Page 1

Introdução às TIC História


História dos Computadores 

Era Mecânica (1642 – 1943)

Era Electrónica - Primeira Geração (1943 – 1955) - Segunda Geração (1955 – 1964) - Terceira Geração (1964 – 1975) - Quarta Geração (1975 – 1985) - Quinta Geração (desde 1985)


Era Mecânica 

1642 – Máquina de Somar de Pascal.

Era essencialmente um computador mecânico para realizar adições e subtracções, mediante o accionar de rodas dentadas para a entrada de dados


1671 – Calculador Mecânico de Leibniz.

Realizava as 4 operações de aritmética essenciais (soma, subtracção, multiplicação e divisão).


1822 – Difference Engine, Babbage

Calculava, automaticamente, tabelas logarítmicas.


1833 – Analytical Engine, de Babbage

Era constituída por:   

uma unidade aritmética; um meio de armazenamento de dados constituído por palavras e cartões perfurados; um sistema mecânico de saída de resultados.


Desde a morte de Babbage (1854) até aos anos 30 do século passado não houve quaisquer tentativas de construir um computador digital.


Era Electrónica 1º Geração – Válvulas 

as válvulas representavam um grande avanço tecnológico, mas apresentavam os seguintes problemas:  aquecimento demasiado  elevado consumo de energia  eram relativamente lentas


1º Geração – Válvulas 

1943 – ENIAC (Electronic Numerical Integrator and Automatic Calculator) 

foi o primeiro computador electrónico.

1946 – UNICAVI Computer) 

(Universal

Automatic

foi o primeiro modelo de computador de uso geral a ser comercializado.


1949 – EDSAC (Electronic Delay Storage Automatic Calculator) 

Tinha uma memória interna para o armazenamento do programa e possuía codificação binária de informação.

1952 – EDVAC (Electronic Discret Variable Automatic Calculator)  

surgiu na sequência do ENIAC, empregando apenas 1/6 das válvulas. Utilizava codificação binária e tinha um armazenamento interno de 1024 palavras.


2º Geração – Transístores 

Os transistores apresentavam as seguintes vantagens:  Menor aquecimento  Menor consumo de energia  Mais confiáveis e velozes do que as válvulas


1957 –1º computador 100% constituído com componentes de estado sólido (transístores).

1958 –1º computador comercial a utilizar unidades de disco com cabeças amovíveis.

1960 – 1ª linguagem de programação de computadores – COBOL (Commom Business Oriented Language).


3º Geração – Circuitos integrados


Placa de circuitos integrados


1973 –1º microcomputador completamente funcional, incluindo o monitor.

1975 – venda de computadores em massa.


4º Geração – LSI/VLSI 

O aparecimento desta geração deve-se fundamentalmente ao aparecimento em larga escala (LSI – Large Scale Integration), ou muito larga escala (VLSI – Very Large Scale Integration), de centena de milhares de transístores num único circuito integrado.


1981 – A IBM lança o 1º microcomputador com arquitectura aberta (disquete).


5º Geração – Feixes Electrónicos e Raios X 

Década de 90 em diante 

Grande desenvolvimento dos sistemas operativos (Windows, Linux, MacOS…);

Realização de multitasking (várias tarefas ao mesmo tempo);

Maior capacidade de memória;

Inteligência artificial;

Reconhecimento directo da imagem, da voz e até das formas.


Capacidade Homem vs Computador Aspecto da comparação

Homem

Computador

Rapidez de execução

Baixa

Muito alta

Possibilidade de suportar tarefas monótonas durante muito tempo

Fraca

Muito boa

Capacidade de fixar e relembrar informação

Pouca e insegura

Muita e segura

Pode errar

Não erra

Capacidade de habituação a novas situações

Boa

Nula

Capacidade de aprendizagem com erros cometidos no passado

Boa

Nula

Perfeição no trabalho


Que futuro?


Computadores

21

A Morte do PC  O PC é um produto caro e subaproveitado  Necessita de actualizações constantes (hw/sw)

O Ressurgimento do Computador “Barato”  Computador simples para aplicações simples  Incluirá SO e aplicações (muita RAM, sem disco)

A Expansão do SmartPhone  Telemóvel com “computador embebido”  Comunicação sem fios com banda muito larga  Armazenamento local de grande capacidade  Câmara, gravador, reprodutor de música, etc


Interacção

22

Aparecimento de Interfaces Visuais  Semelhantes aos do filme “Minority Report”?  Novos interfaces 3D (dispositivos estão a surgir)  Som de elevada qualidade e definição espacial  O rato deverá desaparecer e ser substituído por voz, gestos e expressões  O computador reconhecerá automaticamente o seu interlocutor (reconhecimento facial, de voz)

Interfaces neurais  Ligação do computador ao cérebro  Indirecta (já existe) ou directa (nervo óptico, etc)


Hardware/Software

23

Software  Menos programação e mais interligação de código (repositórios de código certificado)  O software tenderá a ser livre e aberto

Hardware  Os limites tecnológicos estão a aproximar-se  A programação eficiente deverá renascer (o hardware não poderá ser mais a panaceia)  A maior parte do software será passado a hardware através de chips programáveis (FPGA)  Execução de algoritmos em hardware programável


Software/Hardware 

24

Próximas Décadas  Hardware e software serão quase indistinguíveis  Recurso à programação evolucionária permitirá desenvolver “hardware evolucionário”  A ligação de muito hardware evolucionário permitirá criar complexos sistemas neuronais  Com a aplicação de técnicas de Int. Artificial:  Sistemas capazes de aprender  Sistemas inteligentes  Sistemas conscientes e emocionais


Que Futuro? 

25

Visão “Optimista”  A Lei de Moore (crescimento exponencial da computação) continuará a aplicar-se no futuro 

2010  Computador vulgar: 1 trilião de cálculos por segundo  Computadores embebidos em tudo à nossa volta

2020  Computador vulgar: equivalente ao cérebro humano  Computadores serão omnipresentes e “invisíveis”  Interfaces 3D e interacção gestual/linguagem natural  Ambientes e relacionamentos “virtuais” realistas


Que Futuro? 

26

Visão “Optimista” (Ray Kurzweil, etc) 

2030  Computador vulgar: 1000 cérebros humanos  Ligações neurais de alto débito ao cérebro  Implantes neurais para “melhorar” capacidades  Máquinas adquirem consciência de si e do mundo

2100  Fusão do pensamento homem/computador  Desaparecimento da distinção homem/computador  Entidades conscientes sem existência física  “Humanos” baseados em software excedem os outros  Desaparece a noção de esperança de vida...


Que Futuro? 

27

Visão “Pessimista” 

Computadores “pensantes” serão possíveis  Cenário 1: os computadores comandam  Cenário 2: elites humanas comandam com ajuda dos computadores.

História da evolução das espécies biológicas  Uma espécie inferior não sobrevive a uma superior  Se construirmos computadores pensantes “melhores” do que nós, é altamente provável que se repita esse padrão  Genética, nanotecnologia e robótica  Perigo cada vez mais elevado de autodestruição...

historia da informatica  

historia da informatica

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you