Page 1

A Hidroponia

A técnica que permite adaptar qualquer espaço para cultivar


O que é? •

A Hidroponia é uma técnica bastante difundida em todo o mundo. A sua importância não é somente pelo facto de ser uma técnica para investigação hortícola e produção de vegetais, mas também está sendo empregada como uma ferramenta para resolver um amplo leque de problemas, que incluem a contaminação dos solos e da água subterrânea, dos consumos de água e da sustentabilidade, a falta de espaço e programas de erradicação da fome em locais desfavorecidos.

A hidroponia deriva do grego (hydor, que significa água e ponos, que significa trabalho). A hidroponia é uma técnica alternativa de cultivo protegido, na qual o solo é substituído por uma solução aquosa contendo apenas os elementos minerais indispensáveis aos vegetais.

O surgimento da hidroponia remonta às antigas civilizações egípcia, chinesa e azteca, mas foi somente em meados de1930 que se desenvolveu um sistema hidropónico para uso comercial, idealizado por W. F. Gericke da Universidade da Califórnia.

A primeira produção efectiva de grande escala não ocorreu até à Segunda Guerra Mundial. O exército dos EUA estabeleceu unidades hidropónicas por inundação e drenagem, em várias ilhas áridas dos Oceanos Pacífico e Atlântico, usadas como pontos estratégicos para alimentar, com hortaliças frescas, as forças de ocupação.


O primeiro uso comercial significativo não ocorreu até a metade da década de 1960, no Canadá. Existia uma sólida indústria de estufas de vidro na Columbia Britânica, principal produtor de tomates, que chegou a ser devastado por doenças do solo. Eventualmente, a única opção para sobreviver foi evitando o solo, pelo uso da hidroponia.

O seguinte avanço veio como resultado do impacto da crise do petróleo, sobre o custo de aquecimento da indústria de estufas em rápida expansão na Europa. Devido ao enorme incremento desses custos, os rendimentos chegaram a ser ainda mais importantes, assim os produtores e investigadores começaram a ver a hidroponia como um meio para melhorar a produção, dado o menor espaço necessário para produzir a mesma quantidade.

A detecção de níveis significativos de substâncias tóxicas nas águas subterrâneas em regiões da Holanda em 1980, resultou no uso de esterilização do solo em estufas sendo progressivamente proibido. Isto levou a um rápido abandono do solo, através da hidroponia.

Seguindo os evidentes êxitos na Holanda, houve uma rápida expansão na produção hidropónica comercial em muitos países ao redor do mundo. Utilizando sistemas que diferem amplamente de país a país, a área mundial hidropónica aumentou significativamente. A hidroponia agora foi alterada de uma “curiosidade irrelevante” a uma significativa técnica hortícola, especialmente em segmentos de flor cortada e hortaliças para saladas.

Nos últimos anos a expansão continuou principalmente em Espanha e na América Latina. A NASA desenvolve esta técnica para as futuras estações espaciais.

O cultivo sem solo proporciona um bom desenvolvimento das plantas, bom estado fitossanitário, além das altas produtividades quando comparado ao sistema tradicional de cultivo no solo. Quando utiliza apenas meio líquido, associado ou não a substratos não orgânicos naturais, pode-se utilizar o termo cultivo ou sistema hidropónico.


2 tipos de Hidroponia •Hidroponia de Alta Tecnologia: Está orientada para o mercado para maximizar o custo / produção. Emprega alguma tecnologia e investimento, utilizando pouca mão de obra. Dependente de energia eléctrica ou solar.

Hidroponia Simplificada: foi desenvolvida na América Latina utilizando os conceitos gerais da hidroponia. O seu objectivo principal é que uma família possa sustentar-se e gerar algum rendimento. Adapta-se a populações carenciadas visto que emprega uma tecnologia muito simples, requer pouco investimento e utiliza mão de obra familiar. Permite produzir vegetais “sem terra” num escasso espaço físico. Pratica-se em recipientes com água ou em substratos de baixo custo. Pode-se cultivar uma grande variedade de vegetais tais como: alface, tomate, cenouras, aipo, salsa, beringelas, rabanetes, alhos, melões, flores, plantas aromáticas e medicinais.


