Page 1

CRPO/AJ

COMANDO REGIONAL DE POLÍCIA OSTENSIVA DO ALTO JACUÍ


Expediente Equipe do CRPOAJ Major Paulo Ricardo Lima do Nascimento - Coordenador Sgt Rosângela Gausmann Nardes Dias Sd Adriana da Rosa Ramos Sd Cesar Calebe Tormes Equipe do Curso de Jornalismo da Universidade de Cruz Alta Davi dos Santos Pereira Diego Eduardo Dill Jéssica Trennepohl Pedro Henrique Amarante Oscar Van Riel Imagens: Arquivo do CRPO/AJ Tiragem: 1000 exemplares


SUMÁRIO

03 09 13 17 21 Palavras do Comandante

Organização

05 11

Histórico

O Cérebro do Comando

Presença Regional

15 19 23

Números

25 29 33 Proerd

Acervo Cultural

27 31

Comando Social

Comenda

Operacionali- Equipamentos dade

Dicas de Segurança

Polícia Comunitária

Qualificação


PALAVRAS DO

COMANDANTE N

Ten Cel QOEM Jerônimo Ferreira Barbosa

o momento em que estou à frente deste comando regional, gostaria de destacar o quanto me sinto orgulhoso por estar nessa unidade, embora como Comandante do CRPO/AJ á pouco menos de um ano, mas na região há oito anos e 2 meses, quando tive a grata satisfação de instalar e comandar o 39º BPM, por sete anos, três meses e dezoito dias. Posso dizer que acompanhei e participei do crescimento do CRPO/AJ, que embora seja uma unidade nova, está entre as mais importantes e expressivas unidades operacionais de nossa corporação, testemunhando assim inúmeras modificações e transformações, que fizeram-se necessárias para que crescêssemos e evoluíssemos junto com as comunidades. Foram encontradas algumas dificuldades, mas com certeza fizeram parte do crescimento. Composto por seus dois batalhões, o 16º Batalhão e o 39º Batalhão, o CRPO/ AJ atende uma grande área Territorial do estado, cerca de 13.543,47 Km², atendendo uma população de aproxi-

madamente 272.227 habitantes, fazendo a Brigada Militar estar presente em 33 municípios, que são de grande importância, no desenvolvimento regional e Estadual. O amadurecimento da nossa atividade de Policia só acontece ao longo do constante trabalho, e que reafirma em cada atuação, em cada atendimento, a confiança e a credibilidade nela depositada pela sociedade gaúcha. Somos sabedores de que existe ainda um longo caminho a ser trilhado, mas buscando um dia quem sabe em nossa árdua e contínua missão atingirmos à excelência na prestação do nosso serviço. Agradeço a comunidade Regional que tão bem nos acolhe e nos apoia, e a cada um dos nossos valorosos Policiais Militares, que incansavelmente a cada dia buscam desempenhar suas funções com grande esforço e dedicação, superando individualidades e adversidades, no intuito de preservar a segurança e ordem pública, para propiciar as suas comunidades uma melhor qualidade de vida.


HISTÓRICO

Herdeiro das tradições guerreiras da Brigada Militar, o CRPO/AJ completa oito anos de evolução constante no cumprimento das atividades policiais dos dias atuais


O

Comando Regional de Policia Ostensiva Alto Jacuí foi instalado em 20 de outubro de 1998, com sede no município de Cruz Alta, com passagem de subordinação de área do 16º Batalhão de Policia Militar para o CRPO/AJ. O primeiro Comandante foi o Ten Cel QOEM Luiz Carlos da Rosa Miranda pelo período de 14 de setembro de 1999 a 15 de maio de 2001, ano em que o Comando foi extinto. Em 23 de fevereiro de 2006, através do Decreto n.º 44.308, de 21 de fevereiro de 2006, o Comando Regional de Polícia Ostensiva Alto Jacuí foi reinstalado com 31 municípios subordinados inicial-

