Issuu on Google+

®

www.maismaisperfil.com

Nº 30 - Outubro/2012 Proibida a venda

Mais Mais Perfil

Acontecimento

Debut Bárbara, Letícia e Joana

Perfil Elisa


INFORME PUBLICITÁRIO

Anexo amplia a capacidade do

Um complexo de seis andares, projetado pelo arquiteto Adolpho Campos, é uma das obras da Construtora Diretriz, que redimensionará Governador Valadares na sua condição de cidade-polo da região Leste de Minas. Viabilizada pela imensa capacidade do conselheiro Renato Fraga em captar parcerias, a obra que constitui o Anexo do Hospital Bom Samaritano amplia sua capacidade de atendimento e abrigará no térreo o necrotério, já terminado, e, em fase de acabamento final, a Administração e Secretaria. No 1º andar, a Unidade de Pronto Atendimento – UPA; no 2º andar, garagem com 40 vagas destinadas aos médicos e funcionários; no 3º andar, laboratórios; nos 4º e 5º andares, confortável Clínica de Nefrologia equipada com tecnologia de ponta, formando um todo de mais ou menos 6.500 m² de área construída. Sob responsabilidade dos engenheiros Luiz Alberto Jardim, Otto Carlos Oberosler, diretores da Construtora Diretriz, e Danilo Schultz, engenheiro residente, o cronograma para a inauguração está para junho/julho de 2013. No projeto, a edificação será interligada ao prédio do hospital, por uma rampa. O objetivo é distribuir melhor a área de atendimento hospitalar e laboratorial do Hospital Bom Samaritano, além de desafogar o estacionamento para funcionários e pacientes.

Obras em andamento - 151 casas no Santos Dumont - Parque Natural Municipal -


Hospital Samaritano

No mercado há 15 anos, a Diretriz vem executando obras públicas e atualmente, por sua credibilidade e capacitação, executa projetos do consórcio Tecplan Engenharia e CLM Engenharia, contratos com a Caixa, Conjunto Vila do Sol, com 208 apartamentos, e 151 casas populares no Bairro Santos Dumont e o loteamento Residencial Vitória, com 653 casas no Bairro Penha. Braço da Construtora Predileta, leia-se Grupo Predileta, com 35 anos de atuação na cidade e região, na construção de condomínios residenciais e comerciais, a Diretriz se firma como potencial local na execução de grandes obras. Equipe da revista Mais Mais Perfil visitou todas em andamento, e se encantou, principalmente, com o avançado Edifício Medical Center na Rua Sete de Setembro, a estrutura do Anexo do Hospital Samaritano e com a execução das unidades do projeto do Parque Natural Municipal, contratado com a Vale, uma obra em 10 hectares, que certamente será o cartão de visitas mais moderno de Governador Valadares.

- Conjunto Vila do Sol - 208 apt. - Residencial Vitória 653 casas - Medical Center


Sumário

Mais Mais Perfil

Acontecimento

35 Ponto de Vista Água da Fuzarca Etelmar Loureiro

18

Ágora

12

CAPA Debut

45 Ponto de Vista O escândalo da mesada Crisolino Filho

28

50 Ponto de Vista Reino Unido

Uma velha potência num novo século?

Diego Trindade D´Ávila Magalhães Por

Paula Greco

Isso é Quente Chico Buarque

40 anos de carreira

Joie de Vivre da tradição

48

ELVIS PRESLEY

A marca

do rock Por Wilma Trindade

ESPECIAL Mais Mais


Wilma Trindade

Outubro de 2012, edição que não poderia ser outra que MAIS MAIS PERFIL ACONTENCIMENTO. Quanta coisa aconteceu nesse mês, não é mesmo? Quantos vitoriosos, quantos condenados. Uns pelos próprios partidos, outros que condenaram o próprio partido. Outros literalmente condenados por um senso de justiça que fez a Bandeira Brasileira tremular de orgulho. Ministros do Supremo, esses os vitoriosos. Antes nomes e togas, agora deixam transparecer personalidade, saber jurídico e humanidade. A toga estava lá, mas já não era a toga a fonte do respeito, mas o próprio ser que saía de dentro da toga, a consciência de ser o que eram: juízes nos quais milhões depositaram a esperança de ver renascer a justiça em seu país. Se alguns assim não se viam antes, o elenco formado pela Suprema Corte, no qual se destacou a hombridade e a coragem do relator Joaquim Barbosa, fez acontecer e ficará na história. Um marco. Outros passaram por seus cargos. Espera-se que prevaleçam os exemplos dados, de que se pode cumprir o dever, derrotando a pressão, a coação e a ameaça, armas próprias dos corruptos e corruptores. Por isso, essa edição está leve. Com a alma lavada, animada, trazendo o frescor de debutantes, o brilho de festas e o orgulho de conquistas compartilhadas. Trazemos o humor crítico e atual de Etelmar Loureiro, o conhecimento político de Crisolino Filho, e o olhar sobre as relações internacionais de Diego Trindade Magalhães. Três especiais colaboradores. E ainda, up to date, um especial com o médico Carlos Nicola Perim sobre Elvis Presley, comemorando os 35 anos da morte do ídolo. Ainda, o perfil de Elisa Costa, primeira mulher eleita para a Prefeitura de Governador Valadares e pioneira a conseguir a reeleição. Espero que você se deleite. Esse foi o nosso propósito. Até a próxima, sempre se Deus quiser, com nossa edição de Dezembro, para fechar o ano com o orgulho de termos combatido o bom combate.

Expediente Editoria Geral: Wilma Trindade Fotos Sociais: Kk Gontijo, Wilma Trindade e Ramalho Dias Colaboradores: Crisolino Filho Diego Trindade D´Ávila Magalhães Etelmar Loureiro Paula Greco Design Gráfico: Revisão: Tarciso Alves e Adilson Reis Impressão: Lastro Editora Tiragem: 5.000 exemplares Esta revista é uma produção da WTF Ltda. É proibida a reprodução total ou parcial sem autorização. Governador Valadares - MG - Outubro / 2012 Contato: (33) 3271-1865 / (33) 9953-1124 / 8843-5522 / 8437-0707 wilmaperfil@hotmail.com | www.maismaisperfil.com

Anúncio Fancy Wear

Editorial


Cirurgia Bariátrica ao alcance da região

Dr. João Luís e Renato Fraga assinam o protocolo de credenciamento

A portaria nº 496 de 30/5/2012 do Ministério da Saúde, após processo técnico de habilitação, considerou a equipe médica e as instalações hospitalares do Hospital Bom Samaritano aptas para a prestação do Serviço Hospitalar de Alta Complexidade. A assinatura do Protocolo de Habilitação de Cirurgia Bariátrica, concedida pelo MS, por meio da Secretaria Municipal de Saúde de Governador Valadares, aconteceu no auditório do Hospital Bom Samaritano, com a presença de representantes da sociedade, da imprensa e do corpo médico. O Bom Samaritano está agora entre os cinco hospitais do Estado de Minas Gerais credenciados pelo SUS. Uma conquista que se deve ao esforço e trânsito do membro de conselho diretor BSBS, e secretário municipal de Saúde, Renato Fraga. O médico convidado para integrar a equipe de Cirurgia Geral do Hospital Samaritano é o Dr. João Luis Oliveira Gusmão de Andrade, que em 2007 realizou a 1ª Cirurgia Bariátrica do Hospital Samaritano e, desde então, mais ou menos, 180 cirurgias, foram realizadas. Para informar com mais detalhes o que esse avanço da saúde significa para os Obesos Mórbidos é que a Revista Mais Mais Perfil convidou o Dr. João Luiz para essa entrevista.

Assinatura do presidente Pastor Pedro Cândido da Silva

Dr. Márcio Pena assina o protocolo

Entrevista Dr. João Luís Oliveira Gusmão de Andrade

M

ineiro, nascido em 15/12/78 na cidade de Itambacuri, onde estudou até a 8ª série na Escola Estadual Madre Serafina de Jesus , o jovem João Luís cursou o 2º grau no Pitágoras, em Belo Horizonte, a Faculdade de Medicina, em Petrópolis/RJ, fez Residência em Cirurgia Geral no Hospital IPSEMG, Residência do Aparelho Digestivo, na UFMG, onde também concluiu o mestrado. Tem Título de Especialista pelo CBC – Colégio Brasileiro de Cirurgia Geral e Título de Especialista em Cirurgia do Aparelho Digestivo pelo CBCD - Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva. Aprovado no Concurso da Polícia Civil para Médico Legista, foi designado para Governador Valadares, em 2007, onde se estabeleceu com a esposa, também médica, Dra. Poliana. Com 33 anos e muita experiência, o Dr. João Luís é hoje o Responsável Técnico de Cirurgias do Hospital Samaritano. Perfil: Qual a demanda da Cirurgia Bariátrica? R – Estima-se de 3% a 4% da população. Em Governador Valadares existe uma expectativa de 12.000. E operados, até hoje, apenas 1.500 pacientes. Perfil: Sabe-se que muitos com Obesidade Mórbida têm medo até de pensar na cirurgia de redução de estômago. Como o senhor poderia ajudar essas pessoas a decidir pela cirurgia? R – O paciente com obesidade grau III (mórbida) tem uma qualidade de vida muito ruim, além de um grande decréscimo na sua expectativa de vida, pela obesidade. A

8

outubrO / 2012


Foto: ADEMAR LIMA

Dr. Márcio Pena, Dr. João Luís e Renato Fraga

Dr. João Luís, Dr. Márcio Pena, Sheila Furbino, respresentando a Superintendência Regional da Saúde, Renato Fraga, secretário municipal da Saúde, Edson, presidente do COSEMG, e Pr. Pedro Cândido da Silva - presidente da Beneficência Social Bom Samaritano

cirurgia é a possibilidade real de reverter esses dados. Enfim, ser obeso mórbido é mais arriscado que operar, mas o risco cirúrgico, embora hoje pequeno, não pode ser negligenciado. Perfil: Dr. João Luís, quem faz parte de sua equipe? R – Operam comigo os colegas Dr. João Douglas, Dr. Eduardo Amaral e Dr. Emerson Silveira. Perfil: Qual a importância do Credenciamento em Alta Complexidade do Hospital Samaritano? R – Ser referência na macrorregião, pois tirando Valadares o lugar mais próximo seria Belo Horizonte. Perfil: Qual o primeiro passo que um interessado na cirurgia bariátrica teria que dar? R – O candidato deve ir, primeiro, à Secretaria Municipal de Saúde. Perfil: Outro dia ouvimos de um operado que ele ria menos, que achava menos graça nas coisas, depois da cirurgia. O que pode ter de fato nessa impressão? E em outras relatadas, como a tendência ao alcoolismo? R – Esse é o padrão do paciente que não foi muito bem preparado, e também não tem um acompanhamento muito bom. O adequado acompanhamento psicológico é a chave para esses casos. Devemos lembrar que

