Issuu on Google+

PCGUIA ABRIL 2009

161

PCGUIA COMPARATIVO ENTRE MEDIA PLAYERS DE NOVA GERAÇÃO

FRENTE-A-FRENTE GEFORCE 295 VS. GEFORCE 285 SLI

TECNOLOGIA SEM LIMITES

|

ABRIL DE 2009

|

Nº 161 | 4,95 (CONT.) 0 0 1 6 1 5

603823 0 7 2 2 1 3

WWW.PCGUIA.PT

SABE O QUE FAZEM OS SEUS FILHOS NA NET?

ENTÃO, APRENDA A:

SABE O QUE FAZEM OS SEUS FILHOS NA NET?

LIMITAR CONTAS DE UTILIZADOR ● DEFINIR TEMPO DE NAVEGAÇÃO ● BLOQUEAR PROGRAMAS ● MONITORIZAR CONVERSAS ● CONTROLAR UM PC À DISTÂNCIA ●

TORNE O SEU VISTA MAIS LEVE

OVERCLOCKING AO CORE i7 TIRE MAIS PARTIDO DO OPENOFFICE

VOLUME II

TESTE EM GRUPO A MONIT MONITORES ORES DE 22 POLEG POLEGADAS ADAS


EDITORIAL

Director Pedro Tróia Redacção João Trigo (Editor) Susana Esteves, João Pedro Faria, Carlos Marçalo, Cláudia Sargento, Luísa Dâmaso, Lurdes Marujo [Secretária de Redacção) lurdesmarujo@ revistas.cofina.pt, Teresa Resende (Revisão) Arte Hélio Falcão (Director Adjunto) e Teresa Silva Colaboradores – Texto Susana Rodrigues, Patrícia Grilo, José Luís Porfírio, Paulo Barbosa, Artur Martins, Leonel Miranda e Patrícia Cordeiro Imagem Helder Oliveira/ Agência Who (ilustração da capa), António Moutinho, Vitor Gordo (fotos) Produção Gráfica Carlos Dias (Coordenador), Jorge Fernandes, José Carlos Freitas, Paulo Glória, Paulo Fernandes, Carlos Campos e Fátima Mesquita (Assistente) Circulação Madalena Carreira (Coordenadora), Jorge Gonçalves e Denise Amorim Publicidade Virgínia Melo virginiamelo@revistas.cofina. pt (Directora Comercial de Divisão) Ana Castro acastro@ revistas.cofina.pt (Directora de Publicidade); Daniela Correia danielacorreia@pcguia.cofina.pt (Gestor de Conta); Fátima Malaca fmalaca@revistas. cofina.pt (Coordenadora de publicidade), Rute Dias rdias@revistas.cofina.pt e Susana Fernandes susanafernandes@cofina.pt (Assistentes de Publicidade) Marketing Sónia Santos, Miguel Barreto, Susana Ventura (Assistente) Assinaturas Margarida Matos email assine@cofina.pt Linha de Apoio a Assinaturas Sandra Sousa, Ana Pereira e Filipa Cerqueira Telefone directo 213 307 777, Av. João Crisóstomo, 72, Galeria, 1069-043 Lisboa Venda de Edições Anteriores Caso pretenda adquirir números anteriores desta revista contacte o 219 253 248 ou revistasanteriores@revistas. cofina.pt Distribuição de Assinaturas JMTOSCANO, LDA. Tel: 214 142 909; Fax: 214 142 951; jmtoscano.com@netcabo.pt

A TECNOLOGIA NÃO PÁRA

Pedro Tróia director troia@pcguia.cofina.pt

O meu primeiro leitor de media para sala foi o Showcenter da Pinnacle, que, já na altura, tinha especificações muito boas; conseguia reproduzir AVI em DivX e Xvid, MPEG 1 e 2 em alta definição até um máximo de 1080i, música e fotos. Foi com este leitor que entrei no mundo da alta definição. Quando se começa a ver filmes e TV em alta definição não se quer outra coisa, porque mesmo os DVD começam a parecer coisas antiquadas. Mas a evolução não pára e neste espaço de tempo apareceram novos CODEC que permitem melhores compressões, melhor qualidade de imagem e mais tolerância ao ruído, como, por exemplo, o h.264 ou a sua versão open source, o X.264. Também apareceram novos formatos de ficheiros mais versáteis do que os velhos Avi ou MPG, como é o caso dos MKV e dos M2TS, que suportam várias faixas de áudio e legendas sem ser necessário ter ficheiros espalhados por tudo o que é sítio no disco. Foi necessário criar uma nova geração de chips de descodificação de áudio e vídeo que fossem capazes de “digerir” toda esta informação e com eles veio uma nova geração de leitores de media digital que oferece uma versatilidade sem precedentes porque são ao mesmo tempo discos multimédia, sistemas NAS, clientes de download e leitores de media. Neste número, analisamos os primeiros leitores de media de nova geração a chegar a Portugal e pode dizer-se que ficámos muito impressionados com as suas potencialidades. O tema de capa foca um assunto que tem cada vez mais importância hoje em dia: a segurança dos mais jovens na Internet. Damos-lhe dicas e truques para os manter a salvo de conteúdos impróprios e de outras ameaças que podem ir parar aos seus computadores.

Pré-impressão H2M - Artes Gráficas, SA Av. Almirante Gago Coutinho, 44-A - 1700-031 Lisboa Impressão Lisgráfica, Impressão e Artes Gráficas, S.A., Rua Consiglieri Pedroso, 90-Casal de Santa Leopoldina-2745-553 Queluz de Baixo Capa Printover fornecido por Sarriópapel Distribuição VASP – Soc. de Transportes e Distribuição, Lda, Complexo CREL – Bela Vista/Rua da Tascoa, 4.º Piso – Massamá – 2745 Queluz

ESTE MÊS...

Directora Editorial Divisão Tecnologias Cristina Magalhães

João Trigo editor joaotrigo@pcguia.cofina.pt

Edirevistas Sociedade Editorial, S.A. grupo Cofina Media – SGPS, SA Conselho de Administração Paulo Fernandes (Presidente), João Borges de Oliveira, Luís Santana, Laurentina Martins e António Simões Silva Directora de Arte Sofia Lucas Directora Comercial Olga Henriques Director de Produção Avelino Soares Directora de Marketing Maria João Costa Macedo Director Comercial Online José Manuel Gomes Director de Informática Rui Taveira Director de Recursos Humanos Nuno Mariz Directora Administrativa e Financeira Alda Delgado Director de Assinaturas João F. Almeida Director de Circulação Mário Rosário Directora de Research Ondina Lourenço Sede: Administração, Redacção, Publicidade: Avenida João Crisóstomo, 72, 1069-043 LISBOA. Telf.: 21 330 77 00; Fax: 21 330 77 99 Propriedade/Editora • EDIREVISTAS - SOCIEDADE EDITORIAL, SA • Capital social: €5.915.669 • CR.C.Lx n.° 500 061 130 • Contribuinte n.° 500 061 130 • Principal accionista: COFINA, SGPS, SA (99,46%) • N.º Registo E.R.C. 119 452 • Depósito legal: 97 116/96 • Tiragem média: 52 500 exemplares

...foi um mês complicado. Os 12-1 com que o Bayern de Munique brindou o Sporting Clube de Portugal fizeram de mim um alvo fácil para colegas e leitores de outras cores clubísticas. Logo depois do jogo, fiz questão de jogar Pro Evolution Soccer. Liga dos campeões, com o Sporting, e contra o Bayern. Aí, tudo foi diferente... O problema é que no PES 2009 é mais simples marcar o Ribery. Susana Esteves jornalista susanaesteves@pcguia.cofina.pt

...Instalaram-me a fibra em casa, mas melhor do que as velocidades e a estabilidade do sistema, é que todo o processo decorreu sem problemas, em pouco tempo, e tudo funciona na perfeição até agora... Não é estranho? Passei a ser uma feliz detentora de um netbook. Para além de ser uma óptima ferramenta de trabalho, que posso levar dentro da mala, as minhas costas agradecem. João Pedro Faria jornalista jfaria@pcguia.cofina.pt

... meti o Rossio na Rua da Betesga, que é como quem diz instalei o Windows Vista Ultimate no meu Toshiba Satellite M50-137 – e funciona bem, mesmo com apenas 512 MB de RAM! A ideia inicial era correr o CD de recuperação do XP Home Edition para repor o Windows em condições, mas senti-me tentado a fazer a experiência. E tem estado a correr tão bem que pondero agora comprar 1 GB de RAM para dar maior vitalidade ao sistema.

PCGUIA

|3


ÍNDICE

Tema de capa 72 76 77 78 80 82

Use o controlo parental do Vista Reforce a segurança Conteúdos vigiados em Português Controle o seu PC à dist ância Use filtros para bloquear conteúdos O que fazer quando o perigo espr eita

70 MANTENHA OS SEUS FILHOS EM SEGURANÇA NA NET Regulares 6 Notícias 16 L ançamentos 18 Entrevista ASSISTÊNCIA TÉCNICA 100 Pergunte ao especialista

Banco de Testes HARDWARE 21 HP TouchSmart IQ52 22 ENGTX285 TOP em SLI vs. ENGTX295 24 Antec 850W Signature 24 Int ellinet 150N 26 Br other MFC-490CW 26 Qosmio X300-156 28 Sit ecom WL-306 28 InSys DesigNote M571TU 29 M4A79 Deluxe & Phenom 2 4X 30 Media players de última geração SOFTWARE 32 Pinnacle Studio Ultimate Version 12 33 FLiP 7 33 Child Locator 34 Panda Internet Security 2009

4 | PCGUIA

TECNOMUST 36 Creative Vado HD; USB to VGA Adapter kit; Sitecom WL-060 37 Nokia N96; LG Prada; Spire HandyBook 2,5” 38 T elemóveis

Braço-de-Ferro

96 Overclocking ao Core i7 98 Silencie rapidamente as suas colunas

Entretenimento 107 Football Manager Live 108 F.E.A.R. 2: Project Origin 110 Dawn of War 2

40 Ecrãs de 22

Guias 49 52 54 58 61 66

SOFTWARE Reduza o Vista ao essencial Guarde as suas palavras-chave Crie backups com o Backup4all Remova o fundo das fotos Limpe o seu disco rígido Tire mais do OpenOffice.org

REDES 84 Optimize o seu router 88 Novas aplicações Google no Gmail 91 Modernize a sua Inbox HARDWARE 94 Instale um sistema de refrigeração no GPU

PCGuiaPro 115 NOTÍCIAS 118 SOFTWARE DE GESTÃO Buglos leva o SaaS às PME 120 FORMAÇÃO Galileu revela estratégia 122 CASE STUDY Vodafone reforça serviços 124 OPINIÃO Controlo parental no PC 125 HOTSPOT Crédito para hardware


PCG

R E | S O FTWA WA R E | E N G E N H O C A S | T E ST E E M G R U P O

NOT

FLIP 7 INCLUI

ACORDO ORTOGRÁFICO A possibilidade de utilizar a grafia segundo o acordo ou a grafia pré-acordo é a principal novidade da nova versão

«Uma poderosa ferramenta que irá ajudar à implementação do acordo ortográfico.» Foi assim que José António Pinto Ribeiro, ministro da Cultura, classificou o FLiP 7, a última versão do FLiP, da Priberam. A grande novidade é a possibilidade de usar a grafia já com o acordo ortográfico, o que permite que o utilizador redija os textos com as mais recentes alterações na língua portuguesa. A nova versão inclui ferramentas para Português europeu e Português do Brasil e permite que o utilizador decida se pretende usar a grafia segundo o novo acordo ou a grafia pré-acordo. Como complemento, o programa apresenta ainda um conversor de textos para a grafia com o acordo ortográfico. O motor desta ferramenta analisa o texto e converte-o automaticamente, implementando as alterações impostas pelo acordo. Entre as restantes características desta aplicação que se integra no editor de texto da Microsoft, destaque ainda para a inclusão de um corrector ortográfico, sintáctico e estilístico e um conjugador de verbos para Castelhano – uma novidade que, de acordo com Carlos Amaral, administrador da Priberam, «foi desenvolvida a pensar no mercado ibero-americano». De resto, o FLiP é editado no Brasil sob a marca Aurélio. José António Pinto Ribeiro sublinhou a importância do software enquanto «ferramenta informática que permitirá aos países da CPLP implementar desde já o acordo ortográfico nos textos oficiais» e salientou a necessidade de consolidação do Português «como grande língua de comunicação internacional». O FLiP 7 custa 69 euros e pode ser instalado em três computadores. Se já utilizar uma versão anterior desta aplicação (FLiP 5 ou FLiP 6), pode fazer actualização por 49 euros em www.flip.pt. J.T. Nota do editor: Veja a nossa análise ao FLiP 7 na rubrica Banco de T estes deste número

6 | PCGUIA


NOTÍCIAS

BREVES VODAFONE LANÇA VISUAL VOICE MAIL

A Vodafone apresentou o Vodafone Visual Voice Mail, um serviço para o iPhone, que permite aceder no ecrã do telefone à lista de mensagens de voz e outras opções do Voice Mail dos clientes. Deste modo, os clientes da empresa que utilizem este serviço podem visualizar no ecrã do seu iPhone todas as mensagens de Voice Mail, sendo possível ouvir, apagar e devolver mensagens e ainda gravar uma nova saudação. A utilização e activação deste serviço, tal como o Voice Mail actual, são gratuitas. Todos os clientes da Vodafone Portugal que utilizem um iPhone têm acesso imediato ao serviço, sendo apenas necessário efectuar a actualização das definições de rede do equipamento a partir do iTunes.

VERBATIM APRESENTA EQUIPAMENTOS VOIP

A Verbatim disponibiliza três auscultadores VoIP e uma série de oito auscultadores intra-auditivos com três desenhos diferentes. Estes auscultadores já estão disponíveis no mercado com preços que oscilam entre os 9,99 euros e os 21,50 euros (no caso dos auscultadores de elevado conforto) e os 4,75 euros e os 9,99 euros (no caso dos auscultadores intra-auditivos).

NETBOOK APPLE?

De acordo com o Tek, a Apple poderá estar a preparar-se para lançar um netbook ainda em 2009. Citando fontes do mercado chinês, aquele portal afirma que o fabricante norte-americano está a criar parcerias com companhias como a Wintek e a Quanta tendo em vista o desenvolvimento de um computador portátil com um ecrã táctil de 10 polegadas, o qual poderá ser lançado no segundo semestre deste ano.

CANON APRESENTA COLECÇÃO DE PRIMAVERA As novidades reforçam a área de imagem digital, agora também debaixo de água A Canon deu a conhecer aquelas que vão ser as principais apostas para o mercado nesta Primavera. Destaque para a gama de máquinas fotográficas digitais, segmento onde o fabricante nipónico apresentou diversas novidades que preparam claramente a chegada do Verão e das férias. Uma tendência que se verifica nos novos modelos é a miniaturização dos elementos, permitindo a produção de equipamentos mais compactos e facilmente transportáveis. É o caso da nova SX200 IS, uma câmara fotográfica digital que conta com uma lente de 28 mm capaz de fornecer um zoom de até 12 vezes. A resolução máxima é de 12,1 megapixels e a capacidade de produzir filmes em HD com 720 p de definição com modo de produção manual faz dela uma excelente companheira de viagem. Igualmente pequena é a nova Ixus 100IS, sendo aliás a mais pequena Ixus produzida até ao momento. Vem substituir a 85IS e conta com um corpo feito de aço inoxidável disponível em várias cores (prata, preto, ouro e vermelho). Conta com o novo modo Smart Auto e com a tecnologia Scene

Detection aliadas a uma resolução máxima de 12,1 megapixels e possibilita não só a realização de filmes HD a 720p como a sua transmissão para um televisor através da ligação HDMI. Uma das novidades que vai certamente despertar maior curiosidade é a PowerShot D10, a primeira máquina fotográfica resistente à água da gama digital da Canon. As suas características tornam-na indicada para os adeptos de desportos radicais, sendo possível utilizá-la até dez metros de profundidade ou em ambientes com temperaturas até dez graus negativos. Tem uma resolução máxima de 12,1 megapixels e um zoom óptico de três vezes. Para um tipo de utilização diferente foi desenvolvida a PowerShot A480, uma máquina que tem como objectivo tirar fotografias de qualidade com uma maior simplicidade. Trata-se de um modelo de 10 megapixels que substitui a A470, 25 por cento mais pequena face a esta. Os seus 15 modos de disparo, a tecnologia de detecção de movimento e a possibilidade de fazer filmes em modo VGA a 30 fps são algumas das suas principais características. J.P.F.

TOMTOM ANUNCIA PARCERIA COM A GALP ENERGIA O acordo prevê a venda do pack TomTom One Classic nas lojas Tangerina e M24 aderentes Após a parceria celebrada entre o fabricante de GPS e a empresa nacional, o pacote Tom Tom One Classis poderá ser encontrado à venda nas lojas Tangerina e M24 aderentes por um preço recomendado de 119,95 euros. O pack promocional TomTom ONE Classic integra um TomTom One Ibérico 3ª Edição e uma

8 | PCGUIA

bolsa de pele preta para proteger o equipamento. Apresenta um ecrã panorâmico touchscreen de 3,5 polegadas (320 x 240 pixels, 64 mil cores), gráficos de alta resolução e o mapa de toda a Península Ibérica. Vem pré-equipado com a tecnologia Map Share para correcção e partilha dos mapas e apresenta uma autonomia de duas horas. J.T.


NOTÍCIAS

NA BERRA DISCOS MULTIMÉDIA

Estão claramente na berra. Não há praticamente uma loja de informática que não esteja a promover estes pequenos mas úteis companheiros de entretenimento. E com o preço por gigabyte em baixa, esta é a altur a perfeita para comprar um disco multimédia portátil.

EMPIRE: TOTAL WAR

O quinto jogo da saga Total War, que começou a ser desenvolvido pela Creative Assembly em 2006, surgiu finalmente nas lojas e está brutal, tanto em termos de gráficos como de jogabilidade. Vai atrair certamente novos jogadores e vai fazer com que muitos dos actuais tenham de mudar a placa gráfica...

CONTROLO PARENTAL

O Parlamento Europeu mostrou-se a favor da aplicação de uma norma que prevê a colocação de um botão de controlo parental nas consolas de videojogos e computadores. O objectivo é limitar as horas de navegação e bloquear os conteúdos considerados inapropriados para os jovens.

CEBIT 2009

Apesar da mensagem de optimismo deixada no encerramento por Ernst Raue, membro do Conselho de Administração da Deutsche Messe AG (empresa responsável pela organização das feiras), este ano houve uma quebra de 20 por cento nos visitantes. Sinais dos tempos...

HP APOSTA EM SOLUÇÕES FAMILIARES A nova impressora da série Wireless All-in-One foi criada para cobrir as necessidades de pessoas para quem o tempo é um bem precioso Foi baptizada como HP Photosmart Premium Fax All-in-One e promete mostrar-se à altura dos utilizadores mais exigentes e atarefados. Pelo menos é o que garante a HP, que apresentou este seu novo modelo como uma solução versátil e capaz de responder aos requisitos dos vários membros da família. O equipamento permite impressão a frente e verso (poupa até 50% no custo do papel), digitalização de documentos, fotocópias, envio de faxes, impressão de fotografias, entre outros, via Wi-fi ou Bluetooth. Integra uma saída dupla de documentos para facilitar a utilização do fax e da fotocopiadora e digitalizar documentos de várias páginas automaticamente. A tecnologia Wi-Fi

embutida permite estabelecer uma ligação a qualquer computador, ou seja, uma criança pode ligar-se através do seu portátil em casa para mandar imprimir os seus trabalhos de casa, ao mesmo tempo que os pais dão ordem de impressão para documentos profissionais ou fotografias de alta resolução. A HP Photosmart Premium Fax All-in-One apresenta um ecrã a cores de 6,1 cm, ranhuras para leitura de cartões de memória e impressão de provas de cor que tornam a reprodução de fotografias mais intuitiva e fácil. Este equipamento está à venda a partir deste mês de Abril por 329 euros (preço recomendado). S.E.

MAGALHÃES

Independentemente das notícias, dos esclarecimentos e dos pedidos de desculpa, uma coisa é certa: os erros ortográficos detectados nunca deveriam ter passado despercebidos, especialmente tendo em conta o alvo do pequeno portátil. Exige-se, portanto, mais controlo de qualidade.

QUIMONDA

Segundo a empresa, e apesar de haver interessados, não vai ser possível estabelecer um acordo com um investidor capaz de salvar a companhia até ao final deste mês. A luz ao fundo do túnel vai ficando cada vez mais ténue...

A BERRAR

10 | PCGUIA

GUINNESS DEFINE TOP 50 DE VIDEOJOGOS O livro dos recordes publicou as cinco dezenas de jogos mais importantes da história A lista foi publicada recentemente no site do livro de recordes do Guinness (www.guinnessworldrecords. com/pt/) e apresenta, nas primeiras dez posições, Super Mario Kart, Tetris, Grand Theft Auto, Super Mario World, Zelda: Ocarina of Time, Halo, Resident Evil IV, Final Fantasy XII, Street Fighter II e GoldenEye. Títulos como Cal of Duty 4, Pro

Evolution Soccer 4, Guitar Hero e God of War também estão presentes (na 14.ª, 21.ª, 27.ª e 43.ª posições, respectivamente). Os critérios da escolha tiveram que ver com a repercussão do jogo nas análises de meios de media ligados aos videojogos, nas vendas e na influência na indústria ao longo dos anos. J.T.


NOTÍCIAS

CHIEFTECH REVELA MID TOWER CH-07 O novo modelo da gama Dragon foi uma das estrelas do fabricante na CeBIT A Chieftec apresentou a nova CH-07, uma caixa que Eddy Shih, director-geral da Chiftec para a Europa, define como «a mid tower que reúne todas as características esperadas e necessárias aos jogadores e que, por isso, vai tornar-se rapidamente numa das referências da gama Dragon». Entre os principais argumentos, a CH-07 apresenta linhas distintas e ergonómicas que dão maior ênfase ao chassis, que pode ser combinado com painéis frontal e lateral em preto ou vermelho rubi. Na parte de cima encontram-se acessíveis os botões para ligar e desligar, bem como os conectores mais habitualmente utilizados como USB, som e e-SATA. No painel lateral encontra-se uma ventoinha LED com 220 milímetros, sendo ainda possível encontrar duas ventoinhas LED de 120 milímetros, uma na frente e outra no topo. Em opção poderá ser colocada uma ventoinha também de 120 milímetros no painel traseiro de modo a maximizar o fluxo de ar no interior da caixa e optimizar o arrefecimento dos componentes. Com um peso de 15 kg, é possível encontrar no seu interior espaço suficiente para alojar uma motherboard de formato mATX, ATX ou eATX. Graças ao sistema de clips é muito simples e rápido colocar até quatro drives nas baías de 5,25 polegadas, seis discos rígidos nas baías de 3,5 polegadas. J.P.F.

GARMIN COM NOVA SÉRIE DE GPS As séries 1200 e 1300 são as duas novas apostas do fabricante A Garmin anunciou as novas séries nüvi 1200 e nüvi 1300, a nova família de sistemas de navegação portátil que oferece funcionalidades para navegação automóvel e pedestre. Apresentados ao público durante a Cebit 2009, em Hannover, os equipamentos das séries nüvi 1200 e 1300 são os primeiros desta família de produtos a disponibilizar navegação pedestre através dos mapas opcionais CityXplorer. Estes mapas estão disponíveis para alguns locais turísticos na América do Norte e Europa e podem ser facilmente descarregados directamente no equipamento. Vários modelos desta série também fornecem características de modelos topo de gama, tais como alertas de tráfego e indicação de faixa de rodagem para uma navegação mais fácil e segura. Todos os

12 | PCGUIA

equipamentos estão equipados com indicações “text to speech”, funcionalidade que permite a identificação oral do nome das ruas. Os novos GPS estão equipados com a funcionalidade opcional “public transit” com os conteúdos dos mapas CityXplorer. Disponível para download para cidades seleccionadas, o CityXplorer permite ao utilizador planear e utilizar rotas de autocarros, comboios e metro. O custo dos conteúdos do CityXplorer varia dependendo da cidade em questão. A lista das cidades seleccionadas estará disponível a partir do segundo trimestre de 2009 em www. garmin.com. Em Portugal, estarão disponíveis os modelos nüvi 1390T, nüvi 1340, nüvi 1300, nüvi 1240 e nüvi 1200. J.T.


APPLE TEM NOVO IPOD SHUFFLE Tem quase metade do tamanho do antecessor e agora até consegue falar consigo O nome mantém-se, mas tudo o resto parece ter sofrido algum tipo de upgrade. A mais recente versão do iPod shuffle traz uma série de novidades que prometem despertar a curiosidade dos consumidores. O leitor aparece agora com um tamanho mais reduzido (mais pequeno do que uma bateria AA) e inclui a funcionalidade VoiceOver, que dá voz ao leitor da Apple. Esta opção permite ao iPod shuffle indicar (vocalmente) os títulos das músicas, dos artistas e das playlists. Uma vez que não tem ecrã, e que possui 4 GB de capacidade, a identificação das músicas poderá ser mais difícil, algo que esta funcionalidade pretende compensar. Basta clicar num botão para que o iPod lhe dê algumas informações acerca da faixa, ou mesmo sobre o estado do dispositivo (bateria). O iPod shuffle fala 14 línguas, incluindo Português, Inglês, Checo, Holandês, Francês, Alemão, Grego, Italiano, Japonês, Mandarim, Polaco, Espanhol, Sueco e Turco. O aparelho possui também um novo corpo em alumínio com um clip em aço inoxidável embutido, e está disponível em prateado ou preto a um preço recomendado de 75 euros. Todos os controlos estão localizados no cordão dos auscultadores. S.E

Em cumprimento do disposto no artigo 16º da Lei de Imprensa, informamos: DETENTORES DO CAPITAL DA EDIREVISTAS – SOCIEDADE DE PUBLICAÇÕES, S.A. E RESPECTIVA PARTICIPAÇÃO: Accionista Cofina Media, SGPS, SA Presselivre - Imprensa Livre, S.A. Edisport - Sociedade de Publicações, S. A. Accionistas minoritários

Grupo de Media Cofina Cofina Cofina

% participação 50.71% 36.07% 12.68% 0.54%

Publicações periódicas editadas por empresas do Grupo Cofina: Publicação Empr Correio da Manhã Sábado Destak Meia Hora TV Guia Flash TV Guia Novelas Semana Informática Máxima Máxima Interiores Vogue GQ Automotor Rotas & Destinos PC Guia Record Jornal de Negócios

esa Editora Presselivre - Imprensa Livre, S.A. Presselivre - Imprensa Livre, S.A. Metro News - Publicações, S.A. Metro News - Publicações, S.A. Edirevistas - Sociedade de Publicações, S.A. Edirevistas - Sociedade de Publicações, S.A. Edirevistas - Sociedade de Publicações, S.A. Edirevistas - Sociedade de Publicações, S.A. Edirevistas - Sociedade de Publicações, S.A. Edirevistas - Sociedade de Publicações, S.A. Edirevistas - Sociedade de Publicações, S.A. Edirevistas - Sociedade de Publicações, S.A. Edirevistas - Sociedade de Publicações, S.A. Edirevistas - Sociedade de Publicações, S.A. Edirevistas - Sociedade de Publicações, S.A. Edisport - Sociedade de Publicações, S.A. Edisport - Sociedade de Publicações, S.A.


CIÊNCIA & TECNOLOGIA

BREVES INTERNET ESPACIAL

A NASA testou, aparentemente com sucesso, uma rede de comunicação no espaço baseada na Internet. Na base deste sistema está um software, designado Disruption-Tolerant Networking (DTN), que conseguiu transmitir imagens espaciais para uma unidade da NASA situada a mais de 32 milhões de quilómetros da Terra. Segundo explica a NASA no seu site, o DTN não usa o normal protocolo TCP/IP, mas um método que não pressupõe uma ligação contínua entre os dois pontos. Ou seja, a rede retém a informação até conseguir comunicar da melhor forma com os destinatários da mesma. O sistema foi concebido pela NASA em parceria com o vice-presidente da Google.

PHILIPS LANÇA PÍLULA INTELIGENTE

Chama-se iPill e não é mais do que uma pílula inteligente, capaz de distribuir os medicamentos pelo corpo no melhor local e quando estiverem reunidas as melhores condições. A iPill integra um microprocessador, uma bateria, um transmissor RF wireless e um reservatório para os medicamentos. Consegue medir a temperatura do corpo, determinar em que parte do corpo está e medir alguns factores e variáveis importantes para a actuação da medicação. Os dados são enviados para um aparelho receptor que se encontra no exterior. A Philips diz que, apesar de ainda se tratar de um protótipo, a produção em série da iPill está a ser avaliada.

MEDICINA MÓVEL

Uma empresa do Reino Unido, a Applied Nanodetectors, desenvolveu um chip com sensores capazes de detectarem sintomas de doenças através da análise da densidade dos gases. Através da respiração, o aparelho (elaborado pela Nokia) avalia os níveis de óxido nítrico, gás carbónico e amónia, razão pela qual tem suscitado interesse como ferramenta que pode ajudar ao combate de doenças como a asma, o cancro do pulmão, entre outras. O dispositivo deverá entrar dentro de algum tempo no mercado japonês e aparecerá munido de um canal directo para o médico.

14 | PCGUIA

PRODUTOS COM ETIQUETAGEM EM BRAILLE Já são mais de 100 as lojas do Grupo Jerónimo Martins que adoptaram a solução de etiquetagem em Braille, promovendo o acesso por parte de cegos e amblíopes à informação. Para além da descrição do produto, as etiquetas têm também o prazo de validade e outros pormenores de utilidade para o consumidor. A aplicação de impressão foi

desenvolvida pela Fujitsu em parceria com a UET (Unidade de Equipamentos Tiflotécnicos) e surge numa altura em que foram estabelecidas, em Diário da República, medidas de promoção do acesso à informação relativa a determinados bens de venda ao público por parte de pessoas com deficiências visuais. S.E.

CENTRO DE SIMULAÇÃO BIOMÉDICA EM PORTUGAL Vai ficar instalado nos Hospitais da Universidade de Coimbra o primeiro Centro de Simulação Biomédica, que visa a formação e treino de estudantes e equipas de saúde para intervenções em doentes. O trabalho é feito em modelos robotizados construídos à escala humana e com resposta fisiológica programada, ou seja, respiram, têm pulsação, sangram e podem ser sujeitos aos mais diversos tipos de intervenção. O centro dispõe de quatro salas: de parto e gravidez, de adultos e crianças, de treinos de gestos clínicos e de cuidados

intensivos e enfermagem. Um dos objectivos passa, por exemplo, por treinar situações mais complicadas que chegam aos hospitais e que precisam de uma resposta rápida e acertada, como cenários de parto, traumatologia ou situações cirúrgicas agudas. Este Centro de Simulação Biomédica envolveu um investimento de 700 mil euros, financiados através de mecenato por parte de quatro fundações e empresas portuguesas, e tem como parceiros as universidades norte-americanas de Harvard e o MIT. S.E.


LANÇAMENTOS

SAFARI 4 DISPONÍVEL PARA DOWNLOAD

IPHONE TEM JÁ VERSÃO 2.2 A actualização do iPhone, para o firmware 2.2, deixou de fora algumas das principais exigências feitas pelos utilizadores do equipamento, mas incluiu novas funcionalidades. Passa a ser possível a qualquer pessoa descarregar podcasts através de Wi-fi ou 3G, sendo que, neste caso, o limite são 10 MB. O Safari apar ece mais estável, foi optimizada a recepção de correio electrónico e a formatação do e-mail HTML em modo panorâmico. Os utilizadores podem, a partir de agora, desactivar a correcção automática do teclado. Mas a maior alteração deu-se ao nível dos mapas, que permitem agora a visualização de imagens em 360º do Google Street View. S.E. GRATUITO ■ SITE WWW.ITUNES.COM

Apesar de ainda ser uma versão beta, a Apple garante que este vai ser o mais rápido e revolucionário browser para Mac e PC com Windows. O motor Nitro no Safari 4 executa JavaScript 4,2 vezes mais rapidamente do que a versão anterior, e, segundo um comunicado da empresa, até 30 vezes mais depressa do que o Internet Explorer 7 e três vezes mais velozmente do que o Firefox 3. Os utilizadores têm agora acesso a uma pré-visualização das páginas mais visitadas e podem efectuar pesquisas no histórico. Disponível está também o modo de visualização Cover Flow (semelhante àquele presente nos iPhone iPod), que optimiza a consulta do histórico da Internet ou marcadores. As diferentes páginas estão organizadas por separadores e possuem uma série de ferramentas de gestão que permitem arrastar e largar, bem como um botão intuitivo para abrir novos separadores. O Safari 4 inclui suporte HTML 5, o que permite, por exemplo, que as aplicações com base na Internet possam armazenar localmente informações sem uma ligação online. Para além disto, suporta efeitos avançados de CSS, os quais permitem gráficos da Internet com reflexos, gradações e máscaras de precisão. Está também presente um campo de endereços inteligente, que conclui automaticamente endereços da

Internet, apresentando listas de sugestões de fácil leitura dos sites mais visitados, marcadores e histórico de navegação. A nova aparência Windows no Safari para este sistema operativo utiliza tipos de letra, barra de títulos, margens e barras de ferramentas padrão, de forma a adaptar-se melhor à aparência e ao modo de utilização de outras aplicações para Windows XP e Windows Vista. Safari 4 é uma versão pública beta para Mac OS X e Windows. S.E. GRATUITO ■ SITE WWW.APPLE.COM/PT/SAFARI.

AVG LANÇA SOFTWARE CONTRA

ROUBO DE IDENTIDADES

QUARKXPRESS 8 COM ACTUALIZAÇÃO A mais recente actualização do QuarkXPress 8 já foi lançada, com uma série de alterações. A interface do utilizador passa a estar disponível em Checo, Dinamarquês, Finlandês, Norueguês e Português (europeu). O processo de instalação do programa em rede aparece mais simplificado, à semelhança do processo de activação. Os utilizadores podem passar da versão de teste de 60 dias para uma licença comercial, sem terem de instalar novamente o software. A biblioteca de cores inclui suporte adicional para os mais recentes sistemas de cores Pantone (Pantone Goe Bridge Coated). S.E. GRATUITO ■ SITE HTTP://8.QUARK.COM/

16 | PCGUIA

AVG Identity Protection (IDP) é o nome da mais recente solução lançada pela AVG Technologies, que visa ajudar os utilizadores a protegerem os seus dados pessoais e privados que estão online. Funciona como uma segunda camada de protecção, uma vez que trabalha em cima do produto de segurança da AVG, e foca-se na prevenção de roubos de passwords, informações de contas bancárias, números de cartão de crédito, entras informações digitais valiosas. A ferramenta usa uma tecnologia chamada Análise Comportamental, que assegura o bom funcionamento de todos os programas que estão a correr no computador do utilizador. Caso a ferramenta registe alguma acção suspeita que possa indicar uma tentativa de roubo de identidade, desliga essa actividade, evitando qualquer tipo de roubo. Não importa se os utilizadores estão a correr o AVG ou um software de segurança de outro fabricante. O IDP funciona na perfeição com todos os populares programas para

manter os utilizadores seguros quando estão online. Numa fase inicial, o AVG Identity Protection estará apenas disponível em Inglês. S.E.

PREÇO 20,85 EUROS ■ SITE www.avg.pt.


XX

ENTREVISTA

Filipe Barrancos, administrador da Higher Functions, empresa que gere a marca PC Medic

PCMEDIC CENTRA-SE NO UTILIZADOR FINAL Em ano de crise, a empresa de apoio técnico aposta no investimento em várias frentes para colher os frutos na retoma do mercado

C

TEXTO JOÃO PEDRO FARIA FOTOS VÍTOR GORDO

onsolidar as operações em território nacional, crescer em termos orgânicos fora de portas, formar os seus actuais colaboradores e aumentar os quadros são algumas das iniciativas que a PCmedic está a colocar em prática este ano. Em discurso directo, Filipe Barrancos, CEO da PC Medic, explica a estratégia delineada e analisa o crescimento de um nome que conta já com cerca de oito anos de existência no mercado.

Filipe Barrancos – O objectivo foi preencher uma lacuna clássica no mercado dos serviços informáticos em Portugal. Já nessa altura, a necessidade de uma deslocação a uma loja com o computador debaixo do braço estava a ficar ultrapassada, até porque a adaptação aos meios em casa (rede local, Internet e impressoras, entre outros) acabava por ter de ser feita pelo cliente. Os serviços informáticos ao domicílio representavam (e representam) também uma confortável alternativa, mas nada melhor do que ter o problema resolvido na hora e sem custos, o que só se consegue com um serviço de apoio técnico telefónico/remoto.

PCGuia – Que objectivos levaram à criação do brand PCmedic em 2001?

PCG – Em que pilares se sustenta a estratégia da PCmedic?

18 | PCGUIA

F.B. – O nosso mote para 2009 é: em tempo de crise não se vende, oferece-se. Estamos a desenvolver protocolos com os nossos parceiros que permitem a oferta de parte dos nossos serviços ao utilizador final. Depois de um crescimento da facturação na ordem dos 30% em 2008 (ultrapassando os 700 000 euros), é altura de crescer a outros níveis, nomeadamente, na proximidade e na notoriedade junto do público. Desta forma, ajudamos quem nos ajudou a crescer e acreditamos que, quando a crise passar, os portugueses irão lembrar-se de nós. Desde sempre a nossa maior expressividade está junto dos nossos parceiros, como as grandes estruturas e os ISP; queremos agora cimentar a nossa presença junto de cada pessoa que usa um computador.


PCG – Como se caracteriza a sua actuação? F.B. – A PCmedic é há muito tempo líder e até única na sua vertente de actuação, com uma dimensão e abrangência ímpares; os nossos serviços funcionam 24 horas por dia, sete dias por semana, em todo o país, incluindo ilhas. Só em 2008 efectuámos mais de 260 000 apoios com sucesso, o que nos dá uma experiência e capacidade técnica verdadeiramente exclusiva e de referência. A nossa estratégia é usar o nosso know-how adquirido e disponibilidade de meios para chegar a quem mais precisa, seja com apoio remoto, domiciliar ou de loja. A PCmedic representa uma uniformização dos serviços de apoio técnico em Portugal, criando um canal único e eficiente de resposta, seja qual for a necessidade ou preferência de cada cliente. A nossa estratégia para este ano tem como finalidade a omnipresença da PCmedic, uma aproximação directa ao público nunca antes exercida. PCG – Essa nova orientação vai provocar alterações em termos de oferta? F.B. – Este é também um ano de requalificação da nossa oferta. Estamos a fazer um grande investimento na qualidade dos nossos serviços, o que envolve os recursos internos e os meios técnico-logísticos. A nossa vertente de apoio técnico ao domicílio representa grande parte do nosso plano de investimentos para este ano, o que já mostrou resultados com um crescimento de mais de 100% de intervenções domiciliares desde 2008, com um nível de satisfação máxima acima dos 95%. PCG – De que forma se segmenta a oferta ao mercado? F.B. – A PCmedic é a única empresa em Portugal que junta o melhor de todos os mundos: apoio técnico telefónico/remoto, apoio domiciliar e apoio em lojalaboratório. A excelência da nossa acção tem muito a ver com a nossa capacidade de intergerir estas três vertentes, permitindo a solução mais rápida, económica e eficiente para cada necessidade. Porquê impor um custo de uma deslocação a um cliente quando o problema é solúvel com dez minutos de apoio telefónico? Porquê obrigar o cliente a dirigir-se a um dos nossos espaços quando podemos ter um técnico com ele numa média de seis horas, em qualquer ponto do país? Para quê deixar o cliente sem equipamento durante dias quando podemos fazer a recolha, reparação, entrega e instalação, deixando o cliente com um equipamento de substituição? PCG – Qual é o tipo de serviços mais requisitados? F.B. – Com 82% de taxa de resolução imediata, os serviços de apoio telefónico e remoto representam 60% do nosso volume de negócios. O serviço domiciliar representa outros 20% e o serviço em loja-laboratório os outros 20%, aproximadamente. O importante é que não privilegiamos um tipo de apoio em detrimento do outro, excepto com base naquilo que melhor serve os interesses de cada cliente PCmedic.

