Issuu on Google+

Festa das Distinçþes pelo Desenvolvimento 2013


Caro cidadão Lourinhanense,

Pelo quarto ano consecutivo, e com o intuito de promover a excelência e a qualidade no nosso concelho e enaltecer aqueles que a defendem, a ADL - Associação para o Desenvolvimento Local da Lourinhã vai realizar as Distinções pelo Desenvolvimento e assim homenagear personalidades ou instituições que se destacaram nas diferentes categorias distintas durante o ano de 2012. O processo das Distinções pelo Desenvolvimento, e à semelhança de anos anteriores, consiste na nomeação, por parte de cada uma das instituições parceiras para as várias categorias, de três instituições ou individualidades que, suas pelas ações, se distinguiram ao longo do ano de 2012. Estas nomeações são remetidas pelos parceiros à Direção da ADL que, após análise fundamentada e com a imparcialidade necessária, escolhe o premiado para cada categoria. Se em anos anteriores a cerimónia dos premiados era um Jantar de Gala, pretendemos que em 2013 uma maior aproximação e participação dos cidadãos, aproximando as pessoas às instituições e indivíduos que merecem destaque pelo bem que fizeram pela Lourinhã. Assim, é nosso objetivo substituir o tradicional Jantar de Gala por um evento, onde as Distinções pelo Desenvolvimento se aliam à animação cultural, aos produtos e serviços da Lourinhã. Este evento, que chamamos Festa das Distinções pelo Desenvolvimento, decorrerá a 4 e 5 maio de 2013 no Pavilhão José António dos Santos do Hóquei Clube da Lourinhã e terá o apoio do Município, Junta de Freguesia e os órgãos de comunicação social local. A habitual cerimónia de anúncio dos nomeados e premiados de 2012 em cada categoria, acontecerá no dia 4 de maio, pelas 21h, num evento que, assim, estará mais perto da comunidade para a qual trabalhamos.


Com a realização desta Festa das Distinções – que terá início às 16h do dia 4 de Maio e terminará às 20h do dia 5 de maio – a ADL pretende destacar as instituições que promovem o que de bom se faz na Lourinhã; os produtos da Lourinhã; os serviços que criam bem-estar e qualidade de vida no Concelho; e os grupos ou indivíduos que se destacam na área cultural, da música e do entretenimento, proporcionando a cada, um espaço de visibilidade e interação com todos os visitantes, nomeadamente a realização de um Festival de Bandas Filarmónicas, de Ranchos Folclóricos e de Acordéon, de Mostras de Teatro e do Grupo Coral, proporcionando igualmente a oportunidade a novos talentos. Porque este é um evento que se pretende de aproximação e envolvimento de todos os lourinhanenses, é fundamental a participação de todos aqueles a quem a Lourinhã e as suas gentes importam!

A Sua participação é fundamental!

Pedro Quintans Presidente da ADL.


Banda da Associação Musical e Artística Lourinhanense Banda Filarmónica da Associação Musical da Atalaia Banda Filarmónica da Sociedade Lirica Moitense


Banda Filarmónica da Associação Musical da Atalaia

A Escola de Música foi fundada em 1 de Dezembro de 1986, por iniciativa de Joaquim Isidoro dos Santos, inserindo-se na Associação Desportiva e Recreativa Marítimo da Atalaia. Teve como objetivo ajudar os jovens da Freguesia e do Concelho a ocuparem de forma construtiva os seus tempos livres. Como resultado da atividade da Escola, surge, em 6 de Setembro de 1987 a Banda de Música, que fez a sua primeira atuação nas Festas da Nossa Sr. ª da Guia. Os seus primeiros maestros foram Luís Fernando dos Santos e Víctor Manuel Isidoro dos Santos. Presentemente, tem 45 executantes, com idades compreendidas entre os 9 e os 24 anos.