A bênção do Pastor Neirson Alves

Dr. Altair e a esposa Marli de Carvalho

O presidente da BSBS, Pastor Pedro Cândido com Afonso Bretas do Sind. Rural e Dr. Reginaldo Vilela, da União Ruralista, entre os representantes da comunidade

pacientes que sejam grandes compulsivos, e que não se empenhem com o tratamento psicológico, podem ter resultados insatisfatórios. Perfil: Quais os riscos? E quais as compensações? R – Os riscos são de fístula, sangramento, embolia, infecções outras. Todas com possibilidade de óbito ou de estadia hospitalar prolongada. As compensações são: redução de 70 a 80% do excesso de peso ou 40% do peso total. Supressão ou redução dos antidiabéticos em 95% doa pacientes com diabetes tipo 2. Cura da síndrome da apnéia do sono em 90% dos pacientes. Melhora da incontinência urinária de esforço; hisurtismo, acne associados à síndrome do ovário policístico. Melhora do perfil lipídico, esofagite de refluxo, redução dos níveis pressóricos, da artropatia e acima de tudo melhora e aumento da qualidade e expectativa de vida. Perfil: Qual a importância do Secretário Municipal de Saúde, Renato Fraga Valentin, nessa conquista do Hospital Bom Samaritano e, naturalmente, de Governador Valadares? R – O Renato teve uma atuação decisiva. Acolheu a ideia com muita disposição e representou os interesses valaderenses com grande afinco, no âmbito federal. Essa foi apenas uma das muitas conquistas que nós temos recebido, graças atuação do Renato Fraga. 9 outubrO / 2012


Pontual Assessoria Contábil inaugura novas instalações

Jaideny Rodrigues Gonçalves, Michele e Niltinho Porcaro, inaugurando as novas instalações da Pontual Assessoria Contábil

Michele Souto Porcaro

Climatizada e multimídia, sala de cursos e palestras disponível às empresas interessadas

Funcionários: Tânia, Robles, Eliane, Taís, Thaynara, Max, Sandra, Betânia e Priscila

Michele e Niltinho, com Eusana Milbratz

“Um acontecimento que merece ser avaliado não só pela inauguração de uma nova sede do escritório de contabilidade, mas pela sua importância para os nossos clientes e para a comunidade de Governador Valadares e região, pois pretendemos que aqui se torne, além dos serviços prestados, um centro de estudo empresarial”. Assim abriu sua fala Niltinho Porcaro, o fundador da Pontual Assessoria Contábil, uma empresa que há 14 anos é especializada em Contabilidade, Pericia e Assessoria Empresarial. Hoje, tendo como sócia a contadora Jaideny Rodrigues Gonçalves, eles erguem um brinde às novas e confortáveis instalações que fazem jus à clientela conquistada ao longo desses anos de dedicação e credibilidade. Com merecidas bênçãos de Pe. Francisco Vidal, a noite de comemoração de Niltinho, Michele e Jaideny foi de good relacionships, prestigiada pelos antigos e novos clientes, e apoiada pela família e amigos.

Jonatas, Jaidecy, Jaideny e Esther

Gabriel Milbratz e Niltinho Porcaro

Fábio Casotti e Franz Amaral

Nilton e Michele com as filhas Gabriela e Izabela

Novo Endereço: Rua Teofilo Otoni, 453 B - Esplanada - Gov.Valadares - Tel.: 3271.1995 / 3271.9070


Simone - Pres. Sind. Contabilistas e Jaqueline (FIEMG)

Rosemary Mafra e André (Cartório Claudionor)

Nilton, o juiz Everton Villaron, juiz Marcelo, diretor do Fórum e Ronald Amaral Jr.

Jaideny e a arquiteta Vânia Xavier

Silvana, Toninho Souto, Ademir e Conceição Jacob

Um momento de bênçãos com Pe. Francisco Vidal

Nilton e Michele, com Marco Antônio e Marize De Marco - Betel

Leandro, da Apiki, com Nilton e Michele

Nilton e Michele, com Viviane e Mário Jr. - Santana Ferro e Aço

Recebendo Paulo Bicalho

Vanessa, Jaideny, Sandra e Poliana

Paulinho Bicalho e Daniel Alvarenga

Edimar Loubach e José Geraldo - Grupo Bachs

Moacir e Léo da XX Nu Japa e Monalisa

Rômulo Guimarães e Conceição da AC Credi Ivanilda e Rogério Pereira, com Nilton Porcaro

Luiz (Parafuso)

Advogadas Pollyanna Mafra e Sandra Paula Mendes prestigiaram o evento

Izabela com o tio Vinícius Porcaro

Valéria Alves (Óbvio)

Célia Maria e Cybele Vieira com Jaideny

Dayse Petrina - Gerente Bradesco Prime

Advogada, Rosamélia Apolinário

Ernane Teixeira e José Antônio Andrade, da Pontual Imóveis

Nilton com Beto Mol (Motomol)

Jaideny recebendo Sérgio, da Mudanças Valadares


Matéria da Capa

Debut

FOTOS: KK GONTIJO

Mais Mais Perfil Acontecimento

Joie de Vivre da tradição Por Wilma Trindade

José Laviola, o irmão, o artífice de uma noite mágica como estar no Cirque de Soleil, sua inspiração. Para executar o seu projeto intitulado Joana 15 anos, trouxe de BH o encantador Circo da Meia Noite e a dupla Victor e Guilherme. A decoração de Patrícia e Anderson, da Feliz Aniversário, cerimonial de Erika Coelho e a competência do DJ Ed Willian montaram o cenário perfeito. Foram 4 dias para transformar o La Maison em vários e sofisticados ambientes para atender a jeunesse dourada. Tunel e pista de led, dezenas de movies e todas as cores neon para gravar o nome da debutante em todos os espaços e nas mentes dos 350 exclusivíssimos convidados. Joana, a própria beleza, nobre, princesa toda, posou, recebeu com toda classe, dançou e cantou de felicidade. Os pais, Mizael Lira e Celise Laviola, deram carta branca para o sonho que se realizou impecável regado a legítimo Chandon Brut Rosé, a Black Label e Vodka Absolut para os deliciosos e finos coquetéis. As fotos de KK Gontijo e equipe falam mais que mil palavras. Joana usou para o Culto e Valsa, Ruth Amaral, de BH; para receber, griff Vivaz e para cair no embalo frenético da pista griff Poison. Festa Dourada, douradíssima. Confira nas próximas páginas.

12

outubrO / 2012


Letícia Gama

A Festa de Novembro 2012 Letícia Gama é a debutante que vai fazer a pista do tradicional Ilusão tremer no dia 24 de novembro próximo. Única filha dos colunáveis Aline Brasileiro e Celso Gama, ela é top toda. Uma verdadeira bonequinha de luxo de seu tempo. Bela, antenada, descolada, traquejada. Letícia conquista, a cada dia, mais amigos e admiradores, que estarão entre os 400 especiais convidados. Buffet Célia Bittencourt e fotos de Dani e Lu. O mais está a sete chaves. Sei que terá em seus três vestidos griffes famosas da Capital, BH. Mas quem vai comandar a balada no palco será surpresa, até mesmo para a aniversariante. Vamos mostrar na edição de dezembro, que estará imperdível.

Bárbara Hastenreiter Well come to the New York

Gilberto e Giselle Hastenreiter serão mais uma vez anfitriões de primeira grandeza. No dia 5 de abril de 2013, celebração na Catedral de Santo Antônio, por Pe. Francisco Vidal, ao som de 57 vozes do Coral da Usiminas, sob a regência do maestro Marcelo Melo. E no dia 6, no Ilusão, 600 convidados para os 15 anos da filha Bárbara terão a Big Apple a seus pés. Efeitos sonoros e visuais do arsenal do expert DJ Baleia e Banda Boca Elétrico. Maristela Chisté assina o cenário para você viver uma noite maravilhosa em NY. A começar pelo red carpet, que será registrado pelas lentes do Studio KK Gontijo. Tudo para a Bárbara, tudo. Para a valsa, a debutante usará um exclusivo Ducarmo Castelo Branco, nome famoso internacionalmente, que também estará nos trajes da mãe e da irmã Brenda. E, tradicionalmente, o momento da família na pista será com ”Emoções”, de Roberto Carlos. Esse Debut vai reunir os filhos mais poderosos, o crème de la crème da sociedade de GV. Os convites no estilo tradicional e do mais alto requinte são a expectativa do início do ano. Ah, o Buffet... quem? Quem poderia assinar as iguarias dessa festa, mais uma para coroar Gilberto e Giselle Hastenreiter, rei e rainha, na arte de bem receber? Fotos exclusivas na Mais Mais Perfil - Abril 2013. 13

outubrO / 2012


No salão de jantar

A aniversariante na magia do Circo da Meia Noite

No túnel de led

Tia Nega, tio Luciano, Joana, Mizael, Celise e José O pai Mizael e a avó Maria Anunciada

Joana ladeada pelos tios Carlos e Luciana e pela família, os pais, Mizael Lira e Celise Laviola, e irmãos José e Priscilla

Joana e tia Maely

Com os primos, Jorge e Isabella Xavier e Renata Cabral

José Laviola, Celise, Mizael, Mateus, Joana e a prima Carolina Laviola


O brinde da família: Mizael, Joana, Celise, José e Priscilla

Joana recebendo o anel de brilhantes, presente do pai

Valsa com o primo Moisés Cabral Com a irmã Priscilla Lira O irmão José Laviola

Com o primo Adriel Cabral

Renata, Lara e Luiza Cabral no ritmo da banda Vitor e Guilherme

15

outubrO / 2012


Sofisticada por duas espetaculares esculturas, a mesa de doces era objeto de admiração e desejo

Na balada com tia Marluce, mamãe Celise, Robertta, Josuela, Maria, Miriam e Renata

Com a prima Mariana Laviola

José, Celise, Mizael, Joana e a prima Bárbara Laviola e Danilo

Joana e Victória Fava

Com Daniel Balieiro

A aniversariante com Lia Baía

José Laviola Neto, Celise Laviola, Mizael Lira, Joana Laviola, tio Kak e tia Ivelise

16

outubrO / 2012

Ana Carolina Aguiar, Ana Flávia Aguiar e Júlia Santos

Celise Laviola, Mizael Lira, Josuela Cabral, Joana Laviola e Saint-Clair Campanha Filho


As primas Miriam e Robertta Cabral

Tio Mocinho, tia Lia, Tainá, Beatriz, Carlos Vinício, Eveline, Joana, Mizael Lira, Celise, José e Priscilla

Com as tias Andrea, Regina, e Lili Laviola

Lara, Joana, tia Marluce e tio Lúcio Lopes

Com a tia Marlene

Michelle Barbosa e Heloisa Antunes

Com os tios Matias e Erilza

Celise, Mizael e tia Marly, com a aniversariante Luiza Tavares

Abraçada por Victor Coelho e Itamar Soares

Sofia Jonas

Kaio Castro, Geraldo Coelho,Joana, Bia Neves e Josué Dias

André França e Joana

Yana Dias

Ladeada por Gabriel Gonçalves e Rafael Pimenta

17

outubrO / 2012


Mais Mais

Opinião

Santinho matador

Ágora

Sabe quando você vê uma coisa horrorosa acontecendo repetidamente, sem que ninguém tome qualquer providência, e diz: “só depois que morrer um, vão fazer alguma coisa”? Pois é, a expressão virou verdade nessas últimas eleições. Aquele “mar de santinhos” de candidatos nas portas dos locais de votação não é apenas um atentado à civilidade, ao meio ambiente e à limpeza pública. Em Bauru, eles viraram caso de polícia, depois que uma senhora de 65 anos escorregou na porta da escola, foi encaminhada ao Hospital, teve várias complicações, e acabou morrendo. E aí? Será que nas próximas eleições a famosa memória curta do brasileiro vai deixar por isso mesmo, ou alguém, finalmente, vai tomar uma providência?

