Page 1

Sala de aula em dias de teste Quem diria? Um simples teste (que de simples nada tem) provoca reações tão diferentes em tantas pessoas. Olhando á minha volta, é visível que muitos dos meus colegas já acabaram este teste (que sorte a deles!), a sala encontrasse agora bastante vazia, o que aumenta a pressão sobre os restantes alunos, que tal como eu ainda o estão a acabar. Uns, tal com a Inês Tavares ou o João Cunha, tentam aliviar a tensão dizendo disparates que se tornam particularmente engraçados em momentos como este. Outros, tal como eu, limitam-se a acabar o teste o mais rápido que podem para depois poderem fazer uma viagem calma e tranquila até casa. No entanto, existem casos mais “especiais, olhemos, por exemplo, para o meu colega de carteira (o chato do João Ferreira). Ele está tão desesperado para acabar o teste (pois acho que vai ter treino às 17h30) que parece que a cabeça dele vai explodir, mexe-se e volta a mexer-se para tentar controlar a pilha de nervos em que se encontra. Já o meu colega do lado esquerdo (o Diogo Ribeiro) parece a pessoa mais calma do mundo, não está a devorar a sua caneta, nem a contemplar a beleza da parede branca à minha frente, de facto, ele limitase a fazer o seu teste, tranquilo, como se estivesse num jardim. Excepto o Diogo, estamos todos nervosos, devido ao facto de cada vez estarem menos alunos dentro da sala. Por fim, acabei de realizar o teste e já me começo a sentir mais calmo, agora basta-me fazer as últimas revisões e entregar o teste ao professor. Sexta-feira, 6 de Dezembro de 2013 Pedro Augusto nº23 Turma:10º1

Sala de aula em dias de teste  

Texto de um teste de avaliação realizado no dia 6 de Dezembro de 2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you