Page 69

Empreender Giratória Cairo Rocha nocauteou com um chute de capoeira o adversário Francisco Neves no evento Brazilian Fighting Championship, realizado no último dia 16 de dezembro em Ribeirão Preto/SP. O vídeo virou hit na internet e até o fechamento desta edicão, contava mais de 2 milhões de exibições. MAIS! Clique e assista ao golpe de Cairo que tem sido chamado de “O nocaute do século”

que o jiu-jítsu. Há uma onda muito grande de popularidade”, afirmou Zaneti. Antonio Carlos Nomellini Júnior, de 26 anos é um dos alunos e se mostra animado com o crescimento esporte. “Antes quando falavam que faziam MMA, as pessoas olhavam desconfiadas, agora já têm respeito”, disse Nomellini. Fernando de Oliveira Claudio, 30, pratica a modalidade há seis meses em busca de qualidade de vida. “A arte marcial dá disciplina, determinação e equilíbrio”, afirmou Claudio. TV aberta O sucesso e a popularidade de lutadores brasileiros como Anderson Silva, Júnior Cigano, Maurício “Shogun”, Rodrigo “Minotauro” e José Aldo fizeram com que em 2011, o MMA chegasse a TV aberta. A primeira transmissão foi realizada em agosto pela Rede TV, no UFC Rio. Dois meses depois, os direitos de transmissão foram comprados pela Rede Globo. A emissora exibirá, a partir de março, a edição internacional do reality show The Ultimate Fighter (TUF), o que deve ampliar a popularidade e a audiência do MMA no Brasil. “Ao mostrar o treinamento e o dia a dia dos lutadores, uma nova forma 69

LAICA | Fevereiro 2012

de identificação mais passional é criada entre o público e os atletas. Algo capaz de atenuar a imagem violenta e torná-lo um esporte de grande apelo popular”, afirmou Alvarez. Disputa As seletivas para o programa começaram em 14 de dezembro do ano passado e, entre os lutadores que disputam uma das 16 vagas na casa, está o ribeirão-pretano Cairo Rocha, de 27, integra a equipe de Alexandre Zaneti e virou sensação na internet depois de nocautear um adversário com um chute giratório de capoeira - o vídeo já superou a marca de 2 milhões de visualizações. Rocha luta na categoria peso médio, até 84 kg, e foi um dos primeiros inscritos para o reality. “A inscrição começou às 0h, às 0h02 a minha já estava feita”, contou o lutador, que intensificou o treinamento e a dieta na busca pelo sonho de vencer o TUF e conquistar um contrato com o UFC. O programa terá atletas das categorias médio e pena (até 66 kg), que serão divididos em duas equipes treinadas por atletas de elite no MMA. A lista dos aprovados só será divulgada em março. Mais um nocaute do marketing do UFC na disputa pelo interesse dos torcedores.

Laica  

Revista Laica

Advertisement