Descartes

D’Órsay

Angu de Pelotas

É comício ou é novela? Em Salvador, pode ser os dois. Na sexta (19/10) dia do último capítulo de Avenida Brasil, era também dia de comício do candidato do PT, com a presença da presidente Dilma. Pois a organização do comício fez questão de divulgar que, logo após as falas das autoridades, um telão exibiria o último capítulo da novela. Lógico, não aconteceu. A Justiça Eleitoral proibiu. 18

outubrO / 2012

“Não existe alma tão fraca que não possa, sendo bem conduzida, adquirir poder absoluto sobre suas paixões”. (As paixões da Alma, segundo Descartes: admiração, amor, ódio desejo, alegria e tristeza. Todas as demais derivam delas.)

Inguelore Scheunemann

Chamariz novelesco

por Wilma Trindade e Paula Greco

Em GV, pouco se falou sobre o assunto, mas em Pelotas, no Rio Grande do Sul, desde fevereiro, a imprensa noticia a condenação da ex-reitora da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) Inguelore Scheunemann, sentenciada à perda do título de doutorado que realizou na Espanha, e a devolver vencimentos obtidos por conta dessa titulação. A Ação Civil Pública 2004.71. 10.004391-2/RS é de 2004, e foi motivada pelo fato de o diploma da então reitora não ter sido revalidado nos termos da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB). Pelas contas da justiça, Inguelore deve devolver ao erário público a quantia de R$500 mil, correspondente à diferença de salário pelo período de 10 anos em que ela se utilizou do benefício, sendo os valores corrigidos em novembro do ano passado. Só para lembrar, Inguelore deixou o cargo em Pelotas para assumir a reitoria da Universidade Vale do Rio Doce – Univale. Com a prova de Título furada, olha aí a oportunidade de a Univale fazer uma caixinha.

O impressionismo aportou em São Paulo e seguiu nessa semana de 22 de outubro para a Cidade Maravilhosa. Pela primeira vez, 85 obras primas do Museo d´Órsay deixaram Paris com destino ao Brasil, que está tendo a oportunidade de se emocionar com a pintura impressionista e pós-impressionista de Claude Monet, Édouard Manet, Toulouse-Lautrec, Renoir, Paul Gauguin, e Vincent Van Gogh, entre outros. É pouco? Vale voar, pegar a estrada. Centro Cultural Banco do Brasil: Rua Primeiro de Março, 66 – Rio – tel: 21 3808-2020. (Fonte: Revista Voe - Outubro/12)

PAUL GAUGUIN, TEHA ‘AMANA HAS MANY PARENTS 1893, ©ART INSTITUTE OF CHICAGO, US

PSDB Insistem em usar malas sem alça. Que chance pode ter mais o PSDB? Pelo andar da carruagem, uma sigla condenada à extinção, como a UDN dos velhos tempos. Mude, Aécio! Senão a presidência escapa.


“Chega a ser irônico e emocionante que o ministro relator, preto, bisneto de escravos, tenha sido escolhido pelo destino para nos libertar de uma impunidade secular”. Arnaldo Jabor em sua crônica no Jornal da Globo sobre o julgamento do mensalão.

Porvir

Quem dá mais? Impossível evitar o aperto no coração diante das faixas espalhadas pela cidade anunciando para o dia 30 de outubro um “Grande Leilão” de lotes e imóveis da Univale, para que a instituição possa saldar parte das suas dívidas. Também não dá pra deixar de pensar se a venda de seus espaços de pedaço em pedaço vai salvar a instituição, ou não. Tomara que sim, tomara que as ações propostas possam restabelecer a saúde financeira, sem comprometer a estrutura acadêmica. Isso o futuro nos vai mostrar. Mas, por ora, fica apenas a incômoda impressão de ver esquartejarem nosso maior patrimônio cultural.

Papo rápido “Minha opinião é que deve ocupar a reitoria da Univale, alguém que entenda não só de academia, mas de gestão financeira e de administração. Alguém com competência para levantar a Univale. Como Membro do Conselho Curador da FPF, sempre defendi minha opinião.” (Gilson Fonseca, ainda reitor, à editora da revista Mais Mais Perfil dia 17/10)

José Dirceu, como o ministro Joaquim Barbosa, também ficou na história. Mas, ao contrário do Joaquim, esse José manchou a sua. Sendo aplicada a condenação, verá o sol de seu sonhado e batalhado porvir nascer quadrado, no seu outono. Outono do patriarca das falcatruas para conquistar o Brasil de ponta a ponta, nas eleições de 2002 e eternamente. Dinheiro, pra que dinheiro?.... Dirceu sabia. Como disse o presidente do Supremo, digníssimo ministro Carlos Ayres Brito: “Um projeto de poder foi arquitetado, que vai muito além de um quadriênio quadruplicado. É continuísmo governamental. Golpe, portanto, nesse conteúdo da democracia, que é o republicanismo, que postula a renovação dos quadros de dirigentes”.

Corpo fechado Há quem ame, há quem odeie. Há quem o enxergue como um arrogante, há quem veja nele a disciplina do melhor artista marcial da atualidade, um herdeiro da elegância e infalibilidade de Mohammad Ali e Bruce Lee. Mas não dá para negar que Anderson Spider Silva é um fora de série. Queixo baixo prá quê? Guarda alta porquê? O cara abaixa os braços, chama o adversário, dá a cara, leva soco, leva chute e parece nem se abalar. E quando bate, é letal. No octógono é invencível: não sangra, não incha. Uma fera, e de corpo fechado. 19

outubrO / 2012


Mais Mais Perfil Acontecimento

Por Wilma Trindade

1ª Turma da Pós-Graduação em Perícia Judicial Cível e Trabalhista

A

revista Mais Mais Perfil teve o prazer de registrar a 1ª turma da Pós-Graduação em Perícia Judicial Cível e Trabalhista de Governador Valadares. Um acontecimento que mereceu, no dia 29 de setembro de 2012, requintada recepção promovida pelos formandos pela Perito On Line – Vitória-ES e FACISA BH Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Belo Horizonte/MG. O bem escolhido local, a Casa da Árvore, na Ilha dos Araújos, proporcionou uma ambientação aconchegante, com elegância e descontração. Coquetel delicioso regado a champã e Red Label, seguido de jantar finérrimo. Assinando o Buffet, Biba Homaidan, que foi elogiadíssima. Prestigiados pelo presidente do Fórum, Dr. Marcelo Cândido, juiz Arnóbio Amariz, juiz Everton Villaron, e juiz Danilo Couto, apoiados pelas famílias, amigos, advogados e empresários, após as breves e bem colocadas falas protocolares do Fundador do Curso, Dr. Cláudio Rubens do Nascimento Ramos, da professora Karina de Rezende Tavares Fleury, do representante dos formandos, Nilton Porcaro, do prof. juiz José Barbosa, seguiram-se os brindes, com muita festa.

FOTOS: WILMA TRINDADE

Nilton Porcaro, Ilíria Adriana F. Malaquias, Alonso Pereira Filho, Jaideny Rodrigues Gonçalves, Luiz Felipe Oliveira de Carvalho, Uziel Gomes Pacheco, Rubens Dias Godinho, Rutt Inácio de Araújo, Heron Domingues Monteiro, João Luiz da Silva, Wilson Alves da Silva e Edilmar Oliveira de Carvalho

Michele e Nilton, Ademir e Conceição Jacob, Catarina Porcaro e Vinícius Porcaro Antônio João Marchetti, Cláudio Ramos, Nilton Porcaro, José Barbosa e Marinalva Barbosa

Nilton Porcaro, Michele, Alessandra e Ronald Amaral Jr.

Ronaldo Marinho e Juliana, Ilíria e Marcos Antônio, Anderson Marques e Kênia Juiz Marcelo Cândido e Elzilene

Juiz Arnóbio Amariz e Magali

Uziel Pacheco e a esposa Fernanda Metzker

O formando Rubens Dias Godinho ladeado pela família e amigos

O brinde de Ilíria, Rosângela e Cláudio e Jaideny

20

outubrO / 2012

Gisele, Marta, Elenice e Patrícia

Nilton Botelho, consultor do CRC, e Heliana Falci Mota

Juiz Everton Villaron e Maria Aparecida

Juninho, Altair, Willson e o irmão, vereador Chiquinho


Prof. Cláudio Rubens do Nascimento Ramos

Prof. Karina de Rezende Tavares Fleury

Prof. Juiz José Barbosa

Nilton Porcaro

Brindando à conquista: Nilton, Edilmar, Heron, Rubens, Rutt, Luiz Felipe, Ilíria, Wilson, Jaideny,João, Alonso, Eustáquio e Uziel

Professores: Rogério Ramos,José Barbosa, Cláudio Ramos, Marcos, formando Luiz Felipe, mais Karina e Vanda

Brinde entre os peritos Nilton, Jaideny e Ilíria com Rutt, Luiz Felipe e Alonso, da Master Peritos Associados

Juiz Danilo, Cosme, César, Alonso e Rodney

Alonso, prestigiado por Daniela, Irany e Rosana

Alonso Pereira Filho com a esposa, Vanessa, mais Penha e Arlindo

Mirinha e Clóvis

Mesa de doces – o tom do requinte e do esmero da recepção

Wilson Alves da Silva e Marta Luiz Felipe e Flávia Carvalho

21

outubrO / 2012


Mais Mais Perfil Acontecimento

A nossa nova

infância

Por

Paula Greco

DESAFIOS PARA PAIS E EDUCADORES AO LIDAR COM AS CRIANÇAS DO TERCEIRO MILÊNIO

S

er criança não é brincadeira, mas deveria. Se não o dia todo, pelo menos na maior parte do tempo. Mas como fazer para garantir bons os anos de aprendizado lúdico a esta geração de crianças nascidas na era da informação instantânea, do medo da violência, dos condomínios fechados e acessibilidade virtual? O acesso à internet, a velocidade das comunicações, o conhecimento precoce sobre temas como clonagem, violência, transplantes e seqüestros, balas perdidas, terrorismo, está mudando a natureza infantil? Essa nova infância do terceiro milênio propõe imensos desafios para pais e educadores. Como

argumentar quando uma pequenina, do alto dos seus nove anos, informa que não é preciso ir à aula, porque é possível ver o conteúdo da aula e do dever de casa na internet? Ou como não se abismar quando, à mesa do almoço, as crianças comentam e analisam a campanha eleitoral, demonstrando ter mais informações que muito adulto, e ainda se posicionando a favor deste ou daquele candidato? Será que estamos nos deparando com uma nova geração de pequenos e politizados cidadãos? Ou estamos diante de crianças para as quais simplesmente não existe mais “assunto de gente grande”?

