Issuu on Google+

Diários de Viagem

Um ano pela América Latina

Vanessa Santos, portuguesa e Carlo Ballis, italiano, já começaram a viver o sonho: percorrer 15 países diferentes, do México à Patagónia Pedro Miguel Santos

O que mais vos entusiasma nesta viagem? Queremos viver coisas únicas, momentos que possamos guardar para o resto da vida. Tanto nos entusiasma conhecer Oaxaca (a cidade dos artistas) pela mão de um amigo mexicano que temos à nossa espera, como comer um ceviche no Peru, ou ver os pinguins no estreito de Magalhães. Queremos entender o legado indígena, a relação que têm com a natureza, as técnicas de agricultura ancestrais. Temos sede de conhecimento e partimos com vontade de viver e aprender. Na área da biologia, partem para esta aventura com algum objectivo específico? As lontras assumem um lugar de destaque nesta viagem. Gostaríamos muito de poder trabalhar pelo menos com duas espécies bastante características da América do Sul: a lontra gigante (Pteronura brasiliensis ) e a Lontra felina. Mas o primeiro trabalho será com tartarugas na costa de Oaxaca, México, onde ficaremos durante o mês de Dezembro. Vamos recolher ovos, libertar crias e promover actividades de educação ambiental.

Ela é bióloga, tem 28 anos, ele cursou Conservação do Património Cultural e tem 29. Conheceram-se em Cananéia, estado de São Paulo, Brasil, a trabalhar na mata Atlântica. Une-os a paixão pela biologia

tos muito básicos e vamos acampar (temos uma tenda simpática). Queremos trabalhar Qual a complexidade de planear uma viaem projectos WWOOF [organização intergem destas, em termos burocráticos? nacional que promove trabalho voluntário Preocupámo-nos, sobretudo, com o em quintas orgânicas] com o objectivo passaporte. O site do Ministério de pernoitarmos e aprendermos dos Negócios Estrangeiros é (permacultura, artesanato, s muito bom e faculta inforpor exemplo), em troca de a e h n a Acomp is a mações sobre todos os paítrabalho. n a m e s s crónica ses do mundo. Tratámos, ios nos Diár também, do certificado de Como projectaram esta , em m e g de Via vacinação internacional, jornada (percursos, sítios / t o.p www.visa gem porque é essencial contra a onde dormir e comer, locais evia diariosd febre amarela e tifóide. para realizar investigação, etc)? Queríamos muito viajar pela América Como vão sobreviver? Qual o Latina, mas era mais um sonho, de início vosso orçamento? não ponderávamos essa hipótese. Queríamos O orçamento é reduzido, temos cerca de muito ir ao Peru, no entanto o Carlo desejava 13.000 euros. Pensamos ficar em alojamen-

voltar ao México e eu, por «culpa» do escritor chileno Luís Sepúlveda, de quem me tornei fã nos últimos anos, à Patagónia. Assim decidimos ir do México à Patagónia. Apesar de nos parecer demasiado arrojado, esperamos cumprir todo o itinerário. Quanto tempo levou a preparação? Ao contrário do que possa parecer, pouco tempo, cerca de um ano. A vontade de partir e conhecer é tão grande que se faz tudo rapidamente. Viajámos juntos em Agosto de 2008, altura em que delineámos o trajecto. Mas só a partir de Janeiro começámos a fazer algum trabalho de casa e decidimos os lugares que mais nos interessava visitar. Os contactos com os investigadores foram feitos este Verão, assim como a ida à consulta do viajante e a toma das vacinas.

novembro 2009

visão vida & viagens

v&V

7


Diários de Viagem_um ano pela américa latina