Issuu on Google+

Órgão Informativo da Associação Comercial e Industrial de Marília - Gestão 2012-15 - Abril/2013 - No. 08

DIRETORIA DA ACIM

Diretores se reúnem para planejamento

Reunião da Diretoria Executiva

Os empresários que fazem parte da Diretoria Executiva da Associação Comercial e Industrial de Marília, e do Conselho Fiscal, estiveram reunidos separadamente para avaliação do trabalho realizado até dezembro do ano passado e

Opinião Pág 02

Liquida Marília

Reunião do Conselho Fiscal

planejamento para a temporada de 2013. Segundo o presidente Libânio Victor Nunes de Oliveira os encontros são importantes e necessários para a administração da entidade. “Agora falta o Conselho Consultivo”, disse o dirigente que agendará

CAFÉ & GESTÃO

Evento reúne empresários Um grupo de empresários se reuniu na sede da Acim em evento realizado em conjunto com o Sebrae local, com o desenvolvimento do Programa Café & Gestão, quando empreendedores são reunidos para um café da manhã e temas voltados para o setor empresarial são debatidos entre os participantes e técnicos do Sebrae. Pág. 14

Pág 03

PPRA E PCMSO Pág 05

Inadimplência Pág 07

Entrevista

Páginas 08 e 09

encontro neste sentido, também e concluir os trabalhos prévios para os 12 meses de 2013. “Temos muitas atividades pendentes e outras a serem de conhecimento de toda a diretoria”, avisou o presidente. Páginas 04 e 11

Mega Polo Modas Pág 12

Segurança Pág 13


Pág 02

Notícias da Acim

Opinião do Pr esidente Presidente Começamos no mês passado o desenvolvimento das campanhas promocionais no comércio de Marília. Denominada de Liquida Marília, a primeira campanha de 2013 foi satisfatória, de acordo com que pude notar, conversando com alguns comerciantes que se envolveram na promoção. É complicado este processo. Os meses de janeiro e fevereiro são prejudicados no nosso calendário promocional em razão de que o mês de janeiro é envolvido ainda com as vendas do Natal, que são sempre em grande volume, e naturalmente os prazos de pagamento adentram no primeiro mês do ano. Além disso, tem as questões dos compromissos com o IPVA e as matriculas escolares, e por consequencia a compra do material escolar. Assim sendo, o foco passa a ser o investimento do consumidor na compras de material escolar, que são inevitáveis. O mês de fevereiro é o pior de todos. Dependendo do período que coincide com o Carnaval, nada acontece de forma objetiva e concreta antes das folias de Mômo. Ou seja, dois meses em que não é possível investir em promoção para que o consumidor visite nossas lojas e intensifiquem o giro da economia na cidade. Ficamos numa situação delicada, afinal, o comércio só sobrevive se houver vendas, e para ha-

ver vendas, é preciso que o consumidor esteja nas lojas. Quero convidar todos os comerciantes associados interessados em participar da Comissão de Promoção da Acim. Precisamos de pessoas com ideias e conhecimento nessa área para que possamos desenvolver campanhas sempre maiores e melhores. A comissão é formada por qualquer comerciante interessado e naturalmente as reuniões visam a discussão de como investir melhor nas campanhas e fazer com que os consumidores visitem as lojas e façam os devidos investimentos. A promoção é uma das bases de sustenção da associação comercial que conta ainda com a PROTEÇÃO, que visa proteger o comerciante associado de golpes e abusos governamentais; e a POLÍTICA de classe que visa representar os interesses da categoria nas esperas: municipal, estadual e federal. Os 3 “Ps” (Promoção, Proteção e Política), são e continuarão sendo, o foco do trabalho da entidade que tem no associado seu maior patrimônio.

Libânio Victor Nunes de Oliveira, é o presidente da Associação Comercial e Industrial de Marília.

