Page 1

Este suplemento comercial faz parte integrante do JORNAL DE NOTÍCIAS, de 7 de JULHO de 2011 e não pode ser vendido separadamente

especialMARCO DE CANAVESES

Festas do Marco 2011 As festas do Marco 2011 decorrem entre 8 a 13 de Julho. Vai ser uma semana de grande animação na cidade de Marco de Canaveses. O grande destaque desta festividade são as marchas populares


2 > especialFestas do Marco 2011

7 de Julho de 2011


especialFestas do marco 2011

7 de Julho de 2011

A animação chegou com as Festas do Marco 2011 Cultura, desporto, música, marchas populares, folclore, gastronomia, vinhos, artesanato e muita animação são temas que não vão faltar nas Festas do Marco

A

s Festas do Marco estão a chegar. Com um programa que inclui cultura, desporto, música, marchas populares, folclore, gastronomia, vinhos, artesanato e muita animação, as Festas do Marco 2011 vão decorrer entre os dias 8 e 17 de Julho. Douro e Tâmega, dois rios, um destino turístico: Marco de Canaveses. Impulsionadas pela câmara municipal, a participação das instituições e colectividades da terra são fundamentais para o sucesso desta iniciativa. Para a promoção da cidade do Marco de Canaveses vão ser realizadas as Feiras de Gastronomia e Artesanato (de 8 a 17 de Julho), a Feira Social (de 8 a 13 de Julho) e ainda a Feira dos Vinhos (de 14 a 17 de Julho), dando testemunho da vitalidade de um concelho que, cada vez mais, se orgulha das suas raízes, conciliando a tradição e a modernidade como factor essencial de desenvolvimento. As feiras decorrerão junto ao parque radical e estarão abertas ao público, sábados e domingos, das 16h00 às 24h00, e nos dias úteis, das 20h00 às 24h00. Vários espectáculos vão animar esta feira, subindo ao palco Miguel e André (16 de Julho), bem como outros nomes da música. Destaque para as marchas populares que, no dia 9 de Julho, sábado, a partir das 21h30, vão percorrer e encher de cor e de gente as ruas da cidade do Marco de Canaveses. Já no domingo, dia 10 de Julho, não perca a oportunidade de assistir à inauguração da exposição “Prémio Carmen Miranda 2011”, às 18h00, no

museu municipal, onde poderá apreciar os excelentes trabalhos artísticos apresentados a concurso. No dia 17 de Julho, realiza-se a Procissão em Honra de Santa Marinha, às 18h00. Criando atractivos para todos os gostos, sugestões não vão faltar. Os eventos desportivos, com a realização da regata “todos a remar para o Marco”, open de katas, provas de ciclismo, taça da liga de futsal feminino, show de patinagem artística e passeio de carros antigos. No âmbito das actividades culturais, sociais e recreativas, surge a conferência temática, noite solidária, festival de folclore e concertos pela tricentenária banda de música de vila boa de quires. Nas festas do Marco, os sentidos dos visitantes serão ainda despertados pelos aromas e sabores únicos da gastronomia e doçaria típica, surgindo à mesa o afamado anho assado com arroz de forno, acompanhado pelos reconhecidos e premiados vinhos verdes da Rota dos Vinhos do Marco e à sobremesa, as deliciosas fatias e cavacas do freixo. Emoldurados pela beleza natural das paisagens e pelo rio Tâmega, as Festas do Marco encerram com a realização da final do concurso musical “Marco a Cantar – Jovens Talentos da Canção 2011”, às 21h30, no Parque Fluvial do Tâmega, seguindo-se um fantástico espectáculo piromusical.

Ficha técnica Especial Festas do Marco 2011 é uma edição da Unidade de Soluções Comerciais Multimedia da Controlinveste Media Coordenação e Edição LARA LOUREIRO | Textos HÉLDER PEREIRA e VERA GALAMBA | Fotos D.R. | Publicidade SOUSA E CASTRO Director de Publicidade Directos JOSÉ OSÓRIO | Coordenação de Arte Sofia Sousa | Paginação Departamento de Produção de Publicidade Norte

os sentidos dos visitantes serão despertados pelos aromas e sabores únicos da gastronomia e doçaria típica, acompanhado pelos reconhecidos e premiados vinhos verdes da Rota dos Vinhos do Marco

<3


4 > especialFestas do Marco 2011

7 de Julho de 2011

Grupos de Folclore e Marchas Populares Grupos de Folclore O Marco de Canaveses conta com 21 grupos folclóricos, espelhando bem a defesa das suas raízes e a ancestralidade das tradições desta terra. Mercê do seu empenho e da forte vontade em participar nas Festas do Marco, vários grupos irão apresentar as danças e cantares que fazem desta região uma das mais ricas do país, pela autenticidade e preservação dos usos e costumes.

