__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 63

Kit para geocaching

Garmin eTrex 20: � um GPS port�til, ergon�mico, com interface f�cil de utilizar e capacidades de mapeamento alargadas. O eTrex 20 � vers�til, resistente e foi concebido para funcionar onde quer que a natureza o permita. Pre�o: 199 Site: www.geocacherzone.pt L�pis ou Caneta: Quando encontrar uma cache ter� de escrever no livro de registo, pelo que uma caneta d� muito jeito. FujiFilm FinePix C20: Fazer geocaching inclui passear, por isso pode aproveitar para tirar fotografias. Al�m disso, se escolher um desafio virtual, ter� de comprovar que encontrou o local com uma fotografia. Por este motivo sugerimos uma c�mara de 12 MP a um pre�o muito acess�vel. Caixa herm�tica: Qualquer tupperware sem buracos funcionar� na perfei��o, e uma vez que os h� de todos os tamanhos e feitios, deixamos essa escolha ao seu crit�rio. Log Book Micro: um pequeno livro de registos com 50 folhas, que permite cerca de 100 registos. Pre�o: 2 Site: www.geocacherzone.pt No site www.geocacherzone.pt encontra uma grande diversidade de geocoins criadas especialmente para este desporto. O galo de Barcelos foi a primeira geocoin criada em Portugal.

Caches Micro-cache (tradicional): pequena caixa, normalmente s� com o livro de registo. � comum serem utilizadas caixas de rolos fotogr�ficos de 35mm. Multi-cache: caracterizada pela visita a um ou mais pontos interm�dios para determinar as coordenadas da cache final. Cache-mist�rio: para a encontrar � necess�rio resolver um puzzle. Cache-evento: um encontro de geocachers, que obriga � descoberta do local. desenvolvimento o www.geocaching. pt. No site � poss�vel aceder a todas as caches existentes em Portugal, bastando escolher a �rea que pretende e passar as coordenadas para o GPS. Algumas caches cont�m os chamados "travel bugs", ou "geocoins" � objectos que se dever�o mover de cache em cache, e cujos percursos s�o registados online. As caches dividem-se em tradicionais, virtuais e de mist�rio. Para escolher deve ter em conta o grau de dificuldade que pretende: as tradicionais podem ser encontradas apenas com as coordenadas do local, mas as virtuais n�o possuem nada de palp�vel, por isso a presen�a no local deve ser

Virtual: este � um local a visitar que n�o tem caixas escondidas, mas onde supostamente deve existir algo bonito ou interessante. Normalmente a visita � comprovada por uma fotografia do local. comprovada de outro modo, normalmente uma fotografia do espa�o. Os mais exp erientes t�m � disposi��o as caches mist�rio, onde para localizar o ponto final � preciso decifrar alguns enigmas e encontrar algumas caches pelo caminho. Este desporto est� muito ligado � natureza e � dedicado � sua conserva��o, pedindo-se por vezes aos utilizadores que removam algum lixo das �reas onde

praticam geocaching e que deixem as �reas visitadas no mesmo estado ou melhor do que as encontraram. S�o realizados eventos listados em www.cacheintrashout.com, que envolvem v�rios geocachers juntos para limpar uma �rea em particular. Em 2010 foi organizado um evento CITO ("cache in, trash out") no parque florestal do Monsanto, em Lisboa. Agora que j� sabe como funciona o geocaching, porque n�o fazer uma tentativa e arrancar com uma cache tradicional perto de si? Pode levar companhia quando pratica este desporto, nomeadamente crian�as, que pela sua energia inesgot�vel podem dar um bom contributo, al�m de adorarem ca�as ao tesouro. p j u l h o 2 0 1 2 P C g u i a / 61

Profile for PCGuia

Revista PCGuia 198 - Julho 2012  

Esta edição foi dedicada aos jogos e passámos em revista o melhor hardware para jogar à venda em Portugal. Tmabém lhe mostramos o novo siste...

Revista PCGuia 198 - Julho 2012  

Esta edição foi dedicada aos jogos e passámos em revista o melhor hardware para jogar à venda em Portugal. Tmabém lhe mostramos o novo siste...

Profile for pcguia
Advertisement