar para tocar o próprio negócio.

Cleiton está sempre antenado às tendências do mercado de tecnologia. Apaixonado por videogame, ele aprecia jogos de estratégia.

Alisson Alencar da Costa se considera um profissional multitarefa, faz várias coisas ao mesmo tempo.

minam com familiaridade as mudanças da globalização e dos avanços tecnológicos, eles possuem um perfil com foco no resultado e sucesso profissional em curto prazo, valorizam praticidade, criatividade, inovação, autoconfiança, otimismo, trabalho em equipe e pró-atividade”, explica Maria Márcia de Sousa, psicóloga e especialista em gestão de pessoas. Na maioria das vezes, esses profissionais são julgados por seus comportamentos, pois são exigentes, arriscam e mudam com facilidade de emprego quando os desafios são conquistados. No entanto, alguns gestores não compreendem seus anseios e, consequentemente, as empresas não conseguem manter esses talentos, que buscam reconhecimento e desenvolvimento. “A superação é uma constante, enquanto estão motivados permanecem no terreno fértil, por isso é importante que as empresas tenham programas de liderança específicos para essa geração”, destaca Roselake Leiros, consultora de Recursos Humanos e especialista em comportamento. Para a antropóloga Rita Amaral apenas alguns desses jovens têm o privilégio de alcançar cargos de destaque nas empresas. “Como a maioria, mudam constantemente de emprego e fazem muitos cursos em busca da atividade que os fará felizes. Com isso não solidificam experiência”. O encarregado de Tecnologia da Informação e supervisor de comunicação, Alisson Alencar da Costa, de 33 anos, se encaixa perfeitamente ao perfil de um

jovem da Geração Y, pois sempre teve facilidade com as tecnologias e para fazer várias coisas ao mesmo tempo. Aos 15 anos começou a trabalhar com informática, foi nesse período também que assumiu o comando do grupo de jovens da igreja da qual faz parte. “Liderava um grupo de pessoas mais velhas, isso contribui bastante para o meu desempenho profissional”, conta ele, que se considera um líder nato. Atualmente, Alisson cursa Publicidade e Propaganda, mais um desafio em sua lista de tarefas. Sempre em busca de novos horizontes, conta que nunca passou mais de três anos trabalhando em uma mesma empresa. “Não me conformo com imposições, estou sempre tentando me superar”, diz. “Eu procuro sempre conversar com a equipe que trabalha comigo deixando claro que, independente de qualquer coisa, da roupa, se precisa sair mais cedo ou faltar, o cara tem que entregar o projeto determinado no prazo certo. Quando você tem essa liberdade, consegue produzir mais, ao contrário de antigamente quando assim que o patrão chegava, o segurança dava o alerta e era aquele alvoroço”, conclui. Cleiton, embora pertença à mesma geração de Alisson, vivência uma experiência diferente: a de construir uma carreira dentro da montadora. “Trabalho lá há sete anos e conquistei agora uma oportunidade na minha área, acho que a persistência vale à pena”, afirma o estudante de engenharia. Ao contrário de Cleiton e Alisson, Carlos Saviolli Morgon decidiu colocar sua

ansiedade por crescer e sua experiência como gestor hospitalar num negócio próprio. Ainda na faculdade fez estágio em várias empresas. “Passei por vários setores, mas não consegui me achar em nenhum deles”, explica. “Sempre trabalhei duro nas organizações pelas quais passei, mas nunca houve reconhecimento, por isso decidi abrir a minha empresa para conquistar o que desejo”, explica. A ideia de montar o restaurante surgiu graças aos dotes culinários da mãe, que sempre trabalhou no setor. “Ela sempre cozinhou muito bem e eu ainda moleque ajudava entregar as marmitas”, diz.

Hábitos de consumo

Vivemos numa sociedade na qual o consumo assume vários simbolismos. A ascensão econômica do País e a melhora do poder aquisitivo da população despertam a atenção das empresas, nem sempre preparadas para atender um novo tipo de consumidor. “A Geração Y, em função de suas características, mudou o ambiente mercadológico”, avalia Mauro Cabral, consultor em pesquisa estratégica e mercadológica da Octopus Comunicações . “As empresas que atuam nesse segmento estão se adequando às peculiaridades dele; muitas que consideravam as redes sociais como “bobagem de desocupados” reformularam suas posições”. Como presenciaram o surgimento da internet, celular e controle remoto, as empresas precisam ser ágeis e utilizacontinua


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

28

rem interatividade para se comunicar com essa geração. “As mídias tradicionais são usadas para essa comunicação, mas o celular, internet e redes sociais ganham espaço de forma acelerada”, explica Cabral. O consultor defende ainda que as organizações precisam, antes de mais nada, pesquisar, observar e perguntar aos clientes suas necessidades e anseios antes de atendê-los. Isso vale para as gerações X, Y e Z. “Não há mais espaço para empresas que tentam impor seus produtos e serviços ”. Empresas que prezam a transparência e comprometimento na venda de produtos e serviços são as preferidas pelos Y’s. “Atribuo a essa geração o início da demanda por produtos e serviços sustentáveis, a exigência por transparência das marcas – para tentar fidelizar os clientes – e a preferência por downloads

gratuitos e a propensão a pagar cada vez menos por conteúdos”, destaca Cabral. “Ética, transparência e sustentabilidade são as palavras de ordem”, conclui o consultor. A empresa Bridge Research desenvolveu um estudo com o propósito de traçar o comportamento, perfil de consumo e estrutura de gastos dessa geração, que está mudando globalmente a forma de fazer negócios e de se comunicar. Para a pesquisa, que analisou comportamento, visão do mundo, padrão, estrutura de gastos e perfil de consumo, foram entrevistadas 672 pessoas, sendo 48% homens e 52% mulheres, com idades entre 18 e 30 anos, pertencentes às classes A, B e C e moradores de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. “Características como valorização do jovem e da juventude, além de forte

influência da cultura do hedonismo estão presentes nos jovens da Geração Y, que são autores da maioria dos blogs e gestores de comunidades nas redes sociais”, explica Renato Trindade, presidente Bridge Research. Segundo a pesquisa, embora existam semelhanças comportamentais entre os integrantes da Geração Y, há diferenças que são determinadas pelo poder aquisitivo e o nível social. Essa diferenciação pode ser verificada nos resultados colhidos, na análise dos locais de compra, frequência das viagens e de consumo, posse de itens de conforto e velocidade de acesso a novidades. O estudo aponta ainda que as pessoas nascidas entre 1990 e 1995 estão mais atreladas aos valores da Geração Y – envolvimento com tecnologia e inovação e menor estrutura de gastos. Analisando o grau de educação, a pesquisa aponta que 84% dos entrevistados possuem alta escolaridade e 16% o primário e ginásio – completo ou incompleto. Quanto ao mercado de trabalho, mais de 48% dos entrevistados apenas trabalham enquanto 7% trabalham e estudam. No quesito renda pessoal, a pesquisa mostra que 36% desses jovens ganham entre R$ 862 e R$ 1.317, enquanto apenas 3% recebem entre R$ 3.944 e R$ 7.556 – nessa categoria. No estudo, os jovens com idade entre 18 e 22 anos são a maioria, ou seja, 42%. Logo em seguida, com 25%, aparecem os que têm entre 23 e 26 anos e 23% dos que têm entre 27 e 31 anos. A maioria dos entrevistados (76%) é solteira, enquanto 21% são casados ou moram com parceiros. A pesquisa reafirmou estudos anteriores: os valores que permeiam a Geração Y são velocidade, liberdade, consumo, individualidade e tecnologia. Trindade, entretanto ressalta antagonismos no comportamento desses jovens. “Eles valorizam a liberdade, mas buscam e testam limites; são liberais para o consumo e novidades, mas conservadores sociais; pensam em trabalho como meio de ganhar dinheiro, mas desconhecem planos de carreira; trabalho é remuneração, mas buscam o reconhecimento rápido; pensam no aqui e no agora, mas querem oportunidades futuras; amam a internet e a tecnologia, mas não gostam da impessoalidade do atendimento eletrônico ou por e-mail”. A dialética em seu comportamento fará deste contingente humano uma geração talvez mais questionadora de que a de seus pais.


