Page 1

ANO 1 - NÚMERO ZERO / MAIO DE 2011

Ano um

Número

TOTALMENTE IMPARCIAL Zero APENAS COM NOTÍCIAS EM CIMA DOS FATOS

Editorial A partir de hoje, abrimos a sessão solene para a revista O Parazão: Humor e Futebol. A intenção é fazer gol de placa, com tiradas (quase) sérias, (quase) imparciais, sobre o que rola no campo e nos bastidores do esporte. A pauta entre (quatro)linhas quem faz são os times, os jogos, os cartolas, os árbitros, os jogadores, os torcedores e a crônica esportiva - e as palhaçadas vêm daí também. As rodadas levam a revista pra frente, rumo ao gol.

Este time registra tudo pra você, leitor, em cima dos fatos. Sente que a imprensa vê um jogo e você outro? Pois nós VAMOS POR O DEDO do pé e da mão no reino do futebol. Daremos nome aos bois, começando pela nossa equipe. Diremos quem torce por quem e você não vai ter mais dúvida. Daremos essa certeza a você e a nós mesmos! Saberá por que o jornal que você lê só malha o seu time! Acompanharemos com olhos de

águia, opa, de lince, por que as águias já dançaram, pra desespero do Ibama. (“Por sinal, esse bicho aí, o Lince, ainda tá no páreo?”) Este é o pontapé inicial do jogo. O time está sendo formado e as contratações sendo feitas. Um timaço de colaboradores para a estreia vem aí. Não é só papo de cartola não, aguardem! “Professor” Paçoca Editor”


rolou a bola Nesta edição faremos uma retrospectiva de tudo que aconteceu neste campeonato até agora. Do título do primeiro turno à derrocada bicolor no segundo, que vai assistir aos jogos pela tv. Da briga e o desespero dos times que lutam pela vaga na 4ª divisão do futebol brasileiro, principalmente o Remo. Do avanço das forças que vem do interior. Charges, cartuns infográficos da nossa agência DataDedo. Nas charges do cronista do traço Paulo Emmanuel. Divirtam-se.

Parazão 2011 1º Turno

Parazão 2011 - 1º Turno - SEMIFINAL


Parazão 2011 / 1º Turno / FINAL - cAMPEÃO : pAYSANDU

Parazão 2011 - 2º Turno - imprensa TUNA 1X3 PAYSANDU


Parazรฃo 2011 - 2ยบ Turno


Parazรฃo 2011 - SEMIFINAL 2ยบ Turno

O Parazão  

Primeira edição