Page 1

RECICLE O SEU ROUTER VELHO

O PORTÁTIL COM UM TECLADO QUE TAMBÉM É UM ECRÃ

CRIE UMA REDE Wi-Fi MESH PARA TER SINAL EM TODA A CASA

Leia a PCguia no seu tablet ou smartphone

LENOVO YOGA BOOK C930

Aprenda a detectar ataques, limpar vírus, reforçar a segurança da sua rede Wi-Fi, dos seus dados em redes sociais e de outros serviços online

PCGUIA.PT

PROTEJA A SUA VIDA DIGITAL

facebook.com/revistaPCGuia

O EDIÇÃAL DIGIT

N.º 278

DIRECTOR: PEDRO TRÓIA

PVP (Cont.)

€3,8O

PVP (Cont.)

€3,8O

Mensal

n

ALTERE VÁRIAS IMAGENS DE UMA SÓ VEZ

n

EDIÇÃO DE FOTOS

Março 2O19

HANDS-ON COM A NOVA GERAÇÃO DE SMARTPHONES DA MARCA COREANA

Ano 23

SAMSUNG GALAXY S10

PVP (Cont.)

€3,8O


01

ÍNDICE

PEDRO TRÓIA / Director

ESTADO DE DIREITO? OLHE QUE NÃO… Não sou grande utilizador de Twitter, nunca fui. Utilizo-o, principalmente, como fonte de notícias porque, ao contrário de outras redes sociais, as que me interessam chegam muito mais depressa. Através do Twitter da Associação Defesa dos Direitos Digitais (direitosdigitais.pt), apareceu-me uma publicação que partilhava o mais recente memorando de acordo entre operadores e associações de “protecção dos direitos de autor” para limitar o acesso, em tempo real, a streams ilegais, nomeadamente aos dos jogos de futebol, que são emitidos através da Internet. Note que, não estou de acordo com a pirataria como princípio, mas ainda estou menos de acordo com estes métodos que, no mínimo, são ilegais num suposto “Estado de Direito” como todos os políticos enchem a boca para dizer que somos. Neste caso, em Portugal, vivemos num estado parecido com o que existe na banda desenhada Judge Dredd em que o acusador é também juiz e carrasco. Este acordo coloca a justiça nas mãos de entidades particulares, em casos semelhantes. Não há processo, não há defesa, apenas uma “justiça” completamente arbitrária e da qual se pode abusar facilmente. Como exemplo, apareceram muitos testemunhos de pessoas que quiseram aceder a streams completamente legais, como do Twitch e YouTube, mas que não conseguiram porque os operadores desataram a fazer traffic shaping (um método que atribui prioridades a certos tipos de tráfego, que é de uma legalidade muito questionável) para tentarem limitar o acesso a streams ilegais imaginários. Como se pôde ver com a telenovela trágicocómica que foi a discussão e aprovação da nova lei de direitos de autor europeia, a Internet continua a ser tratada como uma brincadeira e os direitos dos utilizadores são algo imaginário, porque são sempre tratados como criminosos. É a velha história do disparar primeiro e fazer perguntas depois (quando se fazem).

10

TEMA DE CAPA

40 / Uma pequena distracção é o suficiente para comprometer os dados dos seus equipamentos. Conheça as principais ameaças, como as identificar, como as remover e como se proteger de futuros ataques.

02

ON

4 / Notícias de tecnologias, coluna, Made in Portugal, Hashtags e Green e a nossa entrevista: Queremos Respostas, este mês com Michael Pan, da Honor.

03

HIGH-TECH GIRL

18 / A investigadora Helena Alves descobriu uma forma de a roupa funcionar como um ecrã.

04

INFOGRAFIA

20 / Será que os portugueses se preocupam com a sua segurança online?

05

START UP

22 / A Emotai criou um sistema para eSports que ajuda os gamers a melhorarem o seu desempenho.

06

BOOT

. 24 / DEFEITOS ESPECIAIS O Ricardo Durand dá a sua opinião sobre a reportagem A Rede, da SIC . GUIAS 26 / Use um router antigo para criar uma rede mesh

28 / Transferir ficheiros do Windows para um disco rígido 32 / Editar várias imagens de uma só vez

07

LINUX

34 / O que acontece desde que liga o PC até entrar no sistema operativo?

08

MACGUIA

36 / Aprenda a reforçar a segurança da sua Apple ID.

09

DESCOMPLICÓMETRO

38 / Saiba como funcionam os sistemas de autenticação por impressão digital e reconhecimento facial.

11

APPS

56 / Temos uma selecção de apps para proteger os seus dispositivos.

12

MOTOR MAIS

60 / ENSAIOS Ford Focus 1.5 EcoBlue ST-Line S4 Volvo V60 D4 Honda Civic Sedan

13

PLUG

62 / Este mês, o guia de modding é uma caixa de PC inspirada no jogo Assassin’s Creed.