QUEREMOS CIMENTAR A NOSSA PRESENÇA JUNTO DE CADA PESSOA QUE USA UM COMPUTADOR

PCG – Quais são os principais factores de diferenciação face a outros serviços concorrentes? F.B. – Consideramos que não temos concorrência, ou seja, não há nenhuma empresa no mercado português que faça o que nós fazemos. Mas o que mais nos diferencia de outras empresas de suporte à informática são quatro factores importantes: preços (garantimos o custo mais baixo do mercado para cada apoio técnico, com total garantia de qualidade e satisfação, sendo que o cliente só paga quando o problema fica resolvido); a nossa abrangência e cobertura, que envolve apoio técnico 24 horas por dia, sete dias por semana, em todo o país (uma disponibilidade absolutamente única); os parceiros com quem trabalhamos, que são referências da nossa constante dedicação à excelência, incluindo nomes como Fnac, Jerónimo Martins, Auchan, ZON, Artelecom, Staples, entre outros (por intermédio dos nossos parceiros a nossa posição no mercado português é de total e exclusiva presença, mantendo uma imparcialidade que contrasta com uma excepcional centralização do conhecimento); não restringimos o melhor meio de apoiar cada cliente, disponibilizando meios de apoio técnico remoto, apoio domiciliar, apoio em loja ou uma combinação destas vertentes conforme as necessidades de cada caso (qualquer concorrente foca a sua acção em apenas uma destas vertentes). PCG – Quais são as expectativas face ao serviço PCmedic Apoio Total, lançado no mercado no final do ano passado? F.B. – As nossas expectativas já foram ultrapassadas em Janeiro de 2009. Num piloto, que representou menos de 20% do potencial disponível, aderiram mais de 100 clientes residenciais e empresas a este novo serviço. A este ritmo, o PCmedic Apoio Total será o serviço de apoio informático com maior sucesso já alguma vez experimentado. Não é de admirar, já que disponibilizando infinitos apoios remotos, domiciliares e de loja sem qualquer custo por reparação representa uma translação das consequências de ter problemas informáticos do cliente para a PCmedic. No Apoio Total, os problemas no computador representam um custo para nós, nunca para o cliente.

PCG – Que outras novidades ou iniciativas estão preparadas para 2009? F.B. – Estamos a iniciar uma certificação de qualidade ISO9001/2008 e a investir mais que nunca em formação. Este ano, cada colaborador PCmedic irá receber mais de doze formações, incluindo formações de atendimento e formações técnicas avançadas. PCG – Como analisa o crescimento da PCmedic? F.B. – O crescimento da PCmedic tem sido gradual e sustentado, mas verificou um crescimento extraordinário em 2007 e 2008. Este crescimento foi resultado directo de um investimento em meios proprietários desenvolvidos entre 2004 e 2006, finalmente postos em produção em 2007. Estes meios estão hoje em produção, representando o cerne da nossa capacidade de gestão de mais de um milhar de apoios diários. PCG – Quais são as expectativas de crescimento para 2009? F.B. – Mesmo num ano de recessão e de puro investimento interno na PCmedic, as estimativas apontam para um crescimento acima dos 5%. PCG – Qual é o número de clientes activos e qual é a taxa média de sucesso? F.B. – Contabilizando todos os projectos PCmedic, a nossa base de clientes já ultrapassa os 300 000. A nossa taxa de sucesso total é de 98%, sendo que 82% dos casos ficam resolvidos com um simples apoio telefónico, o que por si só prova que o serviço remoto é uma excelente hipótese de apoio, que deve sempre preceder outras mais demoradas ou dispendiosas. PCG – O facto de a PCmedic estar a crescer significa que planeia aumentar o número de colaboradores durante este ano? F.B. – A PCmedic conta com mais de 100 colaboradores directos e indirectos. Este ano estamos principalmente a apostar na certificação destes recursos, mas mesmo assim contamos com um crescimento superior a 15% no número de contratados directos PCmedic, dentro e fora do país. Esta contratação representa parte dos esforços de qualificação interna e preparação para um crescimento superior a 100% até ao final de 2014.

PCGUIA

| 19


S T | H A R D WA R E | S O FTWA R E | T E ST E E M G R U P O

HP TOUCHSMART IQ52 O sucessor do primeiro PC com ecrã táctil produzido em massa está mais elegante, preciso e divertido de utilizar ECRÃ TÁCTIL

INTERFACE

SEM BLU-RAY

VEREDICTO 8

O Touchsmart IQ522 é a mais recente proposta da HP em matéria de computadores multimédia. Concebido de acordo com o conceito de lifestyle, trata-se de uma solução de linhas mais apuradas face ao pioneiro IQ770, que tem na sua interface gráfica táctil e no estilo os seus principais cartões de visita e no monitor LCD sensível ao toque o argumento de peso. Capaz de uma resolução de 1680 x 1050 (a 60 Hz), o generoso ecrã de 22 polegadas disponibiliza um brilho equilibrado e cores vivas. Nas costas do ecrã encontram-se todos os componentes-chave. Se reparar, trata-se de uma configuração semelhante à de muitos computadores portáteis - CPU Intel Core 2 Duo T6400, 4 GB de RAM, disco SATA com 500 GB, Nvidia GeForce 9300GS com 256 MB de memória DDR3 – mas só assim é possível que o TouchSmart IQ522 mantenha uma espessura fina. Arriscamo-nos a dizer que este é um dos mais elegantes desktops que passaram pelas mãos da PCGuia. No entanto, não se trata de uma máquina de desempenho – aliás, a solução gráfica escolhida faz com que a qualidade de imagem fique aquém daquilo que o ecrã consegue disponibilizar. Mesmo assim, esta não é razão suficiente para explicar a falta de uma drive leitora óptica de alta definição, apesar de o ecrã não ser full HD. Em termos de funcionalidades, o ecrã táctil dá uma grande ajuda, sobretudo devido ao facto de os ícones serem grandes, pois a precisão nem sempre é a melhor. O software TouchSmart, que funciona sobre o Windows Vista Home Premium com Windows Media Center (64 bit), está bem estruturado e dá ao utilizador uma experiência de utilização ímpar, que requer contudo alguma habituação. No geral, trata-se de uma máquina bem construída que, apesar da configuração, conseguirá “digerir” jogos como World Of Warcraft. E sem dúvida que permitirá jogá-los de uma forma diferente. Apesar de o conjunto incluir um teclado e um rato sem fios, bem como um comando remoto para quem queira usar a máquina como sistema de entretenimento, talvez seja melhor deixá-los na caixa, colocar o TouchSmart IQ522 no escritório ou no quarto e aproveitar o que este PC tem de melhor: o ecrã táctil. Assim, sempre pode treinar até à chegada do Windows 7. Uma palavra ainda para o baixo consumo e para as ligações – poderá encontrar portas USB, Firewire, TV e ainda um leitor de cartões, entre outras. J.P.F. FABRICANTE HP ■ PREÇO 1399 EUROS ■ Contacto 808 200 808 ■ SITE WWW.HP.PT

PCGUIA

| 21


HARDWARE

SLI Asus ENGTX285 TOP VELOCIDADE

SILENCIOSO

PREÇO

Asus ENGTX295

PREÇO

SILENCIOSA

VEREDICTO 9

LIMITADA

VEREDICTO 7

ASUS ENGTX285 TOP EM SLI VS. ASUS ENGTX295 De certeza que já se perguntaram se a performance de um sistema SLI é igual à de uma placa com dois GPU. A PCGuia dissipa as dúvidas

No número passado, fizemos a crítica à nova placa com dois GPU da Nvidia, a GTX295, que se revelou uma excelente opção para quem quer construir um sistema para jogar sem ter de estar a pensar se pode ou não usar uma qualquer resolução ou nível de detalhe. Como sabe, esta placa usa dois GPU, o que na prática a transforma num sistema SLI numa única placa. Mas claro que há sempre que fazer alguns compromissos, e, neste caso, a memória é de “apenas” 1792 MB GDDR 3 devido ao facto de a interface de memória ter apenas 896 bits, o relógio da memória estar a 999 MHz, o dos shaders a 576 MHz e o geral dos processadores a 1242 MHz. O número de “cores” por cada processador é de 240. Estes compromissos tiveram de ser feitos para manter a placa a funcionar a temperaturas aceitáveis sem necessidade de construir um sistema de refrigeração muito complexo e também para o consumo de energia não ser muito exagerado. Apesar de a 285 ser posicionada num plano mais baixo da gama de produtos da Nvidia, como é uma placa de um só GPU, a Nvidia pôde “abrir as torneiras todas” e tirar o máximo do GPU. Assim, o GPU da 285 tem os mesmos 240 “cores” da 295 e as

22 | PCGUIA

semelhanças acabam aí, porque o clock dos shaders está a 648 MHz e o do processador a 1476 MHz. O relógio da memória está a 1242 MHz e tem 1 GB de memória GDDR 3 com uma interface de 512 bits. Já se pode adivinhar que duas 285 são muito mais rápidas do que uma 295... A Asus enviou-nos um par de ENGTX285 Top para podermos tirar as teimas. Note-se que estas placas já vêm em overclocking de fábrica. Os valores são: 670 MHz para o GPU, 1,5 GHz para os shaders e 2,6 GHz para memória (neste caso, é o dobro da velocidade da placa de referência!). A 295 também é Asus. Trata-se de uma ENGTX295, mas sem qualquer tipo de overclocking de fábrica. O nosso sistema de testes é construído à volta de um processador Core i7 965 a 3,20 GHz, 3 GB de RAM DDR3 a 1066 MHz, tudo instalado numa board da Intel, um disco de 80 GB. O sistema operativo é o Windows Vista Ultimate versão de 32 bit. No teste usámos o programa de teste gráfico sintético 3Dmark Vantage e três jogos: Crysis Warhead, Farcry 2 e Stalker Clear Sky.

OS RESULTADOS FORAM: 3DMARK 21540 3DMarks com o sistema 285 em SLI 18120 3DMarks com a 295

CRYSIS WARHEAD (valores médios de frames por segundo) DirectX 10, 1920X1200, 4X MSAA 285 SLI - 28 FPS 295 – 20 FPS

FARCRY 2 (valores médios de frames por segundo) DirectX 10, 1920X1200, 4X MSAA 285 SLI – 89 FPS 295 – 70 FPS

STALKER CLEAR SKY (valores médios de frames por segundo) Directx10, 1920X1200, 2X AA 285 SLI – 30 FPS 295 – 25 FPS Como se pode ver, a 295 é muito penalizada pelas velocidades mais baixas dos relógios e das memórias. Claro que se tem de descontar um pouco o overclocking presente nas 285 da Asus, que faz dilatar um pouco mais a diferença de performances entre os dois modelos. Mas mesmo assim, por exemplo, no FarCry 2, mesmo descontando o overclocking, a diferença nota-se muito, e ainda mais no 3Dmark. Uma nota para o ruído. Mesmo com as placas em carga máxima, as ventoinhas não eram uma presença incomodativa. Quando se está no Windows nem se dá por elas. A única conclusão a tirar de tudo isto é que, mesmo que se construa um sistema quad-sli com duas 295, vai ser sempre mais lento do que o máximo que se consegue em SLI com as 285, que é Tri-SLI. Por isso, se quiser montar um sistema para jogar sem compromissos, esqueça a 295; duas ou três 285 são o caminho a seguir. Mesmo sozinhas, as 285 são placas muito poderosas, capazes de aguentar quase tudo o que se lhe atirar para a frente. P.T.

FABRICANTE ASUS ■ PREÇO 439 EUROS/CADA (285); 539 EUROS (295) ■ CONTACTO 213 883 246 ■ SITE PT.ASUS.COM


HARDWARE

ANTEC 850W SIGNATURE Porventura a fonte mais eficaz que nos passou pelas mãos até hoje EFICÁCIA ATÉ 87%

LIGAÇÕES

PREÇO

VEREDICTO 9

Apesar de a Antec ser mais conhecida pelas caixas, não deve nada a ninguém em termos de qualidade no que toca às suas fontes de alimentação – se bem que, para sermos precisos, deve neste caso à Delta Electronics, uma empresa norte-americana à qual a Antec remarca as fontes Signature. A SG-850 é um produto de qualidade que se destina a uma franja muito restrita de utilizadores que se podem dar ao luxo de pagar mais de duzentos euros por uma fonte de alimentação. A sensação de qualidade é transmitid desde logo através da embalagem, na qual foi dada uma grande atenção em termos não só do design, como também do acondicionamento. Depois, temos um generoso leque de características: compatibilidade SLI, módulos reguladores de voltagem DC para DC, certificação 80 Plus Bronze (com uma eficácia garantida de 82 por cento em cargas de 20, 50 ou 100%), ventoinha de 80 milímetros com Pulse Witdth Modulation para uma operação mais silenciosa (o ruído é praticamente inaudível), gestão de cabos híbrida, condensadores e ventoinha 100% japoneses para uma maior fiabilidade e protecção industrial contra curtos circuitos, sobrevoltagens, picos de corrente ou temperatura elevada. A distribuição da corrente é feita de uma forma muito equilibrada e inteligente, de tal forma que não será muito complicado pôr a trabalhar duas placas gráficas Nvidia (mesmo que topos de gama) e alimentar alguns discos rígidos e outros elementos que habitualmente povoam o interior de uma caixa. No total, a fonte conta com duas fichas PCI-E de seis pinos, duas PCI-E de oito (6+2) pinos, nove molex e nove SATA, para além das habituais fichas de alimentação ATX, CPU e floppy. Nos testes, vários aspectos merecem uma atenção especial, mas vamos destacar aqui apenas dois elementos por uma questão de espaço: a disponibilidade (chegou a apresentar uma eficácia de 87% para cargas em torno dos 350/400 W, fixando-se nos 85% quando se tratou de puxá-la ao limite) e o baixo ruído (inaudível, sem com isso comprometer a temperatura, que se fixou entre os 31º C e os 55º C, o que é excelente para uma fonte com ventoinha de 80 mm). Em suma: é uma fonte de sonho, com construção irrepreensível e um preço à medida. J.P.F. FABRICANTE TECH COMPUTERS ■ PREÇO 220 EUROS ■ CONTACTO 249 849 178 ■ SITE WWW.ANTEC.COM

INTELLINET 150N Um router N a 150Mbps? A nossa redacção investiga PREÇO

GARANTIA VITALÍCIA

BOTÃO DE ENERGIA?

VEREDICTO 8

O standard N pressupõe uma velocidade de dados até 300 Mbps. Neste caso, porém, estamos a falar de um equipamento N com um débito máximo de 150 Mbps que está à venda (dependendo dos casos) por até metade do preço de um router N com as especificações normais. A questão é precisamente essa. Com este router, o fabricante propõe ao utilizador um compromisso que, em determinados ambientes de rede, é claramente vantajoso para o leitor. Se não precisa de uma velocidade de 300Mbps, então este equipamento é, dado o preço, uma boa opção. Está limitado a metade da velocidade do standard N, é certo, mas suporta B/G, tem uma firewall integrada e oferece quatro portas 10/100, além da porta WAN, naturalmente. Suporta ainda WPS e encriptação WEP e WPA/WPA2 (TKIP e AES). Tem opções para configuração de DMZ e redireccionamento de portas e suporta ainda UPNP. Existe um simples botão para fazer reset ao equipamento e um outro botão para ligar e desligar a rede sem fios. A instalação é simples e rápida. Nos nossos testes, notámos apenas um problema com a ligação PPPoE (relacionada com ADSL) depois de desligar abruptamente a ligação. No entanto, esse problema é resolvido com um update do firmware do router (1.06). Infelizmente, não conta com qualquer botão para ligar ou desligar o aparelho, pelo que a única forma de o fazer é ligando ou removendo o cabo de alimentação do transformador de 12V. É um equipamento que se faz valer sobretudo da relação qualidade/preço. É uma boa proposta para quem quer cobertura mas não privilegia a velocidade de transferência de dados. Se quiser apostar neste router Intellinet, não deixe de consultar a rubrica Tecnomust do mês de Março, onde analisámos o adaptador USB que faz conjunto com este hardware. J.T. DISTRIBUIDOR MINITEL ■ PREÇO 49,90 EUROS ■ CONTACTO 213 810 900 ■ SITE WWW.INTELLINET-NETWORK.COM

24 | PCGUIA


HARDWARE

BROTHER MFC-490CW Funcional, prática, competente e cheia de características WIRELESS

QUALIDADE GERAL

IMPRESSÕES

VEREDICTO 8

FABRICANTE BROTHER ■ PREÇO 159,60 EUROS ■ CONTACTO 808 223 000 ■ SITE WWW.BROTHER.PT ■ FICHA TÉCNICA: Velocidade de impressão até 27ppm/cor e até 33ppm/preto, capacidade de entrada/saída de até 100/50 folhas A4, ADF até 15 páginas, velocidade da copiadora até 20 cpm/cores e 22 cpm/preto, marcação rápida até 100 números, memória de transmissão/recepção até 400 páginas, resolução de cópia até 1.200 x 1.200 ppp, Ethernet 10/100 base-TX e wireless 802.11b/g

Há muito que os chamados multifunções se tornaram em impressoras multifuncionais e passaram a ser uma solução bastante válida para uma utilização normal, com a vantagem de serem capazes de servir como digitalizadora, copiadora e máquina de fax. Bom, duvidamos que a função de fax vai ser a principal razão para a aquisição de um equipamento desta natureza. Mas, quantas vezes sentiu a falta de um scanner para completar aquele relatório, preparar aquele trabalho de universidade ou até para digitalizar aquela fotografia que encontrou no álbum de memórias da família? O principal problema destes equipamentos, porém, prende-se com a qualidade das impressões. No entanto, a tecnologia evoluiu bastante, pelo que hoje é possível ter digitalizações de nível elevado e impressões de qualidade muito aceitável. É o caso do equipamento que temos nesta análise. O Brother MFC-490CW alia à tecnologia jacto de tinta (com sistema de quatro tinteiros independentes) a

facilidade de utilização permitida pelo ecrã LCD de 3,3 polegadas e a liberdade de impressão garantida pela compatibilidade com redes sem fios 802.11b/g. Para além disso, pode ligar-se a uma rede Ethernet através da porta 10/100, permite a leitura de cartões de memória e possui uma porta USB que serve também de interface PictBridge. Conta ainda com a interessante função de alimentação automática (ADF) que permite albergar documentos com até 15 páginas para cópia, fax ou digitalização directa. De sublinhar a qualidade geral de construção e o aspecto robusto do equipamento, sem que com isso seja um equipamento pesado (cerca de oito quilos) ou generoso em termos de dimensões. Os menus do LCD são muito intuitivos e os comandos manuais estão bem posicionados. De referir ainda que as funções podem ser executadas sem que seja necessário ter o PC ligado. Atenção apenas para um aspecto: o equipamento não se pode ligar via wireless, USB ou por rede ao mesmo tempo. J.P.F.

QOSMIO X300-156 Uma máquina para quem procura um desktop replacement para jogos e multimédia

QUALIDADE DE IMAGEM

DESEMPENHO

SEM DRIVE BLU-RAY

VEREDICTO 8

26 | PCGUIA

São 17 polegadas de puro entretenimento para quem procura um computador para ver filmes e jogar. Aliás, a aparência do notebook não engana, nesse aspecto. Dando continuidade às características das máquinas Qosmio, este X300 é pesado (4,4 kg) e grande, pelo que não deve ser equacionado como máquina portátil, mas antes como um centro congregador do seu arquivo multimédia. A configuração apresenta um processador Core 2 Quad Q9000 a 2 GHz auxiliado por 4 GB de memória RAM e um disco de 320 GB. Oferece um ecrã de 17 polegadas (1,680 x 1,050) e uma placa Nvidia 9800 GTS com suporte para SLI, um leitor biométrico e uma drive óptica de regravação de DVD dual layer. Está equipado com o Windows Vista Home Premium e com a suite inteira de software com que o fabricante nipónico equipa os seus

computadores. O desempenho da plataforma está à altura do que a gama Qosmio nos habituou. Os 3850 marks registados no PCMark Vantage e os 4149 3Dmarks (Vantage modo High) garantem a possibilidade de jogar os mais recentes títulos. Oferece um teclado numérico separado do teclado normal e ainda botões de controlo multimédia na base do ecrã. O som fica a cargo das colunas Harman/kardon e tem à sua disposição ainda um leitor de cartões multimédia e uma webcam de 1.3 Mp. A Toshiba continua a não incluir drives Blu-ray nos seus computadores, e o X300-156 não é excepção. Numa máquina com este preço e que foi pensada para multimédia, a inexistência de um leitor de alta definição é uma opção errada, na nossa opinião. J.T.

FABRICANTE TOSHIBA ■ PREÇO 1999 EUROS ■ CONTACTO 707 265 265 ■ SITE WWW.TOSHIBA.PT


HARDWARE

SITECOM WL-306 Rede Gigabit ou sem fios através de 802.11n a um preço apetecível GIGABIT

WPS

DESEMPENHO 802.11N

VEREDICTO 7

Com a explosão da importância das redes sem fios no contexto da Internet, existem hoje diversos modelos à disposição do consumidor, o que pode até provocar alguma confusão na hora de fazer a escolha. No caso do Sitecom Wireless Router 300N XR Gigabit, trata-se de mais um resultado visível do esforço que o fabricante está a fazer no sentido de ganhar notoriedade e representatividade (recorde-se o WL-308 Gaming Router XR analisado na edição de Dezembro de 2008, galardoado com a medalha de ouro). Não só o produto é apelativo do ponto de vista exterior, ostentando um design agradável e compacto (o que não é de todo simples para um produto com três antenas “espetadas”), como também apresenta um leque de características que vão agradar a todos aqueles que procuram um router que combina a simplicidade de instalação ideal para os mais inexperientes com características de configuração avançada para os mais entendidos. De facto, configurar uma rede sem fios é das coisas que parecem mais complicadas de fazer, tendo em conta que é necessário garantir a segurança da ligação. A simplicidade de instalação é assegurada pela tecnologia Wi-Fi Protected Setup. É certo que isto obriga à aquisição de um adaptador WL-302XR por cada máquina que se pretender ligar via wireless, mas bastará premir o botão WPS para que se estabeleça um link seguro e capaz de atingir até 300 Mbit/s. De salientar que não fomos além de uma média de 70 Mbit/s, apesar de este valor se ter mantido estável independentemente da distância (entre 10 e 20 metros) e dos obstáculos para o WL-306. Para os mais avançados, o equipamento permite fazer manualmente todas estas configurações bem como personalizar elementos como a firewall, o reencaminhamento de portas ou a DMZ, entre outros. É certo que os desempenhos não são animadores, com a excepção da taxa gigabit permitida (e confirmada) pelas quatro portas Ethernet. Mas para quem não se importa com este aspecto, e sobretudo para quem a simplicidade de configuração e utilização e a segurança são aspectos primordiais, oWL-306 é uma opção a ter em conta. J.P.F. DISTRIBUIDOR IBERVOICE ■ PREÇO 77,99 EUROS ■ CONTACTO 214 709 210 ■ SITE WWW.SITECOM.COM

INSYS DESIGNOTE M571TU Excelentes especificações e desempenho interessante, mas o preço é elevado PLACA GRÁFICA

ESPECIFICAÇÕES

PREÇO

VEREDICTO 7

Os portáteis para jogos começam a ser uma solução muito procurada para lidar não só com esta componente do entretenimento como também para processar funções de multimédia no geral. Por um lado, porque têm um ecrã de generosas dimensões. Por outro lado, porque as especificações de hardware são mais refinadas. Estas duas observações encaixam perfeitamente no portátil da gama GameForce da Inforlândia. Se observarmos a lista de características, verificamos a existência de um ecrã panorâmico de 17 polegadas com elevada resolução (até 1920 x 1200), um processador móvel da Intel com quatro núcleos, uma placa gráfica Nvidia de topo com 1 GB de memória GDDR3, 4 GB de memória DDR3 da Nanya a 1066 MHz, uma drive óptica de alta definição (faz aliás parte do pacote o filme Beowulf em Blu-ray) e ainda um disco rígido com 500 GB. Graças ao ecrã é possível incluir um pad numérico ao lado do teclado. Uma configuração que faz inveja a muitos desktops, portanto. Depois de submetermos o sistema aos benchmarks 3DMark Vantage e PCMark Vantage, podemos dizer que a resposta é afirmativa. Aliás, verificamos que, mesmo adoptando resoluções mais elevadas (1600 x 1200) e aplicando anti-aliasing num factor de quatro, a performance manteve-se quase inalterada, como se essas “ajudas” estivessem desactivadas. Nota-se aqui claramente a importância de se usar uma boa placa gráfica. Claro que tudo isto tem um preço. E quando falamos em componentes móveis, quando mais elevadas as especificações, mais alto sobe a fasquia. Neste caso, vai até aos 2590 euros, um valor que não está ao alcance de todos nem tão pouco é apetecível numa altura em que, apesar de o Governo apelar ao consumo, o consumidor prefere apertar os cordões à bolsa. J.P.F. FABRICANTE INFORLÂNDIA ■ PREÇO 2590 EUROS ■ CONTACTO 234 340 800 ■ SITE WWW.INFORLANDIA.PT ■ FICHA TÉCNICA Ecrã 17” XUXGA+CCD+BT, CPU Core 2 Quad Q9000 2 GHz, placa gráfica Nvidia GeForce 9800M GTX 1GB GDDR3, disco rígido 2,5” 500 GB SATA 5400 rpm 8 MB cache, 2x SO-DIMM Nanya Elixir 1066 MHz 2 GB DDR3, combo slim Blu-ray Sony NEC BC5500S, 3x USB 2.0, 1x CATV, 1x DVI, 1x HDMI, 1x FireWire, 1x e-SATA, 1x ExpressCard, Windows Vista Home Premium 64 bits em português

28 | PCGUIA


ASUS M4A79 DELUXE & PHENOM 2 4X 810 Os novos processadores da AMD prometem dar alguma luta aos Core i7 da Intel. A PCGuia confirmou se é mesmo verdade Esta crítica é dupla. Decidimos avaliar ao mesmo directamente na board para ligar e desligar o sistema tempo a nova motherboard compatível com os e para limpar o CMOS do BIOS. novos processadores da AMD e o processador em si. A nova família de processadores da AMD usa A PERFORMANCE tecnologia de 45 nm e dispõe de 512 kb de Montámos o nosso sistema utilizando esta memória cache L2 por cada core e 6 MB de motherboard, um processador Phenom II 810 de memória cache L3 partilhada. O Phenom II existe quatro cores, 2 GB de RAM DDR2 e um disco de em versões de três (modelos 710 e 720) ou quatro 80 GB. O sistema operativo instalado foi o Windows cores (modelos 810 e 820). Vista Ultimate 32 Bit com todas as actualizações Mas, ao contrário dos Core i7, o controlador de feitas e o sistema Aero ligado. Como é hábito, não foi memória desta primeira versão dos Phenom II utilizado nenhum overclocking durante os testes. apenas suporta memória RAM DDR2, o que pode Para testar a performance, usámos o PCMark fazer com que perca alguns pontos no que respeita à Vantage, que puxa os sistemas ao limite usando para performance, por causa de alguma falta de largura tal algumas tarefas executadas nos sistemas de hoje de banda que possa surgir. A AMD planeia em dia, como, por exemplo, codificação de vídeo e distribuir uma nova versão do Phenom II que já áudio, compressão de ficheiros e aplicações de suporta DDR3 durante este ano. produtividade. Os resultados gerais obtidos baseiamComo tudo na vida, este problema também pode -se numa fórmula que usa todos os valores obtidos nos ser uma oportunidade, isto porque as memórias testes individuais. DDR3 ainda são mais caras do que as DDR2, o Com o Phenom II obtivemos 4520 PCMarks, nas que pode pesar um pouco numa decisão de compra. mesmas condições (tirando as memórias que eram Outra decisão inteligente por parte da AMD foi o DDR3); o Intel Core i7 920 obteve 5420. Como se facto de não ter alterado o socket da CPU. Isto quer pode ver, a velocidade da memória faz bastante dizer que os consumidores podem usar uma diferença na performance e penaliza fortemente o qualquer motherboard com um socket AM2 ou Phenom, mesmo quando está frente-a-frente com o AM3 com o Phenom II. Contudo, o suporte para Core i7 de entrada de gama. DDR3 só será disponibilizado através do socket AM3. CONCLUSÕES Depois de apresentado o processador, passemos à Em relação aos processadores, a única coisa que joga motherboard. Esta Asus M4A79 Deluxe foi a em favor do AMD, pelo menos na entrada de gama, primeira a suportar os novos AMD a chegar-nos à é o facto de ser mais barato do que o Intel a vários Redacção. Disponibiliza um socket AM2, o que níveis, nomeadamente, nas possíveis escolhas de permite apenas a utilização de memórias DDR2 até motherboard e memórias. Mas se quiser uma máximo de 16 GB. O chipset é o 790 FX da performance... AMD. Tem quatro slots PCI Express x16 e é A motherboard da Asus tem uma qualidade de compatível com a tecnologia de interligação de montagem muitíssimo boa e oferece boas opções de placas gráficas CrossfireX, que permite até um expansão. Só é preciso dar um pouco mais de atenção máximo 4 GPU. Para a ligação de discos, a M4A79 à forma como são montados os conectores. P.T. inclui uma tomada Parallel ATA, 5 SATA 3, que suporta a construção de sistemas RAID 0, 1, 5 e 10, e uma eSATA para a ligação de discos externos. Esta motherboard conta com 12 entradas USB2 (seis no painel traseiro e mais seis internas) e com duas ligações FireWire. A rede com fios é gigabit. O processador de áudio suporta sistemas de colunas até 8.1 e disponibiliza saídas analógicas e digitais. Esta motherboard inclui um sistema de refrigeração para o chipset, que utiliza a tecnologia de heatpipe. A acessibilidade aos vários conectores não é má, mas há algumas coisas a apontar, como o facto de o conector PATA estar virado para a frente da board e para fora, o que pode gerar alguns conflitos com certas caixas. O posicionamento do conector de corrente para o CPU de seis pinos também pode interferir com alguns coolers de maiores dimensões. Bem-vindos são os dois botões montados

Processador BARATO

NÃO É NECESSÁRIO MUDAR A MOTHERBOARD

USA DDR2

VEREDICTO 8

FABRICANTE AMD ■ PREÇO 170 EUROS ■ SITE WWW.AMD.COM

Motherboard QUALIDADE

LIGAÇÕES

POSICIONAMENTO DE ALGUNS CONECTORES

VEREDICTO 7

FABRICANTE ASUS ■ PREÇO 190 EUROS ■ SITE PT.ASUS.COM

PCGUIA

| 29


HARDWARE

TANQUES DE GUERRA A PCGuia analisa três media players de última geração Os discos multimédia que se podem ligar aos aparelhos de TV estão na moda por várias razões. Primeiro, pela grande quantidade de conteúdos que se encontra na Net. Segundo, são muito mais práticos do que andar sempre a gravar DVD. Mas o avanço tecnológico não pára, e com o aparecimento da televisão de alta definição e de novos formatos de ficheiros, houve necessidade de desenvolver este tipo de produtos. Foi assim que apareceram os denominados “Media Tanks”. Esta nova geração de leitores multimédia é muito mais versátil do que a anterior. Na geração anterior, a grande maioria dos leitores disponíveis era compatível com os formatos de vídeo MPEG1/2/4 e ficheiros TS, MPG, VOB, ISO, AVI e WMV. No campo do som, ficavam-se pelo AC3, DTS, MP3, WMA, WAV e alguns OGG. As ligações eram USB 2 e/ou rede com e sem fios sem ligação directa à Internet. As ligações à TV eram feitas através de SCART, vídeo composto e componentes, o que

MKV? O QUE É ISSO? Os ficheiros MKV são os chamados ficheiros “container”. Estes ficheiros reúnem vários tipos de ficheiros diferentes numa única entidade. Dentro de um ficheiro MKV pode haver vários ficheiros de vídeo, vários ficheiros de áudio e legendas de qualquer tipo. Estes f icheiros são muito usados, por exemplo, pelos amantes do Anime (desenhos animados japoneses), por que se pode ter o vídeo e o áudio originais e depois adicionar legendas sem os alter ar de qualquer forma. Mais recentemente, este tipo de ficheiros passou a ser muito usado em f icheiros de alta definição pelas mesmas razões. Os discos Blu-ray também usam ficheiros deste tipo, denominados M2TS, que englobam o vídeo em H.264, áudio TrueHD, DTS ou Dolby Surround e as legendas.

30 | PCGUIA

permitia sinal de alta definição até 1080i. Por seu lado, esta nova geração, para além dos formatos de vídeo da anterior, também suporta H.264/X.264 (formato de codificação de vídeo usado, por exemplo nos discos, Blu-ray) em todos os perfis e tipos de ficheiro .MKV (de que falaremos mais adiante) e M2TS. Existe, porém, uma capacidade de expansão quase infinita, visto que os novos chips de descodificação de áudio/vídeo são mais versáteis e adaptam-se aos novos formatos, coisa impossível de fazer com os anteriores. No áudio juntam-se também os formatos FLAC e AAC da Apple. Às ligações associa-se agora o eSATA, que permite a utilização de discos bastante mais rápidos do que os USB. E nas ligações à TV existe agora o HDMI, que permite o transporte de sinal de áudio e vídeo de alta definição até 1080p digitais num único cabo. Mas estes Media Tanks brilham pelos serviços que oferecem. Incluem NAS, que permite a partilha de ficheiros através de uma rede doméstica, ou o carregamento remoto de conteúdos, clientes de download eMule, Bittorrent e NZB, servidor web, servidor FTP e servidor de media (sim, o próprio leitor pode ser simultaneamente um servidor de media). Mas não fica por aqui. O Popcorn A-110 dá para ver vídeos do YouTube, Veoh, Videocast, DLTV, Cranky Geeks, Bliptv, PodfinderUK, Vuze, Break Podcast, Revision 3, CNN The Larry King Podcast, CNN Anderson Cooper 360, The CNN Daily, CNN In Case You Missed It, NBC Meet The Press, NBC Today, CBS Face the Nation, NBC Nightly News, Mevio, fotos do Flickr e Picasaweb, WebTV e ler RSS dos seus blogues e sites favoritos. Como se pode ver, as possibilidades são quase infinitas. P.T.


POPCORN HOUR A-110 É uma caixa de metal com o logo do fabricante em cima. À frente encontra duas tomadas USB, dois LED, o sensor do controlo remoto e o botão de reset. Atrás estão a saída HDMI, componentes e vídeo composto; áudio analógico e digital (coaxial e óptico); duas tomadas USB (uma para ligar ao PC e outra para periféricos, como uma pen para aceder a redes sem fios) e a tomada de rede 10/100 Mbps. Este player foi construído com base no processador Sigma Designs SMP8635, tem 256 MB de RAM mais 32 MB de memória Flash. Se adquirir o A-110 sem disco e o quiser fazer mais tarde, pode optar por um disco de 3,5 polegadas ou por um disco de 2,5 polegadas (apesar de este último ter menos capacidade, é consideravelmente menos ruidoso). A montagem é muito fácil para quem não tem medo de usar uma chave de parafusos. Depois de tudo ligado, está na altura de fazer a configuração. Foi quando tivemos uma surpresa muito agradável: existe a hipótese de ter a interface toda em Português, o que é uma grande mais-valia. Como a nossa rede usa o sistema DHCP, a configuração desta parte foi tão fácil como ligar o cabo. O sistema detectou logo a biblioteca do nosso Media Player disponibilizando o conteúdo para que o possamos ver na TV. Apesar disto, aconselhamos a utilização de um software de servidor media

VERSATILIDADE

VÍDEOS DA NET NA T V

DESENHO DA CAIXA

VEREDICTO10

dedicado devido ao facto de o Media Player ser muito limitado neste campo. A qualidade de imagem é excelente; experimentámos ficheiros em 720p, 1080i e 1080p e ficámos muito bem impressionados com a qualidade mesmo em resoluções mais baixas. O A-110 faz o downsample para estéreo se não estiver a usar as saídas de áudio digital. Dependendo dos ficheiros, às vezes existe alguma distorção, que pode ser resolvida baixando um pouco o volume com o comando do próprio A-110. A ligação à Net é transparente. Quando se acede ao programa de visualização do YouTube. Tal como

quando se usa um browser, a primeira coisa a aparecer são os vídeos mais vistos. Depois, pode fazer uma busca pelo que quer ver. Como em qualquer caso, a qualidade da imagem depende do vídeo que está no site. Este é um dos melhores media players que já vimos em toda a linha. A única coisa que podia ter sido feita de forma diferente é o design da caixa. Podia ter um visor para se poder escolher a música que se quer ouvir sem ter de ligar a TV e, sinceramente, podia ser mais atraente. Mas se olharmos para o que faz, é uma daquelas coisas que vale todos os cêntimos que custa. P.T.

DISTRIBUIDOR PTCHIP ■ PREÇO 239 EUROS ■ SITE WWW.PTCHIP.COM

EGREAT EG- M31B/M31C Resolvemos juntar estes dois leitores da Egreat no mesmo texto por uma razão simples: são praticamente iguais; a única diferença visível está no facto de um deles incluir duas tomadas frontais eSATA para a ligação de discos externos. Internamente, o m31b e o m31c incluem um processador MIPS a 300 MHz e 256 MB de RAM. Podem ser também adquiridos com ou sem disco interno, no entanto, apenas suportam discos de 3,5 polegadas. Ao contrário do Popcorn A-110, estes dois leitores usam um sistema de refrigeração activo que faz com que sejam um pouco mais ruidosos. Externamente, o m31b inclui à frente duas entradas eSATA e atrás saídas de vídeo composto, componentes e HDMI, áudio analógico e digital óptico, três USB (um serve para ligar o disco ao computador) e uma tomada de rede com fios. O m31c é exactamente igual, menos as entradas eSATA. No que respeita ao suporte de ficheiros, ambos suportam os mesmos ficheiros do A-110. Todos os programas de cliente de downloads e servidores também estão presentes nestes dois modelos. Porém, não existe suporte para conteúdos online como o

VERSÁTEIS

CONSTRUÇÃO

FALTAM OPÇÕES ONLINE

VEREDICTO 8

YouTube. A caixa do m31b é feita em plástico com acabamento preto piano. A caixa do m31c é também em plástico, mas com uma acabamento mate. Estas caixas, apesar de serem mais consensuais do que a do Popcorn, transmitem uma sensação de alguma fragilidade. O comando é exactamente igual

ao do A-110, que transmite um excelente toque. A qualidade da imagem é muitíssimo boa. Neste caso, não existe a distorção de som presente por vezes no Popcorn. Estes dois Media Tanks são também uma excelente opção para quem procura um disco para ligar à TV com o objectivo de reproduzir áudio, vídeo e fotos. P.T.