Marchas Populares As Festas do Marco contam o desfile das marchas populares, em representação das diversas freguesias do concelho. Neste evento estão envolvidas as juntas de freguesia, as associações culturais e recreativas e outras instituições e particulares que, com afinco, preparam a representação da sua marcha. Na presente edição, a ter lugar no dia 9 de junho, irão desfilar nas ruas da cidade 12 marchas, emprestando brilho e colorido a estas festividades. A coreografia de cada marcha será desenvolvida em dois locais: em frente ao edifício do tribunal e em frente ao jardim municipal. Para maior comodidade dos milhares de marcoenses e visitantes que assistem a este desfile, serão colocadas bancadas amovíveis nestes dois pontos.

Colectividades O município do Marco de Canaveses é marcado por um forte movimento associativo, bem patente nas 120 associações e colectividades existentes ao longo de todo o concelho. O presidente da câmara municipal do Marco de Canaveses, Manuel Moreira, tem procurado, ao longo destes cinco anos de mandato, colaborar e apoiar estas associações que trabalham e se dedicam às boas causas. Para o autarca é fundamental ter uma relação de proximidade com todos os cidadãos, valorizando e apoiando, dentro do possível, o trabalho meritório que desenvolvem em prol do Marco de Canaveses. O associativismo requer aprendizagem, interiorizarão e partilha. Por isso, o actual executivo tem fomentado a criação de novas associações e promovido várias iniciativas, num exercício do direito de associação por muitos cidadãos e assim assegurar formas de participação cívica da maior relevância através de associações e colectividades culturais, sociais, recreativas, desportivas e humanitárias ao serviço da causa pública, como por exemplo a confraria do anho assado com arroz de forno, a confraria do granito ou os ranchos.

Gastronomia Falar do Município do Marco de Canaveses é sinónimo de história e beleza natural, paisagens ricas banhadas por dois dos mais belos rios portugueses: o Douro e o Tâmega. À mesa surgem aromas e paladares únicos, oriundos de uma forte identidade cultural, propondo a quem visita o Marco de Canaveses o tradicional anho assado com arroz de forno, acompanhado por

um requintado, leve e aromático vinho verde. Ou não fosse Marco de Canaveses uma terra de vinhos de excelência, produzidos na região demarcada dos vinhos verdes e reconhecidos internacionalmente. Na gastronomia do concelho destaca-se, ainda, o verdinho, a roupa velha e a lampreia (na freguesia do torrão) como pratos regionais a experimentar.


7 de Julho de 2011

especialFestas do marco 2011

<5


6 > especialFestas do Marco 2011

7 de Julho de 2011

“Temos muitas ideias e bons projectos para o Marco de Canaveses” Em entrevista, o presidente da câmara municipal do Marco de Canaveses, Manuel Moreira, explica como o concelho se tornou um verdadeiro marco na educação, na solidariedade, na cultura, no desporto, no turismo, no ambiente e na juventude

Q

ue balanço faz destes seis anos no cargo de presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses? Devo dizer que, desde que assumi funções, há cinco anos e meio, tenho apenas uma missão: servir o município do Marco de Canaveses. Tem sido uma tarefa complexa, tenho de o reconhecer com humildade, pois somos um concelho extenso, com 202,2 km2 e 55 mil portugueses, e com muitos constrangimentos financeiros. Porém, a nossa vontade de fazer e de empreender é grande; temos muitas ideias e bons projectos para o Marco de Canaveses e, dentro das nossas parcas possibilidades, temos procurado realizar um plano de mudança nas mais diversas áreas, criando um verdadeiro marco na educação, na solidariedade, na cultura, no desporto, no turismo, no ambiente e na juventude.