14

82 / HANDS-ON Directamente de São Francsico, o Gustavo Dias partilha as primeiras impressões sobre o novo topo de gama Samsung Galaxy S10.

16

PLAY

84 /JOGOS Metro Exodus Resident Evil 2 86 / HARDWARE Steelseries Artis 3 Bluetooth Sharkoon Skiller SGH3 Asus ROG Gladius II Wireless Trust GXT 144 Rexx 88 / JOGOS MOBILE Angry Birds Dream Blast Alien: Blackout Golden Axe Classics Hang Line: The Adventure

TECHPORN

64 / Desmontámos o Google Pixel 3 XL.

15

70 / TESTES INPHTech Slim GK7 Asus ZenBook 14 Insys dot.Force Microsoft Surface Laptop 2 Lenovo Yoga Book C930 Xiaomi Mi Mix 3 Asus GeForce RTX 2060 OC Synology MR2200AC Acer Predator X27 Honor View 20

LAB

17

66 / TECNOLOGIA EM MOVIMENTO O Gustavo Dias fala sobre as novas soluções de mobilidade urbana na cidade de Lisboa.

SLEEP

96 / Em Março, assinalamos  o primeiro tweet do mundo, o lançamento do Yahoo! e a chegada ao cinema do Matrix.

68 / GADGETS Google ChromeCast iRobot Roomba I7+ Creative SXFi Amp Energy Tower 2 Style Oporto Sony WF-SP700N

CLASSIFICAÇÕES A PCGuia usa um método de avaliação de produtos que tenta conciliar as medições de desempenho com os aspectos mais empíricos como a experiência de utilização. O valor final da nota será obtida através de uma média aritmética que dará um valor de 1 a 10. Os produtos com nota 9 ou superior recebem o Prémio de Excelência PCGuia. Mais informação em pcguia.pt/como-testamos.

MEDIÇÕES

EXPERIÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

PREÇO QUALIDADE

8

10

6

9 Distribuidor: PCGuia Site: pcguia.pt Preço: €42 Facto positivo Facto negativo

3


04

INFOGRAFIA MAFALDA FREIRE

AASDASDASD A SEGURANÇA ONLINE DOS PORTUGUESES Os resultados do estudo da Google, realizado pela YouGov, sobre a actividade dos portugueses na Internet e as ameaças mais frequentes mostra que não temos muito cuidado com o nosso comportamento online.

QUAL O TIPO DE INFORMAÇÃO QUE MAIS SE PREOCUPA EM PROTEGER?

64% 14,2% 7,3% 4,5% Informação financeira

Informação pessoal

Momentos pessoais

3%

2,9% 2,4% 1,7%

Não sei

Não aplicável /Não estou preocupado em proteger qualquer informação

E-mails enviados a colegas, amigos, etc

Websites que visitei/Histórico de pesquisa on-line

Outros tipos de informação

FREQUÊNCIA DE ACTUALIZAÇÃO DAS PASSWORDS SIGN UP

25,1% 15,4% 13,5% 11,1% 10,9% 9,6%

Menos regular que uma vez a cada seis meses

Nunca

Uma vez a cada 6 meses

Uma vez a cada dois/três meses

Não sei /Não me lembro

Mais que uma vez por mês

UTILIZAÇÃO DE AUTENTICAÇÃO DE DOIS FACTORES

9,1%

Uma vez por mês

5,3%

Uma vez a cada 4/5 meses

ATAQUES COM OS QUAIS JÁ SE DEPAROU

50,3% 15,8% 15,4% 8,8% 6,9% 31,7% Phishing

45,1% 24,9% 21,9% 8,1% Utilizo em algumas das minhas contas

20

Utilizo em todas as minhas contas

Não utilizo

Não sei

Vírus ou malware com acesso a informação pessoal que acabou por ser manipulada, roubada ou apagada

Acesso não autorizado à sua conta de e-mail ou redes sociais

Pagar online por algo (produto ou serviço) que não existia

Não sei/Não me lembro

Nenhuma destas

Fonte: YouGov e Google


06

BOOT

RICARDO DURAND

EDITAR VÁRIAS IMAGENS DE UMA SÓ VEZ

Ainda é daquelas pessoas que pega em fotografias uma a uma para fazer sempre a mesma coisa, como mudar o tamanho sempre para o mesmo ou avivar as cores? Então o ImBatch é a ferramenta de que anda a procura para automatizar este trabalho e torná-lo mais simples e rápido.