Conheça a diretoria da Acim

Abril/2013

EXPEDIENTE NOTÍCIAS DA ACIM, é um órgão informativo oficial da Associação Comercial e Industrial de Marília. - Endereço para correspondência: Rua 24 de dezembro, 678 - Bairro Alto Cafezal - CEP 17.500-060 - Marília - São Paulo - Brasil - Site: www.acim.org.br - E-Mail: acim@acim.org.br - Telefone: (14) 3402 3301 Filiada a Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) DIRETORIA EXECUTIVA: Presidente - Libânio Victor Nunes de Oliveira; 1º Vice-Presidente - Luiz Carlos de M. Soares; 2º Vice-Presidente Gilberto Joaquim Zochio; 1º Secretário - José Luis Leite; 2ª Secretária Regina Lúcia Ottaiano Losasso Serva; 1º Tesoureiro - Adriano Luiz Martins; 2ª Tesoureira - Ilma Maria Aires de Lucena; Coordenador SCPC - Carlos Francisco Bitencourt Jorge; Coordenador Acim-Med - João Gonçalves. CONSELHO FISCAL: César Jorge Elias José, Isaura Soares Saraiva, Manoel Batista de Oliveira. SUPLENTES - Carlos Cavalheire Bassan, José Roberto Guimarães Torres e Sandra Márcia Bouche Cardoso. CONSELHO CONSULTIVO: Odair Aparecido Martins (presidente), Roberto Borghette Mello (vice-presidente), Ailton Bezerra da Silva, Antonio Alpino Filho, Aparecida Peres Frendenberg, Carlos Bodini Barion, Claudemir Torres Prizão, Dielson Morais Trindade, Eduardo Kiyoshi Kawakami, Hederaldo Joel Benetti, Humberto Ferreira da Luz, José Antonio Gasparini, José Raimundo Souza Azevedo, José Rubis Garla, Leonardo Kozo Sasazaki, Maria Tereza Amaro da Silva Marques, Mário Antonio Ferioli, Marli Aparecida Espadoto, Milton Tedde, Oswaldo Fernandes de Souza, Reinaldo Miguel,Rodrigo Cirino, Sandra Maria Benetti, Subhi Ahmad Khalil Abu Khalil, Suely Peres Vicente, Wanderley Rossilho D´Avila e Wilson Mattar. SUPERINTENDENTE: José Augusto Gomes E-mail: j.guto@acim.org.br. EDIÇÃO E PRODUÇÃO: Eficaz Comunicação Empresarial S/C Ltda - Marília/SP E-mail: atendimento@eficaz.jor.br.

Conselho Fiscal Isaura Soares Saraiva

Conselho Fiscal Carlos Cavalheire Bassan

TIRAGEM MENSAL: 2 mil exemplares gratuitos


Abril/2013

Notícias da Acim

Pág 03

LIQUIDA MARÍLIA

Acim finaliza campanha preparando a próxima A diretoria da Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim), finalizou a primeira campanha promocional realizada na temporada, com o Liquida Marília, desenvolvida no início do mês de março, após as festividade de Ano Novo (Janeiro) e Carnaval (Fevereiro). “Agora estamos pensando na próxima que será em Maio com o Dia das Mães”, disse o presidente da entidade, Libânio Victor Nunes de Oliveira, ao conversar com um grupo de comerciantes e avaliar a performance da campanha realizada. “Por ser um trabalho de liquidação os resultados foram bons”, avaliou o dirigente. A campanha Liquida Marília é realizada há dez anos com o propósito de iniciar as atividades promocionais depois de dois meses considerados “complicados”, quanto ao apelo comercial. “Em Janeiro as pessoas ainda estão envolvidas com as vendas de dezembro”, disse o superintendente da

Acim, José Augusto Gomes. “Além disso, no mês de janeiro existem as preocupações com as matriculas nas escolas, pagamento de IPVA e a compra de materiais escolares”, lembrou o dirigente. “No mês de fevereiro, independente de quando cai o Carnaval nada acontece antes”, destacou ao lamentar o hábito. “Isso para o comércio é prejudicial”, afirmou. Assim sendo o mês de março é considerado como o início das atividades promocionais. “Mas em abril temos um mês sem apelo comercial por causa do aniversário da cidade”, disse ao lembrar que na quinta-feira, dia quatro de abril, as lojas da cidade estarão fechadas, por ser um feriado municipal. “Não existe uma data específica em abril que venha a estimular os consumidores a visitarem as lojas da cidade”, lamentou o dirigente que já testou várias alternativas que não surtiram o efeito desejado. “É melhor se resguardar para o Dia das Mães em maio”,

apontou o administrador ao concluir o planejamento para o outro mês. “Trabalhamos com antecedência para não sermos surpreendidos”, avisou. O mês de maio é o segundo maior apelo comercial com o Dia das Mães, ficando o mês de junho com o terceiro, com o Dia dos Namorados. O mês de julho é reservado para fortalecer a abertura das lojas no dia 9 de julho, que é facultativo. Agosto conta com o Dia dos Pais o quarto melhor período de vendas, estando o mês de setembro voltado para o “Mês do Consumidor”, quando acontece a única campanha com sorteio de prêmios no comércio de Marília. O mês de outubro tem o Dia das Crianças como o principal tema, e o mês de novembro com a tradicional “Tempestade de Ofertas”, que é para atrair consumidores quanto ao 13º salário. O mês de dezembro tem o Natal como o principal período de vendas do ano, necessitando de uma promoção especial.