mente. O primeiro comandante desta retomada foi o Ten. Cel. Paulo Ricardo Farias, no período de 23 de Fevereiro de 2006 a 20 de Maio de 2010. Entre 29 de Maio a 22 Dezembro de 2010 o Comando Regional Alto Jacuí teve à sua frente o Ten. Cel. Nelson Garcia que, ao ser transferido para a reserva altiva da BM, passou o Comando ao Ten. Cel. Paulo Roberto da Rosa Duarte. Em 31 de agosto de 2012 houve uma alteração nos quadros de organização do 23° BPM e 16° BPM, passando a compor a 2ª Cia do 16ª BPM os municípios de Salto do Jacuí e Jacuizinho. O CRPO/ AJ está constituído hoje por um


Estado Maior e dois Batalhões: o 16º BPM, sediado em Cruz Alta e o 39º BPM, sediado em Palmeira das Missões, num total de 33 municípios. Por ocasião da promoção do Ten. Cel. Duarte a Coronel da BM e sendo classificado no CRPO Sul – Pelotas, o Comando foi passado ao então Comandante do 39 º BPM, Ten. Cel. Jerônimo Ferreira Barbosa, que assumiu em 10 de Junho de 2013. Vincula-se ao CRPO/AJ, a nível de Guarnição de Cruz Alta, o 16º Batalhão de Polícia Militar, a 2ª Companhia do 1º Batalhão Rodoviário, a 2ªCompanhia do 2ºBatalhão Ambiental e a 1ª Seção de Combate a Incêndio do 12ºCRB. Hoje o CRPO Alto Jacuí desenvolve ações de segurança, eventos e atividades sociais, como o PROERD, Pelotão Mirim e, através de seus Batalhões, realiza atividades operacionais, como Policiamento Comunitário, Balada Segura, Patrulhamento Rural, Policiamento em grandes eventos, com o intuito de combater a criminalidade, sempre em busca da segurança pública da comunidade regional.


07


ORGANIZAÇÃO

O Comando Regional de Polícia Ostensiva é constituído por dois Batalhões: O 39° BPM e o 16º BPM, localizados em Palmeira das Missões e Cruz Alta

A

instalação do 39º Batalhão de Polícia Militar ocorreu em 23 de Fevereiro de 2006, com sede na cidade de Palmeira das Missões e responsabilidade territorial em 19 municípios: Boa Vista das Missões, Cerro Grande, Condor, Constantina, Dois Irmãos das Missões, Engenho Velho, Jaboticaba, Lajeado do Bugre, Liberato Salzano, Novo Barreiro, Novo Tiradentes, Novo Xingu, Palmeira das Missões, Panambi, Pinhal, Sagrada Família, Santa Bárbara do Sul, São José das Missões e São Pedro das Missões. Seu comandante atual é o Major QOEM GERSON LUIZ PEREIRA de SOUZA e SILVA. O 16º Batalhão de Polícia Militar foi criado em 22 de Setembro de 1989 e insta-

lado administrativamente em 08 de Janeiro de 1990. Sua sede é situada no município de Cruz Alta e sua área de responsabilidade operacional compreende 14 municípios, divididos em duas companhias: a 1ª Companhia, com sede no Município de Cruz Alta, é composta pelos municípios de Pejuçara, Boa Vista Do Cadeado, Tupanciretã e Jari; a 2ª Companhia, com sede no município de Ibirubá, é composta pelos municípios de Ibirubá, Fortaleza Dos Valos, Quinze De Novembro, Selbach, Saldanha Marinho, Colorado, Salto do Jacuí, Jacuizinho e Boa Vista Do Incra. Atualmente o 16º Batalhão de Polícia Militar é comandado pelo Major QOEM JOSÉ VILMAR ROBAINA DA JORNADA.


09


O CÉREBRO DO

COMANDO

Para melhor coordenar as suas ações e cumprir a tarefa de proteger a população regional, o CRPO/AJ está organizado em quatro seções do Estado Maior que desempenham diferentes papéis na estrutura do comando


1

ª Seção-P/1 Recursos Humanos

É responsável pelos registros funcionais desde a criação até os dias atuais da unidade e dos Militares Estaduais do Estado Maior do Comando Regional, pelos lançamentos de diversas vantagens financeiras, como férias, horas extras, etapa alimentação, confecção e encaminhamento de diversos documentos que geram vantagens temporais e ou financeira, controle da efetividade de todos os servidores militares estaduais dos municípios que compõem nossa área de abrangência.

