Page 1


CARTA Carta ao Leitor

Agora finalmente vai começar 2014, após todas as festas de inicio de ano, férias e o carnaval, posso afirmar que venha 2014. Um ano cheio de desafios, e também muitas oportunidades, ano de Copa do Mundo no Brasil, ano de eleições, por isso, um ano de muitas mudanças. Não perca as oportunidades que lhe apresentarem, diga Sim a vida, viva mais, sorria mais, lute mais e corra atrás das oportunidades, não espere ela cair do céu, se planeje, porque quem não planeja não consegue realizar os sonhos.

perfilempresarial.br@gmail.com

Assista o Programa Perfil Empresarial Exibido de segunda a sexta no SBT às 12h e Domingo às 09:00h

Acesse: www.perfilempresarialbrasil.com.br

08

SEBRAE Empresária encontra na dificuldade a oportunidade de mudança

12

CONSULTORIA Você sabe a diferença entre líder e chefe? Veja a diferença

2

Março de 2014

/

PERFIL EMPRESARIAL

20

CONSULTORIA Está afim de um aumento salarial e não sabe como proceder? Nós do Perfil Empresarial preparamos uma lista de dicas para você na hora de pedir o aumento

24

DICA Veja dicas de como administrar melhor a sua empresa


PERFIL

EM FOCO Especial no Prêmio Sebrae Mulher de Negócios

Layala Lino, Elijanete Resplandes, Márcia Rodrigues e Luciana Reters

Jarbas Meurer, Mila Jaber, Fabiana e Márcia Rodrigues

Jarbas Meurer e Dineis

João Lira e Vera Nilva

Márcia Rodrigues e Kátia

Eglantine Trindade e Pedro Trindade

Jocyelma Santana

Kátia Rocha e Gustavo Duarte

Márcio, Kátia, Gabriel, Davi e Arthur

Marina Boaventura - Artista Plástica

Mila Jaber, Maria Luzia Couto e Kátia Rocha

6

Março de 2014

/

PERFIL EMPRESARIAL


SEBRAE

Empresária encontra na dificuldade a oportunidade de mudança

Família deixa zona rural para atuar na cidade no setor de panificação

tomar conta da panificadora, mas, o projeto tinha duração determinada e chegou ao fim. Entretanto, a disposição de Catarina a levou a decisão de aproveitar a oportunidade Fonte: Isabelle Bento / Comunicação Sebrae para abrir o próprio negócio. Ela continuou no ponto onde a panificadora estava estabelecida e deu sonho do negócio próprio continuidade à atividade, só que, acompanhou Catarina agora, sem o apoio da prefeitura e sem Worma Morais desde que funcionários para ajudar. saiu do Paraná, ao lado do esposo e três filhos, há mais de 10 O medo foi inevitável, sem qualquer anos, para encarar novos desafios conhecimento em gestão ela estava no Tocantins, mesmo sabendo que o sozinha, mas nesse momento o Sebrae destino inicial era trabalhar em uma bateu em sua porta. “A consultoria fazenda, no município de Novo Acordo. do Sebrae me ajudou muito, principalmente na gestão financeira. A realização veio num momento de Antes eu não sabia como fazer”, conta dificuldade, quando os negócios do a empresária. O controle das finanças patrão entraram em crise e eles tiveram mostrou para onde estava indo o que se mudar para a cidade. Para dinheiro e facilitou as decisões sobre ajudar na renda, Catarina começou a onde, quando e como investir para fazer pães caseiros para a filha mais melhorar a empresa. velha vender de porta em porta. Quando o Sebrae chegou o A iniciativa conquistou o paladar de negócio ainda era informal e hoje a muitos e ganhou corpo quando a empresária está formalizada como empreendedora foi convidada para microempreendedora individual (MEI) participar de um projeto de panificação e com perspectivas de crescimento. da prefeitura local. Ali ela se “Melhorou muito, com o CNPJ a gente desenvolveu ainda mais e começou a consegue comprar mais barato os

O

8

Março de 2014

/

PERFIL EMPRESARIAL

produtos para panificação. Também, participamos de licitações e já vencemos duas”, conta a empresária, que até pouco tempo fornecia os pães da merenda escolar do município. O contrato de licitação chegou ao fim, mas isso não significou crise para a empresária que conquistou uma boa clientela. “Tenho cliente que atravessa a cidade, passa na porta da concorrente que fica bem mais perto dele, e vem tomar café aqui com a gente, isso é gratificante”, afirma. A prova do sucesso está na própria família reunida em torno da empresa. Hoje, uma das filhas toma conta do caixa, a outra cuida do atendimento, o marido deixou o trabalho para ajudar no negócio e o genro não só passou para dentro da cozinha, como decidiu estudar nutrição para melhorar o desenvolvimento dos produtos da panificadora. A meta da empresária é colocar novos produtos à disposição do cliente, conforme orientação dos consultores do Sebrae. “Para isso, ter um nutricionista para fazer as etiquetas informativas vai ajudar muito”, conta. Hoje com a família unida e o apoio do Sebrae, Catarina hoje se sente segura para seguir em frente.


GIRO na Posse Nova Diretoria CRC - TO

Nova Diretoria do CRC

Márcia Rodrigues (Super. Sebrae), Vânia Labres e Marco Jair

Sebastião Célio, Epitácio Brandão (OAB) , Carlão e Vânia Labres

Márcia Rodrigues Superintendente do Sebrae e Marco Jair

Carlão da Saneatins, Sebastião Célio e Ademar Andrade

Vagner Praxedes e Sebastião Célio

Keila Sena, Josemaria Rodrigues, Juliana Soares, Euripedes Ferreira e Ana Luísa

Sebastião Célio Presidente CRC e Edimara

10

Março de 2014

/

PERFIL EMPRESARIAL

Sebastião Célio (Pres. CRC) e Márcia Rodrigures (Super. Sebrae)

Ruan, Margarida e Juliana Soares


CONSULTORIA

Você sabe a diferença entre líder e chefe? Veja a diferença Da Redação

Normalmente, as pessoas não sabem. Isso acontece, pois estão com as cabeças fechadas por conta do que é vivido e imposto. Asseguro que, caso soubessem, muitos não estariam nas condições que estão e não aceitariam passar pelo que passam. Chefe é o que a maioria de nós tem. É aquele que recebe ordens e dá ordens. O cargo dele foi atribuído com base em normas institucionais ou organizacionais. É a mais pura expressão de ordem social que define diferenças de status e, por conseguinte, de poder e autoridade dentro do grupo. A liderança é algo maior que a “chefia”. O líder é aquele que tenta sempre manter a equipe motivada, trabalha junto com o grupo, que busca sempre aprender melhorar e passar adiante o seu aprendizado. Ele se preocupa com as pessoas e com o desenvolvimento delas, sabe dar feedbacks construtivos e, em conjunto, te ajuda a melhorar como profissional e, muitas vezes, pessoalmente também. Para ele, você não é só um número, 12

Março de 2014

/

tenha certeza disso. Às vezes, temos a sorte de ter um chefe-líder, mas isso é muito raro. Normalmente isso acontece fora do mercado tradicional, quando a pessoa está no outro lado do quadrante. Mas por quê? Simples: o seu chefe pode