Pág 04

Notícias da Acim

Abril/2013

CONSELHO FISCAL

Conselheiros analisam números pela primeira vez O Conselho Fiscal da Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim), foram convocados pelo presidente Libânio Victor Nunes de Oliveira para discutir os demonstrativos contábeis e a elaboração do Parecer do Conselho Fiscal, referentes ao ano/ exercício de 2012. “Foi uma reunião de trabalho em que a participação de todos os integrantes do conselho foi fundamental”, disse o dirigente ao fazer o convite e a convocação por publicação do edital. “Tudo dentro do nosso estatuto”, garante. Fazem parte do Conselho Fiscal da diretoria da Acim: César Jorge Elias José, Isaura Soares Saraiva, Manoel Batista de Oliveira, Carlos Cavalheire Bassan, José Roberto Guimarães Torres e Sandra Márcia Bouche Cardoso. “Não foi um encontro demorado em razão de que todos os documentos estavam organizados e a apresentação dos números já é de conheci-

mento da maioria”, disse Libânio Victor Nunes de Oliveira que recentemente esteve reunido com a diretoria executiva da entidade, também no cumprimento do estatuto da associação comercial. “Realmente o ano começa depois do Carnaval”, lamentou. Depois das reuniões com as diretorias: executiva e fiscal, será a vez do conselho deliberativo que conta com as presenças de Odair Aparecido Martins e Roberto Borguette de Mello como presidente e vice escolhidos pelo grupo de 30 comerciantes eleitos. “São procedimento normais e necessários, dentro do processo de transparência que existe na entidade, quando todos são devidamente informados da situação administrativa da entidade”, falou o presidente que vem promovendo algumas adequações internas, no sentido de superar alguns compromissos financeiros que estão prestes a serem quitados. “O momento é de aperto ago-

ra, mas em breve começaremos a fase de investimento”, disse o presidente da diretoria que assumiu em julho do ano passado, em substituição a renúncia de Daniel Alonso. Mesmo tendo o início da gestão em julho, o ano fiscal é de janeiro a dezembro e desta forma os números precisam ser analisados e dentro da realidade financeira da entidade, desenvolver o plano de atividade para a temporada 2013 e 2014. “Já iniciamos alguns processo internos e externos, dentro do que já existe de conhecimento financeiro”, explicou o dirigente que repassou o plano para a diretoria executiva e pretende passar para o conselho fiscal e posteriormente para o conselho deliberativo. “A partir do momento que todo o grupo passa a ter conhecimento do que acontece, novas e melhores ideias surgem”, acredita Libânio Victor Nunes de Oliveira, presidente da Acim.


Abril/2013

Notícias da Acim

Pág 05

PPRA E PCMSO

Acim faz alerta sobre a obrigatoriedade O presidente da Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim), Libânio Victor Nunes de Oliveira, demonstrou preocupação ao tomar conhecimento de que alguns comerciantes desconhecem a obrigatoriedade de desenvolverem o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), que numa fiscalização o empresário pode ser surpreendido por uma elevada multa do Ministério do Trabalho. “Algo que pode prejudicar, e muito, algumas empresas se forem surpreendidas”, disse o dirigente em tom de preocupação e pedir um parecer dos advogados do Departamento Jurídico da entidade. “É preciso seguir a lei para evitar transtornos”, avisou. A recomendação da Acim é que todos os associados da entidade tenham na empresa os documentos obrigatórios relacionados ao PPRA e ao PCMSO. “A legislação trabalhista determina que todas as empresas, de qualquer porte, que admitam trabalhadores como empregados, estão obrigadas a cumprir as Normas Regulamentadoras (NRs) aprovadas pela Portaria 3.214/78 que regulamentou a Lei 6.514/77, alterando o Capítulo V da

CLT”, especificou a advogada responsável da Acim, Maria Regina Borba Silva. O denominado PPRA visa identificar os possíveis riscos ambientais existentes nos ambientes de trabalho ou decorrentes das atividades nele desenvolvidas, tais como: ruído, calor, frio, umidade, radiações, vibrações, névoas, gases, neblinas, bactérias, fungos, parasitas, vírus, etc. com o objetivo de preservar a saúde e integridade física dos trabalhadores. O PPRA tem caráter preventivo, impõe reconhecimento, avaliação e controle da ocorrência de riscos ambientais, envolvendo ações, sob a responsabilidade do empregador, cuja abrangência depende das características de cada ambiente de trabalho. Já o denominado PCMSO desenvolvido a partir dos riscos identificados no PPRA, é um programa de prevenção, rastreamento e diagnóstico precoce de agravos a saúde, visando identificar e qualificar a possibilidade de danos à saúde dos empregados ou a existência de doenças profissionais, vinculadas ao processo produtivo. “Ambos os programas, se elaborados e implementados de forma confiável e séria, são instrumentos muito importantes para as empresas pode-

rem definir quem a empresa vai contratar para exercer esta ou aquela atividade laboral”, disse a advogada. Para o presidente da Acim o comerciante associado pode desenvolver ambos os trabalhos na entidade, que conta com serviço nos dois programas neste sentido. “A Acim disponibiliza o serviço aos associados através da parceria com a Unimed de Marília”, avisou Libânio Victor Nunes de Oliveira que solicita ao comerciante associado que procure a sede da Acim para mais informações. “Algo perigoso que o associado deve tomar cuidado e obrigatoriamente desenvolver ambos os programas”, avisou o presidente.