O ImBatch é uma aplicação gratuita e pode ser descarregada no site highmotionsoftware.com. Logo do lado direito, tem um link com uma imagem em laranja com um link por baixo onde pode fazer o download. Depois de instalar o ImBatch, abra a app e arraste as imagens que quer editar para a área do lado esquerdo da janela, onde está a indicação ‘Solte os arquivos aqui’. Este software é compatível com 61 diferentes tipos de ficheiros, incluindo JPEG, PDF, PSD (PhotoShop) e até mesmo alguns RAW, os preferidos dos fotógrafos, pois são fotografias sem qualquer compressão e sem perda de informações. Assim que clicar numa imagem, já dentro do ImBatch, surge um preview em baixo que mostra quaisquer ajustes que forem feitos à mesma (se não aparecer, clique no ícone do olho, em cima). Pode alternar entre os separadores ‘Antes’ e ‘Depois’ para ver uma comparação directa entre as imagens.

1

Aumente a janela de preview, para ver melhor as fotografias que vai editar - para isso, arraste o limite superior da mesma para cima. De seguida, clique em ‘Nova Tarefa’ e seleccione ‘Auto-realçar 1’ no submenu ‘Cores’ (escolha-o à esquerda). Isto vai puxar pelas cores da imagem de forma automática.

2

Pode continuar a adicionar tarefas, enquanto vê os resultados na janela de preview, para ter a certeza de que a imagem fica de acordo com as suas expectativas. Clique nas várias imagens que tem na fila de batch, depois de adicionar às mesmas os vários ajustes, para ter a certeza de que está satisfeito com o resultado. Se for preciso remover uma tarefa, seleccione-a da lista à direita (o painel de sequência) e carregue no botão de apagar (‘Excluir tarefa seleccionada’) que está no topo. Para personalizar individualmente um ajuste, clique na designação do mesmo, e faça as mudanças que quiser na barra lateral que aparece mais à direita. Aqui, por exemplo, estamos a adicionar uma marca de água às nossas imagens.

3

32


Quando acabar de editar as tarefas, clique em ‘Nova Tarefa’ e em ‘Salvar como’ no submenu ‘Salvar’. Para guardar as imagens originais, além das novas, com as edições que fizer, clique na caixa ‘Nome do arquivo’, no símbolo ‘+’ que está logo ao lado e depois seleccione ‘Data de modificação’ e ‘Full Date/Time’ no menu ‘Atributos do arquivo’. Isto vai fazer com que seja adicionada a data de modificação ao ficheiro de imagem que editou no ImBatch, assim que gravar uma cópia. Desta forma vai poder facilmente distinguir o ficheiro editado do original, numa pasta do computador.

4

Para aplicar todas as mudanças de uma vez às imagens que tiver arrastado ao ImBatch, clique no ícone de ‘Play’, que está na barra de ferramentas principal, em cima (entretanto, muda para um símbolo de ‘Stop’, um quadrado vermelho, enquanto o processo estiver em andamento). O ImBatch mostra o progresso desta acção numa janela que se abre de imediato, para ter uma noção de quanto tempo vão demorar as edições. Se estiver a fazer isto para algumas dezenas (ou centenas de imagens), e se o seu PC for antigo e, por consequência, lento) tem aqui uma tarefa para demorar alguns minutos a concluir.

5

Para guardar as tarefas que aplicou nestas imagens, e usá-las mais tarde noutras fotografias, clique no botão com o ícone de uma disquete, em cima, ao lado do botão de ‘Play’ - será criado um ficheiro BSV. Pode ainda ter uma pasta para que o ImBatch processe automaticamente as imagens que arrastar para lá: crie uma pasta no PC, por exemplo, no desktop, e dê-lhe um nome do género ‘Edições ImBatch’.

6

Para criar esta acção no ImBatch, clique na opção ‘Ferramentas’ e depois em ‘Image Monitor’. Seleccione ‘Adicionar pasta…’ e adicione a pasta - neste caso, a ‘Edições ImBatch’. Em baixo, na parte ‘Tarefas Salvas’, escolha o ficheiro BSV com as tarefas que guardou no passo anterior. Depois, à direita, determine o espaço temporal (em segundos) em que o ImBatch vai analisar essa pasta para ver se existem fotos novas para editar. Active ainda a opção ‘Iniciar com o Windows’ (para que a aplicação abra cada vez que entrar no Windows) e, finalmente, carregue em ‘Ocultar & Iniciar monitoração’. Agora, sempre que arrastar imagens para esta pasta, o ImBatch vai aplicar de forma automática as tarefas que determinou anteriormente, gravando as novas imagens editadas e os ficheiros originais.