Vantagens da Hidroponia • • • • • • •

Produção de melhor qualidade Menor quantidade de mão-de-obra Alta produtividade e colheita precoce Menor uso de agro-tóxicos Mínimo desperdício de água e nutrientes: de 70% Maior tempo de prateleira: os produtos hidropónicos são colhidos com raiz, por isso conservam-se frescos muito mais tempo. Pode ser implantado em qualquer local, vez mais perto do consumidor.

Nutrição fornecida (Elementos que se encontram na terra)

MACRONUTRIENTES Nitrogénio Fósforo Potássio Cálcio Magnésio Enxofre

MICRONUTRIENTES Cobre Boro Ferro Manganês Zinco Molibdênio

Poupança

cada


Batata Hidropónica

No caso da batata, a produção é 10 x maior


Todo o tipo de culturas

uvas

aromáticas melão

manjericão


Projecto Ocupação de um terreno no centro da cidade para instalar uma estufa hidropónica - Demonstração das várias culturas nas diferentes técnicas: Produção de alimentos “Pegada de Carbono 0” - Dar a conhecer a técnica a toda a população (escolas, centros de dia, associações deficientes, desempregados, bairros sociais, condomínios) - Trabalhar com as escolas na componente da sustentabilidade e reciclagem bem como na aposta da melhoria dos hábitos alimentares. - Apoio técnico às instalações que forem criadas e centro de distribuição dos produtos nutritivos, de substratos e de mudas para a produção hidropónica - Centro de recolha de materiais e de compostagem caseira - Parcerias com organismos e empresas (energia solar, biodigestor, estufa, educação ambiental, segurança alimentar, formulação de soluções) - DIY (Do it yourself) Colocar na internet todo o projecto bem como as técnicas usadas promovendo a iniciativa.


Projecto escolar no jardim-escola (Uruguai) Experimentou-se uma horta tradicional em terra que se traduziu em resultados escassos, devido a múltiplos factores: espaço reduzido, a sujidade da terra dificultava o controlo do asseio das crianças, os grupos numerosos de crianças não permitia a participação directa no uso de ferramentas, a rega apresentava-se complexa para a sua idade, por último, a colheita não era representativa do esforço realizado.

A Hidroponía Simplificada permite : - Participação directa e individualizada de cada

criança, - Cultivar em espaços pequenos, - Utilizar técnicas simples e higiénicas, - A observação das raízes das plantas sem ter que arrancar a planta do seu meio. - Colheita garantida em pouco tempo ( 3 meses). Objectivos Pedagógicos do projecto: - Facilitar a compreensão do ciclo vital das plantas. - Facilitar a compreensão das funções de uma planta. - Participar no proceso de producão de alimentos. - Contribuir na implementação de novos hábitos alimentares (verduras e frutas). - Desenvolver uma atitude de compromisso com um projecto colectivo e de acordo com a idade. - Motivar o respeito e valorização da vida na natureza.


Observação de diferentes sementes com uma lupa e sementeira nos contentores.

Cada criança realiza o transplante de duas alfaces na sua própria caixa de água. Também se planta manjericão, salsa e flores em pequenas caixas com substrato sólido num recipiente colectivo de água e para um cano de PVC com substrato sólido que se encontra na parede. Ambos, serão cuidados por todos, e a sua colheita preparada em saladas e compartilhada pela escola.


São as crianças que fazem a colheita de alguns produtos do contentor colectivo, lavam, preparam com azeite, vinagre / limão, sal que levam para as mesas as verduras para que as crianças provem. O lema é: “Vamos provar, se não gostar posso deixar”

As crianças levam uma caixa com 2 variedades cultivadas em água, para consumir junto com a sua família. Uma planta de manjericão, uma de salsa e uma floral para serem transplantadas para terra em sua casa.