PERFIL EMPRESARIAL

ser um líder, mas se tiver alguém acima dele, e esse alguém não for um líder, o seu chefe terá que obedecer a ordens, e você voltará a ser visto como um número. O mais importante a respeito de um líder é o seguinte: o verdadeiro


líder é aquele que lidera pelo EXEMPLO. Ele busca seu desenvolvimento pessoal e profissional e as pessoas o colocam naquela posição. Para elas, aquela pessoa é um exemplo a ser seguido e é o que passam a fazer. Dentro das empresas, isso assusta muita gente, principalmente se você for um líder e tem um chefe, ou vários chefes. Eles têm medo de você, do que você é capaz de fazer, porque dentro do sistema tradicional, o seu chefe tem medo que você puxe o tapete dele. Mas, sendo um líder, não é isso que você busca. Sim, você quer ser reconhecido, mas o líder não puxa tapete. Se, por acaso, seu chefe for mandado embora e você assumir o cargo dele, foi porque ele escorregou no próprio tapete. Portanto, não seja ganancioso. É importante sermos ambiciosos, termos objetivos, pensarmos grande. Mas nunca esqueça que você não está sozinho nesse mundo e que, sendo uma pessoa melhor a cada dia, o seu exemplo servirá para que outras pessoas se inspirem. Quem sabe, aos poucos, com a mudança das pessoas, o mundo não mude?


GIRO na Cerimônia de Premiação “Melhores do Ano Judô Guerra TO’’

Troféu Melhores do Ano Judô Guerra TO

Fred Guerra e Reinaldo Sisterna

Cleiton e Sandra

Rodrigo Blamires e Felipe Guerra

Felipe Guerra, Rodrigo Blamires e Fred Guerra

Camila, Edna e Desacir


Fred Guerra

PatrĂ­cia Ferreira (Sesi) e Fred Guerra

Frederico Pires e Bruno Alves

PrĂŞmio para imprensa de Palmas

Reinaldo e Cleiton


GOIÁS

Fabricantes e comerciantes de bebidas alcoólicas de Goiânia estão obrigadas a colocar fotos de acidentes em seus rótulos Da Redação

Os comerciantes e fabricantes de bebidas alcoólicas de Goiânia, Goiás, tem até o fim do mês de março para se adaptarem a Lei 9.374, que foi sancionada pelo prefeito da capital goiana no final de dezembro e publicada no Diário Oficial do Município de Goiânia, que determina que sejam colocados nas latas e garrafas imagens de acidentes de trânsito e a frase, “Se beber, Não dirija”. 16

Março de 2014

/

Assim como já acontece com as embalagens de cigarro, em que seus efeitos nocivos são alertados através de fotos, que tem por objetivo conscientizar os consumidores das consequências do álcool e dos perigos de dirigir sob seus efeitos. Além das fotos e da frase, as embalagens terão que ter dados estatísticos de mortes e lesões graves causadas por acidentes com pessoas que estavam embriagadas.

PERFIL EMPRESARIAL


As empresas que não cumprirem a lei serão multas em R$3 mil. A lei serve tanto para os produtos fabricados na capital quanto para os comercializados. Conforme dados da Delegacia Especializada em Investigações de Crimes de Trânsito em Goiânia (Dict), em 2013 Goiânia registrou 3.170 acidentes e 332 mortos.


GIRO nos Bares

Gilvânia e Eline no Tendências Rock Bar

Laiane Balardino e Ana Elise no Tendências Rock Bar

Haroldo Lins e Thâmise no Tendências Rock Bar

Luana Fernanda e Fernando Ozzi no Tendências Rock Bar

João Paulo e Mariana no Tendências Rock Bar

Paiva Neto e Morgana no Tendências Rock Bar


CONSULTORIA

Está afim de um aumento salarial e não sabe como proceder? Nós do Perfil Empresarial preparamos uma lista de dicas para você na hora de pedir o aumento Da Redação

Quem não ambiciona ter um aumento de salário? Provavelmente você leitor não conhece ninguém que não tenha esse desejo. Mas do “querer” ao “acontecer” vai uma grande distância, principalmente no cenário de crise econômica e financeira em que vivemos. No atual contexto torna-se mais difícil conseguir convencer o seu chefe de que merece um aumento de ordenado. Mas o fato de ser difícil não significa que seja uma tarefa impossível. Por isso mesmo, e porque nem todas as empresas estão a sentir de igual forma os efeitos da crise, aqui ficam cinco passos que deve ter em conta para desenhar uma estratégia bem-sucedida com vista a uma subida de rendimentos.

qual é o seu próprio valor de mercado. Tente apurar quanto é que os seus colegas com as mesmas funções ganham e quais são os ordenados que estão a ser pagos por empresas concorrentes. Só assim saberá se está a ganhar acima ou abaixo da média. Se o seu salário for inferior à média terá uma noção de qual será o aumento salarial que deverá negociar com o seu chefe. Se tiver dúvidas sobre qual é o seu valor de mercado poderá consultar os estudos salariais elaborados por diversas consultoras de recursos humanos. Estes estudos permitem visualizar as remunerações que estão a ser praticadas dentro de cada área de atividade, discriminadas por função.

Saiba qual é o seu valor Para negociar um aumento de ordenado com o seu chefe terá primeiro de saber

Marque uma hora para falar com o seu chefe Não deve abordar o seu chefe

20

Março de 2014

/

PERFIL EMPRESARIAL

sobre este tema numa situação casual. Ex: Ao pé da máquina do café ou quando apanham o mesmo elevador. A discussão do seu salário é um assunto sério, por isso mesmo, agende com o seu superior uma hora para conversarem sobre este tema. Desta forma, terá a garantia de que terá toda atenção do seu chefe para ouvir os seus argumentos. Saiba vender-se Os especialistas na área de recursos humanos aconselham as pessoas a encarnarem o papel de advogadas de si próprias. É importante que exponha de forma clara os seus argumentos. Se for vendedor, ou se o seu trabalho é traduzível em números, mostre-os e faça ver como o seu trabalho tem sido importante para o crescimento da empresa. Relembre os seus pontos fortes e os objetivos que


atingiu. Se ganhar mais responsabilidades ultimamente no seu trabalho, faça-se valer também deste argumento. Evite estes argumentos Jamais justifique um aumento de salário por chegar sempre há horas ou por raramente faltar ao trabalho. A razão é simples: não espere que os seus superiores lhe dêem uma medalha por fazer aquilo que é a sua obrigação. Ao mesmo tempo evite usar desculpas pessoais (ex: Precisa ganhar mais para pagar dívidas pessoais).

Esteja preparado para um não Por muito brilhantes que sejam os seus argumentos, eles poderão não ser suficientes para conseguir o aumento de salário desejado. Aliás, num cenário de crise como o atual, é bem possível que a resposta ao seu pedido seja negativa. Mas não esmoreça. Questione o seu chefe sobre o que será preciso fazer para que no futuro a empresa lhe possa conceder um aumento salarial ou tente negociar outros mecanismos de compensação.