Libânio Victor Nunes de Oliveira


Pág 06

Notícias da Acim

Abril/2013


Abril/2013

Notícias da Acim

INADIMPLÊNCIA

Cautela com empresas de cobrança O presidente da Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim), Libânio Victor Nunes de Oliveira, está pedindo cautela para os empresários marilienses que por alguma razão estão negociando débitos com fornecedores. “O momento é delicado e um acordo finalizado errado por prejudicar ainda mais”, disse o dirigente que tem recebido comerciantes associados afoitos na busca de soluções para débitos pendentes. “É preciso ter calma de ambos os lado, e mais ainda, bom senso”, falou o dirigente que ficou preocupado com a quantidade de pessoas que tem procurado a Acim em busca de orientação neste sentido, reclamando da forma agressiva de algumas empresas de cobrança. De acordo com o presidente da entidade, normalmente os comerciantes ao passarem por dificuldades financeiras, por motivos diversos, deixam pagamentos com fornecedores em atraso e posteriormente não conseguem quitação. “Um acordo é sempre um bom negócio”, disse o presidente da Acim que colocou os advogados do Departamento Jurídico da entidade a disposição dos associados para intermediação de acordo, se preciso for, ou até mesmo orientá-los quanto aos valores de multas e juros. “No mundo dos negócios, o momento é cíclico”, disse o experiente empresário. “Da mesma forma que existem momentos de boas vendas, existem os momentos em que é preciso segurar os gastos”, disse com experiência de muitos anos na

parte administrativa empresarial. Na opinião de Libânio Victor Nunes de Oliveira o fato de haver multa e juros em todos os títulos vencidos, sempre é possível concretizar um acordo, desde que ambas as partes estejam disponíveis a um acordo. “Para o comerciante é interessante receber e para o credor de pagar”, falou. “É uma questão de tempo encontrar um acordo”, acredita o dirigente que se considera um excelente conciliador. “A Acim tem interesse de ambos os lados, ou seja, de colaborar com o credor e com o empresário inadimplente”, avisou ao colocar a entidade a disposição dos associados interessados em orientações ou até mesmo em um acordo oficial. Com os advogados do Departamento Jurídico e com a Câmara de Arbitragem existentes na entidade, qualquer comerciante associado tem a oportunidade de conseguir tanto receber um crédito pendente, quanto quitar um débito existente. “O credor precisa receber para movimentar a economia e o devedor precisa do acerto para voltar a ter crédito”, explicou ao lembrar que não se trata de uma campanha generalizada de acordo e sim, a oportunidade de solução para casos específicos. “Para cada problema existe um tipo de solução diferente”, falou ao lembrar que na sede da Acim existem locais apropriados para receber o associado desejoso de um acordo seja como credor ou como inadimplente. “A ideia é colaborar com ambos”, repetiu o dirigente.

Pág 07

Bem Vindos Associados Micropro Buga Pizzaria Video Locadora Bimatos Inove Solucoes em Alumínio Horizon Marketing Construmais Instituto Aur Mister Muscle Laboratório Diesel Majuh Modas Implants Pet Shop Dog House Desiree Lamour Sex Shop Langerie Codima Grupo HS Talento Fotos Vermelho Café Atelier RM Marcenaria Canário Tacógrafos M3t Edição e Treinamento Renascer Catálagos Pinte Bem Webcontroll - Gestão em Telefonia


Pág 08

Notícias da Acim

Abril/2013

ENTREVISTA

“O comércio de Marília dá prazer em visitar” Este pompeense desde 1946, tem uma admiração muito grande pela cidade de Marília. Luiz Carlos de Macedo Soares, casado com Neusa Martins Macedo Soares, frequenta a cidade de Marília desde a década de 60 sempre com foco em se fixar na cidade. Formado em Direito pela segunda turma da Fundação Eurípedes de Marília, quando estudou de 1971 a 1974, Luiz Carlos de Macedo Soares teve a oportunidade de ser escriturário e assessor jurídico em Pompeia, quando se transferiu para São Paulo, fazendo parte de um escritório de advocacia de 1975 a 1979, passando a ser Promotor de Justiça em Marília por apenas dois anos, tendo, em seguida, passagens por Regente Feijó e Garça, retornando para Marília em 1983 ficando até 1991, sendo inclusive, professor da Fundação Eurípedes de Marília, até retornar para São Paulo, como Promotor de Justiça titular, se aposentando em 1995, e a partir de então não mais deixou a cidade. O envolvimento é tanto, que já participou de diretorias de entidades ligadas a comunidade mariliense como Cairbar Schutel, Lar da Criança Amelie Boudet, Centro Espírita Luz e Verdade, assumindo em 94 a vice presidência da Mantenedora da Fundação Eurípides Soares da Rocha, quando no ano seguinte tornou-se presidente, cargo que ocupa até os dias de hoje, sem remuneração. É o atual presidente do Educandário Dr. Bezerra de Menezes. A identificação com a cidade de Marília é tanta, que recebeu o Título de Cidadão Mariliense em 2001, numa homenagem da Câmara Municipal de Marília. Agora como vice-presidente da diretoria da Acim, vem tendo a oportunidade de colaborar com o desenvolvimento da cidade, através do comércio, procurando repassar a experiência adquirida para uma das instituições mais antigas da cidade em atividade e influência da comunidade: A Associação Comercial e Industrial de Marília.