Situação Inicial

Situação final

Nº Crianças

%

Nº Crianças

%

Não gostam alface

34

49

17

25

gostam alface

35

51

52

75

Total

69

100

69

100


Resultados

Ao nível das crianças: - Observação do processo de desenvolvimento das plantas - Compreensão científica das necessidades e funções das plantas. - Integração das diferentes áreas de aprendizagem: ciências naturais, matemáticas, leitura, escrita e arte. - Compromisso de “ cuidar “ das plantas, para que possam “crescer”. - Criação em tenra idade de um sentimento de respeito pela vida e reforço da auto-estima por ter participado no processo como produtor de alimentos. - Melhoramento na incorporação de rotinas e hábitos de cuidado pessoal. - Num curto período de tempo (3 meses), obteve-se um incremento de 24 % na aceitação do consumo de verduras por parte das crianças, passando de 51 % para 75 %. Ao nível da família (pais, irmãos e avós): -Promove o diálogo dentro da família e com a criança. -Os pais constatam que as crianças lidam com mais informação sobre os temas científicos - As crianças solicitam plantas e participam nas tarefas do jardim em casa e alguns começaram uma horta em sua casa. - Pedem sementes para fazer germinadores. -Mais interessados na comida, especialmente frutas e verduras e intervêm na preparação de saladas nas suas casas. -Cria a esperança aos pais, que é possível mudar a dieta das crianças, incluindo alimentos sãos, como verduras. Segundo os pais : - A experiência gerou nos seus filhos uma alta motivação em cerca de 93%. - As alfaces levados para suas casas, foram consideradas de excelente qualidade em 100 % dos casos. -78 % das crianças ficaram motivados para o cultivo de plantas em sua casa. -90 % dos pais definiram como algo importante a continuidade desta actividade, na formação escolar. Conclusão O resultado mais evidente deste trabalho é que a Hidroponia Simplificada é uma ferramenta muito valiosa no processo educativo, porque motiva a curiosidade e a atenção nas crianças, estimula a aprendizagem, permite-lhes ter uma visão mais universal à natureza e incrementar a sua auto-estima e satisfação pessoal, ao obter resultados concretos num período de tempo curto. Foi uma experiência altamente gratificante para todos os que participaram, com um nível de exigência adequado tanto para as crianças, como para os docentes. Começa na escola ampliando conhecimentos, desenvolvendo a sensibilidade das crianças e culmina dando os frutos no seio da família. Estes resultados impulsionaram a difusão desta “ ferramenta educativa ” noutros Centros Educativos do Uruguai e da América Latina.


Hortas hidropónicas Os objectivos mais importantes da Horta Hidropónica Popular (HHP) são os seguintes: • Melhorar a quantidade e a qualidade da alimentação familiar, sem aumentar os custos. • Fortalecer a economia familiar, gerando lucros e diminuindo os custos do cabaz básico de alimentos. • Criar postos de trabalho nas cidades ou em sectores onde não há fácil acesso a um emprego estável. • Gerar e promover atitudes positivas em relação à auto-gestão comunitária. • Fomentar a microempresa, iniciando-a por meio do aproveitamento do tempo livre de alguns membros da família. • Dar a pessoas de idade avançada ou com limitações físicas e mentais, a possibilidade se sentirem úteis e valiosas para a sua família, para a comunidade e para si mesmas.

Cultivo muito simples com substrato ou só em água


Diversas tĂŠcnicas de hidroponia


A import창ncia da reciclagem


O Porto tem muitos terrenos onde se poderiam instalar hortas hidrop贸nicas

Exemplo da Rua do Bonjardim e Rua Santa Catarina


ExperiĂŞncia em minha casa

http://familiasustentavel.blogspot.com/


Forragem hidropónica para animais

2 m² RENDE UMA PRODUÇÃO DE 100/120 Kg/dia

(EM 8 DIAS)

Ou seja, o alimento diário de 6 bovinos para corte ou 5 vacas leiteiras, ou 30 ovelhas com cordeiros, ou 45 cabras com cabritos, ou 30 porcos, ou 400 frangos ou 250 galinhas poedeiras.


Aquaponia – Criação de peixes e de plantas

Os sistemas aquapónicos que combinam aquacultura, hidroponia e microbiologia em sistemas simbióticos fechados. Neste caso, a água rica em nutrientes que resulta da aquacultura será a fonte de nutrientes para o cultivo orgânico de vegetais em sistemas de hidroponia. O processo de absorção de nutrientes funcionará também como um filtro para a água que retornará ao deposito inicial, purificando a água da aquacultura. O produto resultante é uma criação de peixes e plantas num processo 100% orgânico.


Aeroponia – Técnica da NASA

O método mais eficaz é a aeroponia. Os nutrientes são enviados através de nebulizadores, fornecendo grande quantidade de oxigénio à planta


A hidroponia  

O que é a hidroponia e de que modo pode contribuir para aumentar aprodução agricola nas cidades.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you