Banda da Associação Musical e Artística Lourinhanense

A Banda da Lourinhã foi fundada em Janeiro de 1878, com a designação de Filarmónica Lourinhanense, sendo o seu fundador e primeiro Maestro o Sr. Anacleto Marcos da Silva. Por volta dos anos 30, a banda passou a designar-se, Banda dos Bombeiros Voluntários da Lourinhã. Em 1988 constitui-se a Associação Musical e Artística Lourinhanense, que a integrou. Durante os seus 124 anos de existência conta com inúmeras atuações um pouco por todo o país.

Destacam-se os concertos realizados na ex-Emissora Nacional, nas Ruínas do Carmo, no auditório ao ar livre da Fundação Calouste Gulbenkian, na Expo-98, no Teatro da Trindade, entre outros. No ano de 1990 a Associação deslocou-se à cidade de Augsburg, na então Alemanha Ocidental, onde participou num festival de bandas, com mais de 150 congéneres de vários países da Europa. Nas provas em que foi atribuída pontuação, a A.M.A.L. ficou classificada em 1º categoria com mérito na prova de desfile. Voltou a deslocar-se à Alemanha , no ano de 1993, para participar nas festas da cidade de Calw, onde obteve grande sucesso.


Banda Filarmónica da Sociedade Lírica Moitense

Aos 5 de Agosto de 1923 um grupo de conterrâneos decidiu valorizar a educação musical da Freguesia de Moita dos Ferreiros. Ajudados pelo Reverendo Padre L. J. Seixal, deu-se o primeiro impulso para a fundação desta Banda, o que aconteceu no dia 9 de Agosto de 1925, dia em que fez a primeira aparição em público por entre o delírio de toda a população local. Foram seus fundadores António Emídio da Cruz e Silva, José Ricardo e António José da Silva Prazeres, com o maestro Eduardo Miguéis. De 1935 a 1940, por falta de recursos financeiros, houve a necessidade de interromper a sua atividade. Em 1940 acabou por reaparecer sob a regência de alguns dos mais destacados maestros, nomeadamente Mourato, João Elói e Leite da Silva, que sucessivamente conduziram a banda até 1964. Nesta altura e devido à elevada emigração, este organismo viu-se forçado a interromper a sua atividade. Mas no final de 1976, mais propriamente no dia 1º de Dezembro, ressurge novamente a Sociedade Lírica Moitense, sob a batuta de João Elói. Desde aí, com esforço, aplicação e boa vontade, foi um não mais acabar. Durante cerca de 25 anos, esteve esta banda sob a regência do Sr. Luís Fernando dos Santos, conterrâneo da Atalaia, concelho de Lourinhã, músico de carreira, que serviu nas fileiras da Guarda Nacional Republicana. Atualmente com a participação de mais de 40 músicos a Sociedade Lírica Moitense está sempre pronta a mostrar aquilo que sabe e a dar música a quem quer ouvir. Fazendo em média 20 atuações por ano e tendo em conta que nenhum elemento é músico de profissão, esta é uma banda cujos componentes provêm da Escola de Música, que conta hoje com 22 alunos. Consta no seu currículo uma viagem ao arquipélago dos Açores, em Maio de 1993, para participar nas comemorações dos festejos do Senhor Santo Cristo e em Setembro de 2001 à Alemanha, Lubeck, para comemorar o nonagésimo aniversário da Associação Rot-Weiss Moisling.


4 de Maio

4º Distinções pelo Desenvolvimento.


1º Distinções 2010 referentes ao Ano 2009.

Ambiente Nomeados pela Associação Lourambi: Biofrade Centro de Inspecções da Lourinhã Ceifa Ambiente Premiado: Centro de Inspecções da Lourinhã Desporto Nomeados pela Rádio Clube da Lourinhã: Emanuel Rolim Núcleo Sportinguista da Lourinhã Secção Patinagem Artística do Hóquei Clube da Lourinhã Premiado: Emanuel Rolim Educação Nomeados pela Câmara Municipal da Lourinhã: Caixa de Crédito Agrícola Mútuo da Lourinhã Escola ADAPECIL (Associação de Amor para a Educação de Cidadãos Inadaptados da Lourinhã) Escola Secundária da Lourinhã Premiado: ADAPECIL