Sub Seção de Justiça e Mobilização

É o setor responsável pela disciplina, orientação e fiscalização das atividades funcionais e da conduta dos servidores da sede do comando e demais batalhões subordinados.

2

º Seção-P/2 Inteligência

As atividades de Inteligência são desenvolvidas, no que se refere aos limites de sua extensão e ao uso de técnicas no levantamento de dados junto aos batalhões, auxiliando o policiamento ostensivo, através da análise desses dados obtidos, buscando desta forma diminuir o índice de ocorrências na região do CRPO/AJ.

3

ºSeção –P/3 Operação e Treinamento

O P/3 tem como objetivo planejar, coordenar e controlar o ensino e treinamento, as Operações de Policiamento, vistorias de estádios e Ginásios, encaminhamentos de perícias aos órgãos de segurança. Também assessora o Comando nas demais demandas recebidas do Escalão superior, nos quesitos de Ensino, cursos, Projetos Sociais, apresentações do Comando Regional, estatísticas e monitoramento dos indicadores de desempenho operacional.

4

º Seção-P/4 Logística e Patrimônio

A 4ª Seção do Estado Maior do Comando Regional, tem a função de assessorar o Comandante Regional em assuntos pertinentes a logística e patrimônio, nos 33 municípios que compõem o Comando Regional.


PRESENÇA REGIONAL

O CRPO/AJ destaca-se entre as unidades do Rio Grande do Sul pelo desempenho e atuação em todas as esferas da segurança pública, desde o serviço operacional ao serviço social, interagindo constantemente com a comunidade

E

m sua área de atuação, o Comando Regional interage com os Coredes da região Alto Jacuí, Noroeste Colonial, Central, Planalto e Rio da Várzea. Em uma região com perfil de municípios de pequeno porte, o CRPO/AJ se faz presente em todas as comunidades, além de realizar operações no interior dos municípios levando segurança para a população rural. O CRPO/AJ também está presente nos principais eventos regionais, apoiando a realização dos mesmos. Exemplos dessa atuação são o Carijo da Canção Gaúcha, realiza-

do no mês de maio no município de Palmeira das Missões, e a Coxilha Nativista, realizada no mês de julho em Cruz Alta, eventos ligados à cultura gaúcha. O CRPO/ AJ também assiste de eventos populares como o Carnaval Regional de Cruz Alta, e eventos religiosos como a Romaria de Nossa Senhora de Fátima em cruz Alta e a Romaria de Nossa Senhora dos Navegantes em Salto do Jacuí. Além disso, o Comando Regional está presente em feiras, exposições e atividades esportivas em todos os municípios da região.


13


NÚMEROS

É impossível mensurar a importância do Comando Regional para a sociedade na qual ele está inserido. Entretanto, os registros das atividades nos dão uma medida da presença do comando durante esses oito anos de atuação. Os números apresentados a seguir ilustram a atuação do CRPO/AJ em sua região de abrangência


CRPO/AJ EM NÚMEROS 400 policiais militares em serviço. 33 municípios na área de atuação 138 Soldados formados na área do CRPO/AJ

com turmas em Cruz Alta e Palmeira das Missões.

114.408 Veículos abordados** 1.215 Prisões realizadas** * Dados obtidos com o P3 do CRPO/AJ, ** Desde a criação do Comando Regional.

