Issuu on Google+

ifa As principais novidades da maior feira de tecnologia da europa

Nº 201 outubro 2012

veu a tecnologia Como o sexo desenvol s sem ser apanhado te can pi s te si r po r navega E ainda n Dicas para pequenos n proteger os mais

€3,30

pc gu ia .s ap o. pt

wordpress Ensinamos-lhe a instalar a plataforma de blogs e sites mais usada no mundo

jogar no facebook Análise aos jogos mais populares

linux parte 2 Escolha a melhor distribuição para si

mega-teste Oito soluções de segurança para proteger a sua família na Internet

Tudo para impressão

EXCLUSIVO Testámos o Nexus 7, o tablet da Google fabricado pela Asus. E ainda lhe fizemos overclocking!

veja os descontos e ofertas nas páginas 40 a 43


ín di ce Melhor revista de TI em 2010

Director: Pedro Tróia / ptroia@pcguia.fidemo.pt Editor: Gustavo Dias / gdias@pcguia.fidemo.pt Redacção: Fátima Ferrão, José Luis Porfírio, Luis Andrade, Luís Vedor, Márcia Campana, Miguel Marques Cronistas: Alexandre Gamela, Alexandre Silveira, Pedro Aniceto, André Rosa, Lola Revisão: Gonçalo Praça Apoio à redacção: Carla Costa Fotografia: Victor Gordo Editor Arte: Rui Lisboa paginação e ilustração (www.ruilisboa.com)

Fidemo – Soc. de Media Lda. Director-Geral: Vasco Manuel Taveira vascotaveira@pcguia.fidemo.pt Administração: José Carlos Leitão, Vasco Manuel Taveira Redacção, Publicidade e Administração: Rua Marcelino Mesquita, Nº 15-Loja 1 2795-134 Linda a Velha / Telef: 351 214 209 400 Departamento de publicidade: Directora comercial: Cristina Magalhães cmagalhaes@pcguia.fidemo.pt Apoio comercial: Carla Costa ccosta@pcguia.fidemo.pt Assinaturas: JMToscano — Comunicação e Marketing, Lda., Rua Rodrigues Sampaio, Nº 5, 2795-175 Linda-a-Velha assinaturas@jmtoscano.com www.jmtoscano.com Pré-impressão e Impressão: Peres-Soctip, Indústrias Gráficas, SA Estrada Nacional 10, Km 108,3 2135-114 Samora Correia - Portugal Proprietária / Editora: Fidemo, Soc. de Media Lda. Direcção administrativa e financeira: Sandra Pires / spires@ pcguia.fidemo.pt Cont: 509 808 859 / Depósito legal: 97 116/96 Nº registo E.R.C. 119 452 Marca registada no INPI: 479 435 Distribuição: VASP, Soc. de Transportes e distribuição Lda. MLP, Media Logistics Park, Quinta do Grajal, Venda Seca, 2739-511 Agualva-Cacém. Telef: 214 337 000 Tiragem média: 30 000 exemplares Periodicidade: mensal

Assine em pcguia.sapo.pt

facebook: www.facebook.com/revistapcguia Twitter: www.twitter.com/pc_guia 2 / PC guia outubro 2012

sexo e tecnologia Sexo e tecnologia sempre andaram de mãos dadas. A indústria do sexo foi responsável por avanços tecnológicos que permitiram a existência de serviços como pagamentos online e streaming de vídeo. Mas a internet está também a ser a morte desta indústria. Venha connosco numa viagem pelo passado e pelo futuro da tecnologia ligada ao sexo.

P.44 tema de capa

1 Editorial 4 Notícias 15 Tecnologia no feminino 16 Downloads do mês Edição de vídeo e áudio, cópias de segurança e teste de performance são os programas que lhe trazemos este mês. 18 Green 20 Startup WeGoOut: uma rede social para descobrir os locais mais bem frequentados na sua zona. 22 Números Um ano no mercado de APPS para adultos

26 Gestão de janelas Acabe com a confusão no seu ecrã. 28 Curso completo de Linux parte 2 Escolha a melhor distribuição de Linux para si. 36 Acorde o seu PC com um tablet ou smartphone Sabia que pode usar um dispositivo móvel para acordar o seu PC? Mostramos-lhe como. 38 Traffic shaping nos acessos à internet em Portugal Os acessos à rede das redes não nascem todos iguais. Alguns ISP podem estar a limitar a liberdade e a velocidade do seu acesso a determinados serviços. Saiba como detectar estas limitações e evitá-las.