Situações em que não deve pedir um aumento Se a sua empresa está a despedir pessoas ou a cortar benefícios aos funcionários, isto é um sinal de que a firma onde trabalha está em sérias dificuldades financeiras. Não é o momento ideal para pedir um aumento. Aliás, se o fizer, pode até ter um efeito negativo junto do seu chefe. Está-se a ganhar igual ou acima da média dos seus colegas com as mesmas funções, se a sua situação salarial já é confortável e justa quando comparada com a média do mercado, então as hipóteses de ser bem-sucedido na missão de obter um aumento salarial tornam-se mais reduzidas. Se não merece. Ou seja, se tem a consciência de que o seu desempenho profissional não tem sido brilhante. Se não tem sido dedicado nas suas tarefas, nem demonstra entusiasmo ao executá-las, se cumpre apenas os mínimos no seu trabalho, pense duas vezes antes falar em aumentos salariais com o seu chefe.


TOCANTINS

Em pesquisa realizada pela Fecomércio mostra que confiança dos empresários caiu neste inicio do ano Da Redação

E

m recente pesquisa realizada pelo Fecomércio do Tocantins mostrou uma leve queda da confiança do empresário de Palmas, com uma variação de 4,3%, no mês que marca o início do ano registrou uma queda de 5,7 pontos, mas mantém ainda a zona favorável que é acima dos 100,0 pontos. O índice geral de janeiro ficou em 127,1 pontos. A pesquisa é feita mensalmente pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo - CNC, em parceria com a Fecomércio Tocantins. Foram pesquisadas 120 empresas, das empresas pesquisadas 35,3% acham que piorou um pouco a economia de Palmas, ao serem questionados sobre o seu setor, 40,7% acreditam que o setor

22

Março de 2014

/

melhorou pouco nesse período e 44,2% disseram que a sua empresa melhorou pouco. De acordo com Hugo de Carvalho, presidente da Fecomércio no estado, os dados apresentados mostram desconfiança dos empresários na economia de 2014. “É visível por meio dos dados da

PERFIL EMPRESARIAL

pesquisa ver a falta de segurança dos empresários na economia. A CNC divulgou um dado importante esse mês, que avalia um crescimento de 6,5% para o setor nesse ano, mas para isso deve haver uma política governamental para segurar a economia, principalmente diante da inflação”, ressaltou.


GIRO nos Bares

Abel e Banda de Goiânia Boogarins no Tendêncies Rock Bar

Amanda e Monalisa no Tendêncies Rock Bar

Andrey Guimarães e Ludmyla Farias no Mercatto

Camila, Fabrício e Hellen no Tendêncies Rock Bar

Ana Kellyn, Anderson e Lorena no Tendêncies Rock Bar

Eluar Maione e Leonardo Inácio na Adega 21


DICA

Veja dicas de como administrar melhor a sua empresa Da Redação

Os brasileiros estão entre os primeiros na lista dos povos mais empreendedores do mundo, porém nem todo mundo sabe como administrar uma empresa. Apesar de todas as dificuldades tributárias, pois somos um dos países que tem as maiores cargas tributárias de todo o mundo, e a da nossa cultura empreendedora e criativa. Esta habilidade ou conjunto de habilidades empreendedoras fazem com que o brasileiro se envolva facilmente na criação de novos negócios. Ter uma ideia para uma nova empresa é muito interessante e motivador. De acordo com o consultor empresarial, Ramon Tessmann, períodos que antecedem a abertura efetiva de um negócio são vibrantes, emocionantes. Tudo ainda é um mar de flores, pois nada foi para a prática. Tudo está no campo das ideias. E no campo das ideias podemos pensar o que quiser. Podemos estar motivados, empolgados. A realidade ainda não bateu à porta. Quando decidimos praticar aquilo que pensamos e iniciar de fato as primeiras ações começamos a ver que a realidade não é tão doce assim. Gerenciar uma empresa no dia-a-dia não é tão 24

Março de 2014

/

fácil quanto se imagina. São inúmeros entraves e situações a resolver: burocracia, impostos, funcionários, processos, finanças, treinamento e por aí vai. Para que a empresa tenha uma vida longa, é preciso cuidar bem dela, ter visão de futuro, pois para muitas ações desenvolvidas agora no presente, os resultados só aparecerão em um tempo hábil, geralmente em médio prazo. É dela que irá sair o sustento direto e indireto de muitas pessoas, então saber administrá-la da melhor forma, delegar tarefas, motivar colaboradores é imprescindível para que ela esteja em plena atividade e com uma saúde de dar inveja à concorrência, trazendo muitos benefícios a todos. O profissional destacado para o cargo administrativo tem que ter um perfil pró-ativo, de iniciativa, ser motivador, colocar sempre em primeiríssimo lugar a excelência no atendimento ao cliente, ter foco nos processos de negócio, monitorando e controlando todos os resultados. É preciso ter também uma equipe capacitada, unida, que tenha objetivos comuns, que siga à risca o planejamento estratégico e faça cumprir as metas e objetivos com eficiência. As empresas que seguem

PERFIL EMPRESARIAL

orientadas a obtenção de resultados expressivos devem estar em constante aprendizado, ter uma visão de médio em longo prazo, não ser imediatistas e buscar com persistência o alcance dos mesmos. Equipe Como gerenciar uma empresa com as pessoas erradas? Não é possível. Segundo Tessmann montar a equipe certa de colaboradores logo no início é fundamental. A primeira inclinação do empreendedor é contratar familiares e amigos. Quase sempre isso dará problemas lá na frente. Simplesmente porque não se contratou com base no perfil da pessoa, mas por uma questão de necessidade. Eu recomendo sempre procurar pessoas com base nas características do cargo. Caso você não tenha dinheiro para arcar com impostos, pode tentar estagiários. Há várias formas de encontrar as pessoas certas e recomendo que você pesquise sobre isso para não errar. Uma equipe errada será fatal para seu negócio. Finanças Jamais misture finanças pessoais com as finanças do seu negócio. Evite esta perigosa armadilha. Defina um salário


para você e nunca tire 1 centavo a mais do caixa para pagar despesas pessoais. O consultor empresarial acrescenta “eu conheço algumas pessoas que quebraram negócios promissores porque o caixa da empresa servia para cobrir contas pessoais. Quando a empresa precisava de dinheiro não havia nenhum. Seja rígido nesta área e evite problemas futuros”.

Preparação Como gerenciar uma empresa sem a devida preparação? Se você for o diretor geral de um negócio, independente do tamanho da empresa, você deve investir em seu próprio desenvolvimento profissional. Um bom administrador deve reunir muitas habilidades que devem ser trabalhadas constantemente. Para tanto eu recomendo que você faça cursos de vendas, negociação,

liderança, motivação etc. Ramon destaca ainda que participe também de cursos técnicos de sua área. Você precisa ser a pessoa mais preparada da empresa. Muitos dos negócios que conheço faliram porque a pessoa no comando era totalmente despreparada. Eu mesmo fali alguns negócios por puro despreparo. Lembre-se: tudo isso independe do tamanho da empresa. Mesmo que seja um negócio de um homem só, preparação é fundamental.


