Page 1

Efeitos fisiológicos da seca sobre a produtividade e colheita do café Prof. José Donizeti Alves Universidade Federal de Lavras jdalves@dbi.ufla.br 35 3829-1346 1


SumĂĄrio I. Efeitos sobre a safra de 2014

II. Efeitos sobre a safra de 2015

III. PossĂ­veis efeitos sobre a safra de 2016

2


3


- Mudar para melhor… - Já “tava” bom… - Não “tava” muito bom… -“Tava” meio ruim…

-“Tava” ruim… - Agora parece que piorou. ?????????????????????? 4


Análise geral da situação das lavouras no campo

5


Situação das lavouras – maio 2014

Aspecto Vegetativo: Lavouras jovens  Ruim a bom Lavouras adultas  Bom 6


Aspecto vegetativo

7


Aspecto vegetativo

Vista de longe: # Bom aspecto: folhagem verde e carregada de frutos 8


... mas vejam o depoimento de um cafeicultor...

... Situação das lavouras – maio 2014 “Como nós não tivemos um processo regular de chuvas, a árvore não teve suficiente condições para encher o fruto na hora de granar, na hora da formação do grão. Então você pegando esse fruto, você abre e vê que não tem o caroço dentro” Maier Prado, Marília – SP - Globo Rural 9


... mas vejam o depoimento de um técnico.

... Colheita “Esta seca foi uma das mais severas que eu já presenciei em minha carreira, e ela chegou em um período não usual, que é o período das chuvas. Embora à primeira vista o volume de café parece normal, nós percebemos durante o processo de secagem e moagem que os grãos dentro das cerejas estão muito menores” Washington Rodrigues, Ipanema Coffee 10


Observações de curto prazo - Redução do crescimento das plantas ramos, folhas e frutos;

- Pragas e doenças  broca, bicho mineiro, ácaros, cercospora - Seca de ramos; - Escaldadura e queda de folhas. Fonte: Observações de campo, Procafé, CNN, Rede Social do café 11


Observações de curto prazo - Baixo enchimento dos frutos: - Chochamento; - Má granação;

- Grãos negros e ardidos  perda de peso e de qualidade; - Queda de frutos; - Quebra de 18% na produção do arábica; - Quebra de 14% na safra 2014  40 a 43 milhões de scs. Fonte: Observações de campo, Procafé, CNN, Rede Social do café 12


O que aconteceu se ...

13


Ai vieram os famosos testes - “julgamento pela água”: # coqueluche nas regiões produtoras de café

Café de qualidade duvidosa boia Café bom vai para o fundo

Vistosos por fora ... mas vazios por dentro 14


Frutos: anormalidades fisiol贸gicas

15


Janeiro 2014

16


700 L/sc de 60 kg  500 L/sc de 60 kg

17


Fonte: Folha Técnica nº 233 - Procafé; 2014 18


Perguntas a serem respondidas: 1. Porque os frutos est達o pequenos e

chochos?

2. Esses frutos pequenos ainda podem crescer em tamanho e os chochos se tornarem mais pesados? 19


Causas: - Calor e seca extremamente altas: Justamente na fase de formação da semente

Anormalidades Meteorológicas

Anormalidades Fisiológicas

- Diferença dessa seca com as de anos passados: # Antes  chumbinho # Agora formação da semente “Os problemas nos frutos são em número e grau, extremamente elevados” 20


I. Efeitos sobre a safra de 2014 Observar os frutos II. Efeitos sobre a safra de 2015 ďƒ crescimento dos ramos

III. PossĂ­veis efeitos sobre a safra de 2016

21


... Situação das lavouras – hoje

Frutos:  Grãos maduros misturados a outros mal granados ou chochos.  Em um único ramo é possível ver frutos secos, verdes, maduros, tamanho variável e mal formados 22


Causas Calor & Seca

23


24


25


26


27


28


Tolerância ao calor e seca Refere-se a habilidade de uma planta produzir seu “produto econômico” com mínima perda, em um ambiente com altas temperaturas e deficiência de água.

Cafeeiro?

29


30


31


Pergunta a ser respondida: 1. Porque os frutos est達o pequenos e chochos?

2. Esses frutos pequenos ainda podem crescer em tamanho e os chochos se tornarem mais pesados?

32


33


CO2

CO2

CO2

CO2

CO2 CO2

CO2

CO2 CO2

CO2 CO2

CO2

CO2

CO2

CO2

CO2 CO2

CO2

34


CO2

CO2

CO2

CO2

CO2 CO2

CO2

CO2 CO2

CO2 CO2

CO2

CO2

CO2

CO2

CO2 CO2

CO2

35


CO2

CO2

CO2

CO2

CO2 CO2

CO2

CO2 CO2

CO2 CO2

CO2

CO2

CO2

CO2

CO2 CO2

CO2

36


37


38


39


40


Efeito da seca e calor sobre a fotossĂ­ntese

41


42


43


I. Efeitos sobre a safra de 2014 Tratos culturais II. Efeitos sobre a safra de 2015 ďƒ crescimento dos ramos

III. PossĂ­veis efeitos sobre a safra de 2016

44


Tratos culturais # Dezembro/2013: R$275,00 / sc de café arábica  Produtor descapitalizado # Cafeicultor desestimulado  investiram menos no uso de adubos, defensivos, irrigação, etc. (Tradicional)

# Estiagem do primeiro trimestre de 2014  aquilo que estava ruim piorou ainda mais...  Produtor pisou forte no freio 45


... Tratos culturais # Após primeiro trimestre: R$480,00 / sc  Tarde demais pelo menos para as adubações  Mesmo se quisesse investir, ele não podia: com calor e seca extrema a lavoura não responde.

