Page 1

Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba


EDIÇÃO 18 - ESPECIAL FIM DE ANO

Índice

17

15

EXPEDIENTE revista da

Cidade Ano de muitas surpresas

As previsões para o ano que se inicia.

2011 – O ano da grande virada

Os projetos, crescimento e realizações que estão consolidando. Caraguatatuba como a mais importante cidade do Litoral Norte.

27 Negros – Cultura, tradições e trabalho A presença da raça negra no desenvolvimento da cidade.

32 Olhares Mostra da exposição de obras do Núcleo Desenho Vivo de Notas - Um arquivo precioso 35 ACartório descoberta de escrituras que revelam a história da cidade. - A expressão do talento 38 Artesanato Materiais que se transformam pela habilidade e criatividade de artistas talentosos.

contra a dengue 44 AUmacidade batalha em que todos, queiram ou não, estão envolvidos. equipe de Talento 46 Uma Os comunicadores que fazem mais popular emissora da cidade. de verão 50 Neuras As exigências para manter a forma na estação mais quente do ano. e mais: Empresas Nota 10 - Pág 6 Nossa Palavra - Pág 7 Preto no Branco - Pag 8 Aconteceu - Pág 12 Onde comer bem - Pág42 A melhor idade - Pág 52 Ponto Final - Pág 56

Revista da Cidade | Caraguatatuba

Um guia de compras e serviços Boas Festas!!!

Jornalista Responsável Roberto Espíndola MTb 6308

Colaboradores Alessandra de Campos Darci de Melo Vera Molineiro Bertô Curare Hugo Léo Fotos Bento Costa Emílio Campi Gianni D’Angelo Gustavo Grunewald J.C.Curtis José Mario Souza – High Fly Lú Palmeira Maurílio Alves Produção Gráfica Paulo Ferraz Capa “A magia dos fogos” - Lú Palmeira Departamento Comercial Luiza Garcez Publicação e Impressão Gráfica e Editora Mogiana Ltda. CNPJ 04.967.598/0001-43 Rua Mogiana 102 – São José dos Campos/SP Escritório em Caraguatatuba Rua Ostiano Sandeville 180 – Centro Fone: (12) 3882-4596 Cep 11.660-040 caraguatatubarevista@hotmail.com www.caragua.com.br/revista Para receber uma assinatura online da Revista da Cidade - Caraguatatuba mande uma mensagem para: caraguatatubarevista@hotmail.com


Revista da Cidade | Caraguatatuba

05


CONSAGRADOS COMO

EMPRESA NOTA 10

E

m noite festiva, com um coquetel realizado em seu novo auditório, a Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba – ACE, promoveu a entrega do Troféu Empresa Nota 10 aos eleitos neste ano através de pesquisa de opinião pública realizada pela entidade.

Fotos: Bento Costa

CENTRAL CARNES

PIZZARIA LUNAMAR

KASHIURA PAPELARIA

RÁDIO CARAGUÁ FM

BICICLETARIA J BIKE

ISRAEL VEÍCULOS 06

Revista da Cidade | Caraguatatuba

CLÍNICA SANTA MARTA

PADARIA ESQUINA DO PÃO

RESTAURANTE TAPERA BRANCA

AKEBONO COZINHA ORIENTAL


Nossa Palavra

A VIDA É UM ETERNO

RECOMEÇAR

C

omo previmos, 2010 foi o ano em que Caraguatatuba caminhou para o grande salto de seu desenvolvimento. O aquecimento da economia local, a elevação do nível de empregos e a conseqüente carência de mão de obra, os investimentos em grandes projetos, como a construção do Serramar Parque Shopping, orçado em 50 milhões de reais. O término das obras da Base de Gás, que iniciará sua produção já nos primeiros dias do próximo ano, gerando impostos e royalties para os cofres públicos municipais, mas já com previsões para sua adequação visando processar o gás do pré-sal, cujos trabalhos deverão se estender por mais de dois anos com o mesmo volume de contratações. O elevado prestígio político que o município conquistou nas últimas eleições, facilitando a obtenção de equipamentos e ações sociais como a instalação do Poupatempo e o compromisso do governador-eleito com a duplicação da Rodovia dos Tamoios e os contornos viários da cidade fazem prever com segurança que chegou a hora da colheita e que 2011 será o ano da virada, em que o município irá se consolidar definitivamente como o maior pólo de comércio, negócios, educação e serviços da região, atraindo turistas, investidores e empreendedores, bem como migrantes de várias camadas sociais em busca de melhores oportunidades e qualidade de vida. O volume de obras públicas executados até aqui, espalhados por toda a cidade, que despertam a atenção e admiração dos que nos visitam, será insignificante diante do muito que está por vir para atender as necessidades de um município que não para de crescer. A força das lideranças da cidade permite que se pleiteiem maiores investimentos na área habitacional para a população de menor renda, em acessos viários, em saneamento básico, em saúde pública e em segurança, entre outras carências da região. Não se trata de euforismo ou excesso de otimismo, pois quem acompanhou o desenvolvimento da pacata “Princesinha do Litoral’, nos últimos trinta anos, pode antever o que irá acontecer nos próximos trinta e se admirar, e até se assustar com a dimensão que o município irá alcançar. Por isso, amigos leitores que estão nos acompanhando ao longo dos últimos anos, ajudando-nos a fortalecer os meios de comunicação desta nossa tão querida Caraguá, permita-nos, ao mesmo tempo em que desejamos a todos Boas Festas e um Ano Novo repleto de saúde, paz, alegria e prosperidade, saudar o futuro que é sempre um recomeçar. Chegou a hora da virada. Tintim.

Roberto Espíndola

Revista da Cidade | Caraguatatuba


Paulistano, nomeado bispo da Diocese de Caraguatatuba em 2006, Dom Altieri tem formação Salesiana com cursos de teologia, filosofia, pedagogia e mestrado na Pontifícia Universidade Católica di Roma, com especialização, reconhecida pelo MEC em Educação, Administração Escolar, Supervisão Escolar e Orientação Educacional. É um educador, professor e coordenador de estudos que também exerceu a função de diretor em várias instituições Salesianas. Detalhe: Dom Altieri é também professor de piano e matérias complementares. À frente da Diocese de Caraguatatuba vem desenvolvendo um trabalho pastoral intenso e foi agraciado com o título de Cidadão Caraguatatubense.

Uma cena Inesquecível:

“O PAPA JOÃO PAULO II

ABRAÇOU UMA PROSTITUTA

A

AFRICANA, AIDÉTICA”

humanidade está em crise. Crise de valores. Conflito de gerações. Luta pelo poder. Fuga da realidade através do consumo de alucinógenos. Dissolução da família. Culto exacerbado ao sexo como forma de auto-afirmação. Busca frenética ao acúmulo de bens materiais. Quanto mais avança o conhecimento menor se torna a sabedoria do viver. Em algumas comunidades já existem movimentos para diminuir o ritmo e melhor administrar o tempo em proveito da vida. Para onde caminha a humanidade? É uma pergunta que há muito vem sendo feita. Para os cristãos Natal é um tempo para a reflexão. Para renascer em Cristo a fim de alcançar a felicidade plena. Nesta entrevista, Dom Antonio Carlos Altieri, bispo da Diocese de Caraguatatuba, fala sobre o espírito e as tradições do Natal e as tensões e contradições na comunidade católica. 06 08

Revista da Cidade | Caraguatatuba

REVISTA DA CIDADE Qual a recomendação da Igreja para os católicos, a serem observadas nas comemorações do Natal ? DOM ALTIERI - A experiência da comemoração do Natal não se esgota num dia... Ela deve ser preparada, celebrada e prolongada no tempo que segue. Daí a importância de se viver em profundadidade esse tempo do Ano Litúrgico: o Advento. São quatro semanas de preparação para a vinda do Senhor. Entre nós tem crescido o belo costume nas Comunidades, condomínios, casas e até em cada família realizar a novena do Natal, aproximando as pessoas umas das outras e todas se abrindo para o espírito do Natal. RC - Quando surgiram as comemorações do Natal nos moldes hoje conhecidos ao longo da história da humanidade? Que situações determinaram o surgimento dessa prática ? DA - De acordo com o calendário romano, a festa já era celebrada em Roma no ano 336 dC. Na parte Oriental do Império Romano, comemorava-se