DISTRIBUIDOR PTCHIP ■ PREÇO 249 EUROS (M31B); 199 EUROS (M31C) ■ SITE WWW.PTCHIP.COM

PCGUIA

| 31


SOFTWARE

PINNACLE STUDIO ULTIMATE VERSION 12 A PCGuia senta-se na cadeira do realizador para criar vídeos de cinema

UTILIZAÇÃO FÁCIL

FUNCIONALIDADES

PUXA MUITO PELO HARDWARE

VEREDICTO 9

A edição de filmes domésticos não era, no início, do agrado dos utilizadores. Havia várias razões para isto: o equipamento era caro, o processo laborioso e o software disponível não era particularmente intuitivo, além de custar uma fortuna. Felizmente, os progressos na tecnologia recente fizeram com que até os dispositivos de gravação de alta definição sejam simples, acessíveis e mais convenientes. Mais ainda, as capacidades dos chips faz com que o processamento do seu trabalho não leve seis semanas. Só nos resta o software. A Pinnacle tem a reputação de criar software de edição de vídeo repleto de opções para o mercado doméstico. Mas as últimas duas versões do Pinnacle Studio revelaram alguns problemas quando utilizadas com o Vista. Havia também alguns problemas com os codecs utilizados para gerar os resultados. Com esta versão, esses problemas passaram à história, uma vez que a aplicação proporciona uma série de funcionalidades e

um processo de edição simples. O ecrã principal do software tem a barra de timeline em baixo, uma janela de pré-visualização no canto superior direito e as ferramentas da operação corrente num ecrã no canto superior esquerdo. Este ecrã tem separadores que o guiam pelo processo da criação de vídeo, desde a captura de cenas à montagem e finalmente à escolha do formato dos resultados. Para a captação, o software suporta o controlo de câmaras DV através de USB ou FireWire (IEEE1394) e captação directamente das câmaras USB. A detecção automática das cenas também divide as filmagens em clips.

EDITOR SUPREMO A única secção do software que poderá ser um pouco confusa tem que ver com o processo de edição. Isto porque esta versão tem muitas opções. Para tarefas simples de edição, só precisa de arrastar os seus clips para a barra cronológica ou simplesmente aproveitar uma das úteis funcionalidades de autocompilação. As faixas de som podem ser acrescentadas separadamente, e, tal como nas versões anteriores, pode até gerar uma banda sonora que se adeqúe ao seu filme a partir de uma selecção de diversos estilos diferentes, se não tiver tempo de criar uma banda sonora própria. A edição Ultimate tem elementos extra não incluídos nas versões menos caras deste software. Alguns são componentes úteis, como a capacidade de Dolby 5.1 e

o novo modo de montagem, que consegue gerar automaticamente menus de movimento para os seus DVD completos.

CRIE EFEITOS ESPECIAIS Uma das funcionalidades mais interessantes é o modo de ecrã verde. Com ele, pode combinar duas sequências de vídeo utilizando uma técnica que, no mundo do cinema, é chamada chroma keying – quando uma sequência é filmada sobre uma área verde, e depois é substituída por uma imagem parada ou outra sequência de vídeo. Na versão 12 este processo é realmente muito simples. O que torna possível fazer toda a espécie de efeitos que provavelmente já viu nos clips de música. Uma palavra de aviso – a aplicação exige bastante do processador aquando do processamento do projecto. Se não tiver um processador dual-core de 2 GHz, prepare-se para esperar algum tempo pelo resultado final. É compatível com praticamente todos os formatos mais usados: MPEG1, MPEG2, H264, DIVX, iPod e PSP. É também possível ajustar automaticamente o tamanho e definições do resultado à escala para que este caiba numa série de suportes, incluindo em discos SVCD, DVD ou até Blu-ray, desde que tenha o hardware adequado. Ainda assim, a versão mais simples é uma boa aposta, pelo valor que a editora pede pelo produto.

EDITORA PINNACLE ■ PREÇO 69,99 EUROS ■ SITE WWW.PINNACLESYS.COM

2

ESCOLHA UMA TRANSIÇÃO Pode utilizar transições ou wipes entre as sequências de vídeo – é só arr astá-las.

1

JUNTE OS CLIPS Para adicionar os seus vídeos, arraste-os para a barra. Clique duas vezes nas sequências para abrir o editor. Aí pode apará-las.

5

JANELA DE PRÉ-VISUALIZAÇÃO Pode pré-visualizar, em qualquer altura, o seu projecto.

3

ACRESCENTE TÍTULOS E LEGENDAS Há muitos predefinidos, mas também pode criá-los de raiz.

32 | PCGUIA

4

MISTURA DE ÁUDIO Acrescente faixas de som ou de música, e efeitos de áudio.


FLIP 7 A nossa redação testa a mais recente versão do software da Priberam A Priberam editou a nova versão do FLiP, a popular aplicação de correção de texto em Português. A principal novidade é a possibilidade de escrever segundo o acordo ortográfico. A nossa redação testou a aplicação de propósito para lhe mostrar se deve ou não apostar na nova versão do software e o veredicto é simples e conclusivo: sim, deve. A autoformatação do texto de acordo com as normas do acordo automático funciona sem problemas e basta clicar numa opção do menu que o programa cria no Microsoft Word para que o texto comece a formatar o texto devidamente – opção Ativar Acordo Ortográfico. Outra opção passa por escrever o texto em português pré-acordo ortográfico e depois, acedendo ao menu da aplicação, escolher Converter Texto para o Acordo Ortográfico. A opção é autoexplicativa. A conversão é feita em segundos e o texto fica devidamente formatado. O produto conta com os tradutores para Inglês,

Francês e Espanhol e com os dicionários temáticos a que já nos habituou (não só em Português de Portugal como em Português do Brasil). Além disso, conta com uma ferramenta de conjugação (mais uma vez nas duas vertentes da língua, a que acresce ainda uma novidade: um conjugador de verbos em Castelhano) e com uma opção para consulta direta aos dicionários online da Porto Editora através de uma caixa de diálogo executada dentro do Word. A instalação é simples e existe a possibilidade de procurar imediatamente atualizações do programa. A integração no Word é, à imagem do que acontecia nos outros produtos com a mesma marca, simples e muito bem concebida. Toda a qualidade reconhecida ao FLiP está patente na versão 7, que traz ainda alguns extras úteis em determinadas situações e a opção de uso do acordo ortográfico – vá-se habituando; ele vai mesmo entrar em acção (perdão, ação) em breve. J.T.

EFICAZ

ACORDO ORTOGRÁFICO

NADA A ASSINALAR

VEREDICTO 9

AO DETALHE

Muito embora a PCGuia ainda não tenha adotado o acordo ortográfico, este texto foi escrito segundo as regras do mesmo. E corrigido com o FLiP 7, clar o está. EDITORA PRIBERAM ■ PREÇO 69 EUROS (TRÊS COMPUTADORES) ■ CONTACTO 217 817 260 ■ SITE WWW.FLIP.PT

CHILD LOCATOR Gostaria de manter o seu filho debaixo de olho, mesmo quando está a trabalhar? Este produto é a solução ideal O Child Locator é um localizador de crianças. Em traços gerais, com este aparelho, os pais podem saber onde estão os filhos através de localização via GPS ou através da recepção de mensagens curtas. Isto é o que diz a teoria. Será que na prática tudo funciona assim? A PCGuia pegou no transmissor e colocou-o na mochila de uma criança durante uma semana. Porquê na mochila? O aparelho, que se assemelha em tudo a um aparelho de Via Verde, dificilmente pode ser transportado no bolso das calças ou no casaco de uma criança pequena. O produto é extremamente fácil de activar. O utilizador só tem de colocar o aparelho a carregar, fazer o registo no site da empresa e seguir as indicações. O manual é bastante elucidativo e só muito dificilmente se deparará com alguma barreira. Poderá criar duas ou mais zonas de segurança, delimitar a área das mesmas (o sistema denomina as áreas por balizas) e indicar se pretende

receber SMS sempre que a criança entrar ou sair dessas zonas. As balizas e o perfil do utilizador podem ser alterados quando quiser. A interface é 100% webbased, o que significa que pode consultar a localização da criança sempre que desejar, sem necessidade de instalar nada no PC. Para além disto, é muito simples. Não há menus, nem janelas. No nosso teste indicámos que queríamos receber uma mensagem no telemóvel desde que a criança entrasse e saísse da zona Infantário. A mensagem detalha o seguinte: a área em que o localizador entrou/saiu, as coordenadas do localizador, a bateria do aparelho e o saldo que ainda existe no cartão GSM. A solução funciona bastante bem, o AGPS ajuda quando o GPS não tem sinal, pelo que não se coloca a questão da falta de cobertura dentro dos edifícios. O único senão é mesmo a dimensão do aparelho...

FÁCIL DE CONFIGURAR

INTERFACE WEB-BASED

DIMENSÃO DO LOCALIZADOR

VEREDICTO 8

EDITORA INOSAT ■ PREÇO 359 EUROS ■ CONTACTO 808 200 882 ■ SITE WWW.INOSAT.COM


SOFTWARE

PANDA INTERNET SECURITY 2009 No colaborar é que está o ganho FUNCIONALIDADES

DESEMPENHO

APENAS 1 GB PARA BACKUP

VEREDICTO 8

DISTRIBUIDOR PANDA SECURITY ■ PREÇO 69,95 EUROS ■ Contacto 808 222 021 ■ SITE WWW.PCSEGURO.PT ■ REQUISITOS DE SISTEMA CPU 300 MHZ, 128 MB DE RAM, 275 MB DE ESPAÇO LIVRE EM DISCO, WINDOWS XP/VISTA 32 OU 64 BITS

34 | PCGUIA

O software de segurança assumiu uma enorme importância nos tempos recentes, tal é a variedade e a complexidade das novas ameaças ao universo dos computadores. No entanto, a escolha de uma suite de segurança também deve obedecer a um critério fundamental – o do desempenho. Não só tem de ser eficaz, como não deve consumir recursos de sistema em demasia, sob pena de se tornar num fardo para o Windows. A versão topo de gama da Panda, denominada Global Protection, inclui uma ferramenta que permite afinar o “ralenti” do sistema, evitando-se a utilização de programas dedicados para o efeito, como o CCleanerx. Nesta versão Internet Security a Panda pode não oferecer esta mais-valia, mas não se pense por isso que o pacote não é apelativo, oferecendo uma lista de aplicações de segurança onde se incluem um motor de anti-malware, protecção a mensagens instantâneas, protecção proactiva baseada em heurística, um sniffer para rootkit, firewall pessoal, várias medidas antiphishing, filtro de spam e de Web, controlos parentais, várias medidas de protecção contra roubo de identidade e ainda backup básico. Tendo em conta o seu preço, trata-se de uma oferta muito interessante, ainda mais se adicionarmos o monitor de redes Wi-fi e a sempre útil funcionalidade de backup local ou online (até ao máximo de 1 GB). A grande novidade do Internet Security 2009 dá pelo nome de Collective Intelligence, que se baseia em cada utilizador do software da Panda (a licença permite a instalação em até três computadores e garante um período de actualizações de dois anos) contribui para a luta global contra as ameaças na

Internet, através de um serviço central de monitorização que a Panda tem localizado na “nuvem”. Teoricamente, isto beneficia todos os que utilizam o programa – os ataques são identificados na hora e os alertas são enviados imediatamente para todos os utilizadores Panda 2009, minimizando os eventuais estragos. Isto permite também libertar uma grande parte dos recursos, pois, tecnicamente, a maior base de dados de vírus está online e não no sistema. No PC, fica apenas um ficheiro que é actualizado regularmente e lista os vírus que estão à solta em determinado momento, sendo por isso um ficheiro mais pequeno e, logo, mais leve para o sistema processar. O programa faz ainda uso desta comunidade no seu filtro de spam, alicerçando a imunidade através da colaboração. Assim que se reiniciar o computador e registar o software, o Panda pede para que seja actualizado. As actualizações são rápidas mas, caso coincidam com as actualizações do Windows, podem tornar-se num pesadelo demorado. Após as actualizações iniciais deverá fazer um teste de verificação do estado da protecção para ver se é necessário fazer mais alguma intervenção ou se algum módulo está desligado. Aliás, a área de estado ocupa uma parte substancial do ecrã principal do Panda Internet Security 2009. Em suma, trata-se de uma nova versão que inclui muitas e boas funcionalidades, que apresenta um desempenho muito satisfatório em termos de eficácia e que é ligeiro em termos de consumo de recursos. O facto de poder ser instalado em três máquinas e de ter dois anos de actualizações e suporte garantidos é a cereja no topo do bolo. Logo, recomenda-se.


TECNOMUST

CREATIVE VADO HD Como é que uma câmara tão pequena consegue gravar vídeo com qualidade HD? Foi exactamente isso que procurámos saber. A câmara Creative Vado HD grava em HD 720P, mas não podemos dizer que está ao nível das restantes câmaras de alta definição, porque lhe faltam algumas coisas para lá chegar, desde a lente ao sensor. Contudo, a qualidade das gravações feitas no exterior (e mesmo em interiores) deixou-nos positivamente surpreendidos. A imagem é boa, (consegue 30 frames por segundo, a trabalhar com um sensor CMOS a 1280x720 pixels) e o pequeno microfone consegue captar um som nítido. O aparelho é pequeno, leve e simples. Mas bem pode andar à procura do menu das definições... Não tem. No que a este produto diz respeito, básico mais básico não há. Play, Delete, Rec, teclas de navegação para frente e para trás, e ficamos por aqui. Algumas coisas fazem falta: não há zoom, nem qualquer tipo de opção que ajude a ajustar a máquina aos diferentes ambientes de luz, por exemplo. Esta Vado vale pelo global. O cabo USB vem incluído na própria câmara, e neste caso a única coisa que pode precisar é de um extensor incluído no pacote. A caixa traz ainda um cabo HDMI. A capacidade de armazenamento não vai além dos 8 GB e o aparelho não possui qualquer tipo de slot para expansão de memória, o que é pena. Para descarregar os vídeos apenas tem de ligar a câmara a um qualquer PC, a qual é reconhecida como um disco externo, pelo que toda a gestão dos ficheiros é simples.S.E. BOA QUALIDADE

SIMPLES DE OPERAR

SEM EXPANSÃO DE MEMÓRIA

VEREDICTO 9

FABRICANTE CREATIVE ■ PREÇO 229 EUROS ■ SITE HTTP://PT.EUROPE.CREATIVE.COM/

IOGEAR WIRELESS USB TO VGA ADAPTER KIT

PRÁTICO

FUNCIONAL

EXCLUSIVO PARA AMBIENTES WINDOWS

Este produto da Iogear não é daquele tipo de gadget que é giro ter. Aliás, basta olhar para o preço para perceber isso. É sim, um equipamento que funciona como uma óptima ferramenta de trabalho, principalmente para quem participa em apresentações, congressos ou conferências. Na prática, o que este aparelho permite é transferir o conteúdo que está a ser visualizado no computador portátil para um ecrã, via wireless, ou seja, sem a necessidade de ligar cabos, projectores ou outros equipamentos. Com isto não queremos dizer que há uma total isenção de fios... O aparelho, que fica ligado à entrada VGA do monitor, necessita de ser alimentado através de corrente eléctrica, e é melhor levar sempre consigo um cabo para estabelecer a ligação, porque há entradas complicadas. É fácil de montar? Não é complicado, mas as regras de instalação têm de ser seguidas à risca, sob pena de nada funcionar à primeira. A pequena consola de gestão da ligação também é simples de usar. Este equipamento só funciona com Windows XP e Windows Vista, pelo que os restantes sistemas operativos não são suportados. Esperamos que o futuro deste equipamento passe por uma solução com HDMI. S.E.

VEREDICTO 7

DISTRIBUIDOR PINGPOST ■ PREÇO 199,95 EUROS ■ Contacto 214 103 325 ■ SITE WWW.IOGEAR.COM

SITECOM WL-060 Deixe-nos adivinhar: tem a sua colecção de MP3 guardada no computador mas não tem o sistema de colunas necessário para ouvir a música em boas condições, e o seu sistema Hi-Fi não é compatível com a leitura de ficheiros MP3. Não se preocupe. Com o Wireless Áudio Transmitter da Sitecom poderá resolver facilmente o problema sem sequer precisar de instalar qualquer software. Basta ligar o dongle USB ao computador e o receptor sem fios (terá de ligar o cabo de energia, bem como os cabos de áudio) à aparelhagem, premir os respectivos botões de emparelhamento e já está. Simples, eficaz e com um desempenho sonoro muito agradável, o sistema tem no alcance o seu grande handicap, visto estar limitado tecnologicamente a 50 metros – aos quais é necessário dar os devidos descontos, caso existem obstáculos como paredes ou electrodomésticos do tipo microondas. Não obstante, é um sistema inteligente e acessível a todas as bolsas. J.P.F. DISTRIBUIDOR IBERVOICE ■ PREÇO 69,99 EUROS ■ CONTACTO 214 709 210 ■ SITE WWW.SITECOM.COM

36 | PCGUIA

INSTALAÇÃO

DESEMPENHO

ALCANCE

VEREDICTO 9


NOKIA N96 Não podemos dizer que seja um telefone lindo e inovador. É essencialmente um telefone que mantém aqueles traços típicos da Nokia, e que é extremamente funcional e bem equipado. O ecrã é grande e oferece uma qualidade de imagem boa, e espelha todo o conjunto de aplicações e funcionalidades alargadas que o equipamento possui, dignas de qualquer telefone de gama alta. Senão vejamos: a somar aos 16 GB de memória, com opção para expansão de memória, o N96 oferece ainda GPS, HSDPA, uma câmara de 5 megapixels, receptor DVB-H e suporte para vídeos nos formatos MPEG-4, Windows Media e Flash. O movimento de slide pode ser feito para cima e para baixo, sendo que para cima exibe os principais comandos multimédia. Há que dizer que este modelo se porta muito bem nesta área. Tem wi-fi e um pacote “simpático” de aplicações. Menos simpático é o preço, e a qualidade dos materiais. Com isto não queremos de forma alguma dizer que é mau, ou que tem fraca qualidade; apenas que não tem aquela estrutura sólida de outros modelos da marca, o que é pena num equipamento desta gama. S.E. CÂMARA

COMPONENTE MULTIMÉDIA

PREÇO

VEREDICTO 8

FABRICANTE NOKIA ■ PREÇO ENTRE 630 E 640 EUROS ■ CONTACTO 214 465 600 ■ SITE WWW.NOKIA.PT

LG PRADA A segunda versão do LG Prada conseguiu algo que a primeira não conseguiu: criar uma impressão positiva na nossa Redacção. O telefone melhorou significativamente alguns dos seus pontos mais negativos, tornando-se agora num equipamento bastante funcional e agradável. Comecemos pela melhor contratação deste modelo: o teclado QWERTY. O teclado é extremamente funcional, tem uma boa dimensão e qualidade, pelo que a hipótese de erro é reduzida. A resposta do ecrã táctil também foi melhorada. A interface está bem desenhada para permitir uma boa navegação, com menus e botões suficientemente grandes para evitar erros. O toque com feedback foi uma boa jogada. Apesar de algumas opiniões criticarem a dimensão deste aparelho, a verdade é que não nos fez grande diferença. Temos de analisar os benefícios. Se tem um teclado tem de ser naturalmente mais grosso que o modelo anterior... Para além disso, não é de todo deselegante e consegue perceber-se que é um aparelho robusto e bem desenhado. A câmara de 5 megapixels cumpre a função. Não é um topo de gama, mas traz uma série de funcionalidades para edição de fotos. No seu todo, este Prada deixa de ser aquele telefone bonitinho da moda para poder ser considerado uma ferramenta de trabalho, já que para além da componente multimédia (até lê vídeos em DivX9), permite, por exemplo, a leitura de documentos. Tem Wi-fi e tecnologia HSDPA. A bateria teria de ser bastante melhor para este telemóvel estar lá no topo. É também muito caro. S.E. TECLADO

CÂMARA

BATERIA

VEREDICTO 8

FABRICANTE LG ■ PREÇO 599 EUROS ■ CONTACTO 808 785 454 ■ SITE HTTP://PT.LGE.COM/

SPIRE HANDYBOOK 2,5” Quase podemos arriscar dizer que qualquer pessoa que nunca tenha mexido em informática consegue montar um disco rígido dentro desta caixa, por duas razões essenciais: é extremamente fácil e a pequena folha A4 com as instruções não pode ser mais clara. Basta um toque num botão para abrir a caixa. Depois, só tem de retirar os quatro parafusos, prender o disco, colocá-lo novamente na caixa, apertar tudo e já está. O botão que abre a caixa é um led azul que indica quando o disco está ligado. Quando este está oficialmente a trabalhar, este led fica parcialmente vermelho. Dentro do pacote vem inclusive uma pequena chave de fendas, (e um saco com parafusos para o caso de perder algum), ou seja, nem precisa de perder tempo a vasculhar a sua caixa de ferramentas. A caixa suporta apenas discos de 2,5”, tem entradas USB e E-SATA e é totalmente compatível com PC e MAC. É extremamente leve, e fácil de transportar, algo que é facilitado pela estrutura slim da caixa. O que menos nos agradou foi o factor de obrigar ao uso de dois cabos USB em vez de um duplo. O produto traz consigo uma base para que possa colocar o disco na vertical em cima da secretária. S.E.

FÁCIL DE MONTAR

DISTRIBUIDOR COMMAND.COM ■ PREÇO 10,58 EUROS ■ Contacto 256 370 000 ■ SITE WWW.SPIRECOOLERS.COM

FÁCIL DE TRANSPORTAR

POUCO RESISTENTE

VEREDICTO 9

PCGUIA

| 37


TECNOMUST

NOKIA N85 BEM EQUIPADO

FUNCIONAL

ECRÃ ILEGÍVEL AO SOL

VEREDICTO 9

O ecrã do Nokia N85 é excelente; só temos pena que não seja maior. Este telefone está muito bem equipado tecnologicamente, tanto em termos de acesso à Internet, como noutros aspectos, por exemplo, a câmara (com uns generosos 5 megapixels), o cartão de memória (de 8 GB) ou o transmissor FM. Tem ainda uma tecla (ao lado da de navegação) que permite chamar ao ecrã uma série de atalhos para as principais opções dos menus do telefone. Estas aparecerem em forma de janelas translúcidas com opção de navegação semelhante àquela disponível na maior parte dos telefones com ecrã táctil, mas sem esta última opção. Um senão: o ecrã não se dá muito bem com o sol, o que castiga bastante a experiência com o GPS, por exemplo. O dispositivo é dual slider. O segundo conjunto de comandos está especialmente desenhado para a componente musical. Assim que são activados os comandos, o ecrã passa para a posição horizontal. Esta até funciona melhor com a opção GPS, no entanto, neste formato, não terá acesso a grande parte das opções. No geral, é um bom telefone. Não é o mais bonito ou aquele com mais estilo, mas funciona e está disponível a um preço agradável. S.E. FABRICANTE: Nokia ■ PREÇO: DE 440 A 460 EUROS ■ CONTACTO: 707 780 780 ■ SITE: WWW.NOKIA.PT

LG-GD900

A LG Electronics anunciou o lançamento do primeiro telemóvel mundial com design transparente, o GD900. Trata-se de um telefone que possui um teclado deslizante que, quando aberto, é totalmente translúcido e iluminado de forma subtil. Terá apenas 13,4 mm de espessura, câmara digital, ecrã táctil e virá equipado com a tecnologia HSDPA. O telefone, dado a conhecer no Mobile World Congress, deverá entrar no mercado apenas no segundo semestre de 2009, no entanto, o furor criado junto do mercado de consumo é já grande. S.E.

38 | PCGUIA

SONY ERICSSON W508 WALKMAN

O W508 Walkman conseguiu facilmente agarrar o título de telefone mais personalizável do mercado. O utilizador pode escolher entre oito capas amovíveis Style-Up, usufruir do Shake Controlo com efeitos visuais e aproveitar as funcionalidades que este equipamento lhe oferece em termos de música digital. A opção de contr olo por movimentos dispõe agora de efeitos visuais e permite apenas com um movimento do pulso aumentar o volume ou activar a função aleatória, através de um rápido agitar do telefone. O volume ou a função snooze podem ser desligados através de um movimento da palma da sua mão. Uma câmara 3.2 megapixels, TrackID, HSDPA e um cartão de 1 GB M2 completam as ofertas do W508. S.E.

HTC TOUCH CRUISE

O novo HTC Touch Cruise aparece como uma segunda versão do modelo GPS já comercializado por esta marca, mas traz algumas novidades significativas. É mais compacto e esteticamente mais apelativo do que o antecessor. O GPS do dispositivo foi melhorado para garantir cobertura mesmo em zonas fechadas, algo complicado de conseguir com os GPS tradicionais. A HTC destaca ainda este telefone como o primeiro a oferecer a tecnologia HTC Footprints, uma aplicação que permite ao utilizador tirar uma fotografia, adicionar-lhe umas notas, criar um clip áudio e juntar -lhe a sua localização geográfica. Para além de identificar cada “postal” com as suas coordenadas GPS, o Footprints refere cada postal com a sua localização geral. S.E.


TESTE EM GRUPO

O GRANDE TESTE

40 | PCGUIA


A ECRÃS DE 22” Grande não tem de significar caro. Este mês, apresentamos-lhe seis dos mais recentes monitores LCD, todos eles abaixo da fasquia dos 350 euros Até há pouco tempo, qualquer ecrã LCD acima das 17” era considerado um luxo bastante caro. Mas este não era o único mal. A não ser que estivesse disposto a pagar uma grande quantidade de dinheiro, a maior parte dos monitores nem sequer incluía um formato panorâmico ou entradas digitais. Felizmente, nos dias que correm os fabricantes há muito que decretaram a morte dos CRT e os preços dos LCD têm vindo (também por isso) a decrescer, chegando a níveis bastante razoáveis. Uma das razões para que um monitor de 17” custasse tanto prendia-se com o facto de se obter menos ecrãs a partir de um único painel, o que criava uma elevada percentagem de desperdício para os fabricantes de ecrãs. Para além disso, a qualidade dos painéis maiores era baixa. Uma determinada percentagem acabaria por revelar falhas ou ter demasiados pixels mortos, o que aumentava os custos de produção. No entanto, à medida que o mercado LCD tem crescido os fabricantes têm vindo a corrigir esta situação, produzindo ecrãs maiores com melhor qualidade. Como resultado, os preços genéricos baixaram. A qualidade geral de produção também aumentou. Embora até há poucos anos

fosse comum ver um monitor com vários pixels encravados ou mortos, particularmente no que se refere aos modelos de entrada de gama (mais baratos), hoje em dia, é raro isso acontecer. Também se verifica que os monitores hoje apresentam mais funcionalidades e características, tais como as portas HDMI e os hubs USB. O número de fabricantes de painéis é baixo, sendo a base dos LCD produzida por três empresas: Samsung, LG Philips e AU Optronics. Quer isto dizer que diversos modelos de vários fabricantes podem afinal ter como base de ecrã o mesmo painel LCD. No entanto, o ecrã é apenas uma parte do monitor. O outro maior componente que afecta a qualidade do LCD é o controlador da parte electrónica. Estes drivers são geralmente feitos pelo fabricante do ecrã mas também podem ser encomendados a uma outra empresa. Neste caso, isto quer dizer que dois ecrãs, por muito iguais que sejam na base, podem parecer radicalmente diferentes. Existe um número de factores que pode afectar o display, incluindo o brilho, o contraste e a relação de contraste, o balanço de cor, o ângulo de visualização e a reflectividade. Alguns destes aspectos podem ser alterados a partir do menu on

COMO TESTÁMOS ■ CARACTERÍSTICAS Verificámos quantas portas se revelaram importantes bem como os ajustes possíveis em termos de posicionamento, a qualidade das colunas embutidas e quaisquer extras opcionais. ■ FACILIDADE DE UTILIZAÇÃO Usar o menu on screen é importante, caso pretenda alterar as definições. Quisemos saber se os botões estão claramente identificados, acessíveis e quão simples são os menus de navegar. ■ DESEMPENHO Testámos a forma como cada monitor se comportou em comparação com um ecrã calibrado, usando para o efeito uma bateria de testes com imagens especialmente escolhidas para revelar potenciais problemas.

NEC ACCUSYNC LCD22WMGX

VIEWSONIC VX2260WM P42

BENQ G2200WT

SAMSUNG SM2233BW P43

P46

LG FLATRON W2252TQ P46

HANNS G HI221DP P47

P47

PCGUIA

| 41


TESTE EM GRUPO

screen, mas alguns são fixos e determinados pelo próprio painel. A relação de contraste é a diferença de tom entre o preto puro e o branco mais branco. Na medida em que os painéis LCD são retroiluminados e que o preto é um pixel que está desligado, evitar a transmissão de luz para atingir um preto sólido de boa qualidade é um desafio técnico e é a razão pela qual muitos ecrãs mostram o preto mais como um cinzento escuro. Os fabricantes têm vindo a mostrar um número de métodos para melhorarem a qualidade dos pretos. No fundo, a melhor qualidade é obtida através de uma relação de contraste mais elevada.

VALE A PENA CONFIGURAR Enquanto que alguns fabricantes estão a mudar para a retroiluminação LED, a maior parte dos painéis continua a usar a tecnologia Cold Cathode Lamps (CCL). O balanço de cor é um aspecto importante de qualquer monitor, caso se pretenda usá-lo para edição de imagem, especialmente se a correcção de cor for uma preocupação maior. Alguns monitores têm controlos básicos que permitem escolher predefinições, tais como branco quente (ligeiramente avermelhado), branco frio (mais azulado), ou algo entre eles. Outros permitem-lhe definir manualmente a temperatura da cor. Também vale a pena verificar os menus de brilho e de contraste. Muitos monitores deixam de fábrica ambos os valores definidos para 100 por cento. Os ângulos de visualização são os ângulos que, obtidos na perspectiva perpendicular, lhe permitem ver o ecrã e as imagens correctamente. Tendo em

VIEWSONIC VX2260WM Full-HD

Funcionalidades ✔

Uso do menu ✖

VEREDICTO 9

De todos os monitores deste teste, o Viewsonic tem a resolução mais elevada de 1920 x 1080. A razão para que assim seja é simples: a inclusão de uma porta HDMI faz dele o único dos monitores deste braço-de-ferro a ser capaz de exibir uma imagem de alta definição a 1080p. Tal como o Samsung, tem uma relação de contraste de 20.000:1, apesar de os pretos não serem tão firmes quanto gostaríamos. A reprodução de cor é semelhante à do ecrã calibrado que nos serviu de base para o teste, apesar de os tons de pele – à semelhança dos outros cinco ecrãs testados – se revelaram um pouco amarelos. No geral, os vermelhos e os verdes mostraram-se um pouco mais escuros face ao ecrã calibrado, perdendo também vibração na cor. No entanto, estes aspectos podem ser facilmente corrigidos através do menu do monitor. Neste capítulo, os botões de menu são pequenos e estão escondidos debaixo da moldura, sendo praticamente impossível ler as etiquetas associadas a cada um deles, o que dificulta bastante a utilização do menu. Os ângulos de visualização estão entre os melhores – boas notícias para os fãs de filmes, portanto. Tal como esperado, as colunas incluídas dão para muito pouco. Felizmente, permitem a ligação externa para uns auscultadores ou até para umas colunas decentes. O layout e o apoio de mesa não são tão elegantes quanto desejaríamos e a luz do botão para ligar é brilhante em demasia. Mesmo assim, se conseguir viver bem com estas pequenas falhas terá como prémio a resolução elevada e uma boa reprodução de cor, argumentos que fazem do VX2260WM o monitor de 22” mais desejável deste teste. As portas HDMI estão a ganhar importância nos monitores modernos

FABRICANTE VIEWSONIC ■ PREÇO 249 EUROS ■ CONTACTO 219 591 770 ■ SITE WWW.VIEWSONIC.PT

CALIBRE O MONITOR COM O QUICKGAMMA

01

Vá a www.quickgamma.com, descarregue a ferramenta e instale o programa gratuito. A gama ideal para Windows é cerca de 2.2. Faça um reset ao monitor para os valores de fábrica usando para o efeito o menu on screen. Depois, inicie o QuickGamma.

42 | PCGUIA

02

Defina a temperatura de cor para 6.500 K e o contraste para o máximo. Depois, defina o brilho para que a barra de cinzento para o nível de preto B fique visível e a barra de Black Level A fique apenas visível aos 2.2 na escala e totalmente preta a 1.9.

03

Ajuste os níveis de vermelho, verde e azul individualmente. Faça ajustes até ver uma cor equilibrada nas três áreas de teste. Finalmente, seleccione a opção que permite fazer com que o QuickGamma Loader arranque juntamente com o Windows.


NEC ACCUSYNC LCD22WMGX Qualidade

Ter acesso às opções de menu do monitor é uma grande ajuda

Extras

Preço ✖

VEREDICTO 9

A moldura em preto piano e as colunas e os botões sem obstruções servem para transmitir a elevada qualidade geral que este NEC apresenta. A da imagem, em particular, requer alguns ajustes através do menu on screen, mas é simples de calibrar. As ligações HDMI e de componentes permitem-lhe servir como TV mas as colunas apenas servem para uma utilização ocasional. Os ângulos de visualização revelaram-se firmes, mesmo em perspectivas mais extremas. DISTRIBUIDOR POWERFOCUS ■ PREÇO 263 EUROS ■ CONTACTO 226 092 364 ■ SITE WWW.NEC.PT

conta a forma como o painel LCD funciona e o facto de a luz ser polarizada à medida que percorre o ecrã, o ângulo de visualização é limitado porque a luz é alinhada e não difusa. Ou seja, quanto mais se afastar do ecrã na perpendicular, seja no plano horizontal, seja no vertical, mais degradada ficará a imagem. Esta degradação manifesta-se de várias formas: variações de cor e polarização da imagem (em que se invertem as luzes altas e baixas) são os casos mais comuns. Se vai usar o monitor para ver filmes com os seus amigos, é crucial que tenha um ângulo de visualização decente.

À PROVA DE FUTURO Se a sua placa gráfica tem apenas uma porta HDMI e se está a usar o Windows Vista, irá precisar de um monitor com uma porta HDMI para ver filmes em DVD. Isto é particularmente verdadeiro para o Blu-ray. Poderá usar um conversor DVI-HDMI, mas este método nem sempre suporta a protecção de cópia HDCP. Apesar de mais monitores incluírem hoje portas HDMI, muitos ainda falham neste aspecto. Se pretende ver filmes em DVD deverá sempre comprar um modelo com esta característica, especialmente se pretende manter o monitor por vários anos. Quem sabe o que o DRM do Windows 7 nos irá trazer? De todos os monitores testados neste braço-de-ferro, nenhum apresenta grandes falhas. A reprodução de cor é suficientemente boa em todos, ainda que nalguns casos seja necessário recorrer em demasia aos menus de ajuste disponibilizados para que alguns problemas acabem por não se revelar. Se pretende trabalhar com fotografias, vale a pena investir num calibrador de monitores para obter o máximo rendimento destes ecrãs.

DEFINIÇÕES AVANÇADAS NOS MONITORES

01

Se tem uma placa gráfica decente, deve ser capaz de aceder a opções extra clicando no botão direito do rato sobre o ambiente de trabalho e escolhendo Propriedades (XP) ou Personalizar (Vista). Escolha Definições de visualização, Definições avançadas e entre no separador Placa.

02

A maior parte das placas gráficas tem duas saídas, permitindo o uso de vários monitores. O painel de controlo da Nvidia permite-lhe escolher diversas opções, incluindo display duplicado e ainda span horizontal ou vertical. O span requer que todos os ecrãs tenham a mesma resolução.

03

Se tem tido problemas com a placa gráfica, valerá a pena verificar a estabilidade. Escolha o teste de estabilidade Performance para submeter a placa a algum exercício e use o monitor de temperatura para se assegurar de que a placa está a ser correctamente arrefecida. PCGUIA

| 43


TESTE EM GRUPO

SAMSUNG SM2233BW Qualidade

Tempo de resposta (2 ms)

Chassis ✖

VEREDICTO 8

A relação de contraste de 20.000:1 revela-se bem nos pretos firmes e profundos. Ainda que o brilho esteja definido de série nos 90 por cento, as cores são vibrantes e o branco revela um azulado agradável. Os botões de menu encontram-se na margem direita do ecrã, mas as etiquetas são de leitura difícil. São várias as opções de configuração e a qualidade de imagem ficou próxima do nosso ecrã calibrado. Os ângulos de visualização são bons. No geral, é um bom ecrã penalizado pelo chassis. FABRICANTE SAMSUNG ■ PREÇO 219 EUROS ■ CONTACTO 800 220 118 ■ SITE WWW.SAMSUNG.COM/PT

BENQ G2200WT Ajustes e OSD

Acabamentos

Imagem ✖

VEREDICTO 7

O BenQ apresenta ajustes em termos de posicionamento de vária ordem, sendo um dos ecrãs mais flexíveis nesta matéria. O acabamento em prata é uma lufada de ar fresco e o OSD provou ser dos mais fáceis de usar. De salientar que os problemas que tivemos de imagem foram corrigidos com o modo dinâmico. FABRICANTE BENQ ■ PREÇO 159 EUROS ■ SITE WWW.BENQ.CO.UK

CARACTERÍSTICAS Modelo

BenQ G2200WT

Hanns G Hi221DP

LG Flatron W2252TQ

NEC AccuSync LCD22WMGX

Samsung SM2233BW

Viewsonic VX2260WM

Preço

158 euros

137,51 euros

224,90 euros

263 euros

219 euros

249 euros

Resolução máxima

1680 x 1050

1680 x 1050

1680 x 1050

1680 x 1050

1680 x 1050

1920 x 1080

Tamanho de ecrã

22”

22”

22”

22”

22”

22”

VGA

1

1

1

1

1

1

DVI (DHCP)

1

1

1

1

1

1

HDMI

0

0

0

1

0

1

Componentes

0

0

0

1

0

0

Ajuste rotativo

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

Ajuste altura

Sim

Não

Não

Não

Não

Não

Peso (kg)

5,3

4,9

4,4

5,5

4,5

4,1

Acabamento

Prata

Preto mate

Preto brilhante e prata

Preto piano

Preto brilhante

Preto brilhante e prata

Relação dinâmica de contraste

1000:1

n/d

1000:1

1000:1

1000:1

1000:1

Montagem VESA

Não

100 x 100 mm

Não

100 x100 mm

100 x100 mm

100 x100 mm

Ângulo de visualização (H/V)

160/160

170/160

170/170

170/170

170/160

170/160

Colunas

Não

Sim

Não

Sim

Não

Sim

Veredicto

7

6

8

9

8

46 | PCGUIA


LG W2252TQ Cor

Ângulos de visualização

OSD ✖

VEREDICTO 8

A excelente reprodução de cor e os bons ângulos de visualização até lhe davam uma boa nota, que acaba por ser penalizada por um menu on screen confuso e por algumas opções evitáveis, como é o caso do som sempre que se prime um botão. Não é, porém, um ecrã mau, devendo ser tido em consideração na hora de fazer a escolha. FABRICANTE LG ■ PREÇO 224,90 EUROS ■ CONTACTO 808 785 454 ■ SITE HTTP://PT.LGE.COM/

HANNSG HI221DP Preço

Ângulos de visualização

Cor ✖

VEREDICTO 6

O brilho excessivo e a falta de vivacidade nas cores das imagens deixam esta proposta acessível no último lugar. Os botões de menu estão bem colocados mas são estranhos de usar e as etiquetas são de leitura difícil. Também não vai querer usar as colunas. FABRICANTE HANNSG ■ PREÇO 137,51 EUROS ■ SITE WWW.HANNSG.COM

PCGUIA

| 47


PC

R E | S O FT FTWA R E | R E D E S | T E ST E E M G R U P O

GUIAS

REDUZA O VISTA

AO ESSENCIAL

Livre-se dos excessos e acabe com a confusão, começando a usar o Vista apenas com os itens e funcionalidades necessários

O seu novo PC era um dos seus maiores orgulhos na altura em que o comprou. Infelizmente, este sentimento tende a passar com o tempo. Já terá certamente reparado num ou noutro problema de desempenho, sendo bastante comum verificar que as aplicações não correm tão depressa quanto na altura em que o computador saiu da loja para a sua casa. Embora as especificações já não sejam tão elevadas como eram na altura em que comprou a máquina, é de esperar que, mesmo assim, o PC mantenha a performance em níveis aceitáveis. No entanto, nem sempre é possível garantir que assim seja. Isto não quer dizer que chegou a altura de deitar o PC para o lixo; depois de alguma dieta e afinação poderá ter em mãos um computador que, apesar da idade, ainda está aí para as curvas. Nas próximas páginas mostrarmos-lhe como fazer os ajustes necessários de modo a ganhar um PC mais eficaz e com um desempenho novamente superior.