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

29

R$48

R$64

Rua das Paineiras 395 Santo André–SP www.carolgregori.com.br

An_19x12_Dia_Melhor.indd 5

R$42

10/22/10 12:30 PM


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

CASAMENTO

30

Noivos tr dança em

A

música começa lenta. Os segundos em que Baby (Jennifer Grey) e Johnny Castle (Patrick Swayze) se olham e se aproximam criam uma atmosfera de expectativa na platéia que, aos primeiros contatos do casal, começa a se manifestar. À primeira mudança no ritmo da música, um rodopio de Baby demonstra que a coreografia irá surpreender ainda mais. Totalmente contagiante, a canção e a cena, vista por milhares de pessoas no filme Dirty Dancing (1987), foram resgatadas por casais que agora protagonizam na festa de casamento a dança eternizada pelo filme. “Desde de os 13 anos assisto ao filme, só não pensei que seria no meu casamento que realizaria esse sonho”, conta a professora de educação física Daniele Queiroz dos Santos, 29 anos. Ela e o marido, que adoram dançar, precisaram de apenas dois dias para aprender a coreografia, sozinhos. O casamento realizado há um ano com administrador de empresas Elder Junior dos Santos, 29 anos, ainda é lembrado pelos amigos que acompanharam a dança. “Todos dizem que foi lindo”, lembra. “Amei saber que me casaria com um homem que me seduDepois de aprender a coreografia para o casamento, Gleice e Rodrigo pretendem continuar dançando outros ritmos

Inove! Conheça a Tik Tak Toe

Vestido Princesa Camiseta Manga Longa a partir de R$

32,90

Bermudas e Saias Marisol várias cores e modelos R$

25,90

+ vestido de boneca

Chegou a coleção Teen Just for Ladies

R$

168,90 Vestido Teen R$

177,90

Av. Dr. Alberto Benedetti, 73 - V. Assunção - Santo André - 4316-5540 - tiktaktoekids@gmail.com

Promoção válida enquanto durarem os estoques

Bebê - Infantil - Teen


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

31

ransformam em cena de cinema

Daniele e Elder (esquerda) apresentaram a coreografia do filme Dirty Dancing. Com casamento marcado para o próximo mês, Mariane e Reinaldo (direita) ensaiam dança ao som da música que simboliza o início do namoro.

ziu com seu jeito de dançar”. “Antes era mais comum que os casais pedissem tango, bolero ou mesmo valsa. Agora, as pessoas lembraram do filme Dirty Dancing e essa tem sido a coreografia mais procurada”, conta a professora de dança do Estúdio Renato Motta, em Santo André, Sarah Batistuzzo, lembrando que a dança é complexa e acaba sendo adaptada de acordo com as dificuldades dos noivos. A surpresa continua sendo o grande trunfo da coreografia. “Quem está assistindo não está esperando, acha que vai ser aquela dança comum”, comenta Sarah. Aliada à surpresa da inovação na dança, a música contagia pelo ritmo e pela lembrança do filme. Para a bancária Gleice Donini de Souza, 29 anos, que recorreu às aulas, a experiência de aprender cada passo com o noivo foi marcante. “O nosso entrosamento foi muito bom durante as aulas, primeiro pela aproximação que elas promovem e também porque, pela coreografia, dependíamos de reforçar os laços de confiança”, lembra. O marido, o funcionário público Ro-

drigo Stuchi de Almeida, 30 anos, nunca havia dançado, mesmo assim acabou surpreendendo e conduzindo a esposa na hora da dança. Casados há pouco mais de um mês, Gleice e Rodrigo pensam em continuar fazendo aulas de dança. “Nós passamos nossa lua de mel em Buenos Aires e eu fiquei maravilhada com o Tango, pretendemos continuar dançando”. Com casamento marcado para dezembro, a secretária executiva Mariane Rodrigues Alves, 25 anos, e o especialista em cargos e salários, Reinaldo da Silva, 31 anos, já se preparam para primeira dança do casal. Os noivos estão aprendendo juntos cada passo de bolero, ritmo escolhido para primeira dança. “Escolhemos a música For Once In My Life, do cantor Michael Bublé”, conta Mariane. “É uma música que foi importante durante o início do nosso namoro”, reforça Reinaldo. Os dois se conheceram há cinco anos e estão se surpreendendo com o impacto da dança em suas vidas. “Está sendo muito prazeiroso dançar. A Mari sempre quis fazer aula de dança e eu tinha uma certa resistência. Acho que já estou mudando de ideia”, conclui.


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

SOLIDARIEDADE

32

Iniciativa promovida pela família Maccarios, arrecadou mais de 1,6 toneladas de alimentos, que foram doados para duas entidades assistenciais de Santo André.


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

33

Beleza e solidariedade de mãos dadas

O

s horários no Maccario’s Cabeleireiros, entre 20 e 21 de outubro, foram reservados para uma causa nobre. Todas as hidratações capilares realizadas nessas datas foram pagas com a solidariedade das clientes. Cada uma contribuiu com cinco quilos de alimentos não perecíveis na campanha promovida pelo sexto ano no salão. Comprometida com as causas sociais, a cabeleireira e empresária de Santo André, Vânia Maccarios, encabeçou um projeto para beneficiar instituições assistenciais da cidade. Denominada Hidratação Solidária, a ação arrecadou mais de 1,6 toneladas de mantimentos, que foram doados para duas entidades que cuidam de crianças carentes: a Vida Palmares e o Instituto Crescer Brasil. O filho de Vânia, Ricardo Maccarios, cabeleireiro e um dos sócios do negócio da família, está engajado na ampliação da campanha para outros salões do ABC.

“Após nos reunirmos com a administração dos salões interessados em participar do projeto faremos uma triagem dos que estão comprometidos com a iniciativa”, explica. A psicóloga Alice Santi considera a iniciativa brilhante. “Venho participando há alguns anos da campanha, que tem contribuído com as crianças e pessoas menos favorecidas do nosso País”, destaca. “Se a maioria das pessoas fizesse esse tipo de ação, o Brasil seria melhor”, conclui. A sociedade está cada vez mais consciente em relação a questões ligadas à sustentabilidade, cidadania e solidariedade, graças a ações desenvolvidas por entidades e empresas comprometidas com esses temas. “Isso nos impulsiona a prosseguir com o projeto e poder, ao mesmo tempo, continuar prestando serviços de qualidade aos nossos atuais clientes abrindo

as portas do nosso salão para uma nova clientela que chega impulsionada a ajudar aqueles que precisam”, destacou Ricardo Maccarios.