15


OPERACIONALIDADE

Com o objetivo de apoiar o seu efetivo orgânico, O CRPO/ AJ conta com o Grupo de Apoio Operacional (GAO) e dois Pelotões de Operações Especiais (POE)

O

Grupo de Apoio Operacional (GAO) foi criado em 12 de março de 2008 e desde então atua em apoio ao 16º BPM (Cruz Alta) e 39º BPM (Palmeira das Missões), abrangendo os 33 Municípios e atendendo eventos e missões predestinadas pelo Comando do CRPO Alto Jacuí. O GAO é formado pelo efetivo administrativo do CRPO Alto Jacuí. Durante este período foram realizadas em média 10 operações por mês, com várias prisões realizadas, armas e drogas aprendidas e condutores de veículos autuados por cometerem diversas infrações de trânsito. O Objetivo das Operações é reforçar a sensação de segurança da Comunidade e apoiar o efetivo orgânico de cada um dos Municípios que compõem o Comando do CRPO Alto Jacuí. O Comando Regional de Policiamento Ostensivo do Alto Jacuí conta com dois Pelotões de Operações Especiais (POE), integrados às tropas das Unidades Operacionais do 16º BPM (Cruz Alta) e 39º BPM (Palmeira das Missões). Os Policiais Militares que compõe estes Pelotões destacam-se por suas qualificações técnicas e táticas e atuações especializadas, possibilitando a adoção de estratégias para a prevenção da violência e repressão à criminalidade, não somente na sede de

suas Unidades, mas de toda a região que as compõe. As ações especiais desenvolvidas pelos POEs nos locais e horários de maior incidência de delitos enfatizam abordagens a pessoas, veículos e estabelecimentos comerciais, principalmente os noturnos e contribuem sobremaneira na prevenção e minimização das ações de delinquentes contumazes, com prisões de foragidos da justiça, apreensões de armas e combate ao tráfico de drogas, garantindo uma maior sensação de segurança e tranquilidade pública. Como suplemento às atividades operacionais, o POE do 16º BPM conta com o apoio de cães de patrulha, de choque e de faro, compondo um plantel de qualidade, que servem tanto às operações especiais de policia militar, quanto colabora em ações desenvolvidas pela Policia Civil local e regional. O POE tem um histórico de diversas apreensões e substâncias entorpecentes localizadas em residências, veículos e matas, subsidiando materialidade de provas para a prisão de agentes do tráfico. Com mérito, o POE do CRPO/AJ, será o representante regional nas atividades de segurança pública desenvolvidas na Capital Gaúcha, durante a realização da Copa do Mundo de Futebol/2014, realizada no Brasil.


17


A ideia central de Polícia Comunitária é aproximar os profissionais de segurança das comunidades onde atuam, ao estabelecer uma relação de confiança, respeito e simpatia na busca da resolução dos problemas cotidianos

O

programa de Policiamento Comunitário foi lançado em Cruz Alta em junho de 2013. Inicialmente foram criados dois Núcleos de Policiamento Comunitário, um no Grande Bairro Vila Nova, e outro no Grande Bairro de Fátima (COHAB). Cada Núcleo de Policiamento Comunitário é composto por quatro Policiais Militares que se revezam em escalas diárias de 12 horas, preferencialmente durante o dia e, eventualmente, à noite quando há algum evento na comunidade que necessite acompanhamento policial. Esses bairros foram escolhidos para receberem o programa de policiamento comunitário, em virtude do alto grau de vulnerabilidade social e criminal. O Programa de Policiamento Comunitário visa

reduzir índices de criminalidade, numa primeira fase, nos bairros em questão, através da presença diária e constante do Policial Militar Comunitário que, baseado na filosofia e estratégia organizacional, passa a residir na comunidade buscando quebrar paradigmas, aproximando-se, interagindo, cooperando, auxiliando e relacionando-se com as comunidades nas quais irá servir, estabelecendo uma relação de confiança, respeito e simpatia na busca da resolução dos problemas cotidianos, aumentando a sensação de segurança e reduzindo a criminalidade. A implementação da Polícia Comunitária e do Policiamento Comunitário pressupõe alterações fundamentais na estrutura e na administração das organizações


policiais, e difere do tradicional com relação à forma como a comunidade é percebida, e com relação às suas metas de expansão do policiamento. Embora o controle e a prevenção do crime permaneçam sendo as prioridades centrais, as estratégias de policiamento comunitário se utilizam de uma ampla variedade de métodos para alcançar tais metas. Para alavancar o programa de Policiamento Comunitário, foi celebrado entre o Município de Cruz Alta, a Secretaria de Segurança Pública, o Conselho Pró-Segurança (CONSEPRO), e a Brigada Militar, um Termo de Convênio, no qual o Estado fornece a viatura policial, os equipamentos necessários e os policiais militares, e o município, em contrapartida, através do CONSEPRO, repassa aos policiais militares um bônus de auxílio moradia, uma vez que o programa prevê que os policiais militares residam em um dos bairros que compõe o núcleo, onde irão realizar o policiamento comunitário.