Empreendedorismo e Inovação Nomeados pela Caixa de Crédito Agrícola Mútuo da Lourinhã Jorge Evaristo, Lda. Louritex Valouro SA Premiado: Louritex Música, animação, entretenimento e artes Nomeados pela AMAL: Coro Municipal da Lourinhã Jorge Leiria Rádio Clube da Lourinhã Premiado: Jorge Leiria


Internet Nomeados por Oeste TV: www.experience-sport.com www.noivadomar.pt www.riparsurfschool.com Premiado: Ripar Publicação Nomeados pelo Jornal Alvorada Chakall Rui Cipriano Rui Ribolhos Filipe Premiado: Rui Cipriano Turismo Nomeados pelo Museu da Lourinhã: Câmara Municipal da Lourinhã

Jornal Alvorada Resort Noiva do Mar Premiado: Resort Noiva do Mar Responsabilidade Social Nomeados pela Rede Social da Lourinhã e ADL: Centro Óptica Correia Fitofar Osnofa, Lda Premiado: Casa Onosfa Personalidade do Ano Nomeados pela ADL: Ana Jorge


2º Distinções ADL pelo Desenvolvimento 2011, referente ao ano 2010.

Empreendorismo e Inovação Instituição Parceira: Associações de Freguesias da Lourinhã A. J. F. S. - Obras Públicas, S. A Luftec Renováveis- Energias Renováveis, Lda Luís Vicente, SA Premiado: Luftec Renováveis- Energias Renováveis, Lda

Ambiente Instituição Parceira: Lourambi Francisco Antunes Louricoop Soc. Agrícola Vale D. Leonor Premiado: Soc. Agrícola Vale D. Leonor Desporto Instituição Parceira: CML Centro Social e Cultural de Ribamar Sporting Clube da Lourinhã* Hóquei Clube da Lourinhã Premiado: Hóquei Clube da Lourinhã. Educação Instituição Parceira: Agrupamento de Escolas da Lourinhã Escola de Música da Atalaia Crédito Agrícola Mútuo da Lourinhã Museu da Lourinhã Premiado: Crédito Agrícola Mútuo da Lourinhã


Internet Instituição Parceira: Ripar Surf School PC-Tudo, Lda Centro Social e Paroquial da Moita dos Ferreiros Resort Noiva do Mar Premiado: PC-TUDO Musica, Animação, Entretenimento e Artes Instituição Parceira: RCL Rodrigo Maurício Maria João Príncipe Ana Rosa Abreu Premiado: Rodrigo Maurício Publicação Instituição Parceira: Jornal Alvorada Chakall - "Portugal Revisitado" Raquel Murgeira - "A Magia das Palavras" Simão Mateus - "Dinossauros da Lourinhã e Paleontologia para Principiantes" Premiado: Simão Mateus Responsabilidade Social Instituição Parceira: Fundação João XXIII ADAPECIL Santa Casa da Misericórdia da Lourinhã Centro Social e Paroquial do Reguengo Grande Premiado: Centro Social e Paroquial do Reguengo Grande Turismo Instituição Parceira: Turismo do Oeste Dr. Carlos Melo Ribeiro* Vereador José Tomé Rajan Sahay Premiado: Dr. Carlos Melo Ribeiro

Acontecimento do Ano PEL – Plano Estratégico da Lourinhã Personalidade do Ano ChaKall


3º Distinções ADL pelo Desenvolvimento 2012, referente ao ano 2011.

