Page 44

Estrutura

Decoração e Arquitetura

LIÇÃO DE CASA A mobilidade proporcionada pela Internet faz com que, cada vez mais, empresas e profissionais adotem o esquema de “home office”, o escritório em casa

S

ão sete horas da manhã e a jornalista Luciana Rodrigues Paiva inicia sua rotina. Ela toma café, atualiza-se com as principais notícias do dia e, em vez de ir para a garagem, pegar o carro e enfrentar o trânsito para chegar ao escritório, simplesmente atravessa a porta da sala para um dos dormitório de seu apartamento e pronto, já está em seu escritório. Luciana é como os mais de 30 milhões brasileiros que, de acordo com dados do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aderiram ao sistema de home office, ou seja, escritório em casa. No entanto, ao trazer o mundo corporativo para a residência, o profissional tem que adequar o ambiente com móveis e utensílios que proporcionem maior conforto e praticidade para a rotina profissional. “Ao escolher um local para instalar o escritório em casa, o profissional deve considerar um ambiente arejado, com boa iluminação, de preferência que possua cores neutras e associadas a personalidade do morador,” orientou o decorador Fabrício Frezza. O uso de bancadas ou mesas com bastante espaço e de poltronas confortáveis para a leitura são alguns dos itens indispensáveis, segundo Frezza. “Assim o profissional adequará melhor as necessidades a um ambiente bem organizado e 44

LAICA | Fevereiro 2012

confortável”, disse o decorador. Mais concentração Luciana optou por adaptar um cômodo em seu apartamento e diminuir os custos que teria com uma sala comercia pelo fato de não receber pessoas com frequência no escritório. “Sou prestadora de serviços e a minha profissão me proporciona essa mobilidade. Faço as entrevistas em horário comercial, por telefone, e quando há necessidade de visitas, vou até o entrevistado”, contou a jornalista. Outro adepto da modalidade é o vendedor Salmo Gardino de Lima, cuja escolha pelo home office partiu de uma necessidade. “Atuo dessa forma há 11 anos. Meu trabalho é 90% externo, em visita a clientes, por exemplo. Utilizo minha casa como escritório apenas para as atividades administrativas, como a montagem de relatórios e planilhas”, afirmou Lima. Lima utilizou para o home office um espaço entre a sala de jantar e a de estar. Para o vendedor, o mais importante para o trabalho nesse modelos é a atenção constante para não se distrair com outras atividades. “Sem a pressão do escritório, é preciso cuidado redobrado para me concentrar no trabalho”, declarou. Além da concentração, é importante que o funcionário tenha disciplina para que o trabalho

Laica  

Revista Laica

Laica  

Revista Laica

Advertisement