COLUNA

Dr. SANI NAYMAYER

Crédito Rural Existem várias reclamações de produtores rurais com normas internas do banco, onde o produtor ou empresário além de ter dificuldade de contratar seus investimentos, há uma crise de crédito moral perante a instituição financeira, sem contar na falta de confiabilidade nos projetistas e até nos seu fiscal que realiza as vistorias, senão vejamos: 1 – tarifa de 0.5% para estudo do projeto proposto: está tarifa é sobre a avaliação de bens a serem dados em garantia e, além de absurdo, é pago antecipadamente, independente de sua aprovação ou não. 2 – Entre o protocolo do pedido na agência até a contratação no mínimo 50 dias: 15 dias de estudo na agência 30 dias de estudo se for apenas à superintendência 15 dias após estar de volta a agência é que poderá haver a contratação 3 – Comprovação da aplicação dos recursos: A- Se for pago em dinheiro, o produtor está ferrado, pois o banco não aceita recibo; B- Se for com equipamento próprio (como 26

Março de 2014

/

é na maioria dos casos) – o produtor tem que comparecer na prefeitura, tirando uma nota fiscal como prestador de serviço, consequentimente efetuar o recolhimento dos impostos incidentes – ISSQN – e fazer correto na declaração de renda terá que ser feita a prestação de serviço, com isso descaracterizando sua atividade incentivada de produtor rural – para este serviço; C- Pagamento a terceiros tem que ser feito em cheque, mediante apresentação de nota fiscal de prestação de serviço, apresentar cópia do cheque e Xerox da conta para comprovar a saída do recurso. Em resumo: Comprovação física e financeira que o produtor rural não é desonesto. Com isso, solicitamos a modificação imediata das normativas com o intuito de agilizar a contratação dos financiamentos, desonerarem o produtor e dar credibilidade ao produtor, projetista e ao fiscal do próprio banco, pois a vistoria técnica sempre foi a ideal, pois comprova que a lavoura existe e se foi feita dentro da tecnologia recomendada para uma melhor produtividade. Dr. SANI NAYMAYER Superintendente FAET Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins

PERFIL EMPRESARIAL

Superintendente FAET Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins


GIRO nos Melhores Eventos e Acontecimentos: Aniversário do Rodrigo Blamires

Rodrigo Blamires e Kelly

João Neto, Alexandre, Fátima, Kelly, Rodrigo, Charles e Adelize

Renato Ahãdu e Rodrigo Blamires

Fernanda e Rudney

Fred Guerra e Banda Cão de Rua

Fátima e Alexandre di Paula

Fatima, Kelly, Rodrigo E Adeilze

Adeilze e Charles

Ellen, Maria Eduarda, Rodrigo e Crhys

Janilson, Rodrigo, Carol e Renato 28

Março de 2014

/

Kelly, Rodrigo e Maria Eduarda PERFIL EMPRESARIAL

Ana Laura, Fernanda, Rodrigo e Luciene


Renato, Adriano, Janilson, Charles, Rodrigo, Abel, Fred, Renato, Rudney

Rodrigo e Luiz

Rodrigo e Banda CĂŁo de Rua

Rodrigo e Luciano Amaral

Rodrigo, Luiz Carlos, Gleci e FabrĂ­cio

Santana e Carla


CALENDÁRIO CHINÊS

2014 segundo o calendário chinês é o ano do Cavalo de Madeira, veja como ele pode interferir no seu ano Da Redação

Novo Chinês, que será regido pelo Cavalo de Madeira, um dos 12 animais do horóscopo chinês. Diferente do zodíaco ocidental, o horóscopo chinês é baseado num ciclo anual de 12 anos, sendo cada ano referente a um animal. E será que 2014 será um bom ano com a regência do Cavalo Verde ou de 2014 - O Ano do Cavalo Nos dias 30 e 31 de Madeira? Com toda a certeza janeiro os chineses comemoram sim, 2014 será muito favorável com muitas festas, cerimônias e auspicioso, pois o Cavalo e ceias fartos a chegada Ano é um dos animais chineses Segundo a tradição chinesa 2014 será um ano regido pelo Cavalo de Madeira. E nós da Revista Perfil Empresarial preparamos essa matéria especial para explicar qual é a importância e como ele pode interferir positivamente no seu ano.

30

Março de 2014

/

PERFIL EMPRESARIAL

mais favorecidos. O Cavalo simboliza movimento, coloca a vida para andar e pode nos levar para aonde desejarmos. O Cavalo nos leva para o sucesso profissional ou ao encontro de um grande sonho ou amor. Mas será necessário direcionar nossos objetivos e atenção para aquilo que queremos o Cavalo por si não fará nada. Nós que daremos o comando. Aliás, como em tudo na vida somos nós quem comandou. Só que com o Cavalo a vontade será


ainda maior. Para todos em geral o ano do Cavalo trará bons ventos, fartura e sorte. Será um período muito importante e decisivo para quem estiver disposto a buscar o seu lugar ao sol, riquezas e oportunidades. Segundo a astróloga, Jacqueline Cordeiro, o ano do cavalo significa o ano de muita ação e expensão. “A grande resistência física e habilidade para saltar obstáculos do cavalo indicam que as pessoas terão muita energia para correr atrás dos seus objetivos, sem fraquejar diante das dificuldades que forem apresentadas”, diz a astróloga. Será um ano rápido nas

escolhas, decisões e resultados. O senso de cooperação e a amizade são características do Cavalo de Madeira. As comunicações serão favorecidas e profissões que lidam com o público estarão em alta: comércio, atividades artísticas e intelectuais ficarão em evidência. Sucesso para quem sabe se comunicar. O Cavalo adora as novidades e desafios. O ano do Cavalo de Madeira promete trazer um ano cheio de descobertas e invenções. O período é oportuno para quem quer alcançar o sucesso e transformar a própria realidade superando questões de trabalho com determinação

e coragem. Bom para quem quer abrir um negócio, mas com cautela sempre. O segredo é não ter medo de se arriscar e de lutar pelo que se deseja. Ainda segundo Cordeiro, “já o elemento de madeira traz solidez e pés no chão, sugerindo que não vai nos faltar disciplina, determinação e atitudes realistas para levar nossos planos adiante”, afirma. A astróloga pede ainda um pouco de cautela, “como o cavalo adora desafios e aventuras, o período será bom para exercitar a ousadia, desenvolver o espírito empreendedor e perder o medo de correr riscos na empresa. Porém, um pouco de cautela não fará mal nenhum, já que a predisposição à impulsividade pode resultar em decisões precipitadas”. Veja agora qual será a influência do signo do Cavalo em diferentes áreas da vida de acordo com Luciana Sant’anna, mestre em Acumpultura e Medicina Tradicional Chinesa: Dinheiro 2014 será um ano favorável ao progresso financeiro, pois o Cavalo possui bom instinto para matérias relacionadas ao dinheiro. Trabalho O Cavalo é um trabalhador incansável. Essa inquietude e a força desse movimento farão com que aqueles projetos engavetados há tempos saiam, enfim, do papel. Será um ano decisivo para quem estiver disposto a buscar o seu lugar ao sol e também para aqueles que procuram um bem maior: grandes causas

PERFIL EMPRESARIAL

/

Março de 2014

31


são favorecidas com a força do cavalo. Ação é a palavrachave deste ano: será ela que determinará o sucesso dos projetos. É um tempo de colheita, de renovação e de mudanças. Saúde O Cavalo tem uma natureza muito impulsiva e autoconfiante, o que acaba ditando nossas ações e emoções, mas o bom-humor prevalecerá. O ritmo do ano acaba com nossas energias de reserva, o que nos dá a sensação de esgotamento e cansaço. Mas, ao mesmo tempo, será um ano recompensador. O Cavalo trará tensão e estresse às nossas vidas diárias, por isso é importantíssimo investir em bem-estar e qualidade de 32

Março de 2014

/

vida: atividades que nos ajudem a relaxar, nos conectar a nós mesmos e enxergar as coisas com mais clareza e sabedoria.