Aldeia mais castiça Instituição parceira: Associação Lourambi. Moledo, Reguengo Grande Toxofal de Baixo e de Cima Premiado: Reguengo Grande

Desporto Instituição parceira: Jornal Alvorada Departamento de Formação de Futebol do Lourinhanense Departamento de Formação do Hóquei Clube da Lourinhã Núcleo Sportinguista da Lourinhã Auto-candidaturas: Diogo Feijão Leonardo Secção de Patinagem Artística do Hóquei Clube da Lourinhã Premiado: Núcleo Sportinguista da Lourinhã

Empreendedorismo e inovação Instituição parceira: PC-Tudo GEAL- Museu da Lourinhã CML- Município da Lourinhã Louricoop Premiado: GEAL – Museu da Lourinhã

Exportador Instituição parceira: Jornal Alvorada Louritex Valouro Jorge Evaristo, Lda Premiado: Jorge Evaristo


Música, animação, entretenimento e artes Instituição parceira: Câmara Municipal da Lourinhã Grupo Cénico Amador de Ribamar IPSS Tuna Putos e Pulos Premiado: Grupo Cénico Amador de Ribamar

Produto lourinhanense Instituição parceira: Rádio Clube da Lourinhã Aguardente “DOC” da Lourinhã Areias Brancas Pão de ló de Miragaia Premiado: Aguardente doc da Lourinhã

Responsabilidade Social Instituição parceira: GEAL- Museu da Lourinhã Centro Paroquial e Social da Lourinhã Centro Paroquial e Social da Moita dos Ferreiros Vicentinas (Reguengo Grande) Premiado: Centro Paroquial e Social da Moita dos Ferreiros

Turismo Instituição parceira: ESCO GEAL - Museu da Lourinhã Hotel Figueiredo’s Ripar surf school Premiado: Hotel Figueiredo’s

Acontecimento do ano Da exclusiva responsabilidade da Direção da ADL. Premiado: Festa do Concelho

Personalidade do ano Da exclusiva responsabilidade da Direção da ADL. Premiado: André Raposo


Categorias das Distinçþes 2013, referentes ao ano 2012.


Programa da Cerimónia de Entrega das

Distinções pelo Desenvolvimento


4 de Maio 20h30m

A cerimónia começa às com um vasto programa que tem como ponto de

Excelência a Entrega dos Galardões aos Premiados das Distinções pelo Desenvolvimento e a atuação do Grupo Amador e Cénico de Ribamar, o Grupo de Teatro da TÁMAL, e o Coro Municipal da Lourinhã.

Conheça os convidados para a Animação:


Grupo Amador e Cénico de Ribamar. Um pouco de história Nos anos 50/60, um grupo de Professores de Ribamar, com a orientação do Sr. Padre Marcelino ( já falecido) escreveram e organizaram peças de teatro que eram trabalhadas pelas professoras com os seus alunos. Desenvolviam assim nas crianças, o gosto pela escrita e pela representação. Eram improvisados espaços para representar, uma vez que não existiam salas de espetáculos. Nos anos 70/80 renasce de novo, em Ribamar, o desejo de representar. Um grupo de pessoas interessadas, começaram a organizar-se para criarem um Grupo de Teatro Amador. Continuava a não existir, nesses já longínquos anos, um espaço apropriado para as representações. Porém isso não foi impeditivo. As peças eram representadas em armazéns gentilmente cedidos por vários Ribamarenses. Em 2004, o Grupo de Teatro Amador de Ribamar reiniciou as suas atividades. O ojbetivo era dar continuidade a um trabalho que já fizera história na vida de muitos Ribamarenses. O surgimento de uma estrutura adequada para a representação – estamos a falar da construção do atual Salão Paroquial – ofereceu as condições como espaço físico para o desenvolvimento de alguns trabalhos. As peças eram complementadas com momentos musicais onde cabe evidenciar as prestações do Grupo de dança que presentemente faz parte do Grupo Cénico Amador de Ribamar. Em 2008 um novo elemento aparece. Trata-se de uma pessoa, Leonor Santos, que não sendo ribamarense , comunicou ao grupo de teatro estar disponível para o integrar. Sendo uma professora aposentada, com um passado ligado a muitas experiências no Teatro Amador, dispondo também de tempo para o desenvolvimento de novas atividades Cénicas, iniciou um trabalho de dinamização em prol do Grupo Cénico Amador de Ribamar. Tudo começou com a apresentação de uma peça da sua autoria: “ O Rei das Peles”. Esta peça foi apresentada na Lourinhã e posteriormente em Ribamar. A par do trabalho de guionista, atriz, encenadora, cenógrafa e caracterizadora, sentiu a necessidade de sensibilizar a população de Ribamar e de todo o Concelho, as empresas, a Paróquia de Ribamar, a Comunicação Social Regional, a Autarquia Local e a Câmara Municipal Concelhia para a colaboração de todos, no sentido de dar uma nova dimensão e divulgação ao Grupo de Teatro de Ribamar.