Hoje, o município do Marco de Canaveses está diferente e melhor, sem nunca deixarmos de reconhecer que ainda muito há para fazer para que este seja um dos melhores concelhos do país e da região. Este é o maior desígnio do actual executivo, a que tenho a honra de presidir. Quais as obras implementadas nestes últimos anos? Apesar das dificuldades, temos mantido a nossa estratégia e reafirmamos a nossa aposta na cultura; no desporto e na juventude; na qualificação dos recursos humanos; na modernização administrativa e na inovação tecnológica; na acção social; na educação; no ordenamento do território e ambiente; no desenvolvimento económico e no turismo, através de vários projectos. Entre os projectos implementados destaco: a construção e adaptação de equi-


7 de Julho de 2011

pamentos para centros de dia e de convívio nas freguesias de Vila Boa de Quires, Paredes de Viadores, Sande, Constance e Tabuado; a valorização e a beneficiação da rede de jardins-de-infância e do parque escolar do 1.º ciclo do ensino básico, onde se inclui o projecto “Escola Feliz” (equipamento informático, material lúdico-didáctico e desportivo); a construção do Centro Escolar de Sande, do espaço municipal da juventude, de 25 escolas municipais de desporto; a construção das piscinas municipais de Alpendorada e Matos; a aplicação de um piso sintético no campo de treinos do complexo desportivo municipal; a ampliação da rede de água e saneamento no concelho e construção de 4 ETAR; a implementação da rede de gás natural; a pavimentação de 200 kms de estradas ao longo do concelho; a supressão de 10 passagens de nível no concelho; os centros de catequese na freguesia de Várzea de Ovelha e Aliviada; a ampliação de cemitérios e casas mortuárias; os arranjos urbanísticos/centros cívicos em várias freguesias do concelho; a construção do Museu da Pedra, da casa de produtos tradicionais/ posto de turismo em Bitetos e do parque fluvial do Tâmega; a requalificação da Igreja do Mosteiro de Vila Boa do Bispo; e a implementação de sistemas de informação. Quais são os seus grandes projectos para o concelho? Estamos conscientes do difícil momento que o país, e o nosso concelho em particular, atravessam. Contudo, empenharemos todos os nossos esforços para dar corpo a muitos projectos que visam dotar Marco de Canaveses de infra-estruturas e equipamentos que permitam um maior desenvolvimento económico, social e cultural, para uma melhor qualidade de vida de todos os nossos concidadãos. Posso citar alguns exemplos: apoio à construção do centro social interfreguesias da Folhada, Tabuado e Várzea de Ovelha e Aliviada e do centro social e paroquial da Vila de Alpendorada; reabilitação da casa do povo de fornos; a requalificação dos monumentos que integram a rota do românico e a sua dinamização cultural e turística; a valori-

especialFestas do marco 2011

<7

rem e investirem, numa mais mais-valia de desenvolvimento económico e social.

zação da cidade românica de Tongobri- coenses bem como todos os que nos ga; o apoio à implementação de vários queiram visitar, terão a oportunidade de projectos turísticos no concelho; a cons- apreciar o que de bom se faz e existe na trução da nova biblioteca municipal; a nossa terra. Somos um município com construção do centro escolar de Vila Boa 159 anos de existência, onde marcos de Bispo; a requalinaturais, históricos, ficação das escolas religiosos, gastrobásicas do 1º Ciclo; nómicos, culturais, a requalificação ursociais e humanos bana da cidade; a Cada vez mais, o têm raízes profunconclusão da revi- futuro do Marco das, mas onde a são do PDM; a rea- de Canaveses passa modernidade se enlização em 2012 do contra igualmente congresso do mu- pela grande aposta presente. nicípio do Marco na actividade Nestas festas prode Canaveses por turística, enquanto curamos transmitir, ocasião dos 160 com a colaboração anos da fundação agente promotor das nossas colectido concelho, entre e divulgador vidades, associações outros projectos do concelho e instituições locais, assentes num proatravés da realização grama de desenvolda feira de gastronovimento sustentamia, de artesanato, do, modernizando de vinhos, da feira o concelho e servindo melhor a nossa social, das marchas populares, do festipopulação. Esse é, sem dúvida, o nosso val de folclore, de eventos desportivos e maior desejo. musicais e de manifestações religiosas, a idiossincrasia e a identidade que caracteAs festas do Marco iniciam amanhã. Qual rizam as gentes do Marco de Canaveses. a sua importância? É fundamental manter vivas as tradições As festas do Marco reúnem um conjunto mais genuínas, passando-as de pais para de tradições e heranças culturais fruto filhos, e também criar momentos de prazer de uma identidade muito própria e rica às novas gerações para que sintam orgudo concelho. De 8 a 17 de Julho, os mar- lho da sua terra e vontade de aqui se fixa-