Na Ásia diversos países adotam calendários parecidos com o chinês. O calendário chinês é lunissolar. Cada ano possui doze lunações acarretando em Espiritualidade É imprescindível dar um total de 354 dias. Para não atenção aos nossos sentidos, se perder a sincronia com o pois os ventos podem mudar ciclo solar (de 365,25 dias), é constantemente e só nossa acrescentada a cada oito anos intuição poderá nos guiar para noventa dias ao calendário, o caminho correto a seguir, ou, aproximadamente três mantendo ou não aquela lunações. Desta forma não se perde a sincronia nem com o decisão tomada. ciclo solar, nem com o lunar. Por isso, considera-se que o Calendário Chinês O calendário chinês calendário chinês é lunissolar. é o mais antigo registro cronológico de que se tem 12 Ciclos do calendário registro na história. É um Chinês calendário que se utiliza tanto Rato, boi, tigre, coelho, dragão, do Sol quanto da Lua. A partir serpente, cavalo, carneiro, dele surgiu o horóscopo chinês. macaco, galo, cão, porco.

PERFIL EMPRESARIAL


PREMIAÇÃO

Prêmio Sebrae da Mulher Empreendedora Isabelle Bento

Fotos: Rondinele Ribeiro

da esq./dir. As ganhadoras com a diretoria do Sebrae: Fabiana, diretor Administrativo-Financeiro Jarbas Meurer, Kátia, diretora Técnica Mila Jaber, Eglantine e diretora Superintendente Márcia Rodrigues. Histórias inspiradoras foram premiadas em noite de gala na 10ª edição do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, em Palmas. Eglantine Marques Trindade, da Clínica Agrovida, foi a grande vencedora da etapa estadual. Kátia Marques da Costa, da Academia Tchibum, e Fabiana Arantes Bezerra, da Art da Terra, receberam, respectivamente, o troféu prata e o troféu bronze. O Prêmio Sebrae Mulher de Negócios tem como objetivo identificar, selecionar e premiar os relatos de vida de mulheres empreendedoras de todo o país. As candidatas têm em comum a transformação de seus sonhos em realidade, dando exemplo e estímulos para outras mulheres.

Para a superintendente do Sebrae Tocantins, Márcia Rodrigues, que entregou o troféu ouro à Eglantine, a premiação foi um momento inspirador para as mulheres. “Ouvir essas histórias ratifica os dados apontados por uma grande pesquisa sobre empreendedorismo, a GEM, onde demonstra que as mulheres já são maioria no comando dos pequenos negócios. Isso inspira outras mulheres de que é possível”, disse ela durante o evento, desejando que essas histórias de sucesso motivem a inscrição de mais casos de sucesso na próxima edição. Segundo a diretora técnica do Sebrae Tocantins, Mila Jaber, a história dessas mulheres leva as pessoas a acreditar que é possível sonhar e realizar.

Eglantine (troféu ouro)


BRASÍLIA

Entra em vigor a Lei Anticorrupção empresarial, com a nova legislação empresas podem ser punidas por fraude Da Redação

Entrou em vigor no fim do mês de janeiro deste ano a Lei Anticorrupção. Lei 12.846/2013), que responsabiliza e passa a permitir a punição de empresas envolvidas em atos de corrupção contra a administração pública nacional ou estrangeira. A lei foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff em agosto do ano passado. A partir de agora, porém, as empresas envolvidas em fraudes 36

Março de 2014

/

serão alvos de processos civis e administrativos e podem pagar multa de 0,1% a 20% do faturamento anual bruto (quando não for possível calcular essa receita, o valor pode ser estipulado por um juiz e variar entre R$ 6 mil e R$ 60 milhões). Em alguns casos, a Justiça pode até determinar o fechamento da companhia (veja as penas previstas no quadro ao lado). De acordo com o advogado Giovanni Falcetta, do escritório do Aidar SBZ, a principal diferença é que a nova lei permite que as empresas sejam punidas sem a necessidade de comprovar culpa ou dolo (por meio da chamada “responsabilidade objetiva”) Setor de prevenção Pela nova lei, as companhias terão que se preocupar com a criação de um setor de “ética empresarial” para prevenir internamente atos de corrupção – chamada pelo mercado

PERFIL EMPRESARIAL

de “compliance” (conformidade, em inglês). Para isso, a Lei Anticorrupção prevê a elaboração, pelo Executivo, de uma regulamentação com detalhes de como precisa ser esse programa de “compliance” adotado pelas empresas. De acordo com especialistas, ele não deve diferir muito de guias internacionais, como o da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). “A regulamentação será importante porque traz a necessidade de as empresas terem códigos de conduta, políticas, programas de conformidade efetivos, porque isso será julgado com relação à sua efetividade”, diz Rogéria Gieremek, gerente da área de compliance da Serasa Experian. “Todo empresário vai pensar duas vezes. Se todo mundo parar de oferecer e dar propina, não restará alternativa senão fazer a função que se tem que fazer”, avalia.


GIRO nos Bares

Alexsander e Helen Ogawa no Mercatto

Anildo Macedo e Suleimar Urzedo no Mercatto

Delvaoux Júnior e Wenuska Fuso na Adega 21

Ellen e Crhys no Lanterna Louge Bar

Diógines Nunes e Júlio César no Mercatto

Fabrícia Morato, Sara Morato e Cássio Guimarães no Tendências Rock Bar

Diego Rodrigues e Natália Teles no Tendências Rock Bar

Drº Adelino e Ivanete Paniago no Mercatto


CONSULTORIA

Apartamento na planta ou não? Vejam quais são as vantagens de comprar um apartamento na planta Da Redação

Comprar imóvel na planta é o caminho mais apropriado para quem não deseja se mudar imediatamente, não dispõe do total necessário para a compra. Além disso, a compra do imóvel na planta é mais recomendada para a pessoa que não paga aluguel. Assim, as parcelas da nova casa não se somam às da casa atual, sobrecarregando a renda.

40

Março de 2014

/

Imóvel na planta sai mais barato? A conta é um pouco confusa, segundo André Braz, economista da Fundação Getúlio Vargas, comparando o preço de um imóvel na planta com um já pronto, no mesmo tamanho e localização, o da planta é mais caro agora. No entanto, com a valorização dele ao longo dos anos, ele deverá valer mais que a quantia investida quando estiver pronto. Mais precisamente, por volta de 20% a mais. Se a localização e a planta forem boas, bem mais. Se tiver mais de uma vaga na garagem, mais ainda. Para resumir, o lucro pode chegar a 50%.