Em simultâneo criámos uma “Escolinha de teatro “ para crianças dos 6 aos 14 anos. A escolinha está a funcionar desde Novembro de 2009. Neste site poderá consultar em produções o que pretendemos realizar com estes nossos futuros atores e atrizes. De evidenciar o trabalho realizado pelos Colaboradores de sonoplastia, gravação vídeo e luzes José Vicente, Olga Vicente, Luís Mota, José Vicente Júnior. Da mesma forma evidenciamos a colaboração da Paróquia de Ribamar, na pessoa do Ex. Mo Senhor Padre Joaquim Batalha, pelo equipamento de som e luzes e pelas melhorias efetuadas no salão Paroquial de forma a podermos representar, com a qualidade exigível, para a dimensão criada nos últimos 2 anos. O Grupo adotou o nome de Grupo Cénico Amador de Ribamar A Equipa atual: 1 Diretora de atores e Encenação 1 Diretora e Coordenadora de vozes 20 Atores 8 Cantores 2 Escritores para adaptação de letras 4 Cenógrafos Grupo de dança com 12 elementos 1 Coreógrafa 4 Técnicos de sonoplastia e luzes 2 Cabeleireiras sendo uma delas “o ponto” de apoio às cenas 5 maquilhadoras 1 modista


Coro Municipal da Lourinhã. Fundado pela Câmara Municipal da Lourinhã no último trimestre de 2003, o Coro Municipal da Lourinhã começou os primeiros ensaios em Janeiro de 2004. Cinco meses depois fazia a sua primeira apresentação pública. Foi a 25 de Junho de 2004, na Igreja de Santa Maria do Castelo, na Lourinhã. O seu principal objetivo tem sido a divulgação da música coral, no seio de um público-alvo muito diversificado, das zonas rurais às urbanas. A sua atividade tem sido intensa, com participação em diversos concertos e encontros corais. Entre 2004 e 2005 fez uma digressão pelas freguesias do concelho da Lourinhã. Desde, então, tem vindo a realizar uma série de concertos pela Região Oeste e Grande Lisboa, sendo de destacar a participação que decorreu na Embaixada de França.

Destacam-se, ainda, os concertos efetuados, durante o mês de Dezembro de 2006, nas comemorações do 80º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Oeiras, na Capela de Nossa Senhora da Conceição, em Santo Amaro de Oeiras e a participação no 2º Encontro de Coros do Advento, na Igreja Matriz do Bombarral. Já em 2007, atuou no auditório da Junta de Freguesia de S. João de Brito, em Lisboa, na Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes, em Paço D’Arcos, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher e no 1º Encontro de Coros Municipais, na Lourinhã, do qual foi anfitrião. Em 2008 os concertos realizados em Alenquer (Igreja Espírito Santo) e num Encontro de Coros no Cadaval Em 2009 o coro encetou uma parceria com a Banda da A.M.A., fazendo o primeiro espetáculo conjunto na festa do seu aniversário, em Junho. O êxito deste concerto levou-os a outros locais , sendo de realçar o concerto efetuado em Loures (Festas do Concelho). Em Outubro, deslocou-se ao Algarve para participar num Encontro de Coros, no Auditório Municipal de Albufeira.