Abril/2013

Notícias da Acim

01 – Como o senhor percebe o comércio da cidade de Marília? É sempre um prazer caminhar pelas ruas de Marília e perceber que as pessoas se sentem bem ao fazer suas compras nas lojas, do centro da cidade e dos bairros. Percebo que os comerciantes estão investindo mais na apresentação das lojas, com vitrines mais bonitas, mais iluminadas, sistema de ar condicionado, tudo é conforto. É notório ver que as ações da ACIM, em parceria com o Sebrae e com entidades de fomento e capacitação dos comerciantes e comerciários, estão dando bons resultados. 02 – O que é preciso ser feito para que o comércio seja melhor? A cada necessidade satisfeita, nós consumidores geramos mais cinco novas necessidades.Começa pelo atendimento, pela acolhida do cliente, antes,durante e depois do primeiro contato. Passa pela apresentação da loja,e mais um conjunto de fatores que geram bem-estar e prazer ao entrar no estabelecimento. Outra regra de ouro do mercado é: pergunte ao cliente se ele está satisfeito com o atendimento que recebe.Quando o cliente encontra espaço para falar, quando sente que é importante, ele também se torna um multiplicador positivo. 03 – O envolvimento do senhor com a diretoria da Acim começou como? Fui convidado por amigos queridos. Sentiram que eu poderia contribuir para os planos da entidade e fizeram o primeiro convite para compor o grupo de diretores. Como reitor do Centro Universitário Univem e presidente de sua mantenedora, a Fundação Eurípides Soares da Rocha,representava um segmento forte da sociedade que forma profissionais para atender as demandas dos postos de trabalhos no comércio e na indústria. Educação e desenvolvimento caminham lado a lado. 04 De que forma o senhor pretende colaborar com a diretoria? Já estou colaborando, desde a primeira integração ao grupo da diretoria. Nossas reuniões são sempre produtivas. Trabalhamos as pautas de maneira racionalizada, temos espaço para a divergência, mas sempre buscando a convergência de sugestões sobre assuntos que permeiam os trabalhos e ações da nossa entidade. Pensar local, com visão global, é uma das estratégias. Fazemos perguntas e provocamos projeções de cenários futuros. Como será o nosso comércio daqui a 10 anos? E daqui a 20 anos, quais serão as novas necessidades dos consumidores? Como podemos ajudar mais os bairros a se desenvolverem e na melhor descentralização do comércio? 05 - Educação e comércio caminham juntos de que forma? já respondido acima. 06 – Como reitor do Univem, de que forma pode colaborar com o comércio local? Além das observações acima, ponho à disposição da diretoria da ACIM toda a tecnologia e o conhecimento do Univem. Oferecemos duas incubadoras de empresas, berço de novos empreendedores, oferecemos o escritório de assistência jurídica gratuita ao mais carentes, integramos os alunos com projetos sociais relevantes e em atividades da comunidade. Formamos profissionais altamente especializados,com visão humanista, para que possam atuar como agentes transformadores da sociedade.

Pág 09

07 – A parceria entre: Univem, Acim e Sebrae, na futura instalação do centro tecnologia é um diferencial para Marília? Saímos na frente, juntos, e com o apoio imprescindível da Prefeitura Municipal de Marília. Na era industrial, as máquinas, na era do conhecimento,pessoas e sistemas e informações, tudo alinhado com os conceitos da sustentabilidade. O Centro de inovação e tecnologia será um importante diferencial para a cidade e região e fico feliz pela integração que está ocorrendo entre as forças e lideranças da cidade. Nosso presidente, Libânio Nunes, esteve na primeira reunião na Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia, ao lado do Vice-Prefeito Sergio Lopes Sobrinho, dos diretores representantes da empresa Boa Vista Serviços, Sr. Taicir Khalil e Patricia Panucci, e também do Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ivan Evangelista Jr. 08 – Empreendedorismo é um conceito do comércio ou da educação? Empreendedorismo é a força interior que leva as pessoas a fazer, a movimentar energias em prol de uma causa, de um objetivo, seja pessoal ou comum. Cabe à nossa entidade ACIM estar atenta aos empreendedores e oferecer apoio integral, para que suas ideias e sonhos se tornem realidade. Cabe ao Univem e a todas as universidades e faculdades formar cidadãos e profissionais que tenham o brilho nos olhos,e a paixão que é característica dos empreendedores. 09 – O comerciante se tornou uma função especializada diante dos cursos de gestão? A qualificação é imprescindível para se manter uma boa gestão.A economia é dinâmica,os consumidores são exigentes e a competitividade é alta. Dizem que ser comerciante é algo nato, mas uma boa gestão faz toda a diferença.Os cursos na área de administração e gestão estão alinhados com estas mudanças e são extremamente úteis para as organizações e as pessoas. 10 – Qual a sua expectativa para os próximos anos como vice-presidente da Acim? Temos um objetivo comum de fazer do comércio de Marília o melhor centro de compras da região. Quem anda pelas ruas da cidade, centro ou bairros, percebe que esta onda de atração de novos consumidores cresce a cada dia, basta olhar nas placas dos veículos vindos de outras cidades. Como gestores e diretores da ACIM, precisamos estar sempre atentos, e estamos. Por isso mesmo, somos um time, uma equipe, com talentos e visões diferentes, pensando sempre em como atrair novos investimentos para a cidade e em melhorar a estrutura geral do município. Além de investir nas pessoas, na melhor qualificação profissional dos nossos atendentes, investimos muito em tecnologia digital, em sistemas de informação. A ACIM é uma entidade modelo, temos muito a oferecer aos já associados e aos futuros empresários que vão se associar.Somos uma entidade presente e atuante. Meus sinceros agradecimentos a todos, aos companheiros da diretoria, aos dedicados funcionários e aos associados, que depositaram em todos nós a confiança para esta gestão. Sinto-me honrado de fazer parte de um grupo tão seleto de profissionais voluntários, de amigos, e externo sempre que posso esta minha alegria de estar contribuindo de alguma forma para o desenvolvimento da nossa cidade. Muito obrigado.