PERFIL EMPRESARIAL

Condições de pagamento do imóvel na planta Além da valorização do imóvel da planta com o tempo, as condições de pagamento são mais amigáveis. Em geral, segundo o economista, o comprador parcela os 30% da entrada por um período de até três anos – tempo que leva para concluir um projeto e entregar as chaves, em geral. Os outros 70% podem ser pagos em até 20 anos de acordo com a maneira de financiamento escolhida. Imóvel na planta do jeito que você sempre quis Outro ponto que costuma


agradar bastante é a flexibilidade do acabamento. Está tudo lá, no memorial descritivo do imóvel. Aliás, ainda de acordo com Braz antes de comprar um apartamento, vale ler, reler e analisar o documento. É nele que está tudo o que o comprador deve saber e o que ele deve cobrar caso a obra saia dos trilhos: metragem dos cômodos, material usado no acabamento e prazo da entrega das chaves. Imóvel novo costuma ser menor O economista acrescenta que, nas construções novas o apartamento em si perde, em relação às peças antigas. Isso porque, na maioria das vezes, os cômodos são menores, assim com o pé direito. Mas elas são um reflexo de uma necessidade atual: dividir o espaço em mais unidades independentes e agregar no espaço além da porta de entrada.

É simples. Os apartamentos antigos podem ter a mesma metragem dos novos, com menos cômodos. A diferença maior de um imóvel na planta está fora da área de convivência privada. Por outro lado, mais vagas e maior lazer Nos imóveis de construção recente é dedicada uma maior parte do espaço e custo às áreas externas: vagas de garagem e área de lazer. A tendência é que novos prédios sejam construídos fora de área central. Assim, é mais confortável para os moradores ter carro. Como a maioria das famílias tem mais de um automóvel, são necessárias duas, três ou quatro vagas na garagem, algo difícil de encontrar no centro. Como os edifícios estão mais afastados do centro, é exigido que sejam mais independentes. Então, possuem academia, playground,

churrasqueira, quadras e, em alguns casos, mercadinhos. É o conceito de condomínio-clube. A tendência comprova a demanda do mercado, encabeçada por famílias com filhos pequenos. Quanto mais novo o prédio e mais vagas na garagem por unidade, mais valorizado é o apartamento. É lógico que o estilo de vida entra na conta. Se a pessoa mora sozinha, não dirige e não faz uso da área de lazer, deve preferir uma unidade antiga no centro. Rede elétrica mais resistente Outro item característico de um imóvel na planta é que ele possui uma rede elétrica mais resistente e com mais tomadas. A estrutura suporta máquinas com grande voltagem, como computadores, microondas, itens básicos nos dias de hoje, mas que não eram utilizados diariamente em todos os lares há cinqüenta anos.


BALANÇO POLÍTICO GOIÁS

Marconi Perillo O governador Marconi Perillo (PSDB) lidera a corrida eleitoral para o governo de Goiás em todos os possíveis cenários. Seus índices de intenção variam de 36% a 41%, o que lhe dá a dianteira em relação a todos os outros adversários. Ele também aparece na frente na pesquisa espontânea. É o que aferiu a pesquisa pelo Instituto Fortiori, contratada pela Rede Sucesso de Rádio e Televisão Ltda. A pesquisa Fortiori foi realizada entre os dias 18 e 24 de janeiro e ouviu mil pessoas numa amostra representativa de todo o Estado. Para um intervalo de confiança de 95%, a margem de erro máxima da pesquisa é de 3,1%. A pesquisa foi contratada pela Rede Sucesso de Rádio e Televisão Ltda e está registrada no TRE-GO sob o número GO-00001/2014 e no TSE com o número BR-00009/2014. A data do registro da pesquisa é dia 27 de janeiro de 2014.

Iris Rezende Câmara de Vereadores

O mistério sobre a posição de Iris Rezende no processo eleitoral deste ano deve mesmo permanecer até junho, data limite para a formalização das chapas que disputarão as eleições de outubro. Até lá, o cacique do PMDB, muito provavelmente, se manterá calado, como tem feito nos últimos meses, apenas observando o desempenho do pré-candidato da sigla, Júnior Friboi, no desafio de se viabilizar como cabeça de chapa na disputa pelo Palácio das Esmeraldas. “Divulgar escalação antes do jogo é municiar o adversário”, declara um integrante da legenda. Além da explicação para o silêncio, entre peemedebistas, o discurso de união entre Friboi e Iris se mantém intacto, como num texto ensaiado afim de não dar margens aos boatos de racha dentro do partido. Gente que acompanha Friboi na campanha, mas se denomina “irista”, prega que o maior nome do PMDB abençoou o projeto do empresário e deve, no momento oportuno, ressurgir para fortalecer o anseio do PMDB de retomar o poder no Estado. “Apesar de calado, Iris tem acompanhado tudo”, resume um parlamentar da sigla.

de Goiânia tem reajuste de salário negado

DISTRITO FEDERAL

Lei Antiterrorismo

Depois da morte do cinegrafista da TV Bandeirantes, Santiago Andrade, alguns senadores defenderam que o Projeto da Lei Antiterrorismo (PLS 499/13) seja aprovado o quanto antes para que possa enquadrar crimes como esse. “Nós

poderíamos ver a possibilidade de um entendimento de líderes para colocarmos essa matéria em apreciação já, no plenário desta Casa. Ela precisa de dois turnos. Poderíamos discutir aqui essa lei. Não é uma resposta direta porque houve uma morte hoje. Nós estamos debatendo isso desde o ano passado”, defendeu o senador Jorge Viana (PT-AC) em plenário. O projeto inclui como ato típico de terrorismo “provocar ou difundir terror ou pânico generalizado mediante ofensa ou tentativa de ofensa à vida, à integridade física ou à saúde ou à privação da liberdade de pessoa” e estabelece penas de 15 a 30 anos de reclusão ou de 24 a 30 anos de reclusão se resultar em morte.

42

PERFIL EMPRESARIAL

Março de 2014

/

Iara Bernardi A deputada federal Iara Bernardi (PT-SP) assinou o termo de efetivação na Câmara dos Deputados, que vai torná-la titular da Casa. Iara, que cumpria suas atividades como suplente, assumirá o gabinete que era ocupado pelo deputado João Paulo Cunha (PT-SP), que renunciou ao mandato. Condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão, Cunha teve prisão decretada. Com a assinatura do termo de efetivação, Iara Bernardi terá ainda mais autonomia para participar de determinadas comissões, o que antes não podia fazer por sua condição de suplente. Para o lugar de Iara, será chamado, como suplente, Gustavo Petta (PCdoB-SP).