SOFTWARE PRÉ-INSTALADO Além de todas as aplicações que instalou no sistema, existem ainda os programas que já vinham instalados no PC, quer relacionados com o hardware que dele faz parte, quer por iniciativa do fabricante a quem comprou o sistema. Já reparou se ainda está a usar uma versão de antivírus expirada do Norton ou do McAfee? Este tipo de programas é geralmente fornecido de raiz nos

PCGUIA

| 49


SOFTWARE

computadores novos, sobretudo em versões de demonstração limitados por um, dois ou três meses. Se já não está a usá-lo, livre-se dele. Verá que este simples acto permitirá aumentar visivelmente o desempenho. Consulte também todos os programas fornecidos pelo fabricante. Precisa mesmo de todas as ferramentas e utilitários que tão gentilmente foram incluídas no sistema? É muito provável que a resposta seja negativa. Por isso, vá até ao menu Programas e Funcionalidades dentro do Painel de Controlo e filtre tudo aquilo de que não precisa. Os benefícios desta limpeza são de dois tipos. Primeiro, irá libertar espaço em disco. Segundo, o seu PC irá iniciar de uma forma mais rápida, uma vez que já não terá de esperar que as ferramentas e os utilitários – que não iria usar de qualquer forma – sejam carregados no arranque em simultâneo com o Windows.

LIMPEZA DO DISCO Os problemas físicos relacionados com o disco rígido podem levar a que o sistema comece a apresentar tempos de resposta lentos. Poderá monitorizar o estado de saúde do disco e remover quaisquer erros através da ferramenta de Verificação de erros. Vá a Computador e clique no botão direito do rato sobre o disco (ou partição), escolhendo Propriedades. Vá até ao separador Ferramentas e entre no utilitário que se encontra no topo da lista. Se activar a opção Corrigir erros do sistema de ficheiros automaticamente, o Vista irá reparar quaisquer erros que encontre pelo caminho sem que o utilizador tenha de fazer nada. Se não seleccionar esta opção, os erros serão identificados e relatados mas não serão corrigidos. A outra opção permite Procurar e tentar recuperar sectores danificados. Ou seja, verifica a drive, localiza os sectores danificados e tenta recuperar qualquer informação que consiga encontrar nestes locais com

COMPONENTES DO WINDOWS Por muito interessado que possa estar em limpar o Windows, deverá saber que existem limites relativamente àquilo que pode ser removido. No XP, uma opção passa por remover as partes do sistema operativo que não são usadas. No entanto, e apesar de as opções serem semelhantes no Vista, o resultado não é assim tão eficaz. Em Programas e Funcionalidades verá a opção Activar ou desactivar funcionalidades do Windows. Aqui, vá retirando a selecção nas caixas para fazer com que as respectivas funcionalidades sejam escondidas em vez de as eliminar definitivamente do disco rígido.

problemas. Quando executar a ferramenta Verificação de erros será avisado de que ela não corre imediatamente porque o disco está a ser usado. Neste caso, ela irá arrancar automaticamente da próxima vez que reiniciar o PC.

NÃO LIGUE AO ESTILO O aspecto não é tudo, especialmente quando estamos a falar do Windows – infelizmente, o bom aspecto tem um preço alto, que é o consumo de recursos de sistema. Os efeitos gráficos usados para fazer com que a interface pareça agradável têm um peso relativo na memória, quer em termos de RAM, quer de placa gráfica. Este peso não é assim tão grande, mas é suficiente para que se sinta uma perda em termos de desempenho. Livre a interface de quaisquer elementos acessórios e foque a sua atenção apenas no essencial e verá uma melhoria no tempo de resposta do sistema e no tempo de arranque. Dentro do Painel de controlo vá a Sistema e Manutenção, Sistema e escolha Definições Avançadas do Sistema. Clique em Definições (por baixo de Desempenho) e verifique se está no separador Efeitos visuais. Seleccione a opção Ajustar para o melhor desempenho e clique em OK. Após breves momentos, o aspecto da interface irá mudar, resumindo-se a uma barra de ferramentas e a menus básicos. Aconselha-se neste caso a utilização de um fundo simples no desktop em vez de uma imagem de alta resolução. É muito fácil tornar o ambiente de trabalho num depósito de lixo para todo o tipo de ícones, pastas e atalhos. Elimine tudo o que não for necessário pois tudo o que se encontrar neste local será carregado na fase final do arranque do Windows e, consequentemente, irá aumentar o tempo de espera até que o processo fique concluído.

USE O WINDOWS DEFENDER PARA MELHORAR O DESEMPENHO

01

Apesar de o principal objectivo do Windows Defender ser identificar spyware, o programa também pode ser usado para agilizar o sistema. Clique em Ferramentas e seleccione Explorador de Software.

50 | PCGUIA

02

Na caixa relativa às classificações verifique se a lista está ordenada segundo os Programas de arranque. Poderá assim ver todos os programas que são executados quando o Windows inicia.

03

Percorra a lista na totalidade até abaixo e decida o que deseja eliminar. Para quaisquer itens sobre os quais não esteja totalmente seguro, use primeiro a opção Desactivar. Depois de verificar se pode eliminar, volte e escolha Remover.


COLOQUE O FICHEIRO DE PAGINAÇÃO NOUTRO DISCO

01

Ao mover o ficheiro de paginação para outro disco irá fazer com que o sistema se torne mais ágil. Ao mesmo tempo, libertará algum espaço valioso em disco na sua unidade de armazenamento principal.

02

Vá ao Painel de controlo, Sistema e escolha Definições Avançadas do Sistema. Clique em Desempenho, Definições, vá ao separador Avançadas e escolha Alterar. Escolha C: e seleccione Sem ficheiro de paginação.

03

Escolha uma drive alternativa a partir da lista e seleccione a opção Tamanho gerido pelo sistema. Clique em Definir e prima OK. Depois, reinicie o seu PC para que as alterações tenham efeito.

OUTRAS DICAS PARA TORNAR O VISTA MAIS LEVE

01

Se o menu Iniciar estiver muito cheio com atalhos que já não usa, clique sobre cada um deles com o botão direito do rato e escolha Remover desta lista. O mesmo se aplica ao menu Todos os programas.

02

Clique no botão direito do rato sobre a área de notificação do sistema e escolha Propriedades. Entre em Personalizar para ver uma lista exaustiva dos ícones que foram usados no passado. Limpe esta lista editando o Registo.

Abra o editor do Registo e vá até HKEY_CURRENT_USER, Software, Classes, Local Settings, Software, Microsoft, Windows, Current Version, TrayNotify. Apague IconStreams e PastIconStreams e reinicie o Windows.

04

05

06

Clique no botão direito do rato sobre o ambiente de trabalho, escolha Propriedades e entre em Alterar ícones do ambiente de trabalho. Limpe a caixa de selecção relativa àqueles que deseja que não estejam visív eis.

No que toca a trabalhar com pastas, existem sempre cabeças de colunas que não são necessárias. Clique no botão direito do rato sobre essa coluna e retire a selecção ao lado do respectivo nome dentro do menu para tornar o processo de visualização mais simples.

03

Remova as barras de ferramentas em excesso do seu browser. Provavelmente, não precisa de ter as barras Google, Yahoo! e Live ao mesmo tempo. Clique em Ver, Barras de Ferramentas ou clique no botão direito do rato sobre a Barra de Ferramentas para os remover.

PCGUIA

| 51


SOFTWARE

GUARDE TODAS AS SUAS PALAVRAS-CHAVE COM O PASSWORD DEPOT Não quer lembrar-se de 20 passwords diferentes para duas dezenas de aplicações e serviços? Aceite a nossa ajuda

DICA Depois de instalar o programa, siga os passos do assistente (precisa de uma ligação à Net). Escreva um endereço de correio electrónico válido e clique no botão Request Activation Key. Irá receber em apenas alguns minutos a chave para registar o programa. Insira-a no campo correspondente e clique em Next para fechar o assistente. Como detentor da versão 2 na sua máquina, tem direito a um desconto especial se quiser adquirir a versão 4: pagará apenas 19,95 euros. Veja mais em www.password-depot.com.

Sites de home banking, de compras online, amazon. co.uk, sites de leilões, de serviços públicos, de e-mail, de online gaming… todos eles precisam de um nome de utilizador e de uma palavra-chave e nem sempre é fácil lembrarmo-nos de todas. E se o leitor utiliza a mesma password para tudo, então está a violar a primeira regra da mais elementar segurança informática… No DVD da PCGuia vai encontrar um programa completo chamado Password Depot 2. A sua função é muito simples: guardar todos os nomes e palavras-chave através de um sistema seguro ao qual apenas o utilizador a quem pertencem tem acesso. Basta criar uma lista de passwords e definir uma palavra-chave geral (só não se pode esquecer desta

palavra-chave geral, caso contrário, deixará de ter acesso às passwords e usernames guardados na lista). Depois, deve inserir os dados referentes a cada um dos serviços que precisam de passwords e gravar o ficheiro. Sempre que estiver online e precisar de fazer compras (por exemplo), terá somente de abrir o ficheiro do Password Depot e copiar os dados referentes ao serviço de compras que está a utilizar. Nem tem de se lembrar qual o nome de utilizador e a palavra-chave, basta copiar essas informações, que já estão guardadas no programa, e colá-las nos respectivos campos no website. Muito útil, não acha? Nós também – e é precisamente por isso que lhe oferecemos o programa no DVD deste mês. J.T.

COMECE A UTILIZAR O PROGRAMA

01

Abra o programa e clique em New List, para criar um novo ficheiro onde guarda a lista com as palavras-chave. Repare que vai ter de definir uma palavra-chave para aceder a esta lista. Crie uma chave com letras e números. Não se esqueça nunca dela.

02

Agora clique em Add e preencha os campos. Insira o username e a password do serviço e o endereço onde ele está activo. Neste caso, é o mail do Sapo. Clique em OK e vá a File, Save List.

Agora abra o endereço do serviço (www.sapo.pt, no nosso exemplo). Vá ao Password Depot e prima F3 ou clique no ícone com o boneco do utilizador par a copiar o username. Cole-o no campo correspondente. Repita o passo com a palavra-chave, clicando na chave ou em F2.

04

05

06

Abra o separador Options para configurar o programa. Pode definir aspectos como a aparência ou o tempo que a password fica no clipboard após o leitor a copiar.

52 | PCGUIA

Vá a Tools, Analyse Passwords para pedir à aplicação que faça uma análise às palavras-chave que tem guardadas. Pode alterá-las a partir desta caixa de diálogo.

03

Se clicar no penúltimo ícone da barra de ferramentas principal (Top Bar), a aplicação fica disponível através de uma muito útil barra colocada no topo do ecrã. Para restaurar o programa, clique em Restore. Pode ainda minimizá-lo para a área de notificação (opção Minimize).


30 milhões de utilizadores informáticos não confiam na rede eléctrica

APC Smart-UPS® 1000 fornece protecção de alimentação e bateria de emergência durante as falhas de energia.

Eles confiam na APC. Não deveria fazer o mesmo? Pense em tudo aquilo que depende do seu computador: ficheiros pessoais e profissionais, informações financeiras, acesso de banda larga, vídeos, fotografias, música e muito mais. Cada vez mais, os computadores são o eixo sobre o qual as nossas vidas giram. E cada vez mais pessoas confiam mais na APC para protecção do respectivo hardware e dados do que em qualquer outra marca de fontes de alimentação ininterrupta (UPS).

hardware e evitar períodos de inactividade. Também proporciona protecção contra uma rede eléctrica que, a cada dia que passa, perde fiabilidade. Os cortes de energia são uma realidade diária nas empresas de Portugal, e as empresas locais devem ter este facto em consideração no que toca aos planos de continuidade comercial. Tal pode significar que as pessoas que dependem dos seus

Por que motivo são as fontes de alimentação ininterrupta da APC são as mais vendidas em todo o mundo? Há 20 anos que somos pioneiros na tecnologia de protecção de alimentação eléctrica. A nossa Legendary Reliability® permitelhe guardar os seus dados, proteger o seu

computadores estão a rumar em direcção a uma “incrível tormenta”, tornando assim a protecção proporcionada pela APC ainda mais fundamental. A APC disponibiliza uma abrangente linha de soluções contra cortes de energia, que se adaptam a um vasto leque de aplicações. Já utiliza soluções APC? Obtenha a mais recente bateria de substituição para a sua unidade ou actualize-a com um modelo mais recente.

Saiba por que é que 30 milhões de pessoas não precisam de se preocupar com perdas de ficheiros de música, fotografias e financeiros.

Soluções APC para todos os níveis de protecção Residência particular A bateria de reserva e a protecção contra picos de corrente mais rentáveis para computadores domésticos.

Back-UPS® ES 550

Escritórios em casa

Back-UPS® ES 700

Protecção completa para computadores de escritórios em casa e pequenas empresas.

Pequenas empresas

Smart-UPS® 1000

Protecção eléctrica para redes de alto desempenho com a melhor capacidade de gestão da classe para servidores.

Registe-se e terá a oportunidade de GANHAR um iPod touch! Visite o nosso Web site em http://promo.apc.com Código de Acesso 73446v Tel +351 21 850 41 00 s Fax +351 21 850 41 50 ©2009 American Power Conversion Corporation. Todas as marcas comerciais pertencem aos respectivos proprietários. SU3BUEF-PT E-mail: esupport@apcc.com

APC Portugal, Av. Dr. Francisco Gomes, 1 Edificio Entreposto, Piso 4, Fraccao 6


SOFTWARE

GUARDE OS SEUS FICHEIROS COM O BACKUP4ALL Pode encontrar a versão completa do programa no DVD da revista

AO DETALHE A versão que a PCGuia oferece neste número é a Lite, mas existem ainda as versões Backup4all Standard e Backup4all Professional. Para ver as diferenças entre as versões, consulte o link www.backup4all.com/chooseedition.php. Para fazer o resgisto da versão Lite, vá a www.backup4all.com/freeregistration.php?src=91 e insira o seu nome e um endereço de e-mail válido.

Com esta aplicação, pode agendar a criação de cópias de segurança

Mais vale prevenir do que remediar. O ditado popular é mais válido do que nunca no que concerne à segurança dos dados e à hipótese de criar cópias de segurança de informação no seu computador. No DVD da revista de Abril vai encontrar o Backup4all – é o programa completo. Dê um salto à Internet e registe a aplicação para

DEVE FAZER AS CÓPIAS DE SEGURANÇA PARA UMA PARTIÇÃO SEPARADA

54 | PCGUIA

poder utilizá-la durante mais de 30 dias. Veja a caixa “Ao detalhe” para mais indicações. Com o Backup4all, o leitor vai poder criar cópias de segurança dos seus documentos pessoais, dos dados sensíveis da sua máquina ou mesmo de todo o sistema. O processo é rápido e simples e vale a pena perder algum tempo (com a nossa ajuda) a criar uma política de backups que garanta a salvaguarda da informação. Veja a caixa passo a passo para perceber como. Não se esqueça de que deve fazer as cópias de segurança para uma partição separada daquela onde os dados que está a guardar se encontram. Se possível, guarde o backup também num CD ou DVD. Além disso, peça ao programa que faça backups das pastas mais importantes periodicamente, como a dos seus documentos, por exemplo. Por que não criar uma regra para que o Backup4all guarde semanalmente os seus ficheiros? É simples e, acredite, vale a pena. Pergunte a qualquer pessoa que tenha perdido trabalhos de faculdade, relatórios da empresa, livros de contactos ou qualquer outro tipo de dados pessoais... J.T.


FAÇA CÓPIAS DE SEGURANÇA COM ESTE PROGRAMA

01

03

Depois de instalar o programa, vá à página de registo em www.backup4all.com/free-registration.php?src=91 e introduza os seus dados. Não se esqueça de colocar um endereço de e-mail válido para receber o código do programa.

02

Agora abra o Backup4all. Repare que a aplicação apresenta dicas no ecrã inicial. Pode desligar esta opção. Tem à sua disposição links para as principais tarefas, bem como dois botões principais, um para criar o backup e outro para repor o sistema.

Clique em Help, seguido de Register. Coloque o nome que utilizou no processo de registo e insira a chave que lhe foi enviada para a caixa de correio electrónico. Depois, prima o botão Register.

04

Agora vamos criar o seu primeiro backup. Clique em New e escreva o nome para a cópia de segurança. Repare que pode indicar onde quer que o backup f ique guardado. Pode inclusivamente fazer o backup para uma localização específica na rede.

05

É preciso indicar quais os ficheiros que queremos guardar no backup. Neste caso, vamos fazer uma cópia de alguns ficheiros pessoais, mas pode acrescentar pastas e ficheiros manualmente.

06

Escolha Next e aceite a opção Make Mirror (criar uma cópia “espelho”). Se quiser, pode comprimir os ficheiros e definir uma chave encriptada, para proteger os ficheiros. Se o fizer, não se esqueça da chave, para poder mais tarde aceder à informação. Clique em Next para definir a periodicidade desta tarefa específica.

07

08

09

Clique em Save and Run. O processo terá início. Repare na barra verde no fundo do ecrã. Indica o estado da tarefa. Está a apenas alguns minutos de ter os seus f icheiros salvaguardados.

E se quiser recuperar o backup? Nesse caso, clique em Open e procure o ficheiro de backup que criou anteriormente.

Agora decida para onde quer restaurar os ficheiros e que tipo de backup quer fazer. Pode, por exemplo, fazer o backup da última versão dos seus documentos, ou escolher que ficheiros específicos restaurar.

PCGUIA

| 55


SOFTWARE

CRIE APRESENTAÇÕES EM PDF Transforme um ficheiro PDF numa apresentação interactiva através do software KeyJnote

Para abrir um ficheiro PDF com o KeyJnote, terá de clicar sobre ele com o botão direito do rato e escolher Enviar para, KeyJnote

É possível transformar qualquer ficheiro PDF numa apresentação de ecrã inteiro poderosa, cheia de efeitos capazes de atrair a atenção de todos. Para isso, basta usar o KeyJnote, um software gratuito. Quando um ficheiro PDF é aberto com este programa, as páginas são exibidas em modo de ecrã completo com um fundo preto, sendo possível ao utilizador navegar através delas por intermédio do teclado ou do rato. Existe um ecrã de perspectiva global no qual são exibidas todas as páginas do documento, e no qual pode seleccionar qualquer uma das páginas de modo a saltar directamente para ela. Poderá depois voltar ao modo de overview carregando apenas numa tecla. Também existem efeitos de destaque muito atractivos. Por exemplo, pode transformar o ponteiro do rato num foco de luz ou desenhar caixas de realce. Aliás, é possível desenhar fora do projecto e guardar estas caixas, para que possam ser utilizadas na próxima vez que o projecto for aberto. O KeyJnote apresenta uma característica pouco habitual na forma como se instala: não tem um programa dedicado para o efeito. Ou seja, basta copiar a pasta para o disco rígido e pronto.

Também não possui uma interface para iniciar o programa e pô-lo a trabalhar ficheiros PDF; pelo contrário, há que adicionar um elemento ao menu Enviar para do Windows. Uma vez configurado, basta clicar sobre o PDF com o botão direito do rato e escolher Enviar para, KeyJnote.

EFEITOS DE TRANSIÇÃO Para controlar os efeitos de transição é preciso editar um ficheiro de texto especial. Para gerar este ficheiro, prima S no KeyJnote e depois carregue em Esc para sair. Encontrará o ficheiro de texto na mesma directoria do ficheiro PDF com uma extensão Info, que deverá abrir com o Notepad. Verá que, sem qualquer alteração, o programa usa uma transição diferente em cada vez. Se desejar que as transições sejam todas iguais, introduza Available Transitions = [Crossfade] numa linha dentro do ficheiro de texto com extensão Info. Poderá substituir Crossface por qualquer um dos outros efeitos possíveis: PagePeel, SpinOutIn, SpiralOutIn, WipeBlobs, WipeCenterIn, WipeCenterOut, WipeDown, WipeDownRight, WipeLeft, WipeRight, WipeUp , WipeUpLeft ou ZoomOutIn.

TRABALHE COM O KEYJNOTE

01

Não existe um programa para instalação ou uma interface no KeyJnote. Por isso, é necessário adicionar um item ao menu Enviar para que apareça quando clicar com o botão direito do rato sobre um ficheiro PDF. Introduza %APPDATA%\Microsoft\Windows\SendTo na barra de localização do Windows. Verá uma janela semelhante a esta – trata-se do menu Enviar para. Clique no botão direito do rato algures na janela e escolha Novo, Atalho. Navegue até à pasta do KeyJnote e seleccione o ficheiro executável.

56 | PCGUIA

02

Agora poderá abrir ficheiros PDF com o KeyJnote. Para isso, basta clicar sobre o ficheiro com o botão direito do rato e escolher Enviar para, KeyJnote. Prima Tab em qualquer altura para ver este ecrã geral, que mostra as prévisualizações de todas as páginas do documento sobr e as quais poderá clicar. Para avançar use a tecla Página abaixo no teclado ou o botão esquerdo do rato; para recuar use a tecla Página acima ou o botão direito do rato. Prima Esc sempre que queira sair do programa.

03

Desenhe caixas para destacar partes do documento. Estas caixas poderão ser depois gravadas – prima S para o fazer. Irá assim gerar um ficheiro, o qual deverá mover para a mesma pasta do ficheiro PDF caso o mude de pasta. Elimine as caixas com o botão direito do rato. Também pode transformar o ponteiro do rato num foco de luz ajustável. Prima Enter e use a roda do rato ou então carregue em + ou em – para ajustar o tamanho. Para fazer zoom use Z e clique e arraste com o botão direito do rato para navegar pela página. Prima novamente Z fazer zoom out.


SOFTWARE

REMOVA O FUNDO DAS FOTOS O The GIMP dá-lhe as ferramentas necessárias para melhorar as suas fotografias Quando tira fotografias poderá nem notar, mas quando as passa para o computador, ou as vê em papel, percebe que houve um elemento estranho que acabou por ficar na foto, nem que seja bem lá ao fundo. Há sempre uma pessoa que passa no momento errado, ou um automóvel que não fica bem no enquadramento. Por outro lado, pode simplesmente não gostar muito da composição conseguida e estar disposto a fazer algumas alterações. Pode dar-se também o caso de tirar uma foto já com

O THE GIMP OFERECE FERRAMENTAS PARA IDENTIFICAR QUE PARTE DA IMAGEM SERÁ ALVO DE ALTERAÇÕES

o objectivo de lhe remover o fundo mais tarde. Independentemente do objectivo ou da situação, depressa vai perceber que remover o fundo a uma foto é um trabalho moroso, que exige precisão e que tem um grau de dificuldade significativo, a menos que já tenha experiência na manipulação de fotografias. O The GIMP oferece um conjunto de ferramentas para efectuar selecções, ou seja, para identificar que parte da imagem será alvo de alterações. É claro que isto não significa que, com este programa, manipular fotos passe a ser “canja”. Continuará a ser necessária uma boa dose de precisão, mas podemos garantir que as ferramentas colocadas à sua disposição o ajudarão bastante. Para começo de conversa, pode trabalhar com uma opção especialmente desenhada para remover fundos de fotos.

VEJA OS RESULTADOS A ferramenta funciona por etapas. Primeiro selecciona a imagem, depois exibe um conjunto rascunho do que pretende manter. No final, terá uma selecção que irá apenas conter a imagem pretendida. Para pequenos arranjos, seleccione Select, Invert from the menu, e depois Edit, Fill with BG colour, ou outra qualquer opção que queira.

ALTERE A FOTOGRAFIA EM QUATRO PASSOS

01

Escolha a ferramenta Foreground Select do menu do The GIMP. De seguida, defina a sua selecção, contornando a área que pretende manter. Nesta fase não necessita ainda de ser muito preciso; certifique-se apenas que envolve todos os elementos que pretende manter.

58 | PCGUIA

02

A barra de ferramentas aloja uma série de configurações. Se, por exemplo, tiver uma imagem com muito amarelo à frente e muito azul atrás, pode ajustar a sensibilidade da ferramenta para mexer com a intensidade.


CONHEÇA O THE GIMP

1

SELECCIONE O QUE DESEJA A área laçada deverá conter a imagem de primeiro plano, ou não será seleccionada correctamente.

2

IDEIA GERAL Não tem de ser extremamente preciso nas suas pinceladas, mas tente agarrar apenas a imagem que necessita, nunca o fundo.

5

CORES O The GIMP destaca, por regra, a área seleccionada a azul, mas o utilizador pode alterar a cor neste campo

4

INTENSIDADE DE COR É neste espaço que poderá ajustar os valores para que estes se adeqúem melhor à sua imagem.

03

Assim que tiver seleccionado a área, a sua ferramenta irá mudar para a forma de um pincel. Pinte as áreas que pretende manter da forma mais precisa que conseguir. Não se aproxime muito dos contornos se tiver receio de os ultrapassar, mais vale jogar pelo seguro.

3

AFINAÇÕES Se a dimensão do pincel não se adequar à sua imagem, pode alterá-la aqui.

04

Sempre que parar de pintar, o The GIMP tenta adivinhar qual a ár ea que pretende manter. Se ainda mostrar algum do fundo que pretende remover, pode afinar a sua pintura e eliminar algumas pontas soltas.

PCGUIA

| 59


SOFTWARE

RESOLVA PROBLEMAS DE VÍDEO FLASH Identifique a origem dos problemas, estejam eles no programa da Adobe ou no browser

Tem passado por algumas dificuldades ao tentar abrir sites com streaming de vídeo, como o YouTube, por exemplo? Não tenha quaisquer complexos em dizer que sim, pois são muitos os utilizadores deste género de sites que sofre do mesmo problema. De facto, as mensagens de erro e o playback intermitente são os sintomas mais experimentados pelos utilizadores domésticos. As soluções colocadas online são demasiado vagas. No entanto, não é preciso ter assim tanto trabalho para encontrar a resolução do problema. Primeiro, verifique se o sucedido está relacionado com o programa que usa para aceder à Internet, mais conhecido como browser. É aqui que a maior parte dos problemas relacionados com vídeo Flash tem

RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ONLINE O Youtube reuniu uma útil secção de resolução de problemas relacionados com a reprodução de vídeo Flash. Não está à vista de todos, sendo necessário ir a http://help.youtube.com/support/youtube) para encontrar a secção debaixo de V ideo Player Problems. A maior parte das soluções gira em torno da cache e do plug in Adobe Flash, que foram já sublinhadas neste artigo. No entanto, trata-se de uma ajuda que deve ter sempre em consideração, caso surjam novos problemas. A página de suporte do YouTube também cobre os processos de solução comuns a um número considerável de browsers e de respectivas versões, no caso de usar outro programa que não o Mozilla Firefox para surfar na Web.

origem. Use o YouTube como base para o teste. Escolha um vídeo. Se não conseguir a janela do leitor, há algumas coisas que poderão não estar configuradas correctamente. Se estiver a usar o Firefox, clique em Tools, Add-ons. Nesta janela clique em Plugins e procure por Shockwave Flash. Se não estiver lá, então a solução é simples: instale o plugin Adobe Flash, a partir de www.adobe.com/products/flashplayer. Se estiver a usar outro browser, o Adobe Flash Player surgirá na lista de programas para adicionar ou remover, o que é um bom sinal.

ATENÇÃO AO JAVASCRIPT Se obteve um erro que sugere que o Javascript poderá não estar a ser executado, no Firefox, vá até Tools, Options e clique em Content. Verifique se a opção Enable Javascript está activada – se não estiver, active-a. Se o leitor aparece mas a reprodução do filme é feita de forma lenta, se o filme pára ou o buffering congela, é muito provável que a culpa seja da cache do seu browser. No Firefox, clique em Tools, Options e vá ao separador Advanced. Verifique e aumente o espaço disponível para armazenamento offline para aproximadamente 50 MB. Finalmente, clique em Tools, Clear Private Data e limpe a Cache and Cookies. Se o problema ainda não estiver resolvido então o problema será mais grave. Nesse caso, remova o programa, reinicie o PC e volte a instalar o Flash, preferencialmente a última versão disponível em www.adobe.com/products/flashplayer.

REINSTALE O FLASH QUANDO TUDO FALHAR

01

Primeiro, é sempre recomendável verificar qual o número da versão que está a usar. Na altura em que estas linhas foram escritas, o Adobe Flash Player estava na versão 10.0.12.36. Se tiver esta versão, remova-a apenas se todos os outros métodos de resolução falharem. Poderá verificar a versão que está a usar a partir do seu br owser. No Firefox vá a Tools, Add-ons e entre no separador Plugins. Aqui, irá encontrar o Flash descrito como Shockwave Flash. Debaixo do título verá o número da versão.

60 | PCGUIA

02

Vá ao Painel de Controlo e entre em Adicionar e Remover Programas para remover o Adobe Flash Player. Assim que o processo estiver concluído, recomenda-se que reinicie o PC para se assegurar que o programa é totalmente limpo do sistema. Feche não só qualquer janela do browser que possa ter aberta, como também qualquer programa de gestão de downloads que possa estar a correr. Um só clique basta para apagar o Adobe Flash Player do PC, não havendo qualquer assistente ou barra de progresso.

03

Use a versão mais recente. Não vá buscar uma versão que ainda esteja gravada no seu disco, pois pode não servir para resolver os problemas. Por isso, vá a www.adobe. com/products/flashplayer. Mais uma vez, vai precisar de fechar quaisquer janelas do browser que possa ter abertas antes de começar, uma vez que podem interferir com o processo de instalação. O Adobe Flash adiciona-se automaticamente a todos os browsers. No final, reinicie o PC apenas se quiser. Os problemas devem agora estar resolvidos.


LIMPE O SEU DISCO RÍGIDO Não é preciso muito para manter o Windows em boa forma. Basta que o lugar onde guarda os seus dados esteja limpo e organizado Não pense que o seu PC é auto-suficiente, ele tem de ser limpo, organizado e o seu estado de saúde tem de ser verificado de tempos a tempos. Se não fizer nada disto, mais cedo ou mais tarde, vai arrepender-se. À medida que o tempo passa e a sua máquina vai acumulando tempo de uso, o disco rígido vai ficando cheio de aplicações, de documentos e de ficheiros de dados. É claro que grande parte deles é essencial, mas existem outros que não são mais do que despojos que ocupam espaço e contribuem de forma muito negativa para o desempenho do seu sistema. Felizmente, o processo que precisa de seguir para voltar a pôr o seu disco em ordem não é nenhuma dor de cabeça. Basta um pouco de empenho, algumas horas de trabalho e depois apostar na manutenção. Irá rapidamente perceber que após todo o trabalho não só conseguiu libertar alguns megas de espaço, como optimizou significativamente o desempenho da sua máquina. Um dos melhores locais para iniciar este projecto é na opção Programas, no Painel de Controlo. Desta forma, irá conseguir ter acesso a uma listagem de todas as aplicações que estão instaladas no seu PC. O mais certo é ter instalado programas e utilitários que raramente usa. No Windows XP, por exemplo, poderá confirmar o número de vezes que recorreu aos serviços de uma determinada aplicação através

do menu que se encontra no topo da lista. Basta indicar que pretende ordenar a listagem por frequência de uso. No Vista terá de escolher Detalhes para ter acesso ao mesmo tipo de informação. Ao remover itens a partir deste local irá beneficiar de duas formas: a mais óbvia diz respeito ao espaço que irá libertar em disco, a outra está relacionada com a questão já mencionada da performance. Por exemplo, podemos avançar que parte dos programas que irá remover está alocada ao processo de arranque do Windows, o que significa que o arranque do seu sistema será mais rápido após a limpeza.

O ESTADO DE SAÚDE DO PC TEM DE SER VERIFICADO DE TEMPOS A TEMPOS

AUTOMATIZE A DESFRAGMENTAÇÃO DO DISCO NO XP

01

A ferramenta de desfragmentação do Vista já vem equipada com um calendário, mas o W indows XP ainda não tinha esta benesse. Ou seja, necessitará de recorrer à opção Agendar tarefas no Painel de Controlo para indicar que pretende iniciar um processo de desfragmentação.

02

Clique em Agendar Tarefa para dar início ao Assistente. A ferramenta não aparecerá listada, por isso, siga até C:\WINDOWS\system32\dfrg.msc. Indique a frequência com que pretende executar a tarefa e a data em que pretende que ela ocorra.

03

Assim que a tarefa for activada, a ferramenta de desfragmentação do disco irá arrancar. Não correrá automaticamente, ou seja, terá de seleccionar a drive desejada e clicar em Analisar.

PCGUIA

| 61


SOFTWARE

DICA RÁPIDA

ÁREA DE TRABALHO LIMPA Não é preciso muito para conseguir amontoar na sua Área de Trabalho um conjunto de atalhos e f icheiros. No Windows XP use o Assistente de limpeza do ambiente de trabalho para perceber quais os itens não usados frequentemente. Ele pode apagá-los por si. Clique no botão direito do rato sobre o ambiente de trabalho, Propriedades, separador Geral, deixe seleccionada a opção Executar o Assistente de limpeza do ambiente de trabalho a cada 60 dias ou então clique no botão Limpar ambiente de trabalho agora.

ARRANQUE MAIS RÁPIDO Existem duas coisas que levam qualquer utilizador ao desespero: respostas lentas e arranques demorados. Apesar de ter já removido alguns elementos que estavam a ocupar espaço e tempo, existem ainda inúmeros problemas que empatam a sua máquina, nomeadamente, o processo de arranque da mesma. A melhor forma de lidar com esta questão é recorrer à ajuda da opção Configuração do Sistema. Clique em Iniciar, Iniciar Procura. Escreva msconfig e carregue em Enter. Existem soluções que estão alocadas ao arranque que não devem ser mexidas, é o caso dos programas de antivírus ou anti-spyware. Nestes, não aconselhamos a mexer, sob pena de poder ter problemas ainda mais graves. Agora, qual é a necessidade de ter o programa de mensagens instantâneas e o Windows Media Player a arrancarem automaticamente com o seu sistema? A única coisa que ganha é um tempo de espera ainda maior. Mantenha-se também atento aos utilitários relacionados com a impressora. Todos estes itens acabam por contribuir para que o seu PC

LIMPE O SEU DISCO Use a ferramenta Limpeza do Disco para indicar quais os ficheiros que pretende remover. Abra o Meu Computador, de seguida, clique com o botão direito sobre a drive que pretende limpar e escolha Propriedades. Clique no botão Limpeza do Disco e espere até que o disco acabe de ser analisado. Em Ficheiros a Eliminar Delete, obser ve quais os ficheiros que podem ser apagados e qual o espaço que libertam. Deve prestar especial atenção à categoria Ficheiros Temporários. O número que é apresentado não corresponde necessariamente à verdade, nem traduz o montante de ficheiros temporários que habitam no seu sistema. Isto porque ele apenas mostra os ficheiros que não foram alterados na última semana. Para se assegurar de que todos os f icheiros são realmente removidos use a ferramenta de pesquisa do W indows para localizar temporários. Escreva a extensão .tmp. Seleccione os resultados que aparecem e apague-os manualmente.

demore uma eternidade a arrancar, por isso, desactive o maior número possível de programas associados. Não tenha medo, se achar que eliminou algum que não devia; pode sempre regressar a esta lista e voltar a activá-lo. É claro que os programas não são as suas únicas preocupações. Nesta lista encontram-se também incluídos os processos que estão constantemente a correr no seu sistema. Siga até ao separador Serviços para perceber exactamente o que estamos a falar. Temos de admitir que necessita da maioria dos serviços da Microsoft que permanecem activos, por isso, seleccione a caixa que diz Ocultar todos os serviços da Microsoft. A lista elimina todos estes

últimos, deixando visíveis apenas aqueles que podem estar a mais. Desactive todos os itens que considera que não estão a acrescentar valor ao arranque da sua máquina. Mais uma vez tenha atenção para não desactivar nada que possa estar relacionado com o seu software de segurança. O menu Programas pode também alojar instruções para executar programas aquando do arranque do Windows. Dê uma vista de olhos à pasta Iniciar e procure alguns atalhos. Clique com o botão direito sobre eles e escolha Delete para remover os itens que não quer. Isto não irá remover o programa da sua máquina, apenas irá impedir o atalho de funcionar.

DICAS DE LIMPEZA AVANÇADAS

01

A ferramenta Limpeza do Disco não apaga todos os ficheiros temporários. Encerre todas as aplicações que estiverem activas, clique em Iniciar e escreva %temp%. De seguida, clique na tecla Enter. Seleccione o conteúdo da pasta e clique em Delete.

62 | PCGUIA

02

Não consegue apagar um ficheiro porque está em uso? A solução está em utilizar o Unlocker a partir de ccollomb.free.fr/unlocker. Clique com o botão direito sobre o ficheiro e escolha Unlocker. Este será apagado da próxima vez que reiniciar o PC.

03

Abra Adicionar e Remover Programas no XP. Adicionar ou remover programas, dentro do Painel de controlo, Adicionar/remover componentes do Windows. Seleccione o componente que pretende e clique em Detalhes para poder ter acesso a mais alguma informação. Clique na caixa de selecção para o remover.


UM ARRANQUE MAIS LIMPO Assim que começar a alterar alguns dos itens que se encontram no separador Iniciar perceberá que o msconfig irá começar apenas a apresentar algumas entradas redundantes. Felizmente também é possível removê-las da lista. Apesar de esta operação não optimizar o desempenho, irá melhorar significativamente a leitura da lista. Para remover entradas inválidas da lista, necessitará de usar o editor do Registo. Clique em Iniciar, Run. Escreva regedit e clique no Enter. Siga até estes locais: HKEY_LOCAL_MACHINE\Software\Microsoft\ Windows\CurrentVersion\Run e HKEY_ CURRENT_USER\Software\Microsoft\Windows\ CurrentVersion\Run. É aqui que poderá encontrar detalhes acerca de todos os elementos disponíveis no separador Starup. Os detalhes acerca dos itens desactivados podem ser encontrados aqui: HKEY_LOCAL_MACHINE\ Software\Microsoft\Shared Tools\MSConfig\ startupreg e HKEY_LOCAL_MACHINE\ Software\Microsoft\Shared Tools\MSConfig\ startupfolder. Basta apagar uma pasta de um item removido para que este seja igualmente removido da lista que aparece no separador Iniciar, no msconfig.

LIMPE A LISTA DE PROGRAMAS A ferramenta Programas tem por base a rotina de desinstalação de aplicações individuais para funcionar correctamente Se houver alguma falha, o programa permanece parcialmente instalado e o seu nome manter-se-á na lista. Poderá então usar o editor do registo para remover entradas redundantes. Clique em Iniciar, Iniciar pesquisa e escreva regedit. Clique depois em Ok. Introduza a seguinte chave: HKEY_LOCAL_MACHINE\ SOFTWARE\Microsoft\Windows\ CurrentVersion\Uninstall. Cada subchave que aparece aqui diz respeito ao nome de uma aplicação listada em Programas. Para riscar um item da lista, basta clicar sobre ele com o botão direito e apagar a respectiva chave. O programa deixará de aparecer na lista.

PCGUIA

| 63


SOFTWARE

Limpe o disco rígido

AS MELHORES DICAS PARA MANTER O WINDOWS EM FORMA

01

No Windows XP poderá libertar espaço no seu disco, reduzindo o espaço usado pelo utilitário Restauro do Sistema. Em Propriedades do Sistema pode seleccionar o separador Restauro do Sistema e alterar o espaço que lhe foi alocado.

Use a Ferramenta Limpeza do Disco para remover todos os pontos de restauro mais antigos. Siga até ao separador Mais Opções e clique em Limpar par a apagar estes pontos de restauro e cópias de antigas cópias de segur ança.