Pág 10

Notícias da Acim

Abril/2013


Abril/2013

Notícias da Acim

Pág 11

DIRETORIA EXECUTIVA

Acim reúne diretores para avaliação e planejamento Pela primeira vez neste ano a diretoria executiva da Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim), esteve reunida na sede da entidade para um trabalho de avaliação e planejamento das atividades internas e externas. Segundo o presidente da entidade, Libânio Victor Nunes de Oliveira, somente neste momento foi possível reunir o grupo em virtude das férias escolares e o Carnaval. “Normalmente já não é fácil coincidir as agendas de cada um, ainda mais com situações como as de janeiro e fevereiro”, falou o dirigente que reuniu o grupo pela última vez em dezembro do ano passado. No encontro realizado na sala de reuniões os diretores da Acim tomaram conhecimento das condições administrativas e as ações que foram realizadas desde junho do ano passado quando a atual diretoria tomou posse. “Foram oito meses de estudos para que possamos adotar um modelo de gestão exigido pela necessidade da entidade neste momento”, comentou o presidente que já iniciou um novo processo de gestão administrativa entre as questões financeiras, patrimoniais, administrativas, prestação de serviços e política de classe. “Iniciaremos uma nova etapa diante dos dados levantados e das alternativas que temos”, justificou ao ser criterioso nas decisões até então tomadas para continuar o trabalho de crescimento e desenvolvi-

Reunião da diretoria executiva na Acim

mento. De acordo com Libânio Victor Nunes de Oliveira a associação comercial passará por um processo de adequação em razão das novas metas estabelecidas a cada departamento. “A reestruturação é interna e será imperceptível num primeiro momento”, avisou. “A médio e longo prazos, perceberemos os resultados implantados neste momento”, disse ao explicar com riqueza de detalhes os motivos, as causas, as necessidades e principalmente de que forma a entidade conseguirá desenvolver este trabalho. “É importante que toda a diretoria saiba o que está acontecendo, mesmo que não perceba na prática o que se faz”, falou. As parcerias, as atividades, os investimentos e naturalmente o plano de ação estratégico definido no ano pas-

sado serão mantidos como sendo parâmetros a serem seguidos. “O objetivo é o mesmo, mas a forma como atingiremos esses objetivos é que sofreu uns ajustes”, comentou Libânio Victor Nunes de Oliveira que considera o momento delicado e necessário para as mudanças. “Se a economia mundial passa por transformação. Se o Brasil está sendo redefinido, a Acim não pode ficar alheia a essas mudanças”, disse ao apresentar propostas de aumento de receitas, corte de gastos, ajustes de pagamento, negociação de contratos e novos serviços. “Algumas parcerias mudarão, mas as ações serão as mesmas”, comentou ao seguir algumas mudanças neste sentido, acompanhando os procedimentos junto a Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).


Pág 12

Notícias da Acim

Abril/2013

MEGA POLO MODAS

Grupo mariliense participa de evento na capital Um grupo de 25 empreendedores de Marília que participou do Programa Empreender Competitivo, promovido pela Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim), participaram da 14ª Edição da Mega Polo Modas, em São Paulo, de 25 a 27 de fevereiro no Térreo Ala Polo, na Rua Barão de Ladário, 566/670, no Bairro do Brás, em São Paulo, graças ao apoio do Escritório Regional do Sebrae em Marília, que proporcionou a possibilidade. “Foi uma grande oportunidade dos empreendedores do ramo de confecção de terem contato com os lançamentos da Moda Outono-Inverno 2013”, disse o presidente da Acim, Libânio Victor Nunes de Oliveira ao tomar conhecimento da formação do grupo para a caravana interiorana. Neste grupo de Marília estiveram representantes das lojas: Ivone Confecções; Seul Confecções; Lever´s Modas; Anna Belle Confeccções; Dalw Modas, Viccium Confecções; Djore F; Stwardess; Triz AB Confecções; Gabriela Confecções e Morena Flor. “São lojas que acompanham as atividade do grupo do Programa Empreender Competitivo”, disse Leni

