Page 1

1. INTRODUÇÃO.

Sabemos que para um ambiente de trabalho funcionar da forma mais organizada, prática e dinâmica possível é necessário que se adote medidas administrativas visando à eficiência dos processos que fazem parte de uma organização. Dentre vários recursos está a Sinergia, sistema que ao ser adotado, contribui para a sincronização entre setores e procedimentos dentro de uma empresa como também em trabalhos interorganizacionais.

5


2. SINERGIA

2.1

Definição

O termo Sinergia se origina do termo grego synergos; syn (com) e ergos (trabalho). Significa basicamente, trabalho em conjunto. É um termo de domínio público, ou seja, é aplicado em diversas áreas, em diversas ciências, tais como a Sociologia e a Fisiologia, por exemplo. Na Sociologia é definido como “coesão dos membros de um grupo ou coletividade em prol de um objetivo comum.”(Houaiss - 1982). Em Fisiologia se define como “ação simultânea de diversos órgãos ou músculos na realização de uma função”. (Dicionário Aurélio). Também à Administração se aplica tal termo. É entendido como o “resultado de duas ou mais pessoas produzindo, juntas, algo maior do que a soma do que produziriam separadamente.” (Covery - 2002). Pode também ser explicada na troca de experiências que amplificam a qualidade e a importância do que se faz para o resultado conjunto ou ainda na ação cooperada e simultânea para o alcance de um mesmo objetivo final. Esse conceito também pode ser aplicado em alianças estratégicas entre empresas, acordos de cooperação, relações com fornecedores ou clientes.

2.2

Aplicações:

6


Após o entendimento de que a sinergia é a ação coordenada de partes para a realização do mesmo objetivo, é possível aplicá-la em diversas situações organizacionais internas ou externas. Partindo-se do princípio de que ela possibilita um resultado maior e mais eficaz do que se fosse produzido separadamente, a sinergia pode aplicada de forma encadeada, ou seja, desde as tarefas ou processos mais simples até as mais complexas, que por sua vez se integrarão a outras tarefas de outros setores que assim organizadas conduzirão ao sucesso no resultado final dentro de uma organização. A isto damos o nome de Sinergia Intra-Organizacional. Porém, esta não se aplica somente internamente. Duas (ou mais) instituições influenciadas por um mesmo objetivo podem se unir e integrar suas forças complementando-se para determinado fim formando assim a Sinergia Interorganizacional.

2.3

Sinergia Intra-Organizacional

Temos como exemplo o caso acontecido na seguradora Chubb, subsidiária brasileira da empresa norte americana que apresentava um lento crescimento e desaparecimento no lucro até 2005. Esse quadro começou a ser revertido quando Acácio Queiroz foi nomeado presidente. Uma das primeiras medidas que tomou foi o conhecimento da equipe que trabalharia em uma reunião onde estabeleceu o alinhamento estratégico no qual foram feitas alterações desde remanejamento de funcionários até a reestruturação de sistemas operacionais onde designou várias pessoas para que fossem realizadas tais alterações enquanto o mesmo se incumbiu do problema mais grave: as dificuldades de comunicação e excesso de formalidade que atrapalhava a sinergia entre os departamentos.

7


Abaixo há um trecho da reportagem “Salto em Equipe” da Revista Você RH onde ficam claros os meios sinérgicos que Queiroz usou e os resultados que obteve: “Não se tratava de criar novos canais. O que faltava mesmo era o exemplo do líder. Passei a circular o tempo todo, conversar nos corredores, tomar café com o pessoal e cobrar o mesmo tipo de atitude”.Diz Queiroz. Foram montadas equipes com integrantes de diferentes departamentos com objetivos específicos, como o de criar novos produtos e de afinar as estratégias, entre as quais reforçar a divulgação externa da marca e equilibrar o tripé de atuação da empresa entre seguros pessoais, seguros de propriedades e de vida. Queiroz criou, ainda, o Dia do Presidente, ocasião mensal em que fica à disposição durante todo o expediente para conversas individuais com os subordinados. Ele orientou que todos passassem a usar um sistema, alimentado por cada departamento, para trocar informações. Assim, todos ficavam sabendo em que cada área está trabalhando, aumentando a sinergia da equipe. Enquanto o ritmo geral de trabalho naturalmente se acelerava em função das mudanças, foram reforçados os mecanismos de reconhecimento dos colaboradores e de desenvolvimento da carreira. “O princípio fundamental foi mostrar a cada colaborador que a responsabilidade por fazê-lo crescer é dele mesmo. Damos as ferramentas e cada um usa como quer, pode ou sabe”, diz o CEO. Quem entendeu o recado abraçou a causa e permaneceu na empresa, mesmo trabalhando um pouco mais. Alguns casos – não mais que cinco – terminaram em demissão”. Diz Queiroz.

O resultado foi alcançado, as expectativas foram superadas. A Chubb teve um crescimento de 55% no seu faturamento e até então possui o maior crescimento orgânico (aumento de produção e vendas).