O turismo tem grande importância na cidade e no concelho? Claro que sim. Cada vez mais, o futuro do Marco de Canaveses passa pela grande aposta na actividade turística, enquanto agente promotor e divulgador do concelho, gerando riqueza e desenvolvimento. Somos um concelho com enormes potencialidades turísticas, banhado por dois espelhos de excelência, os rios Douro e Tâmega, onde se associa as serras da Aboboreira e de Montedeiras e as paisagens milenares de incontornável beleza; a gastronomia e a doçaria regional, com o célebre anho assado com arroz de forno, as fatias e cavacas do Freixo e os vinhos verdes da Rota dos Vinhos do Marco de Canaveses; a cidade romana de Tongobriga com 2000 anos de história; os monumentos históricos e religiosos do barroco e do românico; o artesanato e o granito que extraímos das entranhas da terra. Elementos ricos e variados que apelam, indubitavelmente, a uma visita até ao Marco de Canaveses, alojando-se numa das casas de turismo rural e usufruindo da simpatia e hospitalidade dos marcoenses. Deixo aqui o convite para passarem um dia diferente e agradável no Marco de Canaveses, trazendo a família e os amigos. Temos bons restaurantes; um GPS que pode seguir da Rota dos Vinhos do Marco; o Museu Municipal Carmen Miranda e o Museu da Pedra na vila de Alpendorada e Matos; o parque fluvial do Tâmega, onde se pode praticar actividade física e desportiva ao ar livre, bem como desportos náuticos como a canoagem e o jet ski; a praia fluvial de Bitetos que este ano foi reconhecida como zona balnear e praia acessível/praia para todos; as serras e florestas que permitem um contacto com a natureza e a descoberta dos ecossistemas; o património arqueológico da cidade romana de Tongobriga para melhor conhecer a história da nossa civilização; as pontes, igrejas e monumentos, que integram a rota do românico; e toda uma série de eventos culturais, desportivos e recreativos que procuramos promover ao longo de todo o concelho. Visite-nos, tenho a certeza que vai valer a pena!


8 > especialFestas do Marco 2011

7 de Julho de 2011

Terra de cânhamo e águas O concelho de Marco de Canaveses fica situado no distrito do Porto, em plena região duriense

D

e acordo com estudos etimológicos, o primeiro elemento do topónimo principal do concelho (“Marco”) terá sido atribuído a esta terra pelo facto de aqui ter existido uma marca de pedra, que assinalava a divisão das freguesias de Fornos, São Nicolau e Tuías. “Canaveses”, por sua vez, deriva de “canavês”, que significa “terreno onde se cultiva câneve, ou seja, cânhamo. Esta designação é, assim, alusiva à cultura de cânhamo, outrora abundante nesta região. A julgar pelos vestígios arqueológicos encontrados no território do actual concelho de Marco de Canaveses, este foi povoado desde o período do Neolítico. Mais tarde, recebeu a presença do povo romano, que também deixou fortes marcas da sua passagem, nomeadamente as termas, o fórum, as zonas habitacionais e uma necrópole da povoação de Tongóbriga. Município de mil faces O concelho do Marco de Canaveses tem um destino e uma vocação marcados pelos dois rios que o delimitam: o Douro e o Tâmega. As albufeiras artificiais do Carrapatelo (no Douro) e do Torrão (no Tâmega) prestam-se à prática de desportos náuticos, enquanto o Parque Fluvial do Tâmega, com a sua fluvina e as suas plataformas de pesca, prestam-se a esta prática. As serras da Aboboreira e de Montedeiras são uma sequência quase ininterrupta de pontos de vista. A Aboboreira interessa,

ainda, no plano arqueológico. Ali encontram-se importantes vestígios pré-históricos, nomeadamente antas e mamoas. Neste campo, outro local que merece atenção e visita é a cidade romana de Tongobriga, importante povoação romana, cujo auge foi o séc. II d.C., e se situava junto da via principal romana que a partir do séc. I d.C. ligava as cidades de Bracara Augusta (Braga) a Emerita Augusta (Mérida). O barroco está também presente em igrejas como as dos mosteiros de Vila Boa do Bispo e Alpendorada e em diversas casas solarengas, das quais se destaca as Obras do Fidalgo (interessante palacete inacabado, em Vila Boa de Quires). No património religioso, Marco de Canavezes tem um edifício de reconhecido valor internacional, a Igreja de Santa Maria, obra do arquitecto Sisa Vieira. Existe ainda os castros, sobressaindo o de Arados (em Alpendorada), as sepulturas antropomórficas e os Pelourinhos de Canaveses (na freguesia de S. Nicolau), Portocarreiro (na freguesia de Vila Boa de Quires) e o de Soalhães (na freguesia de Soalhães). Uma visita ao Marco de Canaveses não será completa se não contemplar o artesanato local. Representado pelas Bonecas de Folhelho, pela cantaria, pela cestaria, pelos chapéus de palha, pelas rendas e bordados, pela tanoaria e pela tecelagem, pode ser admirado e adquirido na Loja do Artesão, na casa de Produtos Tradicionais e Posto de Turismo de Bitetos e no Posto de Turismo da Câmara Municipal do Marco de Canaveses.