Jane Lazarini Seabra, coordenadora do programa na região de Marília. “Este tipo de atividade é importante para se ter conhecimento das tendências de mercado para as próximas estações”, falou ao coordenar a formação do grupo empresarial de Marília. O programa Empreender Competitivo é desenvolvido na Acim com dois grupos importantes atualmente: óptica e confecção. “Já tivemos oito grupos em desenvolvimento paralelo, ajudando muitos empresários”, recordou o superintendente da Acim, José Augusto Gomes ao lembrar de trabalhos já realizados com: automecânicas, águas minerais, cabeleireiros, materiais de construção, informática, entre outros que foram realizados em mais de 10 anos de atividades do programa na cidade de Marília. “Em breve devemos ter mais dois”, disse o presidente Libânio Victor Nunes de Oliveira entusiasmado com a ideia e com o desejo de que o programa cresça. “O que depender da Acim este é um programa permanente em nossas atividades”, disse ao lembrar que em breve uma atividade que será agregada ao programa será do grupo de empreendedores do comércio de Petshop, que vem se reunindo na sede da

Leni Jane Lazarini Seabra

Acim desde o ano passado e já em condições de se enquadrar dentro do Programa Empreender Competitivo. Este programa realizado entre a Facesp e a Acim, e apoio do Sebrae, visa reunir empresários de um mesmo segmento e oferecer consultoria administrativa, de gestão, economia e em muitos casos até de produção. Os participantes são estimulados a se capacitarem e capacitarem os empregados, bem como de participarem de eventos setorizados. “Trata-se de uma oportunidade em que aquele que aproveita a chance, cresce e se desenvolve e ajuda os demais a crescerem também”, disse Leni Jane Lazarini Seabra.


Abril/2013

Notícias da Acim

Pág 13

SEGURANÇA NO TRÂNSITO

Parceria entre Acim e Polícia Militar continua Dirigentes da Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim), e representantes da Polícia Militar de Marília, estiveram reunidos na sede da associação comercial, ratificando a parceria iniciada no ano passado, quando mensalmente policiais militares orientavam comerciantes sobre os devidos cuidados no trânsito. “Vamos continuar a campanha junto aos comerciantes e comerciários”, anunciou Libânio Victor Nunes de Oliveira, presidente da Acim, satisfeito com o trabalho realizado no ano passado quando nos meses de setembro, outubro e novembro foram promovidos encontros neste sentido. De acordo com o trabalho realizado no ano passado, uma pesquisa desenvolvida pela Polícia Militar localizou cruzamentos viários, horários de pico, idade, perfil do condutor e do veículo, bem como as conseqüências do acidente no sentido de se realizar um trabalho específico nestas áreas. “Os comerciários, motocicletas, nos

períodos da manhã e do almoço são alguns dos dados que estamos trabalhando”, disse José Augusto Gomes, superintendente da Acim com posse da pesquisa com detalhes que ajudam muito no planejamento das futuras atividades. “Quando sabemos, onde, como, quando e de que forma, fica mais fácil trabalhar”, falou. A proposta é continuar com o mesmo molde do programa iniciado no ano passado. Comerciantes serão convidados para participarem junto com os comerciários, em sistema de rodízio, para que vejam e percebam a importância da direção defensiva e dos cuidados que devem ser tomados quando estiverem em trânsito. “Seja de carro ou motocicleta, ou até mesmo como pedestre, é preciso ter uma série de cuidados específicos”, disse Libânio Victor Nunes de Oliveira que participou de todos os encontros realizados no ano passado, na sede da Acim, e nas zonas norte e sul. Neste trabalho em conjunto a Polícia

Militar de Marília entra com o conteúdo e a Acim com a infraestrutura. “O convite é feito pelos dois parceiros”, disse o presidente da Acim que num trabalho em conjunto convida os comerciantes e comerciários por segmento e área. “Daí a necessidade de realizarmos vários encontros”, disse a Tenente Ana Cláudia Mathias, da Polícia Militar de Marília. “A PM tem um material audiovisual muito bom e pessoas em condições de apresentar o tema”, lembrou o Capitão Denilson, que juntamente com a tenente, ambos participaram do encontro. “A Acim atrair os comerciantes e comerciários para o encontro, enquanto que a PM faz a exposição e demonstração do tema”, informou José Augusto Gomes que num próximo encontro apresentará um calendário com encontros mensais em pontos estratégicos da cidade.


Pág 14

Notícias da Acim

Março/2013

CAFÉ & GESTÃO

Evento reúne empresários sobre merchandising Um grupo de empresários se reuniu na sede da Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim) em evento realizado em conjunto com o Sebrae local, com o desenvolvimento do Programa Café & Gestão, quando empreendedores são reunidos para um café da manhã e temas voltados para o setor empresarial são debatidos entre os participantes e técnicos do Sebrae. “Este foi o nosso quarto encontro e com um bom número de interessados”, disse animado o presidente da Acim, Libânio Victor Nunes de Oliveira que esteve presente em todos os encontros. “A proposta é criar um ambiente agradável para apresentar assuntos de interesse coletivo”, disse o dirigente. O Programa Café & Gestão começou em setembro do ano passado quando o tema apresentado foi sobre Dicas para divulgar a loja no Natal, com Tatiana Santini Pires de Campos. O segundo encontro foi em outubro sobre Gestão de Pessoas, com Fábio Gerlach.