em 7 de janeiro o seu nascimento, ocasião do seu batismo, em virtude da não-aceitação do Calendário Gregoriano. No século IV, a Igreja Ocidental passou a adotar o dia 25 de dezembro para o Natal e o dia 6 de janeiro para a Epifania (que significa “manifestação"). Nesse dia comemora-se a visita dos Reis Magos. A tradição cristã sempre foi centrar a celebração do Natal na pessoa de Jesus, o seu nascimento, como se deu... o recenceamento, a gruta, o presépio, a manifestação dos anjos, pastores e reis. RC - Até que ponto é válido comemorar o Natal com fartura, variedade de comidas e guloseimas, em certos casos até com desperdício, quando em muitos lares falta o pão? DA - A falta de sobriedade não é um valor em nenhuma ocasião, portanto quem celebra o Natal dessa maneira prova que valoriza um estilo de vida consumística colocando sua esperança nas coisas que passam e, portanto, não entende a proposta que Jesus trouxe ao mundo nascendo numa manjedoura. RC - O costume de trocar presentes no Natal tem origem religiosa? Quando começou ou ganhou força e qual o seu significado ? DA - É bom lembrar que na tradição judaica era costume trocar presentes nas grandes celebrações (Ester 9,22). Nós como cristãos bebemos dessas tradições antiquíssimas. Mas o fato bíblico que com certeza impulsiona a troca de dons no Natal faz referência à visita dos Reis Magos ao menino Jesus, na gruta de Belém (Mateus 2,2). Nesta visita os magos oferecem ouro, incenso e mirra. Reconhecem a divindade, realeza e santidade do Messias. RC - Se Cristo voltasse hoje na Terra e deparasse com o comércio que se faz para comemorar o seu nascimento, expulsaria os vendilhões ? DA - Se é para supor, eu prefiro imaginar que Jesus teria um olhar de compaixão e repetiria o que disse no alto da cruz: “ Pai, perdoai-lhes porque não sabem o que fazem”. RC - Montar um Presépio, qual o seu real significado para as comemorações natalinas? DA - Penso que sobretudo os pais e educadores católicos bem como os catequistas não poderiam perder essa ocasião pedagógica ímpar a fim de transmitir o verdadeiro sentido do Natal cristão, ou seja, que Jesus é o centro do fato que se celebra... RC - Num tempo em que os símbolos ganham força, por que o maior símbolo cristão do Natal, o presépio, é substituído pela arvore de natal e o Papai Noel ? DA - Porque o marketing comercial norte-ameri-

cano, que há décadas comanda a visão do Natal em nosso continente, passa a idéia de que o Natal é cheio do branco da neve (sendo que aqui não há neve e vivemos o verão!), e o Santa Claus (Papai Noel) visita as famílias descendo pela chaminé... a mídia e o cinema americano trabalharam durante anos esta visão ideológica... que pode até ser muito bonita, mas que quer responder mais a uma cultura nórdica e mercantilista que original. Nada contra fazer a árvore de natal e colocar os enfeites, sabendo contudo que o verdadeiro símbolo do Natal é o presépio. RC - A Missa do Galo celebrada à meia noite do dia 24 de dezembro representou por séculos uma tradição das comunidades cristãs. Qual o seu significado e por que foi suprimida em várias paróquias ou teve sua celebração antecipada? Não era um encontro importante de fé para celebrar o nascimento do Menino Deus? DA - Continua representando! Esse significado tem vários elementos também humano-culturais que se devem levar em conta, por isso, a antecipação do horário dessa celebração litúrgica na maioria das Comunidades Paroquiais tem como motivação principal as novas realidades vividas pelos católicos de hoje. RC - Jesus nasceu no seio de uma família simples, que soube aceitar a vontade de Deus. Como o senhor analisa as famílias de hoje, centradas no consumismo e acúmulo de bens materiais ? DA - Essa realidade é consequência da negação do Natal ! É não acreditar que existe um Deus-conosco que se doa por inteiro e nos ensina que a verdadeira felicidade não está nas coisas e nos valores que passam, mas que a felicidade verdadeira se encontra naquilo que não passa. RC - Cristo, afinal, nasceu mesmo do dia 25 de dezembro? DA - O dia 25 de dezembro foi instituído oficialmente como o dia de Natal pelo Papa Júlio I (337-352), uma vez que nessa data se comemorava o “Solstício de Inverno” no Hemisfério Norte, que é a data em que o dia e a noite tem o mesmo tempo de duração, e a partir desta data o dia passa a ser maior que a noite, marcando uma vitória da luz sobre as trevas. Tem relação com a Festa da Anunciação de Nossa Senhora, que se celebra no dia 25 de março, nove meses antes do Natal. É importante notar o respeito que Jesus teve para com as comemorações que já existiam, mas que foram ressignificadas com a sua vinda entre nós ! RC - Aproveitando o Natal, tido como uma Revista da da Cidade Cidade || Caraguatatuba Caraguatatuba Revista

07 09 09


época de reflexão, revisão, mudanças de conceitos em relação à fragilidade humana, perdão e aceitação para estabelecer a harmonia e a paz entre os homens, como a Igreja vive e orienta para a acolhida dos dependentes químicos, dos aidéticos, das prostitutas e homossexuais ? DA - “Jesus veio ao mundo para que “todos tenham vida e a tenham em abundância” (Jó 10,10), mas os seus preferidos são os mais fracos, os mais pobres e discriminados. São suas as palavras : “Não são os que tem saúde que precisam do médico, mas os doentes. Eu não vim chamar os justos mas os pecadores”(Mc 2,17). Os cobradores de impostos e as prostitutas vos precederão no Reino dos céus. (Mt 21,28-32). Por isso a Igreja que tem Cristo como cabeça é chamada a realizar a sua Missão fazendo essa opção evangélica e preferencial. A abertura do Documento “Gaudium et Spes” do Concílio Vaticano II diz: “As alegrias e as esperanças, as angústias e as tristezas do homem de hoje são também as alegrias e as esperanças, as angústias e as tristezas da Igreja. Não há nada de humano que não lhe ressoe no coração”. Estava em Roma no Jubileu do ano 2000 e presenciei uma cena inesquecível : O Papa João Paulo II, numa audiência na Praça de S. Pedro, abraçou uma prostituta africana, aidética, com um afeto e uma ternura tais que eu não posso conceber que o gesto de Jesus tenha sido humanamente mais rico do que aquele!!! RC - Como o senhor analisa as diversas discussões em torno do aborto e da eutanásia ? DA - A ciência, fruto da objetividade e seriedade dos verdadeiros cientistas faz um caminho de ascenção até a verdade sempre mais próxima do mistério: é o método indutivo. A Fé baseada na Revelação do Projeto de Deus, ilumina a razão humana confirmando se o caminho percorrido pela razão corresponde à verdade do mistério do Criador. É o método dedutivo. Portanto vejo com muito bons olhos o esforço dos cientistas de continuarem o caminho sério de busca não só em relação à eutanásia e ao aborto, mas a todas as realidades que contribuem para o mais perfeito e adequado modo de vivenciar e realizar o Projeto do Autor da Vida ! RC - Como grupo humano, a comunidade católica também tem suas tensões internas. Comenta-se que a rescisão do contrato de serviços realizados entre a Catedral e a empresa que iria realizar a obra custou uma multa vultosa à Comunidade. Isso procede e qual foi o valor dessa multa ? DA - “A Verdade vos Libertará” (Jó 8,32), por isso me alegro em poder esclarecer, sobretudo para os Revista da Cidade | Caraguatatuba

08 10

Revista da Cidade | Caraguatatuba

que estão mais distanciados da vida eclesial e, por isso, precisam basear-se naquilo que “comentase”... que a rescisão do contrato com a empresa que começou a reforma da Catedral, diferentemente do que “comenta-se”, não custou absolutamente nada à Comunidade da Catedral, nem a ninguém, uma vez que o casal de advogados (Rodrigues e Amable), de competência indiscutível em nossa cidade, além de provar hábil e serenamente o não cumprimento do contrato por parte da empresa, teve a generosidade de não aceitar nada também por seus merecidos honorários! (Sic) RC - Um tempo atrás foi realizada uma ação entre amigos para a construção de um Centro Pastoral no Rio do Ouro, do que não se ouviu mais falar. O que ocorreu e que destinação foi dada àqueles valores arrecadados ? DA - Foram realizadas duas ações entre amigos tendo em vista a construção do Centro de Pastoral. A primeira no período em que a diocese teve como Administrador Diocesano o então Pe. Wilson e a segunda já depois da minha chegada à Diocese. O resultado de ambas encontra-se aplicado no banco e o total se aproxima dos R$ 300.000,00 (trezentos mil reais). A Diocese tentou por três anos conseguir permissão para construir no Rio do Ouro, mas por problemas de ordem ecológica não obteve a devida autorização. Tendo em vista esse impasse, o projeto foi transferido para um privilegiado terreno do Sertão da Quina que foi, e é para muitos que ali aprofundaram a sua Fé, um verdadeiro ícone para o Anúncio e a Formação. Basta lembrar que no dia 8 de cada mês acontece a novena de Nossa Senhora das Graças com a participação de mais de mil pessoas vindas de diversas partes da Diocese. Esperamos o momento oportuno, ou seja, quando tivermos o mínimo suficiente para contratar uma firma idônea que possa iniciar a realização do projeto construindo a começar uma quadra coberta multiuso... RC - Como as pessoas devem se preparar para viver verdadeiramente o Natal ? DA - A melhor preparação é a conversão do coração para Jesus Cristo. Ele é o centro e o alvo. Só em Cristo a humanidade encontra a sua verdadeira razão de ser e a felicidade que tanto anseia. Conversão é mudança de vida. Combater o mal que muitas vezes está arraigado em nosso dia-a-dia. E a melhor forma de combater o mal é praticar o bem. Por isso o Cristo nos aponta o novo mandamento: “Amai-vos como eu vos amei” (Jo 15,12). As questões foram formuladas por integrantes da comunidade Católica de Caraguatatuba.


Revista da Cidade | Caraguatatuba


PRODUÇÃO

Investindo sempre para melhorar a qualidade de seus produtos, a Nelplac acaba de importar nova plotter de impressão digital de maior produtividade e qualidade fotográfica, única no Litoral Norte e Vale do Paraíba, preparando-se para atender não só à demanda com o crescimento da cidade, como também para atender a outros mercados.