7

33


11

TEMA DE CAPA

SEGURANÇA TOTAL ONLINE

Uma pequena distracção ou descuido são o suficiente para comprometer os dados dos seus equipamentos. Conheça as principais ameaças, como as identificar, como as remover e como se proteger de futuros ataques. G U S TAVO D I A S , P E D R O T R Ó I A E R I C A R D O D U R A N D

40


S

e pensava que só os utilizadores de computadores com Windows é que tinham de ter cuidado com ataques de malware, então é bastante provável que já esteja infectado com um (ou mais) ficheiros maliciosos no seu Mac, tablet ou smartphone com iOS ou Android - por culpa dessa crença, há uma maior falta de cuidado com a protecção destes últimos dispositivos.

ANDROID E MACOS EM PERIGO CRESCENTE É certo que, em termos de PC, o Windows continua a ser a plataforma mais atacada, mas o número de ataques a Mac tem crescido de forma assustadora. Embora ainda não existam dados oficiais de 2018, em 2017 o número de ameaças para computadores da “maçã” cresceu 270%. Já nos dispositivos móveis, o Android “domina”, não só em quota de mercado, como em quota de ataques, sendo esperado um aumento de 40% de novas ameaças face a 2017, o que corresponde a mais de doze mil ameaças criadas por dia. Com números tão assustadores como estes, está na altura de levar a sério a segurança dos seus dispositivos, bem como dos dados e ficheiros que estejam guardados nos mesmos.

CONHEÇA AS AMEAÇAS No meio de tantos ataques de malware que existem, saiba que estes têm sempre um tipo de actuação que permite diferenciá-los entre si, o que acabará por ser fundamental para garantir que, em caso de ataque, saiba como remover as ameaças de forma adequada.

VÍRUS O vírus é o tipo de ataque mais conhecido, sendo essencialmente composto por um arquivo executável, que tem como função infectar ficheiros e aplicações “limpas”, corrompendo-os e danificando funções fundamentais do sistema operativo. Felizmente, o vírus não é tão eficaz quanto os restantes tipos de ataques, sendo igualmente o mais fácil de detectar e de eliminar - é também um dos principais sintomas dos erros que aparecem quando tenta abrir aplicações. Esta ameaça afecta apenas os computadores.

das inúmeras “ofertas” publicitadas, estando estas, naturalmente, infectadas com malware. O adware ataca tanto computadores, como dispositivos móveis.

SPYWARE O spyware é um tipo de ataque específico que tem como função espiá-lo, utilizando todo o tipo de artimanhas para conseguir reunir o máximo de informação possível do utilizador, bem como do dispositivo utilizado, seja ele um PC, smartphone ou tablet. Embora actue em segundo plano, o spyware regista todo o tipo de informação, desde os seus hábitos de navegação, nome de utilizador e palavras-chave, identificação pessoal, dados fiscais e cartões de crédito, entre outros. A forma mais fácil de perceber que temos algum ficheiro de spyware no sistema é através da constante degradação do desempenho do equipamento.

RANSOMWARE O ransomware é uma das formas de ataque mais perigosas e causadoras de mais danos, tendo afectado inúmeros serviços do sistema de saúde britânico em 2017. Este malware actua como um trojan, entrando no sistema dos equipamentos de forma discreta, bloqueando os mesmos ao encriptar e renomear diversos tipos de ficheiros (de sistema, documentos, emails, imagens, vídeos, músicas, entre outros). Para retirar este tipo de ficheiro do computador, e desencriptar o mesmo, tem de se após pagar o resgate exigido por quem bloqueia o sistema. Infelizmente apenas conseguirá detectar a presença de ransomware no seu computador quando já for tarde demais, e o mesmo estiver activo: aparece-lhe uma janela com o aviso do pagamento de um valor para desencriptar os dados afectados.

CAVALO DE TRÓIA Igualmente conhecido como trojan, este tipo de ataque, tal como o histórico cavalo que, na mitologia, permitiu a queda da cidade de Tróia, tem como função passar despercebido enquanto software legítimo. Assim, o cavalo de Tróia age discretamente para identificar e explorar falhas de segurança nos sistemas, para permitir a entrada de outros tipos de ataques. Infelizmente, não é fácil identificar a presença dos trojans através do comportamento do sistema operativo, sendo recomendável uma pesquisa constante com software de protecção eficaz para detectar e eliminar a presença destes ficheiros maliciosos. No caso dos dispositivos móveis, os trojans costumam ser identificados em aplicações instaladas sem autorização.

ADWARE Embora não seja tão prejudicial quanto outros tipos de malware, o adware assume-se como a propagação de publicidade de forma agressiva, podendo (ou não) actuar discretamente como um cavalo de Tróia. No fundo, são os irritantes pop-ups com publicidade aliciante que motivam o utilizador a descarregar uma

41


13

PLUG L U Í S A LV E S

CONCEITO O tema deste projecto é muito simples: uma caixa com base no jogo Assassin’s Creed Origins, com peças 3D personalizadas de raiz e pintura temática. Todas as modificações são básicas e fáceis de executar sem erros. A caixa utilizada é uma NZXT H700i em preto, um modelo ATX grande, com lateral em vidro temperado e uma frontal sem qualquer acessório - apenas com o nome da marca.