58 IFA PCGuia leva-o numa visita guiada à edição 2012 da maior feira de electrónica de consumo da Europa 62 Overclocking do novo tablet da Google construído pela Asus Veja como pode levar o novo tablet da Asus muito além dos limites de velocidade.

64 Apps Organize-se com a ajuda da selecção de aplicações para smartphones e tablets que lhe trazemos este mês. 68 Mobilidade A tecnologia do Mercedes SL.

72 Testes individuais Testámos: - Google Nexus 7 - Aztech Homeplug Av500 - Sony Cyber-Shot RX100 - Samsung LED TV Série 8 - Asus GeForce GTX660 Ti - AOC MyStage e2343FI - Razer Naga 2012 - Huawei Ascend P1 - Western Digital Sentinel DX4000 - Toshiba Satellite U840W - Logitech K750 Wireless Solar Keyboard 82 Teste em grupo Testámos oito soluções para proteger a sua família dos perigos da internet.

88 Gadgets

90 Guia de instalação para o Wordpress Nesta primeira parte de um artigo sobre Wordpress, ensinamos-lhe os passos para instalar esta popular plataforma de criação de sites e blogs. 92 Revista Programar As novidades do Visual Studio 2012 parte 2. 94 Jogos - Darksiders II - Sleeping dogs - Inversion 92 Jogos para Facebook A maior rede social do mundo também revolucionou o uso dos jogos de vídeo. A partir deste mês, passamos a ter uma página dedicada aos últimos jogos no Facebook.

102 Universidade Atlântica

104 Lançamento da mais icónica consola de todos os tempos, a Nintendo Entertainment System.


Guangzhou quer reduzir automóveis para metade

G

uangzhou, a terceira maior cidade chinesa, quer reduzir para metade o número de automóveis em circulação com a distribuição de licenças de circulação através de leilões, seguindo o exemplo de Pequim, que em 2011 adoptou uma medida semelhante (mas não tão radical). Com esta medida, os responsáveis da cidade pretendem melhorar a qualidade de vida das populações, ao mesmo tempo que implementam medidas

FIA aprova Formula E A Federação Internacional de Automobilismo aprovou a criação de um campeonato para veículos eléctricos, que terá lugar já em 2014. Designado por Fórmula E, este campeonato contará com a parceria entre a FIA e o consórcio internacional de investidores Formula E Holdings, que terão sede em Londres e organizarão a competição. Jean Todt, presidente da FIA, anunciou que a Fórmula E contará com 10 equipas e 20 pilotos, sendo que os primeiros veículos deverão estar prontos já em 2013, embora a competição só se inicie no ano seguinte. Para já, apenas o Rio de Janeiro confirmou a sua presença neste campeonato com uma pista, mas existem muitos outros interessados em fornecer uma pista para a competição, como o México. Segundo Jean Todt, este será um campeonato bastante competitivo, com entretenimento garantido, e uma oportunidade ideal para “compartilhar os objectivos da FIA em relação às energias limpas, com uma audiência maior e mais jovem”.

18 / P C g u i a o u t u b r o 2 0 1 2

para a limpeza das águas e do ar na cidade. Guangzhou junta-se assim a outras cidades, como Nanjing e Hangzhou, que estão a adoptar leis para implementar combustíveis mais limpos. Dongguan, Pequim, Shenzhen, Suzhou e Wuxi estão mesmo a encerrar as fábricas mais poluentes, enquanto Urumqi e Xi’na têm vindo a proibir e destruir automóveis fabricados antes de 2005. p