O terceiro encontro foi em novembro sobre Qualidade no Atendimento, com Flávio José dos Santos. O quarto foi realizado sobre Merchandising, novamente com Tatiana Santana Pires de Campos. “Foram temas oportunos em que os participantes fizeram perguntas e foram esclarecidos pontos com dúvidas entre os comerciantes”, disse Libânio Victor Nunes de Oliveira que pretende manter o programa com encontros mensais. “O nosso próximo encontro será dia 13 de março”, lembrou o presidente da Acim. Neste quarto encontro o foco foi orientar o empresariado sobre como utilizar as ferramentas do marketing como estratégia para aumentar vendas, fidelização do cliente e ampliar a competitividade e a posição da empresa no mercado. “É preciso trabalhar os sentidos dos seres humanos”, comentou a palestrante ao lembrar que toda compra é feita por impulso, através do olhar, do cheiro e do contato. “Procu-

ramos levar aos empresários o aprendizado sobre como encontrar soluções na área de merchandising que possam tornar a loja mais atrativa”, completou o superintendente da Acim, José Augusto Gomes. “Além de aumentar clientela, bem como adequar a loja a padrões mais modernos”, disse o dirigente. A próxima edição foi dia 18 de março, porém, o encontro serviu para apresentar o programa “Inovaloja”, desenvolvido pelo Sebrae Nacional, dentro do trabalho relacionado ao “Comércio Varejista”, atividade apresentada recentemente na nsede da entidade. “Certamente este programa do Sebrae vai levar aos empresários assuntos e orientações simples que podem contribuir para um aumento nos resultados e eficiência na gestão da empresa”, avaliou Libânio Victor Nunes de Oliveira que considera este programa fundamental para a capacitação do empresariado em geral.


Abril/2013

Notícias da Acim

Pág 15


Pág 16

Notícias da Acim

Abril/2013

COMÉRCIO VAREJISTA

Feriado prejudica movimento nas lojas O vice presidente da Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim), Gilberto Joaquim Zochio, afirmou que o feriado prolongado prejudica movimento no comércio em geral em razão de não haver intensidade no volume de vendas no período. “O comportamento era previsto devido ao Carnaval, que este ano ocorreu na primeira quinzena de fevereiro”, comentou o dirigente ao tomar conhecimento dos dados relacionado ao movimento durante o Carnaval. “Sem contar que muitos consumidores viajam, deixando de visitar as lojas da cidade”, justificou. O Indicador de Movimento do Comércio (IMC) – vendas a prazo – teve queda de 11,4% na primeira quinzena de fevereiro com relação ao mesmo período de 2012. Entretanto, essa avaliação deve considerar o feriado de Carnaval, que em 2012 caiu na segunda quinzena do mês. “Com o feriado todos que dependem das vendas são prejudicados”, falou o vice presidente. “Sem consumidor não tem como haver venda”, comparou. Na mesma base de comparação, o Indicador de Consultas de Cheque (ICH) – vendas à vista – registrou declínio de 7,2%, baseada numa amostra de dados de consultas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). “As consultas não correspondem vendas, mas é um sinal de movimentação nas lojas”, falou. Quanto ao Indicador de Registro de Inadimplentes (IRI) – registros recebidos/carnês em atraso – apresentou queda de 4,7% no mês, na comparação com o mesmo período de 2012. O Indicador de Recuperação de Crédito (IRC) – registros cancelados/renegociações de crédito – também registrou recuo de 6,9% (na mesma comparação entre períodos). “Todos os indicadores de movimento do comércio em geral foram prejudicados pelo efeito do Carnaval”, falou ao acreditar em melhorias com o final do feriado prolongado. REELEITO - O Conselho Delibera-tivo da Associação Comercial de

Gilberto Joaquim Zochio, vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Marília

Rogério Amato, presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo

São Paulo (ACSP) reelegeu, ontem, o atual presidente da entidade, Rogério Amato, para mais dois anos de mandato. No comando da Associação desde 2011, o empresário mantém o cargo até assumir a nova legislatura em março desde ano para o biênio 2013-2015. Também foi homologada e proclamada toda a chapa que acompanha o presidente, formada pelas diretorias executiva e plena, além do novo Conselho Deliberativo. Também foram

eleitos o presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e seus vice-presidente diretores executivos e vice presidentes regionais. Rogério Amato permanece na presidência da Facesp para o biênio 20132015. Na região centro oeste do estado de São Paulo, Sérgio Lopes Sobrinho faz parte do Conselho Superior, enquanto que Alair Mendes Fragoso será o vice-presidente da RA15.


Abril