GRELHAS 3D Colocadas sobre as ventoinhas de fábrica da caixa, as grelhas 3D assumem o logótipo da saga, com um toque final para simular o efeito de desgaste provocado pelo tempo. A cor escolhida de filamento foi o preto, sendo que, posteriormente, foram pintadas a amarelo na camada intermédia e, na camada exterior, em cobre. Para o efeito de desgaste, no qual há remoção de parte da tinta, foram usadas lixas, limas, escovas de arame e outras ferramentas adstringentes para dar aspecto de dano com padrão o mais aleatório possível.

H700i ORIGINS: A IMPORTÂNCIA DOS DETALHES Um projecto de modding não precisa de ser megalómano, utilizar hardware super-poderoso ou exigir maquinação complexa. Por vezes, uma boa personalização nasce de um tema descomplicado, mas bem conseguido.

62

FRONTAL Na frente, foi feito o corte com Dremel do interior do símbolo principal, permitindo assim ver para o interior da caixa e ver parte da iluminação em fita LED surtir efeito. O centro deste símbolo é em acrílico OPAL branco, para simular a esclera do olho.


ILUMINAÇÃO A iluminação deste projecto é simples, tendo sido utilizado o Smart Device já incluído na versão “i” desta caixa. Os efeitos empregues no CAM foram o candle light, que simula uma vela a arder, o de respiro lento e da cor fixa. As cores eleitas foram o cobre/laranja, o amarelo e o branco.

Luís Alves nickname Shuper’ Luu’

Projectos de Modding para 2019 O mês passado tive a oportunidade de expôr, para um público alargado, numa loja da especialidade da região Norte do País, o projecto baseado na caixa NZXT S340 Elite, sob o tema One Punch Man (bit.ly/2idpMAR).

SLEEVING Este é um dos extras que mais diferença faz no aspecto final do interior, ao preencher com cor e dinamismo um detalhe que, de outra forma, seria preto e simples, devido aos cabos de origem da fonte. A escolha recaiu sobre um kit básico de extensões da CableMod, na cor cobre, com cable combs (as peças que seguram os cabos em uni-sleeving) transparentes. A forma como o cabo da placa gráfica surge do midplate é um dos detalhes que consegue ser minimalista, mas muito eficiente.

Foi, assim, possível, não só partilhar um projecto meu, como demonstrar a utilização correcta de um sistema RGB, sem exagerar nos efeitos. Com o tema a assumir as cores branco, vermelho e amarelo, fazia todo o sentido aplicar esse mesmo esquema cromático na iluminação. Ao instalar o HUE2 com os acessórios Underglow e CableCombs, foi possível ter sincronização de todos os LED em série. Durante a escolha de efeitos, o de respiro, alternado entre cores, no modo mais lento, foi o eleito.

PEQUENOS DETALHES A modificação também contempla ajustes mais pequenos, como o topo do dissipador do CPU, que foi pintado para se enquadrar no tema, as tampas de 2,5” para SSD que têm o nome do projecto e o nickname do proprietário. Criei um Modding Video Series para este projecto, que poderão ver no meu canal de YouTube.

CONCLUSÃO Um projecto de fácil execução, com alterações de baixo custo e que reforçam a importância de um bom planeamento e de uma boa escolha de componentes. Será muito fácil imaginarem esta modificação adaptada a um tema do vosso agrado, talvez não de um jogo,mas de uma série ou filme. Fica o desafio!

Além do HUE2, recorri à utilização de um Kraken X72, o que, na prática, se traduz na aplicação de mais dois parâmetros na iluminação do interior da caixa. O único produto em falta foram as AER 2, mas para que as pudessemos utilizar seria necessário prescindir dos anéis com pintura personalizada. Em 2019 irei apostar em mais projectos com a possibilidade de aplicação de madeira, um dos materiais com o qual mais gosto de trabalhar. Vidro temperado foi também uma das minhas apostas no ano passado: em 2019 quero explorar esta técnica com novas gravações químicas. A utilização de refrigeração a água com tubo rígido é outra das propostas que quero pôr em prática e, com isso, fazer um guia completo para o Plug. Até ao próximo mês!