A

conteceu

MODERNIZANDO A

Os fatos que marcaram a vida da cidade TARDE DE AUTÓGRAFOS

CONCURSO DO LIONS CLUBE

O Lions Clube de Caraguatatuba coordenou a versão municipal do concurso “Cartaz da Paz” (de abrangência internacional), cujo tema foi A Visão da Paz e um concurso de redação, sob o tema foi Trabalho Voluntário, que contou com a participação de alunos do município. Os vencedores foram Flávia Tamires Afonso (cartaz) e Aline Beatriz dos Santos (redação).

10 12

Revista da Cidade | Caraguatatuba

Aconteceu na Emei/Emef Lúcio Jacinto dos Santos a primeira Feira do Livro do Tinga, ocasião em que esteve presente o jornalista Roberto Espíndola, autografando exemplares de sua obra “Crônicas de Amor, Paixão e Dor”.


POLÍTICA & POLÍTICOS O deputado federal Roberto Freire, presidente do PPS, esteve em visita a Caraguatatuba, ocasião em que se encontrou com o amigo Luizinho, da Mecânica 70, quando, como não poderia deixar de ser, o assunto predominante foi a política.

FESTIVAL DO MEXILHÃO Sucesso gastronômico o 9º Festival do Mexilhão realizado no bairro do Massaguaçu, onde os visitantes puderam degustar deliciosos pratos preparados à base de mexilhões, além de saborosos bolinhos.

CENÁRIO MUSICAL

No mês da música foi realizada a segunda edição do Cenário Musical, evento com shows de vários estilos, concertos, música no museu e workshows com músicos renomados. A novidade de 2010 foi o festival “Palco Aberto” para apontar as novas bandas de Caraguá, com suas composições próprias.

CARAGUÁ CONTRA DIABETES

COMBATE À AIDS

Mais uma etapa da campanha Fique Sabendo, de combate à Aids, foi realizada em Caraguá com a orientação de pessoas, na praça Cândido Mota, por profissionais da Saúde. Esta mobilização tem por finalidade orientar a população sobre a prevenção da doença e incentivar o exame de HIV que, se diagnosticado precocemente, pode oferecer qualidade de vida ao portador.

Para identificar casos de diabetes e orientar a população sobre a doença, as Unidades Básicas de Saúde estão realizando exames de glicemia capilar, verificação de pressão arterial e cálculo de massa corpórea para avaliação do paciente. Revista da Cidade | Caraguatatuba

11 13


Foto: Divulgação PMC

PROFESSORES COMEMORAM

OPERAÇÃO BOTA-FORA Com o objetivo de reduzir os criadouros do mosquito da dengue, vêm sendo realizadas na cidade as operações bota-fora, com a finalidade promover a eliminação de materiais inservíveis que normalmente facilitam a proliferação das larvas do mosquito.

12 14

Revista da Cidade | Caraguatatuba

Os professores da rede municipal de ensino comemoraram o encerramento do ano letivo com a “Noite de Celebração”, evento com a apresentação do Grupo Vocal Querubim e palestra da professora Emília Cipriano “Saberes e afetos entrelaçados no papel do educador”. Houve também a apresentação de um vídeo com dos melhores momentos de 2010.

PROERD FORMA MAIS ALUNOS

Cerca de 250 alunos de três escolas municipais de Caraguá receberam o certificado de conclusão do curso do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd). Desde 1999 em Caraguá, o programa ensina crianças e jovens sobre a importância de ficar longe das drogas e dos perigos que podem causar.


PREPARE–SE 2011 será um ano de muitas surpresas! Numa iniciativa inédita, a Revista da Cidade encomendou a Pai Jacó de Oxum, famoso bruxo da região, previsões para o ano de 2011, tendo como foco principal a cidade de Caraguatatuba e o contexto em que está inserida no Planeta Terra. O ano será de muitas surpresas. Revista da Cidade | Caraguatatuba

15


R

egido pelo signo do Coelho no horóscopo chinês, que corresponde ao signo de Peixes na astrologia ocidental, o ano de 2011 será calmo e servirá para apagar alguns pontos de angústia e sofrimentos do passado. Mas em função das transformações do planeta terá em seu transcurso catástrofes localizadas, que destruirão cidades, ceifando vidas, deixando ao desamparo muitas famílias. Prevê-se que algumas destas tragédias poderão ocorrer em locais bem próximos, exigindo a solidariedade de todos e a ação eficiente das autoridades. O ano de 2011 será especial para se prestar atenção ao que se passa em nossa volta. Época para se fazer uso da diplomacia e bom relacionamento. O ano do Coelho tende a atrapalhar ou estragar os momentos de mais conforto despertando, ressaltando e relevando a eficácia e o sentido do dever. A lei e a ordem serão as máximas deste ano.

16

Revista da Cidade | Caraguatatuba

As regras, os regulamentos deverão ser cumpridos. Por se caracterizar como um ano de harmonia, com um cenário quieto e calmo, haverá uma tendência para se pôr de lado as tarefas cansativas e desagradáveis por um período o mais longo possível. O dinheiro será ganho sem muito esforço e o estilo de vida será tranqüilo e cheio de lazer.

CARAGUATATUBA TERÁ MUITA PROSPERIDADE NO ANO NOVO Segundo a numerologia, o ano de 2011 será regido pelo número 4, o qual trará uma valorização do lado material da vida, as pessoas vão valorizar mais o trabalho e sentirão mais prazer em seus empregos. Trabalhos que envolverem habilidade manual como o artesanato estará em alta. Para Caraguatatuba as previsões são de que 2011 será um ano de grande prosperidade.

O ano do Coelho favorecerá o turismo e um maior número de pessoas sairá em busca de lazer, para aproveitar o bom momento que vivem, em contato com a natureza, exercendo o mar grande poder de atração pela energia que transmite. Este período de baixa tensão no relacionamento humano será propício para investimentos que continuarão gerando empregos – o ano é de otimismo. O comércio irá crescer com a inauguração de várias lojas. A vida política local terá momentos de crise e tensão. As oposições vão se reorganizar para a conquista do poder. Haverá mudanças de siglas partidárias e uma nova liderança vai despontar aglutinando forças para uma possível disputa eleitoral. Haverá a interferência de forças externas que irão financiar as estruturas partidárias. Um personagem muito conhecido terá sérios problemas de saúde, e pelo menos três políticos do passado irão falecer no decorrer de 2011.


Revista da Cidade | Caraguatatuba

17


O

18

Revista da Cidade | Caraguatatuba

ano de 2011 será um mento básico. A orla revitalizada marco para a história com amplas calçadas, ciclovias do município de Ca- e praças para eventos surgiram não só no centro como nos bairraguatatuba. Pode-se dizer que a tragédia ros, num volume de obras que de 67, que destruiu parcialmente superou tudo o que até então haa cidade, trouxe com a iniciativa via sido feito pelas administrade sua reconstrução uma nova ções municipais em toda a histómentalidade político-adminis- ria do município. A municipalização do ensino, trativa. Os políticos folclóricos e populistas foram sendo subs- a criação de escolas profissiotituídos por homens públicos nalizantes, os cursos superiores em maior sintonia com os novos e de matérias específicas, deram à cidade uma nova dimensão na tempos. A migração, e conseqüente- área educacional. O Teatro Mário Covas reflete o mente a ampliação do colégio eleitoral, proporcionou o fim estágio cultural que a cidade aldo domínio de grandes famí- cançou, formando e revelando talias que, uni“A MUNICIPALIZAÇÃO lentos, nas mais diversas manidas em facções, DO ENSINO, A festações cultudeterminavam CRIAÇÃO DE ESCOLAS rais. Obras de quem exerceria a administração PROFISSIONALIZANTES, OS arte aqui promunicipal, aten- CURSOS SUPERIORES E DE duzidas podem dendo os inte- MATÉRIAS ESPECÍFICAS, ser encontradas resses de “caciDERAM À CIDADE UMA em várias partes do mundo e ques” estaduais. NOVA DIMENSÃO NA ÁREA artistas de renoCaraguá, que EDUCACIONAL” me internacioera a mais insignificante das cidades do Litoral nal adotaram Caraguatatuba como Norte, acelerou seu desenvolvi- sua cidade. O mesmo desenvolvimento mento e transformou-se no mais importante centro de comércio, ocorreu na área da saúde. Canegócios, educação e cultura da raguá atrai moradores de várias região, com excelente qualida- cidades da região e sul de Minas de de vida. Isto em menos de 50 pelo padrão de atendimento que anos. Uma vitória, uma conquis- oferece. Toda esta infra-estrutura ta de sua gente, que vindo de todas as partes destes brasis afora, já construída ou em construaqui deitou raízes, constituiu fa- ção começa a produzir frutos, elevando a qualidade de vida mília, lutou e venceu. Em 1997 a cidade deu início a do município, multiplicando sua grande transformação. seus recursos, atraindo invesA Avenida da Praia simboliza timentos da iniciativa privada, este período. obrigando a administração a A paisagem urbana se modi- planejamentos cada vez mais ficou. Ruas e avenidas foram ousados, de forma a atender às pavimentadas, rios e córregos necessidades, num autêntico retificados, escolas e prédios pú- efeito bola de neve, fazendo blicos construídos. Os bairros antever as transformações que dotados de infra-estrutura habi- irão acontecer e as oportunidatacional, aí se incluindo o sanea- des que surgirão para todos. u


Revista da Cidade | Caraguatatuba

19


JÁ ULTRAPASSAMOS OS

100 MIL

Está bom demais

A maior cidade da região, Caraguá está inserida num contexto mais amplo, e sua proximidade com São Sebastião e Ilhabela aumenta as dimensões das oportunidades para investimentos e instalação de novas empresas. Os números do IBGE são significativos. Pelo senso de 2010, a população fixa de Caraguatatuba é de 100.440 habitantes, com a média de 3,15 pessoas por domicílio ocupado. A estimativa para a população flutuante regional é de 1,1 milhão de pessoas.