POLÍCIA COMUNITÁRIA 19


O cumprimento de todas as funções da Brigada Militar na região do Alto Jacuí só é possível através de uma infraestrutura adequada para o trabalho do efetivo. Assim, a atualização e manutenção dos equipamentos são fundamentais para o Comando Regional

O

s equipamentos utilizados pelo efetivo em toda região de abrangência do Comando Regional são constantemente atualizados, mantendo- o pronto para executar suas funções. Dessa forma, o CRPO/AJ busca junto ao governo do estado todo o material necessário, como fardamento padrão, armamento, coletes balísticos e viaturas. Em 2014 foram entregues 14 viaturas, contemplando 11 municípios do Comando Regional.

O CRPO/AJ também possui um ônibus, utilizado no transporte do efetivo em operações e serviços de policiamento especiais, ou seja, em situações que exigem um maior número de policiais militares envolvidos. Este ônibus também já foi disponibilizado em diversas ocasiões para auxiliar as escolas com o deslocamento dos alunos da rede pública escolar para participarem dos eventos sociais organizados pelo Comando Regional

EQUIPAM


MENTOS


A preocupação com a formação básica para reforçar o efetivo e a qualificação dos quadros é uma constante na cultura da Brigada Militar e do Comando Regional do Alto Jacuí

A

nualmente, entre os meses de março e novembro, é desenvolvido o CQP-“CURSO DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL”, no qual o efetivo do CRPO/AJ recebe instruções referentes ao procedimento no atendimento de ocorrências, normas de trânsito, instrução de defesa pessoal, instrução de tiro e legislação, através de aulas teóricas e práticas. O CRPO/AJ também participa ativamente da formação de novos soldados para o efetivo da Brigada Militar. Em outubro de 2009, foram incluídos 81 alunos soldados para frequentarem o Curso Básico de Formação Policial Militar. Os novos soldados foram dividi-

dos em duas turmas que realizaram o curso, uma na sede do CRPO/AJ, em Cruz Alta, e outra na sede do 39° BPM, em Palmeira das Missões. A formatura ocorreu em abril de 2010 e todos os novos soldados foram classificados dentro da área do Comando Regional. No dia 2 de setembro de 2012, foram incluídos em Porto Alegre 33 alunos para o Curso Básico de Formação Policial Militar com destino a Cruz Alta. Em 17 de setembro do mesmo ano, esses alunos iniciaram o curso sob responsabilidade administrativa do Comando Regional Alto Jacuí. O Curso de Formação foi concluído em 20 de abril de 2013 com 32 novos policiais.

QUA


ALIFICAÇÃO 23


PROERD

O PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência) tem como objetivo a prevenção do uso de drogas pelos jovens, através do esforço cooperativo entre a Brigada Militar, a escola e a família


O

programa articulado nacionalmente é vinculado ao original Drug Abuse Resistance Education (D.A.R.E) dos E.U.A. Através de atividades educacionais em sala de aula, o policial militar desenvolve um trabalho lúdico e pedagógico, que busca prevenir o uso de drogas e da violência entre crianças e adolescentes. Os municípios que compõem o CRPO/AJ possuem um efetivo dedicado ao desenvolvimento do PROERD. O programa é atuante desde a criação do Comando Regional, estando presente em 636 escolas nas quais já foram atendidas 1018 turmas. Nesse período, foram formados aproximadamente 21.700 alunos. Mais informações sobre o PROERD podem ser encontradas no blog ou na fanpage do programa no facebook.