03

Por predefinição, cerca de 15% do espaço é usado pelo R estauro do Sistema. Pode reduzir os recursos consumidos por este último editando a seguinte cha ve de registo: HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\WindowsNT\CurrentVersion\SystemRestore\ cfg. Altere a percentagem usando valores decimais.

04

05

06

Quando desactiva alguns itens no Msconfig para limpar a rotina de arranque da sua máquina, estes itens irão permanecer naquela lista, apesar de estarem inactivos. Use o MSConfig Cleanup, disponível em www.get-in-control.com/msconfig-cleanup.

64 | PCGUIA

02

Os drivers dos dispositivos permanecem no sistema mesmo após os ter r emovido. Abra o Gestor de Dispositivos e clique em Ver, Mostrar dispositivos ocultos.

O Advanced Windows Personal Care é um utilitário gratuito que pode ser adquirido em www.iobit.com/advancedwindowscareper.html. Use esta ferramenta e as nossas dicas para manter o seu disco sempre limpo e arrumado.


SOFTWARE

TIRE MAIS DO OPENOFFICE.ORG Aproveite ao máximo o que esta aplicação tem para lhe oferecer com as extensões gratuitas disponíveis

Se usa ou já usou o OpenOffice.org para trabalhar, existe uma forte probabilidade de já ter utilizado os modelos ou templates que esta aplicação disponibiliza, ou as imagens da galeria também disponíveis, para criar documentos e apresentações.

IMAGENS REPETIDAS Se estiver a criar um documento simples, por exemplo, uma newsletter para uma empresa ou município, estará, por regra, a carregar sempre as mesmas imagens. Neste tutorial iremos mostrar-lhe como organizar as suas imagens de uma forma eficiente. Por que é que tem sempre de carregar imagens guardadas num determinado local, quando pode simplesmente arrastá-las da galeria do OpenOffice? Criar uma galeria de imagens

personalizada é das tarefas mais simples e práticas que pode fazer. Se calhar também já percebeu que está sempre a usar as mesmas imagens de forma errada. Se se tratarem de logótipos, esta questão não se coloca, mas, se trabalhar com ilustrações, o caso muda de figura. Porquê usar sempre a mesma imagem se pode ter à sua disposição um banco de imagens mais alargado? Felizmente, existe um sem número de opções que pode adicionar ao OpenOffice.org, sem grandes dores de cabeça. Um dos pontos mais positivos acerca desta aplicação é o facto de suportar um leque bastante alargado de extensões, linhas de código e ficheiros que estendem as funcionalidades e recursos do software. Existe um site cheio de extensões disponíveis para download gratuito. Basta consultar a oferta e fazer a sua escolha.

EXISTE UM SEM NÚMERO DE OPÇÕES QUE PODE ADICIONAR AO OPENOFFICE.ORG, SEM GRANDES DORES DE CABEÇA

MELHORE O USO E GESTÃO DE IMAGENS

01

Existe uma série de imagens já incorporadas no OpenOffice.org. Escolha Tools, Gallery para poder visualizar o grupo de imagens disponív el. Se quiser utilizar qualquer uma delas, basta clicar, arrastar e largar a imagem num documento.

66 | PCGUIA

02

Para adicionar os seus elementos gráficos à galeria de imagens, opte por colocá-las todas na mesma directoria. Clique em New Theme no painel. Atribua um nome que lhe permita identificar rapidamente o tipo de imagens que esta aloja, uma v ez que, por uma questão de gestão, dá jeito criar mais do que uma galeria.


SOFTWARE

OpenOffice.org

MELHORE O USO E GESTÃO DE IMAGENS

03

Clique no separador Files. Agora poderá navegar e seleccionar as suas imagens. Clique em Find Files, que se encontra no canto superior direito do painel e escolha a directoria onde se encontram os ficheiros. Basta clicar em Add para adicionar os ficheiros.

O OpenOffice.org não fará uma verificação automática às directorias se adicionar mais ficheiros. Para efectuar a actualização da sua directoria, clique com o botão direito sobre o ícone do tema na galeria e escolha Pr operties a partir do menu sempre que pretender regressar ao menu principal para adição de novos ficheiros.

05

Pode adicionar uma série de extras ao OpenOffice, como temas, por exemplo. Este tipo de aplicações aparece como extensões, o que facilita a sua instalação e gestão. Clique em Tools, Extensions manager.

06

Este espaço permite-lhe activar e desactivar extensões. Provavelmente já terá algumas instaladas, como um dicionário específico. Para adicionar mais, clique no texto escrito a vermelho que diz: Get more extensions here. Este funciona como um link que o conduz ao local (site) indicado.

07

08

Existem centenas de extensões disponíveis, o que pode dificultar a sua busca. Se estiver à procura de templates ou imagens, por exemplo, existem opções interessantes oferecidas pela Sun e pela Oxygen Off ice. Efectue uma procura por sun, oxygenoffice ou por outra palavra-chave.

68 | PCGUIA

04

Assim que tiver feito o download e a instalação da extensão, terá de reiniciar o seu OpenOffice.org. Feche a janela e encerre a aplicação. Clique com o botão dir eito no ícone do OpenOffice.org que se encontra na área de notificação, e escolha Exit.


TEMA DE CAPA

MANTENHA OS SEUS FILHOS

EM SEGURANÇA NA NET Siga o nosso guia para garantir que os membros mais novos da família estão a salvo na maior das redes TEXTO JOÃO TRIGO, JOÃO PEDRO FARIA E SUSANA ESTEVES

Tal como todas as inovações, as tecnologias de informação têm aspectos positivos e negativos. Viver sem acesso à Internet parece hoje impossível para quem depende dela profissional e pessoalmente, e a maior das redes é responsável pela grande dinamização dos processos de negócios, das tarefas de aprendizagem e de contacto entre pessoas. Mas estas vantagens acarretam alguns perigos. Basta estar atento às notícias para ver a forma como as redes pedófilas tiram proveito da globalização imposta pela Internet, por exemplo, ou como é simples roubar dados confidenciais de computadores pessoais e aceder a contas bancárias. Este tema de capa nasceu das crescentes dúvidas sobre segurança de dados e protecção de menores na Internet. Todas as sextas feiras respondemos a questões sobre esta temática e já era hora de elaborarmos um tema de capa esclarecedor sobre a matéria. Vamos dar-lhe algumas dicas importantes para

NAS PRÓXIMAS PÁGINAS Use o controlo parental do Vista Reforce a segurança Conteúdos vigiados em Português Controle o seu PC à distância Use filtros para bloquear conteúdos O que fazer quando o perigo espreita

70 | PCGUIA

p76 p80 p81 p82 p84 p86

ajudá-lo a controlar a utilização que os seus filhos fazem do computador e da Internet. A ideia geral é que o leitor acabe de ler o artigo e saiba o que deve fazer para deixar os membros mais novos da equipa lá de casa sentados ao computador sem pensar duas vezes nos perigos que correm. Para tal, vamos ensiná-lo a utilizar eficazmente as restrições de contas e as opções de controlo parental do Windows Vista e de programas de segurança. Queremos ainda explicar-lhe como aceder à sua máquina remotamente, para ver o que se passa no ambiente de trabalho do computador e aconselhá-lo nos passos que deve tomar caso desconfie que está a ser feita uma utilização nociva da Internet ou que o seu filho está a ser alvo de algum tipo de ameaça. Não queremos esconder o dilema moral que nasce da necessidade de monitorização que está na base deste tema de capa. Este controlo da utilização do PC pode ser feito, todavia, sem invadir a privacidade do seu filho, e mesmo com o conhecimento do mesmo.


TEMA DE CAPA MANTENHA OS SEUS FILHOS EM SEGURANÇA NA NET

USE O CONTROLO PARENTAL DO VISTA O mais recente sistema operativo da Microsoft tem ferramentas que o ajudam a vigiar os seus filhos enquanto navegam na Internet

DICA

Pode encontrar as opções de controlo parental nas seguintes versões do Windows Vista ✔ Home Basic ✔ Home Premium ✖ Business ✔ Ultimate

Com o crescente número de ameaças online e com o à vontade que os adolescentes sentem ao lidar com as novas tecnologias, a Microsoft dedicou muito mais atenção às opções de controlo parental no Windows Vista. Comparar estas opções com as existentes no XP é comparar vinho com água, e nós vamos mostrar-lhe porquê. Por outro lado, não pretendemos esconder ou camuflar a forma como vamos usar as opções de controlo do Vista. O objectivo é simples: determinar que jogos os miúdos podem jogar e que programas podem usar e que sites podem e não podem visitar. A ideia é poder deixar os membros mais novos ao

computador e garantir que eles o fazem em segurança. O Windows Vista permite tomar este tipo de decisões a partir de um local que centraliza tudo o que diz respeito ao controlo parental. Neste campo, é muitíssimo superior ao Windows XP, que tinha sérias lacunas no que concerne a opções desta natureza. Nestas páginas, vamos explicar-lhe como pode bloquear o acesso a determinados sites e como pode impedir que o seu filho utilize o computador a determinadas horas. Sabia que pode ver relatórios sobre tudo o que o utilizador anda a ver e a fazer na máquina? Veja a caixa passo a passo.

COMO PROTEGER O SEU FILHO

01

02

03

04

Vá ao Painel de Controlo. Em Contas de Utilizador e Segurança Familiar, escolha Configurar Restrições de Acesso para qualquer Utilizador.

Clique em Filtro Web do Windows Vista. Assinale a caixa para bloquear alguns sites e clique na caixa Personalizar em Bloquear o Conteúdo Web Automaticamente. Assinale os filtros que quer activar e, caso pretenda, clique na caixa do fundo da página par a impedir que o utilizador possa transferir dados através da Internet.

72 | PCGUIA

Clique na conta de utilizador do(s) seu(s) f ilho(s). Na área de restrições de acesso, escolha Activado, Impor Definições Actuais.

Agora clique na opção Limites de Tempo. Através desta opção, pode indicar em que alturas do dia (e da semana) é que o utilizador pode usar a máquina. Neste e xemplo, os espaços a azul são horas em que não será possível utilizar o PC.


MAGALHÃES VIGILANTE Quando pensamos em computador para crianças, hoje em dia, rapidamente nos vem à cabeça o Magalhães. Por muito que este portátil pareça um pequeno brinquedo, trata-se de um computador portátil perfeitamente normal, com acesso à Internet e capaz de fazer o que todos os seus semelhantes fazem, ou seja, não f ica de fora das máquinas a proteger. Aliás, se há máquina que deve ser alvo de algum tipo de monitorização no que toca aos acessos e conteúdos visualizados é o Magalhães. Mas este pormenor não f oi esquecido. O computador vem equipado com software que permite aos encarregados de educação controlarem o acesso a determinados sites da Internet, a algumas aplicações, e v erificarem o tempo de utilização do equipamento. No sistema Windows o programa chama-se Parents Carefree, no sistema Linux Caixa Mágica designa-se por Procon. Os programas operam, basicamente, da mesma forma. Os pais podem criar uma lista com os sites permitidos, (ou proibidos) e controlar os regimes de acesso à máquina ou a determinadas aplicações (duração de utilização e horário de utilização). No ambiente Linux, o acesso a algumas aplicações, como, por exemplo, o correio electrónico e programas de conversação tipo Messenger, está dependente da introdução da palavra-chave. O programa ProCon é um add-on/plugin que acompanha o Firefox, e que funciona como um f iltro para controlo do acesso aos sites. Por uma questão de segurança, o Magalhães traz já alguns programas bloqueados de raiz, como é o caso do Windows Live Messenger e o Windows Live Mail, ambos desbloqueáveis através dos programas de controlo parental. Para mais informações sobre esta temática, ou para ter acesso ao PDF que explica detalhadamente como controlar os programas de controlo parental no Magalhães, em ambos os sistemas operativos, consulte o site www.eescolinhas.gov.pt.

05

06

07

08

Seleccione Jogos para abrir esta janela. Diga ao sistema se ser á permitido ao utilizador jogar. Para mais definições, clique na frase Bloquear ou Permitir Jogos Específicos.

Na última opção, Permitir e Bloquear Programas Específicos, pode indicar que aplicações estarão disponíveis ao utilizador. Depois de o sistema criar a lista, assinale os programas que podem ser usados pelo membro mais novo da sua família.

Repare que lhe é apresentada uma lista de jogos instalados no sistema. P ode escolher que aplicações podem ser executadas e quais os jogos a que o utilizador não ter á acesso.

Na janela principal, clique em ver Relatórios de Actividades. Nesta secção, é possível ver os sites mais visitados pelo utilizador e aqueles que f oram mais recentemente bloqueados. Mas repare que pode ainda aceder à listagem de aplicações e xecutadas, de jogos e às mensagens de correio electrónico e conversações na Web, entre outros dados.

PCGUIA

| 73


TEMA DE CAPA MANTENHA OS SEUS FILHOS EM SEGURANÇA NA NET

REFORCE A SEGURANÇA Não confie apenas no sistema operativo para garantir a protecção dos mais pequenos

O Vista, como já vimos, dispõe dos mecanismos necessários à configuração de um ambiente seguro para que os mais pequenos possam usar o computador e a Internet de uma forma que não acarrete, à partida, riscos de maior. No entanto, existem outros sistemas operativos – como é o caso do Windows XP, ainda muito utilizado nos dias que correm – que não estão dotados dessas ferramentas. Felizmente, existem soluções para contornar o problema. Poderá, por exemplo, recorrer a um software antivírus ou de firewall que tenha um módulo de controlo parental. Este tipo de ferramenta adiciona ao XP as opções do Vista já descritas e acrescenta algumas definições mais avançadas, apesar de se basear desde logo nas definições de conta de utilizador definidas aquando da sua criação (ver caixa).

Outra das opções é recorrer a um serviço público online capaz de seguir os passos que os seus filhos vão dando pela Internet. Recentemente apresentado, o Norton Online Family ainda está numa fase beta mas permite aos pais não só protegerem os seus filhos nas suas actividades na Internet, como também ligarem-se às suas vidas online. Disponível em https:// onlinefamily.norton.com, o serviço permite aos pais – mesmo aos que têm poucos conhecimentos de informática – perceberem melhor os comportamentos que os seus filhos têm online, dando-lhes acesso àquilo que eles vêm, aprendem e fazem na Internet. Para usar o Norton Online Family basta criar uma conta, descarregar a pequena aplicação Norton Safety Minder e instalá-la nos PC usados pelos mais pequenos, de modo a gerar os relatórios com a informação que interessa.

USE OS CONTROLOS PARENTAIS DO MCAFEE TOTAL PROTECTION 2009

01

Clique no atalho no ambiente de trabalho ou no ícone disponível na área de notificação do sistema para abrir o McAfee SecurityCentre. No ecrã principal, vá a Limitações de Acesso e clique em Configurar para alterar as opções de Bloqueio de Conteúdos.

Na janela seguinte, verá uma mensagem a indicar que As Limitações de Acesso estão activadas. Clique em Avançadas para poder escolher a conta sobre a qual deseja aplicar as restrições. Se não vir todas as contas, clique em actualizar . Seleccione a conta desejada e clique em Editar.

03

04

Active a Filtragem de Imagens e estabeleça um critério par a a Classificação de Conteúdos. Desde a versão de 2008 que o McAfee Total Protection permite estabelecer automaticamente as restrições de tráfego de acordo com o grupo etário definido pelo administrador para o utilizador em causa.

76 | PCGUIA

02

Poderá activar a opção Este utilizador apenas pode aceder aos sites da lista Web Sites Permitidos, sendo que deverá actualizar essa lista manualmente. Mais abaixo, def ina os Limites de Tempo de Navegação na Internet, usando o rato. Clique em OK para terminar e novamente em OK para aplicar as alterações. Feche o SecurityCenter.


CONTEÚDOS VIGIADOS EM PORTUGUÊS O net-MaMMa é uma ferramenta de monitorização, gravação e gestão das actividades das crianças na Internet desenvolvida em Portugal As soluções de controlo parental ou de conteúdos permitem aos pais e encarregados de educação “baixar” um pouco a guarda, e são óptimas ferramentas de prevenção, no entanto, não são muito utilizadas no nosso país. O facto de grande parte das soluções disponíveis estar em Inglês pode consistir num entrave para alguns pais, razão pela qual decidimos ir à procura de uma solução nacional. Apesar de nome, net-MaMMa, é uma solução 100% nacional, que permite aos pais, ou encarregados de educação, vários níveis de controlo. Estes podem optar por vigiar apenas as actividades dos seus filhos online, ou restringir o acesso a uma série de programas e conteúdos. O programa regista todos os sites consultados, pesquisas efectuadas, programas e jogos

acedidos e mensagens trocadas no Messenger. O administrador tem total controlo do programa, ou seja, o software não permite, por exemplo, que a criança ligue ou desligue a opção de gravar conversas no Messenger, como acontece com o Windows. Isto porque uma das grandes diferenças deste programa, face a outros existentes no mercado, é ser totalmente indetectável. A criança não sabe que está a ser monitorizada, nem tem acesso à consola de gestão, já que o programa não cria qualquer tipo de atalho no desktop ou na barra de ferramentas do Windows. Ao existir apenas a hipótese de monitorização não é feita qualquer restrição à navegação da criança. O programa permite a criação de vários perfis, consoante o grau de maturidade de cada elemento, e a

gestão de todos eles de forma independente. O net-MaMMa só suporta para já Windows 2000 e XP, mas existe uma versão beta para o Vista em fase de pré-lançamento. No DVD da PCGuia deste mês poderá aceder à versão de demonstração deste produto que lhe permite avaliar as suas funcionalidades, restringindo apenas alguns pontos, como o número de linhas do Messenger gravadas, entre outros pormenores. A versão completa pode ser adquirida no site do produto http://www.net-mamma.com/Products.aspx por 28,28 euros a versão descarregada da Internet e por 35,36 euros a versão em CD. No entanto, a PCGuia sabe que brevemente a empresa vai disponibilizar uma versão freeware do net-MaMMa no seu site.

ACEDA AOS CONTEÚDOS VISUALIZADOS

01

O acesso à consola de gestão é f eita mediante a introdução de uma password. A interface é bastante simples e comum para os vários campos monitorizados. Os primeiros ícones permitem definir se o conteúdo é permitido ou perigoso. Existe também a opção de aplicar as regras a todos os perfis criados (no caso de ter mais do que um f ilho registado).

02

Na barra lateral esquerda poderá definir o perfil dos vários utilizadores. É neste espaço que se conf igura não só o modo de actuação do Net Mamma, como também os intervalos de gravação de imagens (screen shots) e os jogos, programas e páginas da Internet permitidos ou pr oibidos. A última opção permite-lhe criar uma lista com palavras-chave consideradas perigosas. As páginas que as contenham ser ão automaticamente bloqueadas.

Neste espaço aparecem listados os programas ou jogos activados pelo utilizador. Para além da identificação do conteúdo, o encarregado de educação tem acesso a uma série de screen shots do que foi consultado pela criança. Através da barra de ferramentas superior poderá classificar as várias entradas como perigosas ou permitidas, se assim o desejar.

04

05

06

O administrador tem acesso a uma listagem de todo o histórico do browser. Basta um clique para considerar uma das entradas como perigosa, e colocá-la na lista de páginas a bloquear. Sempre que clicar sobre uma entrada será direccionado para a página visitada.

Esta é talvez uma das funcionalidades mais interessantes nos tempos que correm. Aqui são apresentadas as conversas tidas no Messenger e os amigos com quem se conversa. O gestor pode definir o amigo como Seguro, ou de Risco.

03

Poderá definir nas configurações do utilizador quanto tempo poderá estar o seu filho a jogar, por exemplo. Neste caso, ao final de duas horas o acesso a jogos, Messenger ou outros programas será negado.

PCGUIA

| 77


TEMA DE CAPA MANTENHA OS SEUS FILHOS EM SEGURANÇA NA NET

CONTROLE O SEU PC À DISTÂNCIA O BeAnywhere permite-lhe aceder à sua máquina a partir de qualquer computador

AO DETALHE NOVIDADES NA NOVA VERSÃO Está a ser ponderada a inclusão de uma nova funcionalidade para melhorar a capacidade do BeAnywhere Drive: o Modo Stealth. Permite que a monitorização remota seja efectuada sem que a pessoa que está a usar o computador se dê conta de tal facto. Para além disto, incluirá uma ferramenta de criação de relatórios de utilização do PC, para os pais poderem ver o que os seus filhos fazem no computador. Desta forma, os pais podem identificar rapidamente ameaças à segurança.

Já analisámos o BeAnywhere (https://secure. beanywhere.com/pt; 49,95 euros) na revista de Janeiro deste ano. Na altura, fizemos um teste a esta ferramenta enquanto software de controlo do PC, útil para descarregar ficheiros pessoais e para controlar a máquina, mas nada diz que não possa ser usado como aplicação de monitorização do computador que tem em casa. Através do BeAnywhere, pode ver o que o utilizador da sua máquina está a fazer e inclusivamente desligar o computador, se for caso disso. O programa recorre a protocolos UDP ou TCP, pelo que é simples aceder ao computador (não precisa de fazer configurações específicas no router e, regra geral, também não é necessário criar regras na

firewall). Além disso, é usado numa pen drive. Não é necessário instalar nada no PC, já que todo o processo decorre dentro da pen drive. O leitor poderá sempre dizer que, após desligar a máquina, o seu filho poderá ligá-la novamente e voltar a usar o computador. Sim, é um facto, mas desde que a aplicação de servidor esteja a ser executada no arranque do PC (e fica assim definido aquando da instalação), ela ficará activa logo após o Windows ter sido carregado. Desta forma, o leitor voltará a ter acesso ao computador em casa – basta voltar a executar a aplicação cliente a partir da pen drive. Se a conta do seu filho não lhe permitir desinstalar software ou aceder ao Gestor de Tarefas, ele não terá a possibilidade de alterar o ambiente criado.

O QUE SE PASSA NO COMPUTADOR LÁ DE CASA

01

Antes de tudo, deve instalar a aplicação de servidor no(s) computador(es) que quer controlar à distância. É necessário definir um endereço de e-mail válido e uma palavra-passe para depois aceder ao computador.

02

Leve a pen drive consigo para todo o lado. Quando estiver no trabalho (ou do outro lado do mundo, na verdade), insira a pen drive e clique no executável BADrive. Escreva o username (e-mail) e a password que definiu previamente.

Repare que a aplicação encontrou a nossa máquina de testes com o software servidor instalado. Seleccione a sua e clique em Controlo Remoto.

04

05

06

Agora, insira a palavra-passe para aceder à máquina em questão. É a palavra que definiu como Master Login aquando da instalação da aplicação de ser vidor.

Após alguns segundos, estará a “comandar” o computador à distância. Entre as várias hipóteses, pode pedir um snapshot (uma foto do ecrã) do sistema e gravá-la no computador onde está a trabalhar.

03

Além de controlar a máquina, pode desligá-la com apenas um clique. Na barra de ferramentas do programa, procure o penúltimo ícone. Clique em Shutdown Remote Computer, seguido de OK.

PROGRAMA NO DVD A PCGuia oferece uma versão do BeAnywhere no DVD da revista. Vá a www.beanywhere.com/pcguia, faça o registo e poderá utilizar a aplicação durante 60 dias.

78 | PCGUIA


TEMA DE CAPA MANTENHA OS SEUS FILHOS EM SEGURANÇA NA NET

USE FILTROS PARA BLOQUEAR CONTEÚDOS Existem na Internet pequenas aplicações gratuitas que permitem complementar a protecção online Não é preciso investir financeiramente em aplicações de segurança para reforçar esta componente. Por exemplo, se tiver o Windows Vista, poderá seguir todos os conselhos que lhe demos nas páginas anteriores para que os mais pequenos naveguem online sem estarem expostos a riscos. Mas porque muita segurança nunca é demais, se, mesmo assim, quiser complementar esta componente sem gastar um cêntimo, o que não faltam são ferramentas que podem actuar como filtros de auxílio aos programas de defesa do próprio sistema operativo. Um desses programas chama-se Blok Fere e está disponível em Português, sendo compatível com o Windows Vista. Faz a filtragem através de palavra-chave mas, apesar de eficaz, esta ferramenta poderá ter um comportamento desajustado. Por exemplo, ao fazer-se uma pesquisa de uma determinada palavra, termo ou expressão reconhecido pelo programa serão bloqueados todos os sites com ela relacionada, mesmo que se trate de sites legítimos e até de interesse social. Outro problema que está ligado ao Blok Free tem

BABYSITTER DA INTERNET O Net Nanny é talvez a solução de controlo parental mais conhecida a nível internacional. O programa assenta no compromisso entre privacidade e segurança. Permite filtrar o tráfego da Internet, mesmo em HTTPS, condicionar o acesso a determinados jogos, gr avar conversas consideradas perigosas nos programas de mensagens instantâneas, entre outras funcionalidades. O utilizador pode configurar alertas de e-mail, por exemplo, no caso de ser detectada uma conv ersa perigosa no Messenger, e gerir o sistema remotamente a partir de qualquer ponto de acesso à Internet. P ara dar resposta aos perigos que vêm das redes sociais, os encarregados de educação podem também aceder ao perf il, à lista de amigos, às mensagens e às fotos que estão na área do educando. Existe uma versão de teste, válida por 14 dias, no DVD deste mês da PCGuia.

que ver com o facto de ser necessário removê-lo manualmente, o que poderá ser complicado para os menos experientes. Nesse caso, é necessário clicar em Iniciar, Executar e introduzir o comando regedit para aceder ao editor do Registo. A chave a eliminar encontra-se em HKEY_LOCAL_MACH INE,SOFTWARE,Microsoft,Windows,Curr entVersion. Outro filtro Web é o K9 Web Protection, um software de controlo parental e de filtragem da Internet fácil de usar que ajuda os pais a protegerem os filhos. No entanto, só está disponível em Inglês. Funciona através de bases de dados, limitando o acesso a todo o site e não apenas a uma determinada página com conteúdos inapropriados. O K9 Web Protection tem a capacidade de bloquear o conteúdo para adultos, a pornografia e outro conteúdo ofensivo, impedindo ainda infecções por spyware e vigiando os sites visitados em qualquer ligação de acesso à Internet. Mesmo tratando-se de uma protecção mais avançada e baseada em controlos de filtragem de Web de nível comercial da Blue Coat Systems, o K9 Web Protection é gratuito para uso doméstico. Outro gratuito que goza de uma boa reputação é o Naomi Family Safe Internet, uma ferramenta que impede o acesso a conteúdos pornográficos. Para garantir uma maior segurança, o software é protegido por password e pode ser facilmente removido, quando for necessário actualizá-lo para uma versão mais recente, ou suspenso, para que seja possível visualizar os conteúdos que o programa estiver a bloquear. É claro que tudo isto são aplicações gratuitas, com todas as limitações inerentes, apesar de se tratar, nalguns casos, de excelentes exemplos de como a computação particular pode e deve ser posta ao serviço da sociedade. No entanto, para se ter uma boa protecção online completa, nada melhor do que recorrer a uma suite como a que a Kaspersky propõe, na qual a filtragem de conteúdos é apenas um dos muitos módulos incluídos.

PASSATEMPO A PCGUIA TEM DUAS LICENÇAS DO NET NANNY PARA OFERECER AOS DOIS PRIMEIROS LEITORES QUE RESPONDEREM ACERTADAMENTE ÀS SEGUINTES PERGUNTAS: Qual foi o último lançamento feito pelo Net Nanny para o universo Apple? Qual é a mais recente versão do Net Nanny? As respostas devem ser enviadas para o endereço redaccao@pcguia.cofina.pt 80 | PCGUIA


TEMA DE CAPA MANTENHA OS SEUS FILHOS EM SEGURANÇA NA NET

O QUE FAZER QUANDO O PERIGO ESPREITA Portugal continua a não poder contar com uma hot line para denúncia de conteúdos perigosos, sendo um dos poucos países da União Europeia sem este tipo de serviço

Em 2008, cerca de duas dezenas de adolescentes portuguesas foram vítimas de violação e agressões sexuais, depois de marcarem encontros pela Internet, e estes são apenas os casos que foram registados. A estratégia dos abusadores é sempre a mesma, mas, apesar da informação, as vítimas continuam a aumentar. Os programas de controlo parental permitem aos encarregados de educação ficar um pouco mais descansados relativamente ao tipo de conteúdos consultados pelos filhos, às pessoas com quem falam no Messenger, ou aos e-mails que trocam com terceiros. Mas isto não significa que os adultos possam deitar-se “à sombra da bananeira”. Se algum dia encontrar algum conteúdo impróprio online, ou mesmo no computador de outra pessoa sabe o que deve fazer? Em http://linhaalerta. internetsegura.pt/ terá acesso a um formulário através do qual pode denunciar conteúdos ilegais na Internet de forma anónima ou identificada (caso pretenda obter informação sobre o seguimento dado à sua denúncia). O serviço Linha Alerta tem como objectivo bloquear conteúdos ilegais na Internet e avançar com a perseguição e acusação criminal de quem publica este tipo de conteúdos. A informação reunida é entregue às autoridades policiais portuguesas que colaboram com os ISP nacionais para a rápida remoção desses conteúdos. Como explica o site, se o conteúdo não se encontrar armazenado em Portugal, a denúncia é enviada directamente para a linha de denúncia do respectivo país, que, por sua vez, enviará a denúncia para as autoridades competentes desse mesmo país, evitando desta forma a intervenção das autoridades internacionais (Europol e Interpol) no processo. Existe entre a Linha Alerta e a Polícia Judiciária um mecanismo de comunicação bem estabelecido e

estruturado que permite o tratamento mais eficaz deste tipo de denúncias e que é mais eficaz do que as denúncias isoladas.

CONSULTAS ONLINE Um estudo realizado pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa mostra que 72% dos jovens são controlados sobre as páginas visitadas, 54% sobre as pessoas com quem comunicam e 6% sobre as compras que efectuam online. Estes números já são positivos, comparativamente ao que se verificava ainda não há muito tempo, mas ainda há um longo caminho a percorrer. A falta de informação já perdeu, há algum tempo, o rótulo de desculpa. Actualmente, há bastantes sites na Internet que visam alertar os encarregados de educação sobre os perigos e dar indicações de como podem proteger os mais novos dos pontos menos positivos da Internet. Por exemplo, a Direcção-Geral da Inovação e Desenvolvimento Curricular, do Ministério da Educação, desenvolveu o site www. seguranet.pt, onde pais, alunos, professores e escolas podem recolher informação variada sobre como melhorar a segurança das crianças e jovens quando estão online. No campo das consultas poderá também visitar o www.internetsegura.pt, um espaço liderado pela Agência para a Sociedade do Conhecimento, e que conta com o envolvimento da Fundação para a Computação Científica Nacional e da Microsoft. Em ambos os espaços ficará rapidamente a saber como lidar com utilizadores agressivos e com predadores online, como garantir que os jogos disponíveis na Internet são seguros, como ajudar as crianças a distinguir o que é ou não verdade, entre outros pontos.

OPINIÃO: TITO DE MORAIS, PROJECTO MIUDOSSEGUROSNA.NET Dicas para proteger crianças na Internet A segurança de crianças e jovens na Internet não é uma questão tecnológica. A tecnologia pode ajudar , mas, só por si, não resolve. A melhor solução tecnológica não substitui o acompanhamento parental, as abordagens educacionais e as regulamentares. 1 – ABORDAGEM REGULAMENTAR Os processos, as políticas e os procedimentos definem como encaramos a segurança, como devemos actuar e como determinadas situações devem ser tratadas. Sem processos, políticas e procedimentos definidos, não dispomos de uma estratégia de segurança, pura e simplesmente porque estes são a base sobre a qual se constrói essa estratégia. Assim, a primeira dica é que as famílias def inam regras domésticas para a utilização das tecnologias de informação e comunicação. As escolas, as bibliotecas e outros locais públicos de acesso devem fazer o mesmo. A nível familiar, recomendo o artigo “7 Regras Para a Segurança Online de Crianças e Jovens” (http://sn.im/i76f e http://sn.im/i76j). 2 – ABORDAGEM EDUCACIONAL As pessoas são o segundo componente mais importante da segurança. As pessoas são consideradas como o elo mais

82 | PCGUIA

fraco da segurança. A educação e a sensibilização para a segurança desempenham um papel da máxima importância. A segunda dica é que aposte na sua liter acia digital e na dos seus filhos. E os seus filhos podem ajudá-lo. Como? Leia o artigo “7 Coisas Para Fazer Com os Seus Filhos Na Net” (http://sn.im/1x5ck). 3 – ABORDAGEM TECNOLÓGICA Por fim, vem a tecnologia, o componente menos importante. A tecnologia limita-se a ser um meio que permite a implementação das regras de segurança. Não é que não seja importante, mas é menos importante que políticas, pr ocessos e procedimentos e do que estarmos sensibilizados para a segurança. Assim, a terceira dica, é que se informe sobre as soluções tecnológicas disponíveis, não só através desta revista, mas também no blogue do Projecto MiudosSegurosNa. Net (http://sn.im/crg51).


PUBLICIDADE

MAGALHÃES DE OLHO NOS MAIS PEQUENOS O portátil Magalhães nasceu para fazer parte do dia-a-dia tecnológico das crianças e jovens portugueses, mas nem por isso descurou as necessidades dos encarregados de educação, principalmente, no que ao controlo parental dos conteúdos diz respeito. Neste caso, é o que marca o local. Um clique duplo sobre este ícone na área de notificação activa automaticamente o programa Parents Carefree, responsável pela segurança dos mais novos na Internet, e não só. Para além das habituais opções para bloqueio de sites considerados inadequados, e para criação de filtros por palavra-chave, esta solução permite limitar a utilização do computador a horários definidos, a entrada das crianças em terminados locais de rede, e o acesso a programas e ficheiros específicos. Na prática, o funcionamento tem por base a criação de regras que a qualquer altura podem ser ajustadas ou removidas e que actuam

isoladamente sobre programas, internet e sistema operativo do Magalhães. O nível de actuação é sempre definido pelos pais, segundo a maturidade do utilizador e o tipo de monitorização que pretende configurar. Se os encarregados de educação assim o desejarem, o Parents Car efree permite que este controlo seja feito diariamente, mas de forma confidencial, para que a criança não esteja sujeita à pressão de que está a ser vigiada, controlada ou limitada. Isto quer, por exemplo, dizer que os pais podem seguir as actividades dos seus filhos no Magalhães, recorrendo apenas à consulta das imagens tiradas ao que vai sendo visualizado no ecrã do pequeno computador. O programa está protegido por uma palavra-passe, pelo que a gestão dos níveis de segurança disponibilizados pelo programa apenas poderá ser alterada pelo administrador do mesmo.


REDES

OPTIMIZE O SEU ROUTER Recupere a vitalidade deste importante equipamento actualizando o firmware com a solução DD-WRT

Quando o assunto é optimizar a ligação de rede, nem sempre a acção mais imediata passa por usar o utilitário de gestão daquele que é o dispositivo mais importante de todos nesta matéria – o router. De facto, este front-end amigo do utilizador dá acesso a um importante elemento conhecido como firmware, que por sua vez representa o meio através do qual o sistema operativo do PC controla o router. Ocasionalmente, os fabricantes disponibilizam actualizações para as versões de firmware instaladas nos equipamentos, actualizações essas que contêm

LEIA TUDO COM ATENÇÃO A instalação de um novo tipo de firmware no router pressupõe uma leitura atenta e cuidadosa de tudo o que isso envolve. Trata-se de uma acção que vai permitir aumentar visivelmente o desempenho do router, mas é inegável que envolve sempre algum risco, particularmente, caso o processo seja interrompido antes do fim como resultado de uma falha de energia. E este risco é ainda maior por que não se trata de uma actualização do f irmware, mas sim de uma total substituição. Deverá ter em atenção o facto de este pr ocesso de instalação do DD-WRT poder bloquear o router, tornando-o inoperativo. Por outras palavras, deverá fazê-lo assumindo o risco por sua conta. Neste tutorial, a PCGuia explica-lhe como fazê-lo, mas não pode ser responsabilizada caso o pior cenário se concretize: a “morte” do router. Daí, aconselharmos os utilizadores mais novatos nestas andanças a não se aventurarem neste projecto sem terem em conta a sua complexidade.

novas funcionalidades ou até correcções a bugs conhecidos. Mas, mesmo com um firmware mais recente, o desempenho do router pode continuar a ser pouco satisfatório aos olhos do utilizador. Que solução resta tomar, é a pergunta que se segue. A resposta é simples e é também ela uma pergunta: alguma vez pensou em instalar um firmware personalizado capaz de alargar o leque de funcionalidades do router?

PORQUÊ INSTALAR DD-WRT? O DD-WRT instala-se sobre o firmware que acompanha diversos routers, sendo uma solução baseada no sistema operativo Linux que lhe dá acesso a novas ferramentas, funcionalidades e opções. Não se iluda em demasia, pois não vai conseguir um upgrade gratuito de networking sem fios de 802.11g para 802.11n, mas irá certamente gostar do desempenho wireless melhorado graças ao suporte que o DD-WRT disponibiliza relativamente à tecnologia Afterburner. Este firmware brinda ainda o utilizador com funcionalidades melhoradas, incluindo suporte para dispositivos uPnP, a mais recente tecnologia de encriptação WPA2 para uma melhor segurança, e ainda WDS, de modo a alargar o perímetro da rede wireless com o auxílio de um segundo router ou de um access point. O DD-WRT pode ser obtido em diversas versões de acordo com o tipo de router. Por isso, é importante identificar o seu tipo de router antes de começar – procure por um número de série na base ou na parte traseira do equipamento, ou então contacte o fabricante. Com o número em mãos, visite www.dd-wrt.com/wiki/index.php/

CUIDADOS INICIAIS A TER

01

Assim que tiver chegado à área em que pode escolher a versão de firmware correcta para o seu router, descarregue a versão Mini Generic. Mais tarde, poderá actualizá-la sem correr riscos.

84 | PCGUIA

02

Num PC ligado ao router via Ethernet, introduza o endereço IP do router no Internet Explorer, faça o log on e localize o ecrã ou a opção que lhe permite actualizar o firmware do equipamento.

03

Clique em Browse para seleccionar o ficheiro bin que descarregou no passo 1 e depois em Upgr ade para instalar a nova versão de firmware. Resta aguardar que o processo termine sem interrupções.


Supported_Devices. Se estiver listado, poderá começar já a beneficiar das vantagens proporcionadas pelo DD-WRT.

ANTES DE COMEÇAR Antes de tudo o mais, convém digerir paciente e

convenientemente a caixa Read me first. Para sermos honestos, bloqueámos o nosso router de teste porque não seguimos cuidadosamente as instruções. No entanto, tivemos a sorte de conseguir reverter a situação usando o método TFPT, sublinhado em www.dd-wrt.com/wiki/

index.php/Recover_from_a_Bad_Flash (guarde esta página no seu disco rígido para assim a poder ver offline mais tarde, caso venha efectivamente a precisar como nós). A seguir, se estiver disposto a correr o risco e a assumir a responsabilidade de experimentar

PRIMEIROS PASSOS COM O DD-WRT

01

Assim que lhe for apresentada a mensagem a confirmar uma actualização bem sucedida, clique em Continue. Na prompt, introduza o nome de utilizador root e a palavra-passe admin. Clique em Ok para aceder ao painel de controlo.

02

Vá até ao separador Administration para se proteger face a eventuais tentativas de hacking remoto. Altere o username e a password para algo apenas identificável por si. Depois, clique em Apply Settings.

03

Siga até baixo pelo que resta do painel de controlo e introduza as definições que anotou antes de instalar o DD-WRT. No final, todos deverão voltar a ter acesso à rede e à Internet.