Praia para todos De 15 de Junho a 15 de Setembro, a Praia Fluvial de Bitetos, na freguesia de Várzea do Douro, recebe o programa “Praia Acessível, Praia para Todos”. Depois de várias diligências junto da Administração da Região Hidrográfica do Norte – ARH – Norte, a Praia Fluvial de Bitetos obteve o licenciamento como zona balnear e o galardão de “Praia Acessível”, sendo que das 28 praias fluviais de águas interiores da zona Norte apenas cinco apresentam este mesmo galardão. A Câmara Municipal do Marco de Canaveses dá, assim, continuidade a um projecto que visa harmonizar iniciativas locais já empreendidas para tornar acessíveis as praias às pessoas com mobilidade reduzida. Isto permite envolver as pessoas com mobilidade condicionada na vida social e faculta-lhes a possibilidade de passar um período de tempo agradável na praia. Este ano, a Praia Fluvial de Bitetos encontrar-se-á dotada de Assistência a Banhistas (com a presença de dois nadadores-salvadores); Posto de Praia (constituído pelos materiais e equipamentos homologados pelo Instituto de Socorros a Náufragos); Sinalização e delimitação da zona balnear; Infraestruturas de apoio (bar e instalações sanitárias); e Rampas de acesso à praia e estacionamento sinalizado.


especialFestas do marco 2011

7 de Julho de 2011

ONDE FICAR Residencial do Marco Av. Dr. Francisco Sá Carneiro, 236 4630-285 Marco De Canaveses Tel: 255 538 250 Fax: 255 522 093 N. quartos: 28; N. camas: 35 Classificação: Pensão de 2ª categoria Quinta dos Agros Quinta dos Agros 4625-486 Sande MCN Tel: 255 589 249 / 919 798 766 Fax: 255 589 249 quintadosagros@sapo.pt www.quintadosagros.com.pt N. quartos: 9; N. camas: 26 Classificação: Hotel Rural Casa da Quintã Rua de Cem, 384 4635-185 Folhada MCN Tel: 255 423 229 Fax: 255 423 873 osvaldo.magalhaes@clix.pt www.casadaquinta.com.pt N. quartos: 4; N. camas: 5 Classificação: Turismo Rural Quinta de S. Romão do Passal Lugar do Passal, Granja 4630-563 Paredes de Viadores MCN Tel: 229 968 422 / 917 219 631 adrianobcazeredo@hotmail.com N. quartos: 1; N. camas: 2 Classificação: Casa de Campo Casa das Vendas R. Coronel Fernando Monterroso, nº 313 4630-498 Tabuado MCN Fax: 255 523 957 N. quartos: 3; N. camas: 3 Classificação: Turismo Rural Quinta de Mosteirô Mosteirô 4625-420, Sande MCN Tel: 936 66 466 Fax: 255 581 493 info@quintadomosteiro.com www.quintadomosteiro.com N. Quartos: 6; N. camas: 8 Classificação: Turismo Rural Casa de Gondomil Caminho de Gondomil 4575-058, Alpendorada e Matos MCN Tel: 255 619 122 / 919 230 606 Fax: 255 619 122 info@casadegondomil.pt www.casadegondomil.pt N. quartos: 2; N. camas: 3 Classificação: Casa de Campo Quinta da Várzea de Cima Travessa da Várzea Várzea de Cima 4635 - 497, Tabuado MCN Tel: 255 531 034 Fax: 255 535 351 quintadavarzeadecima@gmail.com quintadavarzeadecima.  blogspot.com N. quartos: 6; N. camas: 11 Classificação: Turismo Rural Quinta do Cão Rua da Foz, 648 4625-531, S. Lourenço do Douro MCN Tel: 255 582 703 / 917 201 078 Fax: 255 582 703 info@quintadocao.com www.quintadocao.com N. quartos: 7; N. camas: 10 Classificação: Turismo Rural Casa do Serdeiredo Piares, Penhalonga 4625-356, Penhalonga MCN Tel: 255 582 179 / 967 084 452 Fax: 229 964 277 Capacidade: 16 pessoas Classificação: Turismo Rural Casa da Ribeira Rua das Caldas de Canaveses, 461 4635-401 Sobretâmega MCN Tel: 255 536 032 www.solincaeventosecatering  .com.pt