Site: http://www.bmcruzalta.com.br

25


COMANDO

SOCIAL


O Comando Regional Alto Jacuí busca interagir com a comunidade e com o seu efetivo, através da realização de eventos do próprio Comando ou participando ativamente de eventos externos

E

ntre os eventos realizados pelo CRPO/AJ, destaca-se o Natal Solidário que atende em torno de duas mil crianças da rede escolar e comunidade em geral. Durante uma tarde, as crianças participam de atividades esportivas, de dança, montaria, sorteio de brinquedos e distribuição de lanches. O evento mobiliza todo o efetivo, além do comércio e da comunidade em geral que auxiliam com doações. No mês de março, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, o Comando Regional realiza um evento voltado ao público feminino, com palestras, sorteios, coquetéis e entrega de flores, com a participação de todo o efetivo feminino dos 33 municípios. Outro evento realizado pelo CRPO/AJ é o “ARRAIÁ DA GUARNIÇÃO”, que segue a tradição dos festejos juninos, proporcionando ao efetivo e à comunidade um momento de descontração, com diversas brincadeiras, regadas a algodão doce e pipoca.

O Comando Regional do Alto Jacuí participa efetivamente da organização da Semana Farroupilha nos municípios de Cruz Alta e Palmeira das Missões. Durante o mês de agosto várias reuniões são executadas em conjunto com os Piquetes, CTGs, Grupo de cavalarianos, Prefeitura Municipal e MTG, visando à organização do evento, desde a busca da Chama Crioula e o seu recebimento, até o encerramento das comemorações. Em Cruz Alta, o Acampamento Farroupilha é realizado anualmente no Parque de Exposições, com atividades propostas pelas entidades tradicionalistas como danças tradicionalistas, exposições, hora do conto e visitação das escolas. A Guarnição da Brigada Militar faz a abertura do Desfile Farroupilha, no dia 20 de Setembro, com seus cavalarianos, efetivo de policiamento e polícias especializadas.

27


ACERVO

CULTURAL


Com o objetivo de resgatar a cultura militar, o Comando Regional Alto Jacuí dedicou alguns espaços físicos para expor objetos que mostram um pouco da história da Brigada Militar

E

ntre os objetos, destacam-se os bustos do Cel. Afonso Emílio Massot, Patrono da Brigada Militar e o busto de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, Patrono das Policias do Brasil, expostos no saguão do Auditório da guarnição de Cruz Alta. Os bustos foram confeccionados artesanalmente pelo servidor 3º Sgt QPM-1 Ext - Dalton Rogério Neumann Gomes, que teve

uma breve passagem pelo Comando Regional. No dia 18 de Novembro de 2011, em comemoração aos 174 anos da Brigada Militar, foi inaugurado o “Mosaico do Centauro”, também confeccionado pelo 3º Sgt QPM-1 Ext- Dalton Rogério Neumann Gomes e pelo 3º Sgt QPM-1 Marcos Reginaldo Glowczynsaki. A obra pode ser admirada na entrada do Complexo do CRPO/AJ.

29


COMENDA


A Comenda do CRPO/AJ foi instituída como homenagem às personalidades merecedoras da distinção por seu apoio nas atividades do Comando Regional

E

m 09 de fevereiro de 2011, o Ten Cel Duarte, Comandante do CRPOAJ, encaminhou ao Sub Cmt Geral da BM a proposta de criação de uma comenda do Comando Regional. Em 09 de junho do mesmo ano foi criado o decreto 48.096 que “Institui o Brasão de Armas do Comando Regional de Policia Ostensiva Alto Jacuí – CRPO/ AJ, da Brigada Militar do Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providencias”. Em 15 de julho de 2011 foi publicada a Portaria 467/EMBM/2011 que institui a Comenda do CRPO/AJ a ser concedida como homenagem as personalidades merecedoras da distinção. Neste mesmo ano, foi realizado o 1° Baile da Comenda do CRPO/AJ, em homenagem aos cinco anos de criação do Comando Regional e à Semana do