Para se ter uma idéia do potencial do município, as projeções econômicas prevêem um crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) de 100% até 2020. Entre 1999 e 2007

de royalties é de R$ 76 milhões em 2018. Ao nível de empregos, as perspectivas são de 59 mil postos de trabalho na Bacia de Santos até 2020, sendo 13 mil de nível su“... AS PERSPECTIVAS perior. SÃO DE 59 MIL POSTOS DE A exploração do petróleo na TRABALHO N A BACIA Bacia de Santos, a Base de Gás em Caraguatatuba e o Porto de DE SANTOS ATÉ 2020, SENDO 13 MIL DE NÍVEL São Sebastião, fazem a região potencialmente atrativa para a instaSUPERIOR” lação de empresas prestadoras de serviços, fornecedores de bens e o PIB cresceu 121%. Houve uma elevação de 91% da renda per capiequipamentos da cadeia de Petróta no mesmo período. leo e Gás e de logística retroportuária e serviços afins. O potencial para a arrecadação

2010

100 MIL 2000

89 MIL 1990 1980

65 MIL

45 MIL

20

Revista da Cidade | Caraguatatuba


CARAGUÁ

CRESCE, CRESCE,

CRESCE , CRESCE ...

O orçamento municipal em 2010 foi de R$ 230 milhões. A previsão para 2011 é de R$ 269 milhões o que representa um aumento superior a 17%. Os investimentos do Governo Municipal alcançaram cerca de R$ 80 milhões em pontes, pavimentação de bairros, galerias pluviais, escolas municipais, creches e três modernos centros educacionais, unidades básicas de saúde, centro de especialidades médicas e odontológicas, frota mecanizada, entre outros equipamentos urbanos. O Governo Estadual implantou no município o

Ambulatório Médico de Especialidades (AME), uma Escola Técnica (ETEC) e uma unidade do Poupatempo, estando em obras o Conjunto Vila Dignidade, quatro novas rotatórias e uma passarela sobre o rio Juqueriquerê. Está em curso o programa de eliminação das valas sanitárias, uma parceria do Estado e Município. A prefeitura pleiteia junto ao Governo Estadual as obras das marginais e contornos de Caraguá–São Sebastião e Caraguá–Ubatuba.

Revista da Cidade | Caraguatatuba

21


A INICIATIVA PRIVADA

ESTÁ INVESTINDO 630 projetos de obras já estão aprovados e os bairros do Porto Novo, Indaiá e Jardim Aruan são os mais procurados. Destaque para os novos prédios do Banco Itaú e Caixa Econômica Federal, para as novas lojas que estão sendo construídas e o Serramar Parque Shopping, que vai ocupar uma área total de 154 mil m², abrigando 122 lojas e 800 vagas para estacionamento, num investimento de R$ 50 milhões.

2010

UM RETROSPECTO ANIMADOR Esta foi a edição de dezembro de 2010 da Revista da Cidade – Caraguatatuba. Não nos enganamos. Tínhamos informações privilegiadas, sabíamos o que estava para acontecer, informamos nossos leitores, alguns até incrédulos com tanto otimismo, antecipando uma programação de investimentos que superou as expectativas. Agora, fazemos uma retrospectiva para conferir. u 22

Revista da Cidade | Caraguatatuba


PERENIZAÇÃO DE RUAS

Adeus à lama, à poeira e às ruas esburacadas. Em 2010 foram perenizados 244 mil m² de ruas em 12 bairros da cidade, num total de 111 ruas com guias, sarjetas e solo preparado receber pavimentação. Pontes, revitalização da Avenida da Praia, pavimentação de 117 ruas com bloquetes, iluminação ornamental. Obras que modificaram a paisagem urbana contribuindo para a valorização imobiliária.

POUPATEMPO

Centro de comércio e negócios da região do Litoral Norte, Caraguá passa a dispor de uma unidade do Poupatempo, numa parceria com o Governo do Estado, um investimento de R$ 26,5 milhões.

ENSINO TÉCNICO Na área educacional o desenvolvimento não foi menor. Possuindo um Centro Universitário, o ensino técnico passou a ser o alvo das atenções com a inauguração da Etec – Escola Técnica de Caraguatá, oferecendo formação nas áreas de contabilidade e Logística, estando previsto para 2011 a inauguração do curso de Informática para Internet.

INÚMERAS OBRAS INICIADAS EM 2010 PROSSEGUEM

EM RITMO ACELERADO

ALÍVIO E DIRECIONAMENTO DO TRÂNSITO As rotatórias que vão desafogar o trânsito, na entrada da cidade, avenida Brasil e avenida Jundiaí, já foram demarcadas dando início às obras que deverão estar concluídas no próximo ano. Revista da Cidade | Caraguatatuba

23


CENTROS INTEGRADOS DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL Três Centros Integrados de Desenvolvimento Educacional nos bairros do Perequê-Mirim, Tinga e Casa Branca, com salas de aula, berçários, auditórios, campos de futebol, piscinas semi-olímpicas e ginásios de esportes.

CRECHE DO PORTO NOVO

Situada no Jardim dos Sindicatos para atender a 340 crianças.

NOVA SECRETARIA DA SAÚDE 84 salas e 24 consultórios com: farmácia central, dormitórios para motoristas, sala de imunização e controle, auditório, fraldário, salas de reidratação e inalação, clínica médica, pediatria, consultório e wc de ginecologia, vestiários, salas de doação, sala de lactante, sala de vacinas, assistente social e atendimento ao público.

VILA DIGNIDADE

Um condomínio com 20 casas para idosos com projeto paisagístico, academia ao ar livre, salão para festas, encontros, cursos, entre outras atividades.

CICLOVIA CENTRAL

Novas pistas com mais segurança até o Poiares

24

Revista da Cidade | Caraguatatuba


PONTE SOBRE O RIO JUQUERIQUERÊ Uma passarela construída pelo Governo do Estado para dar segurança e conforto aos moradores da região.

GRANDES ATRAÇÕES Durante todo o ano Caraguá foi só alegria. Falamansa, Ivete Sangalo, Inimigos da HP, Jeito Moleque, Rosa de Saron e Sepultura foram algumas das atrações que se apresentaram na cidade, além do Litoral em Dança, Circuito Cultural Paulista, Virada Cultural e, é claro, o Carnaval de Antigamente. •

AMBIENTE CLIMATIZADO

Revista da Cidade | Caraguatatuba

25


Revista da da Cidade Cidade || Caraguatatuba Caraguatatuba Revista


E

NEGROS. Cultura, Tradições e Trabalho

mbora não haja destaque para o fato, os negros sempre estiveram presentes na história de Caraguatatuba, dando sua contribuição para o desenvolvimento do município. Muito há para se contar a respeito do assunto, especialmente sobre o trabalho dos escravos nas fazendas aqui existentes no final do século XIX. A existência de assentamentos quilombolas na região são marcos da presença negra no Litoral Norte. Caraguatatuba busca resgatar sua história e neste trabalho ganha destaque o reconhecimento da participação do negro em nos-

sa sociedade. Terezinha de Oliveira Marciano Costa luta pela conscientização dos valores negros. Fundadora da ONG Zambô, que significa “filhos de índios e negros”, vem desenvolvendo ações que visam à conscientização da igualdade racial em todos os segmentos. “A falta de uma política efetiva de valorização da igualdade racial fez surgir o Movimento Negro, até então encontrado apenas em ações isoladas, improvisadas”, conta Terezinha. Caraguatatuba foi a terceira cidade do Estado de São Paulo, entre as 645 existentes, a aderir ao feriado de 20 de novem-

bro quando se comemora o Dia Nacional da Consciência Negra. Neste ano foi realizada a 13ª edição do Kizomba, contando com apresentações de samba de roda, capoeira, hip-hop, maculelê e moçambique, além de pagode e comidas tradicionais como acarajé e caximbada, uma espécie de bebida afrodisíaca. A Kizomba, que significa Festa de Negros, foi realizada na praça Diógenes Ribeiro de Lima. Paralelamente ao trabalho de divulgação da cultura negra, dados importantes para promover a integração do negro em nosso meio social, corrigindo distorções e descriminações, vão sendo coletados. Terezinha Marciano esclareceu que o recenseamento de 2010, assim como os anteriores, não forneceu o número de pessoas que se consideram negras em Caraguatatuba. “Talvez esses dados ainda sejam apresentados. De qualquer forma, estamos fazendo uma pesquisa nesse sentido, pois queremos conhecer o universo que é objeto de nosso trabalho”, garantiu. Outra questão considerada relevante foi a constatação, através de pesquisa, de que as mulheres negras eram menos tocadas do que as brancas durante os exames do pré-natal, resultando num aumento do índice de mortalidade infantil. Ainda na área da saúde, segundo Terezinha, outro absurdo foi saber que as mulheres negras Revista da Cidade | Caraguatatuba

27


recebem menor quantidade de anestesia durante os procedimentos médicos: – “Com isso o sofrimento das negras era bem maior e desumano. Da mesma forma estamos combatendo essa prática através da conscientização”, garante. Terezinha, historiadora e pesquisadora da cultura negra, é também presidente da Aponec, uma ONG voltada aos interesses dos deficientes físicos de Caraguatatuba, que vem desenvolvendo uma importante atividade assistencial no município.