Google Maps já incluiu rotas para bicicletas O Google Maps passou a incluir rotas para bicicletas na versão para Android do Maps. A nova opção encontra-se disponível para o continente europeu e australiano. A ferramenta já tinha sido lançada nos EUA em 2010, e só agora chegou à Europa. Segundo o blog da Google para a Europa, nesta nova opção estão contemplados 15 mercados: Áustria, Austrália, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Liechtenstein, Luxemburgo, Mónaco, Holanda, Noruega, Suécia, Suíça e Reino Unido – não contempla o mercado português, portanto. Aos países que ainda não têm o Map Maker, o gestor de produto da Google, Kai Hansen, pede que aguardem com paciência, enquanto a empresa trabalha para o tornar disponível o mais cedo possível. As rotas que já se encontram preparadas para bicicleta mostram ciclovias e regiões propícias ao ciclismo, eliminando por exemplo, montanhas e obstáculos difíceis para quem está a pedalar. Segundo Hansen, a decisão de incluir dados que ajudam o ciclista a encontrar rotas mais eficientes e a evitar ruas com muito movimento, ou ainda a fugir de montanhas, surgiu da popularidade da bicicleta em várias partes do mundo. Esta personalização do Maps pretende incentivar ao uso deste meio de transporte totalmente ecológico. Neste momento a empresa ainda está a pedir aos ciclistas para actualizarem as rotas através dum software chamado MapMaker. Depois de experimentar o sistema, o jornal britânico The Guardian considerou que o sistema “Não é mau, mas também não é bom”. O que significa que para já, os portugueses não estarão a perder grande coisa.

o u t u b r o 2 0 1 2 P C g u i a / 19


Start-ups BI

WeGoOut

Nome Criada em: Fundadores Projectos Missão

WeGoOut Março 2012 Frederico Câmara e André Moniz WeGoOut Optimizar o modo como as pessoas se conhecem e expandem a sua rede social

Saiba quem vai sair e para onde, nos locais mais perto de si

A

ideia de criar a WeGoOut surgiu há cerca de 10 anos, quando Frederico Câmara e André Moniz se aperceberam de que as redes sociais, e realidades virtuais, seriam para o “novo mundo” como os locais físicos de convívio tradicionais eram até ao momento. Tal como existem diferenças entre um convívio num café ou numa discoteca, também os espaços online oferecem várias opções para cada uma das diferentes necessidades. Apesar de o Facebook resolver a questão do convívio com familiares e amigos, faltava uma rede de espaços de convívio e diversão para conhecer novas pessoas com interesses e amigos em comum. No WeGoOut são sugeridos os eventos, festas e locais mais populares perto da zona do utilizador, além de mostrar a localização de amigos, amigos de amigos e pessoas com os mesmos interesses. Assim, é possível ver quem vai, e convidar mais pessoas para irem. Através da plataforma de “gamificação”, os utilizadores são motivados a criarem perfis mais interessantes, revelar os seus interesses, e mostrar a que eventos

20 / P C g u i a o f eu vt eu rb er ior o2 021 02 1 2

e locais costumam ir. Deste modo, quando o utilizador se encontra online, o WeGoOut permite ver e convidar pessoas para sair, permitindo também conhecer pessoas novas com interesses e amigos em comum, e que vão ou costumam ir aos mesmos locais e eventos. Está disponível uma aplicação móvel que permite saber onde se passa alguma coisa e até avaliar em tempo real uma festa ou bar. De futuro, a aplicação permitirá comunicar com outras pessoas na mesma festa ou bar do utilizador e, através de parcerias locais, ganhar bebidas grátis e outros benefícios. A concepção e desenvolvimento do produto inicial base durou aproximadamente dois meses, mas a resposta do público não foi a esperada, e os criadores têm vindo a adaptar a oferta de valor ao longo do último ano, experimentando, testando e avaliando. Neste momento o projecto encontra-se em fase de crescimento, pelo que ainda não existe um volume de negócios, mas mesmo assim, Frederico Câmara e André Moniz afirmam que a taxa de utilizadores dispostos a pagar pelas componentes