2.4

Sinergia Interorganizacional

8


Como indicado antes, o sinergismo não acontece somente dentro de uma organização. Duas ou mais organizações almejando um fim comum unem suas forças para alcançá-lo. Não diferentemente do exemplo de uma equipe interna, essas precisam estar entrosadas entre si para que haja bons resultados. Fatores como a falta de integração cultural entre as duas (ou mais) organizações envolvidas ocasionados pela falta de diagnóstico prévio sobre as compatibilidades culturais entre elas pode levar à perda de capital humano e memória organizacional, diminuição da confiança e cooperação dentro e fora de ambas prejudicando dessa forma a criação da sinergia. Um exemplo de Sinergia Interorganizacional pode ser encontrado na fusão entre as montadoras alemãs Porshe e Volkswagen, as quais visando economia nos custos de produção, manutenção de qualidade dos produtos e união de recursos tecnológicos montaram um grupo composto de dez marcas (Audi, Bentley, Bugatti, Lamborghini, Scania, Seat, Skoda, MAN, Porsche e Volkswagen). Abaixo, um trecho da reportagem publicada no site da Uol em 07/05/2009, por Gabriel Coda: Na quarta-feira (6) a montadora Porsche anunciou o processo de fusão com a também alemã Volkswagen, que já detinha a maior parte das ações da fabricante de carros esportivos e de alto luxo. Com isso, o novo grupo passará a contar dez marcas: Audi, Bentley, Bugatti, Lamborghini, Scania, Seat, Skoda, MAN, Porsche e Volkswagen. Mas você sabe exatamente o que quer dizer uma fusão? Como ela é feita, em que condições e quais os principais objetivos quando se une a força de duas ou mais empresas? Quais os tipos de impactos possíveis para economia com a concentração de forças em um único grupo. A fusão é uma operação societária que envolve duas ou mais empresas que juntam seus patrimônios para formar uma nova sociedade comercial, o que faz que elas passem a não existir mais individualmente. Do ponto de vista teórico, é diferente da incorporação, que é quando

os

patrimônios

de

uma

empresa

passam

para

o

controle

de

outra.

Na teoria, esse processo faz com que a nova empresa exista sem a predominância de nenhuma das empresas antigas, o que na prática nem sempre acontece, já que muitas das

9


fusões são na verdade uma compra ou incorporação de grupos empresariais. É cada vez mais comum o processo de fusões entre grandes empresas. Recentemente vimos no Brasil a união entre o Itaú e o Unibanco. Há alguns anos, a Antártica e a Bhrama se juntaram para formar a AmBev, que mais tarde formou a InBev, em conjunto com uma cervejaria belga.

3. A FUNÇÃO DE UM ADMINISTRADOR NO SINERGISMO:

Para que o sinergismo ocorra de forma satisfatória e não traga resultados negativos é necessário dar atenção a alguns fatores-chave para o seu bom funcionamento. Um bom líder, gerente ou administrador precisa ter além de experiência, competência, conhecimento e um plano de estratégia, uma equipe onde seja desperta a confiança mútua no ambiente profissional e espírito de colaboração. A confiança traz à tona o talento e possibilita que as pessoas desenvolvam bons níveis de performance e a colaboração depende diretamente da confiança para que possa haver o apoio dos demais membros de uma equipe para a realização dos projetos. O grupo precisa estar motivado a trabalhar sempre em equipe, combinando as habilidades de seus membros e complementando-as entre si de forma mais dinâmica e eficiente possível.

10


4. CONCLUSÃO “Nenhum de nós é tão inteligente quanto todos nós juntos”.(Warren Bennis). Quando somamos forças, sincronizando-as para o mesmo objetivo, certamente o resultado alcançará patamares que vão além do quais se deseja. É necessário, para que isso ocorra de forma satisfatória, o conhecimento dos componentes de uma equipe e conseqüentemente a confiança mútua entre líderes e liderados. A Sinergia é a soma de esforços onde 1+1 resultam em 3. Ou seja, se duas pessoas produzem, (independentemente o que seja) separadamente, cada uma desenvolve suas tarefas partindo de um determinado ponto de vista. Ao se unirem e unir também seus afazeres de forma que um complemente o outro em sincronismo terão um rendimento muito maior do que isoladas. Para uma organização o trabalho em equipe proporcionado pelo sinergismo traz resultados, surpreendentes (quando bem gerenciados os recursos humanos, tecnológicos e capitais). É de extrema importância que o líder saiba como conduzir a equipe e impulsioná-la para que a mesma trabalhe de forma integrada para manter processos em funcionamento satisfatório para ambas a partes. A Sinergia nada mais é do que a união de um time, trabalhando pelo mesmo objetivo, onde cada um desempenha um papel importante e decisivo no resultado final.

11


BIBLIOGRAFIA

LINS, Sérgio. Sinergia, Fator de Sucesso Nas Realizações

Humanas, São Paulo: Ed. Campus, 2005. •

Link: Revista Você RH, “ Salto em Equipe”

http://revistavocerh.abril.com.br/noticia/melhoresp/conteudo_426333.shtml •

Link: Matéria “ Entenda o Que é Fusão de Empresas” ( Uol

Enonomês), por Gabriel Codas. http://virgula.uol.com.br/ver/noticia/economes/2009/05/07/203117-entendao-que-e-a-fusao-de-empresas

12

Sinergia  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you