28

ZENAIDE, a rainha do samba caraguatatubense; DR. ALCINEI, o dono dos sorr PROFª ANTÔNIA RIBEIRO, que virou nome de escola.

E L E S A J UDAM A E S C R E V E R NOSSA se destacado na história recente vice-prefeito da cidade. ProfesH I S T ÓRIA de Caraguatatuba foi Lúcio Ja- sor, corretor de imóveis e pessoa O negro que talvez mais tenha cinto dos Santos, eleito em 1982 muito estimada, aceitou o convite de Jair Nunes e teve participação ativa na administração municipal, ocupando a chefia de gabinete, assumindo a prefeitura em algumas oportunidades. Representando a beleza negra, másculo, esbelto e elegante o policial rodoviário Fidélis foi modelo e desfilou nas passarelas, despertando admiração e o reconhecimento da raça negra em seu potencial de beleza e estética corporal. Fidélis ainda trabalhou na Assembléia Legislativa como assessor parlamentar e hoje, aposentado, passeando pelas ruas da cidade, curte as amizades que soube conquistar. Caraguá se orgulha de ter em sua comunidade negros que com seu trabalho dão exemplo de cidadania, ajudando a escrever sua história. Alcinei e Olegário são dentistas muito especiais. Olegário foi secretário municipal da Saúde. Alcinei presta serviços SAUDADE: Mestre Dionísio foi um dos maiores agitadores do para a população carente do mucarnaval de nossa cidade. nicípio. Destaque especial deve ser dado à professora Antonia RibeiRevista da Cidade | Caraguatatuba


ro, que por seus méritos foi homenageada, ainda em vida, tendo seu nome como designação da escola do Jardim Califórnia, que fica no Estrela D`Alva. Dionísio dos Reis era o Mestre da Alegria, grande incentivador do Carnaval. Comandando a bateria da Escola de Samba Tubarão dava vida à festa do povo, assim como a negra Zenaide, cabrocha porta-bandeira, que com seus passos sincronizados desfilava pela avenida, arrancando aplausos por onde passava. E já que estamos falando de risos e samba é preciso lembrar do saudoso Zé Rodrigues, cantor, compositor e amante da música, assim como Chocolate, uma voz

forte que impressiona por sua musicalidade, e mais Pedro Raimundo, cantor, compositor e poeta, autor de “Limites”. Com certeza estamos cometendo injustiças, esquecendo de tantos outros negros e negras que se destacaram em vários segmentos profissionais de nossa comunidade, injustamente sem registros, mas não poderíamos deixar de registrar o trabalho do Manu, mestre do cardápio de nossa prefeitura municipal, que com tanto carinho cuida da merenda Manu é o Chef da garotada. É por causa dele que as crianças chegam felizes da escola. de nossas crianças.

O negro retratado pelo artista local Haroldo Di Giaimo, em óleo sobre tela.

29

Revista da Cidade | Caraguatatuba

29


Revista da Cidade | Caraguatatuba


PREPARE–SE Se for para fazer guerra – que seja de cerveja Se for explosão – que seja de alegria Se for roubar – que seja um beijo Se for cair – que seja na gandaia Se for mentir – que seja na idade Se for perder – que seja o medo Se for lutar – que seja pelo amor Se for correr – que seja para alcançar objetivos

Se for para ser feliz – que seja em 2011

Revista da Cidade | Caraguatatuba

31


Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba


DE CARAGUÁ PARA O SUCESSO

Leandro Zambianchi lança seu primeiro álbum

L

eandro Zambianchi, sobrinho do músico Kiko Zambianchi, nascido em Ribeirão Preto, mas criado em Caraguá, no bairro do Capricórnio, desde os 11 anos, está realizando uma tournée nacional para o lançamento de seu primeiro álbum –“Além do que se vê”. Zambianchi curtiu sua adolescência entre pizzas, praia, diversão e muito trabalho. “Eu sempre aju-

dei minha mãe com a pizzaria, mas foi uma fase muito boa, tenho um carinho enorme por Caraguá”, disse. Rosane Bortolotti, mãe de

Leandro, é a dona da pizzaria Officina das Pizzas. A música sempre fez parte da vida de Zambianchi, Desde criança se destacava em suas apresentações na escola. Estudou, tocou em bares, festas e em festivais. Inspirado no rock dos anos 80 compôs 11 músicas que fazem parte de seu álbum e parte agora em busca do sucesso e da consagração de sua carreira.

Revista da Cidade | Caraguatatuba


Cartório de Notas UM ARQUIVO PRECIOSO

A

idéia comum é a de que os Cartórios de Notas tenham sido instituídos para o reconhecimento de firmas, lavratura de escrituras e serviços afins, de maneira formal e burocrática para dificultar a vida do cidadão, criando-se até a expressão pejorativa “cartorialismo”. Esta é uma visão que não corresponde à realidade. Os cartó-

rios são uma garantia, dão autenticidade aos atos, acordos e contratos que as pessoas e empresas estabelecem entre si, fazendo prevalecer através do tempo. Assim, o Cartório de Notas transforma-se num arquivo precioso para dar autenticidade à história. Em Caraguatatuba, como parte de seu processo de modernização e agilização de seus

serviços, o Tabelião de Notas e Anexos está digitalizando seus arquivos e neste trabalho documentos preciosos vão surgindo, ajudando a entender e contar a história do município. Nem todas as escrituras, algumas do século XIX, estão disponíveis, mas a mostra do trabalho dá uma idéia do que poderá ser obtido como documentação histórica. Eis alguns documentos:

>Fichas que informam a existência de livros constando a escritura de Cartas de Alforria de escravos (liberdade) nos anos de 1873 a 1879

Revista da Cidade | Caraguatatuba

35


> Escritura de compra e venda de uma posse com área não especificada, ampliando as terras da Fazenda Mococa, entre Joaquim Carlota Junior, que já estava na propriedade havia mais de 50 anos, e Theotino Tibiriçá Pimenta, lavrada em agosto de 1929. A área tinha 250 braças de frente para a praia a partir da barra do rio Cocanha junto ao Morro do Cemitério, se estendendo até a divida de Caraguatatuba com o município do Pouso Alto. Valor da transação 400$000 – quatrocentos mil réis.

> Escritura de compra e venda de um terreno na Praça Cândido Mota com 525 m² entre o Padre Izidoro Ermeti, vigário da Paróquia de Santo Antonio, como vendedor, e Benedito Zacarias Arouca como comprador. Valor da transação 100$000 (cem mil réis). Detalhe: Este terreno era parte da quadra de terras que o padre havia obtido por concessão da Câmara Municipal através da lei 69 de 30/01/29. A venda foi efetuada no dia 30/08/29.

36

Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba

37


H

ARTES

A EXPRESSÃO DO TALENTO

ouve um tempo em que os trabalhos de artesanato exibidos e comercializados na cidade eram primitivos, de baixa qualidade, quase sempre feitos com conchas, caramujos e congêneres, muitas vezes adquiridos em Santos ou no Espírito Santo para aqui serem vendidos. Com o desenvolvimento cultural esse panorama foi mudando. Talentos foram sendo descobertos. O entalhe, as fibras vegetais, o bambu, a cerâmica, a riqueza de restos de madeira, casca de árvores e outros compostos da Mata Atlântica além, é claro, dos frutos do mar, foram sendo transformados, com muito bom gosto e criatividade, em utilidades e objetos de decoração, disputados e colecionados pelos apreciadores. A partir desta edição, estaremos mostrando os trabalhos destes artistas que estão transformando Caraguatatuba em importante pólo produtor de artesanato com arte e qualidade.

ESCAMAS E CONCHAS TRANSFORMADAS EM FLORES A criatividade de Malu (Maria Lúcia Modesto) é de causar admiração. A partir de escamas de peixe e moluscos diversificados é capaz de produzir arranjos florais e ornamentos com variadas formas e motivos, num trabalho meticuloso e fino que desperta a atenção por suas características exclusivas. Baiana de Valença, ainda adolescente começou a confeccionar peças estilo hippie (brincos, colares, tiaras, chinelos) usando conchas que catava nas praias de sua cidade natal no norte da Bahia. Este trabalho evoluiu e quase que intuitivamente passou a produzir peças ornamentais a partir do ano 2000, quando veio para Caraguatatuba. Hoje, em seu atelier-loja apresenta uma diversidade de produtos que incluem cerâmica, tecidos, bijuterias e moda praia. 38

Revista da Cidade | Caraguatatuba


ANATO EUZÉBIO DO CARMO E SEUS PRESÉPIOS ARTÍSTICOS Euzébio do Carmo, artesão e artista plástico, irrequieto em sua busca da qualidade, bom gosto e perfeição para o artesanato, radicado em Caraguatatuba há 11 anos, vem desenvolvendo um trabalho consistente para unir e aprimorar a qualidade do que é produzido pelos artistas, com foco na originalidade e seleção de materiais, por vezes os mais simples, que se transformam em obras de arte pelo talento e criatividade do elemento humano. Os resultados têm sido animadores. Euzébio do Carmo, que vem sendo premiado por seus trabalhos como artesão e artista plástico está, este ano, expondo no Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba, onde sua obra poderá ser apreciada até o dia 6 de janeiro. Euzébio transforma sacos de juta, fibra de pneus, bambu e arame em presépios artísticos, da mesma forma que transfere cenas do cotidiano caiçara em telas que despertam interesse e admiração.