Policial Militar. A honraria foi concedida a 62 (sessenta e duas) autoridades e personalidades civis e militares que destacaram-se em suas atividades junto a segurança da região de abrangência do Comando Regional Alto Jacuí. Em abril de 2012 realizou-se o 2° Baile da Comenda do CRPO Alto Jacuí, que contou com a participação efetiva de toda comunidade da Região, com a homenagem a 60 (sessenta) autoridades civis e militares. Em abril de 2013, foi realizada a 3ª edição do Baile da Comenda do CRPO Alto Jacuí, e foram homenageadas 51 autoridades civis e militares. No ano de 2014, o Baile novamente foi realizado, consolidando-se como um tradicional evento no calendário do CRPO/AJ.

31


DICAS DE SEGURANÇA

Preocupada com o aumento da criminalidade, a Brigada Militar busca incessantemente soluções para a harmonia e a paz social. Com o intuito de orientar o cidadão, apresentamos um conjunto de medidas de segurança, que podem minimizar as possibilidades de você tornar-se uma vítima em potencial. Utilizando estas medidas de segurança, você estará contribuindo para a preservação de sua vida, de seus familiares e do seu patrimônio.

Caso você seja vítima de um assalto

*Não reaja, a reação pode causar sua morte. *Procure manter a calma diante de uma arma, mesmo que isso pareça difícil. *O bandido está quase sempre mais nervoso que a vítima, mas, em geral, não tem a intenção de matar. *Não faça movimentos bruscos e procure alertar o assaltante dos gestos que pretende realizar, como pegar uma carteira, por exemplo. *Tenha consciência de que há possibilidade de existir outra pessoa dando cobertura ao crime. *Lembre-se que o bem maior é a vida. Bens materiais podem ser adquiridos novamente. *Procure observar as características dos assaltantes, se possível. *Após o criminoso sair, ligue imediatamente para a Brigada Militar, pelo telefone de emergência 190 , transmita as características do assaltante e direção que tomou. *Memorize as características e as placas de seu veículo, isto é fundamental para recuperação do mesmo. *Ao se deparar com sua residência arrombada, não entre, ligue para a Brigada Militar, pelo telefone de emergência 190 e aguarde a chegada de uma viatura policial. *Procure ter anotado em lugar seguro o número de série de seus bens. *Não REAJA.

Na Residência

*Quando chegar ou sair de casa, fique atento, pois essas as ocasiões mais propícias para roubos e sequestros. *Se desconfiar, aguarde, dê uma volta no quarteirão e chame a Brigada Militar (190). *Ao sair, certifique-se de que as portas e janelas voltadas para áreas externas estão trancadas, inclusive a garagem. *Procure conhecer seus vizinhos, onde trabalham, telefones, hábitos, horários de saída e chegada. *As crianças devem ser orientadas para não abrir a porta para estranhos e nem trazer desconhecidos para casa sem autorização. *Dificulte a ação dos ladrões, instale grades nas janelas, olho mágico e trancas nas portas e, se possível, instale alarme eletrônico em sua residência. *Nunca deixe portões e portas abertos, mesmo que tenha alguém em casa e também oriente seus filhos e empregados sobre essa providência. *Não abra a porta para pessoas que se apresentem para oferecer serviços não solicitados (encanadores, eletricistas, jardineiros, etc..) *Só contrate empregadas domésticas com referências anteriores, saiba o endereço ou de seus familiares. *Mantenha em local seguro as Notas Fiscais de série de seus bens (TV, Som, Vídeo, relógios, etc...) e em caso de furto, transmita esses dados às autori-

dades, pois essa providência aumenta a chance de recuperação. *Se você reside em apartamento discuta com seus vizinhos sobre a necessidade de instalação de grades nas janelas e varandas. *Não deixe a luz de casa acessa durante o dia, isso pode indicar que a casa está sem morador e motivar o furto. *Aguardar o fechamento de portões de comando eletrônico. *Não aceitar a entrada de técnicos não solicitados; se, solicitou, ao contratar a firma, peça o nome do funcionário que irá lhe prestar o serviço, verifique suas credenciais e confira as informações que dispuser. *Á noite, deixe pelo menos uma lâmpada acessa na área de maior risco da residência; quando possível, utilizar foto-células. *Na perda das chaves, troque os segredos das fechaduras. *Oriente familiares e empregados para que não comentem com estranhos sobre os bens que a família possui e dos hábitos.