Em 2010 destacam-se o Concerto em Oliveira de Azeméis, a convite deste Município, o Encontro de Coros em Caldas da Rainha, um concerto comemorativo do 25 de Abril, em Pombal, o Encontro de coros no Auditório dos Serviços Sociais da Câmara Municipal de Lisboa e uma Jornada Coral em Sines. Encontro de Coros: "Coral Atlântico e Coros Convidados", a convite do Coral Atlântico onde participaram também o Coro de Alcanena e o Coro Polifónico de Ayamonte (Espanha) Em 2011 a atividade do grupo continuou intensa destacando-se: a atuação na Igreja de São Pedro em Peniche, a convite do Coral Stella Maris. A 1 de Maio o Concerto de abertura do Ciclo de Música "Cantar a Diversidade", no Auditório Manuel Maria Baltazar onde recebeu o Coro de Câmara de Zurique (Suíça). A 17 Novembro actuou no evento "Animarte 2011" a convite da ESTM/Peniche. A 10 Dezembro, a convite do Grupo Coral Jobra, da Branca, participação no seu Concerto de Natal. 17 Dezembro - Concerto de Natal na Igreja Matriz de Mira d'Aire a convite do Coro Gaudia Vitae. O Coro tem vindo a desenvolver o tradicional reportório coral de música religiosa e profana, desde o período renascentista até ao contemporâneo, com especial incidência na música portuguesa.

O Coro Municipal da Lourinhã tem procurado a promoção da música coral, bem como o espírito de partilha de experiências musicais agradáveis e enriquecedoras. Este grupo coral conta com a direção do maestro Carlos Pedro Alves.


Instituições parceiras nas Nomeações das Distinções pelo desenvolvimento:

Jornal Alvorada Rádio Clube da Lourinhã Município da Lourinhã GEAL – Museu da Lourinhã ESCO – Escola de Serviços e Comércio do Oeste Jornal Área Oeste Centro Social e Paroquial da Moita dos Ferreiros


Espaรงo para os mais novos: Insuflรกveis Jogos Tradicionais Yoga


As Moleirinhas do Seixal Pescadores de Ribamar Clibotas Flores de Maio


Rancho Folclórico das Moleirinhas do Seixal

Houve nos anos 20, na nossa terra uma "Contradança" em que o «homem da concertina» era um familiar de um atual elemento do nosso rancho. Mais tarde, mais propriamente nos anos 40, formou-se um rancho folclórico, o qual durou sete anos. Em certa altura, num café da nossa aldeia, recordando o folclore, surgiu a ideia de se formar um novo rancho. Alguns elementos infelizmente já falecidos, concretizaram esse pensamento. Assim, o senhor que fez parte da Contradança, já com a idade avançada de 85 anos, procedeu à recolha de danças e cantares.

O nome «As Moleirinhas do Seixal» provém de uma homenagem a uma senhora chamada Tia Moleira, pelo facto de ter sido a proprietária de um moinho. Esse mesmo moinho, que ainda existe, é bem característico da aldeia do Seixal.


Rancho Folclórico Os Pescadores de Ribamar As raízes deste Rancho remontam ao ano de 1949, ano em que há memória da primeira atuação de um grupo de folclore de Ribamar. O seu nome tem origem na atividade de maiores tradições desta localidade: a Pesca, que ainda hoje sustenta um grande número de famílias desta vila. O Rancho foi, no entanto, fundado no ano de 1980 por ocasião do lançamento da primeira pedra das instalações do que é hoje o Centro Social e Cultural de Ribamar. É pois uma secção desta Instituição. Canta e dança a maior parte do reportório, que há mais de 50 anos se dançava e cantava nesta região nas tardes de domingo. "Os Pescadores de Ribamar" são um grupo de folclore que recorda as gentes da vida do mar, mas também aquelas que trabalhavam a terra. Procura representar, por onde anda e atua, o concelho da Lourinhã e particularmente a Freguesia de Ribamar. Tem-se empenhado ao longo dos anos na recolha de trajes, danças, cantares e costumes mais remotos. Foi constituído durante a maior parte da sua existência por um grupo infantil e outro adulto. O rancho infantil acabou por desaparecer há poucos anos. A atual direção deste rancho tem elaborado um esforço para "ressuscitálo", estando inclusivamente neste momento a ensinar um grupo com uma média de idade situada nos seis anos que acompanha o rancho em algumas das suas atuações. De salientar também alguns pontos específicos que este grupo tem procurado implementar, sempre no objetivo da difusão da cultura e do convívio dos seus membros: encenações de teatro; recreação das noites da desfolhada; cantar das janeiras etc. ... Editou o seu 1º e único disco e cassete no ano de 1986. Está presente com algumas músicas no CD intitulado "Sons de terra e de Mar" editado pela Câmara Municipal da Lourinhã datado de 2000. Os trajes do rancho são diversificados e retratam várias atividades e classes socais. De destacar o esforço que este rancho tem feito, ao longo dos seus vinte anos de existência, em não se deixar acabar. A sua persistência tem feito com que o abandono de alguns elementos, por razões de ordem vária, se transforme numa abertura a todos os que queiram aprender a dançar e valorizar as tradições mais antigas. Assim se tem mantido vivo e aceso por vários pontos do nosso país onde tem atuado, nomeadamente nos mais diversificados festivais de folclore, que todos os anos acontecem em Portugal.