Revista da Cidade | Caraguatatuba

39


TUDO SE TRANSFORMA

Quando se cuida de preservar o meio ambiente, despoluindo o planeta Terra, o trabalho de Mátria Tereza, embora de formiguinha, adquire relevância impressionante – transformar em arte o que antes era lixo poluente. A partir de garrafas pet, caixinhas de leite tetra pack, filtros de café e retalhos de pano, criam-se bolsas, arranjos florais e peças decorativas que despertam a admiração e compõem o visual de gente elegante. Engajada, Maria Tereza, que está em Caraguatatuba desde 1988, monta grupos formando oficinas para ensinar suas técnicas, num trabalho social relevante. Pode parecer incrível que objetos descartáveis possam ser transformados em acessórios de qualidade, mas este é exatamente o diferencial do que Maria Tereza produz.

40

ARTES

Revista da Cidade | Caraguatatuba


LEITÃO

Simples fibras de coqueiro, dádivas da natureza, moldadas pela mão do homem pode se transformar em peças ornamentais de rara beleza e funcionalidade. Rogério Carmello, ou melhor, o “Leitão”, como é conhecido no Massaguaçu, onde é presidente da Associação dos Artesões, veio para Caraguá gerenciar o comércio de um amigo e depois se tornou comerciante e por puro laser começou a confeccionar algumas peças de artesanato. Nascia ali a sua vocação para a arte. Fez um curso de artes plásticas e começou a dar asas ao seu espírito criador, fazendo luminárias, molduras para espelhos e barcos com fibras de coqueiro e bambu, chegando finalmente aos quadros vazados feitos com fibras, hoje o carro chefe de sua produção artesanal, vendidos em feiras em Caraguá e em algumas cidades do Vale do Paraíba.

SERVIÇO EUZÉBIO DO CARMO e-mail: tiobebo@ig.com.br site: www.caragua.com.br/euzebiodocarmo cel.: (12) 9771-8177

ANATO MARIA LUCIA e-mail: malubioartes@hotmail.com F.: (12) 3887-2006/ (12) 88067939 MARIA TEREZA e-mail: tereza_garcez@gmail.com F.: (12) 8146-2776

ROGÉRIO CARMELLO e-mail: rogeriocarmello@ig.com.br F.: (12) 9736-6874

Revista da Cidade | Caraguatatuba

41


Onde comer bem India das Ostras II – Para quem gosta de apreciar um bom prato à base de frutos do mar,conseguimos reunir em um só espaço, qualidade, bom atendimento, ambiente aconchegante e muito sabor. Nossas ostras vem de Cananéia litoral sul, e são matidas vivas através de técnicas especiais, nosso caranguejo é mantido em um viveiro, onde você escolhe o seu e o fazemos na hora. Localizado na Av. José Herculano,4571, sentido São Sebastião / Caraguá (12) 3887-2394.(www. indiaostras.com) Buffet Acalives – Seja o convidado em sua própria festa! Especializado em formaturas, casamentos e outras comemorações. Marque uma degustação , temos espaço próprio. Vale a pena conhecer. Av. Amazonas, 559- Caraguatatuba SP (12) 3883-3179.

Lunamar – Vale a pena ir até lá Quem gosta de saborear uma boa pizza em ambiente agradável e atendimento primoroso, tem que ir até a Pizzaria Lunamar, que fica na Avenida da Praia, esquina com a Avenida Miramar, no Porto Novo. São mais de 30 sabores especias para atender ao mais exigente paladar. Experimente nossa pizza de bacalhau.

Oficina das Pizzas – Em pleno calçadão da Santa Cruz, oferece grande variedade de saborosissimas pizzas e possui ambiente atraente para festas e comemorações especiais, com reservas de mesa. Possui serviço de entrega tanto no centro 3883-9871, quanto na filial do Capricórnio 3884-4446. Breve Oficina da Pizza III, na avenida da praia.

Tapera Branca – a variedade faz a diferença. O Tapera Branca, com dois endereços na Praça Candido Mota, atrai aqueles que gostam de comida caseira, tipicamente mineira, servida pelo sistema self-service. A variedade permite que se elaborem pratos sofisticados, selecionando porções que atendam ao nosso desejo gastronômico com saladas, massas, assados, peixes, pernil, aves e carnes grelhadas na churrasqueira que completam a possibilidade de uma ampla escolha. Sem falar nos doces e frutas que são uma tentação à parte.

Teca Barone – Funcionando a partir das 18 horas, a Teca Barone Pizzas é especializada em embalagens para viagem fazendo entregas em domicílios. O atendimento é rápido e na Teca Barone a qualidade faz a diferença. A mais tradicional da cidade. Golfinho – Bom gosto até na paisagem A vista para o mar é cinematográfica. O ambiente agradável com bom atendimento, e o cardápio a base de frutos do mar, massas, carnes e frango fazem sucesso há mais de 20 anos. Fica no Massaguaçu na Av. Maria Carlota 698, junto a praia. Dá até para por os pés na areia. Premiado no Caraguá à Gosto como melhor ambiente.

Sabor e qualidade ao alcance de todos! 42

Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba


A CIDADE CONTRA A

DENGUE

O

combate a Dengue é uma ação constante que exige o engajamento permanente de toda a população. Este engajamento não se limita apenas à adoção de medidas concretas para acabar com os focos através da eliminação da água parada. Todo cidadão e cidadã têm que ser um Fiscal da Dengue, conscientizando amigos e visinhos sobre os problemas da doença e até denunciando os possíveis focos de transmissão. O combate a dengue é uma batalha em que todos, queiram ou não, estão envolvidos. O mosquito não escolhe classe social ou grau de

instrução para atacar. As epidemias vem se alastrando em grau crescente ano após ano, e há uma preocupação maior para 2011. Com certeza se você ainda não foi, tem um amigo ou parente que foi infectado pela doença. Converse com um deles para saber das conseqüências. O combate a dengue deve tornarse uma rotina de vida. Não existe nenhum produto químico eficaz. A solução é eliminar as larvas do mosquito que se reproduz em águas paradas. A partir de agora o momento é de alerta total.

EXISTEM MEIOS PARA REVERTER A SITUAÇÃO No ano de 2010, Caraguatatuba teve um dos maiores surtos da dengue. Uma tenda de campanha emergencial teve que ser armada na Santa Casa para atender os pacientes. Naquela oportunidade o Dr. Pedro Norberto, ex-secretário da Saúde do município, assim se pronunciou: “Existem razões evidentes de um crescimento assustador dos casos de dengue. Mas existem possibilidades de revertermos ou mesmo estabilizar a situação. Moramos m uma região que além das variações climáticas contém habitações que vão do morador fixo ao morador transitório. Habitações, ditas de veraneio, que deixam de ser utilizadas por um longo período, esquecidas e sem cuidados de manutenção e preservação. A isso se somam as características de um mosquito cujos ovos conseguem sobreviver 450 dias, em regimes até adversos, gosta de águas limpas e paradas, capacidade de sobrevida de 45 dias onde na busca de sangue pode contaminar até 300 pessoas e que cada pessoa contaminada pode trans-

44

Revista da Cidade | Caraguatatuba

mitir o vírus para outro mosquito durante até cinco dias. Algumas regiões do país, como Cuiabá, só conseguiram diminuir e estabilizar os casos da doença com um trabalho intenso, educativo e de inspeção dos imóveis durante todo o ano. Acreditamos também que a lei que penaliza os donos e moradores com focos de mosquito e inacessíveis aos agentes de saúde para inspeção, é de importância fundamental no controle da doença. Se estas ações não forem implementadas acredito que os casos da doença só diminuirão quando toda a população estiver naturalmente vacinada com a própria doença pelos três tipos que assolam a nossa região, com os possíveis riscos de complicações hemorrágicas características deste tipo de situação. Se a população, o comércio r o poder público fizerem as contas dos custos que implicam em várias pessoas com dengue, vão sentir no bolso a necessidade urgente de uma atitude mais enérgica e consciente de todos.”