Tão longe, tão perto Antes de responder a estas questões, a pedagoga e mestre em educação Renata Greco de Oliveira traça, a partir dos conceitos da cientista política e educadora Hanna Arendt, o contexto sociocultural dessas novas gerações. Seja por medo da violência urbana ou apenas uma questão de logística, o fato é que as crianças vivem cada vez mais “presas” em seus espaços domésticos, ou em outros espaços fechados (ainda que comunitários). A liberdade que elas desfrutam é apenas virtual. O resultado dessa combinação, via de regra, é um acesso quase ilimitado à tecnologia e informação, associado a brincadeiras cada vez solitárias (e sedentárias), o hábito de comprar brinquedos e não de construí-los, e usar muito mais os dedos que as pernas, a presença da realidade substituindo a fantasia, roupas de adulto, salto alto, batom, namoros precoces. Diante desse quadro cabe aos pais o imprescindível papel de investir no convívio em 22

outubrO / 2012


Delicado equilíbrio As crianças do 3º milênio participam – voluntariamente ou não – de uma vida pública que é própria dos adultos. Com isso, há uma tendência de que sua rotina se aproxime à dos adultos, incluindo a sobrecarga de responsabilidade, horários e compromissos, muitas vezes estabelecida pelos próprios pais, preocupados em preencher o dia dos filhos com atividades que limitem o tempo passado à frente da TV ou do computador, e consigam evitar o sedentarismo. Para não cair nessa armadilha, Renata observa que é preciso que os pais tenham em mente algumas referências para que a dimensão do prazer e do divertimento infantil não se perca em função de cobranças exageradas. Uma delas é não projetar no filho a própria realização pessoal, forçando-o à prática de alguma atividade. O pai que queria ser jogador de futebol, ou a mãe que sonhou em ser cantora, não pode exigir que seus filhos se dediquem exaustivamente a estas aulas,

ainda que demonstrem aptidão para tal. “O futebol, a natação, o balé, a aula de música, tudo isso tem que ser atividades prazerosas para as crianças, não uma obrigação”, afirma a educadora, lembrando que a proposição de desafios de superação pessoal pode ser um bom estímulo para que a criança se dedique e se divirta ao mesmo tempo. Ela também chama a atenção para a necessidade de que a criança tenha um tempo e um espaço para exercitar a diversão pela diversão, simplesmente. Finais de semana em família em lugares mais amplos, como sítios, clubes, ou um dia na praça. Momentos especiais, em que seja possível aos pais, na via de mão dupla que deve ser sempre a vida, se transportarem para o universo infantil, onde sempre foi e sempre será possível inventar brincadeiras, correr e rolar na grama, mergulhar em histórias e canções. Momentos de muito mais sentimento que informação ou conhecimento. Afinal, como disse Paulo Freire, educar é um ato de amor.

espaços sociais, sendo a escola o principal deles. Estimular as atividades coletivas (através de escolinhas de esporte e de artes ou simplesmente incentivando as visitas aos amigos e colegas fora do período escolar para um tempo de diversão) e valorizar os momentos em família são algumas das atitudes que equilibram a irreversível e cada vez mais precoce “adultização” do mundo infantil. Renata lembra ainda outro papel fundamental dos pais diante da crescente gama de informações que bombardeiam as crianças, principalmente através da mídia: “as mídias sociais, especialmente, por serem territórios livres, estão repletas de informações, mas nem todas verossímeis ou confiáveis. Cabe aos pais educar as crianças como bons expectadores, estimulando a leitura crítica, lançando questionamentos e desafios que possibilitem a formação de uma consciência seletiva, com base no argumento e na discussão, nunca numa imposição de idéias”. 23

outubrO / 2012


Mais Mais Perfil Acontecimento

Heloísa Lucca, ladeada por José Ferreira Júnior, Deise Rios e Djalma. (Equipe São Lucas Saúde)

E

quem pensou estar indo para um protocolar evento empresarial surpreendeu-se com o tamanho da festa. Anfitriões impecáveis, Dr. José Lucca, Penha e Heloísa Lucca, Dr. Chiquinho Simões, têm no sangue o saber fazer. E lá estavam eles, comemorando o título Acreditado Pleno conquistado pelo Hospital São Lucas. Falas de agradecimento foram seguidas de muitos brindes entre os 500 convidados. Uma classe médica feita de amigos e salpicada de autoridades e representantes das mais poderosas entidades que fazem nossa sociedade girar. Uma noite especialmente brilhante, animada por uma banda excelente, que não deixou ninguém parado, e a alegria e descontração seguiram ultrapassando as primeiras horas do dia seguinte. Digna de registro, aqui está, na qualidade Acontecimento Mais Mais.

Heloisa Lucca e Ailton Pereira

Ademar e Lorena Batista

Deputado Mourão, Graça Souza e o anfitrião Dr. José Lucca

Sérgio Naves, Fabiano Dias e José Ferreira Júnior

Lílian Libório e Pedro Henrique

Gilmara Coelho, Junea Ferrari e Marcilene Mesquita

24

outubrO / 2012

Aline e Celso Gama

Paulo Roberto Bicalho e Cirinéia

Janine Radd e Victor Masson

Casal Ronaldo Ramos

Maria Inês e Gute Rodrigues Pereira

Daniel Alvarenga e Renato Cabral


Alexandre Becali e o sogro, Dilermando Miranda

Rosimar e Jorge Ferreira Pinto

Dr. José Lucca e Penha Lucca, casal anfitrião

Mariza e Luiz Murta

Romilda e Carlos Nicola Perim

Lúcio de Souza Almeida e Rosângela

Dr. Chiquinho Simões e Francisquinho, anfitriões

Silvia Mesquita, Sheila Axer e Isabel Ceolin

Adriana e Marcos Wagner

Ramatis Souza, Fábio Mesquita e José Lucca

Elaine Hatem, Penha Lucca e Maria Inês Rodrigues Pereira

Milena e José Ferreira Júnior

Mírian e Sebastião Santiago Patrícia Douglas

Rosângela Almeida, Lili Fontes e Romilda Perim

O anfitrião ladeado por Nicola Perim e Paulo Fontes

Marcone Magalhães Filho e Carina

Magali e Arnóbio Amariz

Ana Cristina e Ricardo Lopes


Elisa,

Mais Mais Perfil Acontecimento

mulher que faz história

Primeira mulher a ser eleita prefeita de Governador Valadares também é a primeira a conquistar a reeleição na cidade que quer Elisa por mais quatro anos no governo Elisa Maria Costa é a mulher que marcou a história de Governador Valadares por duas vezes: foi a primeira a governar a cidade e, também, a primeira prefeita a conquistar a reeleição no município. Essas duas marcas revelam que, mais do que ter coragem, “essa mulher” também traz a competência como característica de sua trajetória política e de vida. Com persistência e disposição admiráveis, Elisa vem acumulando vitórias em seu currículo, mas o que ela faz questão de deixar claro e ser mais importante no seu trabalho é a possibilidade e, no caso dela, a capacidade de proporcionar “uma vida mais justa e digna para todos e todas, sem discriminações”. Filha de uma família sem envolvimento direto com a política da cidade onde nasceu e viveu sua infância e parte da adolescência, João Neiva, no Espírito Santo, foi nessa fase que Elisa aprendeu a lição mais importante e que fez parte de toda a sua estratégia para vencer as disputas da vida: “Lute com muita força pelos seus sonhos e seja honesta sempre, minha filha. Essa foi a principal lição que meus pais me deixaram”, lembra Elisa, que veio para Valadares estudar e fez daqui a sua cidade de coração. Na juventude, Elisa começou sua vida política liderando movimentos estudantis e, também, contribuindo para a fundação da Pastoral Operária em Valadares. Em 1990, foi eleita presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) de Valadares, sendo reeleita em 1995. Em 1996, foi eleita para o seu primeiro mandato como vereadora, sendo reeleita em 2000. Por trabalhar sempre a favor das classes mais pobres, em 2004, Elisa foi convidada para ser assessora especial do ministro Patrus Ananias, no Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), em Brasília. Em 2005, ela foi a primeira mulher valadarense a assumir uma vaga como deputada na Assembleia Legislativa 26

outubrO / 2012

de Minas Gerais, sendo reeleita deputada estadual em 2006. Mas, foi em 2008 que Elisa ultrapassou a linha do preconceito contra a mulher em Valadares, e se elegeu a primeira prefeita dos valadarenses. De lá para cá, muitas conquistas para a cidade revelam o nome e a determinação de Elisa Costa. A implantação da universidade federal, com curso de medicina, é uma delas. Outra é a Escola de Tempo Integral, que faz Elisa ser reconhecida em todo o país como a única prefeita que teve a ousadia e a coragem de levar o projeto a todas as escolas, tanto na cidade quanto nos distritos. E Elisa reconhece: “O desafio foi e ainda é grande, mas é preciso enfrentá-lo a cada dia, porque acreditamos que o caminho da educação e das oportunidades é o que alcança a vida mais digna. E, por isso, tem que ser para todos, chegando principalmente aos mais pobres”. Foi por somar coragem e competência em suas realizações e, também, por sua conduta ética e transparente (e, não podemos deixar de citar, simples), que Elisa deixou para trás qualquer possibilidade de ter interrompido o seu projeto para o presente e futuro de Governador Valadares. Os valadarenses reconheceram que Elisa é a primeira governante que merece administrar a cidade por oito anos consecutivos. Elisa saiu mais uma vez vitoriosa da disputa que, para ela, precisa e deve durar somente o período eleitoral, e destaca: “A população reconheceu que nosso projeto para Valadares é o melhor e nos deu, mais uma vez, o seu voto de confiança, que iremos honrar, avançando a cada dia na construção de uma cidade que deve ser melhor para todos, sem discriminação de partidos, crenças, etnias, gênero ou qualquer outro critério. O amor por Valadares deve prevalecer sempre, pautado na responsabilidade e compromisso com o desenvolvimento sustentável.”


27

outubrO / 2012


ESPECIAL Mais Mais

ELVIS PRESLEY

A marca

do rock

Por Wilma Trindade

28

outubrO / 2012


A

exposição Elvis Presley Experience movimenta, até novembro, fãs de todo o Brasil em direção a São Paulo. Mas para mim, bastaram alguns passos para chegar – a uma quadra da minha – ao Residencial Fausto Perim. Lá, no 15º andar, encontro um verdadeiro culto ao Rei do Rock. E o que vi na cobertura do médico Carlos Nicola Brandão Perim só reforça a máxima de que ninguém é chamado de Rei por acaso. Absorvida pela magia de uma coleção com mais de 130 LPs, 200 CDs e DVDs, 3.300 fotos e pelo menos 50 livros, impossível não me render à imortalidade da estrela de Menphis que conquistou – e segue conquistando – gerações com sua beleza, voz aveludada, romântica e sua sensualidade expressa principalmente em seu estilo único de se apresentar, dançando com um movimento de quadril provocante e sedutor, que levava ao delírio todas as mocinhas, um escândalo para a época. Este verdadeiro museu particular inclui em seu valioso acervo uma publicação especial dos 25 anos da morte de Elvis, onde estão encartados jornais originais com as notícias do dia que comoveu o mundo da música, guitarras, pinturas, posters, souvenirs. Apaixonado, Nicola proclama o ídolo como um dos pais do rock, revelando-se um grande pesquisador da vida do ídolo e de sua influência nos destinos do ritmo e de seus intérpretes. Assim como você pode ver nas próximas páginas, as estantes e paredes estão impregnadas da era dourada do rock. Visitá-lo foi empreender uma viagem a um passado que ele mantém vivo em alto, puro e bom som, e imagens de muitas polegadas, que contagiam e encantam. Neste cenário, as perguntas foram fluindo e descobrimos (além dessa editora, Etelmar Loureiro e Adilson Reis) 55 anos de detalhes e coisas que descrevem a trajetória de uma vida. Canções e objetos guardados a cada acontecimento, que se transformaram em referência e raízes de uma história vivida ao som de um período de ouro da música mundial.