Trajetória

Instalado há mais de 30 anos no centro de Santo André, o Maccario’s Cabeleireiros é um dos mais antigos da cidade. O centro de beleza foi idealizado por Eduardo Maccarios, cabeleireiro há 40 anos. Hoje o espaço é dirigido pela família e conta com uma equipe de 13 colaboradores. A solidariedade é uma marca que vem se consolidando há pelo menos seis anos, quando a equipe começou a se engajar na campanha que ocorre anualmente no mês de aniversário do salão. Os motivos para comemorar são muitos – além da atitude solidária, o fundador do projeto recebe o apoio da esposa, Vânia, do filho, Ricardo, e da nora e maquiadora, Eliane Maccarios.


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

CONTO

34

Amor Platônico

P

amela apertou o botão com o vértice da pasta para chamar o elevador do prédio. Faltavam-lhe mãos! A manhã era em prenúncio que o dia prometia. Aliás, mais um dia enfileirado na semana curta para tantos compromissos. Às oito da manhã já tinha feito sua sessão de Yôga, após ter deixado a Pierina na escolinha, dado uma ajeitadinha na casa (a Maria só vem às quintas) e passado os olhos pelos emails. Agora, a caminho do trabalho, consultava os recados no seu “Blackberry”. Às nove tinha uma reunião com o pessoal do projeto e às dez o cliente queria o status do dia anterior. Tudo dentro dos conformes! No trajeto para o trabalho uma música suave no MP3 do carro amenizava o estresse no trânsito. Mas a mente, longe dali, repassava os últimos acontecimentos, e o pensamento viajava pelo tempo. Nos últimos cinco anos sua vida tomara novos rumos. Não que estivesse se queixando nem fazendo uma “mea culpa”. Nada de auto-análise a esta hora do dia! Deixava isso para as sessões com sua terapeuta. Mas não podia deixar de pensar na sua opção por ficar só com Pierina, depois de tentar segurar uma relação difícil com Marcos. Não se arrependia nenhum pouco da decisão tomada. É verdade que sua vida se tornara totalmente tomada pelos compromissos assumidos. Mas sabia de suas qualidades em se organizar e cumprir tudo com prazer e zelo.

Pamela sabia, no entanto, que seu ritmo não podia sofrer nenhuma interferência externa, sob o risco de quebrar seu esquema de vida tão hermético e harmônico. Sua filha, agora com três anos, já lhe dava o retorno afetivo que infla o ego da mãe sempre presente que ela se esforçava por ser. É verdade que isto lhe custa alguns cortes na jornada de trabalho sempre interminável e sua ausência naqueles happy hours com a turma do escritório. Mas ela pondera, sem qualquer dúvida, que vale a pena tudo isto. Entre um semáforo e outro ela recorda seu relacionamento com Marcos, que nem sempre foi tão complicado. No início, ele passava no escritório às seis da tarde para irem dar uma esticada em algum lugarzinho da moda. Lembrou também que, sempre que possível, eles iam almoçar no shopping e rolava um momento gostoso na sorveteria do boulevard. Momentos bons que logo foram ficando escassos com a promoção de Marcos e seu novo trabalho, após Pierina ter nascido. O motoboy quase leva o retrovisor de seu carro! Normal. Mas não culpa Marcos nem a si mesma pelos ocorridos. Contingências da vida. Está certo que ambos não jogaram a toalha sem antes lutarem bastante para manter a relação. Tentaram de tudo: viagem romântica, cruzeiro marítimo, novo apartamento com quartinho especialmente decorado para Pierina. Até mudaram seus ritmos de trabalho. Procuraram se espiritualizar mais. Sua prática na Yôga e hábitos saudáveis na ali-

mentação são heranças deste período. “Não precisa lavar o pára-brisa, não, por favor”, fala Pamela para a menina que se aproxima com água e sabão. Pamela passa seu crachá na cancela eletrônica e, pronto, já adentra à sua “arena”. Mais um dia a espera. Ela pensa: “matar um leão por dia”, como dizem, não é tão complicado assim. Difícil é “domar um leão por dia”. E isto era sua missão “domar” seus clientes sempre ávidos por resultados imediatos, “rugindo” em seus ouvidos. Mas nem tudo é tão árido assim. Primeiro uma passada no café e um minuto de papo jogado fora com as amigas. O


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

coffee shop está lotado e ela pega sua xícara e encosta num canto com Renata, amiga agradável e sempre disposta a uma conversa descontraída. Nada de trabalho! Afinal um pouco de futilidade ajuda a desopilar o fígado. O papo tava bom, mas vamos à luta! O dia transcorre na normalidade possível e o fim de tarde traz um momento de relativa tranquilidade. Não precisara pegar Pierina na escola hoje, pois era dia do Marcos ficar com ela. Ele ligou às cinco horas avisando que já estavam indo para a casa de sua irmã. Era festinha do aniversário da Iva Maria, priminha de Pierina, que se adoravam. Três anos também.

35

Pamela respirou fundo, fechou seus emails; já havia concluído o relatório do dia. Pouco incêndio para apagar no dia seguinte. Fez um retorno na mensagem do gerente do escritório de Detroit. Noite caindo pela janela do prédio. Resolveu abrir seu MSN para teclar com sua amiga Renata. Após algumas risadas frente à tela (“será que vão pensar que sou louca?!”), Pamela resolve ceder às insistências de Renata e começa a teclar com Fabio, que foi designado para o escritório de Milão. Primeiras linhas, um pouco tímida e formal nas palavras, Pamela se dá conta que está “fora de forma” para estas coi-

sas do coração. Mas Fabio muito gentil e com ótima presença de espírito, consegue transformar o chat numa sessão agradável e divertida. Algumas risadas solitárias, traduzidas em “rsrsrs” ou “kkk” pelo teclado. Nada mal para um começo de “tele-love”, ou seria “web-love”?... nada disso! Só um pouco de romantismo... Afinal qual mulher não gosta de elogios?! Algumas semanas de MSN, várias fotos, acessos ao Orkut, vídeo de um passeio por Verona, onde Fabio fez uma produção independente sobre a casa onde viveu Julieta e seu proibido amor com Romeu. Nada mais romântico! Fabio tem sido uma agradável surpresa. Já era frequentador assíduo das noites de web-cam com Pierina, em longos bate-papos. Pierina já conversava com Fabio que sempre tinha uma novidade para ela: um joguinho em 3D, um desenho eletrônico para colorir via computador e tantos mimos mais. Porém Pamela sabia que Fabio tinha compromisso com a empresa e já se tornara pessoa chave na operação da Itália. “Ok relaxa!” Pensava Pamela. A solução era curtir esta relação digital e deixar a vida fluir. Planos para uma viagem para Itália, passando por Milão e conhecer Veneza, numa gôndola ao som de “o sole mio”, tomar um vinho ao sol da Toscana, sem deixar de passar em Verona e deixar um abraço em Julieta. Enquanto isto, Pamela e Fabio vivem intensamente este amor possível, platonicamente, nos limites da Internet. Ela até lhe escreveu um pequeno poema, enviado com email todo decorado. Coisas da Web.