PCGUIA

| 85


REDES

para obter mais conselhos sobre como escolher o correcto. Para confundir ainda mais as coisas, irá encontrar diversas variantes da mesma versão. Nesse caso, escolha a versão genérica, que pode ser instalada através do browser. Comece por instalar a versão Mini. Depois, e caso seja necessário, faça o upgrade para a versão Standard ou para qualquer uma que prefira. Antes de instalar o DD-WRT, leia com atenção a caixa Funcionalidades avançadas do DD-WRT, que publicamos em anexo, e anote as definições que tem actualmente instaladas no router, incluindo encriptação, port forwarding e definições de DHCP, pois tudo isto será perdido com a actualização. Deverá fazer o upgrade a partir de um PC principal ligado ao router via Ethernet – evite a ligação wireless para este caso. Use o Internet Explorer para a parte inicial da actualização; depois poderá mudar para o Firefox para configurar as definições ou actualizar o DD-WRT. Se o processo falhar, é muito provável que o seu router não funcione bem mesmo após reiniciá-lo. Nesse caso, siga os conselhos indicados na página que lhe recomendámos e assegure-se de que descarregou o TFTP caso seja um utilizador de Windows XP.

E FINALMENTE... o DD-WRT, estará em condições para continuar. Recomendamos uma leitura atenta das informações relativas à DD-WRT Wiki, disponíveis online em www.dd-wrt.com/wiki/ index.php, particularmente no que se refere à instalação e à secção de suporte. Visite a área de suporte no site do fabricante do seu modelo de router e procure a versão mais recente do firmware na parte de Downloads. Descarregue-a para um local seguro dentro do seu disco rígido de modo a usá-la caso o seu router também bloqueie durante o processo de migração

para o DD-WRT. Depois, abra uma janela no browser e vá a www. dd-wrt.com/dd-wrtv3/dd-wrt/downloads.html. Neste tutorial, usamos a versão 24 SP1, pelo que deverá clicar em v24-sp1 seguido de Consumer. Seleccione depois o fabricante do router que está a usar, bem como o modelo exacto e o número de revisão – no nosso caso trata-se do WRT54G_V2.

DESCARREGUE A VERSÃO CORRECTA Na janela seguinte verá uma série de ficheiros à escolha. Active a opção Which version should I use

O guia passo a passo que publicamos no final deste artigo revela-lhe algumas das melhores características do DD-WRT – o que são, o que fazem e como chegar a elas. É aqui que reside a sua grande vantagem. Para obter mais informação relativamente ao modo de usá-las, consulte os programas na Wiki e mantenha-se atento às actualizações que vão sendo lançadas periodicamente e que tornam este substituto de firmware ainda mais fabuloso. Para as instalar sobre o firmware actual, basta ir a Administration, Firmware Upgrade.

QUAL A VERSÃO CORRECTA? Abra o browser e escreva www.dd-wrt.com/wiki/ index.php/What_is_DD-WRT%3F#File_Versions para ver que versões se encontram disponíveis. Dependendo das suas necessidades, nem todas as hipóteses serão úteis ou estarão realmente à disposição – depende sempre da marca e do modelo do router em questão. Daí esta tabela ajudar a determinar a versão mais indicada, de acordo com as funcionalidades suportadas. Seja qual for a versão escolhida, assegure-se de que segue os procedimentos indicados: instale primeiro a versão Mini Generic (tal como indicado na caixa Cuidados iniciais a ter) para garantir que o upgrade decorre sem problemas. Uma vez dado este passo, faça depois nova actualização para a versão que melhor entender. Na maior parte dos casos, a Standard deve ser mais do que suf iciente para as necessidades.

86 | PCGUIA


FUNCIONALIDADES AVANÇADAS DO DD-WRT

01

Caso o seu PC (Windows XP SP3 ou Vista) e o adaptador wireless suportem a funcionalidade, active a opção WPA2 Personal na secção Wireless, Wireless Security. Será necessário voltar a ligar os PC com ligação sem f ios.

O QoS (Quality of Service) permite-lhe atribuir largura de banda à rede (LAN e WLAN) e à Internet (WAN), para que determinados endereços IP, dispositivos e tráfego (como o BitTorrent) ganhem maior ou menor prioridade. Seleccione NAT/QoS, QoS.

03

Teste as velocidades máximas de upload e de download em www.speedtest.net. Depois, configure os diversos parâmetros tal como recomendado antes de alterar as definições de QoS – use o guia de ajuda par a obter referências.

04

Seleccione Access Restrictions para as opções que lhe permitem impor limites de tempo em determinados PC com endereços IP ou MAC e ainda f iltros para bloquear sites pouco aconselháveis e outros protocolos de Internet, tais como o P2P.

05

06

Seleccione Wireless, Advanded Settings. Active Frame Burst se tiver não mais do que três dispositivos sem fios ligados na rede; consulte o menu Help para obter ajuda nas definições mais avançadas.

02

Apesar do que diz o menu Help, a tecnologia Afterburner funciona bem com todos os routers wireless G. Poderá activá-la indo a Device Manager e escolhendo Afterburner para adaptadores de rede sem fios compatíveis, a partir do menu Advanced.

PCGUIA

| 87


REDES

ACRESCENTE APLICAÇÕES GOOGLE AO GMAIL Graças ao Google Labs, pode utilizar o Gmail para as tarefas diárias instalando add-ons

São conhecidas várias extensões para browsers como o Firefox, que acrescentam funcionalidades à sua conta de Gmail, mas agora o Google Labs apresenta a sua própria caixa de ferramentas e transforma o Gmail num hub de todas as aplicações Google. A partir de agora, pode pré-visualizar ficheiros do Google Docs, do Calendar e do Reader, de forma a nunca mais ter de sair do ecrã do Gmail para aceder a estes dados. Além disso, há uma aplicação que lhe permite acrescentar qualquer miniaplicação colando o URL do ficheiro XML. Para saber do que estamos a falar, vá até http://labs. google.com. Depois de instalar qualquer add-on, ser-lhe-á mostrado um ícone com uma luz verde, que irá aparecer na sua conta Gmail e que indica

que tem extensões Labs instaladas. É precisamente aqui que deve instalar e desinstalar as mesmas (Settings, Labs). Veja a caixa passo a passo para saber como fazê-lo.

ORGANIZE O NOVO GMAIL Com os novos add-ons instalados na conta Gmail, pode vê-los na lista de contactos no painel do lado esquerdo. Pode personalizar esta área com outra gadget interessante – a Anatol’s Navbar. É uma opção drag and drop também disponível na secção Labs da conta Gmail. Agora pode arrastar uma caixa de informação, como a de etiquetas, por exemplo, mantendo pressionado o botão esquerdo do rato e arrastando a caixa para a sua nova posição.

O GOOGLE LABS APRESENTA A SUA PRÓPRIA CAIXA DE FERRAMENTAS

TRANSFORME UMA MENSAGEM DE CORREIO NUM DOCUMENTO GOOGLE O Google Labs tem uma ferramenta que consegue transformar uma mensagem de correio electrónico num documento Google – uma opção muito útil se tiv er muita pressa. A opção Create a Document converte qualquer mensagem num documento Google. Vá até ao separador Gmail em Settings e clique em Enable, perto do link Create a Document. Pouco tempo depois terá nas suas mãos um novo documento, que pode editar e partilhar. Mesmo que não esteja interessado em converter qualquer uma das suas mensagens em documentos, pode abrir um documento em branco premindo G e W (com a opção de atalhos ligada).

88 | PCGUIA


REDES

USE OS NOVOS ADD-ONS DO GMAIL

01

Para instalar qualquer aplicação do Google Labs pr ecisa de encontrar o link na sua conta Google – provavelmente do Google Mail. Clique em Settings (do lado dir eito, no programa) e depois assinale uma ou mais opções da lista.

02

03

Com a miniaplicação ligada é possível ver uma lista na janela. Clique numa das opções e esta será aberta numa nova janela. Clique em Show Link para abrir apenas os documentos da sua autoria.

04

A opção Add any Gadget by URL acr escenta um separador Gadget às opções Settings, onde poderá especificar o endereço URL de determinada miniaplicação. Acrescente um URL colando o endereço do ficheiro XML (por exemplo, www.google.com/ig/modules/ youtube_videos.xml).

05

06

Para aceder a novas feeds a partir do Gmail precisa de script do Greasemonkey – http://blog.persistent.info.2006/10/google-reader-redux.html. É necessário ter o Greasemonkey instalado no Firefox para poder utilizar esta opção.

90 | PCGUIA

Com a miniaplicação Google Calendar instalada, terá disponível uma pré-visualização do calendário do Google e pode acrescentar entradas com o botão Add. Além disso, é possível editar detalhes com a opção Edit Details.

A opção Quick Links adiciona uma caixa na coluna da esquer da que lhe faculta o acesso a qualquer URL no Google Mail.


MODERNIZE A SUA INBOX As novas funcionalidades do Google Mail são uma lufada de ar fresco em qualquer caixa de correio A Google sabe que tem uma legião de fãs das suas aplicações e que necessita de continuar a inovar para manter as exigências dos utilizadores. Mas não é tudo. Também sabe que a maior parte dos seus utilizadores gosta de experimentar e usar as novas aplicações e funcionalidades, mesmo antes de estas estarem oficialmente disponíveis. Para satisfazer os fãs mais curiosos, a empresa disponibilizou o Labs, um local onde qualquer pessoa pode experimentar as novidades em que os programadores estão a trabalhar. Na altura em que preparámos este artigo existiam cerca de 20 novas funcionalidades para o Google Mail a serem testadas no Labs, a maior parte delas extremamente útil. Damos um exemplo: o Forgotten Attachment Detector. Esta funcionalidade alerta o utilizador sempre que este esteja a tentar enviar uma mensagem que contenha a palavra Attached ou Attachment, mas que não possua nenhum ficheiro em anexo. Existe também a opção Quote Selected Text, que exibe apenas o texto seleccionado no momento em que clicou em Reply.

VISITE O LABS Para poder experimentar as funcionalidades presentes no Labs, clique no link Settings e procure o separador Labs. Active as funcionalidades que pretende experimentar

usando a opção Enable. Quando tiver feito a sua selecção, clique em Save Changes. Sempre que activar algumas funcionalidades do Labs, visualizará um ícone verde que aparece junto ao link Settings. Este ícone funciona como um atalho para a página do Labs. As funcionalidades que experimentar podem nem sempre funcionar perfeitamente, tendo em conta que não estão devidamente finalizadas, mas as que apresentamos neste artigo não têm quaisquer erros, pelo menos que conseguíssemos detectar.

QUANDO PREPARÁMOS ESTE ARTIGO EXISTIAM CERCA DE 20 NOVAS FUNCIONALIDADES PARA O GOOGLE MAIL

MELHORE A SUA CONTA DO GOOGLE MAIL

01

Active a caixa Quick Links para colocar na lateral um painel que aloja hiperligações para ecrãs dentro do Google Mail, como as pesquisas no e-mail que faz habitualmente. Clique em Add Link para adicionar o seu ecrã à lista de favoritos.

02

Se tem por hábito marcar os diversos e-mails que recebe por ordem de relevância, active as Superstars para ter acesso a um número elevado de ícones extra que lhe permitem diferenciar de forma mais exacta as suas mensagens. Siga até ao separ ador General para escolher quais as estrelas que pretende usar.

PCGUIA

| 91


REDES

Modernize a inbox

MELHORE A SUA CONTA DO GOOGLE MAIL

03

04

Pode navegar no Google Mail usando apenas o teclado, no entanto, par a tal, terá de activar as Costum Keyboard Shortcuts. Irá surgir um separador extra no ecrã Settings que permite atribuir atalhos de teclas a funções comuns de e-mail.

A opção de configuração Signature Tweaks permite-lhe mover a sua assinatura. Desta forma, pode colocá-la por cima do texto que aparece em citação. É especialmente útil para aqueles que não gostam de ver a assinatura perdida no final do texto.

05

Poderá aproveitar o espaço livre que tem no seu ecrã de uma melhor forma colocando um painel de funções à direita da sua Inbox. As opções Right Side Chat e Right Side Labels permitem-lhe isto mesmo.

06

Quantas vezes não quis responder a apenas uma parcela de um e-mail, e pretendia que apenas aquela parcela estivesse citada na sua mensagem de resposta? Active a opção Quote Selected Text para que a mensagem mencione apenas a par cela de texto destacada pelo utilizador.

07

08

Evite a vergonha de ter de mandar uma segunda mensagem a e xplicar que se esqueceu de enviar o anexo recorrendo à ferramenta Forgotten Attachment Detector. Sempre que enviar um e-mail que faça menção à inclusão de um ane xo, mas que não tenha qualquer ficheiro associado, receberá um alerta.

92 | PCGUIA

A expressão Mark as read é amplamente usada pelos utilizadores, no entanto, esta função nunca está à mão quando precisamos dela. Está enfiada no menu More Actions, e não é de rápido acesso. Active o botão Mark as read para conseguir marcar mensagens como lidas de uma forma prática.


Modernize a inbox

OPÇÕES PARA DINAMIZAR O GMAIL

01

O Xoopit adiciona um visualizador de f icheiros anexos à sua Inbox do Google Mail. A barr a Xoopit corre sobre a sua listagem de e-mail e inclui links para fotos, vídeos, jogos e ficheiros. Indexa automaticamente todos os ficheiros que chegam em anexo, o que significa que pode navegar neles com apenas um clique. A a plicação consegue até oferecer uma série de miniaturas de links para vídeos inseridos dentro das mensagens. Registe-se em www.xoopit.com.

02

Se está constantemente a receber mensagens reencaminhadas de terceiros, que não deseja, dirija-se a http://stopforwardingus, forneça o endereço de e-mail dos que lhe enviam essas mensagens indesejadas para que recebam uma mensagem anónima do site a explicar, de uma forma educada, que o envio em massa de e-mails com gatinhos, bruxarias e mensagens de boa sorte é má educação. Com alguma sorte, per cebem e param de lhe enviar esse tipo de e-mails.

03

Hit me Later é um botão de snooze par a o seu e-mail. O que é que isto quer dizer? Se receber um e-mail importante sobre um trabalho a realizar, mas não tiver tempo de o analisar no momento, pode reencaminhá-lo para Hit Me Later com indicação de quando este deverá ser reenviado novamente para si. Esta é uma forma de adiar um trabalho sem se esquecer dele. Faça o forward do e-mail para o endereço 5@hitmelater.com para receber a mensagem de volta dentro de 5 horas. O número no início deverá ser alterado consoante o número de horas que pretende adiar a recepção da mensagem. Pode ir até um máximo de 24 hor as. Não necessita de se registar em nada. Para saber mais, dirija-se a www.hitmelater.com.

PCGUIA

| 93


HARDWARE

Se os chips do seu GPU forem arrefecidos de forma mais eficiente, a ventoinha entrará em acção com menor frequência

INSTALE UM SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO NO GPU Gaste meia hora. Livre-se do ruído da ventoinha para sempre

Quando se gastou metade do orçamento do mês na compra de uma placa gráfica, perdoa-se o facto de se ter receio de a desmontar. No entanto, vale a pena actualizar o sistema de refrigeração do GPU – mas há que ter alguns cuidados. O primeiro consiste em verificar se a forma de fixação da placa gráfica é compatível com a do sistema de refrigeração. A maior parte dos sistemas de refrigeração prende-se aos quatro pinos em torno do GPU. Estes apresentam espaços diferentes, conforme o GPU em questão. Para tornar as coisas mais confusas, algumas placas gráficas – nomeadamente as placas Radeon HD

2900 e as GeForce 8800 GTX originais têm mais do que os oito chips de memória standard, bem como outros componentes que precisam de refrigeração. Se adquirir um sistema de refrigeração sem ventoinha, assegure-se de que a caixa tem fluxo de ar suficiente para impedir o aquecimento da placa gráfica. Por outro lado, se for demasiado alto, poderá não caber na caixa, e se for demasiado comprido, poderá ter que remover a placa de áudio. Mantenha os componentes do sistema de refrigeração que retirou em local seguro, uma vez que podem ainda vir a ser úteis, se quiser vender a sua placa no Miau, por exemplo.

SUBSTITUA O SISTEMA DE COOLING DA PLACA

01

Vire a placa gráfica de modo a que a parte da fr ente fique virada para baixo e remova todos os parafusos da parte de trás que mantêm o sistema de refrigeração no seu lugar. Também poderá ser necessário retirar dois parafusos da chapa metálica da parte de trás, se tiver um sistema de refrigeração dual slot. Volte a virar a placa para que a parte da frente fique para cima e desligue o cabo de alimentação eléctrica do sistema de refrigeração. Com cuidado, levante o sistema de refrigeração da placa gráfica até conseguir ver um tipo de pasta nos chips, também conhecida por TIM (thermal interface material).

94 | PCGUIA

02

Agora remova todos os vestígios de TIM e as protecções térmicas da memória e do GPU, bem como os VRM, se for esse o caso. Esta tarefa deverá ser realizada com um pano que não liberte pêlo (par a evitar deixar fibras nos chips) e algum produto de limpeza pr´prio para TIM. Limpe os chips com delicadeza, tendo muito cuidado par a não danificar algum componente próximo no PCB. Assegure-se de que removeu todo o TIM e o produto de limpeza para poder instalar o sistema de refrigeração.

03

Encaixe os dissipadores de calor da RAM e outros chips, se for caso disso. Para os sistemas de refrigeração que arrefecem o GPU e a RAM com o mesmo bloco, coloque protecções térmicas para a RAM. Identifique os orifícios de montagem disponíveis com base no manual do sistema de refrigeração, ou meça os espaços. Se necessário, espalhe uma cobertura fina de TIM sobre o GPU. Seguindo o manual, instale o sistema de refrigeração na placa gráfica, tendo cuidado para não danificar nenhum componente. Pode então ligar a ventoinha.


HARDWARE

OVERCLOCKING AO CORE I7 Todas as coisas boas têm um fim. Mas com o iminente desaparecimento do Core 2, surje o início de uma nova época marcada pelo Core i7

ANÁLISE TÉCNICA O Core i7-920 está equipado com um relógio à velocidade de série de 2,66 GHz, mas funciona sem qualquer problema a 3,4 GHz usando voltagens normais. A essa velocidade, quase bate o Core i7-965 Extreme Edition nas velocidades de série do relógio – e estamos a falar de um chip que custa cer ca de quatro vezes mais. Além disso, refira-se que o controlador de canal triplo do Core i7 fornece montes de largura de banda nas velocidades de série.

Ganho com o overclocking: Core i7-920 CINEBENCH R10

2,66 GHz

3,4 GHz GHz

3,4

55 s

45 s

18%

X264 VIDEO ENCODE

62 fps

75 fps

+21%

CRYSIS: WARHEAD

48 fps

57 fps 0%

Especificação de fábrica

96 | PCGUIA

Percentagem de ganho

+19% 20%

40%

Ficámos abismados com o desempenho multithreading do Core i7 quando o analisámos há duas edições. Nas velocidades do relógio normais, submete as aplicações mais exigentes à sua vontade. Também não pudemos evitar ficar impressionados com as novíssimas funcionalidades, incluindo o HyperThreading e o Turbo Mode. Mas há um ligeiro senão com o Core i7: baseia-se numa microarquitectura revista e, por conseguinte, o seu overclocking processa-se de maneira diferente. Mas assim que o leitor conseguir dominar as alterações, verá que, sob muitos aspectos, é mais fácil do que fazer overclocking ao Core 2. A grande alteração é a morte mais do que tardia do decrépito barramento lateral (Front Side Bus, ou FSB) em proveito do filão de banda larga que é a tecnologia Quick Path Interconnect (QPI). Em todos os chips Intel não-Extreme Edition antes do Core i7, o overclocking era feito através do barramento frontal. Assim, para os Core 2 e processadores Intel mais antigos, overclocking significa aumentar o relógio de um par de chips, não apenas do processador. Isso não acontece com o Core i7. Possui um “relógio de base” que se combina


com o multiplicador para gerar a frequência de funcionamento global. Todos os Core i7 possuem um relógio de base de 133 MHz. Logo, no modelo Core i7-920 a 2,66 GHz, o relógio do multiplicador está ajustado para 20. Superficialmente, portanto, o procedimento de overclocking é semelhante ao do Core 2. Onde anteriormente o leitor aumentava a velocidade do

barramento, agora ajusta o relógio de base. Mas aumentos significativos de velocidade no Core i7 não estão dependentes da existência de um chip northbridge capaz de acompanhar o aumento da velocidade do relógio do processador. E isso significa que tem menos uma coisa com que se preocupar. Com o Extreme Edition, a Intel esforçou-se ao máximo para agradar aos entusiastas da prática de

overclocking. O divertimento começa com um multiplicador desbloqueado e continua com o controlo total sobre cada núcleo em Turbo Mode. Acredite que consegue levar a performance a níveis até agora não explorados. Tendo em conta o preço de cerca de 1000 euros do Core i7-965, só os entusiastas mais corajosos do overclocking precisam de pensar nesta hipótese.

ACELERE O PROCESSADOR

01

Tal como sucede com qualquer outro processador, o overclocking do Core i7 em segurança tem tudo que ver com pequenos incrementos graduais. Se mantiver as alterações incrementais, as probabilidades de ocorrer uma catástrofe são virtualmente nulas. Se der um salto grande para o “desconhecido” não se queixe se as consequências forem funestas e der cabo do processador... Inicie a máquina e entre no BIOS, normalmente premindo a tecla Delete ou F2. A nossa demonstr ação baseia-se na motherboard X58 da própria Intel, mas hoje em dia os menus do BIOS na maioria das placas são muito semelhantes. Navegue até à secção do BIOS relativa ao desempenho e entre na secção de configuração manual do processador. Antes de fazer o que quer que seja, tome nota das predefinições.

02

03

04

Mas lembre-se, precisa de uma cópia em execução para cada thread. Graças ao HyperThreading, isso representa oito cópias para o Core i7. Partindo do princípio de que tudo está bem, regresse ao BIOS e repita o processo até o sistema ficar instável. Restaure então o sistema para as últimas definições estáveis. Se isso parece simples, existem alguns factores que podem ser fonte de complicações. Tal como o resto do chip, a frequência de funcionamento do controlador de memória integrado do Core i7 é uma função do relógio de base. Quer isto dizer que as fr equências da memória aumentam com a velocidade do relógio. Para compensá-lo, pode ajustar a definição Memory Divider ou Multiplier – é igual à CPU Multiplier.

Pode sempre restaurar as predefinições globais do BIOS, no caso de não ter a certeza de quaisquer alterações que possa ter efectuado, quer no próprio BIOS, quer através do jumper de limpeza física do CMOS na motherboar d. Em seguida, procure a secção Base Clock Adjustment (por vezes chamado Host Clock Frequency) e altere a definição global de auto para manual. Recomendamos que aumente a velocidade do relógio do processador em incrementos de 100 MHz. No caso do Cor e i7-920, isso significa aumentar o relógio de base 5 MHz de cada vez. Guarde então as suas alterações e prima F10 para reiniciar. Deixe o sistema reiniciar por completo até surgir o ambiente de trabalho. Corra em seguida uma aplicação intensiva para verificar a estabilidade. O CPU Burn-in é uma f erramenta útil para isto.

Controle a velocidade da memória à medida que avança. Para máxima estabilidade, baixe o divisor um furo sempre que as velocidades da memória aumentarem aproximadamente 100 MHz. Embora possa conseguir valores excelentes com voltagens normais, para tirar o máximo partido de qualquer processador, precisa de injectar um pouco mais de potência. A voltagem padrão para o modelo 920 é 1,2 V. Recomendamos que não vá mais longe do que 1,4 V a 1,425 V. Note também que em virtude de o contr olador de memória ser integrado, a sobrevoltagem dos DIMM de memória representa um risco directo para o próprio processador. A Intel não recomenda mais do que 1,65 V para a memória do Core i7.

PCGUIA

| 97


HARDWARE

SILENCIE RAPIDAMENTE AS SUAS COLUNAS Não serão raras as vezes em que necessita de remover o som do seu PC num abrir e fechar de olhos. Pode fazê-lo criando um atalho específico

Se o seu teclado não tiver um botão de Mute, que lhe permita silenciar rapidamente e com apenas um clique o seu PC, fica desde já a saber que pode criar um botão específico para esta função na sua barra de tarefas. Não é nada de especial? Quantas vezes já andou desesperadamente à procura do comando do volume das suas colunas, que geralmente é colocado atrás do subwoofer, para “cortar o pio” à sua máquina? Com este simples atalho, terá sempre à mão um botão que mediante um clique silencia e/ou devolve o som ao seu computador. É uma função simples, concordamos, mas deveras útil, que consegue melhorar a experiência de uso de um PC. O nosso pequeno projecto começa pelo recurso a uma pequena ferramenta de trabalho que tem por base uma linha de comando, designada por NirCmd. Esta é apenas uma de entre um

QUANTAS VEZES ANDOU DESESPERADAMENTE À PROCURA DO COMANDO DO VOLUME DAS COLUNAS?

conjunto de aplicações freeware úteis que se encontram à disposição de todos no site www. nirsoft.net. No passo a passo que lhe mostramos em baixo explicamos-lhe como pode criar um atalho no seu ambiente de trabalho que execute a aplicação NirCmd, e funcione como um comando que desliga o som. Esta pequena solução é tão compacta que o som é desligado de forma instantânea. Faça o download em www. nirsoft.net/utils/nircmd.html.

ESCOLHA UM ÍCONE OU CRIE UM A SEU GOSTO Para alterar o ícone associado ao atalho, clique sobre ele com o botão direito e escolha Propriedades. Clique depois na opção Alterar Ícone no separador Atalho. Ser-lhe-á apresentada uma lista com os ícones do Windows que se encontram à disposição. Lá no meio irá conseguir encontrar alguns facilmente associáveis à temática som/música. Se não gostar de nenhum e quiser criar um ícone à sua imagem, abra o Paint e crie a imagem pretendida com 32x32 pixels. Cole o motivo gráfico que desejar e guarde o ficheiro no formato que aparece predefinido. Pode recolher qualquer imagem que apareça no seu ecrã através da tecla Print Screen. Já nos Paint, basta escolher Ctrl + V para colar a imagem previamente copiada. Corte a parte que pretende usar no ícone e cole a imagem final na respectiva caixa com 32x32. Clique em Browse na caixa de diálogo Change Icon e seleccione a imagem que acabou de criar.

COLOQUE O ATALHO NA ÁREA DE TRABALHO

01

Faça o download do NirmCmd, abra a pasta e clique em Extract all files. Abra a sua pasta do Windows e arraste os ficheiros que acabou de extrair para lá.

98 | PCGUIA

02

Clique com o botão direito sobre a sua área de trabalho e escolha Novo, Atalho. Escreva na caixa “C:\Windows\ nircmd.exe”mutesysvolume 2 (incluindo as aspas). Atribua-lhe um nome.

03

Coloque o atalho na barra de tarefas, marque a caixa Mostrar a barra de lançamento rápido e arraste o atalho para esta área.


ASSISTÊNCIA TÉCNICA NOTÍCIAS

João Trigo, editor

Pergunte ao Especialista Quero agradecer a todos os meus amigos que gozaram comigo por causa da derrota do Sporting na eliminatória com o Bayern de Munique. Agora, resta o campeonato. Aí, as contas fazem-se no fim, meus amigos. No caso do Sporting, elas são como o orçamento de Estado: por muitas voltas que se dê, nunca é suficiente...

P R

: Há alguma forma de aceder ao meu e-mail do Yahoo através de um gestor de correio electrónico instalado no computador? : Depende. Se tiver uma conta no Yahoo.com, não. Se tiver criado uma conta no Yahoo.co.uk, sim, pode. Nós já abordámos este

assunto várias vezes na revista, mas nunca é demais relembrar que, caso não tome as devidas precauções, pode ficar sem o e-mail no servidor quando faz o download para a sua máquina. É possível configurar as contas do yahoo.co.uk (assim como outros serviços de e-mail, como o Gmail, por exemplo) em programas como o Windows Mail ou o Outlook. Procure nas definições da conta (no webmail) os detalhes sobre os servidores POP3 e SMTP para configurar a conta no programa. Depois, basta criar a nova conta na aplicação e configurá-la devidamente. Outra hipótese passa por criar regras de reencaminhamento que enviem automaticamente as mensagens recebidas no Yahoo ou no Gmail para uma conta que tenha já configurada no programa de gestão de correio electrónico (e-mail do Sapo, por exemplo). Não se esqueça de ver o nosso tutorial sobre unificação de caixas de correio electrónico no tema de capa da revista de Janeiro.

OFFICE 2007

P

: Se migrar do Word 2003 para a versão de 2007 vou perder todas as opções que personalizei, assim como as macros e os documentos?

R

: Não se preocupe, não perde qualquer ficheiro. Além disso, o Word 2007 fará os possíveis por

100 | PCGUIA

importar o máximo de opções personalizadas. Na verdade, é mesmo possível instalar as aplicações do Office 2007 juntamente com programas mais antigos (excepto no caso do Outlook), pelo que pode compará-los. No processo de instalação, clique em Personalizar e clique na opção que lhe permite manter as opções pré-configuradas.


Nem todos os teclados USB irão funcionar logo na primeira vez que os liga ao computador

P

: Porque me aparece uma mensagem a dizer “Keyboard error or no keyboard present” quando ligo o meu novo teclado USB à máquina?

R

: Em princípio, porque o computador não está a reconhecer dispositivos USB legacy como teclados. Desta forma, o sistema não identifica este hardware quando liga o

computador, e acusa o problema: não existe teclado ligado ao computador. Entre no BIOS e procure uma opção que deverá ser qualquer coisa como Support for Legacy USB Devices. Se não a encontrar, consulte o manual do fabricante da motherboard ou procure ajuda nos fóruns online. Em muitos casos, a op��ão está presente no menu Advanced.

P

: Por que razão vou parar a sites errados quando utilizo o motor de busca Google?

R

: Tudo aponta para uma infecção de software malicioso. Instale um programa como o HijackThis! e procure infecções. Além disso, verifique se não tem dois antivírus instalados. Já fizemos o teste aqui na Redacção e obtivemos um comportamento semelhante na nossa máquina de testes com o AVG e o Norton instalados em simultâneo. Se for o seu caso, remova uma das aplicações, actualize a outra e execute uma busca exaustiva de vírus, seguida de uma procura de malware geral com a aplicação que mencionámos acima. Deverá resolver o problema. Não se esqueça de manter as aplicações de segurança actualizadas.

Procure no BIOS a opção sobre dispositivos legacy

DIGITALIZAÇÕES

P

: Como posso endireitar as fotos que digitalizei com o scanner?

01

Abra a sua imagem. Escolha File, Save e grave uma cópia da mesma para a restaurar no caso de algo correr mal. Clique em Layer, Rotate/Zoom.

R

: Antes de tudo, tem de escolher o programa para o fazer. Quase todos os programas de edição de imagem permitem fazer o que pretende, mas vamos tomar como exemplo o Windows Live Photo Gallery (http://download.live.com). Procure a opção Fix.

02

Clique e arraste de forma a obter um valor positivo ou negativo na caixa de ângulo (depende da inclinação). Repare que a foto se mexe automaticamente

03

Clique em OK. Agora use a ferramenta de selecção para escolher a porção da foto que quer guardar. Clique em Image, Crop to Selection.


ASSISTÊNCIA TÉCNICA NOTÍCIAS

P: POR QUE RAZÃO NÃO CONSIGO NAVEGAR NA NET? INÍCIO

O seu modem está bem instalado e a ligação está bem efectuada?

102 | PCGUIA

SIM Desligue e volte a ligar o router. Já tem ligação?

As definições de ligação do seu router estão correctas?

Ocasionalmente, os routers e os pontos de acesso desenvolvem falhas que desaparecem quando se faz reset ao equipamento. Em condições normais, não será preciso fazer mais nada.

SIM

NÃO

Substituir o seu modem ou o seu router resolve o problema?

Escreva novamente os detalhes da ligação no seu router, seguindo atentamente as instruções do seu ISP.

É provável que o problema esteja no ISP. Verifique a página de status para ver se a ligação está estabelecida. Contacte o serviço de assistência técnica do ISP se o problema persistir.

Verifique as ligações usando o comando “ping”. Ex: ping 192.168.1.1 (endereço IP do destino)

NÃO

SIM

NÃO

Utiliza um router para se ligar à Internet?

NÃO

A página está, por ora, indisponível, devido a um problema com o servidor onde está alojada. Espere, ou então recorra à página guardada na cache do Google.

Em princípio, parece haver um problema de ligação interrompida temporariamente entre o seu PC e o site. Esse problema desaparece quando tenta carregar novamente a página em questão.

DICA:

Existe um problema com o seu browser. Assegure-se de que está actualizado. Em último caso, tente reinstalá-lo.

SIM

NÃO

SIM

Assegure-se de que os controladores do seu browser estão correctamente instalados no Gestor de Dispositivos. Insira novamente o seu nome de utilizador e palavra-passe, conforme os dados que o seu ISP lhe facultou.

SIM

Basta um pequeno erro no URL para que a página que pretende não seja mostrada. Experimente abrir a página principal do site e utilize os links que esta apresenta para navegar.

Se utilizar outro browser de Internet, consegue navegar normalmente?

NÃO

Escreveu o endereço correctamente?

NÃO

SIM

NÃO

Consegue ver outras páginas?

SIM

SIM

NÃO

CONSEGUE VER A PÁGINA SE CARREGAR NO F5?

O seu modem ou router está danificado. Terá de substituir o equipamento.


ASSISTÊNCIA TÉCNICA NOTÍCIAS

P

: Tenho a máquina infectada com o Internet Antivírus Pro. Como posso limpá-la?

R

: Neste tipo de situações, uma busca pelo nome da ameaça na Net costuma resolver a questão. Neste caso em particular, uma ferramenta gratuita denominada MalwareBytes Anti-Malware (www.malwarebytes. org/mbam.php) deverá resolver a questão. E já mencionámos que é gratuita?

P

: Onde está o Restauro de Sistema? Tenho Windows Vista e não encontro esta opção...

R

: O mais recente sistema operativo de Microsoft renomeou o Restauro do Sistema para Protecção de Sistema. Para se certificar de que o sistema está a criar pontos de restauro, escreva “system” na caixa de procura do menu Iniciar e vá ao link System. Clique em Protecção do Sistema para ver as definições.

O Humyo é uma excelente alternativa para criar backups online

P

: Qual é a melhor forma de sincronizar o conteúdo entre o meu portátil, o meu computador de secretária e o meu PC no escritório?

R

: Existem imensas possibilidades para partilhar conteúdo entre dois ou mais computadores. Pode recorrer a uma ferramenta de sincronização como o Allways Sync (http://allwaysync.com/), que funciona muito bem quando usado em conjunto com uma drive NAS e que permite que o leitor use a aplicação como um sistema de criação de cópias de segurança. É muito eficaz, mas pode tornar-se lento (particularmente numa rede sem fios), e caso o utilizador alterne muito entre o PC de secretária e o laptop, pode achar o sistema cansativo, já que implica actualizações manuais. O Allways Sync pode fazer sincronizações automáticas, mas é preciso que um ou mais PC (ou na drive NAS) esteja sempre ligado.

A melhor forma de partilhar conteúdo é mesmo através de um intermediário online. O Windows Live Mesh da Microsoft (www.mesh.com) oferece 5 GB de espaço gratuitamente, embora esteja em fase beta. Muitos dos bugs iniciais foram eliminados, mas ainda se pode tornar confuso e, para sermos francos, continua a não ser a forma mais simple e rápida de sincronização de dados entre dois ou mais dispositivos. O Windows Live Sync (antes denominado Live FolderShare) oferece funcionalidades semelhantes sem os 5 GB de espaço – veja mais em www.livefoldershare.com. Se está disposto a pagar por este tipo de opções, o Humyo (www.humyo.com) oferece o melhor de dois mundos, uma vez que é um serviço de backup online desenhado para funcionar em várias plataformas, permitindo-lhe sincronizar de forma rápida e simples. Custa cerca de 6 euros por mês ou à volta de 60 euros por ano. Tem à sua disposição 100 GB de espaço para armazenamento.

GRAVAR APRESENTAÇÕES NO DVD

P

: Tenho uma apresentação PowerPoint muito grande e não cabe num CD. Posso gravá-la num DVD?

R

: Por razões só conhecidas pela própria Microsoft, só é possível gravar apresentações PowerPoint em CD. Mesmo a versão Office 2007 não permite a gravação em DVD. Mas há forma de dar a volta ao problema: publique a apresentação para o seu disco rígido e depois grave normalmente o DVD.

Teste PCGuia

01

Clique no botão do Office, Publicar e Compactar para CD (Office 2007). No Office 2003, clique em Ficheiro, Compactar para CD. Depois, escolha Copiar para Pasta, escolha a localização e clique em OK.

104 | PCGUIA

02

Os utilizadores do Vista podem inserir um DVD virgem na drive e depois gravar o conteúdo da pasta (e não a pasta) recorrendo às ferramentas normais de gravação.

03

No XP, use o programa de gravação de discos para gravar a pasta no DVD. Depois retire-o da drive e volte a inseri-lo para testar se tudo está a funcionar bem.


RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS: MELHORE O XP COM OPÇÕES DO VISTA

P R

: O meu computador não tem capacidades técnicas para usar o Vista. Posso replicar as opções deste sistema operativo com o XP? : A PCGuia fez recentemente um artigo sobre este assunto, mas ainda assim resolvemos recolher dez dicas práticas e úteis para ajudá-lo a tornar o XP mais parecido com o Windows Vista.

É possível configurar as contas do yahoo.co.uk (assim como outros serviços de e-mail, como o Gmail, por exemplo) em programas como o Windows Mail ou o Outlook. Procure nas definições da conta (no webmail) os detalhes sobre os servidores POP3 e SMTP para configurar a conta no programa. Depois, basta criar a nova conta na aplicação e configurá-la devidamente. Outra hipótese passa por criar regras de reencaminhamento que enviem automaticamente as mensagens recebidas no Yahoo ou no Gmail para uma conta que tenha já configurada no programa de gestão de correio electrónico (e-mail do Sapo, por exemplo). Não se esqueça de ver o nosso tutorial sobre unificação de caixas de correio electrónico no tema de capa da revista de Janeiro.

FAÇA O UPGRADE A COMPONENTES ESSENCIAIS Instale as versões mais recentes do Internet Explorer (está quase a ser lançado o 8) e Windows Media Player, através do Windows Update ou de www.microsoft.com/ie e www. microsoft.com/windowsmedia.

DESKTOP SEARCH Quer procurar ficheiros a partir de um motor de busca instalado na área de trabalho? O Windows Search 4.0 é a resposta da Microsoft, mas na verdade pode exigir bastante do sistema. Pode encontrar o Copernic Desktop Search, uma ferramenta semelhante, em www.copernic.com/en/ products/desktop-search.

NAVEGUE MAIS DEPRESSA A barra de favoritos do Vista aparece em todas as janelas, dando-lhe assim acesso rápido às suas pastas preferidas. Pode replicar esta opção no XP instalando a Finder Bar (www.toms-stuff.net/finderbar).

GALERIA DE FOTOGRAFIAS Se tem inveja da Photo Gallery do Vista, instale esta aplicação. É um programa quase igual e pode encontrá-lo em http://download. live.com.

TORNE O PC MAIS SEGURO Quer bloquear a sua conta de utilizador numa forma semelhante à do Vista? Visite www.supportpcs.co.uk.lockdown.

MELHORE A PROTECÇÃO A firewall do Vista é muito melhor do que a do XP e vem ainda complementada com o Windows Defender. Desde que tenha um bom software de segurança, deverá estar bem protegido. Caso contrário, visite www. supportpcs.co.uk/desinfect e clique em Stay Infection Free.

ENCRIPTE O SEU DISCO RÍGIDO O Vista Enterprise e o Ultimate permitem aos utilizadores a encriptação do seu disco rígido com tecnologia BitLocker, mas existe outra forma de fazer isto, caso use o XP. Veja o TrueCrypt (www.truecrypt.org) e o CompuSec (www.supportpcs.co.uk/ compusec).