29

outubrO / 2012


Perfil - Quando nasceu esse seu interesse pelo rock e sua história? Tudo começou aqui, quando ainda era a casa dos meus pais antes do Residencial Fausto Perin (meu pai). Lembro-me de passar horas deitado no chão, ao lado da radiola, ouvindo pela Rádio Mayrink Veiga o programa de Isaac Zaltman, (Hoje é dia de Rock, diariamente a partir de 13h) com a presença dos ícones da época: Paul Anka, Neil Sedaka, Bill Halley, o rebelde Little Richard, e Elvis Presley. Perfil: Como aconteceu esse culto ao Elvis Presley? A época respirava os ritmos da cultura americana, Bill Haley, Jerry Lee Lewis, e a fusão deles, do Gospel (música das igrejas) do Folk (música de raiz) do Country (da região do meio oeste) e principalmente o Blues (música dos negros) é que deu origem ao rock and roll. Aí Elvis se destaca. Um branco com voz de negro, a música negra cantada por um branco, seu carisma, seu cabelo, suas costeletas, suas roupas extravagantes e especialmente o seu requebrado que mexia com todos sensualmente. Junto à sua ida para o exército e, depois, os filmes, Elvis se diferenciou e aí a razão desse culto a ele, ao rei do Rock.

É

Love me tender

como na letra de uma de suas baladas – tão eternizadas quanto seu rebolado sexy e suas performances incendiárias – que Elvis é amado e idolatrado pelos seus fãs. Entre historiadores e estudiosos da música sempre vai pairar a controvérsia sobre a “paternidade” do rock ’n´roll. Mas o título de rei, esse é incontestável. Da infância muito pobre (o pai chegou a ser preso por falsificar um cheque de quatro dólares) ao estrelato, Elvis viveu uma realidade muito distante dos filmes românticos e açucarados que estrelou no cinema. O impacto causado pela morte prematura da mãe enquanto ele estava no exército, o vício em medicamentos, o divórcio, os quilos a mais que foram se acumulando... nada disso parecia influir sobre sua excepcional qualidade como artista e tampouco sobre o imenso e desmedido amor dos fãs, que desde sua morte, em agosto de 1977, continuam visitando Graceland – a mansão onde o astro viveu durante muitos anos – como a um santuário onde podem declarar seu amor eterno. 30

outubrO / 2012

Perfil: E o gosto por música e objetos country, como armas, carroças, chapéus, águias? A Country Music foi um dos estilos musicais que, junto com outros estilos, deram origem ao rock. Do Country surgiram vários ícones da música que embalou toda uma geração, como Willie Nelson, Johnny Cash, Waly James, o blues de B.B. King e a música protestante de Bob Dylan. Todos eles remetiam a objetos da época, do gramofone ao gosto pelas armas, águias, cavalos, cinturões, laços, instrumentos musicais. Os objetos foram se somando, cada um com sua história especial. Perfil: Além de Elvis, quem fazia sua cabeça? A essas alturas posso dizer que nesse período, que vai de 1954 até os anos 70, houve um divisor de águas. Jerry Lee Lewis, Little Richard, Elvis, Paul Anka, Bob Dylan, Wilie Nelson, The Beatles, Gigliola Cinquette, Pepino Di Capri, Sérgio Endrigo. Esses artistas fizeram música para um tempo de grandes transformações: a liberdade das minissaias e da cultura hippie, Woodstock, a liberdade sexual e do outro lado, a Guerra do Vietnã. Tudo isso acontecendo, e o mundo vivendo seu esplendor musical. A música italiana, (Se piangi, se ridi); a francesa (meu primeiro beijo foi com a música Aline); a americana (Whiter Shade of Pale). Os ingleses, Beatles, Rolling Stones e Queens deram um novo ânimo. Num processo de retroalimentação musical no rock vieram o The Doors, Elton John, Scorpions e mais recen-


temente Bruce Sringsteen e Shania Twain. Acompanhei de perto o apogeu da música mundial, assistindo a todos os shows possíveis. E tudo isso ia fazendo a minha cabeça. Perfil: Com a música de hoje, você acha que tem espaço para o jovem curtir o rock’n roll literalmente? Claro, vocês não têm idéia. Um exemplo: Bob Dylan esteve em BH, no Chevrolet Hall, há mais ou menos dois meses. A casa de shows lotada, e 95% do público era de jovens, interagindo intensamente, a ponto de surpreender o próprio Dylan. A música desse tempo é definitiva. Jamais perderá espaço. Nunca será ultrapassada, por isso continuo cultuando. Houve um tempo que meu filho tinha raiva do Elvis, de tanto que pedia para ele gravar as músicas. Hoje ele compra os CDs e DVDs para mim. O rock é eterno! Perfil: Para encerrar, qual foi sua maior emoção nessa relação Carlos Nicola/ Elvis Presley? São tantas que não dá para falar em uma só. Mas posso citar algumas muito especiais. Numa noite, por volta da meia noite, recebi de uma amiga um e-mail com a música do Elvis, tema

do filme Ghost. Eu só tinha visto e ouvido esta música sem a tradução. Nesta noite, em minha sala de gravação, tudo escuro, o 15º andar sob estrelas, um pouco de vinho e aquela interpretação inspirada que me fez concluir que ele cantava Unchaned Melody para a sua ex-esposa, Priscila. Apaixonado, obeso, em seu último show. Morreria, aos 42 anos, pouco depois. Simplesmente chorei. Outro grande momento foi minha viagem a Menphis. Estar em Graceland, nos lugares onde nasceu, passou e viveu até o momento final. O livro comemorativo aos 25 anos de sua morte está aqui com os jornais originais das notícias desse dia e também com sua ficha de vacinação. Preciosidades que guardo entre outras que me emocionam até hoje. E finalmente acabo de chegar (12/10) de São Paulo e ainda estou curtindo a emoção de ter podido, aos 65 anos, participar do maior concerto sobre Elvis, já produzido no mundo: o The Elvis Experience, comemorativo dos 35 anos de sua morte. Uma exposição grandiosa, um show maravilhoso. O Ibirapuera lotado, todos os dias. Uma reafirmação de que Elvis não morreu e não morrerá jamais. Chorei de novo.

N

ascido em Governador Valadares e cidadão honorário de Virginópolis, onde iniciou sua vida profissional, esse cidadão ítalo-brasileiro já incursionou também pela política, sendo candidato a deputado estadual. Além de médico e fã do mito Elvis Aaron Presley, é apaixonado pela família que construiu junto com Romilda Siqueira de Perim, cirurgiã dentista e professora universitária, com quem teve os quatro filhos: Nicole e Natália, ambas médicas, (dermato e oftalmo) Nayara, advogada e o caçula, Carlos Nicola, já no 2º ano de medicina. Aficionado por pesquisa e história, ele orgulhosamente conta que criou, junto com a família, o site mundial da Família Perim & Perin, um espaço virtual que hoje congrega cerca de 10.000 “parentes” e proporciona a interação de centenas de pessoas de diferentes lugares. 31

outubrO / 2012


INFORME PUBLICITÁRIO

FOTOS: WILMA TRINDADE

Daíse Camargo

Pousada Jequitibá

32

outubrO / 2012

M

édica do trabalho reconhecida por sua competência, a Dra. Daíse Camargo vem se dedicando a um novo desafio. Sem deixar de lado sua bem-sucedida carreira na medicina, ela divide seu tempo entre o consultório e um verdadeiro pedaço do paraíso. Seu recente empreendimento, a Pousada Jequitibá (antiga Vida Silvestre), fica a 15 quilômetros do centro de Governador Valadares, na zona rural de Alpercata, e combina belas paisagens naturais com opções de lazer como piscina, campo de futebol, lago para pesca, salão de jogos, restaurante e ambientes que foram revitalizados para proporcionar aos hóspedes relax, com descontração e tranquilidade. Daíse não abre mão do amor em tudo o que faz.


Sindicomércio, Sesc e Prefeitura: parceria pela saúde bucal

O

Hercílio Diniz - Presidente do Sindicomércio GV, Débora Abreu - Coord. da Sec. Municipal de Saúde Bucal, Ricardo César Ferreira - Dentista Responsável pelo OdontoSESC, e Simone Magalhães da Matta - Gerente de Programas de Saúde do SESC Minas

Diretoria do Sindicomércio - GV: Bosco Costa, Weber Andrade, Marcone A. Miranda, Walter Machado, o presidente Hercílio Diniz e João Emídio Rodrigues Coelho

Simone Magalhães da Matta, Ricardo César Pereira, Hercílio Diniz e Débora Abreu

s excelentes resultados obtidos em quase dois meses de atendimentos são a prova de quanto uma parceria pode ser benéfica para a comunidade. Capacidade ímpar de articulação do presidente do Sindicomércio de Governador Valadares, Hercílio Diniz Filho, viabilizou bem sucedida parceria com o SESC e a Prefeitura Municipal para a realização, na cidade, do projeto “OdontoSESC – Empresários do Comércio ajudando o Brasil a Sorrir”. O OdontoSESC existe no Brasil desde 1999, mas só chegou a Minas Gerais ano passado. Em Valadares, esta é a primeira edição do projeto, que presta serviços odontológicos gratuitos à comunidade, e promove ações educativas voltadas para a prevenção e promoção da saúde bucal. Uma carreta provida de diversos recursos (instalada na Praça dos Pioneiros) e uma equipe formada por três dentistas e dois técnicos de saúde bucal fizeram, entre julho e setembro, mais de 2.000 atendimentos. O sucesso do projeto foi apresentado á comunidade em uma coletiva de imprensa – em que esteve presente toda a equipe envolvida – seguida de almoço oferecido pelo Sindicomércio/GV.

Hercilinho Diniz e Luiza

Atendimentos realizados em Governador Valadares De 23 de Julho a 14 de setembro de 2012

Dentista responsável pelo OdontoSESC, Ricardo César Ferreira

• Consultas atendidas: 1.753; • Remoção de tártaro subgengival: 2.533 dentes; • Remoção de tártaro supragengival: 625 quadrantes; • Restaurações: 1.278 dentes; • Tratamento de canal: 33 sessões; • Pacientes atendidos: 174 pessoas; • Pacientes: 55% usuários e 45% comerciários e dependentes.