BALANÇO POLÍTICO TOCANTINS

Roberto Stuckert Filho PR

Em jantar com Dilma, Roberto Pires e empresários brasileiros se reúnem em Bruxelas

A programação da comitiva brasileira em Bruxelas, na Bélgica, aconteceu no final de fevereiro, com um jantar organizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Confederação Nacional da Agricultura (CNA) entre empresários e a presidente Dilma Rousseff. O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) e do

Bancada do Tocantins em Brasília A Bancada do Tocantins na Câmara Federal empenhou 14 emendas no valor total de R$ R$ 339.788.773.00 em 2013. De acordo com levantamento feito pela equipe de um portal de notícias de Palmas, o Ministério do Planejamento executou R$ 331.413.443,00 das emendas empenhadas pela Bancada. As emendas empenhadas pela bancada do Tocantins e executadas pelo Ministério do Planejamento destinaram recursos também para o consórcio público intermunicipal de desenvolvimento regional – gestão ambiental e de recursos hídricos para os municípios da região norte do Tocantins; obras e ações de infraestrutura urbana palmas; obras e ações de infraestrutura urbana em Araguaína; implantação de projetos de irrigação no município de Porto Nacional e apoio a projetos de infraestrutura turística no município de São Félix do Tocantins. Estes somaram mais de R$ 149 milhões.

Sebrae/TO, Roberto Pires, participou representando a classe industrial tocantinense, além da presidente da CNA, senadora Kátia Abreu. A comitiva se reuniu em Bruxelas para participar do 7º Encontro Empresarial entre Brasil e União Europeia. Na ocasião, serão apresentadas novas iniciativas para fomentar o ambiente empresarial além-fronteiras e fortalecer a relação comércio investimento entre o Brasil e a União Europeia. “O Centro Internacional de Negócios da FIETO, reestruturado recentemente, fará a prospecção e estudos que viabilizem oportunidades de internacionalização de setores estratégicos para dinamizar a economia tocantinense. A participação nesse encontro subsidia o início desse trabalho”, explicou Pires. O 7º Encontro Empresarial entre Brasil e União Europeia, teve a finalidade de estabelecer possibilidades de diálogo entre empresários e chefes de estado brasileiros e europeus. Assessoria Presidência da FIETO

PROS Tocantins O Ministério Público Eleitoral, por intermédio da Procuradoria Regional Eleitoral no Tocantins, recomendou ao Diretório Regional do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) que, durante a realização de caravanas, carreatas, passeatas e outros eventos públicos, abstenham-se de realizar propaganda eleitoral antecipada das eleições gerais de 2014, sob pena de caracterizar ilícito eleitoral sujeito às penas previstas no parágrafo 3º do artigo 36 da Lei nº 9.504/97. A medida considera, entre outros aspectos, a veiculação de diversas matérias jornalísticas informando que o PROS irá realizar caravanas em todos os municípios do Tocantins a partir do mês de fevereiro, com a participação de prováveis candidatos às eleições de 2014. Em eleições passadas, a realização de atos de governo do tipo caravanas foi questionada sob suspeita de caracterização de abuso de poder político, tais como “Governo mais Perto de Você” e “Acelera Tocantins”. PERFIL EMPRESARIAL

/

Março de 2014

43


GIRO nos Bares

Gustavo Salviano e Bárbara na Adega 21

Gleison Ramos e Jéssica Gomes na Adega 21

Juvenal Coelho e Leize Vilardi na Adega 21

Fernanda Carvalho e Franklin Ribeiro no Mercatto

Ronan Rezende, Dina Cleia, Gabriel e Rick no Mercatto

Bruna Aíres e Carlos Oliveira na Adega 44

Março de 2014

/

PERFIL EMPRESARIAL


DICA

Qual é à hora de mudar de emprego? Veja algumas dicas que preparamos Da Redação

Digamos que você esteja insatisfeito com o trabalho atual. A relação com o chefe não é boa, a remuneração é insuficiente e você não vê perspectiva de crescimento profissional onde está. Será que está na hora de mudar de emprego? Segundo Elaine Saad, gerentegeral da Right Management Brasil, vice-presidente da diretoria executiva da Associação Brasileira de Recursos Humanos Nacional e especialista em Busca de Emprego, todos os fatores devem ser levados em conta na busca 46

Março de 2014

/

por uma nova oportunidade no mercado de trabalho. “O profissional deve buscar uma nova oportunidade quando esgotar todas as possibilidades de resolver as questões que o estão deixando insatisfeito dentro da organização” destaca Saad. Elaine pondera, no entanto, que não se deve mudar de emprego de forma rápida e sem planejamento, apenas como reação de algo ruim que ocorreu na empresa, como desentendimento com o chefe ou insatisfação com a remuneração atual.

PERFIL EMPRESARIAL

“Mudar de emprego significa mudar de problema. Por isso é importante avaliar se o ambiente de trabalho é bom, se o relacionamento com o chefe é bom, e o que pode ser feito para salvar a situação que o deixa insatisfeito. Se for algo muito ruim e você não vir possibilidade de mudança é hora de buscar uma nova oportunidade.” Planejamento Ao decidir mudar de emprego é preciso se planejar. Segundo Elaine, o profissional deve entender


quem ele é avaliar o currículo, o que tem a oferecer ao mercado, como poderá ajudar outra organização. “É necessário ainda saber redigir um bom currículo, ter um projeto e um plano desenhado para essa busca.” Na procura por uma nova oportunidade há que se tomar cuidado também para não prejudicar o emprego atual. Na opinião da especialista, seria ideal ser transparente com o chefe manifestando o desejo de buscar um novo desafio profissional. Mas se a sua relação com ele não é das melhores essa não é uma boa ideia. “Se o chefe for capaz de compreender que o momento não é bom e você precisa buscar uma nova alternativa de carreira é válido contar. Mas para isso é preciso ter uma boa relação com o chefe. Se não for o caso contar pode ser prejudicial.”

PERFIL EMPRESARIAL

/

Março de 2014

47


SAÚDE E BEM ESTAR

Veja como melhorar sua postura na hora da corrida Da Redação

A corrida moderada, durante uma hora por semana, pode aumentar a expectativa de vida em até seis anos. Foi o que apontou o estudo liderado por Peter Schnohr, cardiologista chefe do Estudo do Coração da Cidade de Copenhague. A pesquisa sugere que correr em um ritmo lento ou médio pode reduzir o risco de morte em 44%, fazendo com que os homens vivam, em média, 6,2 anos a mais, e as mulheres, 5,6 anos. De acordo com os especialistas envolvidos, a corrida também oferece inúmeros benefícios para a saúde, como aumentar os níveis de oxigênio e a sensibilidade à insulina, e equilibrar os níveis de lipídios no corpo. Se você já tem o hábito de correr ou quer começar a praticar, confira abaixo sete ajustes de postura para melhorar o seu desempenho nos treinos: Pés: certifique-se que o tênis é o ideal para o seu tipo de pisada (supinado, pronado e neutro) e corra de vez em quando descalço (curtas distâncias). Esta prática serve para aumentar a flexibilidade e fortalecer os músculos dos pés. Joelhos: nunca deixe criar o hábito de direcionar os joelhos para dentro ou para fora do eixo do quadril. Eles devem estar projetados na direção do

48

Março de 2014

/

meio dos pés. Quadril: a flexibilidade na região do quadril é essencial para um bom movimento articular durante a corrida. Tronco: treine com a coluna ereta, sem flexioná-la para frente. Isso ajuda a não sobrecarregar as articulações inferiores. Braços: o movimento deve ser para frente e paralelo ao corpo. Ombros: abra o peito, aumentando os espaços entre os ombros. A região do pescoço deve estar relaxada para o movimento dos braços estarem livres e sem tensões. Cabeça: a região da nuca deve estar ereta e sem tensões. Já o queixo deve estar em uma posição natural, sem elevá-lo ou descer. Observe-se de lado utilizando o espelho para sua própria análise.