VEJA FILMES NA SUA MÁQUINA O Windows XP não tem um software de leitura de DVD de raiz. Instale o VLC Media Player. Pode encontrá-lo em www.videolan. org.

GRAVE DVD O Vista lida muito bem com DVD. Os utilizadores do Windows XP vão precisar de instalar três ferramentas para beneficiarem desta funcionalidade: o CDBurner XP (www. cdburnerxp.se) para discos de dados, o Vídeo DVD Maker Free (www.protectedsoft.com) para discos de vídeo e o NTI Dr agon Disc (http://secure.ntius.com/dragon_disc.asp).

PROTEJA OS SEUS FILHOS Um assunto tão falado nesta revista, de resto. A alternativa às opções de controlo parental do Vista é o Crawler Parental Control. Infelizmente, já não está disponível na home page da aplicação. Experimente este link: http://tinyurl.com/crawlerparental.

PCGUIA

| 105


P E

FOOTBALL

MANAGER LIVE Todo o mundo FM... na Net PODE CRIAR UM CLUBE

TODO O DIVERTIMENTO DO FM

POR VEZES FRUSTRANTE

VEREDICTO 8

A ideia deste jogo é criar o seu próprio clube num dos muitos mundos de jogos que a SI criou; terá de usar a base de dados do FM para criar uma equipa, depois seguir em frente até ao topo. Cada mundo de jogo pode suportar mil clubes, o que providencia as bases para um universo de futebol com associações oficiais de futebol com taças, ligas e, ainda mais importante, dinheiro. Existem também competições não oficiais que qualquer um pode criar. A maioria das opções tácticas não está disponível no início do jogo; tem de se treinar online para conseguir utilizá-las. Entre as outras habilidades estão o aumento do número de jogadores e mais dinheiro para o clube. Infelizmente, nem tudo são rosas neste mundo futebolístico aparentemente perfeito. O problema não tem que ver com o jogo, mas com aquilo que tenta simular e a precisão com que o faz. Jogar FML não é necessariamente simular a Liga Sagres, mas, como com qualquer liga, especialmente ligas com várias divisões, alguém tem de estar num nível mais baixo. Isso significa ter menos recursos para desenvolver a equipa, por isso, ficamos no fundo da tabela, enquanto as equipas no topo ganham mais dinheiro e o fosso aumenta. Convencer um jogador a continuar a pagar quase dez euros por mês para se sentir frustrado – como só um manager de futebol derrotado se pode sentir – vai ser complicado. Se o seu objectivo é jogar com uma equipa mais fraca, prepare-se para algumas dores de cabeça. A Sports Interactive está a trabalhar para convencer as pessoas a reajustarem os seus objectivos, mas é difícil impor muitas alterações quando muitos jogadores já se habituaram a ganhar no jogo que escolheram. EDITORA SEGA ■ PREÇO 25 EUROS (3 MESES) ■ SITE WWW.FOOTBALLMANAGERLIVE.COM ■ REQUISITOS MÍNIMOS CPU1.6 GHZ, 512 MB RAM, DX9C GPU

PCGUIA

| 107


ENTRETENIMENTO

F.E.A.R. 2: PROJECT ORIGIN F.E.A.R. está de volta. Mas valeu a pena esperar?

ACÇÃO

108 | PCGUIA

LOCALIZAÇÕES VARIADAS

FALTA DE INOVAÇÃO

VEREDICTO 8

É impossível evitar dizer que F.E.A.R. 2 se resume a ver dezenas de milhares de pessoas mortas numa explosão nuclear. Project Origin é um shooter com características da velha escola: corredores, pacotes de saúde, movimentos em câmara lenta – é como se ainda estivéssemos em 2005. Apesar da inteligência artificial exemplar e do enredo intrigante, o jogo original tinha ambientes monótonos e os inimigos eram infinitamente reciclados. Por isso, os edifícios cinzentos de escritórios desapareceram e os hospitais, sistemas subterrâneos, escolas e ruas inteiras carbonizadas passaram a fazer parte desta versão. É uma fórmula que funciona bem, mas também são importantes os momentos de absoluta genialidade em termos do design – a fuga de um hospital austero, a exploração numa escola primária aparentemente inocente e em algumas rotas de transportes públicos abalam a vida subterrânea de Auburn. O nível de claustrofobia que o F.E.A.R. original induzia com os seus ambientes nunca se revela aqui. Até mesmo quando o cenário é apelativo, não podemos deixar de ficar cansados com a infindável quantidade de corredores ensanguentados de Project Origin. Mais uma vez, no que diz respeito à lista de vilões, os

inimigos em F.E.A.R. 2 são perfeitos. Não há uma única variedade de inimigos que não dê prazer matar; um problema que acontecia regularmente no jogo original. Os seguranças da Armachan e os soldados clone fornecem o sumo para o jogo (sumo vermelho, sangrento, em câmara lenta) e continuam a ser o principal inimigo – a eles junta-se um grupo de Abominations que fazem saltos acrobáticos e escalam as paredes. São assassinos ágeis acompanhados por pequenos fantasmas e fantoches Remnants – vilões ocasionais que reagem mal quando nos aproximamos demasiado. De todos estes, os Abominations são os mais extraordinários – quando dobram os membros em posições obscenas, dão mortais para trás e se movimentam com um vigor musculado revelam-se animações verdadeiramente fantásticas. E a Alma? É assustadora? Bem, actualmente é mais interessante do que assustadora. Com zumbidos de interferência no visor do nosso HUB e um estranho tom de sépia, ela vai aparecer muitas vezes, atacar ou mostrar-nos as suas visões do passado – e é sempre uma experiência sedutora. De facto, um dos pontos mais fortes de F.E.A.R. 2 é um final de história que genuinamente nos choca e nos intriga.


Há acontecimentos específicos em cada canto; depois, a IA toma conta da acção e começamos a ficar preocupados

Vidros partidos, sangue espalhado… A velha magia de F.E.A.R. continua a poder ser vista nesta sequela

No entanto, o sucesso ou fracasso do jogo está no combate quotidiano. Aqui existem ainda várias falhas. A capacidade de movimentar mobília do escritório para utilizar como cobertura não serve praticamente para nada e a excelente IA já não é tão óbvia como era antes. No entanto, no geral, vencem os combates viscerais e opressivos e os movimentos de Kung Fu. Os combates são divertidos, embora

para os podermos gozar devidamente seja necessário aumentar a dificuldade. No nível normal, os combates são pouco mais do que rápidos encontros ocasionais. Depois da inovadora crueldade do primeiro jogo, F.E.A.R. 2 é um passo atrás. É verdade que a originalidade está lá, mas o que é antigo pode ser ainda mais especial.

DISTRIBUIDOR FNAC ■ PREÇO 49,99 EUROS ■ SITE PROJECTORIGIN.WARNERBROS.COM ■ REQUISITOS MÍNIMOS PROCESSADOR 2.8 GHZ, 1 GB RAM, PLACA 256 MB SM 2.0

RECONHECER O CENÁRIO 1 Os adversários vão desde rivais mecânicos

enormes, como este, até aos vulgares soldados, prontos a serem esmagados. 2 Também estão disponíveis lindíssimos e eficazes mísseis, que, no entanto, demoram um pouco a recarregar. Mas, alguns segundos depois, já sabemos que vão voar braços e pernas… 3 Um piscar de olhos a SHOGO: Metal Armoured Division. Em duas ocasiões conseguimos sapatear nas ruas e ir directamente para as casas de uma Auburn devastada. 4 Todos estes símbolos coloridos podem parecer indicar um sistema de jogo complicado, mas a verdade é que basta colocar a arma em punho e destruir tudo.

1 3

2

4


ENTRETENIMENTO

DAWN OF WAR 2 Bem-vindos à máxima de Relic: faça a guerra, não o amor

SISTEMA DE COMBATE

BOM RPG

MESMOS MAPAS

VEREDICTO 8

110 | PCGUIA

Dawn of War 2 (DoW2) deixou-nos cheios de dúvidas existenciais. Não sabemos bem o que pensar. Company of Heroes (CoH), da Relic, é um daqueles jogos que ainda merecem ser tirados da prateleira em nome de uma ou duas boas campanhas. Aliás, a Relic utilizou muito de CoH em DoW2, incluindo uma versão actualizada do fantástico motor de jogo Essence, e dos modos de combate. Infelizmente, existem também pontos positivos que não foram importados, como é o caso das campanhas no modo single-player. A acção principal desta campanha solitária é a inclusão de uma nova espécie, os Tyrranids. Trata-se de uma espécie de insectos maléficos que têm apenas um objectivo: destruir os humanos. O jogador pode escolher qual das missões pretende enfrentar. Há um pouco de tudo, desde liderar um ataque massivo ao coração desta ameaça, até vestir a pele dos Orks e dos Eldar, também eles embrenhados nesta caça ao insecto.

MAS, VAMOS DEVAGAR… Infelizmente, cada um dos planetas tem um número muito limitado de mapas a partir dos quais é

possível cumprir as missões. Antes de iniciar uma missão pode tirar um tempo para preparar o terreno: alterar os pontos de partida, os ângulos de visualização, entre outros pormenores. Nós ficámos nitidamente com a sensação de que todos estes detalhes não são mais do que uma mera operação de cosmética, que só vem comprovar que tudo neste jogo assenta sobre uma estrutura rígida que tem na sua base a mesma fórmula. A acção começa num canto do mapa; terá depois de lutar até à arena final, onde enfrentará (sem fuga possível) o chefe máximo. Este é o objectivo em traços muito gerais. Depois de algumas horas de jogo, as missões começam a ficar mais jogáveis, ou seja, mais interessantes. Isto acontece porque o jogador passa a ser confrontado com vários objectivos numa missão e a experimentar uma estrutura menos linear. No entanto, apesar de o jogo melhorar nesta parte, a primeira experiência negativa não é facilmente apagável. Depois de todas as horas enfadonhas, sinceramente, já não há paciência. A coisa mais inteligente que a Relic fez com o jogo


DESEMPENHO – CONFIGURAÇÕES DO JOGO QUALIDADE MÁXIMA O motor Essence permite gráficos fantásticos, com detalhes incríveis. As sombras de fundo e as texturas são uma mais-valia para a exactidão dos mundos

maior variedade de tropas) e a adição da nossa personagem. Este herói funciona como a opção de disciplina que temos no início do jogo multijogador de CoH e afecta as capacidades extra que o líder tem em campo. A Relic passou muito tempo a trabalhar o equilíbrio das quatro espécies, um feito impressionante, tendo em conta todos os tipos de tropas, capacidades e armamento disponíveis. Infelizmente, ficamos com a sensação de que tudo isto aconteceu em detrimento do modo single-player.

QUALIDADE MÍNIMA O motor é bastante expansível; perdemos os pequenos detalhes em todos os modelos de jogo e no terreno da parte final, mas há bastante espaço para ajustes

As missões de jogador único são muito mais simples para contar para as dificuldades de jogo cooperativo. Sente-se que o jogo foi criado mais para jogadores online do que para aqueles que preferem jogar sozinhos. As missões de CoH criavam progressão. DoW conta mais com o nivelamento da personagem em si, razão pela qual, ao fim de algum tempo, temos aquela sensação de que continuamos a fazer o mesmo e que ainda não saímos do mesmo sítio. Dito isto, o jogo é algo maçador, mas a vontade de enfrentar a próxima missão é grande.

A Relic mexeu no jogo, mas não conseguiu reinventar a roda

EDITOR ECOFILMES ■ PREÇO 49,99 EUROS ■ CONTACTO 256 836 200 ■ SITE WWW.DAWNOFWAR2.COM ■ REQUISITOS MÍNIMOS CPU 2.4 GHZ, 2 GB RAM, 256 MB SM3 GPU

foi ligá-lo mais intimamente com as suas origens de RPG. Assim, permite entrar mais rapidamente na acção. Também é nesta fase que o jogador perceberá que apenas tem quatro unidades no seu comando, sendo uma delas a personagem líder. Isto não só faz com que o jogo seja muito mais táctico, como também é atribuído um grau de importância muito maior ao desenvolvimento da personagem. Desde logo, o jogador dará por si a demorar uma eternidade para ajustar o pequeno pelotão da melhor forma, com vista a conseguir alcançar uma dada missão, quase como se de um jogo de tabuleiro se tratasse. É exactamente neste ponto que o jogo consegue conquistar adeptos.

VAMOS COMEÇAR PESSOAL A importância dada à personagem também pode ser vista nos combates multijogador. Aliás, é aqui que se percebem mais as semelhanças que existem com CoH. A grande diferença é a falta de construção da estrutura (o máximo que podemos fazer é um upgrade à estrutura base, de modo a permitir uma

ENCONTRAR OS RAPAZES 1 Estes são os nossos rapazes. Em raras

ocasiões temos um quinto pelotão para competir; na maioria das vezes, são apenas quatro. 2 O nosso pelotão de patrulha pode ser um dos mais poderosos no jogo. Nos níveis mais altos, os elementos que o compõe podem reviver personagens de batalha sem que sejam detectados pelo inimigo. 3 Temos apenas um número finito de ferramentas para aumentar as capacidades do pelotão, o que faz com que a escolha da carga seja muito importante. 4 Os Tyrranids são os adversários mais difíceis no jogo, especialmente estes animais enormes. E tentar lutar contra três deles ao mesmo tempo?

4

1

2

3


LANÇAMENTOS

Jogos online

MYTRAN WARS

Este jogo coloca frente-a-frente os eternos inimigos dos grandes épicos: os homens e os extraterrestres. A batalha trava-se no século 23, os recursos naturais da terra estarão praticamente extintos e os humanos andam em busca de matérias-primas noutros planetas. Quando pensavam que tinham encontrado uma luz ao fundo do túnel, os humanos são obrigados a enfrentar os habitantes locais, extraterrestres com pouca vontade de partilhar o seu mundo com terceiros. É desta forma que começa uma guerra de proporções épicas, que obriga ao uso de todos os truques, armas e tecnologias disponíveis. Além de grandes batalhas, o jogo tem ambientes 3D fantásticos e uma IA bastante desenvolvia. O jogador pode escolher o lado pelo qual quer lutar, e trabalhar para conseguir equipar da melhor forma as suas unidades. Existem quatro finais diferentes e mais de 250 objectos que pode pesquisar e desbloquear. PLATAFORMA: PSP ■ EDITORA: DEEPSILVER

AFRO SAMURAI Para os amantes de Manga japonesa e de filmes Animé, esta personagem dispensa qualquer apresentação. Afro Samurai consegue conquistar as atenções com a maior das facilidades, não só pela sua figura, mas sobretudo pelo estilo de luta. Acção e violência estão garantidas, aliás, este jogo é para maiores de 18 anos. Afro tem como objectivo inabalável vingar a morte do pai e conquistar a fita de cabeça nº 1, sendo que ele não olha a meios para atingir estes fins. Mesmo para quem não gosta do género, é difícil ficar indiferente ao estilo do jogo. Parece que as cenas do livro passaram directamente para uma versão animada no ecrã. As cenas de acção são leves e repletas de sangue e desmembramentos. Os comandos são simples, embora seja necessário aprender combinações mortais para derrotar os inimigos. Há golpes especiais capazes de destruir os inimigos com um único ferimento de espada. O jogo é apresentando por Samuel L. Jackson. PLATAFORMA: PS3 ■ EDITORA: NAMCO

GTA: CHINATOWN WARS

Este novo jogo da série Grand Theft Auto promete dar que falar. É que GTA: Chinatown Wars vai sair para a Nintendo DS, uma consola especialmente orientada para os mais novos, mas não vai abdicar das características cenas de violência e sexo. Este não é graficamente explícito, mas aparece de forma sugestiva dentro de cenários de pornografia, homossexualidade, prostituição, entre outros. O jogador veste a pele de Huang Lee, membro do gang Triads, que após a morte do pai necessita de uma espada para o seu tio Wu. Mas a espada é roubada antes de chegar ao destino e a personagem principal tem de seguir com um plano de vingança e de r ecuperação da relíquia de família. O facto de ter sido criado par a a DS obrigou a equipa de desenvolvimento a efectuar algumas alterações. O jogo contém um grafismo em cel-shaded, e a câmara capta-o de cima para baixo, em vez da já bem conhecida visão periférica. Os dois ecrãs foram aproveitados ao máximo. PLATAFORMA: NINTENDO DS ■ EDITORA: ECOFILMES

112 | PCGUIA

BRÜTAL LEGEND

Brütal Legend é, no mínimo, um jogo estranho. Em poucas palavras, trata-se de uma mistura de terror, comédia, argumento de “faca e alguidar” e heavy metal. Para ter uma noção exacta do que personaliza tudo isto, basta pensar em Jack Black. É este actor que dá a v oz à personagem... e algo mais. Este possui uma figura imponente, com um look que faz jus ao maior fã do género heavy metal: roupas de couro, correntes, acessórios com espinhos e um cinto com uma espécie de caveira. O que esperar? Muito sangue e mutilação (a arma principal é o machado), e cenas cómicas com fartura. O objectivo é reunir um exército de headbangers, hotrods, bárbaros, dominatrix demoníacas e mortos-vivos, tudo com a ajuda de um machado, uma guitarra, asas de um demónio e o poder de um deus do R ock. Os solos de guitarra derretem a cara dos inimigos (que podem ser combatidos online). PLATAFORMA: PS3 ■ EDITORA: EA


SHOPPING

PROTECÇÃO À PROVA DE ESFORÇO

NESPRESSO LANÇA NOVAS MÁQUINAS CITIZ

Para os mais desportistas, que querem proteger a pele enquanto fazem exercício ou actividades ao ar livre, a Lancaster criou a linha Sun Sport, que inclui três produtos fáceis de transportar, de secagem rápida, acabamento invisível, resistentes à água e ao suor, que protegem e hidratam.

A Nespresso lançou uma linha de máquinas composta por três novos modelos. A gama CitiZ tem um design industrial e um formato esguio, que reflecte o novo espírito urbano, inspirando-se nas grandes metrópoles do mundo. As máquinas Nespresso CitiZ seguem um estilo minimalista cujo formato e função se complementam harmoniosamente. Antoine Cahen, pertencente ao atelier de design Les Ateliers du Nord, em Lausanne, foi novamente o designer escolhido para conceber a linha de máquinas CitiZ. A Nespresso CitiZ está disponível por 179,99 euros, a Nespresso CitiZ&Milk (com aeroccino incorporado que produz espuma de leite) está à venda por 249,99 euros e a Nespresso CitiZ&Co (com duas cabeças concebida para uso doméstico) pode ser adquirida por 329,99 euros.

AROMA DOS TRÓPICOS A Davidoff Cool Summer é a nova edição especial que promete trazer o calor, a areia quente, as ondas ligeiras, a energia e o espírito da melhor ilha paradisíaca, mesmo àqueles que passem o Verão a trabalhar. Ambas as fragrâncias são frescas, com toques frutados que deixam um r asto de energia e sensualidade.

BRONZEADO GARANTIDO Sun Men é o nome da nova gama de protectores solares concebida exclusivamente para homens. Não colam, evitam escaldões, intensificam o bronzeado e hidratam a pele, mesmo nas zonas com pêlos. O bronzeado conseguido é intenso, saudável e duradouro.

TRADIÇÃO COM ESTILO A Eastpack já faz parte da recordação de muitos, mas nem por isso parou no tempo. Prova disto mesmo é a mais recente associação da marca a dois estilistas londrinos, Mark Eley e Wakako Kishimoto, que deu origem a uma edição limitada que prima pelo look descontraído. A Padded, a Delegate e a The One, assim se chamam os três modelos, estão disponíveis na linha da próxima estação, nas versões azul, preto e vermelho.

114 | PCGUIA

NA ROTA DA AVENTURA Que melhor local para servir de inspiração que a Amazónia? Foi exactamente a este local que a nova edição limitada de Davidoff Adventure, Amazónia, foi buscar a magia para criar o perfume que marca o seu primeiro aniversário. O novo frasco esconde uma variação fresca e vitalizante da fragrância original, que deixa atrás de si um rasto de especiarias, folha de palmeira, cedro e de todo um conjunto de aromas que despertam os sentidos de quem tem a ventura no sangue.


ARQUIVO PCG

P

| F O R M A Ç ÃO | C A S E ST U D Y | O P I N I ÃO | H OTS P OT

MAIS DE UM MILHÃO DE ALUNOS INSCRITOS NO E-ESCOLA Desde o seu lançamento, em Junho de 2007, o programa foi responsável pela entrega de 700 mil computadores

O número de alunos inscritos no Programa e-Escola ultrapassou o milhão, segundo dados avançados pelo Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações (MOPTC). Na realidade, já se registaram qualquer coisa como 1 031 904 candidaturas, sendo que o programa já entregou 700 mil computadores, correspondendo a 70 por cento das solicitações. Recorde-se que o Programa e-Escola foi lançado em Junho de 2007 com o objectivo de promover a infoinclusão através da distribuição de computadores portáteis com banda larga a preços muito inferiores aos praticados no mercado. Inicialmente destinado aos alunos do Ensino Secundário, aos professores e aos cidadãos adultos inscritos em cursos de formação profissional (Novas Oportunidades), este programa foi depois alargado aos estudantes do 5.º ao 9.º anos de escolaridade e aos alunos do primeiro ciclo do Ensino Básico. Mais tarde, a Iniciativa e-Escolinha – computadores portáteis com software adaptado aos alunos do 1.º ciclo do Ensino Básico – veio alargar o objectivo inicial de 500 mil para um milhão de máquinas. C.S.

PCGUIA

| 115


NOTÍCIAS

ACER AJUDA CANAL

ARQUIVO PCG

A companhia encara 2009 com precaução, razão pela qual reformulou a política de canal com o objectivo de ajudar os parceiros de negócio a atravessar este momento económico negativo

António Papale, director-geral da Acer Ibérica

Mais ajudas, mais apoio e mais orientação é o que a Acer promete ao canal de distribuição português através da reformulação da sua política. A iniciativa pretende ajudar os distribuidores, revendedores e retalhistas numa altura em que o mercado sofre os efeitos do mau cenário económico mundial. Segundo António Papale, director-geral da Acer Ibérica, os problemas são essencialmente financeiros, e são mais sentidos pelos retalhistas e revendedores. «O programa tem uma estrutura mais simples para que existam mais oportunidades para o canal», disse o responsável. Além dos Acer Points, a marca deu a conhecer a nova categoria que introduziu no programa de canal, e que, segundo Papale, se traduz num programa mais competitivo que abrange todos os segmentos de produtos, os Acer Affinity. O conceito Affinity nasceu para criar uma maior proximidade com o canal, sendo que, neste caso, o mais abrangido será o mercado profissional. Existem três níveis (Silver, Gold e Platinum), que ditam diferentes níveis de ajuda por parte do fabricante. O director-geral garantiu também que o «posicionamento de produto dentro do canal vai ser ainda mais claro». Segundo este responsável, o nível Affinity vai abranger cerca de 50% dos parceiros de canal. Questionado sobre a disponibilização de planos de crédito aos seus players de canal, o executivo indicou que a estratégia da companhia não passa por aí, mas por outro tipo de compensações. Em Portugal, a lista de distribuidores foi reforçada com a recontratação da Tech Data, companhia que vem juntar-se à DLI, à CPC DI e à Interponto. Cerca de 80% do negócio da empresa em Portugal é realizado pelos grandes retalhistas. O segmento profissional apenas contribui com uma fatia de 15% para a facturação.

NÚMEROS NACIONAIS Cerca de 51 milhões de euros foi quanto a empresa somou no nosso país, valor que ficou aquém daquele que estava estimado, mas que Papale justificou devido a factores como a queda do preço dos portáteis e a entrada

tardia no negócio e-Escolas, duas variantes com muito peso no negócio da marca, se tivermos em conta que o negócio dos portáteis é o que suporta a presença da Acer no nosso país. Em Portugal, a Acer Ibérica ocupa a quarta posição no mercado global de PC, com 9,4% de quota de mercado e a quarta posição no segmento dos computadores portáteis com uma quota de mercado de 11,0%. Papale sublinhou que estes valores poderiam estar mais próximos daqueles registados pelos seus rivais, se a entrada no programa e-Escolas se tivesse dado no início do ano e não a meio. Para atingir os 70 milhões de euros previstos para 2009, a companhia conta com o contributo de várias áreas de negócio. Sem avançar grandes pormenores, António Papale fez saber que a marca vai apostar no relançamento de PC desktops e servidores em Portugal, ambos negligenciados nos últimos tempos, admitiu o executivo. A forma como a empresa o vai fazer não foi explicada, nem os segmentosalvo que pretende atingir. Papale apenas indicou que pretende que esta área cresça. Pegando na temática, o director-geral foi confrontado com o processo em tribunal relativo ao concurso que envolve 100 mil PC para o Estado, que garantiu estar ainda parado. Na lista de prioridades continuam porém os computadores portáteis e os netbooks, que conseguiram assumir-se como uma linha de produto. A nível mundial, os números falam de 1 milhão de unidades vendidas, valor que pode subir para os 30 milhões este ano. Mencionando uma das áreas mais criticadas pelo mercado, o serviço pós-venda, o executivo fez saber que existe já um serviço técnico especializado em Portugal DecCare, que cobre inclusive o programa e-Escolas e avançou que a Acer Ibérica vai criar um centro de assistência técnica em Barcelona, com 200 pessoas. Este centro, que deverá entrar em funcionamento em Junho deste ano, vai cobrir Espanha e Portugal. Para além disso, acrescentou, existem também ferramentas Web e SMS que fomentam a proximidade entre a marca e os consumidores.

PRESIDENTE DA REPÚBLICA ADERE AO AUDIOVISUAL A Presidência da República de Portugal já está presente nos canais YouTube e Sapo Vídeos, na rede social Twitter e na comunidade Flickr, «para estar mais acessível e melhor dialogar na sociedade moderna», segundo se lê em comunicado de imprensa. O Presidente da Republica, Aníbal Cavaco Silva,

116 | PCGUIA

aproveitou para sublinhar que se passa a oferecer a todos os portugueses «a possibilidade de aproveitarem as novas janelas abertas sobre o mundo pelas tecnologias da informação e comunicação para acompanharem, sempre que o desejem, a Presidência da República».

O objectivo desta iniciativa é disponibilizar, através do vídeo e da fotografia, as mensagens, visitas e outras actividades do Chefe de Estado a um cada vez maior número de utilizadores das novas ferramentas de partilha da Internet, «nomeadamente entre os que, no mundo, têm o português como língua comum». C.S.


ARQUIVO PCG

SEMANA INFORMÁTICA COM SALDO POSITIVO Com mais visitantes que a edição de 2008, o evento contou mais uma vez com a participação de várias empresas nacionais de TI A XVI edição da «Semana Informática» do Instituto Superior Técnico terminou com um balanço positivo. Com uma comissão organizadora completamente nova, apenas um elemento transitou da anterior, Filipe Martins, relações públicas/gestão Web do evento, considera que o esforço investido na organização do certame foi compensado e garante que esta edição foi «um sucesso». Este ano, a comissão empossada decidiu apostar na mesma estratégia que anteriormente já havia dado bons resultados, ou seja, alicerçar o evento com as presenças de especialistas conceituados do mundo das TI. «Foi uma aposta ganha, pois o número de visitantes este ano superou o do ano passado», refere Filipe Martins. Na XVI edição marcaram presença Thomas Wouters, software engineer no Google, Anne van Kesteren da Opera Software, e Rasmus Lerdorf, conhecido por ter iniciado o projecto PHP em 1995 e ter contribuído em vários projectos open-source. Apesar de o evento ser organizado sobretudo para os alunos de Engenharia Informática, que foi o público maioritário, responderam à chamada da Semana Informática alunos de quase todos os outros cursos do IST. Adicionalmente, também estiveram presentes várias empresas nacionais de TI. Durante os cinco dias do certame, o Centro de Congressos do Pavilhão de Engenharia Civil do IST registou «uma média diária de 450, 500 visitantes», quantifica Filipe Martins. Segundo este responsável, não houve um dia que tenha sido mais concorrido. «Todos os dias foram muito bem frequentados com especial ênfase nas conferências dos oradores convidados nos quais a lotação da sala esteve quase esgotada», justifica o relações públicas/gestão Web do evento. Quanto ao feedback dos vários públicos, a comissão organizadora revela que o facto de as apresentações não serem uma simples apresentação das empresas mas sim apresentações de projectos «extremamente cativantes» agradou aos visitantes. A YDreams, a Everis, a Critical Software, a Sybase foram apenas algumas das empresas que levaram mais tecnologia à edição deste ano da Semana Informática do IST. L.D.


SOFTWARE DE GESTÃO

BUGLOS LEVA O SAAS ÀS PME A adopção do conceito de software como serviço tem a finalidade de elevar a competitividade das empresas

ARQUIVO PCG

TEXTO JOÃO PEDRO FARIA

José Carlos Graça, CEO e presidente da Buglos

A Buglos (Business Global Operating System) tem como objectivo criar soluções de gestão integrada para PME através da nova tendência conhecida como Software as a Service (SaaS, ou software como serviço). «Proporcionamos soluções em três áreas distintas de forma integrada: soluções Web, que envolvem sites, e-commerce e portais, software na área da gestão para empresas (financeiro e não financeiro) e gestão de recursos humanos na área das TI, em que colocamos e gerimos recursos humanos qualificados», salienta José Carlos Graça, CEO e presidente da Buglos. Para o responsável, as mais-valias da empresa manifestam-se de diversas formas: «Através do software inovador com processos integrados, que proporciona uma gestão ajustada à nova realidade global, da equipa de profissionais Buglos, que adapta o software à realidade das empresas, sendo que estes mesmos recursos podem ser contratados em regime de outsourcing, ou das soluções de gestão financeira.». O SaaS da Buglos permite que uma PME tenha um único fornecedor para uma solução de gestão integrada, bem como apoio permanente e actualizações constantes sem

O SAAS DA BUGLOS PERMITE QUE UMA PME TENHA UM ÚNICO FORNECEDOR PARA UMA SOLUÇÃO DE GESTÃO INTEGRADA

custos adicionais. «No futuro, todas as empresas terão uma solução deste tipo, que permite uma gestão integrada em tempo real e uma mobilidade total a todos os colaboradores da empresa», salienta José Carlos Graça. A Buglos resulta de um spin off das competências do Grupo Afinidade na área das tecnologias de

118 | PCGUIA

informação, tendo sido criada no final do ano passado (mais precisamente no dia 28 de Dezembro). Fundado em Junho de 1994, o Grupo Afinidade, que actuava no segmento de mercado têxtil, apostou no desenvolvimento de ferramentas tecnológicas que lhe permitissem dar uma resposta rápida e eficaz às solicitações dos clientes. Este esforço deu origem, em 2001, ao software de gestão Netshop Manager, uma ferramenta de e-commerce totalmente Web based e considerada pioneira pelo Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI), tendo inclusive sido premiada nas feiras Empreenda 2005, Empreenda 2006 e Empreendorismo Open 2007. Segundo o presidente da Buglos, «o Netshop Manager derivou de uma necessidade interna do Grupo Afinidade, em que se pretendia gerir soluções Web numa plataforma centralizada, isto é, sites, e-commerce e portais, de uma forma dinâmica e sem limitações». Ainda de acordo com o responsável máximo da empresa, «ao longo dos anos, a organização e o software foi crescendo, e este crescimento acabou por se manifestar através de um spin off para a nova sociedade Buglos». Depois de o ano de 2008 ter sido marcado pela transição, para 2009 esperam-se surpresas. Sem querer revelar pormenores, o CEO sublinha que «as PME estão a ter uma boa aceitação deste software» e que «as parcerias são um ponto fundamental do modelo de negócio». O mesmo responsável afirma que «a Buglos tem como objectivo trabalhar conjuntamente com quem está no terreno, pelo que as parcerias estratégicas são o grande objectivo para o ano de 2009.» A internacionalização é outro dos pontos visados na estratégia da empresa. A Buglos dispõe já de uma filial na Índia herdada do spin off, filial essa que se encontrava activa desde 2004, sendo portanto este país o mercado tradicional fora da Península Ibérica. «Temos como objectivo a internacionalização através dos países asiáticos e naturalmente na Europa, mas não rejeitamos outras oportunidades que possam surgir», adianta José Carlos Graça. Com três meses de existência, a Buglos conta actualmente com cerca de trinta colaboradores e meia centena de clientes.


FORMAÇÃO

«EM 2009, A FORMAÇÃO VAI SER DETERMINANTE» A Galileu assume-se como uma entidade especializada na área de TI e prepara-se para abrir dois novos centros de formação A Galileu iniciou a sua actividade na área da formação em 1991 e optou por se especializar na área de tecnologias de informação, dada a experiência dos seus fundadores. Os primeiros anos foram profícuos e o sucesso obrigou a escola a alargar a sua oferta, uma estratégia que, de acordo com Gonçalo Fonseca, director do centro de formação, fez com que se «estabelecessem parcerias com as mais conceituadas software houses internacionais» e com que a cobertura geográfica – garantida através da abertura de vários centros de formação pelo país – fosse alargada. Desta forma, garante o responsável máximo da empresa, «o “universo Galileu” apresenta-se hoje como uma marca integrada especializada no mercado das TI, com actuação nas áreas de formação, ensino profissional e outsourcing». Neste momento, a Galileu conta com cinco centros de formação, devidamente espalhados pelas terras lusas, nomeadamente no Algarve, em Aveiro, em Beja e nas duas maiores cidades portuguesas. Está prevista a inauguração de um novo centro de formação em Braga, em Abril, e um novo centro em Ponta Delgada, «pouco tempo depois». Gonçalo Fonseca orgulha-se de apresentar o currículo oficial da Galileu, e afirma que a empresa «é responsável pela elaboração dos conteúdos, materiais didácticos e respectivas metodologias». O director da Galileu explica que 2009 «é um ano importante, onde o investimento em formação deverá assumir um papel determinante, tanto nas empresas como nos profissionais». Gonçalo Fonseca sublinha que «as empresas que pretendam obter um bom desempenho necessitarão de investir na sua produtividade através da formação». Da mesma forma, os profissionais

SABIA QUE...

Durante o ano de 2008, os centros de formação Galileu receberam mais de 16 700 formandos, que se distribuíram por cerca de 2500 acções de formação, num total de mais de 52 500 hor as de formação. A oferta formativa da Galileu dirige-se a todos aqueles que utilizam a informática numa óptica de apoio ao seu trabalho ou estudo, muito especialmente às empresas cujos sistemas de informação têm uma importância vital no negócio e aos profissionais da área, que utilizam as suas competências específicas em tecnologias para desenvolver o seu dia-a-dia profissional.

120 | PCGUIA

ARQUIVO PCG

TEXTO JOÃO TRIGO

A Galileu irá abrir centros de formação em Braga e nos Açores

devem encarar esta conjuntura como uma oportunidade para adquirir ou reforçar as suas competências, preparando-se desta forma para responder às necessidades do mercado. Este ano, a Galileu quer «consolidar a oferta formativa que as parcerias possibilitam». Em 2008, áreas como a Cisco, Google, EC Council, gestão de projectos e ITIL não faziam parte do portfolio do centro de formação. Estas lacunas foram preenchidas em 2009, um ano em que «a Galileu se apresenta como um fornecedor global e completo, à altura de implementar planos de formação diversificados e personalizados». Destaque especial para a parceria com a Google, estabelecida em meados de 2008, com a certificação da Galileu como Google AdWords Seminar Leader, que faz com que o centro de formação seja reconhecido como parceiro oficial de formação em Google AdWords em Portugal. Desta relação nasceram três novos cursos desenhados para targets distintos: novos utilizadores de Google AdWords, utilizadores avançados que pretendam adquirir competências avançadas de optimização e profissionais ou agências que procuram obter com sucesso a sua certificação de Google Advertising Professional. O web marketing «é uma área na qual acreditamos que as empresas irão apostar forte no que diz respeito ao relacionamento com o mercado». De resto, a expectativa para o ano 2009 é poder continuar a crescer em cada um dos centros de formação, «atingindo um volume de vendas na ordem dos 3,7 milhões de euros».

CONSOLIDAÇÃO É PALAVRA DE ORDEM A consolidação da formação na área de TI é um trilho

a seguir em 2009, sem porém «rejeitar boas oportunidades que surgem com frequência, de poder aumentar a oferta actual». Não obstante esta linha orientadora, a Galileu criou uma rede de parceiros especializados em formação, em áreas diversas das TI, «com os quais trabalha e desenvolve os planos de formação das empresas». Gonçalo Fonseca refere que, desta forma, os clientes da Galileu podem ter um único fornecedor de formação, tendo sempre a garantia de que essa formação «é feita por fornecedores especializados em cada temática». O homem forte da empresa assegura que os parceiros técnicos do centro de formação e as diversas acreditações permitem que a formação seja constantemente actualizada e «reconhecida a nível internacional». Esta dimensão global que se materializa através da formação e da obtenção de certificações «abre aos profissionais oportunidades ilimitadas, mesmo do ponto de vista geográfico». De resto, esta validação é feita pelos centros internacionais de exames que a Galileu representa e, de acordo com Gonçalo Fonseca, «constitui a melhor garantia para os nossos formandos no que à relação custo/benefício diz respeito». Paralelamente a esta estratégia, foram criadas parcerias com software houses mundiais, como a Microsoft, Cisco, Adobe, EC-Council, Google e IBM, entre outras, permitindo-lhe oferecer ao mercado os respectivos currículos e certificações. Neste momento, a oferta formativa é variada, embora especializada em tecnologias de informação. O director-geral da Galileu salienta as áreas de redes, administração de sistemas, desenvolvimento, bases de dados, web design & development e, mais recentemente, web marketing e segurança informática.


CASE NOTÍCIAS STUDY

VODAFONE REFORÇA SERVIÇOS AO CLIENTE A mais recente aposta do operador é disponibilizar um call center no ecrã dos telemóveis TEXTO SUSANA ESTEVES FOTOS VÍTOR GORDO A Vodafone Portugal deu um passo em frente no serviço ao cliente ao implementar uma solução que oferece um sistema de apoio que permite efectuar um conjunto de operações, até aqui apenas possíveis através de uma chamada telefónica ou da Internet. Na prática, o cliente digita o mesmo número de apoio, mas, em vez de ter como retorno o IVR, “chama” ao ecrã do seu telemóvel uma interface que lhe permite fazer consultas, alterações, pesquisas e configurações. O acesso é gratuito e o cliente pode, a qualquer momento, transferir a sua chamada para um assistente da Vodafone. O sistema foi desenvolvido pela Vodafone Portugal em parceria com a americana Nuance. O resultado final parece ter agradado ao grupo, que se prepara para implementar esta solução em mais 15 países. O novo serviço utiliza uma tecnologia que lança a aplicação no ecrã do telemóvel sempre que é iniciada a chamada para o Serviço de Apoio a Clientes da Vodafone. Esta tecnologia requer uma integração

122 | PCGUIA

nativa com o sistema operativo do telemóvel, o que faz com que seja impossível criar uma solução standard para todas as plataformas. A linguagem de programação utilizada (C++) permite construir uma base comum para diferentes telemóveis, podendo existir necessidades de adaptações à versão da plataforma, tipo e tamanho de ecrã. A camada de aplicação utiliza scripts ECMA e pode ser publicada ou actualizada via Over the Air (link recebido por SMS). O acesso do cliente à informação varia conforme o contrato que mantém com a Vodafone. No caso de um pós-pago, por exemplo, o utilizador poderá consultar dados relativos à sua factura, como o valor a pagamento, os minutos que ainda lhe restam, ou a soma da última factura. No caso de um pré-pago, este tipo de informação restringe-se ao seu saldo, a eventuais SMS gratuitos e à data do próximo carregamento. Para além deste tipo de dados, a interface permite ainda proceder a alterações do

plano tarifário ou contactos da Rede 10 – no caso da rede Yorn – requisitar crédito de 2,5 euros (SOS Extra), fazer transferências de saldo para outros clientes deste operador, ter acesso aos manuais do telefone online e proceder à correcção automática de configurações como MMS, Internet e Vodafone Live. A aplicação utiliza diferentes tipos de canais para obter diferentes informações, nomeadamente GPRS/3G, na maioria das comunicações cliente/ servidor, com o protocolo https que garante a segurança da informação transmitida. A aplicação utiliza as interfaces existentes do IVR, My Vodafone e SAC SMS para garantir a ponte com o Middleware e as ferramentas de CRM. A solução está alojada na Vodafone Portugal e integrada com o restante backend. No futuro, haverá algumas integrações com servidores que estarão centralizados, e integrados com vários operadores Vodafone. Questionados sobre eventuais limites no acesso à aplicação, devido a sobrecarga do sistema,


João Carlos Cruz, responsável pelos canais online da Unidade de Operações da Vodafone Portugal, e Pedro Nogueira, gestor do Serviço de Apoio a Cliente no Telemóvel da Vodafone Portugal, explicaram que poderão existir consultas de informação muito específicas que utilizam os pontos de integração comuns a outros sistemas (IVR, My Vodafone, CRM), que, por partilharem um limite geral naquela consulta específica, podem revelar-se mais demoradas. No entanto, segundo os mesmos, apenas numa situação extraordinária esses limites serão atingidos, e mesmo que tal ocorra, é algo que rapidamente volta à normalidade (em segundos).