<9

O QUE FAZER N. quartos: 8 Casa de Vila Nova Vila Nova, Sande 4625-508 Sande, MCN Tel: 933 466 905 N. quartos: 4 Casa do Impossivel Lugar da Granja 4625-333, Penhalonga MCN Tel: 255 51 863 / 255 521 004 Fax: 255 521 678 www.dolmen.co.pt N. quartos: 3 Convento de Alpendorada Lugar do Mosteiro 4575-059 Alpendurada e Matos MCN Tel: 255 611 371 / 255 618 140 Fax: 255 611 371 geral@conventoalpendurada.com www.conventoalpendurada.com N. quartos: 37, 2 Suites e 16 Casas Quinta do Crasto Travessa Pedra da Linhaça 4630-172, Manhuncelos MCN Tel: 255 100 413 / / 255 531 039 Fax: 255 521 678 www.dolmen.co.pt preceptor@sapo.pt N. quartos: 3 Residencial Nantilde R. Manuel Pereira Soares, 278 4630 - 296, Tuías MCN Tel: 255 522 507 Fax: 255 105 988 N. quartos: 28; N. camas: 45 Solar de Carvalhosa R. Fundo de Vila 4635-028-Banho e Carvalhosa MCN Tel: 255 739 885 / /255 739 694 / /917 250 414 Fax: 255 739 886 solardecarvalhosa@clix.pt www.solardecarvalhosa.com N. quartos: 19 Aldeia Turística da Torre de Nevões Rua Manuel Montenegro Machado, nº 190 4635-450 Tabuado MCN Tel: 255 530 305 / / 914 188 235 / 964 965 514 / / 914 728 182 N. quartos: 5; N. camas: 80; 5 Bungalows; 5 Casas de pedra Casa da Ribeirinha Rua de São Nicolau, n.º 1665 4630-028 São Nicolau MCN Tel: 919 634 943 casadaribeirinha@gmail.com N. quartos: 4 N. camas: 8 Casa de Andrães Rua de Andrães de Baixo, n.º 165 4635-298 Santo Isidoro MCN Tel: 255 535 052 casadeandraes@gmail.com www.casadeandraes.com N. quartos: 9; N. camas: 18 Casa do Outeiro Casa do Outeiro, n.º 91 4630-240 Marco de Canaveses Tel: 255 523 432 / / 965 562 743 thuias@hotmail.com outeirotuias.webnode.pt N. quartos: 9; N. camas: 18 Abrigo de Montanha Associação dos Amigos do Rio Ovelha Lugar do Passal 4635-622 Várzea Ovelha Aliviada MCN Fax: 255 521 771 reservas: abrigodemontanha@rioovelha. com pedestrianismo-aaro. blogspot.com

Visitar a Igreja de Santa Maria, obra do arquitecto Sisa Vieira (informações e reservas: 255 522 995) Visitar a Cidade Romana de Tongobriga (informações e reservas: 255 532 099 www.tongobriga.net) Visitar o Museu Municipal Carmén Miranda (informações e reservas: 255 538 800) Visitar o Museu da Pedra (informações e reservas: 255 616 150 museudapedra@cm-marco canaveses.pt) Visitar a Loja do Artesão www.lojadoartesao.net

Visitar a Casa de Produtos Tradicionais de Bitetos www.lojadoartesao.net Fazer a Rota dos Vinhos do Marco de Canaveses Fazer a rota Histórico-Cultural: Tâmega-Douro Fazer a rota das Aldeias do Baixo Tâmega Fazer a rota do Marco a Baião Caminhar pelo Itinerário de Turismo Pedestre: Do Douro à Serra de Montedeiras Caminhar pelo Itinerário Romano-medieval: Dos Flávios a D. Mafalda Caminhar pelo Itinerário de Turismo Pedestre: Pedras, Moinhos e Aromas de Santiago

pedrasmoinhosearomas. blogspot.com

CONCELHO Com uma área de 202 km2, Marco de Canaveses engloba trinta e uma freguesias: Alpendorada e Matos, Ariz, Avessadas, Banho e Carvalhosa, Constance, Favões, Folhada, Fornos, Freixo, Magrelos, Manhuncelos, Maureles, Paços de Gaiolo, Paredes de Viadores, Penha Longa, Rio de Galinhas, Rosém, Sande, Santo Isidoro, São Lourenço do Douro, São Nicolau, Soalhães, Sobretâmega, Tabuado, Torrão, Toutosa, Tuías, Várzea do Douro, Várzea da Ovelha e Aliviada, V. Boa do Bispo e V. Boa de Quires.