PERFIL EMPRESARIAL


GIRO nos Bares

Fransérgio e Taciana Quirino no Mercatto

Kaique Leão e Laís Leal no Mercatto

Marcos Landgeraf e Daniele na Adega 21

Rafael Rassi e Patrícia Bezerra no Mercatto 50

Março de 2014

/

Heloíze Rego e Eduardo Gama no Mercatto

Janaína Ribeiro, Bruno Ikeda, Paula Belizone, Luiz Rodolfo e Rúbia Naiana no Mercatto

Lizandro, Jéssica, Olívia, Priscila e Ronaldo na Adega 21

Márcio e Adriane Conti Diniz na Adega 21

Oscar Neto e Laila Gabriele na Adega 21

Pedro e Ana Paula na Adega 21

Thaís Oliveira e Alexandre Valverde na Adega 21

Wellyda Bispo e Kelliane Gomes na Adega 21

PERFIL EMPRESARIAL


SEBRAE

Tocantins avança na implantação da Redesim Fonte : Isabelle Bento

Aprovar a Lei Geral e implementála no município é o primeiro dever de casa para os gestores públicos comprometidos com o desenvolvimento sócio-econômico local. No Tocantins, 132 prefeitos aprovaram a Lei Geral no município e 46 implementaram os quatro princípios básicos: desburocratização, estímulo das compras públicas no mercado local, incentivo a formalização dos pequenos negócios e a nomeação do agente de desenvolvimento. Com o objetivo de avançar no processo de desburocratização, no mês de fevereiro, o governo do Estado, por meio daSecretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) e da Junta Comercial do Tocantins (Jucetins) em parceria com o Sebrae Tocantins realizou no Palácio Araguaia um encontro com os gestores públicos 52

Março de 2014

/

Gestores públicos investem na implementação da Lei Geral simplificando os processos de abertura, encerramento e alteração contratual de empresas. O excesso de burocracia é um dos principais entraves do crescimento do país, gerando custos para as empresas, sociedade e para o governo. Neste contexto a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas tem como proposta tornar a economia mais competitiva, por meio de um amplo processo de desburocratização.

das maiores cidades do Estado para apresentar o Projeto Integrar. Na oportunidade os onze municípios presentes assinaram o termo de adesão que visa a implantação da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim). O termo de adesão foi assinado pelos prefeitos de: Araguatins, Augustinópolis, Colinas do Tocantins, Formoso do Araguaia, Guaraí, Miracema, Paraíso do Tocantins, Pedro Afonso, Porto Nacional, Tocantinópolis e Xambioá. A Redesim trata-se de um sistema eletrônico que integra o cadastro da Receita Federal com os órgãos estaduais e municipais envolvidos no processo de abertura, fechamento e alteração contratual de empresas, por meio de uma única base de dados e documentos. Paulo Massuia, secretário da Sedecti, salientou que com a implantação da Redesim nos 15 maiores municípios do Tocantins,

PERFIL EMPRESARIAL

85% dos empresários do Estado serão beneficiados. “A previsão é reduzir o prazo para abertura de empresas, que hoje é de 90 dias, em até 7 dias”, pontuou Massuia. A superintendente do Sebrae, Márcia Rodrigues de Paula, destacou que a Redesim torna o processo mais célere, menos oneroso e virtual. “A Redesim está inclusa no contexto macro do desenvolvimento local. Avançamos muito com a aprovação da Lei Geral nos municípios, mas colocá-la efetivamente em prática significa diminuir a burocracia, atrair investimentos, acionando o ciclo virtuoso da economia”, explica a superintendente. Para o presidente da Jucetins, Antônio Milhomem, o envolvimento das prefeituras é fundamental. “É um conjunto de medidas e ações que estamos implantando no Estado. Agora, da região do Bico do Papagaio ao sudeste do Estado teremos prefeituras interligadas nesse sistema”, conclui o presidente.


GIRO nos Bares

Adelmo e Andreza Negne na Adega 21

Daniel Vitor e Evelyse Zani na Adega 21

Alexandre Andrade e Ludmila na Adega 21

Bruno Santos e Isadora Campelo na Adega 21

Drº Luciano Machado e Drº Danilo Tomé na Adega 21

Gabriela Mota, Betânia e Paula


54

Marรงo de 2014

/

PERFIL EMPRESARIAL


GIRO nos Bares

Márcio e Adriane Conti Diniz na Adega 21

Marly e Tiago na Adega 21

Jéssica, Olívia, Priscila e Ronaldo na Adega 21

Mara Viegas e Alan Sampaio no Mercatto

Mariana e Márcio no Mercatto

Marília Gabriela e Adriano Guinzelli na Adega 21

Mirella Carraro e Gustavo no Mercatto

Rafael Rassi e Patrícia Bezerra no Mercatto


AMBIENTE DE TRABALHO

Amizade no ambiente de trabalho dá certo? Da Redação

A empresa em que trabalhamos é um dos melhores campos para fazer e fortalecer as amizades passou mais tempo com nossos amigos de trabalho do que com a nossa própria família e isso ajuda a criar laços importantes que muitas vezes é para toda a vida. Quando deixamos um emprego, além da experiência, a amizade é uma das boas recordações que

56

Março de 2014

/

acabamos levando. Fazer amigos é tão importante que a própria ciência estudando o tema chegou à conclusão de que a pessoa que possui amigos vive mais e sofrem de menos doenças como depressão e cardiopatias. Ter um amigo não significa ter tudo, mas com certeza é um ponto de apoio importante nos momentos em que precisamos de ajuda. A amizade

PERFIL EMPRESARIAL

pode ser o nosso passaporte para um novo emprego, por exemplo. Grande parte das contratações nas empresas são através de indicações, o famoso QI (Quem Indica). Logicamente que toda amizade deve ser desinteressada, mas quando se é amigo de verdade o benefício dela é uma consequência. Procure fazer amigos por onde você passa, além de ser bom, fará de


você uma pessoa querida e amada por todos, ninguém quer estar ao lado de pessoas desagradáveis. Faça das suas atitudes algo valoroso para outras pessoas que certamente você irá angariar novos e valorosos amigos. Não escolher pessoas ou grupos específicos para serem seus amigos também é uma atitude bastante louvável porque demonstra que você é uma pessoa generosa e aceita a todos sem distinção - logicamente que às vezes há companhias que nem de longe merece aproximação, nesse caso são as más companhias, essas realmente merecem distanciamento, mas não o nosso menosprezo. Desprezar e ignorar pessoas por qualquer motivo que seja, é ruim para quem o faz e principalmente para aqueles que sentiram na pele algum tipo de indiferença. Apesar da vida agitada, não podemos nos esquecer dos amigos que plantamos pela vida. Reserve um pouco do seu tempo para regar as valiosas amizades que você conquistou e não deixe morrer aquilo que tão bem te fez nos momentos de necessidade.


Revista Perfil Empresarial  

Edição Março de 2014