pagas do serviço tem crescido de forma gradual e constante. Para a programação e desenvolvimento foi utilizada alguma tecnologia de ponta, como Node.js, Redis e Scala para as áreas mais críticas e importantes da plataforma: motor de recomendação de eventos, grafo social e notificações em tempo real. A plataforma está desenvolvida em PHP e MySQL, utilizando os standards HTML5/CSS3, enquanto a aplicação móvel está a ser desenvolvida em iOS para iPhone. Ambos os fundadores são licenciados em Engenharia Informática, e a restante equipa tem formação superior nas suas áreas de actividade. Actualmente o foco da empresa está centrado na aplicação mobile, e está a receber apoio com o intuito de entrar no mercado brasileiro, que tem maior predisposição para este tipo de plataformas e um mercado pelo menos vinte vezes maior. Nesta fase, decorrem negociações com investidores-anjo, um apoio mais forte para garantir maior tracção e para a WeGoOut ficar mais interessante para investidores de capital de risco. p


O

s homens das cavernas já desenhavam mulheres nuas e, no século XVI, a prensa inventada por Guttenberg chegou a imprimir imagens de teor erótico, não sendo por isso de estranhar que o erotismo e o sexo tenham levado ao nascimento de uma indústria sempre disposta a inovar. Quando os primeiros filmes eróticos apareceram, a privacidade para ver um filme para adultos resumia-se a uma sala de cinema. Além de os cinemas que exibiam este tipo de filmes por vezes se situarem em zonas menos simpáticas das cidades, havia o risco de se ser visto a entrar ou a sair. Já nos nossos dias, é em rede que mais pessoas acedem a conteúdos de teor sexual, na segurança das suas casas. Mas não foi só com o nascimento da World Wide Web que a indústria do sexo passou a funcionar a par com o mundo tecnológico. Na década de 70, a indústria de filmes eróticos e pornográficos teve um papel fundamental na guerra entre o VHS, da JVC, e o Betamax, da

44 / P C g u i a o u t u b r o 2 0 1 2

Sony. O gravador de vídeo trouxe a privacidade que os espectadores de filmes para adultos procuravam, mas existiam duas hipóteses no mercado. O VHS era mais barato e gravava durante mais tempo que o Betamax, mas foi o apoio da indústria pornográfica ao VHS que permitiu a sua implantação no mercado. Ao acolher a indústria de filmes para adultos de braços abertos, a JVC esmagou a concorrência e permitiu aos revendedores de filmes porno evitar protestos da comunidade. O nascimento do DVD trouxe capacidades de armazenamento adicionais, como múltiplos ângulos de câmara e cenas excluídas. A pornografia ajudou a manter o DVD vivo até os preços baixarem e o público em geral poder adoptar o formato. Quando a internet chegou à maioria das pessoas, já a indústria do sexo se preparava para entrar na rede e rentabilizar a aproximação criada. Há quem considere que a internet não teria tido um desenvolvimento tão exponencial sem a pornografia, e a

verdade é que apesar de esta não ter inventado a internet, a web como a conhecemos é comercial, fortemente multimédia e de banda larga, e quase todos os widgets e recursos de que desfrutamos têm origens ligadas ao desenvolvimento do comércio de conteúdos para adultos. A próxima vez que fizer uma compra online em segurança, não se esqueça de reservar alguns agradecimentos para a pornografia. Em meados dos anos 90, Richard Gordon fundou a Electronic Card Systems, que foi pioneira em transacções de cartão de crédito para uma ampla lista de sites de má reputação. Gordon fez uma fortuna ao receber uma comissão pelo processamento de vendas de sites como o ClubLove, que publicou o famoso vídeo de Pamela Anderson e Tommy Lee. Segundo dados da Forrester Research, em 1999 os utilizadores da internet, terão gasto cerca de mil milhões de euros em pornografia online. Outra “parceria” da pornografia encontra-se nas tecnologias de


Renegada para as margens da sociedade, a indústria pornográfica teve desde sempre um papel importante no desenvolvimento de novas soluções tecnológicas e contribuiu para a tecnologia, como a conhecemos hoje. Se olharmos atentamente para a história da tecnologia, o desejo de ver pessoas nuas é a principal motivação para o avanço de vários serviços. A indústria da “bolinha” e a tecnologia caminham de mãos dadas. Não acredita? Contamos-lhe como aconteceu.

