Page 1

Figuras da nossa hist贸ria


Trabalho sobre Martins Sarmento Feito por Maria Jo達o


Nascimento… • Martins Sarmento nasceu em Guimarães no dia 9 de Março de 1833 e morreu com 66 anos a 9 de Agosto de 1899.


Escola… . Martins Sarmento entrou na escola primária com oito anos, depois foi para o colégio da Lapa no Porto e terminou o curso de direito em Coimbra aos vinte anos.


Morou … • O Martins Sarmento já morou na Casa da Ponte, também morou no antigo Largo do Caimo, prédio que mandou construir, sendo agora a Câmara Municipal de Guimarães.


Trabalho… • O Martins Sarmento, foi um arqueólogo, também foi fotógrafo , escreveu para revistas , jornais científicos e também poesia.


História… • Martins Sarmento ainda se casou mas não teve filhos, deixando várias obras por ele estudadas, “algumas não acabadas”,sendo um grande estudioso da cidade de Guimarães. • Deixando a sua fortuna para o nosso concelho. “Sociedade Martins Sarmento”


Agora deixo aqui algumas fotos

Casa de Martins Sarmento

Sabroso

MĂĄquina de fotografar

Citânia de Briteiros


Museu Martins Sarmento


Trabalho feito em 11 de Janeiro de 2011


Manuel Ant贸nio Ribeiro de Castro 1767-1854


Biografia • •

• • •

Nasceu em (São Miguel de Caldas então arcebispado de Braga, então freguesia do município de Guimarães, atualmente freguesia do município de Vizela, Portugal. Em 1789 era negociante matriculado na Real Junta de Lisboa. Emigrou para o Brasil e estabeleceu-se na Vila de São Salvador de Campos, atual Campos dos Goytacazes (RJ). Como a região estava com grande desenvolvimento da produção de açúcar, tornou-se então um destacado fazendeiro. Foi o último capitão-mor da antiga vila de São Salvador de Campos dos Goytacazes. Foi cavaleiro da Imperial Ordem de Cristo e oficial da Imperial Ordem da Rosa. Recebeu o título de barão de Santa Rita, referente à freguesia de Santa Rita da Lagoa de Cima, atual distrito de Ibitioca de Campos dos Goytacazes, onde se situava a sua fazenda do Queimado. Foi concedida grandeza por decreto de 11 de outubro de 1848, embora não tenha havido a retificação no "Titulares do Império". Casou em 24 de maio de 1797,com Ana Francisca Batista de Almeida Pinheiro, grande latifundiária, viúva do capitão Jerônimo Álvares Pereira, mãe do comendador João de Almeida Pereira. O casal teve os seguintes filhos:


Biografia • • • • • • • • • •

Rachel Francisca Ribeiro de Castro, que casou com Manuel Pinto Neto da Cruz, o barão de Muriaé, e, já viúva, recebeu o título de viscondessa de Muriaé. Francisca Antonia Ribeiro de Castro, que casou com José Carneiro da Silva, primeiro barão e primeiro visconde com grandeza de Araruama; Comendador Joaquim Ribeiro de Castro, que casou com sua sobrinha Ana Serafina de Castro Carneiro da Silva, filha do primeiro visconde de Araruama; Comendador Jerônimo Ribeiro de Castro, que casou com sua sobrinha (por parte do primeiro casamento de sua mãe) Úrsula Carolina de Almeida Pereira, irmã de João de Almeida Pereira Filho; Comendador Francisco Ribeiro de Castro, que casou com Ana Teresa Diniz e Souza;e que deu o nome á rua onde moro.; Comendador Antonio Ribeiro de Castro, que casou com sua sobrinha Ana Joaquina de Castro Pinto Netto, filha do barão e da viscondessa de Muriaé; Comendador Julião Ribeiro de Castro, que casou com sua sobrinha Maria Isabel de Castro Carneiro da Silva, filha do primeiro visconde de Araruama; Comendador José Ribeiro de Castro, segundo barão e primeiro visconde de Santa Rita, que casou com sua sobrinha Maria Antonia de Castro Pinto Netto, filha do barão e da viscondessa de Muriaé: Ana Francisca Ribeiro de Castro, casada com o doutor Francisco Baptista de Souza Cabral; Comendador Manoel Antonio Ribeiro de Castro, casado com Maria Ignácia do Souto-Maior.


FIM Trabalho realizado por: Maria Manuel nÂş13 E famĂ­lia


Mafalda Ribeiro Ferreira da Silva 3ยบ Ano Turma B Escola Santa Luzia


Eu moro na Rua Francisco Pereira SilvĂŠrio, Caldas das Taipas. Vou apresentar algumas referĂŞncias ao nome da minha rua.


• Foi uma personalidade destacada em Caldas das Taipas, pelos feitos que fez pela freguesia. • Foi fundador das duas farmácias: Farmácia Silvério (1903) e Farmácia Monteiro. • Esteve ligado à fundação dos Bombeiros das Taipas (1887), ao clube de futebol "Clube Caçador das Taipas” (1923), e à Junta de Turismo.


• Em 25/04/1906: Foi nomeado para exercer funções no Estabelecimento Termal, como cobrador. • Em 07/04/1911: Tomou posse do cargo de Tesoureiro da Comissão Paroquial. • Em 24/06/1914: Foi nomeado vereador das Taipas.


• Em 04/06/1915: Conseguiu a construção do Matadouro Público. • Foi vereador da Câmara Municipal de Guimarães, chegando a vice-presidente da Câmara. • Foi um grande Republicano e revolucionário da época.


Fim


Ferreira de Castro • José Maria Ferreira de Castro nasceu em Salgueiros, vila de Oliveira de Azeméis. • Viveu boa parte da sua infância nesse local. Devido à morte do pai passou por várias dificuldades. • Aos 12 anos emigra para o Brasil onde durante quatro anos trabalha quase na escravidão. As vivências dele e do povo local serviram para escrever o livro “A Selva”.


• Continuando com a vida muito difícil começa a colaborar com alguns jornais locais. • Só em 1919 com a situação financeira regularizada viaja pelo Brasil e faz vários contratos importantes; • Em 1920 funda o jornal “O Luso”, que aproxima o Brasil e Portugal. Mas este extingue-se e Ferreira de Castro fica de novo na miséria.


• Com muita força de vontade, pouco a pouco lá vai publicando romances. Os de maior sucesso foram “ A Selva” e “Os emigrantes”. Teve os seus livros publicados em várias línguas. Morreu em 1974, a 29 de Julho na cidade do Porto.

Pedro Ventura

Figuras da história 2  

figuras históricas

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you