 Prejudicou a formação da semente e a produção de café # R$440,00 / sc: não pode fazer nada a não ser cuidar da colheita... 46


Chuvas atuais: - Insuficientes para recuperar as reservas de água do solo - Prejuizo na e pós-colheits  qualidade do café - Chuvas poderão beneficiar a próxima safra? NÃO. Porque a proxima florada já está definida - Crescimento de ramos: frio  crescimento zero - Mas se tempertura aumentar nao poderia beneficiar o crescimento de ramos? - NÃO. Mas poderia antecipar a florada. - Falta de sincronia com crescimento das raizes  aborto 47


Pergunta a ser respondida: 1.

Porque os frutos estão pequenos e chochos?

Resposta: - Calor e seca inibiram a absorção de carbono e criaram um déficit de energia que impediu ou prejudicou a formação das sementes;

- Falta de investimento na lavoura: “Isso é histórico. Sempre que os preços ficam baixos num ano, há quebra de safra no ano seguinte, e a qualidade piora”.  Frutos chochos e quando “normais” são pequenos… 48


Pergunta a ser respondida: 1. Porque os frutos est達o pequenos e chochos?

2. Esses frutos pequenos ainda podem crescer em tamanho e os chochos se tornarem mais pesados?

49


Força de desprendimento dos frutos durante a maturação

Força de desprendimento dos frutos 50


51


Calor e seca aceleraram a maturação dos frutos

A força de desprendimento dos frutos caiu muito rapidamente  colheita antecipada 52


C-C-C-C-C-C-C I

I

I

I

I

I

I

C-C-C-C-C-C-C I

I

I

I

I

I

I

C-C-C-C-C-C-C I

I

I

I

I

I

I

C-C-C-C-C-C-C

C O L H E R

53


Amolecimento dessa regiĂŁo

Menos força para remover o fruto

Chegou a hora de colher

54


Situação: # Calor e seca aceleraram a maturação dos frutos

# Temperaturas durante o dia amenas  freia maturação # Temperaturas a noite estão baixas: reflete no outro dia # Seca continua  reserva de água no solo ainda não foi recuperada # Temperaturas de dia e de noite tendem a cair: Paralisa tudo na planta 55


Respostas Tamanho - Não há tempo suficiente (até que a estação seca e fria chegue) para o “enchimento dos frutos”.

Chochos - O espaço vazio, observados quando se corta os frutos transversalmente, não serão mais preenchidos, ou se forem, será muito pouco. Conclusão  safra 2014 Haverá perda e essa é irreversível  10 a 45% 56


I. Efeitos sobre a safra de 2014 Observar os frutos

II. Efeitos sobre a safra de 2015 ďƒ crescimento dos ramos III. PossĂ­veis efeitos sobre a safra de 2016

57


Ramos: # 1 a 3 pares de folhas a menos  perda média de 4 milhões de saca

58


Prejuízo no desenvolvimento vegetativo dos cafeeiros

# 5 a 7 pares de folhas no lugar de 12 a 14 59

 diminuirá proporcionalmente o nº de rosetas produtivas


Problema: chuva não vai ser suficiente para normalizar o nível de água no solo

2014 Efeitos: Desfolha, seca de ramos, abortamento de flores, queda de frutos (chumbinho)

Fundação Procafé 60


I. Efeitos sobre a safra de 2014 Observar os frutos

II. Efeitos sobre a safra de 2015  indução floral  florada  início desenvolvimento dos frutos III. Possíveis efeitos sobre a safra de 2016 61


Ambiente favorável para a indução e diferenciação floral 2013 / 2014

150 mm/mes

60 mm/mes  déficit de agua no solo

# O ideal e o real são muito distantes? # Como a lavoura vai reagir frente a essas diferenças?  Houve indução e diferenciação? Isso é que vai definir o tamanho da próxima florada  SIM 62


Previsão para out/nov/dez 2014

Floração e Início da frutificação

63


Problema

2014

# Ambiente de extrema secura

Fundação Procafé 64


150 mm/mes

# Caso as projeções de chuvas se confirmem, teremos déficit de

água no solo entre setembro a dezembro.  Qual será o efeito dessa deficiência hídrica na queda de flores e de frutos? 65


2014

Com déficit hídrico Menor enfolhamento  florada e frutificação 66


Respostas Safra de 2015: perdas de até quatro milhões de sacas Conclusão geral * Safra de 2015 será menor que a esperada. * Perdas maiores ou menores: # Resposta da lavoura # Clima entre setembro a dezembro 67


I. Efeitos sobre a safra de 2014 Observar os frutos II. Efeitos sobre a safra de 2015  indução floral  florada  início desenvolvimento dos frutos

III. Possíveis efeitos sobre a safra de 2016  Difícil previsão 68


Síntese # Haverá perdas nas safras de 2014 e 2015.

- O nível de dano está ligado aos fatores: - Cultivar - Idade da lavoura; - Região; - Microclima; - Irrigação; - Sombreamento; - Face de exposição do terreno; - Espaçamento # Safra de 2016 é de difícil previsão  Cafeeiro é extremamente responsivo. # Verão de 2014  aquecimento global

69


Obrigado pela atenção !!!

Prof. José Donizeti Alves Universidade Federal de Lavras jdalves@dbi.ufla.br 35 3829-1346

70

Donizeti  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you