captação de imagem em casa, mais propriamente tudo o que dê para filmar. Depois das cassetes de vídeo e dos gravadores, nasceram as câmaras para as pessoas registarem os seus momentos e recordarem mais tarde. Criar conteúdos para adultos tornou-se mais fácil, fosse para uso privado ou divulgação. Até as webcams eram utilizadas tanto para produzir conteúdos como para conversar em chats. Em 1994, uma empresa de pornografia chamada Red Light District desenvolveu o primeiro sistema de streaming de vídeo baseado na internet. Já os sites pornográficos bombeavam vídeos de estrelas de filmes para adultos quando o YouTube surgiu, apenas em 2005. Agora a internet é móvel e está presente em todos os smartphones e tablets do mundo. Em Junho de 2008, o iRoticNet lançou um serviço que permitiu aos utilizadores do iPhone 3G aceder a uma biblioteca com mais de mil clips de entretenimento para adultos, por dez dólares por mês. O primeiro mercado de aplicações para

adultos para Android foi o MiKandi, que em 2011 dispunha de mais de três mil aplicações. A Apple e a Microsoft baniram a pornografia das suas apps, mas o streaming de vídeo e o FaceTime podem ser facilmente explorados para fins eróticos. Poucos dias depois do lançamento do iPhone 4, os classificados do site Craigslist tinham anúncios para recrutamento de mulheres para trabalhar como operadoras de sexo telefónico através do FaceTime. Ao mesmo tempo que a tecnologia usufrui de contributos da indústria

Pay-per-view Os primeiros canais do tipo pay-per-view (“pague para ver”) surgiram nos Estados Unidos, quando empresas de filmes pornográficos assinaram acordos com os canais de TV por cabo. A procura foi tanta que vários estúdios de filmes para adultos fizeram parcerias parecidas e, em pouco tempo, outros canais aproveitaram a ideia.

erótica, também a indústria lucra com a parceria. Mas agora a internet é cada vez mais gratuita, o que tem levado as mentes por detrás da pornografia a pensarem noutras formas de dar um passo mais à frente nas experiências que proporcionam. Alguns produtores estão tentar acompanhar a tendência de Hollywood no modo 3D. Em Maio de 2010 chegou ao mercado o primeiro filme porno em três dimensões, Kama-Sutra, e quando em Abril de 2011 o filme erótico tridimensional Sex and Zen: Extreme Ecstasy estreou em Hong Kong, vendeu no primeiro dia, mais 31 mil euros que o Avatar. A empresa Pink Visual já lançou um sistema de realidade aumentada em que o utilizador mostra um código para ser capturado pela câmara do computador para se ver no ecrã ao lado de actrizes. No blog da empresa é possível ler informações sobre o envolvimento na tecnologia, além de diversas aplicações para utilizadores que só agora estão a entrar no mundo adulto do entretenimento. p

o u t u b r o 2 0 1 2 P C g u i a / 45


Gadget (em inglês: geringonça, dispositivo) é um equipamento que tem um propósito e uma função específica, prática e útil no quatidiano, ou não... Normalmente, chama-se gadget a dispositivos eletrónicos portáteis como smartphones e leitores de mp3, entre outros. Por outras palavras, é uma “geringonça” electrónica. A esta definição da Wikipedia queremos adicionar mais uma coisa: são as coisas que queremos ter!

1 Massajador Ovo Aquecido Com este massajador aquecido vai conseguir relaxar a sua companhia ao máximo, ou então utilizá-lo em si, para relaxar os ombros. Por ser aquecido, o Ovo alia os benefícios das vibrações com os do calor, relaxando os músculos e activando a circulação sanguínea. É perfeito para aplicar na zona lombar, braços e ombros. Como é pequeno (11 x 8 cm), pode transportá-lo para qualquer lado. Para funcionar precisa de três pilhas AAA. Preço: €17,95 Site: www.insania.com