Ricardo César Ferreira, Luciana Neto, Janaina Barra - Gerente Executiva do Sindicomércio GV, Simone Magalhães da Matta, Silvia Jorge Gil, Mirian Mesquita e Roberta Avelar

33

outubrO / 2012


34

outubrO / 2012


Mais Mais

Ponto de Vista

Água da Fuzarca A contaminação da água do Rio Doce voltou a incomodar. O problema permanece insolúvel, e há indícios de que poderá repetir-se, indefinidamente. Por mais que atestem a boa qualidade do produto, ninguém se dá por convencido. Até porque o odor e o sabor continuam diferentes e inaceitáveis, dificultando seu consumo e provocando justificadas preocupações em relação aos efeitos colaterais que dele poderão advir. Na avaliação cotidiana, ora ela tem cheiro de gambá, ora de rato morto, ora de gambá que comeu rato morto; não há consenso. Nos lares, hospitais, consultórios, restaurantes, bares, hotéis, escritórios, na Casa da Mãe Joana, onde quer que seja, a repulsa e o receio são constantes. Quem tem alternativa não a bebe, não a utiliza no preparo de alimentos, no banho ou em outras formas de higiene pessoal, nem mesmo na lavagem de roupas. Os mais exagerados chegam a ponto de usar água mineral na limpeza de carros, temendo manchas na pintura. Isso apesar dos vários pronunciamentos oficiais, afirmando que, depois de tratado, o líquido não oferece risco à saúde. O que importa, entretanto, é a opinião pública, a voz do povo. E ela está dividida entre os que imaginam ser a água imprópria para o consumo e os que têm absoluta certeza disso. A corrente mais otimista entende que há exagero: os males não irão além de

uma forte diarreia, acompanhada de vômitos, desidratação, dores de cabeça e febre convulsiva, tudo besteira. Doença mais grave só aconteceria após o décimo mês de consumo ininterrupto. Os pessimistas, entretanto, não têm dúvidas de que há risco de gastrite crônica, cálculos renais, doenças hepáticas, envolvimento na política, conversão evangélica, et cetera. Mas se animam quando ouvem dizer que, no caso de improváveis tumores, só o estômago, o pâncreas, o fígado, a consciência, a competência e algumas outras partes menos importantes seriam atingidas. Reafirmando a velha crença popular, parece estar surgindo uma luz no fim do túnel, que não seria uma locomotiva em sentido contrário. Depois de consultados até técnicos da Nasa, alguém sugeriu fosse uma amostra da água enviada ao Doutor Dráuzio Varella, o especialista em generalidades que, além de desvendar os mais intrincados mistérios, tem conseguido milagres do tipo livrar fumantes do vício ou fazer com que ativistas do GLS retornem ao armário. O gênio global já teria emitido seu relatório, ainda guardado sob sete chaves. É que, segundo bisbilhoteiros fidedignos, o diagnóstico foi mais surpreendente do se imaginava. O líquido, como está, pode realmente comprome-

Etelmar Loureiro

ter algumas partes do organismo humano, mas não os órgãos sexuais. Além disso, ajudaria no combate ao alcoolismo, o tabagismo e a obesidade, na medida em que descontrola o paladar e o olfato dos consumidores, inibindo o uso de bebidas, cigarros e alimentos. Mas a grande revelação, motivo do sigilo em torno das conclusões do Doutor Varella, é que a água, nas condições em que se encontra, teria predicados afrodisíacos, com efeito em ambos os sexos. A divulgação só aconteceria a partir do momento em que o abastecimento estivesse normalizado. De preferência na temporada de férias, quando todos estarão ávidos por aquecer a libido e turbinar o desempenho sexual. A essa altura, já estrategicamente estocada, a água enriquecida por cianobactérias seria lançada no mercado, em garrafas coincidentemente “azuis”. Tudo para salvar os carentes de tesão, garantir a satisfação de quem curte o prazer, e fazer a alegria de muitos vendedores. Melhor que seja verdade! Etelmar Loureiro Bacharel em Direito E-mail: etelmar@gmail.com Blog: http://gentefatoseabstratos.blogspot.com

35

outubrO / 2012


Delegado Evandro, vereador Glêdston, Ten. Cel. Lunard - Com. 6º Batalhão, Edvaldo Soares e delegado Marcelo

Gente Wilma Trindade

Sayonara Calhau

FOTOS: WILMA TRINDADE

Delegado Evandro dos Santos Costa , Elisa Costa, Edmilson Soares, delegado Marcelo Franco Marino e vereador Geovanne Honório

S

ayonara Calhau fez acontecer mais um sucesso Aplauso. Fomos, caímos, não pelos drinques, mas pelas irregularidades do piso do salão do Ilusão Esporte Clube, que alguns irresponsáveis decoradores insistem em carpetar sem o menor cuidado. Mas quem pensa que saí do salto engana-se. Todas essas fotos saíram das lentes de minha Nikon... Minha alegria de viver é nata. Meu senso profissional ilibado disparou flashes no poder puro e simplesmente, no poder da beleza, da elegância e da simpatia. E quando dei por mim passava das três da matina. Hematomas à parte. A festa foi ótima.

Casal, Cel. Newton Antônio Lisboa Júnior

Alexandre Salmen e Francilmar, Elisa Costa, Márcia e Wagner Borges, major Lirliê e major Antoniésio

Thiara Souto

Sandro Heringer e Kamille

Gilberto e Giselle Hastenreiter


FOTOS: WILMA TRINDADE

Cidinha e Manoel Arcísio

Amparo e José Geraldo Pedra Sá

Lucas Coelho e Ariane

Rodrigo Souza e Mayra Peixoto Souza

José do Carmo e Lucas Coelho, PDT e PSDB juntinhos

Silvana e João Marques Gisele Martinês, Telma Soares e Aline Gama Yana e Cid Terra

Shirlei Calhau

Gabriela e Moreno Altino

Cínthia e Fellipe Martinez

Núbia Costa Geraldo Birro e Rosângela

Juliana e Rosângelo Miranda

Adriana e Marco Alípio


Gente Wilma Trindade

Alexandre Couri e Luciana Resende Couri

FOTOS: WILMA TRINDADE

Fernando Gomes e Amanda

Patrícia e Leonardo Miranda

Karlane e Marcelo Curcio Agenor Libório e Christyanne Areas Libório

Marral Lage e Daniela

Marli e Antônio Frank

Enquanto esta Perfil Acontecimento começa a chegar às mãos dos nossos queridos leitores, Agenor Libório e Christianne Arêas Libório são os anfitriões deste 27 de outubro, em Belo Horizonte, onde casam o filho Pedro Henrique com sua amada Mariana. Cerimônia na histórica e requisitadíssima Basílica de Lourdes, seguida de recepção no Salão Cristal do Buffet Sônia Magalhães, no Belvedere.

Elaine Hatem e Lucianni Pontes

Theodória Barcelar, Ana Karina Dutra e Fabiana Cunha

Ana Lúcia Gonçalves

38

outubrO / 2012

Fabiana Chaves

Luíza de Castro e Gustavo Gouveia

Muita inteligência, charme e competência reunidas neste click das amigas Theodória Barcelar, Ana Karina Dutra e Fabiana Cunha. A culta e viajadíssima Karina é o braço direito do pai, Alírio, à frente da Transamérica de GV; Theodória, ex-aluna do Colégio Imaculada, é hoje doutora em Cirurgia Plástica pela USP; e Fabiana, filha da saudosa Graça Cunha (a alma do Concurso Nacional de Piano que tanto enriquecia a vida cultural da cidade), é engenheira responsável pelas obras do Mineirão e demais estádios para a Copa 2014. Poderosas, essas moças.

Rosália Coelho, Débora Di Spirito e Salete Neves

Carmen, Maria Irene e Juan Zoniz


Foto: ADEMAR LIMA

FOTOS: MARÍLIA

Marlene Loureiro e Mônica Vargas

Francisco Shimabukuro e Etelmar Loureiro

Márcia e Silvio Figueiredo

Wiliam Saliba e Vera Pacheco

Jantar ZVS Célio Cardoso e Mirian com Maria Angélica Oliveira

Zé Vicente e Cláudia Starling

Sanches Ricardo de Oliveira

Ivanor Tassis

José Vicente de Souza, tradicional colunista do Jornal de Domingo, fez acontecer no dia 29 de setembro mais um de seus agradáveis eventos. Dessa vez a adesão foi direcionada para a Pizzaria Waldinelly, onde uma longa mesa com delicadas e saborosas massas foi o objeto de desejo. Elegante, ZVS ofereceu flores e caixinhas de bombons como lembrança. Entre tantos que prestigiaram a revista Mais Mais Perfil registra alguns amigos com as fotos de Marília Borges.

Luis Solha e Geanne

Tatiana Rodrigues e Fernando Cabral, na alegria da espera do segundo baby, Rafaela Aliete Morhy e Lia Morhy

Wilma Ramos Rocha e Mirtes Ramos

Thiara e Luciano Souto, Tiago Evaristo e Mayse Costa Waldir e Marília Borges

Marcelino Ribeiro e Arlete Brasiliense

Charles França e Cida Leal

39

outubrO / 2012 Vadico e Valéria, Reni Ramos e Cláudia Starling


Mais Mais Perfil Acontecimento

Um dia Mais Mais

Os anfitriões, Agostinha e seu pai Agostinho de Alcântara Aguiar As Mais Mais da Revista Agropecuária de Agosto: Marlene Esteves, Amparo Sá, Aguimar Resende, Célia Teixeira, Agostinha Aguiar e Zezé Augusto Andrade Vilela

A

gostinha e o pai Agostinho Aguiar brindaram à revista Mais Mais Perfil Agropecuária 2012 oferecendo um dia no campo. A educação descontraída dos anfitriões deu o tom da celebração. Em torno de um almoço caprichadíssimo e tendo como cenário a propriedade Sula Guzerá, em Alpercata, a tarde transcorreu agradabilíssima. Entre drinks, delícias e conversas prá lá de animadas, a certeza de ter acertado em cheio ao reunir nas páginas da revista um time de mulheres notáveis, que agregam charme, produtividade e poder à classe ruralista.

O grupo de convidados Mais Mais: Amparo, José Geraldo, Zezé e Reginaldo Vilela, Mara e Beto, Aguimar e Guilherme

40

outubrO / 2012


Viviane e Agostinho Aguiar

José Geraldo Pedra Sá e Amparo

Mara Esteves e Alberto Ferreira

Agostinha Naves Aguiar e Célia Teixeira

Viviane e Amaro

O perfeito entrosamento de Marlene Esteves e Agostinho Aguiar

Aguimar Zanon Resende e sua mãe, Adeniria Zanon

41

outubrO / 2012


Mais Mais Perfil Acontecimento

Empresarial Fancy Wear

O

utubro definitivamente é de Carol Barroso. Aniversariante do mês, ela contabiliza idade nova para si e para sua Fancy Wear. A comemoração rola em grande estilo, e com todos os motivos. Assumindo a condição de titular absoluta no comando da loja, ela prepara, para o dia 31, surpresinhas e mimos para suas clientes, em forma de precinhos e descontões. Com certeza o n° 2041 da Israel Pinheiro vai fervilhar de fashionistas. Carol Barroso

Projeto Tutoria

O

auditório do SENAC recebeu, nos dias 25 e 26 de outubro, os trabalhos do Projeto Tutoria 2012, uma realização da Escola Técnica de Formação Gerencial do SEBRAE, que tem por objetivo colocar Seus alunos de 1º ano em contato com a realidade do mundo empresarial, visando a formação de novos empreendedores. Este ano, 12 empresas de diferentes segmentos foram apresentadas pelos estudantes, que durante o projeto tiveram a orientação de tutores (das próprias empresas) e participaram de encontros, entrevistas, cafés empresariais, visitas técnicas, palestras, excursões, relatórios e atividades interdisciplinares que conduzem a uma reflexão sobre a vida empresarial.