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

CIDADANIA

36

Educação e cultura unidas na formação do indivíduo Edilson Caldeira

P

or diversos anos fui secretário de Cultura da cidade de Vinhedo, no interior de nosso estado. Antes disso, um dos meus maiores empenhos foi o de transfor-mar o departamento de cultura, até então ligado à Secretaria de Educação, em uma secretaria municipal independente. Tanto fiz, que consegui! Em pesquisa recente, verifiquei o crescimento que vem ocorrendo na criação de Secretarias de Cultura em municípios do Estado e em todo Brasil. É visível a preocupação e interesse de diversos chefes do executivo municipal em fomentar as atividades culturais e na criação de uma secretaria dessa competência, que eleva ainda mais a credibilidade do gestor. Isso é bom? Sim, sem dúvida é maravilhoso! É a cultura recebendo o respeito me-recido. Mas hoje, trabalhando na Secretaria de Estado da Cultura e acompanhando as atividades do setor em diversos municípios do interior do estado, vejo que o in-teresse pela cultura se faz por meio da formação do individuo, competência da educação. Em recente palestra proferida pelo professor Teixeira Coelho Neto - um dos baluar-tes da cultura nacional – suas palavras forma enfáticas em relação ao direito do ser humano em participar da vida cultural, conforme consta na Carta dos Direitos Cul-turais de 1946. Temos, sim, este direito, porém para o

vivenciar cultural identificando-se com a diversidade. Uma prova da importância dessa união é o crescimento de investimentos e pesqui-sas em arte-educação, conforme comprova o trabalho brilhante da arte-educadora Ana Mae Barbosa. Não basta a formação acadêmica em Artes Visuais, o professor tem a obrigação de estimular o gosto pelas artes em geral e torná-lo prazeroso aos alunos. Para isso, ele próprio precisa ter tal bagagem, o que, infelizmente, não faz parte da grade curricular das universidades. Educação e cultura devem caminhar juntas, de mãos dadas, de forma clara e coe-rente, uma complementando a outra. Cabe aos professores e gestores culturais acender e manter acesa a chama do conhecimento e principalmente do interesse no “viver cultural”. Na referida palestra de Coelho Neto, quando este foi indagado com a clássica per-gunta: “O que é cultura?”. Sua resposta foi simples, mas repleta de conteúdo: “Cul-tura é o que muda!”. exercemos, temos que saber o que é cultu-ra. Ela tem de ser introduzida já nos primeiros anos da vida escolar a fim de que, no futuro, a criança esteja familiarizada com tal atividade; e mais que isso, tenha prazer no

Edilson Caldeira Supervisor de Programas e Projetos da Abaçaí Cultura e Arte Secretaria de Estado da Cultura


37

TURISMO

Tofo

Beleza dentro e fora do mar

Q

uando Vasco da Gama aportou na cidade moçambicana de Inhanbane, em 1498, provavelmente não sabia o tesouro que encontrara. Acredita-se que o nome foi dado devido a uma forte chuva que afligia o

local no momento. Os nativos começaram a gritar e atrair os visitantes para um local de “proteção da chuva”, que, no dialeto local, era pronunciado com “Inhanbane”. Os portugueses acharam que eles lhes davam boas vindas, anun-

ciando o nome do local onde ancoravam. O nome ficou. Como de costume, os recém chegados acharam que, por bem, deviam trazer continua


junto a “civilização”. Terminou que Moçambique foi colônia portuguesa por mais de 400 anos. Hoje, no entanto, livre do domínio imperial, a porta de entrada dos portugueses – Inhanbane – não poderia estar melhor. Com mais de 1.200 habitantes, um dos mais antigos povoados da África Austral é ponto turístico obrigatório aos amantes do mergulho. O nome da praia dos sonhos: Tofo.

Um mergulho no paraíso

Imagine a situação: um belo dia de sol. Você, orientado pelos monitores, veste os equipamentos de mergulho. Ao longe, é possível ver as águas cristalinas cintilando à luz. A areia fina e branca, sob seus pés, parece abrir alas à sua marcha que, passo após passo, o leva a embarcação. Em pouco tempo, o mar aberto é sua vista. Sentado de costas para o horizonte, na borda do barco, você segue as últimas instruções. Seu coração dispara; você se atira, arqueando o dorso para o oceano. A água quente e salgada envolve seu corpo... Pronto. O paraíso está a sua volta.

Visitantes submarinos

A poucos metros da superfície, uma comunidade de golfinhos surge para brindar seus visitantes. Brincalhões, eles nadam em círculos, em espirais, pulam e fazem as mais diversas peripécias. Um tubarão recifal aparece para ver o que está acontecendo. De aspecto calmo, com boca de “peixe-limpa-vidro”, ele se posta sobre as pedras – com seus mais de dois metros de comprimento – acompanhado por um cardume de peixes coloridos, que lhe servem de “auxiliares de limpeza”, absorvendo as parasitas de seu couro. Uma variedade infindável de formas e cores se espalha ao redor com


39

os peixes. Alguns parecem ter vindo diretamente do cinema. Impossível não pensar em “Procurando Nemo”. Outros, com corpos muito finos, dão a impressão de desaparecer quando mudam de ângulo e nadam perpendiculares. É como se voassem. Uma sombra se forma de repente, flutuando sob as cabeças, uma admirável Raia Manta, de mais de três metrôs passa como um pássaro; inerte e despreocupada, desaparece na imensidão azul, nadando com beleza antigravitacional. Mas esta não é a maior surpresa. Ao longe, uma silhueta se forma. Vagarosamente, se aproximando, um animal colossal faz seu coração palpitar. Ao que parece, o ser fantástico possui mais de 30 metros. Sua forma, que aos poucos se torna lúcida, traz em si – ao mesmo tempo em que espanta – uma calma enigmática. A luz que atravessa a água faz com que finalmente se possa mirar o que vem vindo: É um tubarão baleia. Maravilhado, você se aproxima do espécime. Ele parece não se importar com a presença de ninguém. Magnânimo, segue nadando. Como se o mundo ao seu redor existisse simplesmente para lhe ornamentar. Nadando ao seu lado, tocando seu corpo, finalmente se percebe a ínfima parte que ocupamos no mundo. Ele parte, e você o deixa partir. Ao longe, desaparece na imensidão aquática que, não pode ser chamada de outra coisa senão paraíso.

Viagens especiais para momentos inesquecíveis

Roteiro

Os mergulhadores que desejam praticar a modalidade na região africana, a operadora de turismo brasileira Freeway Diving oferece um roteiro exclusivo de nove dias na região. Informações disponíveis no portal www.freewaydiving.tur.br.