63


14

LAB

INPHTECH SLIM GK7 A INPHTech volta à carga no gaming, com o novo Slim GK7, um portátil ultrafino equipado com uma Nvidia GeForce RTX. Em Agosto passado testámos o Gaming Slim GK5 da INPHTech, um computador portátil que oferecia as funcionalidades e o desempenho de equipamentos semelhantes, mas que tendem a ser muito mais caros. Agora, chega-nos um novo equipamento, o novo Slim GK7, com uma gráfica Nvidia GeForce RTX 2070. Visualmente, este modelo é bastante parecido com o Slim GK5: tem um chassis relativamente estreito para um portátil equipado com componentes tão exigentes, um teclado e faixa frontal com iluminação LED RGB, bem como um enorme touchpad, que pode ser facilmente desligado para não interferir na acção de quem usa um rato de gaming. O teclado utiliza um mecanismo bastante peculiar, pois exige menos força que os mecânicos tradicionais. Isto implica também um menor ruído de funcionamento, resultando numa utilização bastante agradável no dia-a-dia. Só foi pena não existir uma diferenciação das teclas ‘WASD’, bem como a localização das teclas direccionais, que estão dissimuladas entre as restantes, o que faz com que seja frequente carregar nelasquando queremos usar outras, como o ‘Shift’ e o ‘Ctrl’ do lado direito.

MULTIMÉDIA DE TOPO O seu enorme ecrã FullHD 1080p de 17,3 polegadas tem a particularidade de ter uma moldura minúscula em redor do mesmo, bem como uma taxa de actualização de 144 Hz, ideal para utilizadores mais exigentes. É pena não ser compatível com a tecnologia Nvidia G-Sync, mas isso obrigaria a um aumento significativo de preço, devido aos elevados custos da certificação. Poderá pensar que a resolução FullHD é pouca para um ecrã destas dimensões, mas no nosso entender esta é a resolução ideal, pois evita que a placa gráfica utilizada seja “esmifrada” desnecessariamente, permitindo assim à Nvidia GeForce RTX 2070 brilhar. Caso tenha dúvidas sobre estas afirmações, basta ver os resultados obtidos nos benchmarks que fizemos, como os 17 097 pontos no 3D Mark Fire Strike, o melhor valor de sempre num computador portátil. 70

CONFIGURAÇÃO À ESCOLHA Se acha a GeForce RTX 2070 uma escolha exagerada (implica um acrésmico de 738 euros ao preço base do portátil) poderá escolher uma RTX 2060 para poupar 218 euros, ou uma GeForce GTX 1060 e GTX 1050 Ti; mas, acredite, não vai querer optar por nenhuma destas duas face às RTX disponíveis. Outra coisa que pode escolher é o tipo de memória: o equipamento que testámos vinha com dois módulos de 8 GB DDR4 a 2400 MHz, a melhor solução para tirar total partido do controlador de memória do processador usado. O CPU Intel Core i7-8750H é, precisamente, uma das coisas que não pode mudar neste modelo.

Voltando às personalizações, também é possível seleccionar o armazenamento (duas unidades M.2 PCIe e um SATA de 2,5 polegadas), bem como a controladora de rede sem fios e a versão do Windows 10, embora esta últma escolha não esteja incluída no preço final do equipamento. Falta apenas referir que a INPHTech tem em vigor uma campanha de desconto de 10%, o que permite reduzir significativamente o preço deste Slim GK7 de 2015 para uns mais agradáveis 1813,50 euros. G U S T A V O D I A S MEDIÇÕES

PREÇO QUALIDADE

9 10

Como é habitual, também este Slim GK7 teve um tratamento de optimização e aplicação de massa térmica Grizzly Kryonaut para garantir baixas temperaturas.

EXPERIÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

9

8

Distribuidor: INPHTech Site: inphtech.pt Preço: €2015 (€1813,50 com desconto de 10%) Desempenho impressionante Ecrã enorme Disposição do teclado CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS n Processador: Intel Core i7-8750H a 2,2 GHz (4,1 GHz Turbo Boost) n Memória: 16 GB DDR4 2500 MHz n Armazenamento: 256 GB SSD PCIe n Placa Gráfica: Nvidia GeForce RTX 2070 8GB n Ecrã: 17,3” IPS 144Hz (1920 x 1080) n Ligações: Gigabit Lan, HDMI 2.0, 2 x Mini DisplayPort 1.3, USB 2.0, 2 x USB 3.1 Gen1, USB 3.1 Type-C, leitor de cartões SD, jack 3,5 mm n Dimensões: 395 x 260 x 27 mm n Peso: 2,4 kg BENCHMARKS n PCMark 10: 5558 n PCMark 10 Productivity: 7262 n 3DMark Fire Strike: 17 097 n 3D Mark Sky Diver: 38 730 n FarCry 1080p Ultra: 101 fps n Shadow of Tomb Raider 1080p Highest DX12: 87 fps PONTO FINAL Com este Slim GK7, a INPHTech volta a demonstrar que não é preciso vender-se um órgão no mercado negro para se poder comprar um portátil com um desempenho equiparável a um computador desktop, preparado para lidar com todos os melhores jogos do momento.