Godri O mestre da motivação de equipes, Daniel Godri, um dos mais respeitados palestrantes do Brasil, tem a capacidade de encantar as pessoas por onde passa. Genidar Riani, da Agência Rix, é adepto de seus ensinamentos. Genidar Riani e o palestrante Daniel Godri

42

outubrO / 2012

Giselle e Gilberto Hastenreiter com o maestro João Carlos Martins

A música venceu!

S

empre atentos aos eventos e manifestações culturais, Giselle e Gilberto Hastenreiter conferiram de perto a última passagem do maestro João Carlos Martins por Vitória (ES). Exemplo de competência à frente da sua Orquestra Filarmônica Bachiana, e modelo de superação ao enfrentar diversos problemas físicos para ontinuar vivendo sua paixão pela música. Depois do concerto, eles fizeram questão de abraçar o maestro.

Eternamente Dançar Para comemorar os 15 anos do Núcleo de Dança Clássica Giselle Hastenreiter, Giselle, Brenda e todo seu cast vêm pontuando o ano com diversas apresentações. Nos dias 03 e 04 de novembro essa celebração ganha cores de homenagem. O espetáculo “Eternamente Dançar” presta um tributo a um dos grandes nomes do ballet clássico em nossa região. Zélia Olguim terá sua vida e história contadas no palco do Teatro A tiaia, através do talento de pequenas e grandes bailarinas.


Anúncio Dr. Mário 43

outubrO / 2012


Mais Mais

Ponto de Vista

O escândalo da mesada O julgamento do Mensalão passou a ser considerado por muitos brasileiros, juristas ou não, como o mais importante na história do STF. É um divisor de águas da nossa confusa democracia, um tanto quanto desrespeitada por aqueles que se consideram “águias” ou “espertos” da política. Como cria jurisprudência, é bom que aqueles que pensam perpetuar a prática nociva de malversação do dinheiro público pensem mil vezes, antes de agir. Ser pilhado nessa situação deve terminar com outro desfecho, diferente daquele que estávamos acostumamos a ver. Não admitir que o Mensalão existiu é coisa do passado. Assim, negá-lo é uma afronta à democracia, pois os fatos foram muito bem esclarecidos pelos ministros da suprema corte brasileira. A Procuradoria-Geral da República atribuiu sete ilegalidades aos mensaleiros: formação de quadrilha, corrupção ativa ou passiva, peculato, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e gestão fraudulenta. Portanto, indícios bastante fortes dos erros cometidos pelos réus. Entenda cada delito. Previsto no art. 288, do Código Penal, Formação de Quadrilha é quando mais de três pessoas se associam em quadrilha ou bando, com o fim de praticar algum ato ilegal. A pena é de reclusão de um a três anos. A Corrupção Passiva ocorre quando o agente público pede uma propina ou qualquer outra coisa para fazer ou deixar de fazer algo. O desvio de conduta ocorre a partir do momento em que pede a coisa ou vantagem. Já a Corrupção Ativa ocorre quando alguém oferece alguma coisa, normalmente, mas não necessariamente, dinheiro ou um bem, para que um agente público faça ou deixe de fazer algo que não deveria. Peculato é uma atitude de má-fé do funcionário público que, em razão do cargo que ocupa, tem a posse de coisa móvel pertencente à administração pública, ou sob a 44

outubrO / 2012

guarda desta a qualquer título, e dela se apropria, em proveito próprio ou de outro. Lavagem de Dinheiro é uma expressão que se refere a práticas econômico-financeiras que têm por finalidade dissimular ou esconder a origem ilícita de ativos financeiros ou bens patrimoniais, de forma que tais ativos aparentem uma origem lícita ou que, pelo menos, a origem ilícita seja difícil de demonstrar ou provar. É dar legalidade a um dinheiro de origem ilegal. Evasão de Divisas é uma ilegalidade financeira por meio do qual se envia dinheiro para o exterior, normalmente um paraíso fiscal, sem declará-lo e sem pagar os impostos devidos, e finalmente, a Gestão Fraudulenta é caracterizada pela ilicitude dos atos praticados pelos responsáveis de uma gestão empresarial. Ao administrar ou gerir instituição financeira, o sujeito ativo o faz de forma fraudulenta, ou seja, por meio enganoso, com má-fé e intuito de ludibriar. Mas tem condenado pelo STF que já pensa em recorrer à Corte Interamericana de Direitos Humanos, por ter sido condenado em três ilicitudes, caso de um deputado federal. Ocorrendo o recurso internacional, não é demais lembrar que a decisão da suprema corte brasileira é soberana, e, para muitos especialistas, uma reviravolta nesse caso é praticamente improvável. A atitude de tentar recorrer a uma corte externa, já que no Brasil, juridicamente, não existe outra instância superior que sus-

Crisolino Filho (*)

penda as decisões do Supremo, tem um caráter protelatório, visa tão somente retardar o cumprimento do dever legal do Estado, ou até mesmo esperar que as penas prescrevam por dilação de prazo. Mas, ao mesmo tempo, essa tentativa de se ver livre da condenação pelo STF clareia uma questão que necessita de profunda reflexão: a falência de nosso sistema político/partidário, que repassa através do fundo partidário recursos para partidos, muitas vezes agremiações nanicas e sem expressão política, além do tempo no rádio e na TV, que muitas vezes são utilizados como moedas de troca em composições eleitorais. Se fosse numa democracia mais evoluída os condenados já teriam renunciado a seus cargos, pois estão sendo julgados por uma corte eminentemente técnica, onde prevaleceu o princípio da contraditório e da ampla defesa. Os debates entre os ministros foram democráticos e transparentes. Enfim, foi um julgamento limpo, isento de qualquer suspeição. Os acusados não esperavam por isso, muito pelo contrário. Alguns tinham até certeza de que seriam inocentados. Só não contavam com o rigor do relator, o ministro Joaquim Barbosa, um capítulo à parte nessa história. * Crisolino Filho

Membro da Academia Valadarense de Letras – AVL -. OAB/ MG 47.103e CRB/MG 2713; Alô: (33) 8807.1877 e Fonefax: (33) 3271.7009 – E.mail: crisffiadv@ig.com.br. Blog: www.observatrans.blogspot.com.br


Mais Mais Perfil Acontecimento

Por Wilma Trindade

Alan Kardec Pinto - Estrela do Enam 2012

C

omo há 15 anos atrás Alan K ardec Pinto, Perfil Mais Mais 2012, foi a estrela do 30º ENAM, que aconteceu no Teatro Atiaia, nos dias 2 e 3 de outubro, com a palestra A Evolução da Mulher. Nesses 15 anos de sua primeira presença, Alan movimentou a platéia. O Encontro de Atualização da Mulher, promovido pela Sodami, teve, nessa edição, a presença do Brigadeiro Fontes, vindo diretamente do Rio de Janeiro para prestigiar o palestrante Alan K ardec, seu amigo de infância e vizinho no Bairro Leme. Para quem não faz idéia, João Fontes tem raízes na terrinha, foi criado na Rua D. Pedro II, esquina com Afonso Pena. Hoje, no lugar de sua casa, está um movimentado barzinho. Foi um prazer recebê-los e ciceroneá-los. Alan e a homenagem da Sodami, por Clermen Perim

Alan e o amigo brigadeiro Fontes

Com Ana Angélica Gonçalves Leão Coelho

Alan com a sobrinha Denise e Paulo Gonçalves Marize, Alan, Quequeta Bicalho, Adilson Reis, Paulo Bicalho, João Fontes, Newton Concellos e Beatriz

Paulo Bicalho, Newton Concellos, João Fontes, Alan e Adilson Reis

Alan Kardec e a anfitriã Wilma Trindade

Ana, João Fontes, Marlene e Etelmar Loureiro, e Alan Kardec

Ana, João Fontes, Alan, Adilson Reis, Ivanor Tassis, Marlene e Etelmar Loureiro

45

outubrO / 2012


Mais Mais Perfil Acontecimento

Parabéns!

Valéria Trindade, Simone e Ronaldo, Wilma e Adilson

Carlinhos Marques e Tetê e Dirceu Marques

Ronaldo e Carlinhos Marques com Silvio, Diego, Penha e Tininho

Ronaldo Marques e Simone

R

Os parabéns auxiliado pelo sobrinho Felipe

onaldo Marques e Simone deixaram a capital paulista e aterrissaram em GV, simplesmente para festejar os bem vividos 69 dele, no belo espaço do irmão Jefferson Marques, aos pés da Ibituruna. O bolo, encomendado com antecedência, foi assinado por Walquíria Trindade e completava as delícias da mesa de doces vindos de São Paulo. O mais fizeram a simpatia dos anfitriões, os amigos e o buffet da casa, super-recomendável.

Jefferson Marques e Andréia

É

Pulcra, Adriana, Bere, Valéria, Cristina, Bel, Sayonara e Cilene

46

Flávia Lamounier e Grasiele Moreno e o sorriso da Sofia

Ricardo, Léo da XX, Márcio e Ruber Barbosa e Vinicius Bossi posam com a turma

Susana Perim e Humberto, Simone e Ronaldo, Tetê e Carlinhos, Exdra e Sandra

Patrícia e Rodrigo, Marília Lima e o noivo Lucas, com Bel, Galeno, Massoca, e Maria Bretas

tradicional. Ano de eleições, a tarde acontece é na casa da Bel e do Massoca. Esse ano, a resenha para acompanhar a contagem das urnas foi mais caprichada. Bel resolveu extrapolar e caprichou para festejar os aniversários do maridão, Márcio, e do filho Moacir, ambos do dia 4 de outubro. O farto buffet e os vários drinques aliviaram a derrota. Entenda-se que por lá estavam 12, 40 e 45.

Os Rodrigues Pereira, que continuam se ampliando

outubrO / 2012

Glicélia Marques

Wadsom Amorim, Vinícius Bossi, Moacir e Ruber

Maria, Beto Mol, Henrique Menezes, Bebel e Cláudia Menezes, e Henrique


Kely Neves

O

dia 29 de outubro foi da aniversariante Kely Neves, que foi abraçada por todas as amigas. Ajudando a receber, o marido Elton e a filha Raíssa. Happy hour no Salão de Festas do seu Edifício Residencial D. Pedro II.