• Roteiros Personalizados • Cotas de lua de mel com espaço exclusivo em nosso site para acompanhamento dos convidados • Cruzeiros • Câmbio de moedas estrangeiras LOJA 1 - SHOPPING ABC SANTO ANDRÉ LOJA 75 11 4437-3211 (TURISMO) 11 4432-1933 (CÂMBIO)

LOJA 2 Avenida Lino Jardim, 550 11 4437-3222


40

Panetones chegam às prateleiras

A

s gôndolas da Padaria Brasileira já foram invadidas por panetones, que neste ano trazem deliciosas novidades. Além dos tradicionais sabores frutas cristalizadas e gotas de chocolate, os panetones da Brasileira ganharam mais dois sabores que deixarão o Natal muito mais saboroso. Agora você também encontra panetone recheado com goiabada e panetone de chocolate com nozes. Em embalagens de 500 gramas, os panetones da Padaria Brasileira são uma ótima opção de presente para este fim de ano, bem como as cestas natalinas, disponibilizadas em diversas combinações, já montadas ou de acordo com os produtos escolhidos pelo cliente, que vão de panetones e bolos a vinhos e espumantes.

Sorvete para refrescar Com a elevação das temperaturas, uma boa sugestão são os sorvetes de massa de fabricação própria da Brasileira, que seguem a autêntica receita italiana e podem ser consumidos na própria rede ou levados

para casa em embalagens de 400 gr. Em breve, três novos sabores completarão a linha formada por Gianduia, Iogurte com Amarena, Manga, Morango com leite, Creme, Flocos, Chocolate e Coco.

Padaria Brasileira leva você à Espanha. ¿Qué Tal?” A Padaria Brasileira quer presentear seus clientes com uma agradável viagem para a Espanha. Até o dia 08 de dezembro, você poderá participar do concurso cultural “A Padaria Brasileira leva você à Espanha. ¿Qué tal?”, respondendo à pergunta do cupom disponível nas unidades Matriz, Figueiras e Paço Municipal, em Santo André, e na de São Bernardo. O autor da frase mais criativa ganhará uma viagem, com direito a um acompanhante, para Madri ou Barcelona. Serão cinco pernoites, incluindo passagem e estadia. Não perca tempo e corra para a Brasileira, pois este concurso poderá lhe proporcionar o tão esperado presente de Natal, já que o resultado do ganhador será divulgado uma semana antes do dia 25 de dezembro. Participe e boa sorte!


Bienal de São Paulo une Arte e Política

O

*regulamento no site: www.sevenidiomas.com.br/satisfacaogarantida

fio condutor desta 29ª Bienal de Arte de São Paulo é a política, temática presente nas obras dos 159 artistas que expõem seus trabalhos até o próximo mês, no Pavilhão do Ibirapuera. Sob o título “Há sempre um copo de mar para um homem navegar”, verso da obra Invenção de Orfeu (1952), do poeta Jorge de Lima, esta edição contempla, sobretudo, a experiência humana em sociedade traduzida em mais de 850 obras. Pode-se dizer que a arte passou a encarar os temas políticos a partir da Revolução Francesa (1789). Um dos expoentes desta prática foi Eugène Delacroix. Em seu quadro La liberte guidant le peuple (A liberdade guiando o

povo), retratou a Revolução de julho de 1830, que derrubou o Rei Carlos X. A ilustração apresenta uma mulher, portando a bandeira tricolor da Revolução Francesa em uma mão e um mosquete na outra. Caminhando sobre corpos ela segue, acompanhada pelo povo armado, rumo à liberdade. O quadro de Delacroix se tornaria a partir de então um marco na representação políticA por meio das manifestações artísticas. Cento e oitenta anos depois, fotos, colagens, misturas de cores e sentimentos são os veículos mais pautados para representar a realidade. E sem nenhuma perda, esse estilo contemporâneo – em alguns momentos até futurista – expres-

sa com clareza os anseios e angústias que atingem a vida nos dias atuais. Nesta edição, a Bienal integra a arquitetura nos seis terreiros montados para realização de atividades, que servem, também, como ambientes de convívio. Os trabalhos, no entanto, não se resumem à realidade brasileira. Artistas do mundo expõem seus trabalhos, com presença expressiva dos latino-americanos. A 29° Bienal de São Paulo fica até 12 de dezembro no Parque do Ibirapuera (Av. Pedro Álvares Cabral, s/n°, Moema), de segunda à quarta-feira das 9h às 19h. Quintas e sextas-feiras das 9h às 22h. Sábados e domingos das 9h às 19h. A entrada é gratuita. Mais informações pelo portal www.29bienal.org.br.

Ready2GO Seu inglês em

forma em um mês!

Agora em um mês você aprende a falar exatamente o que precisa em aulas especiais para quem tem conhecimento mínimo de inglês mas precisa incrementar a conversação.

Ready2GO Ready2GO Ready2GO Business

Travel

Seven São Bernardo Avenida Wallace Simonsen, 435 Nova Petrópolis www.SEVENIDIOMAS.com.br

4125-3556

Travel for Teens


42

Dia Melhor Indica

Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

Pennywise vem a São Paulo

F

ormada em 1988, o Pennywise é considerada uma das mais importantes bandas do cenário punk rock mundial. Com influências de bandas como Nofx, Rancid, Bad Religion e outras, os californianos do Pennywise estarão em São Paulo – como se diz em referência a shows de rock – “quebrando tudo” com sua música rápida e pesada. O espetáculo acontece em 3 de dezembro, na Via Funchal, às 22h. Os ingressos já estão à venda pelo portal www.viafunchal.com.br e em pontos de venda por todo o Brasil. Os preços variam entre R$ 120 e R$ 200 – estudantes pagam meia-entrada. O Via Funchal fica na Rua Funchal, 65, Vila Olímpia, São Paulo. Tel. 2144-5444.

Banda do ABC abre o show O Nitrominds, banda natural de Santo André, será o responsável por esquentar o público para a entrada do Pennywise. Com mais de 16 anos de estrada, a banda já excursionou pela Europa ao lado

de nomes como Bambix e Down By Law, já soma mais de dez turnês internacionais, com shows pela Argentina, Canadá, Alemanha, Holanda, Espanha, Áustria, Suíça, entre outros países, além de ser uma das pioneiras no estilo Hard Core no País.


BARES Santo André Adega do Jabá R. São Francisco de Assis, 121 – Vila Luzita. De terça a sábado, das 10h45 às 22h30, e aos domingos, das 10h45 às 16h30. Cartões: Rede Shop, MasterCard, Maestro, Visa Electron e Ticket Restaurante. Tel. 4451-0699. Bossa Brasil Bar R. das Figueiras, 1067 – Bairro Jardim. De segunda a sábado, das 18h às 2h. Tel. 4468-1784. www.bossabrasilbar.com.br. Brazuka Sport Bar R. Padre Manoel da Nóbrega, 424 – Bairro Jardim. De terça a domingo, das 16h até o último cliente. Tel. 4994-4280. Enio´s Bar Grill R. das Esmeraldas, 379 – Bairro Jardim. De terça a domingo, a partir das 17h até o último cliente. Tel. 4994-2660. Galeteria Santo André R. das Figueiras, 1408 – Bairro Jardim. De terça a sexta-feira, das 16h às 24h, sábados, das 12h às 24, e aos domingos, das 12h às 19h. Tel. – 44381595. www.galeteriasantoandre.com.br. Mezzanine Lounge R. das Figueiras, 1410 – Bairro Jardim. Tel. 44638103. www.mezzanine.com.br. Para-Raio R. das Figueiras, 1339 – Bairro Jardim. Tel. 44387435. www.barpararaio.com.br São Bernardo do Campo Bar Central Av. Kennedy, 180 - Jardim do Mar. Tel.: 4125-8089. Bar do Bolinho R. João Pessoa, 262 – Centro. Tel. 4509-9855. Bar do Camarão R. Frei Gaspar, 153 – Centro. Tel.: 4129-7619. www.bardocamarao.com.br Bar do Espeto Av. Imperatriz Leopoldina, 345 – Nova Petrópolis. De segunda a sexta-feira, das 17h até o último cliente, sábados e domingos, a partir das 11h30. Tel. 3907-3091. www.bardoespeto.com.br.