Rancho Folclórico Etnográfico Clibotas

A ideia de formar um rancho folclórico na Misericórdia partiu de dois irmãos, Licínio e Mónica Assunção, em Setembro de 2005, no decorrer dos festejos em honra de Nossa Senhora da Misericórdia. Sob proposta de ambos, a questão foi debatida pela Liga de Amigos do Santuário de Nossa Senhora da Misericórdia no dia 4 de Novembro do mesmo ano, tendo ficado decidida a formação do Rancho, que teria como meta divulgar os usos, costumes e trajes de outros tempos. Após terem sido convidados alguns elementos para integrarem o Rancho, realizou-se o primeiro ensaio no dia 11 de Novembro, coordenado pelo ensaiador Licínio Assunção.

Paralelamente, procedeu-se à recolha de músicas e letras que têm como temáticas comuns as tarefas do campo e as romarias. Ficam aqui alguns exemplos: Viras, Verde-gaio, Corridinhos, Fadinhos, Enleio, Carreirinhas, Contra Danças, Passe Kat, Ceifeiras, Homenagem à Nossa Terra, Oração a Nossa Senhora da Misericórdia, Burrinhas, Vindimeiras e Fandango. Um ano após ter sido idealizada a sua formação, o Rancho Folclórico Etnográfico Clibotas realizou a sua primeira atuação no dia 10 de Setembro, no decorrer da festa em honra de Nossa Senhora da Misericórdia.

De referir que o nome desta formação - Clibotas - é uma homenagem a Nicolau Botas, a quem, em 1182, e de acordo com a Lenda, terá aparecido Nossa Senhora, no local onde hoje surge a ermida da Misericórdia.


Rancho Folcl贸rico Flores de Maio

Grupo Folcl贸rico do Reguengo Grande, fundado em 1986.


Vozes no Tempo

Sobre Vozes no Tempo. Somos um grupo e amigos que vivemos a musica, com Jorge Leiria, Vera PatrĂ­cio, Cristiana Francisco e Andreia Pereira.


Apoios:


PatrocĂ­nio:


Expositores jรก confirmados:

Ao Teu Jeito Adega Cooperativa da Lourinhรฃ Ideias Projectadas Design for Wall Padaria Pastelaria Lourinius

Centro Recreativo da Zambujeira e Serra do Calvo Centro Shanti Rental Homes Oeste Copioeste


Museu Rural do Reguengo Grande Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro Moledo Acontece da Junta de Freguesia do Moledo ADAPECIL

Agrupamento de Escuteiros 489 Associação dos Bombeiros Voluntários da Lourinhã Casa das Areias Brancas Pão-de-Ló de Miragaia Praia Surf Clube


Barranca

Horfil


PĂŠ de Planta

Nls

Simples & Frescas


PatrocĂ­nios:


LIVRO ADL