É IMPORTANTE PERMITIRMOS AOS CLIENTES QUE AS QUESTÕES MAIS SIMPLES SEJAM RESOLVIDAS AUTONOMAMENTE

BENEFÍCIOS A CURTO PRAZO O que a Vodafone ganha com este serviço? Os clientes passam a usufruir de um sistema automático mais atractivo e simples de utilizar, em comparação com o IVR. «Sabemos, através de vários estudos, que os clientes querem mais controlo e a capacidade de terem opções de self service mais eficientes que lhes permitam realizar de forma autónoma, simples e rápida algumas das operações que actualmente são executadas através do IVR ou pelos assistentes no call center. Ou seja, é importante permitirmos aos clientes que as questões mais simples sejam resolvidas autonomamente, já que há assuntos de maior complexidade e mais demorados que carecem de um suporte que só o ser humano pode dar», disse Pedro Nogueira. À parte do serviço ao cliente, uma das grandes vantagens diz respeito ao tráfego que esta pode ajudar a retirar aos call centers. Como indicaram os dois funcionários da Vodafone, o objectivo desta solução é ter uma taxa de filtragem (pedido satisfeito na própria aplicação) cerca de 20% superior ao IVR. No entanto, temos de considerar que a disponibilização da aplicação à maioria dos clientes é um processo a médio prazo, uma vez que depende da gradual compatibilidade dos equipamentos com

Pedro Nogueira, gestor do Serviço de Apoio a Cliente no Telemóvel da Vodafone Portugal e João Carlos Cruz, responsável pelos canais online da Unidade de Operações da Vodafone Portugal

o serviço, daí não ser possível fazer uma relação directa, neste momento, com o volume de chamadas que entra diariamente nos calls centers. Os vários call centers da Vodafone lidam com, aproximadamente, 25 mil a 30 mil chamadas diárias, que, na prática, correspondem a 50% do total de chamadas recebidas, porque o IVR filtra cerca de 50%. A integração com outros serviços Vodafone já está em curso. Estão a ser definidas novas funcionalidades, como a aquisição de produtos do Clube Viva, pagamentos de facturas, carregamentos de cartões pré-pagos, consulta e activação de promoções/campanhas em vigor, mais detalhes sobre a conta/serviço, entre outras opções. Em termos de acesso, os novos equipamentos compatíveis são vendidos já com a aplicação préinstalada, o que significa que no momento em que o cliente liga o equipamento, a aplicação obtém as funcionalidades adequadas ao plano tarifário do cliente específico. Todo o processo é realizado via http e SMS, gratuitamente, com segurança e de forma a não influenciar o normal funcionamento do equipamento.

Neste momento, o serviço Apoio a Cliente no Telemóvel é compatível com a plataforma Symbian S60 e com os sistemas operativos Windows Mobile 5.0 e 6.0, mas desde o início de 2008 que a Nuance e a Vodafone Group têm interagido com os fabricantes de modo a alargá-lo a outras plataformas. A expectativa deste operador aponta para que, durante os próximos 18 meses, cerca de 90% dos novos modelos de telefones comercializados pela Vodafone já tenham a aplicação pré-instalada, tornando-a disponível para outras marcas e plataformas. Este alargamento faseado deve-se ao facto de a tecnologia que lança a aplicação para o ecrã do telemóvel quando é iniciada a chamada para o Serviço de Apoio a Cliente requer uma integração nativa com o sistema operativo, o que faz com que não seja possível uma solução standard para todas as plataformas. Como explicaram, o acesso às API de desenvolvimento é mais rápido e fácil se a plataforma for aberta, como é o caso do Windows Mobile e o Symbian S60. As restantes plataformas necessitam que seja desenvolvido um trabalho conjunto entre a Nuance e o fabricante de modo a garantir a compatibilidade. «Iremos também apostar, nas próximas semanas, no carregamento da aplicação através de um download gratuito Over the Air (link recebido por SMS). Isto poderá levar a aplicação a mais de 600 mil clientes, dependendo naturalmente de estes fazerem o download da mesma, que, lembramos, é gratuita», avançou João Carlos Cruz. Nos últimos três meses, mais de 70% dos acessos à aplicação são concluídos na própria aplicação. Assim, menos de 30% dos acessos terminam numa transferência de chamada para o assistente, o que ilustra a eficiência do serviço na resolução das necessidades dos clientes. Por cada acesso são realizadas em média três consultas/operações em diferentes páginas que representam diferentes funcionalidades. É importante referir também que o nível de satisfação que os clientes revelam com este serviço é superior em 30% em relação ao nível de satisfação com o IVR. O investimento do Grupo Vodafone, que inclui licenças para 18 países, e o respectivo desenvolvimento é superior a 50 milhões de euros.

PCGUIA

| 123


Eugene Kaspersky, CEO da Kaspersky Lab

A IMPORTÂNCIA DO CONTROLO PARENTAL

C

omo em quase tudo na vida, a tecnologia não substitui o homem. Facilita-nos sem dúvida a vida e automatiza processos que nos permitem chegar melhor e mais depressa onde queremos, mas nem sempre da forma mais segura. Deve, por isso, prevalecer uma boa dose de bom senso sempre que a tecnologia é utilizada. E é aqui que reside o problema, sobretudo quando estamos a falar de utilizadores de tenra idade. A utilização da informática é um tanto ou quanto contra-natura. Como pais e educadores, habituamo-nos a transmitir os conhecimentos de que as nossas crianças e jovens necessitam para evoluir e crescer da forma mais saudável e produtiva possível. O problema é que nisto da tecnologia muitos dos nossos jovens estão mais “à frente” do que os seus pais, navegando nos meandros da Internet sem conhecerem limites ou imposições. Mesmo os pais tecnologicamente mais esclarecidos ficam, na maioria dos casos, surpreendidos com a forma como os seus filhos utilizam o computador, como se já tivessem nascido com um teclado à frente. A questão é que, apesar desse nível de conhecimento avançado, a própria personalidade do utilizador, adequada à idade que possui naquele momento, pode agir contra si, na medida em que traz consigo alguma dose de ingenuidade e negligência própria da juventude. É aqui que entramos. Enquanto no caso dos vírus e outras infecções informáticas é vital a presença nos computadores de soluções de segurança que protejam os sistemas, uma vez que até a melhor das utilizações está exposta à acção de código malicioso, no caso do controlo parental a sua presença tem vindo a tornar-se progressi-

HÁ QUE ENTENDER QUE NAVEGAR SEM PREOCUPAÇÕES NA INTERNET É ALGO DO PASSADO

124 | PCGUIA

vamente essencial, sobretudo quando a utilização da Internet necessita de vigilância. Não deve ser visto como um mecanismo de repressão ou controlo desenfreado “só porque sim”. Deve, antes, ser visto como um importante auxiliar para uma utilização saudável da Internet. O relativamente recente fenómeno das redes sociais e a massificação do uso de salas de chat e dos programas de Instant Messaging veio alertar os fabricantes de soluções de segurança para o problema crescente da exposição dos jovens a uma alargada comunidade de “amigos”, com tudo o que isso implica. Com efeito, o nível de sofisticação dos novos cibercriminosos não é o único factor que põe em perigo os nossos jovens na Internet; o comportamento dos utilizadores também pode contribuir para a eficácia dos ataques. Pode ser muito divertido fazer amigos através das redes sociais, mas a crescente popularidade destes sites faz com que sejam agora os alvos preferidos dos cibercriminosos, que se aproveitam da confiança e familiaridade que estes meios geram para disseminar os seus ataques. Além do perigo de infecção, existe um outro ainda mais grave: o da segurança dos dados pessoais do utilizador e, aqui, as redes sociais tornaram-se já numa ameaça real. É por isso importante alertar os jovens para a possibilidade de os cibercriminosos conseguirem roubar a identidade dos seus amigos online e passarem-se por eles para atacar grupos de pessoas de maior dimensão na Internet, aproveitando a sua rede de contactos de confiança. Trata-se de pura engenharia social e, para se proteger contra este e outros tipos de cenários, não só é essencial ter instaladas as últimas actualizações do sistema operativo e do software antivírus, como também é vital usar um sistema completo de protecção através de um software de segurança específico. Há que entender, de uma vez por todas, sem cinismos, que navegar sem preocupações na Internet já é algo do passado. A utilização de um software de controlo parental pode ser, por isso, uma boa solução para controlar os acessos e as conversas dos menores online. Dependendo de quem utiliza o computador, uma criança, um adolescente ou um adulto, pode ser utilizada esta ferramenta especial para limitar o tempo de navegação na Internet e bloquear o acesso a certos sites, tendo por base uma lista negra de sites ou de categorias. O objectivo não é transformar a Internet num “monstro” aos olhos dos pais. É, antes, ajudá-los a compreender que apenas uma utilização correcta da tecnologia e da Internet, aliada às ferramentas de segurança disponíveis no mercado, pode garantir a segurança dos seus educandos, física e digital.

ARQUIVO PCG

OPINIÃO


HOTSPOT

COMPRE HOJE, COMECE A PAGAR AMANHÃ Com ou sem crise económica, empresas e consumidores recorrem a ferramentas financeiras para renovar o parque informático TEXTO SUSANA ESTEVES FOTOS ARQUIVO PCGUIA

A PCGuia foi às compras. Precisávamos de renovar o nosso parque informático e fomos à procura de um PC, de um monitor, uma impressora e demais periféricos. Como a crise toca a todos, fomos poupadinhos e não ultrapassámos os 2500 euros, dinheiro que não tínhamos para pagar na hora. O que fizemos? O que muitos portugueses, empresários ou não, fazem actualmente: procurámos recorrer a ajudas financeiras. Investigámos um pouco e rapidamente percebemos que há vida para além dos créditos bancários, nomeadamente para as empresas. Vamos por partes. Um empréstimo de 2500 euros foi o cenário fictício apresentado pela nossa revista a várias instituições bancárias e algumas das mais conhecidas financeiras que exploram o mercado nacional. O objectivo era ter como resposta a oferta mais vantajosa para o cliente, mas a este desafio só tiveram coragem de responder as entidades abaixo citadas, apesar de muitas outras terem sido contactadas. Recorrer a crédito para compra de material informático não é um pedido estranho ou sequer raro, e como tal, algumas delas possuem programas desenhados à medida desta necessidade.

CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS A CGD disponibiliza os seguintes produtos com o intuito de financiar a aquisição de material informático: 1. Crediformação Caixa (especialmente dirigido a estudantes universitários) Este produto permite a aquisição de computadores, material informático ou outro material ou equipamento, por estudantes candidatos a licenciaturas, mestrados e doutoramentos, ou a outros cursos. Esta oferta contempla montantes a partir de mil euros até 30 mil euros (formação em Portugal) ou 50 mil euros (formação no estrangeiro). Se se tratar de um estudante abrangido pelo Acordo de Bolonha, pode beneficiar ainda de redução/isenção nas comissões da seguinte forma: Comissão de estudo: redução de 50% e isenção para clientes ao abrigo de protocolos com institutos de Ensino Superior** Comissão de contratação: redução de 50% Taxas de juro: Fixa: 7,5% (com fiança) ou 9% (sem garantias) (Redução até 1% para instituições de Ensino Superior com protocolo com a CGD) Indexada à Euribor 1 Mês (*) + spread de 0,75% a

2,50% dependendo da garantia apresentada (redução até 0,25% para instituições de Ensino Superior com protocolo com a CGD) Nota: Em função da média obtida no ano lectivo anterior, poderão ser atribuídas condições especiais

na taxa de juro (só aplicável no âmbito do Acordo de Bolonha), podendo mesmo a taxa de juro a atribuir passar a ser de Euribor a 1 M (*) reduzida de 1,00 p.p. (se a média do ano anterior for >= 18 valores).

(*) TAEG de 5,226% calculada com base na Euribor 1 Mês (a) + 0,75%, em 20/01/2009, para um empréstimo de 2500 euros, pelo prazo de 132 meses, sem seguro de vida, sem comissão de estudo e com garantia real. Inclui 50% da comissão de contratação e imposto do selo sobre a utilização do crédito. (a) Taxa correspondente à média aritmética simples das taxas Euribor a 1 M, apurada com referência ao mês imediatamente anterior ao do início de cada período de contagem de juros, arredondada para a milésima de ponto percentual mais próxima, na base 360, acrescida de spread. Cursos no âmbito do Acordo de Bolonha Prazos

1º Ciclo LICENCIATURA (3 anos)

2º Ciclo MESTRADO (2 anos)

3º Ciclo DOUTORAMENTO (3 anos)

1º e 2º Ciclos LICENCIATURA+ MESTRADO

OUTROS CURSOS

PRAZO TOTAL

até 144 meses (12 anos), incluindo:

até 132 meses (11 anos), incluindo:

até 144 meses (12 anos), incluindo:

até 168 meses (14 anos), incluindo:

até 168 meses (14 anos), incluindo:

1) Período de utilização

até 48 meses (duração do curso: 36 meses + 12 meses);

até 36 meses (duração do curso: 24 meses + 12 meses);

até 48 meses (duração do curso: 36 meses + 12 meses);

até 72 meses sendo no máximo, igual à duração dos 2 cursos + 12 meses);

até 72 meses sendo no máximo, igual à duração do curso + 12 meses);

2) Período de diferimento

Período de até 12 meses (após até 12 meses (após diferimento: até 12 o fim do período o fim do período meses (após o fim do de utilização); de utilização); período de utilização);

até 12 meses (após o fim do período de utilização);

até 12 meses (após o fim do período de utilização);

até 84 meses.

de 1 até 84 meses.

3) Período de reembolso

até 84 meses.

até 84 meses.

até 84 meses.

PCGUIA

| 125


HOTSPOT NOTÍCIAS

2. Crédito Pessoal ao Consumo Produto destinado aos restantes clientes que pretendam adquirir material informático. O montante mínimo fixa-se nos mil euros e os prazos podem ir até 60 meses (com fiança ou sem garantia), ou até aos 132 meses (com hipoteca de imóvel ou penhor de aplicações financeiras). A taxa de juro pode ser fixa (6,45% a 13,95%) ou indexada à Euribor 1 Mês (*): Euribor + spread de 0,75% a 9%, dependendo das garantias apresentadas. (*) TAEG de 7,704%, calculada com base num spread de 0,75%, em 20/01/2009, para uma operação de 2500 euros, pelo prazo de 60 meses, sem seguros de vida e protecção ao crédito, com garantia real. Inclui comissão de estudo, de contratação e imposto de selo sobre a utilização do crédito. Questionada sobre as vantagens face a outras instituições, a CGD elegeu a flexibilidade nas taxas de juro e nos prazos, a rapidez na resposta e o facto de premiar o mérito académico como algumas das mais-valias das suas ofertas. (*) TAEG de 7,704%, calculada com base num spread de 0,75%, em 20/01/2009, para uma operação de 2500 euros, pelo prazo de 60 meses, sem seguros de vida e protecção ao crédito, com garantia real. Inclui comissão de estudo, de contratação e imposto de selo sobre a utilização do crédito. (a) Taxa correspondente à média aritmética simples das taxas Euribor a 1M, apurada com referência ao mês imediatamente anterior ao do início de cada período de contagem de juros, arredondada para a milésima de ponto percentual mais próxima, na base 360, acrescida de spread.

MILLENNIUM BCP Face ao cenário proposto, o Millennium BCP apresentou uma prestação de 54,65 euros por 60 meses para um empréstimo realizado por um cliente frequente (produto actualmente em campanha), com 35 anos e bom grau de risco (TN=7,25%; TAEG= 11,832%). O imposto de selo pela utilização do crédito, a comissão de dossier e o seguro de vida estão incluídos no financiamento. Neste caso, o BCP garante que as prestações se mantêm inalteráveis durante todo o prazo do contrato, e que existe uma resposta imediata para

126 | PCGUIA

clientes com perfil de risco adequado ao produto e que disponibilizem a informação solicitada e suficiente. A informação que nos foi dada enfatiza ainda o facto de não existirem comissões mensais de processamento (uma única comissão de dossier), o prazo é alargado e não existem penalizações por liquidação antecipada a partir de ¼ do prazo.

COFIDIS À semelhança dos rivais de mercado, a Cofidis também permite o envio de um pedido de crédito a partir da Internet, e permite a simulação das prestações mensais. A diferença está nos valores. No site desta financeira só nos é permitido fazer uma simulação de 2 mil ou de 3 mil euros. Optando por esta última quantia, a mensalidade fixa-se nos 161

CETELEM

AS PROPOSTAS:

No site da Cetelem (www.cetelem.pt) existe uma ferramenta de simulação que permite a qualquer consumidor analisar qual a mensalidade e condições a que estaria sujeito num pedido de crédito. Colocámos os 2500 euros como valor para o crédito, indicámos que o empréstimo era para compra de material informático (no caso da Cetelem existe uma categoria designada Informática, Electrodomésticos) e apontámos um período máximo de 24 meses. O resultado foi uma mensalidade de 128,62 euros, com TAEG de 24,90%. O pedido de crédito pode ser feito online e o dinheiro é disponibilizado 48 horas após aprovação. Apesar de responder directamente aos pedidos do consumidor final, a Cetelem tem uma presença mais forte junto dos pontos de venda. Por via destas parceiras comerciais o consumidor pode fazer a compra e o crédito no mesmo local. Segundo indicou a Cetelem, esta estrutura mais indirecta é sustentada por uma política de formação que o Cetelem garante aos seus parceiros, por forma a garantir que o cliente tem o melhor aconselhamento possível no que aos produtos financeiros diz respeito, e demais informações e sugestões adaptadas às suas necessidades específicas. Neste mercado em particular, o banco Cetelem aconselha os seus diversos parceiros a apresentarem modalidades de crédito não superiores a 36 meses para que o prazo do contrato de crédito não ultrapasse a garantia nem a vida útil do artigo. Para o sector da distribuição do banco Cetelem, este mercado tem um peso de 15%, para o qual contribuem não só as lojas especialistas, como também grandes superfícies que comercializam electrodomésticos, electrónica e informática. Nesta percentagem incluem-se materiais informáticos (portáteis e PC), consumíveis e periféricos.

PRAZO: Taxa Nominal Prestação TAEG

12 MESES

36 MESES

60 MESES

14,5

14,5

14,5

227,61

88,05

60,97

17,99

17,37

17,37

Seguro de Vida Incluído

euros (24 meses), com uma TAEG de 28,45%. Esta financeira não tem qualquer produto especificamente direccionado para créditos relativos à compra de material informático. Todos os créditos são pessoais e não questiona o porquê, característica que a Cofidis apontou à PCGuia como a principal vantagem da sua oferta.

CREDIBOM Para dar resposta ao nosso pedido de crédito, a Credibom apresentou como oferta mais vantajosa a solução Flexibom Informática e Multimédia, que para esta simulação em particular oferece prazos diversos que vão até aos 60 meses. João Rodrigues, da direcção de Marketing da Credibom, fez questão de sublinhar que, para além


deste produto, a financeira disponibiliza vários produtos que permitem a mesma finalidade, (vários produtos de Crédito Pessoal) e que, por isso também são utilizados para este fim, entre outros, sendo que esses têm condições diferentes das mencionadas. Independentemente do produto escolhido, este executivo garante que a oferta prima pela simplificação de processos, de forma a melhorar a experiência do cliente. «Temos actualmente instituído um processo com análise rigorosa, mas simples e eficiente, e que é iniciado telefonicamente ou via Internet e concluído com a transferência do montante solicitado para a conta do cliente no máximo de 48 horas após a recepção da documentação», disse.

UM OUTRO TIPO DE AJUDA Se o cenário é de crise para a maioria, é também de oportunidade de negócio para outros. O renting de material informático é uma alternativa que está a começar a entrar nas salas de reuniões das empresas, principalmente durante a discussão dos orçamentos. Porquê? Pela falta de liquidez financeira das empresas, e devido ao facto de muitas companhias seguirem actualmente um modelo de gestão moderna que recorre a este tipo de instrumento financeiro, como garantia de investimento contínuo na modernização do seu parque tecnológico. A verdade é que cada vez mais as companhias preferem contar com custos fixos mensais e com serviços que garantam uma resolução rápida de problemas, com o menor impacte possível para o negócio. Em tempo de crise, as surpresas não são bem-vindas. A PCGuia falou com algumas empresas ligadas, entre outras coisas, ao renting de equipamento informático, um negócio que está ainda a conquistar terreno em Portugal, mas que tudo indica ter um futuro promissor no nosso país. O Grenke Renting é especialista em financiamento na área das tecnologias da informação, e possui produtos financeiros vocacionados para o financiamento de impressoras, fotocopiadoras, computadores, servidores, software e qualquer outro tipo de equipamento tecnológico. Em traços gerais, Sérgio Nunes, managing director da companhia, garante que esta consegue executar as análises de crédito em 20 minutos, pagar as facturas no mesmo dia em que recebe os documentos e processar a informação de uma forma simples e rápida. Segundo ele, «a média europeia do grupo na resposta a solicitações de crédito até 25 mil euros é de apenas 10 minutos». Seguir, ou não, a opção de renting parte exclusivamente de uma opção estratégica da empresa, uma vez que este, enquanto instrumento de financiamento, tem características muito próprias, que podem ser atractivas neste panorama económico. Por exemplo, as prestações do renting são 100%

dedutíveis como despesas operacionais, e neste caso não existe sujeição ao imposto de selo sobre os juros e abertura de crédito. O IVA é normalmente dedutível; quando não é dedutível tem um menor impacte na tesouraria, uma vez que o seu pagamento é distribuído pela duração do contrato, incluído em cada uma das rendas. Uma vez que as companhias de renting planeiam revender o equipamento no final do contrato de renting, quando efectuam uma oferta ao cliente não consideram o custo de aquisição do equipamento por completo. Consequentemente, o valor actual da soma das rendas é quase sempre mais baixo do que o custo de aquisição do equipamento. «As empresas que utilizam o renting em vez de comprarem [o material informático], normalmente realizam poupanças adicionais», confirmou. Sérgio Nunes avançou ainda com outro exemplo: «Em vez de empatar o capital em activos de rápida depreciação, como é o caso dos computadores, impressoras ou servidores, pode-se pagar o activo ao mesmo tempo que se ganha com os benefícios do seu uso.» Por outro lado, ao pagar a despesa do renting em prestações mensais, as empresas mantêm o seu capital circulante e linhas de crédito disponíveis para as actividades que produzem lucro. O renting garante ainda um financiamento a 100% sem entrada inicial, algo que não acontece na maior parte dos métodos tradicionais de financiamento. O recurso a esta opção permite ainda às companhias fugirem às perdas associadas ao curto tempo de vida dos equipamentos informáticos, isto porque o renting facilita a correspondência entre o tratamento contabilístico e vida útil do equipamento. A lista de clientes está longe de contemplar apenas empresas com menos liquidez financeira. Tratase de uma questão estratégica, como confirmou o director da Grenke. «As empresas cada vez mais evitam efectuar esforços financeiros desnecessários que condicionam a sua liquidez. O renting permite prestações baixas com condições simples e menos impostos. As prestações pagas podem ser deduzidas fiscalmente na íntegra. A liquidez e independência financeira da empresa são mantidas, o capital próprio permanece intacto e as linhas de crédito com o banco são preservadas.»

MERCADO COM POTENCIAL Um dos indicadores de performance mais importantes do grupo é o número de pedidos de financiamento. Com uma oferta de renting em cima da mesa desde 2002, a Futurdata tem visto este serviço crescer mais nos últimos tempos. Como confirmou à PCGuia Eduardo Gonçalves, sócio-gerente da Futurdata, Portugal está a aproximar-se de outros países europeus e também dos Estados Unidos, no que diz respeito à percentagem que o renting tem ao nível do financiamento para equipamento informático.


PRO CASE STUDY HOTSPOT NOTÍCIAS

O RENTING GARANTE UM FINANCIAMENTO A 100%, ALGO QUE NÃO ACONTECE NA MAIOR PARTE DOS MÉTODOS TRADICIONAIS

Em alguns países esta modalidade atinge já 40% do negócio de equipamento informático. A oferta desta companhia consiste na disponibilização de equipamento informático (PC, portáteis, servidores, monitores, entre outros) durante um período de tempo que pode ir de 1 a 4 anos (tipicamente 3 anos), mediante o pagamento de uma renda mensal. Os equipamentos têm sempre garantia (hardware) igual ao período do contrato de renting. No final do contrato, o cliente pode optar pela compra do equipamento mediante o

OPINIÃO Cuidados no recurso ao crédito A competitividade dos mercados coloca à disposição dos consumidores uma grande diversidade de serviços financeiros, obrigando-os a tomar inúmeras e complexas decisões que exigem uma boa preparação para fazer as escolhas mais acertadas. No entanto, a escolha acertada não é fácil para o consumidor, num domínio em que a informação disponível exige competências e conhecimentos específicos para a sua compreensão. O recurso ao crédito para pagar a casa, o carro, as mobílias ou o computador para o filho tornouse mais banal no seio da s famílias portuguesas. Mas, os produtos financeiros utilizam uma terminologia cada vez mais técnica e são produtos cada vez mais complexos. Sempre que o consumidor pr etende recorrer ao crédito deve saber que a t axa anual de encargos efectiva global (TAEG), é o principal indicador comparativo e é um elemento que figura, obrigatoriamente, em todas as comunicações comerciais. Por outro lado, o acompanhamento das condições da concorrência permite-lhe estar informado e ajuda-o a negociar junt o da instituição de crédito. Para fazer uma boa escolha o consumidor deve simular diversos montantes para vários prazos de pagamento no maior número possível de instituições de crédito. Quanto mais longo for o prazo, mais caro ficará o empréstimo, mas pagará uma prestação mais baixa. Deve sempre informar-se sobre todas as despesas (comissões, registos provisórios, celebração do contrato, conversão de registos, seguros exigidos, entre outros).

128 | PCGUIA

Por exemplo, se um consumidor pr etender comprar um computador e não tiver dinheiro para o adquirir, pode encontrar linhas de financiamento específicas nos bancos ou r ecorrer ao financiamento das lojas, concedido por sociedades financeiras para aquisições a crédito (SFAC). Existe uma grande variedade de propostas no mercado, cabendo ao consumidor um papel determinante que é o de ef ectuar a escolha. Para tomar uma decisão responsável é necessário que o consumidor r eúna várias propostas e compare as várias simulações obtidas. Depois, deve verificar qual é o valor da TAEG, vai encontrar taxas com valores bastante diferentes, e quanto mais baixa for a TAEG, mais barato é o empréstimo. Para além, de fazer uma boa escolha é necessário que o consumidor verifique se o seu orçamento suporta a prestação. Se o consumidor verificar que irá fazer um esforço considerável para pagar a mensalidade, o melhor será adiar a compra com recurso ao crédito (o recomendável é que a taxa de esforço não ultrapasse os 40%, ou seja ,o valor das prestações com crédito não deve representar mais de 40% do r endimento mensal da família). É fundamental que quando o consumidor decida contratar um crédito o faça de forma esclarecida e responsável ou seja deve ter pleno conhecimentos do contrato que assinou e deve ter acautelado que o peso das prestações não põe em causa o equilíbrio do seu or çamento familiar. Natália Nunes, Gabinete de Apoio ao Sobreendividado da DECO

pagamento de um valor residual previamente acordado. «Além da disponibilização do equipamento, poderemos acrescentar outros serviços como, por exemplo, substituir o equipamento em caso de avaria, adicionar um contrato de assistência total ou um seguro e actualizar o equipamento antes do término do contrato», acrescentou Eduardo Gonçalves, sublinhando ainda que o facto de a resposta a um pedido de renting ser rápida e sem demasiadas burocracias é uma vantagem em relação a outras soluções, nomeadamente, leasings bancários. Em Portugal, a Grenke já tem mais de 400 parceiros (revendedores e integradores). O valor médio por contrato é de 8 mil euros e os pedidos são colocados maioritariamente por PME. No último ano fiscal, o grupo recebeu 145 384 pedidos de financiamento, dos quais aproximadamente 69 824 geraram novos negócios de locação. No ano de 2008, o grupo Grenke teve um volume de negócios de aproximadamente 601 milhões de euros. A trabalhar o mercado nacional deste Maio de 2008, a Grenke dirige os seus produtos/serviços exclusivamente para a área de TIC, e propõe-se, por exemplo, liquidar a factura ao revendedor no preciso momento em que este entrega toda documentação. A crise financeira tem sido uma oportunidade de negócio óbvia para a Grenke, que se preveniu atempadamente contra os efeitos da inconstância dos mercados financeiros. Devido à crise do subprime nos E.U.A, existiu uma escassez grave nos fundos de refinanciamento que foram remediados com elevadas injecções de liquidez pelos bancos centrais internacionais. Segundo Sérgio Nunes, o grupo Grenke não foi afectado por esta escassez, pois já tinha reforçado a sua liquidez, devido aos spreads de refinanciamento bastante baixos, antes no início da crise. «Isto irá permitir-nos alargar ainda mais a nossa vantagem competitiva no refinanciamento com condições atraentes no futuro. Iremos usar esta vantagem competitiva para nos distinguirmos ainda mais da concorrência e para aumentar os ganhos do grupo, sobretudo em relação aos bancos, que, como sabemos, foram fortemente penalizados com toda esta turbulência», sublinhou.


O managing director da companhia garantiu ainda que a empresa irá concentrar-se no core business (operações de baixo valor no sector da informática e telecomunicações) e fugir à tentação de financiar outro tipo de produtos. «Tentação que acontece num contexto em que as instituições financeiras estão a diminuir a concessão de crédito levando mesmo o governo a intervir», destacou. Em países como Portugal, onde este tipo de instrumento financeiro é pouco conhecido, existe, na opinião das prestadoras destes serviços, um grande potencial de crescimento. Como mencionou Sérgio Nunes, as estatísticas, estudos e pesquisas indicam que a penetração dos equipamentos tecnológicos para escritórios, com alguma flutuação, irá, a médio prazo, continuar a crescer e que a locação, como um método de financiamento, irá crescer acima da média. «Isto aplica-se em especial às pequenas e médias empresas, o nosso mercado-alvo, enquanto que a locação como ferramenta de financiamento já é bastante utilizada nas grande empresas», acrescentou.

CRISE FAZ DISPARAR PEDIDOS DE RENTING A Jacomo Ramos & Pinto é uma empresa que trabalha no mercado das TI, e que passou a oferecer aos seus clientes a possibilidade de adquirirem equipamentos informáticos através de um sistema de renting, tudo devido à parceria formada com a Grenke. «Como a maior parte das empresas nacionais, começámos a ter alguns problemas com o pagamento dos clientes. Procurámos então uma solução que pudesse garantir que os clientes realizassem os seus investimentos e nós resolveríamos os problemas de tesouraria e cobrança», explicou o engenheiro informático da empresa, Luís Bivar Ramos. Fruto da parceria, a empresa oferece actualmente aos seus clientes a opção de renting informático, de 500 a 50 mil euros (para valores superiores é necessário uma análise diferente), podendo 30% deste valor ser traduzido em serviços. Os projectos são aprovados em cerca de 20/30 minutos. Os principais clientes são maioritariamente microempresas e PME que pretendem renovar o parque informático ou fazer investimentos nesta área. Apesar de a oferta de renting ser recente, Luís Ramos indicou que os pedidos têm vindo a duplicar e a triplicar mensalmente. «As empresas procuram formas de comprar a crédito e como já estão familiarizadas com o renting automóvel, acabam por aceitar bem esta ideia e tentam obter mais informações. A procura tem sido generalizada, desde a aquisição de uma multifunções laser a cores até à renovação completa do parque informático. Qualquer investimento que ultrapasse os 600 euros», disse o engenheiro informático da empresa. A crise económica deverá fazer aumentar os pedidos de renting. «Os gestores das empresas tentarão reduzir ao máximo os seus custos e activos, mas há investimentos no parque informático que não podem ser adiados. «Pensamos que o Renting informático terá um “boom” enorme durante este ano», explicou.

OPINIÃO Benefícios fiscais para computadores A compra de material informático passou a gozar de benefícios fiscais em IRS em 1998, ano em que as alterações ao EBF deram especial atenção à I&D e, salvo um br eve período, resistiu até hoje. Tratava-se, à primeira vista, de facilitar a massificação da utilização da informática e do acesso à Internet. A versão actual do artigo 68.º do EBF gar ante que metade dos montantes gastos na aquisição de computadores pessoais, incluindo software e aparelhos de terminal, é dedutível no IRS at é ao limite de 250 euros. Esta regra vale, entre 2009 e 2011, para um computador por cada membro do agregado familiar que frequente um qualquer nível de ensino, mas só se aplica se o computador for de uso pessoal, se a t axa de IRS for inferior a 42% e se o comput ador for novo. Um exemplo. Compro um computador para uso pessoal por 900 euros. Tenho um estudante na família e a minha t axa de IRS é inf erior a 42%. Posso deduzir no IRS met ade do que gastei (450 euros) até ao limite de 250 euros. Ou seja, deduzo 250 euros. Este benefício foi prorrogado pelo OE deste ano até ao ano de 2011, mas a experiência mostra que é provável que volte a ser renovado daqui a 2 anos. As alt erações ao EBF em 2006, depois de um breve período em que o benefício foi eliminado, mudaram o carácter do benefício. Por um lado, excluíram-se os agregados com taxas de IRS de 42%; por outr o, passou a exigir-se que existam estudantes no agregado. Isto leva-nos a outro ponto. Os custos da actividade profissional são, em geral, dedutíveis quer em IRC, quer em IRS. Além disso, o IV A que suportamos no âmbito dessa actividade também é deduzido quando somos sujeit os passivos deste imposto. Quer isto dizer que todos os anos podemos deduzir montantes dispendidos em computadores. Só que essa deduçã o é uma normal consideração fiscal dos custos da actividade, não é um benefício. E posso recorrer à dedução à colecta dos 250 euros e, ao mesmo tempo, amortizar o custo do computador e deduzir o IVA que paguei? Não. O EBF estabelece que o benefício só se aplica a computadores de uso pessoal. É por isso, aliá s, que exige a menção “uso pessoal” na f actura. Ora, se o computador é de uso pessoal nã o é de uso profissional e isso impede-me de deduzir o IVA, bem como de consider ar a

compra uma despesa da minha a ctividade. Naturalmente, a quase totalidade dos computadores são aplicáveis a uso pessoal, ou profissional. É preciso fazer contas… Uma última nota para os montantes em causa. A percentagem dedutível tem vindo a aumentar (de 20% para 50%) e o limit e a ser alargado (de 150 euros para 250 euros). Apesar de o benefício ter uma aplicabilidade limitada, a verdade é que o OE par a 2009 prevê uma despesa fiscal com este benefício de 25 milhões de euros. Uma gota de água no oceano dos benefícios, mas o equivalente à dedução de, pelo menos, 1 milhã o de computadores. Quase duas vezes e meia a despesa fiscal de IRS com as energias renováveis. Isto quer dizer uma coisa muito simples: aqueles 25 milhões de euros são pagos por todos os contribuintes que não compram computadores portáteis. Aqui chegados, passamos a ser desmanchaprazeres e a recordar coisas óbvias. Os impostos são um jogo de soma zer o. O que não pago eu, pagas tu. Quantos mais benefícios fiscais houverem, mais complicado será o sistema. Quantas mais isenções temos, taxas mais elevadas temos. E assim por diante. Há isenções que valem a pena, pois compensam bem a receita que fazem perder. Esperemos que esta seja uma delas. J.L. Saldanha Sanches, fiscalista

A PERCENTAGEM DEDUTÍVEL TEM VINDO A AUMENTAR (DE 20% PARA 50%) E O LIMITE VAI SER ALARGADO

PCGUIA

| 129


NOTÍCIASDO GATO BLOGUE

OS “JUSTICEIROS” DO COPYRIGHT ATACAM DE NOVO! A caça às bruxas está cada vez mais na ordem do dia, ora veja..

Desta vez foi ordenado ao Youtube© que retirasse alguns vídeos de bebés que, segundo a Universal Music© e a Warner Music©, infringiam as leis de direitos de autor por cantarem e dançarem músicas detidas por essas editoras. E se isto se passasse cá? As campanhas eleitorais dos partidos políticos ficavam autênticos filmes mudos porque, por exemplo, quando o nosso primeiro-ministro© quisesse fazer uma entrada triunfal num comício ao som da música do filme Gladiador© teria logo a ASAE© à perna. A festa de casamento da Miquelina com o Pancrácio tinha de ser feita ao som de músicas que não tivessem direitos de autor, basicamente qualquer coisa dos anos 50. E só os netos deles podiam fazer uma festa ao som de Britney Spears© ou Madonna©, porque os direitos detidos pelas editoras destas artistas só expiram lá para 2060 ou 70 (isto se não forem renovados...).

Ou ainda seria necessário ter cuidado com o volume da música em casa porque os vizinhos não podem ouvir música sem a pagarem. E já agora, quando virem um filme, fechem as janelas, porque os vizinhos podem visioná-lo à borla. Quando quiser fazer um filme com os seus filhos, pense duas vezes... Se extrapolarmos o assunto para outros campos, fiquem sabendo que já existem alguns genes humanos que estão patenteados, ou seja, não pode haver qualquer medicamento ou terapêutica que os afecte sem que se paguem royalties a um laboratório. Daqui a um bocado, temos todos que andar com um © na testa. Yes, we can! No, you can’t! O presidente Obama©, que prometia mudança em toda a linha, acabou de classificar os documentos relacionados com as negociações de um novo acordo internacional de copyright que envolvem mais de 30 países como um assunto de segurança nacional, tal como já tinha feito o presidente Bush© antes dele. Estas negociações têm vindo a ser feitas de uma forma discreta para não chamar muito a atenção dos activistas que advogam as questões do “fair use”. É mais uma prova de que, quanto mais as coisas mudam, mais ficam na mesma... Isto está a chegar aos limites do absurdo; as empresas que detêm os direitos de autor têm de perceber que atitudes destas servem apenas para alienar os consumidores e fazê-las passar por situações completamente ridículas. E os governos têm de perceber que são eleitos pelas pessoas e não por executivos obtusos que não conseguem adaptar a forma como se faz negócio aos novos tempos. Já agora, quem copiar este texto, mostrá-lo a outra pessoa, usar esta página para embrulhar qualquer coisa ou de qualquer outra forma dá-la a ler a terceiros sem a minha autorização... Apenas tem que dizer que é um texto da PCGuia e não estará sujeito a qualquer tipo de acção judicial ou qualquer outra coisa do género.

Veja mais em

bloguedogato.blogspot.com 130 | PCGUIA



PCGuia 161