Page 48

Associação dos Cafeicultores de Araguari

Efeito do bioativador Penergetic® Pflanzen e Penergetic® Kompost no desenvolvimento vegetativo do cafeeiro em solo nu e cultivado, associado à fertilizantes fosfatados e esterco de curral Roberto Santinato - Engenheiro Agrônomo MAPA Procafé Felipe Santinato - Engenheiro Agrônomo, Mestre em Produção Vegetal André Luís Teixeira Fernandes - Engenheiro Agrônomo, Doutor em Engenharia de Água e Solo

INTRODUÇÃO O produto comercial Penergetic é um bioativador de solo e de plantas com potencial em promover o aumento de efeitos positivos no vigor das plantas, com equilíbrio entre solo/planta, através da otimização da utilização dos fertilizantes adicionados ou da fertilidade já existente no solo. Atua na liberação do fósforo fixado não disponível às plantas e promove o reequilíbrio de microrganismos disponibilizando maior energia no processo fotossintético. Alguns trabalhos na cultura do café têm sido publicados com resultados positivos na redução da quantidade de insumos aplicados, em solos de média à elevada fertilidade, indicando que a tecnologia Penergetic® promove melhor aproveitamento da fertilidade já existente e dos recursos naturais existentes. ®

METODOLOGIA O trabalho foi desenvolvido no período de dezembro de 2013 à julho de 2014 (6 meses), no município de Araguari – MG, no campo experimental Izidoro Bronzi, pertencente à Associação dos Produtores de Café de Araguari. Foram utilizados vasos, dispostos em um viveiro telado com tela de polipropileno, com 50% de sombreamento e irrigação por aspersão com vazão de 70,0 Lh -1 (MATIELLO et al., 2010). Os tratamentos estudados foram: T1 - Solo virgem de cerrado (SVC); T2 - Solo virgem de cerrado mais Penergetic® Pflanzen e Kompost (SVCP); T3 - Solo virgem de cerrado mais superfosfato simples (SVCSS); T4 - Solo virgem de cerrado mais superfosfato simples mais Penergetic® Pflanzen e Kompost (SVCSSP); T5 - Solo virgem de cerrado mais fosfato de Araxá (SVCFA); T6 - Solo virgem de cerrado mais fosfato de Araxá mais Penergetic® Pflanzen e Kompost (SVCFAP); T7 - Solo virgem de cerrado mais esterco de curral (SVCEC); T8 - Solo virgem de cerrado mais esterco de curral mais Penergetic® Pflanzen e Kompost (SVCECP); T9 - Solo virgem de cerrado mais superfosfato simples e esterco de curral (SVCSSE); T10 - Solo virgem de cerrado mais superfosfato simples e esterco de curral mais Penergetic® Pflanzene Kompost (SVCSSECP); 48

T11 - Solo virgem de cerrado mais fosfato de Araxá e esterco de curral (SVCFAEC); T12 - Solo virgem de cerrado mais fosfato de Araxá e esterco de curral mais Penergetic® Pflanzen Kompost (SVCFAECP); T13 - Solo de lavoura cultivada por 10 anos (SLC); T14 - Solo de lavoura cultivada por 10 anos mais Penergetic® Pflanzen e Kompost (SLCP); T15 - Solo de lavoura cultivada por 10 anos mais esterco de curral (SLCEC); T16 - Solo de lavoura cultivada por 10 anos mais esterco de curral mais Penergetic® Pflanzen e Kompost (SLCECP). Os tratamentos estudados foram dispostos em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições, totalizando 64 parcelas. Cada parcela abrangeu um vaso contendo três plantas. Utilizaram-se vasos com capacidade de 20 litros (baldes plásticos perfurados) preenchidos com substrato conforme os tratamentos em estudo. Plantou-se, em cada vaso, três plantas da cultivar Catuaí Vermelho IAC 144, com três pares de folhas, em raiz nua, para evitar interferência do substrato original das mudas. Em todos os vasos, aplicou-se 25 g de cloreto de potássio. As adubações nitrogenadas de cobertura foram realizadas com sulfato de amônia e ureia conforme recomendações do MAPA Procafé, vigentes para a região, bem como todos, os tratos culturais e fitossanitários. O manejo hídrico foi realizado de acordo com SANTINATO & FERNANDES 2012, mantendo a capacidade de campo nos vasos com 80%. O Penergetic® Kompost foi aplicado via solo, na dose de 600 g ha-1, e o Penergetic® Pflanzen foi aplicado via foliar, dividida três aplicações, utilizando-se a dose de 200 g ha-1 nos 1º, 3º e 5º meses de condução. O superfosfato simples e o fosfato de Araxá foram aplicados nas doses de 300

Resultados Oficiais - 2ª Edição - Tecnologia em Bioativação - Penergetic®  

Revista Resultados Oficiais 2ª edição - Português Tecnologia em Bioativação - Penergetic®

Resultados Oficiais - 2ª Edição - Tecnologia em Bioativação - Penergetic®  

Revista Resultados Oficiais 2ª edição - Português Tecnologia em Bioativação - Penergetic®

Advertisement