RESTAURANTES Santo André Baby Beef R. das Bandeiras, 166 – Bairro Jardim. Tel. 4436-7869. www.babybeefjardim.com.br Bela Cozinha R. Duque de Caxias, 262 – Jd. Bela Vista. Tel. 4438-6702. Boa Mesa Restaurante – Ibis Hotel Av. Industrial, 885 – Bairro Jardim. Tel: 4979-7800.


44

Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

Ernesto Neto expõe no MAM

C

onsiderado um dos expoentes nas artes plásticas brasileira, o carioca Ernesto Neto presenteia os paulistanos com sua nova exposição: “Dengo”. Por meio de diversas peças e ambientes lúdicos confeccionados em crochê, o artista proporciona ao expectador um ambiente imersivo único. Enquanto o visitante passeia por ambientes onde pendem do teto estalactites gigantes em linhas coloridas, é possível um contato direto com as peças. Por intermédio de elementos que podem ser usados e manuseados, como pencas de saquinhos ora recheados de balas comestíveis, ora confeccionados em delicado tecido estufado pelo perfume da camomila, o visitante se insere no universo proposto por Neto. Pequenos fogareiros e fogões fazem vez de bases de algumas das colunas de crochê. Grandes estruturas brancas permitem ao visitante interagir com seus contornos macios. Cadeiras e bancos que servem de repouso ao público são içados pela trama que brota do teto como um organismo vivo que domina o espaço. A mostra está em cartaz no Museu da Arte Moderna (MAM), localizado no Parque do Ibirapuera (Av. Pedro Álvares Cabral, s/n°, Moema), portão 3. Os ingressos custam R$ 5,50, de terça-feira a domingo e feriados das 10h às 18h. Outras informações pelo telefone: 5085-1300.

Cabriolet Restaurante – Mercure Hotel Av. Industrial, 885 – Bairro Jardim. Tel: 4979-7909. Cantina Paolo Av. Andrade Neves, 623 – Vila Helena. De terça-feira a sábado, das 19h ao último cliente; domingo, das 11h30 ao último cliente. Tel. 4973-2121. Cartões: Visa. Serviço delivery. www.cantinapaolo.com.br. Casa da Costela R. das Paineiras, 147 – B. Jardim. Tel: 4438-5155. Casantiga R. Santo André, 596 – Centro. Tel. 4438-9355. Costelaria Berlin Alameda São Caetano, 719 – Bairro Jardim. De terça a quina-feira, das 11h30 às 24h, sexta e sábado, das 11h30 às 1h, e aos domingos, das 11h30 às 16h30. Cartões: American Express, Visa, Visa Electron, Mastercard, Diners, Rede Shop, Maestro, VR Smart e Ticket. Tel. 4427-4577. www.berlin.com.br Costela Dourada Al. São Caetano, 130 – Bairro Jardim. Tel. 28963004. Serviço delivery. www.churrascariacosteladourada.com.br. D´Breschia Av. D. Pedro II, 444 – Bairro Jardim. Tel: 4992-2880. Domburi Av: Industrial, 600, loja FF-10 – Centro. De domingo a sexta-feira, das 11h30 às 22h, e aos sábados, das 11h30 às 23h. Tel. 4979-5379. www.domburi.com.br. La Cantina R. Padre Manoel de Paiva, 66 – Bairro Jardim. Tel. 4436-0343. Jabá do Ribamar R. Columbia, 1557 – Parque das Nações. De segunda a sábado, das 11h às 23h, e aos domingos, das 11h às 15h. Cartões: Mastercard, Maestro, Visa Electron e Redeshop. Tel. 4479-3302. Mangá Alameda São Caetano, 374 – Bairro Jardim. De terça a quinta-feira, das 12h às 15h, e das 19h às 23h; sextas das 12h às 15h e das 19h às 24h; sá-


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

bado e domingo, das 12h às 16h e das 19h às 24h. Tel. 4992-1927. www.restaurantemanga.com.br. Marisqueira Barcelona R. das Figueiras, 481 – Bairro Jardim. Tel. 4125-5141. Marzão Frutos do Mar II Alameda São Caetano, 684 – Bairro Campestre. De terça-feira a sábado, das 11h às 23h. Tel.: 49909689. www.marzao.com.br. Paineiras R. das Paineiras, 378 – Bairro Jardim. Tel. 4990-8317. Palácio Tai-Chi Av. Arthur de Queirós, 112 – Casa Branca. Tel. 4436-2288. Picanha na Tábua R. Jaguari, 517 – Bairro Jardim. Tel. 4421-3574. Pilão Mineiro Av. D. Pedro II, 1172 – Bairro Jardim. Tel. 44362779. www.pilaomineiro.com.br. Porto Jardim R. das Pitangueiras, 712 – Bairro Jardim. Tel. 4436-7191. Praiano Restaurantes Rod. Índio Tibiriçá, Km 37. 4439-7133. Questo Pasta R. das Bandeiras, 437 – Bairro Jardim. Tel. 49942384. www.questopasta.com.br Rosa’s Churrascaria R. Natal, 285 – Bairro Silveira. Tel. 4972-1699. www.rosaschurrascaria.com.br Tendal Grill Av. Dom Pedro II, 518 – Bairro Jardim. Cartões: American Express, Diners Club, MasterCard e Visa. Tel. 4436-4752. Universo Maria Alameda São Caetano, 395 – Bairro Jardim. Tel. 4432-2998. www.universomaria.com.br Vereda do Bacalhau Av. Padre Manuel da Nóbrega, 160 – Bairro Jardim. De segunda a quinta-feira, das 11h30 às 15h e das 19h às 22h; sexta, das 11h30 às 15h e das

45

Acredite, um espírito baixou em mim

I

magine um homossexual assumido que, após passar desta para melhor, reencarna num machista radical. Em resumo, este é o assunto da trama de “Acredite, um espírito baixou em mim”, com direção de Sandra Pêra, e elenco formado por Ilvio Amaral, Maurício Canguçu, Adriana Ferrari, David Cardoso Jr e Mauro Pucca. Lolô (Ilvio Amaral) morre durante um acidente de carro. Sem acreditar na própria morte, se nega a ficar no céu e volta à terra. Aos poucos, ele vai descobrindo seus poderes e fazendo uma série de atrapalhadas até incorporar em Vicente (Maurício Canguçu), um machista in-

veterado noivo de uma “perua” ciumenta chamada Normanda (Adriana Ferrari). A dupla personalidade do noivo termina por, além de abalar o romance, revelar a homossexualidade latente de seu cunhado Lucas (David Cardoso Jr). Mas nem tudo está perdido, pois um Guardião do Céu (Mauro Pucca) é designado por Deus para descer a Terra e acabar com as estripulias de Lolô. A peça fica em cartaz no Teatro Anhembi Morumbi (R. Dr. Almeida Lima, 1.134, Brás) até 28 de novembro, às sextas-feiras (21h30), sábados (21h) e domingos (19h). Outras informações pelo telefone 2872-1457.