Revista da Cidade | Caraguatatuba

45


UMA EQUIPE

DE TALENTO

Com uma programação dinâmica e variada, voltada para assuntos de interesse da cidade, com muita informação, esporte e música, a Caraguá FM consagra-se pelo 5º ano consecutivo como Empresa Nota 10 O MAESTRO MAZZEI Carismático, entusiasmado por seu trabalho e com muito talento, Ricardo Mazzei, à frente da Caraguá FM, reuniu e coordena uma equipe que pelo quinto ano consecutivo foi apontada pelo público, em pesquisa realizada pela ACE – Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba, como Empresa Nota 10, indicativo da popularidade e prestígio da emissora na cidade e região. Ricardo Mazzei, um paulistano que ainda jovem foi morar em Botucatu, já pode ser considerado um “veterano” em rádio, já que desde os 16 anos de idade é radialista, primeiro como operador de som, depois como locutor–repórter, comentarista e narrador esportivo, consagrando-se como comunicador. Vindo para Caraguatatuba, primeiro trabalhou na Rádio Oceânica, firmando-se no jornalismo esportivo, depois em 2003, transferiu-se para a Caraguá FM, assumindo a gerência da emissora onde permanece e apresenta o “Programa de Esportes” e as transmissões esportivas. Mas a Caraguá FM, reunindo profissionais de comunicação, experientes e talentosos, que ao longo dos anos, 46

Revista da Cidade | Caraguatatuba

trabalhando em emissoras de diversas cidades, foram adquirindo conhecimento para desenvolver sua criatividade, é uma equipe que faz rádio com competência e prazer.

das lembranças felizes. Assim pode ser definido o programa “Emoções 89”, apresentado diariamente das nove a meia noite, por Carlinhos Paes um jovem que, vindo de Capão Bonito/SP, desceu a serra em 89 para, com sua sensibilidade, criar um estilo de programação de forma dinâmica, diferente das antigas “hora da saudade”, que emociona e agrada os amantes do flash-back. Conduzidas por sua voz romântica, as apresentações são entremeadas com mensagens de otimismo, relaxantes para um fim de noite. Responsável também pela “plástica” da Caraguá FM, criando a frente do computador comerciais e vinhetas que alinhavam a programação como um todo, Carlinhos Paes é a imagem da dedicação e carinho que a equipe dedica aos ouvintes.

A EXPRESSÃO DA VERDADE O mais antigo radialista de Caraguatatuba em atividade, J.R.Forlim, é uma “testemunha ocular” da história do município, tendo acompanhado, as administrações dos prefeitos José Bourabeby, Jair Nunes, José Dias, Sidney Trombini, José Aguilar e Antonio Carlos em seus três períodos administrativos. Sucesso de audiência, em seu “Jornal Regional”, apresentado todas as manhãs, Forlim consolidou A REALIZAÇÃO DE sua posição de noticiarista e comenUM SONHO tarista político com informações Produtoprecisas, comentários coerentes e r a d o “Jorpor vezes criticas contundentes, nal Regiosobre os principais fatos da cidanal” onde faz de e da região, transformando-se contra-ponto numa referência para o jornalismo com o ancora radiofônico da cidade. J.R.Forlim e apresentadora do “Show da Manhã”, SENTIMENTO, a paulistana Letye Andrade tem ROMANTISMO uma história de vida em que alcanE SAUDADE. çou o seu ideal. Uma viaDesde criança. Letye sonhava gem ao maravi- em ser jornalista e correu atrás de lhoso mundo seu ideal através do rádio, que con-


sidera uma grande escola. Por indicação de amigos foi fazer um teste na Rádio Paulista FM de Avaré, foi aprovada e ficou por lá durante um ano. Em 1995 veio para o Litoral Norte trabalhar na Morada FM, depois foi passar um tempo na Itália e, finalmente em 2003, a convite de Mauri Diniz veio integrar a equipe que inaugurou a Caraguá FM. Formada em Marketing Publicitário com habilitação em jornalismo Letye uma personagem que goza de popularidade e carinho dos ouvintes da Caraguá FM, pode dizer que realizou o seu sonho. O IRREQUIETO GUTTO Agitado, sempre em busca do novo, Gutto Morenno é o locutor mais rodado da equipe de comunicadores da Caraguá FM. Começou em 1980 numa rádio pirata na Ilhabela. Trabalhou na Morada e na Beira Mar FM, na rede de Rádio e TV Araraquara, em São Paulo atuou na Rádio e TV Gazeta, na Rádio Cidade e na CNT e em 2003 veio para a Caraguá FM onde apresenta o programa “Mistura” que vai ao ar das duas às cinco da tarde. Eclético em sua linguagem musical, Gutto procura atender os gostos, inclusive com as “Velhas do Mais Brasil” que vai ao ar aos sábados. Sucesso de audiência, Gutto Morenno, com sua personalidade marcante, é uma das boas atrações da

A UNIÃO CONQUISTA OS TROFÉUS 89,5 MHz. . Mas a Caraguá FM não se compõe apenas das vozes que são conhecidas e companheiras dos ouvintes diuturnamente. Para o entretenimento e a informação é necessário todo um suporte logístico que garante o sucesso dos que estão atrás dos microfones. É o Ivan Marcos Moura, ou melhor, o Marquinhos, DJ conhecido de muitas baladas, que cuida da seleção musical e atua como operador de som no programa de esportes. É o Fábio Luiz que faz a apresentação de programas nos domingos. É a Equipe de Esportes com o Evandro Claro – o Xaropinho, o Beto Santos, o Ivan de Oliveira e o Niltinho. É a Wilma que cuida do Departamento Comercial, a Maria Regina, responsável pelo administrativo, é a Luana que fina da recepção e ao telefone, atendendo a todos com a sua simpatia. E também a dona Eunice da manutenção, uma mãezona que zela pelo bem estar de todos. É por causa desta união que a Caraguá FM vem mantendo a liderança como Empresa Nota 10 há 5 anos.

O REALIZADOR

Durante mais de 40 anos a Rádio Oceânica AM foi a única emissora de rádio em Caraguatatuba. Embora sonhado por muitos, nenhum outro empresário ou homem público conseguiu um canal de FM para a cidade, embora eles já existissem em São Sebastião e Ubatuba. Foi graças a tenacidade de Mauri Diniz que Caraguá, a partir de 2003 passou a contar com uma emissora de FM, que vem se mantendo líder de audiência. A ele, a lembrança e o carinho de todos mesta justa homenagem.

Revista da Cidade | Caraguatatuba

47


MAIS BONITO E

CONFORTÁVEL

O

Restaurante e Pizzaria Asa Delta está com novo visual. Agora climatizado oferece muito mais conforto para seus freqüentadores além dos deliciosos pratos da cozinha lusobrasileira e a base de carnes, além de petiscos variados, onde se destacam a picanha portenha, os bolinhos de bacalhau e de camarão e a grande variedade de pizzas que podem ser entregues em domicílio. Amplo e bem decorado, o Asa Delta é o ponto de reunião dos amigos em almoços, jantares e confraternizações. Tudo isso sem falar na simpatia e atenção do Tadeu – o único Corintiano que torce sempre pelo clube de seus fregueses.

48

Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba

49


NEURAS DE VERÃO Q

Alessandra de Campos*

ue atire a primeira pedra aquela que nunca se olhou no espelho, com cara de “ai como eu sofro!”, e pensou: “Se eu colocasse silicone, com certeza seria bem mais feliz!”, ou, “Se meu quadril fosse menor, ou eu tivesse menos gordura na barriga, tudo seria diferente!”. Pois é, mulheres! O verão está chegando e com ele todas as neuras e culpas de não ter começado a dieta da segunda e a malhação para queimar as gordurinhas indesejáveis. Sendo assim, o que é que nos resta? As dietas milagrosas (da sopa, da lua, do suco, da luz, etc) que prometem fazer sumir os quilos a mais adquiridos, diga-se de passagem, com os excessos do inverno (ô, época boa para comer sem culpa!). Pensando nisso as revistas de beleza nunca deixam a desejar, pois para vender o seu produto, fazem qualquer “negócio”( até “constroem” mulheres superpoderosas com o Photoshop). A dieta “milagrosa” tem um prazo para resolver a situação das gordurinhas, em menos tempo, conforme chega perto a estação que mais “exige” a boa forma - Peso ideal em 3 meses; Modele seu corpo em 1 mês; A dieta que seca a gordura em 3 semanas;Barriga chapada já!. Essas promessas, que fazem com que a mulher seja colocada num padrão de magreza que, definitivamente, só existe entre os modelos, acabam deixando as mulheres “normais”, com neuras de que sempre estão acima do peso. É claro que temos que nos preocupar, e muito, com nosso corpo e com nossa saúde, buscando sempre uma alimentação balanceada, que forneça todas as vitaminas necessárias para o corpo trabalhar em perfeita harmonia, e fazendo uma atividade física que dê prazer, p a r a e v i t a r a s

Revista da Cidade | Caraguatatuba


doenças m a i s comuns em sedentários. Mas daí a começar vir a r e s c r a v o s da boa forma, para se enquadrar num padrão que a mídia impõe, passa a ser demasiadamente desgastante para nosso corpo e mente. Se p e n sarmos bem, mode l o s s ã o m u l h e r e s (e homens) que recebem muito bem para estarem sempre bonitas e magras (e quando não estão, sempre dão um “jeitinho”ou um retoque). É a profissão delas estarem sempre prontas para o trabalho que surgir. Diferente de nós, “seres

humanos normais”, que além de profissionais, somos esposas, donas de casa e mães. A maioria não passa o dia sendo maquiada e arrumando o cabelo para tirar fotos. É de extrema importância que você, com todas essas atribuições, arrume um tempinho para cuidar só de você: ir ao cabeleireiro para se sentir mais bonita; passar sua maquiagem preferida, mesmo que for só para trabalhar; cuidar do corpo e perceber que está cada vez melhor, pois até o marido está elogiando mais! Essa felicidade com a própria imagem, não tem dinhei-

ro no mundo que pague. A pessoa que tem baixa auto-estima acaba ficando extremamente pessimista e, muitas vezes, precisa até de tratamento psicológico, pois acaba tendo muitos problemas, tanto pessoais, como profissionais. Portanto, se ame, se aceite, se assuma, se ache (com moderação, porque quem se acha demais ninguém agüenta!), seja você mesma e, o mais importante de tudo, seja FELIZ!!!