Nos prédios e condomínios

*Ao atender estranhos mantenha o portão fechado; *Em caso de entregas de encomendas o condômino deve comparecer à portaria e evitar o acesso do entregador às residências; *Nos horários de limpeza e recolhimento de lixo, manter as entradas dos edifícios fechadas; *Ao receber prestadores de serviços, identifique-os; *Ao abrir o portão da garagem, identificar o motorista e verificar se não há suspeitos próximos; *Ao contratar funcionários exija documentos e referências, certifique-se quanto à autenticidade e veracidade das informações; *Ao chegar ou sair da garagem, observar se não há pessoas estranhas ou suspeitas; se tiver, aguarde ou informe a Brigada Militar (190); *As entradas do edifício devem ser iluminadas; *Os equipamentos de segurança (portas, portões, porteiros eletrônicos, extintores e outros) devem estar em perfeitas condições de uso; *Elogie a ação dos funcionários que visem a segurança; *Desenvolva reuniões periódicas com os condôminos.

Na Via Pública

*Não conte o dinheiro em público; *Notando que está sendo seguido por elemento suspeito, aja com naturalidade, entre em qualquer lugar público e ligue para o Telefone de Emergência 190; *Em ruas escuras ou desertas, evite dobrar a esquina junto do muro, prefira o centro da rua; *Evite que os idosos andem desacompanhados por locais de comércio muito movimentado ou ruas desertas; Ainda, alerte-os para que pessoas muito solícitas, falantes ou que ofereçam alguma vantagem, existem criminosos especializados em abusar da boa vontade e ingenuidade; *Aconselhe às mulheres colocarem bolsa de alças e sempre na frente do corpo, segurando firmemente as alças; em caso de bolsa sem alça, deve ser conduzido junto ao corpo, protegido pelo braço; *Não comente seus hábitos (horários, itinerários, viagens, etc.) a estranhos; *Não utilize carteira nos bolsos de trás de suas roupas;

*Não transite a pé ou em transporte coletivo portando somas elevadas, joias ou outros pertences de valores; *Não ande com todos os seus documentos ou todos os cartões de crédito; *Tenha sempre atenção no caminho, cuidado com buracos ou desníveis na rua, não tenha pressa para entrar, ou sair de ônibus ou metrô e nunca atravesse a rua correndo; *Não abra a carteira ou bolsa na frente de estranhos; *Separe pequenas quantias em dinheiro para pagar passagens, café, cigarros, etc. *Ao sair sozinho, procure sempre ficar no centro da calçada e na direção contrária ao trânsito. Fica mais fácil perceber a aproximação de um veículo ou indivíduo suspeito; *Caso perceba a presença de veículos ou pessoas suspeitas nas proximidades de sua casa ou serviço, *comunique; *Ao retornar, notando algum sinal estranho

(porta aberta, luzes acesas, etc.), não entre em casa, chame a Polícia; *Após o trabalho, escola ou festa espere pela companhia de um amigo para saírem juntos; *Evite cortar caminho por becos, vielas, ruas desconhecidas, terrenos, construções, etc. *Não pare para atender pedidos que lhe despertem desconfiança; confie em seus instintos; *Mantenha todos os objetos pessoais, como carteiras, pochetes, celulares, sacolas e bolsas, à frente do corpo; *Não peça orientação a estranhos, procure postos da Brigada Militar ou estabelecimentos comerciais; *Lembre-se: assaltantes valem-se principalmente do fator surpresa e da desatenção para atacarem suas vítimas.


CRPO/AJ  

Confira o trabalho dos acadêmicos do Curso de Jornalismo da Unicruz na criação da revista comemorativa aos 8 anos do Comando Regional de Pol...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you