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

46

19h às 23h; sábado, das 11h30 às 15h30 e das 19h às 23h, e aos domingos, das 11h30 às 16h. Tel. 4438-6899. www.veredadobacalhau.com.br. Viena (Shopping ABC) Av. Pereira Barreto, 42 – Paraíso. Tel. 4437-5944. São Bernardo do Campo Adega do Dino R. Jundiaí, 254 – Vila Baeta Neves. Tel. 4125-8267. Bacalhau e Vinho Verde R. Padre Lustosa, 374 – Centro. Tel. 4123-5651. www.bacalhauevinhoverde.com.br. Basket Chiken Av. Francisco Prestes Maia, 421 – Centro. Tel. 4125-3441. Berlin Costelaria Av. Kennedy, 510 – Jd. Do Mar. Tel. 4125-6054. www.costelariaberlin.com.br. Bernardus Restaurante R. Dr. Fláquer, 455 – Centro – (Anexo ao Flat Saint Moritz). Tel. 4330-1106 Bordon´s R. Municipal, 349 – Centro. Tel. 4123-3225. Braseiro Serrano Av. da Praia, 39/45 – Riacho Grande. De segunda a sábado, das 11h45 às 15h e das 18h às 23h, aos domingos, das 12h às 17h. Tel. 4354-0576. www.braseiroserrano.com.br.

Cantina do Zelão R. Jurubatuba, 926 – Centro. Tel. 4121-5383. Cantina Fratelli D’Itália R. Doutor Fláquer, 515 – Centro. De terça a domingo, das 12h às 15h30. Tel. 4330-2997. www.cantinafratelli.com.br. Canto Verde R. Dr. Fláquer, 644 – Centro. Tel. 4123-1968. Caravana Av. Piraporinha, 35 – Planalto. Tel. 4341-7688. Contemporâneo R. Municipal, 160 – Centro. Tel. 4331-1284 ou 4337-2753. Dona Joanna R. Olavo Gonçalvez, 257 – Vila Gonçalvez. Tel. 4338-3065. Almoço, de quinta-feira a domingo, a partir das 12h; jantar, de quinta-feira a sábado, a partir das 19h. www.donajoanna.com.br. Don Blas Av. Francisco Prestes Maia, 820 – Centro. Tel. 4330-3365. www.donblas.com.br. Florestal Av. Maria Servidei Demarchi, 2998 – Demarchi. Tel. 2823-0222. www.restauranteflorestal.com.br. Flutuante Nautilus IV Rodovia Anchieta, km 29 – Riacho Grande. De terça a quinta-feira, das 17h às 23h; sexta e sábado, das 11h às 2h, e aos domingos, das 11h às 14h. Tel. 4354-9749.

Churrascaria do Vavá

Av. dos Estados, 2221 - Vila Metalúrgica. De segunda a domingo, das 11h30 às 23h. Excelente espaço com música ambiente e ar condicionado, além de estacionamento com manobrista, serviço de internet Wi Fi, além de fraldário. Tel.: 4461-2724. www.vavachurrascaria.com.br.


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

47


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

48

ESPAÇOS CULTURAIS Cinemas São Paulo HSBC Belas Artes R. da Consolação, 2423 – Centro. Tel. 3258-4092. www2.hsbc.com.br. Unibanco Augusta R. Augusta, 1470 e 1475 – Consolação. Tel. 32886780. www.unibancocinemas.com.br. Reserva Cultural Av. Paulista, 900 – Bela Vista. Tel. 3287-3529. www.reservacultural.com.br. Unibanco Augusta R. Augusta, 1470 e 1475 – Consolação. Tel. 32886780. www.unibancocinemas.com.br. Unibanco Frei Caneca R. Frei Caneca, 569 – Cerqueira César. Tel. 34722365. www.unibancocinemas.com.br. Teatros Santo André Municipal de Santo André Praça IV Centenário, s/n – Centro. De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Bilheteria de terça a sábado, das 14h às 18h, e aos domingos, das 15h às 19h. Estacionamento do Paço Municipal gratuito após 17h, nos finais de semana e feriados. Tel.: 4433-0789. Conchita de Morais Praça Rui Barbosa, 16 – Santa Terezinha. Tel. 49962164. www.escolalivredeteatro.blogspot.com. Escola Livre de Teatro Praça Rui Barbosa, 12 – Santa Terezinha. Tel. 4996-2164.

São Bernardo do Campo Cacilda Becker Praça Samuel Sabatini – Paço Municipal. Tel. 43481081. Elis Regina Av. João Firmino, 900 – Assunção. Tel. 4351-3479 Lauro Gomes R. Helena Jacquey, 171 – Rudge Ramos. Tel. 4368-3483 Câmara de Cultura Antônio Assumpção R. Marechal Deodoro, 1325 – Centro. Construída provavelmente em 1890, por José D’Angelo, foi ocupada pela 1ª Câmara Municipal do antigo Município de São Bernardo, que envolvia todo o atual ABC, onde no ano de 1892 tomaram posse os primeiros vereadores eleitos pelo povo. Tel. 4125-0054. Patrimônio Histórico R. João Pessoa, 236 – Centro. De segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h30. Tel. 4123-8858.

PARQUES São Bernardo Cidade da Criança R. Tasman, 301 – Jd. Do Mar. Espaço voltado à diversão e aprendizagem, com atrações educativas como o planetário e um playground que faz um mergulho pelo corpo humano. Aberto de quarta-feira a domingo das 9h às 17h. Das 6h às 9h o parque é aberto exclusivamente para caminhadas e prática de exercícios físicos. Entrada gratuita. Brinquedos: R$ 2,00. Circuito de Arvorismo e irolesa é R$ 10. Estacionamento: R$ 6,00. Tel. 4121-9891. Cidade-Escola da Juventude Av. Armando Ítalo Setti, 65 – Centro. Com mais de 21 mil metros quadrados, o parque abriga diferentes modalidades de esportes radicais, entre elas: skate, patins in line, bike, tirolesa, rapel e escalada. Tel. 4121-2622. Engenheiro Salvador Arena Av. Caminho do Mar, 2.980 – Rudge Ramos. Es-