10 > especialFestas do Marco 2011

7 de Julho de 2011

20 anos de formação profissional A Escola Profissional de Arqueologia aposta numa boa oferta formativa que melhor se lhe adequa às necessidades do mercado de trabalho

A

Escola Profissional de Arqueologia, criada em 1990, é uma escola pública, promovida pelos ministérios da educação e da cultura, que procura responder às necessidades do pais, na formação de técnicos especializados nas diferentes vertentes do património - investigação, conservação, restauro e divulgação. O sítio escolhido para instalar a Escola Profissional de Arqueologia foi a Área Arqueológica do Freixo, onde, desde 1980, se realizam trabalhos arqueológicos sistemáticos, proporcionando assim aos alunos espaços adequados ao desenvolvimento das diferentes actividades integradas na componente técnica dos diferentes cursos, nomeadamente a formação em contexto de trabalho. A escola proporciona cursos profissionais com a duração de 3 anos, destinados a jovens que tenham o 9º

ano de escolaridade e que pretendam uma formação predominantemente orientada para a inserção no mundo do trabalho. Estes cursos conferem um certificado de qualificação profissional de nível IV, permitindo o acesso ao mercado de trabalho como técnico intermédio, a par da equivalência ao 12º ano de escolaridade, o que possibilita o acesso ao ensino superior. Integrado no Programa Comenius a escola desenvolve vários projectos internacionais com escolas de diferentes países, como por exemplo Itália, Turquia, Bulgária, Polónia e Bélgica o que propicia aos formandos experiências culturais diversificadas, contribuindo deste modo para a sua formação enquanto cidadãos da Europa e do mundo. Ao longo destes 20 anos de formação a escola sempre procurou responder às necessidades do mercado

de trabalho promovendo a oferta formativa que melhor se lhe adequa e mantendo uma estreita ligação entre o contexto escolar e profissional operacionalizado através de protocolos

IX Edição FAEMarco Tony Carreira, Trio Odemira, Mickael Carreira e Suzana são alguns dos músicos que vão dar espectáculos nesta feira

A

IX Edição da FAEMarco (Feira de Actividades Empresariais do Marco de Canaveses) está a chegar! Este ano será de 4 a 7 de agosto no Estádio Municipal do Marco de Canaveses, com muitas novidades. São quatro

dias de muita animação, com arraiais alegres e onde a temática empresarial é um dos motivos principais deste certame. Nestes quatro dias, para além da feira de exposições pode assistir ao concerto de Tony Carreira, Trio Odemira, Mickael Carreira e Suzana, para além de

vários artistas da região. Noites alegres, onde a boa disposição reinará, certamente, como nas edições anteriores. A inauguração será já no dia 4 de Agosto, quinta-feira, onde o artista Tony Carreira fará a grandiosa abertura da feira de exposições.

de cooperação com diversas instituições – autarquias, museus, parques arqueológicos, empresas privadas do sector e instituições de ensino internacionais.

Festa da Cerveja, da Francesinha e dos Bons Petiscos Ainda no mês de agosto de 25 a 28, visite o Marco de Canaveses, e prove as melhores francesinhas que são confeccionadas nesta região! No Marco de Canaveses, são realizadas a Festa da Cerveja, da Francesinha e dos Bons Petiscos, no sentido de promover os restaurantes que pretendam participar neste evento. Este é o maior restaurante alguma vez montado na cidade do Marco de Canaveses e funcionará junto ao Parque da Cidade.

OPINIÃO São muitas as vantagens de se tornar associado da AEMarco (Associação Empresarial do Marco de Canaveses) e participar nos nossos eventos, iniciativas, actividades e serviços empresariais. Para além de vários eventos que desenvolvemos a pensar no associado, temos também um vasto leque de serviços que temos ao seu dispor nomeadamente formação, contabilidade, serviços administrativos, projectos, jurídicos, GIP (Gabinete de Inserção Profissional), loja de serviços, entre outros. Aposta na formação com qualidade! Iniciou recentemente o projecto academia de PME, que é dirigido a PME’s que pretendem frequentar ao longo de nove

meses formação acção. Neste momento estão a frequentar neste projecto 16 PME’s. Em setembro vamos iniciar já a 2ª acção designada Marketing Nacional e Internacional. Todos os empresários que pretendam inscrever-se nesta acção deverão contactar os nossos serviços. A AEMarco convida todas as empresas do concelho do Marco de Canaveses que ainda não conhecem os serviços desta associação a fazerem uma pesquisa no site da AEMarco ou entrarem em contacto com os nossos departamentos e saber quais as vantagens de serem nossos associados. Esta é uma boa oportunidade para ‘dar um pontapé na crise!’, pois há momentos que devemos “parar para pensar”.