ASUS ZENBOOK 14 A Asus conseguiu tornar o novo ZenBook ainda mais compacto e leve, apresentando agora o maior rácio ecrã/corpo num portátil de catorze polegadas. Acabada de chegar ao mercado nacional, a nova série ZenBook da Asus traz computadores ainda mais leves e compactos em 13%, em relação à anterior geração. Estamos a falar numa redução significativa, especialmente em termos de largura, tornando este ZenBook 14 menos largo que uma folha de papel A4 e pouco mais comprido que a mesma. Tudo isto foi feito sem colocar em causa a durabilidade do equipamento, tendo a Asus aproveitado a ocasião para certificar este portátil com a norma militar MIL-STD-810G, que testa os equipamentos em situações de queda, vibração, altitude e temperaturas extremas. Mantendo-se fiel ao já conhecido acabamento metálico escovado em Azul Real com elementos dourados em contraste, este modelo vem com um novo tipo de dobradiça designada ErgoLift, que ao criar um ângulo de três graus permite optimizar o silencioso sistema de arrefecimento. Além disso, cria ainda uma caixa de ressonância para tirar total partido do sistema de som desenvolvido pela Harman/Kardon. Embora tenha dimensões muito compactas, este ZenBook 14 não prescinde de ligações como USB 3.1, USB-C 3.1 Gen2, HDMI e até mesmo um leitor de cartões MicroSD, ao contrário dos rivais do mesmo segmento, como o Surface Laptop 2 (também testado nesta edição da PCGuia).

ECRÃ SEM MOLDURA Abrindo a tampa, reparamos nas molduras quase inexistentes do ecrã deste ZenBook 14, que ocupam apenas 6,1 mm no topo, 3,3 na base e 2,9 nas laterais. A parte do topo é ligeiramente superior às restantes, apenas devido à colocação de uma webcam com sensores infravermelhos, compatível com a autenticação segura Windows Hello. Relativamente ao ecrã, tem um formato panorâmico de 16:9 com resolução FullHD 1080p que oferece uma excelente qualidade de imagem e elevado ângulo

de visualização sem perda de qualidade, comnpatível com a reprodução a 100% do espectro da gama sRGB. Igualmente importantes foram as melhorias implementadas no teclado, agora com maior curso das teclas, sem aumentar o ruído de funcionamento, e a integração do teclado numérico no touchpad, sendo este acedido através do pressionar de um botão no topo do touchpad, sem que este perder a função de cursor. Embora este sistema funcione de forma exemplar, o touchpad continua a não ser tão preciso quanto outros modelos rivais.

DESEMPENHO GERAL Equipado com um processador Intel Core i7-8565U de quatro núcleos a 1,8 GHz, 16 GB de memória RAM, 512 GB SSD PCIe e uma controladora gráfica dedicada Nvidia GeForce MX150, este ZenBook obteve

Embora não tão completa quanto a solução usada no ZenBook Pro, este ZenBook 14 inclui um touchpad que pode funcionar como teclado numérico.

resultados superiores ao habitual neste segmento, especialmente em testes gráficos mais exigentes, como o 3DMark Cloudgate. Isto demonstra que, embora seja um equipamento criado para utilizações quotidianas, este ZenBook 14 está preparado para lidar com alguns videojogos menos exigentes, como DOTA 2, Fortnite, CS:GO, League of Legends, entre outros. Só é pena a bateria não oferecer a autonomia anunciada, muito embora as quase cinco horas e meia registadas no teste de autonomia do PCMark 8 Home sejam um valor dentro da norma neste tipo de equipamentos. G U S T A V O D I A S

MEDIÇÕES

EXPERIÊNCIA DE UTILIZAÇÃO

PREÇO QUALIDADE

8 7,3

9

7

Distribuidor: Asus Site: asus.pt Preço: €1399 Corpo compacto e leve Desempenho acima da média Autonomia aquém do anunciado FICHA TÉCNICA n Processador: Intel Core i7-8560U a 1,8 GHz n Memória: 16 GB DDR3 2133 MHz n Armazenamento: 512 GB SSD PCIe n Placa Gráfica:Nvidia GeForce MX 150 2GB n Ecrã: 14” IPS (1920 x 1080) n Ligações: HDMI, USB 3.1, USB 3.1 Type-C, USB 3.0, leitor de cartões MicroSD, jack 3,5 mm n Dimensões: 319 x 199 x 15,9 mm n Peso: 1,09 kg BENCHMARKS n PCMark 10: 3915 n PCMark 10 Productivity: 6552 n PCMark 8 Home Battery: 324 minutos n 3D Mark Cloudgate: 13 438 PONTO FINAL O novo ZenBook 14 surpreende por tudo o que consegue oferecer num chassis tão compacto em termos de desempenho, funcionalidades e ligações. Só é pena a autonomia da bateria não estar ao nível do anunciado.