paço conta com pista de caminhada, lago com chafariz e cachoeiras artificiais, teatro de arena com arquibancada para 420 pessoas, playground, área para prática de atividades físicas, além de um aquário de água doce. Tel. 4368-1246. Estoril R. Portugal, s/n – Estoril, Riacho Grande. Com 60 mil m² de área verde, o Parque Estoril une a beleza da Mata Atlântica aos encantos da represa Billings. De quarta-feira a domingo, das 9h às 17h. Entrada: de quarta à sexta: R$ 2,00 Estacionamento: R$ 3,00; Sábados, domingos e feriados: R$ 3,00 Estacionamento: R$ 5,00. Tel. 4354-9318. Rafhael Lazzuri Av. Kennedy, 1111 – Parque. São Diogo. Parque ocupa uma área de 25 mil metros quadrados, com: playground, pista de cooper e caminhadas, teatro de arena e edificação de apoio, como lanchonete, sanitários, fraldário, atendimento médico(primeiros socorros) e administração. Tel. 4332-4510 Santo André Antônio Fláquer (Ipiranguinha) R. Cel. Seabra, s/nº – Vila Alzira. Área densamente arborizada com playground, área para caminhada, equipamentos para ginástica, palco e sanitários. Diariamente, das 6h às 22h. Aos domingos acontece a feira de artesanato. Tel. 4992-1168. Chacara Pignatari Av. Utinga, 136 – Vila Metalúrgica. Espaço possui playground, área para caminhada, brinquedoteca, a Escola Livre de Cinema e Vídeo, que oferece cursos de cinema e vídeo para adultos e adolescentes, quadras para prática de esportes e atividades físicas, campo de malha, vestiários e sanitários. Diariamente, das 6h às 22h. Tel. 4997-4063. Central R. José Bonifácio, s/nº – Vila Assunção. Com 40 mil metros quadrados de gramado e 8 mil metros quadrados de canteiros, o espaço oferece aos visitantes pista de caminhada, ciclovia, praças de convivência, playground, lago, palco em forma de concha, pista de automobilismo rádio-controlado, campo de futebol, 4


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

Exercícios controlados pela mente, que trabalham o corpo como um todo, desenvolvendo estabilidade corporal para uma vida mais saudável.

FISIOTERAPEUTAS ESPECIALIZADOS AULAS PERSONALIZADAS INDIVIDUAIS OU EM GRUPO USO DE APARELHOS E ACESSÓRIOS ORIGINAIS DO MÉTODO AGENDE UMA AULA EXPERIMENTAL GRATUITA! www.flypilates.com.br Tel.: (11) 2772-8033 Av. Dom Pedro II,125 sl 123 Bairro Jardim - Santo André - SP

49

quadras poliespostivas, praças com equipamento de alongamento e ginástica e bicicletário. Diariamente, das 6h às 20h. Tel. 4426-6628. Cidade dos Meninos R. Batávia, s/nº – Parque Novo Oratório. Local possui campo de areia, anfiteatro e área para caminhada entrecortada por curso d’água. Funciona diariamente das 6h às 18h. Espaço Ulysses Guimarães R. Tirana, s/nº – Vila Matarazzo. Local possui acesso para deficientes físicos, sanitários com fraldários, pista de caminhada de 300 metros, quadra poliesportiva, campo de futebol gramado, pista de skate, playground, campo de malha e área com aparelhos de ginástica. Diariamente, das 6h às 18h. Juventude Av. Capitão Mário Toledo de Camargo s/nº– Jardim Ipanema. Local é equipado com playground, quadras para prática de esportes, campo de futebol, rampa para skate, palco, área para caminhada, vestiários e sanitários. Diariamente das 6h às 18h. Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba Av. Rodrigues Alves, 473-A – Centro de Visitantes. De terça a domingo, das 9h às 17h. Tel. 4439-0321. Norio Arimura R. Macedônia, s/nº – Parque Capuava. Parque conta com anfiteatro, playground, quadras para prática de esportes, rampas de skate, área para caminhada entrecortada por curso d’àgua e sanitários. Diariamente das 6h às 18h. Pedroso Estrada do Pedroso, s/nº – Bairro Represa. Totalmente arborizado e com vegetação nativa, o parque conta com playground, campos de futebol, quadras para prática de esportes, uma cancha de bocha, quiosque com churrasqueiras, alamedas para caminhada, além de capela, lagos e sanitários. Diariamente das 6h às 18h. Parque Escola R. Anacleto Popote, 46 – Bairro Valparaíso. Parque possui pista de cooper e caminhada, auditório, área para exposição, teatro de arena, estufa, horto medicinal, minhocário, biblioteca, sucatoteca e sanitários. Além disso, oferece diversos cursos nas áreas de jardinagem, botânica e arte, além de atividades de educação infantil. De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, aos sábados, das 8h às 12h. Tel. 4990-8863 Prefeito Celso Daniel Av. D. Pedro II, 940 – Bairro Jardim. O parque possui ampla diversidade vegetal e oferece aos visitantes pista de cooper e de caminhada, área de alongamento, playground, lago, quadras para prática de esportes, lanchonete, revistaria, além de vestiários e sanitários. Diariamente, das 4h às 23h. Tel. 4455-4086. Regional da Criança Palhaço Estremelique Av. Itamarati, 536 – Parque Jaçatuba. Parque arborizado, com playground, área para caminhada, equipamentos para ginástica, sanitários, quadra de tênis e escola municipal de iniciação artística. Aos sábados recebe a feira de artesanato. Diariamente das 6h às 18h. Tel. 4479-5693.


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

Por que sou Brasileira?

50

Com a correria do dia-a-dia, normalmente não temos tempo para conversar. A Brasileira nos serve para dar um tempo e colocar o papo em ordem, inclusive sobre os negócios”. Paulo Roberto Gimenes Jr e Paulo Roberto Gimenes, empresários

Moro em São Paulo e venho a Santo André três vezes por semana por causa do trabalho. Sempre passo na Brasileira para tomar um café e comer um pãozinho, que é o melhor com certeza. Naiara Salinet, psiquiatra

“É um espaço de convivência muito agradável e o ambiente é bom para estar com amigos assim como com a família”. Luiz Turco, administrador

Encontramos-nos sempre na padaria para o café da manhã. Os produtos são os melhores do ABC, gostamos muito do clima familiar no atendimento. Amaro Blanco, Luciane Peretti e André Mazetto, propagandistas

“O clima é muito bom e os produtos de primeira. Gosto, principalmente, da rosca de coco”. Ivete Garcia, socióloga

A Brasileira é a melhor padaria do ABC. O atendimento é muito bom e a localização é excelente. Os bolos são excepcionais e o sonho é o mais gostoso da região. Rafael M. Pinto, Daniela S. Ferreira e Rodrigo Geraldini, propangadistas

“Frequentamos à Brasileira diariamente. Os salgados são maravilhosos e o sorvete de fabricação própria é inigualável. Inclusive a padaria nos serve, às vezes, como “agência bancária” por conta do caixa eletrônico instalado. Celestino; Ricardo Franco e Edson Antonelli, empresários.

Moro próximo à padaria e venho diariamente, tanto para tomar um cafezinho com a família quanto para realizar reuniões de negócios. Pedro da Silva, chefe de gabinete da Câmara Municipal de São Paulo

Frequentamos há muito tempo, o ambiente é ótimo e o atendimento de primeira. Gosto principalmente do risole de camarão. Josemar C. Oliveira, dentista “A bomba de chocolate meio-amarga é espetacular”. Paulo Chacon, dentista


Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

51


52

Dia Melhor - Ano I - Edição 10 - Outubro de 2010

Revista Dia Melhor Ed. 10  

A Dia Melhor introduziu novos conceitos no mercado editorial e se firma como a revista que mais cresceu na regiao do ABC e bairro do Ipirang...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you