Fátima Simões, Lena Trindade, Kely Neves, Débora Di Spirito, Adriana Gonçalves, Salete Neves, Cláudia Starling, Wilma Trindade, Sônia Miranda

M

arlene Pimenta Loureiro aniversariou cercada de amigos , e pela família, naturalmente. Como sempre, sua simpatia e as delícias colocadas à mesa de sua sala de jantar, aliadas à perfeita liga entre os convidados, proporcionaram horas bem agradáveis na noite de 2 de outubro. Casada há 40 anos com o super bem-humorado Etelmar Loureiro, a alegria de viver de Marlene contagia, mesmo sentindo falta dos filhos e dos netos, uns em Brasília-DF, outros no Rio Grande do Sul.

Etelmar e Marlene

Marlene e os irmãos, Márcio Pimenta e Mércia

A marca ZAILA é a assinatura de uma nova linha de acessórios que reflete toda irreverência, autenticidade e dinâmica de um pensamento sempre à frente do seu tempo. Acesse o site e realize suas compras de forma prática, confortável e segura.

Raquel Barroso, Marlene Loureiro, Mônica Vargas e Graça Munhem

www.zailaloja.com 47

outubrO / 2012


Mais Mais Perfil Acontecimento Por

Paula Greco

Isso é Quente Cinema

Para Roma com Amor O que fazer (além de delirar) quando, em vez do jazz usual, são os acordes de “Nel blu dipinto di blu (Volare)” que servem de trilha para as cenas de abertura do mais novaiorquino dos cineastas? Impossível não se deleitar e pensar algo do gênero: “Isso é Woody Allen na Itália. Ma Che!”. É nesse clima, literalmente, que começa o mais recente filme do roteirista/diretor/ator (que por sinal, volta a atuar depois de quase seis anos – a última vez foi em Scoop, o grande furo) e o resultado não poderia ser mais interessante. O filme tem todo o clima de uma autêntica comédia italiana, abusando dos momentos paspalhões, que, graças à genialidade de Allen, ganham um toque de sensibilidade. O filme conta quatro diferentes histórias, a partir do inusitado ponto de vista de um guarda de trânsito. O ritmo prende o expectador do começo ao fim e o elenco, que reúne bons atores norte-americanos (como Alec Baldwin, Judy Daves e Jesse Eisenberg) a um time de atores europeus que vai de jovens novidades aos consagrados Roberto Benini (ganhador do Oscar por A Vida é Bela) e a espanhola Penélope Cruz, garante a qualidade que o roteiro merece. Engraçado, inteligente, envolvente e de uma deliciosa leveza, To Rome with Love (no original) é praticamente uma homenagem de Allen à Itália. E, sem dúvida, garantia de um par de horas do mais puro entretenimento.

Literatura

A Casa das Orquídeas

“Toda casa tem seus segredos e todo amor, seu preço”. A partir desta citação, dá para ter uma idéia dos motivos pelos quais o livro da autora irlandesa Lucinda Riley vem sendo cultuado pelos amantes da boa literatura – em especial de um bom romance – como o lançamento do ano. E não é para menos. Em quase 600 páginas de uma história cativante e muito bem construída, o leitor pode viajar entre os tempos atuais e a 2ª Guerra Mundial, passando também por cenários na Inglaterra, França e a exótica Tailândia. O ponto de partida é a propriedade conhecida como Wharton Park, onde a personagem Julia, neta do jardineiro da casa que cultiva orquídeas tailandesas, se isola após 48

outubrO / 2012

uma grande perda familiar. Lá, ela encontra o herdeiro da propriedade, Kit, um homem em meio a uma crise financeira e pessoal. A partir de um velho diário e com a ajuda das preciosas informações de Elsie, avó de Júlia e antiga funcionária de Wharton Park, eles embarcam em uma jornada em que o amor é pontuado por encontros e desencontros. A narrativa, que se altera entre a terceira e a primeira pessoa (a partir da perspectiva de Julia) é um dos pontos altos do livro e faz o leitor querer mais e mais, até chegar ao surpreendente final de uma trama pontuada pelo drama, pelo romance e pelas conseqüências de escolhas difíceis e definitivas.


Na Carreira

Música

C

hico Buarque é um dos maiores artistas do Brasil! Em 40 anos de carreira, tem mais de 400 músicas compostas, além de ser autor de livros e espetáculos de teatro. Curiosamente, o palco não tem sido, no entanto, seu habitat preferido. Nos últimos 36 anos, foram apenas seis turnês registradas. Por isso mesmo, o lançamento do CD/DVD/Blu-Ray “Na Carreira” está sendo tão festejado. Gravado durante a turnê de lançamento do seu último disco de inéditas (“Chico”, de 2011), o show (que passou por nove capitais brasileiras e foi visto por mais de 150 mil pessoas) tem, em seu roteiro, além das 10 canções do álbum, outras 20 canções, garimpadas pelo próprio Chico entre suas centenas de títulos. O resultado é um repertório que mescla sucessos de todas as suas fases e revisita, iconicamente, a intensa trajetória musical de um poeta de voz miúda e uma presença gigante, que arrebata corações.

Celebration Day Tudo o que envolve a trajetória da banda inglesa Led Zeppelin ganha ares superlativos. Com mais de 300 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo (e sem músicas inéditas há mais 30 anos), o quarteto inglês forma a mais legendária expressão do rock pesado. Não por acaso, o show único que marcou o reencontro de Robert Plant, Jimmy Page, John Paul Jones e Jason Bonham (filho de John Bonham, baterista original do Led, morto em 1980) depois de 27 anos separados foi um acontecimento que levou ao delírio os 18.000 privilegiados que conseguiram os ingressos para ir ao O2 Stadium, em Londres, na noite de 10 de dezembro de 2007. Alegria para eles, tristeza e frustração para os outros mais de 20 milhões de fãs que tentaram comprar o ingresso via internet, e não conseguiram. Em homenagem a eles é que, quase cinco anos depois desta noite memorável, o show, batizado de Celebration Day, ganhou sua versão em DVD, CD, Blu-Ray e vinil, além de estrear, no último dia 17, nos cinemas de todo o mundo. Um registro antológico, que não pode faltar na estante dos amantes do rock. 49

outubrO / 2012


Mais Mais

Ponto de Vista

Reino Unido Uma velha potência num novo século?

P

arte do debate sobre as implicações das relações internacionais dos países emergentes consiste em analisar as reações das grandes potências àquele fato. Nesse sentido, por exemplo, o que esperar das relações entre o Reino Unido e o Brasil, a partir do momento em que o Brasil tomou a posição da economia britânica como a sexta maior do mundo? Antes, convém relembrar a significância do status do Reino Unido. O Império Britânico dominava em 1900 nada menos que um terço da superfície terrestre. Nunca, na história da humanidade, um império estendeu-se por tantos continentes – daí a alcunha “o império em que o Sol nunca se põe” – e teve tanta presença econômica em virtualmente todos os rincões do planeta. Desde então, os britânicos perderam os territórios coloniais, mas mantiveram sua capacidade de aplicar seu poder militar globalmente. Em 1914, a Grã-Bretanha realizava 44% do total de investimentos mundiais, o que conferia a Londres o papel de “banco do mundo”. Em 1900, a produção industrial dos Estados Unidos respondia por 23,6% do total mundial, os ingleses vinham em segundo lugar, com 18,5%, e também estavam na vanguarda da segunda revolução industrial. Ainda hoje, Londres segue sendo um polo financeiro global, e o país, um polo industrial. Do Reino Unido provêm 15 das 100 maiores corporações transnacionais não-financeiras do mundo, apenas 7 provêm de países em desenvolvimento. Dos 50 maiores bancos, nenhum é de um país emergente, enquanto 7 são ingleses. Como uma grande potência pode se manter na liderança econômica? O Reino Unido é menor que a China, a Índia e o Brasil, por exemplo, mas empresas britânicas agigantam o PIB 50

outubrO / 2012

dos emergentes e seguem no comando das redes de negócios globais. Essas corporações têm unidades produtivas no mundo em desenvolvimento, mas mantêm em Londres funções centrais de gestão administrativa, financeira, legal, contábil, executiva e de planejamento. Não é exagero dizer que os homens de negócios ingleses se destacam entre os que comandam os negócios globais há duzentos anos! Para além do domínio econômico, o Reino Unido sustenta-se como grande potência pela liderança tecnológica. O país provê educação de excelência para toda sua população e investe mais em pesquisa e desenvolvimento (P&D) que a China e o Brasil, por exemplo. Isso mantém o país na vanguarda dos produtos industriais de altíssima tecnologia e provavelmente colocará os britânicos na crista da onda da próxima revolução industrial novamente. Eles tendem a se especializarem nesses produtos, garantindo uma posição privilegiada no comércio e nas cadeias produtivas globais: a tecnologia inglesa está presente nos componentes mais modernos da maioria dos aviões exportados pela Embraer. Ouro em barra, tal como no século XVII, é o produto que o Brasil mais oferece ao Reino Unido – a diferença é que a venda deixou de ser intermediada por Portugal, a partir de 1822. Aquele produto representa quase um quarto do valor de 5,2 bilhões de dólares exportado pelo Brasil para o Reino Unido em 2011. Por outro lado, a maior parte das exportações brasileiras para o Reino Unido é de produtos semimanufaturados e manufaturados. O comércio bilateral é bem menos dinâmico que as trocas do Brasil com os países emergentes, mas tem crescido. Para além do comércio, o Reino Unido é um dos países que mais investem no Brasil.

Diego Trindade D’Ávila Magalhães

Mais que cooperação econômica, percebe-se uma forte convergência política, que foi enaltecida no encontro da presidente Dilma com o primeiro-ministro do Reino Unido David Cameron, em setembro de 2012. Londres e Rio de Janeiro têm cooperado fortemente na preparação das Olimpíadas de 2016. Cameron reiterou o apoio ao pleito brasileiro por se tornar membro permanente do Conselho de Segurança da ONU. Contudo, há ao menos um grande desafio na relação bilateral. O Reino Unido é uma das três grandes potências capazes de projetar poder militar no Atlântico Sul, onde se encontram as Ilhas Malvinas (Falklands, em inglês), que são disputadas por argentinos e ingleses há quase cem anos. Vitoriosos na Guerra das Malvinas (1982), os ingleses garantiram a posse das ilhas, onde atualmente estão investindo na exploração de petróleo. Mas a Argentina tem tido sucesso em articular a América do Sul a seu favor, o Brasil tradicionalmente apoia a causa argentina. Interessa ao Reino Unido aproximar-se do Brasil, ao menos para garantir sua neutralidade em caso de conflito. Se a ascensão de potências emergentes pode representar uma ameaça a interesses de uma grande potência, esta possivelmente agirá contra aquelas, enquanto ainda tiver poder para isso? Isso nem sempre é verdade. Do ponto de vista do Reino Unido, os desafios que a ascensão do Brasil traz são diferentes dos trazidos pela China e pela Índia. A amizade entre o Reino Unido e o Brasil tem sido mutuamente benéfica e parece sólida, não é ameaçada pela emergência do Brasil em si, mas pelo grau de conflito sobre a questão das Malvinas/Falklands. Diego Trindade D’Ávila Magalhães Professor de Relações Internacionais (UniRitter). Doutorando em Estudos Estratégicos Internacionais (UFRGS). Emai: diegotdm@gmail.com


51

outubrO / 2012


52

outubrO / 2012


Mais Mais Perfil Acontecimento