71


17

SLEEP

MAFALDA FREIRE

MARÇO/2019

1

1 DE MARÇO DE 2008

NETSCAPE É DESCONTINUADO

2

A America Online anuncia o fim daquele que foi o primeiro browser comercial do mundo. O Netscape foi ultrapassado pelo Internet Explorer da Microsoft, mas parte do seu código continua a ser usado, já que está na base do Firefox da Mozilla.

8

7

3 5

6

4

DEPARTAMENTO DE ARTE l Director de Arte: Rui Lisboa Paginação, ilustração e arte de capa (facebook.com/rui.lisboa) DEPARTAMENTO DE PUBLICIDADE Directora comercial: Cristina Magalhães cmagalhaes@pcguia.fidemo.pt

9

l

5 DE MARÇO 1995

10

REDACÇÃO l Director: Pedro Tróia ptroia@pcguia.fidemo.pt l Chefe de Redacção: Gustavo Dias gdias@pcguia.fidemo.pt l Editor: Ricardo Durand rdurand@pcguia.fidemo.pt l Redacção: Mafalda Freire l Colaboradores: Luís Vedor l Cronistas: Alexandre Gamela, André Gonçalves, Pedro Aniceto, André Rosa, António Simplício l Secretária de Redacção: Lurdes Marujo lurdesmarujo@pcguia.fidemo.pt

Estatuto editorial disponível em: pcguia.pt/estatuto-editorial/ l

LANÇAMENTO DO YAHOO!

ASSINATURAS l JMToscano - Comunicação e Marketing, Lda., Rua Rodrigues Sampaio, Nº 5, 2795-175 Linda-a-Velha Telefone: +351 214 142 909 assinaturas@jmtoscano.com jmtoscano.com l Novas assinaturas e apoio ao assinante loja.pcguia.pt / apoio.cliente@fidemo.pt

O motor de busca da Yahoo! foi oficialmente lançado neste dia. Com o crescimento do Google, a ferramenta de pesquisa perdeu relevância, mas, mesmo assim, mantêm-se como o terceiro motor de busca mais usado no mundo.

11

12

14

13

15

17 DE MARÇO DE 1988

16

APPLE PROCESSA MICROSOFT POR VIOLAÇÃO DE COPYRIGHT A marca da maçã inicia um processo contra a Microsoft por violação de direitos de autor, no sistema operativo Windows. A Apple acabaria por perder a acção judicial em 1995.

22

21

17 19

20

DISTRIBUIÇÃO l VASP, Soc. de Transportes e distribuição Lda. MLP, Media Logistics Park, Quinta do Grajal, Venda Seca, 2739-511 Agualva-Cacém. Telef: 214 337 000 PRÉ-IMPRESSÃO E IMPRESSÃO l Lidergraf | Sustainable printing Lidergraf | Delegação Sul Edifício Diogo Cão, Doca de Alcântara Norte, 1350-352 Lisboa, Portugal Tiragem média: 22 000 exemplares Periodicidade: Mensal l PVP(Cont.): €3,8O l

18

l

21 DE MARÇO DE 2006

23

O PRIMEIRO TWEET DO MUNDO Jack Dorsey, co-fundador do Twitter, envia a primeira mensagem da rede social. O tweet dizia: «inviting co-workers».

24

Proprietário / Editora: Fidemo, Soc. de Media Lda. l

Director-Geral: Vasco Taveira vascotaveira@pcguia.fidemo.pt

l

Administração/Gerência: Vasco Taveira, Pedro Tróia l

25

26

27

31 DE MARÇO DE 1999

COMPRIMIDO AZUL OU VERMELHO? Este foi o dia em que The Matrix chegou às salas de cinema. Quem não se lembra da famosa frase: «Take the red pill—you stay in Wonderland, and I show you how deep the rabbit hole goes». O filme, que ganhou quatro Óscares, conseguiu receitas de 410 milhões de euros.

90

28

Sede, Redacção, Publicidade e Administração: Azinhaga da Torre do Fato 7 B - Escritório 1 1600 - 774 Lisboa / Telef: +351 214 193 988

29

l

30

l Detentores de 5% ou mais do Capital social: Vasco Taveira e Pedro Tróia

Capital Social: 15000€ Cont: 509 808 859 l Depósito legal: 411536/16 l Registo na E.R.C.: nº 119 452 l Marca registada no INPI: 479 435 l l

31

Profile for PCGuia

PCGuia 278 Março 2018 - Demonstração  

Proteja a sua vida digital.

PCGuia 278 Março 2018 - Demonstração  

Proteja a sua vida digital.

Profile for pcguia
Advertisement