2 Máquina para fazer cachorros Que tal alimentar os seus convidados com uma máquina para fazer cachorros, semelhante às que existiam nas feiras populares? A máquina divide-se em duas partes: uma parte que aquece os cachorros e outra onde pode guardar o pão para os cachorros. No aquecedor/grelhador pode aquecer até oito cachorros de tamanho normal. O compartimento onde guarda o pão tem na parte de baixo aberturas para o calor do aquecedor/grelhador passar e aquecer o pão. Basta ligá-la à corrente, deixar o grelhador aquecer e pode começar a servir os cachorros. Preço: €43,95 Site: www.insania.com

3 Capa e coluna para Smartphone à prova de água Cantar no banho é um hábito bastante comum e agradável. Se além de cantar gosta de ouvir música no banho e ao mesmo tempo ter acesso ao seu smartphone, temos a solução certa para si! Esta capa foi concebida para proteger o seu smartphone enquanto está na banheira ou no chuveiro sem que perca acesso ao seu som. A parte de cima para a qual fica virado o ecrã possibilita a utilização normal do seu smartphone. Pode assim, por exemplo, fazer ou receber chamadas sem nenhum problema. Preço: €39,95 Site: www.insania.com

4 Fonte de bebida para festas Se gosta de organizar festas, este objecto não pode faltar na sua casa! Deixe-se de jarros e garrafas e opte por servir os seus convidados com uma fonte de bebidas. Pode Encha-a com qualquer bebida que queira, ligue-a e está pronta. Além das quatro cascatas separadas a verterem bebida, a fonte está equipada com um LED que lhe dá um efeito mais divertido. Também pode ser utilizada em festas de crianças: basta colocar sumos em vez de bebidas com álcool. Funciona ligada à corrente e está disponível em cor-de-rosa. Preço: €44,90 Site: www.insania.com

88 / P C g u i a o f eu vt eu rb er ior o 2 20 01 21 2


5 Caneca muda de aspecto Pac-man Qualquer pessoa que se recorde dos anos 80 lembra-se do Pac-Man. Esta é uma caneca divertida, que retoma o tema do pequeno herói amarelo em forma de bola. No exterior da caneca está desenhado um dos labirintos do Pac-Man, que muda de aspecto quando é cheia com uma bebida quente. À medida que a sua bebida vai arrefecendo, o herói e os malvados fantasmas vão desaparecendo. É ideal para oferecer aos fãs do Pac-Man ou a coleccionadores de canecas. Preço: €12,95 Site: www.insania.com

6 Mensageiro do espaço UFO RC Que melhor forma de meter conversa do que com um objecto voador não identificado que lhe permite escrever mensagens? A mensagem é facilmente escrita graças ao comando do mensageiro do espaço, mas não pode ter mais que sete caracteres. O gadget telecomandado utiliza tecnologia LED para fazer surgir as mensagens. Precisa de seis pilhas AAA para o comando e o mensageiro do espaço voa com recurso a uma bateria recarregável através do comando. Preço: €39,90 Site: www.insania.com

7 Laser Airzooka O Laser Airzooka é totalmente inofensivo, porque tudo o que dispara é ar. Vai-se divertir em barda com este laser para jogos de guerra em que precisa de atingir o inimigo. As bolas de ar disparadas alcançam até 15 metros. Como levar com um bafo repentino de ar na cara pode ser incómodo, os seus amigos vão com certeza fazer umas caretas engraçadas. Para o ajudar na pontaria, vem incorporado um laser. Para disparar basta puxar o gatilho. Necessita de três pilhas AAA e é recomendado para maiores de 12 anos. Preço: €23,90 Site: www.insania.com

8 Dentes LED Não quer passar despercebido em nenhuma festa? Quer atrair até os mais desatentos? Que tal aparecer com os dentes a brilhar? Este é o acessório perfeito para levar. É só ligar os Dentes LED antes de os colocar na boca e depois sorrir. O efeito é mais eficaz no escuro, e imagine se juntar os atacadores luminosos e toda a restante panóplia de gadgets que brilham no escuro... Nunca mais passará despercebido numa festa, ou em qualquer outro espaço com pouca luz. Os Dentes LED são multicolor. Preço: €9,40 Site: www.insania.com

o u t u b r o 2 0 1 2 P C g u i a / 89


Demonstração PCGuia 201 - Setembro 2012