José Reis Presidente da AEMarco


especialFestas do marco 2011

7 de Julho de 2011

< 11

EPAMAC com dois novos cursos profissionais Atribuição de um diploma de 12º ano e uma certificação profissional de nível III

A

EPAMAC (Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Marco de Canaveses), numa dinâmica de diversificação da sua oferta formativa que corresponda às necessidades do tecido económico-social concelhio e regional, vai lançar dois novos cursos profissionais para o ano lectivo 2011/2012. Estes cursos, muito específicos e virados para a natureza e para o mundo rural são o curso técnico de gestão equina e o curso técnico de gestão cinegética (ordenamento da caça e da pesca). O primeiro deles (técnico de gestão equina) é uma oferta inovadora no concelho e na região e pretende dar a oportunidade aos jovens de terem uma formação muito prática ligada ao mundo equestre. O técnico de gestão equina é o profissional qualificado que, mercê de uma formação polivalente, integrada e pluridisciplinar, está apto a orientar, organizar e executar as tarefas necessárias à gestão das mais diversificadas estruturas equestres exis-

tentes no país. É um técnico com aptidão didáctica e conhecimentos suficientes para o ensino do cavalo e do cavaleiro em todas as suas vertentes. O segundo destes cursos (técnico de gestão cinegética) é um curso que foi criado pela EPAMAC e que, após alguns anos de interregno, volta agora a figurar. O técnico de gestão cinegética é o profissional qualificado para coordenar, organizar e executar as actividades inerentes a um plano de ordenamento e exploração cinegética, zelando pela conservação do património cinegético e piscícola e dos ecossistemas naturais que o suportam, no respeito pelas normas de segurança e saúde no trabalho e preservação do meio ambiente. Estes cursos exigem como habilitação de entrada o 9º ano de escolaridade e, após a sua conclusão, atribuem um diploma de 12º ano e uma certificação profissional de nível III. Os jovens da região vão ter no ano lectivo 2011/2012 mais duas áreas de forma-

ção à sua disposição para completarem o 12º ano de escolaridade, através de cursos muito práticos, ligados à natureza e ao mundo rural e com financiamento do FSE (POPH – Programa Operacional Potencial Humano). Os alunos que os frequentarem não terão despesas com os seus estudos. As inscrições já estão abertas. Além destas novas ofertas, a EPAMAC continuará a oferecer os cursos profissionais de técnico de produção agrária e técnico de turismo ambiental e rural para alunos que tenham concluído o 9º ano de escolaridade e pretendam obter o 12º ano, bem como o curso de educação e formação de jardinagem e espaços verdes para alunos que ainda não tenham concluído o 9º ano de escolaridade. A EPAMAC proporciona, ainda, aos jovens da região, e em conjunto com a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, dois Cursos de especialização tecnológica para os alunos que já concluíram o 12º ano, cuidados veterinários e animação turística.


12 > especialFestas do Marco 2011

7 de Julho de 2011

11

27 MAIO 2011

MARCO DE CANAVESES

OFERTA FORMATIVA 2011/2012

ASSISTENTE DE ARQUEÓLOGO Técnico que executa tarefas específicas de campo e de laboratório, entre as quais se destacam: escavação, recolha, inventariação e tratamento de materiais arqueológicos; topografia, desenho, fotografia. Exerce a sua actividade em empresas privadas e nas carreiras da Função Pública, ligados a Instituições Públicas, Câmaras Municipais e Parques Arqueológicos.

: Apoios à Formação to • Subsídio de alojamen rte po ns tra de o • Subsídi ção • Subsídio de alimenta ais escolares nu ma • Empréstimo de lização • Bolsas de profissiona tos europeus jec pro em o çã ipa • Partic bio âm com visitas de interc

ASSISTENTE DE CONSERVAÇÃO E RESTAURO Técnico qualificado que aplica as técnicas relativas à conservação preventiva e curativa e restauro do património cultural móvel ou integrado (azulejo, cerâmica e vidro; bens arqueológicos e etnográficos; documentos gráficos e fotográficos, entre outros). Exerce a sua actividade em empresas privadas e nas carreiras da Função Pública.

Abertas as inscrições para jovens habilitados com o 9º ano de escolaridade Cursos de 3 anos, conferem qualificação profissional de nível IV, diploma do 12º ano e acesso ao ensino superior.

Escola Profissional de Arqueologia Área Arqueológica do Freixo 4630-092 Marco de Canaveses

Tel.: 255 531 293 Fax: 255 531 533

info@epa.pt www.epa.pt

Suplemento  

Festas Marco Canaveses

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you