Page 1


Bola

Eu chuto a bola mas eles defendem, depois, marco na baliza e o ĂĄrbitro apita!

Eu quase marcaria! Mas que sorte teria! Reclamar com o ĂĄrbitro, mas, claro, assim ĂŠ penalti!

Diogo Daniel


A Biblioteca

Uma amiga, para requisitar livros, para brincar para viajar pelos livros

Uma biblioteca, para amar, alegrar e divertir-me muito a ler.

Uma biblioteca, para ler e brincar, ĂŠ divertida e fofinha, ĂŠ a minha melhor biblioteca de sempre.

Maria Eduarda


Patinar

Patinar, É como se Estivéssemos a dançar! Eu não consigo Parar!

Eu queria voar, E com patins Nadar. Queria saltar, Cair na água E com patins travar.

Na terra vou, Andar devagarinho, Mas vou chegar.

No shopping vou, Andar a saltar Para mais patins Comprar.

Mariana Pinheiro


O brinquedo

Um brinquedo para brincar. Um figo para trincar. Uma boneca para ter medo. Uma viagem de encantar. Um carro para viajar. Um brinquedo para cantar comigo.

Uma boneca para cantar. Um barco para navegar comigo. Uma boneca que mete medo. Um carro para andar E um helic贸ptero para voar.

Diogo Marques


Mãe A mãe É uma árvore E eu uma flor. A mãe Ela tem olhos altos Como uma estrela O seu cabelo Brilha como o sol. A mãe Faz coisas mágicas Transforma os ovos e a farinha Em bolos. Linha e camisola Trabalho em dinheiro. A mãe Tem mais força Do que o vento Carrega sacos e sacos Do supermercado E ainda me carrega a mim

A mãe Quando canta Tem os pássaros na garganta. Copiado por Hernâni Filipe (de Luísa Ducla Soares)


Mãe

Querida Mãe, Estás no meu coração! Seja noite, seja dia, Vou-te cantar uma canção!

Mãe, eu sei que, Me tentas dar tudo. E eu quero dar-te O mundo!

Mãe, eu dou-te Muito amor! Só que tu comigo, Ficas sempre com calor!

Gonçalo Costa


A biblioteca

A biblioteca É fantástica! Tem livros para ler. Podemos escrever Bonitos poemas, Para depois Podermos vencer!

Eu amo a biblioteca E os meus amigos também, A biblioteca é bombástica, E muito bonita também!

Diogo Araújo


A rosa do amor

A rosa do amor, Encontra-se em qualquer lugar, É mais bonita do que o sol Mais bonita que o mar!

Sempre vermelha, Sempre amorosa, Não há nenhuma igual, Só se fosse rochosa.

O amor une Quem se ama, O amor é eterno, Mesmo se fosse a nossa mana!

Os namorados amam-se, Os casais ainda mais, Para fazer filhos É preciso ter pais.

Com o amor no coração, Acabo esta poesia, Ela é muito alegre, Cheia de alegria!

Carlos Daniel


O cão

O cão, O meu cão, Era divertido, Gostava de saltar, De correr e de Ladrar!

Era fofo Amigo, Também Brincava comigo. Carinhoso Também era, Simpático ele vai ser, Se um Dia O voltar A ver!

André


O recreio

Há meninos a cantar E alguns estão a rir Eles estão a brincar E todos se estão a divertir.

No recreio há gente a correr E borboletas a voar Primeiro vamos comer Depois ver o sol a brilhar.

Eu oiço as campainhas Na última aula a tocar E as pequenas coitadinhas Não vão dançar.

Érica Nogueira


O Amor O amor É como uma flor É meiguinho E dá carinho! O amor, Tira a dor, A uma flor E fica cheia de amor. Há um rapazinho, Muito, muito Meiguinho Que dá muito carinho! Uma flor Está carregada De amor Mas também De dor! O amor É suave Como uma flor E murcha Com a dor Rodrigo


A fruta

A fruta faz bem, Não faz mal A fruta faz bem E não leva sal.

A fruta dá energia E o que seria? Toda a gente a queria, Toda a gente queria, Comer fruta!

A fruta é deliciosa E há Muitos tipos De fruta, Como a melancia Doce!

Afonso Lucas


A Mãe

A minha mãe é gira, Gosta muito de mim! Dá-me muitos carinhos E eu dou-lhe beijinhos. Dá-me muito amor, Gosto muito dela, E do seu calor. É muito cuidadosa. É a mãe mais amorosa.

Ana Rita


Uma gata

A minha gata Quer um abraço Parece que está no espaço! Ela é um amor!

Se eu não for, Brincar com ela Começa a miar Dou-lhe de comer E ela na máquina do café. A ver!

Uma sardinha Gostosa e esfiapadinha Ela vai comer!

Nuno


A biblioteca

A biblioteca É para ler um livro, Comigo, Com um título Sobre ritmo Que é um espetáculo, Mas nem sempre um obstáculo! Ler é aprender!

A Biblioteca é, Ler e estudar, Uma recordação, Que fica no coração!

Matilde Pereira


A borboleta A borboleta Voa sem parar, Às flores, o néctar Vai buscar. A borboleta, No nenúfar Do rio Vai pousar, Mas o que nós sabemos É que não para de voar. A borboleta, Gosta de voar Mas quando é de noite, Já quer ir descansar. Mas de manhã, Quando ela se levantar, Vai ficar feliz Com os sinos a badalar, Todo o mundo a acordar E ela comera a voar. Ela sai da cama, Com uma grande alegria E o mundo para ela Parece fantasia. Diana


A biblioteca

Na biblioteca Um livro podemos requisitar E talvez Um jogo jogar.

Na biblioteca Eu posso ler um livro E também partilhá-lo Com o meu amigo!

A biblioteca, É de encantar E de lá o livro Podemos levar.

Mas se há um lugar Que é de encantar É a biblioteca O lugar onde os livros são de encantar!

Rui Rosa


O cão

Eu gosto de dormir, E também de rir, Gostava de pedir um cão, Que ficasse sempre no meu coração.

Nunca o ia deixar, E com ele ia brincar. Com ele gostava de andar E também de pular.

O meu cão era especial, Como ele não havia igual. Ele era fofinho E também muito bonitinho.


Mãe

Mãe és lindinha, E amiguinha. Contigo quero ficar, Para Uma flor Te dar E um beijinho De amor. Ficamos sozinhos Para carinho Tu me dares.

Mãe És a Minha alegria, Minha, carochinha, És a minha vida, Estás no fundo Do meu coração, Mamazinha!

Orlando Marques


O Mar

Lá em cima a voar, Vejo o mar! A caminhar à beira-mar, Vejo surfistas a surfar, Ó que grande alegria! Estavam a cantarolar!

Mas lá no alto Vejo melhor As pessoas a passear, Parecem Formigas a nadar.

Mas dentro de água, É que se está bem, E a saber que a família Está lá no alto além!

Ana Isabel


Mãe

Adoro-te muito, mãe Estás na minha Paixão E também na emoção Estás no meu coração.

Mãe Estás a brincar E também Sempre a falar De amor! Dar uma flor Para encantar

Joana Fernanda


Poemas pev 3º a  

poemas

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you