Issuu on Google+

A Epigrafia latina dos concelhos de Mangualde e Penalva do Castelo: revisão dos conhecimentos Relatório 1º Trimestre

coluna em Água Levada. 25-08-2003

Identificação de dois possíveis marcos miliários ou colunas no Lamegal.

01-09-2003

Envio de Correspondência para o Hotel Rural Mira Serra.

02-09-2003

Visita às Antas com o Prof. Dr. João Inês Vaz para uma melhor leitura da ara. Consegui-se ler a inscrição e tirou-se fotografias. Visita ao Pereiro com o Prof. Dr. João Inês Vaz para relocalizar a estela, mas não conseguimos. A casa pode já ter sido deitada a baixo.

15-09-2003

Envio de Correspondência: Prof. Dr. Inês Vaz e Rev Pe. Dr. António Freirinha.

6. – Resultados obtidos Da actividade desenvolvida (consulta dos vários exemplares disponíveis dos títulos acima citados, visita aos sítios identificados e envio de correspondência), obtivemos um conjunto de informações sobre os seguintes sítios arqueológicos: 1) Marco dos Pedrais Bernardo do Amaral também refere a existência, perto dos Pedrais, de um marco de pedra muito elevado, que não sei se ainda hoje existe. Será um menir, ou um miliário? Numa visita ao local nada encontrámos que pudesse corresponder a este marco. Gomes e Carvalho(1997) que recentemente restauraram a Orca dos Padrões também nada referem. 2) Braçais Aqui, segundo o mesmo informador, existia um outro dólmen e perto uma pedra com uma inscrição. Que seria esta inscrição? Uma ara, uma estela ou um miliário? 3) Antas Juntamente como Prof. Dr. Inês Vaz procedeu-se à observação da ara, em posse do Pe. José Pedro Costa Matos, tendo feio a sua leitura, o seu registo métrico e fotográfico. 4) Lamegal Com base em informações de populares podemos identificar os seguintes vestígios:


REL-EPILAT