*Alessandra de Campos é psicóloga clínica especialista em terapia de casais.

Revista da Cidade | Caraguatatuba

51


INRHREAMRÉDIO MHO CMAEL

ÉO

N

a Terceira Idade o ser humano-urbano, tende a se acomodar, a reduzir o seu nível de atividades permanecendo em ambientes fechados dentro de casa ou pior, em apartamentos de espaço reduzido. Por vezes, dando prosseguimento aos seus hábitos sedentários, adquiridos em sua estória de trabalho em escritórios, permanece sentado frente a televisão a maior parte do dia ou mesmo fazendo qualquer atividade intelectual ou não, para se cansar menos. Sua movimentação é reduzida e restrita. A sociedade moderna que nos cerca de todo o tipo de “conforto”, contribui para este comportamento, condicionando os mais idosos a reduzir suas atividades. Não pode haver comportamento pior para a saúde.

52

Revista da Cidade | Caraguatatuba

Um antigo dito popular alerta: “O uso desenvolve. O desuso atrofia.” E é isso que acontece. Lentamente o corpo humano vai se atrofiando de múltiplas m a n e i r a s revelando este processo em disfunções orgânicas. E aí é hora de correr para o médico para corrigir problemas que poderiam ser e v i t a d o s com ações preventivas. Estudos científicos realizados em todo o mundo ao longo dos anos, vêm revelando a importância das atividades físicas, por menores que sejam. Trabalhos recentes comprovam que o caminhar previne a esclerose, a perda de memória. Em nossa cidade dispomos de amplos espaços para boas caminhadas pela orla marítima, por trilhas no parque ecológico e até mesmo em ruas e avenidas em passeios pelos bairros, sempre

com paisagens que se renovam e distraem contribuindo para o bem estar físico e mental. Pássaros, animais silvestres, gente bonita, crianças alegres e travessas, desfilam por toda a cidade, sem falar das praias que compõe um cenário à parte. Cenas pitorescas que perpetuam um momento único de nosso dia feliz também acontecem, e estão ai para serem apreciadas. A vida é bela, dependendo de nosso olhar. Ah! Uma dica. Caminhar descalço pela areia faz muito bem. Estimula os terminais nervosos, a circulação e fortalece os músculos. Portanto, nada de ficar dentro de casa. Vamos bater pernas, caminhar, andar, descobrir as novidades desta nossa mutante Caraguá que se transforma para melhor a cada dia.


Revista da Cidade | Caraguatatuba


ENTRE NA DANÇA

U

m dos problemas que mais aflige a Terceira Idade e vem sendo objeto de intensas pesquisas e estudos é a perda gradual da memória. Em casos mais avançados o idoso é capaz de não reconhecer até pessoas íntimas perguntando: -“quem é você?” Segundo estudo realizado por uma equipe de pesquisadores da Universidade de Melbourne, na Austrália, a atividade física, ai se incluindo a dança, pode ajudar as pessoas com mais de 50 anos até a melhorar a memória. Em Caraguatatuba existem aulas para o aprendizado da prática de Dança Sênior, na Associação dos Aposentados e no Centro de Referência da Melhor Idade, cujo objetivo é trabalhar a mobilidade, estimular a circulação, a memória, a coordenação motora, o equilíbrio e a percepção espacial e corporal, enquanto os idosos praticam passos de dança ao som de uma bela música na presença de amigos. Além de contar com uma “Praça de Exercícios do Idoso”, localizada na Pça. Diógenes Ribeiro de Lima, a cidade vem desenvolvendo intenso programa de valorização e participação para os integrantes de Terceira Idade, através do Centro de Referência da Melhor Idade, da Associação dos Aposentados e do Centro de Convivência Estrela do Mar.

Revista da Cidade | Caraguatatuba


Mensagem de fé

e esperança no amanhã

C

hegamos ao final de mais um ano e agradecemos a Deus por tudo que nos foi possível realizar, segundo a Sua vontade, ao mesmo tempo, que renovamos nossa esperança de um amanhã melhor. Apesar de não ter sido possível realizar tudo aquilo que desejávamos, neste ano de muito trabalho, o segundo em que estivemos a frente do Legislativo Municipal, ajudamos a construir uma Caraguatatuba melhor, zelando pelos interesses da comunidade. Ao início do Novo Ano deixamos a presidência de nossa Casa de Leis mais continuamos, no exercício de nosso mandato, atentos a todos os problemas da cidade, sempre na busca de soluções que atendam às necessidades daqueles que nos elegeram. Renovo minha disposição, como homem público, de continuar trabalhando pelo progresso e desenvolvimento de Caraguá, sabedor de que tudo o que foi feito é pouco diante dos novos desafios que estão surgindo. Acreditamos no futuro desta cidade que temos ajudado a construir. Acreditamos que a qualidade de vida poderá ser sempre melhor com oportunidades de trabalho digno para todos, com saúde, educação, cultura, conforto e laser. Reafirmando nosso compromisso de continuar buscando sempre o melhor, elevamos nosso pensamento ao Criador desejando a todos, e particularmente a você, saúde, paz, alegria, felicidade, prosperidade e muito amor para dar e receber. Boas Festas com as bênçãos do Senhor!

Omar Kazon - Vereador Revista da Cidade | Caraguatatuba

55


PONTO FINAL | Mensagens Mais uma vez é

P

dezembro!

arece que há poucos dias comemoramos o Natal, e novamente ai está ele de novo. Final de ano é o momento de refletirmos sobre a nossa existência, tão efêmera em relação ao Universo e fazermos um balanço de nossa vida. Hora de pararmos um pouco e prestarmos a atenção ao essencial, em meio a tantas atribulações do dia a dia e na luta pela sobrevivência, tantas vezes desigual na nossa sociedade. Hora de pesarmos o que fizemos e o que restou de bom em todas as nossas ações. Hora de repensarmos nossa caminhada para o novo ano que se aproxima, e procurar o aprimoramento de

Darci de Melo - Empresário todos os segmentos: - na vida pessoal, familiar, no convívio com a comunidade, no tratamento que estamos dispensando ao meio ambiente, tão castigado, em nossas atividades profissionais e em tantos outros itens. Mas, em tudo isso, não deixar morrer a esperança de que o amanhã será melhor que hoje, pois estamos plantando agora o que iremos colher. Disto depende a melhora em todos os caminhos que trilhamos ao longo de nossa vida. Que Deus nos dê olhos para enxergar o melhor a buscar, saúde para poder nos colocarmos a caminho da sabedoria para executarmos nossas ações ao longo de 2011. Feliz Ano Novo Caraguatatuba!

Espírito

natalino

Vera Molineiro - Psicóloga s tempos Natalinos se aproximam e os sentimentos de amor e fraternidade afloram com maior intensidade colocando em pauta o desejo de renovação. É preciso estar atentos ao vivenciar estes sentimentos, pois tendemos a manifestá-los através do viés da materialidade, esquecendo o núcleo espiritual que é o nosso bem maior. Muitos, hipnotizados por propagandas e anúncios de preços convidativos, desperdiçam seu tempo na busca consumista de mesas fartas, presentes caros, como manifestação de seus sentimentos, distanciando-se da essência da vida e do seu próprio ser. Não penso que devemos deixar de lado as tradições natalinas simbolizadas nos alimentos característicos destes tempos e nas trocas de presentes. A confraternização é sim muito válida, mas não podemos esquecer que as festas natalinas simbolizam o nascimento de Jesus Cristo, iniciando uma nova era na humanidade, o “Ano 1 DC”. Refletindo a respeito, também podemos renascer a cada ano, e renovar nossos sentimentos de amor e solidariedade. Vivenciando este renascimento, energizamos nossos esforços em busca de equilíbrio e entusiasmo para continuar nossa jornada, possibilitando nossa evolução pessoal e espiritual. É hora também de agradecermos pelas dificuldades que passamos e as experiências adquiridas através delas, que com certeza nos tornaram melhor. No abraço de um amigo, num perdão efetuado, em um beijo fraterno, ou em um gesto carinhoso, podemos sentir-nos renovados, com o amor invadindo nossos corações, reedificando nosso espírito junto de nossos familiares e amigos, assim, podendo experimentar a harmonia afetuosa que nos auxilia a encontrarmos a paz individual que nos animarão nas realizações dos nossos projetos para o ano que está nascendo.

O

56

Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba


Revista da Cidade | Caraguatatuba

EDIÇÃO 18 DA REVISTA DA CIDADE CARAGUATATUBA  

A 18ª EDIÇÃO DA REVISTA DA CIDADE. A 5ª PRODUZIDA PELAS MINHAS MÃOS. SINTO QUE ESTOU MELHORANDO E POUCO A POUCO VOU CHEGANDO ONDE EU REALME...

Advertisement